Jump to content
Sign in to follow this  
Jirimias

Maldito Futebol Clube

Recommended Posts

gq-tricolor

Parabéns, Jiri. Narrativa excelente, que nos prende até o último segundo. Vou confessar: olhando o tamanho de alguns textos me sinto desanimado a ler (quem nunca?) mas quando começo flui muito fácil. Acontece frequentemente isso aqui na área, já que a qualidade dos autores é muito boa.

Muito bom ver uma gurizada nova e promissora (dentro do padrão do clube) chegando nas "canteras" (:heh: ) do Hartlepool.

*Fiquei meia hora brincando com essa função do google maps de ver o quanto demoramos pra ir de um lugar a outro. Daqui até minha faculdade são 5 minutos! Hahaha. Quanto daria de Hartlepool até Darlington? Quero ver o Will fazer esse percurso pagando qualquer promessa que tenha feito.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Nunca mais tinha comentado por aqui, mas sempre acompanhava.. grande evolução do Clough parabéns, próxima temporada promete ser bem interessante e divertida com os encontros com o Revie !! boa sorte :yest2:

Vlw, miro por acompanhar!

Esses encontros com Revie prometem muito, nenhum dos dois vai querer perder rs.

Jiri, parabéns pela promoção. A decisão nos pênaltis foi emocionante e a forma que você encontrou para contá-la também foi bem legal.

Agora o save foi ficar mais legal com os confrontos diretos entre Clough e Revie.

Vlw, gg! Decisão dos pênaltis é sempre uma angústia que só, e quando o adversário abte primeiro e ninguém erra, aí aumenta mais ainda. felizmente, deu tudo certo. Eu iria colocar mais alguns detalhes da cobrança, mas o Templeman não bateu o pênalti decisivo. Foi uma pena.

Agora chegamos ao motivo do save, a razão que embala a história que é este confronto entre os rivais. Via pegar fogo!

Parabéns, Jiri. Narrativa excelente, que nos prende até o último segundo. Vou confessar: olhando o tamanho de alguns textos me sinto desanimado a ler (quem nunca?) mas quando começo flui muito fácil. Acontece frequentemente isso aqui na área, já que a qualidade dos autores é muito boa.

Muito bom ver uma gurizada nova e promissora (dentro do padrão do clube) chegando nas "canteras" ( :heh: ) do Hartlepool.

*Fiquei meia hora brincando com essa função do google maps de ver o quanto demoramos pra ir de um lugar a outro. Daqui até minha faculdade são 5 minutos! Hahaha. Quanto daria de Hartlepool até Darlington? Quero ver o Will fazer esse percurso pagando qualquer promessa que tenha feito.

Opa, legal que gostou. Vc tocou num ponto chave. Sempre que termino os textos, logo penso: isso ficou grande demais. Até tento mudar alguma coisa, mas este é o problema da ficção, se você começa a cortar muito, acaba perdendo detalhes que muitas vezes são essencias para a história. Mas entendo este ponto de vista do leitor diante de um texto grande, acontece comigo também. Por isso é tão importante uma organização de um post, pois ali vc facilita o trabalho do leitor e também consegue convencê-lo a comprar a "briga" de ler sua narrativa.

Sou fã de trabalhar com molecada, principalmente no momento de subí-los para o time principal. Vê-los jogar no time principal é muito bacana, se bem que estes moleques, ao meu ver, ainda estão bem verdes.

A pé eu não sei, agora de carro são aproximadamente 40min. e de trem 1h, conforme a imagem. Acho difícil do Clough ir a pé, nem por promessa haha

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

clough-revie3.jpg


titulo.png


Esperava ansiosamente por aquele momento: o dia da formatura. Seus familiares já estavam presentes, até mesmo seus pais, que moravam atualmente na Irlanda, não deixaram de dar uma força para o filho, que contra a vontade da família escolheu o curso de jornalismo. Estavam quase todos ali, mas faltava alguém mais importante. E isso era possível ver nos seus olhos voltados à entrada do salão. - Será que ele não vem? - ficou se perguntando, enquanto secava o rosto suado com um lenço de papel. Seu semblante mudou quando o tão esperado convidado entrou pela porta arrastando consigo os olhares curiosos dos presentes. Não era atoa, pois entrava ali uma celebridade da cidade.

Genie foi ao encontro dele não escondendo tamanho contentamento.

GENIE: - Que bom que você veio, Clough! - deu um forte abraço que não foi correspondido pelo treinador.
CLOUGH: - Menos, Genie. Está amassando meu terno. Já é desconfortável vestir-me como um pinguim, amarrotado então, eu me sinto uma sanfona. Vamos ao que interessa: trouxe os relatório que te pedi?
GENIE: - Poxa, Clough! Boa noite para você também e parabéns para mim por eu ter conseguido me formar.
CLOUGH:- Ah, larga de frescura, Genie! Vai me dizer que agora vai ficar pagando uma de sentimentalista. Por favor, me poupe.
GENIE: - Não dá para esperar muita coisa de você mesmo,né? Pronto. Está aqui. Esses aqui são os jogadores que eu recomendo dentro daquelas condições que você pediu. A maioria sequer seriam reservas em times da Championship, mas com o dinheiro que disponibilizaram, foi o melhor que consegui. Também tem alguns jogadores do Chelsea, apenas os que viriam correndo ao seu primeiro aceno. Um telefonema e você já contrata todos eles. Já deixei engatilhado com os empresários. Neste outro dossiê está sobre aquele jogador que você me pediu.
CLOUGH:- Nossa! O relatório ficou maior que o dos outros jogadores!
GENIE: - Sim, você pediu para vasculhar a vida do carinha, foi o que fiz. Tem tudo aí: transações financeiras, lugares que gosta de frequentar e etc. Procurei por pacotes de viagem, reservas em hotéis, porém não encontrei nada. Parece que não irá viajar nas férias. De útil descobri que ele comprou duas entradas para uma comédia romântica de nome Viva, ramalhete! Será amanhã.
CLOUGH:- Ótimo! Amanhã estaremos lá.
GENIE: - Amanhã? Mas e a ressaca?
CLOUGH:- Depois a gente cura ela, mas antes vamos colocar em prática a operação "Algoz". Bom, deixa de conversa, vamos aproveitar a festa. Fala aí, galera. O Clough chegou! Segura suas garotas, pois hoje eu estou irresistível.

Genie já estava arrependido de ter chamado Clough para sua formatura, parecia prever o que estava por vir. Naquela longa noite, Clough dançou, bebeu, vomitou, brigou, saiu nas fotos dos formandos fazendo caretas, estragou o álbum, acabou com a festa e terminou a noite no hospital tomando glicose. Pagou para ninguém do hospital espalhar para a imprensa seu vexame e pela manhã estava com a cabeça inchada e pronto para sua missão especial.


balaco.png

Época de férias no futebol europeu. Época de gramados e estádios vazios. Tempo em que jogadores são vistos em programas familiares e deixam de ser heróis ou vilões, para tornarem pessoas comuns. Mas tudo tem seu preço. É preciso precaução com o controle do peso, evitar praticar esportes de contato e fugir de polêmicas e boatos de transferências.

Ele escolheu para aquela tarde o cinema como programa. O filme nem de longe era o estilo que gostava. "Viva, ramalhete" possuía uma das melhores médias de bilheteria do cinema americano, mas não foi por isso que estava ali, e sim para agradar sua noiva. Típico programa para fazer média com sua garota.

Procurou as cadeiras do fundo de cinema, a penúltima fila, como era o costume. Sentou-se, esticou as pernas sobre o encosto do banco desocupado a sua frente. Relaxou. Em uma das mãos segurava um pacote de pipoca e na outro um copo de refrigerante. Ria sozinho enquanto mastigava a pipoca, certamente se lembrava das recomendações da nutricionista gorda do clube, a quem ele implicava dizendo que ela deveria ouvir a si mesmo vez em quando.

Deu conta de que o fime demorava quando notou a música ambiente deixou de ser agradável. As mãos batendo nos encostos laterais da poltrona eram a prova de que estava impaciente. Sentiu algo estranho quando ouviu seu nome ser pronunciado pelo sistema de som:

VOZ: - Nick.

Deveria estar louco. Alguns segundos depois ouviu a mesma voz cantarolando seu nome em versos sem nexo e rima, e notou que sua noiva olhava para ele sem entender nada. A voz continuou e conseguiu dividir a platéia entre risadas e gritos de protestos. Àquela altura Nick já havia se deslizado pela poltrona em sinal de vergonha pelo ocorrido, e talvez por isso não tenha visto a aproximação de dois homens que sentaram-se logo atrás. Sentiu um toque gelado de um objeto roliço e gelado em seu pescoço. Pensou logo que seria uma arma. Sentiu alívio quando ouviu a maldita voz. Agora mais próxima , ele notou algo familiar.

CLOUGH:- Nick Wroe, o homem das bolas paradas.

Nick olhou para trás ao reconhecer a voz.

NICK WROE:- Você aqui?
CLOUGH:- Desculpe-me por desafinar na canção, mas o sentimento era verdadeiro.
NICK WROE:- Louco!
CLOUGH:- Eu já ouvi isso. Bom, não quero atrapalhar o seu momento família ao lado de sua noiva. Aliás, moça, esse filme não é tão bom como dizem por aí. A história é bem chata. A mocinha revela no final que é lésbica e frustra os planos do jovem namorado que acaba se enforcando. Coitado! Com tanta mulher no mundo.

Clough teria notado a cara feia da noiva de Wroe ao descobrir o final do filme antes de assistí-lo, se ele não estivesse de olho nas belas pernas da moça.

Voltando a atenção ao jogador, ele aponta o canudo para Wroe e diz:

CLOUGH:- Aqui está a solução de seus problemas financeiros. Um contrato com o futuro campeão da Championship.
NICK WROE:- Como assim? Problemas financeiros? Eu não tenho problemas financeiros.
CLOUGH:- Ah, certo. A casa hipotecada, o financiamento do carro com três parcelas atrasadas e cem mil para paga um agiota.

Wroe olhava sem acreditar que ouvia sua vida financeira da boca de um cara que mal conhecia. Não questionou, preferiu interromper antes que Clough mencionasse as dívidas com agência de acompanhantes. Arrancou o objeto semelhante a um cano de PVC das mãos de Clough, retirou dali de dentro três folhas milimetricamente enroladas para não marcar após ser desdobradas. Acendeu a tela do celular, iluminou a folha a sua frente e concluiu que estava perante um contrato.

CLOUGH:- Você me venceu duas vezes e este é o seu prêmio por isso. Espero por você amanhã na estação Vashan ás oito em ponto. Fique tranquilo, pois entre eu e o Colchester já está tudo certo, só falta o seu sim. Portanto, não nos decepcione.

Clough se levanta, desce as escadas e some dos olhos de Wroe, que ainda não conseguia processar a informação. Lia e relia as cláusulas até chegar a conclusão de que era um contrato bastante sedutor para ser recusado.


Wroe foi o primeiro reforço do H'Pool para a disputa da Championship e o único contratado diretamente pelo treinador. Todas as outras transferências foram geridas por Genie. Com pouco dinheiro para investir, o Hartlepool estrearia pela Championship com um dos elencos mais jovens da competição. Apontado como 22º colocado pela imprensa, Clough prometeu a metade da tabela para a diretoria e torcedores. Ainda que este fosse um prognóstico bastante otimista, o treinador, acostumado a estipular metas mirabolantes, desta vez mirou em algo bem menos fantasioso.

Dion Conroy, 19 anos, zagueiro;
Federico Piovacari, 30 anos, atacante;
John Rooney, 24 anos, meio-campo;
Karl Henry, 32 anos, meio-campo;
Luke Freeman, 23 anos, meio-campo / atacante;
Nat Wedderburn, 24 anos, zagueiro;
Remie Streete, 20 anos, zagueiro;
Rubens Loftus-Cheek, 19 anos, meio-campo;


Em sua estreia na Championship, a equipe de Clough foi até Londres enfrentar o Q.P.R sem poder contar com o seu artilheiro , Federico Piovaccari, destaque da pré-temporada. O italiano fez falta para o H'Pools que desperdiçou as quatro chances claras de gol. Melhor para o time da casa, que teve melhor aproveitamento e marcou dois gols na segunda etapa. Apesar da derrota, Clough destacou que sua equipe se comportou muito bem em uma estreia e que acreditava em uma evolução a partir dali. Após o jogo, o clube anunciou em seu site a notícia da renovação do contrato de Clough.


qpr.png

VER PRÉ-TEMPORADA

Share this post


Link to post
Share on other sites
LikeaBoss

Embora contra equipes não tão fortes a pré temporada foi boa, a estréia foi complicada como deverá ser a vida do Hartlepool nessa sua primeira Championship. Cara de pau do Clough de falar de trabalho na formatura de Genie e depois extravasar e acabar tomando glicose, hahahaah!

Muito boa a contratação de Wroe, vem para ajudar bastante, Clough inova por ser o primeiro treinador do mundo a contratar jogador dentro do cinema!

Share this post


Link to post
Share on other sites
nicksobis

Falta um pouco de qualidade no elenco do Hartlepool para enfrentar a segundona. Ainda mais em comparação com o Boro de Revie, que com certeza tem jogadores mais experientes na competição. Mas é como disse o recém formado Genie, com a situação financeira do clube, o que tinha eram esses jogadores mesmo.

Clough mitou mais uma vez nos bastidores. Contratar jogador no cinema é surreal. :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Embora contra equipes não tão fortes a pré temporada foi boa, a estréia foi complicada como deverá ser a vida do Hartlepool nessa sua primeira Championship. Cara de pau do Clough de falar de trabalho na formatura de Genie e depois extravasar e acabar tomando glicose, hahahaah!

Muito boa a contratação de Wroe, vem para ajudar bastante, Clough inova por ser o primeiro treinador do mundo a contratar jogador dentro do cinema!

Pelo que pude analisar das equipes da Championship, tem umas dez que estão em nível bem superior a nossa, uma delas é o time do Revie. As demais estão bem próximos do nosso nível, mas ainda somos a pior, lógico que fazendo uma análise superficial. Mas a estreia não foi tão ruim, enfrentamos um adversário forte e jogando diante de sua torcida, mostramos qualidades que podem garantir que o objetivo da temporada seja alcançado.

Clough é bem sem noção. Imagina fazer careta no álbum de formatura.

Enfim trouxe o Wroe, cehga de tomar gol dele.

Clough gosta do efeito surpresa kkkk

Falta um pouco de qualidade no elenco do Hartlepool para enfrentar a segundona. Ainda mais em comparação com o Boro de Revie, que com certeza tem jogadores mais experientes na competição. Mas é como disse o recém formado Genie, com a situação financeira do clube, o que tinha eram esses jogadores mesmo.

Clough mitou mais uma vez nos bastidores. Contratar jogador no cinema é surreal. :D

Sim, não é o time ideal para a disputa do segundo escalão, e até por isso não estava muito interessado em uma promoção tão rápida como esta última. Mesmo assim, posso dizer quese jogarmos todas as partidas como jogamos a estreia, teremos chances de nos mantermos sem passar sufoco. No próximo post, vai dar para ter uma ideia melhor do que é esta crise financeira, acho que terei que vender um dos dois jogadores mais valiosos: luke james ou Greenwood.

Clough gosta de inovar em suas abordagens, vai onde seu alvo jamais imagina que ele fosse hehe

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Galera, infelizmente, estou penando com o FM desde o novo patch. Não tenho conseguido jogar dois jogos sem que dê crash dumps. Ontem vi que o jogo está baixando uma atualização, espero que seja uma correção. Por este motivo, não conseguirei postar nada antes do feriado, e como viajar hoje, o próximo post ficará para segunda ou terça-feira. Então até lá!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LikeaBoss

Beleza Jiri, aguardamos :D

Espero que resolva-se os problemas com o teu FM. O meu também atualizou mas não tive problema algum com Crash ainda...só minha tática que parou de funcionar.

Boa viagem, até breve.

Share this post


Link to post
Share on other sites
rsm_rlb

Só falta o Wroe querer se vingar pelo vexame no cinema e fazer mais alguns gols contra o H'pools :yao:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Só falta o Wroe querer se vingar pelo vexame no cinema e fazer mais alguns gols contra o H'pools :yao:

Chega de gol contra o H'Pools, só falta agora marcar contra rsrs

Beleza Jiri, aguardamos :D

Espero que resolva-se os problemas com o teu FM. O meu também atualizou mas não tive problema algum com Crash ainda...só minha tática que parou de funcionar.

Boa viagem, até breve.

O jogo tava atualizando alguma coisa ontem, mas eu já ia dormir e larguei para fazer o download depois, mas acho que resolve. o ruim foi mesmo ter ficado uma hora e meia jogando os mesmos jogos, pois o salvamento automático tava de 15 dias, agora mudei para uma semana.

Vlw,amigo! Segunda espero conseguir postar alguma coisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
rsm_rlb

Chega de gol contra o H'Pools, só falta agora marcar contra rsrs

O jogo tava atualizando alguma coisa ontem, mas eu já ia dormir e larguei para fazer o download depois, mas acho que resolve. o ruim foi mesmo ter ficado uma hora e meia jogando os mesmos jogos, pois o salvamento automático tava de 15 dias, agora mudei para uma semana.

Vlw,amigo! Segunda espero conseguir postar alguma coisa.

Gols contra, são gols contra :yao:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Gols contra, são gols contra :yao:

Vou deixar ele bem longe da nossa meta para evitar isso, vai que acontece rsrs

Gols contra, são gols contra :yao:

Vou deixar ele bem longe da nossa meta para evitar isso, vai que acontece rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
guigasparotto

Grande temporada, que começou na luta contra o rebaixamento nas primeiras rodadas e se transformou numa promoção, além de uma taça no meio do caminho. Agora terá o grande desafio do save, enfrentar e derrotar Tom Revie. Fico imaginando a super produção que você fará para os duelos entre Clough e Revie. Gostei por você ter contratado o Wroe :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
skp
#Capítulo 19
Esse Will, sendo Will até mesmo na formatura do Genie, kkkkkkkkkkkkkk!
Operação Algoz, falei antes e acabou se concretizando, contratou o "algoz" Wroe para evitar que algo ou alguém atrapalhe a ascensão, esse Will é monstro demais.
A sacada do título foi genial, kkkk pensei tudo, menos que a contratação seria dentro do cinema.
Em relação as contratações, fez bem em apostar primeiramento em jovens, pode ser bom aposta na velocidade.
Boa sorte ao Will.

Share this post


Link to post
Share on other sites
rsm_rlb

Quando penso no duelo de Titãs que irá ocorrer aqui, só lembro do Yugi gritando "é hora do duelo" no yugioh

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Achei estranho Clough prometer só o meio de tabela, ele não é assim. haha

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Grande temporada, que começou na luta contra o rebaixamento nas primeiras rodadas e se transformou numa promoção, além de uma taça no meio do caminho. Agora terá o grande desafio do save, enfrentar e derrotar Tom Revie. Fico imaginando a super produção que você fará para os duelos entre Clough e Revie. Gostei por você ter contratado o Wroe :)

Foi uma temporada memorável mesmo. O time deu uma arrancada na hora certa e ainda ganhou uma taça. Agora é que o negócio esquenta. Ainda não descobrir como abordar este primeiro confronto, mas tem que ser de uma forma especial, pois é o primeiro. Wroe não podia deixar de jogar com Clough, só espero que funcione tão bem como quando era algoz.

#Capítulo 19
Esse Will, sendo Will até mesmo na formatura do Genie, kkkkkkkkkkkkkk!
Operação Algoz, falei antes e acabou se concretizando, contratou o "algoz" Wroe para evitar que algo ou alguém atrapalhe a ascensão, esse Will é monstro demais.
A sacada do título foi genial, kkkk pensei tudo, menos que a contratação seria dentro do cinema.
Em relação as contratações, fez bem em apostar primeiramento em jovens, pode ser bom aposta na velocidade.
Boa sorte ao Will.

Até nas horas de lazer ele não deixa o personagem hsuahsua.

Ele apostou tudo no Wroe, agora temos que esperar que funcione bem como aliado o quanto era eficiente como algoz, mas só o alívio de não enfrentá-lo, já tá valendo.

Eu achei que ninguém caído na pegadinha do título. Foi algo bem improvável, mas o Will é assim mesmo: vai até no limite do absurdo para ter o que quer.

Vamos ver o que a molecada arruma, precisaremos de atitudes inconsequentes e ousadas para tentar tirar a sina de rebaixado que nos acompanhará na temporada.

Quando penso no duelo de Titãs que irá ocorrer aqui, só lembro do Yugi gritando "é hora do duelo" no yugioh

hsuahsua

Achei estranho Clough prometer só o meio de tabela, ele não é assim. haha

hehe foi mesmo uma promessa bem modesta considerando que partiu de um Clough, mas se olharmos o time que foi montado, este chega a ser um objetivo ousado. Confesso que nessa temporada eu arreguei hsuahsuahsua a pressão ia ser demais se eu prometesse promoção.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

clough-revie3.jpg

titulo.png


Depois de muitas temporadas contando com apenas seis membros na comissão técnica, o H'Pool sofreu uma revolução total no staff na atual temporada. A comissão antiga deixou o clube após o fim do contrato de seus componentes, permanecendo apenas Clough e seu fiel auxiliar, Genie Scott. Com especialistas na comissão técnica , agora os profissionais não precisariam mais se desdobrarem em múltiplas funções. Certamente, um avanço para o clube.

transstaff.png

Por outro lado, o Hartlepool não estava pronto financeiramente para suportar tamanhas mudanças em tão pouco tempo. A reestruturação do staff aliada à contratação de Luke Freeman por mais de meio milhão, aumentaram a pressão sobre o trabalho de Clough, considerado um gastador descontrolado por parte do conselheiros do clube.

balaco.png

Odiava aquele silêncio. O terrível silêncio que restava quando Rodcroft queria falar sobre assuntos delicados. Tudo friamente pensado. Mente calculista. Só tinha dado um "boa tarde" seguido de um "sente-se por favor". Únicas frases trocadas em eternos dez minutos. Entendiado, resolveu quebrar o silêncio de uma vez por todas.

CLOUGH: - Bom, presidente. Foi muito bom bater este papo com o senhor, mas eu tenho que trabalhar. Como o senhor pode ver, estão todos me esperando. - disse mostrando o campo de treino pela enorme janela de vidro.

O homem respirou fundo, deu uma baforada no charuto e sem olhar nos olhos Clough, disse apontando o indicador em direção ao grupo de homens que assistiam o treino:

RODCROFT: - Quem são todas aquelas pessoas que estão no treino, Clough?
CLOUGH - São os melhores profissionais da Inglaterra que esta mixaria de orçamento permitiu trazer.
RODCROFT: - Foi só eu me ausentar por alguns dias e você saiu dando emprego para qualquer infeliz? Você já viu estes números? - disse mostrando um relatório com gráficos arrancado de dentro do bolso. - Estamos beirando o limite do fair play financeiro...Sabe o que isso significa?
CLOUGH - Sim. Significa que se o senhor quiser o mesmo que eu quero, ou seja, levantar esta marmota de clube, vai ter que fazer alguns sacrifícios, inclusive o de mandar este fair play para a casa do...
RODCROFT: - Apesar do desrespeito a nossa instituição, em algo eu tenho que concordar com você, Clough. Realmente, nós temos que fazer sacrifícios. Melhor falando, temos que negociar o Luke James ou o Greenwood para fazer caixa o mais breve possível.
CLOUGH: - Só se for passando por cima do meu cadáver. Vamos perder o nosso artilheiro e o melhor jogador que este clube produziu e depois contratar quem? Me diga: quem o senhor acha que quer jogar a Championship pelo Hartlepool? O Lampard?
RODCROFT: - Deixe de ironia, Clough. Quero que fique bem claro que quem manda ainda neste clube sou eu. Portanto, considere que terá que perder um dos dois.

Clough deixou a sala calado e pisando forte. Costumava sair das conversas quando estava em desvantagem ou quando estivesse próximo de perder as estribeiras. Percebendo a saída do treinador, Mickey Walker, diretor de futebol do clube, fecha a porta e comenta:

WALKER: - Por quê não mandamos este idiota embora? Ele não me respeita aqui dentro e tudo isso por culpa dos poderes que foram dados a ele.
RODCROFT: - E quem vai treinar o time? Você, Mickey?
WALKER: - Lógico que não.
RODCROFT: - Pois é. Este idiota nos deu títulos, trouxe nosso clube para a segunda divisão, enfim, é um treinador competente. Temos que suportá-lo, mas isso não quer dizer que nós vamos fazer tudo que ele quer. Veja só.

O diretor acompanhava o movimento dos dedos viciados do presidente na tela do celular. Parecia buscar um contato naquela imensa lista. Bastou um telefonema para que Greenwood se tornasse um dos principais nomes daquela janela de transferência. Chelsea, Man, City e Man. United se juntaram em uma verdadeira guerra pelo jovem defensor. Não demorou para que a notícia chegasse para Clough, que tentou fazer de tudo para segurar a principal revelação do clube nos últimos anos. Conseguiu até o último dia de transferência quando o jogador mostrou-se irredutível em deixar o clube. Por um pouco mais de €6M, Greenwood se transferiu, contudo , permanecendo no clube, pois seu contrato com o Chelsea permitiu mantê-no no Pool por empréstimo até o fim da temporada. O clube ainda teria 30% do lucro da próxima transferência.

A solução imediatista da diretoria desagradou Clough, mas trouxe alívio aos cofres do clube.

financa.png

balaco2.png

Derrotado fora de campo, dentro de campo não era diferente. O Hartlepool havia perdido cinco das oito primeiras partidas que havia jogado, estando apenas uma posição acima da zona de rebaixamento. A torcida não poupou o treinador que passou a ser hostilizado. A gota d'água foi a derrota para o Sunderland, quando Clough foi chamado de retranqueiro após colocar em campo um 4-5-1.


oitorodadas.png

Clough estava em apuros. Precisava de um Salvador, um jogador diferenciado. Não ligava se não fosse um estrangeiro. A situação não permitia que ficasse preso a ideais nacionalistas. Tinha que pensar em salvar sua pele e que se dane o país. Ainda se restabelecia da recente derrota no caso do Greenwood, quando ouviu novamente o nome Chelsea surgir, agora da boca de seu parceiro:

GENIE: - Ele está sem contrato, tem bom drible, velocidade e chegada no ataque. Pode ser este jogador que precisamos.
CLOUGH: - Contrata ele.
GENIE: - Tá louco? O salário dele será o maior do nosso time. Cara, os dirigentes estão de olho em você...
CLOUGH: - Tome o telefone. Manda ver. Use seu charme.


balaco4.png

Kakuta não teve apresentação oficial. Simplesmente, apareceu em um treino juntamente com o lateral direito Joe Riley, o zagueiro Roger Johnson e o atacante Darren Bent. A estratégia fazia com que os reforços chegassem ao clube sem passarem pela diretoria de futebol. Depois que já estavam no clube, ele sabia que ninguém seria capaz de tirá-los de lá.

Kakuta teve efeito imediato no rendimento do clube. Foi ele quem comandou o time na épica batalha West Bromwich, que valeu a classificação do Hartlepool para as oitavas da Capital One Cup. E foi com Kakuta sendo melhor em campo que o H'Pool bateu o Cardiff e saiu da zona de rebaixamento.

class11rodadas.png



Nota do autor:

A vergonha de Clough:

Brian Clough deve ter sentido vergonha de seu neto quando viu que o Hartlepool foi multado por excesso de amarelos no jogo contra o Leeds. Logo o Leeds, clube que ficou conhecido no passado por jogar um futebol desleal, virou vítima de violência nas mãos de um Clough. Na bola quem apanhou foi o H'Pools.

Uma notícia boa e outra ruim sobre James:

A chegada de Kakuta não influenciou somente o time dentro de campo. Fora dele, a chegada de um jogador de tal calibre motivou o grupo e de quebra convenceu a principal estrela do time a voltar a trás no pedido de transferência. Luke James pediu para ser retirado da lista de transferências, deixando de ser um problema para Will.

Mas James voltou a ser dor de cabeça para o treinador, quando uma grave lesão sofrida no jogo contra o Cardiff o tirará do gramado por pelo menos um mês. A lesão ocorre há três dias do clássico contra o Middlesbrough, pela décima segunda rodada da Championship.

Números do plantel - Efeito Kakuta:

TOP FIVE: ASSISTÊNCIAS

assisestat.png

TOP FIVE: MÉDIA

classmedia.png

TOP FIVE: GOLS:

golsest.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
LikeaBoss

A ficção segue excelente, Genie Scott parece com o Eminem...hahaha

Pena ter perdido uma das principais promessas mas é muito necessário para ficar dentro do fair play financeiro, o time vem apanhando bastante, como já era esperado, porém a chegada dos reforços, principalmente Kakuta trazem uma nova esperança em manter-se na divisão.

Ansioso pelo encontro com Revie, promete ser um baita jogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

A ficção segue excelente, Genie Scott parece com o Eminem...hahaha

Pena ter perdido uma das principais promessas mas é muito necessário para ficar dentro do fair play financeiro, o time vem apanhando bastante, como já era esperado, porém a chegada dos reforços, principalmente Kakuta trazem uma nova esperança em manter-se na divisão.

Ansioso pelo encontro com Revie, promete ser um baita jogo.

haha parece mesmo.

Foi uma perda importante a saída do Kris, mas eu tinha que pensar no presente. Com a venda dele consegui reforçar o time e trazer um jogador de peso como o Kakuta. Com ele eu acho que podemos dar a volta neste mau momento.

Já joguei o confronto, agora falta escrever. Devo postar quarta-feira.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nicksobis

Caramba, me surpreendeu muito a chegada de reforços de tanta qualidade ao clube de maneira repentina.

Johnson e Bent vieram livre também?

Com a chegada desses reforços, Will vai ficar com uma tranquila posição no meio da tabela, e deve brigar forte pela promoção na temporada seguinte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

O Kakuta não esteve no Huddersfield em seu outro save? Se a resposta for positiva, isso teve um peso na contratação dele para o Hpools?

Não teve jeito, né? Perdeu um jovem de valor, mas conseguiu melhorar as finanças.

O time já teve uma discreta melhora, vamos ver se a coisa continua melhorando.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Caramba, me surpreendeu muito a chegada de reforços de tanta qualidade ao clube de maneira repentina.

Johnson e Bent vieram livre também?

Com a chegada desses reforços, Will vai ficar com uma tranquila posição no meio da tabela, e deve brigar forte pela promoção na temporada seguinte.

Na verdade, era um "namoro" antigo com estes jogadores, mas que só consegui concretizar com a sobra de caixa da venda do Greenwood.Acabei esquecendo de colocar a SS das transferências, mas hj eu coloco. Foram todos contratados sem custos para o clube. Ainda tinha o Kevin Nolan e o Agudelo, o primeiro não veio pq temi o impacto no balanço final, já o atacante esbarrou na licença.

Apesar da qualidades destes reforços, terei que ter paciência, pois eles estão sem jogar desde o fim da temporada passada.

EDIT: Adicionei a tela que eu havia esquecido sobre as transferências.

O Kakuta não esteve no Huddersfield em seu outro save? Se a resposta for positiva, isso teve um peso na contratação dele para o Hpools?

Não teve jeito, né? Perdeu um jovem de valor, mas conseguiu melhorar as finanças.

O time já teve uma discreta melhora, vamos ver se a coisa continua melhorando.

Sim, esteve naquele time. Teve um peso sim, principalmente, pq temia o impacto na folha salarial. Sabendo que o retorno em campo é garantido, não pensei duas vezes em contratá-lo. tanto é verdade que não fiz o mesmo com o Kevin Nolan.

Vejo a saída do Greenwood como um alívio para o caixa, fiquei um pouco reticente no começo, tentei ver se conseguia mais dinheiro, mas de qualquer forma foi um ótimo negócio para o clube. entre os males o menor, pois pelo menos não perdi tb o James.

Estou na expectativa que o time saia do coma, mas terá agora logo de cara um jogo cheio de rivalidade. Perder um clássico pode ser fatal para o treinador e para a confiança da equipe.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

clough-revie3.jpg

titulo.png

balaco1.png
A mulher parecia transtornada. Não se lembrava da última vez que a tinha visto daquele jeito. Mostrando sabedoria, escolheu ficar em silêncio até que ela se cansasse de falar. "Elas nunca cansam. Nasceram para infernizar a nossa vida" - diria seu pai se estivesse ali. Lá se vão dez minutos desde que Anne chegou balançando na cara dele aquele maldito jornal.
( ANNE ) - Para você eu sempre fui um troféu. Na primeira oportunidade que você teve, você não perdeu tempo de me expor como o maior triunfo de sua galeria.
Estava com as mãos sobre a cabeça, enquanto ela repetia aquela frase. Enquanto isso, seus olhos fixavam naquela notícia que roubava metade da página esportiva. Estava confuso. Havia marcado no dia anterior uma entrevista e falou sobre o confronto com o Clough, mas tinha certeza absoluta que não havia revelado nada a respeito de sua vida amorosa. Ninguém sabia daquela história senão os três e seus pais.
balaco2.png
"Entendo que o Clough queira me vencer a qualquer custo, pois nenhuma vitória que ele conseguir sobre mim será capaz de compensar a maior derrota que ele sofreu das minhas mãos. Não se cura uma decepção amorosa com títulos."
( CLOUGH ) Patife! Jamais imaginei que ele se rebaixaria a tanto. - berrou, lançando o jornal que estava em suas mãos sobre um jarro sobre o criado. O vaso com tulipas de plástico estilhaçou-se completamente.
Genie tentava controlar o parceiro, mas a reação era esperada. Foi ele mesmo quem trouxe o jornal com a notícia. Clough nunca foi fã de internet, nada para ele substituía o papel.
( GENIE ) Calma, Clough. Deste jeito você vai quebrar tudo e só vai ter mais prejuízo.
( CLOUGH ) Minha vontade é quebrar aquele maldito.
( GENIE ) Olha, guarda esta energia para o confronto. Não era você quem dizia que era o ódio pelo Dom revie que levava o seu avô ao sucesso? Então, aproveite esse ódio que você está sentindo e transforme ele em vitória.
( CLOUGH ) Pode até ser, mas esse imbecil terá uma "surpresinha" inesquecível. - disse a frase deixando o companheiro sem explicações. Abriu a porta, saiu sem despedir.
balaco3.png
( NARRADOR ) Olá, amigos do futebol. Daqui alguns minutos vai rolar a bola para o confronto mais esperado da Inglaterra. Middlebrough e Hartlepool, um clássico de equipes e treinadores rivais. Um Clough contra um Revie, assim como no passado. Diga aí, Big House, qual é sua expectativa por este confronto?
( BIG HOUSE ) Fala aí, Phil! Fala aí, galerinha! Que jogão,né? Promete muito. Além da rivalidade dos clubes, está em jogo a rivalidade entre estes dois jovens treinadores. O Hartlepool flerta com a zona de rebaixamento, mas joga em casa, ainda que seja em Darlington e não em Hartlepool. Já o Middlebrough é o quarto colocado, pode ganhar uma posição com a vitória. Enfim, são dois times em situações opostos e não há favorito. Como diz a máxima: clássico é clássico e vice-versa.
( NARRADOR ) Big House, você acredita que aquilo que foi dito fora do campo pode mexer com os jogadores dentro do campo?
( BIG HOUSE ) Rapaz, acho que sim. Ainda mais depois de um ter falado que roubou a mulher do outro. Torço que não saia faísca do jogo para não subir o cheiro de chifre queimado. ( gargalhada ). Falando nisso, você quer dar um tapa no meu cachimbo de ervas tailandesas?
( NARRADOR ) Big House, admiro muito que você venha falar de drogas na nossa transmissão! Logo você que lutou tanto para abandonar este vício.
( BIG HOUSE ) Calma, Phil. Estas são apenas ervas terapêuticas, fazem parte do meu tratamento contra a crise de abstinência. Só aliviam a pressão. Prova aí!
( NARRADOR ) Não, obrigado! Bom, pessoal. Daqui a pouco voltaremos em definitivo para esta partida.Roda a vinheta.
( BIG HOUSE ) Ô, Phil. - disse cutucando com uma mão o companheiro de transmissão, enquanto a outra mão passava sobre os olhos como se quisesse ter certeza do que estava vendo.
( NARRADOR ) Diga, Big House.
( BIG HOUSE ) Cara, acho que você está certo. Esta porcaria é erva do cão. Eu estou vendo Smurfs,cara! Devo tá muito louco. São vários e estão por toda a parte.
( NARRADOR ) (risos) Deixa de ser besta, homem. Aqueles ali são torcedores do Hartlepool. Eles tem o costume de ir a campo fantasiado de alguma coisa. Hoje eles escolheram homenagear os Smurfs.
( BIG HOUSE ) Sóóó...
balaco5.png
( NARRADOR ) Final de jogo. O placar do Darlington Arena não mente: três para o Hartlepool, um para o Middlesbrough. Clough leva a melhor sobre seu rival no primeiro confronto entre eles. Com a vitória, o H'Pools sobe para 13º, enquanto o Boro, de Revie, cai para sexto na tabela. Tom Revie não esperava pagar tão caro por poupar jogadores.
( BIG HOUSE ) Na minha opinião, o Revie cometeu um grave erro ao subestimar o seu adversário, mas isso não foi o fator determinante para a derrota. Mesmo com alguns titulares fora da partida, vimos uma partida equilibrada, onde prevaleceu a vontade dos jogadores do Hartlepool. Curiosamente, o grande destaque desta partida tem o mesmo nome do avô do Will: Brian Howard. Foi dele os dois gols que deram a vitória para o H'Pools.
( NARRADOR ) Bem lembrado, Big House. O destino pregou uma peça em Revie. Foi um excelente jogo aqui no Darlington Arena, e agora é esperar pela revanche. Será que Revie leva a melhor na próxima? Isso você vai saber aqui no seu canal do futebol. Grande abraço a todos! Até a próxima transmissão.
vsboro.png
Declarações dos treinadores antes e após a partida.
balaco4.png
Já tinha andado uns três minutos até o lugar onde havia guardado o carro. Arrependeu-se de não ter vindo de ônibus com os jogadores do Boro e de ter negado pagar os cinco euros para guardar o veículo no estacionamento do estádio. Não imaginava que teria que pagar estacionamento sendo que era parte integrante do espetáculo. " Regras do clube mandante" - havia avisado o senhor que cuidava da cancela.
Àquela altura, sua amada já havia deixado a elegância de lado e arriscava colocar os lindos pés descalços no chão dos arredores do estádio. A relação do casal seguia estremecida pela inconsequentes declarações de Revie, mas tinham combinado uma trégua até aquela partida. Aliás, foi com muita insistência que Anne aceitou o convite de vir até o jogo. Para muitos a presença dela era uma afronta para Clough, para ela esta era uma forma de dizer que o casal estava unido mesmo depois daquela bomba. Gostava de manter as aparências.
Começaria a reclamar da distância que já havia percorrido, quando ouviu o barulho repetitivo e ordenado de um bumbo e de um submisso trompete. O som aumentava a cada instante e dava a impressão de que estava em todos os cantos. Revie olhou a sua direita e viu um grupo de cinco smurfs. Virou-se para a sua esquerda e notou mais quatro. Estava cercado por Smurfs. Constatou ao ver que a suas costas e a sua frente outros dois grupos se formavam.
smurfs.png
Por mais que os personagens fossem carismáticos, aqueles sujeitos fantasiados conseguiam assustar. Talvez tenha sido a caracterização que fez com que as sobrancelhas fossem franzidas. Estava cercado por gnomos barulhentos. Cantavam o hino do Hartlepool e gritavam palavras de ordem. Aqueles que não seguravam instrumentos, estavam em posses de garrafas quase vazias de alguma bebida alcoólica, enquanto outros seguravam mastros de bandeiras quebrados. Revie quis saber de tentar negociar com aquele bando de loucos, sabia que eles não estavam ali para confraternizar. Virou-se para a mulher, e disse, já partindo em disparada:
( REVIE ) Vamos! Corra,Anne!
Ele avançou no único espaço entre o grupo que se aproximava pela direita, enquanto ela tentou alcançá-lo pelo mesmo caminho. Logicamente, não deixariam que ela também passasse por ali. O erro lhe custou uma queda após um dos mascarados puxá-la pelo vestido, rasgando-o nas costas. Sentiu os joelhos tocando forte no chão de pedra. Forte dor que não permitiu que levantasse tão rápido. Conseguiu avistar de relance o seu amado, que não cessou a corrida mesmo percebendo a queda dela. Estava próximo do carro, provavelmente pretendia surpreender os delinquentes, pensou ela.
Ele teria que ser rápido. A esperança deu lugar ao desespero. Queria gritar, mas não a voz não saía. Estava trêmula. Viu-se de joelho no chão diante de 18 homens vestidos de azul e branco, que naquele instante pararam de tocar seus instrumentos e silenciavam. Deveria sentir alívio, mas sentia medo. Estava rodeada por eles. Não tinha nada mais o que fazer. Fechou os olhos e lembrou de uma oração que havia aprendido na infância. Não era religiosa, mas foi a única coisa que lembrou naquela hora.
Não conseguiu terminar a oração, um braço a pegou pelas costas. Sentiu um arrepio e depois tudo ficou escuro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Khroiskantis

Belo título, é o nome de uma das melhores músicas dos Misfits.

No mais, bela vitória do Will. Revie deve estar espumando de fúria agora. E quem salvou a Anne?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • DiogoHernandes
      By DiogoHernandes
      A REENCARNAÇÃO DO HERÓI
      Olá, aqui estou de volta, já faz algum tempo que estava planejando este save mas nos últimos meses não tinha motivação para jogar FM novamente, isso tudo voltou quando estava com um PC velho e resolvi baixar o FM13 para passar um tempo, foi baixar o game e vontade de jogar veio com tudo pra cima de mim. Isso já faz um tempo, fui me segurando para não começar o save sem um formato estabelecido e conversando com um pessoal daqui da área e especialmente o @Tsuru fui estabelecendo as diretrizes do save.
      O save será totalmente dentro da Dinamarca, embora eu tenha carregado mais algumas ligas elas estão como "ver apenas", e terá como objetivo principal treinar a Seleção Dinamarquesa e superar a melhor campanha da seleção em Copas do Mundo, mas para isso preciso percorrer um longo caminho, meu treinador começará sua jornada com 20 anos e sem qualificações anteriores e com um passado somente no futebol amador. O nome dele será Holger Dasnke, o mesmo nome do herói que segundo a lenda quando a Dinamarca passar por um perigo iminente ele levantará do seu trono libertará a nação.

       
      DIRETRIZES DO SAVE
      Não sair dos clubes pedindo demissão ou se candidatando a outros clubes, só sair em fim de contrato ou sendo demitido. Não assumir clubes de divisões superiores ao meu antigo clube. Na primeira divisão até ganhar um título nacional, só assumir clubes que acabaram de subir ou da segunda divisão. Não assumir a seleção principal da Dinamarca sem antes ganhar um título nacional de primeira divisão. Não usar a barra de pesquisas para contratação de jogadores/staff, usar somente a base de dados fornecidas pelos olheiros do clube e pelos agentes.  
      OBJETIVOS DO SAVE
      Ganhar o Campeonato Dinamarquês Ganhar a Eurocopa Ganhar as Olimpíadas Chegar em uma Semi-Final de Copa do Mundo  
      ÍNDICE
      Temporada 1
      O primeiro emprego
      Os heróis improváveis
      Uma contratação mágica: Ibra chega ao Kolding!

    • Lanko
      By Lanko
      Próxima>>>                 
       
      ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE!
      ÍNDICE
       
      E aê galera, tudo bom? Descobri o fórum recentemente há uns dias atrás, especificamente a área de histórias. Li algumas e adorei o formato e o fato que a galera resolveu postar suas jornadas e challenges interessantíssimos. 
      Enquanto jogava o FM18 fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e que dificilmente conseguiria guardar pra lembrar depois, especialmente as coisas memoráveis.
      Deixei quieto e segui em frente, mas como disse, encontrei essa área aqui e me arrependo de não ter pesquisado e encontrado antes. Mas antes tarde do que nunca, né! O save não tem tanto tempo e muitas dos principais eventos estão frescas na memória.
      Esse save não tem objetivos específicos a serem alcançados, simplesmente criei um perfil de treinador (sem escolher clube, comecei desempregado) e saí pro mundo pra ver no que vai dar. 
      PERFIL DO TREINADOR:
       
      Lanko Askarian sempre teve interesse por futebol, principalmente na parte tática, já que jogando ele é um grande perna de pau. Decidiu ir adiante com esse pensamento e resolveu estudar para ser técnico e dirigir uma equipe.
      Diante dos vários fracassos do Brasil na área, decidiu, corretamente ou não, ir estudar e fazer cursos na Europa. Escolheu a Inglaterra já que sabia inglês e nada dos outros idiomas. Depois de algum tempo, adquiriu profundo conhecimento tático, de treinamentos, de filosofias de jogo.
        
       
      Agora só faltava botar tudo isso em prática, e é aí que morava o problema. Lanko entrou determinado a começar 2018 como técnico, mas passou o primeiro semestre desempregado. Nem clubes brasileiros da 3a divisão quiseram sequer conceder uma entrevista.
      No fim da temporada europeia, Lanko voltou a Inglaterra, disposto a aceitar propostas da 5a ou 6a divisão inglesas só pra começar a trabalhar, mas mesmo dessa vez conseguindo entrevistas, não foi o escolhido em nenhum dos oito clubes em que bateu a porta.
       

       
      Jovem (30 anos, muito menos que muitos jogadores em atividade), sem ter comandado vestiário antes e ainda por cima estrangeiro, esses foram os principais motivos das recusas.
      Até que viu um anúncio de um clube de Portugal (o único), a Mondinense, da terceira divisão portuguesa, e decidiu entrar em contato com eles.
      O presidente foi surpreendido pelo contato. Ele acabou gostando do perfil. Avisou que o clube era pequeno, mas gostaria de ver o clube crescer e talvez tentar algo inusitado seria o primeiro passo ideal. O presidente convidou Lanko para a cidade de Mondim de Basto para assinarem o contrato.
       

       
      Lanko aceitou, muito feliz. Portugal não estava nos planos iniciais, mas quem sabe, caindo do céu, seria o melhor lugar para começar a carreira. O idioma não seria problema e Portugal era um bom país, além de ter certa história no futebol e um cenário respeitável.

      Ele sabia que o começo ia ser difícil, mas até chegar em Portugal e ver a sede da Mondinense de perto, ele não fazia ideia do quão difícil…
       
      Próxima>>>
    • Lanko
      By Lanko
      Riqueza da Premier League também deverá ser compartilhada com times e ligas pequenas.
      "Dessa vez o Daily Mail está certo.
      Vamos enfrentar donos ruins e bilionários como Mike Ashley, vamos dar aos fãs voz em como seus clubes devem ser administrados e vamos garantir que as riquezas da Premier League sejam investidas no futebol local de nossas comunidades."
       
      Também disse que "futebol não é negócio, futebol é nossas vidas, nossas comunidades e onde vamos para nos socializarmos e aproveitar a companhia de todos". "Vamos tirar o "jogo bonito" dos bilionários e dá-los aos torcedores em vez disso."
      Claro que teve algumas reações:
      "Ideia muito interessante. Quem decidiria quais donos seriam "ruins" e qual seria o critério? Não gastar o suficiente em jogadores? Tentar interferir em assuntos do time? Escolhendo o técnico errado?"
       
    • DiegoCosta7
      By DiegoCosta7
      Alguém sabe me dizer porquê o FM não baixa o conteudo selecionado da oficina para ele ? (Eu estou inscrito em varios conteúdos mas o fm não baixa todos eles ou só baixauma parte do conteúdo que estou inscrito. Porquê isso acontece ?
    • Ighor S.
      By Ighor S.
      Joguei bastante tempo no fm14 com essa tática, mas após a última formatação perdi ela e não consegui mais encontrar. 
      Pelo que me lembro, ela foi baixada aqui no fórum antes da reformulação. Procurei no Google mas não achei nada. Alguma boa alma que possa ter a tática salva poderia upar? 
×
×
  • Create New...