Jump to content

TV Bandeirantes, onde estão as finalistas negras do concurso Miss Bahia?


Guest João Gilberto

Recommended Posts

Guest João Gilberto

TV Bandeirantes, onde estão as finalistas

negras do concurso Miss Bahia?

O Portal Correio Nagô divulgou em sua página no Facebook as candidatas do concurso Miss Bahia 2013, propondo: “Dê uma legenda para essa foto…”

Num dos estados brasileiros em que os negros e pardos são maioria, nenhuma candidata é negra.

A Bahia é o segundo estado com maior índice de negros, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com 76,2%. O Pará tem o maior índice de negros, 76,7%.

Mas entre as finalistas do Miss Bahia, só uma das 30 candidatas é negra. Ou seja, 3,33. Neste site, é possível conhecê-las uma a uma. Mas na foto abaixo já é possível perceber claramente a cor das finalistas.

O Miss Bahia é organizado pela TV Bandeirantes local, que já foi motivo de um post neste blogue que teve grande circulação pelo grau de racismo e de desrespeito aos direitos humanos : "A repórter loira, o suposto negro estuprador e uma sequência nojenta".

Há gente dizendo no debate do Facebook sobre esse fato, que não faz sentido caracterizar isso como racismo. Então isso só quer dizer que o juri do concurso acha que as brancas são muito mais bonitas do que as negras.

Você conhece outra palavra para definir isso que não seja racismo?

miss-bahia.jpg

FONTE

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 115
  • Created
  • Last Reply

"Então isso só quer dizer que o juri do concurso acha que as brancas são muito mais bonitas do que as negras."

E se acharem? Qual o problema?

Até que se prove que as negras não foram escolhidas simplesmente pq são negras, o resto é aquela choradeira que jah conhecemos.

Link to comment
Share on other sites

Esse cara quer o que afinal? Cota para Miss?

Tem duas semi-moreninha nesse bolo ai, só que loiras. Tem outras duas, uma de lado e outra meio escondida, que parecem ser também.

No mais, tem o tal do "padrão de beleza", também não estou vendo nenhuma gorda e nem por isso fizeram alarde. Muita negra por ai não se encaixa no padrão mion de nariz fino e olho claro desses concursos.

Link to comment
Share on other sites

Agora querem cotas pra Miss ou que todo mundo seja obrigado a achar negras bonitas?

Link to comment
Share on other sites

Detalhe: tem umas 3 pretas ali... só que de cabelo alisado e cheias de pó de arroz.

Link to comment
Share on other sites

Guest João Gilberto

...acho que a crítica maior se deve ao fato da população do estado da Bahia ser quase um símbolo da raça negra, por isso, é estranho ver que em um concurso de miss, sequer á uma negra de fato. É algo a se pensar sim, sem fazer tanto alarde claro, afinal o padrão de beleza é preconceituoso e disso todos nós sabemos.

Link to comment
Share on other sites

As vezes eu acho que as pessoas não entendem o significado da palavra "preconceito". O que padrão de beleza tem a ver com preconceito? Nada.

Apesar de todos nós (até vc, JG) termos "preconceitos" e isso ser algo saudável em alguns contextos, eu não estou nem aí se a pessoa é preta, branca, amarela; ou se é homossexual, se é gorda. Tenho grandes amigos bem diferentes de mim e nunca julguei nenhum pela cor ou pelo físico deles. Ainda sim, mulheres negras - obviamente na minha opinião - são na sua grande, grande maioria feias. O rosto não me atrai nem um pouco, só o corpo mesmo. Qual o problema disso? Sou preconceituoso?

E se uma mulher feia participar de um concurso de beleza e ninguém votar nela, vai ser preconceito contra os feios? Mesmo que a grande maioria das pessoas desse estado sejam igualmente feias? Ah bixo... Vai tomar no cu pra esse povo.

Link to comment
Share on other sites

A população da Bahia é mais mestiça que qualquer coisa (o que influi muito nesse percentual).

O padrão de beleza é preconceituoso e tem restrições quanto a pessoas de "raça negra"? Se for o caso, como a Leila Lopes ganhou em 2011? A Zuleika Rivera em 2006? A Mpule e a Wendy Fitzwilliam em 98 e 99?

Se existe algum preconceito em padrão de beleza é com gordo. Nenhuma das candidatas ali é gorda. E uma parte considerável da população da Bahia tem sobrepeso. Então eu pergunto, onde estão as candidatas gordas?

Link to comment
Share on other sites

Tem negra sim, a miss Santa Cruz é.

E a miss Feira de Santana eu conheço, pela foto não parece mas ela é bem morena.

Link to comment
Share on other sites

Guest João Gilberto

...eu vou trazer a definição da palavra segundo o Aurélio antes de prosseguir na discussão:

Preconceito

[De pre- + conceito.]

Substantivo masculino.

1.Conceito ou opinião formados antecipadamente, sem maior ponderação ou conhecimento dos fatos; ideia preconcebida.

2.Julgamento ou opinião formada sem se levar em conta o fato que os conteste; prejuízo.

3.P. ext. Superstição, crendice; prejuízo.

4.P. ext. Suspeita, intolerância, ódio irracional ou aversão a outras raças, credos, religiões, etc.:

O preconceito racial é indigno do ser humano.

As vezes eu acho que as pessoas não entendem o significado da palavra "preconceito". O que padrão de beleza tem a ver com preconceito? Nada.

Óbvio que há preconceito nos padrões de belezas. Sempre houve! Hoje, uma mulher "bonita" geralmente é: branca, magra (que preferencialmente malhe), seios fartos e cabelos lisos.

Eu não estou dizendo que isso é feito de forma deliberada, entenda, estou dizendo que isso é incutido histórico e socialmente em nossos critérios de julgamento e avaliação, principalmente pela mídia.

Todos nós temos nossos preconceitos, alguns leves, alguns pesados. Eu não quero, nem vou transformar isso numa discussão sobre racismo, porque sinceramente não acredito que seja este o problema neste caso. Acho muito mais culpa dessa alienação social que transforma nossa minoria em padrão para a maioria.

Eu acredito, mesmo que seja utópico, que a beleza de um país deveria ser representada por pessoas que possuem as características do mesmo, mas entendo muito bem que os critérios de avaliação extrapolam todo e qualquer senso lógico. Há muito mais coisas envolvidas por trás disso e seria totalmente dispensável dar tanta importância para uma coisa tão insignificante a população de uma forma geral.

Mas que é um bom tema para reflexão, isso é.

Link to comment
Share on other sites

...eu vou trazer a definição da palavra segundo o Aurélio antes de prosseguir na discussão:

Óbvio que há preconceito nos padrões de belezas. Sempre houve! Hoje, uma mulher "bonita" geralmente é: branca, magra (que preferencialmente malhe), seios fartos e cabelos lisos.

Eu não estou dizendo que isso é feito de forma deliberada, entenda, estou dizendo que isso é incutido histórico e socialmente em nossos critérios de julgamento e avaliação, principalmente pela mídia.

Todos nós temos nossos preconceitos, alguns leves, alguns pesados. Eu não quero, nem vou transformar isso numa discussão sobre racismo, porque sinceramente não acredito que seja este o problema neste caso. Acho muito mais culpa dessa alienação social que transforma nossa minoria em padrão para a maioria.

Eu acredito, mesmo que seja utópico, que a beleza de um país deveria ser representada por pessoas que possuem as características do mesmo, mas entendo muito bem que os critérios de avaliação extrapolam todo e qualquer senso lógico. Há muito mais coisas envolvidas por trás disso e seria totalmente dispensável dar tanta importância para uma coisa tão insignificante a população de uma forma geral.

Mas que é um bom tema para reflexão, isso é.

Nesse caso vai depender dos objetivos e interesses dos envolvidos no concurso. Não sei porra nenhuma de concurso de miss, me contento em ver um monte de mulher bonita desfilando de biquini, mas temos que entender que tem muita coisa envolvida nesse meio. Não acho que seja utopia eleger a beleza de acordo com as características de cada país, mas se existe ambição de ganhar algo mais lá fora a história muda completamente, basta ver esses países que tem tradição nesses tipo de concurso (Venezuela e México, se não me engano). Nesses lugares só tem mulher esquisita para os nossos padrões (brasileiros), mas as misses são deusas internacionalmente genéricas.

Link to comment
Share on other sites

...eu vou trazer a definição da palavra segundo o Aurélio antes de prosseguir na discussão:

Óbvio que há preconceito nos padrões de belezas. Sempre houve! Hoje, uma mulher "bonita" geralmente é: branca, magra (que preferencialmente malhe), seios fartos e cabelos lisos.

Eu não estou dizendo que isso é feito de forma deliberada, entenda, estou dizendo que isso é incutido histórico e socialmente em nossos critérios de julgamento e avaliação, principalmente pela mídia.

Todos nós temos nossos preconceitos, alguns leves, alguns pesados. Eu não quero, nem vou transformar isso numa discussão sobre racismo, porque sinceramente não acredito que seja este o problema neste caso. Acho muito mais culpa dessa alienação social que transforma nossa minoria em padrão para a maioria.

Eu acredito, mesmo que seja utópico, que a beleza de um país deveria ser representada por pessoas que possuem as características do mesmo, mas entendo muito bem que os critérios de avaliação extrapolam todo e qualquer senso lógico. Há muito mais coisas envolvidas por trás disso e seria totalmente dispensável dar tanta importância para uma coisa tão insignificante a população de uma forma geral.

Mas que é um bom tema para reflexão, isso é.

Vamos lá então... vou botar na sua frente 10 mulheres e você vai poder comer 5, 7 delas são "magra (que preferencialmente malhe), seios fartos, nariz de boneca, mamilo rosinha e cabelos lisos." e 3 são "magras, seios fartos, mamilo de borracharia, nariz de Mussum e cabelo ruim"

E ai, quais as 5 que tu cai pra dentro??

Link to comment
Share on other sites

Guest João Gilberto

E ai, quais as 5 que tu cai pra dentro??

...eu não acabei de dizer nesse mesmo post que tu quotou que TODOS nós temos preconceitos?! Obviamente eu me incluo nisso né?!

A galera aqui tem que aprender a dialogar sem ta se provocando. É impressionante a aparente necessidade de ter que provocar conflito em tudo que é tópico, mesmo nos que não envolvem temas "polêmicos" como este.

Basta ver esses países que tem tradição nesses tipo de concurso (Venezuela e México, se não me engano). Nesses lugares só tem mulher esquisita para os nossos padrões (brasileiros), mas as misses são deusas internacionalmente genéricas.

...né isso?! Concordo em gênero, número e grau.

Link to comment
Share on other sites

...eu vou trazer a definição da palavra segundo o Aurélio antes de prosseguir na discussão:

Óbvio que há preconceito nos padrões de belezas. Sempre houve! Hoje, uma mulher "bonita" geralmente é: branca, magra (que preferencialmente malhe), seios fartos e cabelos lisos.

Eu não estou dizendo que isso é feito de forma deliberada, entenda, estou dizendo que isso é incutido histórico e socialmente em nossos critérios de julgamento e avaliação, principalmente pela mídia.

Todos nós temos nossos preconceitos, alguns leves, alguns pesados. Eu não quero, nem vou transformar isso numa discussão sobre racismo, porque sinceramente não acredito que seja este o problema neste caso. Acho muito mais culpa dessa alienação social que transforma nossa minoria em padrão para a maioria.

Eu acredito, mesmo que seja utópico, que a beleza de um país deveria ser representada por pessoas que possuem as características do mesmo, mas entendo muito bem que os critérios de avaliação extrapolam todo e qualquer senso lógico. Há muito mais coisas envolvidas por trás disso e seria totalmente dispensável dar tanta importância para uma coisa tão insignificante a população de uma forma geral.

Mas que é um bom tema para reflexão, isso é.

Eu formulei a frase de forma errada. O certo seria "que preconceito existe nos padrões de beleza NO SENTIDO PEJORATIVO DA PALAVRA PRECONCEITO?".

Pois existe esse sentido pejorativo, e é ele que a matéria usa para falar das excluídas e coitadas negras que supostamente tentaram concorrer ao concurso. Não existe preconceito ali. Existiria só se excluíssem todas as negras sem avalia-las uma por uma antes. Aí sim, seria um "pré conceito", de que tudo que é negro é ruim.

O resto que você colocou foi exatamente o que eu escrevi quando disse que todos nós temos nossas pre concepções.

Vou dar um exemplo de quando isso é saudável: vem um cara com um fuzil na mão andando em direção a você numa rua escura: mesmo sem saber das intenções dessa pessoa, você vai saber que está na merda e vai julga-lo como sendo perigoso. É um "preconceito", como você mesmo disse. Bem útil, por sinal.

Enfim, não acho que é um bom tema para reflexão, é só mais notícia forçada e sensacionalista. Padrões de beleza não tem NADA a ver com preconceito. Na idade média, as mulheres mais desejadas eram as gorduchas, pois quem era gordo costumava ser rico. É só um padrão de beleza, algo fútil que sempre vai mudar, simples assim.

Link to comment
Share on other sites

Guest João Gilberto

Pois existe esse sentido pejorativo, e é ele que a matéria usa para falar das excluídas e coitadas negras que supostamente tentaram concorrer ao concurso. Não existe preconceito ali. Existiria só se excluíssem todas as negras sem avalia-las uma por uma antes. Aí sim, seria um "pré conceito", de que tudo que é negro é ruim.

...o problema maior da reportagem nem é falar de preconceito, isso fui eu quem trouxe até para amenizar o debate, porque a reportagem mesmo afirma que há racismo, coisa que eu discordo.

Entendo seu ponto de vista sim, embora ainda discorde da afirmação que "padrões de beleza não há preconceito", mas não precisamos ficar em um loop discursivo por conta disso! hehehe =p

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Esse politicamente correto ainda vai matar um dia.

Link to comment
Share on other sites

Um dia, eu ainda vou entender por que diabos o João Gilberto começa todo post com reticências. Puta merda, que coisa bem chata.

Link to comment
Share on other sites

Guest João Gilberto

Um dia, eu ainda vou entender por que diabos o João Gilberto começa todo post com reticências. Puta merda, que coisa bem chata.

...super relevante seu comentário.

Link to comment
Share on other sites

Se a fala do personagem continua depois da interrupção, costuma-se colocar reticências no início da frase.

Exemplo:

- Eu pedi que fizesse a lição...

- Que lição? Não há lição alguma.

- ...a lição sobre a vida de Ghandi.

Link to comment
Share on other sites

Vamos lá então... vou botar na sua frente 10 mulheres e você vai poder comer 5, 7 delas são "magra (que preferencialmente malhe), seios fartos, nariz de boneca, mamilo rosinha e cabelos lisos." e 3 são "magras, seios fartos, mamilo de borracharia, nariz de Mussum e cabelo ruim"

E ai, quais as 5 que tu cai pra dentro??

Posso responder pelo JG?

Ele nao comeria nenhuma, primeiro ele iria avaliar e te questionar pq vc somente escolheu 3 negras, segundo q ele nao gosta de mulheres e terceira, nenhuma esta vestida de homem aranha.

Link to comment
Share on other sites

Posso responder pelo JG?

Ele nao comeria nenhuma, primeiro ele iria avaliar e te questionar pq vc somente escolheu 3 negras, segundo q ele nao gosta de mulheres e terceira, nenhuma esta vestida de homem aranha.

:yeah: Mito!

Link to comment
Share on other sites

Vai tomar no teu cu racista de merda. Se não gosta de negros, só pode ser pq vc foi arrombado por algum. A tua mãe trai teu pai com um negão por isso a tua raiva.

Link to comment
Share on other sites

Quero saber aonde estão as finalistas bonitas

Link to comment
Share on other sites

Vai tomar no teu cu racista de merda. Se não gosta de negros, só pode ser pq vc foi arrombado por algum. A tua mãe trai teu pai com um negão por isso a tua raiva.

Belos argumentos. Quantos anos voce tem?? 5????

Link to comment
Share on other sites

Belos argumentos. Quantos anos voce tem?? 5????

Fiz um post igual a de um user que muitos aqui idolatram. Não penso dessa maneira.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...