Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Henrique M.

O guia das instruções à equipa e instruções ao jogador no FM

Recommended Posts

Henrique M.

is078K2.jpg

O objetivo desse tópico é explicar um pouco mais sobre o que são as instruções à equipe e instruções ao jogador e como utilizá-las na hora de montar uma tática. Muita gente se confunde na utilização das duas e até mesmo acha que quanto mais instruções seu time receber, melhor será sua tática. Portanto, com o intuito de clarificar toda essa situação que englobam essas ferramentas, criamos esse guia para facilitar a vida de quem está tropeçando na montagem de táticas por causa disso.

O que são as instruções à equipe?

As instruções à equipe são os comandos do Football Manager que permitem que você controle como sua equipe irá funcionar dentro da estratégia de jogo que você decide implementar. Elas estão divididas nas seguintes áreas: Ritmo, Perder Tempo, Largura, Linha Defensiva, Pressão, Desarme, Construção, Carácter directo dos passes, Liberdade criativa, Ataque, Finta e Liberdade de Movimentos.

instrucoes-a-equipe.png

LEIA MAIS:

O que fazem as instruções à equipe?

Ritmo

Controla o ritmo em que sua equipe trabalha a posse de bola e toca passes. Para quem deseja jogar com a posse de bola e construir as suas jogadas com calma e paciência, recomenda-se ritmos mais baixos. Para quem deseja que a bola chegue rapidamente até o ataque e que os jogadores troquem passes com agilidade, recomenda-se ritmos mais altos.

Perder Tempo

Em uma tradução não-literal, perder tempo significa fazer cera. Para quem deseja gastar tempo e irritar o adversário, é vital. Além disso, pode ajudar a fazer o relógio a andar ao seu favor em partidas decisivas.

Largura

Controla a distância entre o seu jogador mais centralizado para o seu jogador mais aberto e a distância entre os seus jogadores mais abertos e a linha de arremesso lateral. Ao optar jogar Com Extremos você está pedindo sua equipe para alargar o campo e tentar abrir espaço na defesa adversária. Ao jogar Sem Extremos, você está pedindo para sua equipe compactar pelo centro do campo e formar um bloco defensivo mais coeso. Normalmente, equipes ofensivas trabalham com muita largura, enquanto equipes defensivas trabalham com pouca largura.

Linha Defensiva

Controla a distância entre a sua linha de zagueiros e a linha de fundo. Quanto mais profunda, mais perto da linha de fundo e por consequência, da sua própria área a zaga estará. Quanto mais alta, mais afastado da linha de fundos e próximo do meio-campo sua linha de zagueiros estará. Além disso, você pode optar aqui por utilizar ou não uma estratégia de defesa em linha para colocar o ataque adversário em impedimento constante. Recomenda-se que utilize-se essa estratégia quando você estiver utilizando defesa mais alta.

Pressão

Controla a quantidade de pressão que seus jogadores exerceram sobre o condutor da bola no time adversário e nos jogadores que estão em suas linhas de passe. Muito menos pressão é empregado quando você quer deixar seu adversário com a posse de bola e se preocupar em fechar lá atrás. Muito mais pressão é empregado quando você quer incomodar constantemente a posse de bola do seu adversário para recuperar a bola e pegar a defesa adversária desestruturada. Também permite controlar se a equipe irá fazer Marcação Apertada e pressionar o goleiro para que ele não saia jogando curto.

Desarme

Controla a intensidade dos carrinhos da sua equipe. Aqui existe apenas a opção neutra, desarme agressivo e evitar carrinhos. Equipes que não possuem jogadores com bons índices de marcação desarme devem evitar opções mais agressivas.

Construção

Controla a forma como sua equipe irá distribuir a bola pelo campo. 

  • Jogar A Partir da Defesa envolve seus zagueiros e laterais na construção do jogo, saindo de forma mais curta para iniciar as jogadas. 
  • Explorar o meio, Explorar o flanco direito e Explorar o flanco esquerdo direcionam qual será o foco da construção da suas jogadas. Se você tiver jogadores mais perigosos no meio ou existe espaço por ali, é uma boa ideia focar seu jogo por essa direção, o mesmo vale para os dois flancos. 
  • Bombear a Bola Para a Área é a famosa ligação direta da zaga para o ataque, mas nesse caso, o foco será buscar os jogadores centralizados mais avançados. 
  • Aliviar para os Flancos é a mesma coisa, mas direcionado para seus jogadores mais abertos.

Se você utiliza dois atacantes, ao empregar a ligação direta, é melhor direcionar o fluxo para os dois atacantes e se você deseja explorar contra-ataques pelas pontas, os flancos são o melhor direcionamento.

Carácter directo dos passes

Controla a distância média que as suas equipes irão trocar passes. Equipes que querem priorizar a posse de bola devem utilizar passes mais curtos, enquanto quem prefere uma ação mais direta e expressa, passes diretos são a palavra de ordem. Aqui também é possível definir se sua equipe irá buscar manter a posse de bola.

Liberdade criativa

Funciona em linha com a questão dos desarmes, apenas três opções. Neutro e mais ou menos liberdade. Com essas opções ativas, você controla a liberdade que seus jogadores terão em campo para buscar o imprevisível e quebrar as suas instruções. É mais benéfico utilizar mais liberdade em equipes com maior fluidez, já que jogar de forma rígida com muita liberdade criativa acabam sendo ordens opostas. E o oposto vale para menos liberdade.

Ataque

Controla a forma como a sua equipe irá se movimentar no ataque e quais as instruções para fazer a bola chegar até o gol. 

  • Antecipar Cruzamentos: essa opção instrui seus jogadores a cruzar a bola da intermediária do campo de ataque, evitando chegar até a linha de fundo.
  • Sobreposição exterior: essa opção instrui aos jogadores laterais a fazer a ultrapassagem para dar opções abertas para a construção da jogada. Isso pode significar até que os jogadores centralizados podem optar por segurar a posse de bola até que essa ultrapassagem seja feita.
  • Sobreposição interior: essa opção instrui aos jogadores centrais a fazerem a ultrapassagem por dentro para dar opções em velocidade para invadir a grande área. Isso pode significar até que os jogadores mais abertos podem optar por segurar a posse de bola até que essa ultrapassagem seja feita.
  • Rematar Sempre que Possível: controla a frequência que sua equipe irá chutar a bola para o gol sempre que houver uma brecha. Essa instrução incentiva os seus jogadores a chutar a bola para o gol com mais frequência, deixando a construção da jogada de lado em detrimento de um aumento na quantidade de finalizações.
  • Levar a Bola até a Área: controla a frequência que sua equipe irá chutar a bola para o gol sempre que houver uma brecha. Essa instruções incentiva seus jogadores a construírem a jogada com mais paciência, levando ela até a área para construir oportunidades mais próximas do gol adversário.

Também é a área que controla como sua equipe deve cruzar a bola para a área.

  • Cruzamentos Largos: instrui cruzamentos mais altos, buscando o atleta de maior altura dentro da área ou aquele que está com liberdade para cabecear ou finalizar nas costas da zaga;
  • Cruzamentos Tensos: instrui cruzamentos mais longos e com curva, para dificultar o trabalho da defesa e do goleiro em se antecipar a esse tipo de jogada;
  • Cruzamentos Rasteiros: instrui cruzamentos rasteiros para aproveitar atacantes que são mais rápidos que os defensores e tem bom índice de antecipação;
  • Cruzamentos Variados: instrui cruzamentos mistos, misturando os três tipos de cruzamentos mencionados acima;

Finta

Controla a quantidade de vezes que seus jogadores irão partir para o lance individual. Normalmente, algumas instruções ao jogador já vem com as opções marcadas ou desmarcadas por padrão, mas caso você tenha jogadores com bons índices de velocidade, drible e técnica, pode ser uma boa ideia aproveitar disso para abrir espaços no time adversário.

Liberdade de Movimentos

Controla a forma como seus jogadores vão respeitar o sistema tático. Com maior liberdade de movimentos, os jogadores tendem a sair de posição, criando espaços na frente para o ataque aproveitar, mas para que isso ocorra, pode ocorrer uma desestruturação do seu sistema de jogo. Com uma menor liberdade de movimentos, sua equipe irá buscar respeitar a formação proposta e preferir manter o posicionamento a explorar e abrir espaços no sistema do time adversário.

LEIA MAIS: Como encontrar as melhores promessas no FM

O que são as instruções ao jogador?

As instruções ao jogador são os comandos do Football Manager que permitem que você controle como um jogador irá funcionar dentro da estratégia de jogo que você decide implementar, modificando seu comportamento em busca de minimizar seus defeitos ou aproveitar suas qualidades. As instruções de linha tem um painel similar que contém instruções que controlam instruções para: quando o adversário tem a bola, quando equipa tem a bola, quando jogador tem a bola, além de instruções de Finta, Finalização e Riscos no Passe. Ademais, algumas posições contém instruções ao jogador que vão de acordo com os requisitos de cada função.

Além disso, de acordo com a função e tarefa do jogador dentro de campo, algumas tarefas não podem ser removidas (em tom azul) ou não podem ser adicionadas (em tom vermelho). Por fim, você pode ver como está a mentalidade geral de um jogador através de uma barra. Quanto mais preenchida a barra, mais ofensivo é o jogador e mais dispostos a correr riscos ele estará.

instrucoes-ao-jogador-atacante.png

LEIA MAIS: O mapa das jovens promessas no FM

O que fazem as instruções ao jogador?

Existe uma diferença grande entre as instruções entre os goleiros e as dos jogadores de linha. Além disso, existem algumas outras opções que aparecem dependendo se o jogador atua de forma centralizada ou aberta. Como a maioria das instruções seguem mais ou menos o mesmo tom das instruções à equipe ou são bastante claras, optarei apenas por distinguir o que for vital.

Instruções aos goleiros

As instruções ao jogador quando aplicadas ao goleiro buscam mais definir como ele vai distribuir a bola do que controlar seu comportamento geral nas partidas. Você pode escolher como ele vai distribuir a bola, para onde vai distribuir, para quem vai distribuir, além de determinar a velocidade e riscos que ele terá ao executar essa distribuição.

instrucoes-ao-jogador-goleiro.png

Instruções aos laterais

Em comparação com uma posição central, os laterais tem instruções para quando a equipe tem a bolafechar as linhas, avançar no campo ou se manter como opção aberta. Além disso, quando ele tem a bola, você pode controlar se ele vai cortar para dentro ou buscar a linha de fundo, a frequência de cruzamentos e de onde ele irá cruzar. Também é possível que será o alvo primário de seus cruzamentos.

instrucoes-ao-jogador-lateral.png

Instruções aos zagueiros

Os zagueiros talvez sejam uma das funções mais limitadas do jogo em termos de personalização, já que não existe opção para definir o que eles normalmente irão fazer quando a equipe tem a bola ou quando o jogador está na posse da bola como em outras posições. No exemplo abaixo, quando você seleciona uma instrução ela ficará no tom verde.

instrucoes-ao-jogador-zagueiro.png

Instruções aos volantes

Em comparação com os zagueiros, os volantes já começam a ganhar um pouco mais de liberdade, mas ainda não é possível controlar o que o jogador faz quando tem a bola.

instrucoes-ao-jogador-volante.png

Instruções aos meias-centrais

Os meias-centrais ganham uma opção a mais de poder ter a liberdade de se movimentar de maneira específica quando tem a bola, podendo abrir o jogo ao se movimentar por zonas abertas. Além poderem se movimentar dessa forma também quando a equipe tem a bola.

instrucoes-ao-jogador-meia-central.png

Instruções aos meias-atacantes

Os meias-atacantes são bastante parecidos com os meias-centrais, mas quando o jogador tem a bola, a única coisa que você pode instruir de diferente para ele é segurar ou não a bola.

instrucoes-ao-jogador-meia-atacante.png

Instruções aos pontas

Os pontas tem instruções que mesclam especificidades do meia-atacante e do lateral. Porém, dependendo da função escolhida, muitas opções estarão pré-determinadas.

instrucoes-ao-jogador-ponta.png

Instruções aos atacantes

Os atacantes tem um perfil de instruções bastante similar ao dos meias-atacantes.

instrucoes-ao-jogador-atacante.png

LEIA MAIS: O manual das instruções ao adversário

Como utilizar as instruções à equipa e instruções ao jogador?

Depois de conhecermos melhor o que são as instruções à equipa e instruções ao jogador, além de buscar entender como elas funcionam e o que elas afetam no comportamento de um jogador, é hora de trabalhar como utilizá-las.

O primeiro passo na hora de se construir uma tática é decidir qual será a mentalidade da equipe e a formação da equipa. Ao definir essas duas opções, naturalmente as instruções à equipe serão ajustadas de acordo com o seu plano de jogo. E é aqui que deve ser seu foco, escolher bem a mentalidade e formação da equipe que irão retirar o melhor dos jogadores da sua equipe. As instruções à equipe servem apenas para acertar o que não está funcionando ou explorar alguma qualidade coletiva que você tiver.

Depois disso, é hora de definir quais as funções seus jogadores terão na sua tática. Antes mesmo de definir qualquer instruções, é importante ajustar as funções e tarefas de seus jogadores para que eles casem com aquilo que você decidiu que será o comportamento da sua opção. Não adianta nada ter um atacante isolado lá na frente em uma equipe que terá a prioridade será defender e fazer com que a bola não chegue nesse atacante é um pecado quando você está buscando opções mais ofensivas.

Assim que você decidiu a mentalidade, a formação da equipa e as funções e tarefas de seus jogadores chega a hora de se preocupar com instruções à equipa e instruções ao jogador. Contudo, você apenas deve utilizar essas ferramentas nos seguintes casos:

  • Se você deseja que seu time siga um estilo de jogo pré-determinado sempre;
  • Se você estiver copiando o estilo de jogo de algum treinador ou tática;
  • Para corrigir problemas pontuais da sua tática dentro de uma partida;
  • Para corrigir problemas crônicos da sua tática sem que você precise mudar de esquema;
  • Para corrigir problemas pontuais de um jogador dentro de uma partida;
  • Para corrigir problemas crônicos de um jogador sem que você precise mudar de esquema ou jogador;
  • Para fazer com que um jogador utilize todo o seu arsenal de qualidades;
  • Para evitar que os defeitos de um jogador comprometam a função que você deseja que ele realize;

Não é necessário microgerenciar se você tiver jogadores talentosos demais ou de menos. As instruções à equipa e as instruções ao jogador brilharam ao seu máximo se você souber o que estiver fazendo.

Se você tem uma preferência por equipes que joguem com passes curtos e seja intensa, você tem que utilizar as instruções à equipe para refletir isso, mas caso você não tenha os jogadores para isso, para que se preocupar em marcar instruções que seus jogadores não serão capazes de executar?

Por exemplo, na tática que é o exemplo das instruções desses jogadores, eu jogo com Passes Curtos e Jogar A partir da Defesa, mas meus zagueiros viviam buscando a ligação direta. Para diminuir isso, instrui que qualquer um dos meus Defesa Central que ele deveria tentar tocar curto (o padrão era passe direto) e Menos Passes de Riscos, dessa forma, eles passaram a focar no que eu queria: passar a bola para os laterais ou para o volante. Assim, eu assegurei que as instruções à equipe fossem seguidas à risca pelos zagueiros, mas sem precisar contratar dois Defesa com Bola para fazer isso naturalmente. Se eu utilizasse dois Defesa Central Limitado tudo isso seria impossível, pois não existe a opção de escolher passes curtos.

Dessa forma, eu utilizei as instruções ao jogador para corrigir um problema crônico da minha tática sem precisar recorrer a contratações ou mudança de esquema. Eu mantive meu time jogando do jeito que gosto, com uma simples mudança de instrução.

Outra forma interessante de se usar as instruções ao jogador é para que ele trabalhe seus Movimentos Preferidos do Jogador ou seus atributos altos. Vamos supor que minha tática precise de um Meia Central, que basicamente é um jogador sem instruções ao jogador personalizadas. Se eu tenho um jogador que se encaixa nessa função, mas ele poderia exercer uma ameaça através de chutes de longe ou através de criação de jogadas com passes mais arriscados, é só configurar as instruções para que elas reflitam isso.

Ao entender como as instruções à equipa e instruções ao jogador funciona você já será capaz de utilizá-las com maior impacto e terá menos dificuldades em criar táticas de sucesso. Foque na mentalidade, na formação da equipa e nas funções e tarefas dos jogadores e utilize essas instruções para potencializar sua tática ou corrigir defeitos, para mudar como sua equipe atua dentro de campo e até para salvar uma péssima atuação de um jogador. Se você não tem uma estratégia fixa, e quer que sua equipe jogue exatamente de determinada maneira, não faz sentido limitar o seu coletivo e o individual só para ter as instruções à equipa e instruções ao jogador ativas.

LEIA MAIS: Um guia tático em 12 passos

Conteúdo original produzido por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
Banner: @_Matheus_

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Ari Cesar
      Por Ari Cesar
      Olá a todos.
      Comprei o FM 18 e resolvi iniciar um save no Brasil de formação e base. Já estava realizando em off no FM 17 com o Milan RS e ai com a nova versão resolvi jogar da mesma forma e compartilhar. A ideia é bem similar aos demais saves de base: levar o clube a glória usando apenas a base.
      Escolha do clube
      Para escolher o clube resolvi pesquisar na base do brasil up qual seria o clube profissional com menor estádio no Brasil. Inicialmente havia encontrado um clube do RS com um estádio de 200 lugares, mas procurando um pouco mais encontrei o SC Jaraguá que possui um estádio com apenas 100 lugares. Após isso resolvi pesquisar um pouco da história e descobri que SC Jaraguá foi criado graças ao desenvolvimento da base. Dessa forma resolvi escolher o Leão do Vale para iniciar minha empreitada.
      Objetivos do save
      Resolvi colocar algumas metas que em sua maioria serão atingidos a longo prazo. Coloquei asterisco naqueles que acho ser quase impossíveis mas que gosta de ver como o FM se comporta.
      Equipe
      Utilizar a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa. * Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo. * Ter eleito o melhor jogador do mundo. *  
      Clube
      Possuir a melhor estrutura de Santa Catarina Possuir a melhor estrutura do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Santa Catarina Se tornar o principal clube formador do Brasileiros Se tornar o principal clube formador Sul Americano Se tornar o principal clube Catarinense Se tornar o principal clube Brasileiro Se tornar o principal clube da América do Sul Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo * Títulos
      Ganhar a campeonato catarinense Ganhar o Brasileiro série A Ganhar a copa do Brasil Ganhar a Sul Americana Ganhar a libertadores Ganhar o mundial de clubes Técnico
      Me tornar o melhor técnico brasileiro de todos os tempos História do clube
      O Sport Club Jaraguá nasceu inicialmente com o nome de: Associação Catarinense de Futebol Arte, quando foi fundado em 15 de abril de 2008, e no dia 25 de março de 2011, passou a ser chamado pelo nome atual. O clube iniciou suas atividades com o intuito de trabalhar com atletas da região, com idade de categorias de base. Com o passar do tempo a base foi se estruturando, parcerias foram sendo firmadas com outros clubes e empresários e, no ano de 2011, um novo clube de futebol profissional foi lançado no futebol catarinense.
      O Sport Club Jaraguá possui as cores preto, vermelho e amarelo, devido a forte imigração alemã da região.Sua estreia em competições oficiais, ocorreu na disputa da Divisão de acesso do Campeonato Catarinense de 2011 quando terminou a competição como vice-campeão.
       
      Historia do manager
      Lucas Castro é morador de Jaraguá e em sua infância/adolescência atuou na Associação Catarinense de Futebol Arte. No período de transição dos nomes Lucas abandonou a equipe por perceber que não possuía qualidade suficiente para atuar como jogador. Apesar de sua paixão pelo clube e pelo futebol Lucas decidiu cursar Educação física para no futuro ajudar a equipe fora das 4 linhas. Agora chegou esse dia e Lucas foi escolhido como técnico do Sport Clube Jaraguá. Ele não possui licença e seu passado esta como futebol amador.
       
      Em breve coloco informações sobre a equipe, formação, competições e início da aplicação da filosofia na equipe.
       
    • Henrique M.
      Por Henrique M.
      Como arrumar os times brasileiros no FM 2019?
      Os problemas com o licenciamento da equipe brasileira começaram no terceiro patch do Football Manager 2016. Nessa ocasião, o Flamengo tinha um contrato de exclusividade com a Konami e pediu para o nome ser retirado. Nesse momento, o Flamengo virou Flemish. Parecia ser algo pontual, até que para o FM 2017, o jogo deixou de ser vendido aqui e as equipes brasileiras já não viam mais com nomes reais e também com cores diferentes do normal. Portanto, como arrumar os times brasileiros no FM 2019?
      A situação inicial é a seguinte:

      A solução é simples:
      Para Windows:
      apagar os arquivos Brazil_kits.dbc e Licensing2.dbc das pastas C:\Program Files (x86)\Steam\steamapps\common\Football Manager 2019\data\database\db\1900\dbc\permanent, C:\Program Files (x86)\Steam\steamapps\common\Football Manager 2019\data\database\db\1901\dbc\permanent e C:\Program Files (x86)\Steam\steamapps\common\Football Manager 2019\data\database\db\1910\dbc\permanent
      Para MAC:
      apagar os arquivos Brazil_kits.dbc, forbidden_names e Licensing2.dbc das pastas /Users/username/Library/Application Support/Steam/SteamApps/common/Football Manager 2019/data /database/db/1900/dbc/permanent, /Users/username/Library/Application Support/Steam/SteamApps/common/Football Manager 2019/data /database/db/1901/dbc/permanent e /Users/username/Library/Application Support/Steam/SteamApps/common/Football Manager 2019/data /database/db/1910/dbc/permanent
      Depois que você fizer isso, é necessário criar um novo jogo. O procedimento não funciona em saves criados antes dessa modificação.
      Quando você criar um novo jogo, a tela de início rápido ficará assim:

      Não se preocupe, isso é normal. Basta proceder com a criação do seu save que as coisas se ajeitaram assim que ele for criado.

      Como pode ver, tudo está corretamento como deveria estar, nomes reais e cores reais dos logos. 

      Como podem perceber as cores do fundo da skin não são as reais, para isso, existe uma simples solução. Para corrigir as cores dos clubes, é só baixar o fix do FManager Brasil, feito pelo @rodrigofec.
      Para instalá-lo é só colocar o arquivo baixado em Meus Documentos/Sports Interactive/Football Manager 2019/editor data, e se selecionar o arquivo Cores Reais dos Clubes Brasileiros - FManager.fmf na hora que estiver criando um save novo.
      Iremos manter esse tópico atualizado a medida que nos patches forem saindo. Além disso, é importante lembrar que para utilizar os escudos reais e os uniformes reais, é necessário fazer o download de gráficos à parte, já que o Football Manager só fornece esse tipo de conteúdo se os clubes forem licenciados para isso.
      Qualquer dúvida, comente, que iremos te ajudar.
    • baltazar
      Por baltazar
      E ai pessoal, beleza? Estou de volta no PM e dessa vez vim para ficar por tempo indeterminado. Novamente estou trazendo um save que já fiz por aqui, pegarei um time de um país que escolhi e terei que conquistar tudo que eu conseguir utilizando apenas as categorias de base. Vou fazer o possível para trazer o máximo de informações durante cada temporada, também não irei exagerar nas postagens, elas serão bem resumidas, pois quero escrever o mínimo possível para que as postagens não fiquem muito longas e assim não canse os leitores e nem eu ao escrever, além disso pretendo ao final do save montar um histórico de conquistas, mostrar a evolução da infraestrutura do clube, os melhores jogadores que surgiram bem como imagens do seu desenvolvimento ao decorrer das temporadas ( provavelmente a cada 3-5 anos, vai depender do meu tempo para postar ^^ ). Enfim, é isso, então vamos ao que interessa.
      Introdução 
      Resolvi escolher a Turquia (com todos o jogadores possíveis) pois é um país que possui uma boa reputação, com sua principal liga no top 10 da Europa, além disso seu youth rating é superior ao da Inglaterra, 124 de acordo com esse site, sendo que entre os países europeus, a Turquia fica atrás apenas da Alemanha, Itália, França e Espanha, portanto posso esperar newgens ainda melhores do que naquele save. Na DB oficial a Turquia possui apenas 3 divisões ativas, porém para dificultar ainda mais, baixei o update do claassen o qual adiciona mais 2 divisões, assim irei jogar com um clube da 5ª divisão, o Araban Belediyespor Kulübü . O treinador irá se chamar Emir Berker ( Foto ), ele é turco e começará com nenhum curso e reputação amadora.
      Regras
      Não contratar jogadores ( Usar apenas a base). Contratar apenas staff que tenha 1ª ou 2ª nacionalidade turca (Com exceção dos olheiros). Posso treinar apenas a seleção turca, mas somente depois de eu ter cumprido pelo menos nove dos dez objetivos com o clube e também se ainda não tiverem ganho uma Copa do Mundo. Objetivos
      Conquistar todos os principais títulos nacionais. ( Supercopa | Copa | Liga ) CONQUISTADO  Ter a maior reputação da Turquia. CONQUISTADO  Ser o mais rico do país. CONQUISTADO Possuir a melhor infraestrutura possível. CONQUISTADO Alcançar o maior nível de recrutamento permitido. CONQUISTADO Virar a base da seleção turca. CONQUISTADO Conquistar todos os principais títulos internacionais. ( Supercopa | UEL | UCL | Mundial ) CONQUISTADO Tornar-se o clube com a maior reputação do mundo. CONQUISTADO Revelar um jogador que ganhe a bola de ouro. CONQUISTADO Construir um estádio com capacidade superior a 80 mil pessoas.
    • Henrique M.
      Por Henrique M.
      O sistema de treinos no FM 2019 foi uma das grandes novidades da edição desse ano. É uma mudança que os fãs da série vem pedindo há muito tempo e com bastante barulho. O novo sistema de treinos no Football Manager 2019 é uma versão mais complexa do que estávamos acostumados a ver nas edições anteriores do jogo. Se você estiver jogando uma versão antiga do jogo, o novo sistema pode gerar confusão, já que não funciona como nas versões anteriores. Portanto, para o FM 2019 nós precisamos reaprender como os treinos funcionam.
      O primeiro grande erro que você pode cometer com o novo sistema é compará-lo com as versões passadas. Não importa quão bem ou mal você achava que conhecia o antigo sistema, esqueça tudo e olhe para os treinos no FM 2019 com olhos de iniciantes, se não, você irá ter muitas dificuldades.
      Nos últimos anos, a Sports Interactive recebeu muitas críticas da comunidade de jogadores por não se importar com as coisas e por ser vaga a respeito das funcionalidades dos jogos. Mas nesse ano, eles mudaram a filosofia e estão melhorando o relacionamento com a comunidade em geral. Nesse ano, principalmente Miles Jacobson, Marc Duffy e Seb Wassell passaram a fornecer as informações mais facilmente para os criadores de conteúdo.
      Em especial, Seb Wassell merece muitos créditos em cima dos novos treinos no FM 2019 e também na ajuda que tem fornecendo na transição do antigo sistema para o atual. Esse guia não existiria sem o seu auxílio. Ele respondeu nossas dúvidas e nos deu informações que não existiriam sem sua ajuda.
      Entretanto, antes de mergulharmos no guia, é importante ressaltar que o novo sistema de treinos é muita mais realista que as versões anteriores. Isso significa que não é sobre encontrar números mágicos quando se trata do desenvolvimento de jogadores e as coisas serão muito mais lentas em termos de desenvolvimento se comparadas com a antiga "fórmula". Agora será mais raro ver jovens jogadores com atributos maximizados em idades mais tenras. O mesmo é válido para o ganho de personalidade, esse também serão mais lentos. Essa provavelmente será uma grande mudança para a maioria e será necessário algum tempo para adaptar.
      Mentoria e treinamento
      Com o lançamento do Football Manager 2019, vimos grandes mudanças em como treinamento e mentoria (anteriormente tutoria) funcionam. O FM 2019 deu um passo adiante com relação a realidade em como esses dois sistemas funcionam dentro do jogo mas ao mesmo tempo, nos livrou das complicações das versões anteriores do jogo. Isso significa que não precisamos mais nos preocuparam com o que ocorre debaixo do capô e acima de tudo, podemos nos focar nos aspectos do jogo. Nas versões mais antigas, parecia mais com uma adição de números para achar a fórmula perfeita e quando você encontrasse esse número mágico, você não iria falar.
      Agora, contudo, isso tudo mudou. Por isso, agora iremos dar uma olhada nos dois sistemas e discutir as mudanças e o que elas significam para todos jogando o Football Manager 2019
      Mentoria
      A mentoria substituiu a tutoria, como a conhecíamos nas versões anteriores. É similar no que ela faz aos seus jogadores mas a forma como funciona é muito diferente. Enquanto muitos sabiam que a personalidade era supostamente apenas uma parte da equação geral para um jogador atingir o seu potencial, era muito simples chegar lá se o jogador tivesse a personalidade certa. Normalmente isso podia ser alcançado apenas jogando normalmente. Quer você admita ou não, não era uma maneira muito realista e era quase uma maneira de explorar as mecânicas do jogo.
      Tudo parecia muito fácil, já que estávamos derrubando o sistema e era muito simples ter muitos jogadores com atributos maravilhosos para suas idades. Enquanto deveria ser possível ter jogadores com bons atributos em idades mais jovens, não deveria ser tão frequente quanto era. Logo, mentoria é o que temos agora e ela apresenta uma abordagem mais realista enquanto segue mais ou menos como funciona na vida real. Muitos queriam essas modificações ao longo dos anos e agora nós temos.
      Agora é necessário para de pensar em como as mecânicas funcionam, já que a Sports Interactive mudou para um caminho em que devemos pensar nas coisas de uma maneira mais realística. O que é justo e a abordagem correta. Com isso em mente, é extremamente improvável que os atuais cálculos serão descobertos novamente, portanto, não esperem o surgimento de uma fórmula mágica. E se você ver alguém falando sobre porcentagens ou de exatamente como funciona internamente, saiba que isso é falso. Apenas a Sports Interactive sabe dessas coisas agora.
      Como a mentoria funciona?
      Enquanto o antigo sistema de tutoria era mais fixada em um conjunto fixo de regras, as novas opções de mentoria são mais orgânicas e realistas. Isso é refletido dentro do jogo com sugestões através de conselhos e dicas. O jogo nos dá um feedback muito melhor sobre o que afeta o ajusta de personalidades e mostra isso para o jogador de uma maneira clara.
      Os jogadores precisam estar treinado juntos para mentorarem um ao outro, assim como passando tempo em conjunto fora dos treinos. Isso significa que os jogadores tem que estar no mesmo elenco. Você não pode mais ter um jogador do time principal tutorando um jogador do sub-18. Agora eles tem que estar treinando juntos no mesmo elenco. Logo ou você rebaixa o jogador do time principal ou promove um jovem jogador para o time principal de forma a criar uma unidade em que ambos possam participar.
      Quando você estiver tentando influenciar os jogadores, o sistema do jogo irá olhar para as seguintes coisas:
      Idade do potencial jogador influenciado; Número de jogos no time principal do potencial jogador influenciado; Diferenças na hierarquia entre os jogadores; Grupos sociais existentes entre os jogadores (em suma, o quão compatíveis eles são); Não existe uma idade limite em termos de mentoria. A idade funciona da mesma forma como os outros fatores, impactando qual a probabilidade do jogador ser influenciado naquele momento.
      Se o jogador preenche os critérios acima, é mais provável que o jogador influenciado tenha sua personalidade modificada para a dos mentores. Se o jogador que está sendo mentorado não preenche nenhum dos critérios, então não existe chances de ocorrer um ajuste de personalidade. Se existe uma chance de ocorrer um ajuste de personalidade, então essa chance é potencializada se eles estirem no mesmo grupo de mentoria ou unidade de treino (portanto, é importante colocar zagueiros para mentorar zagueiros, atacantes para mentoras atacantes e assim por diante).
      Os jogadores ainda podem ser influenciados pela personalidade do time e pela personalidade dos outros jogadores que estão no mesmo grupo social deles, assim como no Football Manager 2018. Você deveria dar uma olhada nos grupos sociais e observar quais jogadores estão em quais grupos, já que você pode descobrir se eles estão sendo influenciados positivamente ou negativamente pelas diferentes personalidades. É improvável que seu capitão será arrastado para baixo por outros jogadores do clube, mas não é impossível se a combinação se a combinação de critérios sugerir que seu capitão seja influenciado por outros.
      Outra novidade no FM 2019 é que aquela opção de dar boas-vindas a uma nova contratação agora também serve para criar uma espécie de mentoria um-para-um entre a nova contratação e o jogador que irá recebê-lo.
      Os jogadores ainda podem passar características (MPJs), se o individuo compartilha uma posição similar aqueles que estão na unidade de mentoria.
      A Mentoria é mais lenta que o antigo sistema de tutoria. Você não deve esperar que um jogador não-profissional se torne profissional da noite para o dia, ou até mesmo ao longo alguns poucos meses.
      Treinamento
      O novo sistema de treinos no FM 2019 parece complicado mas é fácil de entender depois que você se acostuma com como ele agora funciona. Os treinos agora influenciam o quão bem seu time joga com sua tática. Os programas de treinos podem influenciar a familiaridade tática dos jogadores com os sistemas táticos e providenciar certas vantagens para as partidas seguintes. A sua tática primária agora define a identidade tática do seu clube, o que ajuda a determinar quais tipos de treinos planejar.
      Então, se você adotar o "Tiki Taka" como estilo tático, enquanto nada lhe impede de adotar uma abordagem equilibrar nos treinos, um planejamento focado nos atributos que ajudam a executar melhor o estilo escolhido irão ser mais positivos para o time. Naturalmente, a última opção demanda mais tempo e um pouco mais de planejamento.
      O FM 2019 provê aos treinadores uma maneira mais orgânica de treinos, onde eles podem decidir o que focar ao longo de uma semana. Até por isso, times semi-profissionais e amadores tem um cronograma reduzido para refletir o fato de que eles tem consideravelmente menos tempo de treinos que os times profissionais. Os elencos de base também tem seu próprio cronograma, mas eles podem ser treinados da mesma forma que o time principal, se assim for desejado.
      Novos elementos dos treinamentos
      Cada dia é dividido em três sessões de treinos: sessão 1, sessão 2 e sessão extra. E existem sete dias na semanas, o que lhe fornece um máximo de 21 sessões de treinos. Como treinador, você é livre para deixar o treinamento sob o comando do seu assistente técnico, ou você pode criar um cronograma específico. Essas são algumas limitações que você irá encontrar caso opte por criar o seu próprio cronograma de treinos no FM 2019:
      Sessões
      Cada sessão tem um número máximo de vezes que pode ser adicionada em uma semana de treinos; O máximo para uma mesma sessão é sete. As exceções a isso são: Preparação do jogo, Recuperação, Prévia do Jogo, Revisão do Jogo, Descanso, Cobranças de Pênaltis, Atividades Comunitárias e Coesão da Equipe; A revisão do jogo requer um Analista de Dados e recuperação requer um fisioterapeuta, cientista do esporte ou doutor; Prévia do Jogo e Revisão do jogo só podem ser selecionadas em dias adjacentes a uma partida; Toda sessão é feita em cima de alguns "impactos": atributos, familiaridades táticas e efeitos para a próxima partida. Atividades extracurriculares também impactam a confiança dos fãs e o moral. Regras para o dia do jogo
      Todas as partidas ocupam a sessão 2, não importa a ora do jogo. Realisticamente, o dia inteiro é dedicado a uma partida; Quando você estiver criando o seu próprio cronograma, apenas a sessão 2 pode conter um jogo; Todo dia de jogo padrão, seja aqueles incluídos nos templates ou quando adicionados em um cronograma customizado, tem as seguintes sessões: Descaso, Previa do Jogo e Recuperação. Tudo menos a sessão 1 e a sessão extra de descanso são editáveis, mas eu não recomendaria trocar as sessões de recuperação ou Prévia do jogo, já que essa contém o briefing tático; A sessão 1 antes do dia do jogo não tem regras, varia baseada no template; Se a partida é fora de casa, as sessões de descaso podem virar sessões de viagem; Regras para as sessões de viagem
      Uma viagem irá ocorrer se a partida é fora de casa e a distância entre os estádios for superior a 24 km; Existem dois tipos de viagem: Curta e Longa; Viagens curtas significam durante a sessão 1 e sessão extra antes e depois do jogo; Viagens longas significam viajar durante a sessão 2 do dia antes do jogo e sessão 1 depois da partida; Quando a viagem ocorre em um slot que anteriormente tinha algo além de descanso, o que só ocorre na pré-temporada ou em cronogramas customizados, a sessão será substituída. Partidas adiadas ou modificadas
      Por padrão, todos os templates tem uma versão 0, 1 e 2 de uma partida. Elas são aplicadas conforme apropriado. O treino de jogo ocorrem nos dias em que são aplicáveis; Por padrão, os dias de jogo em todos os templates são Sábado (1) e Terça-feira (2); Se a partida ocorre em um dia além desses, ou é adiada, o seguinte ocorre: O dia de jogo e todas as sessões requeridas são movidas para o dia apropriado; o dia que estava anteriormente planejado é distribuído ao longo da semana; os dias subsequentes também são distribuídos, preenchendo o dia de jogo anterior e abrindo espaço para a nova data enquanto mantém o estilo do cronograma; Se existe três ou mais partidas em uma semana, é utilizado um cronograma especial para excesso de jogos; Impactos
      Existe uma carga geral de treinos que é o efeito cumulativo das atividades física do jogador durante um período de tempo específico. Ao longo do processo de treinos no FM 2019 você tem que tentar equilibrar a carga geral de treinos, com o foco individual, o número de jogos e a intensidade dos treinamentos. Seu time médio irá lhe alertar se você estiver exigindo muito de um atleta e você será informado dos níveis de treino dele.
      Você pode aumentar a intensidade do treinamento ajustando os programas ou adicionando programas mais intensos para que a intensidade diária passe dos 100%. Quando isso acontece existirá mais risco de lesões, cansaço, e condições físicas piores.
      Vale lembrar que enquanto é bom ter três ou mais táticas, adicionar mais táticas secundárias significa que seu time demorá mais tempo para adquirir familiaridade total com todos os sistemas.
      Unidades de treinamento
      Um elenco é dividido em três unidades para os fins dos treinos. Essa são a Unidade Ofensiva, Unidade Defensiva e a Unidade de Goleiros. Quando bolas paradas são treinadas, os cobradores de faltas, como designados em suas táticas, temporariamente forma uma unidade própria.
      Como treinador você irá decidir quem pertence a qual unidade para fins de desenvolvimento nos treinos. Enquanto um treino especificamente trabalha o desenvolvimento de atributos para apenas aquela unidade, os outros irão passar tempo treinado no desenvolvimento de atributos relativos a sua função específica. A unidade que é o foco primário da sessão é a que sofrerá o maior impacto.
      Por exemplo, na sessão de treino Defender Bolas Rasteiras, o trabalho e desenvolvimento de atributos é focado na unidade defensiva, enquanto as unidades ofensivas e de goleiros focam no desenvolvimento de suas funções individuais. Nesse exemplo, o desenvolvimento da unidade defensiva é focada em um conjunto específico de atributos, enquanto no restante dos jogadores é menos e mais focado em atributos relativos à sua função. Na sessão Atacar pelas alas, a unidade ofensiva ataca a unidade defensiva. A unidade ofensiva é o foco dessa sessão, logo recebe uma maior atenção dos preparadores.
      É importante entender como as unidades são organizadas quando você quer desenvolver seu próprio cronograma de treinos no FM 2019, já que isso impacta o desenvolvimento dos jogadores.
      Temos algumas estratégias que você pode usar quando compreender como dividir seu elenco em Unidades. Além disso, dois exemplos serão fornecidos sobre como você pode abordar o treinamento com base no que você quer alcançar:
      Estratégia equilibrada
      Você opta por não atribuir funções específicas, deixando os jogadores em funções genéricas como o meia central, por exemplo. Quando você divide o time, você não distribui funções específicas deixando que o jogo assinale o desenvolvimento de atributos baseado nas funções que você tem utilizado nos seus jogos.
      Enquanto isso pode funcionar, é genérico e não cria nenhuma identidade tática para o clube. Se você acredita que isso pode gerar a identidade tática que você deseja, então nada lhe impede de utilizar esse caminho.
      Estratégia baseada em funções
      Nessa estratégia você observa cada jogador e define suas funções com a meta de vê-los se tornarem melhores dentro de uma estratégia tática geral. Essa abordagem também inclui focos específicas para fortalecer certas áreas do desenvolvimento de um jogador.
      Aqui você está criando um identidade tática específica para o seu time, entretanto, a identidade tática do seu time pode ser refinada, se você entender os estilos que você está tentando alcançar. Aqui é onde a ligação entre táticas e treinos começa a existir.
      Existem diversas estratégias que você escolher e o jogo vem com estilos táticos pré-definidos para te ajudar a começar. Assumindo que você deseje adotar o Tiki Taka como seu estilo tático, quando você vai ao cronograma e quer criar um específico para o seu estilo de jogo, já existem cronogramas padrões que te ajudam a desenvolver atributos nessa direção.
      Jogadores mais experientes podem facilmente adaptar esses estilos em seus próprios ou criar um estilo tático do zero e depois desenvolver estratégia de treinamentos especificamente desenhas para eles. Essa é uma abordagem extremamente especializada, entretanto, para conseguir resultados, alguém tem que entender completamente nas condições sob as quais está trabalhando.
      Avaliação dos treinos
      Para manter controle sobre a performance dos jogadores nos treinos no FM 2019, cada jogador é atribuído com uma nota que vai de 1 a 10. Essa avaliação é direcionada a sua performance num período de sete dias. Geralmente, qualquer valor acima de 6,5 é considerado aceitável pelo jogo. Mas você pode fazer suas próprias decisões do que é aceitável ou não.
      A avaliação dos jogadores é feita de algumas coisas, incluindo desenvolvimento de atributos e moral. Enquanto não afeta diretamente a performance em uma partida, um jogador que está desenvolvendo bem e tem um moral mais alto, logo uma avaliação de treino elevada, irá ir bem durante uma partida (relativo a sua própria habilidade, é claro).
      Foco individual no treinamento
      Cada jogador pode ser atribuído a uma posição, função ou tarefa para ser treinado e isso irá determinar quais atributos serão desenvolvidos. Você também pode assinalar treinamento individual extra e controlar a intensidade que um jogador deve treinar. Isso é chamado de Foco Adicional.

      O nível de intensidade do treino do time inteiro pode ser determinado na aba de descanso. Nela você pode automatizar a intensidade baseada na condição física dos seus jogadores.
      Quando um jogador tem uma carga individual de treino média, ele pode fazer uso de um treino de foco adicional, desenvolver alguma característica (MPJs) ou ter sua intensidade de treino aumentada. Quanto mais profissional um jogador for, maiores a chances de ele se dar bem com uma carga extra de treinos.
      Existem diversas partes no sistema de treinos agora, mas a parte dos atributos colabora para o desenvolvimento em áreas específicas, portanto, quanto mais tempo gasto em um atributo, maiores a chance de desenvolvê-lo.
      Existem quatro tipos de programas de treinamentos que focam no desenvolvimento sobre diversas áreas. Alguns programas de treino melhoram a familiaridade tática ou atributos de um jogador. Outros podem focar especificamente em um certo grupo de atributos. E finalmente, existem aqueles que não melhoram nenhum desses, mas focam na melhoria do condicionamento do jogador, trabalhando em cima da Condição de jogo, cansaço, etc.
      Se você achar que um jogador precisa melhorar em uma área específica, como cabecear, por exemplo, e isso não for coberto por nenhum dos focos individuais, então você pode ter que ajustar o seu regime de treinos para incluir várias sessões que incluam o cabeceio como um alvo de melhoria. Nas versões anteriores do jogo, ser capaz de fazer isso especificamente era irreal. No FM 2019, você precisa montar suas unidades ou o sistema de treinos para incorporar isso, para que o cabeceio do seus jogadores melhore. Um exemplo de um regime de treinos que melhora isso, é o treino de "Jogo Aéreo".
      Tipos de treinamento coletivo
      Os quatro tipos de treinamento podem ser divididos em: Treinamento Geral, Treinamento de Unidades, Treinamento de Condicionamento e Treinamento Específico.
      Treinamento geral: São regimes de treinos que cobrem uma ampla área do desenvolvimento, incluindo, mas não limitada à uma vasta extensão de atributos e familiaridade tática. Alguns exemplos são Global, Jogadores de Campo, Físico, Atacante, Defesa e Tácticas. Treinamento de Unidades: são regimes de treinos que dividem o elenco nas unidades defensiva e ofensiva e trabalham diversas aspectos do jogo, cobrindo um desenvolvimento mais específico de atributos, que podem incluir a familiaridade tática. Alguns exemplos são Formato Defensivo e Movimento Ofensivo. Treinamento de Condicionamento: são regimes de treinos que não focam no desenvolvimento de atributos, mas focam na melhoria do condicionamento físico, cansaço, condição de jogo, coesão da equipe e felicidade. Alguns exemplos são Atividades Comunitárias, Coesão da Equipa e Ritmo de Jogo. Treinamento Específico: são regimes de treinos que não incluem a familiaridade tática no desenvolvimento de atributos, mas faz um trabalho mais específico em cima de certos atributos. Alguns exemplos são Livres Ofensivos, Livres Defensivos e Pênaltis.  Impacto do treino
      Quando você escolhe qualquer regime de treinos, você precisa checar quem o treino irá afetar. Isso é facilmente encontrado ao fazer uma avaliação minuciosa de qualquer regime disponível. Assumindo que você deseja designar uma sessão de treinos para seus Goleiros, e quer trabalhar o Jogo de Mãos, é só ir no calendário, selecionar a opção e observar o impacto que ele terá.

      Se escolhermos esse regime de treinos, a unidade de Goleiros irá receber 60% do benefício do treino em atributos como Jogo de Mãos, Alcance Aéreo, Concentração e Equilíbrio. O resto do elenco será dividido nas unidades Ofensiva e Defensiva, que receberam os 40% restante, divididos em 20% para cada unidade. Caso você não esteja trabalhando nenhuma função específica em um jogador, ele trabalhará na posição em que normalmente joga.
      Criando regimes de treinamento interessantes
      O objetivo de qualquer treinador é combinar regimes e programas de treino para dar as melhores condições para seus jogadores absorverem o estilo de jogo e se desenvolverem. Muito dos estilos táticos que existem no jogo já vem com seus próprios regimes e programas de treinos. Se você deseja fazer o seu próprio, entender como eles foram montados é uma boa maneira de começar.
      Com isso, ficou bem mais fácil deixar sua equipe pronta para o que você deseja implementar. Por exemplo, ao assumir o comando de uma equipe que acabou de subir para a elite do seu país, pode ser uma boa ideia construir um estilo de jogo baseado em bolas paradas. E tudo isso aliado com a possibilidade de escolher uma unidade especial para treinar bolas paradas, aumentando suas chances de obter sucesso.
      E o jogo agora também lhe dá a opção de montar diversos programas e fazer a preparação de jogo de acordo com um jogo em específico. Por exemplo, para um jogo mais complicado, você pode decidir adotar uma estratégia mais física e dura, dessa forma, você pode montar as sessões para trabalhar o aspecto físico ao longo da semana, apenas para essa partida em especial. Portanto, como você já percebeu, o sistema de treinos agora é mais orgânico e pensado para você desenvolver o estilo de jogo desejado dentro da sua equipe.
      Por fim, é importante lembrar que cada sessão de treino cria chances que certas mudanças possam ocorrer nos seus jogadores. Essas mudanças podem ser:
      Aumento do risco de lesões; Melhora ou piora na condição física do jogador; Cansaço; Aumento do nível físico de Preparação para o jogo; Coesão da equipe; Felicidade do elenco; Melhoria ou piora de atributos; Certas vantagens para a próxima partida; Familiaridade tática; Agora também é possível montar um cronograma específico para a pré-temporada, para semanas onde você está jogando apenas um jogo, ou para semanas onde você joga dois ou mais jogo em um período de sete dias. E como já mencionamos anteriormente, você também pode modificar seu treino para trabalhar situações específicas para um adversário em especial. O seja, agora é possível dar mais atenção para aquele jogo decisivo do campeonato, ou um jogo de mata-mata onde só a vitória interessa.
      E vale lembrar que enquanto nas edições anteriores do a preparação do jogo era separado do restante do treinamento da equipe, agora ele foi incorporado nas sessões de treino, por isso, você tem que ser mais atento se quer trabalhar a familiaridade tática, coesão da equipe, bolas paradas ofensivas e defensivas e até mesmo o entrosamento. No FM 2019, o sistema de treinos traz uma visão mais dinâmica para essa área do jogo.
      Por fim, é importante ressaltar, que em condições normais de temperatura e pressão, o sistema de treino determina como um jogador evolui e não se ele evolui.
      Preparadores e treinamento
      Como o sistema de treinos do FM 2019 sofreu muitas mudanças, é necessário se readaptar. Por exemplo, quando você está no painel de Treinos e deseja editar as atribuições dos seus preparadores, você perceberá que as coisas agora também funcionam de forma diferente.
      Anteriormente, as coisas eram divididas em diversas categorias (Físico, Guarda-Redes, Defensivo, Ofensivo, Táctico e Finalização) agora, são três categorias (Ofensivo, Defensivo e Posse de Bola), que por consequência, se dividem em duas sub-sessões (Técnico e Táctico). Ainda temos a mesma quantidade de estrelas para preencher, mas a nomenclatura e como funcionam mudaram.
      Eles ainda podem ser atribuídos a diferentes categorias de treino e a qualidade do treino ainda é afetada pelos atributos dos preparadores e a carga de treino sobre a qual eles trabalham. Se a carga de treino é muito alta, a qualidade dos treinos cai. Se os atributos são baixos, a qualidade que ele oferece é baixa. A diferença entre quatro e cinco estrelas ainda é mínima, mas pode ser aquele ganho marginal que irá fazer a diferença durante a temporada.
      Como sempre, ainda é uma questão de balancear a carga de treino e escolher os preparadores corretos. A maioria das categorias tem um atributo primário e secundário que você precisa observar para obter as melhores classificações. 
      Uma mudança significativa foi feita no treino de goleiros no FM 2018, o que afeta a maneira como você trabalha Goleiros Líberos e a distribuição dos seus arqueiros, graças a nova categoria: Distribuição do GR. Basicamente, é o atributo que define a qualidade de um preparador de goleiros na hora de trabalhar a distribuição de bola no treino dos goleiros. 

      Quando você observa os atributos dos preparadores e co-relaciona eles com os programas de treino, você irá perceber que certos preparadores funcionam melhor na melhoria de atributos específicos dentro de sua especialidade. Logo, é sempre uma boa ideia encontrar os preparadores certos para os objetivos de treinamento que você está buscando alcançar. Por exemplo, se você queria focar no desenvolvimento do Primeiro Toque do time como sua prioridade, você vai precisar encontrar os regimes de treino que cobrem isso e também irá precisar ter o preparador certo para a área de Posse de Bola - Técnico.
      Além disso, vale a pena buscar preparadores que tenham estilo de jogo e uma mentalidade similares a que você deseja implementar no clube. Os seus treinos estarão em consonância com o estilo de jogo, facilitando a assimilação dos jogadores ao seu estilo.
      Por fim, a qualidade do seu treino também é afetada pelas infraestruturas do seu time. Você precisa desenvolver continuamente suas infraestruturas para dar aos seus jogadores os melhores treinos possíveis. E não se esqueça que o custo que isso acarreta ao longo do tempo. Quanto mais você as melhora, mais caro o custo de manutenção delas.
      Treinador Adjunto
      Um treinador minucioso é capaz de ajustar precisamente o sistema de treinos no FM 2019 ao seu elenco e filosofia. Se você deseja controlar os treinos, então é normal que você mantenha o total controle sobre ele. Mas se você deseja repassar algumas (ou todas) as responsabilidades para o seu treinador adjunto, é importante saber que ele usam bem regimes de treino balanceados com base em algumas questões pertinentes, como:
      Seus atributos, preferências e tendências; Altura em que a temporada se encontra; Tipo do clube; Jogadores; Táticas. Se você está dando controle do sistema de treinos para o treinador adjunto, então é importante contratar um que reflita suas crenças e estilo. Dessa forma, será mais provável que ele selecione regime que se encaixam com sua filosofia, comparado com um adjunto que contraste com seu próprio estilo.
      Alcançando Familiaridade Tática
      O termo familiaridade tática refere a quão bem seu elenco entende o requisitos do sistema tático que você está jogando. Quanto mais um time entende o sistema tático, melhor ele irá jogar. Alcançar a familiaridade é fácil se você compreende o que ela compreende. A familiaridade tática é baseada em uma avaliação individual dos jogadores do elenco. E a coesão da equipe governa como o time atua em conjunto.
      Para que um time se torne familiar com uma tática, os jogadores precisam desenvolver uma compreensão de Mentalidade, Passe, Temporização, Largura, Liberdade Criativa, Intensidade da Pressão, Marcação e Posição/Função/Tarefa do jogador na tática. Essas informações estão visíveis no painel de táticas e pode ser checada individual no perfil do jogador, na aba Desenvolvimento - Treino.
      Nessa página você também encontrará a Posição/Função/Tarefa que o jogador está treinando, o foco adicional que ele pode estar treinando, o nível de intensidade, relatórios de treino dos preparadores e relatório médico.
      Como você melhora a familiaridade tática?
      Isso ocorre ao adotar regimes de treino que incorporam a familiaridade tática como um dos seus elementos de desenvolvimento. Esses regimes são usualmente o Global, Preparação para Jogo, Atacante, Defensivo, Táctico e de Guarda-Redes.
      Vale lembrar que sempre que você usa um novo sistema tático, você pode incorporar programas de treino dentro do cronograma de treinos para alcançar a familiaridade tática e os jogadores tem que jogar dentro de suas posições nas partidas para que os resultados apareçam. Só treino não é suficiente para melhorar a familiaridade tática.
      E quando você está utilizando uma nova tática, a quantidade de familiaridade que seu time precisa ganhar dependerá de quanto a nova tática é diferente da anterior. Por exemplo, se você estiver usando um 5-3-2 e muda para um 5-1-2-2, a diferença é pouca e o time precisará apenas de jogar algumas vezes para se acostumar com a nova tática. Entretanto, se a mudança é radical, você irá precisar incorporar programas de treinos que incluam a familiaridade tática para que seu time se acostume com o novo sistema de jogo.
      A velocidade de ganho de familiaridade depende da quantidade de táticas que estão sendo treinados, o time de sessões de treino que estão sendo usadas e se você conseguiu fazer que o máximo possível de jogadores se acostumassem em tempo. E nunca é de menos lembrar, as partidas são essenciais para que exista ganho de familiaridade. Numa pré-temporada onde você modifica muito o estilo de jogo, a quantidade de jogos recomendada para ajudar na adaptação é de 6 jogos, portanto, pense nisso quando mudar sua tática no meio da temporada, antes de definir se ela é realmente ruim.
      Por fim, um time pode se tornar fluente em uma tática de 4 a 6 semanas, sob as circunstâncias corretas, entretanto é um alvo meio irreal, já que você teria que treinar só uma tática e estar sempre usando os mesmos 11 jogadores nesse período.
      Considerações finais
      Uma coisa que você pode ter dificuldades durante seu save é o cansaço dos jogadores, principalmente se seu time não tiver um Cientista do Esporte. O motivo por trás disso é que o cientista do esporte ajuda a gerenciar o cansaço ao longo da semana de treinos. Se você não tiver um, então, problemas com cansaço entre seus jogadores pode se tornar normal.
      Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol.
      Fonte: https://teaandbusquets.com/blog/football-manager-2019-training-module-how-it-functions
      Banner: @_Matheus_
    • marciof89
      Por marciof89
      Eis que, enfim, criei coragem para postar uma história aqui no Profissão Manager. Frequento o fórum a muitos anos mas sou um completo bicho do mato, portanto interajo muito pouco, motivo pelo qual demorei a adentrar aqui. Agradeço desde já quem tiver interesse em seguir, e ouvirei todas as dicas que quiserem sugerir, sejam sobre organização, táticas, etc. Li as regras e as recomendações antes de começar, mas deslizes podem acontecer. Os gráficos foi eu mesmo quem fiz, não reparem! hahaha
      Sem mais delongas, vamos ao que interessa.
      Eu tenho um carinho muito grande pelo Tupi, apesar de não ser mineiro. A torcida do Tupi, apesar de pequena como de praxe entre os times pequenos, é muito apaixonada. Não são muitos os times brasileiros sem muita relevância no cenário nacional que mantenham uma torcida apaixonada assim. E como sou da época do Elifoot 2 e 98, então sempre achei graça em pegar um time lá das divisões de baixo e levar até a glória.
       

      O Tupi Futebol Clube é um clube da cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, e foi fundado no dia 26 de maio de 1912 por moradores ilustres da cidade. Durante os primeiros anos, era chamado de Tupy, já que muitos de seus fundadores eram dissidentes do Tupynambás (atualmente seu maior rival). É o maior clube da cidade, e tem como maior glória a conquista da Série D em 2011. A equipe manda seus jogos no estádio Radialista Mário Heleno (estádio da cidade), com capacidade para mais de 30 mil pessoas.
      Seu maior rival, como dito anteriormente, é o Tupynambás, time também de Juiz de Fora, com quem faz o clássico Tu-Tu. Durante um curto período de tempo na década de 90, ele se fundiu com o Tupynambás e o Sport (outro time da cidade) e formaram a Cooperativa Manchester de Futebol, inspirados no sucesso da fusão do Paraná Clube. Porém, resultados pífios e crises de ego fizeram com que a fusão não aguentasse, tendo disputado apenas 3 estaduais com o novo nome.
      O time carece de ídolos, e não revelou grandes jogadores para o futebol mundial. Apesar disso, dois nomes notáveis passaram pela equipe. Muller, campeão mundial pelo São Paulo, e Romário, que apesar de ter sido proibido pela FIFA de atuar pelo time por ter jogado por 2 equipes num período de um ano, chegou a treinar com o elenco e atraiu a atenção da mídia para o time.
      O mascote do time é o Galo-Carijó, em homenagem ao principal fundador da equipe, que tinha o apelido de carijó, e que inspira o nome da história.

      Estádio Municipal Radialista Mário Helênio
       

      Vou jogar esse save com o Brasil Mundi Up, pois apesar de muita gente falar que ele pode dar uns crashs, eu sempre usei ele (com uma quantidade bacana de ligas ativadas) sem ter problema algum, inclusive passando de 2030. Gosto da organização dele, além do acréscimo de outros níveis do brasileirão e disputas de taças que costumam ajudar até mesmo no teste de táticas e jogadores.
      • Início: 18/12/17
      • Ligas adicionais ativadas: Todas as sulamericanas, China, Alemanha, EUA, Espanha, Inglaterra, Itália, Portugal, Rússia e Ucrânia. (todas elas apenas as primeiras divisões, apenas para deixar a Libertadores mais realística e as transferências também).
       

      O save vai se basear no meu nome pessoal, mas com uma idade mais elevada que a minha, até para condizer com uma experiência razoável futebolística pré-vida de treinador.
       

      Escolhi sugestões baseadas no nível do Tupi, pra não ficar roubado nem absurdamente difícil também pois não sou o Mourinho do FM haha.
      Gosto de fazer técnicos que são mais voltados para o conhecimento do elenco em si, deixando o grosso do desenvolvimento e contratação de jovens jogadores a cargo do auxiliar e diretor desportivo. Claro que estou sempre acompanhando e impedindo algumas burradas que eles costumam cometer, mas meu foco, ao menos inicial, é me dedicar ao elenco principal.
      E aqui um panorama inicial do time:

       

      • Subir a Série B
      • Subir a Série A
      • Ganhar a Copa do Brasil
      • Ganhar o Campeonato Brasileiro
      • Ganhar a Copa Libertadores da América
      • Ser o time do interior de Minas Gerais com o maior número de títulos do Campeonato Mineiro (Villa Nova detém 5 títulos)
      • Desenvolver a infraestrutura de treinos do time para, ao menos, 4 estrelas
      • Ser um dos times mais bem reputados do Brasil (Top 5)
      • Melhorar as finanças do clube
      Objetivos complementares:
      • Ganhar o Mundial de Clubes
       
       

       
       
       
×