Jump to content

Isto não é (só) futebol, isto é Euskal Herria


edvanderson

Recommended Posts

Athletic-Bilbao-Wallpaper-HD.jpeg

introduccedilatildeo_zpsea2b2287.png

Olá. Apesar de eu ser usuário a vários anos aqui do fórum, sou mais um leitor do que um colaborador ou contador, tanto que essa é a primeira vez que pretendo contar um save. Começo justificando que jogar com o Athletic Bilbao é uma das minhas paixões do FM, quase todas as versões iniciei um save com os "vascos"... Isso porque para se dar bem com o clube temos que utilizar todos os recursos do jogo: investir em treinamento, rede de olheiros, desenvolvimento de jovens jogadores, desenvolvimento das finanças e uma série de desafios oriundos da política do clube de contratar apenas jogadores com nacionalidade basca. Peço licença ao Newton que iniciou um save parecido, o qual utilizarei alguns dos layouts e informações do mesmo. Pensei em postar lá meu save, mas pensei que poderia estar sendo "intrometido" hehe. Mas é isso galera, desculpa por algum amadorismo que possa estar cometendo ou cometido e boa sorte no save de vocês também!

apresentaccedilatildeo_zps46be843c.png

O Athletic Bilbao é um clube de futebol espanhol da cidade de Bilbao. O clube prima por um princípio básico: só veste o manto vermelho e branco quem nasce na denominada Euskal Herria, a terra dos bascos. Isso compreende o País Vasco (região autônoma espanhola), Navarra e Iparralde (País Vasco francês). Além disso, também aceitam jogadores formados no território basco, nas "canteras" de algum clube basco. No ranking histórico da primeira divisão espanhola, o Athletic Bilbao é o 3º colocado, ou seja, na pontuação geral de todas as edições do campeonato espanhol, o Athletic só fica atrás dos milionários Real Madrid e Barcelona. Os "leões", como também são chamados, já venceram o campeonato espanhol por 8 vezes, a Copa do Rei por 23 vezes e e a Supercopa da Espanha 2 vezes. O Athletic Bilbao é um raro exemplo de como um clube pode manter suas tradições. O Athletic se coloca como a resistência do povo basco e, por conseguinte, torna-se um ícone de resistência ao futebol globalizado, mercantilizado e transformado em um mero negócio.

database_zpsf17131ec.png

Espanha e França: 3 divisões.

Alemanha, Inglaterra e Itália: 1° divisão.

objetivos_zpsa624b821.png

  • Seguir a tradição do clube e jamais ser rebaixado (cumprido e deixamos um legado para que isso demore o maior tempo possível!)
  • Alcançar ao Barcelona (23) e retomar o posto de maior campeão da Copa del Rey (24) (alcançamos o Barcelona em 2020, empatando com 27 conquistas!)
  • Ultrapassar o Atlético de Madrid (9) em títulos de La Liga (8) (cumprido! chegamos a 11 conquistas, duas a mais que o Atlético!)
  • Ser a primeira equipe basca a conquistar um troféu internacional (cumprido, conquistamos a UEFA Europa League em 2017!)
  • Utilizar-se, primeiramente, de jogadores jovens da base e de outros clubes bascos antes de contratar reforços (sempre priorizamos os jovens, basta ver os SS da nossa base e o legado deixado)
  • Repatriar grandes jogadores bascos (Arteta, Xabi Alonso, Javi Martínez, Llorente, etc) (Repatriamos o Llorente. Xabi Alonso e Arteta até tivemos a oportunidade, mas no momento consideramos que não era a melhor ação e voltamos as atenções a base. Já Martínez o Bayer não quis vender por nada)
  • Manter um saldo positivos em clássicos contra o Real Sociedad ao longo do save (Cumprido lol! 14 vitórias do Athletic, 2 empates e apenas 2 vitórias da Real Sociedad)
  • Ter um filho meu revelado na base do clube e que chegue a equipe profissional (descobri que esse objetivo acontece no FMC e tem haver com a idade do treinador, então fica para um próximo...)

Objetivo extra

  • Deixar um legado ao clube (estamos em férias e voltaremos após 10 anos ver se houve algum legado a longo prazo)

histoacuterico_zps29a48b6c.png

Temporada 2013/2014

  • LIGA BBVA: 5° colocado com 62 pontos (17 V; 11 E; 10 D)
  • COPA DEL REY: Eliminado na quinta eliminatória pelo Villarreal

Temporada 2014/2015

  • LIGA BBVA: 4º colocado com 65 pontos (17 V; 14 E; 7 D)
  • COPA DEL REY: Eliminado nas quartas de finais pelo Real Madrid
  • UEFA EUROPA LEAGUE: Finalista vencido pelo Liverpool (0 x 1)

Temporada 2015/2016

  • LIGA BBVA: 3º colocado com 75 pontos (23 V; 6 E; 9 D)
  • COPA DEL REY: Eliminado na quinta eliminatória pelo Real Madrid
  • UEFA CHAMPIONS LEAGUE: Eliminado na fase de grupos (3° colocação com 05 pontos)
  • UEFA EUROPA LEAGUE: Eliminado na primeira fase qualificatória pelo Lyon (1 x 2)

Temporada 2016/2017

  • LIGA BBVA: 3° colocado com 73 pontos (22v; 7e; 9d)
  • COPA DEL REY: ***CAMPEÃO***
  • UEFA CHAMPIONS LEAGUE: Eliminado na fase de grupos (3° colocado com 06 pontos)
  • UEFA EUROPA LEAGUE: *** CAMPEÃO***

Temporada 2017/2018

  • LIGA BBVA: *** CAMPEÃO***
  • COPA DEL REY: Eliminado na quinta eliminatória pelo Atlético de Madrid
  • UEFA CHAMPIONS LEAGUE: Eliminado nas quartas de finais pelo Borussia Dormund
  • SUPERCOPA DA ESPANHA: *** CAMPEÃO***
  • SUPERCOPA EUROPÉIA: Finalista vencido pelo PSG (1 x 3)

Temporada 2018/2019

  • LIGA BBVA: *** CAMPEÃO***
  • COPA DEL REY: *** CAMPEÃO***
  • UEFA CHAMPIONS LEAGUE: Eliminado nas oitavas de finais pelo Arsenal
  • SUPERCOPA DA ESPANHA: *** CAMPEÃO***

Temporada 2019/2020 (em andamento)

  • LIGA BBVA: *** CAMPEÃO***
  • COPA DEL REY: *** CAMPEÃO***
  • UEFA CHAMPIONS LEAGUE: Eliminado nas quartas de finais pelo Olympic de Marselha
  • SUPERCOPA DA ESPANHA: *** CAMPEÃO***

trofeus_zpscca630a6.png

titulos1_zpsa02f2d26.png

3 Liga Espanhola; 1 Copa Euro; 3 Copa do Rei; 3 Supercopa da Espanha

12° clube com maior reputação mundial em 2017.

08° clube com maior reputação mundial em 2018.

10° clube com maior reputação mundial em 2020.

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 62
  • Created
  • Last Reply

Resumo da primeira temporada

Gerenciamento do plantél

O início não foi fácil. Após muitas tentativas e duas demissões, me apresentei como técnico do Athletic Bilbao para um dos maiores desafios virtuais até então. Sem as grandes estrelas no elenco como em anos anteriores, tais como Llorente e Javi Martinez, o objetivo a curto prazo era se estabilizar na parte superior da tabela e investir fortemente na revelação de novas estrelas.

Após visualizar todos os talentos a disposição na equipe, no Athletic Bilbao B e no sub-19, emprestei vários jogadores para proporcionar-lhes uma experiência de titulares em outras equipes, bem como vendi alguns jogadores para fazer um pequeno caixa.

Como investimentos, renovei o contrato das principais estrelas do elenco, prolongando-o e aumentando as suas clausulas de rescisão, entre eles dos jogadores Muniain, Herrera e Laporte. A única contratação foi o Goleiro francês/basco Stéphane Ruffier. Garantia de segurança entre os postes por no mínimo uns 10 anos!

O histórico de transferência pode ser conferido na figura abaixa:

2014-01-26_00013_zpse39a5f88.jpg

Relatório da equipe

Com a contratação de Ruffier, finalizamos a montagem do elenco para a temporada. Com a ajuda do preparador Eduardo Múrua, vemos a capacidade atual do elenco para a disputa da La Liga... Escolhi a tática 4-5-1 para melhor explorar os talentos do plantel, colocando Muniain e Herrera em suas melhores posições.

2014-01-26_00017_zps0d43afdf.jpg

Minha tática baseou-se na "4-3-3 nez (V. 1)", a qual a descrição e informações vocês podem verificar neste link (http://games-footballmanager.blogspot.com/2013/11/4-3-3-tactic-football-manager-2014.html). Notem que eu fiz algumas modificações nas instruções à equipe e aos jogadores visando melhor adaptá-la a minha equipe.

2014-01-26_00018_zpsbb3f1470.jpg

Após uma pré-temporada promissora com sete vitórias e um empate, as emoções da LA LIGA estão apenas começando para os leões indomáveis bascos! Euskal Herria!

Link to comment
Share on other sites

Seja bem-vindo! Realmente, treinar os bascos é uma certeza de desafio.

Torço que consiga sucesso e tenha a perseverança que o desafio exige.

Link to comment
Share on other sites

Boa sorte e bem-vindo.
Acho que o Netow não ficará chateado não. Ele já está acostumado em criar saves com o Athletic e deixá-lo para trás alguns dias depois. Já se tornou um "clássico" as desistências dele. :lol2:

Link to comment
Share on other sites

Resumo da época

A temporada 2013/2014 marcou a volta dos "leones" na disputa pelas primeiras posições. Marcados por altos e baixos, a equipe conseguiu encontrar a consistência necessária alcançando a 5° posição. Objetivo conquistado com a vaga na fase de grupos da Europe League. Em alguns momentos consegui acompanhar o Granada na busca pela 4° vaga, mas eles estavam impossíveis... Mas no final das contas o saldo foi positivo.

2014-01-26_00011_zps1537a352.jpg

Tática

Nossa estilo de jogo baseado em um 4-3-2-1, que mostrou-se consistente no início do campeonato, começou a ser manjada pelos demais times nacionais, perdendo folego na reta final. No final do campeonato começamos a testar outros estilos de jogo que melhor se adaptassem ao elenco basco.

Jogador destaque

Aymeric Laporte foi eleito pelos fanáticos torcedores o jogador do ano. Não é a toa que o jovem defensor atrai a atenção do gigante Barcelona. Seguro na zaga, Laporte foi eleito 4 vezes o melhor em campo e ainda fez 3 gols ao longa da temporada. Um grande feito foi a renovação de seu contrato, estendido até 30/06/2018.

aymeric-laporte-se-livre-pour-fm_94518.j

A equipe dos anos dos adeptos foi essa:

2014-01-29_00001_zps35d6b742.jpg

Como se pode ver, as promessas da equipe estiveram bem. Herrera e Muniain mantiveram uma boa média, enquanto Aritz Aduriz conseguiu preencher a lacuna no ataque após a saída do Llorente, sendo o artilheiro da equipe com 15 gols.

Expectativas

A expectativa é continuar crescendo, investindo em novos valores e alcançar a sonhada classificação para a Liga dos Campeões. Falei aos rapazes na reunião de fim de época que esse objetivo era possível, quase todos compartilharam deste sonho e foram de férias de moral alta. Alguns poucos desacreditaram, mas eram alguns dos quais eu já estava planejando substituir, como o lateral esquerdo Balenziaga. Mas isso é outra história, a ser contada na temporada 2014/2015!

Euskal Herria!

Link to comment
Share on other sites

O leão está acordando, e seu rugido é forte!

Uma época cheia de expectativas chega ao San Mamés. Após um ano com o elenco, sinto-me confiante e respeitado pelos jogadores. A temporada passada foi o início do despertar do leão, mas a grande expectativa era concretizar nessa nova época uma campanha memorável ao fanáticos torcedores do Athletic Bilbao e colocar em vitrine a questão da independência basca.

Mercado de transferência

Decidimos abrir os cofres. A diretoria acreditou em nossa projeto, disponibilizando cerca de 30 milhões de reais de orçamento de transferência. Essa quantia foi ampliada com a venda e empréstimos de alguns jogadores, com destaque para Balenziaga, Etxeita, Toquero e Iñigo Pérez (juntos consegui cerca de R$ 14 milhões de reais com essas vendas.

Como reforços, investi em duas frentes. Por um lado, efetivei a contratação do lateral esquerdo Natxo Monreal do Arsenal. Agora a equipe estaria forte em ambas as laterais, tanto com Iraola pela direita e com a repatriação do Monreal para assumir a esquerda.

Por outro lado, fizemos uma busca intensiva de novos valores na Espanha. Colocamos nossos olheiros para trabalhar. Eram 12, e cada um observou cerca de 100 jogadores. Isso se mostrou necessário para fazer uma varredura completa nos novos valores surgidos nas categorias de base dos clubes espanhóis. Vale lembrar que o Athletic Bilbao pode contratar jogadores espanhois que tenham até 16 anos para que se desenvolvam em suas categorias de base, e assim os mesmos adquirem a nacionalidade basca, podendo atuar no futuro pela equipe principal.

Nesse contexto, contratamos 4 grande jovens de futuro, com destaque para a provável futura estrela mundial Serafin Moreno. Vindo do Rayo por R$ 50 milhões de reais (com uma certa quantia paga em 48 meses), o jogador é tido como um grande talento que pode se tornar um dos melhores do mundo, segundo relato de meus preparadores e olheiros.

2014-01-26_00015_zps0803d7d6.jpg

2014-01-26_00008_zps5801dd0f.jpg

Pré temporada e inicio de campeonato empolgante

Para a pré temporada, estruturamos uma nova tática, baseada na "The Feevah - Jassar Setpiece" (disponível aqui). Claro que realizamos as modificações necessárias ao nosso elenco, assim como usamos ela em dupla com a tática "Contenção total Bilbao", de autoria minha. Quando chegávamos aos 70 minutos de jogo, o time se fechava completamente, tomava pressão, bola na trave, mas raramente sedia gol aos adversários.

Com essas táticas, o Athletic Bilbao teve uma arrancada TREMENDA na La Liga, brigando inclusive ponto a ponto com o Real Madrid pelas primeiras posições ao longo do primeiro turno (o Barça só conseguiu nos alcançar perto do final do primeiro turno).

Vejam o início arrasador (destaque para a vitória encima do Barcelona - foi a primeira minha sobre os grandes espanhóis) e a vitória na pré temporada por 17 a 0! A esperança se multiplicava no País Basco pela classificação a Champions League! Já na EUROPA LEAGUE caímos em um grupo difícil, com Vitória Guimarães, Southampton e Metalist) Conseguimos a classificação apenas na última partida, mesmo fazendo 12 pontos. Foi emocionante!

2014-01-29_00002_zpsd2a3d02c.jpg

Grande goleada... para animação geral!

2014-01-25_00004_zpsc985cb4c.jpg

A tática era muito parecida com a usada pela seleção brasileira de Felipão na Copa das confederações: 4-2-3-1, com uma boa dupla de volantes no meio e velocidade pelas pontas do ataque. E de Atacante avançado Aritz Aduriz, dominando o jogo aéreo.

2014-01-26_00001_zps708862e5.jpg

As instruções eram essas:

2014-01-26_00006_zps374093f6.jpg

Já a tática de contenção, era o ferrolho total. Fazíamos jus ao ditado espanhol: Estacionar o autobus"

2014-01-26_00005_zpsc5bf9ab2.jpg

As instruções para estacionar o autobus eram essas

defesatotal_zps28ad5f9b.png

Link to comment
Share on other sites

Treinar os bascos eh demais... Aqui, voce usa "aspas" logo apos do euskal herria. Tem algum motivo?

Link to comment
Share on other sites

Treinar os bascos eh demais... Aqui, voce usa "aspas" logo apos do euskal herria. Tem algum motivo?

Ops, foi apenas erro de digitação hehe

Nesta versão do FM está ainda mais desafiante treinar os bascos, são poucas as opções de contratação, pois Llorente, Martinez e Azplicueta tornaram-se estrelas mundiais, e irão demorar a querer voltar aos leones. Mas estou me saindo relativamente bem, já estou na terceira temporada, em breve continuo a relatá-la aqui

Link to comment
Share on other sites

Após o início arrasador, os leones tiveram altos e baixos no restante da temporada. Na abertura da janela de transferências, trouxemos Illaramendi do Real Madrid (que vinha sendo banco lá) por R$ 79 Milhões, renovando a esperança de terminar bem a temporada. Até o mês de janeiro eram tals 20 V, 7 E e 4 D. Na copa do rei, a sorte não sorriu, e caímos nas quartas de finais contra o Real Madrid (mas vencemos o primeiro jogo no San Mamés!).

bilbaoreal_zps6ffb8979.jpg

Mas veio a má fase, e bastante tropeços em La Liga nos meses de março, abril e maio (como veremos adiante). No entanto, o time entrosou-se e manteve-se concentrado na Europa League. Surpreendentemente, grandes equipes foram caindo contra os bascos, refazendo a histórica campanha de 2012. Udinese, Zenit, PSV e Sporting caíram contra os bascos!

campanhaeuropaleague_zps1a72d9d2.png

No Stadion Naradowy, em Varsóvia, recebeu a grandiosa final, entre Athletic Bilbao e Liverpool. Enfrentando um dos gigantes do futebol europeu, os leones não se acanharam e partiram para cima. Mas um gol sofrido de bola parada e a falta de experiência internacional barraram o sonho da equipe tornar-se o primeiro basco a faturar um campeonato internacional. No entanto, conforme as estatísticas mostram o jogo foi muito equilibrado. Mas valeu pela experiência, recolocamos o Bilbao no cenário internacional!

finaleuropaleague_zpsdd142583.png

Já em La Liga, após o início arrasador, o time caiu fortemente de produção. Após abrir mais de 13 pontos em relação ao 4 5 colocado, o time vagarosamente foi disperdiçando pontos. A derrota para o Granada os impulsionou a nos ultrapasar na classificação. Faltando três rodadas, bastava uma vitória simples para garantir a classificação suada a Liga dos Campeões. No entanto, derrotas contra Levante e Espanhol colocaram em risco o sonho basco. Na última rodada, confronto direto: Athletic Bilbao e Atlético de Madrid. Não podíamos perder por nada, visto que estaríamos jogando pelo ralo a bela temporada e a chance de figurar entre as principais equipes do continente. A antiga filial do Athletic em Madrid vinha com suas principais estrelas, como Villa e Diego Costa. Mas enfim o Leão acordou, e em uma partida segura que dominamos, conseguimos abrir o placar com um gol contra. Porém, Diego Costa tentou complicar as coisas, marcando o gol de empate dois minutos depois, mas era tarde, empate no Novo San Mamés e classificação aos plays-off da Champions league lol.

bilbaoeatleticomadrid_zps8c8d56d5.png

classificaccedilatildeofinal_zps42341a31

Jogador destaque:

Herrera – desenvolvimento muito acentuado, foi flertado pelos grandes clubes europeus. Diversas recusas por minha parte de aceitar propostas, fizeram com que o craque Ander Herrera se revoltasse e pedisse para sair da equipe. Após seu pedido negado, tudo parecia perdido. No entanto, a promessa cumprida de classificação para a champions fez o craque repensar e notar que o nosso projeto vinha dando certo, e renovou até 2019 . Muniain tamtém que havia pedido para sair durante a temporada, acabou renovando. Animo bom entre a equipe, e muita esperança para a nova temporada que prometia!

Já de acordo com os adeptos, o jogador do ano foi novamente Laporte. Segue a escalação do ano:

equipeano2015_zpsb6be2a51.png

Link to comment
Share on other sites

Muito bom ter se classificado para UCl, agora é tentar o melhor dos Bascos e ter boa campanha na próxima UCL.

Link to comment
Share on other sites

tu fez um bons jogo contra o Real e Udinese, parece que o time ta forte ein

Link to comment
Share on other sites

O Athletic Bilbao domina o assunto em todos os jornais esportivos europeus.

Qual o limite dessa equipe que insiste em colocar a tradição e seus valores acima da busca desenfreada pela simples vitória?

Não seria mais fácil contratar os melhores jogadores do mundo em vez de continuar com a causa basca?

Os sócios e torcedores tem uma resposta clara a essas perguntas: EUSKAL HERRIA!

E assim começamos a planejar a nova época. A classificação para a Champions animou os patrocinadores e a diretoria, a qual disponibilizou um bom orçamento de transferência, que rondou em torno de R$ 70 milhões. Conseguimos três boas contratações, negociando parte à vista e parte parcelado em 48 vezes...

Transf15_zps94693719.jpg

Griezman - Vinha sendo utilizado poucas vezes no Real, e viu uma ótima oportunidade em disputar a Liga dos Campeões pelo Athletic. Será uma boa sombra para os meias ofensivos Munian e ou Herrera.

Agirretxe - Tínhamos um bom dinheiro e tentamos a todo custo contratar Fernando Llorent. Mas a Juve foi inflexível: negou todas as propostas, inclusive as milionárias. Como necessitávamos de um centrovante, a única opção basca foi Agirretxe, por um preço salgado, vindo dos rivais da Real Sociedade.

Iñigo Martinez - Junto a Agirritxe desembarcou no novo San Mamés o xerifão da zaga. Foi salgado, mas segurança na zaga por uma década! Bem vindo Martinez!

Euskal HerriTransf152_zps8bee123f.jpgBem vindo el xerifão

Inigo%2BMartinez%2BSpain%2Bv%2BNetherlan

Link to comment
Share on other sites

A boa campanha chamou a atenção das principais equipes europeias. Vários convites chegaram a mim, incluindo Liverpool, Arsenal, Inter de Milãoe outras equipes médias e fortes da europa. Neguei todas as propostas, reafirmando meu desejo de permanecer no país basco. O projeto é longo, mas as três primeiras temporadas vão dando seus primeiros frutos com o fortalecimento do plantel e bons jovens sendo revelados na base.

Transf153_zpsae469b64.jpg

Falando em base, lembram de Serafin Moreno? O miúdo maravilha vem sendo um dos destaques da equipe na temporada, além de estar tendo um desenvolvimento que impressiona a todos no clube. Em entrevistas, Moreno declarou que se sente muito feliz no Athetic e determinado a ter muitas conquistas! Contamos com ele, não é todo dia que conseguimos desenvolver um miúdo maravilha tão fortemente!

Transf1534_zps9cdf3f3f.jpg

Link to comment
Share on other sites

A expectativa era grande. Após vários anos longe da Champions League, a expectativa era forte. Em todas as rodas de conversa de Bilbao todos esperavam ao menos a classificação para a fase de grupos da Champions League. Ou seja, já no início da temporada teríamos dois jogos decisivos e fulcrais. Passamos a temporada todo lutando para ficar no G4 e não poderíamos falhar nesses dois jogos, os mais importantes até então da carreira do técnico Edvanderson.

O sorteio nos colocou frente a frente com o Borussia Gladbach. No primeiro jogo vitória suada de 1 a 0, perfeita na avaliação dos principais críticos por conta da regra do gol fora. Aí no segundo jogo, propondo um futebol de contra-ataque rápido, nos impusemos em campo e conseguimos uma bonita vitória por 3 a 0!!! Estamos na fase de grupo! Um dos objetivos do save conquistado! hehe

O sorteio do grupo não foi dos mais amigáveis. Caímos em um grupo difícil, com o Bayern (tri campeão da champions), Napoli e APOEL. Fizemos bons jogos, mas deixamos escapar a vitória em pequenos detalhes: ou era gol sofrido nos últimos minutos, ou expulsão boba (como contra o APOEL logo no início do primeiro tempo, o que dificultou nossa vitória e que nos fizeram contentar com o empate). Contra o Bayer, vencíamos até os 80 minutos, mas cedemos o empate e a derrota contra a forte equipe bávara. No final de contas ficamos em terceiro e fomos aos playoffs da Europa League, onde não tivemos sorte e fomos eliminados pelo Lyon. Mas valeu a experiência internacional. Nossos jogadores tiveram uma boa evolução e adquiriram ótimas experiências... Os bascos novamente no mapa do futebol europeu! O restante da temporada foi a luta para voltar a Champions... (e não foi fácil)

Transf1544_zps824da462.jpg

Link to comment
Share on other sites

Boas e caras contratações! Diante da limitação para contratar, não dá mesmo pra ficar querendo poupar.

Moreno é um monstrinho. Tipo de jogador que não surge todos os dias.

Pegou um grupo difícil na UCL e ficou ainda mais complicado depois de perder pontos em casa. Na Euro, também não teve muita sorte com o sorteio,mas poderia ter conseguido ir adiante se não fosse a derrota em casa. Força!

Link to comment
Share on other sites

é isso mesmo Jirimias! hehe Vlw. Mas os bascos não desistem, ano que vem pretendemos estar lá novamente! hehe

A sorte não esteve do nosso lado, mas focamos nossa atenção para repetir a boa campanha em La liga e nos classificarmos para a Champions. Foi uma campanha bastante regular, porém, nos jogos contra nossos concorrentes direto acabamos tendo dificuldade: perdemos tanto para o Granada quanto para o VillarReal.

Transf15466_zpsaecdfa29.jpg

Resultado: chegamos na 35º rodada na 5º posição. Precisávamos de três vitórias seguidas. E o time basco mais uma vez mostrou sua forte coesão e união e vencemos os três jogos, e conseguimos finalizar na 3º posição. Destaque para o jogo contra o Rayo que lutava contra o rebaixamento, viramos o jogo faltando 15 minutos! Jogo para não cardíacos!

Pelo outro lado, Villarreal e Granada tropeçaram (o Granada que estava em terceiro até a última rodada perdeu para o Barça - eu já contava com esse resultado - e caiu fora da Champions).

Qualificação garantida diretamente para a fase de grupos da UEFA CHAMPIONS LEAGUE!

Fizemos 75 pontos, nosso recorde até então, em uma das mais disputadas corridas pela classificação continental. Euskal Herria!

Transf154667_zpsc40460b8.jpg

Os grandes destaques da temporada foram Herrera, Beñat (ambos amadureceram muito nos últimos anos e chegaram ao auge na temporada), o "monstrinho" Serafin Moreno, Ibai Gómez e o zagueirão San José. Para os adeptos, Beñat foi escolhido o jogador do ano. Beñat vinha de duas temporadas irregulares, mas encontramos uma formação tática que ele pode exibir todo seu poder organizativo e de passes, sendo o "cérebro" de um time bastante compacto e coeso.

Equipe do ano

Transf1546699_zps9f1489ef.jpg

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

A equipe não teve muita sorte no continente, mas vai melhorando na Espanha, logo deve ser capaz de quebrar o domínio Barcelona-Madrid.

Link to comment
Share on other sites

A segunda classificação consecutiva para a Liga dos Campeões animou o plantel. Nenhum jogador mais pediu para sair da equipe, vendo que todos poderiam crescer e lutar por conquistas no Athletic Bilbao. Com um orçamento de R$ 70 milhões, fizemos mais de 50 propostas (e não é brincadeira) a Juventus para tentar a negociação com Fernando Llorente. Mas eles estavam inflexíveis, talvez pelo fato de o jogador estar em ótimo desempenho, sendo o atual artilheiro da séria A TIM.

Mas resolvemos fazer loucura! Uma proposta de R$ 208 milhões, que poderia chegar aos R$ 448 milhões se o atacante fizesse 40 gols ou mais no campeonato. E eles aceitaram! Repatriar Llorente era essencial, e conseguimos o acerto!

Llorent_zps1615d7f4.jpg

O atacante mundial estava de volta a casa! Os torcedores de início ficaram meio desconfiados pelo modo como ele saiu anteriormente, bem como pelo valor pago agora, mas em entrevista coletiva o técnico salientou que deveríamos dar uma chance ao atacante titular da Espanha que esta em seu auge (31 anos). Pensei muito provavelmente que nem chegaria a pagar essa cláusula extra... mas os jogos da temporada foram mostrando que a loucura foi o passo que faltava a equipe basca tornar-se mortífera no ataque...

Para não perder o costume, contratamos alguns dos principais jovens da espanha, buscando construir nosso futuro. Destaque para o jovem Tejero, vocês ainda vão ouvir falar dele, potencial imenso! Como o jovem Juan Ramon despontou como excelente alternativa no ataque (e surpreendentemente, pois ele tinha potencial 4 estrelas, mas um empréstimo bem sucedido no Lille fez ele chegar a 4 estrelas e meia), vendemos Agirretxe ao Villarreal.

Após cuidar de nosso presente e do futuro, a época está prestes a começar aos bascos!

Histórico de transferência

Link to comment
Share on other sites

Champions League.

Novamente um grupo complicado. Manchester United, Benfica e Hoffenhein. A estréia em casa foi como esperado: vitória por 2 a 0 contra o Hoffenhein, com gol aos 49 minutos do segundo tempo de Muniain!

Segundo jogo, visita ao teatro dos sonhos. Derrota por 2 a 0. Mas sabíamos desde o princípio, nossa disputa direta seria com o Benfica. E foi equilibradíssimo. 0 a 0 em Portugual e 1 a 1 no País Basco, e esse gol fora iria fazer a diferença...

Na Alemanha, dominamos o jogo contra o Hoffenhein, porém a sorte não sorriu, empate em 0 a 0.

Chegamos a última rodada: só precisávamos vencer e estaríamos classificados. E mais: o Benfica perdeu seu jogo contra o Hoffenhein, o empate bastaria. Mas o Man Utd abriu o placar aos 76 min com Welbeck. Mas aí veio o lance decisivo: Penalty nos acréscimos, era só fazer que estaríamos classificados:

sanjoseacutepenalty_zps11bc4be9.jpg

De Gea defende!!!!!!!

Confesso que na hora foi frustrante, pensei em abandonar o save, mas a determinação basca não deixou. São emoções que só o futebol pode dar, e que só o Football Manager pode simular. Não foi dessa vez, a Europa League nos espera.

champions_zps65196f72.jpg

Link to comment
Share on other sites

Europa League - O despertar continental do leão

O inverno foi muito positivo aos bascos. O time engrenou 6 vitórias em sete jogos na Liga BBVA nos meses de dezembro e janeiro, bem como conseguimos uma classificação inédita a final da copa do rei. Destaque para “la remontada”: Primeiro jogo derrota de 4 a 1, mas em casa remontamos o jogo! A vitória dominadora contra a Real Sociedade também merece ser lembrada. Deixamos nossos rivais para trás e estamos na final!

Já na Europa League, campanha irretocável: Sparta Praga, Atalanta e PSV caíram perante os bascos. O time estava em excelente forma: 6 vitórias seguidas!

campanhaeuropaleague_zpsb5feec03.jpg

E veio o grande desafio na semifinal! ATHLETIC BILBAO X Chelsea. Primeiro jogo vitória suada e perfeita por 2 a 0! Sem tomar gol em casa, não podia ser melhor!

Mas a emoção ficaria guardada para o segundo jogo no Stamford Bridge. Um daqueles jogos para não cardíacos... emoção do começo ao fim!. O jogo vinha empatado, o Bilbao sofrendo pressão mas saindo bem nos contra ataque, até expulsão do David Luiz. Fiquei confiante... pensei agora ninguém nos seguro. Mas Oscar e depois Berardi empataram a eliminatória! Prorrogação... Mas San José que havia falhado o pênalti decisivo fez a diferença e fez o gol que nos colocou a frente da eliminatória. Pressão intensa dos blues durante toda prorrogação, e conseguiram o gol aos 117 minutos! Foram mais três minutos de pura pressão, mas não deu para eles. Athletic Bilbao na final da Europa League após um jogo desgastante ao extremo!

A grande final foi disputada no Stade Roi Baudouin, em Bruxelas, contra o Liverpool. Chance de vingar a derrota sofrida na final anterior e vencer a Europa League. Time motivado ao extremo devido a esse contexto, e o jogo não foi diferente...

Mas aí brilhou a estrela de Fernando Llorente, que abriu o placar. O Liverpool empatou logo em seguida, mas Llorente colocou os bascos novamente a frente. Mas logo em seguida o Liverpool empatou. Prorrogação... Mas a raça e a superação dos jogadores bascos fez toda a diferença. O título é nossa, Ibai Gómez e Llorente fizeram os gols da vitória! É festa em Bilbao, o primeiro clube basco a conquistar um torneio continental! Llorente valeu cada centavo gasto!

golsdotiacutetulo_zps0fae6371.jpg

titulo2_zps71636a33.jpg

Estatísticas do jogo

Diagrama da competição

Link to comment
Share on other sites

A dobradinha inédita!!!!!!!!

Três dias após a conquista histórica, tinha a final da Copa do Rei. O time estava exausto, como mostram os dados pós jogo da final em Bruxelas. Barcelona e Athletic Bilbao se enfrentam no Novo Mestalla. Cansados, mas motivados, gostaríamos de dar sequencia fazendo um doblete de títulos na temporada.

Outro jogo disputado, mas que dominamos do princípio ao fim. Griezman abriu o placar, mas o Barça empatou logo em seguida. Herrera nos colocou a frente, mas novamente o empate catalão se repetiu. Mas ele, o grande “monstrinho” Serafin Moreno colocou números finais! Bilbao campeão da Copa do Rei!

finalcoparei_zpseb9a1ee3.jpg

copareifinal2_zps80ec77d2.jpg

Diagrama da competição

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Similar Content

    • Helio Nery
      By Helio Nery
      Tenho os seguintes manager, 2013,2014 e 2015, quem tiver atualização para 2023, me chama no zap 7.5.9.8.8.6.1.1.7.9.5!
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Cada jogador dentro do FM tem uma quantidade de atributos de personalidade ocultos pelo jogo que afetam como ele desempenha seu futebol, como ele se sai nos treinos, como ele interage com os outros jogadores e com o treinador, como ele interage com a imprensa e se adapta a um novo clube.
      Os atributos de personalidades, em conjunto com os atributos mentais Determinação e Liderança são usados para determinar a descrição da personalidade do jogador, que fica no próprio perfil do jogador.
      Os efeitos de cada personalidade são descritos abaixo, seguido por detalhes de quais atributos estão atrelados a cada tipo de personalidade.
      Aprendendo a Personalidade de um Jogador
      Você pode ter uma ideia dos atributos da personalidade de um jogador não apenas pela interpretação da descrição que o jogo lhe dá, mas também observando como o jogador reage a certas situações, como as palestras individuais, quando você tiver uma conversa privada com ele, quando comentários são feitos sobre ele na imprensa ou quando ele mesmo faz comentários na imprensa. Adicionalmente, você deve se manter de olho na satisfação do jogador por qualquer indicação de quais são seus atributos de personalidade.
      Criar Notas na seção adequada da aba "Histórico" pode lhe ajudar a acompanhar e decifrar os atributos do seus jogadores.
      Gerenciando as Personalidades
      Entender a personalidade de um jogador lhe dará uma ideia de como geralmente lidar com ele, como em suas palestras. Por exemplo, se você tiver um jogador com altos atributos em Determinação e Pressão (atributo de personalidade) você poderá ser mais exigente com ele no jogo, enquanto um jogador com baixo atributo tem que ser encorajado ou ter a pressão retirada de suas costas. Similarmente, se muitos dos jogadores tiverem Ambição (atributo oculto) elevada então é sempre bom ser positivo quanto as suas chances em um jogo nas conferências de imprensa.
      Personalidades & Construção do elenco
      É importante tentar construir um elenco com jogadores que tenham personalidades positivas. Esses jogadores terão uma melhor atitude dentro e fora do campo, enquanto podem ser tutores muito úteis para os jovens jogadores, já que passariam características boas para eles. Você pode ter uma ideia de qual personalidade é mais evidente no seu elenco vendo a "Personalidade do Plantel", na aba 'Informação do Clube" da seção "Clube".
      Particularmente, é muito interessante ter um alto número de jogadores com bom Profissionalismo (atributo de personalidade) no elenco. Tais jogadores são os melhores tutores, já que melhorar esse atributo de jovens jogadores ajudarão eles a se desenvolverem rapidamente no futuro e também se aproveitar dos benefícios do Profissionalismo, que serão detalhados abaixo.
      Jogadores com boa Determinação também são benéficos para o elenco, assim como os que tem Ambição. Entretanto, se estiver treinando uma equipe pequena e estiver preocupado com os jogadores querendo sair, ter jogadores com boa Lealdade deve ser preferencial.
      Além disso, construir um elenco com jogadores com personalidades parecidas ajudarão na Harmonia da Equipe, já que será mais provável que seus jogadores desenvolvam uma boa relação entre eles e brigas serão raras, resultando numa moral melhor e melhores resultados em campo.
      Atributos de Personalidade
      Adaptabilidade - O quão bem um jogador se adapta a um novo país, uma nova cultura.
      Ambição - O quanto um jogador quer o sucesso. Jogadores mais ambiciosos se desenvolvem bem mas é mais provável que desejem sair de um time pequeno quando estiver se destacando ou se seu time não ganhar títulos.
      Controvérsia - O quão sincero um jogador vai ser com a imprensa. Jogadores com uma alta Controvérsia tem a tendência de criticarem seus treinadores publicamente.
      Lealdade - O tanto que um jogador deseja permanecer no mesmo clube. Jogadores leais tem menos chances de aceitar uma oferta melhor de outros clubes.
      Pressão - O quão bem um jogador se sai em situações desafiadoras. Quanto mais alto for em um jogador, mais difícil será ele sentir a pressão das expectativas, por exemplo, quando um treinador adversário comenta sobre ele na imprensa, ou quando o time está lutando por títulos ou para escapar do rebaixamento perto do final da temporada, assim como geralmente nas partidas. Se o jogador estiver preocupado ou chateado com alguma coisa, pode significar que ele tem o atributo baixo.
      Profissionalismo - O tanto que um jogador trabalha duro e o tanto que sua atitude geral é boa. Jogadores mais profissionais terão uma atitude excelente fora de campo, por exemplo, responderão bem a algum tipo de disciplina aplicada, como um aviso por uma péssima exibição. Geralmente, costumam se desenvolver bem, aguentam cargas de treinos mais pesadas e tem carreiras longas.
      Desportivismo - O quão ético o jogador é em uma partida. Jogadores mais desportivistas terão menos chances de trapacear, por exemplo, simular faltas e pênaltis e tem mais chances de jogar a bola para fora quando um jogador está machucado.
      Temperamento - O quão calmo um jogador é em situações ruins contra ele. Jogador com um alto temperamento terão menos tendência a se revoltar quando sofrem faltas, quando o time está perdendo ou quando as decisões tomadas vão contra sua equipe. Se um jogador fica enfurecido, pode indicar que ele tem um alto Temperamento e um baixo Profissionalismo.
       
      Descrição das Personalidades
      Personalidades Positivas
      Cidadão modelo - Bons atributos de Ambição, Determinação, Lealdade, Pressão, Profissionalismo, Desportivismo e Temperamento; Perfeccionista - Bons atributos de Ambição, Determinação e Profissionalismo, mas baixo atributo de Temperamento; Decidido - Bons atributos de Ambição e Determinação; Profissional Modelo/Profissional/Razoavelmente profissional - Bom atributo de Profissionalismo; Cheio de Energia - Bons atributos de Pressão e Profissionalismo; Evasivo - Bons atributos de Pressão e Profissionalismo; Reservado - Baixo atributo de Controvérsia, mas bom atributo de Profissionalismo; Determinado/Razoavelmente Determinado - Bom atributo de Determinação; Líder Carismático - Bons atributos de Liderança, Desportivismo e Temperamento; Líder Nato - Altíssimos atributos de Liderança e Determinação; Líder - Altíssimo atributo de Liderança; Vontade de Ferro - Alto atributo de Pressão e bom atributo de Determinação; Persistente - Alto atributo de Pressão e bom atributo de Determinação; Calmo - Bons atributos de Pressão e Temperamento; Muito Ambicioso/Ambicioso/Razoavelmente Ambicioso - Bom atributo de Ambição, mas baixo atributo de Lealdade. Personalidades Negativas
      Volátil - Baixo atributo de Temperamento; Confrontador - Baixos atributos de Desportivismo e Temperamento; Temperamental - Baixíssimo atributo de Temperamento; Pavio Curto - Alto atributo de Controvérsia, mas baixo atributo de Temperamento; Franco - Alto atributo de Controvérsia; Casual - Baixíssimos atributos de Profissionalismo e Determinação; Baixa Determinação/Facilmente Desencorajado - Baixíssimos atributos de Determinação e Ambição; Baixa autoestima - Baixíssimos atributos de Determinação e Pressão; Acomodado - Sem Profissionalismo e baixo atributo de Determinação; Sem Energia - Sem Pressão e baixo atributo de Determinação; Sem Ambição - Baixíssimo atributo de Ambição; Personalidades Neutras
      Equilibrado - Atributos balanceados de Controvérsia, Lealdade, Profissionalismo, Desportivismo e Temperamento; Espirituoso - Bons atributos de Pressão e Temperamento razoável, mas baixo atributo de Profissionalismo; Antidesportivo/Realista - Baixíssimo atributo de Desportivismo; Sereno - Bons atributos de Pressão e Desportivismo; Devotado/Altamente Leal/Leal/Razoavelmente Leal - Altíssimo atributo de Lealdade, mas baixo atributo de Ambição; Honesto/Desportivo/Razoavelmente Desportivo - Bom atributo de Desportivismo, mas baixo atributo de Determinação; Amigo da Imprensa - Baixo atributo de Controvérsia; Balanceado - Tem uma personalidade mista que não se encaixa em nenhuma das descritas acima.
    • DiegoCosta7
      By DiegoCosta7
      Alguém sabe me dizer porquê o FM não baixa o conteudo selecionado da oficina para ele ? (Eu estou inscrito em varios conteúdos mas o fm não baixa todos eles ou só baixauma parte do conteúdo que estou inscrito. Porquê isso acontece ?
    • Ighor S.
      By Ighor S.
      Joguei bastante tempo no fm14 com essa tática, mas após a última formatação perdi ela e não consegui mais encontrar. 
      Pelo que me lembro, ela foi baixada aqui no fórum antes da reformulação. Procurei no Google mas não achei nada. Alguma boa alma que possa ter a tática salva poderia upar? 
    • Orange 2
      By Orange 2
      Quando vou colocar o código do produto desse jogo na minha segunda conta da Steam aparece essa mensagem de erro:

       
      A antiga conta da Steam que eu tinha e que eu não lembro mais foi cadastrada com um email IG, que de uns tempos pra cá passou a ser paga e não tenho como ter acesso a ele, só pagando pra mim recuperar a antiga conta.
       
      Alguém tem outra solução?
×
×
  • Create New...