Jump to content
Sign in to follow this  
DiegoCosta7

FM ao instalar não baixa todo o conteúdo da oficina pra ele

Recommended Posts

DiegoCosta7

Alguém sabe me dizer porquê o FM não baixa o conteudo selecionado da oficina para ele ? (Eu estou inscrito em varios conteúdos mas o fm não baixa todos eles ou só baixauma parte do conteúdo que estou inscrito. Porquê isso acontece ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
CapitaoX

vc acha os arquivos em Steam\steamapps\workshop\content

ta indo pra dentro de pastas numeradas nesse local

tipo pasta 32344234  desse jeito mesmo, sao pastas com nomes numericos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Andreh68
      By Andreh68
      Apresentação pessoal
      Desafio lapidando vencedores desafio-lapidando-vencedores , lapidando-vencedores-um-incentivo-a-mais      Já há algum tempo tenho me dedicado mais a saves tipo LLM(com alguma flexibilidade, algumas regras ao meu ver são um pouco exageradas), sempre privilegiando as categorias de base. Esse desafio no fórum me incentiva a ser ainda mais "ousado".
      O ressurgimento do Uralan - Na virada do século, eu brincava muito num site tipo manager online chamado www.soccersim.com, onde os jogadores eram todos "regen". Eu tinha assumido o Uralan, time do qual nunca havia ouvido falar. Nele havia um atacante de nome Afanasy Stiatchkov. Com o tempo minha memória pode estar exagerando um pouco, mas o cara era monstro. Foi artilheiro da Europa umas 4 vezes, artilheiro russo praticamente todas temporadas. Fui campeão russo umas 5 vezes em 7 anos, e campeão da champions 2 vezes. Mesmo velho e com seus atributos caindo, o cara mantinha a performance. Depois que comecei a jogar FM mais a sério, comecei a procurar pelo time, mas nunca tive a oportunidade de dirigi-lo, já que o time faliu e foi extinto DUAS vezes! Agora no 2015 vou ter a chance pela primeira vez. Além do time ter sido recriado do zero novamente, ainda em situação amadora, foi publicada uma extensão da liga Russa contendo a quarta divisão. Soccersim - figuras grandes
      Nações escolhidas - Rússia / jogável até a 3a div B(equivalente a 4a divisão) Início - Rússia 2014 Opções avançadas - adicionar jogadores a equipes jogáveis demais não marcadas por default - config inicial Database - grande, com todos os jogadores russos e baseados na Rússia, todos os jogadores de seleções e de reputação continental, jogadores dos principais clubes da Europa e América do Sul - 57.000 jogadores - database Expansão da liga Russa disponível na Steam Workshop, mais edição dos uniformes e estádio; Clube escolhido - Uralan. Não fiz como sugerido no desafio mas não fugi ao espírito dele. O Uralan não existia no campeonato passado, foi criado do nada, é como se tivesse sido promovido. Além disso é time com pior reputação e pior previsão de colocação pela mídia. Criei um treinador para ocupar o cargo de treinador e imediatamente o aposentei. Depois criei meu treinador como desempregado e me inscrevi para entrevista de emprego.
      Técnico sem qualificação, jogador de futebol amador   Ser campeão russo Vencer a Champions league Seguir as orientações do desafio lapidando vencedores, não contratar jogadores, somente utilizar a base. Ter um jogador artilheiro da Europa Se for demitido o save acaba Ser treinador do Barcelona se for pelo menos campeão russo
       
      Prefácio 
      Ivan Afanasyevitch 13/02
      Afanasy Stiatchkov pt1 14/02
      Afanasy Stiatchkov pt215/02

      Capítulo 1 - 2015
      O renascimento 15/02
      A estreia 20/02
      Ultras! 22/02     
      E o pau comeu 26/02
      Primeiro turno 01/03
      Intertemporada 03/03
      Segundo turno 05/03  
      O primeiro vôo 07/03    
      Ode à  torcida 08/03

      Capítulo 2 - 2016
      Tempestade a vista  12/03
      Bonança  19/03
      Bom anfitrião 26/03
      Déjà  vu 28/03
      Olhar para trás 29/03

      Capítulo 3 - 2017 
      Rapadura é doce... 03/04
      Bungee jumping 11/04
      O elástico rompeu...14/04
      Adeus   segundona? 16/04
      Xeque! 18/04
      Xeque-mate! 20/04

      Capítulo 4 - 2018
      On the wings of a dream 26/04
      Asas de cera 02/05
      Fracassos... não está fácil para ninguém 11/05

      Capítulo 5 - 2019
      De volta para a casa     14/05
      Um bom começo, mas foi só isso? 25/05
      Um sonho que passou... 26/05
      Ser ou não ser? 01/06
      Flying high again16/06

      Capítulo 6 - 2020
      No quartel de Abrantes  21/06
      Tudo como dantes! 23/06
      Foi quase! Quase??? 02/07

      Capítulo 7 - 2021
      Recomeço 30/07
      Parece, mas não é 31/07
      A vida não é um passeio no bosque 10/08

      Capítulo 8 - 2022
      Você pode vergar um pinheiro se tentar aos poucos 11/08
      Nem tudo que brilha é ouro  29/08
      Seu cotovelo está próximo, mas nem por isso você consegue mordê-lo 05/09
      #Pep no Linha 07/09
      Primeiras fornadas, o que aconteceu?   09/09

      Capítulo9 - 2023
      Adeus também foi feito para se dizer 19/09
      Se forçares um tolo a rezar, ele tanto machucará sua testa quanto os dedos dos pés de outros 28/09
      A testa abriu 13/10

      Capítulo 10 - 2024
      Começar de novo! 17/10
      Vassoura nova varre diferente 19/10
      São somente flores, os frutos virão depois 22/10
      Acredite, mas se certifique! 24/10
      Via Crúcis em 12 estações tempos AKA desastres acontecem 26/10
      Via Crúcis em 12 estações tempos - 2a parte 28/10
      Um pássaro é reconhecido pelo seu vôo 03/11

      Capítulo 11 - 2025
      O mais difícil é começar, depois fica fácil 07/11
      A língua solta é um tesouro para o espião 24/11
      Um turno em silêncio. (A língua solta é um tesouro para o espião) 28/11
      O medo tem olhos grandes 30/11
      Sem esforço não se tira um peixe de um lago raso 04/12
      Sem esforço não se tira um peixe de um lago raso pt.2 05/12

      Capítulo 12 - 2026
      Ovos não ensinam a galinha 10/12
      Bravo frente a um cordeiro, um cordeiro frente a um bravo pt1 11/12
      Bravo frente a um cordeiro, um cordeiro frente a um bravo pt2 15/12
      Bravo frente a um cordeiro, um cordeiro frente a um bravo pt3 17/12
      Outubro Vermelho 18/12
      Um turno para trás 21/12
      Long and winding road 07/01
      8 jogos, 7 pontos! 11/01
      Acima da linha d´água 12/01

      Capítulo 13 - 2027
      Fundação 14/01
      Em marcha 21/01
      Uma locomotiva chamada Bonatini 24/01
      Da água para a Vodka 25/01
      A marvada castiga 30/01
      Feliz aniversário! 12/02

      Capítulo 14 - 2028
      Antes tarde do que nunca 02/10
      Não só as arvores têm raízes 04/10
      Vamos voltar às nossas ovelhas 07/10
      O que é bom para um russo, é a morte para um alemão 21/10
      O inverno passou... 04/11
      ...mas o frio ficou 07/11
      ...mas o frio ficou, parte II 09/11

      Capítulo 15 - 2029
      A volta do filho pródigo 11/11
      Um bom começo é metade da batalha 13/11
      Um velho amigo é melhor que dois novos 16/11
      Do que os ricos e os felizes 18/11
      Capítulo 16 - 2030
      Da Champions! 19/11
      A primeira panqueca sempre tem caroços. 21/11
      Moer água em um pilão 23/11
      Dominnnngo, eu vou ao Maracanãããã.... 25/11
      As galinhas são contadas no outono 28/11
      Tudo está bem, quando acaba bem 03/12

      Capítulo 17 - 2031
      Father, father... I look up to you! 17/01
      Acima de tua cabeça não consegues pular 28/01
      Não se trocam cavalos na travessia 18/02
      O que aconteceu, já foi. 20/02
      Hoje não, hoje não! Hoje sim? Hoje SIM!!?? 23/02
      Cicatrizará antes de seu casamento 26/02

      Capítulo 18 - 2032
      Juntando as forças 10/03
      Quando um lagostim subir a montanha e assoviar 12/03
      Aconteceu, eu vi. A cabra comeu o lobo. 28/03
      Nem peixe nem carne(n. do a. - medíocre). 01/04
      Um bom trabalho fala por si. 05/04
      Quem se queimou com leite quente sopra a água gelada. 07/04
      Vai ter festa la na rua! 19/04

      Capítulo 19 - 2033
      Quanto mais tens, mais queres. 26/04
      A igreja está perto, mas a estrada está sob a neve, o bar está longe, mas vou com cuidado. 27/04
       
      Classificação nos torneios disputados
    • Selat
      By Selat
      Fala galera!
      Não sei se é válido dizer que sou novo aqui no fórum pois sou membro desde 2006 🤣. Mas o fato é que passei mais de uma década aqui apenas aproveitando o grande serviço que o FManager oferece para a comunidade FM, sempre nos bastidores. Achei que seria hora de eu tentar reverter isso e conseguir proporcionar para a comunidade algo em “troca”. Então decidi promover esse pequeno entretenimento em forma de história fictícia. 
      Me chamo Tales, tenho 27 anos e sou fã de FM desde o 2005. Sou de Belém do Pará e tenho apenas um time do coração: Paysandu Sport Club. Que por sinal foi a equipe escolhida para iniciar este save, "aproveitando" o mal momento do time estando recém-rebaixado para a Série C e me dando o desafio de subir de volta para a elite do futebol brasileiro.
      Apesar de ser jogador de FM desde quase os primórdios, confesso que tem algumas coisas que nunca consegui atingir em um save. Vou me dar o desafio de conseguir atingir algumas dessas coisas com este. Por exemplo: Nunca fui campeão de uma libertadores ou um mundial de clubes em qualquer FM (sempre gosto de começar com um time lá embaixo nas divisões até chegar ao sucesso, mas sempre abandono o save antes do grande sucesso chegar 😂 – às vezes por falta de tempo, às vezes porque lançou outro FM melhor e às vezes simplesmente porque perco o interesse). Nunca fui campeão de uma champions (embora tenha chegado na final certa vez com o PSG no FM2014, perdendo de 3x2 pro Chelsea, mas isso é outra história) ou de uma Copa do Mundo (na verdade nunca nem treinei uma seleção no FM).
      Enfim, deu pra ver que apesar de ter tempo e experiência com o jogo, tem muitas coisas que ainda não alcancei, e algumas delas pretendo alcançar com este save, jogando o FM2019 pela primeira vez, segue a lista de objetivos abaixo:
      Objetivos:
      - Campeão de ao menos 5 estaduais, não importando quais estados. (Faltam 4)
      - Campeão Brasileiro 3 vezes (Ao menos um deles deve ser a Série A).
      - Campeão da Copa do Brasil ao menos uma vez.
      - Libertadores ao menos uma vez.
      - Mundial de Clubes ao menos uma vez.
      Ao ver esses objetivos já deve ficar claro que meu save se passará no Brasil. Começarei no Paysandu mas não pretendo me limitar apenas nele. Caso outro clube me chame durante a jornada, posso acabar optando por ir treiná-lo, me limitando apenas no Brasil.
      Ligas selecionadas (Tem bastante coisa mas o PC aguenta).
      A História
      A partir do próximo post, vamos acompanhar a história de dois amigos: Edílio Marques, um jornalista esportivo, e Donald Santos, um jovem recém promovido a técnico de futebol. Ao saber que o amigo conseguiu uma promoção dentro do Paysandu Sport Club como técnico da equipe principal para a temporada 2019, Edílio decide “abusar” da amizade para ter acesso aos bastidores de tudo o que rola dentro do clube, decidindo então escrever vários relatos sobre a trajetória que se iniciava ali.
       
      Índice
      Capítulo I
      Capítulo II - Presente de Natal e Pré-temporada "fabulosa"
      Capítulo III - "É no detalhe que se define um clássico"
      Capítulo IV - "Diga ao Don que estou procurando ele"
      Capítulo V - 3 semanas, 3 decisões
      Capítulo VI - Um sobe, outro desce
    • Daniel Souza
      By Daniel Souza
      Tática que vi desenvolvendo nos ultimos dias,um Flamengo de puro controle de jogo,sem muita itensidade mas com troca de passes e movimentações o tempo todo,e marcação pressionando o adversário,em varias ocasiões terminei o primeiro tempo com 20 chutes enquanto o adversário terminava com 0,posse de bola sempre nos 60% até em 70% se o time for muito fraco,o ponto forte da tática é a sua bola parada,é muito forte se vc tiver bons cobradores e jogadores que tenham impulsão.
       Nas imagens a seguir vemos a formação da minha equipe e as estatisticas dominantes que ela vem trazendo:
      https://ibb.co/QbMC1Hy
      https://ibb.co/Jys0x02
      a tática não é opressora de criar muitas chances por isso um pivo ofensivo tem que ser um cara que tenha:Visão de jogo,Técnica,Passe.É fundamental isso,ele é o centro do time,é um Messi do seu time ou se preferir,um Zico,espero que possam desfrutar dessa tática,alias botei equilibrada porque defensivamente minha equipe fica muito forte assim,mas jogando de forma positiva também funciona muito bem,abraços.
       
      Download> https://www.4shared.com/file/dnHk2YL1gm/Tiki_Taka_1981_Flamengo.html
    • LuizH
      By LuizH
      Afastado durante longo período, senti que era hora de retornar à área para compartilhar uma nova experiência dentro deste jogo que tanto nos ocupa. A compra recente de um novo computador - o primeiro com capacidades dignas - unido a vontade de concretizar um objetivo que há bastante tempo almejo, levou-me a criação deste tópico e realização vasta pesquisa sobre o histórico do clube que possui comigo uma ligação bastante particular e que pretendo relatar no capítulo seguinte, o qual deixarei, por questões visuais, à disposição apenas daqueles que realmente se interessarem pelas motivações que levaram à escolha.
      Aos demais, resumidamente: A motivação é o futebol (hoje inexistente) da minha cidade, qual seja: Cachoeira do Sul(RS). O clube é o que leva o nome dela: Cachoeira FC; O início é na Terceira Divisão do Rio Grande do Sul. Te aguardo no capítulo 2.1!
      1.1 AS MOTIVAÇÕES EM UM BREVE RELATO HISTÓRICO:
      2.1 - DA CIDADE, DO CLUBE E DO ESTÁDIO:

      Cachoeira do sul é uma cidade do Rio Grande do Sul, localizada a 196 km de Porto Alegre. É uma cidade de aproximadamente 90 mil habitantes que ostenta o título de "capital nacional do arroz". Orgulha-se por ser o quinto município mais antigo do Estado, emancipando-se da cidade de Rio Pardo no ano de 1820. Dispondo de vastos territórios, pertenciam a Cachoeira do Sul municípios como Alegrete, Santa Maria, Santana do Livramento e São Gabriel.
      Cachoeira do Sul pertence a região econômica da Metade Sul do Rio Grande do Sul, grupo de municípios que teve prosperidade na primeira metade do século XX graças à agropecuária, mas que não se industrializaram ou tiveram uma industrialização tardia, mantendo seus tradicionais tipos de economia, empobrecendo e perdendo a concorrência para outros municípios.

      O Foot Ball Club Cachoeira, hoje Cachoeira Futebol Clube, é um clube fundado em 24 de fevereiro de 1914, na cidade de Cachoeira do Sul(RS), na residência do estudante Henrique Müller Barros, que mais tarde se tornaria médico no município. Em um período onde o campeonato gaúcho era disputado por regiões, em um sistema eliminatório entre o campeão da capital e um número variável de clubes das demais regiões do estado, o Cachoeira FC fora ter suas primeiras aparições no então campeão estadual somente no início da década de 40, mais precisamente em 1944. Até então, o clube viu-se ser amplamente dominado por seu grande rival, o Guarany de Cachoeira.  
      2.1.1 - A PRIMEIRA ERA
      Em 1944, depois de ser campeão municipal, a equipe derrotou o Inter de Santa Maria, pela final da Zona Centro, e o Floriano (após duas prorrogações), pelas quartas do estadual. Na semifinal, entretanto, o Cachoeira veio a ser facilmente eliminado pelo Bagé. Esse foi um momento muito importante na história do Cachoeira, pois, no ano anterior, o Guarany havia sido vice-campeão estadual e uma vitória contra o Bagé teria, ao menos, igualado o feito. O Cachoeira esteve ainda mais próximo da grande final estadual em 1948, quando foi eliminado, outra vez na semifinal, pelo Grêmio Santanense, em Porto Alegre. Na ocasião, o Cachoeira chegou a estar vencendo o jogo por 3 a 1, mas cedeu o empate e foi derrotado na prorrogação. O Cachoeira ainda voltaria ao Estadual em 1951 e 1955, mas nessas vezes seria eliminado em fases mais precoces.

      (Cachoeira FC, campeão citadino de 1942)
      2.1.2 - A GLORIOSA DÉCADA DE 70
      A partir da unificação do Campeonato Gaúcho em 1961, houve uma realocação dos clubes por meio de divisões: os clubes da capital e outros mais tradicionais foram incluídos na primeira divisão enquanto aqueles de regiões menos qualificadas foram alocados em uma segunda divisão, o do Cachoeira FC fora um destes clubes. 
      Dentro de um sistema bastante confuso de campeonatos que não davam acesso e nem rebaixavam, além das fórmulas mirabolantes existentes da década de 70, o Cachoeira FC conseguiu estar presente em 5 temporadas na primeira divisão do Campeonato Gaúcho: 72/73/75/77/79. O que causa surpresa, no entanto, é o fato de o clube ter sido promovido pela via tradicional em apenas uma oportunidade, quando obteve o acesso pelo vice campeonato da segunda divisão em 1978. 
      Considerada a melhor (e unica) década de sucesso na história do clube, o fim dos anos 70 culminariam com desaparecimento do Cachoeira FC na elite do futebol gaúcho. Após um péssimo desempenho campeonato de 1979, amargando a última posição entre 20 clubes, o clube ainda manteria, precariamente, suas atividades profissionais durante as temporadas de 80,81 e 82, até decidir-se pelo abandono do futebol profissional. 
      2.1.3 - O RETORNO AO FUTEBOL PROFISSIONAL E O PRIMEIRO E ÚNICO TÍTULO
      Foram necessários 17 anos até que o Cachoeira FC novamente voltasse a disputar uma competição profissional. Somente no ano de 2000, após a autorização para refiliação do clube à FGF, o Cachoeira FC voltaria a Terceira divisão do campeonato gaúcho.
      Eliminado precocemente na primeira temporada de retorno, o clube voltaria a campo para fazer história na temporada de 2001. Após vencer o Farroupilha por 3-2 no agregado (1-1 em Pelotas e 2-1 em Cachoeira do Sul) o clube alcançava seu primeiro e único título de sua história de 115 anos. 

      Elenco campeão da Série C do Campeonato Gaúcho em 2001 (Terceirona)
      O acesso à segunda divisão trouxe nova esperança ao clube que passara seu últimos anos na obscuridade. Durante 7 temporadas consecutivas a equipe buscou retornar a elite do futebol gaúcho sem obter sucesso em nenhuma delas. O período, ainda, ficou marcado pela realização dos primeiros clássicos CA-SÉ (Cachoeira FC x São José-CS) em nível profissional. 
      Entre boas e más campanhas, o clube ainda teria que amargar ver o seu principal rival disputando a elite gaúcha durante as temporadas de 2003-2007. O retorno do clássico se daria na temporada de 2008, quando após uma campanha melancólica, ambos os clubes fechariam seus departamentos profissionais para nunca mais voltar. 
      2.1.4 - JOGOS MEMORÁVEIS
      Em 19 de junho de 1962, ocorre um fato marcante na história do clube: um amistoso contra o Racing Club de Montevideo, como preliminar de Uruguai e Checoslováquia (que alguns dias antes havia perdido a Copa do Mundo para o Brasil, no Chile), no Estádio Centenário. Logo no primeiro tempo, o Racing abre cinco gols de vantagem. Na segunda etapa, o time da casa tirou o pé e o Cachoeira diminuiu o placar para 5 a 3. Dois anos mais tarde, o Racing iria a Cachoeira do Sul para a revanche e seria derrotado no Estádio Municipal por 1 a 0.
      No jogo da volta, o goleiro do Racing era um jovem Ladislao Mazurkiewicz em começo de carreira, pouco antes de se transferir para o Peñarol e de jogar três Copas do Mundo. 
      Além disto, outros dois jogos são lembrados como memoráveis na história do clube, mesmo que se tratassem apenas de amistosos. 
      16.05.1965 - Cachoeira FC 2 x 1 Grêmio 
      31.05.1972 - Cachoeira FC 1 x 0 Internacional
      2.1.5 - O ESTÁDIO
      Estádio Joaquim Vidal
      O estádio Joaquim Vidal pertence ao município de Cachoeira do Sul. Atualmente, encontra-se dentro de um projeto de revitalização infraestrutural uma vez que a deterioração de sua estrutura o levara à interdição. Com a necessária destruição de um setor de arquibancadas que ficava no lado oposto ao pavilhão central, não se sabe qual sera a capacidade do estádio após o fim da referida reforma, mas acredita-se que o estádio deva ter capacidade para 2 a 3 mil pessoas (no FM são 5 mil lugares)
      2.2 - DO JOGO EM SI:
      A estrutura exigia o máximo de realidade possível e eis o que eu tentei buscar dentro do que eu entendia do editor do jogo. Diante da disponibilidade aqui no fórum do update MRT90 e a realidade estrutural alcançada dentro dele, restou a mim a parte fácil: encontrar uma forma de tornar "real" o possível retorno do Cachoeira FC ao futebol profissional.
      Considerando que o update não dispunha da segunda e terceira divisão gaúcha, fora necessário apenas alterar algumas configurações para incluí-las ao jogo. Mesmo que sem a reprodução perfeita das estruturas reais dos campeonatos, consegui criar as respectivas divisões. Atualizados os elencos da primeira e segunda divisão e habilitado novamente o profissionalismo ao futebol do Cachoeira FC (constava como extinto) estava tudo pronto.
      Em relação aos clubes da terceira divisão, optei por incluir aqueles que de fato participam da terceira divisão estadual em 2019 e fiz um apanhado de algumas pequenas equipes que estiveram presentes nos últimos anos para completar os 16 clubes da estrutura.
      Já a questão dos jogadores em si, nada foi alterado. Com exceção de alguns jogadores perdidos que já constavam em algumas equipes, a maioria das outras inicia com os conhecidos jogadores "cinzentos", inclusive o Cachoeira FC.
      2.3 - DOS OBJETIVOS:
      De início, há apenas um único objetivo que é algo que está ligado mais a minha forma de jogar FM do que propriamente a desafio na história: o desenvolvimento das categorias de base. 
      Confesso que por um determinado período eu até dividi a vontade de unir o youth challenge a esta história, afinal, gosto da ideia e e algo que ainda não fiz. Porém, no fim das contas, acabei optando por jogar de forma mais casual (com contratações).
      No mais, por ser um desafio, tentarei buscar incluir objetivos mais dinâmicos, temporada a temporada. 

      Créditos ao trabalho de Evaldo Júnior (www.erojkit.com)
      3 - REFERÊNCIAS:
      Jamais havia encontrado na internet muito material acerca do Cachoeira FC, portanto, deixo aqui meus créditos de pesquisa ao excelente trabalho do blog "um pequeno museu do futebol gaúcho" (Disponível em: (https://1pmfg.com/home/)).
    • Lanko
      By Lanko
      Próxima>>>                 
       
      ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE!
       
      E aê galera, tudo bom? Descobri o fórum recentemente há uns dias atrás, especificamente a área de histórias. Li algumas e adorei o formato e o fato que a galera resolveu postar suas jornadas e challenges interesantíssimos. 
      Enquanto jogava o FM18 fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e que dificilmente conseguiria guardar pra lembrar depois, especialmente as coisas memoráveis.
      Deixei quieto e segui em frente, mas como disse, encontrei essa área aqui e me arrependo de não ter pesquisado e encontrado antes. Mas antes tarde do que nunca, né! O save não tem tanto tempo e muitas dos principais eventos estão frescas na memória.
      Esse save não tem objetivos específicos a serem alcançados, simplesmente criei um perfil de treinador (sem escolher clube, comecei desempregado) e saí pro mundo pra ver no que vai dar. 
      PERFIL DO TREINADOR:
       
      Lanko Askarian sempre teve interesse por futebol, principalmente na parte tática, já que jogando ele é um grande perna de pau. Decidiu ir adiante com esse pensamento e resolveu estudar para ser técnico e dirigir uma equipe.
      Diante dos vários fracassos do Brasil na área, decidiu, corretamente ou não, ir estudar e fazer cursos na Europa. Escolheu a Inglaterra já que sabia inglês e nada dos outros idiomas. Depois de algum tempo, adquiriu profundo conhecimento tático, de treinamentos, de filosofias de jogo.
        
       
      Agora só faltava botar tudo isso em prática, e é aí que morava o problema. Lanko entrou determinado a começar 2018 como técnico, mas passou o primeiro semestre desempregado. Nem clubes brasileiros da 3a divisão quiseram sequer conceder uma entrevista.
      No fim da temporada europeia, Lanko voltou a Inglaterra, disposto a aceitar propostas da 5a ou 6a divisão inglesas só pra começar a trabalhar, mas mesmo dessa vez conseguindo entrevistas, não foi o escolhido em nenhum dos oito clubes em que bateu a porta.
       

       
      Jovem (30 anos, muito menos que muitos jogadores em atividade), sem ter comandado vestiário antes e ainda por cima estrangeiro, esses foram os principais motivos das recusas.
      Até que viu um anúncio de um clube de Portugal (o único), a Mondinense, da terceira divisão portuguesa, e decidiu entrar em contato com eles.
      O presidente foi surpreendido pelo contato. Ele acabou gostando do perfil. Avisou que o clube era pequeno, mas gostaria de ver o clube crescer e talvez tentar algo inusitado seria o primeiro passo ideal. O presidente convidou Lanko para a cidade de Mondim de Basto para assinarem o contrato.
       

       
      Lanko aceitou, muito feliz. Portugal não estava nos planos iniciais, mas quem sabe, caindo do céu, seria o melhor lugar para começar a carreira. O idioma não seria problema e Portugal era um bom país, além de ter certa história no futebol e um cenário respeitável.

      Ele sabia que o começo ia ser difícil, mas até chegar em Portugal e ver a sede da Mondinense de perto, ele não fazia ideia do quão difícil…
       
      Próxima>>>
×
×
  • Create New...