Jump to content

Enganche no FM: uma ligação criativa para um ataque devastador


Henrique M.

Recommended Posts

  • Vice-President

33Q9rUp.png

Antes de começar com a tradução do texto Enganche no FM, essa é uma mensagem para dizer que esse texto foi feito com material do FM 2019, entretanto, não significa que ele não possa trazer informações relevantes para as versões anteriores ou até mesmo para o FM 2021. Isto posto, vamos ao que interessa.

O Enganche no FM: O 10 perfeito?

O camisa 10 clássico, existe um certo romantismo em torno do conceito do camisa 10 clássico. A posição reservada para aquele jogador que pode decidir a qualquer momento, que você pode vencer jogos sozinhos através de criatividade e astúcia. Nunca foi essencial para esse armador recuar e ajudar na fase defensiva do jogo, seus companheiros de equipe carregavam o piano e em torno, seriam pagos com magia, realizando seu show no espaço atrás de um atacante ou dois.

Infelizmente, duas mudanças no futebol transformaram o camisa 10 em algo redundante.

Primeiro as defesas ficaram mais espertas com o jogador posicionado no espaço entre o atacante e a linha de meio-campo e depois os times começaram a pressionar dentro do campo de defesa do adversário. De repente, o armador tinha a obrigação de pressionar na fase defensiva, a ênfase agora não é só no que o armador faz com a bola, mas também em como ele atua sem ela. Assim, com o tempo, o estilo do tradicional 10 mudou de elegante para funcional.

Mas a função, é claro, está presente no Football Manager e os clássicos camisas 10 ainda permanecem no jogo. Dessa forma, o guia Enganche no FM busca tentar encontrar o perfeito camisa 10.

Por que usar um Enganche?

Mobilidade do jogador

De forma a extrair o melhor do seu elenco, às vezes é preciso se questionar o que seus jogadores não podem fazer. Você ter um meia-atacante que simplesmente não tem a mobilidade necessária para cobrir o máximo de terreno possível. Jogadores em funções como Armador Avançado, que adoram se movimentar, ou o Atacante Sombra, que vive aproveitando os espaços deixados pelos adversários, acabam não sendo ideais para esse tipo de jogador e isso pode acabar significando que seu jogador tem dificuldades de lidar com as exigências físicas colocadas sobre ele.

Portanto é necessario escolher uma função que permitam que as qualidades do jogador floresçam, ao invés de expor suas fraquezas. Nós, frequentemente, vemos esse dilema num jogador mais velho do elenco; aqueles que aprendem o jogo e portanto permanecem técnica e mentalmente preparados para o alto nível, mas tem atributos físicos fracos. Dessa forma, o Enganche é a função perfeita para eles, porque ele vão se manter avançados no campo e buscarão aquelas enfiadas de bolas para criar oportunidades.

Pjanic%20profile.JPG

Um bom Enganche deve ter altos atributos de Frieza, Decisões, Primeiro Toque, Passe, Técnica e Visão. Alguns movimentos preferidos desejáveis são "Gere o ritmo de jogo" (para que o Enganche possa modificar a temporização de acordo com a necessidade da partida), "Faz tabelas" (para facilitar um estilo de passe) e "Tenta enfiadas de bola frequentemente" (porque, resumindo, é sensacional).

Estilo de jogo

O armador é uma engrenagem fundamental em exibir sua filosofia de jogo. É essencial que você escolha a função certa, senão você corre o risco de diluir o seu estilo. Por exemplo, se você quer sufocar o adversário e controlar o jogo com posse de bola, então, o Armador Avançado é a função mais adequada. Entretanto, se você deseja um estilo de jogo mais arriscado ou mais direto então o Enganche é uma boa escolha. Você também irá perceber que o Enganche é programado para para driblar menos e segurar posição. Isso é extremamente único no mundo da armação no futebol de hoje, onde toques e dribles realizados são usados como estatísticas pós-jogo desejáveis. Mas pense dessa forma: quanto mais toques e dribles um jogador dá mais lento seus ataques serão.

Tática exemplo

Também é importante notar que o Enganche não é esperado a carregar a bola para dentro da área, ou invadir a grande área, ele será mais estacionário que outras funções de camisa 10 (como o Trequartista, por exemplo). Logo, por essa razão, ele precisa de jogador ao seu redor que façam esse tipo de movimentação. Logo, nós precisamos de uma formação e tática que permita que o Enganche floresça.

Como um amante do futebol argentino, a formação que tradicionalmente usa um Enganche é o 4-3-1-2. Nessa formação, o Enganche tem proteção e movimentação na linha de três meias-centrais atrás dele, além de dois atacantes adiante para alargar o jogo e dar ao nosso 10 clássico espaço para operar. Nos flancos, é interessante ter um Ala Completo dando apoio, largura e uma opção para o Enganche alargar o jogo caso não tenha opções pelo meio. Do outro lado, um Lateral defendendo, garantindo assim a segurança adequada para eventuais contra-ataques do adversário.

Enganche%20tactic.JPG

Você pode ver que o camisa 10 está alocado atrás de um Atacante Completo e um Falso 9. O Atacante Completo irá movimentar-se além da sua posição e também irá buscar os espaços para o Enganche achá-lo. Também é importante ter alguém próximo ao Enganche que irá recuar um pouquinho e dar combatividade aos marcadores adversários e ajudar a bola chegar ao pé do Enganche, por isso o Falso 9. Outro fator do Falso 9 é que ele ajuda a atrair a marcação dos defensores adversários, criando mais espaço para o Enganche brilhar.

Como o Enganche atua no FM?

Nesse 4-3-1-2, o Enganche se beneficia das instruções coletivas que afunilam as jogadas pelo meio do campo. Nossa linha de pressão mais baixa também aproxima nosso armador recuado dos zagueiros, que são instruídos a saírem tocando de trás. Os dois meias-centrais mais abertos são instruídos a ficarem mais abertos e tocarem curto, o objetivo é mover a bola adiante e construir as jogadores em torno do Enganche, mas sempre lembrando que o Ala Completo está sempre lá para dar aquela opção fora do núcleo da jogada.

Pass%20Map.png

Você pode ver pelo gráfico de calor e de passes recebidos que o Enganche atua centralizado. Ele recebeu 50 passes na nossa vitória caseira por 4 x 0, também é possível ver os passes-chave (onde ele liderou nesse quesito com três passes). Ele jogou os 90 minutos, deu duas assistências e 177 toques na bola.

O Enganche não vai ser a função de camisa 10 favorita de todo mundo. Ele não vai dar muitos dribles ou arrancadas maravilhosas para dentro da área adversária, mas ele certamente irá oferecer uma certa quantidade de elegância e talento se você montar uma tática em torno dele. Por que você não e faz o mesmo?

Texto traduzido por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
Fonte: https://www.footballmanager.com/the-byline/perfect-number-10-wednesday-wisdom

Link to comment
Share on other sites

Excelente material. Nunca usei essa função, não faz muito meu estilo, mas quem sabe algum dia eu experimente. Dizem que no 4411 também pode ser ótimo.

Aliás a tática exemplo também parece bem boa para um 4312.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

  • Similar Content

    • Nei of
      By Nei of
      Supremo é o povo
       
      Valduxo: Eles conseguiram, bandidos, eles vão vencer!
      Disse meu filho caçula, entrando no apartamento, voz sumida, desabando em seguida seu corpo na poltrona da sala, ao mesmo tempo em que afundava os dedos na careca rala. Naquela época ele estava com quase quarenta anos. Era sempre assim quando alguma coisa o preocupava: mergulhava os olhos no celular, segurando a cabeça; ou viajava com o primo.
      Eu e o Ricardo, lembro-me como se fosse hoje, embora isso tenha acontecido há tantos anos, assistíamos a uma brilhante aula sobre tática e esquemas do Professor Joel Carvalho. Rochele, nossa madrasta, tricotava um pagãozinho, enquanto Paula estudava hebraico.
      Pedi para Bananinha, meu filho Ricardo, gravar a a aula. Ele se fez que não entendeu, alegando que o Professor Joel já não estava mais entre nós, e que a aula era gravada. Levantei, sacudi a farofa da camisa - Rochele odiava quando eu fazia isso. Senti uma ponta na barriga, mas me esforcei para levantar.
      Eu: Como assim venceram, Valdo? Você disse que a vitória era certa.
      V: Era certa até a Rochele tomar o celular, né.
      A rivalidade entre meu filho mais novo e sua madrasta era antiga.
      Eu ainda não consegui acreditar na notícia. Andava nas ruas, recebia o abraço dos torcedores. Valduxo prosseguiu.
      V: O conselho deliberativo ajudou também. O presidente do STJD, aquele vampiro do Joca Carvalhais, está por trás disso também.
      Eu: Não acredito. Liga para o Donald Textor.
      V: Já tentei, não nos atende.
      Eu: Bom, paciência. E o que vão fazer, me demitir?
      V: Antes fosse, né pai. Vão proibir você de atuar por aqui. Talvez até proibir de treinar no mundo todo.
      Eu: Caramba, não pode, fiz tudo dentro das quatro linhas.
      A conversa se estenderia por mais alguns minutos. O telefone não parava de tocar. Me sentia bastante cansado e triste. Entrei no quarto, tranquei a porta. Chorei por horas.
      Lembro de ter ficar assim por uma semana. Estava a espera de que os torcedores batessem na porta, me carregassem até a sede do clube e obrigassem aquela corja a me aceitar de volta.
      Ninguém apareceu. 
      Viajei para encontrar Donald Textor. Precisava trabalhar, nem que fosse no exterior. A falta de experiência estrangeira pesava contra, mas eu tinha amigos e o Ricardo que já trabalhara como roupeiro no exterior. 
       
      *Essa é uma história ficcional que pode ou não ter sido baseada em fatos ou pessoas reais. Qualquer semelhança com a realidade trata-se de coincidência e não intenção. 
    • Nei of
      By Nei of
      Não deve ser novidade pra ninguém, mas o seu Roberto Justus deu uma entrevista dias atrás falando que umas das empresas das quais ele é sócio deve investir no futebol brasileiro, adquirindo alguma SAF. Indicou, ainda, conversas sobre o clube escolhido ser o Coritiba.
      De posse dessas informações lancei mão de um estilo já costumeiro em saves ocultos do Coritiba: usar e abusar do editor, no melhor estilo o'matic e cheats afins. Agora com uma motivação, emular a tal SAF do Justus.
      Quem acompanha o clube alviverde, sabe que na vida real o clube já fez algumas contratações milionárias, coisa incomum na história do clube. Vou fazer o mesmo, tentando não forçar tanto a barra (tipo Messi no Brasil).
      Mediante o uso do querido editor, a SAF do Coritiba chegou injetando dinheiro:
       
      - 400 milhões de reais no caixa;
      - 199 milhões de reais para transferências;
      - 14 milhões reais mensais de salário.
       
      Vai ficar muito fácil? Não sei. Quem me conhece sabe da minha capacidade.
      Para controlar esse Tesla não poderia ser um motorista de ônibus. Então saiu Eduardo Barroca (jogo começa em 2020) e entrou ninguém mais, ninguém menos, que o craque, o ídolo, o meteoro, Keirrison Carneiro de Souza: o K9.
      Aos 31 anos, o jovem atacante irá revezar a prancheta e o campo, preparando-se para pendurar as chuteiras. (Contratei o jogador K9 no jogo, também).
      Antes que me perguntem, pelo menos nesse primeiro momento não vai m teremos pojeto: uma das primeiras movimentações do clube foi a contratação de Marcelinho Carioca para Diretor da Base (voxe é muleque!).
      Não devo contar uma história, mas misturar o relato entre ficção e jogo, ora falando K9, outrora eu mesmo.
      Tudo direto do meu Xiaomi.
      Vai dar certo, confia.
    • Marcolation
      By Marcolation
      APRESENTAÇÃO PESSOAL   Olá, pessoal!

      Como sou novo aqui no fórum achei por bem começar com uma pequena apresentação, uma vez que meu primeiro tópico no FManager já é um post de save aqui no Profissão Manager (acho que esse é o espaço certo para o tópico).

      Meu nome é Marcos, tenho 25 anos,  sou carioca e um Flamenguista que já foi bem mais apaixonado pelo clube e pelo futebol, e que tem um carinho especial por jogadores incompreendidos e odiados (leia-se injustiçados) pela imensa e implacável torcida do Flamengo. Se conseguir ser um pouco mais ativo nas discussões por aqui, podem aparecer comentários em defesa dos tipos de Márcio Araújo, Mancuello, Maxi "primo do Messi" Biancucchi, Renê, o ex-odiado Arão e por aí vai.

      Pela falta de tempo, provavelmente aparecerei em um ou outro post esporadicamente, e por aqui atualizando o save quando conseguir. Não vou criar pressão sobre o resultado ou periodicidade de atualização do save, e começo com expectativa bem baixa: me divertir, compartilhar, e quem sabe alguém curtir o jogo comigo.   No FM, sou praticamente novato, principalmente nas versões mais recentes do jogo, com introdução das funções e papéis, de mais opções táticas e jogo bem mais detalhado no geral. Joguei um pouco algumas versões bem anteriores (CM04, FM11, talvez outro que não lembro), e outros simuladores de treinador mais simples (e mais baratos) como o Brasfoot,  Master Liga no W11, Modo Carreira do FIFA 08 aos mais recentes... Nada que exige tanto quanto o FM.  Portanto, dificilmente esse save meu terá uma ascensão meteórica e títulos empilhados. Provavelmente é brigar pelo acesso e depois ficar longe da confusão por algum tempo.

      Sobre o fórum, desde que começou a pandemia ano passado, ficando em casa por longos períodos de tempo busquei sobre o estado atual do FM, e alguns vídeos e posts com a complexidade do jogo me aguçaram a curiosidade de voltar a jogar. Baixei o FM19,  e nas muitas buscas e leituras para aprender mais sobre todas as áreas do jogo encontrei o fórum e a área do PM. Acompanhei uma história aqui no início do ano passado, acho que já  finalizada à época: "A Revolução Húngara"; e estou acompanhando outra em andamento: "Eu amo o dinheiro! A história de um mercenário na América do Sul", duas ótimas histórias ficcionais e de FM, que foram a principal razão de resolver postar aqui e de, quem sabe, futuramente fazer um save ficcional. A história já está nascendo na cabeça, falta só todo o resto.  Comecei a acompanhar algumas outras histórias atuais também, e estou curtindo bastante os desafios e estilos diferentes de contar os saves.   Tiro aqui um momento para agradecer também aos diversos membros que disponibilizam conteúdo e comentários que ajudam a entender melhor a parte tática, além das traduções de ótimos guias de FM. Valeu demais!!!
      Uma breve contextualização sobre minha breve experiência com o FM desde o ano passado:
       
      Então, chega de lenga lenga, e vamos ao que interessa: O save!
         

      ESCOLHA DO TIME

      O Save será em apenas um clube: o TSV 1860 München, atualmente da 3.Bundesliga.
      Os motivos para escolha do time são: - Jogava bastante com o time em um longíquo Nintendo 64 na infância (International SuperStar Soccer ou algo do tipo), e sabe-se lá porque tomei carinho pelo clube.
      - Continuar nas ligas alemãs. Gostei do nível de jogo da liga no FM19, e na minha experiência a Bundesliga teve muita disputa e equilíbrio que não esperava e espero que se repita, dada a dominância do Bayern na vida real.
      - Começar na Terceirona me permite usar um novo estilo de jogo, mais direto e reativo, fugindo da emulação do Tiki-Taka que dediquei mais tempo me metendo.
      - Recuperar um dos times fundadores da Bundesliga, que já foi campeão e hoje amarga ligas inferiores. De quebra, reviver a rivalidade com um gigante do continente que virou o dono da cidade.
        O TSV 1860 MÜNCHEN   O TSV 1860 München, conhecido pela alcunha Die Löwen (Os Leões) ou apenas como Sechzig (Sessenta), é um tradicional time alemão da cidade de Munique, no estado da Baviera, fundado no ano de 1860.
      Com a prática do futebol presente desde 1899, o Sechzig venceu a Copa da Alemanha em 1942 (período manchado de sua história pela aproximação ao regime nazista alemão), e foi um dos 16 clubes fundadores da Bundesliga, em 1963/64. ano em que venceu sua segunda e última conquista da Copa, e acabou por vencer seu único título da liga na elite do futebol alemão logo na temporada 65/66. Os primeiros anos foram de protagonismo na disputa da Bundesliga, sendo considerado o principal time de Munique à época acima do Bayern, inclusive foi o primeiro time de Munique a ganhar a Bundesliga, mas, devido a problemas financeiros que minaram o clube no final da década de 60, os leões amargaram a queda de divisão ainda em 1970.
      Ficando por alguns anos em séries regionais ou até fora das disputas nacionais, o clube ainda conseguiu retornar à divisão principal em 77/78, logo rebaixado, subindo novamente no ano seguinte e sobrevivendo mais 2 temporadas, até ser novamente rebaixado. Com graves problemas financeiros, ao fim da temporada 1981/82 o clube não conseguiu obter sua licença da DFB (CBF alemã) e foi obrigado a disputar as séries inferiores do país. 
      Após anos de reorganização, o time voltou à Bundesliga em 1994/95, onde ficaria por uma década tendo algumas campanhas de destaque como um 4º lugar e vaga na Champions League em 99/00, ano em que inclusive venceram nos dois turnos o posteriormente campeão Bayern. Entretanto, após 10 anos na elite, o time fez sua última temporada na primeira divisão em 03/04. Foram diversos anos no segundo escalão do futebol alemão até a temporada 2016/17, quando diante de um público 62 mil torcedores na Allianz Arena (onde mandava seus jogos junto do Bayern) o clube foi rebaixado para a terceira divisão. Para piorar, o principal investidor do Sechzig, o milionário jornadiano Hasan Abdullah Ismaik, que anos antes se tornou dono de 49% do capital acionário do clube sob protesto de boa parte dos torcedores, se RECUSOU a pagar a licença para o time participar da 3.Liga, levando o time a ter de jogar a quarta divisão do futebol alemão no ano seguinte, a qual o time venceu, marcando seu retorno para a terceira divisão, onde se encontra no momento atual do save (e da vida real, uma vez que não subiram na temporada 19/20).
      Sobre o Bayern, as últimas vitórias sobre o rival em partidas oficiais  foram as da temporada 99/00, fazendo com que o Sechzig amargue uma série de 9 derrotas seguidas no clássico de Munique. No geral, a última temporada em que o 1860 München terminou a frente do Bayern na classificação foi a de 1966/67, onde foram vice-campeões com o rival vermelho logo abaixo. Desde então, o Bayern coleciona títulos e o 1860 coleciona decepções, algo que, espero, pode mudar em breve.
       
      DESAFIO   Tirar o 1860 München das divisões inferiores, tornando o time uma referência na Alemanha e um rival à altura do Bayern.


      OBJETIVOS

      OBJETIVOS PRINCIPAIS - Chegar na 2.Bundesliga
      - Vencer uma das divisões inferiores
      - Chegar na Bundesliga
      - 5 temporadas na Bundesliga sem rebaixamento
      - Chegar em competições Europeias
      - Chegar no Mata-mata da Champions
      - Vencer um título Nacional

      OBJETIVOS SECUNDÁRIOS - Vencer o Bayern de Munique em jogos oficiais
      - Invencibilidade em uma temporada contra o Bayern
      - Terminar à frente do Bayern na classificação em uma temporada
      - Me tornar um treinador ídolo do TSV 1860 München
        FIM DE SAVE
        - Demitido do clube a qualquer altura
      - Muitas temporadas seguidas na 3.Bundesliga sem acesso (6?, 7?, não tenho um número certo)
          INFORMAÇÕES IMPORTANTES DO SAVE
      O save será no estilo JET. Uma vez que tenho pouco tempo para efetivamente jogar e também para escrever, a atualização do save pode ser espaçada, não tenho uma ideia de periodicidade certa para não criar uma pressão que acabe tornando o jogo e a escrita uma obrigação e tirem a diversão do processo. No mesmo sentido, não tenho experiência e não devo dedicar tanto à parte visual do save, mas vou tentar não deixar a desejar nas imagens.   Acho que é isso! Logo menos estou de volta com o primeiro capítulo dessa empreitada.
    • jelucck77
      By jelucck77
      só falta alguem que manja pra fazer seria bacana ter na nossa lingua kkkk
      Criar uma tradução para o Football Manager 2023 no idioma português brasileiro envolve alguns passos importantes. Embora não seja possível realizar a tradução diretamente no jogo, você pode utilizar ferramentas externas para modificar o conteúdo textual. Aqui está um guia básico para criar uma tradução:
      1. Obtenha as ferramentas necessárias:
      - Baixe um editor de arquivos de texto, como o Notepad++ ou o Sublime Text, que permita editar os arquivos de idioma do jogo.
      - Faça o download do arquivo de idioma original do Football Manager 2023, que contém todas as strings de texto a serem traduzidas. Normalmente, esses arquivos são distribuídos pela comunidade do jogo.
      2. Localize os arquivos de idioma:
      - Localize os arquivos de idioma do jogo. Eles podem estar em uma pasta específica dentro do diretório de instalação do Football Manager 2023.
      3. Abra e edite os arquivos de idioma:
      - Abra os arquivos de idioma com o editor de texto escolhido.
      - Localize as strings de texto em inglês que precisam ser traduzidas.
      - Substitua as strings em inglês por suas traduções em português brasileiro. Certifique-se de manter a formatação e a estrutura original.
      4. Salve os arquivos traduzidos:
      - Salve os arquivos de idioma traduzidos com extensão .xml (ou a extensão adequada usada nos arquivos do Football Manager) em uma pasta separada para facilitar a instalação.
      5. Teste a tradução:
      - Crie uma cópia de segurança dos arquivos originais do jogo antes de substituí-los.
      - Copie os arquivos de idioma traduzidos para a pasta correta do Football Manager 2023.
      - Inicie o jogo e verifique se as traduções foram aplicadas corretamente. Faça ajustes adicionais, se necessário.
      É importante observar que a criação de uma tradução pode ser um processo complexo e demorado, especialmente se você não tiver experiência prévia com edição de arquivos de idioma. Além disso, sempre respeite os direitos autorais do jogo e verifique se a comunidade do Football Manager permite e apoia a criação e distribuição de traduções não oficiais.
      Recomendo pesquisar fóruns e comunidades online dedicados ao Football Manager para obter mais informações, orientações e apoio de outros jogadores que possam ter experiência na criação de traduções.
    • JeanValjean
      By JeanValjean
      Fala, pessoal! 
       
      Jogo o jogo desde o CM 03/04, já fiz saves memoráveis. Voltei a jogar com mais força no FM 2016, jogando depois o 2017 e agora o 2020. Digo isso por já saber das potencialidades e limitações, mas hoje parece que cheguei a um limite. Tem hora que não dá vontade mais de jogar e parece que o jogo está te fazendo de otário.

      Estou em um save no FM 2020 onde comecei na série B do Brasileiro com o América-MG, fui treinar o Palmeiras e tive um grande destaque, o que me levou a treinar o Arsenal depois de algumas temporadas. O Arsenal do FM 2020 é o pior time dos "big six" e foi uma luta para fazer um time para brigar lá na frente, mas, logo na primeira temporada, terminei em 2° lugar na PL e garanti uma final da Copa da Liga. Nunca tive a pretensão de ganhar a PL logo de cara, mas fui montando meu projeto para os próximos anos. Depois de uma constante nos 4 primeiros depois de três temporadas no Arsenal (2°,4° e 3°), fui para o 4° ano em boa fase, com um elenco muito entrosado e forte e quase sem alterações, fiz uma boa janela de transferências trazendo jogadores muito bons por preços baixos e consegui uma boa base para tentar disputar a PL.
      Pois bem, começo a quarta temporada no Arsenal voando, com alta compreensão tática desde o início e duas vitórias jogando muita bola contra Manchester United (campeão da temporada passada) e Liverpool (campeão da Champions) fora de casa. Embalo com o time, aí começam os jogos contra os times de baixo da tabela. Pego um West Ham em 19° e tomo um vareio perdendo de 2 a 0. Sigo em frente, faço mais alguns bons jogos com boas vitórias e pego o Leicester em 19° e tomo outro vareio. Qual a lógica nisso? Todo jogo que faço contra um time da parte de baixo da tabela parece que sou o Valladolid enfrentando o Real Madrid no Bernabéu. Meu meia central de 4 estrelas e meia que joga uma barbaridade perdendo todas as bolas e não conseguindo dar um passe certo tendo 16 de passe, meu lateral direito com 19 de desarme deixando passar tudo. Meu atacante com 18 de finalização e 16 de compostura perdendo gol na cara do gol com o goleiro rendido. O que acontece com esse jogo?
      Por conta disso, me vem à mente as temporadas anteriores e é sempre isso: time jogando uma barbaridade, pega um time no fim da tabela e toma um passeio. Parece que seu time todo desaprende a jogar futebol. E isso aconteceu em todas as temporadas. Com o Palmeiras, fui vice campeão do Brasileiro 3x seguidas simplesmente porque tropeçava em jogos contra Vitória, Chapecoense ou Avaí enquanto o Flamengo voava e raramente perdia um jogo. É tenso você montar um quarteto ofensivo com Philipe Coutinho, Arrascaeta, Scarpa e Pedro (metendo 30 gols em uma temporada) e não conseguir ganhar o Brasileiro. Com o Arsenal, é a mesma coisa. Me mantenho na disputa pelos 3 primeiros lugares até o momento em que pego times que estão lá embaixo. Aí a derrota é certa. Eu entendo perfeitamente que zebra é natural vez ou outra, mas toda vez? Não faz nenhum sentido seu time atropelar o Manchester United em um jogo e no jogo seguinte tomar um sacode do Southampton. Essa sensação de está sendo "roubado" me cansou e estou seriamente pensando em parar com o jogo. Na Champions, perdi uma vaga no mata-mata simplesmente porque empatei um jogo com o Herta (que terminou com 2pts no grupo) mesmo ganhando do Real Madrid na última rodada. Na outra temporada, perdi o primeiro lugar porque, mesmo ganhando do Bayern, empatei com o Dinamo de Kiev. Toda vez vai ser assim? É muito tempo perdido para ser enrolado dessa forma. Olhando em retrospectiva, o jogo sempre te sacaneia. 
      Perdoem pelo desabafo, mas é isso. Mais alguém já se sentiu assim? Como conseguiu continuar jogando?
       
×
×
  • Create New...