Jump to content
Sign in to follow this  
Bigode.

Premier League e divisões inferiores

Recommended Posts

Bigode.

Tópico oficial da Premier League e restantes ligas inglesas para aqueles que estão jogando na terra da Rainha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

Estou jogando com o Sunderland e sigo com uma modesta campanha:

tGF08BW.png

Porém estou bem melhor que o Moyes na realidade, então é lucro :P

Não gosto de contratar muito na primeira temporada e nem de abusar de jogadores manjados e contratei apenas dois jogadores na primeira janela: Laurens De Bock, LE do Brugge e Dan Gosling, meia do Bournemouth. Gosling foi engraçado pq foi o tipo de contratação errada que eu estaria questionando como torcedor...foi razoavelmente caro, 5.5M e ainda chegou machucado! E no primeiro jogo ainda fez um pênalti. Eu até gosto quando jogador não dá super certo, pois dá mais emoção...mas ele já se recuperou e vem jogando razoavelmente bem. 

Vendi Seba Larsson em Novembro pros Al-Wahda e fechei com o volante Rômulo para janeiro, se ele conseguir a permissão de trabalho também, não sei. Meu querido Lee Cattermole pediu pra sair pra um clube maior e apesar de gostar dele, tentarei vendê-lo em janeiro. Mannone também pediu pra sair por falta de utilização já que aposto totalmente no Pickford.

Destaque da temporada é o Leicester, que segue a passos largos para a Championship! Bem interessante. Meu jogo contra eles foi o mais legal da temporada até aqui...fizemos 1x0 e então Pickford defendeu dois pênaltis ainda no primeiro tempo. Segundo tempo eles tiveram um expulso e matamos o jogo.

Estou gostando do save e estou sobrevivendo melhor do que imaginava, já que sou horrível e o time é fraco também. Espero fazer meus 40 pontinhos e sobreviver.

Share this post


Link to post
Share on other sites
(SPFC)Coach
1 hora atrás, SERGI disse:

Estou jogando com o Sunderland e sigo com uma modesta campanha:

tGF08BW.png

Porém estou bem melhor que o Moyes na realidade, então é lucro :P

Não gosto de contratar muito na primeira temporada e nem de abusar de jogadores manjados e contratei apenas dois jogadores na primeira janela: Laurens De Bock, LE do Brugge e Dan Gosling, meia do Bournemouth. Gosling foi engraçado pq foi o tipo de contratação errada que eu estaria questionando como torcedor...foi razoavelmente caro, 5.5M e ainda chegou machucado! E no primeiro jogo ainda fez um pênalti. Eu até gosto quando jogador não dá super certo, pois dá mais emoção...mas ele já se recuperou e vem jogando razoavelmente bem. 

Vendi Seba Larsson em Novembro pros Al-Wahda e fechei com o volante Rômulo para janeiro, se ele conseguir a permissão de trabalho também, não sei. Meu querido Lee Cattermole pediu pra sair pra um clube maior e apesar de gostar dele, tentarei vendê-lo em janeiro. Mannone também pediu pra sair por falta de utilização já que aposto totalmente no Pickford.

Destaque da temporada é o Leicester, que segue a passos largos para a Championship! Bem interessante. Meu jogo contra eles foi o mais legal da temporada até aqui...fizemos 1x0 e então Pickford defendeu dois pênaltis ainda no primeiro tempo. Segundo tempo eles tiveram um expulso e matamos o jogo.

Estou gostando do save e estou sobrevivendo melhor do que imaginava, já que sou horrível e o time é fraco também. Espero fazer meus 40 pontinhos e sobreviver.

Gostei da narrativa hahaha continua postando

Share this post


Link to post
Share on other sites
(SPFC)Coach

Rapaaaz, que sacode que levei. 

f3e4e-arsenal-everton_-analise-pos-jogo-

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI
3 horas atrás, (SPFC)Coach disse:

Rapaaaz, que sacode que levei. 

f3e4e-arsenal-everton_-analise-pos-jogo-

Coincidentemente meu último jogo foi esse!

U0fTVqW.png

Porém foi muita sorte, 90% dos últimos 14 minutos foram de lances do Arsenal! Não sei como escapei com a vitória.

Minha sacolada foi contra o Manchester United, levei 6x3(fiz um gol no fim pra ficar menos feio). Pouco consegui fazer contra os grandes...consegui essa vitória e um empate milagroso com o City após uma expulsão no clube deles.

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

oCB1nwu.png

 

Não queria movimentar muito em janeiro mas vendi dois titulares, Cattermole e Djilobodjil. Cattermole pediu pra sair e depois dele ter sido expulso em um jogo, fiquei nervoso e o vendi rapidamente! Pelo Djibodjil recebi uma proposta boa e não pude recusar, apesar dele ser bom ele tem dois atributos que me incomodam bastante: 10 em posicionamento e 10 em cabeceio! Eca!

Pra substituir Cattermole já tinha fechado com o Rômulo e para substituir Djilobodjil trouxe Erazo, apesar de não gostar muito de contratar do Brasil(mania!) ele foi o melhor custo benefício que achei para jogar como defesa com bola e traz uma experiência internacional interessante. Para suprir outros problemas trouxe André Horta emprestado para ser nosso armador central que não tinha no elenco e fazia falta, ele tem uma clausula de £8.6m e espero conseguir comprá-lo. Na falta de opção no ataque trouxe Julian Green e além de cobrir também a ponta esquerda, tenho curiosidade de como ele pode evoluir...não é muito melhor que o Anichebe, mas não gosto do Anichebe.

Estou em 11º e 9 pontos nas últimas 13 rodadas serão os suficientes para mim. Pensando na próxima temporada quero contratar Junior Stanislas, que pode vir de graça e André Horta. Será interessante, Coates e Lens voltam mas não sei se irei mantê-los no time. Coates pode ser nosso titular na zaga, mas tem uma cláusula bem baixa e aposto que o Sporting pagará.

edit:

WCfaYYH.png

 

¯\_(ツ)_/¯

Edited by SERGI

Share this post


Link to post
Share on other sites
(SPFC)Coach
37 minutos atrás, SERGI disse:

oCB1nwu.png

 

Não queria movimentar muito em janeiro mas vendi dois titulares, Cattermole e Djilobodjil. Cattermole pediu pra sair e depois dele ter sido expulso em um jogo, fiquei nervoso e o vendi rapidamente! Pelo Djibodjil recebi uma proposta boa e não pude recusar, apesar dele ser bom ele tem dois atributos que me incomodam bastante: 10 em posicionamento e 10 em cabeceio! Eca!

Pra substituir Cattermole já tinha fechado com o Rômulo e para substituir Djilobodjil trouxe Erazo, apesar de não gostar muito de contratar do Brasil(mania!) ele foi o melhor custo benefício que achei para jogar como defesa com bola e traz uma experiência internacional interessante. Para suprir outros problemas trouxe André Horta emprestado para ser nosso armador central que não tinha no elenco e fazia falta, ele tem uma clausula de £8.6m e espero conseguir comprá-lo. Na falta de opção no ataque trouxe Julian Green e além de cobrir também a ponta esquerda, tenho curiosidade de como ele pode evoluir...não é muito melhor que o Anichebe, mas não gosto do Anichebe.

Estou em 11º e 9 pontos nas últimas 13 rodadas serão os suficientes para mim. Pensando na próxima temporada quero contratar Junior Stanislas, que pode vir de graça e André Horta. Será interessante, Coates e Lens voltam mas não sei se irei mantê-los no time. Coates pode ser nosso titular na zaga, mas tem uma cláusula bem baixa e aposto que o Sporting pagará.

edit:

WCfaYYH.png

 

¯\_(ツ)_/¯

Muito boas contratações, mas eu acho que tem zagueiros melhores no Brasil do que o Erazo pelo mesmo valor, tipo o Maicon do SPFC. 

Sobre o jogo: caralho. hahahahah 

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

eYcmP9k.png

Terminamos a temporada mais on fire que a Alicia Keys vencendo sete dos últimos onze jogos, incluindo um belo 4x1 no Chelsea em pleo Stamford Bridge na penúltima rodada. Vai ser difícil superar essa campanha esse ano.

YTn0h9r.png

Na defesa perdi O'Shea, aposentado em fevereiro após lesão, e Denayer, emprestado, mas com um elenco polivalente preferi contratar apenas um zagueiro, Kenneth Omeruo, que é um jogador razoável para compor o elenco. Na lateral-direita eu não iria ficar com o Manquillo que tinha uma cláusula por volta de £12m, mas o Atlético Madrid foi generoso na negociação e ele acabou ficando por menos da metade. Poucos dias antes do começo da temporada, Patrick van Aanholt recebeu uma proposta do Celta e apesar de ter jogado bem preferi vendê-lo por ter dado muita dor de cabeça defensiva com seus fracos atributos mentais. Primeiro alvo para substitui-lo foi Bryan Oviedo do Everton, mas não consegui o visto, logo em seguida considerei o veterano Leighton Baines mas ele acabou pedindo mais que £400mil de salário e eu achei muito absurdo. Então cheguei no terceiro nome, Miiko Albornoz, jogador do Hannover, e ele deve vir por £9m...sinceramente odeio pagar caro em lateral e talvez desista quando for jogar de novo, rs.

No meio campo o primeiro contratado foi o André Horta, que era a grande prioridade da janela. Perdendo Januzaj e Pienaar nas pontas busquei Junior Stanislas de graça como planejado e também meu maior reforço para temporada, Marc Albrighton! Assim que o Leicester foi rebaixado já cheguei como um abutre no elenco deles! Primeiramente tentei Vardy e acertei a contratação dele por £10m mas ele não quis nem conversar! Slimani e Mahrez eram caros demais e então tinha Albrighton e Drinkwater, porém eu precisava mais de um winger e então escolhi o Albrighton, que chega como estrela e num valor até que razoável. Ele pediu pra usar o clube como "ponte" e eu aceitei, um risco aceitável.

Pro ataque fechei com o meu xará Sergio León que foi um dos poucos destaques do rebaixado Osasuña e é um jogador bem interessante que tinha uma cláusula de apenas £2.6m. 

Na desconstrução do Leicester...

Albrighton - Sunderland

Drinkwater - Everton

Huth - Malaga

Vardy - Liverpool

Gray - West Brom

Amartey - Koln

Okazaki - Olympiacos

Mahrez - Milan

Era uma vez um campeão inglês. Fuchs, Slimani, Musa e Schlupp são os próximos a sair. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
(SPFC)Coach
9 minutos atrás, SERGI disse:

eYcmP9k.png

Terminamos a temporada mais on fire que a Alicia Keys vencendo sete dos últimos onze jogos, incluindo um belo 4x1 no Chelsea em pleo Stamford Bridge na penúltima rodada. Vai ser difícil superar essa campanha esse ano.

YTn0h9r.png

Na defesa perdi O'Shea, aposentado em fevereiro após lesão, e Denayer, emprestado, mas com um elenco polivalente preferi contratar apenas um zagueiro, Kenneth Omeruo, que é um jogador razoável para compor o elenco. Na lateral-direita eu não iria ficar com o Manquillo que tinha uma cláusula por volta de £12m, mas o Atlético Madrid foi generoso na negociação e ele acabou ficando por menos da metade. Poucos dias antes do começo da temporada, Patrick van Aanholt recebeu uma proposta do Celta e apesar de ter jogado bem preferi vendê-lo por ter dado muita dor de cabeça defensiva com seus fracos atributos mentais. Primeiro alvo para substitui-lo foi Bryan Oviedo do Everton, mas não consegui o visto, logo em seguida considerei o veterano Leighton Baines mas ele acabou pedindo mais que £400mil de salário e eu achei muito absurdo. Então cheguei no terceiro nome, Miiko Albornoz, jogador do Hannover, e ele deve vir por £9m...sinceramente odeio pagar caro em lateral e talvez desista quando for jogar de novo, rs.

No meio campo o primeiro contratado foi o André Horta, que era a grande prioridade da janela. Perdendo Januzaj e Pienaar nas pontas busquei Junior Stanislas de graça como planejado e também meu maior reforço para temporada, Marc Albrighton! Assim que o Leicester foi rebaixado já cheguei como um abutre no elenco deles! Primeiramente tentei Vardy e acertei a contratação dele por £10m mas ele não quis nem conversar! Slimani e Mahrez eram caros demais e então tinha Albrighton e Drinkwater, porém eu precisava mais de um winger e então escolhi o Albrighton, que chega como estrela e num valor até que razoável. Ele pediu pra usar o clube como "ponte" e eu aceitei, um risco aceitável.

Pro ataque fechei com o meu xará Sergio León que foi um dos poucos destaques do rebaixado Osasuña e é um jogador bem interessante que tinha uma cláusula de apenas £2.6m. 

Na desconstrução do Leicester...

Albrighton - Sunderland

Drinkwater - Everton

Huth - Malaga

Vardy - Liverpool

Gray - West Brom

Amartey - Koln

Okazaki - Olympiacos

Mahrez - Milan

Era uma vez um campeão inglês. Fuchs, Slimani, Musa e Schlupp são os próximos a sair. 

 

hahaah sensacionais teus posts, sério

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI
9 horas atrás, (SPFC)Coach disse:

hahaah sensacionais teus posts, sério

Obrigado! Espero que o save vá bem e eu tenha mais o que contar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

Depois de uma pausa retornei ao save hoje. Começo meio inconstante no campeonato inglês, vencemos dois jogos e perdemos dois. O nosso ataque vem sendo o grande problema. Inclusive todos os jogos foram 1x0! Até um da Copa da Liga acabei vencendo por 1x0. Espero que o time engrene e que eu encaixe um atacante já que Sergio León pouco vem fazendo.

De interessante na janela de transferências, o Leicester, cheio do dinheiro, fez uma proposta de £5m pelo Erazo, recusei...não vou vender meu melhor zagueiro que está no time apenas há seis meses para um clube da Championship! Passa uma semana e lá vem o Leicester de novo, dessa vez com uma proposta chegando em £8.75m com algumas cláusulas e apenas £5m a vista...então pensei um pouco e pedi £15m a vista, eles negociaram e no fim acabei acertando a venda dele por £5m + £10m. Não queria vendê-lo, está jogando muito bem, mas realisticamente é uma proposta que tenho que aceitar, transformar menos de £4m em £15m em tão pouco tempo em um zagueiro de 29 anos, faz sentido! Pra substitui-lo busquei um jogador com a mesma característica para jogar como central com bola, mas apesar de não achar tantas opções... fiquei satisfeito em contratar Timothée Kolodziejczak, o famoso Kolo, junto ao Sevilla por apenas £1.9m. Muito bem aprovado pelos meus olheiros e com esse preço, achei um ótimo negócio. Comparando com o Erazo, ele tem alguns atributos chaves piores como passe, primeiro toque e principalmente compostura, mas compensa com maior determinação, visão de jogo e velocidade. Apesar de não ter tido notas muito altas no Sevilla na última temporada, acho que pode render bem aqui.

DgJqOT7.png

edit:

E a reformulação do Leicester. Slimani não quis nem conversar comigo e vai pro rival :( Pena que o Morgan não ficou. E a contratação aleatória do Rodinei. Só acabaram ficando com Schmeichel e Zieler, o que não faz muito sentido.

WBCiXE9.png

Edited by SERGI

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos_ijui
Em 03/11/2016 at 12:16, (SPFC)Coach disse:

Gostei da narrativa hahaha continua postando

Pra pegar o Sunderland tem de ter coragem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

A saga continua e para minha surpresa o gato preto vem dando sorte e ocupamos a 4ª posição no momento!

OOxH5ix.png

Está tudo embolado e podemos terminar em qualquer posição entre 3º e 9º, mas estou feliz só de estar na "bolha". O time não é o mais constante, mas estamos conseguindo boas sequencias. 

Na janela de transferência de janeiro não mexi muito no time, trouxe Sam Byram do West Ham para substituir meu lateral-direito que foi embora e como maior reforço veio Fabian Delph, do Manchester City. Decidi parar um pouco para estudar o elenco e vi que éramos uns dos piores em liderança e meu adjunto sempre indicava a falta de liderança no grupo, então vi a oportunidade do Delph, encostado no City, para ser nosso grande líder. E em 10 jogos ele não vem decepcionando e vai liderando nosso meio-campo com boas atuações ao lado de André Horta.

HjS3niU.png

Na frente Marc Albrighton vem sendo nosso destaque com 12 gols, incluindo quatro em um mesmo jogo contra o Crystal Palace. Outro nome forte do ataque vem sendo Junior Stanislas, que chegou a princípio para reserva mas virou titular rapidamente, já são 7 gols e 6 assistências.

No lado das decepções, tenho Khazri e Borini. Khazri ainda não balançou as redes e deu apenas 2 assistências, enquanto Borini foi as redes somente duas vezes, e as duas de pênalti. Khazri já havia sido uma decepção na primeira temporada, agora já penso em vendê-lo fim da temporada.

Uma situação interessante que tenho nessa temporada é no gol. Comecei a temporada com Pickford como titular, mas após más atuações decidi apostar em meu reserva Mika e ele não decepcionou, e o time subiu de produção! Então voltei com o Pickford e novamente o time voltou a sofrer muitos gols, e acabei retornando com o Mika que foi titular por alguns jogos até se machucar e Pickford voltar ao gol, porém dessa vez ele voltou jogando bem. Para se ter uma ideia da comparação:

Mika

Jogos: 14 - Gols Sofridos: 10 - Clean Sheets: 6 - Remates Defendidos: 67(87%) - Vitórias: 9

Pickford

Jogos: 21 - Gols Sofridos: 27 - Clean Sheets: 6 - Remates Defendidos: 73(73%) - Vitórias: 8

Pickford venceu menos jogos mesmo jogando 1/3 a mais que o Mika. Acho que é a primeira vez que fica tão claro pra mim no FM como um jogador pode fazer a diferença, e justo o goleiro. Felizmente Pickford mostrou capacidade nos últimos dois jogos e ainda aposto nele para o save, já que é revelado aqui e bom goleiro no papel. Mika pode ter ganho um novo contrato, pois pretendia deixa-lo sair ao final da temporada, mas agora não vejo muito sentido.

Espero terminar a temporada acima do 9º lugar da última temporada já que acho difícil segurar essa vaga na Champions League ou Europa League.

Edited by SERGI

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

Lembram da temporada que o Swansea contrariou todas as apostas e conquistou uma incrível quarta colocação na Premier League? Não, pq o Sunderland superou mais ainda e terminou em terceiro! Com certeza minha melhor temporada em mais de 10 anos jogando FM comparando com a expectativa do começo da época. Fui dar uma olhada e tive que voltar 2 anos para achar a última vez que alguém foi 3º colocado na Premier League com no máximo 65 pontos. Na temporada 97-98 Liverpool foi o 3º com 65. Nesses 20 anos apenas umas quatro ou cinco vezes o 3º fez menos que 70 pontos. Para achar algum terceiro com menos de 65 pontos, tive que voltar para 1990 quando o Tottenham foi 3º com 63. Sou literalmente o pior 3º da era Premier League, mas aceito!

bN2ZAuu.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leho.

Muito bacana a sua trajetória, @SERGI! Parabéns, chapa.

Mostra pra gente aí qual (ou quais) foi sua tática, se teve variações, seu melhor 11 inicial... hahaha alguns detalhezinhos da campanha. Outra pergunta: demorou mt pro teu elenco assimilar a tática e encaixar o jogo como você gostaria?

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

Minha tática nem tem muito segredo, é um 4-1-2-3 simples, acho que acabei mais dando sorte. Na primeira temporada demorou um pouco para engrenar, mas depois que engrenou o time foi constantemente bem. Nas instruções do time a única fixa é "ser expressivo" e o resto eu vario dependendo do adversário e situação. Meu adjunto, glorioso Arbeloa, adora que o time jogue com "desarme agressivo" e sigo as vezes também.

H0rYP7a.png

Individualmente o mais difícil de encaixar foi o atacante solo, que eu SEMPRE tenho dificuldades em torná-lo matador, então eu simplesmente desisti e adotei um falso nove que se envolve mais na criação. Na primeira temporada Defoe foi bem no papel, mas na segunda não aguentou o pique. León sofreu DEMAIS para encaixar, mas no final da temporada jogou demais e terminou o campeonato com 16 gols. Sempre mudo os wingers também, seguindo a melhor qualidade do jogador. Meu segundo meia também muda de instrução dependendo do jogador, prefiro Ndong jogando como um ball winner e o Delph como box-to-box.

Esse também foi basicamente meu "melhor 11" da segunda temporada e será minha aposta para a terceira. Até o momento só contratei Callum Wilson, do rebaixado Bournemouth. Ele foi o artilheiro da Premier League na primeira temporada com 35 ou 36 gols, insano, mas na segunda não chegou aos 10...mas se encaixa perfeito em meu esquema e acho que será uma boa opção ao León. Também negocio com Pedro Obiang, André Carrillo e Rob Holding para fechar o elenco para a temporada. Gostaria de ter visto o Defoe se aposentar aqui, mas nós acabamos batendo cabeça pq ele queria ser titular e depois disse que estava cansado de minhas promessas não cumpridas! Não consegui vendê-lo mas acabei emprestando para o Hajduk. Também emprestei Rodwell e McNair para times da Championship. McNair ainda tenho fé que possa jogar em meu time, mas Rodwell é bem fraco, ainda mais com o movimento preferido de chutes de longe e várias lesões.

Gostaria de fazer uma "contratação de impacto" mas jogar a Champions League infelizmente não atraiu ninguém. Cristian Eriksen foi listado para transferências mas recusou conversar, o mesmo para Elneny do Arsenal. Também tentei alguns jovens que não tiveram espaço temporada passada como Leroy Sané e Sterling no City, mas o City não quis conversar. Meu sonho mesmo era o menino do terrão Malcom, mas o Bordeaux também foi firme em não liberá-lo.

Não vejo a hora de levar algumas pancadas na Champions League!

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

VTlmMeA.png

Fechei as transferências para a temporada, pelo menos se ninguém sair.

Não queria vender o Kolo, mas o safado pediu pra ir pra Roma depois de uma proposta. Pelo menos menos vendi por £20m depois de ter pago £1.9m. Iria trazer Rob Holding para ser o reserva, mas ele já se encaixa bem na função do Kolo, então decidi "promove-lo" e trouxe o japonês experiente Yoshida para a reserva, e até brigar pela vaga. Consegui fechar com Carrillo como planejado mas Obiang preferiu ir pro Swansea(pra ser justo ele receberá £497k lá e aqui iria receber menos de £200k) e então trouxe Elneny, um alvo antigo que não tinha tanto interesse em vir antes mas que mudou de ideia. Talvez ainda perca o Manquillo, Bayern e Milan estão interessados, mas pedirei uma boa grana.

Share this post


Link to post
Share on other sites
tfarina

Vamos lá... meu 1 post no forum, mas nao consigo jogar apenas 1 save e acabo criando varios e jogando 1 temporada com cada....

Geralmente jogo com Everton ou Southampton, mas dessa vez iniciei com o West Ham.Quanto a valores, citarei em Euros sempre

O elenco tem carência de zagueiro e meias (como jogo 4-3-2-1, com 1 meia avançado outro area a area e o terceiro eu uso de acordo com o que tenho no plantel M(C) ou armador recuado), logo, precisava de um meia mais habildoso dos que meus volantes brucutus (Cheikhou Kouyate e Nordveidt) e excesso de atacantes, já que jogo com apenas 1 completo (Zaza, Calleri, Carroll , Ayew e Sakho) e 2 extremos abertos (Feghouli, Lanzini, Michail Antonio e Payet).

Vendi antes de iniciar a temporada Sakho por 18 mi e Kouyate por 14 mi e contratei um zagueiro para ser banco bem caro, Harleen Dean por 7.5 mi. No final da janela de transferência uma surpresa: Peguei Ross Barkley por 35 Mi e já comecei a formar o futuro do time com qualidade. Alem dessas contratações, reformulei toda a comissão técnica devido ao grande número de lesões no início do campeonato.

O time precisa de entrosamento e um pouco mais qualidade para jogar de forma mais ofensiva, precisei alterar meu meia area a area para uma função mais defensiva, até por conta da minha zaga nao ser muito forte e meu time nao ser um primor ofensivo, mas assim, consegui dar consistencia ao time.

Os 3 primeros jogam foram empates, mas a partir da 5 rodada consegui evoluir e atingi o 3 lugar na rodada 16, permanecendo nesta posição por 6 jogos, quando tive uma queda nos último 4: Derrotas por goleada para United e Tottenham, vitória contra Everton e empate com West Brom, caindo para o 7 lugar.

Com muitos atacantes e pouco espaço, na janela de Inverno vendi o Calleri por 4,5 Mi e a diretoria injetou mais dinheiro, onde consegui contratar o Tielemans por 30 Mi, mas veio machucado e ainda nao estreou e o Rabiot por empréstimo. Tentei um zagueiro a qualquer custo para ser titular, mas ou queriam um salário bem acima do que eu poderia pagar ou os valores superava mais de 50 Mi de euros. Vai ficar para a próxima temporada, juntamente com um goleiro melhor.

O time tem 2 jovens que podem vingar: Sam Byram e Reece Oxford, mas preciso ter mais jogadores formados na base e na inglaterra (ate por isso recusei uma proposta por M. Antonio de 35 Mi do Liverpool)

Share this post


Link to post
Share on other sites
P.S.Y.

West Ham precisando de zagueiro quando se tem Ogbonna, Collins, Reid e Oxford/Burke? Eu hein.
Ayew não é atacante, até onde sei.

Share this post


Link to post
Share on other sites
tfarina
23 minutos atrás, PsychShw disse:

West Ham precisando de zagueiro quando se tem Ogbonna, Collins, Reid e Oxford/Burke? Eu hein.
Ayew não é atacante, até onde sei.

Entao, o Ogbonna e Reid são bons, mas não vão me levar a algum lugar ainda, preciso de um titular. Oxford e Burke sao muito inexperientes para assumirem um posto de primeiro reserva, entao emprestei para ganharem um pouco de experiencia e o Collins , alem de velho e bem mediano.

Preciso de um melhor para almejar uma classificação para a Champions League

Ayew não é atacante, mas como já tenho 2 reservas melhores, utilizo ele como atacante depois do Carroll ou dependendo do jogo coloco ele como extremo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
P.S.Y.
1 hora atrás, tfarina disse:

Entao, o Ogbonna e Reid são bons, mas não vão me levar a algum lugar ainda, preciso de um titular. Oxford e Burke sao muito inexperientes para assumirem um posto de primeiro reserva, entao emprestei para ganharem um pouco de experiencia e o Collins , alem de velho e bem mediano.

Preciso de um melhor para almejar uma classificação para a Champions League

Ayew não é atacante, mas como já tenho 2 reservas melhores, utilizo ele como atacante depois do Carroll ou dependendo do jogo coloco ele como extremo.

Se eu fosse você, deixava o Burke e Oxford para jogos em que você é amplo favorito ou jogos das Copas (Inglaterra e da Liga Inglesa). Burke evoluiu mais que o Oxford no meu save anterior no 2016.

Dá pra almejar a UCL com a equipe que tens em mãos e ainda é melhor que a do ano passado. Nem precisava contratar o Barkley, tendo o Lanzini que dá mais mobilidade. 

Compreendo o Ayew como winger, mesmo que ele seja relativamente lento e o prefira mais centralizado, mas como atacante somente se fosse como F9 ou Avançado Recuado com um atacante ao lado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
tfarina
26 minutos atrás, PsychShw disse:

Se eu fosse você, deixava o Burke e Oxford para jogos em que você é amplo favorito ou jogos das Copas (Inglaterra e da Liga Inglesa). Burke evoluiu mais que o Oxford no meu save anterior no 2016.

Dá pra almejar a UCL com a equipe que tens em mãos e ainda é melhor que a do ano passado. Nem precisava contratar o Barkley, tendo o Lanzini que dá mais mobilidade. 

Compreendo o Ayew como winger, mesmo que ele seja relativamente lento e o prefira mais centralizado, mas como atacante somente se fosse como F9 ou Avançado Recuado com um atacante ao lado.

Os 2 estavam jogando pouco, por isso resolvi emprestar, mas eu os considero para virarem titulares com mais experiencia.

Collins e Arbeloa não devo renovar, a nao  ser que consiga reduzir bem os salarios.

O lanzini tem uma característica mais ofensiva, mas lembre que o Barkley e o futuro, tem 23 anos, entao ja vou preparando para as proximas temporadas-

 

Quanto a colocar em jogos piores, venci o chelsea 3 x 1 na final da Copa da Liga e a FA perdi rapido....

 

 

obs: esqeuci de citar: Zaza é fenomeno, 29 gols em 36 jogos, mas tenho que pagar 20 mi pra ficar com ele

Edited by tfarina

Share this post


Link to post
Share on other sites
P.S.Y.
1 hora atrás, tfarina disse:

Os 2 estavam jogando pouco, por isso resolvi emprestar, mas eu os considero para virarem titulares com mais experiencia.

Collins e Arbeloa não devo renovar, a nao  ser que consiga reduzir bem os salarios.

O lanzini tem uma característica mais ofensiva, mas lembre que o Barkley e o futuro, tem 23 anos, entao ja vou preparando para as proximas temporadas-

 

Quanto a colocar em jogos piores, venci o chelsea 3 x 1 na final da Copa da Liga e a FA perdi rapido....

 

 

obs: esqeuci de citar: Zaza é fenomeno, 29 gols em 36 jogos, mas tenho que pagar 20 mi pra ficar com ele

Assim como na vida real, o Arbeloa só foi contratado pra carência que a equipe tem na lateral direita. Não precisa renovar com ele. 
Por mais que eu adore o Collins, os atributos dele estão caindo. Se conseguir um bom preço, pode vender.

Eu acho que foi um bom negócio trazer o Barkley, acho mesmo. O que você pode fazer é centralizar o Barkley lá na frente e usar o Lanzini nas pontas.

Zaza mete muito gol no FM, mas é uma enganação só na vida real. Acho que poderia ter segurado o Calleri, pois lá na frente como um Avançado Recuado poderia até render, segurando a bola pros seus extremos aparecerem e finalizar.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
tfarina
18 minutos atrás, PsychShw disse:

Assim como na vida real, o Arbeloa só foi contratado pra carência que a equipe tem na lateral direita. Não precisa renovar com ele. 
Por mais que eu adore o Collins, os atributos dele estão caindo. Se conseguir um bom preço, pode vender.

Eu acho que foi um bom negócio trazer o Barkley, acho mesmo. O que você pode fazer é centralizar o Barkley lá na frente e usar o Lanzini nas pontas.

Zaza mete muito gol no FM, mas é uma enganação só na vida real. Acho que poderia ter segurado o Calleri, pois lá na frente como um Avançado Recuado poderia até render, segurando a bola pros seus extremos aparecerem e finalizar.

 

Entao, agora tenho Barkley e Tielemans e Noble no meio... vou tentar renovar com Rabiot... ja estou tranquilo...

A vantagem do Arbeloa é experiencia e ele pode jogar na direita e esquerda (valorizo muito isso para um backup).

Contratei um wonderkid mexicano Hirving Lozano, para ficar no lugar do ayew que vou vender e o lateral portugues Rafa Soares. Agora preciso valorizar o Masuaku para vender e um zagueiro top pra titular.

 

Acabei de vencer a Roma pela Euro League, 3 x 0 e 3 x 3 .... Zaza fez 4 na serie e ainda eprdeu 1 penalti

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
SERGI

Zaza é bem bom, ele foi um dos líderes de assistências da liga na primeira temporada e sempre joga bem contra meu time. Sempre tenho problemas com o West Ham. Sempre apanho do Payet.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Tsuru
      By Tsuru
      Durante a pesquisa para o save do Druida, me deparei com o lema oficial de Gales, “Cymru Am Byth” (se lê “Kimiru Am Bith”) que quer dizer “País de Gales para sempre” (Wales Forever) ou “Vida longa ao País de Gales” (Long Live Wales). Na ocasião eu li erradamente “Galês para sempre” (que em inglês seria “Welsh Forever”), e apesar de estar incorreto - porque originalmente o lema se refere ao país e não à nacionalidade - a ideia ficou na minha cabeça como uma espécie de conceito de fidelidade à nacionalidade em questão.
      Na época li que as maiores equipes de Gales jogam há muitos anos na pirâmide inglesa e que decidiram permanecer assim mesmo após a criação da liga galesa, em 1992 (eu sinceramente não os culpo). Isso gera uma inusitada situação de mais de um time de um país atuando em outro (são quatro na db oficial do FM, mas soube que há outros em divisões ainda mais baixas). E por fim, pesquisando sobre experiências de jogadores com essas equipes no FM, achei no fórum oficial um jogador que decidiu criar uma espécie de “Athletic Bilbao inglês”, com a regra de contratar apenas jogadores galeses (https://community.sigames.com/forums/topic/438707-fm-18-wrexham-the-welsh-red-dragons/?tab=comments). 
      Eu adorei e percebi que ele estava basicamente materializando em um save o conceito de “Galês para sempre”. A ideia ficou guardada no porão (porque a gaveta já estava cheia delas) e ao pensar em qual save seria o primeiro no FM 21, foi a que mais me empolgou. Não só pelo desafio em si, mas por misturar uma série de elementos que eu não costumo utilizar nos meus saves, permitindo fazer mesmo algo diferente do meu usual. Entre eles estão restrição de contratações, desenvolvimento da base (que aqui vai acabar tendo papel fundamental) e o sistema que batizei de “Cafundó League”, aquele que você pega um time de uma divisão ali perto do Pré-Sal e segue nele até o mais alto possível. Eu pensei em fazer mais uma coisa diferente que seria jogar a primeira temporada antes de postar, mas empolguei e decidi compartilhar de uma vez.
      Por fim, temos a escolha do clube. Eu considero que o “nível fácil” desse desafio (isso existe?) é com Swansea e Cardiff, times maiores, com mais dinheiro e estrutura, que militam na segunda divisão e já possuem boa parte de seu elenco nacionalizada. O “nivel médio” seria com o Newport County, hoje na League Two, a quarta divisão, com um elenco com bom número de galeses mas menos estrutura e recursos do que os outros dois. E o “nível difícil” é com o Wrexham, que há algum tempo milita na Football League, quinto escalão inglês, e que por seu natural estado de penúria, contrata o que é possível (não devem nem olhar o nome do sujeito, imagina onde o cara nasceu).
      Um deles eu já queria treinar desde que fiz a entrevista aqui no PM, e foi uma escolha natural. Ok, pelo banner já dava para saber, mas quis explicar assim mesmo. Hahahaha
       

       
      Fundado em 1864, o Wrexham Association Football Club (galês: Clwb Pêl-droed Cymdeithas Wrecsam - tente dizer isso rápido três vezes!) é o mais antigo do País de Gales e se define como o terceiro clube mais antigo do mundo (embora esse critério possa ser variável), sendo inclusive membro do Club of Pioneers. O nome é uma homenagem à cidade natal, Wrexham, próxima a locais de muita tradição no futebol como Liverpool e Manchester. E a equipe é conhecida como The Red Dragons, provavelmente por utilizar em seu escudo dois dragões semelhantes aos da bandeira do País de Gales.
       

       
      O time manda seus jogos no Racecourse Ground, a arena internacional mais antiga do mundo que ainda recebe jogos internacionais. Ela foi aberta em 1807, sendo que recebe jogos de futebol desde 1864, e o recorde de público foi estabelecido em 1957, quando o Wrex sediou uma partida contra o Manchester United diante de cerca de 35 mil espectadores. 
       

       
      Após iniciarem a vida esportiva disputando competições locais em sua terra natal, os Red Dragons entraram para a pirâmide inglesa em 1905, na Liga de Birmingham e Distrital. Em 1958 o campeonato inglês foi reorganizado e o Wrex foi para a terceira divisão, de onde oscilou desde a segundona (em fins dos anos 70), o mais alto que já chegou, e flutuou daí para baixo até o quinto escalão, a partir de 2008, quando não conseguiu mais ser promovido. 
      Depois de algumas décadas sendo administrado por um fundo de torcedores, em novembro de 2020 o clube foi vendido aos atores hollywoodianos Ryan Reynolds (o Deadpool - que aliás tem um ótimo gosto para esposas) e Rob McElhenney. Isso ocorreu depois do fechamento da db do FM, o que significa que o 21 é o último com os Red Dragons ainda sob propriedade dos seus adeptos e iniciando em dezembro de 2019 sem investidores externos (embora eu não saiba se isso vai mudar no update final).
      Em termos de títulos, o Wrexham venceu a Copa Galesa 23 vezes - o que permitiu algumas participações na antiga Taça dos Vencedores das Taças -, ganhou o FA League Trophy em 2005 e o FA Trophy em 2013, além de ter 11 títulos da FAW Premier Cup, torneio que reunia os outros galeses que jogam na Inglaterra.
      Apesar de existirem naturalmente rivalidades locais entre as equipes de Gales, os maiores rivais do Wrexham são três ingleses, nos chamados Derbies Transfronteiriços: Shrewsbury Town, Tranmere Rovers e o arquirrival Chester. Separados por apenas 20 km, Wrexham e Chester fazem um duelo muito nervoso, marcado por uma rivalidade bastante agressiva e um clima de guerra (no campo e em volta dele).
       

       
      Jogadores que atuaram em um ou nos dois clubes dizem que é tão intenso quanto Arsenal vs Spurs, parecendo um verdadeiro confronto Inglaterra x País de Gales. Outra curiosidade é que o estádio do Chester, o Deva, transpassa a fronteira e seu campo está localizado totalmente em Gales - o que meio que faz dele um time inglês que joga no país vizinho (!).
      No FM o Chester está uma divisão abaixo, portanto caso esse encontro aconteça de forma oficial, deve ser mais adiante no save. Enquanto isso penso em criar uma copinha chamada Cross Border Trophy com o Wrex e os três rivais, vamos ver se eles topam.
       

       
      Contratar apenas jogadores de nacionalidade galesa; Contratar apenas equipe técnica de nacionalidade galesa.  

       
      Conquistar a Premier League; Conquistar uma copa inglesa; Conquistar um torneio europeu; Ter pelo menos um jogador formado no clube convocado para a seleção galesa; Ter instalações de primeiro mundo em todos os níveis; Entrar para a lista dos 10 times mais ricos da Europa.  

       
      Criei um personagem fictício chamado Oliver Jones para ser o treinador, mas decidi não arriscar nessa parte e deixei as licenças de acordo com o que o jogo sugeria, apenas dando maior foco ao desenvolvimento de formação.
       

       
      Para me dar mais opções em termos de jogadores, ativei as cinco divisões de Gales utilizando o update do Timo e personalizei a database. A opção por incluir as primeiras divisões de outros países foi para deixar o save mais realista quando o Wrexham começar a subir um pouco mais na pirâmide.
       

       
      Depois que iniciei eu me dei conta que deveria ter carregado Escócia e Irlanda, onde certamente há galeses jogando. Adicionei as duas nos primeiros dias de jogo e elas estarão disponíveis a partir da próxima temporada, porém a Irlanda do Norte acabou ficando de fora por limitações de hardware.
    • Banton
      By Banton
      CURIOSIDADES & DESAFIOS:
      Desde a "Era Premier League" fundada em 1992-1993, nenhum dos técnicos campeões eram ingleses e Sir Alex Fergunson (o maior campeão da liga desde que foi criada) nasceu na Escócia.
      Inspirado no desafio Zemanlandia, o nosso desafio leva o nome de "O novo Brian Clough" e a sua missão é ser o primeiro técnico nacional a conquistar a liga desde a sua criação. E aí, topa encarar?
      Para ficar algo mais realista, você pode escolher um ex-jogador inglês, filho de algum jogador/técnico aposentado há muito tempo. Ou então usar a sua imaginação para criar esse "novo Brian Clough"; mas lembre-se: tem que ter a nacionalidade inglesa. Darei sugestões mais abaixo de alguns jogadores aposentados/ativa. Você poderá gerir qualquer equipe, menos: Arsenal, Blackburn, Chelsea, Leicester, Liverpool, Manchester United e Manchester City. Pois estes clubes já foram campeões da Premier League. INDICAÇÕES DE LEITURA:
      A carreira de Brian Clough Os "imigrantes" ingleses O primeiro jogo de Sir Alex Ferguson Blackburn: o primeiro Leicester da Premier League UMA NOVA CARREIRA:
      Curtiu a dica? Procurando por mais desafios? Clique aqui e conheça a história de outros clubes espalhados pelo mundo.
    • Leho.
      By Leho.
      📅 Hoje, 19/07
      ⏰ às 14h00 (Brasília)
      📺 DAZN
      🏟️ Wembley Stadium

    • Leho.
      By Leho.
      📅 Hoje, 18/07
      ⏲️ às 15h45 (Brasília)
      📺 DAZN
      🏟️ Wembley Stadium

       
      (Escalações só mais próximo da bola rolar...)
    • Lowko é Powko
      By Lowko é Powko
      Vi um vídeo ontem e decidi trazer a discussão pra cá. Ferdinand, Lampard e Gerrard discutem sobre porque a seleção inglesa não foi mais longe com a qualidade que possuía. A explicação deles, por cima, é que não havia um laço tão forte entre os jogadores que atuavam por clubes e não tinham crescido juntos nas seleções de base do país, além de uma forma de jogar antiquada que não aproveitava o que de melhor a seleção oferecia, seu meio de campo.

       
      Em 2004, na Euro, o treineiro era o sueco Sven-Göran Eriksson, e o time se organizava assim:

      Caiu nas quartas de final após uma derrota nos pênaltis para Portugal, que acabou como vice-campeão.
      Em 2006, na Copa do Mundo, cai novamente para Portugal, nas quartas e nos pênaltis. O 4-4-2 básico se manteve,, com a formação sendo mais ou menos essa:

      E em 2010, sob Fabio Capello, a Inglaterra quase não passou da fase de grupos, apenas para ser goleada pela Alemanha nas oitavas.
       
      E aí, o que vocês acham?
×
×
  • Create New...