Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

ggpofm

O que é LLM (Lower League Management)?

Recommended Posts

ggpofm

l8e4bRE.png

 

O que é LLM (Lower League Management)?
por ggpofm


O Lower League Management (LLM) é um dos vários estilos de se jogar o Football Manager (FM). Equivocadamente, muitos pensam que jogar o LLM se limita à escolha de um clube da última divisão de um país. O LLM é muito mais que isso. A proposta principal do LLM é ser o mais realista possível dentro do que é possível com o FM.

No LLM não há regras, mas há diretrizes que devem norteá-lo durante um save. Se você quiser se tornar um LLaMa, ou seja, um jogador do estilo LLM, você precisará renunciar a certos comportamentos e abraçar o espírito LLM.

Para abraçar a causa LLM, lembre-se que você terá que abandonar vários comportamentos que para os LLaMas são incompatíveis com o espírito LLM. Usar listas de jogadores para contratar e frequentar tópicos com dicas sobre quais jogadores contratar são alguns desses hábitos a serem abandonados. O mesmo tipo de comportamento também deve ser adotado no que se refere ao membros de uma comissão técnica. Usar táticas feitas por outras pessoas também devem ser abandonadas e frequentar tópicos com explicações, debates e dicas táticas também. Usar algum esquema de treinamento feito por outra pessoa também está fora de cogitação. O uso de editores para descobrir informações ocultas e para alterar dados do jogo é completamente abominado pelos LLaMas. Nunca explore as falhas conhecidas do jogo. E por último: nunca feche o FM sem salvar o que está sendo jogado.

A maior parte das informações abaixo foram compiladas em 2006 a partir de um texto que existia no fórum da Sports Interactive Games (SI Games ou SI) e atualizadas com o passar dos anos e o lançamento das novas edições do FM. Como não há um fórum ou site que seja o responsável oficial pelo estilo LLM, as diretrizes podem ser diferentes e até contraditórias dependendo da fonte de informação pesquisada.

Como foi dito, jogar o Lower League Management (LLM) é mais do que apenas jogar com um clube de divisões inferiores. O princípio básico do LLM é tentar ser o mais realista possível dentro das possibilidades do FM e isso acaba tornando o gerenciamento de um clube mais difícil do que jogar sem as diretrizes do LLM. Lembre-se: o objetivo do LLM não é tornar o jogo mais difícil, mas torná-lo mais realista.

Diretrizes

1. Updates oficiais

Essa é a diretriz mais básica no LLM: o Football Manager é um jogo da SI Games. Faça a instalação dele, aplique o último patch oficial da SI, escolha um clube da última divisão de um país e jogue. Isso significa dizer que não é permitido o uso de updates que não tenham sido criados pela equipe da SI. A razão para isso é que jogar LLM é jogar FM da forma mais realista possível e isso significa confiar nas informações fornecidas pela SI como sendo a melhores que você poderá ter.

O uso de updates não-oficiais, mesmo quando parecem confiáveis, significa que foram produzidos por pessoas que podem ter sido tentadas a dar vantagens/desvantagens para seu clubes e/ou jogadores favoritos ou odiados. Isso não é benéfico ao jogo.

O uso de editores oficiais ou não que revelam dados ocultos dos jogadores ou que permitem a mudança de qualquer dado do jogo é expressamente repudiado pelo estilo LLM.

2. Ligas editadas

Desde a criação do editor oficial de ligas no FM12, muitas ligas alternativas surgiram. Algumas dessas ligas procuram reproduzir com o maior realismo possível a estrutura de uma liga, seja no que diz respeito ao formato e regras das competições, seja em outros aspectos, como por exemplo, as finanças. Outras ligas não são tão fiéis ao princípio do realismo.

Durante vários anos, o uso de qualquer tipo de liga feita no editor oficial foi repudiado pela comunidade LLM. Com toda certeza, muitos ainda continuam sem aceitar o uso de ligas que não sejam aquelas que estão originalmente no FM, mas recentemente, depois de um debate, a área de LLM do Fórum da SI Games resolveu aceitar o uso dessa ligas feitas com editor oficial, mas com ressalvas, pois essas ligas editadas precisam seguir o princípio do realismo. Sendo assim, o uso de ligas editadas em um LLM deve ser feito com moderação.

3. Nível de experiência do treinador

O FM está sempre em mudança e a mais recente, surgida com o FM15 é a que define as qualificações do treinador e a experiência anterior do treinador como jogador. Escolha a menor possível em ambas opções.

4. Contratação de jogadores

Contratar jogadores conhecidos é totalmente contrário ao espírito LLM, ou seja, não contrate jogadores sugeridos por outras pessoas ou que você treinou em outro save. Também não use a tela de pesquisa do jogador para procurar jogadores. Você pode alegar que os treinadores podem usar a internet para encontrar jogadores sem precisar sair de casa, mas mesmo com a internet não há nada que forneça o volume de informações que a pesquisa do FM pode fornecer.

Se você quer ser realista, use apenas seus olheiros para procurar jogadores. Envie-os para observar um país ou uma competição e use essa lista de jogadores encontrados para selecionar os jogadores que mais lhe interessam.

Você também pode encontrar jogadores através das notícias que recebe e aí basta observá-los por meio de seu olheiros. Se você enfrentou uma equipe adversária, você também poderá pedir aos seus olheiros observarem determinados jogadores.

Recomendações de seus próprios jogadores, dos membros da comissão técnica e de agentes de atletas também podem ser observados por seus olheiros. Se um jogador está sem contrato e você não pode observá-lo, é possível oferecer um teste para analisá-lo de perto.

A exceção são os empréstimos. Com eles você poderá usar o menu de pesquisa usando os filtros para jogadores disponíveis para empréstimo. Alguns jogadores de LLM pensam que o mais correto é contratar por empréstimo apenas jogadores analisados por seus olheiros.

5. Contratando de membros para a comissão técnica

Jogadores de LLM só assinam contratos com membros da comissão técnica que falam a mesma língua do país do clube que você dirige. A única exceção são os olheiros. Como eles não precisam conversar com os jogadores que estão observando, eles podem confiar unicamente em sua capacidade de observar as habilidades e deficiências para identificar algum jogador de valor.

Para contratar membros para sua comissão técnica você deverá colocar um anúncio no “Centro de Emprego” e esperar pelo interesse desse tipo de profissional. Você também poderá contratá-los usando os conselhos de outros membros de sua comissão técnica e até de jogadores de seu elenco.

6. Tela de transferências

Os jogadores de LLM mais rígidos nunca tentariam assinar um contrato com um jogador pelo simples fato de ele aparecer livre na lista de transferências porque tal lista não existe na vida real. Logicamente é possível encontrar esse tipo de informação sobre os jogadores na imprensa, na internet, etc. No entanto, um treinador não tem na vida real uma tela com uma lista de transferências como o FM tem.

Os jogadores de LLM menos rígidos usam o menu de transferências identificando os jogadores livres e enviando seus olheiros para observarem os jogadores, assinando com eles ou não, depois que seus olheiros obtiverem informações sobre os jogadores observados.

7. Tática

A melhor forma de começar é com uma tática que venha com o jogo e alterar a formação, segundo suas necessidades, dando instruções para equipe e/ou individuais baseadas nas vantagens ou desvantagens de seu elenco. Não use táticas de outras pessoas e nem as táticas desenvolvidas por você. A idéia do LLM é encontrar seus erros por meio das dificuldades que você enfrentar. Usar as idéias de outros não é o espírito LLM.

8. Parcerias entre clubes

As parecerias entre clubes acrescentaram um problema adicional para quem joga LLM por conta dos benefícios que ela pode gerar para o clube que você dirige. Muitos LLaMa pensam que parcerias com um clube-pai deveriam ser totalmente evitadas, cancelando-as imediatamente, principalmente no Reino Unido e Alemanha, onde esse tipo de relação entre clubes não é permitida. No entanto, não há um consenso entre quem joga o LLM e nesse caso a sugestão é manter as parcerias no limite do aceitável, principalmente no que diz respeito aos empréstimos de jogadores do clube-pai. A dica é sempre manter as coisas em limites realistas.

Agora, você já está pronto para jogar um save no estilo LLM ou se tornar um LLaMa, caso queira se envolver unicamente com o estilo LLM. Caso se interesse de fato pelo LLM, acesse o Lower League Manager.com.

 

Download do texto em pdf

Esse texto foi publicado anteriormente na Central de Informações do "Profissão: Manager"

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Apesar de já ter lido algumas coisas sobre o assunto, nunca joguei dessa maneira. Com os textos, confesso que bateu uma vontade de tentar o desafio.

Valeu por compartilhar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bruno introvertido

Legal ver este conteúdo sendo postado fora do PM.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
14 horas atrás, vinny_dp disse:

Apesar de já ter lido algumas coisas sobre o assunto, nunca joguei dessa maneira. Com os textos, confesso que bateu uma vontade de tentar o desafio.

Valeu por compartilhar.

Eu, particularmente, acho tudo muito rígido. Mas não há dúvida que torna tudo mais desafiante.

10 horas atrás, bruno introvertido disse:

Legal ver este conteúdo sendo postado fora do PM.

Valeu, Bruno.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Perissé

Já joguei um save seguindo o espírito LLM, muito interessante. Ótimo texto, @ggpofm!

Share this post


Link to post
Share on other sites
baltazar

Excelente tópico Gilson, depois do desafio de jovens, venho pensando em tentar um save de LLM puro pra ver como me saio. Gostaria até de discutir algumas dessas citações.

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

Contratar jogadores conhecidos é totalmente contrário ao espírito LLM, ou seja, não contrate jogadores sugeridos por outras pessoas ou que você treinou em outro save. Também não use a tela de pesquisa do jogador para procurar jogadores. Você pode alegar que os treinadores podem usar a internet para encontrar jogadores sem precisar sair de casa, mas mesmo com a internet não há nada que forneça o volume de informações que a pesquisa do FM pode fornecer.

Se você quer ser realista, use apenas seus olheiros para procurar jogadores. Envie-os para observar um país ou uma competição e use essa lista de jogadores encontrados para selecionar os jogadores que mais lhe interessam.

Está ai algo que ainda n tentei, usar somente olheiros pra contratar, ainda é algo que não uso muito, pq sempre temos no início de jogo aqueles jogadores que sabemos que rende devido a dicas de outros jogadores/listas ou saves anteriores. Além disso, uso muita a pesquisa filtrando jogadores por atributos, o que é irreal, e até por isso fica a pergunta, usar o filtro de atributos nos relatórios de olheiros não seria contra o LLM? No caso vc teria que se basear somente nas "estrelas de capacidade/potencial" para contratar ou não?

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

A exceção são os empréstimos. Com eles você poderá usar o menu de pesquisa usando os filtros para jogadores disponíveis para empréstimo. Alguns jogadores de LLM pensam que o mais correto é contratar por empréstimo apenas jogadores analisados por seus olheiros.

Dependendo da resposta da minha pergunta, então usar o filtro para separar jogadores listados para empréstimo nos relatórios dos olheiros é legal no LLM? Eu acho irreal, afinal, não temos filtros na vida real, o correto seria ver os jogadores que vc tem interesse, e caso ele esteja listado para empréstimo vc tentaria pegar emprestado, caso contrario, vc veria se tem condição de pagar pelo passe, se não botaria na lista preferencial para acompanhar o jogador pra caso aparecer uma oportunidade de contratação definitiva/por empréstimo vc não perder a chance. Os clubes costumam fazer bastante isso, criar uma lista de jogadores observados e que interessam ao clube mas que não são viáveis naquele momento, mas poderiam ser no futuro.

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

Usar táticas feitas por outras pessoas também devem ser abandonadas e frequentar tópicos com explicações, debates e dicas táticas também.

Quando estou em um save e passo por dificuldades, é o que mais faço, e como dizem na vida real, tento me "reciclar" e aprender algumas coisas novas e as vezes reaprender as que acabo esquecendo, o que é normal devido a correria do nosso dia a dia, e as vezes por não jogar somente o FM. Então jogar sem poder consultar nenhum material caso surgissem dúvidas ou algum problema, seria desafiante, apesar de achar que isso ficou meio subentendido, pois ler um manual tático em que explica as diversas instruções, mentalidades, formações, e de como funcionam no jogo, etc é normal, pois ninguém conseguiria ir bem com zero de conhecimento de como cada coisa é executada pela IA dentro da ME, pois as vezes vc está fazendo algo achando que na ME seria executada de um jeito, quando na verdade é totalmente diferente, apesar de que dentro do jogo as dicas já são bem intuitivas, mas msm assim, não deixa de ter certa complexidade. Agora debater com alguém sobre sua tática em um fórum, o porque ela não funciona, pegar conselhos e ou pedir ajuda, bem como também ir em um tópico em que explicaria por exemplo, como fazer uma tática de posse/contra-ataque, ou falar de como aproveitar certos bugs, usar instruções de bolas paradas que são mais efetivos feitos por terceiros, etc, isso que pra mim quebraria as regras do LLM, enfim, só uma opinião.

Mas no final não deixa de ser interessante esse método empírico, aprender com as experiências é muito prazeroso, ainda mais pra quem é um bom observador. Agora quem é mais "distraído" como eu e nas vezes se perde nos lances por pura falta de atenção, ou por estar com a cabeça em outro lugar ( pensando nas tarefas q tem q fazer/etc ), as coisas ficam bem mais difíceis. hehe

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

A melhor forma de começar é com uma tática que venha com o jogo e alterar a formação, segundo suas necessidades, dando instruções para equipe e/ou individuais baseadas nas vantagens ou desvantagens de seu elenco. Não use táticas de outras pessoas e nem as táticas desenvolvidas por você. A idéia do LLM é encontrar seus erros por meio das dificuldades que você enfrentar. Usar as idéias de outros não é o espírito LLM.

Sempre busco algo pra me inspirar na hora de começar um save, como por exemplo, encaixar uma tática que tenho lido mais recentemente, que é o Gegenpressing do Klopp, enfim, isso acaba influenciando bastante no jogo, e não deixa de ser uma verdade que acabamos não colocando nossas "ideias" em prática, e mesmo que elas sejam loucas, como por exemplo, tentar jogar "sem zagueiros", não saberemos nunca se vai funcionar se não tentarmos, e é assim a realidade de um técnico. Fora também a questão de no início do trabalho, ter que adaptar a tática ao elenco, e não o contrário, já que só a longo prazo que vc poderia começar a por suas ideias em prática com as contratações. Por isso é algo bem interessante pra ser feito.

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

Jogadores de LLM só assinam contratos com membros da comissão técnica que falam a mesma língua do país do clube que você dirige

Fiz isso no último save q postei na área, e não é fácil ter um staff bom com todos falando a língua do país do clube, só que como fiz na Inglaterra, temos muitos que dominam o Inglês ou falam ao menos o básico, o q tornou a tarefa mais tranquila, agora se for um país com um idioma pouco falado, é bem complicado, hehe.

Não sei bem como funciona a parte de anúncios de emprego no FM, mas vc saberia me dizer se os que se interessam ao cargo são os que falam a língua do clube do país, ou é geral, com qualquer um podendo se candidatar. Nunca parei pra observar isso, até pq como disse, uso muito a pesquisa.

Outra coisa, se o membro a ser contratado fala o básico do Idioma, está dentro da regra, certo? Hehe, até porque, uma das novidades do FM é vc mandar para um curso de línguas, e até por isso acho que essa regra talvez poderia até acabar sendo deixada um pouco de lado, tendo talvez algumas exceções a serem impostas, como por exemplo, ter um contrato com um certo tempo limite ( 1/2 anos ), em que dentro desse tempo, ele tivesse que dominar o idioma, e caso não conseguisse, não teria o contrato renovado por esse motivo. Enfim, é algo que eu acredito estar compatível com a realidade, ainda mais que muitos clubes tem diversos recursos para ajudar na adaptação de qualquer um que seja contrado.

 

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

Os jogadores de LLM mais rígidos nunca tentariam assinar um contrato com um jogador pelo simples fato de ele aparecer livre na lista de transferências porque tal lista não existe na vida real. Logicamente é possível encontrar esse tipo de informação sobre os jogadores na imprensa, na internet, etc. No entanto, um treinador não tem na vida real uma tela com uma lista de transferências como o FM tem.

Os jogadores de LLM menos rígidos usam o menu de transferências identificando os jogadores livres e enviando seus olheiros para observarem os jogadores, assinando com eles ou não, depois que seus olheiros obtiverem informações sobre os jogadores observados.

Isso é algo bem legal. E para complementar, vc teria as lista preferenciais com os jogadores observados no decorrer do save, sabendo assim quando poderiam assinar um pré-contrato ou ficassem livres. 

Em 12/02/2016 at 20:01, ggpofm disse:

As parecerias entre clubes acrescentaram um problema adicional para quem joga LLM por conta dos benefícios que ela pode gerar para o clube que você dirige. Muitos LLaMa pensam que parcerias com um clube-pai deveriam ser totalmente evitadas, cancelando-as imediatamente, principalmente no Reino Unido e Alemanha, onde esse tipo de relação entre clubes não é permitida. No entanto, não há um consenso entre quem joga o LLM e nesse caso a sugestão é manter as parcerias no limite do aceitável, principalmente no que diz respeito aos empréstimos de jogadores do clube-pai. A dica é sempre manter as coisas em limites realistas.

Sou também favorável a essa opção, até porque clubes pegam jogadores emprestados, bem como também emprestam vários jogadores pra outros clubes, o que se fosse levado ao pé da letra, também faria com que ter clubes satélites seja contra a regra, pois eu poderia mandar vários jogadores para um clube, mas não poderia pegar emprestado de outro, isso não seria realista. Com exceção de países com regras, o certo é ter bom senso, assim como não pegar muitos jogadores emprestados de um só clube, não mandar vários jogadores encostados somente para um clube satélite. A questão aqui que vejo, é que por exemplo, ter um elenco somente com emprestados, facilitaria as coisas pra vc e poderia deixar o clube em um boa situação financeira caso pague somente uma parte ou nenhuma dos salários dos emprestados, e assim deixaria o jogo mais fácil, mas dizer que isso é irreal pra todos os países não seria verdade, porque cada um tem suas regras, no Brasil por exemplo, não é difícil ver clubes com boa parte, se não todo o elenco formado por jogadores emprestados.

 

Enfim, jogar nos moldes do LLM, apesar de alguma regras serem como vc mesmo disse no comentário anterior, bem rígidas, não deixa de ser um desafio muito interessante de ser tentado. Tentei fazer algo parecido em um save aqui na área, inclusive acabei até desistindo logo no começo por problemas na época, nos quais nem me lembro bem, e até por isso estou pensando em tentar novamente postar um save neste estilo que faria seguindo regras do LLM, ou ao menos boa parte delas. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
10 horas atrás, baltazar disse:

Excelente tópico Gilson, depois do desafio de jovens, venho pensando em tentar um save de LLM puro pra ver como me saio. Gostaria até de discutir algumas dessas citações.

Valeu pelo elogio. Só resolvi postar o texto que está no "Profissão: Manager" por achar que o autor do outro texto que o @Johann Duwe traduziu e postou se equivoca ao falar de LLM e por isso resolvi fazer o contraponto com as diretrizes do LLM.

Antes de qualquer coisa, eu também ouvi falar de Lower League Management (LLM) pela 1ª vez quando comecei a jogar FM (eu não joguei o CM) e comecei a participar do fórum no final de 2004. E pelos debates fiquei sabendo que jogar com um time pequeno da última divisão de um país não é LLM, pois LLM é uma forma diferente de se jogar e que envolve uma série de "regras". Sem essas regras não há LLM.

Na minha opinião, o LLM é muito ortodoxo e se antes de 2004 ele fazia algum sentido ao proclamar que as funcionalidades do FM deixavam a vida do manager irreal e que o LLM transformava o FM em algo mais realista, com o passar dos anos, as funcionalidades do jogo e a realidade se aproximaram de tal forma que muitas vezes é o jogo que alimenta a realidade, como por exemplo, quando os clubes passaram a comprar a base de dados do FM para descobrirem jogadores ou quando redes de TV usam os atributos dos jogadores do FM para comparar dois jogadores, como isso aconteceu na Inglaterra. Ou ainda, a Prozone e a SI se unindo para trocar informações.  O que é real? O que é jogo?

Não sei o motivo, mas o fato é que o estilo LLM está desaparecendo, talvez por ter se tornado anacrônico e me surpreende ver esse termo aparecer no fórum novamente, depois de tanto tempo. Quando eu revi esse texto no final de 2014, a discussão no fórum da SI era, entre outras, se deveria continuar existindo uma área específica para LLMs e a decisão foi pelo fim.

Nunca fui fã do estilo LLM, ainda mais da forma como eles exigiam de quem postasse tópicos de um save, sem imagens, sem nomes de jogadores, sem explicações táticas. Apenas texto. Mesmo assim, com o passar dos anos fui utilizando algumas de suas diretrizes em meus saves, mas nunca chamando-os de LLM.

Vamos aos seus comentários, eu negritei algumas partes que você escreveu.

10 horas atrás, baltazar disse:

Está ai algo que ainda n tentei, usar somente olheiros pra contratar, ainda é algo que não uso muito, pq sempre temos no início de jogo aqueles jogadores que sabemos que rende devido a dicas de outros jogadores/listas ou saves anteriores. Além disso, uso muita a pesquisa filtrando jogadores por atributos, o que é irreal, e até por isso fica a pergunta, usar o filtro de atributos nos relatórios de olheiros não seria contra o LLM? No caso vc teria que se basear somente nas "estrelas de capacidade/potencial" para contratar ou não?

Já faz tempo que uso apenas olheiros para contratar. Além disso, uso a máscara de atributos para dificultar ainda mais. Isso reduz enormemente a quantidade de jogadores disponíveis e consequentemente a qualidade deles. A ideia dos LLaMas é que se você começa um save na 6ª divisão inglesa não teria como conhecer jogadores disponíveis no Brasil ou na Turquia para contratá-los. Usando a pesquisa do FM, isso é possível, Nesse caso, o impedimento seria a reputação do clube e o salário. Eles não consideram que usar o filtro de atributos nos jogadores observados pelos seus olheiros seja contra o espírito LLM. É como se seus olheiros tivessem feito as observações e a partir daí selecionassem características desejáveis para sua equipe. Você também pode contratar um jogador que você conheça, desde que envie um olheiro para observá-lo antes.

Quando nos FMs antigos não havia área de observação, era possível enviar um olheiro para qualquer lugar do mundo, uma das regras do LLM era enviar olheiros apenas para áreas correspondentes à reputação do clube. Quando o FM implantou a área de observação, a necessidade dessa regra acabou, pois o jogo passou a fazer isso automaticamente.

 

10 horas atrás, baltazar disse:

A exceção são os empréstimos. Com eles você poderá usar o menu de pesquisa usando os filtros para jogadores disponíveis para empréstimo. Alguns jogadores de LLM pensam que o mais correto é contratar por empréstimo apenas jogadores analisados por seus olheiros.

Como eu disse no texto, não há um site unificador das regras do LLM. E isso ocasiona falta de consenso sobre algumas diretrizes como é o caso do empréstimo. Se eu fosse jogar um LLM, só procuraria jogadores nos jogadores observados pelos meus olheiros. Mas novamente eu pergunto, não sabemos diariamente quais são os jogadores que não serão utilizados em um clube por decisão da diretoria e/ou de um treinador, não dá para imaginar que eles poderão ser emprestados a outros clubes?

 

10 horas atrás, baltazar disse:

Quando estou em um save e passo por dificuldades, é o que mais faço, e como dizem na vida real, tento me "reciclar" e aprender algumas coisas novas e as vezes reaprender as que acabo esquecendo, o que é normal devido a correria do nosso dia a dia, e as vezes por não jogar somente o FM. Então jogar sem poder consultar nenhum material caso surgissem dúvidas ou algum problema, seria desafiante, apesar de achar que isso ficou meio subentendido, pois ler um manual tático em que explica as diversas instruções, mentalidades, formações, e de como funcionam no jogo, etc é normal, pois ninguém conseguiria ir bem com zero de conhecimento de como cada coisa é executada pela IA dentro da ME, pois as vezes vc está fazendo algo achando que na ME seria executada de um jeito, quando na verdade é totalmente diferente, apesar de que dentro do jogo as dicas já são bem intuitivas, mas msm assim, não deixa de ter certa complexidade. Agora debater com alguém sobre sua tática em um fórum, o porque ela não funciona, pegar conselhos e ou pedir ajuda, bem como também ir em um tópico em que explicaria por exemplo, como fazer uma tática de posse/contra-ataque, ou falar de como aproveitar certos bugs, usar instruções de bolas paradas que são mais efetivos feitos por terceiros, etc, isso que pra mim quebraria as regras do LLM, enfim, só uma opinião.

Mas no final não deixa de ser interessante esse método empírico, aprender com as experiências é muito prazeroso, ainda mais pra quem é um bom observador. Agora quem é mais "distraído" como eu e nas vezes se perde nos lances por pura falta de atenção, ou por estar com a cabeça em outro lugar ( pensando nas tarefas q tem q fazer/etc ), as coisas ficam bem mais difíceis. hehe

Como eu disse, eu não sou fã do LLM, acho tudo muito ortodoxo e se um dia, eles estiveram próximos da realidade, eu acho que hoje, eles se distanciaram bastante dela, talvez isso seja outro fator que colaborou para o "esgotamento" desse estilo de jogar.

Concordo com tudo o que você disse. Acho que um treinador de verdade que ao ter problemas em sua equipe não procura ler, ver vídeos na internet e debater sobre esses problemas com outras pessoas, em vez de se aproximar da realidade, estaria se distanciando dela. Mas a ideia do LLM não era se aproximar da realidade?

Claro, que ao não buscar uma resposta para um problema em um fórum ou blog, você terá muito mais dificuldades para se livrar dele, do que entrar em um fórum e ler um artigo ou colocar uma dúvida como muitos fazem aqui. Acho que se a ideia é dificultar é melhor não buscar respostas paras os problemas/dúvidas que surgirem.

10 horas atrás, baltazar disse:

Sempre busco algo pra me inspirar na hora de começar um save, como por exemplo, encaixar uma tática que tenho lido mais recentemente, que é o Gegenpressing do Klopp, enfim, isso acaba influenciando bastante no jogo, e não deixa de ser uma verdade que acabamos não colocando nossas "ideias" em prática, e mesmo que elas sejam loucas, como por exemplo, tentar jogar "sem zagueiros", não saberemos nunca se vai funcionar se não tentarmos, e é assim a realidade de um técnico. Fora também a questão de no início do trabalho, ter que adaptar a tática ao elenco, e não o contrário, já que só a longo prazo que vc poderia começar a por suas ideias em prática com as contratações. Por isso é algo bem interessante pra ser feito.

O que escrevi acabou não ficando claro. O que eles não querem é que as pessoas que joguem LLM usem ideias sobre o FM de outras pessoas em seus respectivos saves. Eles querem que você desenvolva suas próprias ideias dentro do jogo, mas nunca li nada a respeito sobre não poder usar conceitos do futebol no FM.

 

10 horas atrás, baltazar disse:

Fiz isso no último save q postei na área, e não é fácil ter um staff bom com todos falando a língua do país do clube, só que como fiz na Inglaterra, temos muitos que dominam o Inglês ou falam ao menos o básico, o q tornou a tarefa mais tranquila, agora se for um país com um idioma pouco falado, é bem complicado, hehe.

Não sei bem como funciona a parte de anúncios de emprego no FM, mas vc saberia me dizer se os que se interessam ao cargo são os que falam a língua do clube do país, ou é geral, com qualquer um podendo se candidatar. Nunca parei pra observar isso, até pq como disse, uso muito a pesquisa.

Outra coisa, se o membro a ser contratado fala o básico do Idioma, está dentro da regra, certo? Hehe, até porque, uma das novidades do FM é vc mandar para um curso de línguas, e até por isso acho que essa regra talvez poderia até acabar sendo deixada um pouco de lado, tendo talvez algumas exceções a serem impostas, como por exemplo, ter um contrato com um certo tempo limite ( 1/2 anos ), em que dentro desse tempo, ele tivesse que dominar o idioma, e caso não conseguisse, não teria o contrato renovado por esse motivo. Enfim, é algo que eu acredito estar compatível com a realidade, ainda mais que muitos clubes tem diversos recursos para ajudar na adaptação de qualquer um que seja contrado.

Isso que você fez é um limitador das facilidades do FM no que diz respeito à contratação de staff. Também acho que faz sentido contratar apenas com algum conhecimento do idioma do clube. 

Não prestei atenção nisso. Acho que o anúncio para emprego se relaciona mais com a reputação do clube/ reputação do staff do que com essa questão da língua.

Está vendo, com os "cursos de línguas" o FM transforma "a realidade do LLM" em algo superado. Acho que o LLM está mais para "Como fazer um save ficar difícil" do que "Como se aproximar da realidade em um save de FM".

 

10 horas atrás, baltazar disse:

Isso é algo bem legal. E para complementar, vc teria as lista preferenciais com os jogadores observados no decorrer do save, sabendo assim quando poderiam assinar um pré-contrato ou ficassem livres. 

Isso é outra coisa que vejo a realidade se aproximando do FM e vice-versa. Com o BID da CBF, por exemplo, dá para saber quando um contrato está para acabar e assim contratar o jogador sem pagar nada ao clube atual dele. O São Paulo, fez isso muito bem por um tempo. Quem disse que na realidade não existe essa lista? E quem disse que não dá para saber que um jogador está sem clube em uma divisão inferior. Acho que isso seria mais comum do que muitos imaginam.

Mas eu sou daqueles que se você que jogar LLM, abrace-o com vontade e nesse caso, jogadores livres só os observados pelos seus olheiros anteriormente.

10 horas atrás, baltazar disse:

Sou também favorável a essa opção, até porque clubes pegam jogadores emprestados, bem como também emprestam vários jogadores pra outros clubes, o que se fosse levado ao pé da letra, também faria com que ter clubes satélites seja contra a regra, pois eu poderia mandar vários jogadores para um clube, mas não poderia pegar emprestado de outro, isso não seria realista. Com exceção de países com regras, o certo é ter bom senso, assim como não pegar muitos jogadores emprestados de um só clube, não mandar vários jogadores encostados somente para um clube satélite. A questão aqui que vejo, é que por exemplo, ter um elenco somente com emprestados, facilitaria as coisas pra vc e poderia deixar o clube em um boa situação financeira caso pague somente uma parte ou nenhuma dos salários dos emprestados, e assim deixaria o jogo mais fácil, mas dizer que isso é irreal pra todos os países não seria verdade, porque cada um tem suas regras, no Brasil por exemplo, não é difícil ver clubes com boa parte, se não todo o elenco formado por jogadores emprestados.

 

Enfim, jogar nos moldes do LLM, apesar de alguma regras serem como vc mesmo disse no comentário anterior, bem rígidas, não deixa de ser um desafio muito interessante de ser tentado. Tentei fazer algo parecido em um save aqui na área, inclusive acabei até desistindo logo no começo por problemas na época, nos quais nem me lembro bem, e até por isso estou pensando em tentar novamente postar um save neste estilo que faria seguindo regras do LLM, ou ao menos boa parte delas. 

Quem mora na Alemanha e Inglaterra diz que as parcerias nesses países não existem como o FM as faz, sendo assim, estão fora da realidade. Nesse caso, minha opção se jogasse LLM nesses dois países seria acabar com as parcerias imediatamente. Mas em outros países eu seria mais flexível, mas sem abusar, como você bem disse.

Sim, elenco com emprestados facilitaria muito a vida de um clube minúsculo. Dando uma vantagem competitiva que outros talvez não tenham e mesmo se tivesse, prefiro não tê-la no caso de uma LLM.

Esse caso vai mais ou menos na direção dos amistosos. Incentivar a marcação de amistosos com clubes maiores é uma forma legal, mas injusta, ao meu ver de conseguir dinheiro. Sempre deixei meus amistosos serem marcados automaticamente pelo auxiliar técnico.

 

Eu acho que o LLM tem pouco a ver com a realidade. Se no passado era assim que o LLM era visto, o FM se encarregou de aproximar da realidade e de influenciá-la como o passar do anos e a realidade ficou mais próxima do que o FM já erá em 2004 quando foi lançado com esse nome. Temos dados estatísticos que antes o futebol não tinha, veja o Prozone e a Opta, temos sites com dados de jogadores (Transfermarket), temos vídeos de táticas, treinamentos e uma série de coisas que existem no mundo virtual e também no real. 

Mesmo assim, acho que as diretrizes do LLM são ótimas para quem quer fazer um save difícil ao adotá-las integralmente, ou para quem deseja dificultar um save, adotando as "regras" parcialmente.

Mesmo com todos questionamentos levantados sobre a realidade do estilo LLM e suas dificuldades, não dá para ver pessoas fazendo saves chamando-os LLM apenas porque estão jogando com clubes pequenos. Isso é um sacrilégio :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
baltazar

Muito obrigado Gilson pelas respostas. Realmente, algumas regras do LLM ficaram ultrapassadas, e como vc disse, antigamente o pessoal chamava de LLM qqr save quando na verdade eles usavam so parte das regras, eu por exemplo, não sabia de todas essas regras, hehe, foi bom ter isso em mente e quando contar um novo save na área,já sei que não poderei falar que é um "LLM de verdade", já que não estarei usando todas as regras, mas não é por isso q o save deixará de se aproximar da realidade, como vc bem disse nas suas explicações.

1 hora atrás, ggpofm disse:

Está vendo, com os "cursos de línguas" o FM transforma "a realidade do LLM" em algo superado. Acho que o LLM está mais para "Como fazer um save ficar difícil" do que "Como se aproximar da realidade em um save de FM".

Justamente o que pensei ao ver algumas regras, o que até deixa interessante, pois uma dose de desafio nos saves é sempre bem vinda.

1 hora atrás, ggpofm disse:

Mesmo assim, acho que as diretrizes do LLM são ótimas para quem quer fazer um save difícil ao adotá-las integralmente, ou para quem deseja dificultar um save, adotando as "regras" parcialmente.

É justamente o que irei fazer. Inclusive, a regra de você ter que se virar por conta própria com a tática sem consultar me deixou um pouco receoso no começo, pois gosto sempre de fazer consultas em manuais, guias relacionadas a cada instrução, pois apesar das "dicas" que o próprio FM dá, elas não são suficientes para um entendimento claro do que aquilo fará na prática em várias ocasiões durante o jogo. Mas parei pra pensar, seria legal aplicar isso, afinal, quem também joga outros jogos, sabe que cada game tem suas peculiaridades, e para conseguirmos dominar bem ele, precisamos de tempo, no caso, jogar e aprender com os erros enquanto joga, pegando os controles certos, as malícias, etc. No FM é a msm coisa, pois se vc observar melhor o jogo, ou as estatísticas/relatórios caso jogue em um modo menos amplo, vc conseguirá passar pelas dificuldades táticas com o tempo, e talvez essa seja a principal causa de muita gente desistir de ficar tentando por conta própria arrumar a tática, e ai recorre a guias/manuais ou pega conselhos/dicas em fóruns, pois não tem paciência como em outros jogos, e sabemos que o FM é um jogo que requer extrema paciência, porque nem tudo que aplicamos funciona na hora, demanda tempo para as coisas se ajustarem, e se a pessoa tem pressa por resultados, acaba desanimando jogar, e ai acontece o que vemos, muitos desistindo de saves muito bons pelos desafios q aparecem, enquanto q se os enfrentassem por conta própria e desse tempo, acabaria ultrapassando, e mesmo que chegassem a ser demitidos, qual o problema, não deixaria de ser uma aprendizagem para o futuro, sabendo que o que fizeram deu errado em outro save, tentando assim uma nova abordagem até chegar a uma que desse certo, ao menos naquele time em questão. Enfim, estou pensando em pegar algo assim, gosto de desafio. Hehe

Novamente muito obrigado Gilson, espero o mais cedo possível voltar a postar um save na PM, não gostei de ter parado aquele desafio de jovens, mesmo depois de ganhar a UCL, tinha coisa q eu gostaria de fazer ainda, mas por questões pessoais acabei parando, na verdade, foi uma questão que estava fora do meu controle naquela época e me pegou desprevenido, só q isso dificilmente se repetirá agora, e até por isso não me aborreci tanto, mas que me deixou com uma dose de quero mais, a isso sim, e até por isso, talvez não nesse, mas no próximo FM acabarei repetindo o desafio novamente pra fazer algo ainda melhor. Nos vemos logo... :D

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
8 horas atrás, baltazar disse:

Novamente muito obrigado Gilson, espero o mais cedo possível voltar a postar um save na PM, não gostei de ter parado aquele desafio de jovens, mesmo depois de ganhar a UCL, tinha coisa q eu gostaria de fazer ainda, mas por questões pessoais acabei parando, na verdade, foi uma questão que estava fora do meu controle naquela época e me pegou desprevenido, só q isso dificilmente se repetirá agora, e até por isso não me aborreci tanto, mas que me deixou com uma dose de quero mais, a isso sim, e até por isso, talvez não nesse, mas no próximo FM acabarei repetindo o desafio novamente pra fazer algo ainda melhor. Nos vemos logo... :D

Não precisa agradecer, é sempre legal quando podemos trocar experiências.

Ainda bem que agora sei que você voltará. Ficaremos felizes. Você faz falta por lá.

Share this post


Link to post
Share on other sites
baltazar
19 horas atrás, ggpofm disse:

Não precisa agradecer, é sempre legal quando podemos trocar experiências.

Ainda bem que agora sei que você voltará. Ficaremos felizes. Você faz falta por lá.

 

Hehe, verdade.

Vlw, a área está muito boa, tem bons saves por lá, tenho acompanhando e estou gostando de vários. Vamos ver se volto o mais rápido possível, gostaria de começar um logo depois da última db oficial, mas acho difícil, talvez em março ou no mais tardar meados de abril, pois tenho que planejar bem como contarei o save, como será, etc.

Share this post


Link to post
Share on other sites

  • Similar Content

    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Geralmente quando se fala em reforços para nossas equipes, buscamos sempre o melhor para a nossa equipe, não importando a nacionalidade. Se é uma boa contratação e o clube é capaz de arcar com financeiramente com ela, muitas vezes é uma decisão simples e direta, buscar a contratação e esperar os frutos serem colhidos ao longo da temporada. Essa é uma filosofia que tende a dar certo em qualquer nível do FM, mas ao jogarmos em divisões inferiores ou em ligas com uma reputação bem menor do que os grandes palcos europeus, esse tipo de abordagem traz consequências financeiras.
      A tendência quando jogamos em países estabelecidos e que o dinheiro flui tranquilamente, é não se preocupar com essa tipo de questão, mas em certos saves pode ser a diferença a longo prazo de uma equipe bem-sucedida ou então de algumas dificuldades ao longo do caminho. Infelizmente, o FM ainda não consegue lidar com os impactos financeiros em certos níveis de futebol praticados pelo globo, sempre tratando essas questões de uma maneira unidimensional. Se não tem dinheiro, o clube vai se afundando em dívidas e é vendido ou socorrido por uma diretoria injetando dinheiro. Não tem jogadores descontente porquê a equipe não tem dinheiro para pagar seus salários, não tem jogador querendo sair porquê tem medo do futuro da equipe.
      A decisão de se preocupar ou não com isso cabe ao jogador e sendo um jogador novo, casual, veterano ou hardcore, tudo depende do que queremos num save que criamos. Um save curto provavelmente não se beneficiaria de nada que vai ser falado aqui, mas essa é a beleza do Football Manager: milhares de jogadores que enxergam o jogo de milhares de maneiras diferentes. Esse texto é voltado para aqueles que gostam dos desafios das ligas menos tradicionais e para aqueles que jogam sempre começando do nível mais baixo da pirâmide do país escolhido. Contudo, não deixa de existir lições importantes para qualquer jogador de FM.
      Com orçamentos reduzidos, a importância de se acertar no mercado de transferências é muito maior do que quando você tem espaço para manobrar e corrigir erros e muitas vezes, para dar uma maior profundidade no elenco, não há como trazer todo mundo que você quer ou deseja e tem que se preocupar com o que seu clube pode pagar e quanto um salário para aquele jogador fenomenal pode lhe custar ao longo da temporada, principalmente se a diretoria começar a barrar aquelas contratações que você precisa para equilibrar o time, porque o orçamento já superou o limite imposto.
      Um grande jogador ou três jogadores para equilibrar o elenco? Trazer dois ou três jogadores para desequilibrar e serem o diferencial ou balancear a equipe e ter um elenco coeso? Para quem está chegando num clube que luta contra o rebaixamento ou que está querendo diminuir a diferença entre ele e os clubes do topo da tabela, essas são questões importantes que são levantadas em toda pré-temporada, dependendo da situação em que sua equipe se encontra.
      Por que não ter os dois? Provavelmente aqueles 25 mil euros que sua diretoria lhe deu a mais no orçamento são o motivo. Você achou 2 jogadores perfeitos, mas vai ter que se contentar com reservas ruins ou até titulares meia-boca para realizar esse sonho. Ou então vai ter que engolir as dificuldades e trazer jogadores um pouco piores, mas você estava precisando de quantidade e não qualidade naquele momento.
      Em alguns países e divisões, existe uma solução que vai lhe ajudar a ter as duas coisas ao mesmo tempo. O livre trânsito de pessoas na União Europeia é lindo e maravilhoso e isso gerou consequências muito importantes na dinâmica do futebol, fazendo com que os grandes talentos estivessem nas grandes ligas. O FM consegue recriar isso e muitas vezes, um elenco tem mais jogadores estrangeiros do que locais.
      A solução é simples e é o título lá em cima: apostar em jogadores locais. Se pegarmos jogadores de reputação similar e nível técnico similar, provavelmente você será capaz de contratar o jogador do seu país pela metade do salário (ou até menos) do que um jogador estrangeiro. Obviamente que quando um jogador local tem uma reputação maior ou está, por exemplo, jogando em uma liga ou divisão bem mais interessante que a sua, essa diferença provavelmente não importará, mas em condições normais, o talento local sempre será mais barato que o estrangeiro.
      E com isso, você pode fazer as duas coisas ao mesmo tempo: ter vários jogadores que podem desequilibrar, enquanto equilibra o seu elenco, fazendo com que a qualidade vá aparecendo tanto no seu onze inicial quanto no seu banco de reservas. Para exemplificar, veja a situação abaixo:

      O zagueiro Álvaro Molina e o zagueiro Lee Desmond apresentam a mesma Capacidade Atual e o último tem um potencial um pouco maior do que o primeiro. A diferença é que Molina é espanhol e Desmond é irlandês. Porém, a variação nas exigências salarias dos dois é bem interessante, já que Desmond exigirá metade do salário que Molina está pedindo. Ou seja, eu reforçaria com qualidade minha equipe e ainda sobraria espaço no orçamento para que eu continuasse trabalhando no mercado de transferências.
      Agora vamos observar o fenômeno oposto, um talento estrangeiro que é muito melhor do que um talento local.

      Reece Mitchell é bem mais jogador do que Will Hayburst e sem sombras de dúvidas é uma escolha muito mais simples do que Will para reforçar o time, porém, levando em conta o exemplo de um aumento de apenas 25 mil euros no orçamento salarial, utilizado acima, ao tentar contratar Hayburst, eu gastaria ao menos 1/3 desse dinheiro apenas com o salário do jogador. E ainda vale lembrar que Desmond e Mitchell tem as mesmas avaliações de CA e PA pelos olheiros, mas aí a diferença salarial aumenta para quase o triplo.
      Esses casos são apenas exemplo que demonstram que é possível juntar qualidade e quantidade na hora de reforçar sua equipe no mercado de transferências, é só começar a se preocupar com a origem dos jogadores e isso pode ter uma grande diferença nos elencos que você monta. Você pode ter 5 Desmonds ou 2 Hayburst no seu elenco, basta apenas saber como proceder melhor no mercado de transferências e você será capaz de montar equipes de qualidades gastando muito menos dinheiro.
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Como arrumar os times brasileiros no FM 2019?
      Os problemas com o licenciamento da equipe brasileira começaram no terceiro patch do Football Manager 2016. Nessa ocasião, o Flamengo tinha um contrato de exclusividade com a Konami e pediu para o nome ser retirado. Nesse momento, o Flamengo virou Flemish. Parecia ser algo pontual, até que para o FM 2017, o jogo deixou de ser vendido aqui e as equipes brasileiras já não viam mais com nomes reais e também com cores diferentes do normal. Portanto, como arrumar os times brasileiros no FM 2019?
      A situação inicial é a seguinte:

      A solução é simples:
      Para Windows:
      apagar os arquivos Brazil_kits.dbc e Licensing2.dbc das pastas C:\Program Files (x86)\Steam\steamapps\common\Football Manager 2019\data\database\db\1900\dbc\permanent, C:\Program Files (x86)\Steam\steamapps\common\Football Manager 2019\data\database\db\1901\dbc\permanent e C:\Program Files (x86)\Steam\steamapps\common\Football Manager 2019\data\database\db\1910\dbc\permanent
      Para MAC:
      apagar os arquivos Brazil_kits.dbc, forbidden_names e Licensing2.dbc das pastas /Users/username/Library/Application Support/Steam/SteamApps/common/Football Manager 2019/data /database/db/1900/dbc/permanent, /Users/username/Library/Application Support/Steam/SteamApps/common/Football Manager 2019/data /database/db/1901/dbc/permanent e /Users/username/Library/Application Support/Steam/SteamApps/common/Football Manager 2019/data /database/db/1910/dbc/permanent
      Depois que você fizer isso, é necessário criar um novo jogo. O procedimento não funciona em saves criados antes dessa modificação.
      Quando você criar um novo jogo, a tela de início rápido ficará assim:

      Não se preocupe, isso é normal. Basta proceder com a criação do seu save que as coisas se ajeitaram assim que ele for criado.

      Como pode ver, tudo está corretamento como deveria estar, nomes reais e cores reais dos logos. 

      Como podem perceber as cores do fundo da skin não são as reais, para isso, existe uma simples solução. Para corrigir as cores dos clubes, é só baixar o fix do FManager Brasil, feito pelo @rodrigofec.
      Para instalá-lo é só colocar o arquivo baixado em Meus Documentos/Sports Interactive/Football Manager 2019/editor data, e se selecionar o arquivo Cores Reais dos Clubes Brasileiros - FManager.fmf na hora que estiver criando um save novo.
      Iremos manter esse tópico atualizado a medida que nos patches forem saindo. Além disso, é importante lembrar que para utilizar os escudos reais e os uniformes reais, é necessário fazer o download de gráficos à parte, já que o Football Manager só fornece esse tipo de conteúdo se os clubes forem licenciados para isso.
      Qualquer dúvida, comente, que iremos te ajudar.
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      A Major League Soccer (MLS) é uma liga que vem atraindo crescente interesse ao longo dos últimos anos e muita gente se aventura em jogar na terra do Tio Sam em algum save do Football Manager. Contudo, como é uma liga muito diferente do que estamos acostumados no mundo do futebol, as mecânicas da elite futebolística dos Estados Unidos acaba assustando. Portanto, para ajudar as pessoas interessadas em jogar na MLS no FM, trouxemos esse guia explicando tudo aquilo que importa para compreender melhor a liga dentro do jogo.
      A temporada regular da MLS - MLS Supporters' Shield
      A primeira e mais importante coisa a ser notada é que a MLS é uma liga de verão, não uma liga de inverno. A temporada regular da Major League soccer ocorre entre Março e Outubro, com os playoffs da MLS Cup começando logo em seguida.
      A liga é dividida em duas conferências - Conferência Oeste e Conferência Leste. Mas por que é assim? Como a maioria das outras ligas esportivas dos Estados Unidos utilizam esse formato, acharam que seria mais fácil aumentar a aceitação do esporte copiando esses formatos. Além disso, é uma das heranças de quando os estadunidenses resolveram "americanizar" muitos aspectos do esporte.
      A conferência em que seu time se encontra afeta quantas vezes você joga contra cada time da liga. Cada um dos 22 times na liga irá jogar 34 partidas na temporada regular, 17 em casa e 17 fora. Os clubes irão enfrentar duas vezes cada time de sua conferência, uma vez em casa e outra fora Além disso, eles também enfrentam ao menos uma vez os times da outra conferência, alternando o mandante a cada nova temporada. Por exemplo, se Dallas versus Chicago Fire ocorre em Dallas nesse ano, no próximo ano, ele ocorrerá em Chicago.
      Também existem mais três jogos adicionais entre equipes de conferências diferentes, com um time em cada conferência jogando uma partida extra contra um time da outra conferência. Ao final da temporada, os pontos somados ao longo dos 34 jogos determinam o vencedor da temporada regular, a MLS Supporters' Shield.

      Os playoffs - MLS Cup Playoffs
      Conquistar a MLS Supporters' Shield é uma conquista relevante dentro da MLS, entretanto, ela não é o grande prêmio. Após a temporada regular, os seis melhores times de cada conferência disputam os playoffs em buscada de conquistar a MLS Cup. Esse prêmio é o equivalente ao Super Bowl, da NFL ou ser o campeão da pós-temporada na NBA. O verdadeiro campeão da temporada é definido aqui.
      A primeira rodada de cada conferência tem o terceiro melhor colocado enfrentando em casa o sexto melhor colocado, enquanto o quarto melhor colocado recebe o quinto melhor colocado. O confronto em partida única determina quem avança para as semi-finais de cada conferência. Nas Semi-finais das conferências, o time de melhor campanha enfrenta o time de pior campanha, enquanto o time de segunda melhor campanha, enfrenta o time com a segunda pior campanha. Diferentemente da primeira rodada, que é disputada em uma única partida, aqui ocorrem partidas de ida e volta, com a melhor campanha decidindo em casa. Os vencedores avançam para as finais da Conferência, que também são disputadas em ida e volta. Quem vencer esse confronto avança para disputar a MLS Cup, com o vencedor das finais da outra Conferência. O time de melhor campanha geral decide a partida em jogo único em sua casa, com o vencedor desse confronto se sagrando o campeão da MLS daquele ano.
      Copas
      Existem duas copas que ocorrem concomitantemente com a temporada regular. A US Open Cup, disputada pelos times estadunidenses da MLS e divisões inferiores, enquanto o Canadiam Championship é disputa por todos os times profissionais de futebol do Canadá, estando eles ou não na MLS. O vencedor de cada uma dessas competições garantem uma vaga na Champions League da Concacaf, ocupando uma das vagas destinadas a cada um de seus países.
      Aproveitando o gancho, a distribuição de vagas para os times da MLS na Champions League da Concacaf é a seguinte:
      Uma vaga para o campeão da MLS Cup; Uma vaga para o vice-campeão da MLS Cup; Uma vaga para o vencedor da temporada regular, o MLS Supporters' Shield; Uma vaga para o vencedor da US Open Cup; Se um time conquistar o direito a diversas vagas, ou se um time canadense vencer o Supporters' Shield ou a MLS Cup, o time estadunidense com a melhor campanha que ainda não se qualificou para a competição fica com a vaga. Os times canadenses (Toronto FC, Montreal Impact e Vancouver Whitecaps) só podem se classificar para a Champions League da Concacaf vencendo o Canadian Championship.
      Em um menor grau, existem as "copas entre rivais". Elas são disputada toda temporada por rivais, com o vencedor sendo aquele tiver a melhor campanha nesses jogos especiais em cada temporada. Ainda utilizando o exemplo do FC Dallas, existem três dessas "copas". A Lamar Hunt Pioneer Cup, disputada contra o Columbus Crew, o Texas Derby contra o Houston Dynanmo e a Brimstone Cup disputada contra o Chicago Fire.
      Nenhum dessas "copas" tem real importância para a direção e para a torcida, já que não trazem prestígio adicional e nem são competições de verdade. São apenas títulos sem noções criados pela MLS para fabricar rivalidades e dar aos times algo para torcer. Nessas competições, você quer que seu time vença por causa dos três pontos, não por causa da conquista.
      Regras sobre Inscrição de jogadores e categorias de jogadores
      Depois de cobrirmos a estrutura da liga, é hora de mudarmos para as regras de inscrição de jogadores e suas diferentes categorias. Essa parte é destinada a informar aquilo que você precisa saber para montar seu time para a próxima temporada. Serão detalhadas as regras de inscrição e montagem de elenco, assim como as diferentes categorias de jogadores que podem ter em seu elenco.
      Um elenco da Major League Soccer é composto de um mínimo de 15 jogadores e no máximo 30 jogadores. Para a temporada de 2017 da MLS (o Football Manager 2018 não fornece a opção de começar na temporada 2018) o limite salarial é de 3.300.000 euros por ano. Enquanto a maioria dos jogadores de FM estão acostumados com valores salariais mensais, a Major League Soccer não computa as coisas dessa maneira, por isso, nesse guia, se necessário, as informações salariais serão mostradas em valores anuais.

      Tela de inscrição dos jogadores na MLS com as regras a serem respeitadas.
      Como o teto salarial de 3,3 milhões de euros alocados para cada time, como eu faço para distribuir ele entre meus jogadores? O teto salarial somente é aplicado aos jogadores profissionais "dentro do orçamento". Esses serão cerca de 20 jogadores que você considera como o núcleo regular do seu time, e o salário máximo que pode ser pago é de 413 mil euros, isso sem utilizar o dinheiro de Alocação Geral para balancer as coisas.
      Os "jogadores fora do orçamento" são os seus dez jogadores suplementares e reservas e não contam para efeitos de teto salarial e são geralmente jogadores que serão últimos reservas ou opções aos jogadores mais regulares. Desses 10, no máximo 6 podem ser considerados Reservas e no máximo 4 podem ser considerados Reserva não-Homegrown. O valor máximo que pode ser pago aos reservas é de 45 mil euros anuais e para o Reserva Homegrown é de 55 mil euros
      Categorias dos jogadores
      Existem diversas categorias de jogadores que irão influenciar quem você pode e não pode contratar para ao seu time. A MLS aloca oito vagas para jogadores estrangeiros em cada time. Além disso, essas vagas podem ser trocadas em incrementos anuais, portanto, alguns times podem ter mais vagas em uma temporada e outros podem ter menos. Isso será discutido com mais detalhes abaixo.
      Jogadores domésticos e internacionais
      Para as regras de inscrição de jogadores, um jogador internacional para times baseados nos Estados Unidos é qualquer jogador que não se qualifica para um status de jogador doméstico do país. Para os clubes canadenses, um jogador internacional é qualquer jogador que não se qualifica para um status de jogador doméstico do Canadá ou dos Estados Unidos.
      Apesar de parecer óbvio o que deve ser um jogador doméstico ou internacional, é necessário fazer essa distinção pois as regras de jogadores domésticos são diferentes para estadunidenses e canadenses. Os jogadores canadenses não vão ser considerados domésticos num time dos EUA, mas jogadores estadunidenses serão considerados domésticos num time do Canadá. Para o jogo, um jogador doméstico é aquele que tem nacionalidade americana (ou canadense, no caso de clubes localizados nesse país), seja primária ou secundária e não existe limites para a quantidade de jogadores domésticos em seus times. Além disso, em times canadenses, é obrigatório ter ao menos três jogadores canadenses no elenco.
      Generation Adidas
      Generation Adidas é um programa designado para cultivar o talento de prospectivos jogadores de alto nível nos EUA e Canadá. Eles são jogadores de universidades e das seleções de base dos dois países que a MLS contratará para a liga com um status especial e que vão entrar no SuperDraft e podem ser considerados jogadores de maior potencial que os outros. Enquanto eles não se graduam no Generation Adidas, esses jogadores são registrados como jogadores suplementares no elenco e não impacta no teto salarial. No Football Manager 2018, os jogadores serão gerados no jogo no SuperDraft anual como newgens, portanto, você só pode adquirir esses jogadores durante o draft ou através de trocas. Vale ressaltar que não é um contrato ou categoria que você pode criar para você mesmo.
      Jogadores designados
      A última grande categoria que existe são os "Jogadores Designados". Esses jogadores são profissionais com uma qualidade significantemente mais alta que outros jogadores da MLS (pense em Beckham, Pirlo e Ibrahimovic, por exemplo). Esses jogadores contam no teto salarial apenas como o valor máximo de 413 mil euros, mas os times podem pagar muito mais se houver capacidade financeira para isso.
      Um "Jovem Jogador Designado", que ainda conta como um dos três jogadores designados na inscrição de elencos, é um jogador com idade inferior a 23 anos, mas seu impacto máximo no teto salarial será de 130 mil euros anuais para um jogador com menos de 20 anos e 172 mil euros anuais para jogadores entre 21 e 23 anos.
      Os clubes tem direito a duas vagas para Jogadores Designados, mas podem comprar uma terceira pagando cerca de 130 mil euros do seu orçamento de Alocação Geral para a organização da liga. Esse dinheiro será redistribuído para os outros times da liga na próxima temporada como verba de Alocação Geral.
      Ademais, tenha em mente que um clube pode utilizar seu orçamento de Alocação Geral para diminuir o impacto de um salário de um Jogador Designado até um valor mínimo de 130 mil euros anuais, o que pode ajudar a criar espaço no teto salarial de um clube.
      Aquisição de jogadores
      Para encerrar, cobriremos os diferentes tópicos relacionados a aquisição de jogadores. Falaremos de ranking de alocação, fundos de Alocação, os três drafts que um jogador de FM irá enfrentar e as diferentes formas que os clubes da MLS podem realizar trocas entre si.
      Fundos de alocação
      A coisa mais simples de explicar seriam os fundos de alocação. A Major League Soccer distribui um fundo de alocação anual para cada time que serve como fundo para contratar jogadores de ligas estrangeiras, para ser usado para cobrir pagamentos aos agentes, para ser usado como incentivo e opções na negociação contratual com jogadores, como parte das trocas entre times e para pagar de volta à organização da liga para diminuir o impacto salarial de um jogador designado no teto salarial anual. Enquanto pode ser utilizado de diferentes maneiras, mas todas específicas à MLS, pode ser rusticamente comparado com orçamentos de transferências em outras ligas.
      Ranking de Alocação
      O próximo conceito é o de "ranking de alocação". Favor não confundir com os fundos de alocação. Esse ranking determina a prioridade dos clubes em escolher jogadores no SuperDraft e no Re-Entry Draft.
      Para o SuperDraft, os clubes de expansão (novas franquias/clubes) ficam com a primeira escolha na sua primeira temporada, em seguida vem os times que não se classificaram para os playoffs em ordem inversa à sua classificação final na tabela geral da temporada regular (o último colocado tem preferência sobre o sétimo colocado), depois os times que foram eliminados nos Play-offs são encaixados na ordem em que foram eliminados e por fim, o vice-campeão e campeão da MLS Cup ficam com a penúltima e última escolha, respectivamente.
      Em suma, novos times ou os últimos colocados escolhem primeiro, e os vencedores por último. Essa é uma das maneiras encontradas pela estrutura da MLS é designada para encorajar competitividade e equilíbrio, garantindo que os piores times possam ter potencial acesso aos melhores jogadores primeiro. Além disso, é possível trocar a ordem de escolhas de qualquer rodada do SuperDraft com outros times da competição, dessa forma, os times podem fazer escolhas fora da ordem mencionado anteriormente, ou ter múltiplas escolhas em uma mesma rodada. Também é possível que um time não escolha ninguém e tenha que esperar até a próxima oportunidade em que tiver uma escolha, isso ocorre caso em alguma negociação, um clube tenha aberto mão de suas escolhas para contratar um jogador de outro clube da MLS.
      Drafts
      Agora que explicamos o ranking de alocação, podemos seguir para os três grandes drafts que ocorrem durante um save do FM 2018. Os anuais SuperDraft e Re-Entry Draft e o Draft de Expansão, que ocorre apenas ao final da primeira temporada, quando o Los Angeles FC se junta a competição a partir da temporada de 2018 em diante.
      SuperDraft
      O SuperDraft é o primeiro draft do calendário, e ocorre no começo de Janeiro. Você não pode participar do SuperDraft de 2017, mas eles começam a ocorrer anualmente a partir de 2018. O SuperDraft é um evento de quatro rodadas, onde os times escolhem newgens na faixa dos 20 anos em turnos. Esses são jovens jogadores que atuam em universidades americanas e estão buscando passar do futebol amador para o futebol profissional. Eles participam de uma série de combinados nas semanas anteriores ao evento. Esses combinados são sessões de treino e partidas que geram relatório de notícias dizendo quem está indo bem e quem está indo mal para dar uma ideia aos times na hora de buscar quem escolher.
      Na interface do Draft, você pode ver qual time será o próximo a escolher, pode revisar as seleções de drafts anteriores e pode avaliar os atributos dos jogadores para decidir quem escolher. Você pode passar suas escolhas ou deixar o draft a qualquer momento e pedir uma recomendação ao seu assistente técnico sobre quem selecionar para o seu time.

      Re-Entry Draft e Waiver Draft
      A MLS não tem agentes livres como em outros esportes americanos, já que todos os contratos são de propriedade da organização da liga e não dos times, e é isso que permite o movimento interno de jogadores dentro da liga. O Re-Entry Draft que ocorre em Dezembro, permite que jogadores veteranos que estejam sem contrato ou que não tiveram suas opções de renovações ativadas por seus clubes possam ser draftados por um novo time para a próxima temporada. O time que escolheu o jogador tem o direito de reativar o antigo contrato do jogador ou oferecer um novo contrato. Os jogadores que participam desse draft tem mais de 23 anos e experiência dentro da competição. Além disso, existe um outro pequeno draft dos jogadores que foram liberados pelos seus times para trocar de clubes, mas não atingem os limites de idade ou de experiência dentro da competição exigidos pela organização da liga para participar do Re-Entry Draft. Como eles funcionam de maneira idêntica, discutiremos apenas o Re-Entry Draft, pois já é o suficiente para entender ambos.
      O Re-Entry Draft tem dois estágios divididos em duas rodadas, separados por alguns dias. Se um time não encontrar um jogador que gosta no draft, ele pode passar sua escolha e sair de determinado estágio do draft. Esse draft geralmente conta com jogador de pior qualidade que não foram capazes de causar impacto na competição, por isso, a maioria dos jogadores em quase todas os anos tendem a não ser uma boa escolha, mas às vezes um diamante perdido pode ser encontrado ou um reserva de qualidade aceitável.

      Draft de Expansão
      O último draft no jogo ocorre apenas quando o Los Angeles FC se junta ao torneio em 2018. O Draft de Expansão é um draft apenas para os novos times para ajudá-los a construir um elenco para a próxima temporada. Num Draft de Expansão, cada time nomeia 11 jogadores do seu elenco como "jogadores protegidos" que não podem participar do draft, sendo assim, o restante dos jogadores está disponível para ser por times que estão se juntando a MLS em um draft curto de cinco rodadas, onde o time pode escolher uma pequena seleção de jogadores veteranos para juntar ao seu time. Nesse draft, o Los Angeles FC terá cinco escolhas, e assim que um jogador for escolhido, o restante dos jogadores de um time estão salvos de serem selecionados e retornam para seus clubes originais.

      Transferências e trocas
      Para contratar jogadores livres ou para times de fora da MLS, você pode usar o orçamento de alocação do seu time como um orçamento de transferências para fazer ofertas para jogadores de outros clubes, pagar os agentes e adicionar incentivos ao contrato do jogador, da mesma forma que qualquer outra liga do Football Manager. Entretanto, existem trocas únicas que os times da MLS podem fazer um com os outros.
      Para a transferências de jogadores que já estão em um clube da MLS, existe um sistema de trocas onde você pode trocar um jogador por outro, por fundos de alocação, pela escolhas de um time em qualquer rodada do SuperDraft pelos próximos anos, ou por uma vaga de jogador internacional, entre outras coisas. Além disso, você pode fazer trocas que não envolvam jogadores, como trocar escolhas de draft por fundos de alocação, ou vagas para jogadores internacionais, ou qualquer combinação que você desejar.

      O valor preciso de items como escolha de draft ou vaga para jogadores internacionais pode variar, e muitas vezes é necessário prática para determinar o que pode ser um valor justo por algo como uma escolha de draft. Por exemplo, um escolha de primeira rodada no SuperDraft de um time que tem mais probabilidades de ser um dos primeiros da lista tem mais valor do que um escolha de secunda ou última rodada, já que até lá, os bons jogadores já terão sido escolhidos, por isso, pode ser importante ter diversas escolhas em uma mesma rodada. Escolhas em algumas temporadas para frente, tem seu valor próprio, mas também tem menos valor o quão mais longe você estiver da data do draft, mas podem ser uma boa estratégia de longo prazo para ter opções em negociações futuras.
      É necessário intuição e prática para determinar se uma oferta é boa ou ruim para seu time. Se você tem um time fraco e precisa de um time de qualidade imediatamente, uma escolha próxima ao topo da lista pode ser uma boa troca com times de campanhas melhores por um jogador já desenvolvido, mas que não tem o espaço adequado por lá. Na contra-mão disso, se você for um treinador que gosta de desenvolver jovens jogadores não terá problemas em trocar essas escolhas, já que você pode usar essas escolhas para ter direito sobre jovens jogadores ou conseguir algum bom jogador mais velho caso você precisa.
      Outros guias do FManager Brasil
      https://www.fmanager.com.br/topic/130369-o-guia-das-instruções-à-equipa-e-instruções-ao-jogador-no-fm/ https://www.fmanager.com.br/topic/130178-usando-as-cobranças-de-laterais-ao-seu-favor-no-fm/ https://www.fmanager.com.br/topic/130213-um-guia-tático-em-12-passos/ https://www.fmanager.com.br/topic/130299-o-manual-das-instruções-ao-adversário/ https://www.fmanager.com.br/topic/129849-planos-de-a-a-z-mudando-o-panorama-de-um-jogo/ https://www.fmanager.com.br/topic/130004-treinamento-no-fm-um-guia-completo/ Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
      Fontes: https://www.thehighertempopress.com/2017/11/fm18-league-guide-major-league-soccer-i-league-structure/, https://www.thehighertempopress.com/2017/11/fm18-league-guide-major-league-soccer-ii-roster-composition/ e https://www.thehighertempopress.com/2017/11/fm18-league-guide-major-league-soccer-iii-player-acquisition/
      Banner: @_Matheus_
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Para qualquer clube focando no desenvolvimento de jogadores, a quantidade de novos talentos encontrados através dos olheiros é tão importante quanto desenvolver bem seus próprios jogadores. Enquanto a fornada anual de jovens pode lhe fornecer algumas boas jovens promessas de graça, o nível da qualidade deles muitas vezes é relativo a sua própria determinação em melhorar o conhecimento regional dos seus olheiros, as infraestruturas do clube e outros aspectos que envolve sua categoria de base. Na contratação, existem alguns aspectos escondidos que ajudam a aumentar as probabilidades de obter um futuro craque da bola no Football Manager. Por isso, para te ajudar nesse processo, fornecemos um mapa completo e estruturado sobre a localização das jovens promessas no FM.
      Esse guia contém informações básicas, que muitos já podem estar carecas de saber, com algumas informações mais aprofundadas sobre a geração jovens promessas no FM. Buscamos fornecer aqui informações sobre todas as regiões observáveis no jogo com seu nível de Classificação Júnior, que são uma informação vital na hora de decidir as tarefas da sua equipe de observação e aumentar ainda mais o conhecimento do seu clube sobre jogadores de todo o mundo. Além disso, conta também com informações sobre a importância do futebol em cada um desses país, outro fator que afeta a qualidade média dos jogadores que surgem nesses países. Portanto, para quem busca sempre ter as melhores promessas e newgens no seu time, esse guia é fundamental, pois demonstrará quais as nações são melhores geradoras de talentos dentro do jogo.
      Essa listagem de regiões do jogo, Classificação Júnior e importância do futebol irá te mostrar o nível médio de cada país no que tange a qualidade de geração jovens promessas no FM. Isso significa que existem mais chances de encontrar melhores newgens em uma nação que possua alta Classificação Júnior e o futebol é um esporte muito importante, em comparação a um país que tenha baixa Classificação Júnior e o futebol não seja tão importante assim. Mas, antes de apresentarmos esse mapa das jovens promessas no FM, vamos discutir um pouco mais sobre esses dois conceitos tão importantes.
      LEIA MAIS: O Desenvolvimento de uma categoria de base
      O que é Classificação Júnior?
      A Classificação Júnior influencia qual a probabilidade de um país produzir uma grande quantidade de newgens de qualidade. Um país que produza frequentemente uma grande quantidade de jogadores de classe mundial, como o Brasil e a Argentina, terão maior Classificação Júnior que países que não revelam tantos talentos estelares como Estados Unidos e China. Sendo assim, um país que tenha uma maior atribuição nesse atributo, ao longo de um ano de geração de jovens promessas no FM, irá produzir em média, mais craques do que os países com baixos valores. Mas vale lembrar que além desse valor, é importante observar a reputação dos clubes, as infraestruturas dos clubes no que tange o desenvolvimento de jovens promessas e também, um pouco de sorte. Isso significa que não adianta nada procurar bons jogadores em clubes que não tem condição de produzi-los.
      Por fim, devemos frisar que a Classificação Júnior é um atributo estático determinado pelas equipes de pesquisa do Football Manager, portanto, ele não muda ao longo do tempo. Para quem deseja alterar o valor, é necessário editar as configurações do país desejado utilizando o editor oficial do jogo.
      O que é a importância do jogo?
      A importância do jogo é outro fator que anda lado a lado com a Classificação Júnior como fator para a produção de jovens promessas de qualidade. Esse atributo é definido avaliando a relação do futebol com a economia do país, como o futebol afeta as pessoas no país, e o quão importante é o futebol, em comparação a outros esportes, dentro de um país. Obviamente que o futebol no Brasil é muito importante, já que é o esporte nacional, mas por exemplo, País de Gales tem como esporte nacional o Rúgbi e com isso, a importância do jogo no FM, reflete essas questões. E um alto nível de importância do jogo, gera um maior interesse da sua população com o futebol, sendo assim, mais pessoas tem interesse em serem jogadores de futebol, aumentando assim, a quantidade de jovens promessas geradas.
      LEIA MAIS: O manual das instruções ao adversário
      No final das contas, países com muita população, altos valores de importância do jogo e Classificação Júnior são grandes produtores de jovem promessa.
      Tendo explicado esses dois aspectos importantes, é hora de enumerá-los para vocês. Os países de cada região estão listados em ordem de maiores produtores para melhores produtores. Se existir um empate em termos de Classificação Júnior e importância do jogo, quem estiver na lista primeiro, tem a melhor geração jovens promessas no FM.
       
      Região de Observação – América do Sul Oriental
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Brasil Muito Importante Argentina Muito Importante Uruguai Muito Importante Paraguai Muito importante Guiana Não importante Suriname Importante Guiana Francesa Completamente inútil  
      Região de Observação – América do Sul Ocidental
      País Classificação Júnior Importância do jogo Colômbia Muito Importante Peru Muito Importante Equador Muito Importante Chile Muito Importante Venezuela Importante Bolívia Muito Importante  
      Região de Observação – Europa Central
      País Classificação Júnior Importância do jogo Alemanha Muito Importante Itália Muito Importante França Muito Importante Espanha Muito Importante Holanda Muito Importante Portugal Muito Importante Bélgica Muito Importante Suíça Importante Áustria Muito Importante Liechtenstein Completamente inútil Andorra Completamente inútil Luxemburgo Completamente inútil San Marino Completamente inútil  
      Região de Observação – Reino Unido & Irlanda
      País Classificação Júnior Importância do jogo Inglaterra Muito importante Escócia Muito importante Irlanda Importante Irlanda do Norte Importante País de Gales Importante  
      Região de Observação – Sul da Europa
      País Classificação Júnior Importância do jogo Turquia Muito Importante Grécia Muito Importante Chipre Muito Importante Malta Completamente inútil Gibraltar Importante  
      Região de Observação – Leste Europeu
      País Classificação Júnior Importância do jogo Rússia Importante Sérvia Muito Importante Croácia Muito Importante Ucrânia Importante Polônia Importante Rep. Tcheca Importante Romênia Muito Importante Eslováquia Importante Eslovênia Importante Bósnia & Herzegovina Muito Importante Bulgária Muito Importante Hungria Muito Importante Geórgia Muito Importante Albânia Muito Importante Macedônia Importante Letônia Importante Belarus Importante Estônia Importante Montenegro Importante Lituânia Importante Moldávia Não Importante Azerbaijão Não Importante Armênia Importante Kosovo Importante  
      Região de Observação – Escandinávia
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Dinamarca Muito Importante Suécia Muito Importante Noruega Muito Importante Finlândia Importante Islândia Importante Ilhas Faroe Completamente inútil  
      Região de Observação – América do Norte
      País Classificação Júnior Importância do Jogo México Muito Importante Estados Unidos Não Importante Canadá Não Importante St. Pierre & Miquelon Não Importante  
      Região de Observação – Norte da África
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Egito Muito Importante Argélia Muito Importante Marrocos Muito Importante Tunísia Muito Importante Sudão Muito Importante Líbia Muito Importante  
      Região de Observação – Oeste da África
      País Classificação Júnior Importância do jogo Nigéria Muito Importante Costa do Marfim Muito Importante Gana Muito Importante Senegal Muito Importante Mali Muito Importante Burkina Faso Muito Importante Guiné Muito Importante Togo Muito Importante Benin Muito Importante Gâmbia Importante Cabo Verde Não Importante Libéria Importante Níger Importante Serra Leoa Muito Importante Mauritânia Importante Guiné-Bissau Não Importante  
      Região de Observação – Leste Asiático
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Japão Muito Importante Coreia do Sul Importante Coreia do Norte Não Importante China Muito Importante Hong Kong Completamente Inútil Mongólia Completamente Inútil Taiwan Completamente Inútil Guam Completamente Inútil Macau (China PR) Completamente Inútil Ilhas Marianas do Norte Completamente Inútil  
      Região de Observação – Oriente Médio
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Jordânia Não Importante Iraque Não Importante Irã Muito Importante Arábia Saudita Não Importante Síria Não Importante Bahrein Completamente Inútil Israel Importante Kuwait Não Importante Omã Completamente Inútil Líbano Completamente Inútil Emirados Árabes Unidos Completamente Inútil Iêmen Completamente Inútil Palestina Não Importante Qatar Completamente Inútil  
      Região de Observação – África Central
      País Classificação Júnior Importância do Jogo RD Congo Muito Importante Camarões Muito Importante Gabão Muito Importante Congo Muito Importante Guiné Equatorial Completamente Inútil Chade Completamente Inútil República Centro-Africana Não Importante São Tomé & Príncipe Completamente Inútil  
      Região de Observação – Sul da África
      País Classificação Júnior Importância do Jogo África do Sul Muito Importante Angola Muito Importante Moçambique Muito Importante Zâmbia Muito Importante Malawi Importante Zimbabué Muito Importante Botswana Não Importante Namíbia Não Importante Madagascar Completamente Inútil Lesoto Não Importante Maurícia Completamente Inútil Seicheles Completamente Inútil Suazilândia Completamente Inútil Comoros Não Importante  
      Região de Observação – Sudeste Asiático
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Austrália Importante Tailândia Importante Vietnã Não Importante Indonésia Importante Myanmar Não Importante Malásia Não Importante Singapura Completamente Inútil Filipinas Completamente Inútil Cambodja Completamente Inútil Laos Completamente Inútil Brunei Completamente Inútil Timor Leste Completamente Inútil  
      Região de Observação – Sul da Ásia
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Índia Não Importante Maldivas Completamente Inútil Paquistão Completamente Inútil Bangladesh Completamente Inútil Afeganistão Não Importante Sri Lanka Completamente Inútil Nepal Completamente Inútil Butão Não Importante  
      Região de Observação – América Central
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Honduras Importante Costa Rica Muito Importante Guatemala Importante El Salvador Muito Importante Panamá Completamente Inútil Nicarágua Completamente Inútil Belize Completamente Inútil  
      Região de Observação – Caribe
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Jamaica Muito Importante Trinidad & Tobago Importante Cuba Não Importante Haiti Muito Importante Guadalupe Importante São Vicente Importante Barbados Completamente Inútil Martinica Importante Bermuda Não Importante São Cristóvão e Neves Não Importante Santa Lúcia Completamente Inútil Granada Não Importante Curaçao Completamente Inútil Porto Rico Não Importante Antígua & Barbuda Importante Ilhas Cayman Importante República Dominicana Não Importante São Martinho Completamente Inútil Bahamas Completamente Inútil Ilha de São Martinho Completamente Inútil Dominica Importante Ilhas Turcas e Caicos Não Importante Ilhas Virgens Britânicas Não Importante Anguilla Não Importante Aruba Completamente Inútil Ilhas Virgens Americanas Completamente Inútil Montserrat Não Importante Bonaire Importante  
      Região de Observação – Oceania
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Nova Zelândia Não Importante Ilhas Salomão Não Importante Tahiti Não Importante Fiji Não Importante Papua-nova Guiné Não Importante Vanuatu Completamente Inútil Nova Caledônia Completamente Inútil Samoa Completamente Inútil Ilhas Cook Completamente Inútil Tonga Completamente Inútil Samoa Americana Completamente Inútil Tuvalu Completamente Inútil Wallis & Futuna Não Importante Kiribati Completamente Inútil Micronésia Completamente Inútil  
      Região de Observação – Leste da África
      País Classificação Júnior Importância do Jogo Uganda Muito Importante Tanzânia Muito Importante Etiópia Completamente Inútil Quênia Importante Ruanda Importante Burundi Não Importante Somália Não Importante Eritrea Completamente Inútil Sudão do Sul Muito Importante Zanzibar Importante Mayotte Não Importante Reunião Completamente Inútil Djibouti Completamente Inútil  
      Região de Observação – Ásia Central
        País Classificação Júnior Importância do Jogo Uzbesquistão Importante Cazaquistão Não Importante Tajiquistão Não Importante Turcomenistão Não Importante Quirguistão Não Importante LEIA MAIS: Como encontrar as melhores promessas no FM?
      Qualquer erro, deixe um comentário para que eu possa corrigir. Algo pode ter passado despercebido com esse tanto de regiões.
      Guia traduzido e adaptado por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
      Fonte: https://www.passion4fm.com/football-manager-scouting-regions-nations-youth-rating/
      Banner: @_Matheus_
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Antes de mais nada, o Manual das Instruções ao Adversário no Football Manager 2018 é um guia explicativo. Eles tem o objetivo de explicar cada uma das opções e te ajudar a compreender o que cada uma delas faz e quais os objetivos de cada instrução, para que você decida qual a melhor forma de utilizar. Não é um guia de como explorar as instruções ao adversário dentro do jogo, de forma, a tirar vantagens já que a Inteligência Artificial do jogo não seria capaz de reproduzir algo simular. Isto posto, vamos começar com o Manual das Instruções ao Adversário no FM.
      Usando as instruções ao adversário
      As instruções ao adversário (ou instruções sobre o adversário, caso você esteja jogando em PT-PT) são uma ferramenta poderosa para contra-atacar as maiores ameaças do time adversário no Football Manager. As instruções que você dá antes de uma partida agiram como um extensão da Instruções ao Jogador que já estão instruídas na sua tática. Existem diferentes maneiras de configurar suas instruções ao adversário e nesse guia iremos explicar o que elas fazem e diferentes maneiras de configurá-las.
      Apesar de utilizar as instruções ao adversário no FM ser uma boa maneira de buscar anular as estrelas do outro time, ela também pode criar falhas no seu esquema tático, que podem ser exploradas pelo outro treinador. Antes de você pensar em utilizá-las, tenha certeza que seus jogadores são capazes de cumprir as instruções que você der a eles.
      Por exemplo, se você quer que seu time chegue mais forte em um jogador específico, tenha certeza de que os jogadores que atuam na mesma faixa de campo dele, tenham um bom atributo Desarme. Se não for o caso, seu time vai cometer muitas faltas desnecessárias e acumular cartões amarelos, e até se arriscar a tomar vermelhos.
      Você também não deve exagerar no uso das instruções ao adversário. Dessa forma, você previne que seus jogadores saiam das suas posições, diminuindo assim os buracos e espaços que seu oponente tem para explorar. Se você acabar recuperando a bola, seus jogadores então estariam fora do posicionamento adequado e não seriam capazes de seguir as Instruções à Equipa e Jogadores adequadamente, fazendo que sua tática não funcione da forma que você planejou.

      Tipos de instruções ao adversário
      Existem dois tipos de instruções ao adversário:
      Instruções para determinado jogador: Essas são usadas se você quer designar instruções sobre um jogador específico, por exemplo, o Neymar se estiver seu time estiver enfrentando o PSG. Essas instruções serão carregadas independentemente da posição ou função que o jogador estiver exercendo. Instruções para determinada posição: Essas são usadas se você quiser designar instruções sobre uma posição específica da tática adversária, por exemplo, você quer que seus pontas marquem de perto quaisquer laterais dos dois lados. Se você bota para marcar um dos laterais, usando as instruções sobre determinado jogador, e ele é substituído ou mudado de posição, seus pontas não marcaram mais o novo lateral. Aqui é importante notar que as instruções para determinado jogador tem precedência sobre as instruções para determinada posição. Ou seja, se você estiver marcando um jogador na ponta-esquerda, independente desse jogador, e tiver marcado com instruções específicas algum outro jogador, e ele for modificado para a ponta-esquerda, o que vale será as instruções para aquele jogador.
      Explicando as instruções
      Marcação apertada
      Essa opção instrui seus jogadores a marcar bem de perto um jogador.
      Sempre: Use essa opção para jogadores que vão se beneficiar de uma marcação à distância e que deixa espaço para eles. Por exemplo, meio-campistas que jogam em funções de armadores ou atacantes que são goleadores natos. Você não pode dar espaço para esses jogadores, portanto, marcação apertada deve estar setada como sempre para esse tipo de jogador. Nunca: Use essa opção se o jogador adversário for muito mais rápido que aqueles que irão marcá-lo. Ao sempre fazer marcação apertada nesses jogadores, significa que eles terão mais espaço para correr ou explorar. Por isso é melhor utilizar essa opção, pois você coloca seus marcadores em vantagens caso o jogador adversário tente ganhar na corrida.

      Também pode ser útil da liberdade para algum jogador sem criatividade, técnica ou controle de bola. Ao não marcar esse jogador em específico, você pode forçar o jogo da outra equipe em cima dele, já que ele sempre vai ter mais espaço. Dessa forma, você pode forçar seus adversários a tomarem decisões ruins e se beneficiar da ausência de habilidade desse jogador. Pressão
      Essa instrução fará com que seus jogadores pressionem um jogador assim que eles receberem a bola.
      Sempre: Pressionar um jogador que está nervoso pode ser bastante efetivo. Você irá colocá-lo sob pressão, forçando-o a tomar uma decisão. A pressão imediata irá forçar o jogador nervoso a tomar uma decisão precipitada, o que na maioria das vezes, acaba sendo uma decisão ruim. Procure por jogadores com os seguintes Movimentos Preferidos do Jogador (MPJ): Lento com a bola nos pés ou Pára o jogo. Ao colocar pressão nesses jogadores, você os forçará a tomar decisões favoráveis ao seu time.

      Se você estiver enfrentando um atacante solitário que está recebendo pouco suporte de seus companheiros de equipe, coloque ele sobre pressão. Ele não será capaz de manter a posse da bola ou passar, já que não tem ninguém para ele tocar.

      Por último, mas não menos importante, procure pressionar jogadores com péssimos atributos em Criatividaed, Passe, Decisões, Primeiro Toque e Frieza. A pressão em cima desse tipo de jogador pode induzi-los ao erro. Nunca: Pode ser útil diante de um jogador ágil e driblador, mas com baixo atributo Decisões. O jogador pode se intimidar com o espaço dado a ele, e ficar sem saber o que fazer pela ausência de pressão.

      Também pode ser útil nunca pressionar um jogador ruim que está cercado por jogadores mais perigosos em outras posições. Dessa forma você pode instruir seus jogadores a se concentrar nos melhores ao invés do ruim. Isso pode acabar forçando o jogador ruim a ser a única opção de passe para os melhores jogadores. Quando ele receber a bola, ele vai ter uma maior chance de cometer erros que podem te devolver a posse de bola. Desarme
      Isso irá determinar o quão agressivamente o adversários serão desarmados quando tiverem a posse de bola.
      Duro: Pode ser útil para "assustar" um jogador. Procure por jogador com baixa Agressividade, Bravura, Frieza, Determinação e Índice de Trabalho. Também pode ser funcionar contra um bom passador ou cruzador, mas que não é tão móvel. Ao ser mais agressivo em cima dele, você pode neutralizá-lo explorando suas deficiências.

      Jogadores cansados ou que tenham recebido uma pancada ou lesão, mas continuem em campo, também são boas opções. É meio cruel, mas jogadores cansados tem mais chances de machucar, um jogador que já tem uma lesão pode ser forçado a sair de campo depois de um desarme mais duro. Suave: Pode ser útil diante de um jogador que tem boa mobilidade ou bom Drible com relação a quem faz sua marcação ou cobertura. Ao ser agressivo nesse tipo de situação, pode resultar em muitas faltas e cartões, por isso, é melhor ter cuidado com o desarme para cima desse tipo de jogador. Normal: Use se você quiser alterar a instrução global de desarme o seu time para um jogador específico.Por exemplo, ao escolher uma instrução de desarme mais agressivo, seus jogadores serão mais duros nos seus desarmes. Ao escolher Normal ou Suave você vai estar alterando essa instrução para um jogador ou posição em específico. Forçar Para
      Essa instrução irá forçar que o oponente leve a bola para um pé específico. Idealmente, você deseja que ele seja forçado para o seu pé mais fraco.
      Pé Esquerdo ou Pé Direito: Isso pode ser último quando o jogador é bom apenas bom com uma das pernas. Dessa forma, você pode forçar a bola para o pé mais fraco do jogador, fazendo com que ele seja menos efetivo. Mas você também pode usar isso para forçar um jogador para posições internas ou externas do campo. Um ponta-esquerdo canhoto pode ser menos efetivo em posições externas, já que ele estará restrito a buscar cruzamentos ou passes para trás. Mas tome cuidado ao fazer isso, seus zagueiros tem que ser especialistas em lidar com jogadas aéreas. Pé mais Fraco: Isso pode ser útil para jogadores que estão no centro do campo (meio-campista ou atacante). Mas tenha cuidado com jogadores que são ambidestros.

      Isso também pode ser útil contra jogadores abertos que jogam no lado do seu pé mais forte, principalmente se você tiver enfrentando um atacante que é melhor no jogo aéreo que seus defensores. Assim, você limita a quantidade de cruzamentos na direção desse atacante, fazendo com que os jogadores abertos sejam menos efetivos. Preparando as instruções ao adversário
      Pré-jogo: Você tanto pode checar os jogadores adversário manualmente e definir as instruções ou pedir para que seu staff faça isso. Qual membro do staff que será escolhido é por sua conta. Existe um menu no qual você pode escolher entre seu assistente e preparadores. Se você optar por esse caminho, tenha certeza que seu assistente/preparador tenha bom Conhecimento Tático e boa capacidade de avaliação de capacidade. Automaticamente: Você também pode definir as instruções automaticamente, usando a tela de Responsabilidade do Staff ou a tela de preleção no dia de jogo. Você irá definir um assistente ou preparador, assim como no método acima. Instruções padrão: A opção final é a tela de instruções padrão que se encontra na tela de Táticas. Você irá encontrar a mesma tela que existe no pré-jogo ali, com todas as posições disponíveis. Aqui você pode escolher aquelas instruções sobre posição. Vamos supor que você quer que seu time pressione sempre os zagueiros ou forçar os pontas para o pé mais fraco. Para que você não tenha que fazer isso todo jogo, é só vir aqui e configurar. Além disso, as telas mudaram do FM 2017 para o FM 2018 e antes eram duas opções: uma para o jogador e outra para a posição. Agora, assim como na instrução para jogador ou posição na tela de táticas, você tem que escolher uma das opções. A opção padrão é a sobre jogador, caso queria mudar, é só clicar no botão da esquerda em IA.

      Por fim, é importante lembrar que utilizar as instruções ao adversário no FM é algo bastante interessante e útil, mas não se esqueça de não exagerar e desmontar seu time e suas táticas por causa disso.
      Guia traduzido e adaptado por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
      Fonte: https://fminside.net/opposition-instructions
      Banner: @_Matheus_
×
×
  • Create New...