Jump to content

Após vexame na reta final da Copa, Felipão não é mais técnico da Seleção


Guest João Gilberto

Recommended Posts

Guest João Gilberto

Após vexame na reta final da Copa, Felipão não é mais técnico da Seleção

Treinador deixa o comando do Brasil após um ano e meio no cargo e o quarto lugar no Mundial do país

Luiz Felipe Scolari não é mais técnico da seleção brasileira. A derrota vexatória para a Alemanha, por 7 a 1, nas semifinais da Copa do Mundo, e o outro revés em seguida, na disputa pelo terceiro lugar, por 3 a 0, para a Holanda, decretaram a queda do comandante. Felipão assumiu no final de 2012, meses antes da Copa das Confederações, em 2013, onde o Brasil conquistou o título em cima da Espanha, vencendo por 3 a 0 no Maracanã. Foram 29 jogos no comando da Seleção, com 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas. Na Copa do Mundo deste ano, foram sete jogos, com duas derrotas, três vitórias e dois empates. Agora, a CBF cogita os possíveis substitutos. Tite é o favorito, mas um estrangeiro não está descartado.

felipao_jogo_get_95.jpg

Após a derrota para a Holanda no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na coletiva de imprensa, Felipão entregou o cargo para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), como, segundo o próprio, já havia ficado acertado com a entidade. A CBF aceitou o pedido de Felipão e confirmou a demissão de Luiz Felipe Scolari, Carlos Alberto Parreira e de toda a comissão técnica que trabalhou na Copa do Mundo.

A CBF ainda não oficializa a queda do treinador, o que irá acontecer nesta segunda-feira. Assim, o Brasil parte em busca de um novo técnico para assumir o projeto que terá como ponto alto a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, passando pela Copa América do Chile, em 2015, e das Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial, que o país volta a disputar após ser sede do evento.

Substituto de Mano Menezes

Felipão substituiu Mano Menezes, aposta da CBF para começar o processo de reformulação da seleção brasileira. A derrota para o México na decisão da medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres 2012, porém, começou a minar o treinador, que acabou sucumbindo em novembro de 2012. Chamado por José Maria Marin, presidente da CBF, Luiz Felipe Scolari, campeão do mundo com o Brasil em 2002, aceitou, e no primeiro ano como treinador do país conquistou a Copa das Confederações, com campanha que colocou a Seleção novamente como uma das favoritas ao título mundial em casa.

A Copa do Mundo, porém, começou com um susto. Marcelo marcou contra na estreia, diante da Croácia, mas a Seleção virou para 3 a 1. Em seguida, o país empatou com o México em 0 a 0, com grande atuação do goleiro rival Ochoa. Fechando a primeira fase, o Brasil venceu Camarões por 4 a 1 e se classificou com o primeiro lugar do Grupo A. Nas oitavas de final, no Mineirão, o Brasil sofreu para bater o Chile, nos pênaltis, depois de levar pressão na prorrogação. Nas quartas de final, em atuação melhor, o time venceu a Colômbia por 2 a 1, mas perdeu Neymar com uma lesão na terceira vértebra lombar. Foi aí que Felipão recebeu seu mais duro golpe. A Seleção, novamente no Mineirão, foi goleada por 7 a 1 pela Alemanha, no que o técnico classificou como uma pane inexplicável. Em seguida, na disputa pelo terceiro lugar, no sábado, foi novamente derrotada, agora pela Holanda, por 3 a 0.

GLOBOESPORTE.COM

CBF, agora, admite contratar estrangeiro (GE)

Em 20 meses, Felipão colheu intrigas com bancários, jogadores da seleção e dirigente da CBF (ESPN)

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 218
  • Created
  • Last Reply

Aposto 99% das minhas fichas no Tite,

esse papo de estrangeiro sempre acontece para amenizar as criticas da imprensa, mas no final é sempre um treinador gaucho

Link to comment
Share on other sites


No mercado nacional, Tite é o seu favorito. Mesmo assim, ele não acredita que o ex-corintiano mudaria radicalmente o estilo de jogo do time.

Além de procurar um novo treinador, Marin quer rejuvenescer o comando da equipe. Ex-jogador do Flamengo e do São Paulo, Leonardo é um dos cotados para substituir Carlos Alberto Parreira na função de coordenador técnico.

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/07/1485429-marin-admite-que-selecao-pode-ter-tecnico-estrangeiro.shtml

Dentro da realidade, são as melhores opções.

Link to comment
Share on other sites

Espero de coração que o Tite tenha de fato levado lições desse tempo que passou viajando pela Europa. Ele me parece ser o técnico 'mais estrangeiro' que temos aqui. Estilo de jogo muito compacto e com boas triangulações no ataque...

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente Mourinho descartou dirigir a seleção no momento, visto que está empolgado com a montagem do time para a próxima temporada e restam três anos em seu contrato. Mas diz estar disposto a comandar a seleção assim que seu vínculo com o clube londrino tiver fim, em 2017!

Não acho que o Tite mudará tudo, aliás, o problema é mais agudo que comissão técnica. Mas é um técnico que tem estudo neste anos de "exílio" e concordo que seja a melhor opção no mercado brasileiro.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

Tite e Leonardo (como coordenador). É o que tem pra hoje (nacionalmente). E um Sampaoli hein? O que acham?

Link to comment
Share on other sites

Leonardo? bem é uma aposta interessante, Tite de longe por méritos, mas a retranca fodida dele realmente é algo que não agrada.

Link to comment
Share on other sites

Bora formar um ferrolho "a la" Suíça pra 2018 então. Porque o time com o Tite vai ser assim.

Link to comment
Share on other sites

Guest João Gilberto

Seja quem for, que seja para ONTEM e que não venham com esse papo de interino até o final do ano esperando a poeira baixar. Precisamos de alguém que venha e seja respaldado durante TODO o ciclo, chega de opções convenientes e trabalhos abortados. Que a experiência com Mano tenha finalmente feito estes fela da puta aprenderem que não se trata apenas de resultado, mas de estruturação e construção ou recuperação de uma filosofia de jogo.

Link to comment
Share on other sites

Esta pagação de pau para a Alemanha é meio irritante. Mas uma informação eu achei interessantíssima.

A seleção da Alemanha em 100 anos, teve 10 técnicos. Outra coisa. Na copa de 2006, na Alemanha, ele ficaram em terceiro lugar e a população comemorou muito.

Alguém enxerga isso acontecendo no Brasil? A menos que o técnico vença tudo oq disputar, jogando um futebol lindo, ele não dura nem 2 copas. Seja por pressão da mídia, ou da própria população brasileira que não entende/aceita nada menos do que a vitória.

Brasileiro não entende os conceitos de planejamento e projeto de longo prazo. Então, podem colocar quem quiser de técnico. Ele vai continuar sobre pressão, e qualquer sequência de resultados ruins será motivo para demissão e nova campanha por renovação na seleção. Já será a quarta renovação em 8 anos.

Link to comment
Share on other sites

Com ferrolho, ao menos, não toma 14 gols em uma copa do mundo..

Link to comment
Share on other sites

Tite? Sinceramente preferia que o Felipão ficasse.

Link to comment
Share on other sites

Esta pagação de pau para a Alemanha é meio irritante. Mas uma informação eu achei interessantíssima.

A seleção da Alemanha em 100 anos, teve 10 técnicos. Outra coisa. Na copa de 2006, na Alemanha, ele ficaram em terceiro lugar e a população comemorou muito.

Alguém enxerga isso acontecendo no Brasil? A menos que o técnico vença tudo oq disputar, jogando um futebol lindo, ele não dura nem 2 copas. Seja por pressão da mídia, ou da própria população brasileira que não entende/aceita nada menos do que a vitória.

Brasileiro não entende os conceitos de planejamento e projeto de longo prazo. Então, podem colocar quem quiser de técnico. Ele vai continuar sobre pressão, e qualquer sequência de resultados ruins será motivo para demissão e nova campanha por renovação na seleção. Já será a quarta renovação em 8 anos.

No brasil ia ter festa sim, mesmo perdendo de 7x1 torcida apoiou até o fim o jogo contra a Holanda, mesmo não jogando nada. O problema não foi perder, o que quase todo mundo que entende um pouco de futebol esperava pra Alemanha, o problema foi perder de 7x1, e ainda não admitir que o time tava mal, ficaram na culpa do apagão e tudo mais.

Link to comment
Share on other sites

Esta pagação de pau para a Alemanha é meio irritante. Mas uma informação eu achei interessantíssima.

A seleção da Alemanha em 100 anos, teve 10 técnicos. Outra coisa. Na copa de 2006, na Alemanha, ele ficaram em terceiro lugar e a população comemorou muito.

Alguém enxerga isso acontecendo no Brasil? A menos que o técnico vença tudo oq disputar, jogando um futebol lindo, ele não dura nem 2 copas. Seja por pressão da mídia, ou da própria população brasileira que não entende/aceita nada menos do que a vitória.

Brasileiro não entende os conceitos de planejamento e projeto de longo prazo. Então, podem colocar quem quiser de técnico. Ele vai continuar sobre pressão, e qualquer sequência de resultados ruins será motivo para demissão e nova campanha por renovação na seleção. Já será a quarta renovação em 8 anos.

Se o Brasil tivesse perdido nos penaltis pra Alemanha e tivesse demonstrado um bom futebol na disputa por terceiro lugar, haveria comemoração sim (foi o que aconteceu em 2006 com a Alemanha). Tanto que mesmo após os 7x1, a torcida apoiou muito o time no Mané Garrincha. Só pararam depois dos 2x0... aí não tem torcedor no mundo que apoie.

Em 2010, outra vez. O time jogou um futebol exemplar, goleando Inglaterra e Argentina inclusive e com sobras. Perderam por 1x0 numa bola parada contra o então melhor time da época (e sendo que a Alemanha tinha um time praticamente inteiro com 19 a 24 anos).

Link to comment
Share on other sites

Tite e Leonardo (como coordenador). É o que tem pra hoje (nacionalmente). E um Sampaoli hein? O que acham?

Leonardo? bem é uma aposta interessante, Tite de longe por méritos, mas a retranca fodida dele realmente é algo que não agrada.

Leonardo eu já tinha dito no tópico do jogo contra a Alemanha que seria uma boa para o cargo de coordenador técnico.

Esta pagação de pau para a Alemanha é meio irritante. Mas uma informação eu achei interessantíssima.

A seleção da Alemanha em 100 anos, teve 10 técnicos. Outra coisa. Na copa de 2006, na Alemanha, ele ficaram em terceiro lugar e a população comemorou muito.

Alguém enxerga isso acontecendo no Brasil? A menos que o técnico vença tudo oq disputar, jogando um futebol lindo, ele não dura nem 2 copas. Seja por pressão da mídia, ou da própria população brasileira que não entende/aceita nada menos do que a vitória.

Brasileiro não entende os conceitos de planejamento e projeto de longo prazo. Então, podem colocar quem quiser de técnico. Ele vai continuar sobre pressão, e qualquer sequência de resultados ruins será motivo para demissão e nova campanha por renovação na seleção. Já será a quarta renovação em 8 anos.

O problema não é o Brasil ter terminado em 4º lugar na Copa dentro de casa, o problema foi ter perdido de 7x1 nas semi e de 3x0 na decisão do 3º lugar, pode ter certeza que se tivesse perdido da Alemanha por 2x1 ou 1x0 na prorrogação, lutando, jogando com garra e contra a Holanda também, o povo teria apoiado.

Gallo como treinador da Seleção só pode ser brincadeira, aí desisto da Seleção.

Por mais que seja doído pedir um treinador estrangeiro na Seleção mas eu acho que é esse o momento, apesar que eu acho que o novo treinador será Tite, Muricy ou Abel.

Link to comment
Share on other sites

Se for o Abel eu paro de acompanhar futebol de Seleção, na boa.

Link to comment
Share on other sites

Eu já desisti da seleção independente do técnico.

Talvez, quem sabe, por obra de um milagre, em 2019 seja eleita uma cúpula de homens competentes e honestos pra reerguer o futebol brasileiro, aí sim eu volto. Até lá, pode pôr Guardiola, Mourinho, Sampaoli, seja lá quem for, desisto.

Link to comment
Share on other sites

Se for o Abel eu paro de acompanhar futebol de Seleção, na boa.

Também não quero mas o nome não vai fugir de Tite, Muricy ou Abel.

Eu já desisti da seleção independente do técnico.

Talvez, quem sabe, por obra de um milagre, em 2019 seja eleita uma cúpula de homens competentes e honestos pra reerguer o futebol brasileiro, aí sim eu volto. Até lá, pode pôr Guardiola, Mourinho, Sampaoli, seja lá quem for, desisto.

Duvido, Del Nero será reeleito com certeza e se não for, vai Andrés Sanchez, não sei quem é pior.

Link to comment
Share on other sites

Independente de quem seja o treinador, precisa é de um Paulo André, Alex, Juninho Pernambucano em um cargo alto na CBF. Ai pode começar a mudar alguma coisa.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Similar Content

    • Masca
      By Masca
      Copa do Nordeste começa no próximo final de semana e de cara já tem um Bahia x Sport.

      As duas partidas da final com apenas 4 dias de intervalo desvaloriza demais a competição. 
    • Perissé
      By Perissé
      APRESENTAÇÃO
      De maneira simples e efetiva, sem muita palhaçada na forma de contar e depois de mais de 2 anos longe daqui, queria mostrar meu save com o Cruzeiro - no FM 2022 ainda - que eu ressuscitei nesse verão. Foi por um acaso que ele foi ressuscitado. Isso porque eu tinha largado ele na metade de 2023 com frustrações e iria comprar o FM 2024 em dezembro. Só que eu quis só confirmar se eu seria demitido e decidi ir lá no save terminar essa tortura.
      Mas não fui demitido e cá estou.
      Assim, contextualizando, a escolha pelo Cruzeiro foi por ser um clube grande na Série B na época, buscando a tradicional missão de trazer de volta à Série A e tentar ganhar tudo. Optei por não ter janela de transferência no início do ano e trabalhar com o que tinha. Além disso, não usei nenhum update, coloquei um perfil de treinador com a melhor licença possível, mas com um passado de jogador semiprofissional. Teremos nesse 1º ano a disputa do Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e a Série B, foco do clube e na qual se espera a subida.
       
      ELENCO
      A situação do elenco era de 16 dos 28 nomes em último ano de contrato e muitos empréstimos. Um deles, o do goleiro Gabriel Brazão (Internazionale), foi terminado devido ao alto salário para um reserva, dando espaço para o recém-contratado Gabriel Mesquita (24 anos). Além desse caso, alguns veteranos foram para o Cruzeiro reservas por não estarem nos meus planos e que serão negociados se possível, como Luvannor, Felipe Machado, Pedro Castro, Mateus Silva e Eduardo Brock.
      Dá para fazer esse time jogar bola. Fora que não tem nenhuma posição com escassez de jogador. Então, vamos à luta. A expectativa da direção e de Ronaldo é de chegar à semifinal do Mineiro nesse início.


      Obs.: Peço que ignorem as datas dos prints, o elenco no início do ano era esse com as mudanças relatadas acima.
    • Radzinsky1
      By Radzinsky1
      A Associação Desportiva São Caetano é um clube de futebol brasileiro da cidade de São Caetano do Sul, região metropolitana do estado de São Paulo.
      É chamado popularmente de "Azulão", que, além de seu mascote, faz alusão a uma das cores do clube, o azul - a outra é o branco. O clube manda suas partidas no Estádio Municipal Anacleto Campanella, cuja capacidade é para pouco menos de 17 mil torcedores. Seu maior rival no esporte é o Santo André, equipe da cidade vizinha homônima, também na região do ABC Paulista O São Bernardo é outro grande rival com 2 dois títulos Estaduais.
      Os maiores momentos de sua história foram vividos na primeira metade da década de 2000, quando o clube sagrou-se duas vezes vice-campeão do Campeonato Brasileiro (em 2000 e 2001) e quando também foi vice da Copa Libertadores da América de 2002 pro Olimpia. Sua principal conquista no futebol profissional é o Campeonato Paulista de 2004.

            Informações do Save
      Tamanho da Base de Dados Início: Dezembro de 2023 Ligas Ativadas       Treinador

      Treinador com a licencia inicial pra tentar seguir um realismo e decidi colocar como futebolista semi-profissional.
            Objetivos do Save 
      Conseguir o acesso a primeira divisão do Campeonato Paulista. Conseguir o acesso as divisões do Campeonato Brasileiro, Série D / C / B / A . Conseguir voltar a tão sonhada Libertadores e Vence-la!  Se tornar uma lenda do clube. Para atingir esses objetivos, há os objetivos secundários.
      Desenvolver infraestrutura do clube até o máximo permitido.  Mudar o patamar das categorias do clube. Nas vendas e nas conquistas. Ter uma política de clube formador no futuro.
    • Kapiroto
      By Kapiroto
      Olá, pessoal!
       
      Não sei mexer muito bem nas regras avançadas do editor do FM, mas na base da engenharia reversa (analisar o trabalho da concorrência e copiando a estrutura para meu arquivo), consegui fazer uma liga no brasil da seguinte forma:
       
      Séries A, B e C: ida e volta, pontos corridos, sobem 4 e descem 4.
       
      Série D: 4 grupos regionalizados de 16 times cada. Caem os 2 últimos de cada grupo e classificam os oito primeiros para o mata-mata. Quem se classificar para as semifinais garante o acesso.
       
      Série E: 8 grupos regionalizados de 16 times cada. Caem os 4 últimos de cada grupo e classificam os quatro primeiros para o mata-mata. Quem se classificar para as quartas de final garante o acesso.
       
      Já testei e está tudo direitinho. O único problema que eu preciso resolver para considerar tudo pronto é que na série D, por exemplo, o 1º colocado do grupo pela o 8º colocado do mesmo grupo no mata-mata, em vez do 1ª colocado do grupo A pegar o 8ª do B e assim vai.
       
      Se alguém puder me orientar sobre como solucionar isso, e não houver nenhuma objeção do pessoal que administra o fórum, posso disponibilizar o arquivo ainda hoje.
    • civilEN
      By civilEN
      Estou criando uma base de dados do Brasil em formato real, com classificação da série D via estaduais, e com campeonatos amadores e de várzea, caso alguém puder ajudar, eu agradeceria muito
×
×
  • Create New...