Jump to content

Vida após a morte


Ne0

Recommended Posts

http://www.youtube.com/watch?v=BpcKZyHoksg

E aí galera, o que acham sobre o assunto?

Gostei da pergunta, A mente é fruto do cérebro ou ela está além do cérebro?

Link to comment
Share on other sites

Torço para que tenha... imagina que merda, tu simplesmente sumir/deixar de existir...

Link to comment
Share on other sites

Eu acredito que seja como quando você dorme , você não sabe que ta dormindo , só sabe que dormiu porque acorda. Acredito que a morte seja igual , só que sem sonhos ou pesadelos , você simplesmente "dorme" eternamente.

Link to comment
Share on other sites

Se for igual ele diz, perder todos os sentimentos que sentimos pelas pessoas que amamos, ja me da uma agonia. Mas tem que ter algo, não é possível que vc morre e pronto, fica em sono profundo ou simplesmente deixa de existir.

Link to comment
Share on other sites

Se for igual ele diz, perder todos os sentimentos que sentimos pelas pessoas que amamos, ja me da uma agonia. Mas tem que ter algo, não é possível que vc morre e pronto, fica em sono profundo ou simplesmente deixa de existir.

Mas se você morresse e guardasse esses sentimentos pelas pessoas que você ama e não pudesse fazer nada para mostra-los (afinal , você estaria morto) , não daria mais agonia ainda?

Link to comment
Share on other sites

Mas se você morresse e guardasse esses sentimentos pelas pessoas que você ama e não pudesse fazer nada para mostra-los (afinal , você estaria morto) , não daria mais agonia ainda?

Daria sim...e daria muita agonia ficar tipo cego/surdo/mudo só pensando...acho que ai sim seria o inferno!

Eu creio que você esteja certo, apenas dormimos eternamente mas sem sonho...mas se for para ter algo mais e deveria ter, torço por um plano espiritual onde encontramos nossos entes queridos que já se foram, onde sejamos felizes...torço para que a terra seja apenas uma parte dessa vida...torço né...acreditar eu acredito que infelizmente deixamos mesmo de existir, como dizem por aí, somos apenas seres de carbono, uma combinação perfeita que gerou estes seres racionais... =/

Link to comment
Share on other sites

A premissa já é estranha. Se ele não teve morte cerebral, não poderia ter experimentado "o lado de lá" já que não morreu, de fato.

Esses relatos não são incomuns, mesmo pra quem não acredita em pós-morte. E, sobre as credenciais dele:

(...)

Other former colleagues reached for comment were not convinced. Dr. Martin Samuels, chairman of the neurology department at Brigham and Womens Hospital, a Harvard teaching affiliate, remembered Dr. Alexander as a competent neurosurgeon. But he said: There is no way to know, in fact, that his neocortex was shut down. It sounds scientific, but it is an interpretation made after the fact.

My own experience, Dr. Samuels added, is that we all live in virtual reality, and the brain is the final arbiter. The fact that he is a neurosurgeon is no more relevant than if he was a plumber.

(...)

http://www.nytimes.com/2012/11/26/books/dr-eben-alexanders-tells-of-near-death-in-proof-of-heaven.html?_r=0

Link to comment
Share on other sites

Após morrer é igual antes de nascer. Ou seja, não existe nada.

É o que eu penso.

Me parece a melhor das respostas com as quais eu tive contato.

Link to comment
Share on other sites

O fato do cara ser um neuro bem foda é algo que da "credibilidade" a coisa, afinal ele não é nenhum doente fanático religioso ou algum hater de tudo ateu ... como falam na reportagem, ele sempre tinha uma explicação científica pra tudo e procurou durante alguns anos entender que diabos aconteceu com ele.

PMLF Não existe nada ou é algo que não podemos/temos como nos lembrar nessa vida que levamos "com consciência"?

Link to comment
Share on other sites

Sei lá, penso de certa maneira que, se de fato existo algo pós morte, nós não teremos consciência disso... pode até haver algo como o paraíso, mas nesse caso, apenas o espírito/alma encontraria isso.

O humano propriamente dito, ficaria dormindo eternamente sem ter consciência dessas experiências.

Isso claro, é tudo muito hipotético.

O que é alma? O que é espírito? Os dois realmente existem? O que é o humano?

Enfim...

Link to comment
Share on other sites

Não é só o homem que possui cérebro, mas só o homem possui mente (racionalidade/consciência). Então pra mim a mente está além do cérebro.

Link to comment
Share on other sites

Eu sou cristão, acredito que não acaba tudo. Mas o que é que vai acontecer já não é comigo.

Após morrer é igual antes de nascer. Ou seja, não existe nada.

Quem disse que não existe nada antes de nascer? :P

Do mesmo jeito que a gente não tem certeza se existe algo depois de morrer, não dá pra ter certeza se existia algo antes de nascer.

Link to comment
Share on other sites

Se continuarmos a existir, porém sem consciência, podemos ainda dizer que estamos vivos, no sentido humano do termo?

Link to comment
Share on other sites

Se continuarmos a existir, porém sem consciência, podemos ainda dizer que estamos vivos, no sentido humano do termo?

Sempre que eu fico pensando nesse assunto me vem isso à cabeça. Acredito que nossa existência não acaba, o que acaba é a nossa percepção da vida.

Pelo menos uma vez por semana eu me pego pensando nisso. No fim só fico torcendo para que demore ainda para eu descobrir a resposta.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

Sou católico, assim como a maioria esmagadora da minha família mas, minha mãe de uns tempos pra cá acabou se interessando pelos conceitos do Espiritismo, lê mt sobre e acabou me influenciando também, de certa forma. E a partir daí eu comecei a cultivar essa ideia de vida após a morte, sim.

Acho que o pós-mortem se dá num plano diferente desse nosso, algo somente espiritual, com cada um ainda carregando algumas memórias dessa vida, mas algo que se desprenderá com o tempo e o distanciamento gradativo desse plano "carnal", digamos. E cultivo a ideia também da reencarnação, a partir desse plano espiritual.

Acho que dificilmente o homem conseguirá, um dia, compreender COMPLETAMENTE essa questão de vida após a morte ou até mesmo algo antes do nascimento (reencarnação ou algo do tipo). É algo que foge do nosso alcance "mortal", hehe.

Link to comment
Share on other sites

Sempre que eu fico pensando nesse assunto me vem isso à cabeça. Acredito que nossa existência não acaba, o que acaba é a nossa percepção da vida.

Pelo menos uma vez por semana eu me pego pensando nisso. No fim só fico torcendo para que demore ainda para eu descobrir a resposta.

Nessa linha, o parâmetro de nossa existência não seria a percepção da vida? Sem essa percepção, o que serviria de parâmetro para dizer que existimos?

Link to comment
Share on other sites

Prefiro acreditar que exista vida ou consciência após a morte mas tenho dificuldades em acreditar nisso por ser cético demais.

Evito até pensar nisso para não entrar em uma paranóia, é complicado demais pensar que um dia você simplesmente para de existir e fim.

Link to comment
Share on other sites

"A morte não é nada para nós, pois enquanto vivemos, ela não existe, e quando chega, não existimos mais."

Link to comment
Share on other sites

Como assim 'percepção da vida'?

Edit: vi agora o post do Matheus e essa minha pergunta é exatamente no sentido que ele usou.

Por enquanto, acredito no que disse Saramago: a morte é a passagem da existência para a inexistência.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

  • Similar Content

    • Respeita Meu Manto
      By Respeita Meu Manto
      Se tiver algum tópico no fórum onde estejam discutindo o assunto, por favor unam esse tópico ao já existente, mas acho essa discussão interessante e quis trazer pra cá, hoje vi uma postagem que um amigo compartilhou da Folha de SP sobre o padrão do descobrimento que é um dos principais pontos turísticos de Lisboa e ontem foi pichado em inglês com a seguinte frase "velejando cegamente por dinheiro, a humanidade está se afogando em um mar escarlate", recentemente tivemos aqui no Brasil a estátua do Borba Gato sendo incendiada, tanto um caso como o outro, a justificativa é a mesma "reescrever a história", a pergunta que deixo é, qual a sua opinião? Esse pessoal tem razão ou não passam de vândalos? 
    • _Biofa
      By _Biofa
      Fala rapaziada, tem alguém aqui(provavelmente tem) que trabalhe com programação aqui?
       
      Estou começando a estudar a vera, nãoe stou trabalhando somente para estudar e me reinserir no mercado de trabalho. Estou aprendendo React, já tenho um conhecimento basico de JS e vou começar um bootcamp em Agosto agora sobre React/Backend com Node, etc. 
       
      Queria trocar ideia sobre assuntos do mercado e de aprendizado. tem alguem ai?
    • Leho.
      By Leho.
      ---
      Trouxe a opinião do PH Santos que é um vlogger que eu sigo e acho maneiro, mas sintam-se à vontade pra trazerem outros vídeos de análises e comentários sobre o tema.
      Aliás, falando em comentário... o que vocês acham disso tudo? Qual o caminho que tomará o cinema? E o streaming, caminha pra ser a grande revolução midiática dentro do entretenimento que tá parecendo ou não?
    • Bikas
      By Bikas
      Bom, o título é péssimo, eu sei, mas foi exatamente o que pensei quando lembrei do fórum. Muito, muito tempo que não entro aqui. Entrei no meu perfil antigo e o último acesso é de 2017, mas mesmo nessa época lembro que já entrava bem pouco por causa da faculdade. Nem lembro a senha.
      Instalei um SSD no notebook ontem e lembrei do FM, tô baixando e decidir dar uma olhada em como estava o fórum. Perdi o contato com todo mundo, as vezes ainda falo com  o Jonera pelo Twitter e falei com o Emerson Araújo no ano passado.
      Pelo que vi ainda tem uma galera boa aqui. Henrique, Bernardo, Lowko é Powko, Léo Reis, ggpofm e Bruno Trink. Não vi Ariel, Ne0 (lembrei dele esses dias por causa da Covid em Manaus, espero que esteja tudo bem) e nem o Matheus. Jogamos muito Dota 2 e eu era ruim demais. Eles ainda participam? Bernardo aparentemente virou cientista político (pode virar fonte!). Lembro que ele não parava de falar do Chomsky e por alguma razão eu achava que era um pensador ucraniano... 
      Acho que aqui foi por um bom tempo o espaço que pude exercitar minha vontade de escrever na adolescência: contava saves no Profissão: Manager (cheios de erro de português, mas tá valendo!), participei de um projeto Redação Fmanager, acho que tocado pelo Henrique, em que escrevíamos alguns textos sobre futebol. Lembro que algumas pessoas como o Emerson e o Jonera estavam fazendo Faculdade de Comunicação (acho que tinha mais gente, como o Renato e o rafinha13) e foi bem legal.
      Eu acho engraçado como são as coisas porque já havia vários sinais que eu gostava de escrever e de alguma forma viraria jornalista, mas nunca me toquei. Inclusive, quase fiz outras faculdades. Me formei no meio do ano passado em Jornalismo na UFJF, fiquei uns dois meses procurando emprego e acabei conseguindo uma vaga como repórter de política em um jornal de Belo Horizonte. Hoje cubro principalmente o governo Zema e a Assembleia Legislativa de Minas Gerais.
      Vou tentar acessar mais o fórum (tô de folga até segunda, amém) e me inteirar das novidades. Vi que tá rolando umas entrevistas com os membros. Achei muito legal.
      Enfim, tô curioso para saber como está a vida de vocês, onde estão morando, se houve mudanças grandes etc. Galera teve filhos? Casaram? Foram morar no exterior?
      Abraços!
       
    • Luiz A. Borel
      By Luiz A. Borel
      Lembro-me que tinha um tópico sobre isso, mas não encontrei na busca e criei outro pra falarmos de tattoo. 
      Tenho três, mas duas são maiores (e ainda tenho que terminá-las). 
      Na perna esquerda, tenho um urso. Foi a primeira que fiz. Pretendo fazer uma cobertura nela, para encaixar no estilo das outras que tenho.
      No braço esquerdo, tenho uma maori, que estende até o meio do peito, onde começa a parte biomecânica com o coração em homenagem ao Boca (que muitos duvidam, mas é o time que torço), que vai até o punho do braço direito (vou procurar a foto da parte do antebraço e edito aqui). Essa é a que pretendo terminar de fechar quando passar a pandemia. 
      Na perna-esquerda, também tenho no estilo biomecânico, ocupando toda a perna e cobrindo uma cicatriz cirúrgica.
      Tenho em mente, além da cobertura que citei, algo para as costas. Já me ofereceram ser tela em uma exposição e fechá-la com outro maori, mas não é o que busco.
      Quem mais gosta das tattoos? Postem aí, heheh. 
      Pra moderação, caso esteja na área errada ou com tag errada, peço que ajeitem. 🙂 
×
×
  • Create New...