Jump to content
Sign in to follow this  
Jirimias

[FM'13]Doze Goles de Futebol - Primeiro Volume

Recommended Posts

Jirimias

Aeeeeeeeee Chupa Corinthians , timinho , timinho ! kkkkkkkkkkk

kkkk imagino que decepcionante que foi, já tinha me conformado com o resultado controverso e deu nisso haha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
xPalito

Belíssima campanha na Libertadores. Depois desse jogo contra o Corinthians, não duvido de mais nada a partir das Oitavas. São só mais oito jogos... Quem sabe?!

Oliveira tá simplesmente impecável... 33 gols em 34 jogos?! Sensacional...

E o Santiago Silva?! Nova contratação do Peñarol?!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Grande vitória sobre o Corinthians, mas pegará os Estudiantes e depois o vencedor do seu conhecido Tijuana e a LDU. Serão bons confrontos. Falta pouco para o Clausura terminar e o Peñarol terá que se desdobrar para tentar o título, mas o mais importante é estar na final e isso é quase certo.

O Nilson tem quantas estrelas de potencial?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Belíssima campanha na Libertadores. Depois desse jogo contra o Corinthians, não duvido de mais nada a partir das Oitavas. São só mais oito jogos... Quem sabe?!

Oliveira tá simplesmente impecável... 33 gols em 34 jogos?! Sensacional...

E o Santiago Silva?! Nova contratação do Peñarol?!

O Santiago Silva é só o homônimo daquele, é um jogador que tava no banco e é bonzinho, mas não como o do Boca, que aliás tá mitando por aquelas bandas.

Hum depois deste jogo contra o Corinthians realmente ficou mais provável uma surpresa na Libertadores, mas não acredito muito não, pq tem times muito fortes como Boca, Atlético por aí, mas vamos lá, se der bobeira...

Oliveira tá demais!

Grande vitória sobre o Corinthians, mas pegará os Estudiantes e depois o vencedor do seu conhecido Tijuana e a LDU. Serão bons confrontos. Falta pouco para o Clausura terminar e o Peñarol terá que se desdobrar para tentar o título, mas o mais importante é estar na final e isso é quase certo.

O Nilson tem quantas estrelas de potencial?

Na Libertadores batemos o atual campeão, não é pouco, mas pela forma como vencemos as duas vezes não dá mesmo para esperar facilidades dos outros confrontos. Vamos ver como virá o Estudiantes, se passarmos, eu preferiria pegar o Tijuana, apesar de ter sido derrotado por eles, eu já conheço bem.

No Clausura, faltam mesmo poucos pontos para garantir de vez a melhor classificação geral, mas vamos brigar pelo título do turno e tentar abreviar a temporada.

O Nilson é este. Brasileiro de Sâo Bernardo e naturalizado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

O Nilson é este. Brasileiro de Sâo Bernardo e naturalizado.

Isso eu já sabia, você havia postado quando falou dele pela primeira vez. No entanto, continuo sem saber quantas estrelas de capacidade potencial ele tem. :rolleyes:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Isso eu já sabia, você havia postado quando falou dele pela primeira vez. No entanto, continuo sem saber quantas estrelas de capacidade potencial ele tem. :rolleyes:

Foi malz rsrs. Quatro estrelas de potencial. :yeah2:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

contosbanner.png

BAN1.png

Depois da vitória sofrida sobre o Corinthians que garantiu a passagem do Peñarol para as Oitavas de Final, assim como um profeta, Bengoechea declarou:
"não temos conjunto para ganhar da maioria dos times que estão aí, não posso iludir minha torcida. Vai ser sempre sofrido. Não prometo título, mas posso prometer luta."

É bem verdade que para passar do Estudiantes o torcedor não sofreu muito, pelo contrário
a classificação veio até fácil demais
, inclusive com uma vitória na casa do adversário (3-1) que praticamente garantia um jogo de volta tranquilo. No Centenário, a equipe jogou o suficiente para confirmar a passagem para as quartas de final ao derrotar o Estudiantes com gols de Pastorini, Renato Abreu e Santiago Silva. Apesar do placar apertado, 3-2, os carboneros em nenhum momento estiveram em dificuldades.

PART1.png

Quartas de Final

Nas quartas de final, o time de Bengoechea tinha pela frente a LDU, que assim como o Peñarol se destacava pela força de seu ataque e tinha a segunda melhor campanha da primeira fase, com 15 pontos, um a menos que o Fluminense, melhor campanha da Fase de Grupos . Na primeira partida no Centenário,
empate em 2-2
, com os equatorianos jogando com um a menos durantes os trinta minutos finais. Melhor em campo, o Peñarol não soube transformar o domínio em gols e acabou deixando a decisão para a casa do adversário, frustrando assim a sua torcida. Após o encerramento da partida os jogadores do Peñarol cercaram o árbitro para reclamar de
uma penalidade não marcada sobre Pastorini
, nada que pudesse mudar o resultado.

No jogo de volta em Quito, Renato Abreu provou ser mesmo decisivo. Uma cobrança de falta aos 14 minutos deu início a vitória auri-negra. Foi o primeiro gol de Renato de falta com a camisa do Peñarol. A reação dos equatorianos veio rapidamente com Enrique Vera marcando aos 20 minutos. O resultado garantia a passagem do time da casa para a semifinal, mas Estoyanoff, aos 16 do segundo tempo, recebeu da entrada da área e bateu no canto de Matías Castro. Sem forças para mudar o placar, a LDU assistiu mais um triunfo carbonero, mais um triunfo do jeito costumeiro:
muita raça na ponta da chuteira
.

UNTITLED-1b.jpg

Desta forma, o Peñarol chega à semifinal da Libertadores onde enfrentará o forte conjunto do Atlético Mineiro, dono da melhor defesa entre os semifinalistas, com cinco gols sofridos, e o segundo melhor ataque da competição, com 24 gols. Dono do melhor ataque e com o artilheiro da competição, Oliveira, com dez gols, o Peñarol joga a primeira partida no Centenário, enquanto a segunda partida será na Arena Independência. No outro confronto,
Boca Jr
e
América do México
decidem que enfrentará Peñarol ou Atlético.

semiliberta.png

BAN2.png

Com a melhor campanha do Clausura e com a melhor campanha na Classificação Geral, o Peñarol tinha a faca ( poderia decidir já na semi-final com o Danubio a conquista do título ) e o queijo ( mesmo perdendo teria uma nova chance de título graças a campanha dos dois turnos ) nas mãos.

Mas o momento do Peñarol não era dos melhores. Três derrotas, incluindo uma derrota no clássico, deixaram uma dúvida no ar que acabou dissipada nas três rodadas finais do Clausura, quando a equipe venceu as três partidas, ultrapassando o rival Nacional. Mesmo tendo um banco de reservas apenas razoável, com jogadores que até então fizeram por merecer este estatuto, foi com alguns destes coadjuvantes, misturados aos titulares que a equipe, consegui conciliar as duas competições.

liga.png

Por sua vez, o Danubio chegava abatida à semifinal depois de uma campanha que beirou o ridículo no Clausura. Pelos momentos das duas equipes, era fácil apontar o favorito.

classiclausura.png

Classificação Geral:

No primeiro confronto, o Danubio soube utilizar a torcida a favor. Jogou um jogo dentro daquilo que conseguiu produzir em toda campanha do segundo turno, mas com mérito segurou o Peñarol, transformando o jogo em um tedioso passatempo de uma noite ventosa.

UNTITLED-1a.jpg

Já na segunda partida aconteceu o esperado, sem exagero, apesar do placar elástico. Realmente, os carboneros estavam demais. No compasso de Estoyanoff, renascido no final da temporada e marcado para ser o protagonista, o Peñarol humilhou o Danubio e garantindo o título ali mesmo diante de sua torcida. Um título esperado desde 2010, com a marca da raça do Peñarol e da estrela de Bengoechea.

UNTITLED-1c.jpg

Untitled-1.pngUntitled-1.pngUntitled-1.pngUntitled-1.png

Outras crônicas com a tag
Peñarol:

.

3535.png

Informativo:

Vale destacar que daqui até os jogos contra o Atlético/MG, o
Peñarol ficará 28 dias sem jogar
. Devido aos calendários divergentes,
os jogadores uruguaios estarão de férias
neste período, enquanto os brasileiros estarão jogando o campeonato nacional. Será que prevalecerá o ritmo de jogo ou o desgaste do adversário? Eu prevejo uma grande desvantagem para o time uruguaio, que ainda terá que resolver a perda de três jogadores que terminam seus empréstimos daqui a 15 dias, entre eles o titular Nícolas Ramirez.

Pensando nessas possíveis, ignorei o alerta do adjunto e renovei para mais um ano o contrato de Antônio
, que aceitou receber metade do salário. Mesmo com quase 38 anos. Apesar de eu ter pensado em não renovar o contrato por achar que ele não renderia mais, eu não poderia dar o luxo de perder um jogador que foi tão importante nas campanhas da Libertadores e do Uruguaio e que ainda pode ajuda. Depois da Libertadores, aí Pacheco só servirá para tutor.

antoniopacheco.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
xPalito

Eu disse que, depois daquele jogo contra o Corinthians, tudo poderia acontecer com o Peñarol nessa Libertadores, que nada era mais impossível! Quatro jogos já foram, faltam apenas mais quatro jogos para o sonho se tornar realidade... Será?!

Jirimias, me tira uma pequena dúvida: Como que funciona o formato do campeonato uruguaio?! Eu não sei se você explicou em alguma de suas postagens e eu deixei passar despercebido, mas eu sempre imaginei que o formato de disputa era o mesmo que na Argentina, tendo dois campeões nacionais por ano, mas agora vi que é apenas um. É o vencedor do Apertura x o Vencedor do Clausura? Apenas isso? Ou o lance do melhor time na classificação geral influencia em alguma coisa nessa disputa pelo único título nacional?

Sobre o título nacional: Belíssima reviravolta, hein?! Pegou a má fase e chutou pra longe... E o Oliveira sendo o Oliveira. Vinte e um gols no nacional e 38 na temporada até aqui! Falar mais o que do cara, né?!

Sobre o elenco: Os números já dizem que a rodagem aconteceu, até porque você precisava conciliar o nacional com a Libertadores, como você bem disse. Carlos Valdéz, Oliveira e Pacheco, acredito eu, foram os principais destaques desse elenco do Peñarol! Mas vale destacar também o Renato Abreu, que parece ter encaixado como uma luva nesse elenco. E a perda do Nicolás Ramírez para a sequência da Libertadores vai ser uma pena... Mas acredito que possa ser recomposta! E o Nílson? Teve chances? Se sim, houve alguma evolução significativa na grande esperança do Peñarol para o futuro?!

Edited by xPalito

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Eu disse que, depois daquele jogo contra o Corinthians, tudo poderia acontecer com o Peñarol nessa Libertadores, que nada era mais impossível! Quatro jogos já foram, faltam apenas mais quatro jogos para o sonho se tornar realidade... Será?!

Jirimias, me tira uma pequena dúvida: Como que funciona o formato do campeonato uruguaio?! Eu não sei se você explicou em alguma de suas postagens e eu deixei passar despercebido, mas eu sempre imaginei que o formato de disputa era o mesmo que na Argentina, tendo dois campeões nacionais por ano, mas agora vi que é apenas um. É o vencedor do Apertura x o Vencedor do Clausura? Apenas isso? Ou o lance do melhor time na classificação geral influencia em alguma coisa nessa disputa pelo único título nacional?

Sobre o título nacional: Belíssima reviravolta, hein?! Pegou a má fase e chutou pra longe... E o Oliveira sendo o Oliveira. Vinte e um gols no nacional e 38 na temporada até aqui! Falar mais o que do cara, né?!

Sobre o elenco: Os números já dizem que a rodagem aconteceu, até porque você precisava conciliar o nacional com a Libertadores, como você bem disse. Carlos Valdéz, Oliveira e Pacheco, acredito eu, foram os principais destaques desse elenco do Peñarol! Mas vale destacar também o Renato Abreu, que parece ter encaixado como uma luva nesse elenco. E a perda do Nicolás Ramírez para a sequência da Libertadores vai ser uma pena... Mas acredito que possa ser recomposta! E o Nílson? Teve chances? Se sim, houve alguma evolução significativa na grande esperança do Peñarol para o futuro?!

Rapaz, se me contassem eu não acreditaria, mas estamos aí vivinhos da silva. Tudo é possível, mas vai ser complicado a medida que afunila.

Eu tentei contar ali, mas é mesmo confuso. Inclusive foram os comentários do ggpofm que me alertaram sobre a fórmula.

É assim: o vencedor do Apertura x vencedor do Clausura disputam uma espécie de semi-final, e o vencedor enfrenta em uma final o time com melhor classificação geral. Se o time de melhor campanha no geral for também o vencedor desta semi-final, o time é campeão direto, como ocorreu com o Peñarol. Se um time vence os dois turnos também é campeão direto. Blza?

OLiveira merece o prêmio integral do título nacional, mete muito gol, ótimo aproveitamento nas bolas levantadas na área.

Tive que rodar o time mesmo tendo dificuldades de encontrar peças e por isso tive que improvisar, mas no final deu certo. Você destacou bem aí os melhores deste time, entre eles o Renato, que caiu bem neste time demais.

Ramirez vai fazer falta, por isso até já mudei o esquema para usar o Estoyanoff, que joga mais a frente pela direita.

O Nilson não foi utilizado nenhuma vez, achei arriscado e também contei com a boa fase dos atacantes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

contosbanner.png

BAN1.png

A diretoria do Peñarol até tentou, mas vencida pelo Sindicato dos Jogadores Uruguaios acabou tendo que concordar em conceder o período integral de férias aos seus jogadores. Resultado disso foi um time se apresentando nas vésperas da importante partida contra o Atlético Mineiro. A maioria acima do peso e logicamente sem ritmo de jogo.

Já em campo Peñarol aguentou até onde pôde, mas parou no forte time do Atlético Mineiro. Ficou claro nos dois confrontos desta semifinal que a diferente
foi crucial para que a tarefa dos brasileiros se tornasse mais simples. Já no primeiro jogo em Montevidéu era notável a diferença de ritmo entre as equipes, mas ainda assim o Peñarol conseguiu alguns lapsos de bom futebol, o que não foi suficiente para evitar a derrota por 1-0.

A vantagem do time brasileiro não estava apenas no placar da partida fora de casa, pois mais uma vez Bengoechea teve que quebrar a cabeça para escalar um time e um banco de reservas com jogadores com no máximo 78% de condição física ideal.

Voando em campo e sem nada a ter com os problemas do time Carbonero, o Atlético Mineiro não tomou conhecimento de seu oponente. Com dois gols do artilheiro da Libertadores, o atacante Jô, um gol de Ronaldinho e um de Alecsandro, os brasileiros golearam por 4-1. Sebastián Vázquez fez o gol de honra do Aurinegro.

UNTITLED-1a.jpg

Apesar da eliminação, os jogadores do Peñarol foram muito bem recebidos por seus torcedores no aeroporto de Montevidéu. Homenagem justa a um time que se esforçou bastante para esconder suas fraquezas e que pelos problemas de calendário não teve como prevalecer pela força, como tinha feito em toda competição,

Atlético e Boca Jr decidirão o campeonato.

semifinal.png

Untitled-1.pngUntitled-1.pngUntitled-1.pngUntitled-1.png

Outras crônicas com a tag
Peñarol:

3535.png

Informativo:

Se serve de consolo, podemos dizer que fomos eliminados pelos campeões. o Atlético Mineiro conseguiu o título inédito ao bater o Boca na final no placar agregado de 2-1. Creio que o que ocorreu em relação as férias dos jogadores está relacionado ao fato de eu não ter atentado ao período de marcação da pré-temporada quando perguntado pelo jogo, o que ao meu ver deve ter feitos com que as férias coincidissem com o fim da temporada uruguaia, mas não com os jogos da Libertadores.

altetcampeao.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
gq-tricolor

Que pena que aconteceu esse negócio das férias. Acabou atrapalhando o time em um momento decisivo que poderia ter levado o Peñarol a uma final da Libertadores.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe

Levou o elenco até onde foi possível. Na próxima temporada essas férias forçadas devem ocorrer novamente?

Share this post


Link to post
Share on other sites
xPalito

Uma pena a eliminação! Realmente deu pra ficar bem claro que a falta de ritmo de jogo devido as férias deu ao Galo uma vantagem tremenda para o confronto... Mas a campanha do Peñarol foi sensacional, visto que mal se esperava que avançassem na fase de grupos.

Agora é planejar o elenco pra próxima temporada, que tem tudo pra ser melhor do que a passada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Que pena que aconteceu esse negócio das férias. Acabou atrapalhando o time em um momento decisivo que poderia ter levado o Peñarol a uma final da Libertadores.

Atrapalhou bastante

O time iria brigar mais se não fosse pelas férias, mas acho que ia ser complicado passar pelo Galo de qualquer forma.

Levou o elenco até onde foi possível. Na próxima temporada essas férias forçadas devem ocorrer novamente?

Eh, não tinha jeito mesmo. Espero que não ocorra novamente, tenho que prestar atenção se é algo que depende de mim, ou é algum bug.

Uma pena a eliminação! Realmente deu pra ficar bem claro que a falta de ritmo de jogo devido as férias deu ao Galo uma vantagem tremenda para o confronto... Mas a campanha do Peñarol foi sensacional, visto que mal se esperava que avançassem na fase de grupos.

Agora é planejar o elenco pra próxima temporada, que tem tudo pra ser melhor do que a passada!

Com certeza. O Galo teve um forte empurrão, mas nem dá para lamentar não imaginava chegar tão longe na primeira temporada.

Já comecei a mexer no grupo, acho que vai ser melhor sim.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leo Miguel

O time merece os parabéns por ter chegado aonde chegou na libertadores, foi uma pena o chaveamento ter te colocado no mesmo rumo do Atlético MG, senão daria até pra beliscar uma final. E no campeonato uruguaio, o time deu um baile no Danubio e venceu o campeonato com merecimento.

PS: Essa ideia de não contratar na primeira temporada, é muito bacana, é um desafio bem legal, que se der certo (como no seu caso), fica mais saboroso quando conquista um título, ou chega quase la.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Fez uma campanha excelente com o time na Libertadores, mas sabíamos que seria mais difícil adiante. Com as férias obrigatórias tudo ficou mais complicado ainda. Campanha honrosa.

No Uruguaio, fez o que tinha que ser feito com a queda de rendimento do Danúbio. Atropelou o adversário na 2ª partida é bem verdade que auxiliada pela expulsão de adversários. Venceria de qualquer maneira, só não sei se seria de forma tão absoluta. Parabéns pelo título.

Será que o Pacheco consegue jogar mais uma temporada em alto nível. Tá aí uma coisa que estou curioso para ver.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Maiiron

Uma lástima. Perdeu só na perna. O Galo tinha o melhor time, melhor condicionamento e fez isso valer. Uma pena mesmo. Mas o que eu falava e esperava no Clausura aconteceu, o time melhorou e acabou vencendo. Agora é se ligar no próximo ano e reforçar legal. Dá pra envergar o varal com o peso da camisa novamente. Só precisa de mais reforços.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

O time merece os parabéns por ter chegado aonde chegou na libertadores, foi uma pena o chaveamento ter te colocado no mesmo rumo do Atlético MG, senão daria até pra beliscar uma final. E no campeonato uruguaio, o time deu um baile no Danubio e venceu o campeonato com merecimento.

PS: Essa ideia de não contratar na primeira temporada, é muito bacana, é um desafio bem legal, que se der certo (como no seu caso), fica mais saboroso quando conquista um título, ou chega quase la.

Eh, o chaveamento não foi muito legal conosco, apesar que com as condições dos jogadores acho que qualquer um dos três semi-finalistas ia ser barra pesada. No uruguaio não podia escapar, o Danubio até assustou no primeiro jogo, mas no segundo fizemos um jogo perfeito, típico de campeões.

Esse lance de não contratar na primeira temporada dá um gostinho diferente mesmo, traz um desafio de vc ter que se virar com o que tem, e quando vem com título é muito legal.

Fez uma campanha excelente com o time na Libertadores, mas sabíamos que seria mais difícil adiante. Com as férias obrigatórias tudo ficou mais complicado ainda. Campanha honrosa.

No Uruguaio, fez o que tinha que ser feito com a queda de rendimento do Danúbio. Atropelou o adversário na 2ª partida é bem verdade que auxiliada pela expulsão de adversários. Venceria de qualquer maneira, só não sei se seria de forma tão absoluta. Parabéns pelo título.

Será que o Pacheco consegue jogar mais uma temporada em alto nível. Tá aí uma coisa que estou curioso para ver.

Só espero não acontecer de novo esse lance das férias, senão será impossível ganhar um título da Libertadores haha. De fato, a campanha ficou acima do esperado, gostei muito de ver a raça com que o time jogou os jogos da Libertadores. As expulsões contribuiram sim para uma derrota mais elástica, mas o resultado ficaria aí em torno de 3 ou 4 a 0, eles jogaram muito mal.

Pacheco não deve continuar mais uma temporada não, não vou rescindir o contrato dele, estou a espera de uma proposta por ele pela temporada excelente que ele fez.

Uma lástima. Perdeu só na perna. O Galo tinha o melhor time, melhor condicionamento e fez isso valer. Uma pena mesmo. Mas o que eu falava e esperava no Clausura aconteceu, o time melhorou e acabou vencendo. Agora é se ligar no próximo ano e reforçar legal. Dá pra envergar o varal com o peso da camisa novamente. Só precisa de mais reforços.

Não tinha jeito. talvez se tivéssemos pernas teria sido mais equilibrado, mas não dá para ignorar a força do time, não é atoa que foi campeão.

No Clausura o time reagiu na hora certa e o título veio, quero ver se agora consigo melhor desempenho contra os rivais, deixamos a desejar no ano passado. Reforços virão e não são poucos rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Só espero não acontecer de novo esse lance das férias, senão será impossível ganhar um título da Libertadores haha.

Isso acontecerá novamente na temporada 2013/14 por conta da Copa do Mundo, creio eu.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Isso acontecerá novamente na temporada 2013/14 por conta da Copa do Mundo, creio eu.

Hum então isso está relacionado a Copa do Mundo? Menos mal, achei que era orelhisse minha. Bom, assim eu tenho a certeza que o objetivo da Libertadores demora um pouco mais rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

contosbanner.png

crônica carbonera - segunda temporada

::
O VELHO FILHO A CASA TORNA.

Oito anos atrás o jovem Carlos Bueno deixava o Uruguai em direção ao futebol europeu. Na mala levava saudade e a promessa de um dia voltar a vestir a camisa do clube que o revelou. O retorno veio o mais breve do que ele imaginava: o atacante que havia marcado 73 gols em 135 partidas nos seis anos de profissional do Peñarol não se adaptou ao futebol do Velho Continente e três anos depois retornou ao Uruguai permanecendo por mais um ano e meio no clube, marcando 17 gols em 35 jogos. Agora com 32 anos, Bueno retorna ao Penarol prometendo muitos gols e títulos.

Fora dos planos da Universidad Católica, Bueno assina por dois anos e confessa uma obsessão : voltar a vestir a camisa celeste da Seleção. Com um plano tão audacioso, os torcedores do Peñarol podem esperar muito do seu novo atacante, que a princípio deve ser a sombra de JM Oliveira.

Outros reforços.

é só uma das novidades do Penarol para esta temporada. Outros quatro jogadores também já treinam com o restante da equipe. São eles: os zagueiros
e
, o atacante Bruno Lasala (juniores) e o meia
, todos contratados sem custos para o clube.

Reforços para 2014

Seguindo a linha de repatriar jogadores identificados com o clube, a diretoria anunciou a contratação do experiente goleiro
, que chega no início de 2014 com outros dois jogadores: o atacante
e o meia
, revelação do campeonato no último ano.

Retornos

Além dos jogadores provindos de outros clubes, o Peñarol foi reforçado com o retorno de jogadores que estavam emprestados a outros clubes e que foram imediatamente incluídos no plantel principal. São eles: o goleiro
, o defensor
, o lateral esquerdo
, o volante
, o meia
s e o atacante
.

plantel.png

Perdas

Certamente, a venda de Pastorini foi a negociação que mais repercutiu. Depois do jogador ter voltado atrás na decisão de deixar o clube, uma nova proposta, esta agora do futebol belga, seduziu o jogador de 23 anos. Para o Peñarol a venda não foi tão ruim, pois o valor é um pouco maior do que o que foi oferecido no início do ano por outros clubes que se interessaram pelo jogador.

Compõe ainda a “barca” o zagueiro Valdez, a perda mais lamentada por Bengoechea que não conseguiu convencer o jogador a receber menos do que receberia na França, Marcelo Zalayeta e Antônio Pacheco, ambos pela idade avançada e os dois jovems, Jim Varela e Elbio Alvarez, ambos negociados com o futebol português antes da chegada de Bengoechea, entre outros jogadores que não faziam parte dos planos do treinador.

transfere.png

Untitled-1.png

::
O TEMPO PASSOU, MAS O PEÑAROL É O MESMO

Quem viu a goleada do Peñarol por
sobre a Universidad de Chile na primeira partida do confronto da Taça Sulamericana pode ter ficado com a falsa impressão de que esta temporada seria diferente da passada. Acostumado a dar verdadeiros sustos em seus torcedores, definitivamente, o Peñarol continua o mesmo, portanto assistir a jogos do clube aurinegro continua expressamente proibido para os cardíacos.

Podendo até perder por 2-0 na partida de volta em Santiago, o aurinegro mais uma vez protagonizou um espetáculo de provocar arrepíos em seu torcedor. Logicamente, a LaU teve seus méritos, mas o placar repetido pelos chilenos foi bastante exagerado diante do jogo equilibrado que as equipes protagonizaram. A diferença entre os dois tinha um nome: Gustavo Lorenzetti. So não fez chover. Além dos três gols, que por si só já garantiam o mérito do prêmio de melhor em campo, o argentino aterrorizou a defensiva uruguaia, levantando a torcida local.

Em um jogo como este não poderia faltar um lance polêmico. Aos 5 minutos da segunda etapa, Gallegos cruzou e Ramis, em posição legal, cabeceou para fazer o gol que o bandeirinha e em seguida o árbitro anularam erroneamente. No final do jogo, o Peñarol ainda perdeu Aguirregaray por expulsão, a quarta desde que Bengoechea assumiu o comando da equipe

impedimento.png

O jogo ganhou mais drama quando o árbitro apitou o fim da partida e a decisão ficaria para as penalidades. Na série de penalidades brilhou o talento de Gelpi, que defendeu três cobranças dos chilenos, enquanto o Peñarol desperdiçou uma cobrança com Estoyanoff. Coube ao ponta-de-lança experiente Carlos Bueno manter o sangue frio e concretizar o pênalti que deu a vitória ao Club Atlético Peñarol e a vaga para a próxima fase. O adversário será o Audax Italiano

.
Untitled-1+copy.jpg

Homem do Jogo:
Gustavo Lorenzetti (Universidad de Chile)

Assistência:
22,138

Untitled-1.png

Outras crônicas com a tag
Peñarol:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Maiiron

Negociou bem, já que nas vendas tu lucrou, mesmo perdendo o ótimo Pastorini. Na Sul-Americana foi eletrizante, atropelou no Centenário, jogou muito e tomou um susto Nacional. Mas passou nos penais, é o que eu digo da camisa pesar (se bem que a sorte ajuda) eu acho que a Sul-Americana é o campeonato certo pro teu time, é matreiro, experiente dá pra ir longe e fazer valer a mística. No mais, sorte e vamos ao resto!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Negociou bem, já que nas vendas tu lucrou, mesmo perdendo o ótimo Pastorini. Na Sul-Americana foi eletrizante, atropelou no Centenário, jogou muito e tomou um susto Nacional. Mas passou nos penais, é o que eu digo da camisa pesar (se bem que a sorte ajuda) eu acho que a Sul-Americana é o campeonato certo pro teu time, é matreiro, experiente dá pra ir longe e fazer valer a mística. No mais, sorte e vamos ao resto!

A perda do Pastorini era inevitável, se eu recusasse uma nova proposta, eu teria um jogador insatisfeito e que ficaria de má vontade nos jogos, como ele fez em alguns jogos quando pediu para ser transferido. Como vc falou, o negócio foi bom para o clube, assim como as outras vendas, parte do dinheiro eu usei para contratar os jogadores que chegarão no final do ano.

Parece que a camisa joga sozinha mesmo, já perdi a conta de quantas vezes o time se safou em partidas com este nível de dramaticidade e desta vez não foi diferente. Apesar da Sulamericana não estar nos objetivos, quero muito vencê-la e se possível criar uma hegemonia. A experiência do time faz toda a diferença mesmo nestes jogos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Apesar da perda do Pastorini, parece que as contratações deixaram o time mais fortalecido. O caixa também ficou mais cheio e isso é bom.

Quase não passar pela La U, mas creio que avançará diante do Audax.

Share this post


Link to post
Share on other sites
xPalito

Não considero uma perda, considero uma boa venda, a do Pastorini. Por mais que ele tenha ido bem na temporada passada, conseguiu um bom dinheiro e, de graça, conseguiu ótimas peças para repor a saída.

Parece que o Peñarol vem mais forte e mais confiante nessa temporada, apesar do susto desnecessário sofrido no Chile!

E quantos bons jogadores estavam emprestados, hein?! Voltaram pra reforçar e muito o elenco!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...