Jump to content

O melhor 11 inicial treinado por Pep Guardiola


Leho.
 Share

Recommended Posts

  • General Director

O site da BBC Sport resolveu fazer uma brincadeira e disponibilizou pra gente os 3 elencos comandados por Pep ao longo desses anos de carreira, dando a oportunidade de você poder montar seu 11 inicial perfeito, de acordo com os jogadores que passaram pelas mãos do gênio.

https://www.bbc.com/sport/football/48095798

 

O meu ficou assim:

Spoiler

image.png.cce8dab2e75b404ee643e53fa1e9bb49.png

Em algumas posições não teve como, teve gente que brilhou mt ficando de fora.

Link to comment
Share on other sites

pep-guardiola-xi-ef69a19bacbfc739ebe4ab1db1e06580.jpg

É engraçado porque a zaga ficou uma merda, mas os dois eram monstros com o Guardiola, então não tem jeito.

Link to comment
Share on other sites

pep-guardiola-xi-cf77d8d0f845698a053394f

Obviamente não seria uma formação pra jogo porque a zaga ficaria toda torta, mas acho que ficaria assim.

Só mostra como o tempo do Pep no Bayern foi um tanto desperdiçado. Se muito, eu trocaria o B. Silva pelo Schweinsteiger, ou uma formação com 4, tiraria ele pelo Lahm.

Link to comment
Share on other sites

Acho que na prática esses onze jogariam no 3-4-3; Busquets viraria um líbero, Lahm e Alaba nas alas, com Messi e De Bru como extremos pro Lewa de CA.

Link to comment
Share on other sites

17 horas atrás, Leho. disse:

O site da BBC Sport resolveu fazer uma brincadeira e disponibilizou pra gente os 3 elencos comandados por Pep ao longo desses anos de carreira, dando a oportunidade de você poder montar seu 11 inicial perfeito, de acordo com os jogadores que passaram pelas mãos do gênio.

https://www.bbc.com/sport/football/48095798

 

O meu ficou assim:

  Ocultar conteúdo

image.png.cce8dab2e75b404ee643e53fa1e9bb49.png

Em algumas posições não teve como, teve gente que brilhou mt ficando de fora.

Só trocaria a o Lahm pelo Daniel Alves (o que ele fez na mão do Guardiola foi sensacional) e trocaria o Lewa pelo Messi (de falso 9, um das grandes sacadas do Pep). Abrindo uma vaga no meio... Aí pode fechar o olho e escolher um aí!  

Link to comment
Share on other sites

8B24716A-4AF8-4292-820D-931BC68BB814.thumb.jpeg.3f3dbb99934eeaeb5fa522bcb7db520b.jpeg

Algumas considerações: 

- Lahm quase não jogou como lateral com o Guardiola, enquanto o Dani Alves revolucionou a posição. Foi o jogador que mais contribuiu em assistências para o Messi;

- Melhor versão do Messi com o Guardiola foi a de Falso 9;

- O certo era o De Bruyne jogar um pouco mais recuado ali, mas da pra ser assim também. Só não poderia deixar ele de fora.

- Realmente ficou muita gente boa de fora: Xabi Alonso, Aguero, Douglas Costa, Silva e varios outros.

17 horas atrás, John the Baptist. disse:

Só mostra como o tempo do Pep no Bayern foi um tanto desperdiçado. Se muito, eu trocaria o B. Silva pelo Schweinsteiger, ou uma formação com 4, tiraria ele pelo Lahm.

O que te faz pensar isso? Na minha opinião foi uma evolução tanto pra ele quanto para o Bayern. Tinha uma grande variações táticas, explorou o melhor dos jogadores e evoluiu alguns de forma impressionante (Douglas Costa é o maior exemplo), Neuer foi um dos pioneiros dessa história recente do goleiro também participar mais ativamente do jogo, até então era uma peça desprezada taticamente.

Era um time excelente de se assistir, ele pecou sim na Champions quando não arranjou soluções melhores para parar Messi e Cristiano, mas foi  a melhor versão do Bayern que eu assisti.

Link to comment
Share on other sites

pep-guardiola-xi-96b455f1684b46e95ec5484

Notas:

- Lahm até já atuou pela esquerda, mas não me lembro se com o Pep. E fez também a de volante, mas tinha opções melhores a meu ver pelo meio, então ficou de fora.

- O Boateng tinha na época uma saída de bola melhor do que o Piqué, mas em jogos decisivos quando o Piqué queria, rendia bem mais como zagueiro clássico; boa cobertura e antecipação incríveis.

- Essa formação na teoria seria com 2 VOL e 3 MAC, então De Bru se encaixaria bem nela, já o Robben ficaria mais como um extremo cortando pra dentro.

- Na frente o Aguero se sacrificaria muitas das vezes pro Messi e até pro Robben brilhar (hipoteticamente).

- Para compensar isso, sob certo aspecto, continuaria as bolas enfiadas do meio (mais através do Iniesta e Xabi [uma pena ele não ter jogado no Barça, já imaginaram um meio com Xabi, Xavi e Iniesta naquele Barça de 08/12? ???para o Aguero também balançar as redes com frequência.

- Minha ideia, na verdade, era um 4-2-3-1 com MC e PTA, jogando de forma estreita pra valorizar mais a posse. Mas esse 4-2-3-1 do Soccer Manager já quebrou bem o galho ?

Enfim, acho que seria mais com o Alonso ligando mais recuado, com De Bru e o Ini armando, pros outros três da frente concluirem. Sem contar que pela esquerda teríamos bastante ultrapassagens do Alaba sobre o Bruine, tendo opção de cruzar ou rodar a bola pro Bruine pelo meio.

E minha única dúvida seria se o Robben e Messi não ofuscariam um ao outro, porque ambos gostavam de partir em velocidade e usar a individualidade pra conclusão das jogadas, anulando em parte a minha ideia de um jogo de triangulações e com predomínio da posse de bola. Mas, talvez ocorresse isso de vez em quando. Vai saber? ?

 

Edited by felipevalle
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, David Reis disse:

mas foi  a melhor versão do Bayern que eu assisti.

O Boateng antes do Guardiola era um grosso. Falhava para caramba, tinha uma saída de bola horrorosa e era super contestado.

Guardiola o transformou em outro atleta. Em um zagueiro classudo, com uma ótima saída de bola, seguro etc. Assim como agora o Guardiola transformou o Sterling.

Link to comment
Share on other sites

 

25 minutos atrás, bernardog disse:

O Boateng antes do Guardiola era um grosso. Falhava para caramba, tinha uma saída de bola horrorosa e era super contestado.

Guardiola o transformou em outro atleta. Em um zagueiro classudo, com uma ótima saída de bola, seguro etc. Assim como agora o Guardiola transformou o Sterling.

Boateng também tem um irmão que não chegou a ser treinado pelo Pep e evoluiu bem também. Como no caso do Sterling, ainda tem a força de vontade dele próprio como diferencial no progresso. Se não me engano era ele que tinha que pegar 3 conduções só pra ir treinar. Enfim, exemplos desse tipo não faltam, temos o do Paquetá que até balsa pegava pra chegar a Gávea.

Edited by felipevalle
Link to comment
Share on other sites

  • General Director
19 horas atrás, John the Baptist. disse:

[...] Só mostra como o tempo do Pep no Bayern foi um tanto desperdiçado. [...]

Por que você tem essa impressão?

Posso estar falando bobagem mas, o recente título do City não pode estar influenciando nessa tua visão? O Bernardo Silva por exemplo, é um excelente jogador mas não sei se o nível que ele jogou nesse 18/19 seria suficiente pra bancar outros meio-campistas até mais talentosos do que ele, e que também passaram pelas mãos do Pep.

Sei lá. haha ?

 

5 horas atrás, Lewiks disse:

Só trocaria a o Lahm pelo Daniel Alves (o que ele fez na mão do Guardiola foi sensacional) e [...]

2 horas atrás, David Reis disse:

[...]

Algumas considerações:
- Lahm quase não jogou como lateral com o Guardiola, enquanto o Dani Alves revolucionou a posição. Foi o jogador que mais contribuiu em assistências para o Messi; 

[...]

Essa foi uma dúvida MUITO cruel pra mim, hahahahaha...

O Dani realmente jogou horrores nas mãos do Pep, mas ainda acho que ele fazia uma função diferente da de lateral. Era um ponta/ala pela direita, com muuuuuuito apoio ofensivo, e voltava apenas quando era REALMENTE necessário (o que era raro). Não acho que ele tenha revolucionado a posição, apenas foi extraído dele o melhor que ele poderia entregar, e o melhor do Daniel sempre foi no setor ofensivo, não defensivo.

Já o Lahm embora não tenha jogado o tempo todo como LD com o Pep, foi um dos caras mais importantes daquele Bayern, sendo reinventado pelo espanhol como médio-volante. Jogava mais adiantado, fazia o corredor, chegava ao fundo ou afunilava pra jogar com os meias, esse maluco jogou muito também e em várias funções. Mas no cômputo total, acho que ele jogou mais de lateral que o Dani, por exemplo, por isso optei pelo alemão.

Agora, qualquer um dos dois, a escolha é bem feita. Dois monstros.

 

1 hora atrás, felipevalle disse:

[...]

- Para compensar isso, sob certo aspecto, continuaria as bolas enfiadas do meio (mais através do Iniesta e Xabi [uma pena ele não ter jogado no Barça, já imaginaram um meio com Xabi, Xavi e Iniesta naquele Barça de 08/12? ?para o Aguero também balançar as redes com frequência.

[...]

Você tem alguma coisa contra o Busquets? Hahahahahaha.
Jamais o deixaria de fora dessa Seleção, embora reconheça que o Xabi jogou mt bem também com o Pep.

 

59 minutos atrás, bernardog disse:

O Boateng antes do Guardiola era um grosso. Falhava para caramba, tinha uma saída de bola horrorosa e era super contestado.

Guardiola o transformou em outro atleta. Em um zagueiro classudo, com uma ótima saída de bola, seguro etc. Assim como agora o Guardiola transformou o Sterling.

E depois eu ainda tenho que aturar hater do Pep reclamando que "o cara só pega elenco milionário e que aí é mole". Vai se foder né? Hahahaha, o cara conseguiu transformar uns cabeças-de-bagre em jogadores mt melhores do que eles eram. Boateng e Sterling são dois ótimos exemplos, mas com certeza existem outros aí.

Link to comment
Share on other sites

40 minutos atrás, Leho. disse:

Por que você tem essa impressão?

Posso estar falando bobagem mas, o recente título do City não pode estar influenciando nessa tua visão? O Bernardo Silva por exemplo, é um excelente jogador mas não sei se o nível que ele jogou nesse 18/19 seria suficiente pra bancar outros meio-campistas até mais talentosos do que ele, e que também passaram pelas mãos do Pep.

Sei lá. haha ?

 

Essa foi uma dúvida MUITO cruel pra mim, hahahahaha...

O Dani realmente jogou horrores nas mãos do Pep, mas ainda acho que ele fazia uma função diferente da de lateral. Era um ponta/ala pela direita, com muuuuuuito apoio ofensivo, e voltava apenas quando era REALMENTE necessário (o que era raro). Não acho que ele tenha revolucionado a posição, apenas foi extraído dele o melhor que ele poderia entregar, e o melhor do Daniel sempre foi no setor ofensivo, não defensivo.

Já o Lahm embora não tenha jogado o tempo todo como LD com o Pep, foi um dos caras mais importantes daquele Bayern, sendo reinventado pelo espanhol como médio-volante. Jogava mais adiantado, fazia o corredor, chegava ao fundo ou afunilava pra jogar com os meias, esse maluco jogou muito também e em várias funções. Mas no cômputo total, acho que ele jogou mais de lateral que o Dani, por exemplo, por isso optei pelo alemão.

Agora, qualquer um dos dois, a escolha é bem feita. Dois monstros.

.

“Revolucionou” foi exagero da minha parte hahahaha. Mas ele era de longe o lateral mais forte do mundo ofensivamente.

Concordo que de uma maneira geral, o Lahm é mais completo na posição já que atacava e defendia muito bem, além de ser uma liderança dentro de campo. Mas como meu critério foi só o período em que o jogador era treinado pelo Guardiola, optei pelo Dani Alves. Sem tirar 1% do mérito do Lahm nessa história.

Complementando sobre o Bayern: Acho que a maior virtude do Guardiola ali foi como ele conseguiu explorar a versatilidade dos jogadores: Alaba jogava de LE, mas por vezes era zagueiro e outras meio-campo, Lahm jogou nas duas laterais e no meio, Xabi Alonso foi volante e zagueiro, Javi Martínez idem (trabalho puramente dele, conforme descrito no livro que conta esse período). Variava o Douglas Costa nas duas pontas e em algumas partidas até recuou ele para MC. Chegou ao ponto de jogar uma partida sem zagueiro nenhum de ofício e em outras jogou com 3.

Posso até estar enganado, os torcedores do Barça daqui que me corrijam, mas eu não lembro dele usar 3 zagueiros antes do Bayern. Os títulos dele por lá podem não parecer grande coisa, mas a forma com que ele se impôs, considerando o desempenho, foi impressionante.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director
3 minutos atrás, David Reis disse:

[...] Posso até estar enganado, os torcedores do Barça daqui que me corrijam, mas eu não lembro dele usar 3 zagueiros antes do Bayern. [...]

Usou sim, bem menos do que fazia no Bayern né, mas usou. Abidal, Puyol e Piqué era uma das linhas de 3 que ele usava, liberando os alas num 3-4-3.

No mais, concordo mt contigo, a passagem dele na Alemanha engrandeceu e deu evolução tanto pra ele Pep, quanto pro próprio clube Bayern. Ficou faltando a Champions? Ficou, bateu na trave, mas coisa de detalhe. O trabalho lá foi maravilhoso.

Link to comment
Share on other sites

48 minutos atrás, Leho. disse:

E depois eu ainda tenho que aturar hater do Pep reclamando que "o cara só pega elenco milionário e que aí é mole". Vai se foder né? Hahahaha, o cara conseguiu transformar uns cabeças-de-bagre em jogadores mt melhores do que eles eram. Boateng e Sterling são dois ótimos exemplos, mas com certeza existem outros aí.

Isso é balela. Eu sou simpatizante do Real Madrid, logo não preciso falar que não curto muito o Pep, haha. Mas temos que saber reconhecer as coisas, o Guardiola é um treinador absurdo e genial. Não fez um trabalho ruim na carreira.

Transformou certos jogadores, como nos casos de Sterling e Boateng.

Mas tem alguns pontos que, sim, merece ser colocados para uma crítica. Não saber parar Messi e Cristiano, tomando duas tundas de Barça e Real com o EXCELENTE Bayern e sair para Mónaco e Tottenham que me desculpe, tinham elencos bem inferiores ao City e da forma que saiu são questões negativas pro treinador espanhol.

Fora o vareio que tomou do Liverpool do Klopp.

Link to comment
Share on other sites

20 minutos atrás, David Reis disse:

“Revolucionou” foi exagero da minha parte hahahaha. Mas ele era de longe o lateral mais forte do mundo ofensivamente.

Concordo que de uma maneira geral, o Lahm é mais completo na posição já que atacava e defendia muito bem, além de ser uma liderança dentro de campo. Mas como meu critério foi só o período em que o jogador era treinado pelo Guardiola, optei pelo Dani Alves. Sem tirar 1% do mérito do Lahm nessa história.

Complementando sobre o Bayern: Acho que a maior virtude do Guardiola ali foi como ele conseguiu explorar a versatilidade dos jogadores: Alaba jogava de LE, mas por vezes era zagueiro e outras meio-campo, Lahm jogou nas duas laterais e no meio, Xabi Alonso foi volante e zagueiro, Javi Martínez idem (trabalho puramente dele, conforme descrito no livro que conta esse período). Variava o Douglas Costa nas duas pontas e em algumas partidas até recuou ele para MC. Chegou ao ponto de jogar uma partida sem zagueiro nenhum de ofício e em outras jogou com 3.

.

Então... Bota o Daniel Alves na direita...

Busquets e Lahm na volância

Xavi, De Bruyne e Iniesta

Messi (falso 9)

Aí vamos ter reconhecido todas os extraordinários na mão do Pep.

É aí.. o que acha?

 

Edit

@Leho. Era pra cita você... Quotei o amigo ali sem querer

Edited by Lewiks
Link to comment
Share on other sites

2 minutos atrás, Lewiks disse:

Então... Bota o Daniel Alves na direita...

Busquets e Lahm na volância

Xavi, De Bruyne e Iniesta

Messi (falso 9)

Aí vamos ter reconhecido todas os extraordinários na mão do Pep.

É aí.. o que acha?

 

É que eu não consigo tirar o Robben dessa lista né, foi um jogador fundamental naquele time. Mas é uma boa alternativa também.

Link to comment
Share on other sites

33 minutos atrás, Leho. disse:

Você tem alguma coisa contra o Busquets? Hahahahahaha.
Jamais o deixaria de fora dessa Seleção, embora reconheça que o Xabi jogou mt bem também com o Pep.

nadíssima. É que o maestro daquele Barcelona era o Xavi, então não haveria tanta necessidade de ter Alonso e Xavi entre os titulares.

Acredito que o Xabi Alonso (desde a época de Real Madrid como da de Bayern) seja um estilo diferente do Busquets. É um camisa 10 adaptado para a volância. Acho que foi por isso que escolhi ele ao invés do Sergio. Ambos são ótimos passadores, mas o Alonso é mais clássico, lembrando o Pirlo, e acabava gostando (um pouco) mais de assistir.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director
38 minutos atrás, Lewiks disse:

E aí... o que acha?

Aí sim! ????

Eu não havia pensado dessa maneira, mas me agrada muito também esses 11 que você citou.

Link to comment
Share on other sites

COMO ASSIM O DOUGLAS NÃO ESTÁ NESSA LISTA

 

????????????????????

Link to comment
Share on other sites

16 minutos atrás, Buzzuh disse:

COMO ASSIM O DOUGLAS NÃO ESTÁ NESSA LISTA

 

????????????????????

Não chegou a ser treinado pelo Guardiola

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

pep-guardiola-xi-d1e3a625c525678d3e4f97ff7bdf1489.jpg

Em uma formação com 3 zagueiros, creio que essa seria mais coerente, visto que para mim o Piqué sempre foi supervalorizado.
Busquets é um excelente jogador, mas Xabi Alonso foi melhor.
Pontas com um armador e um agudo, meio com controle de bola.
Messi flutuando com liberdade para trocar passes com os meias e também para dividir o lado direto com Robben.
Lewa para finalizar.

pep-guardiola-xi-37731e4441b386d8bbbf0c5d7201a6a5.jpg

Já numa formação com laterais e visando um equilíbrio entre as três máquinas: Barcelona, Bayern e City.
Meio campo espanhol para controle absurdo da bola, com Messi e Aguero como atacantes.
Impossível deixar ou Lahm ou Alves fora, apesar de atuarem na mesma posição.

Edited by skp
Link to comment
Share on other sites

Meu pacote de Internet não me permite fazer esse tipo de peripécias, mas fico em dúvida entre:

Neuer; Daniel Alves, Puyol, Boateng e Lahm; Busquets e Xabi; De Bruyne, Xavi e Iniesta; Messi.

4-2-3-1

Ou

Neuer; Daniel Alves, Puyol, Boateng e Lahm; Busquets, Xavi e Iniesta; De Bruyne, David Silva; Messi.

4-3-2-1

Pensando agora, talvez valha mais a pena colocar mais um atacante ao invés de só usar o Messi, mas sei lá.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

pep-guardiola-xi-a81661bac0f66acdea99790

https://team-picker.files.bbci.co.uk/pep-guardiola-xi-a81661bac0f66acdea997904d6e308f7.html

 

Até gosto de alguns jogadores do City mas o futebol do time deixa a desejar na comparação com o Barcelona 2008-2011. Não é nem falta de merecimento dos outros mas aquela foi uma era dourada. 3 Ligas e 2 UCLs em 3 anos é algo praticamente insuperável. E foi o time que definiu o que deveria ser o futebol nos próximos anos.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

  • Similar Content

    • Leho.
      By Leho.
      Pra quem não foi pra esbórnia e/ou tá "vivo" agora de manhã hahahaha, tem esse jogaço agora. Bora!
      ⏰ 9h30
      🏟️ Emirates Stadium
      📺 ESPN Br
      🗣️ Stuart Attwell 
      📃 Escalações:

    • Leho.
      By Leho.
      🗣️ José Martínez
      🏟️ Camp Nou
      ---
      Saudades dos tempos em que o @Bruno Caetano. criava tópicos primorosos desse "El Clásico", cheios de informações e infográficos hahahaha. Tempo bom!
      Senti falta de uma repercussão maior sobre o jogo de hoje, só fui descobrir ontem à noite que teria a partida haha! É o primeiro clássico sem Lionel, o primeiro a ser disputado pelo Agüero, e teremos Ansu Fati com a lendária camisa 10 blaugrana.
       
    • EduFernandes
      By EduFernandes
      TRANSMISSÃO
      A partida será transmitida ao vivo pelo canal TNT e o serviço de streaming HBO MAX.
      ESCALAÇÃO
      A provável escalação do Barcelona é: Ter Stegen; Dest, Araújo, Piqué e Alba; Busquets, F. de Jong e Pedri; Coutinho, Depay e L. de Jong. Técnico: Ronald Koeaman.
      A provável escalação do Bayern é: Neuer; Pavard, Upamecano, Lucas Hernández e Davies; Goretzka, Kimmich, Musiala, Sané e Muller; Lewandowski. Técnico: Julian Nagelsmann.
      BARCELONA X BAYERN DE MUNIQUE
      Estádio: Camp Nou, em Barcelona-ESP.
      Horário: 16h (de Brasília) desta terça-feira (14).
      Árbitro: Michael Oliver/ING.
    • JGDuarte
      By JGDuarte
      La Liga 21/22
      A La Liga de 2021–22 (conhecida como La Liga Santander por razões de patrocínio) será a 91ª edição da La Liga. Começará em 13 de agosto de 2021 e terminará em maio de 2022. 
       
      REGULAMENTO
       
      ATUAL CAMPEÃO
       
      ÚLTIMOS VENCEDORES
       
      PROMOVIDOS E REBAIXADOS

    • bstrelow
      By bstrelow
      Bundesliga 21/22
      A Bundesliga de 2021–22 será a 59ª edição da primeira divisão do futebol alemão. O campeonato iniciará em 13 de agosto de 2021 e terminará em 14 de maio de 2022.
      Regulamento
      Atual Campeão
      Últimos Vencedores
      Promovidos e Rebaixados
      Troca de Treinadores
×
×
  • Create New...