Jump to content
Vannces

Garbarnia Cracóvia – Entre a glória, a guerra e os novos tempos.

Recommended Posts

Darthz

Pois é, o que eu temia confirmou-se. O facto de a equipa sofrer muitas alterações deu instabilidade, e isso poderá custar caro ao clube. Ainda tem meia época para salvar a temporada, vamos ver o que consegue fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Caiu num Grupo complicado na EL e foi mais para se acostumar a jogar a competição, mas isso só vai acontecer caso o time reaja na Liga. Muito complicado a sua situação nesta primeira postagem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Desculpe, não entendi. Só tinha um goleiro no elenco?

Todos sabíamos que essa vida de reformulação extensa de elenco um dia podia desandar. Tive a impressão que por pior que tenha sido, o desempenho na UEL foi melhor que na liga. Por que?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
7 horas atrás, Master Darthz disse:

Pois é, o que eu temia confirmou-se. O facto de a equipa sofrer muitas alterações deu instabilidade, e isso poderá custar caro ao clube. Ainda tem meia época para salvar a temporada, vamos ver o que consegue fazer.

Eu sempre penso nisso, mas acaba sendo inevitável, principalmente porque a cada fim de de temporada, tenho que me preocupar com quem vai sair e quem poderei trazer para manter o nível da equipe. Por outro lado, essa janela acabou sendo mais movimentada do que o normal, até porque não considero a equipe ainda num nível de primeira divisão. É buscar esse nível e depois tentar manter, ainda que com mudanças. Valeu, Master.

 

6 horas atrás, LC disse:

Caiu num Grupo complicado na EL e foi mais para se acostumar a jogar a competição, mas isso só vai acontecer caso o time reaja na Liga. Muito complicado a sua situação nesta primeira postagem.

Realmente o grupo foi difícil e como você disse, eu também havia citado isso, o time não tem nenhuma experiência para a competição. O primeiro jogo contra o Braga por exemplo, foi um erro, começamos vencendo e não soubemos cozinhar o adversário. A competição nacional está sendo muito abaixo, mas acho que os jogos finais dessa parte acabaram me animando, acho que dá para sair pelo menos da parte de baixo da tabela.  Valeu, LC.

 

1 hora atrás, Andreh68 disse:

Desculpe, não entendi. Só tinha um goleiro no elenco?

Todos sabíamos que essa vida de reformulação extensa de elenco um dia podia desandar. Tive a impressão que por pior que tenha sido, o desempenho na UEL foi melhor que na liga. Por que?

Não, Andre. Na verdade os dois goleiros se machucaram no mesmo período e com isso tive que usar um jogador de linha. Até que ele foi bem, só acho que com ele no gol (Nuno, um dos melhores do time) e os jogadores de linha não sabendo lidar com isso, a coisa degringolou de vez em vários jogos.

Você disse tudo, o desempenho na UEL foi melhor mesmo, enfrentamos adversários muito melhores que os do futebol polonês e ainda assim fizemos bons jogos, mas na Ekstraklasa o time parecia entrar dormindo em campo. Tanto sucesso na temporada passada e acho que os jogadores se entregaram à soberba. Por outro lado eu tenho que admitir parte da culpa sobre esses resultados, pois no nacional eu coloquei o time para jogar de forma mais agressiva, na UEL mesclei a agressividade com a cautela, no momento é a única que coisa que pode explicar a diferença. Valeu, Andre.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Que início de temporada complicado. Mais complicado ainda porque a campanha na Liga Europa foi muito boa, considerando as atuais condições do Gabarnia, e mesmo ficando em último lugar do grupo somou os mesmos pontos do penúltimo. Para completar, ainda venceu o Braga e deu trabalho para o Everton.

Fiquei com a impressão que o elenco sentiu o peso de jogar duas competições ao mesmo tempo e, embora tenha rendido bem na competição continental, não foi bem na nacional. Somado isso ao fato do entrosamento ter pesado no início, mais a lesão dos dois goleiros, mais uma pontinha de azar, caiu na situação atual.

Ainda tem meia temporada para recuperar e a distância para fora da zona de rebaixamento não é grande, acho que vai conseguir.

Boa sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

É, acho que a explicação que se tem é que o elenco focou na Liga Europa e esqueceu de jogar em casa. Faz parte. Agora precisa buscar recuperação para não ficar lutando contra rebaixamento. Vai dar tudo certo, tu tem um bom elenco para fechar a temporada sem sustos, pena que vaga na europa não deve ter mais. Mas faz parte.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Colocando em dia...

De forma bem atrasada, parabéns pela promoção para a 1ª divisão. Creio que a mudança na política de transferências com a contratação de vários jogadores por empréstimo foi a responsável pela promoção do Garbania depois de algumas temporadas.

Acho muito legal as ligas que incentivam o uso de jovens em suas equipes na vida real e no FM traz um desafio a mais. A surpresa positiva foi mesmo o desempenho na 1ª temporada na elite polonesa. Algo surpreendente, mas se levarmos em conta o equilíbrio da liga como muitos já disseram, algo possível de acontecer, mas mesmo assim meus parabéns.

Se a temporada de retorno foi boa, eu acho que o desempenho até o momento do Garbania na liga polonesa é bem preocupante, mesmo estando dentro do esperado pela diretoria. Se chegar ao final de temporada e conseguir a permanência na 1ª divisão poderá dizer que a temporada foi muito boa, pois inclusive conseguiu participar da fase de grupos da Liga Europa, mas se for rebaixado terá desperdiçado um trabalho que levou várias temporadas para se concretizar. Vamos aguardar...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Não é por nada não, mas esse história de ir bem na Liga Europa e mal no campeonato não foi muito legal pra mim. Se cuida hahaha

Falando nisso, apesar do benefício financeiro, a situação no campeonato prejudica uma eventual repetição de Liga Europa. Quão ruim é isso pra tuas expectativas?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
Em 25/02/2019 at 06:20, Tsuru disse:

Que início de temporada complicado. Mais complicado ainda porque a campanha na Liga Europa foi muito boa, considerando as atuais condições do Garbarnia, e mesmo ficando em último lugar do grupo somou os mesmos pontos do penúltimo. Para completar, ainda venceu o Braga e deu trabalho para o Everton.

Fiquei com a impressão que o elenco sentiu o peso de jogar duas competições ao mesmo tempo e, embora tenha rendido bem na competição continental, não foi bem na nacional. Somado isso ao fato do entrosamento ter pesado no início, mais a lesão dos dois goleiros, mais uma pontinha de azar, caiu na situação atual.

Ainda tem meia temporada para recuperar e a distância para fora da zona de rebaixamento não é grande, acho que vai conseguir.

Boa sorte na continuação!

Realmente estranho a equipe ter sentido a falta de entrosamento, mas por outro lado na competição continental isso acabou não sendo o problema. Até me surpreendi com a vitória sobre o Braga e os dois empates contra o Everton, principalmente o que aconteceu no território inglês.

Os goleiros machucados prejudicaram a equipe bastante não só pela falta deles, mas por ter me obrigado a tirar um bom jogador do meio de campo para deixá-lo no gol, realmente um azar difícil de engolir. Mas há tempo para recuperar, eu acredito, principalmente porque a equipe já demonstra estar melhorando no entrosamento e por poder focar agora somente na competição nacional, pois ficar pior do que isso seria um grande desastre. Valeu, Tsuru.

 

Em 25/02/2019 at 13:04, marciof89 disse:

É, acho que a explicação que se tem é que o elenco focou na Liga Europa e esqueceu de jogar em casa. Faz parte. Agora precisa buscar recuperação para não ficar lutando contra rebaixamento. Vai dar tudo certo, tu tem um bom elenco para fechar a temporada sem sustos, pena que vaga na europa não deve ter mais. Mas faz parte.

Boa sorte!

Pois é, o maior prejuízo nesse momento é exatamente o fato de não poder mais brigar por uma vaga na competição continental, é remar novamente nessa e na outra temporada para só no outro ano poder pensar alto, mas fazer o que? É parte do resultado do trabalho que escolhi fazer (a velha política de transferência). Valeu, Marcio.

 

Em 25/02/2019 at 13:56, ggpofm disse:

Colocando em dia...

De forma bem atrasada, parabéns pela promoção para a 1ª divisão. Creio que a mudança na política de transferências com a contratação de vários jogadores por empréstimo foi a responsável pela promoção do Garbania depois de algumas temporadas.

Acho muito legal as ligas que incentivam o uso de jovens em suas equipes na vida real e no FM traz um desafio a mais. A surpresa positiva foi mesmo o desempenho na 1ª temporada na elite polonesa. Algo surpreendente, mas se levarmos em conta o equilíbrio da liga como muitos já disseram, algo possível de acontecer, mas mesmo assim meus parabéns.

Se a temporada de retorno foi boa, eu acho que o desempenho até o momento do Garbania na liga polonesa é bem preocupante, mesmo estando dentro do esperado pela diretoria. Se chegar ao final de temporada e conseguir a permanência na 1ª divisão poderá dizer que a temporada foi muito boa, pois inclusive conseguiu participar da fase de grupos da Liga Europa, mas se for rebaixado terá desperdiçado um trabalho que levou várias temporadas para se concretizar. Vamos aguardar...

É, o acesso acabou vindo como resultado dessa política de transferência. Tem sido muito bom conseguir jogadores jovens e que tenham um bom futebol para levantar o Garbarnia, por outro lado, é sempre complicado quando chega na janela, pois mudanças são sempre necessárias e acontecem às vezes de forma a desfigurar bastante a equipe. Não sei por quanto tempo, mas quero poder chegar em alguma temporada no futuro sem precisar fazer tantas mudanças, mas sei que isso vai demorar ainda. Acredito na permanência sem sustos maiores, mas que já foi uma temporada desperdiçada, isso foi. Fazer o que, bola para frente. Valeu, amigo.

 

Em 25/02/2019 at 14:44, Neynaocai disse:

Não é por nada não, mas esse história de ir bem na Liga Europa e mal no campeonato não foi muito legal pra mim. Se cuida hahaha

Falando nisso, apesar do benefício financeiro, a situação no campeonato prejudica uma eventual repetição de Liga Europa. Quão ruim é isso pra tuas expectativas?

Essa temporada com as duas competições não foi bem digerida pela equipe. Sobre as expectativas, é difícil dizer, pois eu não almejava nada (e nem posso) na competição continental, não ainda, mas não esperava tamanho fracasso no campeonato nacional. O certo agora é tentar manter o nível da equipe, melhorando-a ainda mais se isso for possível e na próxima temporada (caso eu consiga a manutenção), tentar fazer com que o nível de bom futebol apresentado no primeiro ano da volta na primeira divisão possa se repetir. Às vezes acho espero resultados rápidos e com isso acabo fazendo burradas na janela. Preciso ter mais paciência, mas fico tão empolgado que esqueço de ser paciente, rsrs. Valeu, Ney.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Gente, o que aconteceu? Achei que tinha tudo pra consolidar de vez o time na Polônia, mas acabou desandando o feijão, arroz, farofa e o resto da cozinha inteira. 

Acho que se aproveitou bastante do "fator desconhecido" na Liga Europa e até conseguiu uma boa campanha, mas no campeonato vai ter que cortar um dobrado pra se levantar. Fico na torcida pro time acordar e fugir do rebaixamento no final. Aliás, como anda a questão da hierarquia? Tem algum jogador se opondo a você nesse momento de instabilidade?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
3 horas atrás, Herr Jones disse:

Gente, o que aconteceu? Achei que tinha tudo pra consolidar de vez o time na Polônia, mas acabou desandando o feijão, arroz, farofa e o resto da cozinha inteira. 

Acho que se aproveitou bastante do "fator desconhecido" na Liga Europa e até conseguiu uma boa campanha, mas no campeonato vai ter que cortar um dobrado pra se levantar. Fico na torcida pro time acordar e fugir do rebaixamento no final. Aliás, como anda a questão da hierarquia? Tem algum jogador se opondo a você nesse momento de instabilidade?

Pois é, sempre começo as postagens falando do risco que é esse tipo de política de transferência que adote. Por outro lado, já dentro desse tipo de trabalho, é aceitável que volta e meia o time passe por esses percalços, embora esteja mais para desastre no momento. A Liga Europa foi uma incógnita e de certa forma eu gostei bastante do resultado final, achei que tomaríamos goleada do Everton por exemplo.

Sobre sua pergunta, eu só posso comemorar, pois os grandes jogadores do time nesse momento, a maioria (os titulares) é emprestada e nesse caso, nunca presenciei nenhum tipo de cobrança. O respeito da equipe para com o treinador até que está muito bem, o que me deixa mais tranquilo em relação ao resto da temporada apesar dos resultados. Acho que dá para se safar dessa sem maiores estragos, espero. Valeu, Jones.

Share this post


Link to post
Share on other sites
thyagocda

Você acha que as derrotas na Europa League pode ter afetado o time? Abriria mão de ter chego a fase de grupos por uma temporada Nacional melhor?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
Em 27/02/2019 at 21:08, thyagocda disse:

Você acha que as derrotas na Europa League pode ter afetado o time? Abriria mão de ter chego a fase de grupos por uma temporada Nacional melhor?

Rapaz, não acho que tenha influenciado, a verdade é que poderia influenciar de forma positiva, mas isso é coisa que costuma acontecer mesmo, o time ir bem numa competição e mal na outra. pode parecer estranho dizer isso, mas se eu pudesse escolher, escolheria sim uma melhor atuação no nacional, até porque a competição continental foi mais como experiência. Valeu, Thyago.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

p6KczS3.png

 

A bola é redonda, o jogo dura noventa minutos e todo o resto é apenas teoria.


Josef “Sepp” Herberger

(jogador e treinador da Seleção da Alemanha)

 

Primeira parte da temporada terminada e a ideia era chegar ao fim dela sem o sofrimento da luta pelo rebaixamento. As férias de inverno serviram para treinar e treinar a equipe, os amistosos para fortalecer o senso de grupo e ver o que poderíamos fazer até o mês de maio. Nessa sequência eu destacaria duas partidas, a vitória contra o Legia e a derrota contra o Wisla Plock.

 

Jogos amistosos

o   Garbarnia 4 x 0 LKS Czaniec

o   Wisla Pulawy 0 x 1 Garbarnia

o   Slovan Bratislava 1 x 2 Garbarnia

 

Jogos oficiais

o   Lechia Gdansk 2 x 1 Garbarnia

o   LKS Lódz 0 x 0 Garbarnia

o   Garbarnia 2 x 0 Korona Kielce

 

Neste jogo contra o Legia, uma das melhores equipes do país (senão a melhor), o Garbarnia mostrou a qualidade que lhe faltou no início da temporada. Longe de ser uma equipe infalível, mas com maior posse de bola, conseguimos, jogando muitas vezes no contra ataque, surpreender a equipe deles e logo aos 5 minutos do segundo tempo marcamos o único gol da partida. O Legia foi um time violento mostrando que estávamos jogando melhor apesar de eles terem finalizado bem mais. Enfim, fizemos por merecer.

o   Garbarnia 1 x 0 Legia Varsóvia

cYg5ZaK.jpg

 

o   Garbarnia 1 x 0 Slask Wroclaw

o   Cracóvia 2 x 0 Garbarnia

o   Sandecja Nowy Sacz 0 x 1 Garbarnia

  Garbarnia 1 x 1 Jagiellonia Bialystok

o   Raków Czestochowa 1 x 0 Garbarnia

o   Garbarnia 3 x 0 Zaglebie Sosnowiec

 

Nesta partida contra o Wisla Plock, o Garbarnia fez tudo certo, exceto o gol. Para piorar, conseguimos dar um pênalti para os caras aos 38 do segundo tempo e eles converteram a cobrança. Com quase o dobro de posse de bola, nós sofremos uma derrota daquelas de irritar qualquer um, pois o massacre foi visível contra o adversário, mas como bola na rede é o que define o resultado final, fiquei muito decepcionado.

o   Garbarnia 0 x 1 Wisla Plock

6wtwjTp.jpg

 

Tirando as vitórias nos amistosos, até a rodada , nessa segunda parte, nós tivemos 5 vitórias, 2 empates e 4 derrotas, um bom rendimento comparado à parte inicial da temporada.

KO78jwl.jpg

 

Saímos da zona incômoda e começamos a crescer na competição, mas nesse momento, o insucesso da primeira parte, nos deixou distante da luta pelas vagas em competições europeias.

Jg7TpHr.jpg

 

Quanto chegamos a trigésima rodada, tínhamos nos distanciado do grupo do descenso em 8 pontos e nos 7 jogos finais, eu não tinha dúvida de que conseguiríamos a manutenção, até porque o que tinha de acontecer de ruim, aconteceu no primeiro semestre da temporada e assim minha expectativa se confirmou.

 Jogos oficiais (Grupo de despromoção)

o   Garbarnia 0 x 1 Korona Kielce

o   Pogon Szczecin 0 x 1 Garbarnia

o   Garbarnia 2 x 0 Sandecja Nowy Sacz

o   Garbarnia 0 x 1 Wisla Cracóvia

o   Slask Wroclaw 0 x 0 Garbarnia

o   Garbarnia 2 x 1 Raków Czestochowa

o   Wisla Plock 1 x 3 Garbarnia

 

Com 4 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, nossos últimos 7 jogos acabaram sendo bem aproveitados. Se olharem com atenção as estatísticas das partidas 7 finais, verão que em todas elas, nós conseguimos maior número de finalizações e posse de bola, excetuando apenas  o número de finalização na partida contra o Slask Wroclaw, jogo que terminou em 0 a 0.

E1CX2Kf.jpg

 

Na classificação final, ficamos em 12º lugar, a 6 pontos do grupo de cima, longe de tudo que eu sonhava e esperava, mas conformado por ter a chance de continuar o trabalho da forma como havia dado certo até o momento. O Lechia confirmava novamente o título nacional.

e3Mdtit.jpg

 

Ao final da temporada, algumas coisas me chamaram a atenção. Primeiro foi a reputação da competição polonesa que subiu da 17º colocação para a 14º em 6 anos, o que poderia influenciar, num futuro próximo, em menos dificuldades quanto a participações em competições europeias.

HqchbGy.jpg

 

Outra coisa, e essa mais importante ainda para mim, foi a mudança de filosofia do clube depois de vários e vários pedidos meus. A filosofia não aceitava desenvolver jogadores recorrendo às camadas jovens do clube.

2Uqdk8g.jpg

 

Então, após minhas várias e várias tentativas, 8 anos depois, eles aceitaram o meu pedido. Eu sentia que ali começava uma nova era para o clube, pois eu poderia lutar por um trabalho em que a base pudesse se tornar o grande trunfo do Garbarnia no futuro.

Y8UA5Dg.jpg

 

Como nem todas as notícias são boas, fui “obrigado” a aceitar a venda de um dos nossos melhores jogadores para o Legia. Nuno Cunha nos dava a qualidade que precisávamos no meio de campo, mas o dinheiro falou mais alto para a direção e eu não pude lutar contra isso e acabei fazendo a melhor negociação possível para o clube.

l7EXyme.jpg

 

Financeiramente não vivíamos um bom momento, principalmente porque gastávamos mais com salários do que podíamos, mas com a venda de Nuno, a ideia é que esse setor do clube se equilibrasse.

IvZunvB.jpg

 

E apesar de eu não citar muito sobre Revista da Época ou estatísticas da temporada, melhor jogador ou treinador etc (deixarei isso para uma próxima oportunidade), o que achei interessante fazer é mostrar que a direção, apesar do enorme fiasco no início da temporada, acabou confiando em mim para continuar a frente do Garbarnia. A renovação de contrato, agora por mais 2 anos de trabalho, foi a confirmação disso.

ZIhjEcF.jpg

 

Para terminar, só posso dizer que, independente do que aconteça, o trabalho como tenho feito, continuará, sempre arriscado, eu sei, mas com o intuito de num futuro, distante ou não, se firmar como uma força definitiva do futebol polonês e como um dos candidatos a ter um lugar respeitado no continente que é sempre dominado por um pequeno grupo de grandes e conhecidas equipes. 

O fato é que a equipe montada tem mostrado potencial, mas precisa de sequência com menos mudança e apesar disso ainda acontecer, e é certo que nessa próxima temporada ainda deverá acontecer bastante, é nessa sequência com o mínimo de mudanças possíveis que vou tentar me concentrar o mais rápido que eu puder.

 

 

Kontynuowac...

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Depois de uma fase inicial complicada, conseguiu estabilizar a equipa e passou longe da despromoção. Que bom que conseguiu alterar a filosofia para desenvolver jovens, pode dar um "gás" diferente ao clube. Já tem ideia como vai alterar o plantel? Continua firme com a política de empréstimos?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Reeeh 85

@Vannces, falei com vc na steam, um dia desses...

 

Para uma primeira temporada, sob o meu ponto de vista, o resultado foi muito satisfatório. Independente de uma primeira "perna" ruim no Polonesão, havia uma competição internacional em curso. Achei que a diretoria colocou um alvo de "meio da tabela" como um target bem alto, porém a equipe e o treinador estão bem e a daga continua!

Dinheiro em caixa e recorrer as camadas jovens são coisas boas para a próxima temporada!

 

Pergunta "out" saga, pq não pensa em transmitir pela Twitch os jogos?

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Excelente trajetória com o Garbannia até aqui, construída com um plano bem definido e que vai garantindo bons nomes a preços acessíveis. Isso é bom para dar a estabilidade necessária para o time começar a brigar por títulos e vagas continentais.

Nesta temporada sofreu com o peso de jogar duas grandes competições simultaneamente e isso afetou um pouco a estratégia. Mas nada que precise de grandes alterações por agora.

Boa sorte e parabéns pelo Save do Mês.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
21 horas atrás, Master Darthz disse:

Depois de uma fase inicial complicada, conseguiu estabilizar a equipa e passou longe da despromoção. Que bom que conseguiu alterar a filosofia para desenvolver jovens, pode dar um "gás" diferente ao clube. Já tem ideia como vai alterar o plantel? Continua firme com a política de empréstimos?

O time era melhor do que apresentou no início, então esperava um rendimento até melhor, mas para fugir dos péssimos resultados, acabei gostando do resultado final. Sobre o plantel, dificilmente mexerei na equipe usando jogadores da base, eles são realmente muito fracos no momento, mas a mudança na filosofia tem tudo para melhorar esse quesito. A política de empréstimos continuará, mas sempre tentarei elevar o nível da equipe, ainda que o início das competições sejam parecidas como a que acabou. Sei que em algum momento o rendimento bom se firmará. Valeu, Master.

 

5 horas atrás, Reeeh 85 disse:

@Vannces, falei com vc na steam, um dia desses...

 

Para uma primeira temporada, sob o meu ponto de vista, o resultado foi muito satisfatório. Independente de uma primeira "perna" ruim no Polonesão, havia uma competição internacional em curso. Achei que a diretoria colocou um alvo de "meio da tabela" como um target bem alto, porém a equipe e o treinador estão bem e a daga continua!

Dinheiro em caixa e recorrer as camadas jovens são coisas boas para a próxima temporada!

 

Pergunta "out" saga, pq não pensa em transmitir pela Twitch os jogos?

Acho que ainda é cedo para recorrer às camadas jovens, por outro lado a mudança na filosofia me agrada muito e num futuro próximo, poderei contar com isso.

Quanto a pergunta sobre o Twitch, eu na verdade não conheço esse site, não sei como funciona, ou seja, nem sabia que existia. Você usa? Poderia dar alguma dica? Valeu, Reeeh.

Curiosidade: Quem é você na steam? O nick é parecido com o daqui?

 

1 hora atrás, vinny_dp disse:

Excelente trajetória com o Garbannia até aqui, construída com um plano bem definido e que vai garantindo bons nomes a preços acessíveis. Isso é bom para dar a estabilidade necessária para o time começar a brigar por títulos e vagas continentais.

Nesta temporada sofreu com o peso de jogar duas grandes competições simultaneamente e isso afetou um pouco a estratégia. Mas nada que precise de grandes alterações por agora.

Boa sorte e parabéns pelo Save do Mês.

Acho que esse é o ponto principal, tentar montar um bom time sem gastar um rio de grana, que aliás não existe no momento para isso. Então os resultados estão seguindo a tendência de poder melhorar cada vez mais os status do clube e com isso, títulos estão a caminho, espero.

A temporada foi sofrida, mas no final tudo deu certo apesar da decepção ser ainda sentida quando se pensa na temporada passada, mas é assim, uma hora a coisa dá certo, outras não. é tentar aprender sempre com o que não funciona.

Obrigado, Vinny.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Rapaz, escapou. Que sufoco hein? Agora pode respirar aliviado e "preparar o clube para os desafios futuros".

Muito legal também a mudança de filosofia, aqui ainda não consegui. Tomara que ela traga bons frutos para o Gabarnia pois, no estágio atual do clube, é muito difícil ter dinheiro para investir nos craques, o que torna a base uma alternativa interessante. 

Boa sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Você não é o primeiro e talvez, não seja o último. Teria que fazer uma pesquisa aqui na área para confirmar, mas seu eu não estiver enganado, já vi no últimos tempos aqui na área vários saves onde as equipes recém-promovidas fazem a 1ª temporada na elite uma campanha surpreendente e até conquistam uma vaga continental e na temporada seguinte fazem campanhas bastante modestas nacionalmente quando são obrigados a jogar as competições continentais. O importante é que você escapou do rebaixamento e de quebra conseguiu incluir uma filosofia em sua proposta de trabalho.

Espero que consiga melhorar o desempenho na próxima. Um abraço.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Ah fio... isso ai. Ir alem das expectativas com uma equipe meia bomba é uma coisa, mas quando tem que jogar outra competição a marmelada desanda... de qualquer forma conseguiu aprumar o nariz do avião em queda livre e salvou a temporada. Vamos ver como fica temporada que vem.

- Como é a infraestrutura do Gabarnia? Em quanto tempo podemos esperar ver alguns miúdos maravilhas?

- Faltava algum tempo de contrato para o Galeno ou já tava acabando? Se esse fosse o caso, acho normal que a direção, mesmo com um pé atrás renovasse o contrato. Agora se tivesse mais tempo eu esperaria para ver o início da próxima temporada antes de comprometer o clube.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Falae xará(agora que vi o nome na sua stean). Esta consolidando bem o clube dentro do cenário polonês e acredito que em duas temporadas estará lá em cima brigando pelo campeonato e se manter uma certa regularidade até mesmo ser campeão. Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

É difícil haver anos de continuação com o mesmo elenco, já que os bons jogadores e promessas de equipes inferiores sempre despertam o interesse de clubes como o Legia e também de clubes estrangeiros. Espero que você consiga manter seus principais jogadores a partir de agora e que seja realmente uma nova era para o clube. 

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Bom ver que a diretoria está começando a ceder as suas exigências, sinal do aumento de prestígio do treinador. E curioso que no ano que foi para uma competição europeia, que poderia tentar fazer uma temporada mais tranquila, vai ter que lutar para não cair.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Como eu disse antes, o foco na competição europeia prejudicou o time no campeonato, minando a possibilidade de outra participação em sequencia. Faz parte.

Agora é juntar os cacos e repetir o bom campeonato do ano anterior.

Em 02/03/2019 at 21:43, Vannces disse:

acabei fazendo a melhor negociação possível para o clube

E que negociação! 14 milhões por 50% do passe? Torcer pra se destacar e rendar ainda mais.

Verdade seja dita eu nunca tive um jogador vendido após uma cláusulas dessas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • Johann Duwe
      By Johann Duwe
      Na história do Futebol, houveram algumas seleções que foram imortalizadas, muitas vezes não por títulos, mas sim pela forma que a redondinha era tratada. Antes da Dinamáquina do final da década de 80, antes da Larana Mecânica na década de 70, antes do Brasil de 82, antes dos Mágicos Magiares na década de 50, antes de todos estes grandes times, houve uma outra seleção que impressionou o mundo do futebol.
      Estou falando do Wunderteam de quase 100 anos atrás. No imaginário popular muitos pensam que se não houvessem ocorridos dois fatos trágicos, quem sabe eles poderiam continuar no topo da cadeia alimentar por mais algumas décadas.
           
      Mais informações sobre o Wunderteam e sobre o save durante o decorrer do mesmo.
       
    • Bruno Trink
      By Bruno Trink
      Em janeiro de 2013, às vésperas de mais uma edição da Copa Africana de Nações, Stephen Keshi, então treinador da seleção da Nigéria, reacendeu uma enorme polêmica. O nigeriano criticou duramente o trabalho de técnicos estrangeiros nas seleções africanas. Segundo ele, os "caras brancos" rumam para a África apenas para ganhar dinheiro. Ele também criticou o tratamento diferenciado das federações com treinadores locais e estrangeiros – segundo ele, os expatriados recebem mais tempo para se adaptar desenvolver seu trabalho – e afirmou que isso estava aniquilando o futebol africano.
      Keshi faleceu em 2016 e hoje, seis anos depois daquela declaração, muito pouco mudou. É fato que os treinadores de Argélia e Senegal, finalistas da competição de seleções africanas, defendem seus próprios países de nascimento. A bem da verdade, o argelino Djamel Belmadi nasceu em Champigny-sur-Marne, na França. No entanto, no total, 66% dos treinadores, 15 de 24, eram estrangeiros.
      A ideia é simples: explorar o futebol no continente africano com um treinador de nacionalidade africana. Para isso, foram adicionadas, além das ligas da África do Sul, originais do jogo, as ligas de outros nove países utilizando o update do @Timo@. Não pretendo me prender a objetivos. Encarnarei um treinador mauriciano, com um perfil inexperiente e começo desempregado. A nacionalidade foi escolhida por dois motivos. Primeiro, um país que não está entre as ligas selecionadas para o save. Segundo, não queria uma nação envolvida com ditaduras sanguinárias. As Ilhas Maurício, muito pelo contrário, que já foram colônia holandesa, depois francesa e, então, britânica, hoje são um exemplo de democracia, mesmo com algumas questões de corrupção, e tem um dos maiores índices no ranking da Freedom House.

      Não vou sair do continente, a intenção é fortalecer o futebol africano. A ver até onde posso chegar...
       
      Índice:
       
      Histórico:
       
      Ligas selecionadas:
    • Tonaarea
      By Tonaarea
      Fala, galera.

      Desde já agradeço a atenção e paciência. Já sou um senhor e ando bem desatualizado quanto ao mundo do Football Manager

      Pois bem, ganhei um FM 2019 e quero muito jogar nas ligas brasileiras. Porém o jogo está em inglês. E sei que preciso atualizar para colocar os times brasileiros.

      Por favor, poderiam me ajudar com as dicas de instalação e como proceder? Quais packs devo baixar para deixar meu jogo mais atualizado possível?

      Muito obrigado pela atenção e paciência.
       
    • Darthz
      By Darthz
      Apresentação
      Já há algum tempo que tinha vontade de voltar a postar um save no Profissão Manager, mas com a leitura de alguns textos e o acompanhamento de histórias da área, decidi passar das palavras aos actos e tentar levar um save em frente mais do que umas duas ou três épocas, coisa que já não acontece há algumas versões do Football Manager.
      Não prometo gráficos “topo de gama”, mas sim um tópico organizado e com as informações mais importantes do que for acontecendo durante as temporadas, não só no clube que estiver a treinar, mas também nas competições e prémios que eu considerar relevantes.
      O Save
      O Leste Europeu é sem dúvida um dos lugares mais interessantes para treinar, pelo menos no meu ponto de vista, e apesar de já ter realizado algumas carreiras começando em ligas desta região da Europa, fica sempre a sensação que há mais para desbravar, e muitos países e equipas diferentes para descobrir e conhecer.
      Depois de ter lido alguns artigos sobre o Ajax de Rinus Michels e Cruijff, fiquei fascinado com a história, não só dos acima citados, mas também de Ștefan Kovács, treinador sucessor de Michels e que levou o Ajax a duas Taças dos Campeões Europeus consecutivas. Sendo bem mais desconhecido que os dois holandeses, o romeno foi responsável por continuar e expandir a filosofia do “futebol total”, e isso levou-me então a desejar fazer algo que pudesse aliar o meu gosto pessoal com uma pequena homenagem àquele que é considerado por muitos o melhor treinador romeno de todos os tempos e muito pouco conhecido pelos adeptos de futebol em geral.
      Para finalizar, apenas referir que o nome do save deve-se aos Cárpatos, maior conjunto montanhoso da Europa Oriental, e que percorre uma grande parte da Roménia, sendo um “cartão de visita” do país.
      Biografia de Ștefan Kovács
      Ștefan Kovács (Timișoara, 2 de outubro de 1920 — Cluj-Napoca, 12 de maio de 1995) foi um jogador e treinador de futebol romeno, considerado um dos mais bem sucedidos treinadores na história do futebol europeu.

      Nascido em Timișoara, na Roménia, Kovács foi um meio-campista que apesar de possuir técnica apurada e intuição tática nunca foi escolhido para jogar na seleção romena, ao contrário do seu irmão mais velho Nicolae Kovács, que foi um dos cinco jogadores que participaram nos três Mundiais anteriores à Segunda Guerra Mundial.
      Kovács teve seus primeiros grandes sucessos como treinador no comando do Steaua Bucureşti, onde venceu por uma vez o campeonato (1967-68) e três vezes a Taça da Roménia (1968–69, 1969–70, 1970–71).
      Depois disso, ele substituiu Rinus Michels como treinador do Ajax em 1971, continuando e expandindo a filosofia do "futebol total". Com o Ajax, Kovács venceu duas Taças dos Campeões Europeus consecutivas (1971–72, 1972–73). Ainda em 1972, ele também ganhou a Taça Intercontinental e no ano seguinte a primeira edição da Supertaça Europeia. Além disso, ele liderou o Ajax para a vitória dos campeonato holandeses em 1972 e 1973 e Taça da Holanda dos mesmos anos.
      Apesar de ter comandado o Ajax em apenas duas temporadas, o romeno tornou a equipa holandesa na melhor da sua geração, sendo a caminhada para a sua terceira final europeia quase processional. Tímido e sem vontade de atrair atenção, ao contrário de Michels, Kovács tornou-se uma estrela na Holanda. Quando Nicolae Ceausescu visitou a Holanda em 1973, a rainha holandesa Beatriz perguntou ao ditador romeno num banquete: “O que podemos dar-lhe para você levar de volta à Roménia? Deve aceitar algo em troca de nos enviar Kovács.”

      Um homem inteligente, Kovács decidiu sensatamente sair quando a equipa estava no auge. Foi uma decisão sábia. Johan Cruijff, o melhor jogador da equipa e força de galvanização, partiu para o Barcelona para se juntar a Michels pouco tempo depois, e o grande Ajax rapidamente se desintegrou.
      Depois de deixar a equipa holandesa em 1973, foi convidado pela federação francesa de futebol para assumir a seleção principal. Jornalistas do France Football perguntaram-lhe quanto tempo demoraria para fazer da seleção francesa uma das melhores do mundo, Kovács respondeu: “Com boas estruturas, em oito a dez anos, poderemos ter uma boa seleção nacional.” Michel Hidalgo, seu adjunto e sucessor, aproveitaria o trabalho já realizado e lideraria a geração de Platini, Giresse e Tigana ao título do Campeonato Europeu de Futebol de 1984. Actualmente Ștefan Kovács continua a ser o único treinador estrangeiro que alguma vez treinou a seleção francesa de futebol.
      Infelizmente a carreira de treinador de Kovács terminou em ignomínia: no seu retorno à seleção da Roménia, onde já estivera como assistente, foi acusado de perder de propósito para a Hungria, falhando assim a qualificação para o Mundial de 1982. Após a saída da seleção romena, ainda realizou três temporadas como treinador do Panathinaikos da Grécia (1981-1983), e uma breve passagem sem glória pelo Mónaco, onde foi despedido após um punhado de partidas, e substituído por Arséne Wenger.
      Faleceu a 12 de maio de 1995, doze dias antes do Ajax ganhar a sua quarta Liga dos Campeões.
      Troféus e dados de carreira de Ștefan Kovács
      1953-1960 : Universitatea Cluj 1960-1962: CFR Cluj 1962-1967: Roménia (Assistente) 1967-1971: Steaua de Bucareste - 1 campeonato da Roménia e 3 Taças da Roménia 1971-1973: Ajax - 2 Campeonatos da Holanda, 1 Taça da Holanda, 2 Taças dos Campeões Europeus, 1 Supertaça Europeia e 1 Taça Intercontinental 1973-1975: França 1976-1980: Roménia (Treinador Principal) 1981-1983: Panathinaikos - 1 Taça da Grécia 1986-1987: Mónaco Dados, ligas e treinador
      Como é perceptível, irei fazer um save carreira, no estilo JET, utilizando uma base de dados que activa a terceira divisão da Roménia. Coloquei como jogáveis 13 ligas de modo a dar o máximo de oportunidades ao treinador, e de aumentar a dificuldade do save.
      Utilizarei a personagem Andrei Kovács, pois apesar de não ser um save de ficção, quero homenagear Ștefan Kovács, e quem sabe, superá-lo como melhor treinador romeno de todos os tempos. Não procurarei seguir o mesmo trajeto em termos de clubes, mas se surgir uma proposta, quem sabe?
      Objectivos do Save
      Superar o número de títulos de Ștefan Kovács na Roménia (3 taças da Roménia e 1 campeonato); Vencer duas Ligas dos Campeões; Treinar a seleção da Roménia;
    • DiogoHernandes
      By DiogoHernandes
      A REENCARNAÇÃO DO HERÓI
      Olá, aqui estou de volta, já faz algum tempo que estava planejando este save mas nos últimos meses não tinha motivação para jogar FM novamente, isso tudo voltou quando estava com um PC velho e resolvi baixar o FM13 para passar um tempo, foi baixar o game e vontade de jogar veio com tudo pra cima de mim. Isso já faz um tempo, fui me segurando para não começar o save sem um formato estabelecido e conversando com um pessoal daqui da área e especialmente o @Tsuru fui estabelecendo as diretrizes do save.
      O save será totalmente dentro da Dinamarca, embora eu tenha carregado mais algumas ligas elas estão como "ver apenas", e terá como objetivo principal treinar a Seleção Dinamarquesa e superar a melhor campanha da seleção em Copas do Mundo, mas para isso preciso percorrer um longo caminho, meu treinador começará sua jornada com 20 anos e sem qualificações anteriores e com um passado somente no futebol amador. O nome dele será Holger Dasnke, o mesmo nome do herói que segundo a lenda quando a Dinamarca passar por um perigo iminente ele levantará do seu trono libertará a nação.

       
      DIRETRIZES DO SAVE
      Não sair dos clubes pedindo demissão ou se candidatando a outros clubes, só sair em fim de contrato ou sendo demitido. Não assumir clubes de divisões superiores ao meu antigo clube. Na primeira divisão até ganhar um título nacional, só assumir clubes que acabaram de subir ou da segunda divisão. Não assumir a seleção principal da Dinamarca sem antes ganhar um título nacional de primeira divisão. Não usar a barra de pesquisas para contratação de jogadores/staff, usar somente a base de dados fornecidas pelos olheiros do clube e pelos agentes.  
      OBJETIVOS DO SAVE
      Ganhar o Campeonato Dinamarquês Ganhar a Eurocopa Ganhar as Olimpíadas Chegar em uma Semi-Final de Copa do Mundo  
      ÍNDICE
      Temporada 1
      O primeiro emprego
      Os heróis improváveis
      Uma contratação mágica: Ibra chega ao Kolding!

×
×
  • Create New...