Jump to content
Sign in to follow this  
Vannces

Garbarnia Cracóvia – Entre a glória, a guerra e os novos tempos.

Recommended Posts

Vannces
Em 17/11/2019 em 16:24, arecibo8 disse:

Pondo a leitura em dia. 

Que bom que as finanças deram uma ajeitada, a última vez que tinha visto tava muito no vermelho. 

Fora isso ainda esta tendo uma evolução interessante a nível continental, o que me leva a uma pergunta. Teve um aumento nas vagas para as competições internacionais? Como os outros times estão indo? Qual a posição do Polonão na classificação de liga? 

Na verdade são 3 perguntas, rsrsrs. Bem, na verdade o campeão vai direto para a Champions e o segundo e terceiro lugar disputam vagas na "pré" Champions.Sobre os outros times, é fato que eles sofrem muito mais que o Garbarnia quando o assunto é futebol internacional, já a campeonato polonês chegou a 7ª posição na Europa, um grande feito levando-se em conta que há somente Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália, França e Portugal na frente. Valeu, amigo.

 

7 horas atrás, LC disse:

Dividiu a atualização em duas partes? Perdeu a vaga na final para os Culés?

 

RdYqo1s.gif

É, foi tenso, mas acho que chegaremos lá, seja nessa próxima temporada ou daqui a umas 10, rs. Em algum momento nós conseguiremos, difícil, mas não impossível.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

2b5NqJN.png

 

“Minha linha de trabalho é treinar a nós mesmos enquanto jogamos, e isso em todos os campos. 

Meus treinos são orientados para o jogo, vamos trabalhar muito com a bola. 

Minha visão de um futebol de qualidade começa com a pressão

exercida sobre o adversário quando a bola não é levada”.

Leonardo Jardim

 

É um momento raro na história do clube e da minha carreira como treinador. Trabalhei para levar esse clube ao estrelato, está sendo difícil, mas o início dessa temporada, com a mudança tática no fim da temporada passada, me fez enxergar o que eu realmente queria a frente do Garbarnia. 

Bem, inicialmente vamos falar da janela de transferência.

Primeiro é necessário frisar que o clube estava com o caixa mais do que verde antes mesmo da primeira negociação, ou seja, 279 milhões para transferências e 3,94 milhões para pagamento de salários além do que já gastava. Claro que estamos falando de reais, pois em Euro o valor para transferência e salários consequentemente seria em torno de 60 milhões e 847 mil euros.

Bom lembrar também que uma cláusula da venda de Xuxinha nos rendeu nessa janela também mais 29 milhões.

 

Saídas:

Hugo Vandaele - 30 anos, médio central belga que era muito importante no clube, um grande craque, mas que o Manchester United acabou pagando uma multa rescisória altíssima no valor de 663 milhões, algo em torno de 142 milhões de Euros para levá-lo. Pela idade do jogador, eu achei que nenhum clube faria isso, mas pela capacidade do atleta, não me pareceu um erro do time inglês, melhor para as minhas intenções nessa janela.
Jaroslaw Süsser - 23 anos, extremo direita de altíssimo nível e muito importante para o esquema que eu usava, mas o PSG desembolsou nada menos que 330 milhões para tirar o jogador de Cracóvia e conseguiu, pois cobriu a multa que o jogador tinha. Era uma peça importante e fazia grandes jogos, mas eu não pude fazer nada.

Saiu emprestado:

Brice Kayembe - 21 anos, lateral esquerdo que veio para disputar vaga, mas com pouca chance de jogar, aceitei emprestar ao Mônaco para ganhar rodagem.
Damian Pawlak 20 anos, médio central me pediu para ser emprestado para jogar mais e o Toulouse fez a proposta. Achei melhor deixar o jogador se desenvolver onde poderia jogar mais.
Mohamed Bocetta - 20 anos, médio central que desde que chegou ao clube, jogou umas 3 partidas, sempre emprestado para ganhar a experiência necessária para disputar a titularidade com os atletas de alto nível que o Garbarnia tinha no momento. Acabou indo para o Bordeaux para jogar uma temporada.

Chegadas:

Dawid Krol - 22 anos, médio central ofensivo que eu repatriei. O jogador seria menos utilizado no meio depois que eu escolhi mudar o esquema tático, mas como eu perdi Roger na temporada passada para o Barcelona, queria ter um outro atleta para a posição caso resolvesse utilizar o esquema antigo em algum jogo e por que não um jogador novo com enorme potencial do futebol Polonês? Não me importei em investir 300 milhões no jogador.
Marin Baturina - 23 anos, zagueiro que veio livre após conseguir convencê-lo a sair do Arsenal antes de uma proposta deles. Eu não entendi como o clube inglês deixou esse garoto de lado, seu potencial não é do tipo que se desperdiça.
Philippe Parmentier - 25 anos, zagueiro que viria para disputar a titularidade e certamente seria uma peça importantíssima na nossa luta pelo título tão sonhado. O valor de 370 milhões parece ser altíssimo, mas o futebol que ele apresentaria, me levou a pagar o valor sem ter dúvidas.

Permaneceu emprestado:

Nicolas Martin - 20 anos, médio/médio ofensivo do Mônaco seguiu no clube emprestado e volta e meia era usado como peça importante para os momentos de mudança de atitude em jogos difíceis, afinal sua visão de jogo e o passe faziam a diferença.

Subiu para o time principal:

Ao elenco principal, eu subi das categorias de base o jovem francês David Goetz, zagueiro de 18 anos que eu havia comprado do Mônaco quando ele tinha 16 anos e o jovem Viktor Mikolajczak também com seus 18 anos, médio ofensivo central que eu usaria nas partidas da copa para cumprir a regra de usar um jogador sub 21.

Nessa janela de transferência, onde muitos jogadores novos, não citados aqui, foram emprestados também, eu não exagerei nos gastos, pois queria ter dinheiro em caixa para convencer a diretoria a aceitar meu pedido pelo estádio novo, mas o sucesso desse pedido estava longe de acontecer. Fato é que mesmo não tendo exagerado, o Garbarnia acabou ajudando a Polônia a entrar no roll dos 5 países que mais investiram na janela. Isso mostra que os outros times poloneses tem tentado não ficar tanto para trás nessa briga pelo topo do país.

vItqKd4.jpg

 

Com a expectativa de vencer tudo dentro da Polônia e de chegar às quartas de final da Champions nessa temporada, nós iniciamos os amistosos atropelando equipes fraquíssimas, como de costume, mas conseguimos manter esse ritmo dos amistosos contra equipes fortes em jogos importantes. Era o melhor início de temporada do Garbarnia em sua história.

 

Jogos amistosos

  Garbarnia 8 x 0 LKS Czaniec

  Garbarnia 9 x 0 Marsonia (croácia)

o   Garbarnia 6 x 0 Rudar Veleje (Eslovênia)

 

Jogos oficiais

Começamos oficialmente a temporada atropelando o Lech e conquistando mais um título. O adversário não viu a cor da bola e quando viu, não soube o que fazer com ela. Büskens mais uma vez valorizava o investimento feito nele na janela da temporada passada ao marcar 3 vezes, massacre.

o   Garbarnia 7 x 0 Lech Poznan (SuperPuchar Polski - final)

HCFo6VG.jpg

HfTxVKt.jpg

 

o   Garbarnia 4 x 1 Wisla Plock

o   Wisla Cracóvia 0 x 3 Garbarnia

o   Zaglebie Lubin 0 x 3 Garbarnia

 

O mais interessante desse início de temporada é que o Legia, o time mais forte da Polônia até pouco tempo, veio a Cracóvia para fazer frente ao nosso time tentando jogar de igual para igual, mas o placar mostrou a eles quem manda no país agora e mostrou para mundo que o Garbarnia é sim a maior potência do leste europeu.

O que eu posso dizer mais? Esquema tático novo funcionando como o esperado? Adversários ficando para trás nos investimentos dentro do país na comparação com o nosso? não sei, o que posso garantir é que o trabalho sério continua, temporada após temporada, passo a passo até conseguirmos aquele que é o título mais sonhado do clube, e do país também. 

Bem, o que eu chamava de time chato, agora é tão somente mais um, pois no último jogo o Legia Varsóvia nos venceu por 1 a 0, nesse jogo eles também fizeram 1, mas o que levou de gols, foi só lembrado por um tal Alemanha e Brasil nos idos de 2014. Dessa vez o hat-trick foi do jovem polonês Damian Stasiak, outro massacre e dessa vez contra um time considerado gigante em terras polacas.

o   Garbarnia 7 x 1 Legia Varsóvia

NC7GdqN.jpg

 

Início animador novamente, como nas últimas duas temporadas. Esperar que após todo o trabalho desenvolvido, o final dela seja, nos gramados internacionais, diferente dessa vez.

r00ZlGT.jpg

 

Nesse início de campanha, o conhecimento do grupo da Champions de que faríamos parte nos deixou pensativo, pois entendemos que o Manchester City seria o adversário mais difícil, mas não dá para subestimar nenhum outro.

DKvHxAg.jpg

 

Para finalizar essa postagem, quero compartilhar a chegada de convites de clubes que viam em meu trabalho o potencial para ir mais longe. Negados, é claro. Eu não iria sair logo agora em que estou a poucos passos (espero) de conseguir concretizar o maior sonho para qualquer treinador e clube europeu.

7wubm8v.jpg

 

Kontynuowac...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
jeanslay

O triturador polones começou com tudo. Esse Parmentier é um monstro, xerifão de respeito. Tem tudo para voar na UCL, acredito que coloque o city no segundo lugar do grupo.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Começou a temporada como quem é o maior clube do leste europeu, como você disse. Parabéns.

E o Légia, hein? O antigo rival local ficou para trás mesmo.

Que cifras enormes? Isso só reforça seu poderio. Se quisesse dava até para seguir o caminho de reforçar a liga polonesa como o Henrique M. fez.

Sobre o grupo da UCL, o Garbania tem obrigação de disputar o 1º lugar com o City ou pelo menos passar de fase em 2º. A equipe é figura carimbada no mata-mata da Champions há tempos e isso abre espaço para cobrarmos a vaga. Como o S04 e Galatasaray tem se saído nas competições continentais? Respeito aos adversário é bom, legal, mas a verdade é que o favoritismo é todo seu.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

A Polônia já é pequena demais para o Garbania Krakow. Goleadas acachapantes contra os antigos grandes Legia Varsóvia e Lech Poznan... Estaria a Cracóvia próxima de receber o troféu da Champions League?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

O time usa o futebol polonês como sparring.

Mas tem que mostrar que é Classe A na Liga. A cobrança será alta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
Em 20/11/2019 em 01:50, jeanslay disse:

O triturador polones começou com tudo. Esse Parmentier é um monstro, xerifão de respeito. Tem tudo para voar na UCL, acredito que coloque o city no segundo lugar do grupo.

Boa sorte!

Não é de hoje que estou trabalhando para conseguir competir de igual para igual no continente e com isso, o país de origem acaba se tornando pequeno para o Garbarnia. Esse Parmentier chegou para ajudar na barreira que espero ser menos intransponível. Mas apesar do poderio dentro da Polônia, ainda assim quando vem esses confrontos internacionais, o time encara os desafios de clubes que estão sempre lá em cima brigando. Espero que dessa vez a coisa aconteça como esperado. Valeu, Jean.

 

Em 20/11/2019 em 10:19, ggpofm disse:

Começou a temporada como quem é o maior clube do leste europeu, como você disse. Parabéns.

E o Légia, hein? O antigo rival local ficou para trás mesmo.

Que cifras enormes? Isso só reforça seu poderio. Se quisesse dava até para seguir o caminho de reforçar a liga polonesa como o Henrique M. fez.

Sobre o grupo da UCL, o Garbania tem obrigação de disputar o 1º lugar com o City ou pelo menos passar de fase em 2º. A equipe é figura carimbada no mata-mata da Champions há tempos e isso abre espaço para cobrarmos a vaga. Como o S04 e Galatasaray tem se saído nas competições continentais? Respeito aos adversário é bom, legal, mas a verdade é que o favoritismo é todo seu.

Sim, o potencial do clube está sendo mostrado. Esse Legia não é um time ruim, mas acho que eles subestimaram o Garbarnia nesse jogo e partiram para cima sem medo e levaram contra ataques surpresos o jogo inteiro. Sobre reforçar a liga polonesa, não estou ajudando, mas estou percebendo que os clubes tem melhorado seus elencos. O Legia por exemplo tem tido mais jogadores internacionais do que antes. Na UCL eu espero pelo menos uma segunda colocação, pois o Manchester City é um time que está bombando na Europa e não vai ser fácil  o confronto contra ele. Enfim, sonho com a final nessa temporada, o time tá melhor e tem tudo para chegar longe, conseguir ou não, só o tempo para dizer. Valeu, gg.

 

Em 20/11/2019 em 17:16, PedroJr14 disse:

A Polônia já é pequena demais para o Garbania Krakow. Goleadas acachapantes contra os antigos grandes Legia Varsóvia e Lech Poznan... Estaria a Cracóvia próxima de receber o troféu da Champions League?

O poderia do time está sendo mostrado, sobre a possibilidade de conseguir o troféu tão sonhado, acho possível, mas nunca dá para cravar isso. Esses confrontos da Champions são incógnitas. Fato é que estamos sempre próximo. Valeu, Pedro.

 

Em 21/11/2019 em 12:16, Neynaocai disse:

O time usa o futebol polonês como sparring.

Mas tem que mostrar que é Classe A na Liga. A cobrança será alta.

Já está sendo alta a cobrança. Espero dessa vez conseguir esse feito, pois tem sido muito difícil. Em outros saves, os jogadores conseguem esse título mais rápido, comigo tá sendo barra pesada. Valeu, Ney.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Começou passando o trator por geral. Légia, quem és?

Queremos ver Champions. Polonesão virou carioqueta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Está fácil demais o Campeonato Carioca Polonês. O antigo rival nem faz sombra ao Gabarnia, que vai nadando de braçada e bem tranquilo na competição. O lado bom é que pode usar o Polonesão para desenvolver os jovens e explorar opções táticas sem muita pressão.

Ao mesmo tempo, a cobrança pela Europa aumenta - seja de forma geral, seja do treinador com o seu próprio trabalho. O Manchester City sem sombra de dúvida é um adversário difícil, mas dá pra passar pelo Schalke e pelo Galatasaray e quem sabe brigar pelo primeiro lugar do grupo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Surpreso de ver a Polônia nessa lista, mesmo levando em conta os gastos do Garbania, significa que o dinheiro está correndo solto na liga. E isso é bom para a competitividade geral da competição.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
Em 25/11/2019 em 11:32, marciof89 disse:

Começou passando o trator por geral. Légia, quem és?

Queremos ver Champions. Polonesão virou carioqueta.

Volta e meia tem uns deslizes dentro da Polônia, mas é natural, afinal os outros clubes também estão investindo bastante. Sobre a Champions já tá virando uma febre das mais altas. Se esse título não vier dentro dos próximos 2, no máximo 3 anos, não virá mais. Valeu, Marcio.

 

Em 25/11/2019 em 12:52, Tsuru disse:

Está fácil demais o Campeonato Carioca Polonês. O antigo rival nem faz sombra ao Gabarnia, que vai nadando de braçada e bem tranquilo na competição. O lado bom é que pode usar o Polonesão para desenvolver os jovens e explorar opções táticas sem muita pressão.

Ao mesmo tempo, a cobrança pela Europa aumenta - seja de forma geral, seja do treinador com o seu próprio trabalho. O Manchester City sem sombra de dúvida é um adversário difícil, mas dá pra passar pelo Schalke e pelo Galatasaray e quem sabe brigar pelo primeiro lugar do grupo.

Eu  poderia ter mexido nas táticas e instruções anteriormente, mas acredito que agora consegui achar a que mais me agrada, pelo menos por enquanto, então acabo fazendo o mínimo possível de mudanças, ainda assim só dentro da partida.

Eu concordo quando ao poderio do City e do quanto eles são complicados. Passar de fase é possível, em primeiro eu já não posso garantir, mas vamos lutar sempre. Valeu, Tsuru.

 

19 horas atrás, Henrique M. disse:

Surpreso de ver a Polônia nessa lista, mesmo levando em conta os gastos do Garbarnia, significa que o dinheiro está correndo solto na liga. E isso é bom para a competitividade geral da competição.

Você falou em uma coisa que eu só fui perceber nessa temporada, parece mesmo que os outros clubes, ainda que gastem pouco, também estão investindo mais do que anteriormente e isso tem fortalecido a liga sem dúvida. Valeu, Henrique.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

2b5NqJN.png

 

"Não há nada mais perigoso do que não arriscar."

 Pep Guardiola

 

Sim, exatamente isso. A ideia de arriscar vem dessa nova tática utilizada num 4-2-4 que vem dando resultado. Mas o fato é que mesmo jogando bem e aplicando várias goleadas, mesmo tendo consistência, sempre há tropeços. Vamos falar o que de mais importante aconteceu no complemento dessa primeira parte da temporada.

 

Jogos oficiais

  Garbarnia 2 x 0 LKS Lódz

o   Korona Kielce 1 x 1 Garbarnia

o   Lechia Gdansk 0 x 1 Garbarnia

o   Piast Gliwice 1 x 4 Garbarnia

o   Shalke 04 1 x 3 Garbarnia (Liga dos Campeões - Grp. C)

o   Garbarnia 4 x 0 Cracóvia

o   Miedz Legnica 0 x 2 Garbarnia (Puchar Polski - 1ª Elim.)

o   Garbarnia 2 x 0 Jagiellonia Bialystok

 

Esse confronto contra o Manchester era o que me preocupava e não por acaso a primeira derrota da temporada aconteceu em casa diante dos ingleses. Não fizemos um jogo ruim, longe disso, mas a eficácia deles foi melhor. Jogo equilibrado, mas placar negativo para nós. Importante admitir, ainda que soubéssemos que eles eram fortes, no fundo nós subestimamos os caras com o excesso de confiança que a liga polonesa nos proporcionou. O nível é outro e isso acabou fazendo a diferença, eu acho.

o   Garbarnia 0 x 1 Manchester City (Liga dos Campeões - Grp. C)

reNSMlG.jpg

 

o   Zaglebie Sosnowiec 2 x 1 Garbarnia

o   Lech Poznan 0 x 4 Garbarnia

o   Galatasaray 0 x 1 Garbarnia (Liga dos Campeões - Grp. C)

 

Antes da partida contra o Pogon, tenho uma história importante a contar. Primeiro que eu completaria exatamente o milésimo jogo a frente do clube polonês, e por essa razão, os jogadores fizeram um pacto para me dar um presente.

r74lCFC.jpg

Para o adversário parece que não foi muito bom estar no caminho dessa comemoração, pois foi a maior vitória da história do Garbarnia dentro da competição nacional. Em outra dimensão, o Pogon de @Danut dificilmente passaria por um vexame dessa magnitude.

o   Garbarnia 8 x 0 Pogon Szczecin

0iCVev5.jpg

Para finalizar a história desse confronto, é importante dizer que naquela semana o time inteiro do Garbarnia foi eleito como o time da rodada, algo inédito também para mim. Bem, só pude agradecer a cada jogador, pois o presente foi caprichado.

wNk3GOR.jpg

 

o   Lechia Gdansk 0 x 4 Garbarnia (Puchar Polski - 2ª Elim.)

o   Garbarnia 0 x 0 GKS Katowice

o   Garbarnia 4 x 0 Galatasaray (Liga dos Campeões - Grp. C)

o   Raków czestochowa 0 x 1 Garbarnia

o   Wisla Plock 0 x 4 Garbarnia

o   Garbarnia 3 x 0 Shalke 04 (Liga dos Campeões - Grp. C)

o   Garbarnia 2 x 1 Wisla Cracóvia

o   Piast Gliwice 1 x 2 Garbarnia (Puchar Polski - 3ª Elim.)

 

Achei importante citar essa partida não pelo resultado em si, pois não foi agradável para ninguém, mas para mostrar que apesar de perdermos em casa no primeiro jogo para o time inglês, traçamos uma estratégia em que a cautela sem abdicar do ataque acabou sendo uma boa escolha no fina. Mesmo não conseguindo vencer os caras, também não deixamos eles sentirem o gostinho da vitória. A pressão deles foi intensa, mas soubemos encarar o desafio.

o   Manchester City 0 x 0 Garbarnia (Liga dos Campeões - Grp. C)

pDn7iAJ.jpg

 

Essa partida eu escolhi comentar pelo fato de achar que o Legia tentaria descontar o que fizemos com eles no início da competição, e até acho que tentaram, mas não demos nenhuma chance para que eles conseguissem algo a mais. Vencemos por 4 a 0 e merecíamos fazer mais.

hoje o máximo que eles podem comemorar é a posição de serem a segunda força do país, nada mais. claro que a classificação desse momento impede também essa afirmação.

o   Legia Varsóvia 0 x 4 Garbarnia

gNPMuXs.jpg

 

  Garbarnia 1 x 0 Zaglebie Lubin

 

A classificação da competição na rodada 19 nos dava a certeza de que o título seria uma questão de tempo se nada de trágico acontecesse. Me impressionava o fato do Legia não conseguir bom rendimento até esse momento, nós contribuímos para que o saldo de gol deles fosse bem baixo.

ZBmZhkz.jpg

 

Nessa campanha, de negativo apenas a derrota em casa para o Manchester City, nada que não pudesse ser considerado normal e uma derrota no nacional para o Zaglebie Sosnowiec em um daqueles jogos em que você massacra o adversário, mas não faz o gol nem se a partida durasse uma semana. Apesar disso, a campanha foi espetacular e parte desse sucesso foi reconhecido nos meses de Setembro, Novembro e Dezembro com o prêmio de melhor treinador.

CvS02gP.jpg

 

Conseguimos a primeira colocação mesmo perdendo um jogo e empatando outro contra o segundo colocado. Sorte nossa é que o Manchester City empatou 3 vezes na competição.

mIPytkO.jpg

 

Com essa posição no grupo, nossa busca pelo título continental começará, decisivamente, contra o time ucraniano. O legal disso tudo é que dois favoritos vão se enfrentar logo de cara, ou seja, um gigante vai embora logo nas oitavas e o sonho continua.

oFczaUX.jpg

 

Kontynuowac...

Share this post


Link to post
Share on other sites
jeanslay

Também nunca vi um time inteiro ser eleito como elenco da semana. Parabens aos envolvidos, e azar do Pogon (saudades). Na UCL, os jogos contra o City podem ter sido o diferencial, ja que agora já ta mais cabreiro contra os gigantes europeus e o aprendizado nao lhe custou a primeira posição. Boa sorte na sequencia!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

É como tenho dito, não dá para ficar tratando o Garbania como um simples participante da UCL. Esse tempo ficou para trás. O Garbania é uma realidade e concorrente ao título. Pode até perder, mas é concorrente ao título. Primeira colocação no grupo foi importantíssima. Escapou de pegar o Real Madrid e pegou uma das duas equipes mais acessíveis que poderia pegar, o Shakhtar, o outro seria o Porto. Tem que passar adiante.

Na Liga Polonesa está sobrando mais uma vez.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lanko

Que rolo compressor haha... também é a 1ª vez que vejo os 11 do mesmo time no time da semana. Já consegui por 10 uma vez, mas nunca os 11. Parabéns.

Até assustei quando vi os jogos contra o City e achei que tinha sido eliminado e que você tava mostrando uma calma absurda, só depois com a tabela me toquei que era a 1ª fase hahaha.

Vai poder escolher a dedo o próximo trabalho, se por acaso deixar o Garbarnia. A cada ano que passa parece que o último desafio fica mais perto de ser alcançado. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
Em 26/11/2019 em 21:58, jeanslay disse:

Também nunca vi um time inteiro ser eleito como elenco da semana. Parabens aos envolvidos, e azar do Pogon (saudades). Na UCL, os jogos contra o City podem ter sido o diferencial, ja que agora já ta mais cabreiro contra os gigantes europeus e o aprendizado nao lhe custou a primeira posição. Boa sorte na sequencia!

Eu nunca me liguei nessa questão de time da semana até ver essa decisão, mas acho que só aconteceu por causa de ter sido num jogo em que venceram por 9 a 0. De agora em diante a luta será para se manter na competição até chegar na final. Já foram muitos anos nessa luta e tá na hora de chegarmos mais longe. Sonho com essa final, vamos ver. Valeu, Jean.

 

22 horas atrás, ggpofm disse:

É como tenho dito, não dá para ficar tratando o Garbania como um simples participante da UCL. Esse tempo ficou para trás. O Garbania é uma realidade e concorrente ao título. Pode até perder, mas é concorrente ao título. Primeira colocação no grupo foi importantíssima. Escapou de pegar o Real Madrid e pegou uma das duas equipes mais acessíveis que poderia pegar, o Shakhtar, o outro seria o Porto. Tem que passar adiante.

Na Liga Polonesa está sobrando mais uma vez.

Disse algo simples, mas certeiro, pode perder e é normal que aconteça diante do adversário que enfrentou, mas também não deixou a desejar se olhar as estatísticas do jogo. A segunda posição poderia ter reservado de cara um confronto contra o Real como você observou, seria um balde de água gelada caso acontecesse e saíssemos logo nas oitavas (o que espero não acontecer). Tomara que possamos fazer jus ao favoritismo, pois ficar pelo caminho toda temporada já tá dando nos nervos, rs. Valeu, ggpofm.

 

21 horas atrás, Lanko disse:

Que rolo compressor haha... também é a 1ª vez que vejo os 11 do mesmo time no time da semana. Já consegui por 10 uma vez, mas nunca os 11. Parabéns.

Até assustei quando vi os jogos contra o City e achei que tinha sido eliminado e que você tava mostrando uma calma absurda, só depois com a tabela me toquei que era a 1ª fase hahaha.

Vai poder escolher a dedo o próximo trabalho, se por acaso deixar o Garbarnia. A cada ano que passa parece que o último desafio fica mais perto de ser alcançado. Boa sorte!

Essa eleição da semana é algo que não vejo muito no futebol real, pelo menos não por aqui. Acho que teria colocado o time todo para cima se fosse jogo decisivo nesse confronto contra o City, mas sendo do grupo não me importei de ficar com a segunda colocação, claro que por culpa deles, acabamos em primeiro, melhor assim. Sim, estamos próximos de fechar o último desafio (espero), mas não penso em sair, pelo menos não pensei nessa possibilidade. Valeu, Lanko.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

É sempre legal ver que começou a ganhar apenas em 2032 hahaha

E nessa temporada tá passando geral.

Cheirinho de champions?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Pegou um adversário bem acessível nas oitavas, contando com a sorte do péssimo desempenho dos Citizens nos outros jogos. Mandou ver contra os outros adversários, e é esse ritmo que tem que manter para a fase derradeira do maior torneio de clubes do mundo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
Em 28/11/2019 em 13:12, Neynaocai disse:

É sempre legal ver que começou a ganhar apenas em 2032 hahaha

E nessa temporada tá passando geral.

Cheirinho de champions?

O rendimento é realmente de time candidato, mas como não é a primeira vez que me vejo candidato, espero não fazer feio dessa vez, rs. Valeu, Ney.

 

Em 30/11/2019 em 01:15, Henrique M. disse:

Pegou um adversário bem acessível nas oitavas, contando com a sorte do péssimo desempenho dos Citizens nos outros jogos. Mandou ver contra os outros adversários, e é esse ritmo que tem que manter para a fase derradeira do maior torneio de clubes do mundo.

Exatamente isso que eu espero, manter o ritmo para não fazer feio, pois nos últimos anos quando eu pensava que ia, a porrada caia na cabeça e estávamos fora. Dessa vez espero que seja diferente. Valeu, Henrique.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

2b5NqJN.png

 

“Os técnicos sempre dizem que não é importante o time correr mais.

Preferem jogar do jeito certo. Eu quero jogar do jeito bonito,

certo, e que eles corram dez quilômetros a mais.”

Jürgen Klopp

 

Começamos aqui mais uma segunda parte de temporada e embora eu não faça mudanças bruscas no elenco, acabei fortalecendo a equipe para a sequência na busca pela confirmação dos títulos nacionais e o sonho do título continental.

Primeiro é preciso dizer que achei uma forma de não deixar jogadores saírem mesmo após o outro time pagar a multa rescisória.

Negociação:

Damian Stasiak - 22 anos, atacante polonês de seleção que o Bayern desembolsou 440 milhões para pagar a multa rescisória. Eu fui até o jogador e ofereci um contrato melhor e quando achava que ele não ia aceitar, o garoto concordou em ficar no Garbarnia.

Chegadas:

Luka Kruska - 28 anos, médio central que comprei do Borussia por 407 milhões. Este jogador chegava para disputar titularidade no momento crucial para o clube.

Sébastien Martins - 26 anos, médio ofensivo esquerdo que veio do Benfica para revesar com Crespo na posição. 440 milhões foi uma grana bem gasta, pois sabia que precisava manter o nível da equipe naquele setor caso Crespo se machucasse.

8 amistosos foram marcados para que eu pudesse deixar a equipe ainda mais afiada para a sequência que viria de jogos importantes.

 

Jogos amistosos

Garbarnia 6 x 0 Znicz Pruszków

Garbarnia 10 x 1 Nida Pinczów

Garbarnia 5 x 1 Leeds Utd

Garbarnia 5 x 1 Panathinaikos

Garbarnia 7 x 1 Puskás Akadémia

Garbarnia 7 x 0 Hapoel Haifa

Garbarnia 7 x 0 APEA

Garbarnia 4 x 1 APOEL

 

Jogos oficiais

LKS Lódz 0 x 3 Garbarnia

Garbarnia 5 x 0 Korona Kielce

Shakhtar 1 x 5 Garbarnia (liga dos campeões - Oitavas - Ida)

 

Essa fase da Copa não seria uma preocupação se não fosse o Legia. Os caras da capital foram muito pressionados, mas abriram o placar aos 10 minutos. Sofremos para empatar aos 15 da segunda etapa. levar a partida para as penalidades foi a melhor estratégia deles já que terminaram a partida com 10 jogadores. As duas defesas de Binder nos levou à próxima fase da competição. Fato é que volta e meia os caras colocam as manguinhas de fora.

Legia Varsóvia 1 x 1p Garbarnia (Puchar Polski - Qrt. Final)

LhXSLTg.jpg

 

Cracóvia 0 x 4 Garbarnia

Garbarnia 3 x 0 Lechia Gdansk

Jagiellonia Bialystock 0 x 4 Garbarnia

Garbarnia 4 x 1 Shakhtar (liga dos campeões - Oitavas - Volta)

Garbarnia 3 x 0 Zaglebie Sosnowiec

Pogon Szczecin 0 x 2 Garbarnia

GKS Katowice 1 x 0 Garbarnia

Garbarnia 3 x 0 Lech Poznan

Cracóvia 1 x 2 Garbarnia (Puchar Polski - Semi final)

 

Eu preferi não comentar as oitavas de final da Champions devido à facilidade que o Garbarnia teve para vencer o Shakhtar. Por outro lado, o Milan também não fez frente como eu esperava. Em território italiano, o Garbarnia chegou, meteu o pé na porta e entrou sem pedir licença. Eles tentaram fazer uma graça, mas o placar final mostrou quem estava mais preparado, isso sem falar que perdemos um pênalti e anularam um gol nosso. O resultado nos deixou tranquilos para o jogo de volta.

Milan 2 x 5 Garbarnia (liga dos campeões - Qrt. final - Ida)

XVMScys.jpg

 

Garbarnia 2 x 0 Piast Gliwice

Garbarnia 5 x 0 Raków Czestochowa

 

Na rodada 30 da Ekstraklasa, o título já estava praticamente confirmado, pois estávamos a 18 pontos do Legia, segundo colocado, e disputaríamos 7 partidas precisando de apenas 4 pontos para levantar a taça. 

RjCxIad.jpg

 

De volta à Champions, o segundo confronto contra o Milan foi um jogo para confirmar mais uma vez nossa participação na semi final. Jogamos com agressividade. Eles vieram para jogar no contra ataque. Encurralamos o time italiano ao ponto de apenas um chute a gol ser dado por eles nos 90 minutos. Ao final, o 2 a 0 foi pouco, mas mais do que suficiente para a segunda semi final seguida.

Garbarnia 2 x 0 Milan (liga dos campeões - Qrt. final -Volta)

sUw82KC.jpg

 

Garbarnia 2 x 0 GKS Katowice

Korona Kielce 0 x 1 Garbarnia

Garbarnia 3 x 0 Piast Gliwice

 

Essa últimas 3 vitórias seguidas na Ekstraklasa já nos garantia na primeira colocação do campeonato polonês, campeões mais uma vez.

JfC1WUo.jpg

 

Essa primeira partida da semi final contra o Benfica mostrou o alto nível das duas equipes, pois o jogo foi bem equilibrado. Ainda assim fomos mais eficazes nas finalizações e o jovem Damian, que quase perdi para o Bayern naquela negociação milionária, foi quem fez os dois gols da partida. O resultado fora de casa me deixou muito animado, pois estávamos a 90 minutos da primeira final de Champions League da história, não só do Garbarnia, mas da Polônia.

Benfica 0 x 2 Garbarnia (liga dos campeões - Semi final -Ida)

lP5Hf0a.jpg

 

Essa partida eu comento só por ter sido mais uma final de Copa, mas o adversário não colocava medo, mesmo podendo dar uma zebra. Muita posse de bola, ataque sobrando por parte da nossa equipe. Dois gols já nos 18 minutos e um anulado na segunda etapa. Enfim, mais um título nacional importante para a galeria do clube num jogo sem muita novidade, exceto pelo time que chegou a final.

Wisla Plock 0 x 2 Garbarnia (Puchar Polski - Final)

VyVCEwl.jpg

 

A essa altura, estávamos comemorando as três competições nacionais que disputamos.

P4fcvz5.jpg

 

Lech Poznan 0 x 1 Garbarnia

 

Neste dia, tudo que eu queria era que meus jogadores não cometessem erros, pois um empate, vitória simples, até uma derrota por um gol nos daria a vaga tão sonhada na final de Londres. Fizemos 1 a 0 com Buskens aos 10 do segundo tempo, aos 42 ele mesmo perdeu um pênalti. Nos acréscimos o time português conseguiu o empate, mas dali para frente o que viria era apenas comemoração por confirmarmos pela primeira vez na história a nossa participação numa final da liga dos campeões da Europa. A direção já estava satisfeita, mas eu, os jogadores e a torcida não, não mesmo.

Garbarnia 1 x 1 Benfica (liga dos campeões - Semi final -Volta)

svH8MLR.jpg

JaNRLOc.jpg

 

Garbarnia 2 x 0 Legia Varsóvia

Cracóvia 1 x 4 Garbarnia

Garbarnia 5 x 0 Zaglebie Sosnowiec

 

O título nacional já conquistado veio com 27 pontos de vantagem para o Legia e 99 gols de saldo, a melhor campanha do campeonato polonês.

O rival regional, o Wisla Cracóvia, acabou descendo de divisão, uma pena, pois sempre foi uma força do futebol do país.

IAAVqOk.jpg

 

A campanha foi espetacular e o que restava agora era a cereja do bolo. Marquei um amistoso antes da final da Champions para não perder o ritmo, pois seriam 14 dias entre a última partida do nacional para a final na capital inglesa.

AoXMMte.jpg

Spoiler

As últimas três partidas jogadas aconteceram no início da madrugada, então decidi deixar o amistoso e a final para jogar num momento em que eu estivesse descansado e pudesse curtir cada momento, bem como postar os detalhes do fechamento da temporada.

Bem, o adversário da final chegou desbancando dois grandes favoritos, então não será nada fácil. O que mais pensei nesse momento era em não subestimar a Roma, pois poderíamos ter feito tudo certo até esse momento, mas não dá para se acomodar com nenhuma soberba, não dá para esperar que o time da capital italiana seja tão fácil de vencer como foi o Milan.

LQnKg3q.jpg

Seja na Polônia, Itália, Inglaterra ou em qualquer outra parte do mundo, o que se ouvia falar era nessa final histórica, principalmente porque o título será inédito para qualquer uma das equipes. Estou muito ansioso para comandar meu time nessa partida.

Nf6zSGh.jpg

rpugIlW.jpg

 

 

Kontynuowac...

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Que bom que segurou o jogador polonês. Ele ainda acabou sendo importante na caminhada à sonhada final da UCL. 

O resultado da 1º partida contra os ucranianos está errado. Está com vitória deles. 

Passou com muitas facilidade pelo time laranja e podemos dizer que contra o Milan também. Atropelou em San Siro e confirmou a vantagem em casa. A temporada é excelente com a conquista dos três títulos nacionais, ainda mais que conseguiu alcançar a decisão ao passar pelo Benfica com vitória na Luz. Agora terá a Roma pela frente que também fez belíssimas eliminatórias, sempre com quatro gols no agregado. A decisão promete ter muitos gols dos dois lados. Amistoso antes da decisão para manter o ritmo...ótima oportunidade para contundir jogadores importantes.

É a hora do título. Força, Garbania!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Johann Duwe
      By Johann Duwe
      Banner by @Tsuru
      Estava entre duas situações distintas para este save, ou eu começaria na Ásia ou em alguma liga periférica na Europa. Acabei decidindo, ajudado por outros amigos da área, a começar na Europa, mais precisamente na região Escandinava.
      Um dos motivos que me fez escolher essa região foi o fato de eu não jogar em nenhuma liga escandinava desde o FM 2013, então é bom poder voltar novamente para a área nórdica do mundo.
       
       
      Ligas Selecionadas:
      Todas divisões de Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia.
      Ver apenas a primeira divisão de Bélgica, Inglaterra, Alemanha, Holanda, Polônia, Irlanda e Rússia.
      Perfil do Treinador: Aron Steffarsson, treinador de 21 anos nascido em Ilhas Faroé, sem licença e com experiência no futebol amador. Começarei desempregado e irei trilhar meu caminho para o sucesso.

       
      Por se tratar de um save carreira, o único objetivo a longo prazo que irei impor é:
      Vencer 01 Eurocopa e 01 Copa do Mundo com alguma das seleções nórdicas.
       
       
    • luiz (🇦🇩)
      By luiz (🇦🇩)
      Prólogo
      Após quase dois anos ausente do fórum, devido à vários motivos, o lançamento de uma nova versão do Football Manager me trouxe novamente até aqui e estar no fórum e ler algumas excelentes histórias de alguns companheiros, é impossível que o bichito não te pique. Ainda não me adaptei completamente a essa nova versão, que, para quem vem do FM17, apresenta muitas novas features, principalmente no âmbito tático e de controle de plantel, mas, como vinha tendo algumas dificuldades para me empolgar em saves offline, acabei me decidindo a contar uma história, que, de antemão, afirmo que será simples, nada mais que um relato do que estou jogando. 
      O clube escolhido é o Fútbol Club Andorra, que participa da pirâmide espanhola, estando, na vida real, na Preferente Catalana, equivalente ao quinto nível, mas como a expansão de ligas ainda não está completa, o coloquei na Tercera División, que é o quarto nível, substituindo a equipe de menor reputação presente. 
      A minha ideia para esse save será utilizar apenas jogadores andorranos. Para isso, habilitei, além da pirâmide espanhola, as duas divisões do futebol andorrano. 
      O treinador do clube será o ex-zagueiro Antoni "Toni" Lima, que, apesar de nunca ter atuado no clube, é um dos maiores jogadores da história do futebol andorrano. Antoni tem um irmão mais novo, Ildefons, que atualmente atua no próprio futebol andorrano, mas foi formado no FC Andorra e rodou por vários clubes, passando até mesmo pelo futebol da América, onde atuou no Pachuca. Via editor, coloquei o no clube para que termine sua carreira onde começou e "comandado" pelo irmão. 
      Concluindo, acredito que possa não receber a melhor recepção nesse retorno, pois cometi erros no passado, ofendi alguns membros desnecessariamente, e sei que após errar, a confiança não retorna de imediato, mas espero pode demonstrar que os erros ficaram no passado e que retorno à área com uma nova forma de pensar e me comportar. De todas as maneiras, um sincero pedido de desculpas para aqueles com quem não me portei bem no passado.
      Espero me divertir e que vocês também se divirtam com a história.
      Luiz. 
    • Neynaocai
      By Neynaocai
      “Depois de maio de 1940, os bons tempos se acabaram: primeiro a guerra a capitulação, seguida da chegada dos alemães. Foi então que, realmente, principiaram os sofrimentos dos judeus. Decretos anti-semitas surgiam, uns após os outros, em rápida sucessão. Os judeus tinham de usar, bem à vista, uma estrela amarela; os judeus tinham de entregar suas bicicletas; os judeus não podiam andar de bonde; os judeus não podiam dirigir automóveis. Só lhes era permitido fazer compras das três as cinco e, mesmo assim, apenas em lojas que tivessem uma placa com os dizeres: LOSA ISRAELIA. Os judeus eram obrigados a se recolher a suas casas às oito da noite, e, depois dessa hora, não podiam sentar-se nem mesmo em seus próprios jardins. Os judeus não podiam frequentar teatros, cinemas e outros locais de diversão. Os judeus não podiam praticar esportes publicamente. Piscinas, quadras de tênis, campos de hóquei e outros locais para a prática de esportes eram-lhes terminantemente proibidos. Os judeus não podiam visitar os cristãos. Só podiam frequentar escolas judias, sofrendo ainda uma série de restrições semelhantes.
      Assim, não podíamos fazer isto e estávamos proibidos de fazer aquilo. Mas a vida continuava, apesar de tudo Jopie costumava dizer-me: _ A gente tem medo de fazer qualquer coisa porque pode estar proibido. _ Nossa liberdade era tremendamente limitada, mas ainda assim as coisas eram suportáveis.” Diário de Anne Frank, págs. 11 e 12.
       
      Não possuo qualquer ligação com a comunidade judaica, nem ascendência ou apreço maior por algum clube com tal relação. Por outro lado, os absurdos cometidos pelos nazistas foram muito bem documentados para não deixar ninguém incauto. Nada obstante, a idiotice humana aparece com mais força em tempos e situações de escassez (econômica, política, cultural...), portanto não me surpreendem que manifestações preconceituosas se reciclem em nossa história.
      A não ser que cheguemos em um tempo de disponibilidade total de recursos (o que considero improvável), entendo que o preconceito sempre existirá, transmutando-se em mentes fracas e com medo. Sim, o preconceito é a voz do medo e faz do ódio seu fio condutor. Por isso, não consigo ver muito sentido na frase comum: “não acredito que em 2019 alguém ainda pense assim”. Pois pensamos absurdos todo santo dia e o melhor que podemos fazer é explorar nossas opiniões, amadurecê-las e buscar evoluir – a expressão preconceituosa é imatura, fechada em si mesma e irracional.
      Apesar de não ser judeu, meu nome – para quem ainda não sabe – é Israel (tambores de revelação). O livro da Anne Frank chegou agora em minha vida e a genialidade, sensibilidade e capacidade de transmitir a crueldade e dor de um período com a sutileza do olhar de uma criança de 13 anos, me tocou demais.
      Pensei, portanto, em fazer uma jornada entre Alemanha e Holanda, lugares por onde Anne passou. Mas como ficaria um tanto limitado, decidi que vou começar de baixo, trabalhando em clubes com ligações à comunidade judaica, especialmente em Alemanha, Holanda e Israel, eventualmente jogando em algum clube dos EUA. O objetivo é chegar ao topo da carreira treinando Ajax e/ou Tottenham.
      A princípio começaria em Frankfurt, mas não consegui encontrar na base de dados (German System Football League - dica muito boa do @Johann Duwe) que estou utilizando o FC Gudesding Frankfurt, um clube criado por amigos judeus em Frankfurt an Main, cidade de nascimento de Anne. Enquanto procurava, me chamou atenção o TuS Makkabi Berlin e é por lá que vamos começar. Ou melhor, por onde Pedro Van Pels vai começar sua carreira.
       
      Makkabi Berlin
      Fundado em 1898, o clube antecessor Bar Kochba Berlin era uma das maiores organizações judaicas do mundo em 1930, com mais de 40.000 membros de 24 países, parte do movimento geral de Bar-Kochba destinado a promover a educação física e a herança judaica. O clube organizou equipes em vários esportes, incluindo um time de futebol que competiu nas ligas da cidade entre 1911 e 1929. Em 1924, Lilli Henoch, recordista mundial de eventos de discus, arremesso de peso e revezamento de 4 × 100 metros, treinou as mulheres. (Henoch foi assassinada pelos nazistas em um gueto próximo a Riga, Letônia, em 1942).
      Em 1929, o Bar Kochba fundiu-se com o Hakoah Berlin para formar o clube esportivo Bar Kochba-Hakoah . O lado Hakoah teve um sucesso cada vez maior, conquistando três campeonatos consecutivos na divisão inferior entre 1925 e 1927. Eles eram promovidos a cada vez até que, em 1928, jogavam futebol de primeira linha. O lado recém-combinado continuou a competir como Hakoah depois de 1929.
      A ascensão ao poder dos nazistas no início dos anos 30 levou à discriminação contra judeus e, em 1933, as equipes judias foram excluídas da competição geral e limitadas a jogar em ligas ou torneios separados. Em 1938, as equipes judaicas foram banidas imediatamente, quando a discriminação se transformou em perseguição.
      Em 26 de novembro de 1970, o TuS Makkabi Berlin foi formado a partir da fusão da Bar-Kochba Berlin (ginástica e atletismo), Hakoah Berlin (futebol, restabelecido em 1945) e Makkabi Berlin (boxe).
      Aparentemente não possui quaisquer títulos, mas poderei descobrir mais sobre o clube no decorrer.
      O clube joga a Berlin Liga, que faz parte do sexto nível do futebol alemão, tendo o seguinte caminho de ascensão:

       
      Índice:
      Histórico:
      Ligas selecionadas:
       
    • luiz (🇦🇩)
      By luiz (🇦🇩)
      FIFA WORLD CUP™
      Comunicado: FIFA World Cup™
      04.07.2018
      Gianni Infantino: «Nós concluímos que era a melhor decisão para promover o crescimento do futebol como um todo».
      A FIFA anunciou em seu congresso anual, realizado em Zurique, Suíça, através do presidente da entidade, Gianni Infantino, o novo formato de disputa da FIFA World Cup™. Após o formato com 48 seleções ser amplamente criticado, a entidade decidiu, em conjunto com os presidentes de cada confederação, um novo método de disputa que foi aprovado pelos presidentes de cada federação nacional com cerca de 82% dos votos. 
      Gianni Infantino: «A Copa do Mundo não será mais de quatro em quatro anos. Sei que muitos entendem que esse é o charme da competição, mas sentimos que esse formato não estava permitindo um desenvolvimento adequado do futebol, sobretudo nos países de menor expressão, ademais dos altos custos que cada edição deixou para o país--sede. Sendo assim, é com muito prazer que anuncio que a nova Copa do Mundo será realizada temporada a temporada, sem uma sede fixa».
      A nova Copa do Mundo contará com a participação de todas as seleções filiadas a FIFA em uma competição que durará entre setembro e junho. Para isso ser possível, a FIFA World Cup™ será a única competição a nível de seleções chancelada pela FIFA. O formato de disputa será em eliminatórias de ida e volta, o que pode permitir, por exemplo, um confronto entre a líder do ranking, Bélgica, e uma seleção de nível muito menor como Montserrat. 
      Gianni Infantino: «Temos consciência que a princípio pode e deve haver uma certa disparidade em alguns confrontos, mas entendemos e estamos contente de ter a aprovação da maioria das federações que concordam que isso tende apenas a beneficiar o desenvolvimento do esporte em todo o planeta».
      Assim será o formato da FIFA World Cup™:
      Fase Preliminar: As 166 piores seleções de acordo com o ranking da FIFA entram nesta fase, que será disputada no mês de setembro.  Primeira Eliminatória: As outras 45 seleções juntam-se aos 83 vencedores da fase preliminar. Os confrontos serão disputados no mês de outubro. Segunda Eliminatória: Conta com as 64 vencedoras da primeira eliminatória. Os confrontos serão disputados no mês de novembro. Terceira Eliminatória: Conta com as 32 vencedores da segunda eliminatória. Os confrontos serão disputados no mês de março. Oitavas, Quartas, Semifinal e Final: Segue o padrão clássico de competições eliminatórias. Os confrontos acontecem nos meses de abril, junho e julho.  O sorteio da Fase Preliminar acontecerá no próximo dia 06 de agosto, em Zurique, Suíça. 

       
    • Bruno Trink
      By Bruno Trink
      Em janeiro de 2013, às vésperas de mais uma edição da Copa Africana de Nações, Stephen Keshi, então treinador da seleção da Nigéria, reacendeu uma enorme polêmica. O nigeriano criticou duramente o trabalho de técnicos estrangeiros nas seleções africanas. Segundo ele, os "caras brancos" rumam para a África apenas para ganhar dinheiro. Ele também criticou o tratamento diferenciado das federações com treinadores locais e estrangeiros – segundo ele, os expatriados recebem mais tempo para se adaptar desenvolver seu trabalho – e afirmou que isso estava aniquilando o futebol africano.
      Keshi faleceu em 2016 e hoje, seis anos depois daquela declaração, muito pouco mudou. É fato que os treinadores de Argélia e Senegal, finalistas da competição de seleções africanas, defendem seus próprios países de nascimento. A bem da verdade, o argelino Djamel Belmadi nasceu em Champigny-sur-Marne, na França. No entanto, no total, 66% dos treinadores, 15 de 24, eram estrangeiros.
      A ideia é simples: explorar o futebol no continente africano com um treinador de nacionalidade africana. Para isso, foram adicionadas, além das ligas da África do Sul, originais do jogo, as ligas de outros nove países utilizando o update do @Timo@. Não pretendo me prender a objetivos. Encarnarei um treinador mauriciano, com um perfil inexperiente e começo desempregado. A nacionalidade foi escolhida por dois motivos. Primeiro, um país que não está entre as ligas selecionadas para o save. Segundo, não queria uma nação envolvida com ditaduras sanguinárias. As Ilhas Maurício, muito pelo contrário, que já foram colônia holandesa, depois francesa e, então, britânica, hoje são um exemplo de democracia, mesmo com algumas questões de corrupção, e tem um dos maiores índices no ranking da Freedom House.

      Não vou sair do continente, a intenção é fortalecer o futebol africano. A ver até onde posso chegar...
       
      Índice:
       
      Histórico:
       
      Ligas selecionadas:
×
×
  • Create New...