Jump to content
Sign in to follow this  
VitorSouza

Chase That Dream

Recommended Posts

VitorSouza
Em 20/02/2019 at 21:20, Andreh68 disse:

Nossa, brincando com o perigo na semifinal da Sula hein? Se fosse eliminado era pra pedir o chapéu. No Nacional vai so cozinhando mesmo. Vamos ver se o vasco mantém a afinidade por vices.

Foi uma partida muito emocionante, quase que a corda arrebentou para o nosso lado. Felizmente conseguimos avançar. Fica a nossa torcida para que o mantra continue.

Em 20/02/2019 at 23:48, marciof89 disse:

É, no nacional tá a 10 pontos do líder, não deve conseguir vencer não, mas na Sula tem totais condições de faturar a taça.

Olha esse Botinelli rapaz. hahahaha

Boa sorte!

O que pode nos salvar na Liga Águila é o mata-mata final. Nem chegamos na metade do primeiro turno, então podemos melhorar nossa posição na classificação. O Bottinelli... na temporada passada ele foi pouco usado e parece que agora acertou a mão na dosagem da sua contribuição nos jogos. É um jogador de certa idade, então precisamos ter mais paciência com a situação física dele.


JuEWGS3.png

 

Passada a Copa do Mundo, finalmente chegava a segunda metade da temporada de 2022! As principais partidas da nossa temporada estão chegando e podem ser a redenção de um tradicional clube que passou seis temporadas na segunda divisão colombiana. Nesse período de Copa, eu fiquei com um olho na cobertura da imprensa e outro nas negociações. O elenco precisava passar por algumas mudanças, afinal, tem gente na base pedindo passagem.

 

TRANSFERÊNCIAS

 

RalCgVK.png

 

Até parece que eu estou no comando do Atlético Madrid ou do Tottenham para não gastar um centavo em compras. Piadas à parte, Lucas Soria foi emprestado ao Cardiff City, mas não acredito que vá ser muito utilizado por lá. Neil Etheridge monopoliza a quantidade de jogos no gol e tem mais dois jogadores na fila de espera. Braghieri vai para o Rionegro Águilas e muito provavelmente será titular na segundona. Neider Ángulo é outro goleiro que sai para ser reserva, mas esse jogará no espanhol Real Oviedo. Manchot foi emprestado ao Unión Magdalena, mas não tem tanto futuro e deve ser vendido quando voltar. Pisculichi sai e quando voltar terá mais chances no time titular, é um jogador bastante promissor.

 

Já os jogadores promovidos vão compor elenco. Pretendo dar ritmo de jogo a eles caso o América se classifique ao mata-mata com antecedência.

 

17ª rodada: entramos em campo com um time quase 100% reserva contra o Envigado e fizemos uma partida feia. Jogamos de igual pra igual, só o ataque que ficou devendo. O Envigado ainda desperdiçou um pênalti bem defendido por Chunga e venceu por 2x0. Não é a atuação ideal, mas é um momento de transição. Os titulares precisavam de um jogo de descanso.

 

Copa Sul-Americana - ida da final: finalmente chegou a hora da longa viagem até o Rio de Janeiro. O Vasco da Gama se mostrou um time bem diferente da última vez que os enfrentei lá em 2020, num amistoso de pré-temporada que marcou a aposentadoria do Cássio, ex-goleiro do Rio Ave e também do Vasco. É uma equipe bem treinada pelo Thiago Larghi, que costuma usar o 4-4-2 nos jogos em casa e um 3-5-2 fora. O Vasco também caiu de forma feia na copa nacional: perdeu para o Remo (que disputa a Série C) no Baenão e não conseguiu sair do 0x0 em São Januário.

 

O jogo mal começou e, em uma falha de Diego Fabian, a bola sobrou pra Gabriel abrir o placar com três minutos. A partida continuou pegada, uma quantidade acima do normal de faltas e no final do primeiro tempo, em uma cobrança ensaiada, Wellington ampliou o placar. Fiz duas mudanças para o segundo tempo e de pouco adiantou: Gabriel mandou um chute colocado e explodiu a torcida vascaína em São Januário, fechando em 3x0. A nossa partida foi muito abaixo do esperado, jogo sofrível. Mas não diria que nada está perdido por termos o jogo de volta em nossos domínios. Precisaremos de uma remontada monstruosa.

 

cxXCWrn.png

 

 

18ª rodada: recebemos o Alianza Petrolera no Pascual Guerrero e fomos a campo com um time reserva. Fizemos uma partida horrorosa, sem nenhuma criação do pessoal em campo. Pra piorar, a inexperiência pesou e Cristian Rébola, um dos recém-promovidos, levou o segundo amarelo ainda no primeiro tempo. Perdemos com um gol no primeiro tempo, ou seja: derrota pelo placar mínimo, atuação feia, mas parte da torcida nem se importava, pois a quinta-feira daquela semana reservava uma grande partida.

 

Copa Sul-Americana - volta da final: rapaz, que partida importante, hein? Apesar de termos perdido a ida por 3x0, boa parte da torcida seguia com vontade de apoiar e cantar músicas no estádio até perder a voz. Precisamos de 3x0 para ir pros pênaltis e temos um trunfo no gol: Chunga tem um histórico de pênaltis defendidos e estudou bem a sequência de cobranças dos jogadores adversários.

 

Fechamos o primeiro tempo com 1x0 a nosso favor, placar ainda insuficiente. Mexi na esperança de conseguir ampliar, e Monroy marcou o segundo. A pontaria melhorava consideravelmente, mas o terceiro gol... é, ele não saiu. Com méritos, o Vasco da Gama é campeão da Copa Sul-Americana de 2022, mas ficou aquele gostinho de título perdido por erros nossos na partida de ida. O Gabriel do Vasco terminou como artilheiro.

 

TzDKXPp.png

 

 

19ª rodada: fechamos o primeiro turno em Boyacá contra o Chicó, levando para lá um time misto. Começamos perdendo com um gol de Yilmar Filigrana, aquele que jogou no Coritiba. No segundo tempo o jogo já parecia perdido, mas o grupo conseguiu uma reação inesperada e virou pra 3x1. Até levou o desconto em um final conturbado, cheio de faltas e ânimos exaltados, mas nada que nos tirasse os três pontos: vitória suada por 3x2.

 

20ª rodada: força máxima contra o Atlético Bucaramanga. O primeiro tempo foi bem ruim, no segundo as coisas melhoraram, Julián Ledesma marcou e mostra cada vez mais força para ser titular no lugar de Bottinelli, Kevin Ramírez marcou outro... aí o time tranquilizou, levou um gol poucos minutos depois e o empate do Bucaramanga acabou vindo nos acréscimos. Perdemos dois pontos nesse empate por 2x2.

 

21ª rodada: o primeiro jogo em Cali depois da perda da Sul-Americana foi contra o Llaneros. Em ritmo de treino, Kevin Ramírez deixou dois, Carrascal outros dois e Monroy ainda guardou o seu: um grande placar para uma grande exibição. O 5x0 veio sem muita complicação.

 

22ª rodada: como diria o poeta, "clássico é clássico e vice-versa". O jogo contra o Deportivo Cali foi na casa do adversário e, como em todo dérbi aqui na Colômbia, a torcida pressiona. Elkin Blanco nem fez uma falta tão feia e levou o vermelho direto ainda no primeiro tempo. Felizmente nós temos em nosso time Carrascal, como diria Rômulo Mendonça, que homem! O cara viu o Deportivo saiu na frente, tomou a responsabilidade e resolveu, marcando os três gols da virada e da vitória por 3x1. Time embalado e entrosado.

 

YlhQyne.png

 

 

23ª rodada: a rodada intermediária trouxe um confronto complicado, partida contra o Atlético Nacional. Não ficamos na frente do placar em nenhuma ocasião, mas dado o domínio do clube de Medellín ficou até aceitável o 2x2. Kevin Ramírez novamente se mostrou decisivo e Julián Ledesma está aos poucos conquistando o carinho da torcida. É um jogador formado na base do América e que não participou de nenhum jogo em 2021.

 

24ª rodada: para dar rodagem, formei um time misto para o jogo contra o Bogotá. Partida sofrida pra cacete, mas foi uma vitória que valeu a pena. Pablo Rojas fez o gol na primeira etapa e a partir daí fomos recuando, deixando eles tocarem a bola enquanto não achavam espaço. Um estilo de jogo feio, mas que nos deu três pontos com essa vitória por 1x0.

 

25ª rodada: visitamos o La Equidad e fizemos uma partida razoável, mas a pontaria do ataque não foi muito boa. No desespero, tive que trocar a dupla de ataque no decorrer do jogo, pois quem começou na titularidade acabou não rendendo. Perdemos por 1x0 e a tabela vai ficando embolada, não podemos dar sopa para o azar.

 

QxIugYS.png

 

75eIunR.png

 

 

A sequência começou muito mal e acabou comprometendo o principal torneio em disputa. Depois embalamos uma boa quantidade de vitórias e ganhamos mais segurança na tabela da Liga Águila. A questão é que está muito embolado. O Independiente Medellín é o único que pode se dizer tranquilo.

 

ELENCO

 

4YYImRd.png

 

 

Elenco grande mas dá pra gerir normalmente. Kevin Ramírez segue muito bem e Julián Ledesma vai aos poucos assumindo a vaga de Bottinelli no time titular. De modo geral, o grupo tem muitos nomes que são capazes de aparecerem na equipe titular em algum tempo.

 

NOTÍCIAS

- Com gol de Bernardo Silva, o Manchester City de José Mourinho derrotou o Lille na final da Liga dos Campeões

- Após vencer por 4x1 na ida e perder por 2x1 na volta, o Argentinos Juniors superou a Universidad de Chile e faturou o bicampeonato da Copa Libertadores

- Outros campeões continentais: Seattle Sounders (CONCACAF), Wydad Casablanca (África), Al-Sadd (Ásia) e Erakor Golden Star (Oceania)

- O Lyon superou o Monaco nos pênaltis e faturou a Liga Europa

- O Deportivo Cali foi campeão da Copa Colombia após superar o Atlético Nacional na final: o placar agregado era 2x2, mas La Tromba Verde havia marcado um gol fora de casa

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Caramba, tu tem 5 goleiros, agora que eu percebi isso hahaha

Infelizmente caiu para o Vasco, mas faz parte. Foi por pouco mesmo. Na Liga, parece que a equipe não sentiu a eliminação e já vai recuperando terreno, apesar da derrota para o La Equidad não ser lá essas coisas. Mas vamos ver.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

perder de 3 sem  marcar numa final e quase mortal... e acabvou sendo, que pena. Na liga ate q deu umacrecuperada, mas  temporada foi  um  tanto erratica. esperemos a a próxima seja melhor

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Uma pena ter que adicionar mais um vice continental à galeria do América. Mas a recuperação no campeonato nacional pode dar frutos no final do ano.

Sobre o Rio Ave: fizeste boas campanhas lá e até pela forma que o time estava crescendo, eu não sairia naquele momento. Acho que poderia fazer bem mais.

Enfim, boa sorte em Cáli.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Uma pena o resultado da primeira partida, se tivesse sido um pouquinho melhor, tinha levado o título. Tomou uma bela sapatada do Vasco e manteve a sina do Diablo em finais continentais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 27/02/2019 at 10:24, marciof89 disse:

Caramba, tu tem 5 goleiros, agora que eu percebi isso hahaha

Infelizmente caiu para o Vasco, mas faz parte. Foi por pouco mesmo. Na Liga, parece que a equipe não sentiu a eliminação e já vai recuperando terreno, apesar da derrota para o La Equidad não ser lá essas coisas. Mas vamos ver.

Boa sorte!

Pois é, a nossa base tinha dois goleiros para subir e ambos estavam estourando a idade, tive que vender um da equipe principal pra não ficar muita gente acumulada. Na Liga Águila teremos rodadas pela frente para nos assegurar em definitivo no mata-mata.

Em 01/03/2019 at 14:58, Andreh68 disse:

perder de 3 sem  marcar numa final e quase mortal... e acabvou sendo, que pena. Na liga ate q deu umacrecuperada, mas  temporada foi  um  tanto erratica. esperemos a a próxima seja melhor

Para boa parte do elenco foi a primeira chance em uma competição continental. Achei até que fomos longe, e como tivemos que dividir as atenções entre as duas competições o desempenho no campeonato ficou prejudicado.

Em 05/03/2019 at 16:12, vinny_dp disse:

Uma pena ter que adicionar mais um vice continental à galeria do América. Mas a recuperação no campeonato nacional pode dar frutos no final do ano.

Sobre o Rio Ave: fizeste boas campanhas lá e até pela forma que o time estava crescendo, eu não sairia naquele momento. Acho que poderia fazer bem mais.

Enfim, boa sorte em Cáli.

O estigma prossegue conosco... temos ainda mais 13 rodadas até o fim da Liga Águila e um grande desafio. Nossa intenção é chegar às competições continentais. O Rio Ave realmente segue forte, foi vice-campeão da Taça de Portugal e está na quarta colocação da Liga NOS.

14 horas atrás, Henrique M. disse:

Uma pena o resultado da primeira partida, se tivesse sido um pouquinho melhor, tinha levado o título. Tomou uma bela sapatada do Vasco e manteve a sina do Diablo em finais continentais.

Acabou não sendo a atuação que nós esperávamos, o jeito é tomar isso como lição para o futuro.


JuEWGS3.png

 

Depois de um período sumido das atualizações, estamos de volta! O Campeonato Colombiano se aproxima do seu terço final e agora será mais do que necessário somar pontos. Como a Liga Águila tem um mata-mata de oito equipes em seu final, precisaremos de mais esforço para chegar à Libertadores ou Sul-Americana.

 

26ª rodada: recebemos o Junior no Pascual Guerrero e tivemos um início de jogo bem amargo. Leonardo Pico abriu o placar logo de cara e fizemos um péssimo primeiro tempo. Na tentativa de mudar algo, Dájome entrou em campo e fez um partidaço, marcando os dois gols nossos na partida, da virada em que vencemos por 2x1. Muito feliz pelo seu desempenho, que Pablo Rojas abra o olho.

 

27ª rodada: fomos até Ibagué para enfrentar o Deportes Tolima. Uma partida muito ruim, ao final da primeira etapa nenhum dos goleiros havia trabalhado, no segundo tempo o nível seguiu semelhante e o Tolima conseguiu marcar dois gols em sequência, uma jogada individual e uma falha de nossa zaga. Derrota por 2x0 e seguimos no miolo da classificação: a distância entre o terceiro e o décimo-segundo é de apenas seis pontos.

 

28ª rodada: jogo em casa contra o Deportes Quindío. A partida foi tranquila apesar da nossa falta de pontaria no início de jogo, Dájome novamente entrou e decidiu a peleja, vencida por 3x0. Destaque para a nossa defesa, a segunda melhor da Liga Águila e que teve uma boa atuação contra o Quindío.

 

29ª rodada: viajamos até Huila para jogar contra o Atlético local e Isaza começou on fire, marcando dois gols no início de jogo. Não fizemos muita coisa e acabamos perdendo por 3x1, uma exibição ruim contra um rival do topo da tabela. Seguimos com seis pontos de vantagem para o nono, mas quero garantir essa classificação o quanto antes para rodar o elenco. Quem já ficou tranquilo é o Independiente Medellín, que com NOVE rodadas de antecedência garantiu sua vaga nos play-offs. Tem 22 pontos de vantagem para o segundo colocado com 27 por disputar, ou seja, entrará na fase final com a pecha de favoritaço.

 

30ª rodada: jogo em casa contra o Millonarios, começou mal para nós, César Carrillo fez um belo gol de falta, mas a sequência do jogo reservou algo melhor ainda: Jair Palacios empatou a partida com um gol olímpico. Na semana anterior tinha colocado Dájome para começar como titular e não deu certo, não adianta, o cara funciona que uma beleza saindo do banco. Virou a partida no início do segundo tempo, Monroy fez mais dois e a torcida já gritava olé. Carrascal fechou o show nos acréscimos, um placar sensacional e que dá confiança para as rodadas finais.

 

M1eR8lS.png

 

 

31ª rodada: visitamos o líder Independiente Medellín no primeiro jogo do campeonato disputado no meio da semana. Partida pegada desde o início, Bottinelli foi expulso no primeiro tempo e deixou nosso time sem um meia armador, situação que comprometeu o resto do jogo. A derrota por 2x1 foi ok, não jogamos tanto quanto o DIM e foi uma partida disputada. Esse placar garantiu matematicamente a liderança da primeira fase para o Independiente e nos deixou em quinto lugar, fora das posições nas quais se decide em casa o mata-mata.

 

32ª rodada: sem Bottinelli e Juan Rodríguez para a partida com o Jaguares, tivemos que colocar dois jogadores sem muito ritmo de jogo no meio de campo, Julián Ledesma e Diego Fabian. Coube ao primeiro marcar 1x0 logo de cara, Jair Palacios ampliou e, depois de um desconto, Pablo Rojas marcou o terceiro, tudo isso no primeiro tempo. Aí entra a função do treinador, que, parafraseando Edson Souza, "é igual a uma ilha: a ilha é um monte de terra cercado de água por todos os lados. O treinador é um burro cercado por um bando de inteligentes por todos os lados". Mexi mal? Sim, tirei o Pablo Rojas por achar que o Dájome incorporaria o espírito do segundo tempo. Não deu certo, o Jaguares empolgou e conseguiu empatar. 3x3 e dois pontos perdidos que deverão fazer muita falta.

 

33ª rodada: jogo em Tunja contra o Patriotas. Outra atuação ruim de nossa parte e uma derrota por 2x0 que nos deixa quatro pontos a frente do nono colocado. A situação vai complicando, depois dessa partida acho até que a chance de decidir em casa diminuiu consideravelmente.

 

34ª rodada: quando a fase é ruim tudo fica complicado, né? Recebemos em Cali o Tigres, que briga pra não cair... e perdemos por 1x0, mesmo com um a mais em campo. Seguimos no G8 mas a briga está apertando... e o Envigado foi o segundo a conseguir uma vaga no mata-mata.

 

Com as quatro rodadas finais era hora de refrescar a cabeça um pouco. O time não rendia dentro de campo, já era a quarta partida consecutiva sem vencer e a vaga estava bem ameaçada. Convoquei o grupo e expliquei que eles tinham uma chance de entrar pra história do clube por terem colocado o América de volta no cenário internacional, e para ter outra chance de título eles precisariam seguir firmes na Liga Águila.

 

35ª rodada: fomos visitar o Leones, lanterna da competição. Acho que pelo andar da carruagem já dá pra saber qual vai ser o resultado, né, Kevin Ramírez é um dos poucos que vem mantendo o nível de atuação nessa sequência de merda. Fez um gol que acabou sendo insuficiente, pois o Leones, virtual rebaixado, ressuscitou com essa vitória por 2x1. Atlético Huila, Jaguares e Deportivo Cali se classificaram, ou seja, entre os quatro primeiros não iremos terminar mais. A nossa briga é por uma das três vagas que resta.

 

36ª rodada: com a torcida visivelmente desanimada, recebemos o vice-líder Envigado no Pascual Guerrero. Como a água estava subindo parece que o pessoal se ligou e jogou de outra forma, de igual pra igual. Um início de jogo animado, com um gol para cada lado, o América pressionando. Levamos a virada, mas Carrascal conseguiu o novo empate e quase saiu o gol da vitória no finzinho. No final, 2x2. O time misto de hoje surtiu efeito e a minha torcida é para que siga dessa maneira: três vagas e quatro clubes com 50 pontos, Junior, Bogotá, La Equidad e o próprio América.

 

37ª rodada: visitamos o Alianza Petrolera em Barrancabermeja. Eles precisavam de uma vitória para praticamente escapar do rebaixamento, e conseguiram. Aquela força de vontade que o América apresentou na partida anterior não apareceu nessa. Dois gols no início de jogo (filme repetido, hein) e até descontamos, mas não foi suficiente. Com uma Danutada daquelas, estamos fora do G8 e não dependemos mais de nós mesmos para avançar ao mata-mata depois desse 2x1.

 

38ª rodada: o último jogo da primeira fase será contra o Boyacá Chicó no Pascual Guerrero. Eles precisam vencer para não cair, e nós precisamos vencer para eu não cair. É uma manchete cômica e ao mesmo tempo trágica: a imprensa de Cali já dá a entender que eu perdi o vestiário, que os jogadores não me respeitam mais e alguns estão fazendo um complô, que nem aqueles senadores do Chelsea. Realmente o clima nas instalações já não é o mesmo de quando estávamos voando na Sul-Americana. Ao menos o Cartel de Cali não se faz mais tão presente.

 

...

 

Dependíamos de outros resultados. Se vencêssemos, um dos três citados ali na 36ª rodada teria que no máximo empatar. O empate não nos dava segurança pois haviam alguns clubes com 50 e 49 pontos na cola, correndo por fora na busca pela vaga. Mas eram três clubes sem muita expectativa nem torcida: Patriotas, Bogotá e Atlético Bucaramanga.

 

O jogo começou tenso, com o Chicó bem nervoso e cometendo faltas. Kevin Ramírez abriu o placar no final do primeiro tempo e deu um sopro de esperança. O Junior empatava, e para nossa sorte nunca esteve na frente do placar, ou seja, a classificação só dependia de nós mesmos. Veio o segundo tempo e Julián Ledesma ampliou. Muito nervoso, o time de Boyacá seguia fazendo faltas e nem tinha muitas forças para construir uma jogada. Kevin Ramírez fez mais dois no fim do jogo e fechou a conta. Um hat-trick dele e uma classificação nossa. Ao menos não demos o vexame.

 

0VYitmf.png

 

X5GEVl2.png

 

Que finalzinho mixuruca, hein? Sete jogos seguidos sem vitória, aproveitamento de 35,8%... e para coroar a irregularidade do grupo nessas rodadas finais, iremos enfrentar ninguém mais, ninguém menos que o Independiente Medellín, que fez incríveis OITENTA E SEIS pontos na fase inicial, um aproveitamento de 75,4%. Estamos feitos.

 

fWaDt83.png

 

 

bljSRwO.png

 

 

ELENCO

 

KA8nlYl.png

 

 

Um destaque claro para Kevin Ramírez. Parando para analisar antes do mata-mata, observei que a boa fase do time coincidiu com a boa fase dele. É o nosso homem-gol, né? Vice-artilheiro da Copa Sul-Americana, por muito tempo esteve ali nas cabeças da artilharia da Liga Águila... e essa tripleta contra o Chicó deu uma sobrevida a ele. Pode terminar como artilheiro, mas precisa comer a bola no mata-mata.

 

Outro destaque que eu percebo é a questão do desgaste. Nunca passei por uma sequência de jogos tão grande, até agora fizemos 52 partidas. Calendário bem puxado. O elenco é grande, mas já estou no planejamento para 2023 e teremos boas mudanças.

Edited by VitorSouza

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Nossa, a recuperada na liga foi por agua abaixo. Mas por sorte ainda tem o mata mata. E quando menos se espera... é quando não conseguimos nada mesmo? Sei não, tudo pronto para surpreender.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

É rapaz, que sequência ruinzinha ein? Quase fica de fora do mata-mata final. Mas vamo lá, Davi x Golias, você é capaz!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 06/03/2019 at 23:12, Andreh68 disse:

Nossa, a recuperada na liga foi por agua abaixo. Mas por sorte ainda tem o mata mata. E quando menos se espera... é quando não conseguimos nada mesmo? Sei não, tudo pronto para surpreender.

Eu queria estar otimista desse jeito. Mas vamos ver o que o mata-mata nos reserva.

Em 10/03/2019 at 13:06, marciof89 disse:

É rapaz, que sequência ruinzinha ein? Quase fica de fora do mata-mata final. Mas vamo lá, Davi x Golias, você é capaz!

A última sequência tira um pouco da confiança, mas é hora de deixar isso de lado. O mata-mata marca muito bem as zebras.

JuEWGS3.png

 

O final da fase qualificatória foi muito feio. Tínhamos uma boa vantagem desde o final da Copa Sul-Americana e perdemos essa gordura ao longo das rodadas. Apesar disso, chegamos nas quartas e precisamos fazer nosso papel.

 

Quartas de final - ida: recebemos o Independiente Medellín no Pascual Guerrero. A torcida compareceu em peso, uma atmosfera que só vi nas fases finais da Sul-Americana e no clássico contra o Deportivo Cali. Jogo parelho, mas quem joga qualquer game de futebol vai saber disso: sabe aquele dia que o handicap pesa a seu favor e dá tudo certo pro seu time? Foi o nosso caso.

 

O início de jogo foi pegado, as duas equipes com um volume de jogo semelhante. 20 minutos, escanteio a nosso favor, Kevin Ramírez subiu e abriu o placar. O meio de campo não fez um bom jogo, mas a noite do uruguaio foi espetacular. Com a meiuca inoperante, em parte por causa da pressão que o DIM fez, a aposta foi nas jogadas de velocidade. E nosso ataque sabe lidar com isso. Fomos para o intervalo com um placar de 2x0 a nosso favor, com Pablo Rojas tendo marcado o segundo. Voltamos com duas mudanças, e Diego Fabian até ajudou: deu o passe para o nosso terceiro gol, o segundo de Kevin Ramírez. Em uma cobrança de falta ensaiada ele fez o quarto e o quinto foi na base do chutão, kick and rush total, a defesa afastou e lá na frente ele mandou pras redes.

 

Se eu perguntasse a qualquer torcedor depois da derrota para o Alianza Petrolera o que ele achava do time, muitos diriam que estavam desanimados e que não iríamos muito longe. Fui perguntado na véspera do jogo sobre Kevin Ramírez, e falei tranquilamente que ele era o nosso cara. E ele decidiu. Com um poker. Quatro gols em uma única partida e uma vaga praticamente assegurada. Eu já vi remontarem 4x0, mas 5x0? Nunca...

 

bEE8db2.png

 

Com a exibição de gala, Kevin Ramírez passou a ser o líder na busca pela artilharia da Liga Águila. E o melhor ficou reservado: a Colômbia tem quatro vagas para a Libertadores, uma delas para o campeão da Copa Colombia, que foi o Deportivo Cali. Como ele está na semifinal, automaticamente as três vagas restantes ficam para os outros semifinalistas, logo, o América de Cali está de volta a Copa Libertadores após 14 temporadas, a primeira vez desde 2009.

 

Quartas de final - volta: com uma vantagem grande, fomos para o jogo de volta com um time 100% reserva. E não é para zoar: o calendário de final de ano é uma loucura e bota todo mundo em uma rotina cansativa. Para o caso de um problema, o banco estava com sete titulares. Tivemos mais posse, chutamos mais, mas o Independiente Medellín venceu. O DIM fez dois gols no início do primeiro tempo e depois não jogaram mais nada. Perdemos por 2x0 mas avançamos. E iremos enfrentar o Atlético Huila na semifinal, decidindo fora de casa.

 

Entre uma fase e outra, recebemos uma proposta de pré-temporada. Não era uma proposta de torneio fora da Colômbia, pelo contrário: alguns times centro-americanos queriam jogar na América do Sul. Fechamos amistosos em nossa casa, o Pascual Guerrero, contra o costarriquenho Saprissa e o guatemalteco Suchitepéquez.

 

Semifinal - ida: jogo em casa contra o Atlético Huila. Eles abriram o placar com 11 minutos mas não jogaram muito no primeiro tempo. Pablo Rojas empatou e nos deu uma sobrevida. O gol fora de casa é um problema... sabíamos disso e Juan Rodríguez virou o jogo. Tudo caminhava muito bem, mas em uma jogada rápida houve uma disputa de bola e Braghieri (nosso ex-zagueiro) caiu em cima da perna de Kevin Ramírez, que saiu machucado. Seguia um bom jogo para o nosso lado, mas num contra-ataque no último lance Tavera empatou e definiu o placar: 2x2. Temos a desvantagem do gol fora e precisamos vencer para chegar à final.

 

Depois do jogo, a confirmação: Kevin Ramírez torceu o tornozelo e, caso volte a tempo, será no dia do jogo de volta da final. Um grande desfalque. Nossa sorte é que o Envigado não deve fazer muita coisa a mais no torneio (e nem Gómez, que é o vice-artilheiro).

 

Semifinal - volta: o jogo foi fora de nossos domínios. O início foi uma maravilha, o Huila teve um expulso e Carrascal fez 1x0 para nós. Mas Kevin Ramírez fez uma falta... não conseguimos criar mais nada até o final do jogo, atuação abaixo da expectativa. O Atlético Huila não tinha nada a ver com isso, mesmo com a pontaria fora de forma conseguiu empatar com Omar Duarte. No final foi aquele abafa todo, mas insuficiente. Estamos fora.

 

CP7FaGK.png

 

 

OJPXHfZ.png

 

 

CsM7HAw.png

 

 

Temporada extensa, hein? 56 partidas. Nunca estive em um clube com um calendário tão grande anteriormente. E em 2023 podemos chegar a 74 jogos. É muita coisa! Mas, de um modo geral, estou satisfeito. Fomos longe em dois torneios, e o elenco até que resistiu a sequência final de jogos.

 

 

ELENCO

 

he6N2XP.png

 

 

Temporada longa, hein? Esse grupo aguentou isso como pôde. Só que infelizmente nem todo mundo é tão novo e teremos que pensar em mudanças, isso é um fato. Pablo Armero é um que irá se aposentar no início da próxima temporada, e outros nomes deverão ser negociados. Está tudo sendo planejado. Kevin Ramírez acabou como artilheiro da Liga Águila, 20 gols em 37 jogos. Um monstro. Conseguiu esse prêmio sobretudo por causa dos sete gols feitos contra Boyacá Chicó e Independiente Medellín, mas mereceu, fez um ano gigante.

 

NOTÍCIAS

 

- Já estava na tabela do campeonato, mas vale destacar: o Atlético Huila superou o Deportivo Cali por 3x1 no jogo de volta e faturou o inédito título da Liga Águila. Coube a Franco Boló fazer o gol do título;

- Estão na fase de grupos da Libertadores o Huila e o Deportivo, com o América de Cali e o Envigado na fase preliminar. Foram para a Sul-Americana Independiente Medellín, Millonarios e Jaguares;

- Universitario de Popayán e Fortaleza irão ocupar os lugares de Boyacá Chicó e Leones na Liga Águila de 2023;

- Outros campeões pelo mundo: Borussia Dortmund (Alemanha), San Martín de San Juan (Argentina), Corinthians (Brasil), Barcelona (Espanha), PSG (França), AZ (Holanda), Chelsea (Inglaterra), Roma (Itália), Toluca (México) e Nacional (Uruguai);

- Palmeiras e Borussia Dortmund faturaram as recopas continentais;

- Em uma final surpreendente, o Seattle Sounders venceu o Al-Sadd por 2x1 e faturou o Mundial de Clubes, Manchester City foi terceiro e Argentinos Juniors quarto;

- Recebi alguns convites para ser treinador em Portugal, no Brasil e na França, mas recusei todos. Meu compromisso é com o América de Cali.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Fez bons jogos, mas o empate em 2x2 dentro de casa matou o time, pois na casa do adversário um empate de 0x0 ou 1x1 e seria game over. Foi o que aconteceu. O destaque são dois: Primeiro parabéns para o time que vai disputar novamente a Libertadores e segundo um time americano campeão do mundo? Eu li direito? Seattle Sounders????

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Em jogo eliminatório, fazer valer o mando de campo é muito importante e isso custou caro na Liga Aguilla, somado a decepção do título da Sul-Americana não ter vindo, o América tem muito para resolver para o próximo ano.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Que vacilo hein. Com vantagem no placar e um a mais e perdeu tudo... pelo menos o Huila acabou campeão.

 

Mas esse universo do Brasfoot é bem alternativo hein!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
Em 13/03/2019 at 18:32, VitorSouza disse:

Em uma final surpreendente, o Seattle Sounders venceu o Al-Sadd por 2x1 e faturou o Mundial de Clubes, Manchester City foi terceiro e Argentinos Juniors quarto;

Brasfoot... AHSUSDUHADUHASUDASDUIHDS

Pela primeira fase que fez, acho que chegou longe até demais chegando nas semifinais. Mas fica um gosto amargo, pq podia ter passado. Vamos ver como se sai com a próxima temporada tendo mais jogos ainda pra disputar.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 13/03/2019 at 18:49, LC disse:

Fez bons jogos, mas o empate em 2x2 dentro de casa matou o time, pois na casa do adversário um empate de 0x0 ou 1x1 e seria game over. Foi o que aconteceu. O destaque são dois: Primeiro parabéns para o time que vai disputar novamente a Libertadores e segundo um time americano campeão do mundo? Eu li direito? Seattle Sounders????

Se tratando de Brasfoot acho que até demorou para esse tipo de bizarrice acontecer.

Em 14/03/2019 at 17:22, Henrique M. disse:

Em jogo eliminatório, fazer valer o mando de campo é muito importante e isso custou caro na Liga Aguilla, somado a decepção do título da Sul-Americana não ter vindo, o América tem muito para resolver para o próximo ano.

Em geral fomos longe mas a forma com que as eliminações vieram deixou uma má impressão. Mas é um sinal de evolução do time, primeira vez em muitos anos que o América atinge esse nível.

Em 14/03/2019 at 21:14, Andreh68 disse:

Que vacilo hein. Com vantagem no placar e um a mais e perdeu tudo... pelo menos o Huila acabou campeão.

 

Mas esse universo do Brasfoot é bem alternativo hein!

Apesar de ter acabado com o troféu, o Huila foi uma grande zebra. Tem o time principal com média de idade próxima dos 28 anos e nenhum grande destaque, não devem manter o nível em 2023.

Em 16/03/2019 at 21:12, marciof89 disse:

Brasfoot... AHSUSDUHADUHASUDASDUIHDS

Pela primeira fase que fez, acho que chegou longe até demais chegando nas semifinais. Mas fica um gosto amargo, pq podia ter passado. Vamos ver como se sai com a próxima temporada tendo mais jogos ainda pra disputar.

Boa sorte.

Eu acho que esse terço final deixou essa impressão de que não fomos muito bem, mas ficamos entre os 4 primeiros por quase metade do campeonato. Espero que não aconteça esse apagão novamente na atual temporada.


JuEWGS3.png

 

Estamos de volta! Depois de um 2022 que recuperou a autoestima do torcedor americano, chegamos renovados para o novo ano. E não é só renovados de energia, pois o elenco também mudou.

 

TRANSFERÊNCIAS

 

Saindo

Pablo Armero - o lateral conhecido pela sua dança se aposentou na virada da temporada.

Fernando Salcedo e Lucas Desábato - os dois goleiros recém-promovidos não mostravam muito potencial e foram vendidos.

Córdoba - a idade já pesava um pouco no desempenho do zagueiro que foi para o futebol dinamarquês.

Elkin Blanco - jogou pouco na temporada passada e foi para a Turquia ser reserva.

Javier - atacante que também subiu da base e não teria espaço. Tentará a sorte num time recém-rebaixado.

Diego Fabian - o volante reserva foi vendido para o Barcelona de Guayaquil não por algum motivo técnico, mas sim porque contratamos outro volante e ele não teria espaço.

Agustín Gabbarini - lateral que foi promovido da base ano passado, ficaria sem espaço e emprestamos ele ao Deportivo Pasto.

 

Entrando

Davison Lemus - lateral que veio do Levski Sofia, provavelmente tomará a titularidade de Jair Palacios.

Jonathan González - mexicano, o volante ex-Monterrey também deve ser titular na meiuca.

Elian, Darío, Lucas Pérez e Carlos Fernández - recém-promovidos da base. Darío e Fernández aparentaram estar melhores fisicamente nos primeiros treinos do ano.

Nesse meio tempos também recebemos de volta dois jogadores que estavam emprestados desde julho passado.

 

brzTb5q.png

 

 

COMPETIÇÕES

 

Liga Águila: a mesma coisa do ano passado, 20 participantes em turno e returno, depois quartas de final, semifinal e final. Três vão pra Libertadores (sendo um direto nos grupos) e outros três vão pra Sul-Americana. A diretoria quer que cheguemos no mata-mata novamente. Dessa vez imagino que tenhamos totais condições de chegarmos lá, espero que com poucas dificuldades. Estrearemos em casa contra o Llaneros e vamos fechar a fase principal também no Pascual Guerrero, contra o Atlético Bucaramanga.

 

Copa Colombia: é a mesma competição mata-mata que dá uma vaga na fase de grupos da Libertadores. Começaremos enfrentando o recém-promovido Universitario de Popayán, e nas oitavas o vencedor desse jogo enfrentará Independiente Medellín ou Alianza Petrolera. A diretoria quer que o América alcance as quartas de final, a mesma meta de 2022.

 

Copa Libertadoreslos grandes equipos do continente estarão nesse torneio. Entramos na fase preliminar e enfrentamos de cara o Estudiantes de La Plata, caso a gente passe iremos enfrentar um time chileno, Universidad Católica ou Unión Española. Caminho difícil... o sorteio dos grupos ainda não foi realizado.

 

AMISTOSOS

 

1º jogo: fomos com a equipe titular para dar uma amostra à torcida de como pretendemos jogar. Pelo domínio do jogo poderíamos ter vencido de mais, mas bobeamos e ficamos no gol único de vantagem. Kevin Ramírez mostrou seu faro de gol novamente.

 

uXFPUqS.png

 

 

2º jogo: com um time misto, encaramos o Suchitepéquez, que impôs dificuldade com uma retranca bem postada. Não jogamos bem, desperdiçamos muitas chances e a nossa sorte é que Pablo Rojas empatou no último lance e definiu o placar em 1x1, nos salvando de uma derrota.

 

Agora o foco é em fevereiro, mês do início da Libertadores. Faremos dois jogos em meio de semana contra o Estudiantes, decidindo a vaga na Argentina.

 

ji8HYKp.png

 

 

ELENCO E BASE

 

HKV7Zgf.png

 

cHhDHHu.png

 

 

Ainda está cedo para falar algo, a única coisa que dá pra afirmar é que Kevin Martínez segue sendo o artilheiro do América de Cali. Na base tenho dois jogadores próximos de serem promovidos e um elenco de 31 jogadores no time principal.

 

NOTÍCIAS

 

- Os grupos da Copa América serão os seguintes:

 

Grupo A - Brasil, Equador, Estados Unidos e Venezuela

Grupo B - Argentina, Bolívia, Costa Rica e Nicarágua

Grupo C - Canadá, Colômbia, Paraguai e Peru

Grupo D - Chile, Honduras, México e Uruguai

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Os valores de transferência são em qual moeda?

Share this post


Link to post
Share on other sites
17octavius
25 minutos atrás, Henrique M. disse:

Os valores de transferência são em qual moeda?

Brasfoot é moeda nenhuma. São valores que não dá pra saber se é em reais, dólares, euros...

Uma coisa é certa: não é uma moeda desvalorizada. O preço de um CR7 dificilmente ultrapassa muito a casa dos 40, 45 milhões.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Começo de  temporada e bom ne? As esperanças no alto. Boa sorte

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 20/03/2019 at 14:30, Henrique M. disse:

Os valores de transferência são em qual moeda?

 

Em 20/03/2019 at 15:04, 17octavius disse:

Brasfoot é moeda nenhuma. São valores que não dá pra saber se é em reais, dólares, euros...

Uma coisa é certa: não é uma moeda desvalorizada. O preço de um CR7 dificilmente ultrapassa muito a casa dos 40, 45 milhões.

Como o Octávio falou, não é muito real. Existem outros fatores da mecânica do jogo que comprometem a boa jogabilidade - como um jogador do Levski Sofia valer 13 milhões.

Em 22/03/2019 at 19:37, Andreh68 disse:

Começo de  temporada e bom ne? As esperanças no alto. Boa sorte

Os resultados foram ok. A equipe titular suou pra vencer mas jogou bem, a reserva não dá pra dizer muita coisa. Obrigado.


JuEWGS3.png

 

Estamos de volta para começar a temporada de vez! Peço desculpas por não trazer atualizações com mais frequência, o tempo que eu tenho para desenvolver esses posts diminuiu consideravelmente. Vamos deixar de papo e ir pro que importa?

 

Copa Libertadores - ida da 1ª preliminar: o Estudiantes de La Plata não é o melhor dos mundos para o América mas está bom. No passar dos jogos vocês verão que outros clubes com bem menos camisa estão na disputa e poderiam estar no nosso caminho, mas isso faz parte do sorteio. Esqueci de comentar no outro post mas a diretoria espera que a gente chegue na fase de grupos. Complicado, hein? Sabemos de nossas limitações e vamos com os pés no chão para o jogo contra o time de Guillermo Barros Schelotto.

 

Muito bom o nosso jogo, de parabenizar mesmo, apesar do placar que deixa a volta aberta conseguimos manter um bom nível de jogo. Nossos laterais também ajudaram e muito na partida, bloquearam boa parte dos ataques do Estudiantes, visivelmente nervoso e que acertou só dois chutes ao gol. Vitória importantíssima por 1x0 e com gol do artilheiro Kevin Ramírez.

 

Copa Libertadores - volta da 1ª preliminar: tal como em Cali, estádio lotado para a partida da fase preliminar. Partida complicada como sempre, o juiz foi caseiro e não viu uma falta no início do lance do primeiro gol do Estudiantes. Kevin Ramírez foi reclamar e ganhou um amarelo... infelizmente ele estava bem diferente do jogador que foi no primeiro jogo e acabou substituído. A possibilidade dos pênaltis era grande, tudo se encaminhava para a marca da cal, mas Barrientos decidiu o jogo nos acréscimos do segundo tempo. Depois da ilusão da ida, a realidade na volta e o América estava fora da fase de grupos da Libertadores.

 

L09UdQ0.png

 

 

Depois de qualquer eliminação surge aquela polêmica, né? Mas não foge da má atuação não só do time, mas também da minha parte, mexidas que não mudaram o panorama do jogo. Infelizmente a torcida americana vai ficar mais um ano sem ver o clube na fase de grupos da Libertadores. Foram para os grupos da Libertadores o Olimpo de Bahía Blanca, a LDU de Quito, a Unión Española e o Sport.

 

1ª rodada: a rotina volta com a Liga Águila. Mais uma boa atuação do América, que acabou sobrando em campo. Apesar do gol definitivo ter saído somente nos acréscimos, o Llaneros não mostrou empenho para atrapalhar nosso jogo e só deu um chute ao gol, uma cabeçada que foi o desconto deles no placar. Kevin Ramírez segue em ótima forma e marcou dois dos três gols nossos na vitória por 3x1.

 

2ª rodada: visitamos o Tigres em Techo e fizemos parte de uma partida monótona. Há meses que não via duas equipes tão displicentes no ataque se confrontarem. Carrascal recebeu uma bolinha redonda de Monroy e mandou pras redes definindo o placar, outra vitória nossa, essa por 1x0.

 

3ª rodada: estava fácil demais até agora, né? O primeiro jogo grande da liga foi contra o Tolima no Pascual Guerrero. Relembramos aquele time vacilante do fim da temporada passada, mesmo com mais posse não fizemos muita coisa e Chunga ainda deu uma ajudinha em um dos gols. Tivemos a primeira derrota do campeonato por 2x0 com uma atuação que deixa qualquer torcedor de cabelo em pé.

 

4ª rodada: depois da partida anterior o torcedor esperaria uma sequência mais tranquila. Que nada, o jogo seguinte foi contra o Atlético Nacional em Medellín. Outro jogo bem ruim da nossa parte, acertamos somente 2 chutes no gol, não demos trabalho aos Verdolagas e obviamente a conta chegaria. No segundo tempo o Nacional decidiu e fechou o placar em 2x0.

 

5ª rodada: com uma mudança no gol - Chunga teve uma indisposição no aquecimento e foi pro banco, recebemos o Deportes Quindío. Verón González não comprometeu e nosso ataque não ajudou. Tentei até uma mudança incomum da minha parte, trocando um meia armador por um atacante, mas não foi suficiente. Não podemos perder pontos dessa forma, jogando mais e empatando contra times mais fracos - o caso desse 1x1.

 

Copa Colombia - ida dos 16-avos: visita a Popayán para o jogo contra o recém-promovido Universitario. É incrível como as coisas estão dando errado com o time, fizemos um jogo bem parelho mas o goleiro adversário teve uma grande atuação e assegurou a vantagem do time local no placar. A vantagem foi sendo construída com autoridade, nossa sorte é que o gol fora existe e que Bottinelli marcou um importantíssimo no final do segundo tempo. Perdemos por 3x1 e a torcida obviamente tá insatisfeita depois dessa queda geral de desempenho.

 

6ª rodada: visitamos o Alianza Petrolera e aparentemente nossas atuações voltaram ao normal. Foi um jogo duro, com até um pouco de catimba da equipe mandante. Carrascal fez um gol e nos assegurou a vitória por 1x0. Diferentemente de outros jogos, a solidez defensiva fez diferença hoje, com o Alianza criando e chutando pouco.

 

Copa Colombia - volta dos 16-avos: é duro ter que decidir a vida no jogo de volta, já poderíamos ter resolvido tudo em Popayán e vacilamos. No Pascual Guerrero não repetimos isso e jogamos muito bem. Com 15 minutos já tínhamos a vaga na mão e um Universitario perdido. Ampliamos para dar segurança e eles até descontaram no final, mas insuficiente. Viramos o placar e vamos encarar o Alianza Petrolera nas oitavas de final. O Popayán que se cuide...

 

YknjMx3.png

 

 

7ª rodada: ... pois o nosso jogo seguinte era justamente contra o Universitario e novamente em Cali. Gostei da atuação novamente, mantivemos o nível, mas não podemos deixar de lembrar que é um adversário de nível inferior, é um clube recém-promovido e sem jogadores tão habilidosos quanto os presentes nas principais equipes do país. De toda forma, outra vitória, essa foi um pouquinho mais magra, um placar de 3x1 a nosso favor.

 

mKjXL3P.png

 

 

Itw82RE.png

 

 

AznOAHb.png

 

 

A nossa chave na Copa Colombia está promissora. De time que vem bem nos últimos anos, só o Deportivo Cali. Atlético e Orsomarso vivem na segundona, Alianza e Patriotas cambaleantes, o Once Caldas ainda busca voltar à divisão principal e o Alianza é uma incógnita. Na Liga Águila aos poucos vamos retomando o ritmo, só não queremos aquele sufoco da temporada anterior.

 

Copa Libertadores: 1ª preliminar / 2ª preliminar / grupos / oitavas de final

 

 

ELENCO

 

4Cumlcu.png

 

 

À exceção do goleiro, temos um time titular bem definido. Verón González teve uma chance e não a desagarrou mais, vem fazendo exibições consistentes e deixando o outrora incontestável Chunga esquentando o banco. Infelizmente ainda não achei uma forma de diminuir a dependência que o time tem dos gols de Kevin Ramírez, Carrascal até vem ajudando mas ele é meia e não atacante de ofício. Os novos contratados vem bem, conseguindo jogar mais na posição do que os antigos titulares.

 

 

NOTÍCIAS

 

- Os prints já mostraram, mas vou dar uma geral nos clubes colombianos que participam da Libertadores.

O América de Cali e o Envigado caíram na primeira fase preliminar.

O Deportivo Cali foi líder incontestável do grupo A e enfrentará o Bahia nas oitavas de final.

O mesmo Bahia que ficou atrás do Atlético Huila no grupo F, uma chave muito equilibrada e que foi decidida na última rodada. O Huila enfrentará o Palmeiras, vice-líder do Deportivo Cali.

 

- Na Sul-Americana:

O Millonarios perdeu fora de casa na ida por 3x0 para o Guaraní e está distante da vaga. Se passar, enfrentará Universidad de Chile ou Real Garcilaso.

O Independiente Medellín jogou em casa e empatou por 1x1 com o El Nacional. O vencedor enfrenta Newell's Old Boys ou Fénix.

O Jaguares estreou perdendo em casa por 2x1 para o Unión La Calera. Muito provavelmente os chilenos irão avançar e enfrentarão Chapecoense ou o Sport Boys do Peru.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Talvez a eliminação tão precoce na Liberta seja boa para as pretensões da equipe, que vai se manter fresca em busca de correr atrás dos outros títulos. Copa inclusive, q parece mamata. ahuahuahuah

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

É chato né. Quando nós e os jogadores fazemos tudo certo e parece que os resultados não acompanham. Mas no fim das contas conseguiu a classificação para uma copa que vai se mostrando promissora. A libertadores mostrou que classificação para fale eliminatória não é suficiente, o ideal é almejar a vaga de grupos. Como é a distribuição no Colombiano?

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 29/03/2019 at 20:48, marciof89 disse:

Talvez a eliminação tão precoce na Liberta seja boa para as pretensões da equipe, que vai se manter fresca em busca de correr atrás dos outros títulos. Copa inclusive, q parece mamata. ahuahuahuah

Boa sorte!

O chaveamento até a final parece bem tranquilo mesmo, mas até surge um certo receio depois da ida contra o Universitario. Perder daquele jeito, e depois reverter... até quando que poderíamos manter essa irregularidade?

Em 31/03/2019 at 13:01, Andreh68 disse:

É chato né. Quando nós e os jogadores fazemos tudo certo e parece que os resultados não acompanham. Mas no fim das contas conseguiu a classificação para uma copa que vai se mostrando promissora. A libertadores mostrou que classificação para fale eliminatória não é suficiente, o ideal é almejar a vaga de grupos. Como é a distribuição no Colombiano?

A distribuição de vagas na Colômbia é um pouco complicada por causa do mata-mata: campeão vai direto pros grupos, vice e terceiro pra fase preliminar, do quarto ao sexto para a Sul-Americana. Adicionalmente, o campeão da copa ganha uma vaga na fase de grupos. Aí pode acontecer o que ocorreu em 2022, o América terminou em oitavo na fase preliminar da liga e foi para a Libertadores por ter caído na semifinal e o campeão da Copa Colombia ter sido um dos finalistas.


JuEWGS3.png

 

Pois é, pessoal, voltamos aqui com as histórias do América depois de outro grande hiato. Vem sendo um pouco complicado conciliar o ritmo da carreira com o da vida real, mas nada que esse time não consiga recuperar. Até a ocorrência da Copa América teremos um calendário bem puxado e decisivo. Vocês verão nos próximos jogos.

 

8ª rodada: finalizando o mês de abril em Medellín, contra o Independiente. Fizemos uma partida irreconhecível e levamos 3x0. Às vezes eu tenho a impressão de que o time é um leão contra as equipes menores e um gato contra as equipes de mesmo nível. Muito ruim o jogo pelo nosso lado, nem sombra do América decisivo do ano de 2022.

 

9ª rodada: recebemos o Envigado. Cara, é incrível como tudo muda de um jogo pro outro. Em uma partida éramos sparring e na outra conseguimos 3x0 no placar com tranquilidade. Mas nem tudo dá certo por essas bandas, depois de algumas trocas o Envigado cresceu no jogo e quase empatou. O que importa é que conseguimos vencer por um placar digno. Promovi o retorno de Chunga no gol, mas não parece ter sido muito efetivo. Por via das dúvidas vou deixar o jovem Verón González por lá.

 

d54pUzW.png

 

 

10ª rodada: visitamos o perigoso Atlético Huila, atual campeão, e eles fizeram um jogo truncado. Não é nem pelo número de faltas, mas sim pela retranca montada depois de abrirem 1x0. Carrascal empatou e passou uma impressão positiva do time, que martelou em busca da vitória mas acabou com o 1x1. Na partida anterior promovi o retorno de Chunga no gol, mas não parece ter sido muito efetivo. Por via das dúvidas vou deixar o jovem Verón González por lá.

 

Copa Colombia - ida das oitavas: seguimos na estrada até Barrancabermeja, para o jogo de ida da copa contra o Alianza Petrolera. Partida legal apesar dos percalços na viagem, nunca estivemos atrás do placar no jogo inteiro e sempre propondo o jogo. Noite inspirada de nossa dupla de ataque, pena que a defesa bateu cabeça (especialmente Jair Palacios, mas errei em colocar um jogador sem ritmo nenhum de jogo na fogueira) e nossos goleiros seguem com a oscilação digna do Paulo Victor, aquele do Grêmio. 2x2 legal, afinal, o gol fora de casa é critério de desempate.

 

11ª rodada: jogo no Pascual Guerrero contra o Jaguares de Córdoba. Caminhava para um empate desnecessário e prejudicial até que a estrela do artilheiro Kevin Ramírez apareceu. Ele fez os dois gols da partida, incluindo um de falta, que foi o que garantiu nossos três pontos. Hoje o time estava bem afinadinho, o Jaguares tinha uma postura mais arrumada em campo e isso nos dificultou um pouco com o gol do empate. Mas a vitória foi nossa e por 2x1.

 

Copa Colombia - volta das oitavas: o segundo jogo seguido em nossos domínios foi a volta da copa contra o Alianza. O 0x0 seguia de ótimo tamanho, afinal, estávamos classificados e conscientes de que um gol adversário colocaria tudo a perder. Eles fizeram pouco e não assustaram mesmo com um a mais em campo - nosso volante foi expulso ainda no primeiro tempo. Seguimos assim e coube a Kevin Ramírez, sempre ele, fazer o gol da classificação. Enfrentaremos o nosso rival Deportivo Cali nas quartas de final, sendo que decidiremos nossa vaga fora de casa.

 

KvTlVSt.png

 

 

12ª rodada: quis a tabela que nossa sequência na Liga Águila fosse justamente contra o Deportivo Cali. Tivemos uma partida ruim, o Deportivo dominou e ainda assim suou pra vencer. No fim das contas o 2x1 desce mal por ser um clássico e dar força a zoação entre torcedores. E pensar que em junho teremos mais dois dérbis...

 

13ª rodada: recebemos o Millonarios no Pascual Guerrero e os quase 37 mil presentes viram um início de jogo animado, com três gols nos primeiros vinte minutos. Depois todo mundo desanimou. O América tinha a vantagem do placar e mantinha o nível de atuação até um escanteio em que num bate-rebate Davison Lemus acaba mandando contra o próprio patrimônio e empatando o jogo. Faltaram forças para recuperar a ponta do escore. Nossos atacantes reservas não conseguem acompanhar o ritmo dos dois titulares, Carlos Manchot teve a primeira chance no ano e foi mal.

 

4vYczff.png

 

 

14ª rodada: o último jogo antes da partida da copa foi contra o La Equidad. Escalei um time misto e que jogou pro gasto. Para muitos foi a primeira chance na temporada e alguns aproveitaram ela bem, certamente terão mais chances no decorrer de 2023. O placar? 0x0, com uma leve pressão do Equidad.

 

kT3r2uy.png

 

 

mdjsA1r.png

 

 

sxrur3n.png

 

 

Uma sequência de muitos empates e derrotas feias. Seguimos no bolo da classificação e nesse ano, ao que tudo indica, não teremos margem para erro. Todos os times da quarta posição para baixo e que estão na briga apresentam um futebol de nível semelhante, será bem concorrido. Na Copa Colombia, podemos ter dois confrontos entre clubes de Cali na sequência. Vamos depender da boa vontade do Atlético para que isso aconteça - e que, de preferência, o América apareça na semifinal.

 

ELENCO

 

cZuAZaN.png

 

 

Kevin Ramírez segue sendo o cara do time. Mesmo com um elenco inchado desses, vem sendo fácil escolher quem vai ou não pro jogo. O que deve ser movimentado é o período de transferências, afinal, muitos jogadores sequer entraram em campo até agora e devem ser emprestados ou vendidos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Levou sufoco pra se classificar na Copa para o atual lanterna do campeonato, é algo a se refletir. Mas está tendo uma temporada "ok", conforme o possível. Vamos ver se o time mantém essa pegada e consegue ficar para os playoffs.

Boa sorte

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

nao percebi muita evolução no time. A liga parece difícil, talvez a Copa traga alguma alegria, mas mesmo a próxima fase pode ser difícil.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 13/04/2019 at 13:49, marciof89 disse:

Levou sufoco pra se classificar na Copa para o atual lanterna do campeonato, é algo a se refletir. Mas está tendo uma temporada "ok", conforme o possível. Vamos ver se o time mantém essa pegada e consegue ficar para os playoffs.

Boa sorte

De fato a instabilidade no nível das atuações é grande. Seria uma merda se a gente tiver que andar ali em cima da corda bamba do oitavo lugar pra conseguir a vaga no mata-mata, mas se tiver que ser assim, será.

Em 14/04/2019 at 17:52, Andreh68 disse:

nao percebi muita evolução no time. A liga parece difícil, talvez a Copa traga alguma alegria, mas mesmo a próxima fase pode ser difícil.

Boa sorte.

Ela tá com uma cara de zebra... poucos dos que restaram são times de camisa ou clubes com boas campanhas recentes.


JuEWGS3.png

 

Estamos de volta! Antes da Copa América temos ainda mais quatro partidas a serem feitas. Elas serão importantes, pois um par delas é válido pelo confronto de quartas de final da Copa Colombia, e todas serão levadas em conta. Teremos muita gente correndo dobrado, afinal, o período de negociações está chegando.

 

Como estou meio sumido das atualizações, preciso dar uma satisfação: vem sendo complicado arrumar tempo para colocar capítulos novos aqui. Hoje vou fazer um post mais curto, espero mesmo que em breve eu consiga retomar o ritmo.

 

Copa Colombia - ida das quartas: numa rodada dupla, fizemos a partida principal. Antes, um jogo extremamente intenso e uma derrota do Atlético de Cali para o Once Caldas com dois gols no final do time de Manizales. Na sequência, um time apático que tinha a vantagem do mando de campo e mesmo assim perdeu de 2x0. Estamos em situação complicadíssima para a partida de volta, pois fizemos uma péssima exibição em campo, jogadores nervosos... e na semana que vem iremos decidir na casa de nosso maior rival.

 

15ª rodada: recebemos o Fortaleza com um time quase que inteiramente reserva. Por incrível que pareça, jogamos bem mesmo com um time abaixo da média. Sergio Lastra andava na corda bamba e ressuscitou para a torcida nesse jogo, marcando os dois gols de nosso triunfo por 2x1. Alguns jogadores ganharam chance nesse jogo e foram bem, o caso do próprio Lastra e também de Lucas Pisculichi, que fez um bom jogo como segundo volante.

 

Copa Colombia - volta das quartas: time 100% titular, Bottinelli mal nos treinos foi barrado e trocado por Julián Ledesma. Não era lá uma troca muito relevante, já que em todo intervalo havia essa substituição. Fomos pro jogo e em 10 minutos já estava 2x0 pro Deportivo. Ali eu achei que tinha acabado, porque precisaríamos virar pra 4x2 para avançar com a bênção do gol fora de casa. Julián Ledesma descontou no final do primeiro tempo.

 

Duas trocas nas linhas de frente deram uma chacoalhada na nossa equipe. Nosso artilheiro Kevin Ramírez marcou dois gols. Perto dos 85', Sergio Lastra, aquele que foi o homem do jogo na partida contra o Fortaleza e que havia entrado no segundo tempo, deixou o dele. Pois é, viramos. Uma cobrança de falta, sobe todo mundo, bate-rebate na área e o jovem Pablo Serrano desconta. Com um gol no último lance, o Deportivo Cali se classificava para enfrentar o Once Caldas na semifinal. Do outro lado, Envigado e Cúcuta. Saímos de cabeça erguida pela atuação no segundo tempo, mas como seria bom se não fosse o mole no início de jogo...

 

Cd4GdVe.png

 

 

16ª rodada: repetimos a escalação da última partida no confronto com o Junior de Barranquilla, que briga contra o rebaixamento. Chutamos pessimamente mal e eles venceram com um gol solitário. É, um a zerinho. Jogo ruim que só. Sorte da equipe adversária.

 

jqwM0dh.png

 

 

MWovONw.png

 

 

t41EhwV.png

 

 

 

Caímos na Copa Colombia e agora temos o campeonato para disputar. Com o calendário livre, conseguimos achar uma vaguinha para um amistoso assim que a temporada voltar e que será realizado no Pascual Guerrero. Ele é fruto de um acordo com o Rio Negro de Manaus.

 

O clube "Barriga Preta" fechou um acordo de desenvolvimento de alguns jogadores, que poderão ser comprados pelo América a um preço mais baixo, e em contra-partida eles receberão uma quantia em uma futura transação. O futebol colombiano não tem o costume de trazer brasileiros para jogar no país, quem sabe isso não mude?

 

TRANSFERÊNCIAS

 

qqYE3Zx.png

 

 

Pela primeira vez em um bom tempo não promovo ninguém da base, até por já ter o elenco bem inchado e ninguém estar batendo na porta do elenco principal. Trouxe dois jogadores que se destacavam na base do Rio Negro, Gabbarini voltou de empréstimo e Alyair Mora foi a grande contratação do meio de ano. Goleiro titular do Independiente Medellín, veio para botar ordem na posição, que por toda a temporada teve dois jogadores de atuações oscilantes (Chunga e Verón González).

 

Na outra ponta, Carlos Manchot e Darío eram recém-promovidos e nunca se firmaram. Darío nem chegou a ter chance, dos promovidos em janeiro foi o que menos se destacou. Já Palacios se mostrava incomodado com o banco e achou um clube onde poderá ter chances, o Houston Dynamo. Além das vendas, três jogadores estão prontos para ser emprestados: Elian, Lucas Pérez e Carlos Fernández.

 

 

ELENCO

 

sE78Hg4.png

 

 

OblNNYY.png

 

 

Nesse final de junho me surpreendi positivamente com Sergio Lastra, que mostrou faro de gol, e com Víctor Peralta. Dois jogadores de nossa base e que nunca tiveram muitas chances, ainda estão meio verdes, é verdade, mas mostraram presença nessa última sequência de partidas.

 

 

NOTÍCIAS

 

- O Brasil faz uma campanha com 100% de aproveitamento e é campeão da Copa América 2023, realizada no Equador; na final, a Seleção derrotou a Bolívia por 2x0

Tabela do torneio

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
Citar

Como estou meio sumido das atualizações, preciso dar uma satisfação: vem sendo complicado arrumar tempo para colocar capítulos novos aqui. Hoje vou fazer um post mais curto, espero mesmo que em breve eu consiga retomar o ritmo.

As vezes esquecemos que existe vida fora dos jogos Managers, mas poste no seu tempo. No tempo que você tiver disponível. Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...