Jump to content

Kaique Lopes

Recommended Posts

22/02/2014 18h58 - Atualizado em 22/02/2014 18h58

Com Luis Ricardo fora, Muricy define lista de relacionados para o clássico
Lateral, que não vive bom momento técnico, perdeu lugar para Douglas na relação dos atletas que estão concentrados no CT para duelo deste domingo, contra o Santos

Por GloboEsporte.com

São Paulo

wellington.jpg
Wellington é uma das novidades na lista de relacionados (Foto: Site oficial do SPFC)

Após o treino realizado na tarde deste sábado, o técnico Muricy Ramalho definiu a lista dos relacionados do São Paulo para o clássico deste domingo, contra o Santos, pela décima rodada do Campeonato Paulista. No total, 19 jogadores então confinados na concentração. Um deles será cortado do banco de reservas antes da delegação seguir para o estádio do Morumbi.

A novidade na lista é a ausência do lateral-direito Luis Ricardo, um dos reforços contratados para a atual temporada. O defensor não vive bom momento técnico. Douglas, que não esteve na relação do confronto diante do São Bernardo, ganha nova oportunidade. Outro que não apareceu é o zagueiro Roger Carvalho, que havia atuado como titular nas últimas duas partidas. Além dele, Wellington, livre de suspensão, também pode aparecer na equipe.

Veja abaixo a lista dos relacionados

Goleiros: Rogério Ceni e Denis

Laterais: Alvaro Pereira, Reinaldo e Douglas

Zagueiros: Antônio Carlos, Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Edson Silva

Volantes: Wellington e Souza

Meias: Paulo Henrique Ganso, Maicon e Lucas Evangelista

Atacantes: Luis Fabiano, Osvaldo, Ademilson, Pabon e Ewandro

Não sei o q ele vê nesse Lucas Evangelista, o mlk é muito ruim!

22/02/2014 08h40 - Atualizado em 22/02/2014 08h40
'Carrasco' de Thiago Ribeiro, Muricy reencontra atacante neste domingo
Eles trabalharam juntos no São Paulo entre 2006 e 2007. As broncas do técnico no então garoto de 20 anos ficaram famosas: 'Absurdo', conta um jogador daquele time

Por GloboEsporte.com

São Paulo

Vivendo boa fase no Santos, o atacante Thiago Ribeiro é uma das armas do técnico Oswaldo de Oliveira para o clássico contra o São Paulo, neste domingo, às 16h, no Morumbi, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Ex-jogador do Tricolor, o santista reencontra Muricy Ramalho, com quem teve relacionamento bastante conturbado.

Quando Muricy assumiu o comando do São Paulo para sua segunda passagem pelo clube como técnico, em 2006, Thiago Ribeiro despontava. Tinha apenas 20 anos e vinha jogando muito bem. Começou o ano como titular, jogando ao lado de Alex Dias. Muricy começava a remontar o ataque da equipe que havia sido campeã mundial no ano anterior: Grafite e Amoroso haviam saído.

muricyramalho_thiagoribeiro.jpg
Muricy Ramalho e Thiago Ribeiro se reencontram neste domingo, no Morumbi (Foto: Editoria de Arte)

Thiago era aposta certa. Tinha juventude, vitalidade e técnica. Mas não caiu nas graças do técnico. Era recluso, calado. Muricy reclamava publicamente que o então garoto ficava tempo demais na internet. O treinador também não gostava da atitude do atleta nos treinos - considerava Thiago muito desligado.

As broncas de Muricy no jogador durante as atividades no CT da Barra Funda ficaram famosas. Chegavam a incomodar até mesmo os outros jogadores.

- O que o Muricy fazia com Thiago era um absurdo - comenta hoje em dia um titular daquela equipe.

Thiago começou a Libertadores de 2006 como titular, mas acabou perdendo a posição. O relacionamento entre os dois durou até o início de 2007, quando Thiago foi vendido para o Al Rayyan, do Qatar, por US$ 7,5 milhões.

Tempos depois, Muricy comentou as broncas que dava no jogador. Ele garantiu que não se tratava de algo pessoal. Pegava no pé do atacante porque via potencial nele.

- Eu falava tanto com ele que foi vendido por mais de US$ 7 milhões. Quando você cobra o jogador não é para pegar no pé, mas para melhorar o atleta.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

Vai ser páreo duro, não creio que levaremos um sacode como o time da marginal levou não... mas o Santos é favoritaço hoje.

Acho que dá empate: 2 a 2.

Tomara! :fovhappy:

Agora, esse Luís Ricardo aí pelo visto já perdeu a moral que o trouxe ao clube. Falha demais defensivamente e, na parte ofensiva que era justamente seu ponto mais forte na Portuguesa, também não acrescentou em nada até agora. Que bela merda de contratação. Já o Roger Carvalho eu achei sacanagem, precisa de sequência porra, esse Édson Silva aí todo mundo sabe que é uma porra de uma naba de zagueiro, não sei como não mandaram-no embora ainda. Aliás, sei sim.

Link to comment
Share on other sites

São Paulo ganha de 2x1 com gol do Antonio Carlos.

Quando corinthiano fala acontece td ao contrário, então vai ser 2x1 Santos gol dele contra...

Link to comment
Share on other sites

Caralho Sao Paulo jogou muito nesse primeiro tempo. Ate agora o melhor jogo de 2013/14.

Foda que quem nao faz toma.

Ahh e VAI TOMA NO CU BANDEIRINHA FILHO DA PUTA ENFIA ESSE MASTRO NO CU ENGOLE PORRA DO CARALHO

Link to comment
Share on other sites

Enfia a bandeirinha no Cú, bandeirinha Filho da puta!

SPFc jogando bem, essa arbitragem é horrorosa e vão pra Copa ainda...

Link to comment
Share on other sites

SPFC merecia a vitória, roubaram o gol do LF9!

Link to comment
Share on other sites

Po gostei do jogo velho. Prefiri esse empate com o time jogando bem do que se tivesse ganho jogando como estava nas ultimas rodadas.

Link to comment
Share on other sites

Mais uma partida vexame dos dois times.. dois lixos

Concordo. Vi os melhores momentos e não tenho dúvidas de que foi um jogo bem morno.

Link to comment
Share on other sites

Foi o melhor jogo do Paulista ate agora (dos que eu vi obviamente). Sao Paulo amassou o Santos, mas teve uns 3-4 contra ataques que o Santos chegou perto do gol, sendo que um deles, o Rogerio fez milagre..

Souza jogou bem, Alvaro Pereira é o melhor jogador do SPFC hoje, Maicon foi bem e até o Oswaldo.

Ahh e SE o LF continuar jogando o que ele jogou hoje, nao vejo centroavante melhor no Brasil. Sem brincadeira, ja tinha desistido desse cara no SP mas esse ano ele ta bem melhor que ano passado e esse jogo ele correu mais que em todos os jogos de 2013 juntos.

Link to comment
Share on other sites

Foi o melhor jogo do Paulista ate agora (dos que eu vi obviamente).

Nada errado nisso, mas vc deve assistir apenas partidas do SP

De vez em quando eu assisto uns jogos de pequenos x pequenos e sinceramente qualquer coisa foi melhor do que essa partida

1 erro de saida do Rogerio

1 cabecada do Damiao

1 chute de dentro da area do Pabon

8 cartoes amarelos, até aonde parei de contar

0 gols

Poucos dribles, poucas tabelas, enfim, pífio

Link to comment
Share on other sites

Tirando os jogos do SP eu só vi os classicos. E esses numeros sao meio enganosos. Os dois times chegaram na area varias vezes, so que os zagueiros foram melhores.

E pela primeira vez desde que o Lucas saiu, eu vejo um SP que se mexe sem a bola. Ate agora era um time apatico que ficava tocando bola na intermediaria sem ninguem passar, nenhuma tabela, nenhuma jogada em profundidade etc. Claro que pode ter sido um jogo atipico por ser classico e no proximo jogo volte todos os problemas de antes, mas pelo menos surgiu uma pequena luz no fim do tunel.

E o meio campo do SP morreu depois que o Ganso entrou no lugar do Douglas. Quem diria.

Link to comment
Share on other sites

Foi um jogo corrido pra caralho, tive essa impressão. Os dois times atacando meio afobado, mas foi um jogo divertido de se ver.

Link to comment
Share on other sites

Um bom jogo,SPFC jogou melhor mas alguns contra-ataques do Santos poderiam mudar a historia do jogo...2 erros bobos do mito que quase custaram o empate,e PQP o aconteceu com o Rodrigo Caiu??desaprendeu a jogar?

Link to comment
Share on other sites

Os marginais da Independente mataram 1 torcedor do Santos, até quando isso?...

Link to comment
Share on other sites

Por que o Ganso não foi titular?

Ganso nao ta jogando nada esse ano. Muricy ja deu varias indiretas pra ele na imprensa. Hoje o Maicon vem sendo muito mais participativo ofensivamente do que ele, apesar de ser volante.

Pior que quando o Ganso entrou ontem e o time piorou muito.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

Cara... vai tomar no cu, olha isso. Os caras emboscaram os santistas, foram atrás, tudo de caso pensado bixo, crime, assassinato, homicídio, a porra toda. E o pior de tudo é saber que não dará, MAIS UMA VEZ, em nada. Não prenderão ninguém e arquivarão o processo lá na frente.

Por que o Ganso não foi titular?

Por opção do Muricy.

Bom, e falando no Ganso, tem isso:

Muricy, que sonhava com um meia, barra Ganso. Não seria dele a missão de fazê-lo jogar bem?

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

Foram R$ 23,9 milhões. O equivalente a US$ 10,15 milhões, ou seja, € 7,4 milhões, que também podem ser traduzidos como £ 6,1 milhões. Paulo Henrique Ganso é o reserva de luxo, o suplente mais caro do país. Não é algo simples manter alguém fora do time após tamanho investimento.

No banco em São Paulo 0 x 0 Santos, o camisa 10 tinha cara de mau negócio lá, sentadinho. O técnico o barrou no clássico contra o ex-clube, mas também é parte disso tudo. Muricy Ramalho, até aqui mais um a comandar o meia sem conseguir tirar dele algo pelo menos próximo do esperado.

Pirlo, Gerrard, Xabi Alonso, Modric e Schweinsteiger são homens de meio-campo, comandantes com a bola nos pés em jogos dos seus times e seleções. Todos atuam numa área do gramado mais próxima da linha defensiva. Volantes/meias de talento, passe certeiro e capacidade de organização. Tentar (pelo menos tentar...) fazer de Ganso algo um pouco parecido não seria uma boa saída?

Na passagem anterior pelo São Paulo Muricy clamava por um meia. Teve Conca no Fluminense em 2010, o próprio Ganso no Santos e agora no São Paulo, mas praticamente abriu mão de Jadson. Cabe a ele fazer o homem jogar. Colocar no banco para aumentar o poder de marcação num jogo pouco relevante contra o Santos não parece o melhor caminho.

Mais perto da área, como insistem em escalar o rapaz, ele é mais facilmente marcado e não tem a agilidade, a explosão, o poder de decisão dos grandes pontas-de-lança. Mas nada o impede de buscar um posicionamento em campo que proporcione maiores possibilidade de evolução. Procurar esse ponto, essa sintonia, é dever de Ganso e do seu treinador.

Muricy Ramalho é visto por muitos são-paulinos como "o tal". Ampliará essa fama se conseguir transformar Paulo Henrique num jogador útil. Barrá-lo é apenas a saída mais fácil, conveniente e cara. Os números lá no primeiro parágrafo, confirmam isso. E Pato vem aí, "professor"...

TruMedia

197899df-e364-3510-b415-2656c748481c.jpg

Paulo Henrique Ganso e o seu posicionamento em campo com a camisa do São Paulo

TruMedia

ac02907b-c797-329f-a726-555cecb638d6.jpg

O experiente Pirlo e sua faixa de ação, defendendo a Juventus ou a seleção italiana

TruMedia

2c873ff0-4eab-3dec-8ad7-d1b84b98ecbc.jpg

Xabi Alonso, volante que passa e lança, e sua área de ação, no Madrid e na Espanha

TruMedia

bc083581-15bf-33cf-9c1f-1213cc9fabfa.jpg

Modric e por onde joga, pelo Tottenham, Real Madrid e na seleção da seleção croata

TruMedia

e30191db-5a5c-37fc-a91e-a529359b5661.jpg

Schweinsteiger, cabeça pensante do Bayern pré-Guardiola e da seleção da Alemanha

TruMedia

d10359a1-26b1-3f86-831e-70e62d017bec.jpg

Gerrard, o capitão do Liverpool começa o jogo lá atrás e aparece na frente para arrematar

Ganso como regista, o que acham? Poderia funcionar bem? Eu concordo com o Mauro, e acho que vale a tentativa.

O Ganso claramente não é um meia incisivo, como Montillo, D'Alessandro, Éverton Ribeiro, o próprio Jádson, e etc, etc, daqueles que gosta de chutar em gol, que gosta de invadir a área, que é fominha em algumas vezes e acaba decidindo dentro das redes. Ele não é esse tipo de meia.

Ele tem um passe extremamente refinado e uma visão de jogo absurda, além do óbvio bom controle de bola (técnica). Ponto. O Muricy precisa trabalhar ele partindo dessa informação. Talvez um meio-campo mais firme, mais marcador (Souza, R. Caio e Wellington) à frente do Ganso, recuado como "falso 1o volante" ou como chamam na Itália, o regista, pode encaixar bem com as qualidades dele (o passe).

O que acham?

Link to comment
Share on other sites

Caraca, que filho da puta esse Ganso. É o Pato 2. Expectativa lá no alto, o cara mostra alguma coisa epica e ai do nada para de jogar futebol. Porém, diferente do Pato, acho que a questão do Ganso é confiança. Nunca mais foi um cara como no Santos.

Sinceramente, eu prefiro o Ganso como camisa 10, o armador clássico. Ele não precisa ser um jogador de explosão e não precisa atuar como um ponta de lança argentino. O que um jogador como ele precisa é de caras rápidos pra tabelar com ele e ele deixar na cara do gol. Precisa de um centroavante que se desloque bem pra receber a bola. No Santos ele só tinha jogador rápido do meio pra frente e deu no que deu. Ele não precisa ser rápido, basta fazer a bola andar rápido.

Quando tu atua mais recuado, o time adversário já tá recuado e pronto pra se defender. Jogando mais a frente ele tem bem mais chances de pegar a bola num momento de contra-ataque ou que a defesa esteja meio desarrumada, pra ai sim lançar o companheiro (principalmente aquela típica entrada do ponta em diagonal). Ganso precisa de um ataque veloz, eu acho. Não precisa ser rápido ou driblador. Ele mostrou isso em 2010, quando fez uns 25 gols por cobertura e deixava jogador na cara do gol toda hora.

Acho que é muito mais uma questão de confiança que crise técnica. Foram espetaculares com o Neymar nesse sentido, mas quem tava com o Ganso, afogou ele (haha).

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

[...]

Então Silveira, mas atuando como esse "camisa 10 clássico", mais à frente, concorda comigo que a marcação em cima dele será bem mais forte (geralmente um volante "porrador" marcando-o individualmente) e os espaços pra ele jogar serão bem mais reduzidos, devido à retranca do adversário?

Agora, some a esse cenário a mobilidade somente razoável do Ganso atualmente: ele não se movimenta com agilidade, e isso aliado ao cenário que citei acima não vai resultar em bom rendimento nunca. Ele se movimenta pouco e estará bem marcado. E aí?

Até concordo que ter companheiros rápidos e que se movimentem inteligentemente pelo ataque facilitaria e mt o trabalho dele, mas também não dá pra tirar a responsa dele em fazer o time jogar, né? Ficar escolhendo parceiro é fácil, difícil é colocar o Douglas ou o Paulo Miranda na cara do gol oaiuehoiuaheoiuhoae!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...