Jump to content
Sign in to follow this  
LC

O Basco: Futebol e outras histórias: Athlétic: Denok gara txapeldunak.[Atz: 21/02]

Recommended Posts

LC

uHwpddh.png

 

 

 

 

 

 

XrG20ny.png

 

 

 

 

NVoXw8G.jpg

 

Meu nome é Andoni Arieta e sou um treinador de futebol.Meu bisabuelo nasceu em Bilbao e sempre foi um ativista pela unificação do país basco. Não gostava de violência, pois acredita que uma revolução pode ser feita através de palavras e de conquistas através da paz. Um discípulo de Gandi? Talvez, mas as autoridades espanholas não o viam dessa forma. Diziam que ele e seus amigos pacifistas eram na verdade terroristas. Meu bisabuelo foi preso  e ao fim de 2 anos, ele foi solto. Por medidas de segurança se estabeleceu em Bayonnais, na França. Apesar de estar fora da Espanha ele sempre fora considerado um anarquista, um terrorista. Meu pai saiu de Bayonnais com 18 anos e voltou a morar em Bilbao e com 12 anos fiz um teste nas Canteras do Athlétic  e por mais 18 anos fui jogador profissional dos Leões Bascos, Com 30 anos sofri um acidente de moto e acabei fora dos gramados. Aproveitei e fiz alguns cursos na UEFA e passei a fazer parte do Staff do Athlétic B até que consegui treinar o Portugalete. Hoje sou treinador do Málaga, mas isso vai mudar...

 

 

 

 

k0dkk56.png

 

 

José Irriaga, Basque News

- Jauna, zer garrantzi du Real Madrilen aurkako garaipen honek?

Andoni Arieta

- Oso garaipen garrantzitsua izan zen. Errege Kopako final laurdenetan gaude ...

Filipe Juan de Castella

- Mister pode falar em espanhol. Dessa forma não conseguimos entender a pergunta e nem a resposta.

Andoni Arieta

- Se o senhor deixar eu terminar de responder a pergunta do seu colega periodista...

Filipe Juan de Castella

- Acho uma falta de respeito isso, mas sendo bisneto de quem é...

Andoni Arieta

- Presta atenção seu gilipollas. Lave sua boca para falar do meu Bisabuelo. Falta de respeito é você vir a uma entrevista coletiva com essa cara de idiota e interromper o seu colega jornalista. Isso é falta de respeito com um colega de profissão. E se falar mal do meu Bisavô eu te cubro de porrada.

 

Após a minha fala a entrevista coletiva terminou em confusão, pois não me contive e dei um soco na cara de Filipe Juan. Fui chamado pela direção do Málaga e mesmo com a equipe em 9º lugar na Liga Adelante e classificado para as quartas de finais da Copa del Rey, após eliminar o poderoso Real Madri...

 

 

e2xp5d6.jpg

 

 

 

hyfYHRP.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

País Basco: Check.

Algerian: Check.

LC: Check.

Temos jogo minha gente!

Bem vindo de volta meu caro. Espero que estejas bem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Bem-vindo de volta, LC. Bom te ver contando uma história inédita. Acredito que seja a primeira vez que vemos uma história sua com esse pano de fundo aqui na área.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
19 horas atrás, AllMight disse:

Bem vindo de volta!

Valeu Jio.

 

 

6 horas atrás, Nei não cai (38D) disse:

País Basco: Check.

Algerian: Check.

LC: Check.

Temos jogo minha gente!

Bem vindo de volta meu caro. Espero que estejas bem.

Valeu Ney. A vida segue seu rumo.

 

 

1 hora atrás, Henrique M. disse:

Bem-vindo de volta, LC. Bom te ver contando uma história inédita. Acredito que seja a primeira vez que vemos uma história sua com esse pano de fundo aqui na área.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Não se preocupe amigo, a história é inédita. É sempre bom voltar e ver que nada mudou.

fnz8Ncy.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

IOSmXAr.png

 

 

 

 

 

b0Q9V1v.gif

 

 

Os bascos são um grupo étnico que habita partes do nordeste da Espanha e do sudoeste da França. Os bascos, sendo nativos de Navarra,[carece de fontes] são predominantemente encontrados na região conhecida como País Basco, consistindo de quatro províncias na Espanha e três na França, localizadas em volta da borda ocidental dos Pirenéus na região costeira do golfo de Biscaia.

Os bascos são conhecidos nas línguas locais como:

  • euskaldunak ("falantes de basco") ou euskotarrak ("nativos do País Basco", neologismo pouco utilizado) em basco.
  • vascos em castelhano (há ainda o termo antigo vascongados, que se aplicava na época de Franco àqueles bascos que vivem nas províncias do País Basco. Atualmente é considerado como um termo ofensivo).
  • basques em francês.
  • bascos em gascão.

 

 

 

Lfrc0KC.png

 

Se passaram 3 meses após a confusão com o períodista Juan de Castella e ainda estava desempregado. Conversei com meu agente e ele me informou que estava difícil conseguir um clube na Espanha.  Na boca maldita do futebol rolava um boato que as autoridades espanholas não gostaram da forma como me expressei na coletiva de imprensa. Vivemos numa democracia, mas infelizmente nem tudo são flores. Então era um boicote.

- Você não precisava ter dado um soco no jornalista, ainda mais sendo um jornalista que cobre diariamente o Madrid.

- Tudo filhote de Franco.

- Pode até ser, mas agora fica difícil arrumar um clube aqui na Espanha pra você.

- Não tem problema. O mindo é muito grande. Porque não tenta na América do Sul? O Jorge Jesus não foi campeão no Brasil? E o Torrent não esta a treinar o Flamengo? Ou o Joel  a treinar o Palmeiras?

- Acho difícil um clube da América do Sul querer te contratar, ainda mais depois do que fez.

- Você conhece o histórico do Sá Pinto? Treinador do Vasco da Gama? Se contrataram ele, porque achas que é difícil me contratarem?

- Não acho que vale a pena você ir para um clube na América do Sul, tens que ficar aqui na Europa. Vou procurar em ligas menores e ver o que acontece.

- Ok meu amigo.

 

Sou obrigado a concordar com meu amigo. Tenho um gênio complicado e depois que o escândalo apareceu em todos os jornais das grandes Ligas fica difícil algum grande clube me contratar. Vida que segue e vamos ver o que aparece.

 

20 dias depois...

 

JkA2qxN.gif

 

- Arieta?

- Pode falar Yeste.

- Consegui um bom contrato para você. O salário não é o mesmo que ganhava no Málaga, mas é um começo.

- Quanto e aonde?

- Serão €3 mil Euros/mês e na 1ª Divisão da Hungria.

- Hungria? Caramba Yeste. Poderia ter sido na Russia ou na Turquia.

- Foi o que apareceu. Tinha um na Bulgária, mas era segunda divisão.

- Espero que tenha sido o Honvéd.

- Não. O clube terminou em 7º lugar na temporada passada.

- Fala logo qual é o clube. Já estou ansioso para começar  atrabalhar.

- Ok. Vou mandar pelo zapp o nome, contrato e escudo do clube:

 

Behn50d.png

 

 

 

 

 

 

PS: Próxima atualização: Dados do save e dados do 1º clube a ser treinado pelo Basco Andoni Arieta.

 

3ucUjYt.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Bem, não vou dizer que não estou surpreso com o time inicial. Sei onde vai parar daqui uns tempos, mas é revigorante ver algo novo da sua parte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
13 horas atrás, Henrique M. disse:

Bem, não vou dizer que não estou surpreso com o time inicial. Sei onde vai parar daqui uns tempos, mas é revigorante ver algo novo da sua parte.

Vou tentar continuar a te surpreender e obrigado por sempre acompanhar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Bem vindo novamente, LC!! Espero que esteja tudo bem contigo, meu amigo. 

Boa sorte no save novo, já chegou escolhendo uma liga que sempre tive curiosidade de jogar, a Hungria. Espero que dê tudo certo por lá.

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

Boa sorte no novo save, que se divirta jogando e nos contando a história!

Começou bem, já numa primeira divisão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
Em 28/11/2020 em 20:39, ElPerroMG disse:

Bem vindo novamente, LC!! Espero que esteja tudo bem contigo, meu amigo. 

Boa sorte no save novo, já chegou escolhendo uma liga que sempre tive curiosidade de jogar, a Hungria. Espero que dê tudo certo por lá.

Vivendo um dia de cada vez, mas tranquilo. Faz tempo que queria jogar uma ou duas temporadas na Hungria e vou tentar fazer isso. Vamos ver o que acontece.

 

 

Em 28/11/2020 em 21:43, div disse:

Boa sorte no novo save, que se divirta jogando e nos contando a história!

Começou bem, já numa primeira divisão. 

Assim espero. Acho dos clubes que estavam a disposição esse eu achei mais tranquilo para começar o save.

 

 

Obrigado a todos que acompanham e principalmente comentam o save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Sempre bom ver uma fuga das ligas tradicionais, ainda mais num save carreira que te permite explorar e competir no campeonato sem precisar criar uma dinastia que torna a liga nacional monótona. Boa sorte, LC!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
4 horas atrás, Peepe disse:

Sempre bom ver uma fuga das ligas tradicionais, ainda mais num save carreira que te permite explorar e competir no campeonato sem precisar criar uma dinastia que torna a liga nacional monótona. Boa sorte, LC!

Como sempre falo a vida continua e dessa vez vou iniciar um save na boa Hungria. Será de  uma

ou duas temporadas e depois pulo para outro clube e país. Save de carreira nos proporciona passear pela Europa e demais continentes.

 

Obrigado a todos que acompanham e principalmente comentam o save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

E0OkvmF.png

 

 

 

 

 

 

ZEHOi4S.png

- Save Modo Carreira

- Países Selecionados

- Ligas selecionadas

- Dados do Treinador: Licença nacional A

 

zpDL0ox.png

 

- Transformar Andoni Arieta no melhor treinador do mundo.

- Tentar me divertir com o jogo.

 

 

kmZLjlX.png

 

 

Budapeste, a capital da Hungria, é dividida pelo rio Danúbio. Sua ponte Széchenyi Lánchíd, do século XIX, conecta o elevado distrito de Buda ao lado plano de Peste. Um plano inclinado, chamado de Budavári Sikló, sobe a Colina do Castelo até a Cidade Antiga de Buda, onde o Budapesti Történeti Múzeum conta a vida da cidade desde a época romana. A praça Szentháromság tér abriga a igreja Mátyás-templom, do século XIII, e as torres do Bastião dos Pescadores, que oferecem vistas panorâmicas. ― Google
Área: 525,2 km²
Hora local: terça-feira, 19:42
Tempo: -1 °C, vento L a 8 km/h, umidade de 85%
População: 1,752 milhão (2017)
 
 
 
tiwCaRq.png
 
 
Cheguei hoje ao MTK Budapest,  Magyar Testgyakorlók Köre Budapeste Futball Club ou MTK, como é conhecido popularmente, é um clube de futebol húngaro com sede em Józsefváros, Budapeste. A equipe joga atualmente a Segunda divisão do Campeonato Húngaro de Futebol (2018–2019-es magyar labdarúgó-bajnokság, em húngaro). As cores do clube são azul e branco. É um dos clubes mais bem-sucedidos do futebol húngaro, tendo vencido a campeonato húngaro 23 vezes e a Taça da Hungria em doze ocasiões. O clube também venceu a Supercopa da Hungria em duas oportunidades. Em 1955, sob o nome de Vörös Lobogó SE, tornou-se na primeira equipa húngara a disputar a Taça dos Campeões Europeus e em 1964 terminou como vice-campeão da Taça dos Vencedores das Taças, após perder a final para o Sporting Clube de Portugal. O clube fundou a Academia de Futebol Sándor Károly em 2001. A Academia também tem um acordo de parceria com o clube inglês Liverpool FC.
A primeira coisa que fiz foi me apresentar aos jogadores e até que para um treinador estrangeiro, fui bem recebido:
 
E3YaABd.png
 
Depois da apresentação eu conversei com meu auxiliar e fiquei sabendo do nosso calendário: Amistosos e os 3 primeiros jogos da Liga. Conversei com ele também sobre as táticas que usaríamos durante a temporada e dessa forma ganhar tempo de preparação:
 
waD7si4.png
 
Dois dias depois eu já estava dando os primeiros treinos para a equipe que considero titular e que iria começar jogando o nosso primeiro amistosos. Tenho que deixar minha cidade, Bilbao, e me concentrar em me tornar um dos grandes treinadores de nível mundial, tipo Klopp, Guardiola, etc.
 
 
 
 
RWjCms5.gif
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Valismaalane

Bem vindo de volta LC! 

Vou passar a acompanhar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
10 horas atrás, Valismaalane disse:

Bem vindo de volta LC! 

Vou passar a acompanhar!

Valeu @Valismaalane. E seja bem vindo ao save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

CWAKD2O.png

 

 

 

 

 

 

 

 

LGwjqQd.gif

 

Euskara (ou euskera, também conhecido como basco), falado nas comunidades autônomas de Navarra, no norte da Espanha, no País Basco e no sudoeste da França, é um mistério: não tem uma origem conhecida ou relação com qualquer outra língua, uma anomalia que chocou especialistas linguísticos por anos.

"Ninguém sabe dizer de onde vem a língua", diz Pello Salaburu, professor e diretor do Instituto de Língua Basca da Universidade do País Basco em Bilbao. "Estudiosos pesquisaram isso por muitos anos, mas não há conclusões claras".O idioma é motivo de orgulho para os bascos. Estima-se que 700 mil deles, ou 35% da população da comunidade autônoma, fale a língua hoje.

Mas nem sempre se pôde falar o euskara livremente.De 1939 a 1975, durante a ditadura de Francisco Franco, o euskara foi proibido e o espanhol se tornou o idioma padrão.

Quando era criança, entre 1960 e 1970, Karmele Errekatxo frequentou aulas secretas de euskara no porão de uma igreja em Bilbao, a cidade mais populosa do País Basco e também sede do famoso Museu Guggenheim. Foi ali onde ela aprendeu a então língua proibida."A língua é a identidade de um lugar", diz Errekatxo, agora uma professora que fala euskara em sala de aula em Bilbao. "Se você tirar a língua de um lugar, ela morre. A ditadura sabia disso e queria que a euskara desaparecesse".Para contornar as proibições da época, um grupo de pais criou uma escola basca clandestina ("ikastola") em 1944.Em 1970, essas instituições de ensino secretas tinham mais de 8 mil estudantes, segundo Salaburu.Em seu batismo em 1951, Salaburu foi obrigado a adotar o nome "Pedro Maria", a versão espanhola de seu nome basco.Quando criança, ele falava apenas euskara e aprendeu suas primeiras palavras em espanhol em uma escola não basca na cidade de Navarra quando tinha seis anos de idade.

Nessa época, o euskara ainda era falado em cidades isoladas, fazendas nos Pirineus e também na costa da Baía de Biscay.Ali essa era a única língua que as famílias conheciam.Mas o idioma permanecia silenciado nas cidades, onde informantes entregavam aqueles que o falavam à polícia."O euskara foi relegado aos domínios íntimos do lar", diz Errekatxo. "Mas, nas cidades, até mesmo as paredes tinham ouvidos".Um dia, nos anos 1940, a avó de Errekatxo foi ouvida falando euskara com vendedores em sua cidade natal de Bermeo, um pequeno vilarejo litorâneo a 34 km de Bilbao. Ela foi detida, levada à prisão e obrigada a pagar uma multa. Antes de sair, seus carrascos rasparam sua cabeça para humilhá-la.Como resultado disso, sua avó não ensinou euskara para seus filhos, incluindo o pai de Errekatxo."A repressão contra a língua teve repercussões horríveis", diz Errekatxo. "Por medo, muitas famílias pararam de falar euskara e a língua deixou de ser passada a algumas gerações. Houve uma interrupção repentina", acrescenta...Continua.

 

 

SgbZlyt.png

 

Depois das táticas escolhidas e dos fortes  treinamentos, chegou a hora de colocar tudo isso em prática e para isso serve os amistosos. Foram 9 amistosos realizados, sendo 8 vitórias e apenas uma derrota. Partida essa jogada com um misto de titulares, reservas e jogadores da base. Destaque para Szabolcs Mezei, que rapidamente se tornou titular da equipe principal. Depois dos amistosos começou a Liga e a imprensa nos colocava em ]9º lugar na previsão deles, mas eu sabia que o time era muito melhor que isso. Tanto que conquistamos boas vitórias. Destaco aqui 3 jogos iniciais da equipe:

 

9uw3uTV.png

O jogo de estreia aonde fomos melhores, mas nossa defesa deu mole e voltamos para casa apenas com o empate.Destaque  para o gol oportunista de Myke Bouard Ramos, jogador brasileiro naturalizado húngaro e que tem faro de artilheiro.

 

xbyHMaa.png XKjV7sD.png

 

Os outros dois jogos foram contra o Budapest Honvéd e o Ferencvárosi TC. Contra o tradicional Honvéd a nossa equipe jogou de igual para igual e com gols de Dimitov e Lanse, vencemos por 2x1. No jogo contra o  Ferencvárosi TC, a melhor equipe da Liga, nós jogamos muito bem. Infelizmente nossa zaga não estava num dia inspirado e perdemos por 3x2. Abaixo os jogos já realizados:

 

iwGSKMq.png

 

Foram 2 jogos pela Copa Magyar e 12 pela Liga OTP Bank.  Pela Liga foram 7 vitórias, 3 empates e 2 derrotas. Marcamos 20 gols e sofremos 18 gols. Saldo positivo de 2 gols. Isso mostra que nosso ataque vai muito bem, mas a defesa eu preciso melhorar com urgência ou não vamos ficar entre os 4 primeiros colocados da Liga. Nosso próximo adversário é o Ferencvárosi TC, simplesmente o melhor time da Liga com 11 vitórias seguidas. Jogo que será dentro da nossa casa. Uma vitória nos levará a 3ª posição na Liga OTP Bank.

 

iShcwKK.png

 

Sábado, 06 de Dezembro de 2020 e aqui estamos no nosso estádio para enfrentar a forte equipe do Ferencvárosi TC. Equipe essa que se encontra em primeiro lugar na tabela e como m apenas uma derrota na Liga. Desde o início do campeonato eu usei a tática 4-2-3-1, mas para o jogo contra o Zalaegerszegi eu usei a tática 4-2-4. Como vencemos o jogo por 2x0 eu resolvi arriscar e mantive a formação tática. Aos 30 minutos Ramos recebe na entrada da área, chuta forte e marca. O Ferencvárosi sentiu o golpe e se fechou, em vez de tentar empatar a partida. Terminamos o primeiro tempo merecendo ter feito mais gols. No segundo tempo aos 49 minutos Bence Biró sobe mais que a zaga adversária e marca o segundo gol. O time do Ferencvárosi estava atônito e nosso artilheiro, Myke Bouard Ramos não perdoou e aos 66 minutos cravou o prego no caixão do líder, mas não mais invicto, Ferencvárosi.

 

bCwQNl0.png

 

Fizemos um jogo quase perfeito. Fomos melhores no ataque e nossa defesa se comportou muito bem. Com a vitória estamos em 3º lugar na tabela e com chances de conquistar um segundo lugar. Título? Muito difícil, mesmo porque o time do Ferencvárosi está voando na Liga. Hoje conseguimos surpreendelos com a ousadia tática, mas não acredito que outras equipes conseguirão fazer o memso.

 

gLNvtLn.png

 

 

DuOgmLY.png

 

- Plantel do MTK Budapest

- Dinâmica da Equipe

- Desempenho Global

- Eficácia ofensiva

- Relatório da equipe

- Departamento Médico

 

 

 

 

M1UgcUi.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Ferencvárosi TC é o maior time do país com certa distância e era normal que isso faria diferença nas primeiras temporadas. Mesmo com tudo isso, conseguiu uma boa vitória por 3x0 no confronto direto e só está mais atrás por conta de alguns tropeços fora de casa, que eles não tiveram.

Gostei do desempenho global do time, LC. Nitidamente você conseguiu tirar a pressão dos centroavantes e dar mais liberdade para os pontas, que até aqui são os artilheiros e destaques do time. Muito bom!!

E aí, tá curtindo a experiência no FM21? Conte-nos heheh

Boa sorte na sequência, LC!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
5 horas atrás, ElPerroMG disse:

Ferencvárosi TC é o maior time do país com certa distância e era normal que isso faria diferença nas primeiras temporadas. Mesmo com tudo isso, conseguiu uma boa vitória por 3x0 no confronto direto e só está mais atrás por conta de alguns tropeços fora de casa, que eles não tiveram.

Gostei do desempenho global do time, LC. Nitidamente você conseguiu tirar a pressão dos centroavantes e dar mais liberdade para os pontas, que até aqui são os artilheiros e destaques do time. Muito bom!!

E aí, tá curtindo a experiência no FM21? Conte-nos heheh

Boa sorte na sequência, LC!!

O Ferencvárosi TC deve ser o campeão, pois não tem nenhuma equipe neste momento que possa lhe tirar o título. O bom é mostramos que na próxima temporada( devo ficar apenas duas) eu acredito que dá para bater de frente com eles. Eu me surpreendi com a qualidade do time, pois a maioria é bem jovem. O bom é que a equipe vem assimilando bem as táticas propostas e dá para realizar um ótimo campeonato.

Em relação ao  21:

Eu estou gostando bastante da parte gráfica e do 3D. Dou nota 7 para as melhorias e indico a compra. Mesmo com essas ligas todas que escolhi o jogo roda redondo.

 

 

Obrigado a todos que acompanham e principalmente comentam o save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Vw3GHRF.png

 

 

 

vBzWd5N.gif

 

O  Euskara sobreviveu à ditadura, assim como inexplicavelmente sobreviveu a vários milênios.

Recentemente, espeleologistas (especialistas em cavernas) descobriram cavernas antigas em Errenteria, uma cidade na província basca de Guipuzcoa, além de Santimamiñe, em Biscay, e Ekain, em Guipuzcoa.Registros indicam que elas foram habitadas há 9 mil anos."Não conhecemos a língua falada nas cavernas, é claro", diz Salaburu. "Mas, a não ser que tenhamos outros dados provando o contrário, presumimos que essa protolíngua está relacionada em algum nível com o basco atual".Quando começaram a chegar à Europa, há 3,5 mil anos, os orientais, ou os indo-europeus, trouxeram sua própria língua a partir da qual a maioria dos idiomas europeus se originou.Mas o euskara não tem as mesmas raízes indo-europeias - aliás é "completamente diferente em termos de origem", ressalta Salaburu.É a única língua falada na Europa sem nenhuma relação com outras, acrescenta.

Há várias teorias sobre a origem da língua - uma delas é que euskara e ibéria eram a mesma língua, ou ambas evoluíram da mesma língua.Como o euskara, a ibéria (uma língua morta falada apenas nas regiões sudeste da Península Ibérica) tinha pouquíssima relação com as línguas primárias da região."A ibéria - provavelmente várias línguas, com diferentes sistemas de escrita - era definida principalmente como oposta ao Latim, e era falada na Península Ibérica, entre Espanha e Portugal. Um de seus sistemas de escrita foi decriptografado nos anos 1920. Nós não o entendemos, mas sabemos que soa bem parecido com o basco", diz Salaburu.Os principais marcos do euskara são bem recentes levando em consideração que o idioma é usado há milhares de anos.O primeiro livro em euskara só foi impresso em 1545 em Bordeaux, na França; a primeira escola basca foi aberta em 1914 em San Sebastián (apenas 30 anos antes de as escolas bascas entrarem para a clandestinidade por causa de Franco), na Espanha; e a língua foi padronizada em 1968, abrindo caminho para que escritores escrevessem em euskara."O maior estudioso na língua basca, Koldo Mitxelena, costumava dizer que 'o milagre do basco é como conseguiu sobreviver'", diz Salaburu.

"Realmente é um milagre ele ter sobrevivido sem ter literatura, sem ter pessoas educadas em basco".O euskara foi moldado ao longo dos anos pelo contato próximo dos bascos com a natureza. Seu território inspirou uma coleção vasta de palavras para descrever seus vales verdejantes, lindos picos de montanhas, costas azuis e céus mais azuis ainda.A língua tem um vocabulário variado para vistas, animais, o vento e o mar - e cerca de 100 maneiras diferentes de dizer "borboleta". A língua pode ainda existir, em parte, porque seus primeiros falantes estavam geograficamente isolados do resto do mundo por causa dos Pirineus."Mas diria que não é tão isolada quanto dizem, porque muitas pessoas usaram essas terras", afirma Salaburu."Os bascos tinham a impressão de que a língua é a característica mais importante para identificá-los como povo. Eles só não queriam perdê-la", acrescenta.Nos anos 1960, durante o ataque de Franco à cultura basca, o grupo extremista ETA (Euskadi Ta Azkatasuna, ou "Terra Basca e Liberdade") foi formado, matando centenas de pessoas durante as décadas seguintes em sua luta pela independência da região basca da Espanha e da França.O euskara era usado pelos membros do ETA em cartas extorsivas, exigindo dinheiro e ameaçando empresários, e em muros, por parte de simpatizantes que escreviam slogans a favor do ETA. O grupo depõe as armas em abril de 2017...Continua.

 

 

cJxFVkO.png

 

 

N6YMVo2.png

 

19 de Maio de 2021 e aqui estou. Estádio Puskas Areana, capacidade para mais de 68 mil pagantes. Estádio lotado. Nossa chegada até aqui foi feita da seguinte forma: Foram 3 eliminatórias antes de chegar as oitavas de finais contra o Tiszaujváros, aonde vencemos por 3x0 e nos qualificamos para as quartas de finais.

 

ohudC5Q.png

 

Nas quartas de finais nós enfrentamos o Mol Fehérvár por 1x0. Estávamos nas semifinais e passamos sem muito problemas pelo Dorog. Com isso nos qualificamos para enfrentar a melhor equipe do Liga: Ferencvaros. Nossa equipe não deve nada ao adversário. Em 3 jogos pela Liga nós perdemos 1 e vencemos dois. No calendário da Liga nós ainda ganhamos duas e empatamos uma do Honvéd.

 

ZkF5ZBV.png

 

Terminamos a Liga em 2º lugar e a 9 pontos do Ferencvaros. Marcamos 68 pontos, com 20 vitórias, 8 empates e 5 derrotas. Marcamos 55 gols, sofremos 32 e tivemos um saldo positivo de 23 gols. Nas estatísticas de jogadores/equipe mostra o nosso artilheiro Myke Bouard Ramos com 17 gols e Szabolcs Mezei como líder em assistências e também com a melhor classificação média.Dito isso, vamos ao que interessa.

Nosso time entrou em campo confiante, pois nosso retrospecto na temporada nos era favorável e  como dizia Michale Jodan:

“Você deve ter em mente determinadas coisas para si mesmo antes de realizá-las.”

E foi isso que falei aos meus jogadores. O primeiro tempo foi sem muito sustos, apesar de que poderíamos abrir o placar em duas situações. Veio o segundo tempo e estávamos melhores na partida, tanto que abrimos o placar aos 55 minutos, numa bela cabeçada de Thiago ferreira, mas infelizmente 1 minutos depois a nossa zaga dá bobeira e Uzuni empata a partida. O jogo vai para a prorrogação e depois penalidades. Conversei com cada um dos meus batedores e avisei para eles fazerem exatamente o que foi treinado:

 

62h7Gmg.png

 

Perdemos duas cobranças, mas o adversário perdeu 3 e com isso veio o meu primeiro título nacional. Vitória nos pênaltis? Sim, mas muito merecida.

 

Kq4i9BI.png

 

 

***  Direção feliz

***  Análise da Magyar Kupa

***  Fazendo História

***  Análise de desempenho

***  Dinâmica da Equipe

***  Sumário Comercial

 

 

4BcBlwd.gif

SRvdkGn.png

 

Treinador do MTK Budapest recebe 3 propostas de emprego e opta para treinar o Fudbalski Klub Radnički Niš

O clube de futebol da cidade de Niš, na Sérvia. Foi fundado em 1923 e suas cores são vermelho e branco.Disputa suas partidas no Čair Stadium, em Niš, que tem capacidade para 20.000 espectadores.Sua torcida, conhecida como Meraklije, é uma das principais do país, e acompanhou o time em diversas cidades mesmo quando a equipe caiu para as divisões inferiores. Seu lema, escrito em todos os seus artigos, é: Nemoj da budeš stranac u svom gradu, oboji grad bojama svog kluba. Budi i ti Meraklija, que, traduzindo para o português, pode ser lido como: "Não seja um estranho em nossa cidade, vista as cores do nosso clube. Seja um Meraklija".

A equipe compete atualmente na segunda divisão do Campeonato Sérvio, e no âmbito europeu jogou em 3 ocasiões a Copa da UEFA e, na temporada 1981/82, atingiu seu auge ao chegar na semi-final do torneio, após eliminar em fases anteriores grandes clubes como Napoli, Grashopper, Feyenoord e Dundee United. Foi eliminado pelo Hamburgo, perdendo por 3 a 2 na Alemanha e empatando por 0 a 0 em casa.Os principais jogadores revelados pelo clube são Dragan Stojković, ex-capitão da Seleção Iugoslava de Futebol, e Dejan Petković, que fez sucesso por diversos grandes clubes do futebol brasileiro.

 

4j0X87b.png

 

 

 

l4b1NNl.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

Uma bela primeira temporada, culminando com o vice-campeonato. Surpreendente a mudança de clube e confesso que não conheço a nova casa (o símbolo não me é estranho, mas não reconheci o nome), mas de qualquer forma, boa sorte no novo clube, que tenha sucesso tão repentino como na Hungria.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
4 horas atrás, div disse:

Uma bela primeira temporada, culminando com o vice-campeonato. Surpreendente a mudança de clube e confesso que não conheço a nova casa (o símbolo não me é estranho, mas não reconheci o nome), mas de qualquer forma, boa sorte no novo clube, que tenha sucesso tão repentino como na Hungria.

Seja bem vindo ao save @div.

Depois de ter sido campeão da taça eu até poderia ficar mais uma temporada, mas veio a proposta de outra país da chamada Cortina de Ferro( Fazia parte da extinta Iugoslávia) e tem uma Liga melhor que da Hungria. Acabei aceitando o trabalho no Radnički Niš  da Sérvia. Neste devo ficar de 2 a 3 temporadas e tentar ser campeão Sérvio.

 

Obrigado a todos que acompanham e principalmente comentam o save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Achei que duraria mais tempo na Hungria, saiu campeão da Copa, mas o Ferencváros não deu sopa na Liga. Agora vamos ver como vai ser na Sérvia.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
3 horas atrás, Henrique M. disse:

Achei que duraria mais tempo na Hungria, saiu campeão da Copa, mas o Ferencváros não deu sopa na Liga. Agora vamos ver como vai ser na Sérvia.

Oi Henrique. Até pensei em ficar mais uma temporada, mas veio a proposta do Radnički Niš e acabei aceitando. E sem dar spoiler, mas...O mimimi dos jogadores continuam fortes. Por ter algumas folgas acumuladas eu tenho jogado e testado bastante o FM21 e por isso postando de 6 em 6 meses.

 

Obrigado a todos que acompanham e principalmente comentam o save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Você e os pênaltis, sigo sem ver alguém com tamnha sorte. Parabéns pela conquista e sucesso no próximo time, a Liga apesar de ser maior vai demandar mais tempo para ser campeão e talvez isso pudesse ser relevante em sua escolha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • josegurgel
      By josegurgel
      Bom dia,
      Comprei o FM 21 e ele veio junto com o BRMUP, entretanto, ao iniciar uma carreira na série D com o ABC FC de Natal-RN, que é o time que eu torço e sempre joguei com ele no FM, fui surpreendido pelo time estar com a cor vermelha do nosso maior rival (América de Natal), logo, gostaria de saber como faço para modificar apenas a cor do meu time, pois com vermelho não dá pra jogar :(
    • Tsuru
      By Tsuru
      Durante a pesquisa para o save do Druida, me deparei com o lema oficial de Gales, “Cymru Am Byth” (se lê “Kimiru Am Bith”) que quer dizer “País de Gales para sempre” (Wales Forever) ou “Vida longa ao País de Gales” (Long Live Wales). Na ocasião eu li erradamente “Galês para sempre” (que em inglês seria “Welsh Forever”), e apesar de estar incorreto - porque originalmente o lema se refere ao país e não à nacionalidade - a ideia ficou na minha cabeça como uma espécie de conceito de fidelidade à nacionalidade em questão.
      Na época li que as maiores equipes de Gales jogam há muitos anos na pirâmide inglesa e que decidiram permanecer assim mesmo após a criação da liga galesa, em 1992 (eu sinceramente não os culpo). Isso gera uma inusitada situação de mais de um time de um país atuando em outro (são quatro na db oficial do FM, mas soube que há outros em divisões ainda mais baixas). E por fim, pesquisando sobre experiências de jogadores com essas equipes no FM, achei no fórum oficial um jogador que decidiu criar uma espécie de “Athletic Bilbao inglês”, com a regra de contratar apenas jogadores galeses (https://community.sigames.com/forums/topic/438707-fm-18-wrexham-the-welsh-red-dragons/?tab=comments). 
      Eu adorei e percebi que ele estava basicamente materializando em um save o conceito de “Galês para sempre”. A ideia ficou guardada no porão (porque a gaveta já estava cheia delas) e ao pensar em qual save seria o primeiro no FM 21, foi a que mais me empolgou. Não só pelo desafio em si, mas por misturar uma série de elementos que eu não costumo utilizar nos meus saves, permitindo fazer mesmo algo diferente do meu usual. Entre eles estão restrição de contratações, desenvolvimento da base (que aqui vai acabar tendo papel fundamental) e o sistema que batizei de “Cafundó League”, aquele que você pega um time de uma divisão ali perto do Pré-Sal e segue nele até o mais alto possível. Eu pensei em fazer mais uma coisa diferente que seria jogar a primeira temporada antes de postar, mas empolguei e decidi compartilhar de uma vez.
      Por fim, temos a escolha do clube. Eu considero que o “nível fácil” desse desafio (isso existe?) é com Swansea e Cardiff, times maiores, com mais dinheiro e estrutura, que militam na segunda divisão e já possuem boa parte de seu elenco nacionalizada. O “nivel médio” seria com o Newport County, hoje na League Two, a quarta divisão, com um elenco com bom número de galeses mas menos estrutura e recursos do que os outros dois. E o “nível difícil” é com o Wrexham, que há algum tempo milita na Football League, quinto escalão inglês, e que por seu natural estado de penúria, contrata o que é possível (não devem nem olhar o nome do sujeito, imagina onde o cara nasceu).
      Um deles eu já queria treinar desde que fiz a entrevista aqui no PM, e foi uma escolha natural. Ok, pelo banner já dava para saber, mas quis explicar assim mesmo. Hahahaha
       

       
      Fundado em 1864, o Wrexham Association Football Club (galês: Clwb Pêl-droed Cymdeithas Wrecsam - tente dizer isso rápido três vezes!) é o mais antigo do País de Gales e se define como o terceiro clube mais antigo do mundo (embora esse critério possa ser variável), sendo inclusive membro do Club of Pioneers. O nome é uma homenagem à cidade natal, Wrexham, próxima a locais de muita tradição no futebol como Liverpool e Manchester. E a equipe é conhecida como The Red Dragons, provavelmente por utilizar em seu escudo dois dragões semelhantes aos da bandeira do País de Gales.
       

       
      O time manda seus jogos no Racecourse Ground, a arena internacional mais antiga do mundo que ainda recebe jogos internacionais. Ela foi aberta em 1807, sendo que recebe jogos de futebol desde 1864, e o recorde de público foi estabelecido em 1957, quando o Wrex sediou uma partida contra o Manchester United diante de cerca de 35 mil espectadores. 
       

       
      Após iniciarem a vida esportiva disputando competições locais em sua terra natal, os Red Dragons entraram para a pirâmide inglesa em 1905, na Liga de Birmingham e Distrital. Em 1958 o campeonato inglês foi reorganizado e o Wrex foi para a terceira divisão, de onde oscilou desde a segundona (em fins dos anos 70), o mais alto que já chegou, e flutuou daí para baixo até o quinto escalão, a partir de 2008, quando não conseguiu mais ser promovido. 
      Depois de algumas décadas sendo administrado por um fundo de torcedores, em novembro de 2020 o clube foi vendido aos atores hollywoodianos Ryan Reynolds (o Deadpool - que aliás tem um ótimo gosto para esposas) e Rob McElhenney. Isso ocorreu depois do fechamento da db do FM, o que significa que o 21 é o último com os Red Dragons ainda sob propriedade dos seus adeptos e iniciando em dezembro de 2019 sem investidores externos (embora eu não saiba se isso vai mudar no update final).
      Em termos de títulos, o Wrexham venceu a Copa Galesa 23 vezes - o que permitiu algumas participações na antiga Taça dos Vencedores das Taças -, ganhou o FA League Trophy em 2005 e o FA Trophy em 2013, além de ter 11 títulos da FAW Premier Cup, torneio que reunia os outros galeses que jogam na Inglaterra.
      Apesar de existirem naturalmente rivalidades locais entre as equipes de Gales, os maiores rivais do Wrexham são três ingleses, nos chamados Derbies Transfronteiriços: Shrewsbury Town, Tranmere Rovers e o arquirrival Chester. Separados por apenas 20 km, Wrexham e Chester fazem um duelo muito nervoso, marcado por uma rivalidade bastante agressiva e um clima de guerra (no campo e em volta dele).
       

       
      Jogadores que atuaram em um ou nos dois clubes dizem que é tão intenso quanto Arsenal vs Spurs, parecendo um verdadeiro confronto Inglaterra x País de Gales. Outra curiosidade é que o estádio do Chester, o Deva, transpassa a fronteira e seu campo está localizado totalmente em Gales - o que meio que faz dele um time inglês que joga no país vizinho (!).
      No FM o Chester está uma divisão abaixo, portanto caso esse encontro aconteça de forma oficial, deve ser mais adiante no save. Enquanto isso penso em criar uma copinha chamada Cross Border Trophy com o Wrex e os três rivais, vamos ver se eles topam.
       

       
      Contratar apenas jogadores de nacionalidade galesa; Contratar apenas equipe técnica de nacionalidade galesa.  

       
      Conquistar a Premier League; Conquistar uma copa inglesa; Conquistar um torneio europeu; Ter pelo menos um jogador formado no clube convocado para a seleção galesa; Ter instalações de primeiro mundo em todos os níveis; Entrar para a lista dos 10 times mais ricos da Europa.  

       
      Criei um personagem fictício chamado Oliver Jones para ser o treinador, mas decidi não arriscar nessa parte e deixei as licenças de acordo com o que o jogo sugeria, apenas dando maior foco ao desenvolvimento de formação.
       

       
      Para me dar mais opções em termos de jogadores, ativei as cinco divisões de Gales utilizando o update do Timo e personalizei a database. A opção por incluir as primeiras divisões de outros países foi para deixar o save mais realista quando o Wrexham começar a subir um pouco mais na pirâmide.
       

       
      Depois que iniciei eu me dei conta que deveria ter carregado Escócia e Irlanda, onde certamente há galeses jogando. Adicionei as duas nos primeiros dias de jogo e elas estarão disponíveis a partir da próxima temporada, porém a Irlanda do Norte acabou ficando de fora por limitações de hardware.
    • Victor Duque
      By Victor Duque
      Salve comunidade, depois de muito tempo, decidi me me aventurar (tentar) compartilhar uma saga por aqui. Não tive talento para ser um jogador profissional, mas a paixão pelas táticas fez este cidadão, mesmo sem nenhuma qualificação de treinador, explorar o mercado do futebol aos 25 anos de idade!! Só me impus duas restrições nessa busca inicial, não trabalhar no Brasil nem na Europa. Sobre preferências, não tenho. Estou aberto a avaliar as propostas independente do lugar, já que nada na minha vida me prende. 
      Dessa forma então iniciarei minhas buscas e contatos para em breve, anunciar o primeiro desafio dessa carreira.
      Capítulo 1 - Primeira parada, Bolívia
      Capítulo 2 - Primeira temporada - Ano difícil, porém de muito aprendizado
      Capítulo 3 - Hora da virada - Próxima parada, Equador
      Capítulo 4 - Início da Série B Equatoriana
      Capítulo 5 - Período turbulento, um jogo decisivo e uma jovem promessa
    • jdnd
      By jdnd
      eu coloco databases de sites como fmscout na pasta editor data e quando vou abrir o jogo e vou criar uma  nova carreira pra adicionar as datas bases aparece que não tem nenhum arquivo na pasta.
    • Doug_BR
      By Doug_BR
      Quem pode me ajudar?
      No meu FM 2021, no campeonato brasileiro o São Paulo FC está invertido com o Palmeiras.
      O logo e as cores de um com o plantel e a estrutura do outro.
      Como corrigir?
×
×
  • Create New...