Jump to content
Sign in to follow this  
Henrique M.

A progressão da mentoria no FM 2019

Recommended Posts

Henrique M.

g1MNgpw.png

O Football Manager 2019 trouxe uma grande renovação no modelo de tutoria para a edição desse ano. O que era conhecido como tutoria virou mentoria e a progressão ficou diferente. Ou seja, todo o conhecimento que havia sobre a mentoria acabou por ficar defasado. Isto é, até estabelecermos se as bases anteriores permaneciam as mesmas. Felizmente, muita coisa se mantém a mesma, conforme você pode conferir aqui. Entretanto, a progressão da mentoria no FM 2019 é diferente do que os jogadores estavam habituados.

Alguns podem saber e outros não, mas meu save atual no FM 2019 depende muito das categorias de base. No "A Veterana", eu assumi a Caldense e a missão é levar a equipe ao todo do futebol brasileiro e mundial apenas utilizando a base da equipe. As estruturas iniciais não são as melhores e em seis temporadas não houve muita evolução. Contudo, como modificar as personalidades negativas é importante para maximizar o desenvolvimento dos jovens atletas, a progressão da mentoria era muito importante para mim nesse FM 2019.

A abordagem inicial

Como eu ainda não sabia o que esperar do novo sistema, continuei com aquilo que eu já conhecia. Entretanto, a tutoria de um jogador veterano com um jogador mais velho tinha acabado, agora era necessário ao menos três jogadores em um grupo de mentoria. Logo, montei o grupo de mentoria baseado nos jogadores de mentalidade positiva, acomodando as outras personalidades em volta desses jogadores. Como agora é possível saber qual a influência que cada jogador tem, eu achava que seria mais fácil mensurar como a progressão ocorreria.

AA-Caldense_-Mentoringbe35d8c7f17ada78.p

A influência é dividida em três grupos: Ligeiro, média significativa. Jogadores com hierarquia de Outros Jogadores sempre resultaram na menor influência dentro do grupo, enquanto jogadores com a hierarquia de Líder da Equipa resultaram no maior impacto. Jogador Influente e Jogador de Grande Influência irão gerar impactos médios. Isso em condições normais, entretanto, uma personalidade muito marcante, seja negativa ou positiva, pode ter um impacto maior além do que a hierarquia supostamente permite.

Achando que estava tudo correndo bem, continue com a mesma estratégia para o ano seguinte, mas trabalhando com ainda mais grupos, mesmo com alguns fora do processo e uma nova leva de jogadores entrando. Falcão viu sua personalidade mudar de Bastante Leal para Equilibrado. Charles passou de Mercenário para Inconstante. Enquanto Hebert passou de Equilibrado para Bastante Profissional. Como Hebert surgiu como o melhor jogador da sua fornada, na empolgação com sua evolução, não havia notado que um atleta tinha passado de uma personalidade positiva para uma neutra.

AA-Caldense_-Orientar4a11113f3ea2e33f.pn

Duas temporadas depois e enfim, a epifania

Em 2022, eu ainda estava distribuindo minhas equipes da mesma maneira. Assim como no caso de Hebert, eu me focava mais nos talentos que tinham personalidades ruins e ficavam positivas ou neutras do que no fenômeno oposto, jogadores com personalidades positivas que passaram para neutros, ou como no caso de Rômulo, que passou de Bastante Leal em 2019, para Acomodado em 2022. Entre as fornadas de 2021 e 2022 eu poderia ter enxergado que estava ocorrendo uma estabilização em volta de equilibrado, o que prejudicava os atletas com personalidades positivas. Mas eu ainda estava muito preso nas convicções antigas. Só fui mudar para o ano seguinte.

AA-Caldense_-Orientar70478f8e101c88ed.pn

A compreensão da progressão da mentoria no FM 2019

Com a epifania que tive entre 2022 e 2023, pude focar no que importava. Contudo, um grupo cheio de jogadores com a mesma personalidade neutra não ajudaria a construir mentalidades positivas e desejadas nos jogadores. Então, tive que trabalhar com o que tinha, que era um ou outro com uma personalidade que eu queria que os jogadores tivessem, balanceadas com um jogador neutro de grande influência.

AA-Caldense_-Orientar4b877b1186fcaf30.pn

Com isso, para o ano seguinte, eu já pude ter jogadores com personalidades positivas e influência significativa dentro do grupo de mentoria. Talvez se eu tivesse notado os padrões mais cedo, poderia ter começado esse tipo de mudança mais cedo. Entretanto, quando uma mudança muito significativa ocorre e o que temos é algo de certa forma similar ao que foi substituído, acabamos nos fixando nas ideias que já conhecemos. Isso ocorre porque primeiro é mais fácil, e segundo, nem sempre temos tempo e total dedicação para testar todas as facetas conforme gostaríamos.

AA-Caldense_-Orientarb8a010fb372d1297.pn,

As lições aprendidas

Com esse novo desafio, pude compreender melhor como a progressão da mentoria ocorre no FM 2019. Ela é bastante diferente daquilo que existia no antes da atual versão. Mesmo que não pareça, e seja fácil cair no erro de que é a mesma coisa, mudou muita coisa. É preciso muito mais do que ter alguém com a personalidade que você deseja no seu elenco. Antigamente, era impossível um jovem jogador influenciar negativamente a personalidade de um atleta mais experiente. Agora é.

Além disso, a velocidade de progressão é bem diferente. Muitas vezes, era possível ter resultado com apenas três meses de tutoria. Agora, em duas ou três temporadas você ainda não pode ver os efeitos desejados surgindo. Com isso, a progressão de personalidade é mais lenta, tanto para cima, quanto para baixo. Portanto, é bastante importante observar atentamente como está indo o desenvolvimento dos seus atletas nos grupos de mentoria.

Outra coisa importante é que grandes grupos não são a melhor maneira de modificar as personalidades negativas, já que você irá perder algumas positivas pelo meio do caminho. Infelizmente, o caminho é focar em quem realmente importa e escolher bem quem vai estar no grupo com ele.

O que observar na hora de montar seus grupos de mentoria?

Para ser bastante completo e preciso, irei adicionar que a primeira coisa que você deve observar são as personalidades do jogador. Selecione aqueles jovens jogadores que você quer mudar a personalidade e coloque para treinar no time principal, já que isso agora é uma obrigatoriedade na mentoria. Não existe mais isso de colocar um jogador do time principal para acompanhar um jogador no sub-20.

A segunda coisa a se observar é a posição dos atletas na hierarquia do clube, se um jogador tiver uma hierarquia muito maior, maior a chance dele exercer maior influência na mentoria. Líderes do vestiário ou jogadores de grande influência são a melhor pedida. Como o novo jogador provavelmente estará na base da pirâmide social do clube, o ideal é tentar buscar um jogador que esteja bem acima que ele na hierarquia do vestiário. Dessa forma, você maximiza a influência da personalidade positiva, enquanto impede que a personalidade negativa possa passar para outros jogadores.

Outros fatores na progressão da mentoria no FM 2019

Por fim, existem mais duas coisas importantes de se observar naquilo que afeta a progressão da mentoria no FM 2019: a mentalidade média do seu time e a mentalidade média do grupo social onde seu jogador está inserido. Ou seja, agora é importante fatorar a mentalidade média do elenco e do grupo social do jogador na hora de avaliar como ele vai progredir. A força da pressão social em ambos os casos acaba afetando os jovens jogadores e gerando impactos positivos ou negativos, dependendo de onde o jogador estiver inserido.

Conteúdo original produzido por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol

Share this post


Link to post
Douglas.

Uma coisa que observei em elencos maiores (30+ jogadores) e passei a tentar fazer também por volta de 2022 (3+ temporadas no save) no caso de jovens com grande potencial e personalidade ruim é formar grupos com dois ou três jogadores de status alto no elenco porque aí se houver prejuízo ele é dividido entre os líderes e não vai ser sempre o mesmo jogador. Só não pude observar se isso se mantém ao longo de várias temporadas já que não completei 2022/23 ainda mas as perdas parecem mais raras.

Em cima disso, pra jogadores com personalidades medianas, aí coloco só pra tentar aumentar a Determinação. Mesmo em grupos com todos com mentalidade Balanceada, a Determinação ainda é influenciada pelos líderes do elenco.

 

Pra definir minhas prioridades na hora de me livrar de personalidades prejudiciais, a cola: https://community.sigames.com/topic/247494-the-ultimate-personalitymedia-handling-guide/

Não é perfeita (talvez tenham mudado alguma coisa aqui e ali) mas é o melhor formato pra consulta rápida.

 

E aqui o guia mais descritivo: https://www.guidetofm.com/players/personalities

Share this post


Link to post
Henrique M.
12 horas atrás, Douglas. disse:

Uma coisa que observei em elencos maiores (30+ jogadores) e passei a tentar fazer também por volta de 2022 (3+ temporadas no save) no caso de jovens com grande potencial e personalidade ruim é formar grupos com dois ou três jogadores de status alto no elenco porque aí se houver prejuízo ele é dividido entre os líderes e não vai ser sempre o mesmo jogador. Só não pude observar se isso se mantém ao longo de várias temporadas já que não completei 2022/23 ainda mas as perdas parecem mais raras.

Em cima disso, pra jogadores com personalidades medianas, aí coloco só pra tentar aumentar a Determinação. Mesmo em grupos com todos com mentalidade Balanceada, a Determinação ainda é influenciada pelos líderes do elenco.

 

Pra definir minhas prioridades na hora de me livrar de personalidades prejudiciais, a cola: https://community.sigames.com/topic/247494-the-ultimate-personalitymedia-handling-guide/

Não é perfeita (talvez tenham mudado alguma coisa aqui e ali) mas é o melhor formato pra consulta rápida.

 

E aqui o guia mais descritivo: https://www.guidetofm.com/players/personalities

O guia mais descritivo se encontra traduzido no FManager Brasil: http://www.fmanager.com.br/topic/117163-lidando-com-as-personalidades/

Share this post


Link to post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  
  • Similar Content

    • DiegoCosta7
      By DiegoCosta7
      Alguém sabe me dizer porquê o FM não baixa o conteudo selecionado da oficina para ele ? (Eu estou inscrito em varios conteúdos mas o fm não baixa todos eles ou só baixauma parte do conteúdo que estou inscrito. Porquê isso acontece ?
    • Leperte
      By Leperte
      O Projeto Basel
      Introdução
      A cidade
      Basel (ou Basileia) é a terceira maior cidade da Suiça, com quase 200 mil habitantes. Seu nome significa, em grego antigo, "reino" ou "domínio". É considerada a capital cultural da Suíça. É localizada onde as fronteiras da Suíça, Alemanha e França se encontram, tendo subúrbios nos dois países.
      A cidade é conhecida mundialmente. Desde o Kunstmuseum, a primeira coleção de arte acessível ao público europeu (em 1661) e o maior museu de arte da Suíça, até à Universidade da Basileira (fundada em 1460) onde estudaram o filósofo Friedrich Nietzsche, o psiquiatra Carl Gustav Jung e o teólogo Erasmo de Roterdã, entre outros grandes nomes.
      O clube
      O FC Basel é um clube fundado em 1893. É umas das equipes mais bem sucedidas do país, sendo campeões do Campeonato Suíço 20 vezes, da Copa da Suíça 12 vezes, e uma única vem na Segunda Divisão Suíça. O clube compete em competições europeias em todas as temporadas desde a de 1999/00. É a equipe suíça que mais vezes participou da fases de grupo da UEFA Champions League (7 vezes), e também é a única a si qualificar diretamente para o sorteio.
      O retrospecto europeu da equipe se resume a quatro participações nas oitavas de final da UEFA Champions League (2002/03, 2011/12. 2014/15, 2017/18); Uma semi final (2012/13) e uma participação nas quartas de final (2013/14) na UEFA Europa League.
      O clube manda suas partidas no St. Jakob-Park, o maior estádio da Suíça com capacidade para 38.500 torcedores, com 36.000 nas competições europeias. O estádio é chamado pelos locais de "Jogelli", que é um apelido carinhoso e o diminutivo de Jakob. O estádio recebeu seis jogos da Euro de 2008 (quando o país foi anfitrião em conjunto com a Áustria): Os três jogos da Suíça pela frase de grupos, incluindo a abertura da Euro; Dois jogos das quartas de finais (Portugal 2-3 Alemanha; Holanda 1-3 Rússia), e um jogo das semi finais (Alemanha 3-2 Turquia). Além disso, o St. Jakob-Park recebeu a final da UEFA Europa League de 2016, quando o Sevilla derrotou o Liverpool por 3-1 e se sagrou tricampeão consecutivo da competição.

      -
      O FC Basel é uma equipe bem estabelecida dentro da Suíça, sendo provavelmente o clube mais famoso do país, mas que ainda busca protagonismo europeu. Vinha de títulos nacionais seguidos até que foi vice campeão na temporada passada. É a equipe com o maior poder aquisitivo (devido suas constantes participações nas competições europeias) e com uma categoria de base excelente, que se divide entre as equipes Sub-21, Sub 18 e Sub-18 B.
      -
       
      Objetivos:
      - Se tornar o maior vencedor do Campeonato Suíço: Grasshopper Zürich (27); FC Basel (20).
      - Se tornar o maior vencedor da Copa da Suíça: Grasshopper Zürich (19); FC Basel (12).
      - Vencer a UEFA Champions League.
      - Vencer a UEFA Europa League (Se a Champions for vencida antes, essa meta se torna irrelevante).
      - Melhorar a reputação do Campeonato Suíço.
      - Desenvolver jogadores da base do clube e atingir as glórias europeias com a maioria dos jogadores originados no clube.
       
      Condições:
      - Priorizar o uso de jogadores da base de FC Basel. Me limito a fazer contratações pontuais. (Idealizo um projeto de alguns anos onde o time seja todo proveniente da academia).
        *Qualquer sugestões de condições para aplicar ao save são bem vindas, e se couberem na proposta, ficaria feliz em segui-las!
       
      Perfil do Treinador: Connor Gallagher. Irlândes de 49 anos. Natural de Dublin.
      Decidi distribuir meus atributos de maneira que possa focar em desenvolver os jovens que surgiram da base da equipe.
      A diretoria do clube partilha das minhas aspirações para a base do clube, tanto que o contrato inicial me propôs condições que fiquei feliz em aceitar:

      -
       
      Histórico:
      Temporada 2018-19:
       
      Capítulos:
      #1 Informações do Clube e a Pré-temporada de 2018/19
       
    • Selat
      By Selat
      Fala galera!
      Não sei se é válido dizer que sou novo aqui no fórum pois sou membro desde 2006 🤣. Mas o fato é que passei mais de uma década aqui apenas aproveitando o grande serviço que o FManager oferece para a comunidade FM, sempre nos bastidores. Achei que seria hora de eu tentar reverter isso e conseguir proporcionar para a comunidade algo em “troca”. Então decidi promover esse pequeno entretenimento em forma de história fictícia. 
      Me chamo Tales, tenho 27 anos e sou fã de FM desde o 2005. Sou de Belém do Pará e tenho apenas um time do coração: Paysandu Sport Club. Que por sinal foi a equipe escolhida para iniciar este save, "aproveitando" o mal momento do time estando recém-rebaixado para a Série C e me dando o desafio de subir de volta para a elite do futebol brasileiro.
      Apesar de ser jogador de FM desde quase os primórdios, confesso que tem algumas coisas que nunca consegui atingir em um save. Vou me dar o desafio de conseguir atingir algumas dessas coisas com este. Por exemplo: Nunca fui campeão de uma libertadores ou um mundial de clubes em qualquer FM (sempre gosto de começar com um time lá embaixo nas divisões até chegar ao sucesso, mas sempre abandono o save antes do grande sucesso chegar 😂 – às vezes por falta de tempo, às vezes porque lançou outro FM melhor e às vezes simplesmente porque perco o interesse). Nunca fui campeão de uma champions (embora tenha chegado na final certa vez com o PSG no FM2014, perdendo de 3x2 pro Chelsea, mas isso é outra história) ou de uma Copa do Mundo (na verdade nunca nem treinei uma seleção no FM).
      Enfim, deu pra ver que apesar de ter tempo e experiência com o jogo, tem muitas coisas que ainda não alcancei, e algumas delas pretendo alcançar com este save, jogando o FM2019 pela primeira vez, segue a lista de objetivos abaixo:
      Objetivos:
      - Campeão de ao menos 5 estaduais, não importando quais estados.
      - Campeão Brasileiro 3 vezes (Ao menos um deles deve ser a Série A).
      - Campeão da Copa do Brasil ao menos uma vez.
      - Libertadores ao menos uma vez.
      - Mundial de Clubes ao menos uma vez.
      Ao ver esses objetivos já deve ficar claro que meu save se passará no Brasil. Começarei no Paysandu mas não pretendo me limitar apenas nele. Caso outro clube me chame durante a jornada, posso acabar optando por ir treiná-lo, me limitando apenas no Brasil.
      Ligas selecionadas (Tem bastante coisa mas o PC aguenta).
      A História
      A partir do próximo post, vamos acompanhar a história de dois amigos: Edílio Marques, um jornalista esportivo, e Donald Santos, um jovem recém promovido a técnico de futebol. Ao saber que o amigo conseguiu uma promoção dentro do Paysandu Sport Club como técnico da equipe principal para a temporada 2019, Edílio decide “abusar” da amizade para ter acesso aos bastidores de tudo o que rola dentro do clube, decidindo então escrever vários relatos sobre a trajetória que se iniciava ali.
       
      Índice
      Em breve.
       
    • AlexVivas
      By AlexVivas
      E aí, meus amigos managers, beleza? Após o "acidente" envolvendo o falecimento precoce do Alphabet Challenge, volto com um novo desafio. 
      Não tenho certeza, mas acho que a partir da Copa do Mundo de 1994 venho percebendo que muitas Seleções vêm meio que priorizando os atletas que jogam fora de seu país, menosprezando o futebol local. Pesquisando mais a fundo me deparei com a imagem acima, o emblema da Legião Estrangeira e seu Lema.
      Então decidi fazer uma nova saga de "volta ao mundo" treinando somente em países onde a maior parte da Seleção Nacional joga no exterior. Desta vez a jornada não será em ordem alfabética, e sim de acordo com o ranking de seleções da FIFA de 20 de Dezembro de 2018. Criei uma tabela no Excel dividindo todas as Seleções em 08 "grupos" distribuídos conforme as Licenças de Treinador do FM: Nenhuma - Nacional C - Nacional B - Nacional A - Continental C - Continental B - Continental A - Pro Continental. 
      Dessa forma, a trajetória se torna mais realista, onde um técnico começa no meio amador e alcança o status mundial no fim da carreira. Vejamos abaixo as metas que nortearão este save:  

      nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 80% a 90% do elenco jogar no País, independente do Clube; feito isso, fazer pelo menos 50% da Seleção jogar no Clube escolhido; o Clube escolhido deve ser o maior campeão da Liga Principal/Primeira Divisão;  nacionalizar o Clube, vendendo todos os jogadores estrangeiros, com exceção dos atletas Naturalizados, os quais aparecem como primeira Nacionalidade a do país ativo; priorizar a venda dos jogadores dispensáveis para os demais clubes do país, nivelando a Liga e tornando-a mais competitiva; tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube; tornar o Clube hegemônico em todos os campeonatos Nacionais. Caso ele já seja soberano no país, tentar ser o maior campeão Continental; o prazo para alcançar a hegemonia segue a seguinte fórmula: nº de títulos do maior campeão + 1;   melhorar o nível do futebol local chegando o mais longe possível nas competições Continentais, aumentando a quantidade de clubes que disputarão as mesmas e assim tornando o País mais atrativo para os atletas locais; reiniciar o FM ao concluir o país em questão. Essa nova jornada é baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M..
      Grande abraço !!
       
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Depois de muito tempo sem jogar um save no Brasil, decidi que era hora de retornar ao nosso país e começar uma nova aventura. Com o recém-lançamento do patch 19.2 do Football Manager 2019 e o final da temporada brasileira, e consequentemente atualização da database que irei utilizar para adicionar a Série D ao jogo, é hora do anúncio. Para o meu retorno ao Brasil, escolhi um clube mineiro, a Associação Atlética Caldense, também conhecida como A veterana.
      Coincidentemente ou não, é meu terceiro save consecutivo aqui com uma equipe alviverde (Shamrock Rovers em Uma Só Nação e Werder Bremen). E se não fosse a Caldense, aparentemente, a outra opção também seria alviverde. Acaba sendo uma curiosidade, apesar de não ter muita relevância, achei interessante mencionar. O clube é de Poços de Caldas, cidade do interior de Minas Gerais. Poços de Caldas conta com quase 170 mil habitantes, portanto, é uma cidade com potencial para um clube de futebol.
      A Caldense foi fundada em 1925, logo, a ideia é estarmos ao menos na Série A no ano do centenário. Como entre a temporada 2019 e 2025 ocorrem cinco temporadas, seria uma meta plausível, entretanto, algumas ideias surgiram para tornar esse save diferente do tradicional. Não via muito sentido em fazer uma jogatina tradicional, tal qual fiz com o Werder Bremen no FM 2018, por isso, decidi pensar algumas estratégias para tornar o desafio de levar uma equipe brasileira do anonimato ao estrelato.
      Categoria de base ou Diretor de Futebol?
      Existem alguns desafios tradicionais no Football Manager, como o desafio de San Marino, o Desafio do Sir Alex Ferguson, o Desafio da Base, o Desafio do Diretor de Futebol e muitos outros. Os dois primeiros são específicos da liga italiana e inglesa, respectivamente, enquanto a aplicação dos outros dois é universal. Eu já realizei um save da base, nos moldes idealizados no FM 2016, mas não fui muito além. Assumi o Concarneaux, na última divisão francesa e apesar de ter jogado seis temporadas, não foi de muito sucesso. Consegui subir e jogar a Ligue 2 na quinta temporada, mas caímos na primeira participação de volta à National, mas encerramos a sexta temporada com o retorno a Ligue 2 e título da divisão.
      O desafio do Diretor de Futebol eu nunca tentei e por isso, ficava o desejo. E temos que lembrar que a liga brasileira é uma das mais recomendadas para esse tipo de abordagem, já que simula bem a realidade dos treinadores brasileiros. Esse desafio consiste em delegar todas as contratações ao seu Diretor de Futebol, com o treinador podendo apenas realizar indicações.
      Até pensei em mesclar as duas coisas em uma só, mas o fato de poder recomendar contratações, tiraria todo o sentido de fazer um save de categoria de base. Por isso, para o save com a Caldense, retirando o atual elenco, eu apenas utilizarei jogadores oriundos da base nesse save. Logo, A Veterana será a busca de fazer com que a base da Caldense leve a equipe até o ápice do futebol continental e mundial.
      Apresentação do save sem FM
      Meu tempo está meio curto nesse final de ano, mas deve melhorar a partir da próxima semana, mas eu quis utilizar um pouco do tempo que tenho para fazer o anúncio e apresentar o save. Desde que o FM 2019 foi lançado, meu tempo passou a ser dividido entre FM 2017, recentemente o 2018 e The Witcher 3. Ao optar por fazer isso, terei tempo para fazer uma apresentação mais detalhada e não algo apressado apenas para jogar o FM 2019.
      Por isso, essa apresentação veio assim, sem muito FM, entretanto, para compensar resolvi trazer algumas informações para que vocês possam conhecer melhor o clube.
      Informações sobre a Caldense
      Como já mencionamos, as cores da equipe são verde e branco e o mascote da veterana é um periquito. A sua grande rivalidade futebolística é o Rio Branco de Andradas Futebol Clube. A equipe joga no Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, carinhosamente apelidado de Ronaldão. O estádio tem capacidade para 7600 pessoas (vida real), e sua maior lotação foi de 14200 pessoas. Infelizmente, o proprietário não é o clube. Felizmente, algumas dessas informações divergem do que está na base de dados do Football Manager. O estádio é maior e do clube no jogo.

      Periquitão, o mascote da Caldense
      Principais conquistas
      Em termos de título, a equipe ganhou o Campeonato Mineiro em 2002. Entretanto, nesse ano, o campeonato foi uma espécie de Campeonato do Interior, já que os grandes da capital não participaram. Enquanto em 2015, a Caldense fez uma brilhante campanha, chegou até a final contra o Atlético-MG e foi prejudicada pela arbitragem no jogo decisivo, onde o mando de campo era seu. Infelizmente, esses são os maiores momentos de glória da Veterana.

      Estádio Dr. Ronaldo Junqueiro, o Ronaldão, a casa da Caldense

      Elenco da equipe na conquista do Campeonato Mineiro de 2002
      A equipe participa do Campeonato Mineiro desde 1960, são 43 participações ao longo desses anos todos. A equipe esteve na elite mineira em 36 delas, e desde 1986 foi rebaixada apenas uma vez. A queda em 2007 levou a equipe ao Módulo II, onde levou duas temporadas para retornar. E desde 2009, a equipe está ininterruptamente no Módulo I do Campeonato Mineiro, apesar de ter flertado com o rebaixamento nesse ano.

      Elenco da Caldense que foi vice-campeão do Campeonato Mineiro em 2015
      Participações em competições nacionais
      A equipe participou apenas uma vez da elite do futebol brasileiro, em 1979. Além disso, também só tem uma participação na Série B e Série C. Mas em termos de Série D, ela é uma das equipes que mais representou Minas Gerais. São cinco participações em 10 anos de competição, e apenas o Villa Nova tem mais participações que a Veterana.
      A equipe de Nova Lima participou por seis vezes do último escalão nacional. Curiosamente, nenhuma das duas conquistou a promoção para a Série C, mesmo com uma participação enorme na divisão. Em Minas Gerais, apenas Tombense e Tupi já conquistaram o acesso, com a equipe de Juiz de Fora sendo a equipe que mais vezes subiu para a Série C na história da competição, com dois acessos.
      Curiosidades e ídolos do clube
      No site oficial da Caldense, a equipe cita algumas curiosidades como ter sido a última equipe que Garrincha enfrentou, a primeira equipe que Ronaldo Fenômeno enfrentou, ter recebido um prêmio das mãos de Galvão Bueno e ter disputado uma partida com a seleção brasileira.
      Os ídolos são o goleiro Paulão (jogador que mais vezes vestiu a camisa do clube), o goleiro Gilberto Voador (considerado o melhor goleiro da história do clube), o zagueiro Fábio Paulista (que chegou ao clube no último rebaixamento ao módulo II e ajudou na transformação da Veterana em uma das forças do interior mineiro), o zagueiro Buzuca (considerado o maior zagueiro da história do clube), o lateral-direito Orlando (um dos quatro jogadores que vestiram a camisa da seleção brasileira na história do clube), o também lateral-direito Arnaldo, o ponta-direita Augusto (um dos maiores artilheiros da história do clube), o atacante Mirandinha (o maior artilheiro da história da Caldense e não é o ex-São Paulo), e o atacante Walderi. Além disso, Walter Casagrande já passou pelo clube e é o jogador de maior renome a vestir a camisa da veterana.
      Objetivos do save
      Conquistar o Mundial de Clubes; Conquistar a Libertadores da América; Conquistar o Campeonato Brasileiro - Série A; Conquistar a Copa do Brasil; Conquistar o Campeonato Mineiro; Ser o clube mineiro com a maior quantidade de campeonatos brasileiros (Cruzeiro possui 4); Ser o clube brasileiro com a maior quantidade de Libertadores (Grêmio, São Paulo e Santos possuem 3); Ser o clube mineiro com a maior quantidade de Copas do Brasil (Cruzeiro possui 6); Ser o clube do interior com a maior quantidade de estaduais (Villa Nova possui 5); Ter, simultaneamente, 11 jogadores da base da Caldense na seleção brasileira; Ser o clube brasileiro com a maior quantidade de jogadores formados no clube na Série A; Ser o clube brasileiro com a maior quantidade de jogadores formados no clube nas principais ligas europeias; Ter superioridade de vitórias no confronto direto contra as grandes equipes do Estado; Estar na Série A no ano do centenário do clube; Mais objetivos podem ser adicionados, caso eu julgue necessário; Continuidade de Uma Só Nação
      O save Uma Só Nação continuará a todo vapor. Não tenho intenção de pará-lo.
      Histórico da Caldense
      2019: 7º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 4º lugar no Grupo M da Série D; 2020: 7º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 4º lugar no Grupo N da Série D; 2021: 5º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 3º lugar no Grupo M da Série D; 2022: 6º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 3º lugar no Grupo M da Série D; 2023: 4º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas semi-finais, 1º lugar no Grupo M da Série D, eliminado nas quartas-de-final; 2024: 5º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas semi-finais, 1º lugar no Grupo M da Série D, eliminado na 1ª Eliminatória; 2025: 8º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 1º lugar no GRupo M da Série D, eliminado nas oitavas-de-final; Índice da história
      Apresentação do save; Começo de trabalho no Mineiro; Um periquito costuma ser inofensivo; A classe de 2019 Déjà Vu Uma pequena evolução A classe de 2020 A Veterana vai encorpando Copo meio cheio ou meio vazio? A classe de 2021 Aos trancos e barrancos é o suficiente O verdadeiro primeiro adeus A classe de 2022 Nos restabelecendo como força do interior A dois pênaltis do paraíso A classe de 2023 Periquito contra Raposa, um duelo previsível A marca da cal que machuca A classe de 2024 Quase que não deu 11 metros que parecem intransponíveis
×
×
  • Create New...