Jump to content
Sign in to follow this  
Henrique M.

Entendendo e analisando a atuação do seu time no FM

Recommended Posts

Henrique M.

G8ixsYp.jpg

Mesmo com a inevitável chegada do Football Manager 2019 (o beta deve ser lançado na próxima semana), ainda existem conteúdos de qualidade e perenes que merecem ser divulgados. O guia a seguir, entra nesse contexto, pois ele vai além das mecânicas de uma determinada versão. Com ele, você será capaz de ler melhor o que acontece dentro do jogo e evitar desespero quando as coisas estão indo mal ou vacilos se as coisas estiverem indo bem.

Nota do tradutor: O artigo original é em inglês, por isso, as imagens demonstradas estarão nesse idioma, pois muito pode ser perdido do conteúdo sem elas. Como se trata de uma análise de uma partida específica para explicar o tema central do texto, não tem como eu simular ou repetir o que foi feito em outro save ou situação, sem perder o trabalho original realizado. Por essa razão, optei também por preservar o tempo verbal (primeira pessoa do singular) no qual o texto foi escrito.

Introdução

O contexto é tudo no Football Manager e muitas vezes não percebemos isso, por exemplo, você pode estar vencendo por dois gols e achar que está jogando bem. Ou você pode estar perdendo por dois gols e achar que está jogando mal, mas assim como tudo na vida, nem tudo é preto no branco. É possível perder jogando bem e vencer jogando mal. Existem centenas de razões para explicar o placar de final de um jogo, logo, precisamos entender como estamos jogando para entender quais mudanças precisam feitas e porquê. O quão bem você entende o que exatamente está acontecendo nos seus jogos?

Eu recentemente joguei uma partida pela Copa da Liga Inglesa, sendo que eu estava no comando do Sheffield United, que joga no equivalente à Terceira Divisão Inglesa. A partida era diante do Swansea City, da Premier League. Como dito acima, se eu não entendesse o que estava acontecendo no jogo, eu poderia ter entrado em pânico e feito mudanças apenas por causa disso. Eu vejo muitos jogadores em pânico quando marcam um gol ou saem atrás do placar e instantaneamente começam a fazer mudanças, e isso pode ser uma péssima ideia se você não sabe porquê fez ou tomou o gol. Se você está jogando bem e saiu atrás no placar, por que você faria mudanças no seu time? Certamente se você está jogando bem, provavelmente você deu azar, certo? Nenhuma quantidade de instruções táticas que definimos pode controlar erros dos jogadores, eles vão acontecer independentemente do que você fizer. Ou, ao menos é assim que eu enxergo as coisas.

O cenário

Deixe me mostrar um exemplo do que eu estou falando baseado no jogo entre Sheffield United e Swansea City. Mas antes, um pouco mais de informação para vocês entenderem o cenário. Eu estava jogando fora de casa e com 30 minutos de jogo restando, estava 3 x 0 para o adversário. Essas são as formações que ambos os times estavam usando:

1-2.png

A seguir, as estatísticas de finalizações de ambos os lados no primeiro tempo:

2-1.png

Como você pode ver, em termos de finalizações estava praticamente igual para os dois lados. E eu fui para o intervalo perdendo apenas por 2 x 0. O primeiro gol do Swansea veio de uma fantástica bola de um de seus jogadores mais abertos, e como resultado de um cruzamento no qual meu goleiro não lidou corretamente, eles marcaram um gol extremamente fácil. Eu coloco isso como um erro do goleiro pois eu espero que ele lide com cruzamentos muito melhor do que ele lidou (mesmo que seja por limitações da ME ou eventualmente, um erro de decisão dentro do jogo).

O segundo gol foi uma excelente jogada do atacante deles, apesar de ter sido um chute com uma distância maior de 18 metros e eu também espero que meu goleiro defenda mais esses chutes do que aceite. Portanto, novamente, coloquei como erro ou simplesmente azar.

Logo, apesar de eu estar perdendo por dois gols, eu não senti que os gols sofridos deveriam ter acontecido, então, podemos considerar que meu time deu azar com esse placar. Mas e sobre como eu estava jogando? Eu não achei que estávamos jogando tão mal, nós tivemos nossas chances de marcar durante o primeiro tempo e meu time defendeu bem considerando a distância que existe entre o nível de jogadores de um time da primeira e da terceira divisão. Eu gostaria de ter acertado mais chutes no gol, mas não era algo para se preocupar, já que eu senti que estávamos criando o suficiente e que os gols eventualmente sairiam.

Mudar ou não mudar? Eis a questão

Quando o intervalo chegou, eu tinha uma decisão a fazer: eu mantenho meu plano de jogo ou em mudo tudo? Considerando que eu estava jogando bem (na minha cabeça, assistindo ao jogo e não somente julgando pelas estatísticas, já que elas podem ser bastante enganosas quando olhamos exclusivamente para elas) e eu senti que os gols iriam sair, portanto, eu optei por manter meu plano de jogo. Outros treinadores provavelmente iriam mudas as coisas nesse momento, já que eles estavam perdendo por 2 x 0 e precisavam fazer gols para seguir adiante. Mas se você acha que jogou bem o suficiente e não foi esmagado pelo adversário, então, por que mudar? E sim, eu entendo que você possa pensar que precisar ser mais agressivo por estar correndo atrás de um empate ou virada, mas eu não vejo motivos para mudar algo baseado no que eu considerei ser duas falhas técnicas do meu goleiro, e isso era exatamente o que separava as duas equipes no intervalo. Se meus atacantes fossem melhores, facilmente poderia ser meu time com a vantagem de 2 x 0. Eu não gosto de decisões precipitadas, se eu faço uma mudança é porque eu quero algo que minha atual tática ou proposta não oferece, e como eu realmente acreditei que tínhamos atuado melhor, o jogo ainda estava em aberto.

Com tudo isso em mente, nenhuma mudança foi feita e eu mantive a minha confiança e proposta de jogo para a segunda etapa.

O segundo tempo

O segundo tempo seguiu da mesma forma que o primeiro mas eu não criei muitas chances e nem o Swansea. Então, por volta dos 15 minutos, o Swansea marcou seu terceiro gol no jogo. Essa tinha sido a primeira tentativa de gol no segundo tempo. Agora, novamente eu tinha uma escolha a ser feita: mudar ou não? Eu mantive meus nervos no lugar e não entrei em pânico e mantive tudo como dantes. Eu sempre tenho o grande esquema das coisas na mente e não queria precipitar nada.

Isso pode parecer estranho para muito de vocês, mas eu ainda acreditava que eu podia ver o jogo nos minutos finais quando o cansaço se torna uma questão importante. Então eu mantive tudo igual pelos próximos dez minutos. Mas com 20 minutos restando no cronômetro, eu enfim realizei minhas mudanças, já que eu precisava de quatro gols para passar de fase, e isso parece controverso, não? Eu não acho, eu sei que nós fomos melhor dentro de campo e criamos as melhores chances. O Swansea também estava cansado, mas meu time conservou melhor suas energias ao longo do jogo.

Com isso em mente, eu decidi que eu deveria mudar da minha estratégia de contra-ataque para uma estratégia ofensiva, já que meus jogadores ainda tinham condições físicas para isso e o Swansea parecia cansado e com diversos jogadores em condições inferiores aos meus. Logo, eu pensei que deveria explorar essa situação e foi para cima.

Os 20 minutos finais

Aos 30 minutos do segundo tempo, eu marquei um belo gol coletivo, que abriu a defesa do Swansea e finalmente aproveitamos bem uma chance. Dez minutos depois eu marquei o segundo gol que nos colocou de volta no jogo, restando apenas cinco minutos para o final. Dois minutos depois, marcamos o terceiro gol após uma cobrança de escanteio, empatando o jogo. Estávamos no paraíso, buscamos o empate e com três minutos de acréscimos, tudo indicava que iríamos para a prorrogação.

Nesse momento, o Swansea estava assustado e parecia perdido e cansado, já que nos últimos dez minutos eles ficaram entrincheirados no próprio campo e nas raras vezes que avançaram para o ataque, levaram pouco perigo, devido ao cansaço dos jogadores. Com um minutos de tempo normal restando, o inimaginável ocorre, eu marco o quarto gol do jogo. O Sheffield United assumia a liderança do placar depois de estar perdendo por 3 x 0. E quase que diretamente do reinício do jogo, o Swansea sobe ao ataque e empata a partida, em um jogo extremamente louco e que jogo. Mas no fim, é estranho porque vinte minutos atrás, eu teria aceitado esse resultado imediatamente, mas agora estou um pouco desapontado, já que viramos o placar. O apito final chega e terminou 4 x 4 no tempo normal, o que significa que teríamos mais meia hora de prorrogação.

As estatísticas do segundo tempo

As estatísticas de finalização no segundo tempo foram essas:

3.png

Eu tive sete chutes e marquei quatro gols, o que não é uma péssima média. Eu mencionei que durante o primeiro tempo o time tinha jogado bem e que os gols viriam. Eu acredito que jogamos muito melhor na segunda etapa e também fomos mais precisos na hora de finalizar.

Prorrogação

Após 90 minutos eletrizantes, o tempo extra foi bastante chato, já que ambos os times estavam cansado e não ofereceram muita coisa ofensivamente.

4.png

Como o placar continuou 4 x 4 depois de 120 minutos de bola rolando, fomos para os pênaltis e acabamos perdendo. Depois de todo aquele drama que o jogo nos trouxe, perdemos nas penalidades máximas. Entretanto, ao menos mostramos caráter, garra e disposição e não existe nada que possamos fazer para influenciar os pênaltis, é loteria no final das costas. Essas foram as estatísticas completas do jogo:

5.png

Por fim, seguem os gols do jogo.

Swansea 1 x 0 Sheffield United

Swansea 2 x 0 Sheffield United

Swansea 3 x 0 Sheffield United

Swansea 3 x 1 Sheffield United

Swansea 3 x 2 Sheffield United

Swansea 3 x 3 Sheffield United

Swansea 3 x 4 Sheffield United

Swansea 4 x 4 Sheffield United

Mas qual é o sentido desse guia?

Eu acho que a lição que devemos tirar daqui é que você deve entender como o jogo está indo e não olhar somente para as estatísticas e para o placar, contexto é tudo. Se você sabe que está jogando bem e apenas teve azar, então, não existe muito sentido em mudar as coisas para buscar algo que você não precisa buscar.

Eu não estou dizendo que todo mundo deveria fazer isso, mas funciona para mim e para a maneira como eu jogo. Além disso, se você vai fazer mudanças, então tenha certeza que é para realmente mudar alguma coisa ou tirar vantagem de situações que ocorrem dentro do jogo. Algumas pessoas entrariam em pânico no intervalo e teriam feito mudanças drásticas e eles poderiam até ter obtido um resultado melhor que o meu, mas ele também poderia ter conseguido um muito pior. Momento e compreensão são tudo em um jogo como o Football Manager, eles são as pequenas margens entre vencer e perder.

Ás vezes, podemos ser muito rápido em mudar as coisas ou ás vezes muito lento em mudar as coisas. O que devemos fazer é ver como o jogo está acontecendo e então, bolar uma estratégia. Minha estratégia foi simples, manter fiel ao que eu sei que funciona e não entrar em pânico. Então, com apenas 20 minutos de bola faltando para o apito final, ir com tudo em busca da vitória, já que eu sabia que o Swansea cansaria e teria jogadores em péssimas condições físicas. Em outra partida, talvez eu pudesse fazer essas mudanças um pouco mais cedo para vencer o jogo. Mas não importa o que eu decida, eu sempre terei um plano claro ao longo do jogo para quando eu irei fazer mudanças baseadas em como o jogo vai indo. Eu não estou dizendo que as mudanças sempre irão funcionar e o feitiço também pode virar contra o feiticeiro, mas eu acho que frequentemente eu consigo reverter situações e conseguir resultados como esse.

Traduzido e adaptado por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
Fonte: https://teaandbusquets.com/blog/stick-or-twist
Banner: @_Matheus_

Share this post


Link to post
Share on other sites
evanildolustosa

Muito bom, valeu pelo post.

Achei bem interessante, e como você disse entender isso não vai fazer seu time virar uma máquina destruidora, mas ajuda muito a entender e estudar melhor as formas de jogar e agir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
leh_MA

Valeu por trazer esse artigo. O que ele fala pode parecer óbvio pra alguns, mas é algo que muitos de nós não seguimos as vezes pelo comodismo ou impaciência ou pânico. Independente de estar ganhando ou perdendo, é preciso primeiro entender se o time está jogando bem ou mal pra decidir se uma mudança é necessária.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Show. Me fez refletir muita coisa. Desde o jogo em si, quanto as mudanças de formações entre os jogos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
49ers

Um ótimo tópico da sua parte, me ajudou muito porque me identifiquei nele, num jogo passado de FM eu estava perdendo no placar e fiz uma séries de mudanças para tentar ter alguma reação do time que estava sofrendo demais no seu campo de defesa, mas como o time adversário era superior ao meu não tinha oque fazer, mas enfim... Se o seu adversário é superior ao seu, adotar uma estratégia de contra atacar mesmo não tendo as peças fundamentais para esse estilo de jogo é o ideal mesmo? Qual foi a tática que você usou para jogar contra o Swansea?

Agradeço de puder responder.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 11/12/2018 at 19:30, 49ers disse:

Um ótimo tópico da sua parte, me ajudou muito porque me identifiquei nele, num jogo passado de FM eu estava perdendo no placar e fiz uma séries de mudanças para tentar ter alguma reação do time que estava sofrendo demais no seu campo de defesa, mas como o time adversário era superior ao meu não tinha oque fazer, mas enfim... Se o seu adversário é superior ao seu, adotar uma estratégia de contra atacar mesmo não tendo as peças fundamentais para esse estilo de jogo é o ideal mesmo? Qual foi a tática que você usou para jogar contra o Swansea?

Agradeço de puder responder.

A ideia desse tópico é que o importante é ter um plano de jogo e não abdicar dele porque o placar não está favorável, e sim, analisar o jogo como um todo, antes de sair fazendo mudanças por atacado. Não importa se é contra-ataque, se é posse de bola. Obviamente que em termos gerais, adotar uma estratégia de contra-ataque sem que seu time seja capaz de executá-la não é uma boa ideia.

A tática do jogo contra o Swansea é o 4-1-2-3 como está na screenshot demonstrada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rudsonnunes

  Esse pessoal gringo deve jogar outro jogo, 7 chutes a gol apenas e fez 4 gol , aqui é 30 chutes por jogo no minimo 20.  

  Fazer analise baseado em apenas 1 jogo não convence,  tem que fazer as mesma ações em no minimo 10 jogos, pegar um jogo qualquer da temporada na qual as minhas decisões foram boas não da parâmetro pra nada! 

  Ex: estou no Cuiba jogando na 1 divisão meu elenco é o mais fraco e meu time é contado pra cair,  bom meu time já ta cotado pra cair,  coloquei muito atacante  de estrategia , laterais e pontas atacar e atacante atacar, zc defender e 3 meias apoiar.   Perdi no Morumbi para o são paulo 1x0, ganhei do Palmeira em casa (palmeira é o favorito a ser campeão) e ganhei do cruzeiro no Mineirão.  Mantenho a estrategia do começo ao fim 8x80 vou fazer 38 jogos se eu ganhar 15 praticamente me salvo do rebaixamento.  

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Olá, pessoal.
      Iremos sortear um FM 2020 para os membros do fórum. Para se inscrever, é só postar aqui. As inscrições estarão abertas até 04/04 às 23h59min. Membros VIPs terão o dobro de números, caso desejem participar.
      E não, não é pegadinha de primeiro de abril.
      Inscritos
      Ricardo Bernardo; vinny_dp; vinny_dp; Vannces; Vannces; Darknite; Darknite; DiogoHernandes; DiogoHernandes; neynaocai; neynaocai; Ighor S.; Andreh68; Andreh68; Bruno NoWak; LucasGuitar; joga; Buzzuh; LC; LC; skp; Paulo Henrique VNP; CapitaoTsubasa; Stay Heavy; Thiago; Darthz; Darthz; Luiz | 🇦🇩 🇦🇷; Luiz | 🇦🇩 🇦🇷 Andreev; São Marcos; Arthur Andrade; João Gabriel; João Pedr0; RTORRES27; flaes; jakofrildo; UndefinieD~*; Wecio; lakers20; -Demolidor-; Head Coche Z; Johann Duwe; Johann Duwe; bielTOG; Liminha; Rodrigo Teixeira; PedroLuis; Bega Gomes; Bega Gomes; Davidmachado102016 LucasPettine; David Reis; Bruno Caetano; Duumboo; BobJJ; bieleao; Lanko; Bressan; Wigney; JoaoGalo; VinnyPeixoto; HyanTS; felipiporto; Vitor Jaú; SansaoXII; Lewiks;
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Como sabem, iremos oferecer um FM 2021 para o líder do nosso ranking de atividades, com a primeira atividade já encerrada há algum tempo, chegou a hora de começarmos a criar o ranking.
      Ranking atual
      @gm360 - 10 pontos @fabiotricolor - 8 pontos @joga - 6 pontos @passarin33 - 5 pontos @DiegoCosta7 - 4 pontos @Serginho10 - 3 pontos @maninhoc12 - 2 pontos @munozgnm - 1 ponto Atividades participantes (em andamento)
      Bolão FManager; Fantasy da Premier League; Fantasy da Champions League; O Jogo dos Tronos; Fantasy NBA (em avaliação); Fantasy NFL (em avaliação); Atividades participantes (em breve)
      Copa Quarentena; Jogos Vorazes - Fantasy Interativo; Atividades participantes (concluídas)
      Copa FManager; Save do Ano - Profissão Manager (aprovação pendente);
    • Jirimias
      By Jirimias
      Fala aí, povo!   Depois de muito tempo, eis que decidi retornar ao ofício de jogar e contar saves. Apesar do tempo está ainda mais curto do que antes, a saudade era maior, e depois de ensaiar vários retornos, enfim tomei coragem. A versão do jogo escolhida é o FM 2018, pois comprei e não havia jogado. Como já estamos quase no meio do ano, achei conveniente esperar para comprar o 20, e não o 19. 
      Como vocês podem ver eu escolhi a Hungria tema deste save, e isso deve-se muito à admiração adquirida por ter conhecido um pouco do futebol mágico do país na década de 50. Soma-se a isso o imenso desafio que é jogar e desenvolver um trabalho num país que hoje vive uma realidade no futebol muito diferente daquela do passado. Estes dois fatores foram fundamentais para minha escolha.   Peço apenas a compreensão se não houver postagens regulares, mas farei o possível para tentar duas por semana, exceto por este início que há capítulos introdutórios que já estão prontos.   
      Conhecer o passado nos ajuda a compreender suas consequências no presente, seja ele este atual que estamos vivendo agora, ou aquele que virá a ser presente, a qual chamamos de futuro. Só que na maioria das vezes mexer no passado é abrir feridas , e é isso que veremos em  "O sonho proibido" . Se esta aventura de voltar ao passado sem máquina do tempo pode ser perigoso, por outro lado, também é somente através desta visita ao passado que tanto o personagem  como o próprio futebol húngaro encontrarão respostas que poderão mudar suas histórias.
      A trama passa pelo encontro entre dois personagens que viveram em épocas diferentes, mas que tem em comum um sonho: trazer de volta a glória do futebol húngaro. Átila é um jovem recém-formado em Educação Física que tem como sonho treinar um time de futebol profissional. A inspiração para sua carreira é um ex-treinador que não teve uma carreira brilhante, mas que tinha a mesma determinação em fazer de sua carreira um combate pelo resgate da grandeza do futebol da Hungria. Tal dedicação  pela Causa Húngara, como ele mesmo denominou sua busca, fez o velho treinador ser tido como lunático. Sem familiares e esquecido, o velho treinador interna-se voluntariamente num asilo onde inicia a carreira de escritor.  Quando estas duas gerações se encontrarem, nem a vida dos dois, e nem o futebol húngaro serão mais os mesmos.  
      O "Sonho proibido" tem como objetivo principal levar a Hungria ao centro das atenções do futebol mundial, e para isso, a pretensão não é fazer o save de uma única liga, mas  de uma nação. Desta forma, terei a liberdade de mudar de liga, treinar mais de um clube da Hungria, treinar seleções, trabalhar com a revelação de talentos húngaros, enfim, buscar em todos horizontes resgatar as glórias do passado do futebol do país. Em síntese, são estes os objetivos:
      Ser campeão treinando um time brasileiro, remontando a ligação do passado entre húngaros e brasileiros no futebol; Revelar um novo Puskás; Levar a Seleção Húngara à disputa de uma Copa do Mundo, que desde 1986 não acontece; Vencer uma competição europeia com um clube húngaro; Ser o melhor treinador húngaro no quadro de Honra; Colocar a Primeira Divisão Húngara entre as dez primeiras do mundo:

      (atualmente atrás das ligas de Catar, segunda divisão da Turquia, segunda divisão da Áustria, Moldávia, Egito, entre outras)        
       
    • Lohan
      By Lohan
      Pessoal, o formato do template dos kits 3D mudou a partir FM20, vamos ficar atualizando aqui os Kits que forem sendo lançados nas proximas paginas
      Pra facilitar os kits 3D agora estão divididos por estados, isso facilita muito na hora de atualizar algum kit manualmente a medida que forem sendo atualizados na pagina
       
      DOWNLOAD:   https://mega.nz/#!F05DBDAB!Q4toRJihii7UHwJd-D1R74OPERNAFTKAwEA2cJN2TJ8  (atualizado 20\03\2020)
      Instalação: antes de mais nada, crie a pasta 3d, dentro da pasta kits, o caminho é (documentos\ sports interactive\ football manager xxxx\ graphics\ kits \3d)
      Extraia o arquivo dentro da pasta 3d, depois vai em preferencias e recarrega a skin
       
      Kits feitos por @tonybr @HippieZen @Lohan @Blaijin
      Para quem quiser se juntar ao projeto e contribuir na criação dos Kits 3D, esse é o novo formato do layout 

       
      Esse é um exemplo de Kit 3D do Palmeiras

      Como fica o Kit 3D do Pameiras ingame

       
      E Para termos uma imersão maior nas partidas 3D, adicionei detalhes nos kits genericos, isso vai fazer com que todos os times que não tenham kits criados pareçam ter escudo e patrocinios na camisa, além dos goleiros e etc
      Generic Default Kits 3D para o FM20, com detalhes no uniforme, deixando aquele aspecto liso generico que vem no jogo,  tornando bem melhor ver uma partida com uma equipe que nao tenha uniforme criado
      DOWNLOAD : https://mega.nz/#!gpJFXIpJ!N8HYmYFi4if7NvnD8BNPOI3XIOlMvvk26V8U1nBBuvo
      Extrair o arquivo textures em : documentos \ Sports interactive \ Football Manager 2020 \
      Depois ir em preferencias e limpar a cache
       
      A esquerda temos um exemplo de como vem no jogo e a direita com os detalhes 

      INGAME

       
    • Lanko
      By Lanko
      Próxima>>>                 
       
      ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE!
      ÍNDICE
       
      E aê galera, tudo bom? Descobri o fórum recentemente há uns dias atrás, especificamente a área de histórias. Li algumas e adorei o formato e o fato que a galera resolveu postar suas jornadas e challenges interessantíssimos. 
      Enquanto jogava o FM18 fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e que dificilmente conseguiria guardar pra lembrar depois, especialmente as coisas memoráveis.
      Deixei quieto e segui em frente, mas como disse, encontrei essa área aqui e me arrependo de não ter pesquisado e encontrado antes. Mas antes tarde do que nunca, né! O save não tem tanto tempo e muitas dos principais eventos estão frescas na memória.
      Esse save não tem objetivos específicos a serem alcançados, simplesmente criei um perfil de treinador (sem escolher clube, comecei desempregado) e saí pro mundo pra ver no que vai dar. 
      PERFIL DO TREINADOR:
       
      Lanko Askarian sempre teve interesse por futebol, principalmente na parte tática, já que jogando ele é um grande perna de pau. Decidiu ir adiante com esse pensamento e resolveu estudar para ser técnico e dirigir uma equipe.
      Diante dos vários fracassos do Brasil na área, decidiu, corretamente ou não, ir estudar e fazer cursos na Europa. Escolheu a Inglaterra já que sabia inglês e nada dos outros idiomas. Depois de algum tempo, adquiriu profundo conhecimento tático, de treinamentos, de filosofias de jogo.
        
       
      Agora só faltava botar tudo isso em prática, e é aí que morava o problema. Lanko entrou determinado a começar 2018 como técnico, mas passou o primeiro semestre desempregado. Nem clubes brasileiros da 3a divisão quiseram sequer conceder uma entrevista.
      No fim da temporada europeia, Lanko voltou a Inglaterra, disposto a aceitar propostas da 5a ou 6a divisão inglesas só pra começar a trabalhar, mas mesmo dessa vez conseguindo entrevistas, não foi o escolhido em nenhum dos oito clubes em que bateu a porta.
       

       
      Jovem (30 anos, muito menos que muitos jogadores em atividade), sem ter comandado vestiário antes e ainda por cima estrangeiro, esses foram os principais motivos das recusas.
      Até que viu um anúncio de um clube de Portugal (o único), a Mondinense, da terceira divisão portuguesa, e decidiu entrar em contato com eles.
      O presidente foi surpreendido pelo contato. Ele acabou gostando do perfil. Avisou que o clube era pequeno, mas gostaria de ver o clube crescer e talvez tentar algo inusitado seria o primeiro passo ideal. O presidente convidou Lanko para a cidade de Mondim de Basto para assinarem o contrato.
       

       
      Lanko aceitou, muito feliz. Portugal não estava nos planos iniciais, mas quem sabe, caindo do céu, seria o melhor lugar para começar a carreira. O idioma não seria problema e Portugal era um bom país, além de ter certa história no futebol e um cenário respeitável.

      Ele sabia que o começo ia ser difícil, mas até chegar em Portugal e ver a sede da Mondinense de perto, ele não fazia ideia do quão difícil…
       
      Próxima>>>
×
×
  • Create New...