Ir para conteúdo
AJUDE O FMANAGER! Seja Membro VIP ou faça uma DOAÇÃO! ×
  • Cadastre-se

Comandante do Exército diz que 'compartilha anseio de repúdio à impunidade


David R.

Posts Recomendados

Comandante do Exército diz que 'compartilha anseio de repúdio à impunidade

Sem querer entrar no mérito a respeito da condenação ou não do Lula, tenho uma opinião já formada sobre isso.

Acho bem desnecessário (na minha opinião até perigoso) um General do Exército explanar um discurso onde ele coloca sua instituição como instrumento de salvação da nação. Isso remete a uma semelhança muito grande em relação ao que aconteceu no passado e acaba desencadeando um clamor de parte da população votada para ideias mais extremistas.

O momento político do país é algo completamente propício para isso, todos os 3 poderes estão com uma imagem bastante desgastada perante a população. O que é um prato cheio para que ideologias que pregam um intervencionismo militar passem a ganhar um espaço maior.

O que vocês pensam a respeito?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu quero muito que a democracia deixe de ser apenas por voto e passe a ter mais participação do cidadão e algumas partes sorteadas pois um pouco de aleatoriedade nos eleitos não faz mal. Os sorteios, nos ministérios e secretarias segundo o mérito de acordo com a formação superior, mas nas Câmaras dos Vereadores, Deputados etc. poderia ser qualquer um nas Câmaras, mas também um rígido controle de garantias para que continue no cargo, além da diminuição de regalias e salários.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu compartilho do repúdio do General, e achei lícito o discurso.

Bateram com o pau na mesa e lembraram aos fanfarrões de Brasília as missões institucionais do exército, num momento em que os 3 poderes cospem na cara do brasileiro todos os dias sem medo de qualquer represália. Foi o típico "estamos de olho", que embora desnecessário para alguns, para a maioria populacional brasileira (eu incluso) foi um certo alívio.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu acho vergonhoso, nojento e anacrônico. Em qualquer democracia essas questões nada têm a ver com o exército.

 

CF, Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.

LC 97/1999, Art. 15. O emprego das Forças Armadas na defesa da Pátria e na garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem, e na participação em operações de paz, é de responsabilidade do Presidente da República, que determinará ao Ministro de Estado da Defesa a ativação de órgãos operacionais, observada a seguinte forma de subordinação:

§ 2o A atuação das Forças Armadas, na garantia da lei e da ordem, por iniciativa de quaisquer dos poderes constitucionais, ocorrerá de acordo com as diretrizes baixadas em ato do Presidente da República, após esgotados os instrumentos destinados à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, relacionados no art. 144 da Constituição Federal.

 

A missão institucional das Forças Armadas está no ordenamento jurídico, não na cabeça dos generais.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Além de que, vale dizer:

DECRETO Nº 4.346, DE 26 DE AGOSTO DE 2002

Aprova o Regulamento Disciplinar do Exército (R-4) e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e de acordo com o art. 47 da Lei no 6.880, de 9 de dezembro de 1980,

DECRETA:

...

ANEXO I

RELAÇÃO DE TRANSGRESSÕES

57. Manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária;

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

13 horas atrás, davidreisc disse:

Acho bem desnecessário (na minha opinião até perigoso) um General do Exército explanar um discurso onde ele coloca sua instituição como instrumento de salvação da nação. Isso remete a uma semelhança muito grande em relação ao que aconteceu no passado e acaba desencadeando um clamor de parte da população votada para ideias mais extremistas.

O momento político do país é algo completamente propício para isso, todos os 3 poderes estão com uma imagem bastante desgastada perante a população. O que é um prato cheio para que ideologias que pregam um intervencionismo militar passem a ganhar um espaço maior.

O que vocês pensam a respeito?

 

Desnecessário se você partir do pressuposto que foi uma manifestação espontânea sem segundas intenções. Têm razões vitais pra instituições e aqueles que as representam terem um código de conduta pautando como e quando eles podem se manifestar politicamente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, Matias_ disse:

Eu compartilho do repúdio do General, e achei lícito o discurso.

Bateram com o pau na mesa e lembraram aos fanfarrões de Brasília as missões institucionais do exército, num momento em que os 3 poderes cospem na cara do brasileiro todos os dias sem medo de qualquer represália. Foi o típico "estamos de olho", que embora desnecessário para alguns, para a maioria populacional brasileira (eu incluso) foi um certo alívio.

Você só pode estar de zoeira né?

Me desculpe, mas tem que ser muito mongolão, para, em pleno 2018 apoiar ou achar certo esse tipo de atitude. Não vou nem dizer qual é o adjetivo cabível a quem acha que deve ser instaurada uma ditadura militar no País.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora, Léo R. disse:

Você só pode estar de zoeira né?

Me desculpe, mas tem que ser muito mongolão, para, em pleno 2018 apoiar ou achar certo esse tipo de atitude. Não vou nem dizer qual é o adjetivo cabível a quem acha que deve ser instaurada uma ditadura militar no País.

Não sei se você convive com gente que pensa assim mas você tem que considerar que é assustador o número de pessoas que acreditam cegamente em toda a mitologia em torno do exército e que "antes era melhor". O mito da pouca criminalidade é até difícil ser disputado por causa do controle da informação - embora seja mesmo com os poucos relatos - mas até o mito da economia e da inexistência de corrupção (inclusive mas não limitado a membros das forçar armadas da época) ainda persistem.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

13 minutos atrás, Douglas. disse:

Não sei se você convive com gente que pensa assim mas você tem que considerar que é assustador o número de pessoas que acreditam cegamente em toda a mitologia em torno do exército e que "antes era melhor". O mito da pouca criminalidade é até difícil ser disputado por causa do controle da informação - embora seja mesmo com os poucos relatos - mas até o mito da economia e da inexistência de corrupção (inclusive mas não limitado a membros das forçar armadas da época) ainda persistem.

Aqui no sul, principalmente em pessoas mais velhas, há quase que um consenso de que no tempo da ditadura era "melhor", obviamente porque aqui sempre foi mais "calmo", e que teóricamente, crimes não acontecem/aconteciam com tanta frequência como no sudeste. Além disso, a principal fonte de informação dessas pessoas, no que diz respeito a notícias é o Jornal Nacional, em que a maior parte é destinada a noticiar fatos do sudeste, que é onde a população brasileira está concentrada, logo essa sensação de impunidade, de caos na segurança se torna maior. (não que ela não seja complicada, aqui também está uma onda de violência grande, porém não se compara ao que ocorre no "centro do país"). 

Essas pessoas daqui, não viveram a ditadura como o pessoal dos grandes centros viveu, é por isso que apoiam. Como você mesmo falou, o acesso a informações naquele tempo era muito mais complicado, até porque havia muita censura e fora que não haviam tantos meios de comunicação disponíveis.

A corrupção na política brasileira tem origem na ditadura militar, quem comandava o país acabou se elegendo depois e instaurou a cultura da corrupção em toda a política brasileira. O sistema é antigo, não é coisa do PT ou do FHC, é anterior.

Obvio que o que mais pesa ainda, é a crise financeira a qual estamos vivendo, essa é a pior parte, se todo mundo tivesse ganhando dinheiro, crescendo e evoluindo, como ocorreu no governo Lula, NINGUÉM estaria reclamando, ninguém estaria fazendo nada, e muito provavelmente, se não tivesse dado "ruim" na economia, nem a Dilma teria caído e todos estariam roubando e engordando os cofres das empreiteiras até agora.

Mas eu não consigo concordar com esse pensamento de que no tempo da ditadura era melhor, tem N relatos de como ela foi ruim nos livros, NOSSA CONSTITUIÇÃO foi feita para tentar cercear os poderes dos militares condenando algumas práticas que SABIDAMENTE ocorreram na ditadura. As pessoas querem "segurança" que vem de uma ditadura que não as deixa pensar algo que seja contrário à própria ditadura. Um exemplo bem simples, a ditadura militar não permite que você queira a democracia, que vocẽ se expresse querendo a democracia. Porém a democracia, por pior que seja, permite que você se expresse querendo um governo militar.

Pra finalizar, o Maurílio do Choque de Cultura falou uma verdade, em tom de piada, mas real:
 

Citar

Tem que acabar o estereótipo do idoso sábio. Com o tempo dá pra acumular burrice também.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

47 minutos atrás, Léo R. disse:

Você só pode estar de zoeira né?

Me desculpe, mas tem que ser muito mongolão, para, em pleno 2018 apoiar ou achar certo esse tipo de atitude. Não vou nem dizer qual é o adjetivo cabível a quem acha que deve ser instaurada uma ditadura militar no País.

40 minutos atrás, Douglas. disse:

Não sei se você convive com gente que pensa assim mas você tem que considerar que é assustador o número de pessoas que acreditam cegamente em toda a mitologia em torno do exército e que "antes era melhor". O mito da pouca criminalidade é até difícil ser disputado por causa do controle da informação - embora seja mesmo com os poucos relatos - mas até o mito da economia e da inexistência de corrupção (inclusive mas não limitado a membros das forçar armadas da época) ainda persistem.

Essa polarização política que é foda: se o cara tende a uma ideia mais conservadora ele já é taxado de apoiador de ditadura, retrógrado e o caralho.

Eu fiquei feliz e aliviado ao ver um oficial do alto comando expressar publicamente seu descontentamento pois isso passa uma mensagem forte sobre a situação atual do país. É só isso. PAZ

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

2 horas atrás, Matias_ disse:

Eu compartilho do repúdio do General, e achei lícito o discurso.

Bateram com o pau na mesa e lembraram aos fanfarrões de Brasília as missões institucionais do exército, num momento em que os 3 poderes cospem na cara do brasileiro todos os dias sem medo de qualquer represália. Foi o típico "estamos de olho", que embora desnecessário para alguns, para a maioria populacional brasileira (eu incluso) foi um certo alívio.

“ Estamos de olho” significa o que? Se der merda eles assumem o comando? É aquela velha oportunidade de se colocar como salvadores da nação em um momento de crise institucional dos poderes. Querendo ou não, esperar alguma atitude das forças armadas a respeito de qualquer situação política é algo completamente anti-democrático.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, davidreisc disse:

“ Estamos de olho” significa o que? Se der merda eles assumem o comando? É aquela velha oportunidade de se colocar como salvadores da nação em um momento de crise institucional dos poderes. Querendo ou não, esperar alguma atitude das forças armadas a respeito de qualquer situação política é algo completamente anti-democrático.

Exatamente o que eu penso.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

2 horas atrás, Matias_ disse:

Essa polarização política que é foda: se o cara tende a uma ideia mais conservadora ele já é taxado de apoiador de ditadura, retrógrado e o caralho.

Eu fiquei feliz e aliviado ao ver um oficial do alto comando expressar publicamente seu descontentamento pois isso passa uma mensagem forte sobre a situação atual do país. É só isso. PAZ

Mas isso não seria uma idéia nem conservadora e nem liberal e sim autocrática. Nesse caso existe uma polarização de fato porque só pode existir democracia ou não, e só dentro da democracia podem haver discordâncias e consensos em vários níveis mas numa autocracia só existe a favor e contra.

As forças armadas não fazem parte da sociedade civil e por isso seus representantes não estão pautados pelas mesmas regras que nós ou mesmo outros tipos de funcionários públicos.

Daí, qual o motivo de estar "feliz e aliviado" pela manifestação a não ser que esteja implícito que alguma ação pode ser tomada? Afinal, podem estar todos descontentes que não muda nada se respeitarem a Constiuição.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

7 horas atrás, Matias_ disse:

Essa polarização política que é foda: se o cara tende a uma ideia mais conservadora ele já é taxado de apoiador de ditadura, retrógrado e o caralho.

Eu fiquei feliz e aliviado ao ver um oficial do alto comando expressar publicamente seu descontentamento pois isso passa uma mensagem forte sobre a situação atual do país. É só isso. PAZ

 

Olha o cargo do cara. Tu acha mesmo que isso não é uma ameaça de intervenção militar na política? Ou tu acha que uma intervenção militar na política é ok? Porque das duas, uma. E se for a segunda, então tu não tá do lado da democracia. Simples assim. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Relaxem, exército (e militares) não tem força e estrutura para tomar o poder (sim, falo com propriedade e conhecimento).

Foi muito mais uma "palavra de medo" do que realmente a intenção de fazer algo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

11 horas atrás, Matias_ disse:

Eu compartilho do repúdio do General, e achei lícito o discurso.

Bateram com o pau na mesa e lembraram aos fanfarrões de Brasília as missões institucionais do exército, num momento em que os 3 poderes cospem na cara do brasileiro todos os dias sem medo de qualquer represália. Foi o típico "estamos de olho", que embora desnecessário para alguns, para a maioria populacional brasileira (eu incluso) foi um certo alívio.

Você é um ignorante peidorreiro.

Diz o que acha sem embasamento algum.

Acredita no que quiser.

Eu gostaria que refutassem o argumento de que a Democracia deve passar por adaptações para o século XXI, afinal, "estamos no século vinte-um."

Não deveríamos depender de políticos ídolos.

A essência do regime democrático não é político de carreira e assalariado.

A Constituição protege os interesses democráticos, mas depende de uma população melhor esclarecida, e não é possível em uma sociedade em que as noções equivocadas e fake news se espalham mais rapidamente que as verdades conscientes e racionais.

Deveríamos romper o cerco que os três poderes fizeram para se autoprotegerem de uma forma em direção ao futuro, e não em direção ao passado.

Tudo bem, algumas coisas funcionaram no regime militar (veja bem, não chamei de ditadura, mesmo tendo sido), mas não devemos ser reféns de nostalgia.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

11 horas atrás, Léo R. disse:

A corrupção na política brasileira tem origem na ditadura militar, quem comandava o país acabou se elegendo depois e instaurou a cultura da corrupção em toda a política brasileira. O sistema é antigo, não é coisa do PT ou do FHC, é anterior.

Obvio que o que mais pesa ainda, é a crise financeira a qual estamos vivendo, essa é a pior parte, se todo mundo tivesse ganhando dinheiro, crescendo e evoluindo, como ocorreu no governo Lula, NINGUÉM estaria reclamando, ninguém estaria fazendo nada, e muito provavelmente, se não tivesse dado "ruim" na economia, nem a Dilma teria caído e todos estariam roubando e engordando os cofres das empreiteiras até agora.

Mas eu não consigo concordar com esse pensamento de que no tempo da ditadura era melhor, tem N relatos de como ela foi ruim nos livros, NOSSA CONSTITUIÇÃO foi feita para tentar cercear os poderes dos militares condenando algumas práticas que SABIDAMENTE ocorreram na ditadura. As pessoas querem "segurança" que vem de uma ditadura que não as deixa pensar algo que seja contrário à própria ditadura. Um exemplo bem simples, a ditadura militar não permite que você queira a democracia, que vocẽ se expresse querendo a democracia. Porém a democracia, por pior que seja, permite que você se expresse querendo um governo militar.

Opinião de quem tem um pai militar e gaúcho, estudou em um colégio militar e cresceu no meio:

Tudo que você falou é mais relativo do que pensa. Nenhuma instituição é perfeita e no Exército, ao menos, acontecem muitas coisas por baixo dos panos sim. Mas daí você falar que "a corrupção na política brasileira tem origem na ditadura militar, quem comandava o país acabou se elegendo depois e instaurou a cultura da corrupção em toda a política brasileira" é algo tão forte que chega a doer. Corrupção sempre existiu e se tornou republicana no século retrasado.

Os livros de história do MEC contam que a ditadura foi ruim pra caralho, mas também falam bem sobre regimes de esquerda - como o cubano e outros - e esse tipo de manipulação não dá pra negar. Estudei história inicialmente com um livro de história produzido pelo Exército e lá fala de "regime militar". Cada um vai contar a história de seu jeito.

O período que tivemos de economia "boa" no governo Lula foi uma farsa. Boas medidas foram tomadas nesse tempo sim, mas nossa economia foi impulsionada por um boom no valor das commodities e de tantos outros fatores favoráveis que podemos dizer que o Lula CAGOU. O país estava mais estável depois do Plano Real e Lula só encontrou condições favoráveis para se jogar como salvador da pátria. 

Finalizando: considerando de onde vim e por quem fui criado, posso dizer que discordo demais da fala do general. O momento do país é terrível, as instituições estão cada vez mais débeis etc etc etc, mas se hoje temos a porra de uma democracia, temos que lutar por ela e mantê-la. Não é voltando a deixar o poder nas mãos dos militares - que também são gente normal, por mais que alguns aqui tenham falado como se não fossem - que o país se estabilizará. Nossa Constituição não é perfeita, mas se seguíssemos seus artigos principais já estaríamos bem melhor. Tendo respeito pelas leis - e leis melhores -, cumprindo-as como deveríamos e com uma Justiça que sirva para algo, o resto se acerta.

E como o @Dan_Cunha falou... o Exército por si só não tem como tomar poder de nada, creio eu. Tenho MUITOS amigos milicos que duvido que mexeriam um palmo para ajudar a montar uma nova ditadura, nem mesmo um governo temporário.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

12 horas atrás, Tehh disse:

Opinião de quem tem um pai militar e gaúcho, estudou em um colégio militar e cresceu no meio:

Tudo que você falou é mais relativo do que pensa. Nenhuma instituição é perfeita e no Exército, ao menos, acontecem muitas coisas por baixo dos panos sim. Mas daí você falar que "a corrupção na política brasileira tem origem na ditadura militar, quem comandava o país acabou se elegendo depois e instaurou a cultura da corrupção em toda a política brasileira" é algo tão forte que chega a doer. Corrupção sempre existiu e se tornou republicana no século retrasado.

Os livros de história do MEC contam que a ditadura foi ruim pra caralho, mas também falam bem sobre regimes de esquerda - como o cubano e outros - e esse tipo de manipulação não dá pra negar. Estudei história inicialmente com um livro de história produzido pelo Exército e lá fala de "regime militar". Cada um vai contar a história de seu jeito.

O período que tivemos de economia "boa" no governo Lula foi uma farsa. Boas medidas foram tomadas nesse tempo sim, mas nossa economia foi impulsionada por um boom no valor das commodities e de tantos outros fatores favoráveis que podemos dizer que o Lula CAGOU. O país estava mais estável depois do Plano Real e Lula só encontrou condições favoráveis para se jogar como salvador da pátria. 

Finalizando: considerando de onde vim e por quem fui criado, posso dizer que discordo demais da fala do general. O momento do país é terrível, as instituições estão cada vez mais débeis etc etc etc, mas se hoje temos a porra de uma democracia, temos que lutar por ela e mantê-la. Não é voltando a deixar o poder nas mãos dos militares - que também são gente normal, por mais que alguns aqui tenham falado como se não fossem - que o país se estabilizará. Nossa Constituição não é perfeita, mas se seguíssemos seus artigos principais já estaríamos bem melhor. Tendo respeito pelas leis - e leis melhores -, cumprindo-as como deveríamos e com uma Justiça que sirva para algo, o resto se acerta.

E como o @Dan_Cunha falou... o Exército por si só não tem como tomar poder de nada, creio eu. Tenho MUITOS amigos milicos que duvido que mexeriam um palmo para ajudar a montar uma nova ditadura, nem mesmo um governo temporário.

Cara, vocẽ tem uma visão de pessoas de dentro do Militarismo, que OBVIAMENTE VÃO FALAR COISAS BOAS. Talvez eu tenha exagerado em dizer que ela surgiu na ditadura militar, mas foi onde ela foi espalhada e disseminada, pode ver que até os 2 partidos políticos, que deram origem a todos os outros que temos hoje, surgiram durante a mesma.

Respeito seu pai e você, mas não é porque ele acha que foi bom, que "fizeram coisas boas", que um governo radical e ditatorial deve ser imposto, ou que ele foi bom. Essa ladainha de que os livros do MEC elogiam a esquerda é o pior argumento que existe. Eu estudei a minha vida toda em escola pública, E NUNCA, repito NUNCA vi nada relacionado, inclusive tinha um professora assumidamente comuna, QUE NUNCA "doutrinou", fala mal das coisas que estavam erradas no país e da esquerda.

Esse lance aí do Lula nem vou entrar no mérito, não o defendo, mas existiram avanços sim, talvez não tão grandes como pintam, mas houveram. Por exemplo, antes do governo LULA/ e segundo mandato do FHC, pra minha família comprar um raio de uma TV de 20 polegadas, minha mãe teve que fazer um CONSÓRCIO pra trazer do paraguai. Hoje, qualquer pessoa consegue comprar uma TV com um cadastro simples e a preços bem mais acessíveis, mesmo estando em crise. (Concordo que a educação do povo não é o suficiente para poder sair comprando assim, porém tem que ser MUITO cego pra não ver esse tipo de coisa). Se o momento econômico estivesse bom, podia estar o Dr Ray no governo que NINGUÉM IA MOVER UM DEDO pra tirar ele do poder.

Até hoje estamos esperando prenderem os militares que torturaram, mataram e ameaçaram pessoas na época da ditadura. Estes ainda estão escondidos e são defendidos por um bando de mongolões. Ao contrário das coisas "boas" que você diz que foram escondidas, as coisas RUINS, que foram PROVADAS, até hoje, em sua maioria não foram apoiadas.

Pra finalizar, o exército, por falta de ivestimento, competência e estar ultrapassado em n quesitos, não consegue nem fiscalizar as fronteiras do Brasil, quem dirá governar o país.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 minuto atrás, Léo R. disse:

Cara, vocẽ tem uma visão de pessoas de dentro do Militarismo, que OBVIAMENTE VÃO FALAR COISAS BOAS. Talvez eu tenha exagerado em dizer que ela surgiu na ditadura militar, mas foi onde ela foi espalhada e disseminada, pode ver que até os 2 partidos políticos, que deram origem a todos os outros que temos hoje, surgiram durante a mesma.

Desculpa, Léo, mas isso é absurdo. Tenta pegar pelo menos desde o início da República. Você está falando como se não houvesse continuidade política e a corrupção fosse restrita antes de 64. A corrupção nunca foi restrita.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

2 minutos atrás, Lowko é Powko disse:

Desculpa, Léo, mas isso é absurdo. Tenta pegar pelo menos desde o início da República. Você está falando como se não houvesse continuidade política e a corrupção fosse restrita antes de 64. A corrupção nunca foi restrita.

Eu tenho pra mim que ali que foi o "estopim", obvio que existe desde a chegada dos portugueses.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Vice-Presidente

O Brasil nasceu corrupto, Léo. Lá nas capitanias hereditárias já tinha.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

×
×
  • Criar Novo...