Jump to content
Sign in to follow this  
Henrique M.

Como pressionar seus adversários no FM?

Recommended Posts

Henrique M.

LASXEpE.png

Inspirados pelo sucesso de treinadores como Guardiola e Klopp, uma legião cada vez maior de treinadores está buscando modificar sua abordagem tática no futebol. Um dos elementos que eles sempre destacam é a pressão (ou contrapressão). Isso significa que inevitavelmente eles irão avaliar a criação de armadilhas e gatilhos de pressão. Antigamente, esse tipo de vocabulário tático era (e ainda é, principalmente usando os termos em inglês) utilizado por pessoas sem o mínimo conhecimento do efetivamente para demonstrar que entendem mais de futebol que o tiozinho do bar. E tatiquês à parte, esses termos também são relevantes para aqueles que querem replicar esse tipo de estratégia no FM. Por isso, traremos um guia mais aprofundado sobre como pressionar seus adversários no FM, tentando fugir da praticidade que colocar o time para jogar no Gegenpress existe.

Pressão, contrapressão, armadilhas e gatilhos de pressão são conceitos que estão ficando cada vez mais populares e são associados aos times mais excitantes do futebol atualmente, mesmo que os treinadores que dominem as artes obscuras do pragmatismo e contra-ataque já as utilizem há muito tempo. Mas o que esses termos realmente significam, por que são tão importantes no futebol moderno e como usar esses conceitos na sua jogatina de Football Manager? Como queremos fugir do Gegenpress, iremos versar somente sobre pressão, armadilhas e gatinhos de pressão nesse guia.

O que é pressão?

Pressão é basicamente a movimentação dos seus jogadores em uma posição onde eles possam gerar pressão no time adversário, com a intenção de recuperar a bola. A palavra-chave aqui é intenção. Quando seu time está pressionado, eles estão ativamente tentando recuperar a bola do time adversário, seja buscando retirá-los de sua zona de conforto e/ou por constantemente atrapalhar a coesão tática da formação adversária. Se um time se move muito próximo, mas sua intenção não é recuperar a posse da bola, mas simplesmente conter o time adversário, isso não é pressão. A intenção do seu time se torna apenas defender o próprio gol ao não permitir que os adversários cheguem em uma posição onde eles possam dar um chute ou um criar uma oportunidade de bola.

A diferença entre esses dois opostos fica clara quando observamos alguns exemplos dentro do jogo. Começaremos com um exemplo de uma pressão mais agressivamente, onde o time defensor quer recuperar a bola o mais rápido possível.

No vídeo acima, você pode ver que os jogadores não estão guardando posição. Ele estão ativamente perseguindo seus adversários com a posse da bola e estão atacando com a intenção de recuperar a bola. Você pode ver carrinhos e desarmes, o que é definitivamente uma atitude de alguém que não quer manter distância e somente conter o time adversário.

No vídeo acima, podemos ver que nossos defensores estão guardando mais posição, dando distância para o adversário. Enquanto eles podem estar perseguindo um adversário, eles não tentam atacar quem tem a posse da bola, evitando qualquer tipo de desorganização que possa surgir de uma contrapressão ou de perder a bola após um contra-ataque. O time que está defendendo não quer a bola porque quando o adversário pressiona e recupera a bola, nós perdemos nossa vantagem. Quando os jogadores avançam, e iniciam a transição ofensiva, isso significa que a coesão e compactação do time começa a mudar. Uma recuperação de posse de bola pode ser explorar. Ao apenas anular a ameaça do jogador que tem a posse da bola sem atualmente atacá-lo, a integridade defensiva é mantida ao longo do jogo.

A pressão gerada por um jogador em cima de quem tem a posse de bola cria um cenário em que tal jogador potencialmente não possa controlar suas próprias ações, resultando em uma perda de posse de bola. A pressão força que tais eventos ocorram, ao invés de somente permitir que eles ocorram baseados na vontade e qualidade dos jogadores que tem a bola. A pressão força um jogador a agir mais rapidamente, tanto para decidir o que vai fazendo, quando na execução daquilo que ele planejou fazer. Quando um jogador não tem qualidade em um ou ambos os aspectos, isso pode ser manipulado em uma recuperação da posse, mesmo que não diretamente, mas talvez por seu passe para um companheiro não foi bom o bastante ou porque pode ser interceptado. Ou seja, podemos definir as variáveis da pressão em três aspectos:

  • Domínio da bola;
  • Tomada de Decisão;
  • Passe;

Se você conseguir manipular qualquer um desses três aspectos e forçar um erro de seus adversários, você terá uma oportunidade para recuperar a posse de bola. O conceito disso é muito simples de se explicar, mas existem centenas de formas de implementar a pressão nas suas táticas.

Como a pressão funciona no FM?

O conceito antigamente era mais complicado do que escolher uma ou duas instruções na tela tática. Entretanto, a chegada dos estilos táticos no FM 2019, acabou simplificando as coisas. Contudo, elas se limitam muito ao universo do Gegenpress, que é o estilo mais intenso e que obriga maior pressão nos adversários. Se você deseja fazer algo diferente, acaba limitado pelos outros estilos, que são bem menos intensos e precisam de bastante modificações para chegar numa pressão intensa e agressiva como a do Gegenpress.

Fora desse espectro, é necessário saber equilibrar uma pressão intensa demais contra uma muito conservadora. Apesar de podemos controlar a pressão através do setores de Em transição Sem posse de Bola da tela de táticas, podemos fazer mais do que apenas selecionar se devemos pressionar quando perdemos a bola e contra-atacar quando recuperamos ou aumentar ou diminuir nossa linha de engajamento e linha defensiva, assim como a intensidade da pressão. O Gegenpress, que é o padrão para a pressão, nos mostra isso:

pressionar seus adversários pressão no FM

Mas talvez deva existir uma maneira menos agressiva, mas igualmente eficiente de pressionar seus adversários no FM. O segundo estilo mais intenso do jogo é o Contra-Ataque Fluido, contudo, isso modifica bastante coisas na mentalidade da equipe. Logo, deve existir alguma maneira de navegar entre um e outro.

Se olharmos todas as variadas instruções e opções que o FM nos oferece, podemos diferenciar aquelas que modificam a estrutura do time e aquelas que influenciam na pressão que será executada.

As que influenciam a estrutura do time são:

  • Largura;
  • Linha defensiva;
  • Uso da linha de impedimento;
  • Fluidez da equipe;

As que influenciam a execução da pressão são:

  • Intensidade de pressão; 
  • Evitar distribuição curta ao GR;
  • Marcação apertada;
  • Desarme (evitar carrinhos ou desarme agressivo);

Como podemos usar a estrutura do time para pressionar seus adversários no FM?

Um dos elementos chaves de uma pressão é efetiva é estar em posição de realmente ser capaz de executar a pressão. Os seus jogadores devem estar posicionados para serem capazes de acessar a bola. Você não pode pressionar seus oponentes se você não está perto deles, ainda mais que ainda não adicionaram a opção de usar a Força no Football Manager.

Por isso, é importante ter cuidado que mesmo ao selecionar um estilo tático, uma mentalidade e instruções, é importante observar como o todo irá interagir. Agora é extremamente vital observar a fluidez da equipe, pois você pode estar preparando as instruções perfeitamente, mas sua equipe não vai agir da maneira mais adequada para fazer aquelas funções funcionarem. As tarefas e funções de seus jogadores agora são determinantes para definir a fluidez do seu time, por isso, não adianta criar um esquema de pressão perfeito e jogar com uma fluidez altamente estrutura. As duas coisas não combinam. Um Gegenpress altamente estruturado irá falhar.

pressionar seus adversários gegenpress estruturado

Além disso, é importante observar o que a largura da sua formação está trazendo para você. Uma formação mais larga pode facilitar a pressão nos jogadores mais abertos do adversário, mas pode acabar isolando seus jogadores dos seus companheiros, dificultando o contra-ataque. Similarmente, jogando em uma formação mais estreita criará um time mais compacto e coeso, mas irá ceder mais espaço nos lados do campo.

Você tem que pensar no tipo de pressão que quer aplicar, onde seus jogadores devem se posicionar de forma a estabelecer acesso aos oponentes e à bola. A pressão no terço ofensivo do campo tem que ser diferente da pressão no meio do campo e do terço defensivo. Quanto mais perto do gol adversário ou do seu gol, estratégias distintas precisam ser tomadas.

Sua formação inicial determina o posicionamento defensivo dos seus jogadores. As instruções que você seleciona para alterar a estrutura podem ajudar seus jogadores a estabelecer acesso à bola. Quando seus jogadores puderem pressionar a bola, essa ação permite que o resto do time que esteja recuado possa avançar e deixar espaço aberta apenas do outro lado do campo.

pressing01b.png?w=725&ssl=1

Na imagem acima, as linhas vermelhas indicam a movimentação ofensiva do meu time, enquanto as linhas laranjas indicam potenciais movimentos na execução da pressão. Você também pode ver que o time atua com uma linha defensiva mais alta, que não se juntou à pressão. Se os defensores também tivessem se movido à frente, a linha defensiva se tornará suscetível contra bolas longas no espaço entre os defensores. Ao pressionar agressivamente quem tem a bola e minimizar a quantidade de tempo e espaço que ele tem na bola, somos capazes de potencialmente aumentar a chance de roubá-la, seja porque um dos jogadores consegue recuperá-la ou porque forçamos um erro do adversário.

É aqui que as instruções à equipe entram em campo. Se meu time tem pouco ou nenhum acesso à bola, então precisamos restabelecer o acesso sem nos expor. Novamente, equilíbrio é a palavra-chave. Cada instrução que você adiciona ou remove tem uma influência em muitos aspectos do jogo. Existem muitas maneiras de adereçar o equilíbrio de uma tática. O meio mais comum é ignorar a bola e o jogador que tem a posse dela e recuar coletivamente sua equipe para o espaço que existe na sua defesa, uma área do campo em que eventualmente a bola irá chegar. Em outras palavras, recuar e esperar em uma formação estreita para proteger o espaço perto do gol. Nessa estratégia, você espera e força a bola para o lado ou para longe. A famosa retranca para iniciantes.

Outra opção é avançar coletivamente em direção a bola e usar a linha de impedimento. Se preparada e executada corretamente, pode se tornar uma excelente forma de recuperar a bola, mesmo sem acesso a ela. Curiosamente, apesar da linha defensiva alta e da linha de impedimento, uma largura estreita funciona melhor por causa da coesão da equipe e da proximidade dos atletas para se ajudaram. Nesse momento, estamos falando mais daquilo que Guardiola, Pocchetino e Klopp costumam fazer.

Todas essas opções são usadas para aumentar a proximidade da nossa pressão em direção aos jogadores adversários. Não existe maneira garantida de fazer dar certo, porque você precisa analisar as partidas que está jogando e tomar uma decisão de como colocar seus jogadores em posição de pressionar adequadamente e roubar a bola. E é aqui que a questão da fluidez da sua equipe se torna importante. Se seu time for fluido, ele atua como um bloco, com jogadores dispostos a abandonar suas posições em favor da integridade do bloco, enquanto um time mais estruturado terá os jogadores preocupados em executar suas tarefas e se manter fiel aquilo.

Quando você pressiona com um time fluido ou extremamente fluido, você basicamente concentra em deixar apenas a pior opção de passe livre para o adversário e não diversas linhas de passes. Isso exige um esforço coletivo enorme, mas é possível incomodar e desestabilizar completamente os adversários através de um esforço coletivo, o que uma maior fluidez ajuda a gerar.

Mas você também pode pressionar em um esquema mais estruturado ou altamente estruturado se seu time for equilibrado adequadamente. Pressão é mais sobre organização do que energia, e você pode tentar pressionar jogadores individualmente ou em pares ao invés de um bloco. Isso significa que seus jogadores vão manter uma estrutura defensiva maior com apenas alguns jogadores quebrando-a para pressionar jogadores.

LEIA MAIS: A arte de Mourinho: Retrancando seu time no FM

Como podemos aumentar a efetividade da pressão?

Existem diversas formas em que você pode aumentar a efetividade da sua pressão. A sessão anterior detalha como você pode estabelecer acesso aos seus oponentes, nessa seção iremos trabalhar como melhorar a eficiência da execução da sua pressão depois que você criou adequadamente as situações de pressão.

A primeira e mais óbvia instrução à equipe é com relação a intensidade de pressão. Quanto maior for, mais agressiva será sua pressão. A desvantagem de uma pressão agressiva demais é que seus jogadores tendem a sair da formação e abandonarem suas funções defensivas. Como já foi dito diversas vezes, é importante encontrar um ponto de equilíbrio.

Por isso, devemos nos preocupar em como estabelecer cobertura para aqueles que abandonaram seus postos para ir pressionar o adversário. Ao usar a marcação apertada os jogadores que não estiverem marcando diretamente um adversário irão se aproximar do adversário mais próximo. Se a pressão inicial for quebrada, isso gera automaticamente uma pressão secundária. Isso cria uma rede de segurança.

O problema da marcação apertada é que quando você recupera a posse de bola, seus jogadores mais avançados terão menos tempo com a bola, por causa da proximidade com um adversário. Enquanto parece uma ideia sólida e interessante defensivamente, pode gerar problemas no ataque se você estiver enfrentando uma defesa muito boa.

Outra opção que pode te ajudar a criar uma pressão mais eficiente é evitar a distribuição curta do goleiro, principalmente quando você joga com uma linha de engajamento ofensiva mais alta. Isso fará com que seus jogadores mais avançados pressionem os defensores quando o goleiro estiver com a bola.

Essa estratégia faz com que o time adversário tenha dificuldade de construir as jogadas lá de trás, muitas vezes forçando o oponente a usar bolas longas para afastar a bola da sua própria área. Isso faz com que pressionar o adversário se torne mais fácil, porque você sempre sabe onde que a bola irá parar. Isso também força o time adversário a recuar, para que os meio-campistas forneçam opções de passe, afastando-os da sua linha defensiva.

Por fim, temos uma opção para gerar mais nuance na sua pressão. Quando você pede seus jogadores para usar um desarme agressivo, eles irão tentar desarmar mais rápido e utilizar atitudes mais arriscadas para tomar a bola, o que pode gerar mais recuperações de posse, mas também, mais amarelos e faltas. Você pode usar essa instrução quando sua pressão normal não estiver funcionando. Aumente a intensidade e coloque um pouco mais de intensidade física nos confrontos. E fique atento, mentalidades mais ofensivas já geram esse tipo de instrução, portanto, pedir para os atletas usarem desarmes agressivos pode se tornar contraprodutivo.

Do outro lado, temos de evitar carrinhos. Quando você pede seus jogadores para evitar carrinhos, eles irão tentar evitar desarmar e sempre que precisarem, vão usar estratégias mais segurar de atacar um adversário que tenha a bola. Pode gerar menos recuperações de bolas, mas também gerará menos amarelos e faltas. Você pode utilizar essa opção quando sua pressão normal estiver gerando muitas faltas e amarelos. Se o juiz estiver distribuindo amarelos como se fosse água, pode ser prudente maneira na intensidade do desarme.

O que são armadilhas e gatinhos de pressão?

Uma armadilha de pressão convida seu adversário para uma zona específica da sua formação. As armadilhas podem variar bastante; aspectos da armadilha podem incluir onde ela será criada para isolar o adversário, quantos jogadores participaram nela, o tipo de pressão quando ativando a armadilha, como o oponente será isolado, quando a armadilha será montada etc.

pressing02b.png?resize=768,790&ssl=1

A imagem acima mostra uma pressão no terço ofensivo do campo. O defensor (número 16, Schneider) interceptou uma enfiada de bola, de forma que a armadilha de pressão central é ativada. Os alas aproximam de seus marcadores e a linha ofensiva de três atacantes avança para pressionar a linha defensa. O meia-central mantém sua posição por causa que os meias adversários estão recuados por causa da presença do meias-atacantes, o que fazem com que os meias-centrais sejam ideais para recuperar a segunda bola.

Enfrentando uma pressão agressiva, o jogador com a bola tem apenas duas opções factíveis. Ele pode fazer um passe de baixo risco para o seu companheiro no coração da defesa, mas esse companheiro será imediatamente pressionado por um dos outros atacantes. Ele também pode tentar um passe de longa distância em direção ao atacante central, que tem dois zagueiros próximos. Não existem mais opções no centro do campo por causa da pressão agressiva.

Nossa pressão agressiva nessa situação retira opções para o time que tem a posse. Efetivamente, você está guiando seu adversário para fora das zonas de pressão, direcionando o movimento ofensivo do seu adversário ou recuperando a bola. Os adversários têm que pensar e decidir rápido e cada passe mediano ou ruim se torna uma ameaça para todo o time e sua estrutura e coesão.

Acima, temos uma variação da imagem que mostramos antes. O time pressiona lá em cima e agressivamente, bloqueando todas as linhas de passes nas zonas centrais do campo. Eles ativamente eficazmente uma armadilha de pressão no adversário ao se moverem em rotas específicas, forçando o jogador com a bola a fazer um passe longo para se livrar da pressão. Os zagueiros e meio-campistas avançaram e estão preparados para lutar pela segunda bola, antes de rapidamente transitar para o ataque, usando a desorganização da defesa adversária em seu favor.

pressing03b.png?w=702&ssl=1

Olhando de outra perspectiva, você pode ver claramente que uma vez que o adversário está isolado de seus companheiros e não tem uma rota de fuga, o time pode avançar coletivamente e ou roubar a bola em uma boa posição que provavelmente criaria um excelente contra-ataque ou forçar uma bola longa que seria facilmente interceptada. O time é extremamente ativo já que a pressão inicial realizada pelos meias-atacantes segurou a linha defensiva e forçou uma bola longa, fazendo com que a armadilha obtivesse um resultado positivo. Todas as linhas de passe foram bloqueadas e ter o jogador girando com a bola para passar para o lado esquerdo irá permitir que os atacantes aproximem o jogador com a posse em uma situação que perder a bola trará consequências desastrosas.

Os gatilhos de pressão são as condições que iniciam a pressão quando seus jogadores estão em uma posição de fazê-la. Na vida real, esses gatilhos normalmente dependem de aspectos como o campo de visão do atleta, domínio da bola, habilidade do jogador, conectividade do adversário, ou natureza do passe. No FM, essas nuances não estão presentes. Você pode instruir seus jogadores a pressionarem jogadores específicos e até forçar eles a jogarem com o pé mais fraco, mas isso é o mais profundo que podemos chegar.

824370113_FutebolClubedeSoLus_InstruesSobreoAdversrio-2.thumb.png.1a786f97ccb95f63fb595209d2c43a3c.png

Apesar das limitações, você pode usar as instruções ao adversário para criar armadilhas de pressão ao pressionar posições importantes da formação do adversário. Isso deve permitir seu time a capacidade de isolar a bola e então recuperá-la ou forçar um passe ruim.

Por exemplo, na imagem acima toda a linha defensiva e todas as opções de volantes são extremamente pressionadas, enquanto os jogadores mais abertos são forçados a jogar com o pé mais fraco, o que automaticamente força a bola de volta para zonas mais centrais, em direção aos seus jogadores. Similarmente, os meio-campistas e meias-atacantes não são muito pressionados para manter a estrutura e integridade da nossa linha defensiva. Nossos jogadores não sairão de suas posições para pressionar esses jogadores. Nossos atacantes iniciam a pressão, os meio-campistas avançam nas suas contrapartes e a defesa mantém uma linha defensiva alta.

Criar suas próprias armadilhas de pressão não é muito difícil, mas requer ter alguma ideia do que você quer alcançar. Quando você olha para a sua formação e instruções que está usando, você inevitavelmente terá que ser capaz de dizer se quer pressionar em uma área específica e quão intensa quer que essa pressão seja. As instruções ao adversário ajudam você a selecionar adversários específicos e isolá-los de forma a recuperar a bola ou forçar um erro.

Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o Engenharia do Futebol e FManager Brasil
Fonte: https://strikerless.com/2017/06/20/opposition-instructions-pressing-triggers-and-pressing-traps/
Banner: @_Matheus_

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Mais um conteúdo bem interessante e bastante didático.

Quais funções no meio campo você acha mais eficazes para trabalhar com uma pressão alta? E quais atributos mais importantes para pensar num sistema desse tipo?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
On 5/2/2020 at 1:24 AM, Peepe said:

Mais um conteúdo bem interessante e bastante didático.

Quais funções no meio campo você acha mais eficazes para trabalhar com uma pressão alta? E quais atributos mais importantes para pensar num sistema desse tipo?

Cara, o Mezzala e o Área-a-Área já vem a cabeça logo de cara. Um meia-central atacar também funciona muito bem. E dependendo da qualidade do seu jogador o Recuperador de Bolas pode gerar tanto ofensivamente quanto defensivamente. 

Agressividade, antecipação, Decisões, Índice de Trabalho, Posicionamento, Trabalho em Equipa e Sem bola são fundamentais. Fora a capacidade atlética.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Gundogan
Em 02/05/2020 em 01:24, Peepe disse:

Mais um conteúdo bem interessante e bastante didático.

Quais funções no meio campo você acha mais eficazes para trabalhar com uma pressão alta? E quais atributos mais importantes para pensar num sistema desse tipo?

Um atributo que eu considero chave num sistema Gegenpress (que procura pressionar alto) é sem dúvida o índice de trabalho, acho dos atributos mais importantes e mais subestimados no FM.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leho.

Excelente material.

Uma dúvida que me ficou na cabeça: com relação à largura, times mais compactos oferecem uma maior intensidade de pressão, e vice-versa? Não entendi mt bem, mas acho que é isso né?

Eu geralmente gosto que meus homens de frente façam pressão na saída de bola adversária, mas nada tão exagerado. Dificultando as linhas de passe do setor defensivo deles pra mim já tá ótimo. O que eu tenho sofrido é com a minha própria defesa, especialmente os laterais: vira-e-mexe eles saem pra fazer pressão, abandonam o posto e o adversário mete aquela bola marota no flanco que o lateral deixou desguarnecido, gerando uma ótima oportunidade de finalização ou cruzamento pra grande área.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
22 hours ago, Leho. said:

Excelente material.

Uma dúvida que me ficou na cabeça: com relação à largura, times mais compactos oferecem uma maior intensidade de pressão, e vice-versa? Não entendi mt bem, mas acho que é isso né?

Eu geralmente gosto que meus homens de frente façam pressão na saída de bola adversária, mas nada tão exagerado. Dificultando as linhas de passe do setor defensivo deles pra mim já tá ótimo. O que eu tenho sofrido é com a minha própria defesa, especialmente os laterais: vira-e-mexe eles saem pra fazer pressão, abandonam o posto e o adversário mete aquela bola marota no flanco que o lateral deixou desguarnecido, gerando uma ótima oportunidade de finalização ou cruzamento pra grande área.

Sim, porque tem mais gente perto da bola, caso, quem estiver pressionando primeiro seja deixado para trás.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lowko é Powko

Eu estou tendo muita dificuldade em aplicar pressão sem jogar com jogadores abertos do meio pra trás. Atualmente estou com um 3-1-2-2-2 no Sunderland, com os pontas abertos. Cara, é muito difícil defender contra ataque abertos.

Tem como resolver ou vou ter que mudar minha disposição tática? Tentei jogar com dois zagueiros bloqueadores e fazer o meia defensivo ser o mais defensivo possível pra ajudar o zagueiro central, mas não está sendo suficiente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
13 hours ago, Lowko é Powko said:

Eu estou tendo muita dificuldade em aplicar pressão sem jogar com jogadores abertos do meio pra trás. Atualmente estou com um 3-1-2-2-2 no Sunderland, com os pontas abertos. Cara, é muito difícil defender contra ataque abertos.

Tem como resolver ou vou ter que mudar minha disposição tática? Tentei jogar com dois zagueiros bloqueadores e fazer o meia defensivo ser o mais defensivo possível pra ajudar o zagueiro central, mas não está sendo suficiente.

Já tentou usar um Half-Back e os dois zagueiros laterais cobrindo?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lowko é Powko

Não tentei. O half back não recua apenas na saída de bola?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
9 hours ago, Lowko é Powko said:

Não tentei. O half back não recua apenas na saída de bola?

Não, ele recua na hora de defender também, fazendo aquele "falso" terceiro zagueiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rudsonnunes
Em 14/05/2020 em 12:22, Lowko é Powko disse:

Eu estou tendo muita dificuldade em aplicar pressão sem jogar com jogadores abertos do meio pra trás. Atualmente estou com um 3-1-2-2-2 no Sunderland, com os pontas abertos. Cara, é muito difícil defender contra ataque abertos.

Tem como resolver ou vou ter que mudar minha disposição tática? Tentei jogar com dois zagueiros bloqueadores e fazer o meia defensivo ser o mais defensivo possível pra ajudar o zagueiro central, mas não está sendo suficiente.

Tenta colocar os seu 2 MC como mezela coloca ficar sempre aberto,  fara com que ele ocupem as alas tanto na construção das jogadas e na hora de defender. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • joga
      By joga
      Saindo um pouco dos fantasies de criar jogadores, vamos seguir um na linha de assumir clubes.
      - INFORMAÇÕES E REQUISITOS DE PARTICIPAÇÃO
      10 INSCRITOS Requisito MÍNIMO para participação: mínimo de 25 posts no fórum Save começa em julho de 2019.  
      - REGRAS E FUNCIONAMENTO DO FANTASY
      Depois do período de inscrições, cada participante assumirá o controle de uma das seguintes equipes:  Real Madrid Barcelona Bayern Juventus Arsenal Liverpool Dortmund Man Utd Inter Milan Essas equipes estão ordenadas por seu posicionamento no ranking de coeficientes da europa (LINK) Cada participante assumirá o controle das contratações (descritas abaixo) pelo período de duas temporadas. Após as duas temporadas, assumirá o controle de uma das outras equipes, até findar a passagem por todas as equipes, conforme critério estabelecido abaixo Se você for sorteado para assumir o Real Madrid nas primeiras duas temporadas, você assumirá o Milan posteriormente, depois o Barcelona, depois a Inter, depois o Bayern, depois o Man Utd, e assim sucessivamente intercalando entre os primeiros posicionados no ranking e os últimos (a regra de ordenamento segue por todo save, independentemente do desempenho e alteração do ranking de clubes dentro do jogo)
      Regras de contratação (que se atualizam a cada temporada) Os 5 primeiros do ranking tem direito de escolher 2 jogadores das equipes da parte de baixo do ranking Os 5 últimos do ranking tem direito de escolher 4 jogadores das equipes da parte de cima do ranking Exemplo: Na primeira temporada, o ranking já está consolidado (é o do início do jogo). Pegando o Bayern como exemplo, no primeiro draft ele poderá escolher 2 jogadores do ManUtd. Só depois de escolhidos os jogadores, o controlador do ManUtd poderá se reforçar com 4 jogadores do Bayern. 
      Digamos que o ranking se altere depois da primeira temporada, e o ManUtd suba no ranking e passe a estar nos 5 primeiros. Aí ele poderá se reforçar com 2 jogadores do time que estiver na posição espelho dele no ranking (digamos que fique em 4º, poderá escolher 2 jogadores do que estiver em 7º).
      Eu não controlarei a IA do jogo. Contratações pelas equipes e troca de treinadores seguirão ocorrendo.  
      - RANKING DE PONTUAÇÃO
       
      Liga/Taça Pontuação ao campeão Liga Espanhola 10 Liga alemã 10 Liga Inglesa 10 Liga Italiana 10 Emirates FA Cup 5 Copa do Rey 5 DFB-Pokal 5 Coppa Italia 5 Champions League 30 Liga Europa 15  
      - RESUMO DA ÓPERA
      Todos os participantes controlarão todas as equipes por duas temporadas. Quem, ao final do fantasy, tiver mais pontos acumulados, vai se sagrar o campeão. 
      Para se inscrever, basta cumprir os requisitos mínimos e postar aqui no tópico. [3 VAGAS RESTANTES] 
      Quem tiver alguma sugestão de mudança das pontuações do ranking, pode falar. Não inclui o mundial de clubes pois pode ser que o clube ganhe a Champions e o controlador já esteja em outra equipe. 
    • Rafaelrm4
      By Rafaelrm4
      E aí rapaziada, tô com um bug meio chato, e queria saber se alguém poderia me dizer o porquê de não estar aparecendo para colocar o jogador na Lista preferencial, entre outras opções que deveriam estar aparecendo ali? Já mudei database, já mudei save, já olhei os olheiros estão normais, já mexi nas responsabilidades, já instalei lista preferencial, mas nada muda isso. O jogador só vai para lista preferencial se eu declarar interesse, mas deveria ter uma opção ali, certo? O que eu poderia fazer para corrigir isso?
    • ndneto
      By ndneto
      É a primeira história que vou postar no Fórum. Jogo Football Manager desde à época Championship Manager 2. Deixe de jogar depois do Football Manager 2016. E agora resolvi comprar o Football Manager 2020 e vi que muita coisa mudou. Como eu gosto muito de Lower League Management, o famoso "LLM", escolhi fazer um save na Bielorrússia, na 2ª Divisão, com um time que é xará do Arsenal. No save, estão carregadas 9 ligas da Bielorrússia (baixei o "Belarus Complete Pyramid (9 Levels Full Activated) da Oficina do FM 2020), 2 ligas da Polônia, 2 ligas da Rússia e 2 ligas da Ucrânia.

      Andrey Wengerowksy
      Andrey Wengerowsky nasceu na pequena cidade de Dzyarzhynsk (ou Dzerzhinsk), bem próximo à Capital da Bielorrússia, Minsk. Dzyarzhynsk é uma cidade bem antiga da Bielorrússia, fundada em 1.146. A comunidade judaica é muito forte na cidade. Muitos judeus foram mortos durante a Segunda Guerra Mundial, por ocasião da invasão do Exército Alemão. A cidade tem mais de 25 mil habitantes. Há uma linha de trem que atravessa a cidade. As cores da cidade de Dzyarzhynsk são azul e amarelo. Wengerowsky foi um jogador amador da pequena equipe da cidade que seu pai era o dono/treinador. Ele formou-se em administração e resolveu alguns anos depois investir na carreira de treinador, fazendo o curso da UEFA de treinador e conseguindo a Licença Nacional C. Um dia seu pai, Alex Wengerowsky, disse a Andrey que tinha encontrado seu amigo Pavel Pavlovets, um rico empresário da Região de Minsk, e ele tinha lhe contado que havia criado uma equipe para jogar em Dzyarzhynsk e que a equipe se chamaria FC Arsenal Dzyarzhynsk, em homenagem ao seu clube de coração, Arsenal FC, da Inglaterra. Alex disse que mencionou que seu filho tinha se formado em treinador de futebol. Pavel Pavlovets confidenciou que iria mandar o treinador do FC Arsenal Dzerzhinsk, Sergey Yaskovich, embora, pois não estava vendo a equipe evoluir. Pavel deu o número de telefone para que Andrey entrasse em contato com ele.
      Novo Manager do FC Arsenal Dzyarzhynsk

      No dia 3 de junho de 2019, Andrey Wengerowsky foi contratado como o novo manager do Arsenal Dzerzhinsk. Ele receberá 675 euros por semana. Com 34 anos de idade, Wengerowsky tinha sua primeira oportunidade de dirigir uma equipe de futebol. Arsenal Dzerzhinsk foi fundado em 2019. Está disputando a Piersaja Liha (Segunda Divisão da Bielorrússia) e ocupava a 8ª colocação quando Wengerowsky foi contratado. São 14 times na Piersaja Liha. Os dois primeiros sobem diretamente para a Vysejsaja Liha (Primeira Divisão da Bielorrússia) e os dois últimos colocados caem para a Druhaja Liha (Terceira Divisão da Bielorrússia). A equipe que terminar em terceiro lugar na Piersaja Liha disputará um playoff de promoção contra o 14º colocado da Vysejsaja Liha.



      Asenal Dzerzhinsk tem como cor principal o vermelho. A sua camisa II é preta. Sedia seus jogos no Estádio Gorodskoy, na cidade de Dzyarzhynsk. A capacidade do Estádio é de apenas 1.100 espectadores. As condições de treinos e as divisões de base do Arsenal Dzerzhinsk são precárias. O orçamento do clube é bem reduzido. O elenco é bastante reduzido. Só tem 15 jogadores. O capitão do Arsenal Dzerzhinsk é o volante Igor Voronkov. O sub-capitão é Pavel Kirilchik.


      Como eu mencionei anteriormente, Arsenal Dzerzhinsk está no meio da tabela da Piersaja Liha (Segunda Divisão da Bielorrússia) com 10 pontos ganhos em 8 jogos (3 vitórias, 1 empate e 4 derrotas). Está cinco pontos acima da zona de rebaixamento e sete pontos atrás da zona da promoção. Dmitriy Osipenko é o melhor jogador e artilheiro da equipe. A expectativa da direção do Arsenal Dzerzhinsk é que o clube não seja rebaixado. Na Kubak Bielarusi (Copa da Bielorrússia), Arsenal Dzerzhinsk passou fácil pela 1ª Fase, vencendo FC Mosty por 3 a 0. Na 2ª Fase, enfrentará a forte equipe do Dinamo Minsk, da Primeira Divisão, no dia 25 de junho de 2019. A expectativa da direção é que o clube alcance a 3ª Fase. Arsenal Dzerzhinsk vem de três derrotas na  Piersaja Liha, o que acabou ocasionando a demissão do antigo treinador.


      Começando os Trabalhos
      Após um reunião com a direção do Arsenal Dzerzhinsk, aceitei a visão proposta pelo clube, estabelecendo-se um plano de 5 anos. Os pontos principais é trabalhar de acordo com o orçamento (extremamente apertado), evitar o rebaixamento e chegar na 3ª Fase da Copa da Bielorrússia.


      A primeira reunião com elenco foi bem satisfatória e o grupo pareceu bem animado. No dia 4 de junho (terça-feira), foi agendado uma coletiva de imprensa, que só compareceu um jornalista. 

      O primeiro jogo do Arsenal Dzerzhinsk sob o comando de Andrey Wengerowsky foi no sábado (8/6/2019), no Estádio Tseltrany, no Sudeste da Bielurrússia, contra o Gomel (4º colocado) e o resultado não poderia ter sido mais especial. Arsenal Dzerzhinsk jogou muito bem e goleou o Gomel por 3 a 0, fora de casa. Armei a equipe para jogar no contra-ataque fluido no sistema 4-1-4-1 MD com extremos cautelosos.


      Com essa vitória na estréia, Arsenal Dzerzhinsk subiu uma posição na Piersaja Liha (Segunda Divisão da Bielorrússia). No mês de junho, o clube tem mais três compromissos pela Liga (dois em casa e um fora de casa). Também tem o importante jogo pela 3ª Fase Eliminatória da Kubak Bielarusi (Copa da Bielorrússia), em casa, contra o poderoso Dinamo Minsk.


      A história continua ao final do mês de junho...
       
      ÍNDICE
      Junho de 2019 - Classificação para as Oitavas de Final da Copa e sétimo lugar na Segunda Divisão
    • Ibarra
      By Ibarra
      Bom dia galera,
      Venho compartilhar com todos vocês a minha carreira na Portuguesa até ao momento.
      Minha Táctica Demolidora Meu Elenco Monstruoso Meus Resultados Top Minhas Transferências Oferecimento de um novo contrato  


























    • Ibarra
      By Ibarra
      Boa tarde Galera,
      Então, estou trazendo para a Comunidade do FManager Br um projeto novo para o FM20 chamado FManager Brasil Ultimate Update (by Ibarra). Sim, comprei o FM20 com 33% de desconto na promoção e vou seguir com este maravilhoso projeto e compartilhar junto com vocês.
      Lembrando que este projeto é totalmente da minha autoria e totalmente gratuito.
      Então vamos ao conteúdo do update:
      Brasileirão Séries A, B, C, D e Divisão Inferior totalmente atualizadas e regionalizadas; 8 Ligas Adicionais Jogáveis e compatíveis com as divisões do Brasil (são elas Arábia Saudita, Japão, Qatar, Emirados Árabes, Bolívia, Paraguai, Equador e Venezuela), o que deixa mais realista o modo de transferências de jogadores e nas partidas da Libertadores e Sul-americana; Transferências Nacionais e Internacionais 100% atualizadas no Brasil e em toda a parte do Mundo. Se o save estiver travando e demorar a prosseguir por favor não se assustem pois ou é do numero excessivo de jogadores jogáveis na carreira ou máximo de ligas tb selecionadas, mas n se assustem tá funcionando perfeitamente.
      O Update é compatível somente com a versão 20.4, e não funciona no FMTouch nem em FM Pirata.
       
      💾 Instalação // Extrair e instalar os 9 arquivos jogáveis na seguinte pasta:
      C:\Meus documentos\Sports Interactive\Football Manager 2020\Editor data

      ⬇️ Download // http://www.mediafire.com/file/t8kchm5v654ytvo/FM20_Brasil_Ultimate_Update_%28by_Ibarra%29.rar/file
       
      Bom divertimento!
×
×
  • Create New...