Jump to content
Sign in to follow this  
Peepe

Eu amo o Dinheiro! A história de um mercenário na América do Sul - Amor e Ódio ao Brasil. 28/04

Recommended Posts

Peepe

banner-sagae792e0c9f1caab80.png

O caminho para o novo destino!

A viagem para Ciudad del Este demorou pouco e tão logo cheguei no velho quarto na casa dos meus pais, comecei a busca inicial por um novo clube.

- Poxa, mãe, o vizinho trocou a senha do wi-fi de novo?

Problemas a parte, a busca foi bem satisfatória. Como era janeiro e as temporadas inferiores costumam iniciar a partir de março, a lista de clubes sem técnicos era gigantesca. Iam desde Santos e Fluminense no topo do continente, até 29 de Septiembre e Benjamín Aceval, das últimas divisões paraguaias. Foquei a busca por países que eu conheci pela carreira, ou seja, Venezuela, Equador, Paraguai e Bolívia, um dia para cada, e disparei e-mails com um textinho padrão:

Meu nome é Hernandéz Fernandéz, sou em ex-zagueiro de carreira consagrada e responsável pela evolução do Deportivo Humaitá na última temporada.

Peço uma oportunidade para conversar com a direção e demonstrar meu real interesse em participar do projeto desse grande clube até as glórias.

Aguardo contato por aqui ou pelo telefone xx xxxx-xxxx

Foi uma tentativa despretensiosa antes de entrar em contato com os trambiqueiros do país que tem abertura nos clubes de terceira divisão do Paraguai. Só que funcionou. Em poucos dias, a minha rotina se tornou acordar, abrir o Skype, ser entrevistado por algum presidente, fechar o Skype, aguardar a próxima entrevista e ir dormir. Ao todo, foram mais de 15 entrevistas diretas com clubes do Equador, Paraguai e Venezuela. Não foi muito difícil lidar porque as perguntas eram bem protocolares, comentavam sobre meus problemas de motivação aos atletas, as dificuldades financeiras do clube interessado e por que tinha tanto clube me querendo, o que causou certo constrangimento pois deixei claro que a quantidade de contatos feitos era problema exclusivamente meu. A procura pelo meu nome era tamanha que até jornalistas começaram a me ligar em busca de pistas sobre meu futuro e até cogitado a primeira divisão eu fui nesse tempo. Ok, era a primeira divisão do Suriname, o clube tinha treinador e o presidente rechaçou a possibilidade de me contratar. Mas fez bem pro meu ego ser notado tão longe de casa.

Em um dia qualquer nessa loucura, uma ligação com um prefixo estranho. Atendi:

- Olá, somos da Polícia de Lara. Gostaríamos de conversar com Hernandéz Fernandéz?

- PO-PO-POLICIA? - Eu gaguejei, assustado, comecei a disfarçar a voz – Ele infelizmente não está no momento. O que vocês desejam? Vão dizer que ele está envolvido com bingo de agiota novamente?

- Oi? Não! Nós somos do clube Polícia de Lara F.C, aqui da Venezuela, jogamos a divisão inferior e queremos conversar com ele sobre a possibilidade de assumir o clube, talvez marcar uma webconferência e discutir acordos.

Depois de recuperar a voz normal e de acalmar o coração, pude conversar tranquilo com o presidente. O Polícia de Lara foi um dos 10 clubes que me fizeram proposta oficialmente para assumir o cargo de treinador, mas estive longe de aceitar.

Foram 11 dias bem intensos na minha vida desde a primeira leva de propostas recebidas, com uma oferta bem generosa do Alianza Monay, de 3 mil reais por semana, até a confirmação do meu novo clube. Isso porque, claro, eu pedi um tempo ao presidente para refletir se estaria disposto a mudar para Venezuela.

- Nandéz, todos conhecem seu passado como jogador, a Venezuela não é o problema. Por que não é honesto comigo?

- Bom, criei laços com o Paraguai nesse período após o fim da carreira de jogador. Preciso pensar na minha vida pessoal mas em uma semana nós conversaremos.

Claro que era mentira. Passei aquela semana fazendo mais entrevistas e recebendo mais propostas, só que nenhuma se igualava ao oferecido pelo Alianza Monay. Eu já estava abrindo os sites de passagem durante a madrugada, esperando promoções para a Venezuela.

As coisas mudaram, em partes, quando recebi mais uma ligação de um número desconhecido, com um prefixo diferente:

- Olá, Hernandéz Fernandéz? Aqui quem fala é Lombardi, secretário das Loterías de Táchira. Podemos conversar?

Loterías, conversas particulares, me chamando pelo nome. EU ESTAVA RICO! Ganhei na Loto! Com lágrimas nos olhos, voz embargada, eu respondi:

- O que desejam? É ele aqui, eu tenho o bilhete!

- Nós somos do Lotería del Táchira Futból Club, equipe da Divisão Inferior da Venezuela, e acreditamos tanto no seu perfil que nem pretendemos fazer uma entrevista formal, até para poupar tempo. Você tem interesse em trabalhar no nosso clube?

O sonho do milionário morreu.

Ou foi meramente adiado. Porque o Lotería del Táchira, clube fundado pelas lotéricas venezuelanas, ofereceu 3,2 mil reais semanais pelo meu trabalho. A melhor proposta que eu tinha nas mãos até aquele momento. Pedi aquela semana básica para pensar, mas a verdade é que eu estava tentado pelo dinheiro do clube: foi o único nesses 10 dias que ofereceu orçamento para transferências, o que é um bom sinal financeiro, e o clube é de uma loteria, ou seja, pode tirar dinheiro dos sorteios para me dar aumento! Fora que ninguém igualou a proposta, nem o Alianza Monay, cujo presidente me xingou muito ao final daquela semana de espera. Dessa forma, em 18 de janeiro, Hernandéz Fernandéz põe fim em toda a especulação e se torna treinador do Lotería del Táchira FC.

O Novo Contrato de Mr. Nandéz

apresentacao-loteriase9b10bfa0230ea19.pn

Em spoiler todas as propostas que recebi, com a informação salarial, o país e divisão (para facilitar coloquei contextualizada qual nível de escalão era, sem o nome exato do torneio).

Spoiler
  1. Alianza Monay – Venezuela – 3ª Divisão - 3 mil por semana de salários
  2. Panamá S.C – Equador – 3ª Divisão - 2,4 mil por semana de salários
  3. Polícia de Lara – Venezuela – 3ª Divisão - 2,5 mil por semana de salários
  4. Lanceros de Zamora – Venezuela – 3ª Divisão - 2 mil por semana de salários
  5. Politáchira – Venezuela – 3ª Divisão - 2,6 mil por semana de salários
  6. Real Bolívar – Venezuela – 3ª Divisão - 1,7 mil por semana de salários
  7. Loterías del Táchira – Venezuela – 3ª divisão - 3,2 mil por semana de salários
  8. Gobernador Rivera – Paraguai – 3ª Divisão - 2,8 mil por semana de salários
  9. Horqueteña – Paraguai – 3ª Divisão - 1,1 mil por semana de salários
  10. CEFFCA – Paraguai – 3ª Divisão - 2,8 mil por semana de salários

banner-loteria182327b3ebff5691.png

Novo Clube

Já alocado em uma modesta casa na cidade de San Cristóbal, recebo uma carta com selo postal do Paraguai. “Os bancos me acharam até fora do país” pensei na hora, mas na verdade era uma notícia do Correo de Mariano enrolada e um bilhete escrito a mão:

Se cuida! A imprensa aqui está desconfiada…

Abraços,

Raúl Saucedo”

 

E segue a notícia:

Chega ao fim o suspense: Hernandéz vai para Venezuela.

Demorou pouco menos de 1 mês e Hernandéz Fernandéz, personagem dessa cidade nos últimos 5 meses, definiu seu novo clube e seu novo lugar: o Lotería del Táchira adiantou-se a tantos outros interessados e anunciou Nandéz na tarde desta terça.

O clube lotero, famoso pelos investimentos na base que faz desde sua fundação em 2002, tem um passado bem obscuro, mas nada que preocupe a nova direção:

- O que vocês chamam de obscuro nada mais é que uma parceria que não deu certo. O clube retomou seu projeto e nós vamos conquistar hoje o que ficou faltando na última temporada. A chegada do Hernandéz é futebolística e peço que se atentem a isso – foram essas as palavras do presidente Óscar Romero na coletiva de apresentação.

Para entender essa confusão é preciso lembrar que o Lotería adentrou no futebol profissional apenas em 2009, 7 anos depois de sua fundação. As conquistas foram imediatas alimentadas pelo dinheiro da instituição que monopoliza os jogos de sorte no estado de Táchira, e que vinha tendo relações próximas com o governo Chavista. Entretanto, em 2014, sem muita explicação, o departamento profissional foi fechado e os jogadores mais velhos incorporados ao Deportivo Táchira, grande clube da região. Com ainda menos explicação, ocorreu o retorno dos Loteros em 2018, sendo afiliados novamente a Divisão Inferior, equivalente a terceirona venezuelana, onde ainda estão.

E o momento é de bastante otimismo: com um dos melhores orçamentos da divisão, o clube quase foi a fase final em 2019, tendo feito excelente campanha mas eliminado por 2 pontos em seu grupo. No que depender de Nandéz, o quase não voltará a dar as caras:

- Estou chegando bem otimista, sei que o elenco vai recomeçar do zero mas o Lotería tem potencial para ser grande e a direção parece entender os caminhos para o sucesso. Não tenho a menor dúvida que essa será uma grande temporada para nós.

A estreia de Nandéz, e do Lotería no campeonato local está marcada para dia 27/02. Até lá, o treinador terá trabalho para a reconstrução de um elenco que hoje conta apenas com 3 jogadores.

 

Nota Histórica em Spoiler, explicando o que existe de fato sobre o clube:

Spoiler

Como dito acima, o Lotería del Táchira é um clube criado pela empresa responsável pelo jogo lotérico no estado de Táchira, na Venezuela, que carrega o mesmo nome do clube. Essa empresa também atua na assistência social. Eu não encontrei nada sobre relação com o poder público venezuelano, mas o sistema de licitações e concursos públicos me fizeram suspeitar que existe alguma coisa. Pelo sim e pelo não, adotei a ideia que o clube é ligado ao Estado, ainda que por relações ocultas.

A criação do clube acontece em 2002 e é toda voltada para as divisões de base, tanto que a primeira vez que atua profissionalmente é de fato em 2009 onde alcança sucesso imediato: em 2010 conquista o acesso da terceira para a segunda divisão venezuelana, onde faz campanhas de quase acesso ou de meio de tabela. O sucesso e a estabilidade do clube faz com que o projeto cresça ao ponto do clube se unir, ou melhor, ser integrado, ao grande time do estado: Deportivo Táchira. A partir da temporada de 2015, o Lotería não existe mais profissionalmente e desde 2017 eu não encontrei mais vestígios de como andam suas divisões de base, apesar de encontrar anúncios de peneira um pouco mais recentes.

Antes de mais nada, é importante também esclarecer como funciona a terceira divisão venezuelana. O sistema é um pouco confuso, bem mais que os pontos corridos paraguaio. A División Inferior funciona em 9 grupos de 5 times cada, ou seja, são 45 times disputando. Dentro desses grupos, os clubes se enfrentam 4 vezes entre si e apenas o de melhor campanha avança para a próxima fase.

Portanto, são 9 times classificados. Os 3 de melhor pontuação vão direto para a final, enquanto os outros 6 se enfrentam em mata-mata numa fase conhecida como semifinal. O sorteio coloca 2 para se enfrentarem, quem vencer avança. O acesso é resolvido na final quando um dos “piores” classificados enfrenta um dos “melhores”, em 2 jogos e o vencedor sobe. Basicamente, não existe título na División Inferior Venezolana.

Esse é o nosso grupo no torneio. Times desconhecidos para todos nós mas busquei informações e os 4 tiveram campanhas fracas na última temporada: Atlético Los Andes e Lanceros de Zamora chegaram a 3ª colocação, mas bem longe dos 47 pontos feitos pelo Lotería, que lhe rendeu o segundo lugar com campanha superior a outros primeiros. No grupo, portanto, são times que não almejaram disputar os playoffs na última temporada. Pelo menos pela primeira impressão, temos o dever de chegar ao mata-mata.

grupo-na-terceirab823f78e1fce1e4d.png

Como a única coisa que eu vi ao aceitar o convite foi a questão financeira, eu não me dei conta que o valor disponibilizado para transferências teria de ser revertido para salários, já que o elenco inteiro debandou ao final de 2020. Só nos restavam 3 jogadores assalariados para essa temporada e menos de 1 mês para a contratação. Eu corri logo atrás disso e o único sobrevivente da comissão técnica era um olheiro, Santiago Lugo, o que facilitou as coisas pois ele tinha alguns nomes interessantes na sua prancheta. Dessa vez foi mais fácil. Muito mais fácil. Uma que com tempo para planejar, sem o desespero de jogar sábado já, eu pude respirar e desenvolver ideias. Outra que o Lotería tem boa reputação e os jogadores, em sua maioria, aceitavam vir, da mesma forma que os clubes venezuelanos estavam mais bem dispostos a emprestar.

O ápice disso é que, logo em minha chegada, eu pedi a direção um clube-mãe e a resposta foi bem positiva: depois de quase 1 mês, Zamora e Deportivo Lara demonstraram interesse. Apesar do Lara ter um passado recente mais forte, Zamora ofereceu um dinheiro para isso e achei a proposta mais aceitável. Confira os detalhes do negócio.

Ao todo, fomos atrás de 15 jogadores e completamos o elenco com 18. Eu sei, é muito pouco e as lesões podem cobrar o futuro mas como aqui não existe o conceito de jogar por amor, foi o que deu pra encaixar nas nossas finanças. Como principal e primeiro reforço, Carlos Alberto Díaz, o 7º artilheiro da 4ª divisão paraguaia, o grande nome da primeira temporada dessa história, o meu artilheiro dos gols perdidos. É claro que ele continuou a perder gols nos treinos e não demorou muito para uns curiosos na arquibancada começarem a gritar “Esse cara não sabe nem chutar lata!”, “Contrata um atacante de verdade, pelo amor de Deus” “Chegou agora e já tá trazendo atacante apadrinhado, só pode ser”. De fato, talvez tenha sido precipitado dar o maior salário do elenco a ele, como os adeptos reclamavam, mas eu confio na capacidade dele.

Os demais destaques ficam por conta de Heiderber Ramirez, Maiker Rivas e Jaisam Korbaj. Dá pra perceber que o elenco não é o melhor do mundo mas o suficiente para ser competitivo, e a falta de pontas acabou compensada pelo nosso esquema: um 41212 baseado em posse de bola e jogo paciente.

Apresentação do Clube | Demais Informações | Visão do Clube | Estrutura de treino e jogo  | ElencoTática de JogoFinanças

 

Enfim, os jogos!

calendario4a956205078ab9b8.png

3-0 Shanntonella | 4-1 Atlético Los Andes | 2-1 Lanceros de Zamora | 1-0 Politáchira

Bom, e indo ao que finalmente importa. Como jogamos? Os resultados falam por si só. 6 vitórias categóricas e justas, algo que a minha carreira nunca tinha visto.

As 2 primeiras foram amistosas, após formar o elenco entendi que eram boas oportunidades para aprimorar a parte física dos jogadores. O Politáchira é o time vizinho, está sempre disposto a nos receber e como faz parte do nosso grupo na División Inferior, foi uma escolha óbvia; e o Atlético El Vigia é um time de segunda divisão e eu escolhi justamente para nos testar a um nível acima. Funcionou ainda melhor do que eu esperava e as partidas nos deram um grande ânimo para os jogos valendo.

Quando eu fiz o prognóstico de favoritismo, não esperava que essa posição se configuraria de forma tão clara: os 3 primeiros jogos foram vitórias soberbas diante de adversários com propostas distintas. Destaco o jogo contra o Atlético Los Andes, supostamente o segundo time do grupo, que adotou um 4222 bem recuado, a espera da nossa iniciativa, e foi amassado, obrigando o próprio goleiro a ser um dos melhores em campo mesmo sofrendo 4 gols.

As preocupações ficam por conta das oportunidades cedidas ao adversário por conta da nossa pressão mais alta e a linha de defesa avançada, e novamente o PoliTáchira: por mais que sejam o pior do nosso grupo até aqui, o sistema de 451 inviabilizou nosso jogo e a vitória veio num lampejo fenomenal de Craque Alberto Díaz. Eles parecem ter encontrado nosso verdadeiro ponto fraco, nossa vitória veio em um golpe de sorte, e é um indicativo do que pode nos gerar problemas.

classificacao-grupo9ad39d721fc79242.png

Com a classificação como está, fica claro que somos o melhor time do grupo e eu já trabalho com a hipótese de ter uma das 3 melhores campanhas, avançando diretamente para a final. Humildade? Eu tinha quando precisava! Pelo menos por enquanto, somos os únicos invictos, mas tem muita água pra rolar em baixo dessa ponte.

 

E os reservas? As divisões de base?

Elas não existem no Lotería Del Táchira. Na verdade, eles mal existem no país. Dado a pesada crise política e econômica que a Venezuela vive nos últimos tempos, os clubes de futebol cortaram gastos e os torneios de reservas e de base foram extintos. Somente os maiores clubes, como o Zamora, mantém seu time de base normalmente mas sobrevivem de amistosos, sem nenhuma competição oficial.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Valismaalane

Caramba, passando o caminhao na Venezuela. Acho que a classificação vem. Todos os times conseguem ser ruins, mas o seu, com as contratações que fez esta nivel da segundona venezuelana. nao vejo porque nao subir. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

A parede já é claramente um dos grandes personagens ficcionais dos últimos tempos aqui na área hahahah

Mas que diferença de vida ein? Parece que receber animou o técnico, tão logo recebeu um salário, o seu time passou a vencer, e com propriedade. Agora é ver se consegue a classificação para a segundona.

Eu sempre fico surpreso com a criatividade para times pelo mundo afora, agora é time de loteria... ahahahah

Boa sorte pra sequência!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Fala Pepe. Excelente escolha pra fazer o save, as ligas sul-americanas são realmente muito emocionantes, principalmente as inferiores. A maneira como você está abordando está excelente, realmente SENSACIONAL como você conta as histórias, impossível não criá-las na mente hahah. Concordo com Márcio, a alusão com a parede é boa demais. Saiu da Polícia pra ir pra Loteria, muito bom hahah.

Começou aos trancos e barrancos no Humaitá, mas com o tempo foi melhorando e acabou por quebrar recordes, meus parabéns. Agora na Venezuela o desafio é outro, acho que tem potencial para brigar por vaga na divisão superior. Acho que o artilheiro Carlos Alberto Díaz merece uma chance na Venezuela, em? Afinal de contas ele te rendeu algumas long necks de cerveja no Paraguai hahah. 

Boa sorte no futuro do save! Estarei, com certeza, acompanhando. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

"Que a sorte esteja ao nosso lado", genial kkkkk

Com essa crise na Venezuela, a sorte tem que estar ao lado de vocês mesmo. O começo do trabalho foi muito bom, espero que o clube se mantenha firme em busca do acesso. Boa sorte, xará!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Gostei muito do seu save. Ficção bem bolada, bem escrita,  e engraçada. A arte dos trocadilhos vc usa bem sem parecer vulgar kkk.
Agora que fundo do poço o futebol venezuelano, a cara do país mesmo, e em terra de cego quem tem um olho e tem sorte vai longe. Sorte aí!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe
22 horas atrás, Valismaalane disse:

Caramba, passando o caminhao na Venezuela. Acho que a classificação vem. Todos os times conseguem ser ruins, mas o seu, com as contratações que fez esta nivel da segundona venezuelana. nao vejo porque nao subir. Boa sorte!

Muito obrigado por acompanhar! 

Felizmente consegui nivelar o time com a competição, acho até que um nível acima. Só que o torneio é bem grande, então tem times terríveis e outros do meu nível. Tenho que seguir dando sorte no sorteio.

 

17 horas atrás, marciof89 disse:

A parede já é claramente um dos grandes personagens ficcionais dos últimos tempos aqui na área hahahah

Mas que diferença de vida ein? Parece que receber animou o técnico, tão logo recebeu um salário, o seu time passou a vencer, e com propriedade. Agora é ver se consegue a classificação para a segundona.

Eu sempre fico surpreso com a criatividade para times pelo mundo afora, agora é time de loteria... ahahahah

Boa sorte pra sequência!

Olha, eu fico muito feliz com essa repercussão positiva. Muito obrigado mesmo, e também por acompanhar.

O que faltava na vida do Hernandéz eram motivaçõe$$, ela veio e o time correspondeu. Treinador adepto da ideologia do Vampeta: eles fingem que pagam, eu finjo que treino. E em relação aos times, a Venezuela é bem curiosa, tem alguns times de polícia, outro de lanceiros, o nosso de loteria. É uma lógica parecida com as diversas Universidads que tem pelo continente, só que nesse caso sem muito sucesso.

 

10 horas atrás, ElPeroMG disse:

Fala Pepe. Excelente escolha pra fazer o save, as ligas sul-americanas são realmente muito emocionantes, principalmente as inferiores. A maneira como você está abordando está excelente, realmente SENSACIONAL como você conta as histórias, impossível não criá-las na mente hahah. Concordo com Márcio, a alusão com a parede é boa demais. Saiu da Polícia pra ir pra Loteria, muito bom hahah.

Começou aos trancos e barrancos no Humaitá, mas com o tempo foi melhorando e acabou por quebrar recordes, meus parabéns. Agora na Venezuela o desafio é outro, acho que tem potencial para brigar por vaga na divisão superior. Acho que o artilheiro Carlos Alberto Díaz merece uma chance na Venezuela, em? Afinal de contas ele te rendeu algumas long necks de cerveja no Paraguai hahah. 

Boa sorte no futuro do save! Estarei, com certeza, acompanhando. 

Muito obrigado, cara, pelos elogios e por acompanhar!

O Craque Alberto Díaz já virou meu favorito, apesar dele ainda não me valorizar no jogo. Ele continua com atributos pobres mas a persistência faz com que se destaque, ainda bem que veio tentar a sorte na Lotería. Também estou confiante mas com certo receio do mata-mata, o grupo oferece pouco teste em nível melhor.

 

9 horas atrás, PedroJr14 disse:

"Que a sorte esteja ao nosso lado", genial kkkkk

Com essa crise na Venezuela, a sorte tem que estar ao lado de vocês mesmo. O começo do trabalho foi muito bom, espero que o clube se mantenha firme em busca do acesso. Boa sorte, xará!

Muito obrigado, Pedro! 

A crise na Venezuela é bem perceptível nos detalhes do jogo, os clubes sempre com orçamento apertado, os venezuelanos tem uma média salarial bem baixa e a extinção dos torneios de base me deixaram com uma pulga atrás da orelha pra pensar, inclusive, como funcionaria uma carreira por lá. Mas é só uma ideia aleatória, vamos rumo ao acesso, se a sorte nos ajudar.

 

4 horas atrás, Jirimias disse:

Gostei muito do seu save. Ficção bem bolada, bem escrita,  e engraçada. A arte dos trocadilhos vc usa bem sem parecer vulgar kkk.
Agora que fundo do poço o futebol venezuelano, a cara do país mesmo, e em terra de cego quem tem um olho e tem sorte vai longe. Sorte aí!

Muito obrigado por acompanhar e pela sorte, Jirimias!

Tenho tentado fazer uma ficção mais leve, sem desenvolver muuuuito uma história, só abordando o jogo de uma forma diferente. Fico feliz demais pela recepção e pelos elogios. Quanto ao nível do Venezuelano, só de ser melhor que a 4ª divisão paraguaia já é um bom alento, eu diria até que esse 1 olho de Rei tem lá seus problemas de vistas, mas já serve pra ganhar destaque.

Share this post


Link to post
Share on other sites
#Vini

Saiu bem da pasmaceira no Paraguai e terminou o campeonato de uma forma digna, considerando o início tenebroso. Agora vai para um país com um cenário mais complicado, ainda que o time seja melhor e já dê mostras em campo. 

Acho que pega essa vaga direta, mas é bom que consiga encontrar um antídoto para esse ponto fraco que você mencionou. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

A, o time da Policia, era tudo na vida de Nandez, mas nao ia dar certo. Iam acabr enquadrando o sujeito em algum artigo, ou cada vez que ele ouvisse  a sirene ia achar que era para ele. Ia acabar enfartando!

Mas ai tocou o Monay certo por uma loteria... tudo bem que o prêmio pode ser maior né? E depois de ligações com agiotas vamos acabar com bicheiros e afins!

Mas que mudança... de pé rapado para mais de 10 mil líquidos mensais, e especialmente 100% de aproveitamento!!!??

Mas a Venezuela, ah que tristeza..

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Eu aqui pensando que tu foi para um Equador, Peru ou mesmo um Uruguai, e você vai para a Venezuela? Assim não vai ganhar dinheiro nenhum.Kkkkkkkk.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Corto Maltese
Em 06/05/2020 em 19:45, Peepe disse:

- PO-PO-POLICIA? - Eu gaguejei, assustado, comecei a disfarçar a voz – Ele infelizmente não está no momento. O que vocês desejam? Vão dizer que ele está envolvido com bingo de agiota novamente?

Eu ri muito! Sua história é hilária! Parabéns pelo enredo e tb por nos permitir viajar nos rincões das divisões inferiores da América do Sul. Boa continuação e continue a se divertir e anos divertir!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe
Em 07/05/2020 em 22:29, vinny_dp (17x1) disse:

Saiu bem da pasmaceira no Paraguai e terminou o campeonato de uma forma digna, considerando o início tenebroso. Agora vai para um país com um cenário mais complicado, ainda que o time seja melhor e já dê mostras em campo. 

Acho que pega essa vaga direta, mas é bom que consiga encontrar um antídoto para esse ponto fraco que você mencionou. 

 

Muito obrigado por acompanhar, Vinny!

De fato, o Paraguai foi uma experiência pra formar caráter e sobreviver lá foi bom. Agora na Venezuela é aquela história: quem tem um olho é rei. Por mais difícil que seja a situação do país, ter um mínimo já nos coloca numa posição de vantagem.

 

Em 07/05/2020 em 23:15, Andreh68 disse:

A, o time da Policia, era tudo na vida de Nandez, mas nao ia dar certo. Iam acabr enquadrando o sujeito em algum artigo, ou cada vez que ele ouvisse  a sirene ia achar que era para ele. Ia acabar enfartando!

Mas ai tocou o Monay certo por uma loteria... tudo bem que o prêmio pode ser maior né? E depois de ligações com agiotas vamos acabar com bicheiros e afins!

Mas que mudança... de pé rapado para mais de 10 mil líquidos mensais, e especialmente 100% de aproveitamento!!!??

Mas a Venezuela, ah que tristeza..

HAHAHAHAHA valeu, André! Entrar no time da polícia ia ser como filme de Hollywood estando infiltrado na casa do inimigo, mas não vou cuspir pra cima porque esse save tá tão atípico que nunca sabemos o dia de amanhã.

E confesso que também fiquei surpreso com a oferta salarial, achei que o começo seria mais humilde mas fazer o que se loteria dá dinheiro e eles precisam investir.

 

19 horas atrás, LC disse:

Eu aqui pensando que tu foi para um Equador, Peru ou mesmo um Uruguai, e você vai para a Venezuela? Assim não vai ganhar dinheiro nenhum.Kkkkkkkk.

Muito obrigado por acompanhar, LC! Esses países do continente ainda não conhecem a mágica de Mr Nandéz, tanto que fui o queridinho da Venezuela, recebi várias propostas, mas só uma do Equador. Por enquanto, é aqui que tem dinheiro e é aqui que eu vou continuar.

 

18 horas atrás, Corto Maltese disse:

Eu ri muito! Sua história é hilária! Parabéns pelo enredo e tb por nos permitir viajar nos rincões das divisões inferiores da América do Sul. Boa continuação e continue a se divertir e anos divertir!

Muito obrigado pelos elogios e por acompanhar, Corto. A intenção maior é conseguir passar um pouco do quanto eu me divirto jogando e maquinando ideias, fico feliz com a boa aceitação que a história vem tendo.

Pode ficar tranquilo que a história só acaba quando Nandéz tiver um dinheiro razoável embaixo do colchão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

banner-loteria182327b3ebff5691.png

Um olho no campo, outro na fama!

Solta a vinheta..

Bem vindos, queridos amigos, a mais um sorteio de Kiiiiiiino…

Ops, início errado. Me desculpem. Estou treinando para fazer um extra nas horas vagas como apresentador dos sorteios da Lotería del Táchira, mas isso é assunto para outro momento e essa conquista é apenas trivial diante do que realmente quero: o acesso!

Para entender melhor a temporada, dividirei nosso calendário em turnos, com alguns causos curiosos no meio respeitando a ordem cronológica. Já avancei por toda a Primeira Fase. Lembrando que enfrentamos os outros 4 times do grupo por 4 vezes, então cada 4 jogos configura 1 turno, e o 1º turno ficou no último capítulo.

Spoiler

Caso não tenha ficado claro, KinoTáchira é o nome do principal sorteio das Loterías del Táchira ao mesmo tempo que também é o nome do boneco que a gente vê no vídeo. Mais ou menos como se a mega sena se chamasse Poupançudos.

 

2º Turno

2-turno122df33a474627f1.png

8-1 Atlético Los Andes | 2-2 Lanceros de Zamora

O ótimo início nos deixou arrogantes, eu preciso admitir. A sensação é de que venceríamos todas sem fazer nenhum tipo de esforço e isso começou a cobrar: a partida contra o Shanntonella F.C foi um verdadeiro massacre, 30 finalizações para nós e nenhuma deles. Só que sem gol, sem festa. Foi assim até quase 40 do segundo tempo quando Craque Alberto Díaz caiu de vez nas graças da torcida, ao fazer o gol da vitória.

Aquilo me chamou atenção, no vestiário eu pedi atenção e teve efeito imediato: o 8x1 contra o Atlético Los Andes foi nosso maior momento na temporada, um jogo impecável contra um adversário que, mais uma vez, optou por um estilo de jogo que nos favorecia. Jaisam Korbaj começava a despontar como o craque marcando 4 gols.

Ao voltarmos para San Cristóbal, o presidente Óscar Romero enlouqueceu:

- Você viu? Você viu? Que coisa mais linda! Foram OITO gols, Nandéz, OITO! A maior vitória da nossa história!

Eu tentei mas não pude responder, ele já emendou:

- Eu estou tão empolgado que para nosso próximo jogo está marcado “O Dia da LoTorcida”. A partir de amanhã, até a data do jogo, sortearemos como bônus de KinoTáchira um ingresso para o jogo contra o Lanceros. Também farei um sorteio no centro do gramado para incentivar mais gente a ver esse time maravilhoso!!

Foi então que minha vida artística começou. Parte da campanha consistia na aparição de jogadores e o treinador nos comerciais, incentivando pessoas a comprar o bilhete que valia ingresso. Modéstia a parte, o meu comercial ficou o melhor e foram os melhores 7 segundos que a TV venezuelana já viu. Eu deslumbrei de tal forma que fiz questão de eu mesmo sortear o bilhete no dia do jogo. O prêmio era uma bicicleta novinha. Com isso, pouco antes da bola rolar, eu entrei no gramado sob muitos aplausos e, ao lado do boneco de Kino Táchira, girei aquele globo, tirei o número e gritei “00325”. Todas as nossas atenções voltadas em procurar o ganhador na arquibancada central.

Um silêncio estranho, todos conferindo seus números.

De repente, escuta-se um grito atrás de nós, na arquibancada dos visitantes. Um dos quatro torcedores do Lanceros de Zamora no estádio tinha o número sorteado e saiu vitorioso. Olhei inconformado para o Óscar, ele cabisbaixo me disse:

- Poxa, ele pagou o ingresso, é justo que ganhe. - E entendendo minha frustração – Vai lá falar com os jogadores, deixa que eu entrego o prêmio.

Aquilo era um presságio para o jogo mais frustrante da temporada. Com 12 minutos, abríamos o placar e o Lanceros já tinha 1 a menos, expulsão ocorrida após agressão no meio campo. Cenário perfeito para vencer tranquilo e encher os olhos dos novos torcedores na arquibancada, ou, fazer vergonha e decepcionar o novo torcedor. Escolhemos a segunda opção. Lanceros de Zamora viraram o jogo com 2 gols de Ignacio Paredes, o segundo em um pênalti infantil, e mesmo tendo empatado na primeira etapa, não conseguimos a virada. O que o vestiário ouviu de ofensas naquele dia não foi pouca coisa.

Fechamos o turno com uma tranquila vitória sobre nossa pedra no sapato, PoliTáchira. Foi o jogo que menos criamos novamente, mas a eficácia diante do goleiro fez a diferença e o 3x0 foi o placar final.

 

Aquisição? Será?

A febre dos sorteios passou a contagiar também os torcedores. Já no dia da Lotorcida, os bilhetes de KinoTáchira começaram a ser vendidos no bar do clube em dias de jogo. Acontece que um grupo de torcedores organizou um bolão e ganhou o prêmio máximo da loteria! Com o valor fixado em dólares, eles estavam milionários. Na mensagem de agradecimento e amor ao Loterías, os torcedores demonstraram gratidão e interesse em comprar o clube, como forma de retribuir a sorte que tiveram, rumores começaram a rondar o clube. Não sei até que ponto aquilo era sério ou só papo de novos ricos embriagados, mas o nosso presidente, Óscar Romero, não ficou nada feliz com o assunto e logo procurou a imprensa para dizer "o clube não está a venda, isso não passa de FakeNews!". Ele até tentou impedir os bilhetes de serem vendidos no clube, mas as ordens superiores, vulgo direção da empresa, não permitiu.

 

3º Turno

3-turnod77d3eecd21a1377.png

Nossa eterna luta era contra a desconcentração combinada com a secada básica nos adversários dos outros grupos. Não preciso dizer que logo de cara veio o vacilo: no primeiro jogo contra o Shanntonella, mais uma vez nosso ataque não concluiu em gol as chances que tivemos e o resultado final foi 1x1. Com dois pontos perdidos pelo caminho, voltamos duas casas e ligamos a velocidade máxima do secador. O fato de empatar dois jogos e estar fora do grupo de três melhores só ilustra como é curiosa a terceirona venezuelana: enquanto muito time é péssimo, existem os que se sobressaem e sobram no torneio. Desde o começo eu dizia que tudo começava nos playoffs, e cada vez mais isso se mostrava certo.

Com o time envolvido em amistosos (detalhados mais a frente) por conta da estranha calendarização da competição, que espreme um turno em um mês e espalha os outros três em 7 meses, nós vencemos tranquilos o Atlético Los Andes e os Lanceros de Zamora, com os meio campistas dando folga aos atacantes na hora de marcar: Díaz e Ramírez passaram em branco em todas essas ocasiões, o que me preocupava.

Ao voltar de Ureña e começar os nossos treinos para o último jogo do turno, percebo movimentação de imprensa fora do normal. No início achei que era coincidência, mas quando eu vi a sala de coletiva, que mal tinha sido aberta desde que eu cheguei, com movimentação, gente limpando e tudo mais, eu desconfiei. Mais ainda quando descobri que a coletiva era pra mim. E, Deus, como é chato ouvir jornalista perguntar sobre treinador de time que eu nem conheço:

- Se ele fosse bom, teria os resultados e nós não estaríamos aqui perguntando isso. O futebol é cruel como a vida, enquanto uns choram as dores, outros as usam como força motivacional. Eu só posso lamentar pelo colega e desejar sorte.

Apesar de muito impaciente com algumas perguntas, é claro que eu improvisei frases filosóficas para despertar a curiosidade jornalística sobre mim, eu gostei dessa coisa de televisão e quis proporcionar um show na coletiva. O auge, sem dúvidas, foi quando me perguntaram do esquema tático e eu demonstrei numa prancheta, ali ao vivo, quais eram as minhas transformações revolucionárias. Infelizmente, pelo tempo, nem mesmo a emissora local reproduziu a coletiva completa. Mas vendo o copo meio cheio, o que eram 7 segundos no comercial das Loterías, se tornaram 11 segundos em 2 respostas na matéria do pré-jogo do título.

Pois é, foram essas as palavras usadas pelo Jornal da Noite ao encerrar a matéria. Título? Como assim? Eu não consegui dormir, pensando nessa palavrinha mágica. Tentei abrir a internet mas é quase impossível encontrar alguma coisa sobre regulamento da terceira divisão venezuelana, mais ainda quando seus hábitos noturnos não existem mais: dormi sobre o computador e acordei as 6h, com uma dor insuportável na coluna.

No dia seguinte, ao me encaminhar para o Pepino Acosta, vi um movimento acima do normal ao redor do estádio, tudo parecia festa, e eu ainda completamente perdido. Até aparecer o presidente, com uma champanhe na mão. Ele me chamou, pegou algo no bolso e me deu:

- É HOJE, NANDÉZ! É HOJE! Toma aqui a prévia do dia de amanhã.

Um talão dourado de loteria que dizia “Lotería Campeón!”. Foi isso que ele me deu, e eu continuava sem entender nada:

- Tá, mas por que? Como assim?

- Ó Nandéz, mas você é burro hein? A División Inferior Venezolana não é bagunça, claro que tem campeão, 9 campeões na verdade. Todo grupo é um campeonato a parte, quem termina líder se declara Campeão da División Inferior e ganha um troféuzinho pra celebrar e guardar de recordação. Se a gente vencer hoje, o título é nosso.

- O campeonato tem 6 times na semifinal, 3 finais e 9 campeões. Mas eu que sou burro de não entender esse regulamento? Agora sim está claro...

De repente tudo fez sentido: a coletiva, o estádio mais cheio que o normal, o ânimo exaltado dos atletas e até mesmo o lamento do Figuera quando se machucou naquela semana. Era esse agora o jogo do título. Eu finalmente me dei por mim e disse>

- Pior de tudo: você só avisa agora? Meu Deus, se eu soubesse tinha lustrado a careca antes de vir pra sair bonito na foto.

Apesar da notícia inesperada, usei isso no vestiário e pilhei os caras como nunca antes eu tinha feito, praticamente todo mundo saiu motivado e eu, ao pisar no gramado, senti: era hoje!

5x1-politachiradc23f48d90317a66.png

E foi! Não há nem o que comentar sobre a partida: Craque Alberto Díaz, ou, como alguns mais exaltados estão dizendo, Carlos Alberto Díos, começou endiabrado marcando dois gols de cabeça e completou seu hat trick aos 20’ quando eu ordenei que ele cobrasse o pênalti, sofrido por ele mesmo. Ao marcar ele veio me abraçar e soltou no meu ouvido “Hoje, eu que pago a cerveja”. A ansiedade já respondia sozinha pelo meu corpo. Talvez por isso no intervalo eu não tenha conseguido trazer o time para a realidade e a gente simplesmente não jogou mais. E nem precisou, o 5x1 construído no primeiro tempo com o hat trick de Díaz e os gols de Angarita e Janggen foi mais que suficiente para levantarmos a simbólica taça e eu, Hernandéz Fernandéz, comemorar meu primeiro título na carreira de treinador.

campeona26fd7d26179acd8.png

Um momento como esse mereceu uma senhora festa de comemoração. Aproveitamos os fundos da arquibancada do Pepino Acosta pra ajeitar um som, um isopor com cervejas, churrasco suficiente para alimentar muita gente e o presidente convidou todas as meninas que participam dos sorteios de loteria na TV para “motivar” nossos jogadores. Para o nosso azar, deu tempo do nosso adversário se vingar: as 22:02, 2 minutos após o previsto na lei do silêncio, uma viatura encosta no portão do estádio e ordena que todo o movimento se encerre, ameaçando me prender por corrupção de menores (eu avisei pro presidente que ia dar merda colocar os mais novos pra apostar o salário em poker). Quando questionado, o capitão Farías da polícia olha para nós e retruca:

- PoliTáchira, o derrotado de hoje, significa Polícia de Táchira. Considere isso um troco dos 5x1. Agora recolhe tudo, mas pode deixar a picanha no fogo que eu recolho. - ele aumentou consideravelmente o tom de voz na sequência - Não gostou? Vai reclamar? Eu adoraria levar alguém preso hoje.

Diante de tamanha capacidade argumentativa, recolhemos nossa insignificância mas também a picanha. Sempre bom garantir o almoço do dia seguinte.

 

Janela de Transferências

A vantagem de jogos tão espaçados é que eu não precisava me preocupar muito com lesões: mesmo quando elas aconteciam, o tempo de recuperação era suficiente. Dessa forma, me preocupei pouco com a contratação de novos jogadores para não inchar o elenco e não havia espaço no bom time titular que desenvolvemos.

Foram apenas dois reforços que chegaram: o meia William Lugo, que veio para compôr elenco e garantir uma estabilidade caso algum dos meias emprestados fossem chamados de volta; e o lateral esquerdo Jesús Hernandéz, vindo do Zamora, o primeiro reforço da parceria. A vinda de Jesús foi apenas porque Paz, o titular, não tinha reserva, mas 2 meses após ser apresentado, e sem jogar nenhuma partida oficial, o Zamora chamou de volta e nós voltamos a estaca zero. Sem ter jogado e já se despedindo, o lateral não merece tanto destaque para ser printado.

 

4º Turno

4-turno841743c2b5ea9f3c.png

0-0 PoliTáchira

Já campeões foi impossível segurar o salto alto dos atletas. Minhas ordens a beira do gramado já davam pouco resultado e bastava abrir o placar para que peças chaves mostrassem desinteresse. O que se vê nos resultados é exatamente reflexo desse comportamento: por mais controlado que tenham sido os dois primeiros jogos, a atuação foi de uma goleada que não aconteceu por displicência. O 6x0 contra os Lanceros de Zamora foi um ponto fora da curva fundamental: ali endureci o discurso e pedi uma abordagem mais séria, visando fazer saldo para garantir a final. Funcionou, e nós fomos para o último jogo precisando apenas de um empate. Usei novamente o tom mais rígido para conversar com eles:

- Os caras roubaram nossa carne! Os caras tiraram as meninas! Eles estragaram nossa festa! Hoje é o dia da vingança, na casa deles, usem essa raiva dentro de vocês.

A palestra estava pronta, eu tentei mexer com o brio dos atletas e tivemos a nossa melhor partida do ano contra o PoliTáchira. Muito melhor, inclusive, que o jogo do título. Só que a displicência estava de volta, finalizamos 3 chances claras na trave, uma imensa variedade de outras na mão do goleiro e o zero não saiu do placar.

 

1class-grupo-f781c724680ea9457.png

A classificação final do grupo F ilustra uma campanha impecável, em que a superioridade foi clara: fizemos mais que o dobro de pontos do Shanntonella, o segundo lugar, e cumprimos com nossa obrigação, que era o título. Os 16 jogos sem perder dessa fase, mais 3 do ano anterior, são um recorde na história do Lotería del Táchira.

Nossa campanha sempre foi contra os outros primeiros colocados, por isso bateu certo desespero ao empatar o último jogo, que só não foi um desespero total pois fui ao jogo com tudo friamente calculado. Ainda assim, os nossos 42 pontos em 48 possíveis só nos deram a 3ª melhor campanha, empatados com os Arroceros de Calabozo, mas com um saldo superior, o que nos classificou diretamente para a final. Real Frontera, melhor ataque e melhor defesa da primeira fase, e C.A Furrial com 46 e 43 pontos respectivamente foram os dois melhores, e nós três ficamos no aguardo dos outros 6 se matarem na Semifinal.

Classificação de Todos os Grupos da División Inferior

Estatísticas de Equipes da División Inferior | Estatísticas do Elenco de Loterías del Táchira

 

Amistosos

amistosos21a12ee6b774cf7c.png

1-1 Deportivo Táchira

As críticas a calendarização da División Inferior estão espalhadas pelo texto, não vou me alongar. Fato que isso abriu uma possibilidade interessante: nos testar a um bom nível de verdade, ao mesmo tempo que dava condições físicas aos nossos reservas. Marcamos 6 amistosos nesse período: Paz y Futuro, primeiro jogo e único estrangeiro, foi uma oportunidade de conhecer a Colômbia, apenas isso. O nível e a reputação desse clube só nos permitiu aprimorar o físico enquanto engordávamos as estatísticas de vitórias.

Mas a partir de então, busquei realmente fazer nosso time crescer: Hermanos Colmenarez, ULA F.C e Ureña S.C são times de segunda divisão, que inclusive fizeram campanhas bem dignas no torneio. Óbvio que eles também fizeram seus experimentos, mas jogar de igual pra igual sem força máxima foi satisfatório, e os resultados, mesmo os positivos, ficaram em segundo plano. O ponto máximo desses experimentos foi enfrentar e colocar na roda o maior time do estado, e 8º na primeira divisão, Deportivo Táchira. O 1x1 foi injusto, merecíamos melhor sorte, mas foi suficiente para encher meus olhos de orgulho.

Encerramos a sequência contra C.D San Antônio e Real Frontera, dois classificados para os playoffs da terceira divisão, que nos deu a possibilidade de entender melhor a força dos nossos adversários na principal fase da temporada. Vencemos bem o C.D San Antonio e sofremos em um jogo bem parelho contra o Frontera, dei graças a Deus que a boa campanha nos livrou desse chaveamento.

 

Será que vem renovação?

E no meio de tudo isso o presidente Óscar Romero veio, despretensiosamente, perguntar sobre uma renovação contratual:

- Então, Nandéz, o clube está muito feliz com você. Que tal permanecer em 2022?

- Fantástico, Óscar, fantástico!

novo-contrato-fail4f2baac39547fc0e.png

Não tão fantástica assim foi a oferta do clube: os mesmos 3,2 mil por semana que eu já ganho. Na mesma hora eu recusei, tentando muito a mais, minha primeira pedida foi de 5 mil, abaixiei até 3,5 mil, mas mesmo assim o presidente foi irredutível:

- Não posso, não pago. Você já é um dos mais bem pagos da nossa divisão.

Só que eu também sei ser irredutível:

- Conversaremos então ao final da temporada, quando nossa referência será a segunda divisão. E já aviso: não reduzirei minha pedida, que fique claro.

O pedido vai ser corrigido? Eu devo aceitar essa oferta mesmo? O Loterías vai conquistar o sonhado acesso? Ficam os questionamentos para o próximo capítulo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Vai ganhar uns tecos, quando for para o paredão. Seria melhor começar a ver outros clubes, pois essa loteria é viciada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

E agora? Já é campeão!Já conquistou o acesso! Mas ainda tem uma final pela frente!!?!!

Questão de honra né? Tem que ter um aumento ai!

Nível nessa divisão e de doer hein!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe
4 horas atrás, LC disse:

Vai ganhar uns tecos, quando for para o paredão. Seria melhor começar a ver outros clubes, pois essa loteria é viciada.

Viciada nada hahaha confesso que estou preocupado com a renovação, queria ganhar mas não deve ser dessa vez que vou atingir os 5 mil semanais.

Valeu por acompanhar, LC!

 

55 minutos atrás, Andreh68 disse:

E agora? Já é campeão!Já conquistou o acesso! Mas ainda tem uma final pela frente!!?!!

Questão de honra né? Tem que ter um aumento ai!

Nível nessa divisão e de doer hein!

Valeu, André!

Já sou campeão mas não conquistei o acesso ainda não!! Preciso passar por essa final pra subir.

E sim, meus planos são de renovar mas também era no Humaitá, falta o presidente abrir os cofres ou liberar um bilhete premiado pra eu renovar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Se o Díaz não tivesse rendendo, dava pra colocar o Kino no lugar dele HAHAHAH

Primeira fase excelente, sem chances algumas para o adversário, fato esse, que o único risco que correu foi de ser preso. E por falar nisso, que sacanagem dos policiais em? Tentar pegar a picanha nessa crise.

Boa sorte na fase final, Pepe. Traz esse título pra casa e tenta triplicar esse salário.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
#Vini

Nadou de braçada no grupo, mas não pode perder o foco no prêmio maior, que é o acesso. Os jogadores precisam retomar os níveis de atenção do início da temporada para não conseguirem um vexame.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Ganhar um título de nada adianta se não ganhar o acesso. Aliás, seria até bem trágico não subir nas atuais condições, se perceber que você ganhou com muita folga a sua vaga ali.

Agora, com relação a não aceitar o contrato, bem... é objetivo do save sempre ganhar mais né? Vai ser bem complicado espremer essa laranja, mas vamos ver no que dá hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe
22 horas atrás, ElPeroMG disse:

Se o Díaz não tivesse rendendo, dava pra colocar o Kino no lugar dele HAHAHAH

Primeira fase excelente, sem chances algumas para o adversário, fato esse, que o único risco que correu foi de ser preso. E por falar nisso, que sacanagem dos policiais em? Tentar pegar a picanha nessa crise.

Boa sorte na fase final, Pepe. Traz esse título pra casa e tenta triplicar esse salário.

 

HAHAHAHA com aquela cabeça toda, ia ser muito fácil jogar na base do chuveirinho. Infelizmente, os policiais também sentem fome e salivam por uma boa carne, ainda bem que Nandéz foi mais rápido.

Muito obrigado, Pero, por acompanhar a história!

 

8 horas atrás, vinny_dp (17x1) disse:

Nadou de braçada no grupo, mas não pode perder o foco no prêmio maior, que é o acesso. Os jogadores precisam retomar os níveis de atenção do início da temporada para não conseguirem um vexame.

 

A coesão da equipe é um desafio considerável que eu não tenho conseguido resolver, e o time realmente desmotiva no segundo tempo quando o jogo se resolve. Tentei reunir a equipe nas vésperas das decisões até, mas não funcionou muito bem.

Muito obrigado por acompanhar, Vinny!

 

1 hora atrás, marciof89 disse:

Ganhar um título de nada adianta se não ganhar o acesso. Aliás, seria até bem trágico não subir nas atuais condições, se perceber que você ganhou com muita folga a sua vaga ali.

Agora, com relação a não aceitar o contrato, bem... é objetivo do save sempre ganhar mais né? Vai ser bem complicado espremer essa laranja, mas vamos ver no que dá hahaha

Pois é, Márcio, nesse regulamento que faria inveja a FFERJ, eu sou campeão e não ganho nada. Mas também acho que o Loterías é favorito pro acesso porque o time atingiu um patamar acima dessa divisão, a campanha da primeira fase comprova.

E o objetivo é ganhar uma migalhinha a mais que seja, obrigação da direção abrir os bolsos depois de um ano desses.

Muito obrigado por acompanhar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

banner-loteria182327b3ebff5691.png

Hora de dar os 2 passos rumo ao Paraíso...

 

O último jogo da primeira fase contra o PoliTáchira foi em 9 de outubro. As finais estavam marcadas para o dia 26 e 29 do mesmo mês. Foi cogitada a possibilidade de marcarmos algum amistoso nesse tempo mas eu descartei: era mais prudente apenas treinar, e observar os possíveis adversários. A ansiedade era visível em todos os Loteros: do presidente ao elenco, passando pelos curiosos torcedores que assistiam diariamente nossos treinos. Eu também era uma pilha de nervos e só pensava nos dois derradeiros jogos.

Aproveitei a folga para conhecer melhor o nível do torneio e nossos possíveis adversários. Fui atrás do presidente, convenci da importância de assistir aos jogos e na data da ida da semifinal fomos eu e o auxiliar Angel Rentería para Ciudad de Guayana, a mais de 17 horas de carro da nossa cidade.

Sim, no meio da competição, eu fui formando pouco a pouco uma comissão técnica. Dei prioridades ao auxiliar, que chegou antes de todo mundo. Ele deveria ser de extrema utilidade mas infelizmente o Rentería era um inútil. Uma história curiosa exemplifica isso: somando amistosos e a liga, enfrentamos o PoliTáchira por 4 vezes até o último jogo do campeonato. Na última rodada, dentro do vestiário, preparando as instruções aos adversário, ele me solta:

- Perdão, Nandéz, não tenho nenhum conselho pra te dar sobre o time dos caras. Sei lá, acho que você faz bem isso.

Sim, eu faço, mas se em 360 minutos de jogo, o Rentería não tinha aprendido nada sobre o PoliTáchira, que dirá dos outros times que eram novidades.

comissao-tecnica3454f41129ab8ff7.png

Mesmo assim, lá fomos nós a Guayana assistir Chicó de Guayana x Polícia de Lara no belissímo CTE Cachamay. O jogo foi até bem movimentado, eu fazia algumas anotações, muitas observações e poucos comentários com o Rentería. Em certo momento, nosso espantalho auxiliar me surpreendeu:

- Olha, Nandéz, espero que a gente não venha jogar aqui na próxima fase.

- Você acha? Tenho gostado do Chicó, acho que seria jogo duro mesmo. - eu respondi entusiasmado

- Sim, sim! E olha esse cachorro quente? É um pão e uma salsicha, sem molho, sem nada. Só porque o estádio é grande, o lanche precisa ser industrializado. Espero que a gente visite um estádio com comida caseira, como o nosso Pepino Acosta.

Pois é, foi isso aí que eu aguentei o ano todo.

O jogo foi um 3x1 Chicó com 10 minutos finais eletrizantes, em que os 2 times optaram por 433 e os meio campos foram extintos do jogo.

Para a volta, estava tudo certo para irmos a Calabozo, assistir o time da casa contra o Socopó mas o Óscar vetou:

- Vem cá, tá achando que gasolina é de graça só por que é estatal? Sossega aí que eu arrumei a transmissão da TV local, você assiste e anota tudinho.

Cumpri com as ordens, assisti pela TV e sozinho, o Arroceros de Calabozo se classificar após vencer por 3x2, placar também do agregado. Sem o Rentería perturbando pude destrinchar melhor o Arroceros, e contei com a ajuda do destino para que minhas anotações fossem utilizáveis. Antes disso, as semifinais terminaram assim:

semifinal6d45858df4fe7e7f.png

No dia seguinte, eu e o presidente Óscar acompanhamos o sorteio das finais na sede do clube, com direito a cobertura da imprensa e tudo:

- Normalmente nós íamos até Caracas, mas você sabe como estão caras as passagens? E nem temos tempo, hoje é sábado e o primeiro jogo é terça. - me explicou Óscar Romero – então a gente faz esse evento aqui na sede do clube, dá uma palavrinha para a Tv da federação e volta pra casa.

A primeira bolinha sorteada foi justamente a do Arroceros de Calabozo, no outro pote veio a nossa. Estava definido o caminho lotero até o acesso: as partidas entre Arroceros de Calabozo x Loterías del Táchira definiriam nosso futuro. Nas outras chaves, os confrontos eram entre Real Frontera x Polícia de Lara e C.A Furrial x Margarita F.C, todos os três decididos em 2 jogos e o 2º jogo na casa do time de melhor campanha na primeira fase.

- Que sorte hein, Nandéz, justo o adversário que você viu. - comentou nosso olheiro Santiago Lugo – Vamos ter trabalho com os lançamentos longos deles, nossa defesa joga muito avançada.

Sim, enquanto uns são imprestáveis, outros são muito bons. Lugo tem sido de grande ajuda com seus relatórios semanais de treino e sobre o elenco. E sim, eu também me preocupava com as bolas longas, tanto que passei aqueles 3 dias ensinando a defesa em formar a linha de impedimento.

 

Jogo de Ida

Com tão pouco tempo entre as semifinais e finais, o fator físico foi um peso que pesou para o nosso lado da balança. Para esse jogo, nós tivemos 2 desfalques importantes: o volante Farreras, nosso construtor de jogo, e o lateral esquerdo Paz. Nenhum dos dois reservas cumpria bem a função do titular: para o meio optei por Winston Rodríguez, muito mais um trinco, dos mais limitados, do que qualquer coisa, e para a lateral fui com Jimenez, que na verdade era lateral direito mas nós estávamos sem ninguém da posição certa no elenco.

Começamos o jogo em posição dominadora: aos 13’, após bate-rebate, Rodrigues acha Craque Alberto Díaz que desloca o goleiro em finalização precisa. 1X0. Festa no banco, Díaz vem me abraçar após o gol, tudo era festa.

Não perdemos o ritmo, mas as dificuldades diante do goleiro voltaram a ser nossa tônica. Para os Arroceros não: aos 28’ após cruzamento longo, Cadenas confere para as redes de esquerda 1x1. Mais um gol perdido aqui, outro ali e o Arroceros chega a virada. Grande lançamento para De La Hoz, nas costas do improvisado Jimenez, cruzamento pro meio e gol de Ricardo Cova, 1x2.

Com perdão do trocadilho, aquilo não podia significar nosso enterro. Gritei com o time, pedi mais garra, tentei motivar e marquei 5 minutos no relógio para poder mexer. Nesse meio tempo, Rentería me chamou e disse:

- Segura o placar, manda o Rodriguez guardar a defesa que a gente resolve em casa.

Se Rentería falou, eu precisava fazer o oposto. Saquei o Rodríguez, coloquei William Lugo e posicionei o time em um 4312. Fomos pra cima! Na hora que o juíz levantou a plaquinha, eu tive um lapso: lembrei da parede no dormitório do Humaitá e como o meu subconsciente falava através dela. Por um momento, foi como sair do meu corpo, ir ao Paraguai e ver escrito com a mesma tinta da mesma caneta de sempre “Confia no que você acredita! Jesús é a salvação”. Demorei mais 5 minutos para entender que Jesús é a salvação, e aos 67’ tirei Heiderber Ramirez para colocar Jesús Aular.

- Mas Nandéz, ele é nosso melhor atacante, você é maluco? - Fui interpelado pelo sempre presente Santíago Lugo

- Isso não tem a ver com técnica, tem a ver com destino.

E realmente, Ramírez era o melhor dos atacantes, mas estava aquém a algum tempo, enquanto Aular aproveitou os amistosos para mostrar serviço. Aos 74’ começaram os milagres: jogadaça de Díaz, grande defesa do goleiro e a bola mansamente indo para fora. Aular correu mas desistiu, deixou sair. Na cobrança de escanteio, Goenaga de cabeça empata! 2X2.

Dali pra frente a porteira abriu. A trinca de meias promovia superioridade numérica no meio, dividia melhor os espaços e os gols foram saindo: aos 79’ Angarita numa linda falta virou o jogo; aos 81’, Lugo chutou, o goleiro deu rebote e o Jesus Aúlar faz 4x2; aos 86, de novo Jesús, ele dá a assistência para Angarita chutar cruzado e marcar o 5x2.

Já eufórico e dançando provocativamente enquanto era ofendido por torcedores adversário, eu nem vi quando Ricardo Cova recebeu nas costas de nossa defesa e descontou, dando números finais ao jogo: Arroceros 3x5 Loterías.

ida-completab52058a4fe5e4f9f.png

 

2º Jogo – Dia de Festa

Que dias insanos foram esses de terça a sexta, entre os dois jogos. Eu simplesmente abdiquei de qualquer treino possível e coloquei atividades mais tranquilas, para chegarmos inteiros no segundo jogo. Era muito difícil controlar o elenco quando mais da metade dos jogadores que tem carro tiveram de estacionar na rua na véspera do jogo porque nosso estacionamento estava cheio com caminhões enormes montando uma estrutura para festejos.

- Que porra é essa, Romero?? - fui direto ao presidente para entender

Ele desconversou, tentou explicar que eu devia blindar o elenco, mas como fazer isso quando tinha mais gente trabalhando do lado de fora de campo para arrumar a festa do que dentro para garantir que a festa realmente acontecesse. Parei de reclamar quando uma emissora de Caracas veio até mim, se apresentaram e disseram que fariam a cobertura do jogo para passar numa reportagem em horário nobre domingo.

- Com a derrota do Real Frontera na ida, vocês encaminham para uma temporada sem derrotas, o único clube a conseguir isso no país. Podemos acompanhar os trabalhos?

É como perguntar para uma criança se ela quer ir a Disney.

Para o jogo, fiz 3 mexidas: Paz voltou a lateral esquerda; Lugo ganhou a vaga no meio e começamos no 4312, e Jesús Aular foi alçado a titular, para Ramírez ir pro banco. Com nosso salvador desde o começo, o que se viu foi a melhor atuação da temporada: toque de bola, domínio de campo, ultrapassagem e o Arroceros não viu a cor da bola. Aos 2’, em jogada bem trabalhada, DíaAaron Rodrigues abriu o placar; a dupla de ataque também compareceu, aos 23’ Aúlar aproveitou jogada de Díaz e os 27’ Díaz aproveitou cruzamento de Aúlar, fizemos 3x0 em menos de 30 minutos. Ainda sobrou tempo para Angarita, um dos grandes destaques da temporada, acertar mais uma linda falta e abrir 4x0.

Mais do que o resultado, a atuação era impecável. Exemplo maior é que apenas aos 36’ cometemos a primeira falta. Foi nela que os Arroceros de Calabozo descontaram, mas já naquela altura, a torcida sabia que o acesso era nosso.

Com a lesão de Lugo, a entrada de um Farreras ainda lesionado e o cansaço inevitável de dois jogos tão intensos em sequência, o ritmo diminuiu no segundo tempo e Meléndez descontou mais uma vez para os Arroceros de Calabozo, 4x2. Nada que nos ameaçasse, nada que tirasse nossa conquista. Os gols da vitória, você confere aqui.

volta-completac380d647700fac90.png

O que restava era esperar o apito final. Ele veio, e aí foi só correr para dentro de campo, emocionado e abraçando qualquer coisa que se mexesse. Os repórteres de Caracas vieram me procurar

- Resume pra gente a trajetória. Foi bom chegar até aqui?

Eu visivelmente emocionado e bastante ofegante (a distância da área técnica para o centro do campo parece menor quando se está parado mas acreditem, corrê-la com 110kg não é fácil) tentei dizer:

- Eu cheguei esperançoso, tive todo o aval da direção para montar o time que eu acreditava, jogando o que eu acredito e os resultados aconteceram. É preciso agradecer demais aos jogadores, a comissão técnica e a todo mundo que compra o KinoTáchira semanalmente por permitir ao clube ter uma folha salarial.

Quando eu pensei em falar mais, parte da torcida que invadiu o gramado veio até mim, me jogaram no chão, depois tentaram me levantar e até me colocar nos ombros. Ninguém aguentou, e ninguém tinha mais coordenação motora para isso, aparentemente a cerveja estava liberada desde cedo para os torcedores. Aquele foi um fim de semana épico para o clube, com aparições em rádios, televisão, jornais e um sorteio muito especial no domingo, com um talão especial laranja em formato de dois, que sorteou um carro zero. Depois de um ano praticamente perfeito, o Loterías del Táchira chegava ao sonhado acesso e seu torcedor vivia um verdadeiro conto de fadas: finalizamos a temporada com 22 jogos consecutivos sem perder, um recorde absoluto na história da División Inferior.

Juntamente conosco, sobem C.A Furrial e Real Frontera. Os 3 melhores times desde a primeira fase, são os três times qualificados para a Segunda División.

finaisfd1195804845216f.png

 

Mas e o futuro?

Como eu ouvi isso ao longo daquele final de semana, até que não aguentei mais e anunciei meu novo contrato. Entre um jogo e outro da final, o presidente propôs um aumento de 200 reais semanais por mais um ano e 10% de aumento em caso de promoção, que estava bem encaminhada. Achei a oferta justa, demonstrava um esforço mas ao apertas as mãos do Romero, eu disse:

- Já que ninguém vai pagar mais, eu acerto contigo! HAHAHA - a risada no final dava o tom da brincadeira

- Ah, Nandéz, você e seu senso de humor. - Romero não pareceu achar muita graça - Falo em nome do Loterías quando afirmo estar bem orgulhoso dessa assinatura. O futuro parece muito bom com você em nosso comando, e espero uma carreira duradoura sua aqui.

Agora eu já não sabia quem é que estava brincando de verdade, eu ou ele. Mas sorri e balancei a cabeça...

novo-contrato9b17c8e7d6af8fc4.png

Outra tarefa é gerir jovens que foram captados em processos de peneira. Pela questão dos campeonatos, dei pouca atenção mas agora com 2 meses até o final do ano, poderei observar com calma Manuel Ascanio e Salomón Araujo, que o Rentería me jura que são os maiores destaques, e todo o resto da fornada. Temos inclusive marcado um amistoso contra o Zamora sub-21 em que pretendo escalar apenas os meninos da fornada, retornando aos meus gloriosos tempos de pelada, para melhor observá-los.

fornadae732437cfa2d7fd8.png

E o trabalho maior, sem dúvidas é o de renovação do elenco. Como podemos ver, 5 titulares do último jogo encerram contrato ao final desse ano e acho improvável que os emprestados permaneçam, embora a gente tenha feito proposta pelo Angarita, que foi o melhor jogador da temporada. Antes de pensar em quem fica e quem sai, é preciso medir o nível da Segundona, mas estou feliz em ter tempo para isso.

Quanto ao que as estatísticas nos dizem, ela é um bom reflexo da nossa temporada e do nosso modelo de jogo: o 41212 apontado lá no começo foi mantido por toda a temporada e esses números reforçam a força do meio campo: dos 4 com maiores notas, temos o trio de trás do meio, com Angarita, Farreras e Korbaj, além do sempre iluminado Carlos Alberto Díaz, artilheiro da equipe no ano com 13 gols, calando a torcida que reclamava do salário dele.

E apesar de ter sido um bom ano, o clube conviveu com a falta de receitas e fechamos o ano no vermelho novamente. Como não há premiação na División Inferior e nem cota de de televisão, sobrevivemos na base de doações esta temporada, mas, pelo menos, a tendência é melhorar a partir da próxima, já que a visibilidade aumenta.

satisfacao-da-direcaoa81afaea4dd6105b.pn

Balanço Financeiro | Estatísticas do Elenco

Ao fim de tudo, o balanço é positivo e o torcedor reconhece, a direção elogia e existe muita segurança no cargo, avaliando pela satisfação dos envolvidos.

- Fecho a minha segunda temporada muito bem, satisfeito com os resultados, conquistando prêmios coletivos e progredindo na minha carreira. Talvez eu esteja sendo muito emotivo mas quem não seria sabendo que menos de um ano atrás, eu estava sem perspectiva de trabalho, sem nenhum dinheiro e cheio de dívidas. O Lotería foi uma escolha bem acertada na minha carreira...

- Eu entendo, mas por que devo anotar isso tudo?

Do outro lado da linha estava Rivaldo Rojas, meu velho amigo jornalista paraguaio, aquele mesmo do começo da história.

- Oras, meu garoto, um dia você vai ter material suficiente para escrever minha história, um best seller em formato de biografia. Eu só quero deixar registrado meus passos até a glória. Quem sabe no futuro eu não vire um Luxemburgo, ele ganha 100 mil por semana, sabia?

- Pois é, um dia bem distante, quem sabe?? - Rivaldo acrescentou de modo ainda mais sarcástico - Nesse dia que o seu salário foi igual ao do Jorge Jesus, o maior do continente, ninguém vai querer saber da sua vida no interior venezuelano, em um time folclórico com um boneco cabeçudo e um globo de sorteio.

- Mas você é chato, hein, Rivaldo. Eu tô te pagando pra isso mesmo, cala a boca e escreve

Uma pausa, um toque no telefone interrompendo a ligação e impedindo ele de reclamar do quanto recebia

- Ou melhor, tem alguém me ligando e é um número que não conheço. Vou atender e mais tarde a gente conversa...

 

Spoiler

Eu queria aproveitar essa última parte pra trazer o ranking dos treinadores mais bem pagos da América, até para não perder de vista esse objetivo (por mais distante que seja) mas não consegui enquadrar os feras no meu filtro de pesquisa. Fiz uma pesquisa de modo bem intuitivo, mas duvido que em algum lugar do continente paguem mais do que Palmeiras e Flamengo ainda pagam para essa dupla.

Se alguém souber como pesquisar isso, agradeceria de todo o coração.

 

Edited by Peepe

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

hqdefault.jpg

 

Parede telepática essa!

Campanha invicta, acesso a segundona, destaque no noticero, não acredito que não chegou uma propostinha decente para sair desse fim de mundo, a não ser que já esteja  intrincado no submundo  de apostas e jogos ilegais! Continuar me surpreendeu.

Hilário o assistente, conheço algumas pessoas assim. Se falam uma coisa, é um sinal para fazer a outra!

Cara, essas imagens da engine nova me deixam salivando.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe
19 horas atrás, Andreh68 disse:

Parede telepática essa!

Campanha invicta, acesso a segundona, destaque no noticero, não acredito que não chegou uma propostinha decente para sair desse fim de mundo, a não ser que já esteja  intrincado no submundo  de apostas e jogos ilegais! Continuar me surpreendeu.

Hilário o assistente, conheço algumas pessoas assim. Se falam uma coisa, é um sinal para fazer a outra!

Cara, essas imagens da engine nova me deixam salivando.

HAHAHA André, vem logo para o mundo do FM20. Confesso que eu nem curto ver jogo no 3D, sou um eterno fã dos botãozinhos correndo pelo campo, mas é uma evolução bem legal nos gráficos. Pra mim, que tinha uma experiência de 10 FMs atrás, é um novo mundo.

Bom, confessar a você que até agora nada de propostinha, de interesse na imprensa, especulação ou coisa do tipo. Acredito que ninguém preste muito atenção na terceirona venezuelana para observar o trabalho do Loterías. Azar o deles. Eu que, vez ou outra, despretensiosamente, concorro a um cargo aqui e outro ali.

E em relação a meus gurus, o Rentería é inacreditável, cara passou a temporada inteira sem estar preparado para aconselhar sobre os adversários, é o primeiro da barca a ir embora. E a parede, ela errou 1 mas não 2, Jesus Save! e que continue salvando na segundona.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink

Um salto de qualidade excepcional! 🤣

Mas, na verdade, só de poder pagar salários decentes para seus jogadores, já dá para montar um elenco razoável para o nível de competição que você encontra nesses cafundós. A campanha na fase de classificação foi arrebatadora e o acesso foi muito justo. Ainda ganhou uma merrequinha para renovar o contrato.

Vamos ver na divisão de cima agora!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Eu te disse, eu te disse, mas eu te disse. Leva a parede com você. Ela é melhor que o seu auxiliar.🤣🤣🤣

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Danut
      By Danut
      Olá pessoal. Sejam bem-vindos ao meu novo save aqui no Profissão: Manager. Desde o FM14 que eu namoro a ideia de jogar um save em que as contratações fiquem nas mãos da diretoria. Nas versões anteriores do FM, porém, essa opção não funcionava de forma adequada. Deixar tudo na mão da diretoria significava jogar campeonatos com apenas cinco ou seis jogadores, com um elenco de dez homens em que seis são laterais esquerdos, e outras bizarrices do tipo. Por conta disso, nunca levei um save do tipo adiante.
      Nas versões mais recentes, porém, isso parece ter sido corrigido. Notadamente, temos aqui na área o exemplo do @ggpofm (que, aliás, novamente merece os créditos pelo banner, que peguei da Galeria de Gráficos), que tem conseguido jogar de forma satisfatória um save nesse estilo. Isso me encorajou a tentar um save no mesmo estilo. A primeira tentativa não teve grande sucesso esportivo, mas a parte das contratações funcionou bem e me encorajou a compartilhar um save nesse formato por aqui.
      E é a partir disso que chegamos ao save atual, no qual acompanharemos a trajetória de Mathis Liam, jovem belga nascido na pequena cidade de Tubize. Diferentemente do que costumo fazer, este será um save de carreira, com o treinador podendo circular também pelos países vizinhos. No entanto, pretendo abordar a carreira de forma um pouco diferente do que está sendo feito em outros saves da área, dando prioridade ao trabalho no clube atual. Não haverá nenhuma regra fixa quanto a isso, mas o meu plano é focar as escolhas de troca de clube no ciclo de cada equipe, em vez de pensar no que seria melhor para a carreira do treinador em si.
       
      Treinador

      Mathis Liam tem 25 anos e poucas qualificações para ser treinador de futebol. Em um daqueles milagres que só acontecem no FM, porém, conseguiu um cargo como treinador em equipe a ser apresentada no próximo post. Com sorte, nosso treinador conseguirá aproveitar a oportunidade para aumentar seu status dentro do mundo do futebol.
       
      Dados do save
      Ligas carregadas: Bélgica, Alemanha, França, Inglaterra (todos 3ª divisão e acima) e Holanda (2ª divisão e acima).
      Base de dados: pequena, com cerca de 24 mil jogadores.
      Data de início: 1º de julho de 2019
      Outras opções: mascarar atributos, não adicionar equipe técnica, sem orçamento na primeira janela de transferências
    • Valismaalane
      By Valismaalane
      O nosso primeiro clube na carreira será o:
        Paide Linnameeskond
       
      Paide Linnameeskond é um clube estoniano de futebol, fundado em 1990 e refundado em 2004, com sede em Paide e manda seus jogos no Paide Linnastaadion. O Paide iniciou como um clube filial do FC Flora (O maior time da Estonia), e no ano de 2005, conseguiu 4 acessos consecutivos, uma coisa inédita no campeonato Estoniano, sendo o primeiro a fazer isso e o único, por enquanto. O Paide é um time com um grande projeto, sendo o time que busca todo seu sucesso baseado em se sustentar na elite do campeonato estoniano. Neste sentido, rapidamente o Paide se tornou a quarta força do país conseguindo um Vice-campeonato da copa em 2015, ainda não foi campeão de nada, mas o seu desenvolvimento chama atenção, principalmente pela contratração de jogadores estrangeiros e repatriação de jogadores estonianos que já estiveram na seleção. O Paide ainda não venceu nada na Estonia, mas vamos mudar isso!
      Site oficial do clube: https://www.paidelinnameeskond.ee/ 
      Técnico: O Técnico sera Ragnar Dragunov, um antigo jogador da seleção estoniana e revelado pelo próprio Paide. Embora não tenha sido um jogador de sucesso, é um jogador relativamente conhecido entre os torcedores estonianos. Ragnar foi contratado com apenas 19 anos como uma das maiores promessas do país pelo Schalke 04, mas não conseguiu espaço no clube e rodou por diversos países como Japão, Uzbequistão, Cazaquistão, Russia e armênia, retornou a Estonia e encerrou sua carreira no Valga Warriors de Valga na segunda divisão estoniana. (Experiência passada no clube // História ficticia)
       
      Metas do Save:
       
       - Me tornar um dos maiores técnicos da Estonia
       - Classificar um clube estoniano para fase de grupos da EURO
      Classificar um clube estoniano para fase de grupos da Champions
      Revelar jogadores estonianos com nível para seleção (Zarikov - Cap. 30)
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma copa do mundo inédita
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma Eurocopa Inédita
      Objetivos do save:
      - Permitido trocar de clube durante o save
      - Se assumir a seleção tenho que estar sem clube ou trocar o clube pela seleção (não comandar os dois simultaneamente)
      - O save é voltado para o técnico e não para a liga estoniana (embora seja uma das minhas vontades crescer o futebol estoniano)
      - Se for necessário, posso mudar os objetivos do save durante a temporada.
      - Me divertir
      Início da Carreira:
       Temporada 01/2019

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Temporada 02/2020

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Primeira fase Mata-Mata
       Temporada 03/2021
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Fase de Grupos
       Temporada 04/2022
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Vice-Campeão)
      Copa da Estonia (Eliminado pelo Kalju nas Quartas-Final)
       - Não classificado para nenhuma competição Continental
       Temporada 05/2023
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Eliminado no Mata-Mata para o Heerenveen
       Temporada 06/2024
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Champions League (Eliminado na fase de Grupos)
       Temporada 07/2025 e 2026
      Juventus Football Club - Demitido
       Campeonato Italiano (4º Lugar)
       Copa da Italia (Eliminado)
       Champions League (Eliminado nas Quartas)
       Temporada 08/2026 e 2027
       Sassuolo -
       Campeonato Italiano (Campeão)
       Copa da Italia (Eliminado)
       - Quartas-de-Finais (Eliminados)
       Temporada 09/2027 e 2028 -
      Monaco -
       
      Base do Jogo:
      *Foram adicionados no ano de 2021 o Brasil, Portugal e a Italia
      Notas do Jogador:
      Espero me divertir e que todos os leitores se divirtam. Criticas construtivas sempre serão bem recebidas, e espero uma boa interação com todos! Obrigado e "NAUTIGE"!
      Obs: Kogemus Jalgpall significa algo como: "Sinta o futebol", "experiencie o futebol" (não tem um significado literal para português, mas é utilizado para vivenciar algo)
       
      Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial ao @ggpofm pelas varias dicas e conselhos e por ter feito o Banner da saga! Também gostaria de agradecer a todos que estão dando seus respectivos feedback e acompanhando, interagindo com a saga! Obrigado!
    • PedroJr14
      By PedroJr14
      Eu já venho matutando há algum tempo uma nova história com um time do meu estado. Depois que o Altos conseguiu o acesso à Série C essa vontade aumentou mais ainda. A grande cereja do bolo foi o relatório sobre a última história que eu fiz aqui, onde o nosso querido @Peepedisse que ainda esperava uma história minha com começo, meio e fim. Desafio aceito!
      O CLUBE
      Muitos aqui sabem que o Altos subiu para a Série C de 2021, mas acredito que poucos sabem das dificuldades enfrentadas pelo clube durante o ano de 2020. A Associação Atlética de Altos fundada como equipe amadora em 2013, na cidade de Altos-PI, cerca de 40km de distância da capital Teresina, se profissionalizou em 2015 e logo obteve sucesso a nível estadual. A organização do clube impressionava e logo no seu primeiro ano profissional conquistou o título da Segunda Divisão do Piauí, garantindo assim o acesso para a Primeira Divisão no ano seguinte. Já no seu primeiro ano na elite, o Altos obteve a melhor campanha do campeonato e venceu a final sobre o River por 4x2 no agregado, porém perdeu o título no tribunal, por conta da escalação de um jogador irregular. Ainda em 2016 o altos obteve a melhor campanha da história da primeira fase da Série D, naquela época(5v-1e-0d), mas acabou eliminado pelo CSA, que conseguiria acessos consecutivos até a primeira divisão.
      O ESTÁDIO

      O Altos manda seus jogos no Estádio Municipal Felipe Raulino, o "FELIPÃO", que tem capacidade para cerca de 4 mil torcedores. Apesar de ficar muito próxima à capital Teresina, o Altos prefere mandar até os jogos grandes no seu estádio, mesmo às vezes sendo menos vantajoso financeiramente, só não joga lá quando é obrigado pela federação. O acanhado Felipe Raulino se transforma em Felipão, um verdadeiro caldeirão quando o time do Altos pisa lá dentro, que já fez o clube conseguir resultados improváveis.
      O MASCOTE

      Particularmente a coisa mais espetacular que eu acho nesse time é o mascote, que além de ser LINDO e SENSUAL, literalmente vive para o clube. E por conta dele eu criei o clássico dos mascotes entre Altos e Piauí Esporte Clube, que também tem um mascote espetacular, nada mais nada menos que um RATO MOLHADO, que se enxuga durante os jogos.
      O QUE ACONTECEU EM 2020?
      A nossa história começará no início de 2020, ignorando os acontecimentos desde ano, mas sem a maioria dos jogadores importantes contratados no ano, diria que sem os mais importantes. Nossas finanças estão zeradas, não temos dinheiro para contratações ou salários e contamos com apenas 18 jogadores no elenco, com posições muito carentes como a presença de apenas 1 goleiro, 1 lateral-direito e 3 zagueiros e 3 meias de ofício.
      Os desafios para um time como o Altos vão bem além das 4 linhas. O clube não tem estrutura, nem investimentos, não tem um banco de análise de dados, nem categorias de base. Vai ser um grande desafio comandar esse time nas próximas temporadas, ainda que eu já conheça alguns atalhos nas divisões inferiores e no Nordeste do Brasil.
      Ainda não posso adiantar qual será a meta para o fim da história, mas acredito que eu só vá parar depois de pelo menos um título de Campeonato Brasileiro, já que eu costumo dar sorte em Copas, então não vou colocar a Copa do Brasil como meta principal. O intervalo (ingame) entre os capítulos também ainda não foi determinado, mas pode ser de 3/3 meses, 4/4 ou 6/6. Devo fazer uma história baseada em tudo que rodeia o clube, passando pelo treinador, presidente e a relação do Altos com a política, o que não costuma dar certo no futebol.
      Estou aberto a dicas, críticas e tudo que possa me ajudar a melhorar como contador dessa história, espero contar com vocês.
      É possível ter uma temporada semelhante à que aconteceu na vida real em 2020-21? Como fazer um time tão limitado ser competitivo? Veremos nos próximos capítulos.
      Sala de troféus
      Capítulos
    • ElPerroMG
      By ElPerroMG
      Em todos os meus saves, desde que comecei a jogar FM, sempre fui vislumbrado por utilizar a divisão de base no FM. Esse amor pelo base só aumentou quando comecei acompanhar de perto o futebol argentino nos últimos anos. Devido a crise no país, os times são obrigados a utilizar o que de melhor em sua categoria jovem para formar elencos competitivos. O maior exemplo disso, e minha maior inspiração, é o que faz Gallardo no comando do River. Nos últimos anos, Gallardo revelou diversas jóias como Emanuel Mammana, Exequiel Palacios, Gonzalo Montiel, Martinez Quarta, Júlian Alvarez, Benjamín Rollheiser entre outros. Devido a essa inspiração no trabalho do Muñeco e minha idolatria pela utilização da base, resolvi abraçar o Desafio da base no FM20, principalmente por conta das melhorias que foram feitas no acompanhamento da base nessa versão do FM. Acompanhei 2 sagas com esse modelo aqui no fórum, a do Ari com o Jaraguá e a do Henrique com a Caldense, que também me serviram de inspiração.

      Como um bom mineiro, não quis fugir do estado na escolha do clube, e, pra falar verdade foi até fácil a escolha. Escolhi o Boston City FC Brasil, time criado em 2018 exatamente com essa ideia - O clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.

      Utilizando somente nossas fornadas, tentaremos atingir os seguintes objetivos:
      Equipe
      Utilizar somente a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa.  Ter um jogador formado no time convocado para a seleção (Maikon Motta (38B), Adriel Luciano (42A), Allanzinho (44A)) Ter um jogador formado no clube disputando uma Copa do Mundo (Allanzinho 44A Copa 2050 e 2054); (Adriel Luciano 42A Copa 2054); (Felipe Bezerra 46F Copa 2054) Ter eleito o melhor jogador da América do Sul Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo formado na base do Boston.  Ter eleito o melhor jogador do mundo formado na base do Boston. Clube
      Possuir o melhor centro de treinamento profissional de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento de base de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento profissional do Brasil Possuir o melhor centro de treinamento de base do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Minas Gerais (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador do Brasil  (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador da América do Sul Se tornar o principal clube Mineiro Se tornar o principal clube Brasileiro (2053) Se tornar o principal clube da América do Sul (2053) Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo: (Recorde: 8º em 2053) Títulos
      Chegar a elite do campeonato mineiro (2025) Ganhar o Campeonato mineiro (2045), (2046) (2047) (2048), (2049), (2050), (2051), (2053), (2054) Ganhar a Taça Minas Gerais (2036) Chegar a elite do campeonato brasileiro (2042) Ganhar o Brasileiro série A. (2051), (2052), (2053), (2054) Ganhar a Copa do Brasil (2046), (2050), (2051), (2054) Ganhar a Super Copa do Brasil (2047), (2051), (2053), (2054) Ganhar a Sul Americana (2046), (2049) Ganhar a Libertadores (2050), (2052), (2053) Ganhar a Recopa Sulamericana (2047), (2050), (2051), (2053), (2054) Ganhar o Mundial de clubes (2053)
      O Boston City F.C Brasil é um clube de futebol brasileiro profissional sediado na cidade de Manhuaçu – MG. O Clube foi fundado no Brasil em Janeiro de 2018 por seus idealizadores, o empresario brasileiro Renato Valentim e o Ex Craque do futebol Internacional o brasileiro Jorge Ferreirra, mais conhecido como Palhinha.
      A filial brasileira do Boston City F.C Brasil foi criada após o enorme sucesso e destaque de sua matriz americana, o Boston City F.C, que hoje tem sua sede na cidade de Boston – EUA . O Clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.
      No mesmo ano de sua fundação o clube teve sua filiação junto ás principais entidades do futebol brasileiro, Federação Mineira de Futebol (FMF) entidade maxima do futebol para o Estado de Minas Gerais e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entidade máxima do futebol para o Brasil. O Clube já conta com quatro categorias de base e uma equipe profissional nas quais disputam os principais campeonatos estaduais.
      O Escudo bem como as cores oficiais do Boston City F.C Brasil seguem as mesmas de sua matriz americana, O escudo: Leão Rampante dominando uma bola de futebol com a cidade de Boston como plano de fundo da imagem. Suas cores oficiais são: Vermelho, Azul e Branco.





    • IgorNatalino
      By IgorNatalino
      Estamos animados em apresentar a todos, a criação do tópico para os kits FC'12, um projeto do FM Slovakia, para a temporada 2018-2019.
      Para os que gostam do nosso estilo de kits, aqui ficarão todos os links úteis e atualizações sobre o lançamentos dos kits, principalmente os brasileiros feitos por mim; A ideia principal do tópico é entregar packs de qualidade para todos jogadores do FM.
      Gosta de acompanhar o desenvolvimento dos kits e saber quais estão sendo produzidos?
      Nos acompanhe no Facebook: https://www.facebook.com/groups/allstar.kitmakers/
      Tem também um espaço oficial destinado dentro do fórum da Sortitoutsi pra acompanhar o andamento dos packs: https://sortitoutsi.net/graphics/forum/15/371/fc-12-kits
      Parceiros:
      FM Slovakia - http://fmslovakia.com/

      Todos os Kits produzidos na temporada 2016-2017:
      http://fmslovakia.com/downloads/kitpacks/fc12-season-201617/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2017-2018:
      http://fmslovakia.com/downloads/kitpacks/fc12-season-201718/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2018-2019:
      https://fmslovakia.com/en/downloads/kitpacks/fc12-season-2018-19/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2019-2020:
      https://fmslovakia.com/en/downloads/kitpacks/fc12-season-2019-20/

      Como instalar:
      Passo 1:
      Faça o download do pack e extraia usando Winrar ou 7-zip.
      Passo 2:
      Copie a pasta com os arquivos para:
      \Documents\Sports Interactive\Football Manager 201x\graphics\kits\
      p.s: Crie as pastas Graphics e Kits caso não existam.
      Passo 3:
      Abra o FM e vá em Preferências > Interface
      Marque "Recarregar Skin quando confirmar alterações nas preferências"
      Desmarque "Usar cache para reduzir o tempo de carregamento das telas"
      Tutoriais FC'12 (Inglês):
      Como criar kits com templates:
      https://www.youtube.com/watch?v=RDCOCkivnP4
      Como criar um template (do zero):
      https://www.youtube.com/watch?v=up4P2sMZaus
      Política de Redistribuição:
      Para as pessoas que queiram disponibilizar packs em seus sites, vocês deveram "linkar" a respectiva página do pack oficial no FMSlovakia, não podendo ter seu próprio host do arquivo. Obrigado!
      FMSlovakia.com não como objetivo o lucro, só queremos ajudar a comunidade de Football Manager. Entretanto, considerando a quantidade de trabalho, um reconhecimento não seria de todo ruim, então obrigado em adianto por respeitar nosso trabalho e regras.
      ATENÇÃO
      O pack pertence ao seu criador, e ao site FMSlovakia.com. Disponível para quem quiser usar, mas apenas para uso pessoal . Os únicos links de downloads autorizados são no site oficial ou qualquer outro autorizado pelo autor. Ações legais poderão ser tomadas pelo autor.
      Gostou do nosso trabalho e esta disposto a doar uma pequena quantia?
      Sua doação será muito mais que bem vinda e garantirá o futuro do projeto.
      https://fmslovakia.com/donate/
      PS: Qualquer doação é destinada ao criador do projeto (Patres10) e ao site oficial FMSlovakia.
       
      Qualquer dúvida, sugestão ou comentário, deixe sua postagem!

      Quer nos ajudar?
      Me contate para fazer parte do All Star Kitmakers.
×
×
  • Create New...