Jump to content

Boca Juniors 0 x 2 River Plate


Leho.

Recommended Posts

  • General Director

Estamos no intervalo. 0-1 pro River, que jogou melhor até aqui... mas já teve de tudo: teve lance pra expulsão com direito a cotovelada, teve belas jogadas, substituição aos 40' pra por o time pra frente, substituição por lesão muscular, enfim.

E teve um golaço do Pity Martínez, puta que pariu:

 

Martínez esse que saiu por lesão muscular. Tava jogando uma barbaridade.

Link to comment
Share on other sites

Toda desgraça para o clube Boca Juniors é mais do que justa.

Time mais sujo da América do Sul de longe.

Link to comment
Share on other sites

  • Leho. changed the title to Boca Juniors 0 x 2 River Plate
  • General Director

Esse River é mt bem arrumado, tá loco... time mt forte. Tanto fisicamente quanto em qualidade técnica.

Hoje os visitantes de La Bombonera sobraram em campo, o Boca coitado, mal conseguia chutar no gol do Armani. Tévez de titular e Zárate no banco foi uma das várias cagadas do Schellotto que custaram o resultado de hoje. Além do tal do Benedetto né, que dizem ser um craque mas eu nunca vejo esse puto meter gol em jogo decisivo. Contra o River mesmo ele nunca marcou, veja só.

 

River vem mt forte na Libertadores.

p.s: Armani é um absurdo de goleiro. Vou me lamentar sempre por não terem comprado o cara quando surgiu a oportunidade.

edit ||

??

Link to comment
Share on other sites

Schelotto é um treinador horrível e foi engolido pelo Gallardo (mais uma vez) e o Boca foi engolido em caráter pelos jogadores do River. Mas não exclui que o juiz deixou de cobrar dois pênaltis para o Boca (mão do Ponzio e carga no Pavón). 

4 horas atrás, a.giraffones disse:

Toda desgraça para o clube Boca Juniors é mais do que justa.

Time mais sujo da América do Sul de longe.

Ainda dói por 2007? 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

  • Similar Content

    • JGDuarte
      By JGDuarte
      Após mais de um ano e meio sem público, por causa da pandemia, o Mineirão volta a receber o torcedor, em noite decisiva da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), Atlético-MG e River Plate entram em campo, no Gigante da Pampulha, decidindo quem avança às semifinais da competição. 
      Por ter vencido o confronto em Buenos Aires, o Galo joga por qualquer empate para se classificar. Vitória dos argentinos por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Caso o River vença, balançado a rede atleticana mais de uma vez, passa a ter a vantagem pelo critério dos gols fora de casa.
       
      Escalações prováveis:

      O Atlético tem o desfalque de Nacho Fernández. O armador, autor do gol da vitória no jogo de ida, foi expulso durante a partida em Buenos Aires. A diretoria alvinegra tentou reverter a punição, alegando irregularidade na revisão do VAR no lance que gerou o cartão vermelho. No entanto, a Conmebol indeferiu o pedido. O volante Allan e o meia Zaracho, desfalques no sábado passado contra o Palmeiras, foram reavaliados pelos médicos e estão liberados para jogar contra o River.
      Quem está fora: Nacho Fernández (suspenso); Rafael (no departamento médico)
      Pendurado: Hulk
       

      A principal novidade deve ser a volta de Matías Suárez. Em recuperação de lesão na coxa, o jogador foi poupado do jogo de ida contra o Galo. Por outro lado, o River tem uma grande baixa no meio campo. O volante Enzo Pérez recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática. Com desgaste muscular, De La Cruz e Angileri chegaram a ser dúvida, mas estão liberados para o jogo.
       
      Quem está fora: Enzo Pérez (suspenso), Pinola e Ponzio (machucados)
       
       
      Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
      Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)
      Quarto árbitro: Kevin Ortega (Peru)
      Árbitro de vídeo: Andres Cunha (Uruguai)
       
      Transmissão: Conmebol TV
       
      Fonte: ge
       
    • JGDuarte
      By JGDuarte
      A busca por uma vaga na semifinal da Copa Libertadores começa nesta quarta-feira para River Plate e Atlético-MG. As equipes entram em campo às 21h30 (de Brasília) no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, pela partida de ida das quartas de final.
      Nas oitavas, o Atlético eliminou o Boca Juniors na disputa de pênaltis, após dois empates sem gols e um jogo de volta bastante tumultuado. Os argentinos, revoltados com a arbitragem, provocaram grande confusão no Mineirão. Eles tiveram de passar a noite prestando depoimento em uma delegacia. O Galo chega para o duelo desta quarta-feira como líder do Brasileirão, posição alcançada com o triunfo sobre o Juventude por 2 a 1, de virada.
      O River Plate avançou às quartas da Libertadores depois de superar o Argentinos Juniors, com um empate (1 a 1) e uma vitória (2 a 0). O time vem de eliminação nas oitavas de final da Copa da Argentina, nos pênaltis, para o rival Boca Juniors, na semana passada. No último sábado, a equipe poupou titulares e perdeu para o Godoy Cruz por 2 a 1, pela Liga Profissional de Futebol da Argentina. O River está na nona colocação.
       
      Escalações prováveis:

      A principal dúvida de Marcelo Gallardo está na escalação ou não do atacante Matías Suárez, um dos principais destaques da equipe. Ele sofreu lesão na coxa há duas semanas, mas recebeu alta médica e treinou normalmente na véspera da partida. Suárez será avaliado novamente horas antes da partida e, se estiver 100%, vai para o jogo. Se não puder jogar, Julián Álvarez começa entre os 11.
      Quem está fora: Montiel (lesão muscular) e Pinola (fratura no antebraço)
      Pendurado: Enzo Pérez
       

      No Galo, Cuca faz total mistério quanto à escalação e o esquema tático para o jogo desta quarta. Há a possibilidade de o técnico ir a campo com uma equipe mais defensiva, com três zagueiros: Nathan Silva, Alonso e Réver. Guilherme Arana, de volta da seleção olímpica, é presença quase certa no time titular. Já Zaracho, mesmo recuperado de lesão muscular na coxa, deve ficar como opção no banco de reservas. Eduardo Vargas, desfalque no Brasileiro por suspensão, pode ser uma surpresa se a formação inicial for mais ofensiva.
      Quem está fora: Keno, Marrony e Rafael (departamento médico).
      Pendurado: Hulk
       
       
      Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
      Assistentes: Túlio Moreno e Lubin Torrealba (VEN)
      Quarto árbitro: Ângelo Hermosilla (CHI)
      Árbitro de vídeo: Jhon Ospina (COL)
       
      Transmissão: Conmebol TV.
       
      Fonte: ge
    • David R.
    • David R.
      By David R.
      Transmissão: SBT e Conmebol TV
    • Lanko
×
×
  • Create New...