Jump to content
Sign in to follow this  
marciof89

O canto do Galo-Carijó: Tupi Football Club

Recommended Posts

Herr Jones

Eu não consigo jogar no Brasil por conta desse abismo que tem dos estaduais pras competições importantes. Acho que o time tem que pegar no tranco em jogos decisivos, como foi o caso da Libertadores para chegar às oitavas e até reencontrar as vitórias no Brasileirão. Mas de qualquer forma, o começo de temporada é razoável; não traz aquela empolgação fervorosa, embora deixe aquela expectativa de que o Tupi tem mais a oferecer. Eu aposto minhas fichas todas na recuperação do Galo Carijó nessa Série A para se colocar na briga pela ponta da tabela já no próximo mês.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
Em 06/03/2019 at 20:54, Vannces disse:

Que temporada mágica até o momento, é possível sonhar com todos os títulos que disputa atualmente? No brasileiro ver o Vasco em 3º(colocação que pode ser sua se vencer o jogo da rodada 11) e o maior rival em 16º é bem surreal, mas como estamos falando de um futuro distante, tudo pode acontecer. Sente que o time possa se manter firme para tentar conquistar tudo? Ou pensa em priorizar alguma competição? Se ganhar a Libertadores, vai tentar o mundial de clubes? Bom trabalho na sequência.

Sonhar a gente sonha toda temporada com isso hahahahah espero que eu consiga!

As posições não me enganam, o Vasco conseguiu montar um bom time (com 3 jogadores meus inclusive) e mereceram estar onde estão. Já os mineiros... Inclusive o técnico foi mandado embora e contrataram um ex-jogador que passou pelo Tupi como atual técnico. XD

Eu espero que a gente consiga sim. Eu não vou priorizar nenhuma competição pois, como é a última temporada, eu sinto meio como se eu estivesse no tudo ou nada. Então eu vou pra todas as frentes com força máxima e que os jogadores aguentem a pressão. Acho que pelo menos um título eu consigo. Se chegarmos no Mundial, bom... o campeão da UCL foi DE NOVO o Bayern, então se chegarmos lá, seria um jogo de despedida muito emocionante para o técnico, independente de com ou sem vitória.

Valeu Vannces!

 

Em 07/03/2019 at 20:53, Herr Jones disse:

Eu não consigo jogar no Brasil por conta desse abismo que tem dos estaduais pras competições importantes. Acho que o time tem que pegar no tranco em jogos decisivos, como foi o caso da Libertadores para chegar às oitavas e até reencontrar as vitórias no Brasileirão. Mas de qualquer forma, o começo de temporada é razoável; não traz aquela empolgação fervorosa, embora deixe aquela expectativa de que o Tupi tem mais a oferecer. Eu aposto minhas fichas todas na recuperação do Galo Carijó nessa Série A para se colocar na briga pela ponta da tabela já no próximo mês.

Eu também acho esse abismo muito estranho e chato, pra ser sincero. Mas é o que tem né, faz parte do nosso calendário.

O começo não foi de todo ruim, no Brasileirão empatamos demais e vimos o time despencar, mas acredito que a gente consiga dar a volta por cima. Vamos ter que engatar uma boa sequência de vitórias se quisermos mesmo isso, mas acho que é possível. Vamos ver.

Valeu Herr!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

00054c1d521f26dc40.jpg

O penúltimo capítulo.

Até hoje me pergunto o que me levou a aceitar o convite de técnico do Tupi. Ok, eu encerrei minha carreira de futebolista aqui, mas eu mal joguei uma temporada e a direção achou que eu deveria servir de bombeiro para a equipe. Meio que caí de paraquedas. E logo eu, que nunca nem quis ser técnico. Talvez eu seja um Renato Gaúcho sem grife, já que diferente dele, eu fui um peladeiro que não teve uma carreira de se invejar dentro de campo. E vejam só: de um time pequeno do estado a maior potência sulamericana, a frente de grandes clubes europeus. O Tupi, totalmente desacostumado a títulos no passado, comemorou pelo menos um por temporada desde 2026. Até então, o clube só havia ganhado 2 títulos importantes em sua trajetória: A Taça Minas Gerais de 2008 e a Série D de 2011. Bom, vou falar um pouco sobre eles:

 

TAÇA MINAS GERAIS - 2008

image.jpg

A Taça Minas Gerais de 2008 contou com 6 clubes. Além do Tupi, havia Uberlândia, Villa Nova, Araxá, Uberaba e o favorito América Mineiro. A primeira fase ocorreu durante 2 meses, com turno e returno. O Galo-Carijó liderou a primeira fase com 18 pontos, 1 a frente do coelho. Teve o melhor ataque da primeira fase, com 17 gols marcados, e a segunda melhor defesa, com 11 gols sofridos. Passavam para as semifinais os 4 melhores colocados, com o melhor time enfrentando o quarto, e o segundo enfrentando o terceiro. Nas semifinais, duas vitórias em cima do Villa Nova (1x0 e 3x1) foram mais do que suficientes para botar o galo-carijó nas grandes finais contra o todo poderoso América, que havia vencido em 2005. No jogo de ida, o galo bicou o coelho metendo 3x1 em pleno Independência. Curiosamente, um dos gols marcados saiu dos pés de Léo Salino, que voltou ao Tupi em 2019 e se aposentou por aqui em 2020, tendo uma passagem razoável no time de sua cidade natal. No jogo de volta, Evandro saiu marcando para o time da capital logo aos 7 minutos. Mas mesmo levando o gol, o galo do interior não deu mole, e ele de novo, Léo Salino empatou o jogo. O América conseguiu marcar mais um, mas o técnico Wellington Fajardo foi esperto e botou um zagueiro no lugar do ídolo Ademílson (com passagens por Fluminense e Botafogo) para segurar a pressão, faturando assim o primeiro grande título da história do clube.

 

CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE D - 2011

01____.jpg

O Tupi chegava a sua terceira participação consecutiva na Série D desde a criação da 4ª divisão nacional, ocorrida em 2009. Em 2011, foram 40 clubes participantes, oriundos de 26 unidades federativas do Brasil, sendo eles os melhores classificados de seus respectivos estaduais, excetuando-se aos times que faziam parte dos escalões superiores do futebol tupiniquim. Houve algumas exceções, como o Nacional do Amazonas, que entrou no lugar do representante de Roraima que não quis participar do campeonato. O Tupi anteriormente havia conseguido passar de fase em todas as suas participações, mas ficou para trás na segunda fase em 2009 e nas oitavas em 2010.

Na primeira fase, caiu em um grupo razoável, com Anapolina-GO, Itumbiara-GO, Gama-DF e Tocantinópolis-TO. Terminou em primeiro lugar no grupo com 14 pontos, com 4V 2E 2D. Curiosamente, não foi bem contra o lanterninha Tocantinópolis, empatando em casa e perdendo fora por 3x0. Nas oitavas, enfrentou o Volta Redonda, passando com 4x3 no placar agregado. Reencontrou o Anapolina nas quartas e já meteu um sacode de 4x1 no jogo de ida no Mário Heleno, só restando empatar no jogo de volta em Goiás. O acesso garantido foi muito comemorado, mas o Tupi queria mais. Nas semifinais encarou o Oeste e venceu por 3x0 em casa e 3x1 fora, chegando com moral para enfrentar o todo-poderoso e franco-favorito Santa Cruz, campeão do Pernambucano na temporada (confronto que seria reeditado nas finais da Série C de 2018 no início de minha saga). No confronto de ida, vitória por 1x0 em Juiz de Fora que não traziam muito conforto, afinal de contas, enfrentar o Santa no Arruda em plena final de campeonato é teste pra cardíaco. E claro, o Santa veio para pressionar e conseguir o resultado logo. Porém o galo-carijó montou um ferrolho e aguentou a pressão do time coral durante todo o primeiro tempo, pouco se arriscando e preferindo tocar a bola do que procurar o ataque. Deu certo. No segundo tempo, com a equipe tricolor precisando do resultado, acabaram tirando um lateral para meter outro atacante em campo. Desprotegida lá atrás, o Tupi fez a festa, e em 2 jogadas de contra-ataque já no fim do jogo, meteu 2 gols e sacramentou o tão esperado primeiro título nacional do galo-carijó.

Em ambas as decisões, lá estava Ademilson para levantar a taça com a faixa de campeão, um dos maiores nomes da história do Tupi até então. Mas sobre ele eu falo antes de entregar o cargo.

 

Transfer-ncias.jpg

SAÍDAS:

G - HUMBERTO ARAVENA - O leitor mais atento vai reparar que o goleirão do Chile chegou lá de fora em março custando 7,25M. Com salário alto, a sua vinda se deu pelo medo de ver Cocada partir para a Europa na janela de transferências, o que acabou não ocorrendo. É um goleiro muito interessante para se ter como reserva (que ele aceitava de muito bom grado) e era constantemente convocado mesmo assim. Eis que de repente o Cagliari aparece com uma proposta de pagamento integral de seus salários com valor de empréstimo fixado em pelo menos 650m por mês, podendo ser mais dependendo da quantidade de vezes que entrar em campo. Isso vai render ao clube PELO MENOS 7,8M até o fim do empréstimo, sem contar a economia com o salário. Se ele jogar a maior parte dos jogos (o que deve acontecer), o valor final arrecadado deve ser superior a 12M. Não tive como recusar.

LD - CÉZAR - Eu tentei manter o jogador o máximo que eu pude, até que o Liverpool botou 60M INICIAIS na mesa (que virarão 71M após o pagamento das parcelas). Era um dos meus jogadores mais queridos, mas era muita grana para recusar, e com o jogador implorando pra sair, eu aceitei. O jogador, que chegou ao clube ainda em 2028, fez 286 partidas, quase batendo o recorde de Caio Rangel. Porém, não marcou um golzinho sequer.

PE - HAMADA HAMDY - Esse eu não pude fazer nada além de assistir a Internazionale cobrir a sua multa prevista em contrato: 44M. Sorte nossa que contratei Erivaldo. Será? Foram 61 partidas pelo carijó, com 14 gols anotados.

CA - LUIZ FERNANDO - Com inchaço de bons atacantes no elenco, Luiz Fernando se viu relegado a terceira (e as vezes quarta) opção para a frente, e já não justificava seu salário. O Cruz Azul do México propôs 8M por ele, mas pedi 13M (com cláusulas adicionais) e eles toparam. Ao longo de 3 temporadas e meia, fez 67 partidas e anotou 19 gols, uma boa média para um reserva que teve poucos jogos como titular.

 

ENTRADAS:

G - FRANCO IGLESIAS - Goleiro titular na LDU, não tem o mesmo prestígio e qualidade que Aravena, mas tem qualidade mais que suficiente para aguentar as ausências de Cocada.

LD - SEGUNDO RODRIGUEZ - Com a saída de Cézar, alguém tinha que vir para a lateral direita. O escolhido foi o atual titular da seleção equatoriana, vindo também da LDU. Veio para disputar a vaga titular com Amaury Junior até o fim da temporada.

Z - HODIRLEY - Com uma epidemia de lesões no clube, achei interessante trazer um zagueiro extra para o clube. Como já disputou mais de 6 partidas pelo Botafogo, não pode jogar pelo Brasileirão, mas pode jogar na Libertadores. Futebol o muleque tem, um bom nome para o futuro do clube.

MC - FERDI KADIOGLU - De vez em quando algum europeu se oferece para jogar no Tupi. Com poucas opções para o meio, trouxe o experiente meia holandês para compor elenco. Nos jogos que fez até então, não comprometeu.

PE - THOMÉ - Chegou ao clube como Thomé Junior, mas como achei o nome bosta demais, abreviei para apenas Thomé. Maior valor que paguei nessa janela (15M), vem do Paraná, onde vinha jogando muito bem. Curiosamente, ele e Erivaldo, maior ponta esquerda que já tivemos, guardam semelhanças: Veio também do Paraná, sem muita moral com o olheiro, comigo bancando a contratação e já chegando, jogando e indo bem. Até o fim da temporada, pelo menos 3 estrelas eu acho que ele alcança pelo clube.

 

1.jpg

Conseguimos uma importante vitória, dessa vez contra o CORITIBA, vencendo por 1x0. O gol foi marcado de pênalti, enfim. Já tinhamos cobrado uns 6 pênaltis na mão dos goleiros. Chegou então a hora do duelo contra o RACING pela Libertadores. Conseguimos um importantíssimo resultado fora de casa, vencendo os argentinos por 3x0. Mas bonito mesmo foi enfrentar o ATLÉTICO MINEIRO pelo Brasileirão e meter uma sapatada de 4x0 neles. E poderia ter sido 5, se Paulinho não tivesse errado o pênalti dele.

Na sequência de jogos importantes, enfrentamos o GRÊMIO lá no Rio Grande do Sul pelo primeiro jogo da Copa do Brasil, e perdemos por 4x2 um jogo onde o Grêmio fez todos os gols. Sim, nossos 2 gols foram contra, o primeiro foi digno de comédia pastelão: Zagueirão do tricolor gaúcho foi dar carrinho em Salinas, errou o tempo e meteu a bola pra gol. Mas bem, resultado difícil de reverter, mas não impossível. Contra o PALMEIRAS ameaçado pelo Z4, não tivemos muitas dificuldades para vencer, conquistando mais 3 pontos com um 2x0, mesmo com apenas 10 em campo (Barrios se lesionou também, mas faltando apenas 1 minuto).

Nosso próximo adversário foi o CRUZEIRO, e continuando nossa incrível recuperação, vencemos por 2x0 o nosso rival, com direito a um golaço de falta de Marco Aurélio. Pra finalizar o mês, enfrentamos o SÃO PAULO no Mário Heleno e conseguimos manter a nossa invencibilidade contra o atual líder, porém só ficamos no empate em 2x2, com todos os gols saindo ainda no primeiro tempo. Foi um jogo muito complicado, e com ambos os times jogando pra frente, o empate não foi o placar mais injusto de todos.

 

A8a582f3ade64ef7f6.jpg

Recuperamos bem no Brasileirão e conseguimos ótima vantagem na Libertadores, mas o jogo da Copa do Brasil complicou nossa vida.

 

JOGO DO MÊS:

A38cf42eb3b72876b8.jpg

Massacramos o galo, que ainda viu André Ricardo (ex-zagueiro da nossa base) ser expulso.

 

2.jpg

Adversário inédito na história recente do Tupi, enfrentamos o ITUANO, lanterninha até então. Conseguimos afastar nosso recorrente azar de sempre tremer para os times de baixo, vencendo o jogo por 2x0 numa partida que dava pra ter vencido até por mais, se não fosse nossa falta de pontaria. Na partida de volta contra o GRÊMIO pela Copa do Brasil, lembrei-me do que o @Tsuru disse uma vez sobre as vezes a melhor forma de atacar é mantendo uma sólida defesa. O Grêmio tem ótimos jogadores de frente, e apesar da desvantagem de 2 gols no agregado até então, armei o time na defensiva. O resultado foi um 3x0 convincente, com direito a 2 gols de Salinas e mais um contra. No fim das contas, dos 5 gols marcados pelo Tupi, 3 foram contra.

O jogo seguinte foi contra o VITÓRIA também em casa e vencemos por 2x1, aumentando nossa série invicta no Brasileirão em 12 partidas. Se tivesse sido 2x0, alcançaríamos a liderança pelo saldo de gols. Mais jogo decisivo pela frente, e agora pela Libertadores enfrentamos de novo o RACING. Salinas abriu o placar aos 9' e após isso, marcamos mais 2 em 14 minutos. Com uma ampla vantagem de 6 gols, a classificação estava mais do que garantida. Os argentinos ainda reagiram marcando dois gols, mas o mesmo Salinas marcou o terceiro dele, e fechou a conta em 4x2.

De volta ao Brasileirão, o adversário da vez foi o CORINTHIANS. Penamos demais contra o coringão, que começou o jogo já abrindo o placar com Jaciel. Demos a volta e buscamos a virada ainda no primeiro tempo, mas no segundo eles não só conseguiram empatar o jogo como virar no último lance, finalizando o placar em 3x2 e quebrando enfim nossa invencibilidade. Nosso adversário nas semifinais da Copa do Brasil veio a ser o SÃO PAULO, atual líder do Brasileirão. Foi um jogo parelho e bem complicado onde o tricolor buscou 2 vezes o empate, mas conseguimos sacramentar a vitória por 3x2 com gol de David Willian no segundo tempo.

Reencontramos o GRÊMIO pelo Brasileirão e chegamos a vencer o jogo por 2x0, mas com 2 gols de Berbotto, o tricolor gaúcho conseguiu buscar o empate num jogo onde David Willian se lesionou e ficará de fora praticamente até o fim da temporada. No jogo de volta contra o SÃO PAULO pela Copa do Brasil nós utilizamos a mesma estratégia usada contra o Grêmio e deu certo: vencemos novamente por 3x0 (com 2 gols de pênalti), garantindo vaga nas grandes finais. Fechando o mês, enfrentamos o agora lanterna BOTAFOGO e sapecamos um 3x0 pesadão neles.

 

A18590d9b6839d5d5c4.jpg

2 tropeços freiaram nossa recuperação desenfreada no Brasileirão, mas nada perdido até então. Na Copa do Brasil, classificação heróica contra o tricolor gaúcho deram moral para passar pelo São Paulo.

 

JOGO DO MÊS:

A104019ccb884393168.jpg

JOGAZO

 

3.jpg

Último mês do trimestre já começou com jogo no primeiro dia. O adversário foi o ATHLETICO PARANAENSE, mais um time da parte de baixo da tabela. Pela quantidade de oportunidades desperdiçadas pelo nosso time, posso dizer que vencer por 1x0 foi muito pouco. Mas o importante são os 3 pontos. Contra o VASCO, parece que há uma aura que não permite que a gente os vença. Sinceramente, nem lembro qual foi a última vez que o fizemos. Dito e feito: Perdemos por 3x1 num jogo irreconhecível da nossa equipe.

Chegava então a hora da partida mais importante até aqui na temporada: Nosso adversário nas grandes finais da Copa do Brasil veio a ser o VITÓRIA, e largamos com grande vantagem ao vencermos por 3x0 em casa. E mesmo com uma enxurrada de jogadores lesionados, e consequentes lesões de Kikarin e Edu Ceará neste jogo, os jovens da base que entraram no jogo conseguiram corresponder a altura, tendo Vitor Martins dado o passe para o primeiro gol. Contra o FLUMINENSE, um jogo muito difícil nos esperava, mas conseguimos manter a consistência defensiva, assegurando um empate sem gols que foi melhor para nós do que para eles.

Pelas quartas da Libertadores, nosso adversário foi o PALMEIRAS, e o primeiro jogo foi muito difícil. Apesar das nossas tentativas, o Palmeiras vinha ganhando o jogo por 2x1, até que no finzinho do jogo José Antônio achou a oportunidade perfeita após belo contra-ataque em velocidade de Thomé. Empate suadíssimo. Enfrentamos o SANTOS em partida atrasada pelo Brasileirão. Não jogamos muito bem, demos espaços para o adversário que provavelmente não daríamos se estivéssemos com todos nossos jogadores titulares habituais. Mas no fim das contas, vencemos por 2x1 num jogo onde todos os gols sairam ainda no primeiro tempo. E o melhor é que enfim alcançamos o primeiro lugar do campeonato.

Pelo jogo de volta da Libertadores contra o PALMEIRAS, Zappino foi expulso logo aos 13'. Apesar de termos feito um gol, a vantagem de apenas um gol me dava receio, pois se o Palmeiras partisse para cima, eles poderiam tentar correr atrás da virada. Mas conseguimos ampliar o placar e vencer no fim das contas por 2x0. Milton ainda se lesionou na partida, ficando 3 semanas fora. Em casa, enfrentamos o GOIÁS ameaçado pelo rebaixamento e enfrentamos uma retranca muito organizada do time esmeraldino. Só abrimos o placar já aos 67' e de pênalti, com José Antônio ampliando para 2x0 já no finzinho. E pra finalizar o trimestre, enfrentamos o VITÓRIA em mais um jogo atrasado para repor, e o que seria uma chance de disparar na liderança, acabou sendo só um empate frustrante, onde nem jogamos mesmo muito bem.

 

A285723d9e44740f9d8.jpg

Houveram mais alguns tropeços, mas conseguimos chegar ao topo do Brasileirão. Na Copa do Brasil, só uma tragédia tira nosso título.

 

JOGO DO MÊS:

A21d2ee61ec9ba57e13.jpg

O jogo que pode ter definido nosso título na Copa do Brasil.

 

SERIA-A.jpg

Com 2 jogos a menos que o Atlético Mineiro, estamos em segundo lugar no campeonato com totais condições de vencermos, só precisamos nos recuperar. Aliás, Atlético Mineiro que assim como em temporadas passadas, conseguiu se recuperar fenomenalmente. Não temos a melhor média de gols marcados (apenas a 5ª) mas temos disparado a melhor defesa da competição, graças a Cocada e companhia lá atrás. Outros times que temos que ter atenção redobrada são o São Paulo e o Grêmio, que esperam só uma derrapada para nos abocanhar. Na parte de baixo, a decepção fica com o Flamengo, lutando para não cair.

 

A299f017eb3a77bef12.jpg

 

Copa-dobras.jpg

Após a heroica classificação nas quartas-de-final contra o Grêmio e a sova que metemos no São Paulo nas semis, o título tem 1 mão e 4 dedos da outra mão do Tupi na taça. Vitória até vem fazendo bom Campeonato Brasileiro, mas não acredito que tenham time para tirar a diferença no jogo de volta, mesmo que seja no Barradão.

 

A3048685a437d106d91.jpg

 

2.jpg

O desafio desse ano tem sido o São Paulo, que disputa título conosco na Série A e cruzou nosso caminho na Copa do Brasil. Lá vencemos com propriedade, será que dá Tupi de novo? Do outro lado do chaveamento, surpresa com classificação do Olimpia e Vélez Sarsfield.

 

A31275291d41dc4f567.jpg

 

elenco.jpg

José Antônio ou Cristian Salinas? Quando um não joga, o outro resolve. Ambos vem fazendo uma temporada magnífica, e muito de nossa recuperação na Série A passa pelos pés dos dois. Thomé foi uma baita contratação, e já botou Edu Ceará para trás na corrida pela titulariedade, e Erivaldo que se cuide, pois o garoto é bola. Boquita vem surpreendendo na zaga, se saindo melhor que seu companheiro Barrios. Marco Aurélio substitui David Willian enquanto este está lesionado, e até aqui vem cumprindo bem a tarefa. Entre os reservas, destaque para Kikarin que vem jogando bem quando entra e Marcos Vinícius, adaptado tanto no meio quanto na frente.

 

A32a2d961d61c736317.jpg

 

a3.jpg

Os constantes investimentos na base e no recrutamento enfim deram frutos, com Gustavo Henrique sendo o melhor jovem revelado em Juiz de Fora em todo o save. Seu defeito é que ele é muito preguiçoso, e isso deve atrapalhar sua evolução. Designei Yuri Alberto para o tutorar, mas o jovem não se deu bem com o veterano. Tentarei de novo com Paulinho. Mateus Elias seguiu nossa tradição de gerar bons goleiros na base. Os restantes não devem se desenvolver bem o suficiente para figurarem no escalão de cima, mas sempre há espaços para surpresas.

 

A33f735aa1aa648c7e0.jpg

 

Finan-as.jpg

Com as vendas astronômicas desta temporada, aliadas a premiações até então, nosso caixa está mais do que gordo agora. Vou tentar pedir mais uma expansão na categoria de base antes de pedir demissão. Vou terminar a temporada com 44M em caixa disponíveis para transferências, um recorde.

 

A34.jpg

 

AAAAAA.jpg

O fim de uma era.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Tupi vai voando e é capaz de levar tudo, de forma bastante merecida, nessa temporada. Só acho que deveria entregar a final da Copa do Brasil pro Vitória hahahahah

Share this post


Link to post
Share on other sites
mfeitosa

Que grande save tens feito aqui, Marcio! Parabéns pela longevidade, organização e conquistas! Com certeza servirá de inspiração para muita gente, onde me incluo. 

Infelizmente, não estive por aqui para acompanhá-lo em "tempo real". 

Ansioso pelo desfecho! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Creio que o Tupi vai faturar tudo nesta temporada. Independentemente do títulos, o save terminará com chave de ouro por tudo que você jogou e compartilhou conosco.

E o Ademílson?

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Engraçado ler seu save com superação e títulos. Quando olho a vida Real o Tupi fora rebaixado para a segundona do mineiro, após a derrota para o Cruzeiro neste fim de semana. Dá até tristeza.

Share this post


Link to post
Share on other sites
17octavius

Está no caminho certo para a tríplice coroa. Só não pode bobear contra o SPFC, é adversário cascudo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Tem a faca e o queijo na mão para encerrar com uma temporada épica. Pena que o fim da história também culminou com o rebaixamento da equipe para o Módulo II do Mineiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

O time vem bastante forte em busca de uma temporada perfeita. Acredito que dê para levar todos esses títulos, ainda mais com todo o investimento no elenco.

Outro ponto bastante legal são os sucessivos investimentos em infraestrutura, que deixarão um legado bem bacana para o Galo Carijó.

Boa sorte nessa reta final.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Está perto de um final de save perfeito. Transformou o Tupi num dos grandes do Brasil e as estruturas do clube refletem isso mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leonardo Moreno

:')

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai
Em 17/03/2019 at 01:30, marciof89 disse:

Ademilson para levantar a taça com a faixa de campeão

Ia perguntar quem era o capitão, que aparecia nas duas fotos.

Em 17/03/2019 at 01:30, marciof89 disse:

Foi você ou a torcida que colocou o apelido? hahahaha sacanagem

Em 17/03/2019 at 01:30, marciof89 disse:

Já tinha um no clube? Ba dum

___________

 

Esse galo tá virado num gavião! Vem tudo esse ano?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
1 hora atrás, Neynaocai disse:

Ia perguntar quem era o capitão, que aparecia nas duas fotos.

Foi você ou a torcida que colocou o apelido? hahahaha sacanagem

Já tinha um no clube? Ba dum

___________

 

Esse galo tá virado num gavião! Vem tudo esse ano?

FRANGO HAHAHAHHHAH digitei errado, o goleiro nem é tão frangueiro assim.

Na verdade eu já tive um Rodríguez, costarriquenho. Se aplicar essa lógica... XD

Será que vem tudo esse ano? A equipe tem jogado bem, mas o Brasileirão tá bem complicado. Apesar de estarmos com vantagem, os times disputando com a gente estão apertando o passo junto da gente. Consegui disparar, mas tenho que manter o padrão. E o Tupi adora jogar a toalha na última hora (pelo menos na Série A). A Copa do Brasil eu sei que vem, seria mt dificil perder. Libertadores é freguesia, mas passar pelo SP vai ser difícil. Se passarmos, acho que venço. Mundial é MUITO complicado, venci na temporada passada por pura cagada e até eu sei disso hahahaha.

Valeu Ney!

Em 17/03/2019 at 06:55, Herr Jones disse:

Tupi vai voando e é capaz de levar tudo, de forma bastante merecida, nessa temporada. Só acho que deveria entregar a final da Copa do Brasil pro Vitória hahahahah

Tomara que a gente leve tudo mesmo! hahahahah

O Vitória já venceu uma Copa do Brasil aqui no save. Já tá bom demais! hahahah

Valeu Herr!

 

Em 17/03/2019 at 10:55, mfeitosa disse:

Que grande save tens feito aqui, Marcio! Parabéns pela longevidade, organização e conquistas! Com certeza servirá de inspiração para muita gente, onde me incluo. 

Infelizmente, não estive por aqui para acompanhá-lo em "tempo real". 

Ansioso pelo desfecho! 

Seja bem vindo Feitosa! Antes tarde do que nunca hahahaha

Agradeço as palavras, fico feliz quando vejo alguém dizer q buscou inspiração aqui nessa história. Espero conseguir manter o padrão para a próxima vez que contar algo por aqui.

Obrigado!

 

Em 18/03/2019 at 09:50, ggpofm disse:

Creio que o Tupi vai faturar tudo nesta temporada. Independentemente do títulos, o save terminará com chave de ouro por tudo que você jogou e compartilhou conosco.

E o Ademílson?

Eu quero vencer tudo pq eu acho que seria uma forma magnífica de deixar o clube, com sensação total de dever cumprido, mas como Mundial é casca grossíssima por exemplo, se não conseguir não ficarei frustrado. Mas fico feliz de ter chegado até aqui com esse save, faltando mt pouco pra concluir a saga. Sei que é difícil para muitos ir até o fim, mas me diverti do início ao fim aqui. Espero conseguir o mesmo na próxima vez.

Vou falar sobre o Ademilson na próxima atualização. Acho que ele merece um destaque.

Valeu GG!

 

Em 18/03/2019 at 11:02, LC disse:

Engraçado ler seu save com superação e títulos. Quando olho a vida Real o Tupi fora rebaixado para a segundona do mineiro, após a derrota para o Cruzeiro neste fim de semana. Dá até tristeza.

Rapaz, eu fiquei mt triste ao ver o Tupi ser rebaixado. Espero que eles consigam voltar logo, pq vai ser meio desesperador. Já estão na Série D, se não subirem vão ficar sem divisão nacional e os caramba. Não vai ser legal para o Carijó.

 

Em 18/03/2019 at 20:10, 17octavius disse:

Está no caminho certo para a tríplice coroa. Só não pode bobear contra o SPFC, é adversário cascudo.

O São Paulo é o adversário que eu mais temo agora, pq se passar deles, acho que a taça vai ser nossa!

 

Em 19/03/2019 at 06:56, Henrique M. disse:

Tem a faca e o queijo na mão para encerrar com uma temporada épica. Pena que o fim da história também culminou com o rebaixamento da equipe para o Módulo II do Mineiro.

Poisé rapaz, quando fiquei sabendo do rebaixamento eu fiquei bem triste. Me apeguei mais ainda ao clube, passei a acompanhar mais ainda o Tupi na vida real e vi que fizeram um campeonato péssimo. Se não subirem pra Série C esse ano, vão ficar sem divisão. :S

 

Em 19/03/2019 at 13:16, vinny_dp disse:

O time vem bastante forte em busca de uma temporada perfeita. Acredito que dê para levar todos esses títulos, ainda mais com todo o investimento no elenco.

Outro ponto bastante legal são os sucessivos investimentos em infraestrutura, que deixarão um legado bem bacana para o Galo Carijó.

Boa sorte nessa reta final.

O Mundial é barra pesada pra conseguir, mas Copa do Brasil/Série A/Libertadores é bem possível. Na Copa do Brasil foi suado como sempre, mas agora a vantagem é grande demais pra entregar a paçoca. Na Série A, tem mts times na cola, mas se eu engatar uma boa sequência de vitórias eu acho q ngm me alcança. A Libertadores é que promete ser mais complicada com o São Paulo. Se passar deles, acredito que ganho, pois os times do outro lado da chave parecem mais acessíveis.

Nada me satisfaz mais do que ter superado as minhas próprias expectativas para a infraestrutura. Achei q só conseguiria chegar a 3,5 estrelas, mas o CT é 5 e o CT da base é 4, fico feliz de ter alcançado isso.

Valeu Vinny!

 

Em 19/03/2019 at 13:59, Darthz disse:

Está perto de um final de save perfeito. Transformou o Tupi num dos grandes do Brasil e as estruturas do clube refletem isso mesmo.

Como disse aqui em cima, se o Mundial não fosse tão difícil de faturar, eu até ficaria mais empolgado pra dizer q vou faturar tudo, mas acho q os outros títulos eu consigo sim, o time tá embalado. E a estrutura do clube me orgulha, ter conseguido esse nível em 15 temporadas foi um desafio e tanto, sorte q conquistei mt grana com títulos.

Valeu Darthz!

 

Em 19/03/2019 at 20:32, Leonardo Moreno disse:

:')

original-28983-1446849401-3.jpg?downsize

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Parece mesmo ser o São Paulo o time a ser batido para que o Tupi possa fechar a temporada com chave de ouro. Eles estão fazendo frente nesse momento ao time mineiro. O que me impressionou também foi o Vitória que pela Copa do Brasil só venceu medalhões, mas na final não foi páreo para o Galo Carijó. Volta e meia o Atlético fica ali enchendo a paciência do Tupi. O brasileirão poderá ganhar em emoção nas rodadas finais e com ares de regionalismo mineiro. Bom trabalho na sequência e boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
thyagocda
Em 17/03/2019 at 01:30, marciof89 disse:

Com 2 jogos a menos que o Atlético Mineiro, estamos em segundo lugar no campeonato com totais condições de vencermos, só precisamos nos recuperar. Aliás, Atlético Mineiro que assim como em temporadas passadas, conseguiu se recuperar fenomenalmente. Não temos a melhor média de gols marcados (apenas a 5ª) mas temos disparado a melhor defesa da competição, graças a Cocada e companhia lá atrás. Outros times que temos que ter atenção redobrada são o São Paulo e o Grêmio, que esperam só uma derrapada para nos abocanhar. Na parte de baixo, a decepção fica com o Flamengo, lutando para não cair.

Não dá pra se despedir perdendo o Brasileiro logo pro Atlético kkkkk Vamo, vamo TUPI!!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
Em 22/03/2019 at 12:57, Vannces disse:

Parece mesmo ser o São Paulo o time a ser batido para que o Tupi possa fechar a temporada com chave de ouro. Eles estão fazendo frente nesse momento ao time mineiro. O que me impressionou também foi o Vitória que pela Copa do Brasil só venceu medalhões, mas na final não foi páreo para o Galo Carijó. Volta e meia o Atlético fica ali enchendo a paciência do Tupi. O brasileirão poderá ganhar em emoção nas rodadas finais e com ares de regionalismo mineiro. Bom trabalho na sequência e boa sorte.

O Vitória na verdade mantém um time interessante já a algumas temporadas, é um lance mt curioso e bacana de se ver. Mas não deu pra eles contra o Tupi auhhauhauhauha

Vamos ver, a atualização sai hoje. ?

 

Em 25/03/2019 at 20:55, thyagocda disse:

Não dá pra se despedir perdendo o Brasileiro logo pro Atlético kkkkk Vamo, vamo TUPI!!!!

Rapaz, que fim melancólico que seria. AHSUHASUHSUHD

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

00054c1d521f26dc40.jpg

Prazer: Tupi Football Club

Mas quem foi Ademilson?

ademilson-leo.jpg

Quando cheguei ao clube, apenas 4 pessoas faziam parte do quadro de ídolos do Tupi: Toledo, grande ídolo do Tupi na década de 60, Francisco de Salles Oliveira, presidente do Carijó ainda na década de 20, Tufy Ahouagi, também presidente na década de 60, e Ademílson. É sobre ele que falarei aqui.

Ademílson surgiu na base do Ypiranga ( @Leonardo Moreno) mas começou sua carreira profissional em 1995 atuando no futebol capixaba, mais especificamente no Rio Branco e no Alegrense. Foi descoberto pelo Botafogo em 2002, fazendo parte do time que foi rebaixado para a Série B naquela temporada. Se transferiu em 2003 para o Fluminense, onde teve uma passagem interessante, marcando alguns gols, mas sem grande alarde. De lá, fez escala no exterior, atuando nos 2 únicos clubes fora do país: Deportivo Iraputo (MEX) e Lokeren (BEL). Aí começou a peregrinar por times menos importantes do futebol nacional: Paysandu, Cianorte, Marília até chegar ao carijó. Em sua primeira passagem (2007-2010) faturou a Taça Minas Gerais em 2008 como capitão do time, sendo considerado já na época ídolo pela torcida do clube. Saiu após o mineiro de 2010 para atuar no Ipatinga, tendo jogado também pelo Uberlândia antes de voltar ao Tupi. Nessa segunda passagem (2011-2015) conquistou a maior glória do time: A Série D. O capitão foi importantíssimo para o clube nesse período, colocando de vez seu nome no rol de grandes nomes do clube carijó. Infelizmente se lesionou gravemente durante a campanha da Série C em 2012, não podendo ajudar o clube, que acabou sendo rebaixado novamente. Em 2012 porém, voltou a ser decisivo, sendo artilheiro da Série D e recolocando o galo-carijó na Série C. Fez parte ainda do elenco que garantiu o acesso a Série B, já sem tanto protagonismo.

Um duro golpe na torcida aconteceu na temporada 2016: Ademílson aceitou defender as cores do Tupynambás, onde segue até hoje. Mas com certeza seus feitos e sua importância para o clube não serão apagados: Maior artilheiro do Radialista Mário Heleno, Ademito é símbolo de jogador raiz, que não foge à responsabilidade. O cara que ajudou o Tupi a reaparecer no mapa do futebol brasileiro...

Até eu chegar ao clube, claro.

 

17a060e0770538d62.jpg

Já começamos o mês passando o carro em cima do ABC, vencendo sem contestação por 4x0 mesmo jogando fora de casa, com destaque para o golaço de José Antônio: Chutão de fora da pequena área, com a bola batendo na parte interna do travessão e entrando no gol. Contra o FORTALEZA, começamos mal (apesar do gol), mas endireitamos a equipe com o jogo em andamento e conseguimos pressionar o tricolor, faturando mais 2 gols e fechando o placar em 3x1. O próximo adversário foi o FLAMENGO ameaçado pelo rebaixamento, e aquela máxima na vida do Tupi: É time ameaçado? Vamos ajudar eles. 1x0 pro rubro-negro.

Chegava então a derradeira partida da Copa do Brasil. De um lado o VITÓRIA, campeão em 2023. Do outro o galo-carijó, campeão em 2024 e 2029. Tínhamos 3 gols de vantagem debaixo do braço quando a partida começou. Quando acabou, eram só 2, mas a derrota por 1x0 não diminuiu em nada o tamanho do nosso tricampeonato. Jogamos bem, fizemos um jogo equilibrado contra um desesperado Vitória, e só faltou mais pontaria para marcarmos um gol. Três dias depois e já giramos a chave para o Brasileirão, onde enfrentamos o CORITIBA em Juiz de Fora. Aplicamos uma pancada no coxa metendo 3x0 que nos mantinha firmes na luta pelo título.

No último jogo atrasado que tínhamos até aqui, o adversário era o INTERNACIONAL, que andava bem mais ou menos das pernas até então. Repetimos o placar anterior vencendo por 3x0, com gols de José Antônio e Zappino, ex-jogador colorado. A vitória nos permitiu disparar 4 pontos a frente do segundo colocado, nos dando uma margem confortável para a sequência do campeonato. Pelo primeiro jogo das semifinais da Libertadores, vitória apertada do SÃO PAULO por 2x1. Apesar de terem chutado ligeiramente mais, fizemos um jogo muito superior em comparação aos paulistas, pecando apenas na quantidade enorme de faltas e cartões que tomamos. Finalizando o mês, nosso maior adversário ATLÉTICO MINEIRO nos enfrentou numa partida de 6 pontos. E quem se deu bem foi o galo da capital, que venceu por 3x1, num jogo onde tivemos maior posse de bola e quase o dobro de chutes que o adversário, num misto de péssima pontaria e excelente partida de Guilherme Kennedy, inspiradíssimo marcando 1 gol e dando passe para outros 2 do lado de lá.

 

A9db8131c5f6e0a8d4.jpg

Tristeza perder para o Atlético no meu último jogo disputado contra eles. Mas conseguimos um importante título na temporada mesmo com derrota.

 

JOGO DO MÊS:

A4482f6859d8c89d04.jpg

O famoso "ganhamos mesmo perdendo".

 

27381ef563369df42.jpg

O mês já começou com decisão, com a partida de volta das semis da Libertadores contra o SÃO PAULO. E que jogaço. Começamos cedo abrindo o placar com Erivaldo, mas Celso Fernando empatou para o tricolor 10 minutos depois. O resultado facilitava a vida deles. Conforme o tempo passava, nada de nosso gol sair. Fomos para o segundo tempo, chamei os caras e falei que eles tinham capacidade mais que suficiente para virar o jogo. Mas o resultado não vinha, apesar das tentativas. Aos 73' Alex Sandro botou o Tupi na frente de novo, resultado que levava o jogo para os pênaltis. Eis que aos 80' o herói esquecido, o mais antigo no clube até então, o cara de 2026, o gringo europeu, o Puskás sem grife: KIKARIN marcou o gol da heróica classificação para as finais. E um baita golaço diga-se de passagem. O São Paulo acertou depois uma bola no travessão e outra na trave aos 95', me levando a loucura. Mas não teve jeito: Estávamos nas finais! Cocada ainda elogiou minha palestra durante o intervalo, falando que foi o motivacional para consequir a classificação.

Repetimos o placar de 3x1 contra o INTERNACIONAL no Brasileirão com direito a um gol curioso: Erivaldo chutou, o goleirão espalmou mas se lesionou, e não conseguiu pular para pegar o rebote de Kikarin. Nosso próximo compromisso foi contra o PALMEIRAS fora de casa, e tivemos dificuldades para vencer. O Palmeiras começou abrindo o placar. Tivemos que correr atrás do prejuízo com Marco Aurélio, e depois num pênalti controverso, Yuri Alberto virou. Alfredo conseguiu ainda no primeiro tempo igualar o jogo. No segundo tempo, o jogo ficou mais truncado para os dois lados, até que Marcos Vinícius entrou em campo e resolveu pro Tupi, fechando o placar em 3x2. Em seguida enfrentamos o CRUZEIRO, o último clássico do Tupi que eu viria a disputar. Apesar de termos feito um excelente jogo inclusive largando na frente, a raposa buscou o empate por 1x1, nos deixando apenas 1 ponto a frente do Grêmio.

E o primeiro jogo das finais da Libertadores foi contra o OLIMPIA, adversário conhecido do Tupi. Já os enfrentamos 3x na fase de grupos, com 4 vitórias e 2 empates. Os paraguaios abriram o placar logo cedo em plena Juiz de Fora, mostrando que não vieram a passeio. Bom, na verdade depois disso eles sumiram em campo e marcamos 3 gols, então talvez tenham vindo a passeio mesmo. Zappino marcou de falta o gol da virada, uma pintura que me lembrou o gol de Juninho contra o River Plate. No último jogo do mês, um desafio dificílimo contra o SÃO PAULO na casa deles. Logo aos 14', após uma bobeada no lado direito da zaga, Celso Fernando abriu o placar para o tricolor paulista. Paulinho, de pênalti, conseguiu empatar antes do segundo tempo. Depois disso, nós fizemos a festa: 4 gols. Vencemos imponentemente por 5x1, fechando o mês botando 1 mão e meia na taça. Só perdendo os 2 últimos jogos e o Grêmio vencendo os dele que a gente perde o título.

 

A1627b0b851f8a2ee3b.jpg

Mês quase 100%, mas tinha que ter um Cruzeiro pra ferrar com o rolê.

 

JOGO DO MÊS:

A15875d4fb265d8f7da.jpg

Pra quem achava que o São Paulo seria o time que poderia nos oferecer perigo, passamos o carro sem dó.

 

38fc4f9f45fbb06d7.jpg

Era a hora da verdade. Hora de descobrir se o Tupi seria campeão da Libertadores e do Brasileirão. O jogo de volta contra o OLIMPIA foi no Paraguai, e para esse jogo armei o time de forma mais defensiva, esperando um adversário mais ofensivo. De fato, entraram com um 4-3-3 afim de correr atrás do prejuízo. Mas logo aos 3' Barrios de cabeça abriu o placar para o carijó, aumentando para 3 a diferença de gols. O Olimpia conseguia chegar com força, mas não finalizava bem. Carregamos o placar para o vestiário. No segundo tempo, joguei a equipe pra ofensiva, e aí os paraguaios sumiram em campo. De fato, ampliamos o placar com Paulinho e José Antônio, dando os números finais de 3x0 à partida, e o nosso tetracampeonato seguido (e quinto título na Libertadores), igualando o feito da história equipe do Independiente.

Veio então a partida contra o SANTOS, a penúltima no Brasileirão. Era pra ser uma partida mais tensa, mas com o Grêmio perdendo para o Fluminense na partida realizada 1 dia antes, nós nos sagramos campeões com 2 rodadas de antecedência, fato inédito. Sendo assim, mandamos a campo um time 100% reserva, já que agora o intuito era poupar os titulares para o Mundial de Clubes. Mesmo com os reservas em campo, fizemos um jogaço, saindo vencedores por 4x3 com direito a 2 gols do eterno Kikarin. Ainda acabamos com as chances do Santos participarem da Libertadores. Finalizando nossa participação na Série A, pegamos o rebaixado e lanterninha ITUANO no jogo que foi atrasado por conta da decisão da Libertadores, praticamente um jogo-treino. O rubro-negro de Itu começou mal no jogo, inclusive marcando um gol contra horroroso desses que não dá nem pra justificar. Logo após, conseguiram se recuperar em cobrança de falta, com um belo gol de Lopes. E foi só, o jogo não teve mais nada.

Nossa participação no Mundial de Clubes começou contra os chineses do SHANGHAI, que possuem Carpegianni Bruno, um dos melhores centroavantes brasileiros da atualidade. Jogo difícil a vista. Mas em terra de Carpegianni, José Antônio é rei: Vencemos por 3x0 com direito a 2 gols do jovem atacante. Esse jogo marcou também o retorno de David Willian, após quase 6 meses lesionado. E olha só quem é nosso adversário na final do Mundial? BAYERN DE MUNIQUE. Foram 3 finais de Mundial contra os bávaros, e se considerar que vencemos um título nos pênaltis, dá uma vitória para cada lado e 1 empate. Duelo equilibrado entre os maiores expoentes de seus continentes nos últimos 5 anos. Era o jogo perfeito para me despedir do clube. Mesmo se eu perdesse, não haveria do que reclamar.

Mas não perdemos.

Marco Aurélio (que herdou a posição de David e não mais a largou) começou o jogo incendiando o meio campo, e aos 9' já deixou o dele. Passamos o primeiro tempo na ofensiva, tentando ampliar o placar, e nessa é claro que o Bayern tentou aproveitar nossos espaços, sem muito sucesso. No segundo tempo, logo assim que ele começou, Lincoln (ex-Flamengo, SEMPRE PEDIDO pela imprensa que o convocasse e eu nunca o fiz) meio que se vingou por isso e marcou o dele, um potente chute de fora da área, especialidade do time bávaro (a maior parte dos gols deles contra nós foi de fora da pequena área). O jogo seguia bem equilibrado, com muitos toques no meio de campo e poucas chances concretizadas, até que Ganter foi expulso. Lincoln ainda acertou no travessão a bola que seria o gol da virada, mas pra infelicidade dele, a bola não saiu. E num contra-ataque fulminante, Erivaldo achou Paulinho livre livre na pequena área, só precisando empurrar a pelota com categoria para dentro do gol. O resto é história meu amigo. VENCEMOS TUDO.

 

A221109a15be064fc40.jpg

Nem o empate pro Ituano mancha esse mês.

 

JOGO DO MÊS:

A21bbfc0eb26fa94147.jpg

Não tinha como deixar de ser. Importante ressaltar que fizemos um jogo bem parelho contra a melhor equipe do mundo. Ou devo dizer que o Tupi é a melhor equipe do mundo?

 

Copa-dobras4a76970373c7a33e.jpg

 

A230ec7ed539bd4988f.jpg

Campanha sofrida mas muito boa na competição que mais dá dinheiro no Brasil. Dominamos a lista de melhores jogadores do torneio, com Salinas, Marco Aurélio e Barrios entre os 3 melhores jogadores. Salinas ainda ficou com a artilharia da Copa, assim como Marco Aurélio sendo considerado o segundo melhor revelação (curioso como ele foi o segundo melhor do campeonato mas não o melhor revelação). Na equipe dos melhores, 5 jogadores figuraram, ainda tendo Douglas Luiz, ex-jogador carijó entre eles.

 

SERIA-A369138647cb7e475.jpg

 

A28e8a551119f1d87b8.jpg

Por pouco não fizemos nossa melhor temporada, se eu tivesse vencido eu teria chegado a 81 pontos, meu recorde era de 80. Empatamos muito, mas em compensação marcamos gol até não aguentar mais. Também terminamos como a segunda defesa menos vazada da competição, mesmo com vários torneios paralelos. Destaque para o rebaixamento do Flamengo (eu não poderia pedir uma temporada de despedida melhor). José Antônio chegou com o campeonato em andamento e ainda se sagrou artilheiro, e Marco Aurélio ficou com o prêmio de revelação. Como não poderia deixar de ser, fui eleito técnico do ano. Por fim, a seleção do campeonato contou com 5 jogadores nossos, com destaque para a dupla de zaga.

 

asas5bce54d43c3263cb.jpg

 

A33b7f3314309e29780.jpg

Como era de se imaginar, a final mesmo foi contra o São Paulo, e foi difícil mesmo. O Olimpia não nos ofereceu resistência alguma. Paulinho ficou com o segundo lugar de melhor jogador do torneio (curiosamente o primeiro lugar ficou para um Tevez brasileiro que joga no São Paulo). E a seleção do torneio contou com 4 jogadores nossos.

 

A1f14495c4a6d6d96.jpg

 

A3650fdfdd99b5b9310.jpg

Como sempre a cereja do bolo. Se a gente não vencesse tudo bem, mas ganhamos, e ganhamos bem. Pra quem reclamou antes de ter sido nos pênaltis ou com gol contra, agora foi no tempo regulamentar, com gols nossos. Vitória maiúscula que finaliza com chave de ouro nossa passagem por Juiz de Fora.

 

elenco6f8ef86ef7e6a03b.jpg

É difícil eleger os mais importantes da temporada, pois grande parte do elenco jogou muito bem, mesmo os reservas. Kikarin foi a maior surpresa, sendo decisivo como raramente foi após 2026. Marco Aurélio também correspondeu bem, mostrando que deixarei um ótimo legado ao clube.

 

A37e2ab66dd72502722.jpg

 

Finan-asedee74965896e444.jpg

O que não falta é dinheiro para o próximo técnico se esbaldar, ainda mais por ter conseguido pela primeira vez já no fim de novembro, convencer a diretoria a liberar 100% do dinheiro de transferências para novas investidas no mercado.

 

A38208e1a230182e529.jpg

 

O sumário comercial foi um sucesso, obviamente. Faturamos como nunca nas competições, só pecando um pouco com as receitas de TV, mas nada demais. Conseguimos um novo patrocínio superior, algo que vai dar fôlego de sobra para o carijó se manter no topo. Legal perceber que Kikarin e Yuri Alberto, jogadores com pouco tempo em campo, seguem fazendo sucesso com a torcida.

A39ba9cb8fc5d2c3d51.jpg

 

AAA.jpg

17º MAIOR CLUBE DO MUNDO: Prazer, Tupi Football Club.

CERIMÔNIA DE FIM DE ANO: Paulinho foi escolhido o jogador da temporada pela torcida, com José Antônio ficando com a honra de contratação da temporada. A equipe titular escolhida não me surpreende, foi a equipe titular no jogo contra o Bayern.

FUJARRA 1000 JOGOS: O marco foi atingido no jogo contra o Palmeiras pelo Brasileirão.

O MELHOR TÉCNICO BRASILEIRO: ?

E sempre bom lembrar que:

A42d5c6fb55032bd0b0.jpg

 

COMUNICADO FINAL: Essa não vai ser a postagem final sobre o save. Vou trazer uma última postagem (provavelmente no final de semana) sobre curiosidades e informações do save, bem como estatísticas e informações legais. Se vocês quiserem opinar sobre o que eu devo trazer, algo que queiram ver, fiquem a vontade. Vou fazer ainda um amistoso de despedida. Lá eu me despeço de vez do Tupi.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Varreu o estado, o país, o continente e o mundo nessa temporada de despedida. Concluiu uma grande história com vários jogos para guardar na memória e ainda podendo comemorar o rebaixamento do Flamengo.

Não tenho muito o que dizer sobre a temporada, foi muito dominante em um calendário absurdo. Com certeza um final mais que especial para o grande galo-carijó.

No aguardo do post final.

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza

Parabéns pelos títulos!

Depois de conquistar praticamente tudo com o Tupi, você ainda tem animação pra seguir com o save?

Edited by VitorSouza

Share this post


Link to post
Share on other sites
17octavius

Que ano. Não podia ser melhor. Não podia ser diferente.

O Tupi é, indiscutivelmente, um clube gigante. Fruto de um projeto que não desacreditaram depois de quatro ou cinco temporadas. E o resultado a longo prazo foi esse aí.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Um treinador milenar

 

Quando a temporada começou havia um misto de alegria e preocupação na torcida. Seria o último ano do Mágico no comando do galo mineiro. E que ano amigos. Não é sempre que vemos a história escrita diante de nossos olhos. Não temos como saber o que será desde clube gigante daqui 30, 60 anos, se manterão a força, se voltarão ao ostracismo, mas verdade seja dita, teremos um saudoso torcedor juizforano relembrando: "ah, os tempos de Fujarra".

Polêmico. No começo da entrevista coletiva já mandou uma de suas famosas tiradas. Ao contar a história do artilheiro Ademílson, contou que ele rodou por times menos importantes do futebol nacional, citando entre eles o Paysandú. No fundo da sala deu pra ouvir a insatisfação de um colega paraense. O papão da curuzu sempre será grande.

Será que é a licença poética do vencedor? Um, dois, três, quatro, cinco, seis títulos na temporada. Ouvi falar Barcelona? Que venceu o Santos no Mundial, por 4x0? Nada se compara ao feito do galo mineiro.

Vou começar pela Copa do Brasil, onde o São Paulo achou que teria sorte e o Vitória já sabia o destino. Na Libertadores então, o Olimpia já comemorava o vice antes do jogo. Recopa Sulamericana é só pra estatística e no Mundial era o tira teima. Bayern é bom? O Tupi é muito melhor. 3 vitórias pro lado alvinegro da força em 4 jogos.

O Brasileiro veio e não teve pra ninguém, um título incontestável. Memorável, indescritível.

Mas, sinceramente, o melhor do ano esteve no começo. Pra quem não é brasileiro, talvez não entenda a importância do campeonato estadual. É quando reafirmamos a hegemonia sobre nossos rivais. E não há melhor título para afirmar quem é o Galo Mineiro.

Mil jogos. Anos e anos com o descobridor do Tupi. O homem que colocou o time e a cidade no mapa do mundo e o transformou no melhor das Américas e um dos maiores do mundo. Dona FIFA e seu bairrismo coloca St. Pauli, Leverkusen, Leipzig, Monaco, Werder Bremen, Hamburgo (!!!) a frente do Tupi. Cá pra nós, o clube está entre os cinco maiores do mundo fácil. E se está a frente do Real Madrid qual a dúvida?

Agora, fica aquela sensação esquisita de medo e expectativa, o que será do Galo Mineiro? Quem não gostou dessa brincadeira foi o segundo clube de Minas, agora conhecido como Galo de BH.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Que máquina de fazer gols que foi esse Tupi 2032. Lembro das primeiras postagens em que a luta ferrenha por montar uma equipe competitiva era sempre complicada. Lembro das competições mineiras que volta e meia se perdia frente aos grandes do estado, lembro da chegada À primeira divisão depois de anos de luta e de trabalhos consistentes, mas sempre um passo atrás daqueles que já são cascudos no país. Lembro principalmente da rivalidade contra o Atlético Mineiro em que aconteceram jogos históricos. Você não só ajudou o Tupi a subir ao topo, mas o futebol brasileiro a chegar a ser ainda mais valorizado. Não teve uma boa passagem pela Seleção, mas com o clube, certamente é a maior lenda do clube e um dos grandes treinadores da história desse país. Parabéns pela belíssima temporada e pelo grandioso trabalho feito a frente do galo carijó. o Tupi é um clube grande e acima de tudo contemporâneo aos grandes vencedores do mundo. Concordo com o Ney quando falou sobre a FIFA com seu bairrismo, mas enfim, não é uma coisa com a qual deva se preocupar, o que o clube conseguiu ao longo desses anos com você no comando, dificilmente outro conseguirá igual. Parabéns pela saga épica grandiosa.

Curioso pelas estatísticas do save que apresentará.

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico

Bravo, Bravo, Bravo, que história maravilhosa, Treinador Fujarra!

Todos os objetivos foram alcançados e o Tupi conquistou SEIS títulos na tua última temporada como técnico da equipe. Recopa, Mineiro, Brasileiro, Copa, a Liberta e o Mundial, em cima do Bayern, pra fechar com chave de ouro.

Parabéns por tudo, seu save com certeza é bastante inspirador para mim e para muitos outros.

Pode ter orgulho do que fez!

Ansioso para o capitulo final. Não rola uma continuação não?

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Que maravilha! Conseguiu a temporada perfeita, algo que todo manager de FM deve almejar, não é mesmo?

Na Copa do Brasil fez o esperado na partida de ida e jogou a volta com o regulamento debaixo do braço.

A Libertadores é legal, atropelou o Olímpia, mas ganhou tanto a principal competição continental que o Tupi vulgarizou a conquista.? Brincadeira.

Mas eu queria ver mesmo o Brasileirão e o Tupi fez um excelente campeonato, faturando-o merecidamente, se dando ao luxo de até usar reservas.

E o Mundial, hein? Depois de passar pelos Chineses pegou o bávaros e fez uma grande partida pelo jeito, mesmo com a expulsão do jogado alemão. Ela facilitou em algo? Depois foi lá e confirmou a vantagem númerica e conquistou um título merecido. Parabéns.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Jirimias
      By Jirimias
      Fala aí, povo!   Depois de muito tempo, eis que decidi retornar ao ofício de jogar e contar saves. Apesar do tempo está ainda mais curto do que antes, a saudade era maior, e depois de ensaiar vários retornos, enfim tomei coragem. A versão do jogo escolhida é o FM 2018, pois comprei e não havia jogado. Como já estamos quase no meio do ano, achei conveniente esperar para comprar o 20, e não o 19. 
      Como vocês podem ver eu escolhi a Hungria tema deste save, e isso deve-se muito à admiração adquirida por ter conhecido um pouco do futebol mágico do país na década de 50. Soma-se a isso o imenso desafio que é jogar e desenvolver um trabalho num país que hoje vive uma realidade no futebol muito diferente daquela do passado. Estes dois fatores foram fundamentais para minha escolha.   Peço apenas a compreensão se não houver postagens regulares, mas farei o possível para tentar duas por semana, exceto por este início que há capítulos introdutórios que já estão prontos.   
      Conhecer o passado nos ajuda a compreender suas consequências no presente, seja ele este atual que estamos vivendo agora, ou aquele que virá a ser presente, a qual chamamos de futuro. Só que na maioria das vezes mexer no passado é abrir feridas , e é isso que veremos em  "O sonho proibido" . Se esta aventura de voltar ao passado sem máquina do tempo pode ser perigoso, por outro lado, também é somente através desta visita ao passado que tanto o personagem  como o próprio futebol húngaro encontrarão respostas que poderão mudar suas histórias.
      A trama passa pelo encontro entre dois personagens que viveram em épocas diferentes, mas que tem em comum um sonho: trazer de volta a glória do futebol húngaro. Átila é um jovem recém-formado em Educação Física que tem como sonho treinar um time de futebol profissional. A inspiração para sua carreira é um ex-treinador que não teve uma carreira brilhante, mas que tinha a mesma determinação em fazer de sua carreira um combate pelo resgate da grandeza do futebol da Hungria. Tal dedicação  pela Causa Húngara, como ele mesmo denominou sua busca, fez o velho treinador ser tido como lunático. Sem familiares e esquecido, o velho treinador interna-se voluntariamente num asilo onde inicia a carreira de escritor.  Quando estas duas gerações se encontrarem, nem a vida dos dois, e nem o futebol húngaro serão mais os mesmos.  
      O "Sonho proibido" tem como objetivo principal levar a Hungria ao centro das atenções do futebol mundial, e para isso, a pretensão não é fazer o save de uma única liga, mas  de uma nação. Desta forma, terei a liberdade de mudar de liga, treinar mais de um clube da Hungria, treinar seleções, trabalhar com a revelação de talentos húngaros, enfim, buscar em todos horizontes resgatar as glórias do passado do futebol do país. Em síntese, são estes os objetivos:
      Ser campeão treinando um time brasileiro, remontando a ligação do passado entre húngaros e brasileiros no futebol; Revelar um novo Puskás; Levar a Seleção Húngara à disputa de uma Copa do Mundo, que desde 1986 não acontece; Vencer uma competição europeia com um clube húngaro; Ser o melhor treinador húngaro no quadro de Honra; Colocar a Primeira Divisão Húngara entre as dez primeiras do mundo:

      (atualmente atrás das ligas de Catar, segunda divisão da Turquia, segunda divisão da Áustria, Moldávia, Egito, entre outras)        
       
    • DiegoCosta7
      By DiegoCosta7
      Alguém sabe me dizer porquê o FM não baixa o conteudo selecionado da oficina para ele ? (Eu estou inscrito em varios conteúdos mas o fm não baixa todos eles ou só baixauma parte do conteúdo que estou inscrito. Porquê isso acontece ?
    • Lanko
      By Lanko
      Próxima>>>                 
       
      ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE!
       
      E aê galera, tudo bom? Descobri o fórum recentemente há uns dias atrás, especificamente a área de histórias. Li algumas e adorei o formato e o fato que a galera resolveu postar suas jornadas e challenges interesantíssimos. 
      Enquanto jogava o FM18 fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e que dificilmente conseguiria guardar pra lembrar depois, especialmente as coisas memoráveis.
      Deixei quieto e segui em frente, mas como disse, encontrei essa área aqui e me arrependo de não ter pesquisado e encontrado antes. Mas antes tarde do que nunca, né! O save não tem tanto tempo e muitas dos principais eventos estão frescas na memória.
      Esse save não tem objetivos específicos a serem alcançados, simplesmente criei um perfil de treinador (sem escolher clube, comecei desempregado) e saí pro mundo pra ver no que vai dar. 
      PERFIL DO TREINADOR:
       
      Lanko Askarian sempre teve interesse por futebol, principalmente na parte tática, já que jogando ele é um grande perna de pau. Decidiu ir adiante com esse pensamento e resolveu estudar para ser técnico e dirigir uma equipe.
      Diante dos vários fracassos do Brasil na área, decidiu, corretamente ou não, ir estudar e fazer cursos na Europa. Escolheu a Inglaterra já que sabia inglês e nada dos outros idiomas. Depois de algum tempo, adquiriu profundo conhecimento tático, de treinamentos, de filosofias de jogo.
        
       
      Agora só faltava botar tudo isso em prática, e é aí que morava o problema. Lanko entrou determinado a começar 2018 como técnico, mas passou o primeiro semestre desempregado. Nem clubes brasileiros da 3a divisão quiseram sequer conceder uma entrevista.
      No fim da temporada europeia, Lanko voltou a Inglaterra, disposto a aceitar propostas da 5a ou 6a divisão inglesas só pra começar a trabalhar, mas mesmo dessa vez conseguindo entrevistas, não foi o escolhido em nenhum dos oito clubes em que bateu a porta.
       

       
      Jovem (30 anos, muito menos que muitos jogadores em atividade), sem ter comandado vestiário antes e ainda por cima estrangeiro, esses foram os principais motivos das recusas.
      Até que viu um anúncio de um clube de Portugal (o único), a Mondinense, da terceira divisão portuguesa, e decidiu entrar em contato com eles.
      O presidente foi surpreendido pelo contato. Ele acabou gostando do perfil. Avisou que o clube era pequeno, mas gostaria de ver o clube crescer e talvez tentar algo inusitado seria o primeiro passo ideal. O presidente convidou Lanko para a cidade de Mondim de Basto para assinarem o contrato.
       

       
      Lanko aceitou, muito feliz. Portugal não estava nos planos iniciais, mas quem sabe, caindo do céu, seria o melhor lugar para começar a carreira. O idioma não seria problema e Portugal era um bom país, além de ter certa história no futebol e um cenário respeitável.

      Ele sabia que o começo ia ser difícil, mas até chegar em Portugal e ver a sede da Mondinense de perto, ele não fazia ideia do quão difícil…
       
      Próxima>>>
    • Selat
      By Selat
      Fala galera!
      Não sei se é válido dizer que sou novo aqui no fórum pois sou membro desde 2006 🤣. Mas o fato é que passei mais de uma década aqui apenas aproveitando o grande serviço que o FManager oferece para a comunidade FM, sempre nos bastidores. Achei que seria hora de eu tentar reverter isso e conseguir proporcionar para a comunidade algo em “troca”. Então decidi promover esse pequeno entretenimento em forma de história fictícia. 
      Me chamo Tales, tenho 27 anos e sou fã de FM desde o 2005. Sou de Belém do Pará e tenho apenas um time do coração: Paysandu Sport Club. Que por sinal foi a equipe escolhida para iniciar este save, "aproveitando" o mal momento do time estando recém-rebaixado para a Série C e me dando o desafio de subir de volta para a elite do futebol brasileiro.
      Apesar de ser jogador de FM desde quase os primórdios, confesso que tem algumas coisas que nunca consegui atingir em um save. Vou me dar o desafio de conseguir atingir algumas dessas coisas com este. Por exemplo: Nunca fui campeão de uma libertadores ou um mundial de clubes em qualquer FM (sempre gosto de começar com um time lá embaixo nas divisões até chegar ao sucesso, mas sempre abandono o save antes do grande sucesso chegar 😂 – às vezes por falta de tempo, às vezes porque lançou outro FM melhor e às vezes simplesmente porque perco o interesse). Nunca fui campeão de uma champions (embora tenha chegado na final certa vez com o PSG no FM2014, perdendo de 3x2 pro Chelsea, mas isso é outra história) ou de uma Copa do Mundo (na verdade nunca nem treinei uma seleção no FM).
      Enfim, deu pra ver que apesar de ter tempo e experiência com o jogo, tem muitas coisas que ainda não alcancei, e algumas delas pretendo alcançar com este save, jogando o FM2019 pela primeira vez, segue a lista de objetivos abaixo:
      Objetivos:
      - Campeão de ao menos 5 estaduais, não importando quais estados.
      - Campeão Brasileiro 3 vezes (Ao menos um deles deve ser a Série A).
      - Campeão da Copa do Brasil ao menos uma vez.
      - Libertadores ao menos uma vez.
      - Mundial de Clubes ao menos uma vez.
      Ao ver esses objetivos já deve ficar claro que meu save se passará no Brasil. Começarei no Paysandu mas não pretendo me limitar apenas nele. Caso outro clube me chame durante a jornada, posso acabar optando por ir treiná-lo, me limitando apenas no Brasil.
      Ligas selecionadas (Tem bastante coisa mas o PC aguenta).
      A História
      A partir do próximo post, vamos acompanhar a história de dois amigos: Edílio Marques, um jornalista esportivo, e Donald Santos, um jovem recém promovido a técnico de futebol. Ao saber que o amigo conseguiu uma promoção dentro do Paysandu Sport Club como técnico da equipe principal para a temporada 2019, Edílio decide “abusar” da amizade para ter acesso aos bastidores de tudo o que rola dentro do clube, decidindo então escrever vários relatos sobre a trajetória que se iniciava ali.
       
      Índice
      Em breve.
       
    • Leho.
      By Leho.
      ⏰. às 21h30 (Brasília)
      🏟️. Morumbi, São Paulo
      🗣️. Nestor Pitana, ARG 🇦🇷
      📺. Globo, SporTV e GE.com
       
       
      🔰Mais tarde as escalações.
×
×
  • Create New...