espk

fm 2017
4-1-2-3 Gegenpressing

76 posts neste tópico

Esse novo patch complicou minha vida com as táticas que eu usava...

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Johann Duwe
      Por Johann Duwe
      Los Caballeros de la Noche será meu save de estreia no FM 2017 e se tudo correr bem, deve ser também meu único save aqui na área neste FM.
      Estou me adiantando para não perder o entusiasmo com a ideia e com o clube, visto que o Projeto Pentágono entrou em sua fase final, eu precisava já pensar em um outro save, troquei algumas ideias com o Baltazar sobre desenvolvimento de jovens e é nisso que eu irei me focar.
      Optei por sair um pouco da Europa e trabalhar mais em cima do nosso continente, então eu pesquisei um pouco e optei por jogar na Liga Mexicana, não irei negar que a série "Club de Cuervos" da Netflix, foi uma fonte de inspiração na hora de escolhe a liga principal do save, que é a mexicana.
      Neste save irei buscar apenas desenvolver jovens jogadores e lançando eles na equipe principal, para servir unicamente como fonte de receita. Apresentação do clube irá ficar para outro dia.
       
      Regras:
      - Não contratar jogadores, exceto na Fornada da Base.
      - Desenvolver os jogadores da base.
      - Obter receita com a venda de jovens jogadores.
       
      Objetivos:
      - Vencer a Liga Bancomer MX.
      - Vencer a Concacaf Champions League.
      - Vencer o Mundial de Clubes.
      - Formar jogadores para a Seleção Mexicana.
       
      Histórico de temporadas
      2016/2017 - 12º Lugar no Apertura | 10º Lugar no Clausura
      2017/2018 - Campeão no Apertura | 08º Lugar no Clausura | Derrota no Playoff de Promoção
      2018/2019 - Campeão no Apertura | Campeão Clausura | Subida de Divisão
      2019/2020 - 14º Lugar no Apertura | 09º Lugar no Clausura
      2020/2021 - 10º Lugar no Apertura | 06º Lugar no Clausura
    • Paulinho_Kayser
      Por Paulinho_Kayser
      Introdução
      Bielsa é para mim, a grande referência entre os treinadores atuais. É inegável a sua influência sobre o pensar o jogo dessa onda de treinadores argentinos no mercado europeu. Seja de forma clara e direta como é com Sampaoli, ou mais subjetivamente como em Simeone. Mas, a pressão, a influência do futebol total ali está. Neste contexto, resolvi criar minha primeira saga. Com pouco conteúdo ficcional, pretendo apenas a partir de um discípulo da lenda, percorrer o mesmo caminho que Bielsa trilhou, utilizando seus conceitos e ideias como os principais pré-requisitos. Creio que será extremamente difícil percorrer todos os clubes e seleções que ele também treinou e que por isso diversas vezes o trabalho será interrompido sem um desfecho completo. Devido a essa dificuldade, não estabelecerei ordem cronológica, a medida que as oportunidades surgirem, elas serão aceitas mesmo que com isso venha a treinar a seleção Chilena depois de treinar o Lille, por exemplo.
      Onde só havia bilardismo e menottismo, surgia uma influência arrebatadora que vem ao longo dos anos sendo chamada de bielsismo.
      Sobre mim, essa influência sempre esteve presente, amava assistir a albiceleste dele em campo, depois a roja mas, quando ele assumiu o Athletic eu nunca mais consegui deixar de prestar atenção a tudo que envolve "el loco". O que ele fez com aquele time, o nível de futebol que apresentou, foi algo que eu nunca tinha visto com nenhum outro treinador.
      Assim sendo, a aventura começa agora. 
    • ggpofm
      Por ggpofm
      Soccer. Uma palavra que para muitos remete ao futebol praticado nos Estados Unidos. Quando muito a outros países de colonização inglesa, tais como, a Austrália, África do Sul ou Nova Zelândia.
      O que muitos não sabem é que a palavra “Soccer” não é de origem americana, e sim britânica. Oficialmente chamado de Association Football para se diferenciar do Rugby Football, o “nosso” futebol recebeu dos universitários ingleses no final do século XIX, o apelido de “Soccer” como abreviação de “asSOCiation”.
      O termo atravessou o Oceano Atlântico e foi adotado rapidamente nos Estados Unidos para diferenciar o Association Football do Football (Futebol Americano). Em muitas publicações norte-americanas o esporte apareceu grafado como “Socker”, mas “Soccer” acabou prevalecendo e continua sendo utilizado pelos norte-americanos.
      No Reino Unido, o caminho que o termo seguiu foi diverso. Nas primeiras décadas do século XX ele foi pouco utilizado, mas com o fim da 2ª Guerra Mundial, a utilização da palavra “Soccer” ganhou força e surpreendentemente, como atesta Stefan Szymanski no artigo “It’s Football not Soccer”, tornou-se intercambiável com o termo “Football” entre as décadas de 1960 e 1980 ao ponto de grandes nomes do futebol britânico publicarem suas biografias utilizando-se do termo, como por exemplo, uma biografia de George Best, “The inside story of soccer’s super-star” ou a do treinador Matt Busby, “Soccer at the top”, ou revistas, tais como, a “Soccer Star”, publicada entre os anos de 1950 e 1970, e a conhecida “World Soccer” que é publicada desde os anos 1960. Contudo, a partir da década de 1980, o uso da palavra “Soccer” voltou a declinar no Reino Unido, sendo utilizada principalmente em contextos de futebol praticado nos Estados Unidos.
      Para efeitos do save, usarei os termos “Futebol” e “Soccer” ao me referir ao Association Football e ao esporte da bola oval chamarei exclusivamente como “Futebol Americano”.
       
      :: A proposta do save

      Faz tempo que desejo voltar a jogar um save nos Estados Unidos (EUA), mas sempre adiei a ideia. Geralmente, a liga norte-americana é um local que poucos gostam de jogar por conta das várias regras que existem na Major League Soccer (MLS) e de outras peculiaridades que deixam tudo bastante diferente do que estamos acostumados e para jogar lá é preciso paciência e vontade para se adaptar. 
      Escolhi fazer um save de carreira, no entanto não queria começar diretamente na MLS, a única disponível no Football Manager 2017 (FM 17). Queria começar por baixo e vivenciar o desenvolvimento da carreira de treinador, que tem como uma de suas peculiaridades o fato de que não há promoção/rebaixamento entre as divisões, o que me obrigará a percorrer um caminho menos usual para se desenvolver e alcançar o ponto mais alto nos Estados Unidos, a MLS.
      Com o uso do editor do FM, ativei outras três divisões, a National American Soccer League (NASL), a United Soccer League (USL) e a Premier Development League (PDL). Inicialmente, a ativação de três divisões abaixo da MLS foi feita com as regras básicas do editor. Contudo, resolvi fazer alguns ajustes na fórmula das competições ativadas e foi preciso usar as “regras avançadas” do editor. Além de ajustes na fórmula das competições, fiz as seguintes alterações:
      Inclusão de clubes na PDL; Designação de estádios para clubes da PDL que estavam sem estádio; Criação de prêmios esportivos para jogadores e técnicos para a NASL e USL; Criação de prêmios financeiros por classificação na temporada e também pelo título para as equipes da NASL, USL e PDL; Criação de direitos televisivos para as equipes da NASL e USL. Além das quatro divisões dos Estados Unidos, carreguei as duas do México e outras 10 ligas. Ao todo serão mais de 56 mil jogadores. Os demais detalhes da configuração do save podem ser vistos aqui.
      O save não será ficcional, mas não ficará limitado à narrativa dos acontecimentos do jogo. Farei no tópico o mesmo que fiz no save “Um clube, um troféu e outras histórias” e trarei informações atuais e históricas sobre o futebol nos Estados Unidos. Acho que será uma oportunidade bastante interessante para abordar vários temas como complemento ao save e espero que os leitores gostem.
       
      :: O perfil do técnico

      Para o save, escolhi o pseudônimo de Gus Gibson, norte-americano natural de Harrison, New Jersey. Nascido em 1987 em uma região ligada historicamente ao soccer, ele viveu o “renascimento” do esporte nos Estados Unidos com a Copa do Mundo de 1994 e a estreia da MLS em 1996. Quando criança foi torcedor do extinto MetroStars, franquia rebatizada como New York Red Bulls a partir de 2006.
      Fiz o que geralmente faço ao jogar FM e escolhi o nível mais baixo possível, ou seja, passado como jogador amador e sem nenhuma licença de treinador. A expectativa é que a escolha desse perfil traga alguma dificuldade para o save, porém não ficarei surpreso se isso não acontecer.
      Aos 28 anos, o estilo de Gus Gibson será focado no desenvolvimento de jovens e na prática de um futebol ofensivo. Ele promoverá e utilizará jovens em todos os clubes pelos quais passar e isso fará parte da filosofia de trabalho dele, mesmo que resulte na redução da qualidade da equipe. Sempre que houver categorias de base em um clube será incluída no contrato a cláusula de “desenvolver jogadores recorrendo às camadas jovens do clube”. Além disso, ele priorizará investimentos na infraestrutura e em recrutamento em vez de investimentos em contratações de jogadores. Quanto à ofensividade, ele sempre negociará nos contratos a filosofia de “praticar um futebol ofensivo” e procurará protagonizar as partidas, buscando marcar muitos gols.
      Minha ideia é fazer da carreira de Gus Gibson algo que não se limite a conquistar títulos. Logicamente que eles são essenciais, mas quero que Gibson fique conhecido pelas vitórias e títulos, mas principalmente por ajudar a fortalecer a formação de jogadores estadunidenses ao desenvolver os jovens talentos daquele país. Quem sabe se ele não alcança a seleção norte-americana de futebol ou até mesmo se ele não é convidado para trabalhar na Europa?
      Pelo fato de não existir promoção/rebaixamento entre as divisões é provável que Gus Gibson não permaneça muito tempo nos clubes durante a formação e a ascensão na carreira de treinador. Contudo é bastante provável que ele faça um trabalho de médio ou longo prazos mais adiante na carreira.
      Agora é começar o save e procurar me divertir bastante no futebol dos Estados Unidos e se você quiser acompanhar essa aventura, espero que se divirta também.  
    • Agete
      Por Agete
      Galera, não consigo desenvolver uma nova característica em um dos jogadores do meu elenco e não faço ideia do porque..
      http://prntscr.com/f01zvl
      Alguém saberia me dizer o porque disso? Ele não está lesionado nem nada.
    • Henrique M.
      Por Henrique M.
      1) Pule a pré-temporada
      A pré-temporada é uma das épocas que mais demoram em termos relativos de tempo gasto. Reuniões, negociações, transferências e amistosos dominam seu tempo e antes que você percebe, já desperdiçou muitas horas. Porém, quando você está iniciando um novo save, existe a opção de selecionar a época em que você quer começar seu save, então, você economiza um bom tempo na primeira temporada. Entretanto, se você gosta dessa época do ano, é só colocar seu adjunto para treinar o time nos jogos amistosos na tela de "Responsabilidades do Staff".
      2) Embarque no Draft Fantasia
      É fácil esquecer que existem outras maneiras de se jogar FM, além do modo carreira. O Draft Fantasia é um modo que permite a geração de um time para partidas contra a IA, via conexão local ou online em diversos formatos de mini-ligas e copas. Alternativamente, o Football Manager Touch permite a possibilidade de se disputar desafios pré-determinados, ao invés de mergulhar de cabeça numa carreira normal. Esses desafios variam em duração e dificuldade, além de você poder customizar o nível de dificuldade, oferecendo algo para todos, independente do tempo disponível
      3) Instale Mods/DLCs
      Ao longo dos anos, o FM acumulou uma imensa base de jogadores e fãs dedicados ao jogo. Enquanto muitos estão contentes com aquilo que a SI lhes fornece anualmente, outros gostam de dar um passo adiante e desenvolver mods para utilização dentro do jogo. Além da praticidade de fazer uso do Steam Workshop, você também pode encontrar diversos conteúdos espalhados pela comunidade do jogo.
      Você encontrará diversas maneiras de acelerar o seu jogo. Seja importando/baixando táticas prontas para seu time encaixar logo de cara. Diversos gráficos para você customizar a interface do jogo para as suas necessidades. E você também pode comprar o Editor em Tempo Real para eliminar qualquer restrição que desejar.
      4) Jogue com menos ligas ativas
      Quando você seleciona o modo carreira na tela inicial do jogo, você vê uma janela onde pode decidir por um início rápido ou por utilizar configurações avançadas. O último lhe permite selecionar quantas ligas você quer carregar (seja para jogar ou ver apenas), e subsequentemente, lhe informa o quão rápido o seu jogo deve progredir.
      É tentador escolher várias ligas e divisões, mas tente resistir a esse desejo. Menos ligas ativas vão resultar em um jogo mais rápido, e você sempre pode adicionar competições mais tarde, além de poder fazer o inverso, removendo as ligas que não deseja mais.
      5) Bote seu staff para trabalhar
      O Football Manager Touch e o Mobile não são as únicas maneiras de reduzir as suas responsabilidades do dia-a-dia como treinador. Navegando na tela de responsabilidades do staff no FM 2017, você pode selecionar praticamente tudo que envolve o seu trabalho para outros membros da comissão técnica. Qualquer membro do seu staff pode lidar com transferências, conduzir seções de treino e conduzir as conferência de imprensa em seu lugar. Apenas tenha certeza que você escolheu a pessoa certa para a função, pois você pode pagar o preço mais tarde.
      6) Mude suas preferências
      Quantos jogadores caem de cabeça em um jogo sem verificar as preferências e opções do jogo? É compreensível, mas ao fazer isso, eles estão sujeitos a passar por dolorosos e longas telas de carregamento. Existem diversas maneiras óbvias de acelerar seu jogo, incluindo ajustes gráficos na engine do jogo. Mexer nas opções de renderização também pode ser útil para aqueles com computadores low-end, enquanto "Tempo de Continuação" lhe permite colocar o jogo em processamento constante, sem ser manualmente forçado a isso. Tenha certeza de dedicar ao menos 5 minutos ajustando as preferências que se encaixem no seu perfil
      7) Mude para o FM Touch ou FM Mobile
      Se você está encontrando dificuldades com as exigências do jogo completo, pode ser muito útil fazer a troca para o FM Touch ou Mobile. Compatíveis com uma grande gama de dispositivos, o FM Mobile foi criado para aqueles que estão sempre sem tempo, oferecendo um jogo rápido construído em torno de uma interface única.
      Além disso, o FM Touch está disponível para computadores e tablets high-end, com a função "cross-save" que permite jogar o mesmo save no Tablet e no computador. É uma opção mais similar ao jogo completo, mas que fornece uma experiência mais simples, porém mais encorpada que o Mobile.
      Traduzido e adaptado do Four Four Two por Henrique M.
      Fonte: https://www.fourfourtwo.com/features/7-ways-get-most-out-football-manager-2017-when-youre-short-time