Jump to content

Na MLS, a rivalidade entre Columbus e Atlanta tem referencia a Guerra Civil.


Johann Duwe

Recommended Posts

Na MLS, a rivalidade entre Columbus e Atlanta tem referência a Guerra Civil

“O Fla-Flu surgiu 40 minutos antes do nada”. A frase famosa de Nelson Rodrigues é uma forma poética de falar sobre uma rivalidade que existe desde sempre, que ninguém sabe bem explicar como começou. Ela simplesmente existe. Nos Estados Unidos, uma rivalidade entre dois times pode ter começado ontem, antes mesmo de um dos times existir. Tudo por conta de um post no Twitter.

A MLS anunciou nesta quarta-feira, dia 16, que Atlanta receberá uma franquia da liga a partir de 2017. Será mais uma cidade do sul a receber um time, algo que fazia falta à MLS. Será o 23º time anunciado– além dos 19 que atualmente disputam a liga, o Orlando City passará a integrar a MLS em 2015, enquanto Miami, New York City FC e agora Atlanta também estão na lista de futuros times já confirmados.

Eis que um grupo de torcedores do Columbus Crew chamado Massive City resolveu dar as suas boas-vindas ao novo time da MLS com uma calorosa recepção. O perfil de torcedores fez a brincadeira a seguir:

Columbus-x-Atlanta.jpg

Mensagem dos torcedores do Columbus Crew

A mensagem diz o seguinte:

“Querida Atlanta, bem-vinda à Major League Soccer. Nossos cumprimentos mais calorosos dos seus velhos amigos de Ohio”.

A grande questão é que o homem da foto é William Tecumseh Sherman, nascido na região de Columbus e que foi o general do Norte na Guerra Civil Americana responsável pela destruição de Atlanta, que foi queimada e transformada em cinzas em 1864. O general comandou a chamada “Marcha ao Oceano”, que foi de Atlanta até o porto de Savannah. Ele e o comandante do exército americano, o General Ulysses S. Grant, acreditavam que a guerra civil terminaria se a estratégia, economia e capacidade psicológica de guerra dos Confederados fossem atacados de modo decisivo. A estratégia adotada foi a de terra arrasada. O exército do norte queimou colheitas, matou o gado e consumiu os suprimentos. Os danos causados foram bastante graves à indústria, infraestrutura e mesmo às casas e propriedades de civis.

David J. Elcher , no livro “The Longest Night: A Military History of the Civil War” (A mais longa noite: a história militar da Guerra Civil”), descreveu a invasão de Atlanta assim:

“Sherman completou uma incrível tarefa. Ele desafiou os princípios militares operando profundamente em território inimigo e sem suprimentos ou comunicação. Ele destruiu muito do potencial do Sul e da psicologia para fazer a guerra”.

Mexer com algo relacionado a uma guerra parece sempre uma questão polêmica, mas Atlanta, e o estado da Georgia como um todo, parecem gostar bastante de lidar com temas ligados à Guerra Civil. O time de hóquei da cidade, criado em 1971, tinha o nome de Atlanta Flames (depois foi vendido a se tornou Calgary Flames, que existe até hoje). O nome foi uma homenagem justamente a esse evento, Atlanta ter sido colocada abaixo em chamas.

A rivalidade entre Columbus e Atlanta na MLS não surgiu 40 minutos antes do nada, como o Fla-Flu. Mesmo assim, surgiu antes de um dos clubes existirem. E tem tudo para ser acirrada quando os dois times efetivamente se encontrarem em campo.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Eu fico imaginando o que não fariam com o time do Columbus aqui.

Link to comment
Share on other sites

Eu fico imaginando o que não fariam com o time do Columbus aqui.

FASCISMO FALTA DE ÉTICA MEU DEUS ONDE ESTÃO OS DIREITOS HUMANOS FECHEM O FUTEBOL

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

  • Similar Content

    • Guilhererme
      By Guilhererme
      E ae galerinha do mal, tudo certo aí? Como vai a família? Já fez carinho num doguinho hoje? Hoje volto a ter um save na área depois de um  pequeno hiato depois do fim do save com Brescia, como gostei da experiência de compartilhar historias volto para area com um novo desafio em um novo continente e com novos objetivos, mas vamos com calma, primeiramente a ideia do save veio depois do @Johann Duwe se aventurar por lá com o Cincinnati FC, uma pena que acabou não dando certo , mas me ascendeu uma ideia, bem se vocês olharem ali debaixo da fotinha do Kiba vão ver os clubes que torço, e ali tem os times que torço na NFL & NBA, realmente sou um fã assíduo das ligas americanas, então quando estava vendo o save do Duwe pensei será que dá pra ser campeão da MLS e tudo mais só com o draft? Então fui ler sobre o Draft e as regrinhas na MLS, que inclusive tem um texto do Henrique M. aqui no fórum muito bom que vou deixar no final da apresentação, mas voltando a pergunta inicial sobre draft pega num ponto que é o fato das franquias terem categorias de base, então com 2 oportunidades de pegar jovens jogadores pensei "ta aí a oportunidade de fazer o meu "Youth Challenge""
       

       
      O clube escolhido para esse desafio foi o Houston Dynamo como vocês já devem ter percebido, Dynamo tem o mesmo dono do Houston Texas da NFL, inclusive a cidade de Houston não tem multo para onde sorrir ultimamente nos outros esportes fora o Baseball, Rockets (NBA), Texas (NFL) & o próprio Dynamo estão numa reconstrução forte, mas Dynamo já teve seus momentos de gloria no inicio da década de 2010, o clube fundado em oficialmente em 2005, digo oficialmente porque antes de 2005 basicamente o dono do San José Earthquakes quis que o time mudasse para Houston e conseguiu a liberação da liga para isso então toda a estrutura do Earthquakes foi para Houston mas com um novo nome e CNPJ digamos assim, toda a historia do time anterior ia ficar de stand by, até os Earthquakes voltarem com um novo investidor (o que aconteceu em 2008), então mesmos jogadores, mesma comissão e mesmos donos mas time diferente
       

       
      Logo após a mudança o Dynamo conquistou seus maiores feitos foram bi campeões da MLS em 2007 e 2008, Os títulos mais as boas performances em outras competições fazem com que o Houston Dynamo seja uma das mais competitivas equipes da MLS. A campanha realizada em 2007 também lhe deu o direito de participar da primeira Liga dos Campeões da CONCACAF. depois dessa época de ouro Dynamo não conseguiu repetir os feitos, a ponto de hoje em dia ser u dos elencos menos valiosos da MLS
       
      Ainda falando sobre intersecções nas ligas americanas James Harden ex-astro do Houston Rockets agora no Brooklyn Nets adquiriu em 2019 uma participação minoritária no grupo que detém o Houston Dynamo, da Major League Soccer, e também a equipe feminina Houston Dash. Harden terá 5% de participação na organização.
      “Houston é minha casa agora, e eu vi isso como uma maneira de investir na minha cidade e expandir meus interesses comerciais ao mesmo tempo. O futebol em geral, e especialmente a MLS, explodiu neste país ao longo da minha vida. Sou fã do jogo há vários anos e sei que Houston tem uma grande base de fãs de futebol, então foi uma decisão fácil para mim quando surgiu essa oportunidade”, destacou Harden.
       

       

       
      No inicio falei que a ideia central do save seria uma espécie de Youth Challenge, que é um clássico para quem acompanha FM a algum tempo já viu ou ouviu falar, basicamente Você não pode contratar ninguém (seja por transferência ou empréstimo), mas pode vender e emprestar à vontade, mas para apimentar as coisas na MLS nas categorias de base só posso usar jogadores Estadunidenses nascidos/criados no Texas, na verdade essa é uma regra da MLS, que vou levar bem a serio no save, jogadores estrangeiros apenas no draft, mas das 8 vagas disponíveis na MLS posso usar apenas 3.
       
      Agora em formato simplificado e de listinha:
      REGRAS:
      não pode contratar ninguém (seja por transferência ou empréstimo), mas pode vender e emprestar à vontade No máximo 3 estrangeiros no clube (o Dynamo hoje tem um monte então talvez não consiga se livrar da galera toda na primeira temporada, então uma canja de 3 temporadas para isso) Escolhas de draft são negociáveis posso vender e comprar elas a minha vontade Se for demitido o save acaba  
      OBJETIVOS:
      ser bicampeão da MLS novamente Ser o clube da MLS com mais Champions da CONCACAF Ser campeão com o elenco mais jovem da MLS Assumir a seleção das EUA em algum momento no save Ter 7 jogadores formados aqui disputando uma Copa do Mundo  
       
      GLOSSARIO:
       
      Draft: Eu fiquei falando de draft e tudo mais, mas o que carambas é um draft Guilhererme??? Bom eu explico, a cultura de incentivo ao esporte americana é ganhar bolsas nas universidades para praticar esporte x, já que fazer faculdade lá é BEM caro, e nas universidades eles tem uma rotina de atleta profissional só que sem receber nada por isso, e também é cultural lá entrar nas ligas americanas por meio do DRAFT, que basicamente os times da liga olham os jogos da universidade e ao fim da temporada podem escolher algum jogador universitário para o seu elenco, o pior time da última temporada tem a primeira escolha e vai até o campeão nesse formato, é basicamente isso, desculpa se ficou confuso galera
       
       Texto do Henrique M. explicando algumas regrinhas da MLS caso alguém se interessa
       
      Bom agora é isso galera, em breve o começo dessa longa (espero pelo menos kkk ) nova saga 
       
       
    • GKFaNG
      By GKFaNG
      To  fazendo a inscrição do meu time na MLS e to querendo usar o fundo de alocação geral pra dar aquela ultrapassada no teto salarial.

       
      Onde eu encontro a opção para usar esse fundo ?
       
      To procurando e não encontro de jeito nenhum.
    • Heitor Ardachnikoff
      By Heitor Ardachnikoff
      Toda vez que eu incluo MLS, seja como jogável ou só para ver, desaparece para mim a opção de iniciar o save na temporada 2020 no Brasil , alguém sabe se tem como consertar esse bug sem excluir por completo os EUA ??
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      A Major League Soccer (MLS) é uma liga que vem atraindo crescente interesse ao longo dos últimos anos e muita gente se aventura em jogar na terra do Tio Sam em algum save do Football Manager. Contudo, como é uma liga muito diferente do que estamos acostumados no mundo do futebol, as mecânicas da elite futebolística dos Estados Unidos acaba assustando. Portanto, para ajudar as pessoas interessadas em jogar na MLS no FM, trouxemos esse guia explicando tudo aquilo que importa para compreender melhor a liga dentro do jogo.
      A temporada regular da MLS - MLS Supporters' Shield
      A primeira e mais importante coisa a ser notada é que a MLS é uma liga de verão, não uma liga de inverno. A temporada regular da Major League soccer ocorre entre Março e Outubro, com os playoffs da MLS Cup começando logo em seguida.
      A liga é dividida em duas conferências - Conferência Oeste e Conferência Leste. Mas por que é assim? Como a maioria das outras ligas esportivas dos Estados Unidos utilizam esse formato, acharam que seria mais fácil aumentar a aceitação do esporte copiando esses formatos. Além disso, é uma das heranças de quando os estadunidenses resolveram "americanizar" muitos aspectos do esporte.
      A conferência em que seu time se encontra afeta quantas vezes você joga contra cada time da liga. Cada um dos 22 times na liga irá jogar 34 partidas na temporada regular, 17 em casa e 17 fora. Os clubes irão enfrentar duas vezes cada time de sua conferência, uma vez em casa e outra fora Além disso, eles também enfrentam ao menos uma vez os times da outra conferência, alternando o mandante a cada nova temporada. Por exemplo, se Dallas versus Chicago Fire ocorre em Dallas nesse ano, no próximo ano, ele ocorrerá em Chicago.
      Também existem mais três jogos adicionais entre equipes de conferências diferentes, com um time em cada conferência jogando uma partida extra contra um time da outra conferência. Ao final da temporada, os pontos somados ao longo dos 34 jogos determinam o vencedor da temporada regular, a MLS Supporters' Shield.

      Os playoffs - MLS Cup Playoffs
      Conquistar a MLS Supporters' Shield é uma conquista relevante dentro da MLS, entretanto, ela não é o grande prêmio. Após a temporada regular, os seis melhores times de cada conferência disputam os playoffs em buscada de conquistar a MLS Cup. Esse prêmio é o equivalente ao Super Bowl, da NFL ou ser o campeão da pós-temporada na NBA. O verdadeiro campeão da temporada é definido aqui.
      A primeira rodada de cada conferência tem o terceiro melhor colocado enfrentando em casa o sexto melhor colocado, enquanto o quarto melhor colocado recebe o quinto melhor colocado. O confronto em partida única determina quem avança para as semi-finais de cada conferência. Nas Semi-finais das conferências, o time de melhor campanha enfrenta o time de pior campanha, enquanto o time de segunda melhor campanha, enfrenta o time com a segunda pior campanha. Diferentemente da primeira rodada, que é disputada em uma única partida, aqui ocorrem partidas de ida e volta, com a melhor campanha decidindo em casa. Os vencedores avançam para as finais da Conferência, que também são disputadas em ida e volta. Quem vencer esse confronto avança para disputar a MLS Cup, com o vencedor das finais da outra Conferência. O time de melhor campanha geral decide a partida em jogo único em sua casa, com o vencedor desse confronto se sagrando o campeão da MLS daquele ano.
      Copas
      Existem duas copas que ocorrem concomitantemente com a temporada regular. A US Open Cup, disputada pelos times estadunidenses da MLS e divisões inferiores, enquanto o Canadiam Championship é disputa por todos os times profissionais de futebol do Canadá, estando eles ou não na MLS. O vencedor de cada uma dessas competições garantem uma vaga na Champions League da Concacaf, ocupando uma das vagas destinadas a cada um de seus países.
      Aproveitando o gancho, a distribuição de vagas para os times da MLS na Champions League da Concacaf é a seguinte:
      Uma vaga para o campeão da MLS Cup; Uma vaga para o vice-campeão da MLS Cup; Uma vaga para o vencedor da temporada regular, o MLS Supporters' Shield; Uma vaga para o vencedor da US Open Cup; Se um time conquistar o direito a diversas vagas, ou se um time canadense vencer o Supporters' Shield ou a MLS Cup, o time estadunidense com a melhor campanha que ainda não se qualificou para a competição fica com a vaga. Os times canadenses (Toronto FC, Montreal Impact e Vancouver Whitecaps) só podem se classificar para a Champions League da Concacaf vencendo o Canadian Championship.
      Em um menor grau, existem as "copas entre rivais". Elas são disputada toda temporada por rivais, com o vencedor sendo aquele tiver a melhor campanha nesses jogos especiais em cada temporada. Ainda utilizando o exemplo do FC Dallas, existem três dessas "copas". A Lamar Hunt Pioneer Cup, disputada contra o Columbus Crew, o Texas Derby contra o Houston Dynanmo e a Brimstone Cup disputada contra o Chicago Fire.
      Nenhum dessas "copas" tem real importância para a direção e para a torcida, já que não trazem prestígio adicional e nem são competições de verdade. São apenas títulos sem noções criados pela MLS para fabricar rivalidades e dar aos times algo para torcer. Nessas competições, você quer que seu time vença por causa dos três pontos, não por causa da conquista.
      Regras sobre Inscrição de jogadores e categorias de jogadores
      Depois de cobrirmos a estrutura da liga, é hora de mudarmos para as regras de inscrição de jogadores e suas diferentes categorias. Essa parte é destinada a informar aquilo que você precisa saber para montar seu time para a próxima temporada. Serão detalhadas as regras de inscrição e montagem de elenco, assim como as diferentes categorias de jogadores que podem ter em seu elenco.
      Um elenco da Major League Soccer é composto de um mínimo de 15 jogadores e no máximo 30 jogadores. Para a temporada de 2017 da MLS (o Football Manager 2018 não fornece a opção de começar na temporada 2018) o limite salarial é de 3.300.000 euros por ano. Enquanto a maioria dos jogadores de FM estão acostumados com valores salariais mensais, a Major League Soccer não computa as coisas dessa maneira, por isso, nesse guia, se necessário, as informações salariais serão mostradas em valores anuais.

      Tela de inscrição dos jogadores na MLS com as regras a serem respeitadas.
      Como o teto salarial de 3,3 milhões de euros alocados para cada time, como eu faço para distribuir ele entre meus jogadores? O teto salarial somente é aplicado aos jogadores profissionais "dentro do orçamento". Esses serão cerca de 20 jogadores que você considera como o núcleo regular do seu time, e o salário máximo que pode ser pago é de 413 mil euros, isso sem utilizar o dinheiro de Alocação Geral para balancer as coisas.
      Os "jogadores fora do orçamento" são os seus dez jogadores suplementares e reservas e não contam para efeitos de teto salarial e são geralmente jogadores que serão últimos reservas ou opções aos jogadores mais regulares. Desses 10, no máximo 6 podem ser considerados Reservas e no máximo 4 podem ser considerados Reserva não-Homegrown. O valor máximo que pode ser pago aos reservas é de 45 mil euros anuais e para o Reserva Homegrown é de 55 mil euros
      Categorias dos jogadores
      Existem diversas categorias de jogadores que irão influenciar quem você pode e não pode contratar para ao seu time. A MLS aloca oito vagas para jogadores estrangeiros em cada time. Além disso, essas vagas podem ser trocadas em incrementos anuais, portanto, alguns times podem ter mais vagas em uma temporada e outros podem ter menos. Isso será discutido com mais detalhes abaixo.
      Jogadores domésticos e internacionais
      Para as regras de inscrição de jogadores, um jogador internacional para times baseados nos Estados Unidos é qualquer jogador que não se qualifica para um status de jogador doméstico do país. Para os clubes canadenses, um jogador internacional é qualquer jogador que não se qualifica para um status de jogador doméstico do Canadá ou dos Estados Unidos.
      Apesar de parecer óbvio o que deve ser um jogador doméstico ou internacional, é necessário fazer essa distinção pois as regras de jogadores domésticos são diferentes para estadunidenses e canadenses. Os jogadores canadenses não vão ser considerados domésticos num time dos EUA, mas jogadores estadunidenses serão considerados domésticos num time do Canadá. Para o jogo, um jogador doméstico é aquele que tem nacionalidade americana (ou canadense, no caso de clubes localizados nesse país), seja primária ou secundária e não existe limites para a quantidade de jogadores domésticos em seus times. Além disso, em times canadenses, é obrigatório ter ao menos três jogadores canadenses no elenco.
      Generation Adidas
      Generation Adidas é um programa designado para cultivar o talento de prospectivos jogadores de alto nível nos EUA e Canadá. Eles são jogadores de universidades e das seleções de base dos dois países que a MLS contratará para a liga com um status especial e que vão entrar no SuperDraft e podem ser considerados jogadores de maior potencial que os outros. Enquanto eles não se graduam no Generation Adidas, esses jogadores são registrados como jogadores suplementares no elenco e não impacta no teto salarial. No Football Manager 2018, os jogadores serão gerados no jogo no SuperDraft anual como newgens, portanto, você só pode adquirir esses jogadores durante o draft ou através de trocas. Vale ressaltar que não é um contrato ou categoria que você pode criar para você mesmo.
      Jogadores designados
      A última grande categoria que existe são os "Jogadores Designados". Esses jogadores são profissionais com uma qualidade significantemente mais alta que outros jogadores da MLS (pense em Beckham, Pirlo e Ibrahimovic, por exemplo). Esses jogadores contam no teto salarial apenas como o valor máximo de 413 mil euros, mas os times podem pagar muito mais se houver capacidade financeira para isso.
      Um "Jovem Jogador Designado", que ainda conta como um dos três jogadores designados na inscrição de elencos, é um jogador com idade inferior a 23 anos, mas seu impacto máximo no teto salarial será de 130 mil euros anuais para um jogador com menos de 20 anos e 172 mil euros anuais para jogadores entre 21 e 23 anos.
      Os clubes tem direito a duas vagas para Jogadores Designados, mas podem comprar uma terceira pagando cerca de 130 mil euros do seu orçamento de Alocação Geral para a organização da liga. Esse dinheiro será redistribuído para os outros times da liga na próxima temporada como verba de Alocação Geral.
      Ademais, tenha em mente que um clube pode utilizar seu orçamento de Alocação Geral para diminuir o impacto de um salário de um Jogador Designado até um valor mínimo de 130 mil euros anuais, o que pode ajudar a criar espaço no teto salarial de um clube.
      Aquisição de jogadores
      Para encerrar, cobriremos os diferentes tópicos relacionados a aquisição de jogadores. Falaremos de ranking de alocação, fundos de Alocação, os três drafts que um jogador de FM irá enfrentar e as diferentes formas que os clubes da MLS podem realizar trocas entre si.
      Fundos de alocação
      A coisa mais simples de explicar seriam os fundos de alocação. A Major League Soccer distribui um fundo de alocação anual para cada time que serve como fundo para contratar jogadores de ligas estrangeiras, para ser usado para cobrir pagamentos aos agentes, para ser usado como incentivo e opções na negociação contratual com jogadores, como parte das trocas entre times e para pagar de volta à organização da liga para diminuir o impacto salarial de um jogador designado no teto salarial anual. Enquanto pode ser utilizado de diferentes maneiras, mas todas específicas à MLS, pode ser rusticamente comparado com orçamentos de transferências em outras ligas.
      Ranking de Alocação
      O próximo conceito é o de "ranking de alocação". Favor não confundir com os fundos de alocação. Esse ranking determina a prioridade dos clubes em escolher jogadores no SuperDraft e no Re-Entry Draft.
      Para o SuperDraft, os clubes de expansão (novas franquias/clubes) ficam com a primeira escolha na sua primeira temporada, em seguida vem os times que não se classificaram para os playoffs em ordem inversa à sua classificação final na tabela geral da temporada regular (o último colocado tem preferência sobre o sétimo colocado), depois os times que foram eliminados nos Play-offs são encaixados na ordem em que foram eliminados e por fim, o vice-campeão e campeão da MLS Cup ficam com a penúltima e última escolha, respectivamente.
      Em suma, novos times ou os últimos colocados escolhem primeiro, e os vencedores por último. Essa é uma das maneiras encontradas pela estrutura da MLS é designada para encorajar competitividade e equilíbrio, garantindo que os piores times possam ter potencial acesso aos melhores jogadores primeiro. Além disso, é possível trocar a ordem de escolhas de qualquer rodada do SuperDraft com outros times da competição, dessa forma, os times podem fazer escolhas fora da ordem mencionado anteriormente, ou ter múltiplas escolhas em uma mesma rodada. Também é possível que um time não escolha ninguém e tenha que esperar até a próxima oportunidade em que tiver uma escolha, isso ocorre caso em alguma negociação, um clube tenha aberto mão de suas escolhas para contratar um jogador de outro clube da MLS.
      Drafts
      Agora que explicamos o ranking de alocação, podemos seguir para os três grandes drafts que ocorrem durante um save do FM 2018. Os anuais SuperDraft e Re-Entry Draft e o Draft de Expansão, que ocorre apenas ao final da primeira temporada, quando o Los Angeles FC se junta a competição a partir da temporada de 2018 em diante.
      SuperDraft
      O SuperDraft é o primeiro draft do calendário, e ocorre no começo de Janeiro. Você não pode participar do SuperDraft de 2017, mas eles começam a ocorrer anualmente a partir de 2018. O SuperDraft é um evento de quatro rodadas, onde os times escolhem newgens na faixa dos 20 anos em turnos. Esses são jovens jogadores que atuam em universidades americanas e estão buscando passar do futebol amador para o futebol profissional. Eles participam de uma série de combinados nas semanas anteriores ao evento. Esses combinados são sessões de treino e partidas que geram relatório de notícias dizendo quem está indo bem e quem está indo mal para dar uma ideia aos times na hora de buscar quem escolher.
      Na interface do Draft, você pode ver qual time será o próximo a escolher, pode revisar as seleções de drafts anteriores e pode avaliar os atributos dos jogadores para decidir quem escolher. Você pode passar suas escolhas ou deixar o draft a qualquer momento e pedir uma recomendação ao seu assistente técnico sobre quem selecionar para o seu time.

      Re-Entry Draft e Waiver Draft
      A MLS não tem agentes livres como em outros esportes americanos, já que todos os contratos são de propriedade da organização da liga e não dos times, e é isso que permite o movimento interno de jogadores dentro da liga. O Re-Entry Draft que ocorre em Dezembro, permite que jogadores veteranos que estejam sem contrato ou que não tiveram suas opções de renovações ativadas por seus clubes possam ser draftados por um novo time para a próxima temporada. O time que escolheu o jogador tem o direito de reativar o antigo contrato do jogador ou oferecer um novo contrato. Os jogadores que participam desse draft tem mais de 23 anos e experiência dentro da competição. Além disso, existe um outro pequeno draft dos jogadores que foram liberados pelos seus times para trocar de clubes, mas não atingem os limites de idade ou de experiência dentro da competição exigidos pela organização da liga para participar do Re-Entry Draft. Como eles funcionam de maneira idêntica, discutiremos apenas o Re-Entry Draft, pois já é o suficiente para entender ambos.
      O Re-Entry Draft tem dois estágios divididos em duas rodadas, separados por alguns dias. Se um time não encontrar um jogador que gosta no draft, ele pode passar sua escolha e sair de determinado estágio do draft. Esse draft geralmente conta com jogador de pior qualidade que não foram capazes de causar impacto na competição, por isso, a maioria dos jogadores em quase todas os anos tendem a não ser uma boa escolha, mas às vezes um diamante perdido pode ser encontrado ou um reserva de qualidade aceitável.

      Draft de Expansão
      O último draft no jogo ocorre apenas quando o Los Angeles FC se junta ao torneio em 2018. O Draft de Expansão é um draft apenas para os novos times para ajudá-los a construir um elenco para a próxima temporada. Num Draft de Expansão, cada time nomeia 11 jogadores do seu elenco como "jogadores protegidos" que não podem participar do draft, sendo assim, o restante dos jogadores está disponível para ser por times que estão se juntando a MLS em um draft curto de cinco rodadas, onde o time pode escolher uma pequena seleção de jogadores veteranos para juntar ao seu time. Nesse draft, o Los Angeles FC terá cinco escolhas, e assim que um jogador for escolhido, o restante dos jogadores de um time estão salvos de serem selecionados e retornam para seus clubes originais.

      Transferências e trocas
      Para contratar jogadores livres ou para times de fora da MLS, você pode usar o orçamento de alocação do seu time como um orçamento de transferências para fazer ofertas para jogadores de outros clubes, pagar os agentes e adicionar incentivos ao contrato do jogador, da mesma forma que qualquer outra liga do Football Manager. Entretanto, existem trocas únicas que os times da MLS podem fazer um com os outros.
      Para a transferências de jogadores que já estão em um clube da MLS, existe um sistema de trocas onde você pode trocar um jogador por outro, por fundos de alocação, pela escolhas de um time em qualquer rodada do SuperDraft pelos próximos anos, ou por uma vaga de jogador internacional, entre outras coisas. Além disso, você pode fazer trocas que não envolvam jogadores, como trocar escolhas de draft por fundos de alocação, ou vagas para jogadores internacionais, ou qualquer combinação que você desejar.

      O valor preciso de items como escolha de draft ou vaga para jogadores internacionais pode variar, e muitas vezes é necessário prática para determinar o que pode ser um valor justo por algo como uma escolha de draft. Por exemplo, um escolha de primeira rodada no SuperDraft de um time que tem mais probabilidades de ser um dos primeiros da lista tem mais valor do que um escolha de secunda ou última rodada, já que até lá, os bons jogadores já terão sido escolhidos, por isso, pode ser importante ter diversas escolhas em uma mesma rodada. Escolhas em algumas temporadas para frente, tem seu valor próprio, mas também tem menos valor o quão mais longe você estiver da data do draft, mas podem ser uma boa estratégia de longo prazo para ter opções em negociações futuras.
      É necessário intuição e prática para determinar se uma oferta é boa ou ruim para seu time. Se você tem um time fraco e precisa de um time de qualidade imediatamente, uma escolha próxima ao topo da lista pode ser uma boa troca com times de campanhas melhores por um jogador já desenvolvido, mas que não tem o espaço adequado por lá. Na contra-mão disso, se você for um treinador que gosta de desenvolver jovens jogadores não terá problemas em trocar essas escolhas, já que você pode usar essas escolhas para ter direito sobre jovens jogadores ou conseguir algum bom jogador mais velho caso você precisa.
      Outros guias do FManager Brasil
      https://www.fmanager.com.br/topic/130369-o-guia-das-instruções-à-equipa-e-instruções-ao-jogador-no-fm/ https://www.fmanager.com.br/topic/130178-usando-as-cobranças-de-laterais-ao-seu-favor-no-fm/ https://www.fmanager.com.br/topic/130213-um-guia-tático-em-12-passos/ https://www.fmanager.com.br/topic/130299-o-manual-das-instruções-ao-adversário/ https://www.fmanager.com.br/topic/129849-planos-de-a-a-z-mudando-o-panorama-de-um-jogo/ https://www.fmanager.com.br/topic/130004-treinamento-no-fm-um-guia-completo/ Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
      Fontes: https://www.thehighertempopress.com/2017/11/fm18-league-guide-major-league-soccer-i-league-structure/, https://www.thehighertempopress.com/2017/11/fm18-league-guide-major-league-soccer-ii-roster-composition/ e https://www.thehighertempopress.com/2017/11/fm18-league-guide-major-league-soccer-iii-player-acquisition/
      Banner: @_Matheus_
    • Samuel Grolli
      By Samuel Grolli
      Quem é das antigas como eu, vai lembrar do gigante Freddy Adu que era um dos grandes jogadores de 2005, 2006, 2007, até 2008 mais ou menos, no início da transição do CM para FM.
      Vou colar o início do texto aqui, mas vejam o link que a matéria é grande e tem um vídeozinho:
       
×
×
  • Create New...