Jump to content

Fim de ciclo no Milan assusta Maldini: "Ver tudo ser destruído me deixa louco"


Guest João Gilberto

Recommended Posts

Guest João Gilberto

Fim de ciclo no Milan assusta Maldini: 'Ver tudo ser destruído me deixa louco'

Lenda do clube, ex-defensor critica postura de Adriano Galliani e Barbara Berlusconi

Paolo Maldini não é uma lenda do Milan à toa. O ex-defensor dedicou os 25 anos de sua carreira profissional ao Rubro-Negro italiano, onde conquistou absolutamente todos os títulos possíveis. E agora, de longe, vê o clube seguir rumos muito diferentes do que se habituou. Em entrevista à "Gazzetta dello Sport", ele mostrou-se impressionado com a decadência da instituição - causa e consequência de uma equipe que ocupa a 11ª colocação do Campeonato Italiano após 28 rodadas.

- Eu sei quanto trabalho é preciso para vencer e quantas coisas estão por trás dos ciclos vitoriosos. Ver tudo isso ser destruído me deixa louco. Os sucessos dependem sobretudo dos homens, pelo Milan passaram tantos nos últimos anos, mas qual desses trabalha aqui hoje em dia? Só mesmo o Filippo Galli, responsável do setor juvenil. E depois Tassotti como auxiliar técnico e ainda ouvi dizer que ele vai sair no fim da temporada. Se assim fosse, seria um dano ainda maior para este Milan. Vamos perder mais um pedaço de história. Eu espero que não seja verdade. No Bayern de Munique e no Real Madrid, as bandeiras dos clubes trabalham ali.

paolo_maldini_milan.jpg

Maldini exemplificou e citou o caso de Andrea Pirlo, que assinou com o Juventus sem custos e ainda tem rendido muitos frutos aos 34 anos.

- O Milan tem tantos empregados, mas falta pessoal no setor esportivo. Galliani é um grande dirigente, mas não consegue entender os jogadores. Ele faz tudo e não é possível. Dou o exemplo de Andrea Pirlo (ex-Milan agora no Juventus): se chega um treinador e diz que Pirlo não faz mais falta ao clube, deve haver um dirigente de peso que diga que não é verdade, que Pirlo é um património deste clube e que se deve manter Pirlo no time. Assim, talvez o Milan tivesse evitado de fazer um favor ao Juventus dando Pirlo. O Milan de hoje não pode não ter uma rede de olheiros de qualidade. Antes, o Milan podia escolher os melhores, agora precisa de escolher os jogadores mais adaptados às necessidades do time. O Milan está anos luz atrás de alguns times bem pequenos nessa questão.

silvioberlusconi_francescapascale_adrian

O antigo lateral-esquerdo também criticou a postura de Adriano Galliani e Barbara Berlusconi, considerou Seedorf uma escolha errada para o momento do time e absolveu Balotelli das críticas. Confira abaixo:

Galliani e Barbara Berlusconi

Quando uma pessoa se sente onipotente, ela não entende que os resultados chegaram também devido ao trabalho dos outros. Para vencer servem ideias, projetos e muita paixão. Não era só o Galliani, nós tínhamos um grupo vencedor que sabia gerir o vestiário. Quando acontecia alguma coisa, éramos nós, os jogadores, a colocar tudo em ordem. Barbara Berlusconi não penso que entenda tanto de futebol nem de futebolistas.

Seedorf

Tem grande coragem e personalidade, mas nem mesmo Guardiola poderia fazer alguma coisa. Não culpo Clarence, mas acho que para chegar ao fim da temporada, o clube poderia ter escolhido um treinador mais conservador para depois começar bem o próximo ano. Assim, ele arrisca queimar o seu papel como técnico.

Balotelli

Ainda não é um campeão. Digo a mesma coisa que falei do Pato, o dia em que ele carregar o time nas costas por 90 minutos, então sim, vai ser um campeão. Até agora só fez isso durante alguns pedaços de partidas. Não o conheço, mas tenho a impressão que se ele jogasse pelo Juventus, um time com ideias claras, um treinador duro e um grupo sólido com italianos, daria o salto de qualidade. É errado colocar a culpa no Balotelli, não é um salvador da pátria.

GLOBOESPORTE.COM

Link to comment
Share on other sites

É triste, mas o Maldini tá certo.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Titio Berlusconi tirou a grana, enquanto o Milan não aprender a viver sem ela, vai ser isso aí.

Link to comment
Share on other sites

Problema do Milan nem é a grana, é a várzea que a direção virou, tá parecendo o Vasco da Gama isso daí, enquanto não acertar a filosofia e a administração do clube, o Milan não vai vencer.

Só lembrar quantos jogadores foram contratados novos ou vieram da base milanesa nos últimos títulos, que vamos ver aonde está o erro.

Link to comment
Share on other sites

Titio Berlusconi tirou a grana, enquanto o Milan não aprender a viver sem ela, vai ser isso aí.

Pensei nisso também, depois que o Berlusconi saiu do cargo político, parou de entrar grana no Milan e aí o time não soube se reinventar.

Uma pena.

Link to comment
Share on other sites

A crise no Milan: Seedorf falha em curto prazo e corre risco de demissão

'Gazzetta dello Sport' afirma que holandês deixará de ser técnico do Rossonero caso não vença Lazio e Fiorentina na próxima semana. Mas torcida apoia o ídolo holandês

Explicar tudo o que está acontecendo no Milan é uma tarefa mais do que complexa. Clarence Seedorf recebeu uma herança pesada em mãos. O ex-jogador do Botafogo tentou a revolução a curto prazo, mas falhou e agora vê imprensa, jogadores, dirigentes e veteranos do Rubro-Negro lhe virarem as costas. Mas uma coisa é certa nessa história: o técnico holandês não chegou em boa hora. Talvez não teria sido má ideia permanecer no Brasil por mais alguns meses.

Os números falam contra o ex-camisa 10: sete derrotas em 12 partidas, 12 gols sofridos contra apenas dez marcados. Eliminado na Liga dos Campeões e na Copa da Itália, o Milan é apenas o 11º colocado no Campeonato Italiano. Apenas um milagre classificaria a equipe para a próxima edição da Champions, já que 23 pontos a separam do Napoli, terceiro colocado.

– Qualquer treinador está ligado aos resultados. Seedorf foi escolhido diretamente pelo presidente Silvio Berlusconi e, por isso, tem um bônus. Mas não é infinito. Pode não ter sido uma boa ideia do Seedorf começar de forma tão explosiva num campeonato que já estava comprometido. Não é só culpa de dele, como não era só de Allegri, mas as próximas duas partidas podem comprometer o futuro do treinador do Milan – afirmou Luca Marchetti, jornalista da rede de TV "Sky Sport Italia".

A opinião de Marchetti, assim como de outros críticos e do próprio Paolo Maldini, ex-companheiro de Seedorf no Milan, é que o holandês errou ao tentar a revolução do elenco e do esquema tático. Ele deveria ter optado por uma postura mais conservadora.

A imprensa também se colocou contra Seedorf. Órfãos de Massimiliano Allegri, os jornalistas italianos sempre defenderam o anterior técnico do Milan, que durante quatro anos cultivou boas amizades no meio. Raramente os jornais atribuíam culpa dos resultados negativos a Allegri, mas sim à falta de rendimentos do clube para investir em novos talentos. Com a chegada de Seedorf, os resultados não melhoraram, mas a imprensa não perdoou nada em relação ao holandês.

Demissão?

Nesta quinta-feira, o principal esportivo italiano “Gazzetta dello Sport” anunciou que Seedorf será demitido caso não vença os próximos dois jogos, contra Lazio e Fiorentina. A decisão teria sido tomada na noite de terça, na casa do proprietário do clube, Silvio Berlusconi, e com a presença dos dois administradores, Adriano Galliani e Barbara Berlusconi, além de alguns jogadores do time.

Galliani, que também não morre de amores pelo ex-alvinegro, está há vários meses patrocinando a promoção de Filippo Inzaghi – ex-jogador e atual técnico dos juvenis – a comandante principal. O treinador da Itália, Cesare Prandelli, é outro nome comentado.

Time quebrado em dois

Seedorf chegou ao Milan com uma ideia de jogo ofensivo que não funcionou. O holandês escalou três jogadores (Kaká e Taarabt do lado de Robinho, Honda ou Poli) atrás de um único centroavante (Balotelli). O time perdeu a estabilidade no meio-campo, e a imprensa o acusou de ser teimoso e insistir num esquema sem ter os protagonistas adaptados às posições. No início, os jogadores pareciam motivados com as ideias de jogo ofensivas, e o futebol do Milan passou a ser mais atraente. Os resultados não chegaram, lá se foi a motivação.

Seedorf insistiu, e a imprensa também o acusa da má integração de Honda no time e de não dar oportunidade a Pazzini para atuar ao lado de Mario Balitelli. Os brasileiros Kaká e Robinho estão do lado do técnico – o primeiro é sempre titular e vem respondendo com boas atuações, e o segundo também foi escalado várias vezes por Seedorf, mas não foi tão regular. Os novos contratados – Rami, Taarabt, Essien e os holandeses Emanuelson e De Jong –, todos eles antes titulares, estão no barco de Seedorf.

Aparentemente o mau-humor vem do lado italiano do elenco, com Abate, Montolivo e o centroavante Pazzini incomodados. O centroavante não entende por que nunca é titular. Abate, que é um dos mais antigos do elenco, questiona o porquê de ter sido descartado por Seedorf. Já o capitão Montolivo lidera o grupo de italianos que, segundo a imprensa, estaria cansado das revoluções do técnico holandês. A “Gazzetta dello Sport” enumerou uma lista das mudanças feitas pelo técnico que não agradaram ao grupo. Confira abaixo:

1) Reuniões técnicas antes dos jogos divididas por setor, em vez de uma única reunião.

2) Visitas individuais de um psicólogo aos jogadores.

3) Sessões de treino longas e sempre à tarde, quando antes eram quase sempre de manhã.

4) Tantas interrupções durante o treino para longas explicações.

5) Jogadores atuando fora de suas posições.

6) Jogadores preferidos? Muita atenção a Balotelli.

7) Faixa de capitão bailarina. Mexes capitão em Napoli? Muitos jogadores não entendem o porquê.

8) Atrasos: Seedorf demorou a chegar à sessão de relaxamento após o jogo em Madri contra o Atlético.

9) Concentração mal digerida. Equipe permanecerá em Roma após o jogo de domingo contra o Lazio e viajará diretamente para Florença para encarar a Fiorentina na quarta-feira. Jogadores preferiam voltar para Milão.

Torcida ao lado de Seedorf

Embora a imprensa tente dar uma ênfase ainda mais negativa ao trabalho irregular de Seedorf, os créditos do holandês ainda não terminaram. Além da declarada simpatia e admiração de Berlusconi por Seedorf, a torcida organizada do Milan também demonstrou o seu apoio ao novo técnico. No último domingo, após mais uma derrota em casa, desta vez frente ao Parma (4 a 2), a “Curva Sud”, histórica organizada do clube, pediu a Adriano Galliani que assumisse os seus erros “na contratação de jogadores inúteis e sem caráter para um time como o Milan”. Os torcedores ainda apelaram à demissão do dirigente.

No decorrer dos protestos, Seedorf aceitou se reunir com alguns torcedores que apoiaram o trabalho do holandês. No todos contra todos alguém vai ter de pagar. O trem deste Milan chegou ao fim de linha há muito tempo, e, na hora de tomar as decisões, só resta saber quem vai abandonar o clube nas próximas semanas.

Globoesporte.com

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

Seedorf se fodeu ao encarar o cargo no meio dessa turbulência... era pedra cantada já. Agora corre o risco sim de começar com o pé esquerdo sua carreira de técnico, justamente num dos clubes onde mais obteve glórias. Eu não o demitiria, mas compreendo que a paciência vai se esgotando e uma hora não tem jeito, é demissão.

O Milan vai demorar uns bons anos aí pra se reerguer, isso porque precisa rever vários conceitos de gestão, a começar pelas cabeças (Galiani, Barbara e etc, etc). Não é só a falta do dinheiro do "seu Silvio" que atrapalha, mas sim a imbecilidade ao gerir todo o clube.

E o Abate tá se achando demais, oiuaheouihaeoiuhoae...

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Seedorf se fodeu ao encarar o cargo no meio dessa turbulência... era pedra cantada já. Agora corre o risco sim de começar com o pé esquerdo sua carreira de técnico, justamente num dos clubes onde mais obteve glórias. Eu não o demitiria, mas compreendo que a paciência vai se esgotando e uma hora não tem jeito, é demissão.

O Milan vai demorar uns bons anos aí pra se reerguer, isso porque precisa rever vários conceitos de gestão, a começar pelas cabeças (Galiani, Barbara e etc, etc). Não é só a falta do dinheiro do "seu Silvio" que atrapalha, mas sim a imbecilidade ao gerir todo o clube.

E o Abate tá se achando demais, oiuaheouihaeoiuhoae...

Se eu fosse lateral-direito incontestável de uma seleção tetracampeã mundial, num país que não tem um lateral que preste (nos dois lados), eu também iria me achar demais.

Link to comment
Share on other sites

  • General Director

Se eu fosse lateral-direito incontestável de uma seleção tetracampeã mundial, num país que não tem um lateral que preste (nos dois lados), eu também iria me achar demais.

Primeiro que ele pode ser incontestável pro Prandelli, pra mim não. Maggio é mais jogador que ele (apesar de ter cacoete mais de ala ofensivo do que propriamente de um fullback) e até o De Sciglio me agrada mais. Segundo que, como você mesmo deu a entender, a safra de laterais da Itália não é lá das melhores, logo, se vangloriar por ser opção ao Prandelli também não é lá essas coisas.

Abate é um bom lateral sim, mas não tem moral pra querer botar o pau na mesa e exigir titularidade de um Milan todo instável, principalmente na defesa.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Primeiro que ele pode ser incontestável pro Prandelli, pra mim não. Maggio é mais jogador que ele (apesar de ter cacoete mais de ala ofensivo do que propriamente de um fullback) e até o De Sciglio me agrada mais. Segundo que, como você mesmo deu a entender, a safra de laterais da Itália não é lá das melhores, logo, se vangloriar por ser opção ao Prandelli também não é lá essas coisas.

Abate é um bom lateral sim, mas não tem moral pra querer botar o pau na mesa e exigir titularidade de um Milan todo instável, principalmente na defesa.

Eu só expliquei porque ele se acha demais, nunca botei em questão se é devido ou não. Ele é ruim pelo Milan e bom pela Itália, o que é engraçado. Talvez a culpa não seja do mesmo, seja da defesa milanesa.

Link to comment
Share on other sites

Os dias de Clarence Seedorf como treinador do Milan estão contados. Essa é a convicção da imprensa italiana, que diariamente especula nomes que poderiam assumir o comando do Rossonero. E, para evitar o pagamento de uma indenização ao holandês, que tem contrato com o Milan até 2016, os advogados do clube estariam preparando uma demissão por justa causa através de um dossiê, afirma nesta sexta-feira o conceituado diário italiano “Gazzetta dello Sport”.

A relação entre o administrador do clube, Adriano Galliani, e o ex-botafoguense nunca foi boa, mas estaria cada vez mais fria e distante. A continuidade dos dois no Milan na próxima temporada é um cenário pouco provável. Seedorf quer comandar a atuação do clube na próxima janela de transferências, enquanto Galliani quer ser o único responsável por esta tarefa, que sempre desempenhou praticamente sozinho - sem sucesso nos últimos anos. Os dois têm visões diferentes, e o presidente do clube, Silvio Berlusconi, não tem muitas opções: para demitir Galliani, dirigente do Milan há 28 anos, a indenização é de € 50 milhões (R$ 160,5 milhões). Já para se livrar de Seedorf, a despesa seria de € 16 milhões (R$ 51,3 milhões) - o dano econômico que poderia até ser evitado.

Seedorf encurralado após suposta declaração

O holandês tem contrato com Milan até 2016, mas, segundo a “Gazzetta dello Sport”, os advogados do clube estão preparando um dossiê para dissecar todas as falhas de Seedorf nos últimos meses. O objetivo é provar que o técnico “provocou danos econômicos e comerciais à imagem do clube por iniciativa própria e autônoma”. De acordo com a publicação, o presidente Silvio Berlusconi pretende dar mais algum tempo a Seedorf, mas o clima em Milanello é cada vez mais sufocante com jogadores e dirigentes.

E além dos números negativos contra o ex-meia, há a reclamação dos próprios jogadores com Berlusconi sobre o trabalho de Seedorf. Sentimento recíproco, porque o holandês também não aprecia parte do elenco que tem à disposição e teria criticado três quartos do time durante uma reunião com Giancarlo Capelli - líder da torcida organizada “Curva Sud”. O próprio Capelli revelou publicamente a declaração de Seedorf.

- Não confio nestes jogadores, não são para o Milan. No final do ano, vou mudar três quartos desta equipe - teria dito Seedorf.

Após o encontro, a “Curva Sud”, que vê com bons olhos a mudança radical do elenco e reforçou o seu apoio a Seedorf, Berlusconi se viu contrariado pela declaração. De acordo com a imprensa, o proprietário do clube não vê com bons olhos a postura autoritária assumida por Seedorf, que falou em nome do Milan. A declaração pode representar a perda do apoio do holandês junto ao presidente. E os duelos contra Lazio e Fiorentina no domingo e na próxima quarta-feira, respectivamente, podem ser decisivos para o futuro de Seedorf no Milan.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-italiano/noticia/2014/03/com-dossie-milan-pretende-demitir-seedorf-por-justa-causa-afirma-jornal.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=globoesportecom

Foi mal. Não havia visto que já tinha um tópico a respeito:

http://forum.fmanager.com.br/topic/117387-fim-de-ciclo-no-milan-assusta-maldini-ver-tudo-ser-destruido-me-deixa-louco/

Link to comment
Share on other sites

Com dossiê, Milan pretende demitir Seedorf por justa causa, afirma jornal

Após cerca de dois meses no clube, treinador teria dito que gostaria de dispensar "três quartos do time” e pode perder apoio de Berlusconi na "guerra" com Galliani

Os dias de Clarence Seedorf como treinador do Milan estão contados. Essa é a convicção da imprensa italiana, que diariamente especula nomes que poderiam assumir o comando do Rossonero. E, para evitar o pagamento de uma indenização ao holandês, que tem contrato com o Milan até 2016, os advogados do clube estariam preparando uma demissão por justa causa através de um dossiê, afirma nesta sexta-feira o conceituado diário italiano “Gazzetta dello Sport”.

A relação entre o administrador do clube, Adriano Galliani, e o ex-botafoguense nunca foi boa, mas estaria cada vez mais fria e distante. A continuidade dos dois no Milan na próxima temporada é um cenário pouco provável. Seedorf quer comandar a atuação do clube na próxima janela de transferências, enquanto Galliani quer ser o único responsável por esta tarefa, que sempre desempenhou praticamente sozinho - sem sucesso nos últimos anos. Os dois têm visões diferentes, e o presidente do clube, Silvio Berlusconi, não tem muitas opções: para demitir Galliani, dirigente do Milan há 28 anos, a indenização é de € 50 milhões (R$ 160,5 milhões). Já para se livrar de Seedorf, a despesa seria de € 16 milhões (R$ 51,3 milhões) - o dano econômico que poderia até ser evitado.

Seedorf encurralado após suposta declaração

O holandês tem contrato com Milan até 2016, mas, segundo a “Gazzetta dello Sport”, os advogados do clube estão preparando um dossiê para dissecar todas as falhas de Seedorf nos últimos meses. O objetivo é provar que o técnico “provocou danos econômicos e comerciais à imagem do clube por iniciativa própria e autônoma”. De acordo com a publicação, o presidente Silvio Berlusconi pretende dar mais algum tempo a Seedorf, mas o clima em Milanello é cada vez mais sufocante com jogadores e dirigentes.

E além dos números negativos contra o ex-meia, há a reclamação dos próprios jogadores com Berlusconi sobre o trabalho de Seedorf. Sentimento recíproco, porque o holandês também não aprecia parte do elenco que tem à disposição e teria criticado três quartos do time durante uma reunião com Giancarlo Capelli - líder da torcida organizada “Curva Sud”. O próprio Capelli revelou publicamente a declaração de Seedorf.

- Não confio nestes jogadores, não são para o Milan. No final do ano, vou mudar três quartos desta equipe - teria dito Seedorf.

Após o encontro, a “Curva Sud”, que vê com bons olhos a mudança radical do elenco e reforçou o seu apoio a Seedorf, Berlusconi se viu contrariado pela declaração. De acordo com a imprensa, o proprietário do clube não vê com bons olhos a postura autoritária assumida por Seedorf, que falou em nome do Milan. A declaração pode representar a perda do apoio do holandês junto ao presidente. E os duelos contra Lazio e Fiorentina no domingo e na próxima quarta-feira, respectivamente, podem ser decisivos para o futuro de Seedorf no Milan.

Globoesporte.com

Link to comment
Share on other sites

  • General Director
[...] O objetivo é provar que o técnico “provocou danos econômicos e comerciais à imagem do clube por iniciativa própria e autônoma”. [...]

Caraaalho bixo, que trairagem filha-da-puta se fizerem isso mesmo. Como se a culpa fosse inteira do Clarêncio.

Link to comment
Share on other sites

Que decadência , os únicos que crescem é Juve , Roma e Napoli

Link to comment
Share on other sites

Porra velho, em pensar que os bichos até pouco tempo atrás, tinham Ibra e Thiago Silva, AMBOS no auge... (fora Pirlo e cia ltda)

Link to comment
Share on other sites

E quem vai fazer aquele time de merda jogar? Eu já falei, o único que salva ali, mas tá mal tecnicamente, é o Balota, que acha que joga muito mais do que joga, mas é bom jogador, sim. Tem que fazer uma limpa nessa porra de elenco bisonho.

Tudo culminou no que o Milan é hoje: revelações da base na Itália inteira inexistem (só lembro do Verrati), jogadores italianos que deviam ser tops hoje, não são, a crise econômica na Itália aliado aos novos ricos e os gastos desmedidos de times espanhóis e ingleses e, por último, má gestão. Deu no que deu. Milan demorou demais pra fazer as reposições e trouxe jogadores altamente questionáveis. Se fudeu.

Link to comment
Share on other sites

Fazer jogar é uma coisa, organizar é outra. É possível melhorar a organização da seleção das Filipinas (independe de qualidade) assim como era possível melhorar a organização do Milan do Allegri que nunca foi nada demais. Mas o que se vê é posicionamento anárquico e muitas vezes defeitos nas individualidades que deveriam ser protegidos pelo coletivo sendo amostrados, sem falar em inúmeras outras decisões que são mal tomadas.

O que eu disse que o Seedorf não demonstrou nada para sair foi com base de que hoje em dia é cobrado resultado, e resultados ele tem obtido de certa forma. Quando a bola bater na trave e sair, quando Balotelli não acertar mais chute do meio da rua e os juízes pararem de ter uma complacência com o Milan, aí a casa cai em todos os níveis, porque pra mim a casa caiu desde que vi a forma que o time se organiza.

Link to comment
Share on other sites

Eu acho o Seedorf um cara inteligente, mas ele é autoritário demais e quer se meter em tudo. Pelo menos foi essa a impressão que eu tive dele quando jogou no Botafogo, as vexes parecia que ele era maior que o clube, ficava cobrando companheiros em publico e etc.. Lembro de um caso que ele tirou um moleque que tava dando entrevista e mandou ele para o vestiário.

Link to comment
Share on other sites

Eu acho o Seedorf um cara inteligente, mas ele é autoritário demais e quer se meter em tudo. Pelo menos foi essa a impressão que eu tive dele quando jogou no Botafogo, as vexes parecia que ele era maior que o clube, ficava cobrando companheiros em publico e etc.. Lembro de um caso que ele tirou um moleque que tava dando entrevista e mandou ele para o vestiário.

Eu já acredito que um técnico tem que participar o máximo possível de todas as vertentes do time. O problema do Seedorf me parece ser a insistência em um futebol impraticável com os jogadores que têm a disposição, como mostrou a matéria.

O foda é ver que a médio prazo o Milan não parece ter muita esperança. Tá sem grana e não dá mostras de se estruturar melhor como clube.

Link to comment
Share on other sites

E pra "ajudar" o Seedorf, o Milan empatou com a Lazio por 1x1 agora pouco. O Milan abriu o placar com um gol contra de Konko ao final do primeiro tempo e González empatou para a Lazio na metade do segundo.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

  • Similar Content

    • JGDuarte
      By JGDuarte
      A Primeira Divisão do Campeonato Italiano de Futebol da temporada 2023–24, oficialmente Serie A TIM 2023–2024 por motivos de patrocínio, será a 122ª edição da principal divisão do futebol italiano (92ª como Serie A).
       
      Regulamento
       
      Atual Campeão
       
      Últimos Vencedores
       
      Promovidos e Rebaixados
       
      Equipes
       
    • bstrelow
      By bstrelow
      Calcio 22/23
      A Primeira Divisão do Campeonato Italiano de Futebol da temporada 2022–23, oficialmente Serie A TIM 2022–2023 por motivos de patrocínio, será a 121.ª edição da principal divisão do futebol italiano (91.ª como Serie A).
       
      Regulamento
       
      Atual Campeão
       
      Últimos Vencedores
       
      Promovidos e Rebaixados
       
    • JGDuarte
      By JGDuarte
      36ª RODADA
      Post destinado aos jogos que não terão tópicos específicos.
       
      Sábado - 05/11/2022
      Fluminense 3x1 São Paulo
      16h30
      Santos 1x1 Avaí
      16h30
      Goiás x Juventude
      19h00
      RB Bragantino x América
      19h00
      Corinthians x Ceará
      20h30
      Internacional x Athletico
      21h00
       
      Domingo - 06/11/2022
      Fortaleza x Atlético-GO
      16h00
      Cuiabá x Palmeiras
      18h30
       
      Segunda - 07/11/2022
      Atlético-MG x Botafogo
      20h00
    • JGDuarte
      By JGDuarte
      33ª RODADA
      Post destinado aos jogos que não terão tópicos específicos.
       
      Sábado - 22/10/2022
      RB Bragantino 4 x 2 Athletico
      16h30
      Palmeiras 3 x 0 Avaí
      21h00
       
      Domingo - 23/10/2022
      Coritiba x Internacional
      18h00
      Atlético-GO x Ceará
      18h00
      Cuiabá x Goiás
      18h00
       
      Segunda-feira - 24/10/2022
      Fortaleza x Atlético-MG
      20h00
       
    • JGDuarte
      By JGDuarte
      30ª RODADA
      Post destinado aos jogos que não terão tópicos específicos.
       
      Terça-feira - 04/10/2022
      Juventude x Corinthians
      21h30
       
      Quarta-feira - 05/10/2022
      Atlético-GO x Fluminense
      19h00
      Ceará x Goiás
      19h00
      RB Bragantino x Cuiabá
      19h00
      Athletico x Fortaleza
      19h30
      Santos x Atlético-MG
      21h30
       
      Quinta-feira - 06/10/2022
      Palmeiras x Coritiba
      19h00
      América x São Paulo
      20h00
      Avaí x Botafogo
      20h00
       
×
×
  • Create New...