Jump to content

Avião com 239 pessoas some no Golfo da Tailândia


-Igor

Recommended Posts

Vietnã detecta rastros de combustível após desaparecimento de avião

Aviões envolvidos nas buscas acharam rastros no Mar da China. Aeronave da Malaysia Airlines desapareceu com 239 pessoas a bordo.

Aviões vietnamitas envolvidos nas buscas pelo Boeing da companhia aérea Malaysia Airlines, que desapareceu com 239 pessoas a bordo, identificaram rastros de combustível no Mar da China Meridional, segundo uma autoridade militar vietnamita.

"Dois de nossos aviões detectaram dois rastros de combustível de cerca de 15 a 20 km, em paralelo e a cerca de 500 metros um do outro", declarou ao vivo à televisão estatal o general Vo Van Tuan, acrescentando que navios foram enviados para o local.

As manchas têm similaridade com as quais deixaria o combustível da nave desaparecida.

O Boeing 777-200 no voo MH370 saiu de Kuala Lampur às 13h40 no horário de Brasília e deveria chegar às 19h30 (de Brasília) em Pequim. O avião teria perdido contato duas horas após decolar, segundo a empresa. A Malaysia Airlines ainda não falou sobre queda e prefere tratar o avião como desaparecido.

Mais cedo neste sábado (8), a Marinha do Vietnã informou que o avião teria caído próximo do litoral da ilha vietnamita de Tho Chu, no sul do país. O Alto Comando da Marinha vietnamita acrescentou em comunicado que o avião teria caído nas águas do Golfo da Tailândia, entre a Malásia e o Vietnã, a cerca de 300 quilômetros da ilha de Tho Chu, na província vietnamita de Kien Giang.

queda-aviao.jpg

A companhia aérea informou que equipes de resgate da Malásia, Cingapura e Vietnã fazem buscas com navios na região onde o avião teve sua última localização conhecida. Buscas aéreas serão retomadas na manhã de domingo (início da noite de sábado no horário de Brasília).

A aeronave tinha 239 pessoas a bordo (227 passageiros, com 2 crianças, e 12 tripulantes). Todos os tripulantes eram da Malásia. Os passageiros têm 14 nacionalidades: 153 da China ou de Taiwan (incluindo uma criança), 38 da Malásia, sete da Indonésia, seis da Austrália, cinco da Índia, quatro da França, três dos Estados Unidos (incluindo uma criança), dois da Nova Zelândia, dois da Ucrânia, dois do Canadá, um da Rússia, um da Itália, um da Holanda e um da Áustria.

O voo MH370 fez o último contato com controladores de tráfego aéreo quando estava a 120 milhas náuticas a leste da cidade malaia de Kota Bharu, na costa do país, disse o presidente da companhia aérea, Jauhari Yahya.

O site de rastreamento de voos flightaware.com mostrou o avião voando para nordeste sobre a Malásia, depois de ter decolado. O avião subiu para uma altitude de 35 mil pés e desapareceu dos registros um minuto depois, enquanto ainda estava ganhando altitude.

G1

E aí? 24 horas depois ainda ninguém achou destroços. É bem provável que tenha caído no mar mesmo.

Tragédia enorme.

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 105
  • Created
  • Last Reply

Pelo que li na CNN antes o italiano e o austríaco não estavam no vôo e sim alguém com o passaporte roubado deles.

Link to comment
Share on other sites

Sim, e exatamente por causa desse fato então levantando suspeita de terrorismo.

Link to comment
Share on other sites

Foda, hein? Será que foi terrorismo? Muita coincidência dois embarcarem com passaportes roubados...

Pra quem manja, é sussa pegar visto pra China? Será que essa prática é "comum"?

Link to comment
Share on other sites

Foda, hein? Será que foi terrorismo? Muita coincidência dois embarcarem com passaportes roubados...

Pra quem manja, é sussa pegar visto pra China? Será que essa prática é "comum"?

Por essa notícia do Terra dá pra se ter uma ideia, pelo o que citam é bem burocrático pra quem viaja a negócios.

Link to comment
Share on other sites

Vi essa notícia e imediatamente lembrei de Lost.
Tirando o comentário acima, é lamentável. Pouco provável que haja algum sobrevivente.

Link to comment
Share on other sites

Mancha de óleo encontrada na costa não é do avião desaparecido

Combustível achado não é usado em aviões, mas barcos, diz polícia.

Boeing com 227 passageiros desapareceu na Malásia no sábado.

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/mancha-de-oleo-encontrada-na-costa-nao-e-do-aviao-desaparecido.html

Link to comment
Share on other sites

Só não entendi por que seria um ato terrorista se nenhum grupo já tomou a responsabilidade. Vão "aterrorizar" quem, desse jeito?

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Só não entendi por que seria um ato terrorista se nenhum grupo já tomou a responsabilidade. Vão "aterrorizar" quem, desse jeito?

Os animais marinhos?

Link to comment
Share on other sites

Estranho...telefone funciona abaixo da água? Não deveria dar fora de area? Vai ver caiu em alguma ilha...

Link to comment
Share on other sites

Em alguma ilha com torre de celular? Todo mundo morto e sem fumaça nenhuma?

Se conseguem ligar para o celular a operadora consegue saber em qual torre o celular está conectado. Sendo isso verdade, não deve ser difícil encontrar o avião. Mas pode ser mentira ou algum problema que vez ou outra acontece (que você reclama para a pessoa que ligou trocentas vezes mas no celular dela só mostra uma chamada).

Link to comment
Share on other sites

A Caixa "preta" possui algum tipo de localizador?

Sim, ele emite um sinal acústico quando entra em contato com a água mas o alcance é relativamente pequeno.

Link to comment
Share on other sites

O que pode ter acontecido com o avião da Malaysia Airlines?

Confira o que se sabe até o momento e as possíveis hipóteses sobre o desaparecimento da aeronave

50552132003503388.jpg

Você deve estar acompanhando as notícias sobre o avião da Malaysia Airlines que desapareceu neste último sábado sem deixar vestígios, não é mesmo? A aeronave, um Boeing 777-200, transportava 239 pessoas — entre membros da tripulação e passageiros — de Kuala Lumpur para Pequim, mas desapareceu dos radares apenas 40 minutos após ter decolado da capital malaia.

No entanto, de acordo com a BBC, apesar da enorme mobilização para localizar o avião — ou seus destroços —, o desaparecimento continua sendo um enorme mistério, dando lugar a muitas especulações sobre o que pode ter acontecido.

Sumiço misterioso

5055213210174814-t640.jpg

Segundo a publicação, 40 navios e 34 jatos — de nove países — estão vasculhando os mares do Vietnã e da Malásia em busca de qualquer sinal do voo MH370 da Malaysia Airlines, mas, apesar dos intensos esforços, nada foi encontrado até o momento. Entre as 239 pessoas a bordo, havia 38 passageiros malaios e 153 chineses, dos quais 19 eram artistas que tinham se apresentado em Kuala Lumpur.

O voo MH370 partiu da Malásia às 00h41 — horário local — e deveria ter pousado em Pequim por voltas das 06h30. Os controladores perderam contato com a aeronave à 01h30 quando esta sobrevoava o Mar do Sul da China. Aparentemente, o parente de um dos passageiros teria feito contato através do celular em um horário não revelado. A companhia tentou ligar para o mesmo número diversas vezes depois sem conseguir completar a chamada.

Entretanto, além do sinistro sumiço do avião, outro fato estranho foi a descoberta de que dois dos passageiros viajavam com passaportes falsos. Segundo a Interpol, os documentos pertenciam a um cidadão austríaco e um italiano e foram roubados na Tailândia, e os homens que os carregavam embarcariam para a Europa depois de chegar à China. Essa “pista” levanta a hipótese de um possível ato de terrorismo.

Especulações

505521321017500-t640.jpg

Normalmente, os desastres aéreos estão associados a problemas técnicos, fenômenos meteorológicos ou erro humano. Contudo, o Boeing 777-200 é considerado um modelo bastante seguro e conta com apenas um desastre com vítimas em seu histórico. Além disso, as condições climáticas eram boas e o piloto — de 53 anos e com mais de 18 mil horas de voo no currículo — era experiente e trabalhava para a Malaysia Airlines desde 1981.

Segundo o portal O Globo, a aeronave não fez qualquer chamada de emergência, e a falta de destroços sugere que, em vez de ter sido destruída ao se impactar contra o mar, ela pode ter se desintegrado no ar. De momento, os investigadores acreditam que — seja lá o que aconteceu — se trata de algo muito repentino, pois, mesmo que os pilotos sofressem uma perda total de motores em pleno voo, eles teriam tido tempo suficiente para lançar um alerta.

505521321017512-t640.jpg

A presença de dois homens com passaportes falsos entre os passageiros levantou a suspeita de que o desaparecimento possa estar conectado a um ato de terrorismo, dando origem à teoria de que o piloto possa ter mergulhado de propósito com a aeronave no mar. De qualquer maneira, o caso lembra o desastre ocorrido com o voo 447 da Air France em 2009, que partia do Rio de Janeiro com destino a Paris e caiu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo.

Na época, o avião da companhia francesa desapareceu no meio da noite e se passaram dias até que os destroços fossem localizados. A caixa preta só foi recuperada quase dois anos depois do acidente, revelando que as causas se deviam a uma infeliz combinação de fatores que incluíam falhas técnicas e — em grande parte — erro humano. E você, leitor, tem algum palpite sobre o que pode ter acontecido com o voo MH370 da Malaysia Airlines?

http://www.megacurioso.com.br/acidentes-estranhos/42350-o-que-pode-ter-acontecido-com-o-aviao-da-malaysia-airlines-.htm?utm_source=artigo_bottom_megacurioso&utm_medium=tecmundo

Link to comment
Share on other sites

Pessoal, sobre os vistos, acredito que as matérias tenham repercutido bem isso. É bem provável que o objetivo fosse de que esses fossem usados para entrar ilegalmente na UE, onde o controle é relativamente rigoroso e, agora, mais ainda. Em compensação, fico na dúvida sobre o que teria acontecido com esse avião. É extremamente difícil, para não dizer impossível, um veículo desse tamanho passar despercebido pelos radares. Os radares de hoje são tão bons que pegam até alguns pássaros. Além disso, os fatores de não haver nenhum tipo de chamada põe em xeque uma possibilidade de queda assim, inesperada. O que eu acreditaria que pode ter ocorrido seria um pouso forçado, mas já se passaram dois dias e nada de notícias. Além disso, um avião que faz Tailândia-Pequim, em geral, poderia ter combustível para ir até mesmo próximo às ilhas da Oceania, o que só me gera uma dúvida maior sobre o raio de localização dessa aeronave. Alguém aí pensou em alguma coisa?

Link to comment
Share on other sites

China libera imagens de satélite do possível local do acidente 3z9tfbdv8b_1a90m5ibh_file.jpg?dimensions

A rede de televisão americana CNN transmite nesta quarta-feira (12) mais detalhes sobre as imagens de satélite chineses que mostram o possível local onde estaria o Boeing 777 desaparecido na noite da última sexta-feira (7).

As informações foram publicadas pela Administração Estatal Chinesa da Ciência, Tecnologia e Indústria para Defesa Nacional (SASTIND, em inglês).

As imagens mostram um suposto local no mar da China do sul, não muito longe trajetória projetada para o vôo MH-370 da Malaysia Airlines. Elas mostram três grandes pedaços no mar.

O pedaço maior, de acordo com SASTIND, mede 24 por 27 metros. A britânica BBC também divulgou as imagens do provável local.

Junto de oficiais de diferentes governos e países, milhões de pessoas conectadas à internet estão processando dados na busca do avião desaparecido.

Fonte: R7

Link to comment
Share on other sites

Deve ser o avião mesmo, principalmente pelo local

Link to comment
Share on other sites

Porra, mas os caras não olharam todo o local ao redor do sumiço do radar não? Pelo que parece a imagem do satélite é bem próxima do local do último contato.. :kidding:

Link to comment
Share on other sites

1932362_678103042245951_120132230_n.jpg

Link to comment
Share on other sites

Mais confusão...

Malásia nega que avião tenha voado por 4h após perder contato

malasiaministrotransportesreuters.jpg

As autoridades da Malásia negaram categoricamente nesta quinta-feira a informação de que o voo MH370, sumido há quase uma semana, teria continuado voando por quatro horas depois do último sinal detectado por radar. A hipótese foi levantada pelo jornal americano Wall Street Journal, que cita uma autoridade americana anônima.

O jornal cita um suposto sistema que envia dados dos motores automaticamente a bases terrestres. A publicação levanta a possibilidade de o avião ter percorrido 3,5 mil quilômetros desde o último momento em que foi detectado, o que daria tempo de ele chegar a lugares como Paquistão ou Mongólia. No entanto, o ministro dos Transportes, Hishammuddin Hussein, negou todas as informações da reportagem.

Ele disse que as três empresas envolvidas no caso - a fabricante do avião Boeing, a fabricante do motor Rolls Royce e a operadora Malaysian Airlines - estão trabalhando junto com as autoridades da Malásia, e que nenhuma delas confirma a existência do suposto sistema de dados. "As notícias [do jornal] são imprecisas", disse ele.

O MH370 da Malaysian Airlines partiu às 0h41 de sábado do aeroporto internacional de Kuala Lumpur e tinha previsão de chegar a Pequim, na China, às 6h30. Hussein diz que o último sinal emitido pelo voo foi às 01h07. "O avião simplesmente desapareceu", disse o ministro, em entrevista coletiva.

Ele disse que seguem as buscas pelo avião, que tinha 239 pessoas a bordo, a maioria cidadãos chineses.

Fonte: Terra

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

  • Similar Content

    • jonnyjones81
      By jonnyjones81
      Após cirurgia de quase três horas, Rincón segue na UTI e em estado crítico
    • GG.
      By GG.
      O arquivo zip do banner possui três arquivos:
      - um aquivo em camadas para o Photoshop
      - duas fontes utilizadas no banner
      Autor: GGilson
      Data de criação: 29/03/2022
    • Galford Strife
      By Galford Strife
      Não sei se vocês estão por dentro do assunto, mas a China criou regras novas para os jogos no país, além de ter proibido menores de idade de jogar mais do que duas horas semanais.
      O problema é que isso pode acabar afetando o mercado em geral. Um pouco do que está acontecendo:
      As empresas do país já começaram a ter perdas significativas: https://www.tecmundo.com.br/mercado/224101-nova-regra-jogos-online-china-afeta-acoes-empresas-games.htm
      Eu também fiz um vídeo no meu canal, Gacha Brasil, falando sobre isso:
       
    • Leho.
      By Leho.
      Um tempo atrás o Mercado Livre anunciou que havia expandido seus galpões afim de otimizar ainda mais suas entregas, vi no Twitter inclusive. Agora a Amazon, que já entrega uma experiência de compra fenomenal pra gente desde que chegou aqui (quem já comprou com eles sabe o que eu tô falando) também anuncia um novo incremento à sua rede logística.
      Quem ganha somos nós, que cada vez menos ficamos dependentes da merda que é os Correios. Vale lembrar que o grupo Magazine Luiza e o da Americanas também estão melhorando bastante seus serviços de venda e entrega, puxados principalmente pela rivalidade com a Amazon.
       
      É aquela história: quando alguém sobe o sarrafo no mercado, as outras são obrigadas a se mexer também hahahah.
    • David R.
      By David R.
      Saiu uma matéria interessante sobre isso na Reuters:
       
       
      Talvez esse ano seja bem importante para a história mundial e só teremos uma visão do impacto disso tudo no futuro quando passarmos a debater o novo capítulo na história.
      Segue uma sequencia de fatos só do último mês:
      - Semana passada tivemos exercícios militares dos EUA no Mar do Sul da China, por conta de uma revisão de Pequim das fronteiras marítimas com diversos países da região: 
      https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/07/washington-e-pequim-aumentam-tom-do-confronto-no-mar-do-sul-da-china.shtml
      https://oglobo.globo.com/mundo/eua-mudam-de-posicao-consideram-ilegais-reivindicacoes-de-pequim-no-mar-do-sul-da-china-24530418
      - Toda a Guerra envolvendo quem fará a distribuição do 5G, recentemente com o Reino Unido também banindo a Huawei muito por conta da nova lei de segurança da China:
      https://www.bbc.com/news/newsbeat-47041341
      E hoje um consulado Chinês em Houston foi fechado após acusações dos EUA sobre a China promover ataques de hackers sobre as vacinas da COVID19 (mostrado na reportagem da Reuters no início do tópico).
      - Vale ressaltar que a postura dos EUA em relação a China não devem mudar em caso de derrota do Trump nas eleições, já que se trata de uma pauta bipartidária, o próprio Biden já criticou bastante a China ultimamente: https://valorinveste.globo.com/mercados/internacional-e-commodities/noticia/2020/07/01/biden-critica-china-por-lei-de-segurana-de-hong-kong-e-ameaa-impor-sanes-se-eleito.ghtml
      - Além da discussão sobre a origem do coronavírus, briga por influência na OMS e etc.
      Enfim, é sempre bom lembrar que não existe bonzinho na política internacional. Existem interesses e cada um defendendo o seu.
×
×
  • Create New...