Jump to content

A máquina do Tempo


Jirimias

Recommended Posts

 

MAQUINABANNER.jpg

 

 

 

 

 

 

Este vídeo foi editado pelo autor usando como base as imagens e sons do curta "Barbosa".

A história que será contada foi inspirada neste mesmo curta e no livro "Anatomia de um derrota", de Paulo Perdigão.

Música do vídeo: Til Kingdom Come, do Coldplay

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 116
  • Created
  • Last Reply

E lá vamos nós!

Estou acompanhando.

Vlw!

Interessante! BS jiri!!

Vlw,Kalaza!

Link to comment
Share on other sites

MAQUINABANNER.jpg

Apresentação:

Em 2010, eu iniciei este mesmo save, mas não terminei de contá-lo, pois não tinha tempo para prosseguir com a ficção. Ao contrário daquela época, atualmente meu tempo tem sido maior para escrever , leia-se três horas diárias de ônibus, do que para jogar. Por este motivo, decidi despedir do FM 13 com um save de seleção que exige menor tempo de jogo que o save de clube.

Quem leu este save em 2010 poderá se lembrar de um ou outro capítulo, pois alguns capítulos foram resgatados daquele época, mas a história foi reformulada e ainda há alguns outros capítulos por fazer, o que garante a impressão do save estar sendo lido pela primeira vez. No intuito de evitar que o save tenha muita história e pouco jogo, a saga terá atualizações mensais ( tempo in save) que contarão o momento do futebol no país, revelando os times e jogadores que merecem destaque.

A história:

A "Máquina do Tempo" conta a história de um professor de Física em fim de carreira que finalmente termina o projeto de criação de uma máquina capaz de viajar no tempo. Com o intuito de evitar a morte do pai ocorrida logo após a derrota do Brasil na final da Copa de 1950, o professor viaja até a época do Maracanaço para evitar o gol de Ghiggia e consequentemente a derrota e a tristeza fatal do pai. O que o professor não imaginava era que sua viagem ao passado poderia causar efeitos desastrosos no presente, como por exemplo, trazer um personagem do passado para o século XXI.

É assim que Flávio Costa, técnico que perdeu o título de 1950, assume o comando da Seleção nos dias atuais, mas sem abandonar os costumes de sua época. Imagine uma Seleção formada exclusivamente por jogadores brasileiros, como era as seleções do passado...seria esta seleção capaz de ser campeã mundial? Só o tempo poderá dizer...

Estilo: Ficção

Duração: O save inicia-se em julho de 2012 e termina logo após a Copa do Mundo do Brasil.

Em caso de demissão: O save não terminará

Regra: Convocação apenas de jogadores que atuam no Brasil.

Objetivo: Evitar um novo Maracanaço

Link to comment
Share on other sites

MAQUINABANNER.jpg

A história real

Pano de Fundo

Por causa da Segunda Guerra Mundial, a Copa do Mundo não vinha sendo disputada desde 1938; as Copas do Mundo de 1942 e 1946 foram canceladas. Após a guerra, a Federação Internacional de Futebol desejava ressuscitar a competição assim que possível, e começaram a planejar a próxima copa. No pós-guerra, a maior parte do continente europeu estava em ruínas. Como resultado, a Federação Internacional de Futebol teve algumas dificuldades em encontrar algum país interessado em sediar o evento, uma vez que muitos governos acreditavam que o cenário mundial não favorecia uma celebração esportiva e também que era mais importante que os recursos que seriam investidos na Copa do Mundo não fossem extraídos de outras fontes mais urgentes. Por algum tempo, a Copa do Mundo esteve em risco de não ser realizada por causa de uma falta de interesse da comunidade internacional, até que o Brasil apresentou uma proposta ao Congresso da Federação Internacional de Futebol de 1946, se oferecendo para sediar o evento, contanto que o torneio fosse realizado em 1950 (estava originalmente planejado para 1949). Brasil e Alemanha haviam sido os principais candidatos à cancelada Copa do Mundo de 1942; uma vez que tanto os torneios de 1934 e 1938 haviam sido sediados na Europa, historiadores do futebol geralmente concordam que o evento de 1942 provavelmente seria sediado por um país sul-americano. A nova proposta brasileira era muito semelhante à de 1942 e foi rapidamente aceita.

A história da Copa

500px-Urug1950.jpg

A Seleção Uruguaia posando antes da partida decisiva contra o Brasil em 1950. Em pé, da esquerda para a direita, estão Varela, o técnico López, Tejera, dois membros da delegação, Gambetta,Matías González, Máspoli, Rodríguez Andrade e outro membro da delegação; agachados, entre outros dois delegados, estão Ghiggia, Julio Pérez, Míguez, Schiaffino e Morán.

A Copa do Mundo FIFA de 1950 foi a quarta edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol. Ocorreu de 24 de junho a 16 de julho. Foi sediado no Brasil, tendo partidas realizadas nas cidades de Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Os estádios já estavam prontos na época, devido à paixão dos brasileiros por futebol. O Brasil foi escolhido por unanimidade como anfitrião na época, sendo um sucesso no sentido de infraestrutura a instalações e exemplo para o mundo. Muitos atribuem essa situação aGetúlio Vargas e sua administração, que incentivava o esporte como extensão da educação, e a sua capacidade de gerir a coisa pública.

Dezesseis seleções nacionais foram qualificadas para participar desta edição do campeonato, sendo 7 delas europeias (Itália, Suécia, Suíça, Espanha, Iugoslávia, Inglaterra eEscócia), 7 americanas (Brasil, Uruguai, Chile, Paraguai, Bolívia, Estados Unidos e México) e 2 asiáticas (Turquia e Índia).

A seleção da Inglaterra fazia a sua primeira participação na competição. A edição teve três grandes goleadas: Uruguai 8 x 0 Bolívia, Brasil 7 x 1 Suécia e Brasil 6 x 1 Espanha. Os destaques dessa Copa foram: Roque Máspoli, Obdulio Varela, Alcides Ghiggia e Juan Schiaffino do Uruguai e Ademir de Menezes, Zizinho, Jair da Rosa Pinto e José Carlos Bauerdo Brasil.

Durante a década de 1940, não houvera a realização das copas previstas, pois a tragédia da Segunda Guerra Mundial mobilizara o mundo para o esforço de guerra e impedira a realização dos certames. A Federação Internacional de Futebol, entretanto, permanecera mobilizada e, tão logo quanto foi possível, tratou de marcar a disputa da IV Copa em um país fora do continente europeu, que ainda encontrava-se em reconstrução. O Brasil foi, então, o país escolhido. Para a ocasião, foram construídos estádios, dentre eles o Maracanã, que, na época, era o maior do mundo. Ao longo da competição, as equipes da Índia, Turquia e Escócia desistiram; o grupo 4 ficou com apenas duas seleções: Uruguai e Bolívia. A partida direta entre eles teve, por resultado, 8 a 0 para os uruguaios.

A Copa do Mundo FIFA de 1950 não teve uma final oficialmente. As quatro equipes que se classificaram em primeiro em seus grupos formaram um novo grupo e disputaram partidas entre si. A Espanha e a Suécia foram goleadas pelo Brasil e eliminadas por placares apertados pelo Uruguai. A última partida era coincidentemente entre o primeiro e o segundo colocados, que até então não haviam perdido na competição. A última partida da copa ficou conhecida como Maracanaço e contou com o maior público de todas as partidas de todas as copas: 199 854 pessoas. Ela ocorreu em 16 de julho no Estádio do Maracanã. O Brasil, embalado pela excelente campanha, pelo apoio da torcida, pela liderança e pelo elenco vitorioso, abriu o placar aos 47 minutos com gol de Friaça. O Uruguai, dezenove minutos depois, empatou a partida com Schiaffino. O empate daria o título do campeonato aos brasileiros. Entretanto, aos 79 minutos, Ghiggia virou o placar para os uruguaios, dando o segundo título ao Uruguai. Esta partida é considerada uma das maiores decepções da história do futebol brasileiro.

Link to comment
Share on other sites

Ideia interessante.

Vai ser difícil formar uma seleção competitiva apenas com jogadores que atuam no Brasil.

Link to comment
Share on other sites

Ideia interessante.

Vai ser difícil formar uma seleção competitiva apenas com jogadores que atuam no Brasil.

Legal que tenha gostado.

Será mesmo difícil jogar só com jogadores que atuam no Brasil , mas além do enredo pedir esta restrição por causa do treinador, queria algo que tornasse o save um pouco mais desafiador.

Link to comment
Share on other sites

MAQUINABANNER.jpg

banmenortorino.png

rio.png

Untitled-2.jpg

Os passos apressados de um vulto refletido pelo clarão da Lua no muro inacabado quebravam o silêncio daquela pacata rua. A respiração ofegante se misturava aos outros sons que vinham dos animais da noite que se escondiam no matagal que rodeava aquele lugar. Aos poucos, os passos tornavam-se mais lentos, o homem branco colocou a mão na cintura, conferiu que já havia chegado ao seu destino e empurrou a porta de madeira que estava apenas encostada, talvez por esquecimento ou deixada assim por alguém que passou apressado por ali.

- Professor?O senhor está aí? - disse o homem ainda segurando a porta. A claridade da lua revelava uma sala bastante bagunçada. Os objetos deixados no chão por pouco não fizeram o visitante tropeçar.

Guiado por uma luz que brilhava de forma intermitente no fundo do corretor, o homem caminhou lentamente, receoso talvez. Aproximou-se do cômodo iluminado, seus olhos buscavam respostas no teto, no chão...até deparar com um homem idoso desmaiado no chão:

- Professor! O que houve?O senhor está bem? - gritou o homem correndo em direção ao velho que estava caído de bruços, mas que ainda mantinha sinais vitais.

O homem colocou o ouvido no peito de seu mestre sentindo os batimentos fracos do coração e aos poucos presenciava sua lenta reabilitação. Olhos assustados, face pálida,lábios tortos e com os poucos fios de cabelo que lhe restava bastante arrepiados.Olhando fixamente para o seu pupilo, o professor arriscava balbuciar algumas palavras.

- Por quê você demorou, Edu? - disse o velho demonstrando cansaço.

- Desculpe, quando você me ligou , eu já estava dormindo. Foii um pouco difícil despertar. - respondeu o envergonhado rapaz.

Segurando na mão de seu mestre, o jovem auxiliava-o a se reerguer. Ele tinha muitas perguntas para fazer ao professor, mas sua preocupação com a saúde dele não permitia fazê-las naquele momento. Se conteve e ajudou o professor a sentar-se. Certo de que o velho estava seguro seguiu até a geladeira em busca de água para servir o velho homem.

minutos-depois.png

O professor terminava de beber o terceiro copo d'água, todos acompanhados de perto pelos olhares curiosos do jovem. Edu aguardava o momento de perguntar o que havia acontecido ali, mas torcia que o próprio professor lhe poupasse disso:

- Que dia é hoje,Edu?

- Vinte e sete de junho...por quê?

- Não notou nada de estranho quando chegou aqui?

- Estranhei encontrar a porta encostada e o fato do seu dvd player estar no meio do caminho e quase me fazer tropeçar.

- O DVD no chão? Porta encostada? Eu não deixei a porta encostada...

O rapaz creditava o esquecimento do professor à idade e por isso não se preocupou muito com o fato, mas o velho parecia incomodado com a informação. Mancando, o professor caminhou até a sala, apertou o interruptor e com o ambiente iluminado, constatou uma grande bagunça. Livros e sobras de comida no chã, e nenhuma vaga lembrança do que poderia ter acontecido ali. Enquanto isso o rapaz observava toda a bagunça e não pensou duas vezes em concluir de forma brilhante:

- Alguém esteve aqui,professor! Reviraram sua casa e bateram no senhor.

Andreas não confirmou prontamente a conclusão de seu aluno. Parecia confuso com alguns flashes de lembrança, fechou os olhos como se viajasse até algum lugar sem sair daquela sala. Estava mudo, Edu também se calou.O silêncio reinou na sala por alguns segundos, até que o professor, surpreendido por lembranças, gritou:

- Ninguém entrou aqui,Edu! Ninguém me agrediu! Alguma coisa aconteceu aqui depois que eu voltei do passado.

- O quê? Você viajou no tempo?Conta outra,professor!

- Foi por isso que eu te chamei! - exclamou o velho - Eu queria que estivesse aqui para me socorrer caso eu precisasse, mas você demorou demais .Agora tudo ficou mais claro, eu me recordo bem o que aconteceu. Siga-me! Preciso te mostrar uma coisa. - disse o velho retornando ao lugar onde estava descordado minutos atrás.

Ainda cético com o que o professor acabava de lhe confessar, o jovem seguiu logo atrás de seu mestre, duvidando que ele teria algo realmente importante para te mostrar. Já havia ouvido conversas na universidade que o professor Andreas estava precisando se aposentar, mas até então encarava isso como um exagero. O que os olhos de Edu iriam contemplar mudaria completamente sua vida...

Link to comment
Share on other sites

Sensacional a introdução!

Flávio Costa vai ter que ralar muito pra se dar bem.

Vlw!

Ele vai ter muito trabalho, a chance de dar errado de novo é grande.

interessante, acompanhando...

Vlw!

Link to comment
Share on other sites

Eu li a antiga saga "A Máquina do Tempo". A ficção sempre foi teu forte, Jiri. Boa sorte aí.

Link to comment
Share on other sites

Eu li a antiga saga "A Máquina do Tempo". A ficção sempre foi teu forte, Jiri. Boa sorte aí.

Eh, gosto de contar histórias.

Legal que tem alguém que tenha lido aquela primeira versão, era uma ideia que eu não podia deixar morrer, principalmente agora com o advento do mundial no Brasil.

Boa sorte acompanhando...

Vlw, João!

Link to comment
Share on other sites

MAQUINABANNER.jpg

cp2.png

balaco.png

europe3_dessin.png

Edu seguiu o velho até um quarto no fundo da casa, quanto mais se aproximavam daquele cômodo, o cheiro de enxofre aumentava. Andreas acendeu a luz e apontou para uma espécie de cabine no canto do quarto:

- Aquela ali é a máquina do tempo.disse o professor cheio de orgulho

- Mais parece uma cabine de caixa 24 horas.Vai me dizer que você viajou no tempo neste treco?

- Sim, chegue mais perto, Edu. Contemple a maior invenção da humanidade depois da roda e do feriado.

O professor ia alisando a cabine à medida que explicava a funcionalidade de cada botão, cada peça, enfim, cada detalhe de sua invenção. Apontou dois mostradores que traziam os anos de 1950 e 2012, respectivamente, como se eles fossem a prova de sua viagem. Contudo o cheiro forte que tomava aquele quarto fez com que eles deixassem o local.

- Professor, me desculpe, mas acho que o senhor precisa descansar. São muitos anos perdidos na construção desta engenhoca. Eu até gostava de ouvir suas explicações sobre o que era necessário para conseguir viajar no tempo através da velocidade da luz, mas acho que já chega! O senhor está indo muito longe com isso!

-Edu, eu vou perdoar sua ignorância, pois você não sabe o que está falando. Ouça com atenção: eu acabo de retornar de 1950! Sabe o que isso significa?disse o velho já nervoso.

-Sei, Consigo até imaginar o senhor trancando o Ghiggia no banheiro do vestiário e salvando o Brasil do Maracanaço. Aposto que se eu entrar no site da Fifa hoje vou descobrir que o Brasil já é Hepta.

- Apesar de seu sarcasmo, você não exagerou. Só que eu não tentei salvar o Brasil de sua vergonha, mas sim tentei evitar que meu pai sofresse aquele desgosto que tirou-o de mimdesabafou Andreas deixando escapar uma lágrima, coisa rara de ser vista no rosto daquele velho homem, já tão maltratado pela vida e pela precariedade da educação no país.

- Eh...desculpe, acho que falei demais .Sei que falar de seu pai mexe com o senhor.

O velho ignorou o novo pedido de desculpa, virou as costas e caminhou até a cozinha seguido pelo preocupado Edu. O professor serviu um café da manhã passada para os dois e pediu ao aluno:

- Ouça com atenção! Não me interrompa! O que vou te contar é muito sério, por isso, mesmo que não acredite, preste atenção.

Edu iria dar a primeira "bicada" no café "dormido" quando foi provocado pelas palavras do professor. Aproveitou o momento para desistir de tomar o café frio, se desfazendo dele ao deixar a xícara sobre a bancada da cozinha. Em segundos, já havia voltado os olhos para seu mestre, que prosseguiu:

- Pode ser que minha viagem no passado tenha mudado alguma coisa no presente.

Edu não questionou. Apesar de ser algo absurdo, a forma como o professor falava era bem convincente, por isso permaneceu em silêncio dando coragem para Andreas prosseguir. O velho iniciou ali a narração de sua fantástica viagem ao ano de 1950...

(continua...)

banmenortorino.png

Veja o que você perderia se você viajasse no tempo de janeiro a julho de 2012...

Campeonato Gaúcho e Minas Gerais.

Você não veria Zé Roberto e Vargas errarem suas cobranças na disputa de pênaltis contra o Pelotas. Da mesma forma, se você for torcedor do Grêmio não desejaria saber que o Internacional ser campeão gaúcho vencendo o mesmo Pelotas na final..Leandro Damião marcou dezesseis gols e sagrou-se artilheiro do Gauchão.

interpelotas.png

Em Minas Gerais, enquanto você viajava, o Atlético estava sendo eliminado pelo Cruzeiro por 2-0. Dias depois, o clube Celeste venceu o Boa Esporte e conquistou o campeonato estadual. Alecsandro, vulgo Alecgol, foi quem mais fez gols: nove em toda competição.

cruzboa.png

Campeonato Carioca e Paulista.

Se você torce para o Flamengo e tem um amigo vascaíno, você tem razões de sobra para zoá-lo. Com uma vitória para cada lado na final do Campeonato Carioca, a decisão ficou para a disputa de pênaltis e o Urubu levou a melhor e sacramentou mais um vice para o time da Colina. O resultado repetia a final da Copa Rio, quando o título foi decidido também nas penalidades. Éder Luís, que perdeu uma das cobranças na final, foi o artilheiro da competição com 10 gols.

flavas.png

Em São Paulo a bola rolava e o clube que leva o nome da cidade interrompeu a sequência de títulos do Santos. Curiosamente, foi um clássico SanSão que decidiu a competição. O artilheiro veio do interior: Marcel, atacante do Mirassol, autor de treze gols.

sansao.png

Copa do Brasil

cbdsegunda.png

Brasileirão.

Depois de nove rodadas, o Fluminense lidera o Brasileirão. A surpresa vem sendo a Portuguesa, sexta colocada até o momento. Os gremistas parecem viver um pesadelo sem fim, a equipe treinada por Luxemburgo é a primeira fora da zona de rebaixamento. Se eu pudesse destacar um jogo, falaria da vitória do Figueirense, no Scarpelli, por 4-3 sobre o Fluminense, um raro momento do futebol irresponsável.

Os veteranos não podem reclamar deste início de campeonato, Deco e Alex são os melhores em assistências, enquanto os gols tem sido uma missão levada a sério por Osvaldo, do São Paulo. Foram oito gols em nove jogos;

Era esperado um melhor rendimento do Corinthians, atual campeão da Libertadores, mas tanto no Campeonato Paulista,, quanto no Brasileiro, a campanha do alvinegro tem decepcionado seus torcedores.

Os destaques de cada equipe.

bannerbranco.jpg

Você arriscaria montar a Seleção mais brasileira dos últimos anos com as informações acima?

Como você montaria sua seleção? Escolha 23 nomes para os amistosos contra França e Suíça.

Cada nome repetido na convocação feita pelo Flávio Costa para estes dois jogos vale um ponto.

O prêmio para o vencedor é uma participação especial no final da história.

Escolha um nome próprio ( fictício ou não) e dê seus palpites.

Link to comment
Share on other sites

Boa sorte, Jiri.

Vlw!! Torce aí pelo Brasil kk

BS Jiri. Proposta bem interessante!! Acompanharei...

Vlw, Fabio!

Link to comment
Share on other sites

Jean, para escolher os 23 seria mais fácil se tivesse a posição junto na imagem. :yest:

Imaginei que todo mundo conhecia estes jogadores, aí nem precisava mostrar as posições.

Vou dar uma mexida nisso.

Link to comment
Share on other sites

Untitled-2-1.png

banmenortorino.png

balaco.png

"Durante todo este tempo construindo a máquina do tempo, eu alimentava algumas dúvidas. Dúvidas estas que eu só iria sanar no dia da viagem. Aonde eu iria pousar? Em qual horário? Para a primeira pergunta eu decidi acreditar no óbvio: comprar este terreno próximo ao Maracanã para que este fosse o ponto de partida e de chegada. Para a segunda dúvida eu instalei um relógio dentro da máquina com um horário diferente do atual, horário que coincidia com o início do jogo. As duas estratégias funcionaram muito bem.

Sinceramente, nunca tive medo de morrer, mas sim de fracassar. Eu não havia planejado a máquina para mais de uma viagem, na verdade nem tinha ideia se poderia voltar do passado. A viagem não doeu, aconteceu em um piscar de olhos. Em um primeiro momento eu estava aqui dentro de casa, em outro eu estava em meio a um enorme terreno baldio. Minha primeira ação foi esconder a Máquina do Tempo de algum olhar curioso e o matagal do terreno me ajudou nisso. Deitei a máquina e retirei as duas alavancas, a principal e a reserva , responsáveis pelo acionamento da máquina e guardei-as no bolso do meu paletó. Com elas em segurança, eu não corria riscos de ficar preso em 1950.

Com toda a cidade atenta para o jogo entre Brasil e Uruguai, não tive problemas de ser flagrado saindo da cabine. Mais tranqüilo, eu observava ao meu redor procurando constatar que eu estava no lugar certo e no momento certo. Pela paisagem ao redor, as pessoas e a atmosfera de decisão eu constatei : eu estava em 1950.

À medida que eu ia me aproximando da beira de uma rua, pude ver uma multidão seguindo em direção ao estádio. Hesitei um pouco no começo, mas logo eu já fazia dela. Juntei-me àqueles confiantes brasileiros, como se eu fosse mais um deles, mas eu não era. Eu me sentia diferente, eu me sentia um pouco divino, com o poder de mudar nas próximas horas um capítulo importante de uma triste história

.Eu só precisava fazer uma coisa: parar Ghiggia. Muitas idéias passaram em minha mente, mas eu deveria escolher uma que trouxesse consequências menores. Quando eu cheguei na bilheteria do velho Maracanã, eu já tinha em mente um plano. Retirei do bolso o dinheiro da época, comprado pelo dobro de seu real valor de um colecionador e paguei pela cadeira J130, lugar que eu viria utilizar por apenas alguns minutos. A única razão para a compra de um ingresso foi pelas duas pessoas que se sentariam ao meu lado: eu com meus 10 anos e meu pai.

369d3aa131dbfd8c741b5849d38638232548e080

Caminhando pelas arquibancadas do Maracanã lotado, pude presenciar uma das cenas mais lindas da minha vida. Duzentas mil pessoas assistiam confiantes àquela final. Só de pensar que um homem apenas seria capaz de machucar tantos corações, comecei a descobrir que minha missão ali era também pelo meu país.

Por um momento fiquei sem ação, mas eu não tinha tempo a perder. Com esforço cheguei até à cadeira que havia comprado. Eu estava bem próximo dele e do pequeno Andreas. Foram poucos minutos, mas matar a saudade de meu pai já tinha feito valer a pena todos estes anos construindo esta máquina do tempo. Pude me ver ainda guri ali do lado do meu pai, todo feliz ao lado do meu grande herói. Só de imaginar que nos próximos noventa minutos, eu iria presenciar a cena mais triste da minha vida, sentia um aperto no peito. Não! Eu não queria que aquilo acontecesse de novo!Era hora de colocar meu plano em ação!"

( continua...)

bannerbranco.jpg

Você arriscaria montar a Seleção mais brasileira dos últimos anos com as informações abaixo?

Como você montaria sua seleção? Escolha 23 nomes para os amistosos contra França e Suíça.

Cada nome repetido na convocação feita pelo Flávio Costa para estes dois jogos vale um ponto.

O prêmio para o vencedor é uma participação especial no final da história.

Escolha um nome próprio ( fictício ou não) e dê seus palpites.

bannerbranco.jpg

Inscrições abertas. Informar nome e sua seleção.

Participantes da Primeira rodada:

Convocação para amistosos contra Suíça e França.

Murilo Burns

Jefferson (Botafogo)

Victor (Atlético - MG)

Fábio (Cruzeiro)

Réver (atlético - MG)

Dedé (Vasco)

Douglas (Figueirense)

Lúcio (São Paulo)

Lucas (Botafogo)

Peter (Figueirense)

Fábio Santos (Corinthians)

Kléber (Internacional)

Ronaldinho Gaúcho (Atlético - MG)

Alex (Coritiba)

Zé Roberto (Grêmio)

Arouca (Santos)

Douglas (Corinthians)

Paulinho (Corinthians)

Jádson (São Paulo)

Ganso (São Paulo)

Éder Luis (Vasco)

Neymar (Santos)

Osvaldo (São Paulo)

Leandro Damião (Internacional)

Mario Lucca

Jeferson

Victor

Vanderlei

Magal

Peter

Lucas

Kleber

Douglas

Dede

Rever

Juan

Arouca

Paulinho

Ralf

Ygor

Ronaldinho

Wagner

Ganso

Osvaldo

Marcos Aurelio

Nem

Neymar

Deivid

Kaique Lopes

Jefferson

Cavalieri

Fábio

Luis Ricardo (Lusa)

Marcos Rocha (Botafogo)

Márcio Azevedo

Fábio Santos

Réver

Dedé

Durval

Henrique

Jean

Fernando

Paulinho

Ralf

R10

Alex

Zé Roberto

Neymar

Osvaldo

Fred

Wellingtom Nem

Fábio

Jefferson (Botafogo)

Diego Cavalieri (Fluminense)

Cássio (Corinthians)

Réver (Atlético - MG)

Dedé (Vasco)

Matheus (Botafogo)

Lúcio (São Paulo)

Everton (Cruzeiro)

Peter (Figueirense)

Fábio Santos (Corinthians)

João Paulo (Flamengo)

Ronaldinho Gaúcho (Atlético - MG)

Ralf (Corinthians)

Patrik (Palmeiras)

Arouca (Santos)

Thiago Neves (Fluminense)

Paulinho (Corinthians)

Jádson (São Paulo)

Ganso (São Paulo)

Alexandre Pato (Corinthians)

Neymar (Santos)

Osvaldo (São Paulo)

Wellington Nem (Internacional)

Renato Gomes

Goleiros

Jefferson (Botafogo)

Victor (Atlético Mineiro)

Rafael (Santos)

Zagueiros

Dedé (Cruzeiro)

Réver (Atlético Mineiro)

Henrique (Palmeiras)

Lúcio (São Paulo)

Laterais

Lucas (Botafogo)

Marcos Rocha (Atlético MG)

Cortez (São Paulo)

Douglas Santos (Náutico)

Meias

Ralf (Corinthians)

Paulinho (Corinthians)

Arouca (Santos)

Zé Roberto (Grêmio)

Alex (Coritiba)

Wellington Nem (Fluminense)

Ganso (São Paulo)

Bernard (São Paulo)

Atacantes

Neymar (Santos)

Damião (Internacional)

Fred (Fluminense)

Diego

Jeferson(botafogo)

Victor(gremio)

Rafael(santos)

Dedé (Cruzeiro)

Réver (Atlético Mineiro)

Henrique (Palmeiras)

Lúcio (São Paulo)

Lucas (Botafogo)

Marcos Rocha (Atlético MG)

Cortez (São Paulo)

Douglas Santos (Náutico)

Ronaldinho Gaúcho (Atlético - MG)

Ralf (Corinthians)

Arouca (Santos)

Thiago Neves (Fluminense)

Paulinho (Corinthians)

Jádson (São Paulo)

Ganso (São Paulo)

Alexandre Pato (Corinthians)

Neymar (Santos)

Osvaldo (São Paulo)

Wellington Nem (Internacional)

Luis Fabiano(São Paulo)

André

G -

Fabio

Cavalieri

Jeferson

Lat-

Gabriel

Peter(fig)

lEverton

Kleber

Def-

Dede

Douglas(fig)

Rever

Paulo Henrique

MC-

Neymar

Nem

Ze Roberto

Alex

Paulinho

Arouca

Ganso

Ralf

At-

Fred

Damiao

Oswaldo

Marcos Aurelio

Link to comment
Share on other sites

Jiri na ficção >>>>>>>

PArabéns, está muito bom!! E Boa Sorte...

Posso mandar a seleção aqui mesmo?

Seleção:

Jefferson

Cavalieri

Fábio

Luis Ricardo (Lusa)

Marcos Rocha (Botafogo)

Márcio Azevedo

Fábio Santos

Réver

Dedé

Durval ( Mito dos mitos esse é obrigação!)

Henrique

Jean

Fernando

Paulinho

Ralf

R10

Alex

Zé Roberto

Neymar

Osvaldo

Fred

Wellingtom Nem

Link to comment
Share on other sites

Palpites de Mario Lucca

Jeferson

Victor

Vanderlei

Magal

Peter

Lucas

Kleber

Douglas

Dede

Rever

Juan

Arouca

Paulinho

Ralf

Ygor

Ronaldinho

Wagner

Ganso

Osvaldo

Marcos Aurelio

Nem

Neymar

Deivd

Link to comment
Share on other sites

Palpites de Murilo Burns

Jefferson (Botafogo)

Victor (Atlético - MG)

Fábio (Cruzeiro)

Réver (atlético - MG)

Dedé (Vasco)

Douglas (Figueirense)

Lúcio (São Paulo)

Lucas (Botafogo)

Peter (Figueirense)

Fábio Santos (Corinthians)

Kléber (Internacional)

Ronaldinho Gaúcho (Atlético - MG)

Alex (Coritiba)

Zé Roberto (Grêmio)

Arouca (Santos)

Douglas (Corinthians)

Paulinho (Corinthians)

Jádson (São Paulo)

Ganso (São Paulo)

Éder Luis (Vasco)

Neymar (Santos)

Osvaldo (São Paulo)

Leandro Damião (Internacional)

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Similar Content

    • rsm_rlb
      By rsm_rlb
      No ano de 2082, quando os ecos do passado ressoam apenas nas páginas empoeiradas dos livros de história do futebol, emerge um novo protagonista, um nome que transcende os limites do tempo e da imortalidade esportiva: Bityéssi Pereira da Silva. Durante décadas, Bityéssi foi a personificação do talento puro e da magia nos campos de futebol, deixando uma trilha de recordes imbatíveis e memórias inesquecíveis. 
      Contudo, ao atingir o crepúsculo de sua carreira extraordinária como jogador, Bityéssi percebe que está na hora de pendurar suas chuteiras, mas enxerga um novo capítulo em sua jornada. Um capítulo que o conduzirá para além das fronteiras familiares dos clubes e das rivalidades em campo. É chegada a hora de explorar o desconhecido, no mundo complexo e desafiador dos treinadores de futebol e suas políticas punitivas aonde a politicagem corre e rola solta e milagres precisam ser feitos mesmo que ninguém fora do balneário tenha conhecimento. 
      Na era de 2082, onde a tecnologia se entrelaça com a tradição, Bityéssi mergulha em um universo onde a astúcia tática, a liderança inspiradora e a capacidade de moldar talentos crus são as ferramentas fundamentais. A transição de jogador a treinador revela um terreno fértil para o amadurecimento de sua sabedoria futebolística, desafiando-o a traduzir a magia que outrora aplicou nos gramados para o tabuleiro de estratégias que agora comanda.  
      Assim, a história de Bityéssi Pereira da Silva, que começou como um conto de glórias individuais, transforma-se em uma epopeia coletiva, onde cada vitória e derrota tecem o tecido de uma nova narrativa. Nesta saga, testemunharemos não apenas o florescer de um treinador, mas a evolução de um ícone, cujo legado transcende as linhas do campo e inspira uma nova geração de sonhadores. 
       

       
      Salve galera, tudo bem?  Eu me chamo Renan, possuo 30 anos e atualmente luto contra a depressão. Por que este detalhe é algo importante? Porque este projeto é algo meu que talvez me ajude a me levantar. Com o passar dos anos eu fui perdendo o foco em muitas coisas por causa deste pequeno “problema” e estou aos poucos tentando me reerguer e retomar as coisas que eu gosto. FM foi uma coisa que eu abandonei por completo. O último que eu havia jogado havia sido o FM 2015 e depois simplesmente larguei meu hobbie. Muitas coisas aconteceram na minha vida de lá pra cá e minha vida foi só ladeira abaixo. 
      Então para começar, eu estou aqui me propondo a tentar juntar duas coisas que eu amo. FM e escrever. Eu sou mestre/narrador de RPG, mais precisamente Dungeons and Dragons então escrever é algo que eu meio que preciso fazer e arrisco dizer que se não fosse o RPG eu não estaria mais aqui. Dito isso, eu lembro que amava o fórum e gostava muito de vários membros aqui. Alguns pude ver que continuam ativos até hoje, outros não faço ideia se estão por aqui, se posso citar nomes ou se foram pra novos horizontes seguindo o vento. E basicamente é o que eu quero. Trilhar o tempo que perdi e seguir em frente. Dito isso, a única coisa que eu peço é apoio e feedback. Se estão curtindo, se tiver algo que eu possa melhorar ou qualquer coisa que tenham a acrescentar me contém. Vai ajudar muito na minha motivação ter pelo menos uma pessoa dando apoio. 
      Dito isso a minha proposta de save é a seguinte: Juntamente com meu mano Chat GPT eu estarei criando uma história e um enredo para este save. Será jogado no FM 2013 e se dará início no final do ano 2082. O save terá uma licença poética, então peço que fiquem cientes que eu usarei de recursos narrativos para alterar eventos do save, por exemplo nosso herói é um personagem fictício. Inicialmente eu queria um Newgen real, mas estava bem difícil encontrar um que se encaixasse nos meus critérios de procura.  
      Por fim, mas não menos importante eu vou tentar tornar isso uma história interativa. Então qualquer pergunta que me fizerem que poderia ser respondida pelo personagem, virá respondida por ele durante uma entrevista. Seja imprensa, podcast, ou qualquer outra coisa do tipo. Outro fator é que qualquer um que deseje participar ativamente do save pode dizer o que deseja fazer. Exemplo “Joãozinho e quero ser lateral direito”. Então eu vou ver os laterais da minha base no time atual e escolher um deles para criar o seu personagem por meio do editor e sempre que eu me lembrar, trago informações sobre jogadores/comissão técnica que vocês criarem (Se criarem).
       Então é isso galera. Abaixo deixarei algumas perguntas frequentes que possam vir a ter. Espero que se divirtam e caso estejam preparados, rolem iniciativa!
       
       
       
       
    • Helio Nery
      By Helio Nery
      Tenho os seguintes manager, 2013,2014 e 2015, quem tiver atualização para 2023, me chama no zap 7.5.9.8.8.6.1.1.7.9.5!
    • Tsonny
      By Tsonny
      Valores: 
      FM 20 e 21 - R$15 reais cada
      Fm 18 - R$9 reais
      Fm 16 e 17 - R$7 reais cada
      Fm 13 - R$5 reais cada
      Chamar no Whatsapp: 31 9 87901885 - Thiago
    • leandropatrola
      By leandropatrola
      Já vasculhei todos os downloads aqui e li sobre os tópicos a respeito de tradução do FM 13
      até baixei de outras versões mas infelizmente não funcionou, se alguém tiver o arquivo LTC do fm13 em português (pode ser o de portugal mesmo)
      por favor compartilhem aqui pq vascuhei os torrents tbm baixei uns 2 ou 3 arquivos mas nenhum deu certo, e a versão q eu tenho tem só em inglês e russo
      obrigado 
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Introdução
      A Sports Interactive é responsável pelo sucesso da série Championship Manager e Football Manager. Apesar de ter perdido o nome na disputa com a Eidos Interactive, antiga distribuidora da série CM, o legado ficou todo com a desenvolvedora. A parceria com a Sega, nova empresa distribuidora inseriu no mercado uma das franquias de maior sucesso do futebol.
      Desde novembro de 2004 foram 14 edições da série Football Manager e em maior ou menor grau, todas fizeram um relativo sucesso. O jogo coloca você no comando de uma equipe de futebol, tomando todas as decisões relativas de um manager de futebol e esse é o grande mote da série. Com tudo, o jogo evoluiu bastante nos últimos 13 anos e meio e uma das mudanças relevantes, mas sempre relegada ao plano de fundo, foi o aumento da importância da comissão técnica no jogo.
      Tendo isso em vista, seguiremos uma análise de quatro edições do jogo, em períodos de cerca de 4 a 5 anos entre cada lançamento para entender como esse processo ocorreu e como você deve encerar a montagem e utilização do seu staff no FM. Passaremos pelo Football Manager 2005, depois pela Football Manager 2009, chegaremos até o Football Manager 2013 e encerraremos com a edição atual, o Football Manager 2018.
      Football Manager 2005
      Tela do staff
      Na primeira edição da série, a tela de staff era bem simplória e apenas informativa. Ela contava apenas com o cargo de cada um, a equipe pela qual a pessoa era responsável, a nacionalidade, a reputação e as informações salarias e de término contratual.

      Perfil do staff
      A tela do membro da comissão técnica era menos informativa, mas ainda hoje, encontramos boa parte dessas informações no perfil de cada um no jogo. Os atributos em sua maioria ainda são quase os mesmos, mas a forma como interagimos com cada um deles mudou. Antigamente não havia uma preocupação com os atributos mentais de cada membro do staff, a única coisa que importava era ter o atributo de treino necessário com o maior valor possível.

      Mensagem do olheiro e relatório
      Os relatórios dos olheiros também eram bem mais simples, uma simples recomendação por escrito se o jogador era ou não era uma boa contratação para o seu clube.

      Tela de treinos
      A parte de treinos era totalmente diferente e contava com algo bastante próximo do que um grupo de jogadores deseja ver no jogo, a opção do treinador decidir os regimes de treinamento durante a semana, decidindo o que vai ser trabalhado em casa sessão.

      Relatório de treinos
      Além disso, não existia uma tela que você pudesse saber qual a qualidade do seu treino, apenas uma informação de como cada jogador estava evoluindo seus atributos, em que tipo de programa de treinos o jogador se encontrava, a opinião do staff sobre o desempenho do atleta nos treinos e a tradicional opção de retreinar a posição de um jogador

      Leia Mais: A arte do retreinamento
      Relatório da equipe
      Por fim, as informações disponíveis e demonstradas pela comissão técnica sobre seu elenco e jogadores eram bem limitadas, com o jogador tendo que se guiar pelos atributos que achava importante por posição, ao invés de confiar no que seu staff dizia.

      Como puderam perceber, o staff praticamente só existia na primeira versão do jogo, com tudo sendo bastante misterioso e na base de tentativa e erro para achar a melhor forma de entender seu time, treiná-lo e descobrir novos reforços.
      Football Manager 2009
      Antes de mais nada, já peço desculpas pelas imagens em inglês, mas o meu jogo não tem o idioma português disponível.
      Tela do staff
      Era de se esperar que cinco edições depois algumas mudanças ocorressem nessa área. Contudo, a primeira comparação é de que nada mudou, com a tela de staff permanecendo rigorosamente a mesma.

      Perfil do staff
      Já o perfil do staff ganhou novas informações e novos atributos. Surgiram os atributos de treino de ataque, defesa, físico, mental, tático e técnico na parte de treinamento. Na parte mental, tivemos a transferência de alguns atributos de treino como Fisioterapia e Conhecimento Tático. Além disso, surgiram quais tipos de funções o membro pode e tem desejo em exercer em um clube, além do seu conhecimento de certos países no jogo.

      Mensagem do olheiro
      Uma das modificações nos últimos anos foi a inclusão do relatório do olheiro, apesar disso, as informações que apareciam na caixa de mensagens ainda eram bastante poucas. Ao menos havia um breve informativo sobre o jogador que foi observado.

      Relatório do olheiro
      O relatório de olheiro foi introduzido entre o Football Manager 2005 e o Football Manager 2009 e ajudou bastante os jogadores a entenderem melhor uma contratação. Obviamente que essa mudança foi gradual, com o sistema de estrelas sendo timidamente inserido no Football Manager 2006 e evoluindo até o relatório.
      LEIA MAIS: Planos de A a Z: Mudando o panorama de um jogo
      No relatório temos uma comparação entre o jogador observado e o melhor do elenco na posição e também com relação aos jogadores da divisão em que o time se encontra. Também fala um pouco sobre a personalidade e os pontos forte e fracos do jogador. Além de encerrar com informações sobre a transferências, como interesse do jogador, preço e salários. Tudo isso sendo fechado com a recomendação final do olheiro, que foi resumido na mensagem recebida na caixa de mensagens.

      Tela de treinos
      Os treinos que começaram mais especializados e roteirizados se tornaram uma questão de ajustes de barrinha e nessa época, muitos treinos como o famoso Masca Training movimentaram a comunidade. Como não havia uma ciência por trás disso, os treinos eram questões de tentativa e erro e por isso, aqueles prontos e testados eram coqueluche na época. O problema disso é que meio que automatiza e facilitava o desenvolvimento dos atributos dos jogadores, facilitando a criação de jogadores com atributos bombados. Esse tipo de situação também só nos obrigava a procurar os preparados com os melhores atributos para cada treino e coloca-los no time. Por fim, o relatório de desempenho nos treinos que antes vinha separado, agora se integrou a com a organização dos treinos.

      Tela de preparadores
      Também tivemos a introdução da divisão de treinos por cada membro do staff, com cada um sendo especialista em uma área de acordo com seus atributos. A medição por estrelas da qualidade do treino também foi imposta durante o período e ficou possível mensurar facilmente a qualidade da comissão técnica na hora do treinamento. Outro ponto importante foi a introdução de treinos e preparados diferentes para a equipe principal e para as categorias de base.

      Relatório da equipe
      O relatório da equipe continuou bastante similar durante esse tempo, mas houve a exclusão da informação sobre quem seriam os piores jogadores da equipe, ficando apenas os melhores por setor da equipe principal e as principais promessas.

      Relatório das palestras
      Porém, com o aumento da importância das palestras de jogo, seja na preleção, no intervalo ou após o jogo, surgiu uma nova ferramenta. De forma rudimentar, seu assistente técnico lhe informava como cada jogador reagiu a suas palestras na partida anterior, permitindo que você pudesse entender melhor como motivar cada jogador.

      Recomendação de jogadores por empréstimo
      Por fim, para quem quisesse pedir recomendações de jogadores disponíveis e acessíveis para o time via empréstimo, poderia solicitar rapidamente ao seu assistente para produzir sugestões para as posições indicadas pelo treinador. Infelizmente, dependendo do nível em que sua equipe se encontrava, não era fácil encontrar, mas era uma ferramenta bastante útil para quem jogava em divisões menos badaladas.

      Com o salto de cinco versões, já começamos a perceber uma maior relevância da comissão técnica dentro do processo, como uma maior especialização nos treinos, a adição de funções novas ao assistente técnico, além de maiores informações fornecidas pela equipe de olheiros.
      LEIA MAIS: Sobrevivendo a sua primeira temporada em 12 passos
      Football Manager 2013
      Andamos agora quatro versões para frente, até o lançamento do FM 2013 no final de 2012. Nessa linha temporal que seguimos, estamos cada vez mais próximos do estado atual da franquia.
      Relatório de boas-vindas
      Logo de cara já temos uma novidade, que é um relatório de observação de boas-vindas dos olheiros, indicando jogadores que podem ser boas contratações para o time. Fornecendo imediatamente um ponto de partida para o seu novo trabalho.

      Tela do staff
      A tela de staff também ganhou uma maior divisão, apesar de inicialmente mostrarem as mesmas informações, observamos uma clara divisão por time principal, reservas e categoria de bases, além de vermos que o aumento na proeminência nas responsabilidades do staff.

      Perfil do staff
      O perfil do staff ainda apresenta a mesma estrutura vista lá no FM 2005, mas com mais informações e tirando o histórico de conselhos, pouca coisa mudou desde o FM 2009.

      Mensagem do relatório do olheiro
      A mensagem do relatório de olheiro ganhou mais corpo e passou a contar com a recomendação de capacidade atual e potencial do jogador, além das informações sobre os valores envolvidos em uma eventual transferência.

      Relatório do olheiro
      O relatório de olheiro ficou mais gráfico e recheado de informações que já saltam imediatamente aos olhos. A estrutura vista anteriormente ainda é similar, mas as informações de posição, melhor função (adveio da mudança nas táticas no FM 2012) e também uma comparação com os melhores atletas da posição no elenco passaram a figurar por aqui.

      Tela de treinos
      Os treinos abandonaram as barrinhas e assumiram a forma como conhecemos hoje, tirando mudanças de estilos e uma ou outra pequena modificação, já são mais de cinco anos que a estrutura é a mesma. Ao invés de decidir as intensidades de cada tipo de treino, agora você pode escolher apenas um foco e a sua intensidade. É possível mudar o treino padrão em determinada semana e a intensidade também. Além disso, temos o treino para jogo, que normalmente antecede cada uma das partidas. E você pode optar por dar descanso aos atletas e depois de cada jogo e também aumentar ou diminuir a carga de treino para jogo.

      Tela de treino individual
      As informações de treino passaram a ser divididas entre individual e geral, além da já tradicional tela de preparadores. Na tela individual, você pode definir um foco para o jogador (atributo, nova posição, MPJ e a intensidade), além de acompanhar o desempenho geral do atleta nas sessões de treinamento e a opinião do staff sobre o rendimento do atleta.

      Tela de preparadores
      A tela de preparadores mantém a mesma estrutura do FM 2009, mas ficou mais fácil de ver o nível de cada treinador e modificar as sessões de treino que cada um é responsável. A opção de pedir um relatório sobre atletas disponíveis para empréstimo ainda permaneceu durante essas quatro diferentes versões.

      Relatório da equipe
      O relatório da equipe agora se tornou muito mais informativo e mais abrangente, avaliando toda a equipe, ao invés de só os destaques. Além disso, o fornecimento de relatórios sobre suas táticas, origem dos gols feitos e sofrido, última partida e outros tipos de estatísticas começaram a surgir com o aumento da importância da análise estatística no futebol mundial.

      Conselhos do staff
      Contudo, as principais mudanças para o aumento da importância do staff começaram a ser implementadas, com a ferramenta de aconselhamento do staff, onde eles começaram a dar pitacos em diversas áreas e passaram a ter um desempenho ativo dentro do jogo. Com isso, os atributos técnicos passaram a ser a única fonte de medição de qualidade de um membro da comissão, com os atributos mentais passando a ter peso importante nessa relação.

      Responsabilidades do staff
      Outra parte importante foi a capacidade de poder dividir as responsabilidades indesejadas com o seu corpo técnico, podendo direcionar atividades que você ainda se acha inexperiente para mexer ou que não se importa tanto ao ponto de microgerenciar tudo.

      Passaram-se nove versões e as versões de 2012 e 2013 começaram a ser um ponto de virada na importância do staff dentro de jogo. Eles passaram a deixar de estar ali por estar e se tornaram parte do seu dia-a-dia como treinador do clube. O que é um ponto positivo, pois essa integração existe e é vital num clube de futebol e com isso, a relevância de passar a investir mais em seu staff aumentou, com mais pessoas dando atenção a outros critérios além das estrelinhas de cada preparador em seus treinos.
      LEIA MAIS: Descobrindo suas fraquezas e construindo um time
      Football Manager 2018
      Chegamos a versão atual e já nota-se o tanto que as funcionalidades e atividades relativas ao staff no jogo se tornaram mais presentes e detalhadas ao longo dos anos e com o Football Manager 2018 não foi diferente, já que na versão anterior inseriram-se novas funções no staff e que foram melhores trabalhadas para a edição atual. Ademais, a presença do Centro Médico e a modificação no funcionamento do sistema de olheiros trouxeram ainda mais impacto à forma com que o treinador se relaciona com seu staff.
      LEIA MAIS: Guia: Movimentos Preferidos do Jogador
      Tela do staff
      A tela de staff mudou de roupagem, sendo dividida nas três categorias vitais para o funcionamento do clube: equipe técnica, de observação de jogadores e departamento médico. Com bastante informações a respeito do preenchimento das vagas, a quantidade de cada tipo de profissionais e uma comparação média da qualidade da comissão técnica com o restante da divisão em que seu clube se encontra.

      Perfil do staff
      A tela do perfil do staff ainda continua estrutura da mesma maneira, apesar de conter mais informações a respeito de cada treinador, contudo, as grandes mudanças ficaram para os atributos. Agora eles são divididos em gestão, treino, olheiros e médico. Assim, cada profissional de determinada área tem seus atributos destacados adequadamente. Também tivemos a inclusão de novos treinos de goleiros, antes eram dois, agora são três. Além disso, cada uma das suas equipes (reservas, juniores, etc) ganhou uma tela própria para que você possa ver quem é o staff em cada uma delas.

      Mensagem do olheiro
      As modificações na forma como os jogadores são observados e a inclusão do analista de dados geraram impactos na forma como você obtém as informações do seu time de olheiros. Anteriormente, os relatórios chegavam nas suas caixas de mensagem, agora, se você delegar a responsabilidade de observação ao olheiro-chefe, apenas quando ele julgar necessário você receberá um relatório. A maioria fica no centro de observação, ou então, na tela de pesquisas ou lista preferencial.

      Relatórios do olheiro e analista de dados
      Os relatórios de olheiros também ficaram mais abrangentes e específicos, com o relatório do olheiro separado do relatório do analista de dados e com a opção de juntar essas duas informações em uma tela só. Obviamente que a gama de informações disponíveis também aumentou, deixando de ser limitado só a um ponto fraco ou forte, listando um perfil mais completo do jogador, para te informar se ele é ou não é uma boa recomendação. Inclusive, para essa versão, foi incluído um sistema de pontuação que vai de 0 a 100 para que você possa ver quão boa aquela contratação pode ser, independentemente da avaliação de CA e PA do atleta.

      Tela de treinos
      A tela de treinos também ganhou mais informações, com a adição de uma tela que reúne as informações generalizadas. A forma como o jogo gere os treinamentos ainda não mudou, apesar de ser uma das sugestões mais frequentes nos fóruns da Sports Interactive. O mesmo segue para as telas de treino individual e de preparadores, com a maioria das modificações sendo apenas para clarificar as informações na tela. Também tivemos a distinção mais adequada dos treinos de cada uma das suas equipes, para que você possa personalizar melhor o treinamento de cada um dos membros do seu staff para tirar o máximo possível em cada nível de futebol.

      Relatório da equipe
      O relatório da equipe agora também contém mais informações, seguindo os rumos tomados nas edições anteriores e incrementando ainda mais a quantidade de informações presentes para o jogador. Até a avaliação do nível do plantel se tornou mais informativa, com diversos comparativos podendo ser feitos, fazendo que você entenda quais são seus melhores e piores jogadores mais rapidamente.

      Conselhos do staff
      Os conselhos do staff também ganharam mais diversidade e o seu controle sobre quando receber essas informações também aumentaram. Temos conselhos táticos, de treino de desenvolvimento de jogadores, de transferências e contratos e da própria comissão técnica. Você pode até decidir quem é o membro mais capacitado para lhe informar nesses diversos tópicos. Além disso, ao acessar a tela do seu elenco, sempre que um conselho estiver disponível, aparece um alerta no canto da tela e ao clicar nele, você pode decidir quais ações tomar, resolvendo rapidamente as pendências do elenco. Vale lembrar que essa funcionalidade está presente em todas as telas que o conselho é válido, não apenas nas telas do elenco.

      Responsabilidades do staff
      Com uma grande quantidade de funcionários, ocorre um aumento de responsabilidades. E a tela de delegação de tarefas aumentou bastante entre a sua implementação e a atual versão. Isso permite uma maior adaptação do treinador ao seu estilo de jogo e pode ajudar até a reduzir o tempo gasto com o gerenciamento desses detalhes no jogo.

      Centro de observação
      A forma como interage-se com os olheiros também mudou, com a equipe de observação tendo orçamento próprio e a possibilidade de comprar pacotes de informações sobre jogadores que envolvem diversos escalões do futebol (normalmente ligados ao alcance atual do clube) e que são divididos entre pacote sênior (para os jogadores já consolidados) e pacote de jovens.

      Centro Médico
      E com as necessidades físicas do futebol moderno aumentando a cada vez mais, foi adicionado o centro médico, uma tela que lhe fornece informações sobre a condição física dos jogadores e como está o desgaste dele. Isso ajuda a prevenir lesões e manter seu elenco bem-conservado para as partidas mais importantes da temporada.

      É notável o aumento exponencial de funcionalidades ligadas ao staff entre o Football Manager 2005 e o Football Manager 2018 e como não podia deixar de ser, a própria importância de ter uma comissão técnica de qualidade e que você possa confiar.
      Conclusão
      Tendo tudo isso em vista, essa é uma parte do jogo em que não se pode negligenciar mais, com eles sendo fundamentais para o desenvolvimento dos seus atletas, para o entendimento do funcionamento da sua equipe e até mesmo para diminuir as chances de erros bobos no planejamento da temporada.
      LEIA MAIS: O Guia do FM 2018: 16 dicas essenciais
      Por isso, não negligencie essa parte do jogo e aproveite que agora o orçamento salarial para o staff é separado do seu orçamento salarial para jogadores, sendo assim, você não precisa deixar de reforçar seu elenco para encorpar seu staff. Com tamanha importância, ter um staff em que você possa confiar pode ser vital nos resultados finais do seu time e influenciar a forma como seu save está indo.
      Conteúdo original produzido por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
      Banner: @_Matheus_
×
×
  • Create New...