Jump to content

Garotos da base


Guest rafaelbuzi

Recommended Posts

Bem, não jogo o FM 2009, mas vim aqui para ajudar, conheço bem a base do Santos.

Alan Patrick é um dos jogadores mais promissores que o Santos tem, sendo inclusive aos 17 anos promovido ao time principal, ao lado do centroavante André.

Alan Patrick tem bom controle de bola, iniciou carreira no futsal, e para Zito ele é considerado "o novo Kaká" claro que pode ser exagerado mas merece atenção. Segue matéria do Olheiros.net

Assim como Neymar e Robinho, Alan Patrick começou no futsal, o que ajudou a aumentar seu controle com a bola e que hoje o ajuda no fundamento do passe. Mesmo que a comparação, até pelo físico não tão avantajado (pesa 66kg distribuídos em 1,75m), seja quase automática com os atacantes que também fizeram sucesso na base santista, o gerente de futebol do clube, Zito, vê semelhanças entre Alan e outro brasileiro: Kaká.

“Ele é destro, joga de meia-atacante, e pode até ser comparado com o Kaká no início da carreira”, assinalou em entrevista recente o antigo volante do Peixe, que considera o mais novo integrante dos profissionais até mais preparado fisicamente que Neymar.

Sua posição: Médio-Armador, sabedo jogar como meia central e até pelo lado esquerdo ou direito.

Em breve mais!

Serginho

Volante habilidoso e técnico, com bom índice de desarme e de trabalho. Jogava fustal junto com Neymar, e foi trazido por Zico junto ao prodígio. Um dos problemas é o poder físico, é relativamente franzino.

Era o batedor de penaltis na Copa São Paulo deste ano.

E também um dos líderes do elenco.

Merece atenção, outra característica é a rapidez

Link to comment
Share on other sites

Tem o Choco também que subiu agora pros profissionais. Lateral rápido, muito ofensivo e que não sabe marcar.

O André também, atacante matador.. está entre os profissionais também e é ridículo no jogo.

Link to comment
Share on other sites

Choco é MUITO ofensivo, corre pra caramba mas não sabe marcar. Acho ele razoável, porém, melhor que o Luizinho.

++ Velocidade

+ Agilidade

+ Finta

+ Técnica

-- Marcação

- Cruzamento

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Nikão: a nova aposta do Santos para as categorias de base.

Apelidado de "Maradona Negro" Nikão é uma das apostas do Santos. Segue matéria do site Olheiros.net

Para quem não conhece Nikão, vale frisar que, aos 15, em janeiro de 2008, ele já se destacava em meio aos garotos de dois ou três anos mais que jogavam a Copa São Paulo. Trajando a camisa amarela do Mirassol, comprovava o que já havia se falado anteriormente sobre ele na Europa: em excursão, o menino encantou holandeses e russos e virou matéria de grandes jornais.

Segue características:

Quem o viu jogar afirma que é um meia habilidoso, com bom índice de assistências e grande cobrador de faltas. O que assusta é a quantidade de times pelo qual ele passou prestes a completar 17 anos: já defendeu as categorias de base do Mirassol-SP (2004-2005/2006-2008), CSKA-Rússia (2004), PSV-Holanda (2005), Príncipe-Arábia Saudita (2005) e Palmeiras-SP (2008-2009). Em 2008, Nikão foi convocado pela Seleção Brasileira Sub-16. No currículo ele tem a conquista do Torneio Miraestrela 2006 defendendo o Mirassol-SP.

Maycon Vinícius Ferreira da Cruz nasceu no dia 29 de julho de 1992 em Belo Horizonte (MG). Ele mede 1,74 de altura e pesa 73 quilos.

Está emprestado até o dia 31/03/2010 ao Santos pelo Mirassol.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

O Santos tem 2 jogadores na Seleção Sub - 17, 17 anos são eles o volante Elivélton e o Lateral-Direito Crystian.

Elivélton: 01/03/2009 até 28/02/2014

É um jogador com boa estrutura física, bom na marcação, saída de bola razoável, é um cão-de-guarda, e foi alvo de briga entre Santos e Corinthians.

Crystian: 23/06/2009 até 22/06/2012 17 anos Também é presença constante na lateral-direita da Sub-17, podendo até jogador pelo lado-esquerdo.

Não recebi muitas informações dele, sei que está na Seleção desde o sub - 15.

Rafael Caldeira: 20/05/2009 até 13/02/2010 (Emprestado pelo Marília) 18 anos

Alto, com resistência boa e porte físico razoável, é mais um que pode fazer bonito em 2010, é muito bom zagueiro, sabe sair jogando razoavelmente, e não inventa, ficará no banco de reservas contra o São Paulo.

Esquerdinha: 06/03/2009 até 05/03/2012

Natural de Camaçari, o jovem Luiz Henrique Muniz de Souza Batista, mais conhecido como "Esquerdinha", tem apenas de 16 anos de idade, mas já possui um currículo brilhante no futebol. Com passagens pelo Real Salvador, aqui da Bahia (2002-2004), Cruzeiro-MG (2005) e Fluminense, do Rio de Janeiro (2008), atualmente Esquerdinha assinou contrato com o Santos de Pelé. Entre os principais títulos, o jogador foi campeão da Youth Cup (2007), vice-campeão da Copa Brasil Infantil, campeão Mineiro (2005-2006) e campeão Carioca (2008).

Esquerdinha iniciou sua carreira no futebol aos seis anos de idade, quando participava de uma escolinha no bairro do Gravatá. Vendo o canhotinho de habilidade rara, que cobra falta com uma precisão incrível, olheiros do Real Salvador o convidaram para jogar no clube. Devido a seu desempenho, em 2005, Esquerdinha foi contratado pela equipe do Cruzeiro, onde se sagrou duas vezes campeão Mineiro. Em 2008, ele foi emprestado para o Fluminense onde ficou por quatro meses sagrando-se campeão carioca com oito gols em 10 partidas.

Com bons empresários aliados ao seu futebol, Esquerdinha conseguiu o que poucos jogadores na sua idade conseguem: um contrato profissional com o Santos, de São Paulo, onde vai jogar com a camisa 10, que sagrou Edson Arantes do Nascimento, Pelé, o maior jogador de todos os tempos.

Esquerdinha já despertou o interesse de alguns clubes da Europa, como Portugal e Itália, mas, por decisão dos empresários e da família, esse ainda não é o momento de uma transferência para o exterior. Entretanto, conforme reportagem publicada na Revista Veja, de 13 de maio de 2009, cientes de que não poderão segurar o craque no Brasil por muito tempo, seus empresários já iniciaram um treino extra para Esquerdinha, onde todos os dias ele participa de aulas de inglês.

O jovem jogador segue o mesmo caminho trilhado por outros filhos de Camaçari, que fizeram sucesso no futebol brasileiro e internacional, a exemplo do goleiro Fábio Costa, atualmente no Santos, mas que já teve passagens pelo Bahia, Cruzeiro, PSV (Holanda), Vitória e Corinthians. Outro jogador que saiu de Camaçari para o mundo foi o meia Rodrigo que, com seu futebol, chegou até à Seleção Brasileira.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Rafael Caldeira: 1,91m

Emprestado pelo Marília até meados de FEVEREIRO 2010

Rafael Caldeira é um zagueiro muito elogiado por Narciso e mesmo com as iminentes contratações de B.Rodrigo, Bruno Aguiar e Durval, Narciso disse que ele seria titular fácil.

Tem boa técnica, muito bom no cabeceio e sabe sair jogando, foi convocado para Seleção Sub-20 junto com Alan Patrick.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Rafael Caldeira e Alan Patrick estão na seleção sub18.

Nikão,Felipe Anderson e William foram os destaques do Santos no jogo de hoje contra o Comercial na Copa SP.

Link to comment
Share on other sites

Olhando os melhores momentos no youtube, parece que ele só usa a perna direita.

Link to comment
Share on other sites

PMFL, vocês já atualizaram a diretoria e comissão técnica do Santos ? Algumas mudanças aconteceram.

Aqui é o link da comissão técnica:

http://santos.globo.com/noticias_ultimas_texto.php?cod=20121

A diretoria está aqui: http://santos.globo.com/noticias_ultimas_texto.php?cod=20117

Outra coisa: o George Lucas poderia ser melhorado ? Ele jogou bem nos jogos em que atuou pelo Santos. Merece um 16 ou 17 em livres e cruzamentos.

Aqui nesse video: http://santos.globo.com/media.php, o Bruno aguiar deu as caracteristicas dele.

Ele disse ser um zagueiro veloz, que joga melhor saindo para dar o combate.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Alan Patrick (Santos) Meia-Armador

Após ser um dos poucos destaques, ao lado de Oscar, no hexagonal sub-20 disputado no Chile, Alan Patrick foi reintegrado ao Santos a tempo de se tornar a referência da equipe na segunda fase, sendo peça importante no surpreendente caminho santista rumo à final, e de ser escolhido como um dos melhores da Copinha. Logo no retorno, contra o Pão de Açúcar, fez um belo gol que garantiu a classificação às quartas, quando voltou a ser o homem da partida, marcando duas vezes e levando o Peixe às semifinais. Contra o Palmeiras, voltou a deixar sua marca e deu, ainda, passe para um dos três gols alvinegros. Por fim, na decisão, deu linda enfiada para Renan Mota marcar o tento santista. Difícil não perceber como o habilidoso meia foi essencial para o avanço do Santos na competição.

Rafael (Santos/Rio Preto) Goleiro

Contratado por empréstimo em abril do ano passado junto ao Rio Preto, Rafael chegou à Vila Belmiro para compor o elenco juvenil do Santos, após se destacar em 2008. O contrato termina no dia 31 e, certamente, o Peixe irá exercer o direito de prioridade para adquirir os direitos federativos do arqueiro, após o que o jogador apresentou na Copinha. Seguro, ganhou muita confiança com o desenrolar da competição, destacando-se na disputa de pênaltis das semifinais contra o Palmeiras e mesmo na decisão contra o São Paulo, onde fez belíssimas defesas e, não fosse o indefensável chute de Ronieli, no final da partida, fatalmente seria um dos heróis santistas. Para os próximos anos, com a próxima aposentadoria de Fábio Costa, pode se tornar uma confiável opção a Felipe nas traves alvinegras.

Tem contrato com o Rio Preto até 2012, e deve disputar a A-2 de 2010.

Crystian (Santos) Lateral-Direito

Revelação do Vila Nova-GO, Crystian justificou a expectativa criada em seu futebol desde as seleções de base e recuperou a melhor forma. Decepção no Mundial Sub-17, o camisa 4 fez uma bela Copa São Paulo, se apresentando sempre como opção interessante no ataque e sem oferecer tantos espaços na defesa. A tendência é que termine o ano entre os profissionais, uma promoção justa pelo que apresentou na Copinha.

Alemão (Santos) Zagueiro

Firme, rápido e seguro, o canhoto Alemão se destacou em uma posição de poucos nomes acima da média na Copa São Paulo. Revelação do Figueirense, o zagueiro, em afinada parceria com Renato, impediu que Rafael Caldeira, de volta da seleção sub-19, assumisse a titularidade. O pênalti perdido contra o São Paulo na decisão não diminuiu seu brilho, o de um dos principais defensores da Copinha.

Nikão (Santos) Meia-Esquerda

Trazido do Palmeiras no ano passado, Nikão não ganhou tantas oportunidades no elenco sub-20 santista em 2009, em virtude de sua idade. A grande chance do meia, porém, seria em 2010, e, mais precisamente, na Copa São Paulo. Ela veio, e o garoto a agarrou com unhas e dentes. Com belas atuações, principalmente na primeira fase, quando o time esteve sem Alan Patrick, o garoto revelado pelo Mirassol só não fez chover, mostrando o porquê de seu apelido quando chegou à Vila Belmiro: “Maradona Negro”. Dono de uma história de vida difícil e triste, o meia mostrou na Copinha ser dotado de ótimas capacidades de finalização e organização, e, ainda que a concorrência seja forte no time principal, é um nome a ser observado com carinho por Dorival Júnior, ao menos para o próximo ano.

Tem contrato terminando e para comprar os 90% dos direitos restantes o Santos tem que pagar R$ 2.700.00,00 e não deve permanecer com o jogador, vale lembrar que ao contratar Nikão por empréstimo, o Santos comprou 10% dos direitos do jogador por R$ 300.000,00

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

O Santos hoje ocupa as manchetes de todo o país, e mesmo do exterior, com a nova geração de seus Meninos da Vila. Com Neymar, Paulo Henrique Ganso, Wesley e companhia vivendo grande momento, é natural que os olhares também se voltem às categorias de base do Peixe, onde esses garotos foram descobertos ou, pelo menos, lapidados, após chegarem de times menos expressivos ou mesmo depois de serem desprezados em equipes tradicionais, como se deu com Ganso.

>>> Título da FA Youth Cup sela ótima temporada para base do Chelsea

>>> Apesar do fracasso com as seleções de base, Neymar e Ganso merecem ir à Copa

Pelo que se observa nos atuais elencos da formação alvinegra, a próxima geração de promessas no Urbano Caldeira já começa a se formar, e com força. E em meio a promessas como Felipe Anderson, Dimba e Geovane, quem pinta com força é um atacante que não surgiu efetivamente na Vila Belmiro, mas, descoberto no ano passado, já figura no elenco júnior do Peixe e tem chances de, com alguma sorte, aparecer no elenco principal já no ano que vem. Trata-se de Fabinho Bulgarelli.

Matador conhecido

Fabinho não é nenhum estranho, pelo menos no meio das categorias de base. O jogador se destacou em 2009, em seu primeiro ano pelo Olé Brasil, quando surpreendeu ao ser um dos artífices do time campeão paulista sub-17 e artilheiro da competição com 22 gols. Mesmo na campanha aquém do esperado do Olé na Copa São Paulo, o atacante mostrou o mesmo faro de gol do ano passado e marcou quatro gols nos três jogos disputados. O perfil, pelo menos, é de goleador.

O porte físico de Fabinho ainda deixa um pouco a desejar. Nem tanto pela altura — aliás, muito boa para um jogador de área, e que também, em algumas oportunidades, age como pivô para a chegada dos meias —, mas por ainda não ter muita massa. Ainda assim, desde a época de Olé Brasil, destaca-se pelo ótimo senso de posicionamento e pelos bons domínio de bola e arremate.

O atacante é natural de Ribeirão Preto (SP), terra onde começou a aparecer para o futebol, nas categorias de base do Botafogo. Passou oito anos no tricolor ribeiraopretense, e, de lá chegou a ir para a Itália, em 2008, para fazer testes na Roma. Teve, inclusive, sua chegada anunciada em um jornal da cidade, que o relacionou aos brasileiros Doni e Cicinho, que também surgiram na equipe.

A experiência europeia, porém, não deu certo. Segundo Fabinho revelou ao Jornal da Tarde de 6 de dezembro, "promessas não cumpridas" por um antigo empresário — conforme a reportagem publicada no jornal romano, tratava-se de Ricardo Satri, que também agencia a carreira de Cicinho — fizeram com que o período na Itália não desse certo. Passou, ainda, sem sucesso, pelas canteiras de Corinthians e Atlético-MG. A fase não parecia boa.

Volta por cima

Sem deixar a peteca cair, Fábio voltou ao Pantera, mas, dessa vez, desligou-se de vez da equipe. De Ribeirão Preto, foi tentar a sorte no Grêmio Barueri (hoje Prudente), mas tanto não teve êxito, como diz não ter gostado da experiência. E em seu retorno à cidade natal, foi levado ao Olé Brasil, equipe ribeiraopretense de pesados investimentos na base, onde se profissionalizou e assinou contrato até fevereiro de 2013. Era a volta por cima.

Foi pelo novo rival botafoguense que Fabinho estouraria e mostraria aos rivais onde não vingou o que tinham perdido. Decisivo, foi o grande destaque do Olé na competição desde a primeira fase. O entrosamento com os ótimos meias Morato e Canesin (hoje no Anderlecht), que o municiavam na frente, levou-o aos supracitados 22 gols e aos postos de melhor atacante e craque do Paulista Sub-17 de 2009, em eleição feita pelo Jornal da Tarde.

Enquanto isso, o Santos buscava um mais goleador para suas categorias de base. Algo que, verdade seja dita, faltou na equipe vice-campeã da Copinha, que dependeu, em grande parte das vezes, dos brilhos dos meias Nikão e Alan Patrick e dos gols salvadores de Renan Mota, que é atacante, mas não exatamente um centroavante. E como nos últimos tempos o Peixe passou a buscar jovens já em fase avançada de lapidação, o bom momento de Fabinho não passou despercebido.

Na Copa São Paulo, o atacante, ainda pelo Olé Brasil, voltou a se destacar. O jogo mais marcante foi contra o Atlético-MG, quando fez os três gols da vitória dos ribeiraopretenses sobre o Galo, sendo dois deles nos acréscimos da segunda etapa. Se não foi suficiente para classificar a equipe à segunda fase, fez o necessário para que o Santos se mexesse e declarasse interesse em contar com seu futebol. Pouco após a Copinha, Fabinho deixou o interior e rumou ao litoral paulista.

Menino da Vila

Pelo alvinegro praiano, o faro de gol não diminuiu. Pelo contrário. Em sua primeira competição pelo Peixe, a Punta Cup, no Uruguai, Fabinho Bulgarelli voltou a fazer estragos. Destacou-se principalmente na goleada santista sobre o Deportivo Maldonado, marcando três vezes na vitória dos brasileiros por 7 a 1. A classificação não veio, mas o jogador voltou elogiado e aprovado em sua primeira experiência com a camisa do time da Vila Belmiro.

Seus direitos econômicos ainda estão vinculados ao Olé Brasil, mas como está emprestado ao Santos até fevereiro do ano que vem, o atacante ainda terá o Paulista Sub-20, a Taça BH, o Campeonato Brasileiro Sub-20 e mesmo a Copa São Paulo de 2011 para justificar à diretoria alvinegra se sua aquisição em definitivo é válida (o Peixe tem preferência na contratação, pelo contrato).

Vale lembrar que, caso os Meninos da Vila se classifiquem para a Libertadores, a necessidade de contar com mais jogadores para fortalecer o time principal para a disputa da competição sul-americana e do Paulistão será latente. Como o ímpeto para manter Neymar e companhia deve restringir investimentos em reforços, e o raciocínio de se olhar para a base e pinçar as promessas, a manutenção de Bulgarelli, ao que se encaminha, será quase que natural. E não seria nada estranho vê-lo entre os profissionais já no ano que vem.

Ficha técnica

Nome completo: Fabio Vieira Bulgarelli

Data de nascimento: 17/07/1992

Local de nascimento: Ribeirão Preto (SP)

Clubes que defendeu: Botafogo (SP), Roma, Grêmio Prudente, Olé Brasil, Santos

Seleções de base que defendeu: Nenhuma

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Eu achei uma matéria sobre os futuros Meninos da Vila da revista Personalité – publicação importante e muito bem editada, dirigida a dezenas de milhares de clientes especiais do Banco Itaú. Ela foi escrita pelo Odir Cunha e divulgada nesse blog: http://blogdoodir.com.br/

Ela fala sobre o Felipe Anderson, jogador de destaque naquela Copa Eurofarma que está sendo transmitida pela SporTV.

1

2

3

4

5

6

Link to comment
Share on other sites

Esse Felipe Anderson está se demonstrando um ótimo jogador.

Link to comment
Share on other sites

Eu tenho acompanhado o torneio, ele vai estar certamente bem melhorado no FM2011.

Link to comment
Share on other sites

Tem três muleques da base que não citaram nessa reportagem, porém são tão bons quanto: o Elivelton (que foi expulso hoje), o Tiago Alves (fez dois gols) e o Lucas Otávio (acho que não jogou hoje, ele é de 94 e está no juvenil).

Link to comment
Share on other sites

  • 7 months later...

Chera é 95. Então creio que não deve entrar no 2012 ainda.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...