Ir para conteúdo
AJUDE O FMANAGER! Seja Membro VIP ou faça uma DOAÇÃO! ×
  • Cadastre-se

Um só clube, um só coração - Itaguaí Atlético Clube - Contra a gente, viram o Real Madrid (12/07)


MitoMitológico

Posts Recomendados

banner-itagua.png

O nascimento de um candidato a emergente no RJ

itaguai-atletico-clube-de-itaguai-rj-log

A Série C do Campeonato Carioca de 2023 terminou com dois acessos bastante emblemáticos. Um, dos segundo lugar, foi do Brasileirinho. O primeiro lugar, ficou com o re-estreante inesperado Itaguaí Atlético Clube, que depois de tantos anos retorna ao futebol profissional. O clube criado em 18 de dezembro de 1947 e refundado em 01 de junho de 2022, oriundo da cidade de mesmo nome, deve ser visto com atenção nos próximos anos.

Com uma staff técnica enxuta, mas ambiciosa, liderada pelo técnico Victor Senna e Presidida pelo empresário Jean Azevedo, que conseguiu patrocínios importantes da cidade e incentivo da prefeitura e o apoio de nomes conhecidos do futebol como Reinaldo e Emerson Sheik, tem uma Nilmara Alves como Coordenadora de Base, uma presença feminina na função até então inédita no futebol Carioca. O Estádio, minimamente remodelado com arquibancadas provisórias, foi batizado com o nome de um grande jogador nascido na cidade, Gilson Gênio.

O clube refundado tem uma história maior no futebol amador, mais praticamente zero relevância no futebol profissional. Após quatro décadas disputando o Campeonato Local, o Itaguaí decidiu disputar a esfera profissional no final dos anos 80. Então, debutou no Campeonato Carioca da 3ª Divisão de 1987. Ficou em último em sua chave na fase de classificação, sendo logo eliminado da competição. Em 1988, se classifica em terceiro na primeira fase, chegando à segunda fase. Nesta, consegue o 1º lugar. Na fase semi-final, porém, é superado pelo América Futebol Clube de Três Rios. Em 1989, fica em sétimo lugar na sua chave e é precocemente eliminado do restante da competição. Em 1990, faz o seu último campeonato como equipe profissional. Se classifica em quarto na primeira fase, chegando à fase final. Termina na quinta colocação geral do campeonato. Após esse período de intensas disputas, o clube de Itaguaí abandona as disputas de caráter profissional, voltando-se apenas para os certames organizados pela liga amadora de sua cidade.

O elenco para a temporada de estreia teve nomes importantes como Yan, com passagem pela base do Santos, fazendo 26 gols em 27 jogos na temporada. Além dele, o goleiro veterano Jorge Luiz, com passagem por Boavista e Bangu, o zagueiro Gabriel Matos, ex-Bahia e o meia Djalminha. O jogador com nome de craque acumulou 8 assistências durante o ano. Esses foram os principais nomes de uma escalação que fez bonito em seu ano de estreia.

Após uma campanha de 51 pontos em 21 jogos, o Itaguaí se sagrou campeão da Série C, o quinto escalão do futebol carioca. Na segunda metade do ano, veio uma participação mediocre na Copa Rio, o 7º lugar no Grupo C, com 22 pontos, mas que conseguiu façanhas contra equipe mais estabelecidas, como Barra Mansa, o Artsul e o Sampaio Corrêa de Saquarema.

copa-jogos.png

No Estadual, o clube fez bonito pela Série C. Foram 16 vitórias, 3 empates e 2 derrotas. Se destaca entre elas, o empate por 3 a 3 na estreia contra o Vera Cruz(primeiro jogo da história do novo clube), uma sonora vitória por 5 a 1 sobre a Juventus Carioca, um 4 a 1 sobre o tradicionalíssimo São Cristovão, além de uma vitória por 3 a 2 sobre seu rival direto na luta pelo título, o Brasileirinho.

serie-c.png

Em 2024, a expectativa é que o clube siga sua caminhada na pirâmide do Futebol carioca pela Série B2.

 

Apresentação

Bem, depois de longos anos onde ocorreram várias situações em minha vida, finalmente estou de volta. E desde junho de 2023, já tenho jogado o Football Manager, fiz um save muito legal passando por Rio Branco de Americana, Princesa dos Solimões, Manaus FC, América de Minas. Finalmente depois de muito trabalho, tinha conseguido um PC novo e bem mais moderno.

E aí, jogando FM meio que só casualmente, nesse mês eu me lembrei de um fórum que frequentava quando mais novo e comentava várias histórias, e postava as minhas, como a do Grêmio Barueri com o Allejo, a do Le Havre com o McNeill(que pode ser acessado aqui) e entre outras que nunca consegui concluir.

No momento estou jogando um save com o clube da minha cidade natal, mesmo não morando mais por lá. Era uma ideia que vinha tentando por em prática desde 2016, mas só agora consegui construir uma sequência. Já estou algumas temporadas adiantado, mas vou tentar recuperar alguns prints conforme postar aqui e conforme for avançando eu vou deixar os posts bem mais organizados.

E pessoalmente falando estou num momento diferente de minha vida, me mudei pra outro estado e talvez ficar distante da minha cidade natal reascendeu a chama pra postar aqui e seguir jogando.

Para conseguir comandar o Itaguaí AC, que não existe na base de dados(pois é um clube amador) no FM 2023 foi necessário criar um clube(substituindo o Ceres Futebol Clube) dentro do Update Real do Brasil Mundi UP, sem a Série Regional. Com isto, o iniciei a trajetória na Série C do Carioca(equivalente á quinta divisão) e precisando buscar a classificação para a Série D por meio do Estadual. Enquanto não participar da Série D, o clube vai disputar a Copa Rio, que dá vaga para a competição nacional e a Copa do Brasil.

Além da estrutura brasileira, carreguei as seguintes ligas.

 

Transferências:

Do elenco inicial só tinha alguns newgens e o Jorge Luiz, e com a adição de Yan, Gabriel Matos, Gabriel RamalhoJoão Vasco melhoramos nosso nível

Já pra sequência da Copa Rio trouxe bons nomes pro ataque como Pablo, Edgar, Leonardo e o zagueiro Pedro Zago.


transferencias.png

transf1.png

Objetivos: 

  1. Ser o principal clube da Região Costa Verde/Baixada Fluminense.
  2. Alcançar a Elite Carioca até 2030.
  3. Disputar a Série D até 2031.
  4. Chegar na Série A até 2035.
  5. Participar da Copa do Brasil.
  6. Conquistar o Campeonato Carioca.
  7. Desenvolver uma base competitiva no cenário nacional

 

 

Apresentação do Clube e da Cidade

Itaguaí é um município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Localiza-se a 73 quilômetros de distância da capital do estado. Ocupa uma área de 271 563 km², e sua população foi estimada no ano de 2019 em 133.019 habitantes pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo o 25º mais populoso do estado e o primeiro de sua microrregião. O seu índice de desenvolvimento humano é de 0,715, considerado como alto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

Tem um forte desenvolvimento na área de mineração e de siderúrgia. Empresas como CSN, Vale, Ternium do Brasil e Porto Sudeste se localizam na região. Na cidade se localiza também o Porto de Itaguaí, que possui um caráter estratégico, sobretudo para aquelas atividades voltadas diretamente para a exportação. Altos investimentos estão a desenvolver a cidade, além de estaleiros civil e militar. A Marinha Brasileira vem construindo submarinos em Itaguaí, em parceria com o governo francês em sua base naval, que já foi visitada pelos presidentes do Brasil e da França.

Em Itaguaí, encontra-se instalada, também, a Nuclep, única empresa nacional capaz de produzir componentes de grande porte e alta tecnologia para geração de energia nuclear. E Durante a semana do dia 5 de julho, aniversário da cidade, ocorre a Expo de Itaguaí, que é uma exposição agropecuária da região que inclui comidas típicas, e shows diários, incluindo banda gospel e artistas do momento.

O famoso conto do escritor Machado de Assis, O Alienista, se passa em Itaguaí.

Já sobre o clube, realmente não tem muita história, é aquilo mesmo que coloquei anteriormente.

0024-500x336.jpg

Itaguaí Atlético Clube é um clube de futebol sediado em Itaguaí, Rio de Janeiro fundado em 18 de dezembro de 1947.

Teve quatro participações na terceira divisão entre 1987 e 1990. A sua Sede e o Estádio Benedito Amorim (Capacidade para 1 mil pessoas) ficam localizados no bairro do Engenho. Desde então, não disputa mais competições profissionais.

O Clube não tem um rival específico, mas ao seu redor existe/existiram alguns clubes. Dentre eles, temos o Angra dos Reis Esporte Clube, o Grêmio Mangaratibense(aquele que revelou Deyverson) e o tradicionalíssimo Campo Grande Esporte Clube, além do Tupy de Paracambi.

Apesar de irrelevante como um clube, inexplicavelmente a cidade sempre tem grandes talentos nascidos por lá. Ela já revelou grandes jogadores, e ícones do futebol alternativo do Brasil.
Segue o spoiler:

Spoiler

 

w500-h140-qfl-fto-12748.webp

 

O principal deles é Gilson Gênio. Ídolo do Fluminense da década de 1970, o ponta-esquerda fez parte da máquina tricolor. Apesar de não ser titular absoluto(coisa nem o Mário Sérgio Vesgo conseguia naquele time). Conhecido pelos seus dribles desconcertantes, foi apelidado de "Gênio" pela torcida tricolor pela inteligência e pela velocidade com que executava as jogadas. Como jogador profissional, iniciou a carreira em 1975. Pelo Tricolor das Laranjeiras, atuou até 1979, onde participou do bicampeonato carioca, conquistado nos anos de 1975 e 1976. Após deixar o Flu, passou por clubes como Bahia, America, Grêmio (esteve no elenco campeão da Libertadores de 83), Bangu (onde foi vice-campeão Brasileiro em 85, perdendo a final para o Coritiba), Cerro Porteño-PAR, Inter de Limeira-SP (campeão paulista em 1986) e Santa Cruz.

w984-h659-arq-217675.webp

O ex-atleta que, depois que encerrou a carreira, se tornou treinador. No Flu, ele trabalhou nas categorias de base e sempre atuava como interino do elenco principal para apagar diversos "incêndios" com a demissão dos técnicos. De lá para cá, Gênio ainda passou por outros diversos times como técnico, casos de America, São Cristovão e Itaúna-MG.

Também passou a atuar como pastor da Igreja Assembleia de Deus. Foi de lá que eu mesmo pude o conhecer anos atrás, em 2014, ainda criança. Na época, fiquei impressionado com sua histórias mas acredito que não tinha dimensão de tudo aquilo como um todo.

Pensei em utilizar ele pra treinar a equipe, mas não será possível, infelizmente o gênio perdeu a batalha contra um câncer colorretal e faleceu em 2017, aos 59 anos.

w500-h140-qfl-fto-12690.webp

Gilson tem um irmão, chamado Gilcimar, que era ponta-direita, que também foi revelado pelo Flu. Jogou Pan-Americano pela seleção, jogou por clubes como Palmeiras, Bahia, Futebol, Japonês e foi um grande nome da Inter de Limeira campeã paulista em 1986, jogando ao lado do irmão. Gilcimar, inclusive, virou tão idolo do clube que vive até hoje em Limeira.

reinaldo-atacante-do-flamengo-em-2000-15

Outro grande nome que podemos citar é Reinaldo da Cruz Oliveira. Trabalhou como empacotador no mercado da cidade, além de jogar no futebol amador. Um rapaz o viu jogar, aos 14 anos, ele gostou de seu futebol e o levou para fazer um teste no Barra da Tijuca FC. Após passar no teste, ele jogou no juvenil e aos 15, se mudou para o Flamengo. Além do Rubro-Negro, jogou em clubes como São Paulo e Paris Saint-Germain. Formado nas categorias de base do Fla, ele atuou 127 partidas, de 1999 até 2001, onde teve a ardua missão de substituir ninguém menos que Romário. Ele também passou por futebol japonês, Santos, Botafogo, Bahia, entre várias camisas pesadas do futebol nacional.

Dois outros nomes vem do ataque. Júlio César e Ademílson.

juliocesar2-ae.jpg

Júlio César, foi revelado pelo Fluminense. Canhoto, passou pelo futebol português até chegar ao AEK de Atenas, onde teve brilhante passagem, fazendo até um golaço de falta contra o Milan em plena Champions League. Jogou também na Turquia e no Figueirense, onde é mais lembrado aqui no Brasil. Fez parte da bela campanha do clube catarinense em 2011, e se tornou um ícone do clube, além de uma passagem razoável pelo Coritiba entre 2013 e 2015.

ademilson.webp

Ademílson Correa virou um ícone do Tupi de Juiz de Fora(clube que todos nós aqui temos carinho devido ao @Fujarra). Ele jogou no futebol capixaba, foi vice-campeão Carioca pelo Fluminense em 2003, jogou pelo Botafogo e no futebol belga, mas foi pelo Galo Carijó que ele fez história já veterano. Depois de uma boa primeira passagem, ele voltou em 2011, pra ser destaque no título da Série D. No ano seguinte, lesões e o mau momento financeiro do Tupi atrapalharam Ademílson, que viu o clube ser rebaixado pra D em 2012. Em 2013, conseguiu ajudar no acesso pra Série C novamente, e ficou no clube até 2015. Após isso, teve passagens boas por clubes do futebol mineiro até se aposentar em 2020.

 

E por algum motivo no Wikipédia, colocaram simplesmente Ronaldo Fenômeno como natural de Itaguaí. Detalhe, tá a tempos editado assim e ninguém percebeu kkkkkkkkkk

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

banner-itagua.png

HISTÓRICO

TEMPORADA 2023

  • Campeonato Carioca - Série C: 1º colocado na Classificação Geral (Campeão!)
  • Copa Rio7° Colocado no Grupo C (eliminado na Primeira Fase)

- 06/06/2024 - O nascimento de um candidato a emergente no RJ

kits.png Time base: Jorge Luiz; Mayke, Gabriel Matos, da Silva(Caio) e Matheus Maycon; Djalminha, Gabriel Ramalho(Durval), João Vasco Djú e Eduardo(Victor); Yan e André(Murilo)
estrela.png Destaque: Yan (7.87, 27 gols em 26 jogos)
bola.png Artilheiro: Yan (27 gols)
passe.png Mais assistências: Eduardo (9 assistências)

 

TEMPORADA 2024

  • Campeonato Carioca - Série B2: 2º colocado na primeira fase (vice-campeão na fase final)
  • Copa Rio: 3° colocado no grupo D (semifinalista)

- 08/06/2024 - Perto de Fazermos História

kits.png Time base: Jorge Luiz(Cícero/Caíque França); Fágner(Raphael), Gabriel Marques(Igor Albergaria), Pedro Zago e Matheus Maycon; Ranieri, Aparecido(Vinícius Leite), João Vasco Djú e Leonardo(Pingoto); Pablo e Edgar(Yan)
estrela.png Destaque: Pablo (8.16, 43 gols e 17 assistências em 35 jogos)
bola.png Artilheiro: Pablo (43 gols)
passe.png Mais assistências: Pablo (17 assistências)

 

TEMPORADA 2025

  • Campeonato Carioca - Série B1: Eliminado na Primeira Fase (5° Colocado)
  • Copa Rio: 1° colocado no grupo B(Campeão!)

- 10/06/2024 - Vacilos que Custam Caro

- 15/06/2024 - "Sonhei com esse momento durante minha vida inteira."

kits.png Time base: Vitor Roos; Robert, Pedro Zago, Kevin(Alisson) e Daniel Lima(Gustavo Henrique); Ramón, Maykon Douglas(Cesinha), João Vasco Djú(Caio Maia) e Leonardo(Pingoto); Pablo e Edgar(Caio Dias)
estrela.png Destaque: Pablo (8.23, 46 gols e 5 assistências em 30 jogos)
bola.png Artilheiro: Pablo (46 gols)
passe.png Mais assistências: Edgar(8 assistências)

 

TEMPORADA 2026

  • Campeonato Carioca - Série B1: 4º colocado na primeira fase (Campeão!)
  • Copa do Brasil: eliminado na primeira fase (vs Cruzeiro)
  • Brasileirão Série D: 8º colocado no grupo G (eliminado na primeira fase)

- 20/06/2024 - Extraindo muito com pouco.

- 25/06/2024 - Os primeiros passos na Divisão Nacional

kits.png Time base: Vitor Roos; Felipe Galdino, Ary Garcia(Pedro Zago), Kevin e Pingoto(Dijalminha); Ramón, Maykon Douglas(Guga Maia), Caio Maia e Leonardo; Pablo e Edgar(Carlos Eduardo)
estrela.png Destaque: Pablo (7.32, 22 gols e 3 assistências em 31 jogos)
bola.png Artilheiro: Pablo (22 gols)
passe.png Mais assistências: Leonardo(8 assistências)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa sorte. Não conhecia o clube.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas olhe só quem voltou para nós

Boa sorte MaitoMaitologicow!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olha quem voltou...Seja novamente Welcomido M&M.

Que sua estadia no fórum e com o save seja longo e duradouro 🖖

PS: Conheço Itaguaí. Cheguei a trabalhar por 7 meses a no Município,pelo MS.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 06/06/2024 em 15:36, Cadete213 disse:

Boa sorte. Não conhecia o clube.

Obrigado. A título de curiosidade, a cidade também possui um bairro chamado Ilha da Madeira

 

Em 06/06/2024 em 17:25, Fujarra disse:

Mas olhe só quem voltou para nós

Boa sorte MaitoMaitologicow!

Valeu Fujarra, estamos de volta.

 

2 horas atrás, GG. disse:

Um ótimo retorno e bom save para você. 

Valeu GG, obrigado pelo apoio.

 

12 minutos atrás, LC disse:

Olha quem voltou...Seja novamente Welcomido M&M.

Que sua estadia no fórum e com o save seja longo e duradouro 🖖

PS: Conheço Itaguaí. Cheguei a trabalhar por 7 meses a no Município,pelo MS.

Eu espero que seja, é claro que minha rotina agora está menos sobrecarregada e eu vou ter mais tempo para a saga, mas quero manter uma frequência boa por aqui sempre que possível. Espero trazer um renovo e um fôlego para a área.

Caramba, e faz muito tempo isso? Praticamente vivi uma vida nesse lugar, não é um dos lugares mais top do Estado, mas tem coisa boa também.

Valeu LC, o basco mais brabo que conheço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Spoiler
4 horas atrás, mfeitosa disse:

Olha o Mito aí! Boa sorte com o save!

Obrigado Feitosa, tmj!

 

 

banner-itagua.png

 

PERTO DE FAZERMOS HISTÓRIA (08/06)

Fornada de Jovens 2024:

Nesse ano tivemos uma das melhores fornadas de jovens do save. Nomes como Wallyson, Caio Dias e Dário se mantiveram no elenco principal por vários anos. Vágner Vicente também tem margem pra evoluir.

FOR.png

 

Transferências:

Trouxemos Gabriel Marques para adicionar profundidade na zaga. O jogador acabou tomando a posição de titular ao longo da temporada. Aparecido foi outro bom achado. Já Ranieri e Pingoto adicionam boas opções pelos lados. Washington foi uma contratação que não se firmou, Djalminha veio emprestado até o fim do ano antes de trocar de equipe e Caíque França, ex-goleiro do Corinthians e Ponte Preta, veio pra jogar a reta final da Copa Rio, mas infelizmente por motivos financeiros não conseguimos renovar pra 2025.

Alguns nomes que foram de boa ajuda na primeira temporada deixaram o clube. O atacante André e Alex foram vendidos, além da dupla de zaga Caio e Gabriel Matos. E com a ascensão de Aparecido, nomes que não rendiam como Vinícius Leite, Washington e Gabriel Ramalho saíram do clube. E por fim, demos adeus a um dos maiores garçons da primeira temporada. Djalminha foi transferido para o Poconé. Também tivemos a saída a custo zero de Eduardo, outro nome que foi importante durante a primeira temporada.

Transff.png

 

Equipe:

Gabriel Marques veio inicialmente como reserva, mas assumiu o posto de titular de Albergaria. Fágner foi um veterano de ótimo custo benefício e serviu para quebrar um galho até o fim da temporada. Leonardo e João Vasco fizeram uma temporada muito sólida. Mas o que nos levou a bons resultados foi a excelente dupla Pablo e Edgar. A dupla Ed-blo destruiu as defesas adversárias e marcaram juntos quase 80 gols na temporada. No meio da temporada, Jorge Luiz saiu a custo zero devido a divergências salariais e Cícero assumiu as pontas na Copa Rio até a chegada de Caíque França.

MELHOR-ONZE.png

Jogando num 4-4-2 vertical e direto, pudemos ver uma boa melhora do grupo.

tatt.png

Carioca - Série B2 

Apenas duas derrotas contra equipes de nível parecido e que subiram conosco(Atlético Carioca e Brasileirinho) foram os pontos baixos da brilhante campanha na primeira fase do Campeonato Carioca Série B2. Atrás apenas do também emergente Brasileirinho, ficamos no 2º lugar.

Podemos destacar boas vitórias também, como contra o Canto do Rio, o EC Resende e o Goytacaz.

jogos.png

Já na fase final, tirando uma goleada sofrida para nosso rival direto, devolvemos a eles uma boa vitória e fizemos nossa parte contra o Canto do Rio, incluíndo um maluco 6 a 4. Assim, apesar de dessa vez não garantirmos o título, mas o acesso para a B1 veio.

finall.png

Copa Rio

Essa competição costuma ser jogada sem muita empolgação, mas os resultados que vieram deram um combustível para a equipe e daí veio uma campanha histórica. Alcançamos o 3º lugar do grupo D, onde só perdemos para as outras equipe classificadas: Boavista, Serra Macaense e Maricá, campeã da Série A2 e treinada justamente por outro filho de Itaguaí: Reinaldo.

copa-rio.png

Já no mata-mata fomos um verdadeiro derrubador de equipes tradicionais. E foi ali que tivemos uma maior noção da magnitude que nossa dupla de ataque Ed-blo poderia fazer. Jogando sempre em contra-ataque, tivemos nosso primeiro desafio contra o Angra Audax. No primeiro jogo em Angra, abrimos o placar no fim do primeiro tempo. Pablo recebeu a bola no corredor direito e cruzou pra Edgar marcar. Porém no segundo tempo recebemos a virada. Rian Andrade recebeu em profundidade e empatou, e aos 34 minutos, recebeu bom passe da esquerda e virou a partida. O resultado pra um primeiro jogo não era tão ruim, mas no fim do jogo veio uma recompensa. Edgar recebeu perto da meia lua, escapou da marcação e encontrou Yan(sim, aquele artilheiro que foi o herói do título da Série C) livre para empatar o jogo. Com certeza o último grande momento do primeiro ídolo do clube. 

Na volta, em Itaguaí, tivemos novamente fraco público. Esse foi um problema enfrentado pelo clube, ainda não tinha conseguido cativar uma boa torcida. Mas os 22 sortudos no Estádio Gilson Gênio presenciaram um show de Pablo. hat-trick do homem, que deu passe pro primeiro gol, que marcou o segundo de cabeça, encobrindo o goleiro, o terceiro num cruzamento de Leonardo e o último num chute forte que resultou em frango do goleiro. 4 a 0 no placar e classificação para as quartas. 

angra.png

1ºJogo | 2ºJogo

As quartas de final foram contra o Boavista, que era um adversário mais qualificado que o Audax. Pablo não foi tão bem, mas apareceu a estrela de Edgar. O Boavista abriu o placar com Kauê, após falha de Pedro Zago. Mas no meio da segunda etapa, Edgar tabelou com Leonardo no lado esquerdo do campo e deixou tudo igual para decidirmos em casa. E dessa vez, o estádio lotou, os moradores de Itaguaí começaram a se interessar na equipe que estava disputando de igual pra igual com equipes tão bem estabelecidas do Estado. Foi ai que Pablo voltou a brilhar. Após cruzamento de Matheus Maycon, ele cabeceou e abriu o placar. Após bom lançamento de Rodrigo, Tiago deixou tudo igual pro alviverde de Saquarema. E novamente, Pablo aos 42 minutos da etapa final, aproveitou um lindo passe de Leonardo e deu a classificação do Itaguaí Atlético Clube para a semifinal.

boa.png

1ºJogo | 2ºJogo

E a semi trouxe um adversário de elite novamente. O Nova Iguaçu. E na cidade da Baixada Fluminense, fizemos história. 3 a 2 no clube laranja. Dessa vez tivemos mais um show da Dupla. Edgar fez o primeiro. A equipe sofreu o empate mas não se abateu. Ainda no primeiro tempo, Pablo recebeu um belo lançamento de João Vasco e nos colocou na frente. Mas no segundo tempo João Borges empatou novamente. Só que aos 25 do segundo tempo, ao receber cruzamento de Ranieri, Edgar nos deu a vitória.

Na volta, em Itaguaí, tinhamos tudo para ir a Final, correto. E chegamos tão perto... e o roteiro foi 10x pior que o de Brasil x Croácia na última Copa. Estádio Gilson Gênio novamente lotado, e no início do segundo tempo, Pablo fez 1 a 0 e deixou 4 a 2 no agregado. Mas aí aconteceu o drama. Diante de uma equipe mais forte, a equipe tomou a virada. Fontinelli, promessa do Nova Iguaçu, marcou num lance de bola parada e deixou tudo igual. E mesmo jogando fechadinho, no último minuto dos longos 5 minutos de acréscimo que o vagabundo do árbitro deu, João Borges recebeu livre e deixou no agregado tudo igual. Fomos para os pênaltis. Foi uma disputa equilibrada. Na 5 primeiras cobranças, 3 a 3. Yan e Aparecido perderam de um lado. Léo Campos e Cayo Tenório do outro. E nas alternadas, foram 3 acertos pra cada lado até Matheus Maycon errar sua penalidade pra sermos eliminados da Copa Rio. O próprio Nova Iguaçu se tornou campeão do torneio, vencendo o Brasileirinho na final por 3 a 1 no agregada.

nova.png

1ºJogo | 2ºJogo

Apesar de termos a noção de que ainda não somos do nível desses adversários, foi frustante estar tão perto da final e deixar essa vaga escapar. Um duelo contra o Brasileirinho era acessível e teriamos chances de sermos campeões da competição. 

Agora na próxima temporada disputaremos novamente a Copa Rio e estaremos na Série B1 do Campeonato Carioca. Vamos focar nesse novo ano que tenho certeza que podemos crescer ainda mais.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • MitoMitológico mudou o título para Um só clube, um só coração - Itaguaí Atlético Clube - Perto de fazermos história (08/06)

Que bela campanha, especialmente na Copa Rio. Parabéns pelo acesso, mesmo depois das dificuldades impostas contra Brasileirinho e Atlético Carioca.

* Essa Ilha da Madeira é bem bonita, mas prefiro a minha. Já agora, várias das filmagens na nova série do Star Wars (The Acolyte), foram filmadas cá na ilha e até o cartaz da série mostra a Ponta de São Lourenço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estava voando na competição, até bater de frente com meu Laranjinha da Baixada. O Nova Iguaçu FC possui uma excelente equipe. Boa sorte na próxima temporada.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olha quem voltou. Seja bem-vindo de volta, MitoMitológico!

Gostei bastante da proposta e tô curioso pra ver essa ascensão do Itaguaí. Bora destronar o Flamengo que a Série A não é longe não, é logo ali hahaha

Bom save pra ti, estarei acompanhando.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Existem dois tipos de pessoas: as que já fizeram save com o tima da cidade natal e os que ainda irão fazer haha. 

Belo início de trabalho nas duas competições. Na Copa Rio atropelou todo mundo, por obra do acaso não conseguiu se sagrar campeão. Ao menos no carioca conseguiu chegar na fase final e o acesso a B1, que é o que mais interessa no momento, as ascensões. 

Boa sorte na sequência, com cornetas futuras hahah 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 09/06/2024 em 06:44, Cadete213 disse:

Que bela campanha, especialmente na Copa Rio. Parabéns pelo acesso, mesmo depois das dificuldades impostas contra Brasileirinho e Atlético Carioca.

* Essa Ilha da Madeira é bem bonita, mas prefiro a minha. Já agora, várias das filmagens na nova série do Star Wars (The Acolyte), foram filmadas cá na ilha e até o cartaz da série mostra a Ponta de São Lourenço.

Foi uma campanha bonita na Copa, mais um acesso concretizado, foi um bom ano.

Eu conheço a Ilha no RJ mais por fotos, fui algumas vezes mas a maioria das vezes era a trabalho. De qualquer forma, foi uma bela homenagem, espero visitar a Madeira original algum dia.

Valeu!

 

Em 09/06/2024 em 16:40, LC disse:

Estava voando na competição, até bater de frente com meu Laranjinha da Baixada. O Nova Iguaçu FC possui uma excelente equipe. Boa sorte na próxima temporada.

Sim, o Nova Iguaçu era uma equipe consideravelmente superior, mas dado o contexto do jogo, era melhor termos furado a bola nos acréscimos.

Valeu LC!

 

Em 09/06/2024 em 19:40, Tsuru disse:

Olha quem voltou. Seja bem-vindo de volta, MitoMitológico!

Gostei bastante da proposta e tô curioso pra ver essa ascensão do Itaguaí. Bora destronar o Flamengo que a Série A não é longe não, é logo ali hahaha

Bom save pra ti, estarei acompanhando.

Fala Tsuru! I'm back.

Essa saga poderia ter até um início melhor se eu já não estivesse jogando o final da temporada 2026, se estivesse atualizando conforme ia jogando poderia trazer uma melhor riqueza de detalhes e etc, mas senti que poderia postar por aqui e está dando certo.

Vai levar bastante tempo, mas o Mengão que se cuida haha até 2040 a gente alcança eles.

Valeu pelo apoio.

 

4 horas atrás, ElPerroMG disse:

Existem dois tipos de pessoas: as que já fizeram save com o tima da cidade natal e os que ainda irão fazer haha. 

Belo início de trabalho nas duas competições. Na Copa Rio atropelou todo mundo, por obra do acaso não conseguiu se sagrar campeão. Ao menos no carioca conseguiu chegar na fase final e o acesso a B1, que é o que mais interessa no momento, as ascensões. 

Boa sorte na sequência, com cornetas futuras hahah 

KKKKKKKK Sempre quis fazer, como eu falei, foram várias tentativas desde o FM16. E acontece que esse save engrenou justamente no ano que precisei sair da cidade kk

Achei engraçado que na Copa o time arranca, talvez ele ganha mais entrosamento e um melhor preparo físico e assim consigo obter bons resultados. Era insano o que a dupla de Pablo e Edgar conseguiam fazer durante esses jogos. Leonardo também, apesar de menos badalado jogava muito bem.

O chato tá sendo lidar com o orçamento de salários extremamente enxuto, praticamente tenho que reformular o elenco quase todo ano.

Agora é no terceiro nível, e vamos jogar contra o teu Pérolas, em breve tarei novidades...

Valeu!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Vice-Presidente

Bem-vindo de volta, Mito.

Bom começo de trabalho, com uma boa campanha na Copa Rio, mas o Nova Iguaçu é um adversário de um porte muito grande ainda para o Itaguaí, apesar de ter sido um confronto franco e competitivo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Spoiler
1 hora atrás, Henrique M. disse:

Bem-vindo de volta, Mito.

Bom começo de trabalho, com uma boa campanha na Copa Rio, mas o Nova Iguaçu é um adversário de um porte muito grande ainda para o Itaguaí, apesar de ter sido um confronto franco e competitivo.

Valeu Henrique, essas duas primeiras temporadas foram boas, já chegamos na Série B1, e a campanha da Copa Rio foi deixar o treinador orgulhoso.

Com certeza coisas maiores nos aguarda.

 

banner-itagua.png

Vacilos que custam caro (10/06)

Transferências

Pra 2025, tivemos a saída do goleiro Caíque França e do lateral Fagner. O primeiro nome não foi possível manter devido á baixa folha salarial nossa. Igor Albergaria, que tinha virado quase um reserva na última temporada, e Matheus Maycon, que perdeu o pênalti decisivo na Copa mas também não vinha sendo unanimidade, sairam. O primeiro ídolo da história do clube Yan estava ocupando muito espaço na folha salarial e foi emprestado ao Paulista de Jundiaí. O Zagueiro Gabriel Marques, que fez boa temporada, foi vendido por um bom valor. Já o goleiro Cícero foi para o Mirassol porém mantivermos uma porcentagem sobre o passe do jogador. Os meias Ranieri e Aparecido foram outras perdas. Aparecido inclusive forçou sua saída e tentou rachar o vestiário do clube, algo que trouxe consequências ruins nos próximos meses.

E as chegadas foram muitas. Pro gol trouxemos Vitor Roos para a posição, para o meio vieram o ex-Vitória Maykon Douglas, os ex-Botafogo Cesinha e Iago e o lateral Robert, que já jogou por Palmeiras e Santos. Reginaldo veio da famosíssima base de Cotia pra nos ajudar, e pra zaga trouxemos dois excelentes nomes. Alisson e Kevin vieram pra reforçar uma posição em que só possuiamos Pedro Zago. Também trouxemos um destaque do Angra Audax, o meia direita Ramón. Chegaram bons empréstimos também. O lateral Daniel Lima, o zagueiro Gustavo Henrique(não confundir com o ex-Santos e Flamengo) e o goleiro Luiz Fabiano, todos sem custo algum.

Gostaria de poder fazer uma análise melhor do elenco e trazer mais prints mas isso só será possível daqui a 2 atualizações, provavelmente.

transf.png

Campeonato Carioca - Série B1

Seria maravilhoso se eu estivesse aqui e contasse pra vocês o quão satisfatório foi jogar essa divisão e conquistar mais uma subida. Claro que era um nível ainda maior de competição, clubes mais estabelecidos como Tigres do Brasil, Macaé, Artsul e Pérolas Negras estavam disputavando o torneio. Estivemos com algumas dificuldades na montagem do elenco(pouco recurso para salários), alguns jogadores como Aparecido, Ranieri e Cícero querendo sair, uma crise surgindo no vestiário e o resultado foi um começo ruim: derrotas pro nosso parceiro de elevador Brasileirinho, Tigres do Brasil(que no passado já fez uma estranha parceria de apenas 1 ano com a Prefeitura de Itaguaí durante uma antiga gestão, onde jogavam com o nome e estrutura do próprio Tigres) e Macaé. O empate sofrido pelo Gonçalense/Pétropolis no final do jogo também foi um vacilo que custou caro.

A partir dali precisavámos tentar arrancar bons resultados e usar a calculadora rodada após rodada pra fazer as contas e melhorar nosso saldo de gols. Vencemos um Pérolas Negras que pra nossa sorte não estava fazendo um Youth Challenge, além do Campo Grande e do Serrano de Petropólis, essas e outras vitórias sempre contra equipes menos qualificadas. Chegarmos até a penultima ou última rodada com chances de se qualificar pra próxima fase mas acabou que ficamos fora desse G-4 e não alcançamos o acesso.

serie-b1.png

Pois é, alguns fatores nos atrapalharam e num campeonato com somente 11 jogos na Primeira Fase, não se pode vacilar. Terminamos a competição no 5º lugar, com 19 pontos. Ah, se vencessemos o jogo contra o Gonçalense, a história poderia ser diferente. Mas já vi muitos falando isso e é verdade, os desafios e as dificuldades trazem um ingrediente a mais durante o save.

O objetivo a seguir seria a Copa Rio, onde estariamos no grupo B pra mostrar que a boa campanha na última edição não foi acaso.

classifica-o.png

Equipe

Não salvei prints do elenco dessa temporada, mas pelo que pesquisei aqui, jogavamos com Vitor Roos, absoluto no gol, e com Robert pela defesa direita, e a zaga costumava ter variações. Geralmente era Pedro Zago e Alisson. Kevin era a reposição imediata. Ou até Gustavo Henrique, que originalmente zagueiro, disputava também o lado esquerdo com Daniel Lima, que não foi nada bem, e acabou que Gustavo ao longo do ano se tornou titular. Já o meio era composto por Maykon Douglas e João Vasco. Cesinha inicialmente viria pra assumir a condição de titular, mas não jogou muito bem, as vezes até Iago era uma opção melhor. Pelo lado direito do meio, Ramón era o titular e tinha a sombra de Reginaldo, e no outro lado, Leonardo tinha Pingoto como reserva. Pingoto tinha evoluído bem e foi acionado algumas vezes como defensor pela esquerda. E no ataque, a dupla Edgar e Pablo continuava absoluta, mas contou com Cassiano pra tentar marcar alguns golzinhos, mas o mesmo não rendeu e se tornou mais eficaz utilizar jovens da base.

Tinhamos várias crias da base que encorporavam o elenco. Caso de Felipe, Dário, Alexandre Luiz, Caio Dias, Edmar e Wallyson. Logo abaixo mostro um exemplo de como a equipe jogava. Tinha vezes que Maykon Douglas substituia Ramón e abria uma vaga no meio-campo. Ao longo da B1 a gente estudou alternativas. Chegamos a jogar no 4-1-2-3, no 4-2-4 e no 4-2-3-1 nos primeiros jogos, até encontrar uma equipe ideal no 4-4-2 novamente.

exemplo.png

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • MitoMitológico mudou o título para Um só clube, um só coração - Itaguaí Atlético Clube - Vacilos que custam caro (10/06)
8 horas atrás, MitoMitológico disse:

Vencemos um Pérolas Negras que pra nossa sorte não estava fazendo um Youth Challenge

Tem como torcer pro Pérolas e pro Itaguaí subirem juntos? haha

Acertando muito nas contratações mais uma vez. Gostei muito do Vitor Ross e do Maykon Douglas, acredito que sejam um nível top da divisão nacional dessa temporada. Não classificou nos detalhes, perdeu pontos para equipes que ficaram acima da sua, vida que segue. Primeiro temporada em divisão acima é sempre de aprendizado, tenho certeza que ano que vem as coisas tendem a ser melhores. 

Boa sorte na sequência!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não pode mesmo vacilar. Arranque difícil e depois já foi tarde para recuperar. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 11/06/2024 em 07:19, ElPerroMG disse:

Tem como torcer pro Pérolas e pro Itaguaí subirem juntos? haha

Acertando muito nas contratações mais uma vez. Gostei muito do Vitor Ross e do Maykon Douglas, acredito que sejam um nível top da divisão nacional dessa temporada. Não classificou nos detalhes, perdeu pontos para equipes que ficaram acima da sua, vida que segue. Primeiro temporada em divisão acima é sempre de aprendizado, tenho certeza que ano que vem as coisas tendem a ser melhores. 

Boa sorte na sequência!

Caramba, vocês ficaram com a última vaga pra fase final kkkk

Foram dois reforços muito bons. O Vitor desde o inicio mostrou ao que veio, já o Maykon levou um tempo para se adaptar. Torcer pra equipe evoluir entre as temporadas para fazer uma campanha melhor, creio que com um elenco mais unido e mais determinado não iremos enfrentar as mesmas dificuldades.

Valeu!

 

Em 11/06/2024 em 08:54, Johann Duwe disse:

Boa Sorte, estarei acompanhando o save.

Obrigado pelo apoio Johann!

 

Em 11/06/2024 em 09:37, Cadete213 disse:

Não pode mesmo vacilar. Arranque difícil e depois já foi tarde para recuperar. 

Sim, são poucos jogos, e desde o primeiro jogo o time deve estar focado e coeso para conseguir a classificação. Espero ter mais sorte na próxima.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

banner-itagua.png

 

jornal-atual.png

"Sonhei com esse momento durante minha vida inteira." (15/06)

aa-copiar.png

Por Marcos Gonçalves — Itaguaí, RJ

20/11/2025

Imagine você ser reconhecido por tantas pessoas que fizeram parte de sua infância e adolescência e assim visto como um herói na cidade? Essa é a realidade vivida pelo treinador Victor Senna, em Itaguaí. De maneira surpreendente, o jovem técnico levantou seu segundo troféu em sua carreira, com a improvável conquista do Itaguaí Atlético Clube na Copa Rio de 2025, batendo o Maricá do conterrâneo Reinaldo na final.

Em sua primeira experiência como treinador, Victor foi nascido e criado na cidade, mas viveu os últimos anos em Curitiba, onde se especializou em Gestão Esportiva e somente nos últimos 4 anos começou a focar na formação como treinador. Com passagens na gestão de clubes como o Atlético Clube Paranavaí, o Rio Branco de Paranaguá e o São Joseense de São José de Pinhais, Victor também colecionou trabalhos no ramo empresarial e logístico.

- Então, é curioso como as coisas ocorrem, né? É algo que venho sonhando minha vida inteira e, estou desfrutando de um momento muito legal por aqui. Sempre quis fazer algo importante em Itaguaí que desse orgulho às pessoas, aos moradores. Claro que mesmo com o futebol sendo a coisa mais importante dentre as menos importantes, é bom tirar um sorriso do rosto da torcida. Mesmo depois de muito tempo jamais esqueci das minhas origens. E Agora, várias pessoas me parabenizam e torcem por mim. E só Deus e minha família sabem o que eu passei, de todas as dificuldades. E esse ainda é só o começo, não quero parar até alcançar voos mais altos com o clube.

Em sua casa localizada num condomínio em Piranema, Victor ao lado de sua esposa Camilla e suas filhas Catherine e Vitória Helena, fala em uma rápida entrevista do grande momento vivido, da sua trajetória e da sua expectativa de jogar a Série D do Brasileirão.

Como está se sentindo após conquistar o improvável título da Copa Rio?

- Olha, a ficha ainda não caiu. É algo que imaginávamos disputar de uma forma melhor somente nas próximas temporadas. Mas claro, a boa campanha do ano anterior nos permitiu sonhar que podiamos fazer algo tão bom quanto. Só que não imaginávamos algo tão consistente, foi apenas uma derrota durante a campanha inteira.

Como foi a montagem do time, Victor? Achou que seria possível ganhar a competição?

- Tinhamos um bom grupo, que mantivemos da boa campanha de 2024, acreditava que se nossos 11 estivessem em bom nível poderiamos ir muito bem. Claro que conseguir deixar o orçamento bem ajustado e a folha salarial adequada foi uma grande tarefa. Fomos nos desfazer de dois titulares importantes: o zagueiro Alisson e o meia João Vasco Djú. Resolvemos também vender o atacante Cassiano. Aí fomos atrás de mais empréstimos pra substituí-los. João Loiola veio do Fluminense no lugar de Alisson e Caio Maia da Ponte Preta para jogar no meio com saída de João Vasco. Luan veio também pra adicionar profundidade ao ataque.

transf.png

saidas.png

E aí seguimos com Vitor Roos no gol, Robert, Pedro Zago, Kevin e Daniel Lima na linha defensiva, com Gustavo Henrique como opção na zaga e na lateral-esquerda, Maykon Douglas e Caio Maia de meias, com Ramón e Leonardo nos lados do campo, e a grande dupla Pablo e Edgar no ataque da equipe.

time.png

Quais os maiores destaques que você considera durante a campanha?

- Pra mim um nome que é unânime é o de Pablo. Fica claro o quanto ele é diferente. Vários gols importantes. Vitor Roos, Kevin e Leonardo foram bons pilares, Maykon Douglas melhorou bastante, e Edgar foi fundamental. Caio Maia encaixou bem nessa equipe também, gostei bastante desses nomes. Pingoto foi um reserva muito útil dentro dos jogos.

O que você destacaria da campanha?

- Fizemos dois amistosos de preparação e fomos bem. E chegamos na Copa Rio, ficamos quase 100% de aproveitamento na primeira fase. Foi tudo muito acima das expectativas. Ganhamos de forma brilhante equipes da Série A2 como Campos, CEAC, Friburguense e América. Teve um jogo em que Edgar fez incríveis 6 gols, no 7 a 0 sobre o Rio São Paulo.

calendario.png

Então foi um primeiro lugar bastante justo. Poderia ter sido melhor se não tivessemos poupado contra o Angra dos Reis, mas enfim, não ia mudar muita coisa.

classf.png

E o mata-mata? Como se saiu?

- Nas Oitavas caimos contra o Macaé. Time da mesma divisão que era de um nível parecido com o nosso. Dois gols na reta final do primeiro jogo nos deixou mais tranquilos para segundo. O primeiro gol, de Pablo, foi um belo chute de primeira após cruzamento de Pingoto. E em casa, Ramón marcou um gol de pênalti no início e encaminhou de vez a classificação.

macaee.png

1º Jogo | 2º Jogo

Mas acho que as Quartas foram os que tiveram os confrontos mais complicados na minha opinião. No primeiro jogo eles criaram bem mais que a gente, mas a joia Caio Dias abriu o placar. Reginaldo ampliou, e ainda teve tempo pra Dimitri fazer o gol que colocava o Artsul de volta na Competição. E decidindo em casa novamente, tomamos o primeiro gol, na bola parada, que deixou o agregado igual. E é aí que entrou a estrela de Pablo. Dois gols no meio da etapa final acabou deixando o lotado Estádio Gilson Gênio em êxtase.

artsul.png

1º Jogo | 2º Jogo

A semi foi a mais tranquila. Abrimos 4 a 0 no Friburguense no primeiro jogo. Abrimos 2 a 0 com Pablo e Caio Dias, moleque da base que começava a despontar. Pablo marcou mais um aproveitando vacilo da zaga adversária e Edgar deu números finais. Fomos superiores, mas tivemos muita eficiência também. Na volta, o clube de Nova Friburgo foi até melhor, e saiu na frente no início da partida. Mas Pablo fez mais um gol e esfriou a reação deles.

fribur.png

1º Jogo | 2º Jogo

E na final, contra o Maricá, fomos bem melhores na ida. Pablo já marcou dois gols, aos 18 do primeiro tempo, recebendo belo passe de Caio Maia e aos 6 do segundo. Naquele jogo, optamos por jogar num 4-2-3-1, com o jovem Felipe como surpresa na escalação, e o mesmo fez grande partida. O Maricá diminuiu com Wilson, mas Caio Maia serviu Luan pra fazer o terceiro gol, e o atacante esteve envolvido no quarto gol, que foi contra. Mas a nossa defesa deu mole e cedeu mais um gol, o que deixou a decisão em aberto ainda. 

Só que na volta fizemos um bom trabalho. E Pablo, mais uma vez foi decisivo e marcou, além de dar um passe sensacional para Leonardo e ampliar a vantagem. Wilson, que fez 2 gols no primeiro jogo, conseguiu marcar novamente, porém não foi suficiente pra tirar a excelente vitória por 2 a 1 que nos garantiu nossa primeira Copa Rio.

maric.png

1º Jogo | 2º Jogo

E com essa taça, irão disputar duas grandes competições, a Copa do Brasil e a Série D? Quais as expectativas?

O panorama nessa competição é algo que devemos ainda planejar e traçar os objetivos com cautela. Obviamente somos de um nível bem mais inferior, e teriamos que trazer bons reforços para fazer uma campanha honrosa na última divisão nacional. Mas é obvio que estamos encantados com a possibilidade de jogar nesse nível, porém é necessários termos o foco na próxima B1, onde acredito que podemos subir.

Temos bons atacantes, bons pontas, bons zagueiros. Talvez precisamos tentar achar alguns nomes pra substituirem os jogadores que estão emprestados. Mas a base, a espinha dorsal da equipe tá muito boa. E tudo isso com 20.000 mil reais mensais de teto salarial(somente Pablo e Edgar recebem nessa faixa de valor).

timee.png

E Como foi a sua vida em Itaguai nos primeiros anos?

- Eu venho de um bairro de classe baixa, de uma família pequena. Quando nasci, minha rua mal era asfaltada. Não chegamos a passar nenhuma fome absurda, claro, mas era bem precário. Nos primeiros anos até estudei em colégios mais estruturados, porém depois fui pra rede pública e as perspectivas não ficaram das melhores, apesar das boas notas. Meus pais já chegaram a abrir alguns negócios que nos sustentou por um tempo, porém houveram bons e maus momentos no geral.

Qual sua relação com a cidade?

- É uma relação boa. Claro que não agrado a todos, algumas pessoas não irão querer sempre o seu bem, por mais que exteriormente não aparentam essa intenção. Conheço muita gente, da escola, da igreja, dos meus primeiros empregos, os amigos, os colegas, as paqueras, os famíliares, todos, sem exceção, que fizeram parte da minha vida aqui, tiveram sua importância na construção da minha trajetória, do meu crescimento e do meu caráter.

Aonde pensa em estar no futuro? 

- Penso em estar numa situação melhor com o clube, e melhorar algumas arestas na questão da estrutura. Queremos desenvolver melhores talentos e subirmos de nível, é claro. Da Silva e Nildo são boas promessas, mas ainda acho pouco pra construirmos um bom futuro.

E a sua mudança pro Paraná, como ela aconteceu?

- Me mudei num momento que não estava dos melhores pra mim, acho que era preciso fazer isso. Apesar de muitas coisas boas em Itaguaí, existiam também os problemas. Achamos melhor arriscar-se em novas oportunidades. Foi muito bom porque eu já estava crescendo, amadurecendo, e a mudança só acelerou. Tive alguns trabalhos antes de entrar no ramo da gestão esportiva, e acabei adentrando melhor no universo do futebol, que antes pra mim era somente um hobbie, e com muito esforço, após muito sufoco e as decisões corretas, consegui me qualificar para a função de técnico.

Mas enfim, devo muito a Curitiba, a São José, a Paranaguá, lugares que me receberam muito bem. Tive momentos muito legais por lá, evolui em muitas áreas, tive boas experiências, conheci outros lugares, e lá encontrei uma parceira incrível, num momento em que não acreditava mais que isso poderia ocorrer e já tinha passado por muita situação bastante incomoda pra mim. Acho que o fato de nós sermos forasteiros no Paraná ajudou muito, eu carioca e ela colombiana, nos damos muito bem. Tive minhas filhas, meus tesouros, Vitória Helena foi inspirada no nome da minha bisavó, que tem uma história de vida e Catherine veio inspirado no nome de uma desconhecida banda britânica de rock alternativo. Podem me chamar de maluco (risos), mas gostei do nome, gostava da banda, achei que ficaria legal a homenagem.

Spoiler

(Parte das histórias são criadas da minha louca cabeça, uma parte dela é até verdade, mas inventei umas fics pra dar mais imersão na história kkk)

Próxima atualização(temporada 2026) já sairá mais completa, eu espero.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • MitoMitológico mudou o título para Um só clube, um só coração - Itaguaí Atlético Clube - "Sonhei com esse momento durante minha vida inteira." (15/06)

Parabéns, nada a apontar nesta conquista. Ficou claro quem foi a melhor equipa na competição.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 15/06/2024 em 04:52, Cadete213 disse:

Parabéns, nada a apontar nesta conquista. Ficou claro quem foi a melhor equipa na competição.

Obrigado, foi uma conquista bastante celebrada e que vai nos ajudar a atingirmos mais objetivos no futuro. Não tinhamos a equipe mais rica e nem a mais tradicional, mas fomos jogando muito bem jogo após jogo e fomos recompensados.

Valeu!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estava procurando a atualização e só depois vi que estava oculta! Não precisa ocultar, mesmo que seja uma atualização longa. O importante é ter a atualização.

Em relação a temporada...Parabéns pela conquista da Copa Rio e deve tentar ir ao mercado de transferências para qualificar um pouco mais o elenco. Boa sorte na sequência.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Spoiler
Em 18/06/2024 em 14:22, LC disse:

Estava procurando a atualização e só depois vi que estava oculta! Não precisa ocultar, mesmo que seja uma atualização longa. O importante é ter a atualização.

Em relação a temporada...Parabéns pela conquista da Copa Rio e deve tentar ir ao mercado de transferências para qualificar um pouco mais o elenco. Boa sorte na sequência.

Na verdade quando eu oculto de propósito eu coloco em "spoiler". A verdadeira intenção era só deixar o artigo mais bonitinho mesmo. 

Obrigado, foi uma tarefa quase impossível qualificar esse elenco pra jogar a Série D e a B1, tentei fazer o que pudia.

Espero que curta a nova atualização... Valeu LC!

 

banner-itagua.png

 

Extraindo muito com pouco. (20/06)


Mercado de transferências

Para disputarmos nossas primeiras competições nacionais em nossa história(Série D e Copa do Brasil), tivemos que ser bem criativos. A folha salarial estava apertada e fomos atrás de empréstimos sem custos e salários baixíssimos. A maioria desses jogadores não conseguiu muito destaque. Ranieri retornou ao clube por empréstimo após passagem bem discreta pelo Operário Varzea Grandense. Heitor veio do Paraná Clube, e jogou apenas o 1º semestre em somente 8 partidas. Daniel e Mateus também jogaram por pouco tempo, foram menos de 5 partidas até serem chamados de volta ou ter seus contratos terminados.

O zagueiro José Mário e o atacante Carlos Eduardo tiveram uma jornada curta no Estádio Gilson Gênio também. Foram apenas 11 partidas por jogador que veio emprestado do Náutico. Já o centroavante teve uma participação muito mais incisiva. Foram 20 partidas e 9 gols marcados até o fim de seu contrato com o Marítimo de Portugal. Já o lateral Djalminha e o zagueiro Ary Garcia jogaram durante toda a temporada. Enquanto o primeiro fez uma péssima temporada, mesmo com bons atributos, o segundo foi uma boa cobertura a zaga titular e fez boa temporada. Guga Maia, ex-Vasco veio como uma excelente opção pro meio a um custo muito baixo. Não teve o melhor dos começos, mas durante o ano teve bons momentos ao lado de Caio Maia, formando a dupla que ficou conhecida como Os Maias. O mesmo vale pra Felipe Galdino. Se comparado ao outro lateral-direito Robert, que foi bem abaixo da média, Felipe foi muito melhor, jogando bem o estadual.

Pra vocês terem uma melhor noção do problema financeiro enfrentado, tivemos que se desfazer de muitos jogadores. E a situação do clube nem estava tão ruim pra falar a verdade, porém a direção se recusou diversas vezes a aumentar a verba de salários, mesmo com o clube recebendo uma razoável receita televisiva. Um dos primeiros a sair foi a cria da base Felipe, importante na reta final da Copa Rio e o meia Iago, que foi jogar no Pérolas Negras(alô @ElPerroMG!). Iago foi uma lamentável perda, porque era um bom jogador de rotação e que poderia evoluir, algo que conseguiria no clube de Resende.

Tivemos também que emprestar alguns nomes de nosso elenco. O Lateral Robert, o meia Maykon Douglas e o atacante Edgar foram liberados pra jogar o primeiro semestre em outros clubes. Precisei fazer isso levando em conta o orçamento do clube. Além deles, Pingoto foi vendido devido ao valor de uma multa pra clubes estrangeiros, indo jogar no Monza. Já Ramón foi vendido por um valor razoável para o Mirassol. Porém os dois puderam voltar por empréstimo para o restante da temporada. Com isso, conseguimos liberar uns 50 Mil Reais de nossa folha salarial mensal.

Mesmo com muitas saídas importantes e poucas entradas de jogadores que realmente pudessem fazer a diferença, conseguimos elaborar uma equipe que pudesse fazer uma boa campanha na competição. Um treinador de qualidade precisa ter a habilidade de extrair bons recursos com pouco, né?

transf2.png

 

CAMPEONATO CARIOCA SÉRIE B1

No Carioca B1, tivemos um início muito bom. Foram 6 vitórias em sequência que nos permitiu sermos lideres absolutos nas primeiras rodadas, com destaque para as contra Macaé e Goytacaz. Porém logo vieram adversários diretos na disputa por uma vaga na Fase Final que conseguiram nos derrotar. Artsul, Duque de Caxias e Pérolas Negras acabaram nos ultrapassando.

jogos.png

O que nos restou foi tentar torcer por tropeços deles nas duas últimas rodadas e fazer o necessário pra ao menos não perder a última vaga. Duas vitórias contra equipes já rebaixadas, Serrano e Campo Grande, nos trouxe a classificação. A diferença de pontos entre o 1º e o 4º colocado era somente 2 pontos.

classifica.png

Na fase final, novamente os resultados foram estranhos. Tivemos duas derrotas desapontadoras pro Artsul. Em um deles, inclusive, jogamos com um a menos boa parte da partida. Outra derrota que o Itaguaí decepcionou foi a última partida, frente ao Duque de Caxias. Precisavámos vencer pra garantir o título e o acesso. Mas acabou que ele veio devido ao curinga da Fase Final: o Pérolas Negras. Graças a duas goleadas sobre eles, uma por 6 a 1 e outra por 4 a 2, e assim tivemos um bom número de gols marcados e saldo de gols, o que permitiu termos a vantagem nos critérios de desempate numa situação em que todos estavam empatados com 9 pontos. Sem falar que eles nos ajudaram vencendo os dois jogos contra o Artsul, inclusive o último que tirou o título da mão deles(onde o nosso ex-jogador Iago marcou duas vezes) e contra o Duque de Caxias na penúltima rodada. Provavelmente isso, nos deu o acesso. Obrigado @ElPerroMG e Guilherme de Carvalho, vocês me fizeram amar essa equipe.

fase-final.png

No fim, pudemos comemorar mais um título. Veio de uma forma meio inusitada, com todas as equipes empatadas em número de pontos. Todos tiveram 3 vitórias e 3 derrotas, foi algo extremamente equílibrado, mas o importante é levantar taças. E lógico, não irei reclamar.

final.png

 

COPA DO BRASIL

A Copa do Brasil nos deixou logo de cara frente a frente com um dos maiores clubes do Brasil: O Cruzeiro. Tudo bem que eles quase foram rebaixados na última temporada, mas a disparidade era gigantesca. Com um time alternativo, eles foram jogar em Itaguaí(não sei como o FM permite jogar um jogo desses num estádio de 1000 pessoas kkkk), e dificultamos a partida pra eles. Isso até aos 39 do segundo tempo. Porque a jovem promessa Fábio Pacheco mostrou estrela e marcou os dois gols que garantiram sua classificação.

cruzeiro2.png

Foi uma honra poder estar competindo um torneio desse porte tão cedo, e melhor ainda, fazendo uma partida digna.

cruzeiro.png

 

Destaques e Análises

Podemos destacar nomes como o do zagueiro Kevin, por exemplo. Pedro Zago começou bem a temporada também, mas acabou decaindo demais durante essa primeira metade do ano. O meia Caio Maia fez excelente jogos e foi o maior destaque do meio-campo. Ramón colecionou bons números também. Não a toa, outras equipes se interessaram pelo seu futebol, e o Mirassol o contratou pra 2027.
Gostei muito do futebol apresentado por Leonardo. O meia-esquerda distribuiu boas assistências para que os atacantes Pablo e Carlos Eduardo juntos marcassem 27 gols no 1º semestre de 2026. Uma pena que o segundo vai ter seu empréstimo encerrado no fim de junho e perderá a maior parte da Série D.

estatt.png

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da Conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Cadastre-se Agora para publicar com Sua Conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons são permitidos.

×   Seu link foi incorporado automaticamente.   Exibir como um link em vez disso

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar Editor

×   Você não pode colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...