Jump to content

tricolor de coraçao
 Share

Recommended Posts

tachira-apertura-bannner-grande.png

apertura-venezuelana-titulo.png

"O MELHOR ATAQUE É A DEFESA"

No futebol a expressão "o melhor ataque é a defesa" muito tem se ouvido falar, mas na Venezuela Bonfante conseguiu montar um time forte a partir da defesa baseada em fortes e rápidos laterais, fortes marcadores e atentos goleiros  formando uma defesa quase impenetrável. Além disso Yefferson comandava o meio campo distribuindo as jogadas para ataques mortais dos ágeis pontas Oscar César e Oscar Britez e os atacantes Guevara ou Cristian Gutierrez

tabela-do-apertura-1a-fase-ven.png   resultados-do-apertura.png

"DAS QUARTAS DE FINAIS ATÉ O TITULO: FIM DA SECA E INICIO DE UMA ERA DOURADA"

Nas eliminatórias iriamos enfrentar uma das poucas equipes que não havíamos vencido até então: o Monagas o qual tivemos dificuldade de segurar o empate fora de casa na estreia da competição mas com a equipe mais encorpada mas dessa vez os pontas e os meias centrais funcionaram  e passamos para as semi-finais com duas boas vitórias. Na semi-final o caldo engrossou pois enfrentaríamos o atual campeão e super favorito ao título: Deportivo Lara.

mata-mata-do-apertura-venezuelano.png

O chaveamento desse mata-mata

Pela semifinal tivemos 2 jogos duríssimos. Quem fez a diferença foi o craque Yefferson que aos 46 do primeiro tempo limpou para perna esquerda como se fosse o "Robben" e arriscou de fora da área acertando um belo chute no ângulo direito do goleiro larense. Em Lara o jogo foi truncado, equilibrado, não saiu do 0X0 e passamos para a final

A final seria entre as 2 melhores campanhas da primeira fase: os dois "Deportivo". Em Anzoategui o ataque foi mal mas do meio para trás a equipe soube suportar a pressão para evitar a derrota. Em casa com uma postura mais dominante a equipe chutou 24 vezes contra apenas uma do adversário," engolindo-o" com 3 gols do ponta esquerda Oscar César" e faturando o titulo do Apertura. Com isso conseguia uma vaga na Final para disputar o titulo venezuelano no final da temporada e a tranquilidade para jogar o encerramiento sem compromisso até os mata-matas do segundo semestre

 

encerramiento-venezuela.png

"SEM MUITA PRESSÃO RUMO A MAIS UMA FINAL"

Sem a pressão de buscar uma vaga na grande final a equipe passou a jogar com mais tranquilidade e por vezes um pouco mais desatenta fazendo uma campanha um pouco abaixo do turno, mas mesmo assim terminando na 3ª posição da fase de grupos e classificando novamente para os mata-ratas, agora do Encerramento

encerramiento-2029-venezuela.png encerramiento-resultados-venezuela-2029.png

 

DEPORTIVO TACHIRA SOFRE MAIS, MAS VENCE A TODOS, EVITA A GRANDE FINAL E LEVA O TITULO VENEZUELANO

Tensão no jogo de ida em Barinas, com a equipe tachirense jogando muito mal. Situação que só se tranquilizou quando aos 68 minutos do segundo tempo no jogo da volta diante da nossa torcida Cristian Gutierrez soube ser oportunista para aproveitar rebote do goleiro e nos classificou para mais uma semi-final. Dessa vez pegaríamos o Anzoategui na semi-final

QUARTAS-DO-ENCERRA-VEN.png

SEMI FINAL DRAMATICA

Pela semifinal a mira do ataque não estava boa e a defesa deixou a desejar no jogo diante de nossa torcida. Com 17 chutes a gol contra 5 do adversário, nosso gol só saiu nos acréscimos do primeiro tempo de pênalti com Cristian Gutierrez, mas aos 78 levamos facilmente o empate...e muita bronca no vestiário, é claro. Empate com gosto de derrota...e preocupação para o jogo da volta.

E para o jogo da volta a coisa piorou ainda mais, mesmo com um expulso aos 7 minutos o Anzoategui se fechou e passou a jogar por uma bola mesmo estando em casa. Acabaríamos o jogo novamente chutando 17 bolas a gol contra 5 do adversário. O que estava havendo com os atacantes?  E aos 68 a coisa piorou quando no desespero de abrir o placar o adversário puxou contra-ataque, Gil meteu caneta nos marcadores e tocou no contrapé de Costamagna para fazer 1x0 para o Anzoategui...A partir desse ponto cada vez menos havia tatica e o 4-1-4-1 com pontas fora de casa (em casa usamos o 4-2-3-1 com pontas nessa temporada) deu lugar a um desesperado 3-2-3-2 assimétrico ultraofensivo.

tatica-de-desespero.png

Aos 92 minutos no desespero chuveirinho para a área e Alvris Nieto da nossa base (18 anos apenas) fuzilou para o gol no ultimo lance. Tachira ia para as penalidades

grande-semifinal.png

Nas penalidades mais drama...

penalidades-dramtaica.png

Enquanto o Anzoategui saiu convertendo as 2 cobranças, o armador Romero e o zagueiro Jesuz sairam errando as 2 suas. Bastava dois gols deles em 3 cobranças para sermos eliminados e ter que disputar a grande final mais tarde contra algum desses adversários da semifinal. A torcida na arquibancada já fazia a festa, mas.....havia um braco guerreiro determinado em baixo das traves e como um gato Costamagna faz duas defesas. Uma em cada canto para defender as cobranças de Aceros e Gil. Gutierez e Yeferson convertem e igualam tudo. 4 cobranças já cada lado e 2x2 no placar. Parra marca para nós viramos a pressão mas Luis do Anzoategui iguala 3x3. Agora eram alternadas. O Anzoategui sentia o golpe.

sequencia-dos-penais.png

Entao o jovem Lizardo vai para a bola e o goleiro Costamagna defeeeeeeeeeeeeeeeeendeu! Oscar Cesar, grande batedor de penais nessa temporada não desperdiçou. Tachira na final do Encerramiento. Essa foi a mais emocionante partida da minha carreira de treinador pela América do Sul até então. Os jornais diziam ser final antecipada. Bonfante discordava o adversário da final era nada mais nada menos que o atual campeão LARA que ja havia nos dificultado no semestre anterior

A GRANDE FINAL QUE NOS DEU O TITULO VENEZUELANO

Com o declinio de produção do atacante Gutierrez (comparado a fase de grupos) fui para a primeira partida da final com Guevara no ataque e deu muito certo . Numa grande final (13 chutes a 10) vencemos por 2x1 os larenses na ida como gol de Romero e (Daniel) Guevara.

final-do-encerramiento-2029.png

Na volta em Lara se seguramos, jogamos com o regulamento em baixo do braço e levantamos o trofeu. Depois de 5 anos a taça voltava para San Cristobal.

Outras notícias:

Eliminação na primeira fase da Sul-americana para o Velez Sarsfield-ARG

Atuando somente com os reservas o Tachira perde nas quartas-de-finais da Copa da Venezuela para o maior rival

Quase 14 milhões investidos na melhoria do Centro de Treinamentos (além de mais 350 mil na analise de dados)

Próxima temporada o bicampeonato nacional e a boa Libertadores 2030!

Link to comment
Share on other sites

TACHIRA-NA-LIBERTA.png

LIBERTADORES

Começamos o ano 2030 com quase 23 milhões em caixa. E penso que caímos num bom grupo de Libertadores que nos permitia disputar com o Blooming a 3ª posição para ir para Sul-americana ao final da fase de grupos da chave mas conseguimos ir um pouco além disso.

Com muita grana em caixa eu abri a mão para contratar pensando no rejuvenescimento da equipe, na luta pelo bi venezuelano e pensando em surpreender na Libertadores. Ou seja queria fazer história!

Os quase 30 milhões de reais em 9 reforços trazidos: o ponta direito Oscar Britez, ex- Cerro Portenho, estava emprestado e assinou em definitivo. Julio Mota chegou para fazer a sombra a Miguel Parra na lateral esquerda; os meias venezuelanos Anibal CubillanHector Croquer e Luis Duque; além do meia-atacante Hector Noriega. Para o ataque veio emprestado do Flamengo o jovem Wanderson. Do Alianza Lima (PERU) veio o zagueiro Paredes. E pra fechar veio do The Strongest o goleiro Jhon Gonzalez.

Saíram outros 11 atletas: Por que? Em 2029 eu estava a fim de usar um meio campo composto por uma trinca de 3 meias centrais, 2 pontas e um atacante , sem a figura do armador e caso fosse necessario ja havia contratado Hector Noriega, Anibal ou mesmo o Hector Croque para essa função. Por isso os armadores Marquez e Romero foram negociados. Costamangna estava de birra para sair e bucamos o Gonzales para o gol. O volante Russo perdeu espaço, e os demais sairam por má fase ou por falta de espaço no elenco.

 

FASE DE GRUPOS LIBERTADORES ATÉ OITAVAS DE FINAL

O Táchira assim como os demais venezuelanos até então sempre eram sacos de pancada nessa competição e nossa estreia dava indicios de que a história iria se repetir ao  perder de 3x1 na Vila Belmiro para o Santos. Wanderson descontou para o Táchira. Porém em casa mostramos nossa força contra meu ex-clube, o Blooming para vence-los por 2x0  com gols dos pontas Oscar Brites e Hector Noriega. Na 3a rodada os peruanos do Sporting Cristal mostravam se aguerridos e perigosos mas mais uma vez Oscar Britez abriu o marcador. Contudo aos 83 Costamagna , o goleiro marcou contra.

resultados-da-libertadores-2030-nosso-gr

No jogo da volta no Peru, os peruanos por 2 vezes abriram o marcador mas Yeferson Rodrigues igualou e Wanderson aos 73 conseguiu a virada...vitória para dar moral! Bastava vencer o Blooming na Bolívia mas o placar não saiu do 0x0. Precisávamos ou vencer o Santos e torcer pelo Blooming na ultima rodada ou empatar com o Santos e torcer por outo empate no outro jogo. E foi o que aconteceu. Novamente em casa conseguimos segurar o 0x0 com o Santos enquanto aos 82 do segundo tempo o Blooming empatou o jogo, nos classificando para as oitavas de finais pela primeira vez na história.

grupo-g-2030.png

Porém o sorteio para os oitavas de final foi complicado já que nos colocou frente a frente com o Boca Juniors

oitavas-2030.png

A diferença enorme entre as equipes refletiu-se em duas pesadas derrotas....mesmo assim excelente campanha de uma equipe venezuelana!

 

E QUANTO AO VENEZUELANO?

Ainda mais reforçado levantaríamos o bicampeonato nacional

Apertura 2030:                Resultados Apertura 2030 - Primeira Fase              Das quartas-de-finais até o bi do apertura

apertura-2030.png

 

Encerramiento 2030:            Encerramiento 1ª Fase 2030C - Resultados           Das quartas até o bi do encerramiento

Encerramiento-2030.png

 

E por vencer os 2 turnos o Deportivo Tachira se tornou bicampeão nacional consecutivo, seu 11º titulo da história. Embora como visto nos links acima esse ultimo campeonato tenha sido o mais difícil de todos. Mesmo reforçados o Tachira só foi campeão graças ao critério do gol fora.

Outras noticias:

Quase 24 milhões em saldo global

Excelente projeção financeira

U.L.A. da segunda venezuelana elimina os reservas do Tachira já na estreia da Copa Venezuela

E assim pela primeira vez saio de um país muito bem realizado financeiramente e esportivamente. Está faltando progredir continentalmente.

A SEGUIR  O TREINADOR SEGUE REJEITANDO RENOVAÇÃO COM O DEPORTIVO TACHIRA. A IMPRENSA ESPECULA QUE ELE IRÁ PARA O EQUADOR! NO BARCELONA DO EQUADOR!

 

Link to comment
Share on other sites

ARTE-BARCELONA.png

segunda-fase-equador.png

DA SAÍDA DA VENEZUELA ATÉ A CHEGADA NO EQUADOR

Após o término do venezuelano, pedi demissão do clube e passei mais um ano sabático. Já era quase meio ano (2031) sem clube até que numa bela manhã curtindo minhas férias pela América do Sul, parado em Quito curtindo a paisagem vou olhar as noticias esportivas locais, e vejo essa bomba:

recorte-jornal-equattoriano.png

Ainda pela tarde meu telefone toca. Era o presidente barcelonista me querendo no comando do clube. A primeira fase já havia acabado e o Emelec havia sido o vencedor. Era necessário vencer a segunda fase para ir a final e disputar o titulo.

No Equador o campeonato funciona assim: Primeira fase são 16 times que se enfrentam em jogos de ida e volta fazendo 30 jogos. O vencedor garante vaga na Grande Final. Ai vem a Segunda Fase que ocorre do mesmo modo. Ao todo são 60 jogos. Os 2 campeões se enfrentam para decidir quem será o campeão nacional. Se um mesmo clube vencer as 2 fases é campeão sem necessidade da grande Final.

OS REFORÇOS QUE RESULTARAM EM FRACASSO

O Barcelona era o maior clube da carreira sem dúvida até o momento e estava com muita grana fruto da venda de jovens da base que tinham muito potencial e aliado as cinco contratações feitas antes da minha chegada eu fiz outras 5 contratações, sendo 2 laterais trazidos do Deportivo Tachira. Eu ainda fiz outras 5 saídas totalizando 16 saídas em definitivo ou empréstimos. Quase 50 milhões em saídas e quase 50 milhões em chegadas. Mas boa parte do investimento em reforços quando aqui cheguei.

E mesmo assim fracassamos dessa vez...

segunda-fase.png

Após uma acirrada campanha com o Emelec e a LDU....

campanha-segunda-fase-2031.png 

Assim terminamos lider da Segunda Fase e se habilitamos para enfrentar o Emelec.

final-perdida-para-o-emelec.png

 

Na final não atuamos bem no primeiro jogo mas graças ao atacante Jesus Valencia vencemos o jogo de ida. No jogo da volta o goleiro Hurtado (ex-independiente del valle) não estava num bom dia e acabamos perdendo de virada no agregado. Barcelona vice-campeão e a pressão sobe para cima do treinador recém-contratado!

Classificação Geral de 2031 no Equatoriano

No próximo post....a zica continua com mais um vice campeonato em andamento e as emoções da Sul-Americana!

 

Link to comment
Share on other sites

Grande temporada na Venezuela. Mesmo indo ao Equador, fez uma temporada fantástica com Táchira, parabéns!  

Edited by Orieomil666
Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, Orieomil666 disse:

Grande temporada na Venezuela. Mesmo indo ao Equador, fez uma temporada fantástica com Táchira, parabéns!  

Sim, essa passagem na Venezuela é a que mais curti até o momento. Tem países que fui bem e tem países que fui meio mal. Mas na Venezuela foi só alegria. Bom demais!

Link to comment
Share on other sites

ARTE-BARCELONA-2.png

primera-equador.png

AINDA MAIS FORTES....MESMO FRACASSO

Para a temporada 2031 reforçamos ainda mais o time. Com 4 reforços de peso, chegaram por emprestimo o experiente jogador do America de Cali Hernan Vitorino e Victor Serrano ex- Aucas (ambos sabem ser Meias centrais e volantes), o que é util para um país onde só pode levar 7 suplentes e proporcionando versatilidade para as formações 4141 com pontas; 4231 com pontas 433 sem armador e comm pontas. Ainda chegou emprestado para a lateral direita, pertencente ao Santos o jovem Dudé e na ponta esquerda trouxemos emprestado do Cruzeiro o ponta Dino Sani. Como havia muito jogador encostado no time B 14 atletas foram vendidos ou emprestados para aliviar a Folha gernando 18,5 milhoes em vendas e 4,2 milhoes em compras.

MAS A TEMPORADA.....

Mesmo reforçado a equipe foi ainda pior em campo e terminou vice-líder da Primera Fase

RESULTADOS-1-A-FASE.png

SULAMERICANA

Já pela Sul-americana o 8x0 sobre a fraca equipe paraguaia me animou...

SULAMERICANA-ESTANDO-NO-BAR-A.png

Mas ao sair vencendo por 2x0 em casa os brasileiros e levar a virada no sintetico da Arena da Baixada....as criticas vieram e Bonfante declara:

"Não consigo extrair mais desse clube. Estou pedindo desligamento. Boa sorte ao Barcelona"

A SEGUIR: BONFANTE ESTÁ SEM CLUBE E ACEITA CONVITE DA SELEÇAO VENEZUELANA. SERÁ QUE ELE CONSEGUE LEVAR A "VINOTINTO" PARA A COPA DO MUNDO?

Link to comment
Share on other sites

Tem times que a gente não consegue fazer render como gostaríamos. Normal, acontece na vida real e no FM não seria diferente. Mas você viu que estava fazendo o certo quando se eh chamado para uma seleção e ainda mais a da Venezuela sua antiga casa (por que tu has ido  tan temprano de Venezuela?).

Link to comment
Share on other sites

Tem sido um passeio e tanto pela América do Sul, inclusive, fez boas escolhas ao ir para caminhos periféricos, ganhar títulos e só depois disso sonhar com um país de maior tradição. Acho que o Barcelona seria um ponto de virada nisso.

Link to comment
Share on other sites

8 horas atrás, Orieomil666 disse:

Tem times que a gente não consegue fazer render como gostaríamos. Normal, acontece na vida real e no FM não seria diferente. Mas você viu que estava fazendo o certo quando se eh chamado para uma seleção e ainda mais a da Venezuela sua antiga casa (por que tu has ido  tan temprano de Venezuela?).

Mas é impressionante. Saio do Barcelona com 46 vitorias, 12 empates e 6 derrotas e mesmo assim nenhum titulo. Como você disse coisas da vida e do futebol, essa caixinha de surpresa. Muito feliz pela Vinotinto (Seleção da Venezuela) ter me chamado. País que mais me apeguei até o momento! Um desafio ne?! Vamo que vamo!

Link to comment
Share on other sites

7 horas atrás, Peepe disse:

Tem sido um passeio e tanto pela América do Sul, inclusive, fez boas escolhas ao ir para caminhos periféricos, ganhar títulos e só depois disso sonhar com um país de maior tradição. Acho que o Barcelona seria um ponto de virada nisso.

Fala @Peepe! Obrigado pro comentar! Sim a ideia era essa mesmo. Estou ao máximo procurando evitar a Argentina, Colômbia, Chile e Brasil, inclusive tenho recusado propostas do Union Espanhola (Chile) e Instituto (Série B argentina) para não ir logo parar nestes. E pois, como disse o @Orieomil666 há países que as coisas teimam em não acontecer. Tem sido uma boa experiência. Percebo os clubes latino-americanos atuando muito no 4-4-2 clássico e retrancados a exceção dos maiores de seus países. Não tem sido difícil classificar para campeonatos continentais. Mas tem sido complicado jogar em alguns países como o Equador pois 2 a 3 times máximo 5 as vezes dominam amplamente o campeonato. Não chega a ser um campeonato tão equilibrado quanto o brasileiro e o argentino, mas seguimos aprendendo e se esforçando

Link to comment
Share on other sites

banner-abertura-venezuela.png

banner-eliminatorias-para-copa-do-mundo.png

INICIO ANIMADOR NA BRIGA POR VAGA NA PRÓXIMA COPA DO MUNDO...

Estava eu num certo dia desiludido por não levar o Barcelona (Equador) às glórias de outrora, quando os jornais venezuelanos começam cogitar meu nome para o cargo da Seleção do País. E então após um jornalista me questionou se aceitaria e, tendo ouvido o "sim", no dia seguinte lá estava eu prestes a aceitar o desafio. O objetivo da Direção era apenas não ser o lanterna do torneio mas eu inocentemente pensava que essa Seleção tinha qualidade para ir além, e assim trouxe para a Seleção alguns jogadores dos tempos do Tachira como Jesus Valencia (PL), Jesuz (zagueiro), Rodriguez (LD) entre outros tachirenses e de demais países ou mesmo do futebol local, para tentar mais uma classificação para a Copa. Sim a Venezuela, outrora um saco de pancada haviam em 2026 na Copa do Mundo dos EUA/Canadá/México sido líder de um grupo que teve a Itália em segundo. Acabaria eliminada na fase seguinte ao perder de 1x0 para Gana.

As eliminatórias estavam apenas no início e a Seleção vinha de uma vitória, um empate e 4 derrotas. Também fez fraca campanha na Copa América de 2032 sem nenhuma vitória e terminou lanterna do seu grupo com nenhuma vitória.

primeiras-6-rodadas-antes-de-chegar-eu-la.png 6-rodadas-antes-de-eu-chegar-na-vinotinto.png

....AI EU CHEGO E A SELEÇÃO REAGE MUITO BEM NO INÍCIO.....

Em Santiago, no Estádio da Universidad do Chile, os chilenos saíram na frente aos 13 mas na motivação e encorajamento de Bonfante, a Vinotinto atuando no 4-1-4-1 contra-ataque com pontas buscou o empate aos 25 com o experiente atacante  Daniel Palencia, 33 (BAHIA) e a virada aos 39 com o ponta direita Giovani Zamora, 30 que atua no LAFC (USA) em um bom jogo onde a equipe soube rodar a bola e fazer marcação pressão em cima dos adversários. Um dos jogos mais injustos ocorreu na Colômbia, no estádio do Junior Barranquilla. Após os colombianos abrirem o marcador; Daniel Palencia aos 30 e aos 60 minutos buscou a virada mas aos 92 minutos de jogos levamos a virada em um jogo que estava na mão. Isso já demonstrava a dificuldade de concentração da equipe em segurar resultados ou suportar a pressão. De volta para a Venezuela, recebemos no estádio do Mineros de Guayana o Uruguai . Jordi (meia central, 33) que atua no LAFC (USA)  e Pedro Teran, 31, atacante do CSKA Moskow garantiram a vitória venezuelana num jogo muito disputado. Por fim na Bolívia atuando no estádio Hernando Siles (The Strongest, Bolívar, Bolivia etc) os bolivianos venderam caro a derrota. Somente aos 76 com o ponta esquerdo Danny Perez, 33 (Ajax) e aos 82 com Gioavani Zamora que a vitória por 2x0 veio. Na sequencia era impossível segurar o Brasil e fomos naturalmente atropelados pro 4x0. Para fechar a temporada, vitória em solo paraguaio, no estádio Defensores del Chaco por 1x0 com gol de Giovani Zamora. 

PRIMEIROS-6-JOGOS-NA-VINOTINTO-ROD-7-ATE

Era o melhor momento da Seleção que nesse momento estava no G6, conseguindo uma vaga para disputar a repescagem para a Copa do Mundo.

no-G6-apos-12-rodadas.png

 

.....E ENTÃO TUDO ESTRANHAMENTE DESANDOU

2033 foi simplesmente terrível. Tínhamos boas chances de ao menos conseguir uma vaga para a Repescagem, mas não é a toa que a Venezuela é o que é....

Em casa saímos perdendo para o Equador e empatamos somente aos 95 do segundo tempo com Pedro Peralta, 31 (Los Angeles Galaxy, USA). Em vão, voltamos a jogar muito mal e a perder para o Peru na sequencia.

inicio-2033-ja-era-ruim.png

E então a coisa só desandou...

ultimas-4-rodadas-das-elim.png

Que foi isso? As atuações refletiram  se em goleadas sofridas mas a equipe atingiu o objetivo da Direção de não ser ultima colocada do torneio.

 

final-das-eliminatorias-para-a-copa.png

A Venezuela termina a sua participação para a Copa como a pior defesa da competição e o terceiro pior ataque. Mas o que me surpreende mais nem é isso: como está ruim o futebol do Paraguai, hein? Não a toa que tenho me estressado tanto naquele país.

Não se classificar é do jogo ainda mais se tratando de Venezuela mas bastavam talvez 2 vitórias nesses últimos 5 jogos para irmos a repescagem. A queda de produção foi gigante e achei melhor então encerrar minha participação na Seleção do País. Frustrado pela queda de produção abismal, mas fica a experiência da arrancada positiva mostrando que tinha potencial para fazer um pouco mais!

A SEGUIR,  A PROCURA DA FELICIDADE VOU PARAR NO PERU!

Link to comment
Share on other sites

Gostei bem da organização do texto e das imagens, ficou leve e de fácil leitura, mandou muito bem! Não se pode cobrar muito da Venezuela, mas pelo menos cumpriu a expectativa de não terminar em ultimo. É hora de seguir em frente

Link to comment
Share on other sites

Agora, Orieomil666 disse:

Gostei bem da organização do texto e das imagens, ficou leve e de fácil leitura, mandou muito bem! Não se pode cobrar muito da Venezuela, mas pelo menos cumpriu a expectativa de não terminar em ultimo. É hora de seguir em frente

Opa, que bom! Estou tentando deixar visualmente mais bonito, leve e agradável sem perder o essencial. Qualquer coisa dentro do possível se quiserem saber mais detalhes só perguntar (em) que respondo nos comentários também. Obrigado por comentar e acompanhar!

Link to comment
Share on other sites

banner-alianza-lima-2033.png

UM TÍTULO "MEIO QUE DE PARA-QUEDAS". 

"Bom prenúncio de um futuro fantástico"

Após a saída da Seleção Venezuelana o desejo do treinador era ir para o futebol peruano a todo custo e então começou a declarar interesse nos cargos ameaçados de derrubar treinador no Sporting Cristal, Universitário, Melgar e Alianza Lima. Por diversas vezes as negociações com o Sporting Cristal não avançaram e prestes a terminar a temporada 2033 Bonfante aceitou em fechar com o Alianza Lima. Esse sim talvez um dos maiores sacos de pancadas da Libertadores em toda sua história, mas os jornais estavam otimistas e anunciavam que o treinador estava disposto a comandar o time já na final do campeonato local.

recorte-jornal-peru.png

Embora a situação não fosse das melhores. Sem zagueiros de oficio Bonfante escalou 2 ponta esquerda na zaga por terem boa altura e estranhamente terem altos atributos de desarme e marcação para atacantes.E assim retrancado "fechou a casinha mais uma vez", agora no 4-4-2 clássico. Melhor treinado o Universitário abriu o placar aos 3  minutos mas aos 78 o Alianza Lima mostrando-se bravo arrancou o empate ao puxar um contra-ataque que terminou no gol do armador Blácido após passe do atacante, craque do time, o experiente Arrazabal, que mandou pro fundo das redes igualando o marcador. Esse jogo valeu o ingresso!

final-do-peruano-de-2033-cheguei-fiz-2-j

Grande final peruana: Universitário (F) I Universitário (C)

No jogo da volta, diante da nossa torcida o experiente Arrazabal começou no banco por problemas de condicionamento físico e em seu lugar foi escalado Juan Leon. E já de inicio levamos um susto quando aos 11 minutos o jovem médio esquerdo Cristian Guevara, 18 anos, após falta recebeu a bola girou e guardou. Mas Leon aproveitou a oportunidade e no apagar das luzes (aos 49) iniciei contra-ataque que ele mesmo acabou por concluir a gol e igualar o placar mais uma vez. No segundo tempo voltamos com o experiente Arrazabal. A bola aérea no segundo tempo funcionou e Arrazabal e Blacido viraram/ampliaram o marcador. O ponteiro Bermudez ainda descontou mas já era tarde: 3x2 no placar, vitória de virada e titulo peruano do Alianza, o 27º de sua historia., diminuindo a diferença para 6 frente ao maior rival, o Universitário (33 ao todo).

Improvisos da final: ponta esquerdo Marin usado na zaga; Aldo Paz, outro ponta esquerdo usado na zaga. E Maldonado, armador usado na lateral direita

Craques do time: Mauricio Blacido e Renato Arrazabal

***Obs: A postagem desses links acima dos destaques está um ano adiantada mas não havendo grande diferença nos atributos, é só para termos uma ideia dos seus atributos. No Peru tive dificuldades em encontrar material relacionado a banners e outras informações sobre os clubes também.

A SEGUIR O ALIANZA SE REFORÇA E VENCE UMA INEDITA E INACREDITAVEL LIBERTADORES DA AMÉRICA, MAS A FEDERAÇÃO PERUANA NÃO RECONHECE O BI-CAMPEONATO PERUANO (bug do jogo)!

Link to comment
Share on other sites

arrazabal.png

DESTAQUE PARA A INÉDITA LIBERTADORES DE 2034. A ZEBRA TEM NOME: ALIANZA LIMA. ZEBRA OU QUALIDADE? SURGE UM NOVO ONCE CALDAS"

Já tendo conquistado o titulo peruano de 2033 e considerando que ganhar títulos nacionais é rotina na vida de um alianzista Bonfante monta uma equipe para disputar a Libertadores com qualidade. Estaria a mentir demais se dissesse que acreditava no titulo de Libertadores de uma equipe peruana no inicio da competição. Quem acreditaria? Mas quem tambem um dia acreditou no titulo do Once Caldas de 2004 sobre o poderoso e tradicional Boca Juniores? Nem em meus mais insanos sonhos cheguei sequer imaginar isso. Ao cair numa chave cheia de equipes tradicionais como o Santos (Brasil), Lanus (Argentina) e Barcelona (Equador) a ideia inicial do treinador era brigar com o Barcelona do Equador pelo 3º lugar (que da vaga na Sul-americana) para aí sim disputar.

Como o Nacional não é um torneio tão difícil de disputar darei menos atenção a explicações deste. Apenas falarei mais ao final da polêmica do titulo nao reconhecido pela Federação Peruana (bug do jogo).

Como a temporada 2034 foi muito longa dividiremos ela em 3 partes: Peruano, Libertadores e Seleçao Mexicana

O ESTRANHO CAMPEONATO PERUANO: PARTE 1.1 - O TORNEIO DE VERÃO

No primeiro semestre ocorre o Torneio de Verão, em que formam-se dois grupos com 9 times que se enfrentam em sistema de pontos corridos (16 jogos).O melhor de cada grupo faz a final. Com Renato Arrazabal e Juan Leon em grande fase, a equipe faz um início de temporada espetacular e chega na final onde goleia no jogo de ida a "chata" equipe do Universidade San Martin que muito pouco não manda a decisão para as penalidades.  No Peru foi um dos mais países que Bonfante mais aprendeu taticamente, usando além do 4141, 4231, 433, as assimétricas formações 41311, 42211, 442 clássico, 4411 entre outras mas basicamente essas. 9º titulo em 18 anos de Torneio de Verão e vaga na semifinal de 3 times, ao fim da temporada.

846694058_TORNEIODEVERAO2034.thumb.png.fcddc1807a31ea1fb019b324df58c8f1.png

 

O ESTRANHO CAMPEONATO PERUANO: PARTE 1.2 - O APERTURA

Após o Torneio de Verão inicia-se o Apertura, onde as 16 equipes formam um chave unica e se enfrentam "todos contra todos" em sistema de turno.

600359414_APERTURA2034.thumb.png.02c9330c01fa08cdc745ac0fbf3a2764.png

Mais uma campanha brilhante em que perdemos o torneio no saldo de gols e assim o Sporting carimbou a outra vaga.

O ESTRANHO CAMPEONATO PERUANO: PARTE 1.3 - O CLAUSURA

Por fim o Clausura semelhante ao Apertura mas apenas o inverso, o returno do campeonato. Onde o Alianza muito forte esse ano para os padrões nacionais fez uma temporada avassaadora vencendo o returno (Apertura)

898689836_clausura2034.thumb.png.f63b7bc52e61e3932923ffe6509593e0.png

O ESTRANHO CAMPEONATO PERUANO: PARTE 1.4 - Classificação geral

A bizarrice continua!

classifica-o-final-do-peruano.png

O ESTRANHO CAMPEONATO PERUANO: PARTE 1.5 - Finais intermináveis e campeão não reconhecido! Fiascos sul-americanos de Federaçoes (bug)

Então após o Mundial de Clubes teve-se a disputa das finais do peruano 2034 que acabariam somente em 2035.

Após uma vitória e 2 empates não houve campeao. Precisava vencer os 2 jogos? Não sei, nem as regras do campeonato explicavam isso. E simplesmnente marcou-se mais 2 jogos.

primeiras-3-finais.png

Teriamos a "Final Replicante"

finalissima-20235.png

O Alianza Lima venceu a disputa, foi a melhor campanha geral mas a Federação (bug) simplesmente não reconheceu o campeão de 2034. Que várzea! esbravejava o jovem treinador que irritado pediu demissão após tentar dar um soco num dirigente peruano (por sorte fora contido por outros dirigentes) acusando-o " su hijo de la p#$%%$#@, federación corrupta, estan nos asaltando. Usted es un corrupto, no aceita a má temporada do Universitario, seu "loser" num exaltado e irritado portunhol. Alguns torcedores trouxeram cartazes para frente da Federação com os dizeres "Vergonha"....parece que essa novela está longe de acabar. Ja tendo feito muito pelo Alianza e aconselhado por seu amigo @Orieomil666 o treinador por não confiar mais na Federação e regulamentos do país resolve sair do mesmo. O Alianza promete recorrer a justiça! Essa batalha judicial promete "dar muito pano pra manga"

A SEGUIR O DESEMPENHO NA COPA LIBERTADORES 2034

Link to comment
Share on other sites

arrazabal.png

VAMOS FALAR DE COISA BOA, VAMOS FALAR DE TOPTHERM....DIGO, DE LIBERTADORES  HEHEHE

Como perceberam nacionalmente houve polêmicas no campeonato local mas na Libertadores nada a reclamar. O tradicional saco de pancadas esteve muito bem organizado, treinado, concentrado e surpreendeu a todos sendo a primeira equipe peruana a levantar o tão cobiçado troféu da Libertadores. Vamos ao inicio de tudo!

 

A MONTAGEM DO ELENCO: Um caminhão de reforços, mas tudo bem pensado. 

O time do Alianza não se compara a um time brasileiro mas não é de todo ruim não. Sabíamos de nossas fraquezas, mas também sabíamos de nossas fortalezas como a qualidade física de muitos atletas e então bem compactados no 41311 com linhas baixas surpreenderíamos a América.

Chegadas: 16 reforços foram buscados. Do Peru vieram o armador/atacante: Renzo Romero, ex- Leon de Huanaco, veio livre, sem custos; por 3 milhões de reais o lateral esquerdo Fernando Villacorta, ex- Cesar Vallejos (Peru) e por 900 mil reais o lateral direito Hermoza, ex- Real Garcilaso. Fizemos um esforço de 3,5 milhoes de reais para tirar o goleiro peruano, ex- Melgar Diego Flores. Do Universidad San Martin contratamos o meia central Sidney Portales por 5 milhoes de reais e Gerardo Frias por 2milhoes. Do Melgar ainda veio por 3,5 milhoes o ponta esquerdo/medio esquerdo Miguel Rodas. Do Juan Aurich por 6 milhoes buscamos o ponta direita/medio direita José Pacheco. Esses foram os reforços peruanos, dentre os 16. Completam a lista alguns jogadores que chegaram por emprestimo como o colombiano ponta direita do Milionarios Oscar Lopez; o colombiano meia central/volante Hernan Vitorino, 31, do América de Cali e que já havia trabalhado com Bonfante no Barcelona do Equador (homem de confiança do treinador), o meia central brasileiro do Remo (Brasil)Dênis Rafael e o camaronês ex- Coton Sports e e-Guarani (PAR) Stephane Bagnack. Por fim como tínhamos o PSV da Holanda como clube mãe 4 reforços deles forma cedidos sem custos: o zagueiro Linders acabou por ser o único utilizado. Os demais 3 poucas vezes foram usados. Uns 23M em contratações definitivas parceladas a longo prazo mais empréstimos com custo e sem custo.

Saídas: 11 jogadores saíram rendendo mais de 15 milhões. Quase todos indo para o futebol chinês ou colombianos. Finanças bem equilibradas no momento na relação entradas x saídas.

 

A FASE DE GRUPOS DA LIBERTADORES

"A briga por vaga com o Lanus"

Sabia que para termos alguma chance mesmo que remota era necessário não perder para o Barcelona do Equador e tentar uns empates com o Lanus, tentar fazer de 6 a 8 pontos contra essas 2 equipes. 

Abrimos a fase de grupos num jogo bem movimentado e atuando no 4231 com pontas de modo ofensivo as inversões de jogo funcionaram e o setor de ataque conseguiu bom resultado com gols de Romero, Paz e Arrazabal. Já no Brasil atuando no 4-1-4-1 contra-ataque Oscar Lopes logo aos 3 abriu o marcador para o Alianza, mas ter marcado o gol cedo só enfureceu o Santos que veio com tudo. Não suportamos a pressão da equipe brasileira e sofremos a virada. Em casa com o Lanus num compacto 4-4-1-1 conseguimos dominar o jogo e empurrar o Lanus para trás mas não saiu do 0x0. Já na Argentina atuando num assimétrico 4-1-4-1 onde em vez de um ponta direita usei um MD o jogo chave do campeonato que nos encheu de moral para o restante do torneio: as inversões de jogo dos médio esquerdo Aldo Paz  e médio direita Santamaria (apenas 20 anos esse) funcionaram mais uma vez, a equipe jogou muito bem e goleou o Lanus. Em casa no clássico 4-4-2 perdemos ao natural, só deu Santos no jogo. Bastava vencermos o Barcelona fora para classificar. Não conseguimos mas fomos favorecidos pela combinação de resultados: Santos 4x2 Lanus na ultima rodada. Deu sorte mas a sorte faz parte do jogo. De todo modo u ja estaria feliz se fosse terceiro do grupo.

resultados-liberta-de-34.png

Mas a sorte estava do nosso lado!

tabela-da-fase-de-grupos-de-34.png

Passamos em segundo do grupo.

 

OITAVAS DE FINAL

"Salvo pelo gongo....ou melhor pelo goleiro"

Íamos fazendo um bom jogo, levemente melhor que o Independiente, quando aos 85 a zaga colocou o goleiro "na fogueira" recuando bola que não deveria. Na tentativa de afastar a bola ela caiu no pe dos argentinos que abriram o placar. Aos 90 Renato Arrazabal, frio como sempre deixou tudo igual. A volta seria na Argentina. Jogo nervoso: Cañete (Independiente) e Denis Rafael (Alianza) foram expulsos na etapa complementar. O Independiente era melhor mas aos 89 Leon colocou o Alianza na frente. Aos 92 Linders (Alianza) tambem foi expulso e aos 94 no ultimo lance o Independiente mandou a decisão para as penalidades. 

Aldo Paz e Leon saíram errando as 2 primeiras cobranças do Alianza enquanto o Independiente fez a primeira e parou no goleiro do Alianza nas outras 2 seguintes....Portales, Hermoza e Vitorino converteram 3x3 nas cobranças. Nas alternadas Gonzales marcou, eles tambem. Ai foi o  zagueiro Kevin Kastillo para cobrança e fez, mas quando Lecanda foi para a cobrança o goleiro Flores voou para o canto direito defendeu lindamente e fez o Alianza passar de fase

oitavas-liberta.png

 

QUARTAS DE FINAL

Em casa, no 4-1-1-3-1 contra o River muita cautela, um jogo feio de ver. O River atacou mais mas a zaga estava num bom dia e Arrazabal também. Aos 70 ele é lançado em profundidade gira e define o jogo.Ao contrario disso na Argentina o jogo foi muito bom e por 2 vezes o Alianza teve de correr atrás do marcador com Rodas e Leon.Um jogo em que a equipe tocou muito bem a bola de forma envolvente semelhante fazia o Grêmio de 2017 por ali quando em um certo jogo colocou o Atletico Mineiro "na roda" e em poucos passes chegou ao gol.

quartas-liberta.png

 

SEMI-FINAL

Do mesmo modo que contra o River Plate os contra-ataques rápidos e bem executados funcionam e Aldo Paz e Miguel Rodas abrem 2x0 na ida.Em casa o craque Arrazabal vinha mal e fora sacado. Juan Leon entrou, marcou 2 gols e "acabou com o jogo". Estávamos na final.

semifinal-liberta-34.png

 

FINAL

Atuando num 4-3-3 assimétrico muito maluco atuamos de igual para igual com a equipe colombiana. E logo aos 2 minutos em cobrança de escanteio Oscar Lopes mandou para o fundo do gol. Aos 49 ao tentar afastar uma boal cruzada Linders marcou contra. O jogo estava bonito ate que aos 87 o arbitro assinalou penalti no Estádio da Universidad do Chile. Gol convertido por Aldo Paz, a equipe se segura e fatura uma inédita Libertadores

final-liberta-de-34.png

 

Três do Alianza na Seleção da Libertadores de 2034

Chaveamento do mata-mata Libertadores 2034

Mundial De Clubes

Com o limite de 23 vagas para inscrever jogadores para o Mundial de Clubes muita gente ficou fora. A novidade dessa lista foi a inclusão do atacante joia da atual fornada Walter Anicama

No 1º jogo pela semifinal os mexicanos do América fizeram um jogo duro, complicado. O gol só veio aos 68 quando Anicama de apenas 16 anos cabeceou bola chuveirada para a área e Orozco se atrapalhou para marcar contra. O América atuou no 4222  e nós no 442 classico forçando pelos lados do campo

semi-mundial-de-34.png

Hora de pegar o Bayern Munich que veio no 442 losango enquanto nos atuamos no 4-1-4-1 contra-ataque forçando bola roubada e ligada rapidamente procurando uma escapada para Arrazabal.  

final-do-mundial-perdido-para-o-Bayern-n

Após um jogo até bem equilibrado, com maior pendor obviamente para a equipe alemã o jogo ia justamente encaminhando-se para as penalidades até que nos acrescimos do segundo tempo, o ponta direito alemão força o lateral esquerdo alianzista a recuar bola com força e velocidade para o goleiro, que se atrapalha ao dominar e marca contra. Lamentável. Bonfante pede para atacar com tudo. Em vão. Alianza vice mundial

Chaveamento do Mundial

Dois do Alianza na Seleção do Mundial

Bonfante eleito melhor técnico do Mundial

 

Tamanho sucesso ainda no meio do ano rendeu uma chamada a Seleção Mexicana.

A SEGUIR UMA MINI ATUALIZAÇÃO DO DESEMPENHO PELA SELEÇÃO MEXICANA NOS 6 AMISTOSOS DE 2034 VISANDO A PREPARAÇÃO PARA A COPA OURO 2035!

Link to comment
Share on other sites

Que time copeiro esse Alianza Lima, acho que está no DNA desse treinador tricolor de coração, formado na melhor escola ganhadora de copas, a escola gremista. Mostrando que sempre é possível montar equipes eficientes com grande poder defensivo sem abdicar do ataque. Parabens!

Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Orieomil666 disse:

Que time copeiro esse Alianza Lima, acho que está no DNA desse treinador tricolor de coração, formado na melhor escola ganhadora de copas, a escola gremista. Mostrando que sempre é possível montar equipes eficientes com grande poder defensivo sem abdicar do ataque. Parabens!

Eu brinco que sou uma mistureba de Roth com Felipão, Renato e Carille kkk Obrigado por comentar!

Link to comment
Share on other sites

Chicarito.png

DESEMPENHO DA SELEÇÃO MEXICANA NOS AMISTOSOS PREPARATORIOS PARA A COPA OURO

O Seleção do México possui uma característica que me chamou a atenção. Na lista nacional que os olheiros me preparam haviam sempre em torno de 70 nomes para serem convocados com muitos atuando na liga local (América, Cruz Azul, entre outros). O nome da Seleção poderia muito bem ser Chicarito Hernandes mas em 2034 o destaque da Seleção é Luis Antonio Molina, mais conhecido como Molina, atacante de 23 anos, que atua no Sevilha

6-amistosos.png

Equador (F) I Irâ (F) I China (F) I Costa do Marfim (C) Venezuela (C) I Argentina (C)

O desempenho da Seleção não foi dos melhores. Perder para Irã e Venezuela? Complicado ne! Destaque para o Molina. Mas para as exigencias da Copa Ouro estava tranquilo. O que preocupa é para maiores exigencias como quando (se) conseguir ir para o Mundial.

Não irei me ater a convocatória ainda nesse post!

A SEGUIR O TREINADOR DIVIDE SEU TEMPO ENTRE O COLO-COLO do Chile e a Seleção Mexicana!

Link to comment
Share on other sites

tocida-colocolo.png

CHEGANDO PARA TENTAR FAZER UM "SUPERTIME"

Ano 2035. Com grana para e sem restrições para contratar estrangeiros (O Chile ao que parece é o único país sul-americano parece que está sem limite de contratação/inscrição de estrangeiros), o Colo-Colo pensa grande para competir forte na liga local pelo titulo e na Libertadores da América que não vence ha 45 anos! Sim eles venceram a Libertadores de 1991. E ao saber que eu era o ficha 1 deles na preferencia resolvi declarar interesse.  E fui contratado!

U fato curioso que cabe mencionar refere-se a rejeição da barra-brava Antifascista de La Garra Branca pela contratação de Felipão no passado por segundo a torcida ter elogiado o ditador Pinochet. Verdade ou mal-entendido? Fato é que o Colo-Colo é o maior time em popularidade e torcida do país, tendo seus maiores rivais a Universidade de Chile e a Universidade Católica formando os 3 gigantes chilenos. O mascote é o "cacique". Possui uma grande história, por isso não vou me alongar muito.

MONTAGEM DO ELENCO

O chileno é um campeonato muito bom de jogar mas também dificil por 3 times conforme mencionado acima polarizarem o campeonato por serem muito mais forte. São 16 equipes que se enfrentam em turno e returno num total de 30 jogos. Fez mais pontos? Pronto, é o campeão! Outra vantagem é a questão de não haver limites de inscritos. Isso é tudo o que Bonfante sonhava. E o Colo-Colo confiava em sua capacidade para o torneio nacional e continental.

CHEGARAM15 reforços chegaram ao clube, sendo apenas 2 chilenos. Uma legião de estrangeiros com 5 peruanos do Alianza Lima recém-campeões da Libertadores com o treinador (LE Villacorta, LD Hermoza, MOE/ME Rodas, MC Portales  e o ZAG Castillo), além do goleiro do Barcelona-ECU Jho Hurtado, que já havia trabalhado com o treinador também, nos tempos de Equador. Do O'Higgins (CHI), veio o ponta direita experiente Ampuero; o ponta esquerdo espanhol ex- Milionarios (COL) Zafra; o zagueiro brasileiro Sérgio estava no La Serena, segundona chilena; Díaz, um ponta direito colombiano, ex- América de Cali; o italiano Garbarino estava no Patriotas (CHI); o meia central colombiano Yonni Gimenez veio do La Equidad (COL); o jamaicano Belafonte, ex- Montego Bay United e or fim a cereja do bolo contratado para a reta final num grande esforço, o atacante que estava em alta no Coquimbo Unido (CHI) esse a peso de ouro bancando a multa de quase 30 M, o chileno Bernardo Vivanco. Me irritei tanto pelo preço que coloquei 200M a multa rescisória (na época deixei me levar pelo entusiasmo dos torneios).

SAÍDAS: Muitas foram as saídas também.13 saídas ocorreram a 88 milhões de reais.

A história nesse mesmo post a seguir será dividida em 2 partes: nacional e Libertadores

PARTE 1: CAMPEAO CHILENO 2035

Bonfante chega ao Chile a 2 jogos da SuperCopa do Chile e sem reforços ainda é "engolido" pela Universidad do Chile ao perder por 2x0 e ficar com o vice-campeonato. Mas com a equipe altamente reforçada e remodelada a equipe passou a dominar o chileno sem muitos sustos, sendo as maiores ameaças as 2 "Universidad" e O'Higgins que fez um ano incirivel também

 

O TURNO

Turno avassalador, mas sem Vivanco ainda...

turno-chileno.png

 

O RETURNO

Para o segundo turno já com uma equipe mais entrosado e reforçada por Vivanco....muito craque ele.

returno-chileno.png

E assim o Colo Colo terminou a edição 2035 com o titulo chileno, o que considero pouco, pois reforçamos a equipe para levar a Libertadores da América. Mas isso é assunto para o próximo post!

colocolo-campeao-chileno-de-2035.png

Mas nessa carreira, no futebol como na vida nem sempre grandes elencos ganham tudo. Na década de 90 no Brasil montaram-se grandes elencos por exemplo do Palmeiras, Flamengo e Vasco que pouco ou nada ganharam perto dos elenco montados.

Outras noticias:

Bonfante eleito Treinador do Ano no Chile

Bonfante eleito melhor treinador do Chileno

Jamaicano Belafonte leva o bronze de Jovem Revelação

Seleção do campeonato. Apenas Vincent Diaz do Colo-Colo entre os 11

Os demais premios foram conquistados em sa grande maioria pelo O'Higgins, a grande sensação da temporada.

Vivanco fez uma grande temporada mas não conseguiu a artilharia

 

 

PARTE 2: A LIBERTADORES QUE POR POUCO NÃO VEIO

As equipes chilenas podem não estar no patamar das argentinas, brasileiras e colombianas mas sempre entram para incomodar na competição, principalmente as Universidade's, mas tentei mudar esse cenário em 2035. Não consegui o titulo mas fomos longe , tentamos.

FASE DE GRUPOS

O sorteio nos colocou para enfrentar o rival local Union Española, o forte argentino Boca Juniors e a sempre fraca equipe bolivina do The Strongest (embora joguem na altitude). Era briga direta com o rival local e fazer o resultado contra o The Strongest. Era um grupo bem acessível até mas que exigia atenção pois o Boca era forte e o rival local era uma equipe de boa qualidade.

FASE-DE-GRUPOS.png

Formações usadas na temporada: 4-2-3-1 com pontas, 4-1-4-1 com pontas, volante e sem armador e 4-4-1-1 assimétrico com volante. A explicação para o volante era porque ate meados da temporada faltavam opções suficiente para o meio campo (MC). Em casa dominamos o jogo atacamos mais, mas não saímos do 1x1 com o rival local na estreia.  Já na Bolívia a superioridade foi assombrosa, 32 chutes a 4 com 2 gols cada dos atacantes Llanos e Lavin fizemos uma goleada protocolar. Nos dois jogos contra o Boca Junirors era nós que parecia sermos o "The Strongest": com a equipe argentina muito superior a atuação em campo refletiu-se nos resultados. Novamente em casa Llanos , em grande fase fez hat-trick para mais uma goleada sobre a equipe boliviana. Por fim bastava um empate em Santiago para se classificar, mas vencemos o rival e passamos em segundo para a próxima fase da competição, nos embalos de Llanos.

fase-de-grupos-colocolo-tabela.png

Fase difícil já que o The Strongest não conseguiu tirar ponto de ninguém. Se pegássemos um adversário mais forte que o Union teríamos nos complicado e muito nessa fase.

Oitavas de Finais

Pelas oitavas de finais enfrentaríamos uma equipe bastante tranquila: os colombianos do Junior de Barranquilla. Atuando melhor tanto em casa quanto fora passamos sem muitos sustos pelos colombianos.

oitavas-colocolo.png

Quartas de Finais

Confronto duro pelas quartas-de-finais. Recebemos o Flamengo e devida a maior qualidade da equipe brasileira, armei a equipe no 4-1-4-1 contra-ataque cautelosa mesmo sendo em casa. Estranhamente o Flamengo também atuou retrancado mas no 4-2-1-2-1. Com Llanos marcando novamente vencemos os brasileiros por 2x0 levando boa vantagem para o Rio de Janeiro no jogo da volta. No Rio atuamos novamente no 4-1-4-1 enquanto o Flamengo se armou no clássico 4-4-2. Zafra abriu o marcador para o Colo-Colo. O Flamengo virou para 3x1 mas graças ao gol fora íamos passando de fase. Então no desespero no penúltimo lance foram para o ataque perderam a bola e Lavin aos 93 fez mais um garantindo a vaga na semifinal

quartas-colocolo.png

Semi Finais

Então chegou a semifinal e a equipe não conseguiu repetir as boas atuações. Parece que o Milionários estava "magoado" por ter eliminado eles na temporada passada aos pés do Alianza. Na imprensa colombiana isso havia sido tratado como humilhação e revanche. 

semi-liberta-de-35.png

Com 19 chutes a 5 não conseguimos transformar a superioridade ofensiva em gols e nossa eliminação começou ali. Na Colômbia o primeiro tempo foi um desastre. Após Vivanco abrir o marcador aos 13,  a equipe colombiana virou para 2x1 ao natural sem maiores dificuldades. No intervalo, cobrança forte por melhor postura o time vai pra cima, atua bem melhor e aos 60 minutos o grande momento quando Castro cobra pênalti, displicentemente no meio do gol e joga fora a possível classificação e trabalho de toda uma temporada. Se teve multa? Obvio e em 2 semanas. Ficou puto comigo? Com certeza, mas mais puto estava eu por sua displicência. Vida que segue.....

O Milionários venceria de virada o Boca na sequencia e se tornaria campeão da Libertadores dessa edição ao bater o Boca Juniors na final. Também venceria o Mundial de Clubes ao bater o Real Madrid nas penalidades. Estranho já que para mim o Boca era muito mais forte que o Milionários. E talvez terminássemos no máximo vice mesmo se avançássemos. O Milionários cresceu e se tornou em 2305 pelo menos o maior clube da Colômbia superando o Atlético Nacional.

Milionários (COL) Campeão da Libertadores 2035

Milionarios (COL) campeão mundial

Quanto a Copa do Chile essa não era prioridade e atuamos o tempo todo de reservas, passamos por 2 equipes da segunda e fomos eliminados eliminado nas quartas-de-finais pelo rival Universidade Católica.

Senti que mesmo sendo forte os times do Chile ainda estão bem abaixo de colombianos, argentinos e obviamente brasileiros. Pensei ao final da temporada 2035 em ficar somente no comando da Seleção Mexicana enquanto não viesse propostas da Colombia.

A SEGUIR AINDA NA TEMPORADA 2035 COMO FOI NO COMANDO DA SELEÇÃO MEXICANA NA COPA OURO!

Link to comment
Share on other sites

BANNER-MEXICO-CAMPEAO-COPA-OURO.png

ULTIMOS AMISTOSOS PREPARATORIOS

Encerramos a preparação indo mal nos últimos amistosos pré-Copa Ouro. Nos dois jogos realizados fora da América do Norte mais 2 atuações ruins e sem vencer.

COPA-OURO-E-LIGA-DAS-NA-OES-TEMPORADA-23

Amistosos: Brasil (jogo nos USA) I Peru (F)

Fase de Grupos - Liga das Nações da América no Norte Divisão A: Panamá (F) I El Salvador (C) I El Salvador (F) I Panamá (C)

Fase  de Grupos - Copa Ouro (disputada nos USA): Ilhas Martinica I El Salvador I Cuba     Quartas: Canadá      Semi: Honduras         Final: USA

 

Em mais uma grande temporada de Molina a serviço da Seleção terminamos líder do grupo da Liga das Nações da América do Norte e classificando-se no Grupo 3 para as semifinais a serem disputadas em 2026.

lider-do-grupo-3-liga-na-oes-2035.png

Grupo 1 I Grupo 2 I Grupo 4 Todos os grupos

Muito fraca a qualidade dos desafiantes e cumprimos nossa obrigação de ser lider. O mesmo na chave de grupos Grupo D da Copa Ouro que classificamos com folga e novamente sem levar gols.

grupo-d-copa-ouro.png

Os outros 3 grupos da Copa Ouro

A verdade que as únicas boas equipes dessa temporada na América do Norte são USA e México. USA sim um adversário a altura, tanto que fizemos uma dura partida na final e fomos campeões graças a uma penalidade convertida pelo Molina no segundo tempo. Molina terminou a COPA OURO como o artilheiro da mesma.

11º titulo mexicano contra 9 dos USA em 22 edições. Canada e Honduras venceram uma unica vez desde 1991. A conquista deu vaga na próxima Taça das Confederações.

A SEGUIR: MÉXICO VENCE A LIGA DAS NAÇOES E NAS ELIMINATÓRIAS SE CLASSIFICA PARA A COPA DO MUNDO!

Link to comment
Share on other sites

campeao-liga-das-na-oes.png

AMISTOSO DE PREPARAÇÃO PARA A LIGA DAS NAÇÕES

Iniciamos o anos fazendo um bom amistoso em solo europeu e então se dedicamos as decisões da Liga das Nações. Tanto na semifinal quanto na final Molina marcou um gol e conquistamos mais uma Liga. A 7ª em 10 edições realizadas e com isso conquistamos a vaga para a próxima Copa Ouro. Com muito tempo sem ter jogos até a disputa das Eliminatórias para a Copa, marcamos um amistoso contra o Marrocos. E a atuação foi bastante fraca. Para as eliminatórias como já era de esperar caímos num grupo bastante fácil mais uma vez. Finalizei com 2 bons jogos contra França e Republica Checa.

MEXICO-2036.png

Amistosos: Alemanha (F) I Marrocos (F) I França (F) I Republica Checa (F)

Liga das Nações da América do Norte: Semifinal: Jamaica (N) I USA (N)

Eliminatórias da Copa do Mundo: Guatemala (C) I Trinidad e Tobago (F) I Honduras (F) I Trinidad e Tobago (C)

(N significa neutro. A Liga foi disputada na Jamaica)

 

Após 4 vitórias seguidas consegui classificar o México com 2 jogos por disputar ainda.

Link to comment
Share on other sites

ultima-sele-o-br-campea-do-mundo-ate-2038.png

***Estamos em 2037 e essa continua sendo a ultima seleção BR a conquistar a Copa para o Brasil. Que seca hein?!***

 

O QUE ACONTECEU COM O MÉXICO APÓS MINHA SAÍDA?

Faltavam 2 jogos por disputar nas eliminatórias apenas, o México já estava classificado. Iria apenas cumprir tabela. Eu estava feliz e a me preparava para disputar a Copa das Confederações. Quando leio os jornais e vejo o Cuca demitido da Seleção Brasileira, sabe-se la por que já que o Brasil liderava as eliminatórias. E pensei "não Brasil, não me chame, não agora". Não deu outra no dia seguinte sem entrevista alguma já me fizeram a proposta. Quase 1 Milhão de reais mensais (937 mil reais mensais). Diego Ramirez, mexicano ex- Atlante e Monterrey, agora com 56 anos assumiu a seleção mexicana e fez mais 2 goleadas e terminaram tranquilamente líderes do grupo. EUA, México, Canadá, Costa Rica, Jamaica e Honduras estão classificadas para a Copa e El Salvador brigará na repescagem.  No comando de Ramirez foram segundo na fase de grupos da Taça das Confederações mas bateram a Itália e a Coréia do Sul para pela segunda vez na historia levantar o troféu. O titulo não vinha há 40 anos. Parece que o México está ainda mais forte nas mãos de Ramires embora eu a viesse notando uma evolução nos últimos amistosos feitos contra equipes europeias. Mas eu não sou doido de negar uma chamada para a nossa canarinho.

ESPECULAÇÕES ATÉ CHEGAR NO RIVER PLATE (ARG)

Ao mesmo tempo eu seguia tentando vagas na Colômbia. Por que raios é tao difícil ir para esse país????? Então passei a mirar equipes mexicanas, toda vaga lá estava eu..até que numa entrevista com o Tigres deu certo e descobri o real motivo: em 2037 as equipes já estavam fartas de treinadores que passavam um ano ate 2 e saiam do clube, queriam projetos a longo prazo. Ao declarar isso, pronto! Proposta feita pelo Tigres, mas ao ver que o clube possuia apenas 5% da renda de bilheteria e parecia nao ter tanto dinheiro recusei a proposta....somente mais tarde, la pela metade do ano os argentinos Racing, Estudiantes, Rosario, San Lorenzo, River Plate  e mais um outro passaram a demonstrar forte interesse. Cheguei a fazer entrevistas no Racing e Estudiantes mas havia pouca probabilidade de me chamarem. Até que o River Plate muito interessado me chamou. Eu confesso que eu odeio o River Plate, desculpe ai @ElPerroMG mas odeio mesmo. Sou torcedor do Boca Juniors mas por estar há mais de um ano e meio sem emprego em clubes e por ser um grande da Argentina deixei minha paixão de lado e aceitei. Quase me arrependi, pois o River estava em frangalhos:sem comissão técnica, sem jogadores suficientes, um desastre de gestão....maaaas é o grande River né, um dos maiores do continente, o mais alto ponto da carreira do treinador até então. Acabei aceitando, mas isso somente em Julho de 2037..até la muita coisa aconteceu pela Seleção.

PANORAMA ENCONTRADO NA SELEÇÃO

Ainda mais que assumi ela numa situação muito tranquila. Já haviam se passado 12 rodadas. Faltando apenas 6 rodadas, tínhamos onze pontos de vantagem. Bastavam matematicamente 3 vitorias em 6 jogos e na prática provavelmente até menos.

ÚLTIMOS 6 JOGOS PELA SELEÇÃO

O primeiro jogo fora de casa teve uma ligeira superioridade do Brasil e o gol saiu de um jogador que me chamou muita atenção: Toninho, 31 anos, armador que está desde 2018 no Grêmio com impressionantes números mesmo com a carreira indo para o final. Ele cobrou falta e ainda correu para pegar o rebote do goleiro e abrir o placar logo aos 7 minutos. Ainda em Março recebemos na Arena Castelão a Seleção Chilena. Novamente melhor em campo os gols saíram em jogada de escanteio com o zagueiro do Santos, Sérgio e em contra-ataque que terminou no gol do ponta esquerdo Zidane, jogador do Borussia Dortmund. Poise e ainda convoquei um tal de França na outra ponta....vai ver o pai dos garotos gostava da seleção francesa, só pode rs rs. Com muito tempo sem jogos e ainda sem clube para treinar marquei 2 amistosos para condicionar a equipe e ir testando outros jogadores. Num jogo bem equilibrado atuamos melhor e vencemos Senegal no "Estadio do Vitória" em Pernambuco. No estadio do Kashima Antlers foi um bombardeio, vencemos por 2x0 o Japão mas poderia ter sido muito mais. Atuamos no 4231 em casa e no 4141 fora. Aí em Julho eu fechei com o River Plate (contarei no próximo post). No mês de Agosto tivemos a disputa do Super Clássico das Américas realizado no Catar dessa vez e foi um espetáculo, um grande jogo onde o Brasil saiu na frente levou a virada e somente nos acréscimos fez o gol do titulo. Com 9 titulos de cada lado o Superclassico era um tira-teima, melhor para nossa Seleção que agora marca 10x9 nas conquistas de Superclassicos.

jogos-que-assumi-a-sele-ao-reta-final-da

Eliminatórias: Uruguai (F) I Chile (C) I Paraguai (C) I Equador (F) I Colômbia (C) I Venezuela (C)

Amistosos: Senegal (C) I Japão (F)                                          Superclássico das Américas: Argentina (N)

Abrimos setembro com um jogo no estádio Morenão, estádio do Comercial (MS) goleando o Paraguai com gols do ponta direita do Flamengo César França e de Zidane. No Equador a Seleção, já classificados para a Copa, a Seleção  ia vencendo mais uma até que no fim do jogo Tenório descontou

Sem compromisso, o treinador Bonfante testou alguns novos jogadores para os jogos finais. Na Arena do Gremio, num jogo super pegado e equilibrado destaque para o centroavante Caio, atacante do Sevilha. Por fim cumprindo tabelas na ultima rodada vencemos mais uma na Arena Castelão diante da fraca seleção venezuelana por 2x0.  São 5 vitorias e um empate do treinador pela Seleção. Mais um superclassico vencido, e mais 2 amistosos. Somando tudo são 8 vitorias e 1 empate até o momento. Será que agora o Hexa vem?

CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS ELIMINATÓRIAS

TABELA-FINAL-DAS-ELIMINATORIAS.png

O jogo mais interessante da ultima rodada aconteceu entre Uruguai e Peru na briga por uma vaga na repescagem. Melhor para o Uruguai!

Muitos jogadores pedindo espaço no ataque, pontas e armação. Não da para levar todos!. O experiente armador do Grêmio Gavião em boa fase no Brasileirão é duvida para o treinador. Ele que em 2037 tem sido eleito melhor jogador do mundo PASMEM, atuando no Brasil (e pelo Gremio). Que interessante a força do Gremio em 2037 com jogadores como Toninho e Gavião.

Estatísticas de jogadores

Estatísticas de equipes

Ano que vem teremos Copa do Mundo!

A SEGUIR O POST DO MOMENTO EM QUE ESTOU ATUALMENTE JOGANDO: RIVER PLATE!

Link to comment
Share on other sites

banner-river-plate.png

O PANORAMA ENCONTRADO: Um River "HOR'RIVER" DE RUIM

Bom a historia do River Plate dispensa comentários. Contudo cheguei em julho ao Monumental de Nunes, estado com mais de 80 mil lugares que facilmente poe uns 50 mil torcedores em grandes jogos, em Buenos Aires e deparo-me com um River Plate irreconhecível: 13 anos de seca na Argentina;com o Rival Boca a vencer os últimos 7 anos do campeonato local. Menos mal que em 2030 a equipe venceu mais uma Libertadores e um mundial de clubes, alem da superleague cup de 2030 e a sul-americana de 2036 e as copa da argentina de 2031 e 2034 e alguns torneios locais esporadicamente menos badalados como a 3 supercopas argentinas nos anos 2030. Gallardo deixou o clube ainda em 2019, não sei quem assumiu ate 2026 (provavelmente o interino) e a partir dali ate o momento Zé Ricardo foi quem comandou a equipe.Gallardo ao contrario de Zé considerado uma lenda para eles

Uma projeção financeira que não era das melhores e com ninguém na equipe técnica. Parece que Zé levou toda comissão técnica embora com ele.

Junte-se a isso a característica de Bonfante chegar nos clubes estilo Luxemburgo/Sampaoli exigindo jogadores de algum gabarito;que para a Libertadores 4 jogadores estavam lesionados gravemente;  que dos jogadores  não inscritos para a próxima fase da Libertadores  apenas 3 podendo ser inscritos; e que ai sobrando apenas 12 jogadores podendo ser relacionados. Pronto a pressão estava formada. Pelo menos a Direção não exigia o titulo nacional ainda, me aliviou exigindo vaga para a Libertadores podendo ser até mesmo pela Pré. Começo muito complicado, exigindo muita paciência e habilidade de dialogo do treinador. Logo em um grande clube com gestão desastrosa!

CONTRATAÇÕES DA TEMPORADA E SAÍDAS

Saídas: Fora dos planos do treinador 16 atletas foram negociados no decorrer do ano gerando 77 milhões de reais

Chegadas: Outros 9 atletas chegaram a um custo de 95 milhões de reais, pois não estava facil negociar com rival e ex-clube. Omar Maciel, volante de 33 anos veio por estar livre mas não fui eu que pedi, por mim não viria. O goleiro Cisterna, ex- Velez é outra herança maldita, assim como o colombiano Oscar Diaz, ex-atacante do Atlético Nacional. Agora quem o treinador Bonfante trouxe: o seu lateral esquerdo de confiança ao menos para grupo Villacorta, ex- Alianza e ex-Colo-Colo com o treinador. Encontramos 2 prodigios colombianos polivalentes no ataque (Olha ai @ElPerroMG eu dando uma de Gallardo quem diria rs rs): Guerrero, ex- Independiente Santa Fé e Escobar, ex-Milionarios. Por fim a peso de ouro precisando bancar multas trouxemos o meia central costa-marfinense Touré ex-ASEC Mimosas e ex- O'hIGGINS ; o meia central ganês Accam dos meus tempos de Colo-Colo mas que começou no Hearts of Oak, e por fim o ex-zagueiro do Estudiantes Gracian

Com o mercado muito inflacionado essas transações foram um tanto perigosas e nosso orçamento de 140 Milhões reduziu-se a apenas 9 milhões já que muitos clubes tem sido difícil de negociar sendo necessário bancar multas a vista. Menos mal que o River tem uma grande torcida e a Libertadores se conseguirmos ir bem pode nos ajudar.

CAMPEONATO ARGENTINO E LIBERTADORES

JOGOS DE AGOSTO

Quando cheguei ao clube eles haviam feito 2 amistosos e 2 jogos pelas oitavas de finais da Libertadores eliminando o Palmeiras. Isso em julho. Em agosto foi complicado: 

agosto-inicia-a-superliga-quilmes.png

Com um começo razoável no Argentino a equipe toda desconfigurada para a disputa continental levou uma "surra" do Milionarios. Que time que resolveu tirar para me incomodar hein!?! Hehehe.

 

JOGOS DE SETEMBRO

A equipe sentiu o golpe, levou isso para a liga local e demorou um pouco para reagir indo para a metade inferior da tabela e sofrendo as criticas da imprensa e torcida. Mas nada melhor que um jogo contra uma equipe mais fraca como o Godoy Cruz para as coisas começarem a se alinhar. Embora a derrota previsível para o Boca Juniors pelo momento das equipes a vitoria contra o Racing foi de extrema importância.

jogos-de-setembro.png

 

JOGOS DE OUTUBRO

A eliminação da Libertadores no fundo fez até bem, pois permitiu concentração total na Superliga. Outubro teve adversários mais fáceis e aproveitamos isso para ficar invictos nesse mês. Um dos melhores meses em resultados.

jogos-de-outubro.png

 

JOGOS DE NOVEMBRO

Já Novembro foi um pouco mais conturbado ao perdermos os clássicos para o Independiente e o Rosário do nosso fã @Orieomil666. Contra as equipes mais fracas porém fizemos o dever de casa de um time grande.

JOGOS-DE-NOVEMBRO.png

 

JOGOS DE DEZEMBRO

O mês de Dezembro, foi bem generoso proporcionando 2 confrontos tranquilos em que vencemos ambos.

jogos-de-dezembro.png

 

JOGOS DE JANEIRO

De dezembro até quase final de Janeiro ficamos muitos dias sem jogos. Bom para reunir a equipe, fazer treinos, unir o grupo e fortalecer o plantel. A equipe saiu-se bem nos amistosos inter temporada mas voltou a perder para o rival e a ter dificuldades ainda frente ao Estudiantes.

jogos-de-janeiro.png

 

JOGOS DE FEVEREIRO

Fevereiro na Liga Argentina continuei tendo problema ao enfrentar os grandes e mais um  certo azar na Libertadores chamado Colo-colo: eu criei um monstro. Agora teria de enfrentar um time forte que eu mesmo montei no passado. Num jogo super equilibrado no Chile saímos perdendo logo aos 17 minutos e como muita dificuldade somente aos 85 o jovem Guerreiro empatou o jogo em jogada de escanteio.

Jogos-de-fevereiro.png

 

JOGOS DE MARÇO

Os empates de março impediram o River Plate de avançar na tabela mas fazendo 4 pontos a cada 6 a equipe foi subindo bem na tabela e passando a entrar no grupo de Libertadores. Enquanto isso pela Libertadores o destino anda brincalhão comigo.....me pos a enfrentar outro ex-clube, menos mal que tenha sido a fraca equipe do Cerro Portenho e por outro lado o América de Cali, time colombiano. Aliás colombianos são sempre encardidos de enfrentar. Ao menos não é o Milionários rs rs.

JOGOS-DE-MAR-O.png

 

JOGOS DE ABRIL

Em abril o ultimo jogo da liga contra o fraco San Martin fechamos a liga com vitoria em quarto lugar conseguindo vaga direta para a próxima Libertadores e tivemos de infelizmente ver o Boca ampliar sua hegemonia para 8 ti tulos seguidos. Com o fim da Superliga tivemos 3 jogos na sequencia pela Libertadores. Amplamente superior massacramos o Cerro Portenho com 3 gols do ponta esquerdo Miguel Diaz mesmo sendo no Paraguai o jogo e sofremos mais uma vez para vencer o America de Cali. Já classificado poupei o time para enfrentar o Colo-Colo em casa e paguei por isso sendo derrotado pelos chilenos. Derrota que prejudicou o America de Cali que venceu os paraguaios por 1x0. Acusações de venda de jogo dos colombianos? Nada disso, cada um com seus problemas, temos nosso planejamento e acho mais dificil enfrentar os colombianos, então um rival a menos no caminho.

jogos-de-abril-ne.png

Com isso terminamos lideres do grupo e agora aguardamos o sorteio da próxima fase para saber quem iremos enfrentar nas oitavas de finais.

liberta-38.png

E em quarto lugar na SuperLiga o que penso ser uma excelente posição para um tumultuado primeiro ano de trabalho.

superliga-fim-da-temporada.png

6ºmelhor ataque e melhor defesa da Liga. Não levamos nenhum premio ainda...Próximo jogo será em casa pelas oitava de finais da SuperLeague Cup diante do San Lorenzo finalizando a temporada 2037/2038 ( tipo se fosse uma copa da argentina mas só com times da primeira divisões, ou seja um torneio inútil ne?) e no mês de Julho teremos um jogo pela 5ª eliminatória da Copa da Argentina contra o Temperley da segundona argentina. Não sei quando sai o calendário de jogos da superliga da próxima temporada e nem saíram as premiações desta temporada ainda.

 

E quanto a Seleção Brasileira o que tem ocorrido em 2038?

Pois bem realizamos apenas 2 amistoso onde goleamos San Marino e perdemos jogando mal para a Espanha numa atuação preocupante. Ainda temos marcados mais 2 amistosos diante de USA e Cuba antes de estrearmos na Copa do Mundo num grupo com Nova Zelandia e Noruega.

jogos-da-sele-ao-2038.png

E isso é tudo por enquanto. Postei em excesso últimos dias, mas quis aproveitar o tempo livre que estou tendo com horário reduzido para 6 horas devido a pandemia. Esse e o estagio atual. Aqui é onde o save está no momento. Daqui em diante é tudo novidade até para mim, faltando jogar a sequencia dessa saga! Então vai demorar no minimo uma semana ou mais para nova atualização!

Obrigado!

Link to comment
Share on other sites

Caramba deu um gás na saga relatada hein hahaha... vamos lá. Que timaço esse montado no Colo-Colo, é sempre bom ter peças quando se precisa e ótimo ter um torneio onde se sabe a regra para ser campeão ( Não é o caso do peruano).  Sempre perigoso trocar um time inteiro ( entraram 15 / saíram 13) sobre a questão da coesão e também da harmonia, mas não houve problemas quanto a isso, mérito também do treinador. Uma pena não ser campeão logo na chegada, mas é difícil fazer o time jogar ao nosso modo em tão pouco tempo. A qualidade do time ficou evidente com um passeio no turno e no returno, sem surpresas Colo-Colo tinha o melhor elenco. Na libertadores é algo mais complicado, mas o jogo contra o Flamengo acredito ter sido o mais emocionante, não é fácil ganhar deles muito bem feito. Perder pro campeão da libertadores e do posteriormente do mundo não é nem um pouco vergonhoso, muito pelo contrário. E lá se vai Bonfante el aldarillo rumo a uma nova aventura e agora chegando a sempre técnica seleção mexicana. Muito boa passagem, mais uma, na seleção mexicana com copa das nações e passaporte pra copa no bolso. É difícil negar quando a Seleção chama, qualquer técnico trocaria a seleção mexicana pela brasileira. Como a seleção brasileira tem facilidade de criar craques, deve ser muito bom ter essa experiência. Sonhando com Medellín, acordando em Buenos Aires num dos club más grande de Argentina. Desafio aceito de reconstruir esse gigante, ótimo desafio!! Ansioso pela continuação da saga!!!

Link to comment
Share on other sites

  • AllMight changed the title to O Desbravador da América
  • marciof89 locked this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

  • Similar Content

    • Nei of
      By Nei of
      “Depois de maio de 1940, os bons tempos se acabaram: primeiro a guerra a capitulação, seguida da chegada dos alemães. Foi então que, realmente, principiaram os sofrimentos dos judeus. Decretos anti-semitas surgiam, uns após os outros, em rápida sucessão. Os judeus tinham de usar, bem à vista, uma estrela amarela; os judeus tinham de entregar suas bicicletas; os judeus não podiam andar de bonde; os judeus não podiam dirigir automóveis. Só lhes era permitido fazer compras das três as cinco e, mesmo assim, apenas em lojas que tivessem uma placa com os dizeres: LOSA ISRAELIA. Os judeus eram obrigados a se recolher a suas casas às oito da noite, e, depois dessa hora, não podiam sentar-se nem mesmo em seus próprios jardins. Os judeus não podiam frequentar teatros, cinemas e outros locais de diversão. Os judeus não podiam praticar esportes publicamente. Piscinas, quadras de tênis, campos de hóquei e outros locais para a prática de esportes eram-lhes terminantemente proibidos. Os judeus não podiam visitar os cristãos. Só podiam frequentar escolas judias, sofrendo ainda uma série de restrições semelhantes.
      Assim, não podíamos fazer isto e estávamos proibidos de fazer aquilo. Mas a vida continuava, apesar de tudo Jopie costumava dizer-me: _ A gente tem medo de fazer qualquer coisa porque pode estar proibido. _ Nossa liberdade era tremendamente limitada, mas ainda assim as coisas eram suportáveis.” Diário de Anne Frank, págs. 11 e 12.
       
      Não possuo qualquer ligação com a comunidade judaica, nem ascendência ou apreço maior por algum clube com tal relação. Por outro lado, os absurdos cometidos pelos nazistas foram muito bem documentados para não deixar ninguém incauto. Nada obstante, a idiotice humana aparece com mais força em tempos e situações de escassez (econômica, política, cultural...), portanto não me surpreendem que manifestações preconceituosas se reciclem em nossa história.
      A não ser que cheguemos em um tempo de disponibilidade total de recursos (o que considero improvável), entendo que o preconceito sempre existirá, transmutando-se em mentes fracas e com medo. Sim, o preconceito é a voz do medo e faz do ódio seu fio condutor. Por isso, não consigo ver muito sentido na frase comum: “não acredito que em 2019 alguém ainda pense assim”. Pois pensamos absurdos todo santo dia e o melhor que podemos fazer é explorar nossas opiniões, amadurecê-las e buscar evoluir – a expressão preconceituosa é imatura, fechada em si mesma e irracional.
      Apesar de não ser judeu, meu nome – para quem ainda não sabe – é Israel (tambores de revelação). O livro da Anne Frank chegou agora em minha vida e a genialidade, sensibilidade e capacidade de transmitir a crueldade e dor de um período com a sutileza do olhar de uma criança de 13 anos, me tocou demais.
      Pensei, portanto, em fazer uma jornada entre Alemanha e Holanda, lugares por onde Anne passou. Mas como ficaria um tanto limitado, decidi que vou começar de baixo, trabalhando em clubes com ligações à comunidade judaica, especialmente em Alemanha, Holanda e Israel, eventualmente jogando em algum clube dos EUA. O objetivo é chegar ao topo da carreira treinando Ajax e/ou Tottenham.
      A princípio começaria em Frankfurt, mas não consegui encontrar na base de dados (German System Football League - dica muito boa do @Johann Duwe) que estou utilizando o FC Gudesding Frankfurt, um clube criado por amigos judeus em Frankfurt an Main, cidade de nascimento de Anne. Enquanto procurava, me chamou atenção o TuS Makkabi Berlin e é por lá que vamos começar. Ou melhor, por onde Pedro Van Pels vai começar sua carreira.
       
      Makkabi Berlin
      Fundado em 1898, o clube antecessor Bar Kochba Berlin era uma das maiores organizações judaicas do mundo em 1930, com mais de 40.000 membros de 24 países, parte do movimento geral de Bar-Kochba destinado a promover a educação física e a herança judaica. O clube organizou equipes em vários esportes, incluindo um time de futebol que competiu nas ligas da cidade entre 1911 e 1929. Em 1924, Lilli Henoch, recordista mundial de eventos de discus, arremesso de peso e revezamento de 4 × 100 metros, treinou as mulheres. (Henoch foi assassinada pelos nazistas em um gueto próximo a Riga, Letônia, em 1942).
      Em 1929, o Bar Kochba fundiu-se com o Hakoah Berlin para formar o clube esportivo Bar Kochba-Hakoah . O lado Hakoah teve um sucesso cada vez maior, conquistando três campeonatos consecutivos na divisão inferior entre 1925 e 1927. Eles eram promovidos a cada vez até que, em 1928, jogavam futebol de primeira linha. O lado recém-combinado continuou a competir como Hakoah depois de 1929.
      A ascensão ao poder dos nazistas no início dos anos 30 levou à discriminação contra judeus e, em 1933, as equipes judias foram excluídas da competição geral e limitadas a jogar em ligas ou torneios separados. Em 1938, as equipes judaicas foram banidas imediatamente, quando a discriminação se transformou em perseguição.
      Em 26 de novembro de 1970, o TuS Makkabi Berlin foi formado a partir da fusão da Bar-Kochba Berlin (ginástica e atletismo), Hakoah Berlin (futebol, restabelecido em 1945) e Makkabi Berlin (boxe).
      Aparentemente não possui quaisquer títulos, mas poderei descobrir mais sobre o clube no decorrer.
      O clube joga a Berlin Liga, que faz parte do sexto nível do futebol alemão, tendo o seguinte caminho de ascensão:

       
      Índice:
      Histórico:
      Ligas selecionadas:
       
    • AllMight
      By AllMight
      A REENCARNAÇÃO DO HERÓI
      Olá, aqui estou de volta, já faz algum tempo que estava planejando este save mas nos últimos meses não tinha motivação para jogar FM novamente, isso tudo voltou quando estava com um PC velho e resolvi baixar o FM13 para passar um tempo, foi baixar o game e vontade de jogar veio com tudo pra cima de mim. Isso já faz um tempo, fui me segurando para não começar o save sem um formato estabelecido e conversando com um pessoal daqui da área e especialmente o @Tsuru fui estabelecendo as diretrizes do save.
      O save será totalmente dentro da Dinamarca, embora eu tenha carregado mais algumas ligas elas estão como "ver apenas", e terá como objetivo principal treinar a Seleção Dinamarquesa e superar a melhor campanha da seleção em Copas do Mundo, mas para isso preciso percorrer um longo caminho, meu treinador começará sua jornada com 20 anos e sem qualificações anteriores e com um passado somente no futebol amador. O nome dele será Holger Dasnke, o mesmo nome do herói que segundo a lenda quando a Dinamarca passar por um perigo iminente ele levantará do seu trono e libertará a nação.

       
      DIRETRIZES DO SAVE
      Não sair dos clubes pedindo demissão ou se candidatando a outros clubes, só sair em fim de contrato ou sendo demitido. Não assumir clubes de divisões superiores ao meu antigo clube. Na primeira divisão até ganhar um título nacional, só assumir clubes que acabaram de subir ou da segunda divisão. Não assumir a seleção principal da Dinamarca sem antes ganhar um título nacional de primeira divisão. Não usar a barra de pesquisas para contratação de jogadores/staff, usar somente a base de dados fornecidas pelos olheiros do clube e pelos agentes.  
      OBJETIVOS DO SAVE
      Ganhar o Campeonato Dinamarquês Ganhar a Eurocopa Ganhar as Olimpíadas Chegar em uma Semi-Final de Copa do Mundo  
      ÍNDICE
      Temporada 1
      O primeiro emprego
      Os heróis improváveis
      Uma contratação mágica: Ibra chega ao Kolding!
      Um pistoleiro sem balas
      Temporada 2
      Seguindo os passos do mestre Fernando
      Um segundo turno complicado
      Um pouco de esperança
      Temporada 3
      Início muito promissor
      Consistência
      A primeira conquista do herói
      Temporada 4
      Novo lar
      Os verdes
      Trapalhões
      O azarado
      Temporada 5
      Começo decepcionante
      Um leve progresso
      A maldição da décima colocação
      Temporada 6
      O herói ainda resiste...
      Temporada 7
      De volta ao lar
      Os primeiros jogos
      O fim da batalha
      Temporada 8
      Lutando contra leões
      Choque de realidade
      De volta ao jogo
      Relações estremecidas
      Correnteza alviceleste
      Temporada 9
      Olá, Superliga!
      Recorde negativo
      Saco de pancadas
      Temporada para esquecer
      Temporada 10
      Convite inusitado
      Mudanças à vista
      A volta das férias
      A decisão
       
      RETROSPECTIVAS
      Retrospectiva 2018-2023
      Retrospectiva 2023-2028
       
      HISTÓRICO DE CLUBES
      Kolding BK (2019 - 2022)
      (2019/20) 15º na 2. Division / Eliminado nas oitavas de final da DBU Pokalen
      (2020/21) 7º na 2. Division / Eliminado na Segunda Eliminatória da DBU Pokalen
      (2021/22) 1º na 2. Division 🏆 / Eliminado na Segunda Eliminatória da DBU Pokalen
      Viborg FF (2022 - 2024)
      (2022/23) 3º na NordicBet Liga 🥉 / Eliminado nas oitavas de final da DBU Pokalen
      (2023/24) 5º na NordicBet Liga / Eliminado na semi final da DBU Pokalen 🥉
      Hobro IK (2024 - 2025)
      (2024/25) 6º na NordicBet Liga / Eliminado na semi final da DBU Pokalen 🥉 Assumiu na semi-final
      FC Helsingør (2026 - 2029)
      (2025/26) 3º na NordicBet Liga 🥉 Assumiu em 5º / Eliminado nas oitavas de final da DBU Pokalen Assumiu com o clube já eliminado 
      (2026/27) 1º na NordicBet Liga 🏆 / Eliminado nas quartas de final da DBU Pokalen
      (2027/28) 12º na Superliga / Eliminado na segunda eliminatória da DBU Pokalen
      (2028/29) 4º na NordicBet Liga / Eliminado na semi final da DBU Pokalen
       
      TÍTULOS DO TREINADOR
      2. Division
      (2021/22) Kolding BK
      NordicBet Liga
      (2026/27) FC Helsingør 
       

    • LC
      By LC
      Após vencer por 1 a 0 na Argentina, equipe rubro-negra tem a vantagem do empate. Estádio Mané Garrincha receberá público.
      Depois da vitória do Flamengo por 1 a 0 na partida de ida sobre o Defensa y Justicia, na Argentina, as equipes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no Mané Garrincha, em Brasília. A equipe rubro-negra tem a vantagem de poder empatar e se classificar para as quartas de final da Libertadores.
      Quem avançar enfrenta o vencedor do confronto Internacional x Olímpia, que empataram no primeiro jogo em 0 a 0, no Paraguai, e voltam a duelar na quinta-feira, no Beira-Rio.
      Além das atrações dentro de campo, a grande novidade desta partida é a volta da torcida: foram disponibilizados ingressos para 25% da capacidade do estádio, apenas para pessoas que já tenham tomado as duas doses da vacina ou apresentem exame PCR com resultado negativo.
      Transmissão: Fox Sports.
       
      Flamengo - técnico: Renato Gaúcho
      A equipe tem como novidades Bruno Henrique e Rodrigo Caio, que ficam novamente à disposição após passagem pelo departamento médico. Se forem confirmados no time titular, a tendência é Michael voltar para o banco e Gustavo Henrique e Léo Pereira disputarem uma vaga na zaga.
      A provável escalação: Diego Alves, Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Léo Pereira) e Filipe Luís; Arão, Diego, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.
       
      Defensa y Justicia - técnico: Sebastián Beccacece
      A equipe chega para o duelo com o Flamengo depois da derrota para o Huracán por 2 a 1, no domingo, quando não usou sua força máxima. Beccacece não poderá contar com o zagueiro Juan Gabriel Rodríguez, que participou do jogo de ida, na Argentina, por causa de uma lesão.
      Provável escalação: Ezequiel Unsain; Matías Rodríguez, Adonis Frías, Tomás Cardona e Alexis Soto; Braian Rivero, Tomás Escalante, Raúl Loaiza, Carlos Rotondi; Walter Bou e Lucas Barrios.
    • JGDuarte
      By JGDuarte
      ESCALAÇÕES:

       

    • JGDuarte
      By JGDuarte
      Escalações prováveis:


       
      Só tenho um pedido ao Racing: na cara, não, pra não estragar o velório. 
×
×
  • Create New...