Jump to content
Sign in to follow this  
Guest

Como montar rotina de treinos e setar treinos individuais

Recommended Posts

Guest

galera, nós achamos nosso Einstein do gerenciamento: o fefux é muito fera, cria rotinas de bola parada, treinamentos, vê cada parte do aspecto tático a fundo, o canal dele é perfeito.

segue abaixo como montar uma rotina de treinos para a equipe e também como setar os treinos individuais:

 

 

Share this post


Link to post
Leho.

O canal é interessante, ele tem boa didática e me parece ter amplo conhecimento do jogo. Bela dica, @CapitaoTsubasa!

Mas tem bastante coisa aí que é mais voltado ao público iniciante né (como setar o treino individual), o que não é exatamente um problema também heheh... como o FM é um jogo extremamente cheio de nuances, opções, alternativas e setores a serem explorados, até nesse tipo de conteúdo os mais experientes acabam extraindo alguma coisa, por menor que seja.

---

Quanto à rotina de treinos: ele basicamente escalona a semana com base na intensidade de cada dia, sendo o dia do jogo a referência. Legal, mas dá pra fazer de outras 'n' formas. E quando a semana tem 2 jogos? Ficou faltando esse tipo de exemplo.

Depois de algumas temporadas deixando nas mãos do Adjunto e mexendo pouco nisso, eu baixei algumas rotinas já prontas pra cenários específicos e acabei entendendo melhor a mecânica do sistema, e agora tô me arriscando a criar as minhas próprias. Além da intensidade, acho que a filosofia de jogo do treinador + as fraquezas técnicas e táticas do elenco também são fatores a se considerar na hora de montar a rotina da semana.

Na questão dos treinos individuais mt coisa ali eu já sabia, mas a aba "DESCANSO" confesso que era completamente inédita pra mim, oaiuheouiaheoihoae! 

Share this post


Link to post
Gourcuff
4 horas atrás, Leho. disse:

E quando a semana tem 2 jogos? Ficou faltando esse tipo de exemplo.

Minha visão: esquece os treinos "normais" e foca em preparação de jogo/bola parada por causa do bônus. O objetivo dos treinos é ter uma semana completa pra cuidar da carga, pra não estourar jogador, e cuidar da distribuição dos atributos ao mesmo tempo balanceando os dois. Quando tem dois jogos na semana, não faz muito sentido explorar treinos que não sejam focados pra partida em si, então foca na loucura que é jogar dois jogos na semana dentro da ideia de manter o seu time consistente na maratona de partida.

716928271_PSVEindhoven_Calendrio.thumb.png.bac8c6671ab9c97a36fe21b61f785e4d.png

Uma semana completa: tenho tempo pra treinar, então vou focar na evolução dos atributos e pouco na preparação de jogo.

1384913808_PSVEindhoven_Calendrio2.thumb.PNG.9b732a8a8432805260686b16d8037e97.PNG

Dois jogos na semana: esqueço os treinos "normais" e foco só nos treinos que me oferecem o bônus ali (Próximo jogo). Como num jogo vou pegar o Barcelona, decidi colocar uma abordagem mais defensiva e, no domingo contra o VVV, botei treinos mais focados no lado ofensivo.

Essa abordagem focando na preparação pro jogo em si é mais importante ainda quando seu time é o mais fraco da liga ou um recém-promovido. Nessa hora o principal é aproveitar tudo que o FM dá de vantagem pro seu time aumentar a probabilidade de terminar vencendo.

Share this post


Link to post
Leho.

Mais ou menos como eu imaginava... treinos mais leves, sem forçar fisicamente o elenco.

Mas gostei bastante também da sua ideia, @Gourcuff! Faz todo o sentido focar em treinos mais voltados ao próx. jogo, como bolas paradas e etc, etc. Acho que em semanas de calendário apertado, a saída é essa: buscar um meio termo entre ativação e descanso, aproveitando pra melhorar alguns aspectos específicos como "cobrança de escanteios", por exemplo.

Share this post


Link to post
Douglas.

Tá aí algo pra testar nesse fim de ciclo. Acho que desde sempre deixo no piloto automático... 😂

Share this post


Link to post
schacoffee

Será que é vantajoso eu apenas modificar as semanas de treino que já existem lá e acrescentar algo relevante para o tipo de abordagem daquela semana ou criar rotinas do zero igual fez o Fefux?

Olhando no FMBase e no próprio canal do Zealand, ele explica que prefere fazer alterações nos treinos que o próprio jogo te dá do que criar algo do total zero.

O que vocês pensam sobre isso?

Share this post


Link to post
Leho.
21 hours ago, schacoffee said:

Será que é vantajoso eu apenas modificar as semanas de treino que já existem lá e acrescentar algo relevante para o tipo de abordagem daquela semana ou criar rotinas do zero igual fez o Fefux?

Olhando no FMBase e no próprio canal do Zealand, ele explica que prefere fazer alterações nos treinos que o próprio jogo te dá do que criar algo do total zero.

O que vocês pensam sobre isso?

Cara, eu sinceramente não sei te dizer o que é mais vantajoso, mas acho que se você tem interesse e tempo disponível pra se debruçar nessa parte do jogo, acho que pode ser melhor do que deixar no "piloto automático" (onde o piloto seria o Adjunto, rs rs).

Eu comecei deixando TUDO a cargo do Adjunto. Só em alguns poucos saves eu mexia nos treinos individuais, mas quando não tava com saco nem tempo, ficava com o Adjunto também.

Depois, observando BASTANTE a forma como o Adjunto setava os treinos, fazendo as correlações com as semanas de jogos, os cenários enfrentados e etc, etc, passei a entender um pouquinho melhor, e a partir daí comecei também a fazer mudanças PONTUAIS nas rotinas dele. Mas continuava a cargo dele, não meu. Foi nesse momento que comecei a sentir uma leve melhora no meu time, tanto técnica quanto taticamente, dentro dos jogos e tal.

Logo, meu cenário ideal se tornou esse acima: Adjunto setava praticamente tudo, e eu ia pincelando algumas preferências minhas de acordo com o calendário e rendimento do time.

Fiquei MUITO TEMPO assim, até que vi algumas rotinas de treino prontas pra baixar na FMScout. Baixei e aí passei eu a tomar conta dos treinos, mas usando esses esquemas pré-prontos. Não saí do zero, portanto. E dessa maneira, passei a aprender ainda mais sobre como construir minhas semanas de treino (e tive resultados ainda melhores do que com a maneira que vinha fazendo, diga-se).

 

Com esse vídeo do Fefux acabei me desafiando e buscando, a partir de agora, construir minhas rotinas do ZERO. Ainda tô no começo, portanto não consigo te dar um bom feedback sobre, mas é gratificante pra caramba ver a parada no caminho certo. Ainda tô apanhando um pouco, nem todo mundo do elenco fica satisfeito como antes (e isso é um problema), mas vamos acertando as arestas aos poucos.

Nada é definitivo nem absoluto, cada time é um time, cada treinador tem uma estratégia e cada semana de treino pede um foco específico. Por isso essa parte demanda tempo, mas como eu disse, é bem satisfatório quando você mesmo customiza seus treinos e vê o resultado aparecer numa jogada bem trabalhada da equipe no jogo seguinte.

 

 

 

p.s: malz o textão. 🙈

Share this post


Link to post
schacoffee
Em 19/09/2020 em 22:03, Leho. disse:

Cara, eu sinceramente não sei te dizer o que é mais vantajoso, mas acho que se você tem interesse e tempo disponível pra se debruçar nessa parte do jogo, acho que pode ser melhor do que deixar no "piloto automático" (onde o piloto seria o Adjunto, rs rs).

Eu comecei deixando TUDO a cargo do Adjunto. Só em alguns poucos saves eu mexia nos treinos individuais, mas quando não tava com saco nem tempo, ficava com o Adjunto também.

Depois, observando BASTANTE a forma como o Adjunto setava os treinos, fazendo as correlações com as semanas de jogos, os cenários enfrentados e etc, etc, passei a entender um pouquinho melhor, e a partir daí comecei também a fazer mudanças PONTUAIS nas rotinas dele. Mas continuava a cargo dele, não meu. Foi nesse momento que comecei a sentir uma leve melhora no meu time, tanto técnica quanto taticamente, dentro dos jogos e tal.

Logo, meu cenário ideal se tornou esse acima: Adjunto setava praticamente tudo, e eu ia pincelando algumas preferências minhas de acordo com o calendário e rendimento do time.

Fiquei MUITO TEMPO assim, até que vi algumas rotinas de treino prontas pra baixar na FMScout. Baixei e aí passei eu a tomar conta dos treinos, mas usando esses esquemas pré-prontos. Não saí do zero, portanto. E dessa maneira, passei a aprender ainda mais sobre como construir minhas semanas de treino (e tive resultados ainda melhores do que com a maneira que vinha fazendo, diga-se).

 

Com esse vídeo do Fefux acabei me desafiando e buscando, a partir de agora, construir minhas rotinas do ZERO. Ainda tô no começo, portanto não consigo te dar um bom feedback sobre, mas é gratificante pra caramba ver a parada no caminho certo. Ainda tô apanhando um pouco, nem todo mundo do elenco fica satisfeito como antes (e isso é um problema), mas vamos acertando as arestas aos poucos.

Nada é definitivo nem absoluto, cada time é um time, cada treinador tem uma estratégia e cada semana de treino pede um foco específico. Por isso essa parte demanda tempo, mas como eu disse, é bem satisfatório quando você mesmo customiza seus treinos e vê o resultado aparecer numa jogada bem trabalhada da equipe no jogo seguinte.

 

 

 

p.s: malz o textão. 🙈

Pra mim quanto mais prolixo e grande for o texto melhor 😄

 

Então, acho que não me expliquei bem, mas o que estou fazendo atualmente, de uns dias pra cá é customizar a semana de treino também, mas não estou certo de que é mesmo o adjunto que faz as semanas, por que coloquei como responsabilidade minha o treino geral e individual, mas mesmo assim vem umas semanas pré prontas.

Toda semana vem um e-mail sobre os treinos e lá aparece o tipo de treino daquela próxima semana (treino tático, treino posse, treino ofensivo, defensivo, estilo tiki-taka, etc etc)

Eu achei bem difícilzinha a criação de uma semana do absoluto zero, então estou apenas customizando e pra ser bem sincero, não vi tanta diferença assim. Talvez seja um pouco de ignorância minha, sei lá!

Enfim, não sou um jogador antigo, então mesmo que eu já saiba basicamente cada seção e aba do game, preciso me aprofundar mais sobre elas.

Share this post


Link to post
Leho.
On 9/22/2020 at 12:43 AM, schacoffee said:

Pra mim quanto mais prolixo e grande for o texto melhor 😄

 

Então, acho que não me expliquei bem, mas o que estou fazendo atualmente, de uns dias pra cá é customizar a semana de treino também, mas não estou certo de que é mesmo o adjunto que faz as semanas, por que coloquei como responsabilidade minha o treino geral e individual, mas mesmo assim vem umas semanas pré prontas.

Toda semana vem um e-mail sobre os treinos e lá aparece o tipo de treino daquela próxima semana (treino tático, treino posse, treino ofensivo, defensivo, estilo tiki-taka, etc etc)

Eu achei bem difícilzinha a criação de uma semana do absoluto zero, então estou apenas customizando e pra ser bem sincero, não vi tanta diferença assim. Talvez seja um pouco de ignorância minha, sei lá!

Enfim, não sou um jogador antigo, então mesmo que eu já saiba basicamente cada seção e aba do game, preciso me aprofundar mais sobre elas.

Ah sim, você diz das rotinas que são setadas por padrão quando você assume a responsabilidade do treino geral, certo? Entendi.

Então, eu não cheguei a jogar dessa maneira, fazia minhas alterações pontuais em cima das rotinas sugeridas e setadas pelo Adjunto mesmo, e acho que a diferença entre as duas é que o Adjunto deve customizar um pouco mais de acordo com seu time e suas táticas planejadas nos slots. A por padrão quando você está no comando deve ser bem mais crua e sem tanto foco naquilo que você tá treinando com o time taticamente, por exemplo.

Sobre criar rotina do zero, não é fácil mesmo não. Dá um trabalinho bom, hahahaha por isso falei do tempo disponível ali. Precisa ter tempo pra se debruçar, criar e ir aparando as arestas depois. Eu depois de fazer um save longo apenas mexendo nas sugestões do Ajdunto é que comecei a me aventurar nisso sozinho, e tô gostando (embora não tenha encontrado ainda o equilíbrio certo nas minhas rotinas).

Share this post


Link to post
schacoffee
Em 23/09/2020 em 07:56, Leho. disse:

Ah sim, você diz das rotinas que são setadas por padrão quando você assume a responsabilidade do treino geral, certo? Entendi.

Então, eu não cheguei a jogar dessa maneira, fazia minhas alterações pontuais em cima das rotinas sugeridas e setadas pelo Adjunto mesmo, e acho que a diferença entre as duas é que o Adjunto deve customizar um pouco mais de acordo com seu time e suas táticas planejadas nos slots. A por padrão quando você está no comando deve ser bem mais crua e sem tanto foco naquilo que você tá treinando com o time taticamente, por exemplo.

Sobre criar rotina do zero, não é fácil mesmo não. Dá um trabalinho bom, hahahaha por isso falei do tempo disponível ali. Precisa ter tempo pra se debruçar, criar e ir aparando as arestas depois. Eu depois de fazer um save longo apenas mexendo nas sugestões do Ajdunto é que comecei a me aventurar nisso sozinho, e tô gostando (embora não tenha encontrado ainda o equilíbrio certo nas minhas rotinas).

Cara, criaram um training planner no excel que ficou bem maneiro, mas eu particularmente não entendi muito bem o funcionamento e o que devo procurar lá.

Não sei se já postaram isso aqui nos fóruns, mas dá uma olhada e vê se consegue perceber algo que possa nos ajudar! Estou tentando, mas ainda não saquei muito bem:

https://www.fmscout.com/a-fm20-training-planner.html

Share this post


Link to post
Leho.
18 minutes ago, schacoffee said:

Cara, criaram um training planner no excel que ficou bem maneiro, mas eu particularmente não entendi muito bem o funcionamento e o que devo procurar lá.

Não sei se já postaram isso aqui nos fóruns, mas dá uma olhada e vê se consegue perceber algo que possa nos ajudar! Estou tentando, mas ainda não saquei muito bem:

https://www.fmscout.com/a-fm20-training-planner.html

É, eu vi isso aí do "Training Planner", inclusive já baixei mas ainda não fucei mt nele não, hahaha.

Mas como assim você não entendeu o funcionamento? Basicamente ele serve pra você montar suas rotinas sem precisar abrir o FM, além de te informar o nível de intensidade e qual o tipo de periodização tática exato daquele dia de treino (ativação, recuperação, força, resistência, velocidade ou "OFF"). Só nisso você já tem informação suficiente pra planejar suas rotinas, aí é começar a testá-las e ir acertando o que não tiver funcionando legal.

Share this post


Link to post
schacoffee
1 hora atrás, Leho. disse:

É, eu vi isso aí do "Training Planner", inclusive já baixei mas ainda não fucei mt nele não, hahaha.

Mas como assim você não entendeu o funcionamento? Basicamente ele serve pra você montar suas rotinas sem precisar abrir o FM, além de te informar o nível de intensidade e qual o tipo de periodização tática exato daquele dia de treino (ativação, recuperação, força, resistência, velocidade ou "OFF"). Só nisso você já tem informação suficiente pra planejar suas rotinas, aí é começar a testá-las e ir acertando o que não tiver funcionando legal.

Mas e a questão dos atributos?

Share this post


Link to post
Leho.
9 hours ago, schacoffee said:

Mas e a questão dos atributos?

Que que tem? É simples, uai: conforme você vai construindo a sua rotina da semana e setando os treinos diários, a tabela dos atributos vai mostrando o que tá melhorando, o que tá piorando... não entendi mt bem qual sua dúvida na verdade, hahahah!

Share this post


Link to post
Leonardo Castello

Eu criei minha própria rotina de treinos já faz um bom tempo, sempre pedi por treinos mais elaborados, nunca q eu ia deixar nas mãos do auxiliar. A estrutura em si é baseada em mt pressão e ataque pelos flancos

Ou0nssd.png

 

Edited by Leonardo Castello

Share this post


Link to post
Leho.
10 hours ago, Leonardo Castello said:

Eu criei minha própria rotina de treinos já faz um bom tempo, sempre pedi por treinos mais elaborados, nunca q eu ia deixar nas mãos do auxiliar. A estrutura em si é baseada em mt pressão e ataque pelos flancos

Ou0nssd.png

Porra, que maneiro Léo! Parabéns pelo pioneirismo hahahaha... teria como compartilhar com a gente?

Uma dúvida: quais as diferenças entre as semanas da pré-temporada ali? Só o nível de intensidade dos treinos mesmo, ou você customiza mais coisas além disso?

Share this post


Link to post
Leonardo Castello
1 hora atrás, Leho. disse:

Porra, que maneiro Léo! Parabéns pelo pioneirismo hahahaha... teria como compartilhar com a gente?

Uma dúvida: quais as diferenças entre as semanas da pré-temporada ali? Só o nível de intensidade dos treinos mesmo, ou você customiza mais coisas além disso?

Então, Léo. Minha pré-temporada é baseada em 3 fatores, condição física/familiaridade tática/estilo de jogo(dna do clube).

A 1º semana é super pesada e sem jogos. todos os dias meu time trabalha nas 3 sessões/turnos, nos primeiros dias o foco maior é na condição física, no decorrer, o ganho de familiaridade tática  porém com treinos mais em grupo, nada específico. 

A 2º semana ainda começa com o treino de condição física, mas já fica um pouco mais especializado e acelero a coesão e familiaridade  da tática. A única diferença é que enquanto a primeira semana tem mais foco nas sessões gerais onde todos os jogadores trabalham juntos como uma equipe (diferente das sessões de unidade), a segunda semana começa a introduzir mais subprincípios do modelo de jogo, como 'Ataque temporizado'  e 'Ataque pelas alas'. Aqui já teremos nossa primeira partida no Sábado

A 3º semana teremos duas partidas(quarta e sábado). Devido a carga alta de jogos, nenhum dos jogadores vai pra academia, o foco será destinado a familiaridade tática e ao ritmo de jogo dos atletas.

A 4º semana será um pouco mais leve e com 1 partida apenas(no sábado) já que as últimas 2 semanas foram super pesadas. Aqui eu dou prioridade total ao estilo de jogo/dna do time, ataque temporizado, jogar pelas alas, jogar pela defesa, defender com pressão, transição-pressionar, etc. Defesa, meio e ataque são trabalhados de forma 100% especializada.

A 5º e última semana mais uma vez teremos 2 jogos e é basicamente um espelho da 3º semana, ritmo e familiaridade e trabalho em equipe.

Ao todo são 6 partidas, 3 com o time A e 3 com o time B, todos os jogadores jogam. E lembrando que essa pre-season é baseada no calendário Espanhol, mas acredito que vcs possam elaborar algo parecido para os outros países de uma maneira mais enxuta ou até mesmo mais detalhada.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Leho.

@Leonardo Castello, outra dúvida: seus jogadores aceitam de boa suas rotinas de treino? Ou você já teve (ou tem) problemas de insatisfação com alguns deles por causa disso? Aqui comigo atualmente apenas um jogador tá insatisfeito, pedindo por mais treinos gerais (aqueles azuis escuros, imagino eu).

Share this post


Link to post
Leonardo Castello
1 hora atrás, Leho. disse:

@Leonardo Castello, outra dúvida: seus jogadores aceitam de boa suas rotinas de treino? Ou você já teve (ou tem) problemas de insatisfação com alguns deles por causa disso? Aqui comigo atualmente apenas um jogador tá insatisfeito, pedindo por mais treinos gerais (aqueles azuis escuros, imagino eu).

Nunca aceitam. Sou obrigado a deixar a responsabilidade de treino geral nas mãos do auxiliar, aí na hora de mudar a rotina semanal aparece aquela pergunta se quero ser responsabilizado pelo treino, falo que quero "mudar só dessa vez"

Foi o único jeito de não ter jogador insatisfeito.

Share this post


Link to post
Leho.
4 minutes ago, Leonardo Castello said:

Nunca aceitam. Sou obrigado a deixar a responsabilidade de treino geral nas mãos do auxiliar, aí na hora de mudar a rotina semanal aparece aquela pergunta se quero ser responsabilizado pelo treino, falo que quero "mudar só dessa vez"

Foi o único jeito de não ter jogador insatisfeito.

Putz, sério? Que merda foda, hein.

Mas tipo, são vários que não aceitam? Ou apenas alguns?

Share this post


Link to post
Leonardo Castello
8 minutos atrás, Leho. disse:

Putz, sério? Que merda foda, hein.

Mas tipo, são vários que não aceitam? Ou apenas alguns?

Mó chato, espero que isso seja arrumado no 21. São só alguns, é mais um toc meu em não ver jogador insatisfeito kkkkk

Share this post


Link to post
Douglas.

Isso de jogadores insatisfeitos sempre tem e eu sempre deixo com o adjunto.

Aí quase toda semana tem:

"Fulano reclamou dos treinos, vai fazer alguma mudança?"

"É, vamos ver isso aí" 😂

Share this post


Link to post
Leonardo Castello
Em 28/09/2020 em 14:21, Leonardo Castello disse:

Essa ferramenta de organização de treinos no excel é muuuito boa, tô brincando nela aqui

https://www.fmscout.com/a-fm20-training-planner.html

A ideia é muito boa mas tem algumas falhas, inclusive parei de me basear nela. Uma das falhas é sobre quais atributos estão se desenvolvendo em cada treino, bolas paradas, por exemplo, ele diz que está aumentando o cruzamento da unidade defensiva/ofensiva, na prática e na vida real isso faz sentido, mas no FM não diz que esse atributo faz parte dessa rotina de treino pra evolução. Outra coisa é sobre a intensidade, não acredito que esteja bem elaborado, o treino/carga "activation" que é recomendado pra um dia antes da partida é relativamente alto pra todas as unidades.

Enfim, achei melhor continuar com minha rotina semanal, seguindo o DNA tático que implementei no clube.

Defender pelo ataque, jogar pela defesa, sobreposição do ataque, ataque pelas alas, são treinos importantes na minha abordagem 

 

Share this post


Link to post
Leho.
5 hours ago, Leonardo Castello said:

A ideia é muito boa mas tem algumas falhas, inclusive parei de me basear nela. [...]

Então, mas aí é que tá: não é pra seguir fielmente a plataforma, tim-tim-por-tim-tim. Pelo menos eu não vejo assim. O legal é absorver as boas informações, se utilizar do programa pra montar suas rotinas fora do jogo e tentar implementar a sua própria maneira de ditar os treinos, levando todo o seu conhecimento em consideração pra isso (e não só o que é dito dentro do material do 'planner' aí).

Eu me guiei com algumas informações deles, outras do que eu vi em rotinas já prontas (que eu baixei e usei), e outras do que eu penso sobre treinos no FM. Um mistão disso tudo, hahahahaha!

Acho que o caminho é esse. E claro, compartilhar nossas experiências aqui também ajuda mt, pra ensinar e aprender ao mesmo tempo.

Share this post


Link to post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  
  • Similar Content

    • Gleydson Silva0
      By Gleydson Silva0
      Meu nome é Gleydson Silva, tenho 29 anos, sou de Jaboatão dos Guararapes que é uma cidade perto de Recife no estado de Pernambuco, namoro há 3 anos e estou desempregado devido a crise que o vírus trouxe, quem puder seguir, virar sub, acompanhar as lives serão de grande importância pra animar..
      O nome do canal na twitch.tv é gleydsonfm, faço lives geralmente de 21, 22 horas até as 00:00, 01:00 da manhã, chega galera!
       
    • ggpofm
      By ggpofm
      (Re)começo

      De volta ao Brasil
      Sem contar a última tentativa realizada alguns meses atrás, já são mais de dois anos e oito meses desde o término do meu último save aqui na área.
      Se faz tempo que não compartilho um save aqui, faz mais tempo ainda que não jogo na liga brasileira. Minha última vez foi em 2009, com o save “Profissão: Treinador”, jogado no FM 09. Para esse retorno ao Brasil, utilizarei o FM 20 e o Brasil Mundi UP (21/04), as ligas adicionais recomendadas por eles e também o mod de melhoria da inteligência artificial (02/05) do Lohan. Ao todo serão 26 países de três continentes (América do Sul, Europa e Ásia) e um total de 31 divisões jogáveis. Também selecionei outras opções importantes para o save que podem ser vistas aqui.

      Save de clube ou de carreira?
      A proposta do save é aproximar-se do que ocorre na carreira de um técnico no Brasil, ou seja, trabalhos curtos, principalmente quando os resultados positivos (títulos, promoções, classificações relevantes) não forem conquistados rapidamente.
      Infelizmente, sabemos que o FM não simula a realidade brasileira, mas a europeia, onde os técnicos conseguem mais tempo para desenvolver um trabalho. Sendo assim, não sei bem ao certo como a minha proposta funcionará na prática. O que desejo, por exemplo, é que ao término de 10 temporadas, eu não tenha apenas dois ou três clubes no currículo, algo raríssimo na carreira de qualquer técnico brasileiro. 
      Por isso, caso acompanhe o save, acostume-se com as trocas de clubes, mas elas não serão automáticas, cada situação será avaliada individualmente para dar conta de sua especificidade no que se refere ao técnico, clube e também ao contexto no qual eles estão inseridos.

      Técnico ou manager?
      O título, “Profissão: Técnico”, não foi escolhido ao acaso. Poderia ter optado por “Profissão: Manager” como fez o @rafinha . ou repetir o título o “Profissão: Treinador”, mas preferi o título “Profissão: Técnico” por dois motivos: caracterizar melhor o save como uma história de um profissional brasileiro e reforçar que o meu trabalho será, preferencialmente, como técnico e não como manager, ou seja, utilizarei em larga escala as atribuições da comissão técnica e diretoria, deixando o meu personagem cuidando, principalmente, do campo e bola. 
      Contudo, manterei a possibilidade de modificar minha carreira à medida que adquirir novas licenças e aumentar a reputação do meu personagem. Nesse caso, se eu quiser, dependendo do contexto, poderei incorporar algumas responsabilidades, ampliando o meu lado “manager” no save.

      O técnico
      O save não será ficcional, mas assumirei outra identidade. O técnico será Sebastião Oliveira ou Tião como é mais conhecido entre familiares e amigos. Tião nasceu no Recife em 3 de julho de 1998, dia da vitória do Brasil sobre a Dinamarca por 3 a 2 na Copa do Mundo da França. Com apenas 21 anos, decidiu correr atrás dos seus sonhos e transformá-los em realidade. 
      O começo da trajetória dele será como eu prefiro jogar FM, com a qualificação mais baixa possível, ou seja, um técnico com passado de futebolista amador e sem qualquer licença.

      Pensei bastante se Tião Oliveira deveria adotar uma filosofia específica de jogo que caracterizasse o trabalho dele durante o save, mas decidi deixá-lo livre para experimentar os mais diversos modelos de jogo diante dos desafios que o FM apresentar. 
      Como também não poderia deixar de ser, Tião também tem um time do coração, mas diferentemente da maioria da população recifense que torce para um dos clubes do Trio de Ferro (Sport, Santa Cruz e Náutico), ele é torcedor do América (PE). 
      Apaixonado por seu time de infância e seu estado natal, Sebastião Oliveira sonha em trabalhar em Pernambuco e quem sabe, dirigir o América algum dia, mas sabe que o futebol reserva muitas surpresas, algumas totalmente inesperadas. 
    • ElPerroMG
      By ElPerroMG
      Em todos os meus saves, desde que comecei a jogar FM, sempre fui vislumbrado por utilizar a divisão de base no FM. Esse amor pelo base só aumentou quando comecei acompanhar de perto o futebol argentino nos últimos anos. Devido a crise no país, os times são obrigados a utilizar o que de melhor em sua categoria jovem para formar elencos competitivos. O maior exemplo disso, e minha maior inspiração, é o que faz Gallardo no comando do River. Nos últimos anos, Gallardo revelou diversas jóias como Emanuel Mammana, Exequiel Palacios, Gonzalo Montiel, Martinez Quarta, Júlian Alvarez, Benjamín Rollheiser entre outros. Devido a essa inspiração no trabalho do Muñeco e minha idolatria pela utilização da base, resolvi abraçar o Desafio da base no FM20, principalmente por conta das melhorias que foram feitas no acompanhamento da base nessa versão do FM. Acompanhei 2 sagas com esse modelo aqui no fórum, a do Ari com o Jaraguá e a do Henrique com a Caldense, que também me serviram de inspiração.

      Como um bom mineiro, não quis fugir do estado na escolha do clube, e, pra falar verdade foi até fácil a escolha. Escolhi o Boston City FC Brasil, time criado em 2018 exatamente com essa ideia - O clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.

      Utilizando somente nossas fornadas, tentaremos atingir os seguintes objetivos:
      Equipe
      Utilizar somente a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa.  Ter um jogador formado no time convocado para a seleção (Maikon Motta (38B), Adriel Luciano (42A), Allanzinho (44A)) Ter um jogador formado no clube disputando uma Copa do Mundo (Allanzinho Copa 2050)  Ter eleito o melhor jogador da América do Sul Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo formado na base do Boston.  Ter eleito o melhor jogador do mundo formado na base do Boston. Clube
      Possuir o melhor centro de treinamento profissional de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento de base de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento profissional do Brasil Possuir o melhor centro de treinamento de base do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Minas Gerais (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador do Brasil  (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador da América do Sul Se tornar o principal clube Mineiro Se tornar o principal clube Brasileiro (2053) Se tornar o principal clube da América do Sul (2053) Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo: (Recorde: 8º em 2053) Títulos
      Chegar a elite do campeonato mineiro (2025) Ganhar o Campeonato mineiro (2045), (2046) (2047) (2048), (2049), (2050), (2051), (2053) Ganhar a Taça Minas Gerais (2036) Chegar a elite do campeonato brasileiro (2042) Ganhar o Brasileiro série A. (2051), (2052) Ganhar a Copa do Brasil (2046), (2050), (2051) Ganhar a Super Copa do Brasil (2047), (2051), (2053) Ganhar a Sul Americana (2046), (2049) Ganhar a Libertadores (2050), (2052) Ganhar a Recopa Sulamericana (2047), (2050), (2051), (2053) Ganhar o Mundial de clubes (2053)
      O Boston City F.C Brasil é um clube de futebol brasileiro profissional sediado na cidade de Manhuaçu – MG. O Clube foi fundado no Brasil em Janeiro de 2018 por seus idealizadores, o empresario brasileiro Renato Valentim e o Ex Craque do futebol Internacional o brasileiro Jorge Ferreirra, mais conhecido como Palhinha.
      A filial brasileira do Boston City F.C Brasil foi criada após o enorme sucesso e destaque de sua matriz americana, o Boston City F.C, que hoje tem sua sede na cidade de Boston – EUA . O Clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.
      No mesmo ano de sua fundação o clube teve sua filiação junto ás principais entidades do futebol brasileiro, Federação Mineira de Futebol (FMF) entidade maxima do futebol para o Estado de Minas Gerais e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entidade máxima do futebol para o Brasil. O Clube já conta com quatro categorias de base e uma equipe profissional nas quais disputam os principais campeonatos estaduais.
      O Escudo bem como as cores oficiais do Boston City F.C Brasil seguem as mesmas de sua matriz americana, O escudo: Leão Rampante dominando uma bola de futebol com a cidade de Boston como plano de fundo da imagem. Suas cores oficiais são: Vermelho, Azul e Branco.





    • Danut
      By Danut
      Olá pessoal. Sejam bem-vindos ao meu novo save aqui no Profissão: Manager. Desde o FM14 que eu namoro a ideia de jogar um save em que as contratações fiquem nas mãos da diretoria. Nas versões anteriores do FM, porém, essa opção não funcionava de forma adequada. Deixar tudo na mão da diretoria significava jogar campeonatos com apenas cinco ou seis jogadores, com um elenco de dez homens em que seis são laterais esquerdos, e outras bizarrices do tipo. Por conta disso, nunca levei um save do tipo adiante.
      Nas versões mais recentes, porém, isso parece ter sido corrigido. Notadamente, temos aqui na área o exemplo do @ggpofm (que, aliás, novamente merece os créditos pelo banner, que peguei da Galeria de Gráficos), que tem conseguido jogar de forma satisfatória um save nesse estilo. Isso me encorajou a tentar um save no mesmo estilo. A primeira tentativa não teve grande sucesso esportivo, mas a parte das contratações funcionou bem e me encorajou a compartilhar um save nesse formato por aqui.
      E é a partir disso que chegamos ao save atual, no qual acompanharemos a trajetória de Mathis Liam, jovem belga nascido na pequena cidade de Tubize. Diferentemente do que costumo fazer, este será um save de carreira, com o treinador podendo circular também pelos países vizinhos. No entanto, pretendo abordar a carreira de forma um pouco diferente do que está sendo feito em outros saves da área, dando prioridade ao trabalho no clube atual. Não haverá nenhuma regra fixa quanto a isso, mas o meu plano é focar as escolhas de troca de clube no ciclo de cada equipe, em vez de pensar no que seria melhor para a carreira do treinador em si.
       
      Treinador

      Mathis Liam tem 25 anos e poucas qualificações para ser treinador de futebol. Em um daqueles milagres que só acontecem no FM, porém, conseguiu um cargo como treinador em equipe a ser apresentada no próximo post. Com sorte, nosso treinador conseguirá aproveitar a oportunidade para aumentar seu status dentro do mundo do futebol.
       
      Dados do save
      Ligas carregadas: Bélgica, Alemanha, França, Inglaterra (todos 3ª divisão e acima) e Holanda (2ª divisão e acima).
      Base de dados: pequena, com cerca de 24 mil jogadores.
      Data de início: 1º de julho de 2019
      Outras opções: mascarar atributos, não adicionar equipe técnica, sem orçamento na primeira janela de transferências
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Apresentação
      Como alguns sabem, eu moro em Portugal atualmente, e assim como o @Bigode. resido no sul de Portugal, precisamente em Faro. A ida a Portugal e à cidade de Faro, inspirou o Bigode a criar "Sou de Faro, sou Farense!". Quando vim pra cá, tinha a ideia de fazer um save carreira emulando o que estou buscando fazer na vida real, que é ser treinador de futebol. Entretanto, a convivência com o futebol da cidade, me levou por um caminho diferente. Acabei optando por pegar um dos clubes da cidade, mas que não se encontra em nenhuma divisão de futebol que não seja nas categorias de base. O clube escolhido é o Futebol Clube de São Luís, um clube que nasceu como filial do Porto, como podem ver pelo escudo e pelas cores, entretanto, o objetivo é transformar esse clube em algo mais do que filial de um clube grande do país.
      Hoje, o clube opera basicamente apenas com categorias de base, indo desde o sub-6 até o sub-19. E como só opera com categorias de base, apesar de existir na base de dados do Football Manager, o clube não se encontra em nenhuma liga. Seja na database oficial, que cobre as três primeiras divisões, seja pela database do Football Manager Portugal, que fez um excelente trabalho cobrindo toda a estrutura futebolística de Portugal.
      Dessa forma, eu fiz uma simples troca entre o São Luís e outro clube da Segunda Distrital do Algarve: o Sharks United. O Sharks United é um clube amador, da mesma região, que disputa a última divisão de futebol do Algarve. Ele foi fundado recentemente e fez sua primeira temporada na Segunda Distrital desse ano. O time, nessa temporada que foi cancelada devido à pandemia atual, era o último colocado na tabela e não havia conquistado nenhum ponto. E por causa dessa campanha deplorável, decidi trocar eles com o São Luís para poder dar asas à essa história, que nem era para ser história, entretanto, empolguei demais e passei a acreditar que valia uma história.
      Futebol Clube de São Luís
      O Futebol Clube de São Luís foi fundado em 1936, em Faro e é um dos diversos clubes da cidade que vive à sombra do Farense. O clube tem um estádio de propriedade do Concelho de Faro, o Campo da Horta da Areia, que na vida real não tem nem arquibancada, mas no FM, quando criei o save, apesar de ter zero lugares na base de dados, foram adicionados magicamente 200 lugares ao estádio. Quem é da região, conhece a fama do clube e a ideia é mudar essa fama, pelo menos nesse save. Infelizmente, a internet não possui muitas informações para dar. No FM, o clube funcionará nessa primeira temporada em regime de clube amador.
      Quando ao clube no FM, as informações são zero, já que é um clube que não anda jogando em divisões além das categorias de base. O elenco e o staff encontravam-se zerados, enquanto a situação financeira é de poucas centenas de euros no caixa. Entretanto, o clube já possui uma visão de trabalho mapeada e eu resolvi não negociar.

      O treinador
      Normalmente crio um personagem fictício para esse tipo de situação, mas decidi usar a minha persona como treinador. Criei ele com o mínimo exigido para ser treinador por aqui, que é a Licença Continental C (a Inglaterra é o único país da Europa que parece utilizar licenças abaixo dessa, por isso, não creio que seja algo que seja muito diferente da realidade). Além disso, se o coronavírus permitir, creio que daqui um ano, eu serei portador dessa mesma licença.

      A estrutura do futebol português
      O futebol português é dividido em três divisões: a Primeira Liga (LIGA NOS), a Segunda Liga (Liga Ledman) e Campeonato Nacional de Seniores (CNS). A Primeira Liga conta com 18 equipes, que jogam em turno e returno para decidir o campeão e os classificados para as competições da UEFA, assim como quais duas equipes serão rebaixadas. Nem preciso dizer nada sobre Benfica, Porto e Sporting. Outros clubes dignos de nota, principalmente pela história recente são: Braga, Rio Ave e Famalicão.
      Na Segunda Liga, temos o mesmo modelo, com 18 equipes, que jogam em turno e returno. As duas primeiras sobem e as duas últimas descem para o CNS. A CNS já não opera somente com clubes profissionais, então, existem variações de formas de operação por aqui. É a última divisão controlada pela FPF e é dividida em 4 grupos regionalizados. Os grupos A e B são focados mais nas regiões norte e central do país, com bastante força para a região norte, que é um dos locais com mais clubes em atividade no país. Os grupos C e D já cuidam mais da região próxima à capital e do sul do país. Normalmente, as equipes do sul militam no grupo D.
      A estrutura do futebol do Algarve
      Antes de falarmos de como funcionam as duas divisões distritais do Algarve, vamos falar um pouco sobre os clubes da região. O Farense é o maior clube da cidade de Faro, disparadamente e está no rol dos maiores clubes da região sul de Portugal. O Farense costuma ostentar a nomenclatura de maior do sul, o que em termos históricos, não deixa de ser verdadeiro, apesar dos rivais do Olhanense não concordarem muito. Esta região atualmente conta com o Portimonense na Primeira Divisão, que em termos competitivos, é atualmente o maior do Sul, mas carece de história, já que é um clube de um empresário brasileiro, o próprio Farense que está na Segunda Divisão e alguns clubes na CNS: Armacenenses, Esperança de Lagos, Louletano e Olhanense. 
      Abaixo dessa linha, o futebol passa de condições profissionais e semi-profissionais para algo mais próximo do amadorismo. E falo amadorismo em termos de futebol mesmo, não, gestão. A Associação de Futebol do Algarve cuida de duas divisões distritais: a Primeira e a Segunda Distrital do Alrgave. A Primeira Distrital conta com 12 equipes (o número de times nem sempre é esse, pois às vezes é necessário acomodar clubes que descem da CNS), que disputam nessa atual temporada jogos em turno e returno, com os 6 melhores indo para o grupo de Promoção e os 6 piores indo para o grupo de rebaixamento. Os clubes entram com 50% dos pontos nessa fase, jogam mais duas partidas contra cada um e o melhor sobe para a CNS e os dois piores descem para a Segunda Distrital. A cidade de Faro possui os seguintes clubes nessa divisão: Os 11 Esperanças e Culatrense (apesar de serem de uma ilha próxima, treinam e jogam na cidade).
      Já na Segunda Distrital, temos 14 equipes, que jogam entre si em turno e returno. Os dois melhores sobem e o restante tenta novamente na próxima temporada. A cidade de Faro conta com a Associação Farense 1910 (vulgo Farense B) e agora, o São Luís.
      Dados do save
      Versão: Football Manager 2020 20.4.1 Base de dados: Distritais FMPT 3.0 + todos os jogadores baseados em Portugal Atributo dos jogadores exibidos Uso do editor desativado Ligas Selecionadas: Alemanha(Apenas Bundesliga), Escócia (Premiership apenas), França(apenas Ligue 1), Inglaterra(Apenas Premier League), Itália(Apenas Serie A), Espanha(Apenas LaLiga Santander), Portugal(2ª divisão distritais e acima), Rússia (Premier League apenas), Turquia (Apenas Süper Lig),Ucrânia (Apenas Prem'er Liha), Brazil (Apenas Brasileirão Série A) Objetivos
      Transformar o São Luís no maior clube do sul de Portugal; Ser o clube português com mais Champions Leagues; Histórico
      2019/2020: Campeão da 2ª Distrital do Algarve e eliminado na 1ª Eliminatória da Taça do Algarve; 2020/2021: 7º lugar na Primeira Fase da 1ª Distrital do Algarve, 4º na fase de Despromoção da 1ª Distrital do Algarve; 2021/2022: 3º lugar na Primeira Fase da 1ª Distrital do Algarve, 2º na fase de Promoção da 1ª Distrital do Algarve; 2022/2023: 1º lugar na Primeira Fase da 1ª Distrital do Algarve, 1º na fase de Promoção da 1ª Distrital do Algarve, Campeão da Taça do Algarve; 2023/2024: 3º lugar no CNS - Grupo D; 2024/2025: 1º lugar no CNS - Grupo D, eliminado na semi-final do playoff de Promoção; 2025/2026: 2º lugar no CNS - Grupo D, eliminado nas quartas-de-final do playoff de Promoção; Índice
      Um novo clube; Um escrete azeitado; Bobeou, dançou; Nunca antes nessa indústria vital; Ricardo Fernandes chamou a responsa; Uma goleada acachapante nos desnorteou; Do susto ao alívio; Um clube brasileiro ou português?; O reduto brasileiro vem dando certo; Sem os velhinhos ficou mais difícil; Pipoca, pipoca murcha!; A estreia na Taça de Portugal; Quase perfeito; A vantagem podia ser muito maior; Drama até a última rodada; Uma regra que mudou tudo; Desistindo de desistir; Domínio algarvio no CNS; Engatamos em busca do acesso São Luís está de casa nova; Nós ganhamos, eles também, nós perdemos, eles também; O carrasco algarvio; Vão-se os ossos, fica o esqueleto; Tropeços que mudaram o momento; Ponto a ponto; Injustiças do futebol; Muitas mudanças no São Luís; Já temos que recuperar prejuízos;
×
×
  • Create New...