Jump to content
Sign in to follow this  
Nei não cai (38D)

Judeu - Capítulo 44 - A dura face da realidade [04/05/2021]

Recommended Posts

Lanko

Ótimo relato.

Agora, tu me põe um título de AC/DC e venho aqui esperando alguma coisa relacionada a Rock e me inventa uma sigla Antes de Contrato e Depois de Contrato? Tinha que ser o Israel 🤣🤣🤣

E agora já tem jogador aí se achando, hein, impressionante. Daqui a pouco algum desses garotos vai fazer uma loucura com o salário e financiar um Porsche da vida pra chegar nos treinos.

No mais, a campanha tá boa no campeonato, 7 pontos pro líder, mas o que importa é que o time sabe pontuar e se não subir, também não deve ficar em apuros. Com paciência a coisa vai acabar acontecendo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Que bom que cheguei ainda na página 2. Aquela parte da introdução no primeiro post depois do livro é tudo verdade?

Sim, vivemos tempos sombrios com a ascensão da extrema direita burra pelo mundo (tem a não tão burra que dá para conviver), e apesar da truculência bárbara não ser exclusividade de um dos polos (Pol Pot que o diga), o Nazismo é a epítome do mal absoluto na nossa narrativa ocidental. Quando em Amsterdam costumava passar em frente a casa de Anne do outro lado da rua. Sempre tinha uma fila enorme. Não me atrevi a visitá-la. Só de vislumbrá-la fazia necessário um esforço tremendo para abafar um choro angustiado. Me é difícil compreender como o @Vannces suportou visitar os campos (se é que não estou embaralhando as entrevistas).

Pedro não tem bome hebraico não? E que p***a é essa de tio Pep! 😋 Num entendi.

Quando vi treino no sábado fiquei um pouco decepcionado, mas depois vc mostrou seu compromisso com o Shabbat, mesmo não sendo o Black!

Por falar nisso, que cagada o AC/DC. O Bon Scott sempre foi muito melhor.

Sehr viel glück!

 

PS - ia me esquecendo. Pq esses nomes esquisitos na seleção da Alemanha, não usou o name fix?

Edited by Andreh68

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
Em 22/12/2019 em 22:56, Lanko disse:

Ótimo relato.

Agora, tu me põe um título de AC/DC e venho aqui esperando alguma coisa relacionada a Rock e me inventa uma sigla Antes de Contrato e Depois de Contrato? Tinha que ser o Israel 🤣🤣🤣

E agora já tem jogador aí se achando, hein, impressionante. Daqui a pouco algum desses garotos vai fazer uma loucura com o salário e financiar um Porsche da vida pra chegar nos treinos.

No mais, a campanha tá boa no campeonato, 7 pontos pro líder, mas o que importa é que o time sabe pontuar e se não subir, também não deve ficar em apuros. Com paciência a coisa vai acabar acontecendo.

Obrigado pelo elogio.

Você quase quis dizer Nismo, não? hahaha

Olhando agora, um pouco mais avançado que aí, comemoramos qualquer ponto. Percebi que não será uma boa subir, pois precisaríamos refazer todo o time, e não há dinheiro para isso. Por aqui, por mais um ou dois anos, talvez torne possível realizar uma ascensão sustentável.

Por outro lado, ninguém falou que se trata de um save de clube, então, vai que surge uma proposta por aí.

Abraço.

Em 24/12/2019 em 10:50, Andreh68 disse:

Que bom que cheguei ainda na página 2. Aquela parte da introdução no primeiro post depois do livro é tudo verdade?

Sim, vivemos tempos sombrios com a ascensão da extrema direita burra pelo mundo (tem a não tão burra que dá para conviver), e apesar da truculência bárbara não ser exclusividade de um dos polos (Pol Pot que o diga), o Nazismo é a epítome do mal absoluto na nossa narrativa ocidental. Quando em Amsterdam costumava passar em frente a casa de Anne do outro lado da rua. Sempre tinha uma fila enorme. Não me atrevi a visitá-la. Só de vislumbrá-la fazia necessário um esforço tremendo para abafar um choro angustiado. Me é difícil compreender como o @Vannces suportou visitar os campos (se é que não estou embaralhando as entrevistas).

Pedro não tem bome hebraico não? E que p***a é essa de tio Pep! 😋 Num entendi.

Quando vi treino no sábado fiquei um pouco decepcionado, mas depois vc mostrou seu compromisso com o Shabbat, mesmo não sendo o Black!

Por falar nisso, que cagada o AC/DC. O Bon Scott sempre foi muito melhor.

Sehr viel glück!

 

PS - ia me esquecendo. Pq esses nomes esquisitos na seleção da Alemanha, não usou o name fix?

Seja bem vindo, pode ficar a vontade.

Os escritos iniciais representam as motivações para o save. Meu nome realmente é Israel e não sou judeu. O restante é história que sabemos.

Eu não consigo ver inteligência em qualquer extremo. Entendo tanto o pensamento de direita, quanto o de esquerda, vejo convergências razoáveis e divergências justas. O problema é desejar impor a própria ideia como perfeita, incontestável e salvadora. Se a esquerda entende que existe um mundo perfeito nos esperando no fim do caminho e tudo vale a pena para chegar lá, o outro lado acredita da mesma forma.

Posso estar exagerando, mas utilizando-me de uma conceituação freestyle, colocando o pensamento liberal à direita, entendo que tudo que é contra a liberdade das pessoas é de esquerda. Mas trata-se apenas de uma provocação, que serve aos extremistas de ambos os lados.

Voltando a história, porque antissemitismo agrada a extremistas gregos e troianos, Pedro é nome grego, mas faz sentido aqui. Eu sou cristão e brasileiro, portanto, o nome serve como ponte para as duas religiões e origens. Pedro, nome forte no cristianismo, era Simão, um nome que em sua origem hebraica Shi'mon, significa aquele que ouve. Jesus mudou o nome de Simão para Pedro.

A história contada no save é de Pedro em busca de uma conexão com o passado de seus pais, tendo em vista ter sido adotado. Ou seja, é Pedro voltando a Simão, Shi'mon.

Tio Pep é uma figura fictícia, o diário, por assim dizer. Tal qual Kitty é para Anne Frank. Pedro não pensou em um nome melhor.

Não entendi a referência ao AC/DC, pois não sei muito sobre eles hahaha

Dank, mein Freund!

 

Ps.: Provavelmente não usei o name fix e já o segundo save que a Alemanha tá bizarra. Dá pra fazer com o save em andamento, será?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68
23 minutos atrás, Neynaocai disse:

Ps.: Provavelmente não usei o name fix e já o segundo save que a Alemanha tá bizarra. Dá pra fazer com o save em andamento, será?

Dá sim. Terá efeito na próxima convocação. Faça e seja feliz. Mas toda vez que tiver um update da SI, tem que fazer de novo, pois com o update os arquivos originais são reinseridos

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
1 hora atrás, Andreh68 disse:

Dá sim. Terá efeito na próxima convocação. Faça e seja feliz. Mas toda vez que tiver um update da SI, tem que fazer de novo, pois com o update os arquivos originais são reinseridos

Entendi, valeu pela dica✌️

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

É a primeira temporada, vamos com calma. O meio da tabela está de bom tamanho, se levarmos em consideração as condições de trabalho. Com o tempo a evolução vai vir e aos poucos o time vai trilhar novos caminhos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
14 minutos atrás, PedroJr14 disse:

É a primeira temporada, vamos com calma. O meio da tabela está de bom tamanho, se levarmos em consideração as condições de trabalho. Com o tempo a evolução vai vir e aos poucos o time vai trilhar novos caminhos.

Com certeza. Apesar de ter vontade de subir desde já, seria um grande risco. Além de não existir prognostico de sucesso na liga superior, ainda poderia ser demitido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

image.png.a07902e35bc45ad2fe92bed337a832db.png

“Bateu dez e meia, onze horas, e nada. Papai e Van Daan juntaram-se a nós, cada um por sua vez. Às onze e quinze ouvimos barulho e rebuliço lá embaixo. Podia-se ouvir nossa respiração, mas ninguém se movia. Passos na casa, no escritório particular, na cozinha e depois... em nossa escada. Agora nem mesmo as respirações eram audíveis, mais passos na escada, barulho na estante móvel. Esse momento foi o pior de todos. "Agora estamos perdidos", pensei. Já nos via sendo levados pela Gestapo. Por duas vezes mexeram na estante, e, depois, mais nada. Afastaram-se os passos. Estávamos salvos. Um arrepio nos percorreu, um a um; ouvi uns dentes que batiam; ninguém dizia palavra. ” Diário de Anne Frank, página 177.

 

Domingo, 04 de novembro de 2018.

 

Querido Tio Pep,

 

Se você tivesse me visto há pouco menos de trinta dias ficaria consternado com meu desânimo. Os diabos da Tasmania (apelido carinhoso) foram tão avassaladores que até hoje tenho pesadelos com aquele domingo. Uma verdadeira visão do Seol.

Eu os havia estudado e sabia seus pontos fortes. Faltou um pouco de planejamento? Faltou. Pensando agora, não considerei os nossos pontos fracos e por isso a atuação tenha sido tão desastrosa.

Mas na sequência melhoramos e por isso fico feliz de te escrever apenas agora. Com mais calma, porque quando olhar para trás, espero encontrar pontos de motivação e não de desesperança.

Mudando um pouco de assunto, preciso te falar que uma mudança tem feito muito bem para mim. Troquei o trem pela bicicleta. O ar frio incomodou no início, porém estou me sentindo bem menos ansioso – o que em minha posição vem bem a calhar. Além de economizar um bom dinheiro, acabo conhecendo melhor a cidade. Berlim me surpreende, tem lugares que parecem Engenheiro Beltrão, de tão tranquilos.

Ah, rolou um certo frisson entre a ala masculina da sinagoga dias atrás – dos solteiros, é claro. Anja Ehrmann voltara para a comunidade, após anos em Frankfurt conseguiu uma vaga de professora-assistente na Humboldt. O porquê daquela animação toda não me fazia sentido. Quando souberam que a conhecia, virei o homem do momento. Já não gostava dela nos tempos de faculdade, com essa importunação então, menos ainda.

Mas, isso não tem nada a ver com a Berlin Liga, não é mesmo?

 

Berlin Liga

 [Frohnau] Antes do jogo me avisaram que este é um dos piores clubes da liga. Não sei qual o critério utilizado, até porque estão na frente da gente na tabela. De qualquer forma, fomos a campo bem tranquilos. Tranquilos demais. Como já disse em outro momento e mais a frente ficaram ainda mais claro, ter um jogador profissional em seu time faz uma diferença enorme. O Frohnau tem Oscar Aigbedion. Foram dois gols – de pênalti é verdade, mas que foi ele a sofrer. Após o primeiro gol, a gente até empatou, com o estreante Lukas Bachle. A nosso esquema tático tem se mostrado muito frágil e isso foi aproveitado pela equipe adversária: gols começaram a sair e o domínio se transformou em goleada. A primeira que eu sofri.

[Reinickendorf] Os cervejeiros vinham mal e nós precisamos recuperar da goleada. Fiz o que 9 em 10 treinadores fazem quando tomam uma derrota daquela: mudança tática. Dei ouvido aos alemães e mandei o conhecido Gegenpressing deles. Não acreditei que os meninos fossem aguentar tamanha correria, mas pela primeira vez após um bom tempo eles pareceram se divertir em campo. O toque de bola não parece ser a deles. Patrick Drechsel subiu da base esta semana e aproveitou o mau momento do Dietel para tomar-lhe a titularidade. E uma possível reclamação foi rechaçada com um belo gol de Drechsel aos 52. A pancadaria rolou solta e o resultado de meio a zero já seria mais que suficiente. Vitória necessária.

[Diabos da Tasmania] Mudei novamente o esquema. Mantive o jogo louco dos alemães, mas fomos com um 4-5-1, aproveitando os melhores do time. Antes do jogo analisei algumas estatísticas e percebi que tinham um aproveitamento absurdo nas bolas aéreas. Por alguma razão, apenas anotei este fato e esqueci. Fui lembrar apenas durante o jogo. Ah, lembra da história do jogador profissional fazer diferença? O nome do Tasmania é Daniel Ujazdowski. Quem abriu o placar foi um tal de Silas: bola cruzada na pequena área, gol. Kiminu Mayoungou, capitão dos diabos ampliou o placar – bola cruzada e gol de cabeça. O relógio marcava 28’ do primeiro tempo e Daniel Ujazdowski marcou 3x0, num chute da linha da grande área. E no último minuto do primeiro tempo, um som familiar parecia claro em minha memória “lá vem eles de novo”, Daniel novamente e 4x0. Achei que não daria para piorar, mas deu. Bola cruzada na área, gol de cabeça: Daniel e 5x0. E ainda estávamos no meio do segundo tempo quando Daniel cruzou para Borrmann cabecear: 6x0, mais um de cabeça. Patrick Dreschel, fazendo o papel de Oscar no Brasil x Alemanha, marcou o gol de honra. E fiquei feliz por não ter terminado 7x1. E por ter terminado. 4 gols de cabeça.

[Rudow] Apesar do desastre, conversei com os jogadores e assumi o erro na derrota. Sentiram-se aliviados. No campo tático fiz outra alteração, apesar da diferença entre o jogo contra Reinickendorf e Tasmania, o estilo agradara ao elenco. Portanto, fiz apenas um reposicionamento: 4-1-4-1, com duas linhas de quatro, Costa Rica 2014. Outro dos novos nomes na equipe, Harald Zahn, foi quem comandou o jogo, abrindo o placar num golaço. O jogo seguiu tranquilo e controlamos totalmente a partida até o meio do segundo tempo, quando Rudow empatou num flagrante impedimento. Bandeirinha levantou e o juiz anulou. Virou uma chiadeira e a torcida pedindo VAR. Eu sou a favor, mas não tem tecnologia que faça o jogador voltar dois metros em sua posição. Mais uma vitória após uma goleada, que não vire regra.

[Spandauer Kickers] Pela primeira vez conseguimos repetir a formação. Fiquei muito satisfeito com o jogo anterior e foquei apenas na coesão do time. Dreschel, xodó da torcida, fez dois gols, aos 20’ e 25’. Apesar do gol adversário aos 32’, o jogo foi de total controle e diversão.

[Berolina] Quando eu vi a torcida gritando, “alguma coisa, vai Berolina” eu não me contive e soltei uma gargalhada, que nome engraçado. Tentei compartilhar a piada com alguém, mas ninguém entendeu a graça, teve até quem ficou chateado. “É a cidade, oras”. Agora, em campo foi só alegria. Lukas Bachle marcou o gol da vitória, mas os caras jogaram tão bem (e veja que nem os chamo de menino, tão profissional o futebol jogado) que em nenhum momento senti receio de perder. 4-1-4-1 é vida.

[Croatia Berlin] Vencer os croatas poderia significar o 5º lugar na tabela. Mas o mau início transformou o jogo. Este que talvez tenha sido o meu melhor momento como treinador até agora. Fomos ao intervalo com uma derrota e 2x1. Banovic e Markovic deram total vantagem ao Croatia, enquanto Drechsel empatou. Só que eu via em campo um time bem-disposto e altivo. Ressaltei o que vi e a resposta foi positiva. Logo no começo do segundo tempo Harald Zahn, nosso craque, empatou o jogo e incendiou a partida. Fomos para cima com tudo, mas num contra-ataque as coisas mudaram de lado, Hain foi expulso e ficamos com um a menos. Não mexi no time e comemoramos o empate.

Jogos

Com isso, chegamos praticamente à metade do campeonato em 7º lugar. Consolidado no que foi determinado pela diretoria: metade superior da tabela.

 

classificacao.png

 

Artilharia

Eu falei logo acima que faz muita diferença ter um jogador profissional em seu elenco, na Berlin Liga. Ser um jogador profissional é melhor ainda, nada de braçada no campeonato.

Basta ver os artilheiros do campeonato, Saberdest, Uzadowski (Tasmania) e Obst. O restante se equivale, bem abaixo. Feliz que o menino Drechsel, com menos da metade dos jogos já figura como um dos artilheiros.

Fui pesquisar sobre o artilheiro Omid Saberdest e fiquei surpreso com os números do iraniano. Formado na base do Hertha Berlim, nunca teve sorte em time algum, rodando divisão a divisão, até chegar no Berliner SC, seu atual clube, onde em duas temporadas marcou mais gols que todas as dez temporadas anteriores. E agora já são 17 em 15 jogos.

 

Consultoria

Preciso deixar anotado também que contratei uma consultoria particular. Após ver os papéis financeiros na mesa de Herr Thomas, liguei para uns colegas alemães que trabalhavam com gerenciamento esportivo e pedi que fizessem uma avaliação do clube de forma reservada.

Após duas semanas em que estiveram supostamente como meus estagiários, chegaram as seguintes conclusões:

 

a)       A situação financeira estava indo de mal a pior, coisa que já sabia. Mas fiquei surpreso com o gasto com salários, mais que o dobro do valor orçado.

b)      Apesar disto, esta situação seria amenizada com um patrocínio firmado por Herr Thomas para os próximos dois anos.

c)       O conselho está confiante com o comando técnico do time, tendo, no entanto, colocado a culpa da questão financeira em minhas costas.

d)      O ambiente no vestiário é bom e os jogadores gostam de mim, mas parece ter vazado que alguns jogadores ganham 425 euros e outros nada, o que causou um racha no elenco.

e)      A equipe técnica não é a aconselhável, apresentando um relatório do que entendem necessário. Mas, não sugeriram nenhum nome pois não há dinheiro.

f)        Sobre o time, afirmaram que os jogadores são ruins e não existe muito o que fazer. Vai um tempo para tornar este bando de crianças em jogadores profissionais. Para se ter uma ideia, o goleiro recém promovido Jonas Van Humbeeck é um dos melhores. Por outro lado, tem gente tão perdida como o zagueiro-atacante Finn Aderhold, que diz jogar nas duas posições. Mal, é claro.

 

Diante do problema nos salários, a primeira sugestão foi solicitar um aumento no orçamento. O que foi preciso de um certo trabalho, para que Herr Thomas não desconfiasse que eu sabia da situação. Odeio ter que mentir para ele, mas de sua parte não é total sinceridade que tenho recebido.

A resposta foi a pior possível:

 

Aumento-de-Salarios.png

 

Agora, eu não sei o que fazer em relação a isso.

 

proximos.png.de387083751a8fb530553304e0d16661.png

Próximos jogos do Makkabi.

 

Abraços, Pedro.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Vem realizando uma boa temporada, mesmo a 8 pontos de distância do Stern. Agora as finanças...

Aproveita que a Mega da virada está pagando 300 Milhões e tenta a sorte.🤣🤣🤣

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Provavelmente o maior desafio nessas camadas muito baixas, mais que conseguir os jogadores, é sobreviver sem dinheiro.

Após um momento de pega a camisa e joga correndo pro lado de lá, finalmente se fixou numa tática, e os resultados vieram.

Quando cortar as stats das partidas, deixa o placar.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Melhoras à vista. Agora só 8 pontos te separam do líder, a evolução é clara. Seria o entrosamento ou foi mais a tática mesmo?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

A evolução do time é notável de uma att para outra, diria que dá pra sonhar. A questão é sobreviver sem grana, algo que sempre acaba pegando nessas ligas amadoras. Vai ter que se virar como pode, bacurau.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
1 hora atrás, LC disse:

Vem realizando uma boa temporada, mesmo a 8 pontos de distância do Stern. Agora as finanças...

Aproveita que a Mega da virada está pagando 300 Milhões e tenta a sorte.🤣🤣🤣

Pois o presidente fez besteira, nem cumpre a fama.

Vou perguntar se o Pedro joga, porque eu não hahaha

1 hora atrás, Andreh68 disse:

Provavelmente o maior desafio nessas camadas muito baixas, mais que conseguir os jogadores, é sobreviver sem dinheiro.

Após um momento de pega a camisa e joga correndo pro lado de lá, finalmente se fixou numa tática, e os resultados vieram.

Quando cortar as stats das partidas, deixa o placar.

Boa sorte!

Sim, agora parece que acertamos um time de verdade...

Eu sempre fico na dúvida se tiro ou deixo o placar, mas entendo o questionamento, vou lembrar nas próximas.

37 minutos atrás, PedroJr14 disse:

Melhoras à vista. Agora só 8 pontos te separam do líder, a evolução é clara. Seria o entrosamento ou foi mais a tática mesmo?

Acho que foi a tática. O Gegenpress ajudou, mas foi quando coloquei um volante na contenção que as coisas se acertaram.

Vamos ver se conseguimos manter.

24 minutos atrás, marciof89 disse:

A evolução do time é notável de uma att para outra, diria que dá pra sonhar. A questão é sobreviver sem grana, algo que sempre acaba pegando nessas ligas amadoras. Vai ter que se virar como pode, bacurau.

As coisas estão rolando como eu gostaria, a evolução do time segue a do Pedro. Não esperava essa questão dos salários, principalmente porque não participei da formação dos contratos.

Mas, na parte tática senti um acerto. A questão é aprender o que fazer quando ela não funcionar.

Gostei bastante de O Som ao Redor, mas não tinha vista o Bacurau. Agora achei a sinopse interessante e verei hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
AllMight

Deixa eu ver se entendi, você extrapola seu orçamento para salários, vê a situação financeira caótica, e ainda vai no Presida pedir aumento do orçamento!? Hahaha, me espanta o presidente não te dar uma bengalada. 

No âmbito esportivo parece que o time finalmente se acertou na parte tática. E seria muito bom que você conseguisse ao menos um jogador profissional, poderia fazer a diferença em uma briga pelo acesso.

Estarei acompanhando Ney!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
37 minutos atrás, DiogoHernandes disse:

Deixa eu ver se entendi, você extrapola seu orçamento para salários, vê a situação financeira caótica, e ainda vai no Presida pedir aumento do orçamento!? Hahaha, me espanta o presidente não te dar uma bengalada. 

No âmbito esportivo parece que o time finalmente se acertou na parte tática. E seria muito bom que você conseguisse ao menos um jogador profissional, poderia fazer a diferença em uma briga pelo acesso.

Estarei acompanhando Ney!

Não, apenas sugeri a contratação de todo mundo. O maluco do presidente que decidiu os salários. Tanto que demorei pra perceber a zona hahaha

Na próxima janela, ou quando tiver dinheiro, espero poder trazer alguém que saiba jogar.

Obrigado Diogo, seja bem-vindo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

image.png.023392e1bbd2e941c07b27ccbac724ad.png

“Esta noite, enquanto Elli se encontrava aqui conosco, tocaram a campainha da porta, forte e longamente. Fiquei branca; no mesmo instante senti dores no estômago e palpitações no coração, tudo por causa do medo, é claro. À noite, na cama, vejo-me sozinha numa masmorra, sem mamãe e papai. Às vezes, vejo-me na estrada, a vaguear, ou então o Anexo Secreto pega fogo, ou eles aparecem, à noite, e nos levam embora. Vejo tudo como se estivesse acontecendo na realidade, e isso me dá a impressão de que acontecerá mesmo, muito breve! Miep costuma dizer que inveja a tranquilidade que aqui gozamos! Talvez seja verdade, mas Miep não se lembra de nossos temores. Não posso, não consigo imaginar que o mundo se torne normal, para nós, novamente. Muitas vezes falo em "depois da guerra", mas acho que isso é castelo no ar, coisa que jamais acontecerá na realidade. Se penso em nossa antiga casa, em minhas amigas, nas brincadeiras da escola, é como se outra pessoa tivesse vivido aquela vida, não eu. ” Diário de Anne Frank, 08.11.1943.

 

 

 

Domingo, 20 de novembro de 2018.

 

Querido Tio Pep,

 

 

Você deve ter se perguntado porque não esperei terminar o primeiro turno para lhe escrever tudo de uma vez. Foram dois os motivos. O primeiro foram os diabos da Tasmania que me assombraram. Mas, eu tinha quase certeza que o segundo final de semana de novembro seria complicado. Quem dera tivesse um período menos turbulento.

Pois bem, os dias nove e dez de novembro foram sexta e sábado este ano. Eu planejei ir a Sinagoga da Rykestrasse, que fica bem perto de casa, para a cerimônia de lembrança da Noite dos Cristais. Ao que parece, no entanto, eu não estou bem familiarizado quanto achava com Berlim, acabei me perdendo. Quando cheguei já estavam um tumulto enorme, muitos figurões, até Angela Merkel por lá. Impossível entrar. Fui à Pestalozzi mesmo, até fica mais fácil para almoçar com os Ehrmann.

O Parshat lido pelo Rabino Tovia foi 46 de Gênesis. Eu demorei para compreender qual era a relação com a data rememorativa, até que chegou ao último versículo: “Nós, teus servos, temos sido pastores de gado desde a nossa mocidade até agora, tanto nós como nossos pais. Isso direis para que habiteis na terra Gósen; porque todo pastor de ovelhas é abominação para os egípcios.”

 

O ambiente foi totalmente pesado. Percebia que algumas pessoas experimentaram aquele fatídico dia e o que veio depois. Difícil não ter alguém que não tenha ele mesmo vivido ou algum parente próximo a perseguição nazista.

No almoço na casa de Herr Thomas, apesar da comida boa, o clima não era alegre. Conversamos sobre o suposto retorno do antissetismo e consideramos que de verdade nunca acabou (e o pior, não sabemos se um dia acabará).

Para mim nunca acabou. Apesar de ficarem um tempo envergonhados e sem coragem de expressar seus verdadeiros sentimentos, fato é que os preconceituosos não deixam de existir.” Não havia ódio na fala de Herr Thomas, apenas uma resignação dolorosa.

Até Anja estava suportável e conseguimos conversar por algum tempo. Eu, ela e Phillip caminhamos até o memorial do Holocausto após o almoço. Não consegui conter minhas lágrimas, um sentimento pesado se apoderou de mim.

 

 

Noite dos Cristais – Kristallnacht

 

Relato de Felix Steiner, da Deusche Welle, sobre a Kristallnacht.

Spoiler

Meu pai era uma enciclopédia ambulante da história local e sabia tornar emocionantes as suas histórias. O que eu sei sobre a minha terra natal e as minhas origens aprendi com ele.

Ele também me contou várias vezes como vivenciou os pogroms, em nível nacional, de novembro de 1938. Na cidadezinha do sudoeste alemão em que eu cresci, a violência contra os judeus não começou na noite de 9 de novembro, mas no início da tarde do dia seguinte.

Na época, meu pai frequentava o primeiro ano primário, e no fim da aula o professor aconselhou as crianças a evitarem a sinagoga e as casas dos judeus, no caminho de casa. Melhor dar a volta nesses lugares, pois poderia ficar perigoso.

Naturalmente, como seria de se esperar de meninos de 6 ou 7 anos, meu pai e os amigos tomaram o aviso protetor como um convite para conferir o que poderia haver de tão perigoso, no meio do dia, num lugarzinho provinciano.

Eles se depararam com uma sinagoga em chamas, que o corpo de bombeiros não foi apagar, vitrines destroçadas e as lojas devastadas dos comerciantes judeus. E testemunharam como toda a mobília de uma família judaica foi jogada na rua, pela janela do primeiro andar.

O que aconteceu na cidadezinha com menos de 30 habitantes judeus está hoje perfeitamente documentado e registrado em livros. Mas o que eu gostaria de perguntar mais uma vez ao meu pai é como os meus avós reagiram ao relato do filho mais velho sobre o que acontecera ali, em plena luz do dia.

Será que tentaram explicar aquilo que, do ponto de vista atual, é inexplicável? Como comentaram o fato de que, a menos de 300 metros da nossa casa, mulheres e crianças tiveram a porta de entrada posta abaixo e todo o mobiliário feito em pedaços? Os homens judeus, por sua vez, já haviam sido presos na madrugada do 10 de novembro e enviados num trem para o campo de concentração de Dachau.

Sendo honesto comigo mesmo, eu nem quero saber de nada disso. Nem preciso perguntar, porque, em princípio, já sei as respostas. Não, meus avós não eram nazistas convictos, disso eu tenho certeza. Mas eles olharam para o outro lado e se calaram, assim como milhões de outros alemães. É raro pais de quatro crianças pequenas se tornarem mártires.

E da existência do campo de Dachau e do que acontecia lá, eles sabiam desde que, em 1933, o prefeito e vários conselheiros municipais social-democratas foram presos, ao longo de semanas. Além disso, tratava-se de judeus: o que nós, católicos, tínhamos a ver com eles? Arriscar-nos por causa deles?

A exclusão e privação dos judeus de seus direitos não começou só em novembro de 1938. Já algumas semanas antes da tomada de poder por Adolf Hitler, pichava-se "Não comprem dos judeus" nas vitrines dos negociantes semitas; funcionários judeus foram demitidos; médicos, advogados e jornalistas foram proibidos de trabalhar. Além disso, vieram as leis raciais de Nurembergue, desapropriação e muitas outras coisas.

O 9 e 10 de novembro de 1938 foi a transição para o terror declarado, diante dos olhos de todo o povo. E também a minha família assistiu calada. Isso me aflige e envergonha. Mesmo 80 anos depois.

Berlin Liga

 

[BSV Al-Dersimspor] Por mais estúpido que seja, quis usar este jogo pra dar alguma alegria ao meu povo. E ter esse pensamento na ou contra a Alemanha nunca dá certo. O esquema estava dando certo (4-1-4-1), vamos jogar fora de casa, o que fazer? Mudá-lo é claro. Fomos com 3-4-3 na base da pressão. O BSV veio para dominar o meio-campo, jogando por dentro. O resultado foi um jogo ruim, extremamente faltoso e de chutes errados, que terminou com a vitória dos donos da casa. Danny Fenk marcou de pênalti o único gol da partida.

[SCC Berlin] Parece que estamos criando uma regra na Liga. O jogador que faz gol precisa necessariamente errar e conceder gol ao adversário. Primeiro, Otto Egger aproveitou um erro de Jonas Dhalke e abriu o placar para nós. Continuamos em cima (mudando do 4-1-4-1 para o inglês 4-4-2). Depois, Jonas Dahlke aproveitou erro de Otto Egger e empatou a partido. Quando eu já ia perdendo os cabelos, meu guri Patrick Drechsel marcou o gol da vitória ao 86’, garoto tem estrela.

Com isso, chegamos à metade do campeonato em 7º lugar. Consolidado no que foi determinado pela diretoria: metade superior da tabela. As chances de alcançar o SFC Stern vão diminuindo cada vez mais. Contudo, diante do equilíbrio da liga, negócio é só deixar de acreditar quando acabar.

 

Classificacao.png

 

proximos.PNG.960d79d53f72ea43b059bb9f612ba6f9.PNG

Próximos jogos do Makkabi

 

Abraços, Pedro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Confesso que não entendi porque foram poucas partidas nessa atualização. Ainda sem saber o motivo, acho que podia ter jogado os jogos que colocou como próximos.

Talvez dê ali para brigar por um quarto ou quinto lugar, mas enfim, futebol só acaba quando termina. Se empolgar, quem sabe encosta no Stern...

Vamos ver o que o Makkabi vai aprontar na continuação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
52 minutos atrás, Tsuru disse:

Confesso que não entendi porque foram poucas partidas nessa atualização. Ainda sem saber o motivo, acho que podia ter jogado os jogos que colocou como próximos.

Talvez dê ali para brigar por um quarto ou quinto lugar, mas enfim, futebol só acaba quando termina. Se empolgar, quem sabe encosta no Stern...

Vamos ver o que o Makkabi vai aprontar na continuação.

Tem razão, faltou colocar o calendário destes jogos. Porque os jogos aconteceram logo após a data rememorativa comentada.

Eu queria ter fechado o primeiro turno, mas parei antes deles. Depois eu poderia ter continuado, mas aí ficaria sem sentido a carta sobre a noite dos cristais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
Em 03/01/2020 em 13:01, Neynaocai disse:

image.png.023392e1bbd2e941c07b27ccbac724ad.png

“Esta noite, enquanto Elli se encontrava aqui conosco, tocaram a campainha da porta, forte e longamente. Fiquei branca; no mesmo instante senti dores no estômago e palpitações no coração, tudo por causa do medo, é claro. À noite, na cama, vejo-me sozinha numa masmorra, sem mamãe e papai. Às vezes, vejo-me na estrada, a vaguear, ou então o Anexo Secreto pega fogo, ou eles aparecem, à noite, e nos levam embora. Vejo tudo como se estivesse acontecendo na realidade, e isso me dá a impressão de que acontecerá mesmo, muito breve! Miep costuma dizer que inveja a tranquilidade que aqui gozamos! Talvez seja verdade, mas Miep não se lembra de nossos temores. Não posso, não consigo imaginar que o mundo se torne normal, para nós, novamente. Muitas vezes falo em "depois da guerra", mas acho que isso é castelo no ar, coisa que jamais acontecerá na realidade. Se penso em nossa antiga casa, em minhas amigas, nas brincadeiras da escola, é como se outra pessoa tivesse vivido aquela vida, não eu. ” Diário de Anne Frank, 08.11.1943.

 

Esses dias eu abri meu not e acessei a minha biblioteca virtual. Estava relendo o livro e lembrei de alguns filmes sobre o nazismo. Engraçado que terminei a leitura e na sky estava passando Bastardos Inglórios, filme fictício sobre a morte de Hitler por soldados americanos, aonde no início do filme o personagem, Coronel Hans Landa, bate na porta da casa de um agricultor francês. Ele acaba entregando o esconderijo dos judeus e esses são metralhados, só escapando uma menina chamada Shosanna. Essa busca incessante pelos judeus acontecia em todos os países ocupados pelos nazista. Achei esse interessante essa passagem do filme e lembrei desse texto do save. Infelizmente nos dias de hoje estamos caminhando para justamente repetir os erros do passado. Como disse Herr Thomas:

Para mim nunca acabou. Apesar de ficarem um tempo envergonhados e sem coragem de expressar seus verdadeiros sentimentos, fato é que os preconceituosos não deixam de existir.”

Vida que segue.

Em relação ao jogo, o time teve uma queda e está a 9 pontos do Stern O Bom é que nos próximos 4 jogos vai ter o confronto direto e dependendo dos resultados baixar para 6 ou menos pontos. Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
AllMight
Em 03/01/2020 em 13:01, Neynaocai disse:

Ah, rolou um certo frisson entre a ala masculina da sinagoga dias atrás – dos solteiros, é claro. Anna Ehrmann voltara para a comunidade, após anos em Frankfurt conseguiu uma vaga de professora-assistente na Humboldt. O porquê daquela animação toda não me fazia sentido. Quando souberam que a conhecia, virei o homem do momento. Já não gostava dela nos tempos de faculdade, com essa importunação então, menos ainda.

Repetido isso aí hein, já estava escrito no post anterior. hahahaa

----

Sobre o time, enquanto o Makkabi Berlin continuar perdendo muitos jogos subir na tabela deve ser uma tarefa difícil, tem de melhorar essa estatística para poder subir mais.

Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68
23 horas atrás, DiogoHernandes disse:

Repetido isso aí hein, já estava escrito no post anterior. hahahaa

----

Isso é pra causar frisson na gente. Quer rivalizar com as garotas do @LC😂

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bigode.

Começando a acompanhar agora e gostei bastante do que vi. A introdução, as atualizações, tudo em ótimo nível. Acho, inclusive, que pelo teor histórico, tem tudo para ser um dos grandes saves da área, seja pelas histórias que tu pode trazer, pelos objetivos e nuances do save... Eu, como bom judeu (mentira, sou péssimo! hahaha), tô gostando bastante. Acho que vai dar bom demais!

Sobre a parte in-game, acho que tem ido bem, levando em conta todas as circunstâncias. Ainda tem muito o que rolar e acho até que dá pra buscar algo. Esse próximo confronto com o líder pode ditar bem as coisas. Agora, meu caro, não pode cagar no patê, né? Time bem, ajeitado, as coisas correndo legal e tu vai me mudar o sistema tático daquele jeito, pô?! hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
Em 05/01/2020 em 23:46, Bigode. disse:

Agora, meu caro, não pode cagar no patê, né? Time bem, ajeitado, as coisas correndo legal e tu vai me mudar o sistema tático daquele jeito, pô?! hahaha

Realmente, mereceu uns tapas por essa. hahahaha Tá parecendo o @Tsuru, que não pode ver uma tática nova que já quer sair usando 🤣

Teve pouco futebol nas últimas atualizações, mas o pano de fundo da história em si, está muito bem escrito. Parabéns!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
Em 04/01/2020 em 14:35, LC disse:

 

Esses dias eu abri meu not e acessei a minha biblioteca virtual. Estava relendo o livro e lembrei de alguns filmes sobre o nazismo. Engraçado que terminei a leitura e na sky estava passando Bastardos Inglórios, filme fictício sobre a morte de Hitler por soldados americanos, aonde no início do filme o personagem, Coronel Hans Landa, bate na porta da casa de um agricultor francês. Ele acaba entregando o esconderijo dos judeus e esses são metralhados, só escapando uma menina chamada Shosanna. Essa busca incessante pelos judeus acontecia em todos os países ocupados pelos nazista. Achei esse interessante essa passagem do filme e lembrei desse texto do save. Infelizmente nos dias de hoje estamos caminhando para justamente repetir os erros do passado. Como disse Herr Thomas:

Para mim nunca acabou. Apesar de ficarem um tempo envergonhados e sem coragem de expressar seus verdadeiros sentimentos, fato é que os preconceituosos não deixam de existir.”

Vida que segue.

Em relação ao jogo, o time teve uma queda e está a 9 pontos do Stern O Bom é que nos próximos 4 jogos vai ter o confronto direto e dependendo dos resultados baixar para 6 ou menos pontos. Boa sorte na sequência.

Eu não sei até que ponto é verossímil, mas na série Kinghtfall narra um massacre aos judeus determinado pelo Rei Felipe IV da França em 1307. O ministro da economia dele mandou uma solução à crise financeira: confisquemos os bens dos judeus. Com que justificativa? Nenhuma.

Espero dar uma de Bastardos Inglórios assombrando a Alemanha futebolisticamente. Mas tá dificil hahaha.

Em 04/01/2020 em 15:13, DiogoHernandes disse:

Repetido isso aí hein, já estava escrito no post anterior. hahahaa

----

Sobre o time, enquanto o Makkabi Berlin continuar perdendo muitos jogos subir na tabela deve ser uma tarefa difícil, tem de melhorar essa estatística para poder subir mais.

Boa sorte na sequência.

Corrigido, ops.

Já joguei a toalha. Temo apenas a situação financeira.

Valeu.

Em 05/01/2020 em 14:37, Andreh68 disse:

Isso é pra causar frisson na gente. Quer rivalizar com as garotas do @LC😂

Primeiro que Pedro é um rapaz direito.

Segundo que pra competir com Don LC precisa de muito mais que uma vida hahaha

Em 06/01/2020 em 23:46, Bigode. disse:

Começando a acompanhar agora e gostei bastante do que vi. A introdução, as atualizações, tudo em ótimo nível. Acho, inclusive, que pelo teor histórico, tem tudo para ser um dos grandes saves da área, seja pelas histórias que tu pode trazer, pelos objetivos e nuances do save... Eu, como bom judeu (mentira, sou péssimo! hahaha), tô gostando bastante. Acho que vai dar bom demais!

Sobre a parte in-game, acho que tem ido bem, levando em conta todas as circunstâncias. Ainda tem muito o que rolar e acho até que dá pra buscar algo. Esse próximo confronto com o líder pode ditar bem as coisas. Agora, meu caro, não pode cagar no patê, né? Time bem, ajeitado, as coisas correndo legal e tu vai me mudar o sistema tático daquele jeito, pô?! hahaha

Obrigado pelos elogios Bigode!

Quanto ao jogo, o Pedro espero que evolua assim como eu no jogo e consiga sucesso. Mas, a falta de experiência ainda cobra seu preço não é mesmo? Time que está ganhando não se mexe, vê se aprende.

Com tanta pressão, me sinto aquelas personagens problemas das histórias. A coisa tá indo muito bem, mas a chance de fazer merda sempre paira sobre mim hahaha

10 horas atrás, marciof89 disse:

Realmente, mereceu uns tapas por essa. hahahaha Tá parecendo o @Tsuru, que não pode ver uma tática nova que já quer sair usando 🤣

Teve pouco futebol nas últimas atualizações, mas o pano de fundo da história em si, está muito bem escrito. Parabéns!

Mas é que se vê maluco jogando na África e fazendo sucesso se pensa: vou fazer ingual. E o resultado é íngual mesmo.

Na verdade eram para sair três atualizações de uma vez, apenas em postagens diferentes. Mas, não consegui cumprir o objetivo.

Isto é, o jogo já seguiu até aqueles próximos indicados, mas eu precisa ressaltar a Noite dos Cristais...

Share this post


Link to post
Share on other sites
#Vini

Fala, Ney. Tô curtindo bastante a trajetória até aqui, in-game e na ficção.

O clube ainda tem chances de subir um pouco mais na tabela, principalmente se você parar de mexer no que está dando certo hahaha 

Curioso pela sequência!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • div
      By div
      Olá! Tudo bem com vocês? Espero que sim. 
      Sou novo aqui, pelo menos em relação a uma participação mais ativa. Acesso o fórum há algum tempo, costumava ler sobre dicas táticas ou contratações para me atualizar no FM (tive um hiato bem longo entre edições do jogo). De um tempo pra cá, passei também a frequentar esta zona do fórum e foi aqui que mais gastei meu tempo, li diversas histórias e resolvi criar a minha própria.
      Como o próprio nome da história já fala, este save tem foco na carreira de um treinador, não em um clube específico. Assim, não terei compromisso com nenhum clube caso surja proposta que represente um avanço na carreira do treinador. Tudo dependerá da proposta e do que for mais adequado para a história. Comecei o jogo desempregado, com a menor reputação e experiência possíveis e tentarei subir na carreira de técnico, até chegar ao topo (considero que os principais objetivos seriam: Chegar num clube da Série A, ganhar a Libertadores, treinar na Europa, ganhar a Champions, treinar uma seleção e ganhar a Copa do Mundo. Muita coisa? Talvez, mas por que não?).
      Como verão abaixo, carreguei Brasil, Argentina, Uruguai e as principais ligas europeias apenas. Confesso que tentei carregar mais divisões inferiores e mais ligas sul-americanas, mas o jogo ficou com um processamento muito lento e tive que refazer o save pra retirar algumas ligas e divisões (notebook do milhão é complicado). Como a ideia é começar no Brasil, além do nosso país só carreguei a Argentina e o Uruguai, pra ver se a Libertadores não ficava uma Copa do Brasil 2.0, e as principais ligas europeias, que são uns dos objetivos finais do save.
      De antemão já peço desculpas em razão da longuíssima introdução que fiz antes de adentrar no save (vocês verão nos próximos posts), mas sinto que era necessário para que pudesse estabelecer algumas bases para a história.
      Pra terminar essa apresentação, queria dizer que espero que gostem de acompanhar essa história, e que críticas e sugestões são sempre bem-vindas.
       

      Versão do Jogo: Fm 2019
      Update: Brasil MundiUp, atualizado até novembro de 2019, com algumas transferências atualizadas por mim nos times da Série A do brasileiro (já joguei outro save com esta db e não tive problemas de crash ou erro no jogo).
      Ligas: Brasil (Divisão Inferior e acima), Inglaterra (Sky Bet Championship e acima), Argentina, Uruguai, Portugal, Itália, Holanda, Alemanha, Espanha e França (somente a primeira divisão nacional).
       

      Temporada 1 - 2019
      Prólogo (07/08/2020)
      Capítulo 1 (08/08/2020)
      Capítulo 2 (08/08/2020)
      Capítulo 3 (10/08/2020)
      Capítulo 4 (16/08/2020)
      Capítulo 5 (19/08/2020)
      Capítulo 6 (22/08/2020)
       
      Temporada 2 - 2020
      Capítulo 7 (25/08/2020)
      Capítulo 8 (28/08/2020)
      Capítulo 9 (31/08/2020)
      Capítulo 10 (04/09/2020)
      Capítulo 11 (06/09/2020)
       
      Temporada 3 - 2021
      Capítulo 12 (08/09/2020)
      Capítulo 13 (11/09/2020)
      Capítulo 14 (14/09/2020)
       
      Temporada 4 - 2022
      Capítulo 15 (17/09/2020)
      Capítulo 16 (21/09/2020)
       
      Temporada 5 - 2023
      Capítulo 17 (24/09/2020)
      Capítulo 18 (27/09/2020)
      Capítulo 19 (30/09/2020)
      Capítulo 20 (03/10/2020)
       
      Temporada 6 - 2024
      Capítulo 21 (06/10/2020)
      Capítulo 22 (09/10/2020)
      Capítulo 23 (12/10/2020)
      Capítulo 24 (15/10/2020)
       
      Temporada 7 - 2025
      Capítulo 25 (18/10/2020)
      Capítulo 26 (21/10/2020)
      Capítulo 27 (24/10/2020)
      Capítulo 28 (26/10/2020)
       
      Temporada 8 - 2026
      Capítulo 29 (05/11/2020)
      Capítulo 30 (10/11/2020)
      Capítulo 31 (16/11/2020)
      Capítulo 32 (21/11/2020)
       
      Temporada 9 - 2027
      Capítulo 33 (24/11/2020)
      Capítulo 34 (28/11/2020)
      Capítulo 35 (07/12/2020)
      Capítulo 36 (12/12/2020)
      Capítulo 37 (17/12/2020)
      Capítulo 38 (22/12/2020)
       
      Temporada 10 - 2028
      Capítulo 39 (26/12/2020)
      Capítulo 40 (28/12/2020)
      Capítulo 41 (31/12/2020)
      Capítulo 42 (04/01/2021)
      Capítulo 43 (06/01/2021)
       
      Temporada 11 - 2029
      Capítulo 44 (12/01/2021)
       
      Temporada 12 - 2030-31
      Capítulo 45 (14/01/2021)
      Capítulo 46 (17/01/2021)
      Capítulo 47 (23/01/2021)
      Capítulo 48 (28/01/2021)
      Capítulo 49 (02/02/2021)
       
      Temporada 13 - 2031-32
      Capítulo 50 (04/02/2020)
      Capítulo 51 (06/02/2021)
      Capítulo 52 (09/02/2021)
      Capítulo 53 (11/02/2021)
       
      Temporada 14 - 2032-33
      Capítulo 54 (14/02/2021)
      Capítulo 55 (17/02/2021)
      Capítulo 56 (20/02/2021)
      Capítulo 57 (23/02/2021)
       
      Temporada 15 - 2033-34
      Capítulo 58 (25/02/2021)
      Capítulo 59 (28/02/2021)
      Capítulo 60 (02/03/2021)
      Capítulo 61 (05/03/2021)
       
      Temporada 16 - 2034-35
      Capítulo 62 (07/03/2021)
      Capítulo 63 (10/03/2021)
      Capítulo 64 (13/03/2021)
      Capítulo 65 (16/03/2021)
       
      Temporada 17 - 2035-36
      Capítulo 66 (17/03/2021)
      Capítulo 67 (20/03/2021)
      Capítulo 68 (23/03/2021)
      Capítulo 69 (26/03/2021)
       
      Temporada 18 - 2036-37
      Capítulo 70 (29/03/2021)
      Capítulo 71 (31/03/2021)
      Capítulo 72 (03/04/2021)
      Capítulo Final (06/04/2021)
       
      Bônus
      Capítulo Bônus (29/10/2020)
       

       
    • Johann Duwe
      By Johann Duwe
      A cada lançamento do Football Manager a comunidade do jogo se une e cria alguns novos desafios, muitos deles focados em objetivos e clubes/países específicos, porém a grande maioria dos jogadores prefere os desafios mais antigos, posso citar um grande exemplo em que eu mesmo me envolvi em duas ocasiões que é o Desafio Pentágono (Pentagon Challenge), que consiste em vencer as cinco principais competições continentais.
      Outro famoso desafio é o Desafio dos Jovens (Youth Challenge) feito algumas vezes aqui no Fórum por alguns usuários, sendo que agora acredito que somente  o @ElPerroMG esteja fazendo ele e há ainda o Journeyman que eu não estou habituado e não sei explicar exatamente como ele funciona, o Dafuge Challenge que também não tenho ideia do processo, existe o Ferguson Challenge que consiste em pegar a equipe situada na 19º posição da Premier League,  no dia 06/11 e levar ela a glória.
      Por fim, existe o British & Irish Challenge que consiste em vencer títulos nessa região. Existe uma variação dele chamada British & Irish Steel Challenge que consiste em vencer absolutamente todas as competições nos países selecionados, porém não é o que eu farei, irei fazer o desafio mais simples.
      E no fim das contas, eu fiquei entre o Desafio do Pentágono e este, porém como eu já havia feito o outro em duas ocasiões, acabei decidindo por este desafio.
       

       
      Ligas Carregadas - Todas do Reino Unido + Irlanda e com as principais ligas europeias em "Ver Apenas".
      Atributos do Treinador e Perfil - Usando o sobrenome de uma das maiores escritoras que este mundo já viu, começarei desempregado e com os piores atributos possíveis.

      Acima temos as vagas disponíveis neste momento, a equipe do Bradford City está claramente longe do meu alcance neste momento, possivelmente até o time do Institute por se tratar de um clube em divisão de topo talvez não dê muita atenção para mim, mas irei também enviar meu currículo para lá, assim como para o Aberystwyth Town.
      Dois ou três dias se passaram e como previsto, o Institute não me deu atenção, mas a equipe de Galês entrou em contato e mandou essa proposta, que foi prontamente aceita.

      PS: Agora que me lembrei, o País de Gales no FM 2019 tem apenas uma divisão jogável, ao contrário do FM 2020 e provavelmente do 2021.
    • LuisSilveira
      By LuisSilveira
      Olá, meu povo. Depois de muito acompanhar as histórias por aqui e ensaiar algumas ideias, finalmente trago meu primeiro save para a área. Escolhi fazer um no estilo ‘journeyman’ por achar que tenho um exemplo próximo de uma boa história. Sou novato, tanto em descrever sagas aqui quanto no FM, então devo ir refinando a parte gráfica/texto conforme for progredindo e espero melhorar no próprio jogo ao decorrer do save. Todas as dicas e críticas são bem vindas!
       


       
      O treinador será o fictício Fabiano Carvalho, inspirado no ex-jogador Fabrício Carvalho Pereira, cria do Vasco da Gama, sendo promovido ao time principal em 1997. Foi no mesmo clube que ele teve sua passagem mais marcante no futebol, fazendo parte do time que ganhou o Campeonato Brasileiro (1997) e a Libertadores (1998). A lista de clubes que Fabrício defendeu inclui Bahia, Bangu, Joinville, Volta Redonda, Remo, Leça (POR), Hapoel Tel-Aviv (ISR), Maccabi Ahi Nazareth (ISR), Sivasspor (TUR), entre outros, onde o volante encerrou sua carreira como jogador pela primeira vez em 2014 quando atuava pela Cabofriense. Em 2016, Fabrício deixou a aposentadoria para assinar com o Sport Club Linharense, onde passada a temporada ele iria se aposentar definitivamente. Em 2018, o ex-jogador iniciou sua carreira como técnico pelo São Mateus-ES, mas não parece ter continuado após o encerramento de sua passagem por esse clube.
       
      Ainda, desde o início de sua carreira no Vasco, Fabrício atuou na coordenação de diversas escolinhas de futebol em sua terra natal, o bairro de Campo Grande, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro e em diversas outras em distintas localidades. Fabrício ainda possui projetos nessa área, onde atua também com o Vasco da Gama, para a revelação de novos jogadores para a base. Isso foi o que descobri pelas seguintes fontes:
       
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Fabrício_Carvalho_Pereira
      http://blogs.lance.com.br/papo-com-boleiro/um-volante-polivalente-que-foi-campeao-pelo-vasco-batemos-um-papo-com-fabricio-carvalho/
      https://www.facebook.com/fabricio.carvalho1
       
      Por volta de 1997, o autor desse save fez parte de uma das escolinhas de futebol conduzidas por Fabrício e seu pai, Fernando, no supracitado bairro de Campo Grande. Devo acrescentar que meu eu de 9 anos não tinha um desempenho esportivo digno de nota (tendência seguida até hoje), mas era sempre divertido jogar com a garotada na várzea e foi onde pude conhecer a inspiração do save. A curiosidade sobre como a carreira dele tinha prosseguido após eu deixar de frequentar tal escolinha foi o combustível para a criação dessa história.

      Como dito, a carreira contada aqui será a de Fabiano Carvalho, personagem criado como um “Fabrício de um universo paralelo”. Optei pela escolha de um protagonista fictício aqui para não incomodar ninguém e ser processado para não imputar à figura real decisões diferentes da que ele tomaria, como sugerido pelo @Tsuru. Fabiano, aqui, não teria começado a carreira de técnico pelo São Mateus-ES, mas iniciaria como desempregado após encerrar sua carreira como jogador. As características de Fabiano refletem as escolhas de Fabrício, com línguas adicionais e gosto por desenvolvimento das camadas de base, além da fisionomia semelhante (até onde o FM permite, como vocês sabem).
       
      Vou jogar pelo FM19, pois fiquei com a sensação de que o usei muito pouco e não penso em comprar o FM21, pois ganharei o “Que País é este?” pretendo esperar pelo FM22.
       
      As ligas que escolhi refletem o que vi da carreira do próprio jogador, que passou por equipes do Brasil, Portugal, Espanha, Israel e Turquia. Além dessas, coloquei mais algumas ligas ‘premium’ (Alemanha, Itália e Inglaterra) para dar boas possibilidades caso a carreira de manager de Fabiano deslanche e ligas conhecidas por serem “cemitérios de elefantes”, onde jogadores mais experientes vão terminar a carreira e tentar a sorte (como Fabrício parece ter feito). Dessa categoria, coloquei as da Arábia Saudita, China e E.U.A. Dado que a única experiência (que eu encontrei) de Fabrício real como treinador foi no São Mateus-ES, habilitei as ligas até as divisões mais baixas da pirâmide brazuca como opções viáveis. Por fim, mantive uma base de dados pequena porque meu notebook não vai aguentar algo maior.
       
      O save não tem objetivos definidos nem condições de encerramento por hora, mas pretendo ganhar pelo menos um título de relevância nacional, consagrando até certo ponto a atuação do ex-jogador fora das quatro linhas (afinal, eu me dei ao trabalho de fazer um banner para títulos). O que vier depois é lucro.
       

       
    • Leonardo Souza
      By Leonardo Souza
      Ola Galera e Com Muito prazer que venho Trazer pra vocês Uma Narração que fiz com todo carinho Pra Mim Jogar FM mais Estou compartilhando Com vocês Espero que Gostem . ! 
      Vai algumas Observações : 

      Primeiro Colocar ela na Pasta : C:\Users\Documents\Sports Interactive\Football Manager 2020 
      Se for Outra pasta que vc usa ai conforme sua pasta . 

      Segundo Colocar o Jogo mais Lento e Tirar o Replay do Gol fica melhor se nao vai repetir a Voz do Gol no replay 

      Terceiro : Eu Configurei o Audio Muito alto então Ja vou avisando coloque o Som do FM Baixo kkkkkkk! 

      Quarto e Mais importante  Para a narração Funcionar faz a Limpeza de cash e Recarrega a Skin 😃 

      A Galera tem um arquivo no meio dos audios que e o canto da torcida  e o arquivo FM_loop2      vcs vao ouvir a torcida do Coimbra MG  pra voces Mudarem e colocar do time de voces e so achar um audio da torcida converter para Wav e renomear para o mesmo nome do arquivo ai oK 😃 ! ValeuU!

      Lembrando que essa Narração esta Simples e Em andamento se Gostarem e quizer que eu Coloque mais completo e Faça Uma mais Profissional Só so deixar o Feedback 😃 Obrigado a Todos 

      Link : http://www.mediafire.com/file/qwgzmsyds00o89q/sounds.rar

      Espero que Gostem ! 
    • Allanzera
      By Allanzera
      alguém sabe como fazer tranferencias pelo editor 2019?
×
×
  • Create New...