Entre para seguir isso  
Seguidores 0
HieiSix

fm 2015
Meus Atributos de Manager

3 posts neste tópico

 Olá, bom venho pedir alguns conselhos sobre esse tema, pois to querendo começar (mais) um game no FM15

Já fiz varios, e nesse ultimo vinha notando o crescimento dos meus atributos, eu sempre começo o meu Manager tudo sem Licença, com o Minimo de atributos

Só que cometi um erro, que estive vendo agora nos ultimos anos do save...meus atributos de treinamento são os mais facil de evoluir, porem os Psicologicos a MUITOS anos não sobem...e isso tem dificultado e muito algumas tarefas, principalmente na parte de Disciplina dentro do Campo....

Ex: O lateral ou Meia Direita, vai cobrar o  Arremesso Lateral do Lado esquerdo,  sendo que o jogador para aquela funça esta em campo normal, e fazendo isso bagunça TODA! a formação! e muitas das vezes me arrebenta pois acabo levando gols...

Ex: O cara é Destro (SÓ) e do nada começa a cobrar faltas com a perna oposta (WTF?!) ae eu tenho que ta gerindo as palestra em campo do modo agressivo VARIAS vezes até que eles normalizem.

É quase impossivel fazer 1 jogador aprender uma nova posição, mesmo ele sendo UM CRACAÇO! tenho que depender muito da Staff principalmente para gerir as palestras pois a minha Motivação parou de crescer no 14, a disciplina é HORRIVEL 5 e a Determinação nao cresce nem COM OS CARALH#$%!

Então pensei em fazer um novo save para ver se acerto dessa vez....se eu colocar as Licenças FULL fica facil até que distribuir um pouco...o problema que eu Odeio isso...prefiro começar do ZERO e ir crescendo, estudando, ganhando a licença, por fim SOFRENDO E MUITO! mais curtindo cada época ao maximo!

Essa IMG é FULL Licenças e do Comandante Ideial (O que eu tentei Buscar)

20170614100535_1.jpg

 

Essa outra IMG é do estilo que gosto de começar, poucos atributos e muito Trabalho! (Estilo Muricy)

20170614100806_1.jpg

 

Só que a parte Psicologica nesse meu save atual, parece que nao teve efeito algum Pois a maior parte dos atributos nao teve crescimento, e se nao me falhe a memoria, quando comecei o save o Estilo de treino eu deixei equilibrado, mas o que aconteceu nao foi bem isso...

Essa Imagem é na temporada 34/35

20170601141822_1.jpg

 

E essa outra já é na 36/37

20170614094804_1.jpg

 

Então, tive que Mudar a tática por que os jogadores nao se Adaptavam as novas Posições de maneira nenhuma...Uma temporada inteira e o cara nao se adapta a jogar naquela posição! e fora os atributos, mesmo eu gerenciando TUDO! nao cresceu 1 ponto em NADA! então resolvi começar um novo save e gostaria do auxilio de vocês para que eu consiga melhorar o meu manager e o crescimento dos atributos deles!

 

Desculpa qualquer coisa! ^.^

Editado por HieiSix
0

Compartilhar este post


Link para o post

Da última vez que consegui usar o FMScout, o treinador humano sempre tem PA 200 e uma CA que varia de acordo com a reputação inicial.

A partir daí, imagino que a evolução acontece do mesmo modo que acontece com outros jogadores e staff, ou seja, realmente os atributos mentais serão os mais difíceis de evoluir.

 

Se você quiser continuar +/- como faz, sugiro colocar mais pontos só nos atributos mentais e evoluir os outros naturalmente.

 

 

Sobre o pé que o jogador usa, se fala da animação, não liga pra isso que é irrelevante. Até existem PPMs pro jogador evitar usar o pé ruim e o pra driblar com o pé bom mas não sei se isso é uma vantagem ou se é só pra personalizar cada jogador.

E sobre aprender posição diferente, até onde sei só depende do atributo Versatilidade do jogador em questão.

0

Compartilhar este post


Link para o post

 Opa, Obrigado por responder irmão...

 Bom é mais ou menos assim...Esse que está no Topico (prints) eu fiz de teste... Então comecei um novo, e investi os miseros pontos que eu tinha na parte psicologica...Só que li em algum lugar que FM 15 os atributos psicologicos parece que nao evoluem...Adaptabilidade...Determinação...Nivel de Disciplina...E GrH só evolui enquanto você tiver fazendo os Estudos...depois que termina para, mesmo serve para Motivação....A parte do conhecimento é o unico que senti que evoluiu mais porque eu acabei viajando muito e pra varias divisões nesse save...

 Só que eu tava tentando tirar  essa Duvida...Realmente o Sistema do FM 15 é Bugado ? será que vou ter que comprar 1 mais avançado pra pode jogar de boas da maneira que quero? e realmente os Atuais 17 e o que vai lançar 18, não tem o mesmo problema?

 Sobre o jogador você nao entendeu...Nao sei se é por causa da Disciplina, da Motivação, ou da Adaptabilidade que era quase impossivel fazer 1 jogador se adaptar a uma nova FUNÇÃO, sacou? Pegar um Meia Atacante Destro, com atributos Psicologios Altissimos e transforma-lo em um Segundo Atacante Agudo...Fazia muito isso no FM 14, mas no 15 com esse Save nao consegui...o maximo que conseguia fazer era 1 Lateral conseguir jogar de Meia lateral...¬¬.,... Nem os Volantes se adaptava a jogar de Meia Central..

 

 Mas Obrigado por responder o Tópico Brodi!

0

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
  • Conteúdo Similar

    • HieiSix
      Por HieiSix
       Bom, se alguem ainda estiver vivo nesse forum, e joga o FM 15, poderia me ajudar com esse problema, eu só jogo OFF por que da MUITO menos crash dumps (ja passei varias temporadas sem ter uma) mas ON é 1 ou mais por semana... vei chega da uma puta raiva do jogo!
       Se alguém souber indicar alguma noticia sobre o que ocorreu ou puder ajudar a solucionar eu fico grato

       Claro que esse forum ainda tiver gente viva...
    • ggpofm
      Por ggpofm

       
      O "Princípio 323": como distribuir tarefas por um time
      Por ggpofm

      O Football Manager (FM) é um jogo envolvente. A possibilidade de atuar como um treinador que comanda e/ou influencia várias áreas de um clube é cativante, mas sabemos que muitos dos que estão dando os primeiros passos no FM se sentem um pouco perdidos em vários aspectos do jogo, inclusive naquele momento de colocar o time em campo.
      Para tentar ajudar quem é iniciante no FM, resolvi contribuir com um texto sobre a distribuição de tarefas na formação tática um time. Espero que as ideias que serão apresentadas possam ajudá-lo de alguma forma, mas tenha em mente que elas não são uma receita de bolo e nem a solução para todos os seus problemas. É fundamental a leitura de outros textos que abordam outros aspectos do jogo e também a compreensão de que o jogo simula o futebol e como tal, muitos acontecimentos em campo ocorrem de forma ocasional.
      Desde o FM 2010, a Sports Interactive (SI) introduziu o “Criador de Táticas” com objetivo de facilitar o trabalho de quem vai controlar um time. Com ele é possível organizar de forma intuitiva como um time se estruturará taticamente para as partidas. Mesmo assim, um dos aspectos do “Criador de Táticas” que podem gerar confusão para quem está dando os primeiros passos no mundo do FM é a definição das tarefas dos jogadores.

      As tarefas no FM
      No FM há seis opções de tarefas: defesa, apoio (suporte), ataque, cobertura, bloqueio e automática. Para algumas funções existe apenas uma tarefa, como por exemplo, o Primeiro Volante, que possui somente a tarefa defender. Para outras existem quatro tarefas, como por exemplo a função de Meia Central, com as tarefas de defesa, apoio, ataque e automática. Enfim, para cada posição em campo é possível escolher algumas funções e cada uma delas possui um número de tarefas pré-definidas pelo FM.
      Escolher bem as tarefas de um time permitirá que ele se torne equilibrado em campo, mantendo seus três setores (defesa, meio-campo e ataque) conectados, facilitando que os jogadores desenvolvam o modelo de jogo pretendido.
      Para o que nos interessa precisamos apenas nos concentrar nas tarefas básicas do FM: as tarefas de defesa, apoio e ataque. O motivo para isso é que as tarefas de bloqueio e cobertura são na realidade adaptações da tarefa defender, enquanto a tarefa automática reúne as três tarefas fundamentais (defesa, apoio, ataque) em uma só. Os mais experientes fazem uso da tarefa automática de forma precisa, mas para quem está iniciando eu acredito que é mais educativo controlar as tarefas que cada jogador executa em campo em determinado momento de uma partida, do que deixar que a inteligência artificial do jogo controle isso por conta própria.
       
      O que é o “Princípio 323”
      E como essas três tarefas devem ser distribuídas por um time? Quantas tarefas de defesa um time precisa ter? E quantas de apoio e ataque? Todos os jogadores de defesa devem ter tarefas de defesa e os jogadores de ataque devem ter tarefas de ataque?
      As respostas para essas e outras questões estão no que eu batizei de “Princípio 323”. A primeira vez que eu vi essa ideia apresentada de forma clara foi no “Tactical Theorems and Frameworks 09” (TT&F 09), dos idealizadores do “Criador de Táticas”, Richard Claydon (wwfan) e Gareth Millward (Millie).
      Todo time deve ter jogadores que foquem seu jogo intensivamente na defesa (tarefa defender), jogadores que foquem seu jogo intensivamente no ataque (tarefa atacar) e aqueles que jogam de forma mais equilibrada nas duas tarefas (tarefa apoiar). Para os autores do TT&F 09, para um time alcançar o equilíbrio tático é preciso que entre os 10 jogadores de campo exista o mínimo de três jogadores com tarefa defender, dois jogadores com tarefa apoiar e três jogadores com tarefa atacar.
      Sendo assim, quando se distribui as tarefas seguindo o “Princípio 323” entre os 10 jogadores de campo de um time, oito terão que estar distribuídos como a forma enunciada acima, enquanto a tarefa dos outros dois jogadores que sobraram serão designadas de acordo com a postura que for adotada em um determinado momento da partida.
      A partir desse princípio, os desdobramentos são lógicos. De forma geral, se em algum momento da partida o objetivo é atacar serão necessários mais jogadores com tarefas ofensivas e se em outro pretende-se defender, haverá necessidade de mais jogadores com tarefas defensivas. A conclusão para uma proposta defensiva, uma equilibrada (neutra) e uma ofensiva, a distribuição de tarefas entre os 10 jogadores de campo será a seguinte:
        Postura defensiva: cinco com tarefa defender, dois com tarefa apoiar e três com tarefa atacar;
      Postura equilibrada: três com tarefa defender, quatro com tarefa apoiar e três com tarefa atacar;
      Postura ofensiva: três com tarefa defender, dois com tarefa apoiar e cinco com tarefa atacar.
        Observe que em todas as três propostas acima sempre existe o mínimo proposto pelo “Princípio 323”, ou seja, três jogadores com tarefa defender, dois de apoio e três com tarefa atacar.
      Espero que não, mas alguém pode imaginar que as tarefas de defesa devem ser dadas aos defensores, as tarefas de apoio aos meio-campistas e as tarefas de ataque aos atacantes. Nada mais equivocado!
      Para um time alcançar o equilíbrio tático, evitando-se que a defesa, o meio-campo e o ataque fiquem desconectados, é preciso misturar as tarefas pelos três setores de um time para que exista movimento entre eles. Por isso, não basta saber a quantidade de tarefas necessárias em um time. É importantíssimo saber distribuí-las pelos três setores do time.
       
      “O Princípio 323” na prática
      Não tenho a intenção de apresentar imagens de várias formações táticas e sugestões de distribuição de tarefas porque não é meu desejo transformar o “Princípio 323” em algo a ser seguido às cegas e sem nenhuma reflexão por parte de quem irá usá-lo. Se pelo “Princípio 323” tenho um modelo a ser seguido que “exige” o mínimo de três jogadores com tarefa de defesa, três de apoio e três com tarefas de ataque, espero que ao distribuir as tarefas pelos setores de um time, você pare, pense e consiga distribuí-las de forma racional, lembrando-se que durante os 90 minutos de partida existem vários momentos diferentes e que, talvez, em cada um deles seu time precise de uma distribuição de tarefas diferente para conseguir jogar de forma equilibrada.
      Mesmo assim, vou apresentar um exemplo simples com uma formação que já foi muito usada no FM, o 4-4-2 inglês. Como você deve saber, essa formação tática utiliza os três setores em linha (quatro defensores, quatro meio-campistas e dois atacantes).


      Como toda e qualquer formação tática, ela só funcionará bem se conexões foram criadas entre os setores e por isso, o 4-4-2 inglês precisa de defensores que se aproximem do meio-campo ou que o ultrapasse, de meio-campistas que ajudem a defesa, de meio-campistas que ajudem o ataque e atacantes que ajudem o meio-campo.
      Seguindo as diretrizes do “Princípio 323” uma das maneiras possíveis de distribuir as tarefas do 4-4-2 inglês é a seguinte:

      Como é possível ver acima, existem três jogadores com tarefas defensivas (dois zagueiros e um meio-campista central), dois com tarefas de apoio (um meio-campista central e um atacante) e três com tarefas de ataque (um atacante e dois meio-campistas laterais). Também existem os dois laterais para os quais as tarefas não foram definidas.
      Determinadas escolhas parecem óbvias, mas outras nem tanto. O meio-campo é sempre problemático porque ele precisa executar várias atividades simultâneas. Ele é o setor que conecta a defesa e o ataque, mas também precisa proteger a defesa e se aproximar do ataque para não deixá-lo isolado. Por isso é comum que se tenha as três tarefas distribuídas por ele.

      Como é possível ver na imagem, existe um meia-central com tarefa defender que será o jogador mais recuado do meio-campo e que auxiliará na proteção da defesa, dois meio-campistas laterais que procurarão chegar ao ataque e um meia-central com tarefa de apoio que ajudará na ligação defesa e ataque.
      No ataque, há outro jogador com uma tarefa que não parece óbvia, o atacante com tarefa apoiar.

      Ele é responsável por impedir que o ataque se desconecte do restante da equipe, por isso ao receber a tarefa de apoio ele fica mais recuado. É um tarefa parecida com a do meia-central com tarefa defender que é o responsável por impedir que o meio-campo se desconecte da defesa.
      Observe que as ideias apresentadas no “Princípio 323” estão presentes no 4-4-2 inglês apresentado. O mínimo exigido pelo “Princípio” foi respeitado e as tarefas foram distribuídas entre os três setores do time garantindo que eles fiquem conectados e que exista movimento entre os jogadores desses setores.
      Ainda restam dois jogadores que fazem parte de um tipo de reserva: os dois laterais. Eles se adaptam dependendo do que se queira em determinado momento de uma partida.
      Se a ideia é que a defesa fique postada e resista à pressão do adversário, os laterais serão colocados com tarefa defender.


      Se quiser que os laterais vão à frente em busca de criar sobreposições e superioridade numérica no campo ofensivo, eles devem ser colocá-los com tarefa atacar.

      E se o objetivo é que eles subam ao ataque, mas de forma paciente, sem se descuidar da defesa, os laterais devem ter tarefas de apoio.


       
      As variações no “Princípio 323”
      Com esse exemplo do 4-4-2 inglês não quero dizer que outras combinações de tarefas não são possíveis. Isso depende do elenco de que se dispõe e também do modelo de jogo que se pretende jogar.
      Por usar há vários anos o “Princípio 323”, consigo manejá-lo com maior flexibilidade, inclusive “desrespeitando-o” algumas vezes, como por exemplo, ao usar apenas dois jogadores com tarefa de ataque em vez do mínimo de três que o princípio pede.
      Outros autores também sugerem combinações diferentes. Por exemplo, The Hand of God sugere no artigo “The Mentality Ladder: A Practical Framework for Understanding Fluidity and Duty” três jogadores com tarefa defender, dois com tarefa apoiar e três com tarefa atacar. Já o Llama3 em seu artigo “Pairs and Combination: The Complete Guide” sugere como regra que um time tenha três jogadores com tarefa defender, quatro com tarefa apoiar e três com tarefa atacar.
      A minha sugestão para quem está começando é que o ideal é seguir as ideias aqui expostas à risca e só quando a compreensão sobre como funcionam as dezenas de variáveis do FM se tornar maior, que se flexibilize o “Princípio 323”.
      Agora é com você. Boa diversão!
       
      Download da 1ª parte em pdf
      Download da 2ª parte em pdf
    • aAquino
      Por aAquino
      BOM, como tirar os kits que ja vem no jogo ? Ex: Na Espanha os times ja vem com Logos e Kits do jogo sem que a gente instale, Quero tirar e deixar o jogo liso. 
      Obrigado
    • FSimonetti
      Por FSimonetti
      Rapeize, criei um novo estilo de faces pro FM bem inspiradas no FIFA Ultimate Team. O formato é semelhante ao das novas cartas do modo de jogo, porém sem as tantas informações; preferi inclusive deixar apenas a foto do atleta.

      O que acham?

    • arthur2610
      Por arthur2610
      Tem algum link que eu consigo baixar de uma vez os uniformes e faces? Porque os que achei são por partes!