Jump to content

[LIGA ALTERNATIVA] Euskadi ta Askatasuna!


Guest Lowko é Powko

Recommended Posts

Euskadi ta askatasuna!

Flag_of_the_Basque_Country_svg.jpg

Introdução

O update Euskadi ta askatasuna é uma criação da Tabelando Produções Artísticas, originária do Fórum Tabelando, inspirada numa outra criação de uns três anos atrás que fez um sucesso razoável (para o que eu esperava), chamada "O Sul é o meu país!".

A idéia desse update um País Basco não somente autônomo, mas realmente independente, soberano, o motivo de luta do grupo ETA, siglas para o nome deste update. Deixo claro que não sou simpatizante do ETA, embora entenda seus motivos e o nome do update seja o mesmo do movimento, pela contundência e reconhecimento mundial, mas achei interessante a ideia de uma competição de futebol dentro dessa situação. Poderia ter nomeado o país como Euskadi, mas preferi o aportuguesado País Basco.

Estão disponíveis 3 divisões jogáveis, 1 copa nacional, 1 supercopa.

Além das alterações que tornam possível essa situação, foram feitas outras inúmeras alterações secundárias, considerando um País Basco independente, como modificação da média de público, times B, etc... É, antes de tudo, um update extremamente detalhado.

O País Basco

gDlk0ea0fRL8cKGPHEVh.gif

O País Basco (em basco Euskal Herria, que significa literalmente "terra do euskara) é o nome dado à região histórico-cultural em que residem os bascos, localizada no extremo norte da Espanha e no extremo sudoeste da França, cortada pela cadeia montanhosa dos Pirineus e banhada pelo Golfo de Biscaia.

Compreende as comunidades autônomas do País Basco e Navarra, na Espanha, e o Iparralde, na França.

Mesmo que não sejam necessariamente sinônimos, o conceito de um espaço cultural Basco único, que abrange diversas regiões e países, tem sido estreitamente associada desde o seu início com a política do nacionalismo basco. Como tal, a região é considerada a residencia do povo Basco, sua língua, cultura e tradições. Contudo, a região não é nem cultural nem linguisticamente homogênea.

A região basca tem uma cultura própria, sobretudo pela língua, o euskera, e sustenta um movimento nacionalista desde fins do século XIX. A campanha dos grupos radicais pela independência cresce com a fundação, em 1959, do grupo separatista ETA (considerado como organização terrorista por vários governos mundiais), em plena ditadura de Francisco Franco (1939–1975). Com a constituição espanhola de 1978, o País Basco conquista alto grau de autonomia, e a maior parte do movimento depõe armas, criando partidos legais. Os remanescentes da ETA, porém, decidem continuar a sua luta, utilizando a violência como meio de coação e intimidação.

O País Basco espanhol (em espanhol: País Vasco y Navarra; em basco: Hegoalde) inclui duas regiões principais: a Comunidade Autônoma Basca (capital: Vitoria-Gasteiz) e a Comunidade Autônoma de Navarra (capital: Pamplona)

A Comunidade Autônoma Basca (7,234 km²) consiste em três províncias, especificamente designados "territórios históricos":

  • Álava (capital: Vitoria-Gasteiz)
  • Biscaia (capital: Bilbao)
  • Guipúscoa (capital: San Sebastian ou Donostia)

O País Basco francês (ou Iparralde) é a parte mais ocidental do departamento francês dos Pirineus-Atlânticos, constituindo uma região histórica de Euskal Herria (o grande País Basco).

.

.

"Eusko Guadariak

Soldados bascos

.

Euzko Gudariak gara

Nós somos os soldados bascos

Euzkadi askatzeko

para liberar o País Basco

Gerturik daukagu odola

Nós temos nosso sangue

bere aldez emateko

para dar por isso

Irrintzi bat entzunda

Um grito foi ouvido

mendi tontorrean

No alto da montanha

goazen gudari danok

Vamos, todos os soldados

ikurrinan atzean

Sob a bandeira basca"

Canto Basco durante a Guerra Civil Espanhola

Os campeonatos

A estrutura futebolística do novo país comporta 3 divisões jogáveis, uma copa e uma supercopa. A seleção nacional teve a sua reputação baixada e seus equipamentos modificados, entre outras coisas. Obviamente quem quiser jogar com ela, para aumentar o realismo, só pode convocar jogador nascidos no País Basco (ou que tenham jogado 2 anos em times do bascos).

Usei as competições espanholas de 2010/2011 para definir quais times iriam para quais divisões e como seriam distribuídas as vagas nas competições europeias. O novo país foi criado sobre a base de Andorra, e começa a temporada 11/12 zerado no coeficiente da UEFA. O Athletic, por ser o time melhor colocado no campeonato espanhol, fica com a vaga na 1ª eliminatória da Liga dos Campeões. O Osasuna e o Real Sociedad ficam com as vagas na 1ª eliminatória da Liga Europa.

A temporada começa no último domingo de julho, com a disputa da Super Kopa Sabino Arana. No domingo seguinte se iniciam as Euskadi Ligakos, que é o campeonato basco propriamente dito, em todas os seus níveis. A Askatasuna Kopa, a copa nacional, começa em outubro e termina em abril. A temporada se encerra na metade de maio, com o fim da Euskadi 1. Ligako.

Euskadi 1. Ligako

Equipes: 12

Formato: pontos corridos, 3 rondas

Rebaixados: 2

Valor da Liga: 15€ milhões por ano; 33% dividido igualmente entre os clubes (400€; mil por clube)

Euskadi 2. Ligako

Equipes: 12

Formato: pontos corridos, 3 rondas

Promovidos: 2

Rebaixados: 2

Valor da Liga: 1,5€ milhões por ano; 50% dividido igualmente entre os clubes (75€;mil por clube)

Euskadi 3. Ligako

Equipes: 16

Formato: 2 grupos em pontos corridos e 4 rondas, os 4 melhores de cada grupo fazem um play-off de promoção unificado em mata-mata

Promovidos: 2

Rebaixados: nenhum

Valor da Liga: 750€ mil por ano; 66% dividido igualmente entre os clubes (40€; mil por clube)

Askatasuna Kopa

Equipes: 40

Divisão: todas as divisões

Formato: Mata-mata em jogo único; as equipes da 1. Ligako e 2. Ligako entram na segunda eliminatória.

Super Kopa Sabino Arana

Equipes: 2

Formato: campeões da 1. Ligako e Askatasuna Kopa do ano anterior se enfrentam em jogo único

.

.

.

Créditos: Tabelando Produções Artísticas

Lowko é Powko

Link to comment
Share on other sites

Podes colocar as equipes de cada divisão?

Link to comment
Share on other sites

Posso, mas acho que não seria muito interessante. hahaha Acho que você quer saber mesmo é da primeira divisão, então:

Athletic

Osasuna

Real Sociedad

Alavés

Eibar

Real Unión

E o resto são times muito fracos. Se ainda quiser, posso postar as imagens. :)

Link to comment
Share on other sites

Posso, mas acho que não seria muito interessante. hahaha Acho que você quer saber mesmo é da primeira divisão, então:

Athletic

Osasuna

Real Sociedad

Alavés

Eibar

Real Unión

E o resto são times muito fracos. Se ainda quiser, posso postar as imagens. :)

Se possível. :laugh:

Link to comment
Share on other sites

o FMPT fez uma liga parecida com essa só que era da Catalunha é legal ver ligas alternativas deste tipo

Link to comment
Share on other sites

Po parabens pelo excelente trabalho, mas estou aqui para ver se é possivel vcs criarem a Liga Sovietica. Ate fiz um topico sobre ele, o pessoal achou bem dificil, entao gostaria de ver com vcs se é possivel ou nao? Segue abaixo minha ideia, abração.

.

Blza Galera, sou novo aqui e queria ver com vcs se é possivel criar a Liga Sovietica.

.

Competição com 2 divisões, Premier e Liga B, com 24 equipes e mais a Taça Sovietica. Nas ligas descenso imediato do ultimo colocado da Premier, enquato que as equipes da 20ª e 23ª colocação, disputariam Playoffs com as equipes colocadas entre 2º e 5º já que a campeã da Liga B subiria automaticamente para Premier, já na Liga B o descenso ocorre normal para as ultimas 3 equipes.

.

Eu tomei a liberdade de dividir já as equipes nas suas divisoes devido sua grandeza e tradição.

.

Premier (24 equipes)

Russia 7 equipes - (Spartak Moscou, Dinamo Moscou, Lokomotiv Moscou, Cska Moscou, Rubin Kazan, Zenit Sao Petersburg e Anji Makachkala)

Ucrania 5 equipes - (Dinamo Kiev, Shakhtar, Dnipro, Metallist, Karpaty)

Bielorrussia 2 equipes - (Bate Borisov, Dinamo Minsk)

Estonia 2 equipes - (Levadia Tallin, Flora Tallin)

Letonia 2 equipes - (Skonto Riga, Venspils)

Lituania 2 equipes - (Ekranas, Zalgiris)

Moldavia 1 equipe - (Sheriff)

Georgia 1 equipe - (Dinamo Tbilisi)

Armenia 1 equipe - (Pyunik)

Cazaquistão 1 equipe - (Aktobe)

.

Liga B (24 equipes)

Russia 6 equipes - (Terek Grosny, FC Rostov, Kuban, Krylia Sovetov, Alania e Volga NN)

Ucrania 5 equipes - (Arsenal Kiev, Tavria, Vorskla, Zorya, Illychivets)

Bielorrussia 3 equipes - (Gomel, FC Minsk, Dinamo Brest)

Estonia 1 equipe - (Lantana Tallin)

Letonia 1 equipe - (Liepajas Metalurgs)

Lituania 1 equipe - (FC Suduva)

Moldavia 1 equipe - (FC Iskra)

Georgia 3 equipes - (FC Zefastoni, Torpedo Kutaisi, Lokomotiv Tbilisi)

Armenia 2 equipes - (Ararat Yerevan, Banants)

Cazaquistao 1 equipe - (Irtysh)

.

As equipes que sobraram das ligas, ficariam em espera, tipo uma 3ª divisao, e devido ao descenso da Liga B, entraria na proxima temporada, mas disputariam normalmente a Copa Sovietica. E sim existirá a SuperCopa Sovietica, disputada entre campeão da Liga contra o campeão da Copa.

.

Na questao dos jogadores, todas as equipes estariam liberadas, para contratar jogadores sovieticos, nao importando o numero deles.

.

Unica coisa que nao fiz, foi a questao das vagas para disputa das ligas europeias, poderiam entrar na fase de grupos da UCL, conforme a regra da Liga Russa, só o campeao, ja para as fases classificatorias entrariam de 2º a 6ª colocado e de 7ª a 10ª na Liga Europa. Mas essa parte é apenas um chute.

.

O resto do mundo, os campeonatos contnuam os mesmos que ja conhecemos.

.

Abração e desculpe pelo incomodo.

Link to comment
Share on other sites

Não sei como isso seria feito. Mesclar países é mais difícil, se não impossível, porque precisaria editar as competições europeias.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...