Jump to content
Sign in to follow this  
Raimundos

Bandas/Artistas que "só você conhece"

Recommended Posts

batata-recife

Gostei pra caralho dessa ai. Qual album deles tu recomenda baixar?

Eles tem dois albuns apenas, o primeiro 'Ode To Sunshine' é espetacular, todas as musicas seguem essa linha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
cdcccccc

Klark Kent(Stewart Copland, baterista do The Police).

Share this post


Link to post
Share on other sites
John the Baptist.

Viciei em José González, bela indicação do batata. Fui baixar o primeiro CD dele, Veneer meio que só por baixar e deixar tocando enquanto eu digitava umas coisas no PC. Mas acabei gostando demais.

Agora fui pesquisar sobre o segundo CD, In Our Nature, e o que li no Wikipedia não me agradou muito: agora tem sintetizador... Mesmo assim, queria saber: segue a qualidade do primeiro, ou nem vale a pena ouvir?

Share this post


Link to post
Share on other sites
batata-recife

Viciei em José González, bela indicação do batata. Fui baixar o primeiro CD dele, Veneer meio que só por baixar e deixar tocando enquanto eu digitava umas coisas no PC. Mas acabei gostando demais.

Agora fui pesquisar sobre o segundo CD, In Our Nature, e o que li no Wikipedia não me agradou muito: agora tem sintetizador... Mesmo assim, queria saber: segue a qualidade do primeiro, ou nem vale a pena ouvir?

Pra mim o segundo da de goleada no 1º. Bem melhor.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Raimundos

Within Temptation: Vocal lindo, músicas que fazem você imaginar um monte de coisa, viajar mesmo. Acho muito foda. Músicas típicas de trilha sonora de filmes medievais, hauhaua.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Netow.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Icelandic

EF é uma banda sueca de Post-rock. O nome desta música é Final Touch/Hidden Agenda e é, na minha opinião, a obra prima de um álbum que também é uma obra prima a começar pelo nome: give me beauty or give me death.

Share this post


Link to post
Share on other sites
rerre

Esse é o Sambô! Banda de Ribeirão Preto, que tem até certo sucesso na região, chegou a participar do quadro "Se Vira nos 30" no Faustão! Cantam vários covers de rock, além de "Satisfaction" do vídeo, rola "Rock n' roll" do Led, Raul Seixas, "Sunday Bloody Sunday" do U2, além de clássicos do samba como "Retalhos de Cetim" do Benito di Paula, "Esperanças Peridas" do Originais do Samba. E alguns outros covers como "I Feel Good" do James Brown, "The Logical Song" do Supertramp..enfim, acho os caras talentosíssimos! Lançaram um dvd, e no youtube tem muitos vídeos deles! pra quem curte um sambinha bom, é uma ótima pedida!

Edited by rerre

Share this post


Link to post
Share on other sites
ZaMBiA

Galera, não tem nenhum vídeo que preste da banda no youtube, mas quem quiser "comprar" pelo Megaupload, procura aí que eu recomendo muito: HOGJAW. Banda de Alabama que toca um Southern Rock fudido de bom.

Share this post


Link to post
Share on other sites
John the Baptist.

Galera, não tem nenhum vídeo que preste da banda no youtube, mas quem quiser "comprar" pelo Megaupload, procura aí que eu recomendo muito: HOGJAW. Banda de Alabama que toca um Southern Rock fudido de bom.

Qual CD deles tu recomenda primeiro, Zambia?

Share this post


Link to post
Share on other sites
ZaMBiA

Tchê, eles tem dois álbuns lançados. Tanto o primeiro, Devil in the Details, quanto o Ironwood, são excelentes. Eu ouvi mais o primeiro, comprem aí. Bom demais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LucasRS

Som da Rua: Banda que acabou em 2005 e não sei se alguém daqui conhece.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cesarrock9

2FUZZ - Fortaleza - CE

23645.jpg

O desejo de tocar suas músicas e agrupá-las em torno de um grupo fez João Victor criar o 2Fuzz junto ao baixista Hugo Lopes, no ano 2000. Em meio às influências do rock alternativo dos anos 90 e ao desabafo sofrido dessa geração, o 2Fuzz soa estranhamente melancólico, sujo, pop, agressivo e por ventura autêntico. Na música, a melancolia transparece acenando para a distorção das guitarras como um grito sufocado e tonante à introspecção e universalidade das letras.

Universal como o primeiro álbum do grupo, Amousía. O termo grego expressa a inabilidade de produzir ou compreender uma música, traço agoniante daquele que ouve uma canção como um emaranhado de sons ininteligíveis. De fato, nada mais que uma metáfora propositadamente crítica à massificação da música, hoje produto vulgarizado pela indústria cultural de consumo.

Lançado em 2003, o álbum de estréia logo rendeu o videoclipe de My Device. A veiculação do vídeo na MTV Brasil fez parte da divulgação que ainda almejava vários shows pelo país e o contato com a mídia especializada. Além de uma boa fortuna crítica advinda de publicações como a Rock Brigade, Dynamite e a Folha de São Paulo, Amousía se fez referência para o 2Fuzz na direção de eventos de grande porte em Fortaleza, sua cidade natal, e pelo Brasil. Bem recebido, o trabalho figurou em festivais de ótima repercussão como o Forcaos, em Fortaleza, Punka, em Aracaju, e o MorMarço, em João Pessoa. Já em 2004, a banda realizou a primeira turnê pelo Sudeste do País, excursionando pela Grande São Paulo e interior.

Em Fortaleza, o grupo participou do Ceará Music por dois anos consecutivos, um dos maiores festivais de música do Brasil. Na edição de 2004, a apresentação aconteceu no palco principal do evento, abrindo para Nando Reis, Paralamas do Sucesso, entre outros. O 2Fuzz ainda foi atração de abertura nos shows do Los Hermanos (Brasil), Rappa (Brasil) e The Calling (EUA), também na capital cearense. O ano foi generoso em termos de divulgação. “The Floaters” foi ambientada em videoclipe, lançado sob avaliação generosa da crítica. O clipe, segundo da carreira, estreou na MTV e liderou pedidos da audiência na rede TV União, canal aberto no Ceará.

Selecionado para o 18º Festival International Musique Universitaire (Fimu), em Belfort, na França, o grupo se deparou com a oportunidade que esperava para uma maior divulgação no exterior, e obteve uma grande resposta do público entre apresentações de vários artistas de todo o mundo. Expandindo o trabalho para o público estrangeiro, o 2Fuzz carrega Amousía para além de suas origens e aponta para uma carreira internacional.

2FUZZ - My Device

2FUZZ - The Floaters

2FUZZ - Dubious Situation

http://www.myspace.com/2fuzz

http://tramavirtual.uol.com.br/artistas/2fuzz

Banda muito foda! pago um pau do caralho! infelizmente a banda acabou... simplesmente sumira do mapa, quem se interessar pelo som eu tenho outras músicas da banda, é só falar q eu mando.

Edited by Cesarrock9

Share this post


Link to post
Share on other sites
ThiagoMorais

Muito bom César. Excelente banda o 2FUZZ.

Alguém de Minas conhece esse som?

Edited by ThiagoMorais

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cesarrock9

Muito bom César. Excelente banda o 2FUZZ.

Alguém de Minas conhece esse som?

Eu conheço e muito o Udora (Ex-Diesel) é a minha banda preferida... tenho todos os cds autografados, eu sempre falo com o Gustavo vocalista, inclusive ajudei a trazer a banda pra cá pra recife no Abril Pro Rock em 2007.

Sou muito fã!!! :specool:

Share this post


Link to post
Share on other sites
ThiagoMorais

Mas o som do Udora é bem mais pop/comercial que da época do Diesel, não é?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cesarrock9

Mas o som do Udora é bem mais pop/comercial que da época do Diesel, não é?

O último CD em inglês deles já como Udora (Liberty Square) é sensacional, tem músicas agressivas e tem algumas músicas mais tranquilas.

Diesel é bem mais pesado.

Já o Udora em português tá com uma pegada mais leve mesmo, a banda mudou... só ficou o Gustavo (Vocalista)... estão com um outro conceito de som, bem diferente do Diesel, inclusive acabou de sair um novo CD deles, ainda não escutei.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Khroiskantis

Turbonegro = banda norueguesa com um som mais hard rock

Duas músicas deles

Edited by NisMo

Share this post


Link to post
Share on other sites
-Demolidor-
ThiagoMorais

One Less Reason Worthless (Dead and Breathing)

One Less Reason A Day To Be Alone

One Less Reason Sadly Smiling Through

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cesarrock9
Monno - Belo Horizonte - MG

img_4649.jpg

Para evitar a inércia, nada melhor do que uma balançada, um bom safanão que espante o tédio. É esse o efeito das músicas da banda mineira monno (assim mesmo, com letra minúscula) em ouvidos atentos à nova safra do rock brasileiro. Bruno Miari (voz e guitarra), Coelho (guitarra), Euler (baixo) e Koala (bateria) têm uma característica preciosa: senso de URGÊNCIA (assim mesmo, com letra maiúscula), tanto para as melodias quanto para a nascente carreira do monno.

Mas a urgência aqui é muito mais uma necessidade do corpo do que um objetivo de mercado. Até porque, “o que é real além da impressão do que se sente?”, pergunta Bruno em “Silêncio”.

Mais divertido do que rotular é ouvir canções como “A falta” ou “Lugar algum”. As ocasionais dissonâncias nos acordes e quebrada nas batidas provocam uma inquietude, uma vontade de fazer alguma coisa a respeito. Talvez isso seja uma impressão boba, algum transtorno obsessivo despertado pelas guitarras altas. Mas de alguma forma a impressão pode fazer sentido: o monno esta aí e você precisa fazer alguma coisa a respeito.

http://www.youtube.com/watch?v=FaDIEKEcIeg

http://www.youtube.com/watch?v=NxRLzSqqWSo

http://www.youtube.com/watch?v=wsAdEd2MxAM

http://www.youtube.com/watch?v=xezNwE5Az7Y

Trama Virtual

Excelente banda que infelizmente deu uma parada sem data para voltar.

Edited by Cesarrock9

Share this post


Link to post
Share on other sites
batata-recife

Fleet Foxes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Tsuru
      By Tsuru
      As Copas do Mundo são um baú de inúmeras histórias interessantes sobre futebol, e uma delas é a do atacante Stéphane Guivarc'h.
      Não conhece? Você não está sozinho. Campeão mundial em 1998 com a França, sendo titular e peça fundamental, o jogador se tornou um "campeão anônimo" e hoje vive discretamente em sua cidade natal.
      A ideia é assumir o perfil do próprio Guivarc'h e, através da carreira de treinador, levá-lo ao local de destaque que ele nunca conseguiu alcançar.
       
      A carreira
      Começou a jogar em 1988, no Brest. Destacou-se com as camisas de Guingamp, principalmente Auxerre, pelo qual venceu o Campeonato Francês e a Copa da França de e onde jogou por 3 oportunidades. Em seu país, defendeu ainda o Rennes durante um ano. Entre 1998 e 1999 jogou no futebol britânico, tendo atuado pelo Rangers, onde venceu a Premier League e a Copa Escocesa, e pelo Newcastle, onde conquistou o esquecível título de pior atacante da história da Premier League. Tem ainda duas chuteiras de ouro de artilheiro da França, e uma da Copa da Uefa.
      Entre 1997 e 1999, defendeu a Seleção Francesa em 11 partidas, marcando um gol. Credenciado por suas atuações no Auxerre, o atacante foi convocado pelo técnico Aimé Jacquet, que até hoje não compreende porque o jogador é visto como um flop. Para o treinador, Guivarc'h era essencial para segurar a bola e permitir que Djorkaeff e Zidane, os meias do 4-3-2-1 "árvore de natal", pudessem se movimentar e fazer os gols.
      Prejudicado por uma lesão no joelho, encerrou sua carreira em 2002, com apenas 31 anos. Já aposentado, virou comentarista de televisão, chegando inclusive a emprestar sua voz para os comentários da versão francesa do jogo Pro Evolution Soccer 3. É também o presidente do US Trégunc, equipe amadora onde exerce paralelamente o cargo de treinador, e vive em Concarneau, na Bretanha, onde nasceu.
      Fonte: Wikipedia
       
      As opções no FM
      O US Concarnoise, clube da cidade natal de Guivarc'h, ou o próprio US Trégunc são as opções naturais para iniciar o save, dependendo da database utilizada e da versão que se está jogando. Dá também para assumir o Brest ou o Auxerre, clubes nos quais ele se destacou, embora nesse caso o grau de desafio seja menor.
      Uma outra opção é assumir um clube que não está diretamente ligado à vida ou a carreira do jogador, mas que também é um "campeão anônimo": o FC Sète 34. Nos anos 30 os Les Dauphins foram uma grande equipe da França, tendo conquistado o Campeonato Francês e a Copa da França, e hoje militam esquecidos nas divisões inferiores do país.
      O save pode ser de clube ou de carreira, mas eu incluiria um objetivo específico: conquistar algumas vezes a Premier League e superar o título de pior atacante do campeonato. Se fosse com um dos rivais do Newcastle - Sunderland, Manchester United, Liverpool, Middlesbrough ou Tottenham - poderia ser ainda mais interessante.
      Outro objetivo interessante pode ser assumir o topo do quadro de honra dos treinadores mundiais, tornando-o um campeão conhecido e respeitado.
      Como alternativa, usar apenas a formação 4-3-2-1 "árvore de natal" pode agregar um elemento tático e um desafio a mais ao save.
    • Tsuru
      By Tsuru
      Entre os séculos 13 e 19, os europeus colonizaram boa parte do mundo conhecido - primeiro da forma tradicional, no modelo colônia-metrópole, e depois partilhando territórios da África e Ásia. Formaram-se grandes impérios que se sucediam no tempo e moldaram o curso da história.
      O objetivo aqui é levar o futebol praticado nas ex-colônias para os gramados europeus, fazendo no futebol o caminho inverso ao dos antigos conquistadores.

      Regras
      Escolher um país que tenha formado um império colonial no passado e iniciar um save nele, começando na última divisão jogável; Contratar apenas jogadores surgidos na base do clube, ou nascidos no país ou em alguma de suas ex-colônias; A lista de ex-colônias pode ser filtrada pelas ligas que podem ser ativadas no jogo ou carregando todos os jogadores dos respectivos países.
      Os antigos impérios e suas colônias
      O nível fácil do desafio é provavelmente a Espanha, que em dado momento da história chegou a controlar o território do que são hoje 27 países, e também porque muitos deles têm um bom nível de futebol, especialmente na América do Sul. E o mais difícil é provavelmente a Bélgica, que tinha apenas três colônias na África. Ao mesmo tempo alguns dos campeonatos dos ex-impérios têm regras que limitam o número de extra-comunitários ou ao contrário, como no caso da França que estimula essa participação, de forma que é possível construir saves bem diferentes entre si.
      Observa-se também que alguns países foram colonizados por mais de uma potência europeia - muitos locais que eram de posse de Portugal e Espanha trocavam de domínio constantemente, enquanto outros foram ocupados pela Holanda e em seguida pela Inglaterra, por isso vários aparecem na lista mais de uma vez. E por fim há o caso chinês, em que vários territórios foram entregues a potências diferentes e hoje fazem parte do mesmo país.
      As listas abaixo são sugestões com base no que encontrei na internet, mas podem e devem ser ajustadas conforme necessário. Ainda faltaria o Império Russo, mas não acrescentei por ser muito parecido com a área de influência soviética no Leste Europeu na época da Guerra Fria, que para mim é outro save.
       
      França: Canadá, Estados Unidos, Guadalupe, Haiti, St. Pierre e Miquelon, Martinica, St. Martin, Guiana, Marrocos, Tunísia, Guiné, Camarões, Togo, Senegal, Madagascar, Benin, Níger, Burkina Faso, Costa do Marfim, Chade, República do Congo, Gabão, Mali, Mauritânia, Argélia, Comores, Djibouti, República Centro Africana, Ilhas Seychelles, Ilhas Maurício, Ilhas Reunião, Laos, Vietnã, Camboja, Índia, Sri Lanka, Taiwan, China, Síria, Líbano, Polinésia Francesa, Papua Nova-Guiné, Nova Caledônia e Vanuatu.
        Espanha: Argentina, Bélgica, Belize, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Estados Unidos, El Salvador, Filipinas, Guatemala, Guiné Equatorial, Honduras, Marrocos, México, Nicarágua, Holanda, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.
        Inglaterra: Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Egito, Sudão, Zâmbia, Gâmbia, Zimbabue, Namíbia, Antígua e Barbuda, Austrália, Bahamas, Barbados, Belize, Índia, Jamaica, Botswana, Brunei, Chipre, Dominica, Fiji, Hong Kong, Nova Zelândia, Mianmar, Guiana e Uganda
        Holanda:  Bélgica, Austrália, Nova Zelândia, Japão, Indonésia, Malásia, Taiwan, Sri Lanka, Índia, Irã, Estados Unidos, Brasil (se considerado o período de ocupação do Nordeste), Trinidad e Tobago, Suriname, St. Martin, Guiana, África do Sul e Gana.
        Portugal: Brasil, Antigua e Barbuda, Barbados, Granada, Angola, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Macau, Singapura, Índia, Uruguai e Japão.
        Alemanha: Togo, Camarões, Namíbia, Tanzânia, Papua Nova-Guiné, Micronésia, Samoa e China.
        Itália:  Albânia, Croácia, Grécia, Montenegro (se considerados os países anexados durante a Segunda Guerra Mundial), Somália, Eritréia, Líbia, Etiópia e China.
        Bélgica: Congo, Ruanda e Burundi.
    • CCSantos
      By CCSantos
      No futebol mundial, existe uma espécie de 'Clube de Pioneiros', que são as primeiras equipes - ou as primeiras instituições ligadas a futebol.
      No caso, as equipes que estão neste clube são estas:

      Os requisitos para entrar neste clube são esses:
      1- Equipes que estejam atuando até hoje, seja amador ou profissional;
      2- Ser 'o decano' de seu País - traduzindo: O mais antigo clube do País;
      3- Se manter como instituição ligada ao futebol (a exceção são motivos de paralisação, no caso, guerras)
      4- Ter a vivência e utilizar os conceitos de Integridade, Respeito e Comunidade em prol do futebol.
      Nesse caso espcífico, o Brasil só pode ter dois clubes que podem tentar aderir a esse 'clube': O Rio Grande e a Ponte Preta, mas, como o Rio Grande vez ou outra, fecha seu departamento de futebol por motivos financeiros, e a Ponte Preta não é a equipe mais antiga do País, dificilmente devem entrar neste seleto grupo.
      A maioria desses clubes está disponível para jogar na database oficial, já outros, é possível com DBs alternativas, o que deve acontecer em breve.
      O tradicional player smp20 está fazendo um save ligado ao 'Club of Pioneers', mas fazendo um trabalho utilizando somente as categorias de base e, pelo visto, só com equipes europeias (se não me engano, o Albion (URU) e o Hong Kong FC (HKG) fizeram liberados após uma temporada, pois vem de divisões inferiores, assim como o First Vienna (AUT). O link do save dele está aqui.
      EDIT: Conversei com ele no tópico, e ele acabou esqucendo de colocar as equipes da América do Sul e da Ásia. Mas ele já colocou no save que deve assumir o time uruguaio (atualizou a tabela de equipes, então, quem quiser conferir quais times dá pra se jogar com a db oficial LOGO DE CARA, é só dar uma olhada lá no tópico dele. Ficam ótimas sugestões de times, para todos os gostos.
      Obrigado, smp20 pela cordialidade na resposta.
      Thank You smp20 for the cordiality of the answer.
    • Banton
      By Banton
      "Na capital, há 2 grandes. No interior, um gigante."
      Club Plaza Colonia de Deportes é um clube de Futebol Uruguaio, da cidade de Colônia do Sacramento. Fundado em 22 de abril de 1917, manda as suas partidas no Estádio Profesor Alberto Suppici, com capacidade para 12.000 torcedores.
      FILOSOFIA:
      Como maioria dos clubes pequenos, a filosofia do Plaza Colonia sempre foi recorrer a sua categoria de base e conseguir jogadores emprestados dos gigantes do país. E em um desses empréstimos surgiu um moleque do Nacional (URU) aos 21 anos chamado Diego Lugano. O atual dirigente do São Paulo é um dos maiores ídolos da história do time! Os albiverdes nem só de empréstimo vivem. Eles também apostam muito nas suas categorias de base tendo Nicolás Dibble e Facundo Waller como um de seus maiores prospectos. O jogador de maior renome é o volante do San Lorenzo chamado Diego Rodríguez.
      LEITURA:
      Raízes portuguesas do Plaza Colonia Será capitão do Uruguai (Diego Lugano)  O "Leicester Uruguaio" Carpinteiro, professor, técnico na várzea: Espinel viveu o inimaginável com o Plaza Colonia O evangelho do futebol segundo Lucas  
      =//=//=
       
      UMA NOVA CARREIRA:
      Curtiu a dica? Procurando por mais desafios? Clique aqui e conheça a história de outros clubes espalhados pelo mundo.
    • Banton
      By Banton
      COLETÂNEA COM AS MELHORES DICAS PARA INICIAR UMA NOVA CARREIRA:
       
       WEST HAM  2001: UM FURACÃO NO BRASIL   A CONSTELAÇÃO DE PALERMO   O CLUBE DE INIESTA   A 'QUASE' POTÊNCIA   DEPORTIVO ALAVÉS   A BENÇÃO DE ROBERT ENKE   HEREENVEEN: OS SUPER-FRÍSIOS   ZEMANLÂNDIA   LES CIEL ET MARINE   UM GIGANTE ADORMECIDO   MONTPELLIER HSC  BELENENSES  BURSASPOR  ARGENTINOS JUNIORS  PALESTINO  PESCARA  PLAZA COLONIA
×
×
  • Create New...