Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Young

Qual série você assiste no momento?

Recommended Posts

Douglas.
10 horas atrás, Galford Strife disse:

Eita, e tava na hype pra ver essa série, sérias dúvidas agora kkkk

Se for ver pelo sci-fi, vai entender porque o George é fã de The Expanse mas não consegue escrever sci-fi. Pelo suspense eu já achei ok.

 

Análise rápida (spoiler do final entre 3:08 e 3:20, e depois entre 4:40 e 5:13)

Spoiler

 

 

 

---

 

 

Em 07/01/2019 at 00:38, Douglas. disse:

E essa semana devo finalmente conseguir terminar La Casa de Papel. Não é ruim mas não chega perto do que foi Prison Break, que é minha referência no gênero. Começa muito bem mas perde o gás.

 

Só consegui terminar dia 31. ¬¬

Meio incrível como começa boa e vai perdendo o gás à medida que vão atrasando o desfecho. 17h30 pra 15/22 episódios não era pra parecer enrolação, mas parece. Não sei se a reedição da Netflix piorou alguma coisa.

 

 

Também terminei Titans (1ª temporada) e Future Man (2ª temporada).

Titans se mantém em ascenção. Ainda não dá pra chamar de boa porque foi mais uma apresentação de personagens e a pontinha do arco.

Future Man manteve o ritmo da temporada anterior. 😂

 

Fora isso, This Is Us, The Magicians e You're The Worst voltaram bem. The Orville e Brooklyn Nine-Nine estão por aí também. E Counterpart está tomando um caminho diferente do que que esperava. Se começou como uma mistura de Orphan Black e The Americans, agora já é uns 80% The Americans.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Douglas.

Quando tinha postado, ainda não tinha visto o S02E08 de Counterpart, antepenúltimo dessa temporada. Além do tema muito parecido, a sensação é exatamente igual The Americans. As cenas mais lentas ainda podem carregar uma tensão absurda.

JK Simmons e Olivia Williams, já era de se esperar, mas nessa temporada o Viserys (Harry Lloyd) também está brilhando. 😂

8.1/10 https://www.imdb.com/title/tt4643084/

100%/85% https://www.rottentomatoes.com/tv/counterpart/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SilveiraGOD.

Terminei Boneca Russa, que tá na Netflix. Olha, que baita achado.

Não sabia absolutamente nada sobre a série, mas como gosto bastante da Natasha Lyonne e são episódios rápidos, acabei assistindo. Tem muita coisa boa ali, em especial sobre dar a mão ao próximo, algo que novamente vai de encontro com o que a gente tem hoje em dia, infelizmente. 

Um dos perigos de ter essa formatação de morrer e voltar de onde iniciou é justamente a repetição, algo que conseguem maquiar muito bem com a introdução de outro personagem e com histórias do passado da Nadia. É muito bacana ver o que aconteceu no passado e como ele te moldou no futuro.

O destaque fica por conta do ótimo roteiro e de várias rimas narrativas. É uma história que começa numa ponta, vai até a outra e depois elas se entrelaçam e no final se sobrepõem. Isso é muito bem feito e não é muito fácil de fazer sem deixar furos, não.

A única coisa que eu sempre pego no pé em histórias mais de ficção científica/viagem no tempo é que as regras PRECISAM ser explicadas, não tudo de uma vez e nem mesmo tudo, mas num crescendo. Aqui, com 8 episódios acho que de 20 minutos cada, vem um caminhão de explicações só nos últimos 2~3 episódios e ai tu fica boiando um pouco e parece que é algo encaixado pra fechar bem o roteiro. Não gosto muito disso.

E é muito bacana notar também que o início muito leve, mas os últimos episódios acabam virando um drama mesmo, a escala de subida do tom da série, ai pra te mostrar realmente o que ela quer dizer, é muito bem feito.

Já li que o planejamento (se a Netflix quiser renovar) seria de 3 temporadas, o que acho um erro gigantesco. Essa é uma história fechada e muito bem fechada. É claro que tem algumas coisas que podem ser aprofundadas, especialmente os outros personagens já que a série foca 90% praticamente só nos dois principais, mas considero essa temporada muito standalone.

Dou um 7,5/10 EZY. Muitíssimo bacana.

Netflix dá umas derrapadas monstras, mas ai tu vê coisas como Maniac e Boneca Russa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Darknite

Comecei a assistir Peaky Blinders. Curti o primeiro episódio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Douglas.
Em 07/02/2019 at 08:00, SilveiraGOD. disse:

Netflix dá umas derrapadas monstras, mas ai tu vê coisas como Maniac e Boneca Russa.

O plano deles não é ser que nem a HBO. Eles precisam é de catálogo grande mesmo, pra atingir todos os tipos de audiências.

 

 

Terminei a antologia The Romanoffs.

8 episódios com duração de filme, cada um com seu próprio arco e personagens. Elencos variados, gêneros também, o único tema é só um pano de fundo na maior parte do tempo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SilveiraGOD.

Nossa, como estou surpreso 😂

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Douglas.

SyFy só se fode com sci-fi. O negócio é mágica e terror mesmo. 😅

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Douglas.

Tidelands

Trailer

Spoiler

 

Legalzinha pra quem quer uma variação misturando crime, fantasia e drama leve.

6.5/10

 

 

The Terror

Trailer

Spoiler

 

Estranho não ser classificado como Suspense mas é o pano de fundo principal pra mim. Série antológica.

7.5/10

 

 

The Haunting of Hill House

Trailer (e como eu odeio como trailer de terror é cheio de spoiler, mas é o mais limpo que achei)

Spoiler

 

Boa mas esperava um pouco mais

Spoiler

que o final meio bobo.

Ao menos é bom ver Horror sendo explorado em séries. Ainda dá pra contar histórias melhor que um filme conseguiria.

7.0/10

 

 

Doom Patrol

Trailer

Spoiler

 

Não terminou ainda mas não me lembro de gostar tanto de uma série de superheróis desde as primeiras temporadas de Smallville. Titans pegou nota pra passar mas essa está bem mais agradável. Lembra as partes boas de Legion e Preacher mas não deixa de fazer sentido eventualmente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Stay Heavy

The Terror é realmente excelente. Eu nem sabia que tinha saído a 2ª temporada já.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leho.
Em 07/02/2019 at 08:00, SilveiraGOD. disse:

Terminei Boneca Russa, que tá na Netflix. Olha, que baita achado.

[...]

Porra, mas e aquele final hein? O que você me diz? hahahahahaha

Pra mim nego tava louco nas "dorgas" pra escrever aquele final, não entendi foi porra nenhuma. Mas num geral, a série é bacana sim, dá pra entreter. Até metade ali eu tava achando meio maçante, a trama não andava tão bem e tals, mas depois engrenou com a presença do Alan e tudo fluiu melhor até o final.

Spoiler

Achei que poderiam ter esmiuçado um pouquinho mais a relação dela com a mãe, a história pregressa a isso e tudo mais. As aparições dela em forma de criança também não ficou mt claro o "porquê", nem aquela cena dela cuspindo um caco de espelho. Óbvio que dá pra gente deduzir, mas achei que poderiam ter deixado mais claro.

No fim das contas, também acho cagada continuarem com mais uma, duas temporadas. Pra mim é quase que uma minissérie, tá fechado o roteiro, já deu.

Pode sair pela culatra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leonardo Castello

Black List, primeira temp

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SilveiraGOD.
16 horas atrás, Leho. disse:

Porra, mas e aquele final hein? O que você me diz? hahahahahaha

Pra mim nego tava louco nas "dorgas" pra escrever aquele final, não entendi foi porra nenhuma. Mas num geral, a série é bacana sim, dá pra entreter. Até metade ali eu tava achando meio maçante, a trama não andava tão bem e tals, mas depois engrenou com a presença do Alan e tudo fluiu melhor até o final.

  Ocultar conteúdo

Achei que poderiam ter esmiuçado um pouquinho mais a relação dela com a mãe, a história pregressa a isso e tudo mais. As aparições dela em forma de criança também não ficou mt claro o "porquê", nem aquela cena dela cuspindo um caco de espelho. Óbvio que dá pra gente deduzir, mas achei que poderiam ter deixado mais claro.

No fim das contas, também acho cagada continuarem com mais uma, duas temporadas. Pra mim é quase que uma minissérie, tá fechado o roteiro, já deu.

Pode sair pela culatra.

Ah, vou te dizer que eu gostei do final.

Spoiler

Acho que o tema principal da série é a empatia. É aprender a estender a mão pro outro.

Ali no final, só seria possível sair daquele ciclo (na verdade, ele iria acabar com a falha deles em salvar um ao outro, e os dois morreriam) se as duas pessoas nas suas timelines conseguissem salvar o outro. É justamente ai que entra a empatia. Quando os dois se salvaram (entenderam a dor do outro), eles entraram na timeline "dos que salvaram", e a outra timeline foi pras "pessoas que foram salvas".

Por isso que a montagem dela foi muito importante. Começou na timeline dela, foi pra timeline dele (que na verdade era uma timeline só, mas montaram como se fosse só dela antes e depois dele), depois separou a timeline  e no fim eles acabaram se juntando novamente. 

Sobre a menina, eu acho que ela representa tudo de ruim que aconteceu quando ela era piá. É a personificação de todas as frustrações que ela teve quando pequena e que acabaram moldando ela no futuro. E isso tudo de ruim tá dentro dela, ela precisa se abrir pra seguir em frente (e ai tá o nome da série, Boneca Russa), enfrentar o medo de relembrar o passado e não deixar que ele influa no que ela é hoje.

Também achei que poderiam ter explorado mais do passado dela, embora o que realmente me deu mais falta foi a gente saber exatamente o que tá acontecendo e quais as regras pra isso. Fica tudo muito jogado.

O final, enquanto simbolismo, com os dois vindo de afluentes diferentes e desaguando no mesmo lugar (a festa na rua) depois de salvarem um ao outro eu acho bem foda. Mas ai acho que ficou uma sensação de que faltaram algumas explicações. Fiquei com a impressão de que se importaram muito sobre como iriam montar a série e se perderam na hora de dar algumas explicações. 

Ainda assim, acho um erro pequeno tendo em vista que o tema da série e a forma como ela é contada é bem bacana.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leho.
11 horas atrás, SilveiraGOD. disse:

Ah, vou te dizer que eu gostei do final.

  Mostrar conteúdo oculto

Acho que o tema principal da série é a empatia. É aprender a estender a mão pro outro.

Ali no final, só seria possível sair daquele ciclo (na verdade, ele iria acabar com a falha deles em salvar um ao outro, e os dois morreriam) se as duas pessoas nas suas timelines conseguissem salvar o outro. É justamente ai que entra a empatia. Quando os dois se salvaram (entenderam a dor do outro), eles entraram na timeline "dos que salvaram", e a outra timeline foi pras "pessoas que foram salvas".

Por isso que a montagem dela foi muito importante. Começou na timeline dela, foi pra timeline dele (que na verdade era uma timeline só, mas montaram como se fosse só dela antes e depois dele), depois separou a timeline  e no fim eles acabaram se juntando novamente. 

Sobre a menina, eu acho que ela representa tudo de ruim que aconteceu quando ela era piá. É a personificação de todas as frustrações que ela teve quando pequena e que acabaram moldando ela no futuro. E isso tudo de ruim tá dentro dela, ela precisa se abrir pra seguir em frente (e ai tá o nome da série, Boneca Russa), enfrentar o medo de relembrar o passado e não deixar que ele influa no que ela é hoje.

Também achei que poderiam ter explorado mais do passado dela, embora o que realmente me deu mais falta foi a gente saber exatamente o que tá acontecendo e quais as regras pra isso. Fica tudo muito jogado.

O final, enquanto simbolismo, com os dois vindo de afluentes diferentes e desaguando no mesmo lugar (a festa na rua) depois de salvarem um ao outro eu acho bem foda. Mas ai acho que ficou uma sensação de que faltaram algumas explicações. Fiquei com a impressão de que se importaram muito sobre como iriam montar a série e se perderam na hora de dar algumas explicações. 

Ainda assim, acho um erro pequeno tendo em vista que o tema da série e a forma como ela é contada é bem bacana.

 

Hum, eu não tinha observado a série por esse lado, na verdade o que me entediou nela até pelo menos a metade foi...

Spoiler

...encarar como um SciFi, com uma pegada filosófica. E porra, como você mesmo disse, as referências de SciFi são poucas e tudo é meio que jogado pra gente, poucas explicações e tals, por isso acabei me frustrando de início e não vendo o real tema da série.

Só quando a situação com o Alan é exposta é que eu realmente me conectei melhor com as personagens e o que elas realmente queriam nos passar. Mas ainda assim, não tinha encarado o final por esse lado, de pessoas que se redimiram de seus erros/medos e tão podendo ingressar num hall diferente de indivíduos, mais felizes e resolvidos consigo mesmos,  que metaforicamente ficou representado ali pelo bloquinho de carnaval de Nova Iorque hahahahaha!

Tá aí, gostei. 😀

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Douglas.
Em 11/03/2019 at 09:46, Stay Heavy disse:

The Terror é realmente excelente. Eu nem sabia que tinha saído a 2ª temporada já.

Deve sair ao longo do ano. As filmagens começaram em Janeiro. A duração da pós-produção depende da quantidade de efeitos necessários.

 

 

Aliás, esse link me lembrou que Castle Rock também vai voltar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leho.

@Douglas. @Stay Heavy, iniciei "The Terror" ontem.

Gostei do piloto, mas espero que o ambiente não seja maçante ao longo dos episódios, hahaha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Stay Heavy
9 horas atrás, Leho. disse:

@Douglas. @Stay Heavy, iniciei "The Terror" ontem.

Gostei do piloto, mas espero que o ambiente não seja maçante ao longo dos episódios, hahaha.

Em alguns momentos de certos episódios a coisa dá uma estacionada... mas a tensão é sempre presente, o que ajuda. E também são só 10 eps, acaba que os momentos mais parados não atrapalham.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Douglas.
23 horas atrás, Leho. disse:

@Douglas. @Stay Heavy, iniciei "The Terror" ontem.

Gostei do piloto, mas espero que o ambiente não seja maçante ao longo dos episódios, hahaha.

Pior que o que me perdia às vezes eram os personagens. Os caras famosos, tranquilo, mas a tripulação é um bocado de gente e a aparência não é tão distinta o tempo todo. hahaha

Mas é uma história mais lenta no início mesmo, está mais pra Castle Rock que pra The Haunting of Hill House. Acho que a partir do 4º que as coisas se desenham melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SilveiraGOD.

Love, Death and Robots é simplesmente um negócio maravilhoso. Assisti uns 5 episódios. Netflix mitando de novo. Dessa vez mitou forte.

Edit:

Terminei a série.

Eu te amo, Netflix.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Stay Heavy
Em 16/03/2019 at 21:33, Douglas. disse:

Pior que o que me perdia às vezes eram os personagens. Os caras famosos, tranquilo, mas a tripulação é um bocado de gente e a aparência não é tão distinta o tempo todo. hahaha

Mas é uma história mais lenta no início mesmo, está mais pra Castle Rock que pra The Haunting of Hill House. Acho que a partir do 4º que as coisas se desenham melhor.

Sim, me perdia bastante na tripulação tbm hahaha, normal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Leho.
      Por Leho.
      Primeira notícia que vi sobre esse spin-off, não fazia ideia disso até então.
      Eu curti pra caralho a série original, e não sei se seria o caso de darem continuidade assim, com um spin-off. Não sei se cabe, manja? Mesmo aparentemente não tendo nenhuma ligação direta com a trama antiga, acho que a chance de fazerem merda nesse caso é grande, mas ok.
      Vamos lá, hahaha.
      E a Natalie Dormer é uma delicinha de mulher, gata PARA UM CARALHO, mas como atriz eu nem sei se ela é tudo isso. Espero que queime minha língua, hahahahahahah...
    • Leho.
      Por Leho.
      (“O Conto da Aia”, em PT-BR)
      Enredo:
       
      Trailer (1a temporada):

      =-=-=-=
      Porra, eu podia jurar que já havia um tópico destacado pra ela, hahahah... fui procurar e não achei. Cá estou.
      Senhores, que série lindíssima. Esteticamente falando. Tudo é minimamente orquestrado e organizado: enquadramento, posição dos móveis, figurino, combinação de cores, diálogos, puta que me pariu. Pra quem tem TOC essa série é um prato cheio eu diria, hahahaha! Não tem nada fora do lugar, e as tomadas de câmera de cima (frequentes nos episódios) mostram bem isso.
      O enredo também não fica atrás. Apesar de um tema já saturado como é a distopia futurística, o mais foda aqui é como a subjugação feminina é elevada ao quadrado. Como o @Douglas. já comentou no outro tópico, essa série é pra quem tem estômago. Porque é uma porrada atrás da outra, e não tem refresco, não. Um ou outro episódio "pra encher linguiça" só, porque na maioria deles é a June (protagonista) sendo abusada fortemente (entre outras subtramas interessantes também).
      Por fim e pra não me estender, o enredo em si ótimo mas é carregado mt também pela atuação já premiada da Elizabeth Moss, como June (ou Offred). A série é mt pica TAMBÉM pela atuação dela, impecável. Papel extremamente difícil, que ela dá conta inteiramente.
      Acho que o @SilveiraGOD. iniciou ela há pouco, fica aqui meu veredito então pra ajudar na sua escolha de maratona aí hahah.
       
       
      p.s: são 2 temporadas, uma de 10 outra de 13 EPs. A terceira vem agora em Abril/2019.
    • Ricardo Bernardo
      Por Ricardo Bernardo
    • SilveiraGOD.
      Por SilveiraGOD.
      Aí fomos surpreendidos novamente!
      Geralmente eu diria que puta que me pariu, não façam isso, BUT...
      Cowboy Bebop é diferente e explico o motivo.
      Embora seja um anime,  CB é um seinen que foca 99% do tempo nos personagens. Ele tem lá uns pirocamentos de aeronave, guerra espacial e as porra toda, mas é basicamente um universo meio cyberpunk e meio space western onde um grupo de pessoas fazem o "caso do dia" e no fim acontecem reflexões. E claro, isso tudo por baixo de um charme (noir) do caralho, com um jazz da porra, com personagens cativantes, com desenvolvimento de personagem bem maduro e por aí vai. 
      Olha, se tem um anime que pode acabar funcionando, é Cowboy Bebop. Se tiver as pessoas certas por trás e a personalidade dos personagens forem mantidas, vejo muito boas chances de sair algo bem bacana. Não é difícil fazer, basta um texto bem escrito, com bastante nuance e uma direção bacana pra fazer aquela amálgama entre o "CORRE NEGADA" e o "VAMOS PRO BAR TER UM PAPO SÉRIO",  que é tão característico.
      Confesso que dei uma empolgada. Vamos ver se no decorrer do lançamento dos nomes a empolgação diminui ou aumenta.
    • _Matheus_
      Por _Matheus_
      Gazeta do Povo | Automóveis
      G1 | AutoEsporte
      Quatro Rodas
      Webmotors
×