Jump to content
PedroJr14

O Jacaré do Piauí - Uma história com começo, meio e fim. [Att. 11/04] A força que vem do Piauí.

Recommended Posts

PedroJr14
17 horas atrás, Victor Duque disse:

Famoso vai que cola! Risos de nervoso hahaha. Muita coisa que rola debaixo dos panos por aí hein? Mas difícil refutar o que o presida falou, pelo menos por enquanto. 

Fica mesmo essa sensação de pelo menos poder ficar no 2° lugar, já garantia nessa fase a decisão em casa, mas vamos pra cima do Fast, falta pouco pro acesso. Boa sorte!

Tem que dar uma de doido, vai que ele libera alguma coisa kkkkk. Enquanto tiver com as contas pagas tá tudo bem.

Realmente dava pra ficar em segundo, mas a classificação tá de bom tamanho, era o que se esperava da gente, agora vamos por mais!

Valeu por comentar!

10 horas atrás, Cadete213 disse:

Jacaré em alta. Falar e convencer deputado não é fácil. Vamos a eles que eu acredito neste Jacaré.

É muito complicado, os caras argumentam bem demais! 

Eu acredito que a gente passe pelo FAST, mas depois disso temos que dar sorte de pegar outro adversário com o nível parecido com o nosso. Vamos ver.

Obrigado por comentar!

4 horas atrás, div disse:

Fez uma boa fase de grupos na Série D, mas agora a competição começa a ficar traiçoeira, são muitas eliminatórias e qualquer deslize é fatal. Dito isso, confio na força de Kleinisson e seus companheiros para elevar o Altos.

Boa sorte no mata-mata!

Série D é complicado, tem muito azar, zebras, espero que a zebra seja o Altos esse ano. Se a gente mantiver a pegada, vamos lutar pra subir.

Valeu!

3 horas atrás, LC disse:

Até agora vem realizando uma boa temporada, mas se não conseguir o acesso é rua na certa, passei por isso no Nova Iguaçu FC. Então vem a pergunta: Sendo demitido o save continua ou você encerra o save?

Espero brigar pelo acesso, mas temos que reconhecer que é algo muito difícil de se concretizar. Caso eu vá demitido eu dou uma de doido e começo tudo de novo como se nada tivesse acontecido, ou talvez eu mude o foco para o treinador, mas é menos provavel. 

Valeu por comentar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14
19 horas atrás, Victor Duque disse:

Famoso vai que cola! Risos de nervoso hahaha. Muita coisa que rola debaixo dos panos por aí hein? Mas difícil refutar o que o presida falou, pelo menos por enquanto. 

Fica mesmo essa sensação de pelo menos poder ficar no 2° lugar, já garantia nessa fase a decisão em casa, mas vamos pra cima do Fast, falta pouco pro acesso. Boa sorte!

Tem que dar uma de doido pra ver se sai alguma coisa kkkkk. Enquanto tiver as contas pagas tá muito bom.

Dava pra ser melhor, mas a classificação era o objetivo. Vamos tentar manter a pegada e ver até onde dá pra chegar.

Obrigado por comentar.

12 horas atrás, Cadete213 disse:

Jacaré em alta. Falar e convencer deputado não é fácil. Vamos a eles que eu acredito neste Jacaré.

Eles tem melhores argumentos do que pessoas comuns.

Vamos pra cima deles!

6 horas atrás, div disse:

Fez uma boa fase de grupos na Série D, mas agora a competição começa a ficar traiçoeira, são muitas eliminatórias e qualquer deslize é fatal. Dito isso, confio na força de Kleinisson e seus companheiros para elevar o Altos.

Boa sorte no mata-mata!

Série D é muito imprevisível, já vi coisas que renderiam filmes acontecendo lá. Sempre tem uma zebraça, espero que esse ano seja o Altos.

Valeu!

5 horas atrás, LC disse:

Até agora vem realizando uma boa temporada, mas se não conseguir o acesso é rua na certa, passei por isso no Nova Iguaçu FC. Então vem a pergunta: Sendo demitido o save continua ou você encerra o save?

Fala, LC. Não sei se vou ser demitido caso não consiga o acesso, mas caso seja eu vou começar de novo. Agora que você me indagou, fiquei até pensando em mudar o foco do save para o treinador em caso de demissão, mas peguei um carinho muito grande por esse clube nos últimos anos e ainda mais agora no FM com tantos desafios, provavelmente eu vá começar de novo.

Valeu por comentar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

banner-altos.jpg

TEMPORADA 1, TERCEIRA PARTE - A FORÇA QUE VEM DO PIAUÍ!

O Piauí já teve grande destaque a nível nacional como vem acontecendo com o Resenha, equipe de Fut 7 que é atual campeã do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Taça Brasil de Fut 7, já teve até destaque mundial no ouro de Sarah Menezes nas olimpíadas de 2012 e no título mundial de paracanoagem com Luís Carlos Cardoso, em 2019, porém nunca teve destaque no esporte que é preferência nacional, o futebol. A Federação Piauiense de Futebol se destaca mais por pontos negativos do que por pontos positivos, já que vive praticamente sucateada e que por anos e anos só caiu no ranking nacional.

Acredito que todos aqui conhecem jogadores nascidos no Piauí como Rômulo (ex-Vasco e Flamengo), Renê (Flamengo) e Jonas (Bahia), mas o jogador de quem eu vou lhes falar hoje é bem menos conhecido aqui no Brasil. Nascido em 5 de agosto de 1980, Eduardo Ribeiro dos Santos foi revelado pelo Flamengo do Piauí, antes de passar pelo Joinville e embarcar para a Suiça, para assinar com o Grasshopper. Ficou 6 anos na Suíça, onde foi campeão nacional na temporada 2002-03. Em 2007 assinou com o Guingamp da segunda divisão francesa e foi lá onde viveu o ponto alto da sua carreira.

47529321902-86ebfe2c1d-o.jpg

Na temporada 2008-09, o Guingamp entrou desacreditado na primeira fase da Copa da França e foi batendo adversários de expressão similar durante as 8 fases da competição, quando se viu, já estava na final diante do Rennes. O Rennes era favorito, por ser um clube estabalecido na Ligue 1 e saiu na frente aos 68 minutos. A torcida do Guingamp não acreditava, mas demorou apenas 3 minutos para a estrela brasileira começar a brilhar. Aos 71 após um chutão, Eduardo disputou de cabeça e contou com a sorte, a bola sobrou pra ele bater de pé esquerdo para empatar. Aos 82 minutos em jogada confusa, Eduardo apareceu sozinho pela direita e bateu cruzado para dar números finais ao jogo. Era o primeiro título de expressão da história do clube, que só voltaria a conquistar outro 5 anos mais tarde, quando essa mesma final se repetiu.

O destaque de Eduardo o levou à Ligue 1 onde jogou pelo recém promovido Lens, antes de passar por Ajaccio e Metz. Em 2014 Eduardo resolveu sair da França e voltar direto ao Piauí para jogar pelo River, onde foi bicampeão estadual e vice-campeão da Série D na temporada 2015, levando o River ao seu primeiro acesso nacional. Ele ainda rodou por outros times do Piauí e do Nordeste até voltar para o River em 2020, quando se aposentou definitivamente, para virar dirigente do Fluminense-PI. Eduardo é um exemplo para quem quer fazer o futebol do Piauí grande e é o que vamos fazer nessa história com o Altos.

 

JOGOS

Campeonato Brasileiro Série D

Segunda fase (x FAST)

Com o perdão do trocadilho, a eliminatória foi decidida rapidamente. Ao soar do apito final, já se podia dizer que dificilmente o Altos perderia a classificação, já que o que se viu no Felipão foi um verdadeiro show da nossa equipe. Alex Mineiro marcou 3 vezes e deu duas assistências para Alberto completar o placar de 5x0.

Associa-o-Atl-tica-de-Altos-Calend-rio-6

No jogo de volta, jogamos com o regulamento debaixo do braço, não fizemos muitos esforços e até nos demos ao luxo de sair derrotados por 2x0. Nossos conterrâneos do River também avançaram, batendo o Bragantino-PA.

Oitavas-de-final (x ABC)

O adversário já era conhecido da nossa equipe e o retrospecto era bom, só que o ABC não queria saber de nada disso e abriu o placar com Felipe Manoel de cabeça. Demoramos para reagir, mas conseguimos o empate com Klenisson aos 28 e a virada logo em seguida com belissimo chute de Warian. Klenisson ainda ampliaria de pênalti, antes de Erivan diminuir e dar números finais ao jogo.

Associa-o-Atl-tica-de-Altos-Calend-rio-7

Diante de mais de 4 mil presentes no Frasqueirão, o ABC começou em cima e criou boas oportunidades logo no início do jogo. A nossa equipe estava bem compactada e se defendia muito bem, a ponto de quase não termos passado por nenhum susto durante o jogo. Conseguimos igualar o jogo e evitar que o ABC marcasse, segurando o 0x0 até o apito final. Faltava apenas 1 passo para o acesso. Quem também estava há 1 passo era o River, que bateu o Moto Clube por 6x0 no agregado.

Quartas-de-final (x Joinville)

O time catarinense havia deixado os tradicionais Bangu e Caxias para trás nas outras eliminatórias e contava com grande fase de Wellington Saci que tinha 7 gols e 8 assistências na série D. Saci infelizmente (pra eles) estava suspenso para o jogo de ida e viu de casa a derrota do seu time no Felipão. Echeverria abriu o placar, Charles empatou, Alberto nos colocou na frente novamente, Ramírez empatou novamente, mas o nosso time era insistente e conseguiu voltar à frente no placar com Alex Mineiro, dessa vez de forma definitiva. Placar final, 3x2.

Associa-o-Atl-tica-de-Altos-Calend-rio-9

Com a volta de Saci par ao jogo da Arena Joinville e com a ausência de Klenisson no nosso time, os catarinenses entraram em campo mais acesos, mas logo tiveram o ímpeto interrompido com o gol do zagueiro Truyts aos 19 minutos. Eles vieram pra cima, queriam o acesso, martelaram, mas erravam muito nas conclusões e a gente assustava nos contra-ataques. Chegando perto do fim do jogo, eu comecei a gastar as alterações só pra ganhar tempo. Pepê havia acabado de entrar em campo quando trindade lançou Romarinho nas costas da zaga e o filho do baixola empatou há 4 minutos do fim. Recuei ainda mais o time, botei até atacante de volante e a gente conseguiu segurar o 1x1 no placar. Altos na Série C 2021.

Bater o Joinville não era impossível, a surpresa maior estava em outro confronto, onde o River nada mais nada menos que bateu o Novorizontino nos dois jogos e também garantiu a vaga na série C de 2021. A título de curiosidade, aposentamos Wellington Saci com a nossa vitória e ele foi jogar no time de fut-7 do Joinville, que menos de 1 mês depois (02/11) enfrentou o Resenha pelas semifinais do Campeonato Brasileiro da modalidade e tomou uma sapatada de 6x1 dos campeões nacionais.

Semifinal (x Ferroviária)

Era Piauí x São Paulo nas duas chaves. Ferroviária x Altos, Mirassol x River. E os paulistas eram amplos favoritos.

Em Altos, recebemos a Ferroviária e pudemos ver de perto a distância que separava os dois clubes. Não conseguimos jogar, produzir nada. A Ferroviária controlou o jogo e fez o gol quando quis, posso dizer assim. 1x0 no placar a favor dos visitantes. O lado bom é que lotamos o estádio pela primeira vez, 4218 pagantes. Tem que enxergar o lado bom.

Na Fonte Luminosa foi que a coisa foi feia mesmo. Felipe Mateus abriu o placar logo aos 5 minutos. Tomamos pressão o jogo inteiro e conseguimos segurar até os 39 da segunda etapa, quando Léo Artur ampliou e deu números finais ao confronto. 2x0 no placar e classificação da Ferroviária com domínio total nas duas partidas.

No outro lado da chave, o River até conseguiu segurar um empate de 0x0 no Albertão, mas a volta em Mirassol foi um show dos donos da casa que acabaram vencendo por 5x1.

Final (Mirassol x Ferroviária)

As duas equipes finalistas da Série D também se enfrentavam nas semifinais da Copa Paulista que teria seus dois jogos entre as finais da competição nacional. Na ida a Ferroviária conseguiu uma bela virada após sair atrás e venceu por 2x1 fora de casa. Na Copa Paulista os empates em 0x0 e 1x1 deram a classificação para o Mirassol no saldo de gols, o que deixou a Ferroviária mais mordida ainda pelo título. Na volta Léo Artur abriu o placar para o time da casa logo aos 7 minutos, festa em Araraquara. O Mirassol só reagiu no segundo tempo, quando conseguiu o empate com Tiago Alves e a virada logo em seguida, com Lucas Rodrigues. O juizão deu 5 minutos de acréscimo e já no último minuto desse tempo, Carlão fez falta perigosa e foi expulso pelo segundo amarelo, na cobrança Camilo meteu a bola no ângulo para dar o título ao Mirassol.

 

ESTATÍSTICAS

Gols

Klenisson (39 gols);
Alex Mineiro (11 gols);
Alberto (10 gols);
Wellington Bueno (7 gols);
Pedro China (5 gols);
Warian e Echeverría (4 gols);
Truyts (3 gols);
Samuel, Jânio e Ray (2 gols);
Gabriel Alves e Kaique Mafaldo (1 gol).

Assistências

Echeverría (15 assist.);
Alex Mineiro (10 assist.);
Pablo (9 assist.);
Klenisson (8 assist.);
Garcia (7 assist.);
Pedro China e Warian (4 assist.);
Alberto e Ferrari (3 assist.);
Samuel e Victor Jenné (2 assist.);
Léo Xavier, Pepê e Ray  (1 assist.).

 

FINANCEIRO

Associa-o-Atl-tica-de-Altos-Sum-rio-3.pn

Acabamos a Série C com um déficit que beira os R$270 mil, mas a direção nos prometeu ao menos R$400 mil para salários na próxima temporada. Todos os contratos expiram agora, exceto o de Wellington Bueno, então teremos que montar um time completo para jogar a Série C. R$400 mil pode parecer muito, mas não é nada se quisermos montar um time para não cair, vamos ter que fazer mágica com esse dinheiro.

 

FONTES DIZEM QUE O ALTOS ENTREGOU OS JOGOS CONTRA A FERROVIÁRIA

Em ligação anônima na noite dessa segunda-feira (2 de novembro), uma pessoa denunciou que os jogadores do Altos não deram 100% nas partidas contra o time paulista e perderam propositalmente. Isso seria um reflexo do não pagamento de um "bicho" prometido pelo presidente do clube, caso a equipe conquistasse o acesso contra o Joinville. A fonte disse ainda que os principais jogadores do clube, que antes garantiam permanência para o ano que vem, comunicaram ao seu treinador que não irão renovar contrato com a equipe altoense. A participação do treinador nesse "complô" não é confirmada, mas a permanência de Pedro Carvalho também é dúvida depois do episódio.

Procurado pelo nosso jornal, o presidente Warton Lacerda desmentiu as informações, já o treinador Pedro Carvalho, não nos respondeu.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cadete213

Ferroviária foi muito forte mas logo se levantaram suspeitas e conspirações. Serão verdadeiras? Parabéns pelo acesso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Victor Duque

Parabéns pelo acesso, merecido, equipe foi muito forte e lutou bastante...até a partida contra a ferroviária, que apesar do favoritismo, agora fica essa dúvida. Finalizo colocando um pouco mais de fogo na situação com uma frase marcante do futebol brasileiro:"se vocês soubessem o que aconteceu no vestiário do Felipão, ficariam enojados".

Que venha a série C!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14
Em 11/04/2021 em 05:42, Cadete213 disse:

Ferroviária foi muito forte mas logo se levantaram suspeitas e conspirações. Serão verdadeiras? Parabéns pelo acesso.

Valeu, Cadete.

As equipes de São Paulo sempre chegam como favoritas ao acesso. Eu esqueci de salientar isso, mas o salário de só UM JOGADOR da Ferroviária pagava o salário de todo o meu elenco.

Vamos por mais em 2021. Valeu por comentar!

Em 11/04/2021 em 08:22, Victor Duque disse:

Parabéns pelo acesso, merecido, equipe foi muito forte e lutou bastante...até a partida contra a ferroviária, que apesar do favoritismo, agora fica essa dúvida. Finalizo colocando um pouco mais de fogo na situação com uma frase marcante do futebol brasileiro:"se vocês soubessem o que aconteceu no vestiário do Felipão, ficariam enojados".

Que venha a série C!

Fala, Victor.

kkkkkk rolam muitas coisas por trás dos panos, melhor ninguém saber mesmo. Conseguimos o acesso com muita luta, mas o campeonato em 2021 vai ser totalmente diferente, vamos lutar pra ficar na Série C e ir nos estruturando aos poucos. Obrigado por comentar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
gustavo922

Ferroviaria e Mirassol realmente tem elencos superiores na Série D, difícil bater de frente com eles, mas o Altos fez bonito e esse acesso para série C foi muito bom!

Como disse o Duque, que venha a Série C! Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Na década de 90, a coisa mais comum nos campos europeus eram os tradicionais pontas velocistas; dribladores rápidos com capacidade de cruzar bem uma bola e que ficavam sempre preso no seu corredor de atuação. Atualmente, esse é um perfil bastante difícil de se encontrar nos elencos dos grandes clubes do mundo. No jogo moderno, é função dos alas e laterais atacarem os flancos e cruzar a bola para a aula. O ponta tradicional foi substituído pelo ponta de pé trocado. O ponta invertido (extremo invertido em PT-PT, por isso também no jogo e aqui nesse guia) é um desses casos dentro do FM, assim como o avançado interior.
      Enquanto esses pontas de pé trocado surgiram e evoluíram dentro do 4-2-3-1, eles tem funções diferentes dentro de campo de acordo com o time que jogam ou com a formação que são usados. Nas versões anteriores do Football Manager, a única opção tática que um treinador tinha para esse tipo de formação era utilizar um avançado interior. Atualmente, ganhamos uma ferramenta a mais, com o extremo invertido. A principal tarefa desses pontas de pé trocado é utilizar sua velocidade e técnica para duelar com seu marcador e conduzir a bola e o time para mais próximo do gol adversário.
      Para aqueles que ainda não sabem do que estamos falando, vou deixar alguns exemplos da vida real e que inspiraram a Sports Interactive a moldar a função de acordo com seu talento. Jogadores como Arjen Robben, Franck Rybéry e Thierry Henry são alguns dos ícones do futebol que ajudaram o Football Manager a trazer esse tipo de atleta do campo para as telas dos computadores. Hoje, atletas como Serge Gnabry e David Neres são grandes máquinas dentro do Football Manager graças ao que esse tipo de atleta trouxe para o motor do jogo.
      Normalmente, o estilo de jogo desses atletas é bem direito. Uma vez que tem a bola nos pés, eles combinam técnica e dribles com aceleração e boas tomadas de decisão para deixar o marcador para tráz e ou finalizar ou passar a bola para um companheiro melhor posicionado para continuar a jogada. Esse estilo de jogo não combina muito com o estilo de outros avançados interiores da vida real, que cortam para dentro, mas optam por uma enfiada de bola ou cruzamento ao invés do chute.
      Em versões anteriores, ou você transformava esses jogadores em avançados interiores, incluindo seus comportamentos codificados no motor do jogo (e que não podem ser removidos) que instruíam eles a cruzar menos, ou os transformava em construtores de jogo avançados, aceitando que eles iriam cruzar menos e chutar menos, mas fariam passes mais arriscados. Isso mudou a partir do FM 2020, que passou a nos oferecer o Extremo Invertido.
      Como essa função dá aos treinadores maior flexibilidade? As instruções se tornaram mais claras, assim como as percepções de cada um sobre o que cada função pode fazer dentro de uma partida. Para vermos o que eles devem fazer, basta olharmos para as instruções que não podem ser removidas no painel tático. Como mencionamos o Avançado Interior e o Construtor de Jogo Avançado, iremos compará-los antes de chegarmos à estrela desse guia, o Extremo Invertido. Começaremos pelo Construtor de Jogo Avançado.

      O construtor de jogo avançado, quando colocado nas pontas, é primariamente um meio-campista colocado em uma posição de maior largura, que busca encontrar espaços e criar oportunidades para si ou para os companheiros de equipes. O jogador funciona de forma bem restrita, mas tendem a recompor defensivamente quando o time está sem a bola.

      Quando comparamos o construtor de jogo avançado com o avançado interior, podemos ver imediatamente que o avançado interior movimenta-se mais em direção à área, buscando penetrações e necessitam de um tipo diferente de capacidades e habilidades ofensivas.

      E isso faz sentido quando nós examinamos seus comportamentos inerentes e que não podem ser retirados. O avançado interior é mais ofensivo. Eles querem conduzir a bola até o coração da defesa adversária, cortando para dentro a partir do corredor lateral. Ao invés de tentarem criar chances para seus companheiros com uma enfiada de bola, é mais provável que eles tentem marcar o gol por conta própria.
      Entretanto, isso não significa que eles irão chutar a esmo e ignorar companheiros melhores posicionados. Quando colocado em uma tarefa atacar, eles tendem mais a querer marcar o gol, enquanto na função apoiar, o avançado interior está mais afastado do gol e é mais provável que procurem um companheiro livro ou no espaço.

      Isto tudo nos traz até o extremo invertido. A descrição do jogo diz que ele "busca cortar para dentro a partir do terço ofensivo para criar espaço para laterais ultrapassarem e subsequentemente sobrecarregar defensores recuando."

      Seu comportamento inerente é diferente quando comparado as outras funções que mencionamos, já que eles não são instruídos a cruzarem menos ou a correr mais riscos nas tomadas de decisão. Eles são uma versão mais conservativa do avançado interior, ou talvez para ser mais preciso, a combinação entre o avançado interior e o construtor de jogo avançado.
      A movimentação de um extremo invertido é mais lateral se comparada ao avançado interior. O extremo invertido move-se para o corredor central, cortando de uma posição mais aberta. Mas ao invés de finalizar, ele quase sempre passa a bola antes de correr para se posicionar dentro da grande área.

      Quando examinamos o mapa de calor do, combinado com o de passes recebidos pelo, extremo invertido, nós podemos ver essa movimentação. Ele corta para dentro para receber o passe, progride e se posiciona entre o zagueiro e o lateral na área.

      Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o Engenharia do Futebol e FManager Brasil
      Fonte: https://www.footballmanager.com/the-byline/look-inverted-winger-wednesday-wisdom
    • Danut
      By Danut
      Olá pessoal. Sejam bem-vindos ao meu novo save aqui no Profissão: Manager. Desde o FM14 que eu namoro a ideia de jogar um save em que as contratações fiquem nas mãos da diretoria. Nas versões anteriores do FM, porém, essa opção não funcionava de forma adequada. Deixar tudo na mão da diretoria significava jogar campeonatos com apenas cinco ou seis jogadores, com um elenco de dez homens em que seis são laterais esquerdos, e outras bizarrices do tipo. Por conta disso, nunca levei um save do tipo adiante.
      Nas versões mais recentes, porém, isso parece ter sido corrigido. Notadamente, temos aqui na área o exemplo do @ggpofm (que, aliás, novamente merece os créditos pelo banner, que peguei da Galeria de Gráficos), que tem conseguido jogar de forma satisfatória um save nesse estilo. Isso me encorajou a tentar um save no mesmo estilo. A primeira tentativa não teve grande sucesso esportivo, mas a parte das contratações funcionou bem e me encorajou a compartilhar um save nesse formato por aqui.
      E é a partir disso que chegamos ao save atual, no qual acompanharemos a trajetória de Mathis Liam, jovem belga nascido na pequena cidade de Tubize. Diferentemente do que costumo fazer, este será um save de carreira, com o treinador podendo circular também pelos países vizinhos. No entanto, pretendo abordar a carreira de forma um pouco diferente do que está sendo feito em outros saves da área, dando prioridade ao trabalho no clube atual. Não haverá nenhuma regra fixa quanto a isso, mas o meu plano é focar as escolhas de troca de clube no ciclo de cada equipe, em vez de pensar no que seria melhor para a carreira do treinador em si.
       
      Treinador

      Mathis Liam tem 25 anos e poucas qualificações para ser treinador de futebol. Em um daqueles milagres que só acontecem no FM, porém, conseguiu um cargo como treinador em equipe a ser apresentada no próximo post. Com sorte, nosso treinador conseguirá aproveitar a oportunidade para aumentar seu status dentro do mundo do futebol.
       
      Dados do save
      Ligas carregadas: Bélgica, Alemanha, França, Inglaterra (todos 3ª divisão e acima) e Holanda (2ª divisão e acima).
      Base de dados: pequena, com cerca de 24 mil jogadores.
      Data de início: 1º de julho de 2019
      Outras opções: mascarar atributos, não adicionar equipe técnica, sem orçamento na primeira janela de transferências
    • ElPerroMG
      By ElPerroMG
      Em todos os meus saves, desde que comecei a jogar FM, sempre fui vislumbrado por utilizar a divisão de base no FM. Esse amor pelo base só aumentou quando comecei acompanhar de perto o futebol argentino nos últimos anos. Devido a crise no país, os times são obrigados a utilizar o que de melhor em sua categoria jovem para formar elencos competitivos. O maior exemplo disso, e minha maior inspiração, é o que faz Gallardo no comando do River. Nos últimos anos, Gallardo revelou diversas jóias como Emanuel Mammana, Exequiel Palacios, Gonzalo Montiel, Martinez Quarta, Júlian Alvarez, Benjamín Rollheiser entre outros. Devido a essa inspiração no trabalho do Muñeco e minha idolatria pela utilização da base, resolvi abraçar o Desafio da base no FM20, principalmente por conta das melhorias que foram feitas no acompanhamento da base nessa versão do FM. Acompanhei 2 sagas com esse modelo aqui no fórum, a do Ari com o Jaraguá e a do Henrique com a Caldense, que também me serviram de inspiração.

      Como um bom mineiro, não quis fugir do estado na escolha do clube, e, pra falar verdade foi até fácil a escolha. Escolhi o Boston City FC Brasil, time criado em 2018 exatamente com essa ideia - O clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.

      Utilizando somente nossas fornadas, tentaremos atingir os seguintes objetivos:
      Equipe
      Utilizar somente a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa.  Ter um jogador formado no time convocado para a seleção (Maikon Motta (38B), Adriel Luciano (42A), Allanzinho (44A)) Ter um jogador formado no clube disputando uma Copa do Mundo (Allanzinho 44A Copa 2050 e 2054); (Adriel Luciano 42A Copa 2054); (Felipe Bezerra 46F Copa 2054) Ter eleito o melhor jogador da América do Sul Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo formado na base do Boston.  Ter eleito o melhor jogador do mundo formado na base do Boston. Clube
      Possuir o melhor centro de treinamento profissional de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento de base de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento profissional do Brasil Possuir o melhor centro de treinamento de base do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Minas Gerais (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador do Brasil  (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador da América do Sul Se tornar o principal clube Mineiro Se tornar o principal clube Brasileiro (2053) Se tornar o principal clube da América do Sul (2053) Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo: (Recorde: 8º em 2053) Títulos
      Chegar a elite do campeonato mineiro (2025) Ganhar o Campeonato mineiro (2045), (2046) (2047) (2048), (2049), (2050), (2051), (2053), (2054) Ganhar a Taça Minas Gerais (2036) Chegar a elite do campeonato brasileiro (2042) Ganhar o Brasileiro série A. (2051), (2052), (2053), (2054) Ganhar a Copa do Brasil (2046), (2050), (2051), (2054) Ganhar a Super Copa do Brasil (2047), (2051), (2053), (2054) Ganhar a Sul Americana (2046), (2049) Ganhar a Libertadores (2050), (2052), (2053) Ganhar a Recopa Sulamericana (2047), (2050), (2051), (2053), (2054) Ganhar o Mundial de clubes (2053)
      O Boston City F.C Brasil é um clube de futebol brasileiro profissional sediado na cidade de Manhuaçu – MG. O Clube foi fundado no Brasil em Janeiro de 2018 por seus idealizadores, o empresario brasileiro Renato Valentim e o Ex Craque do futebol Internacional o brasileiro Jorge Ferreirra, mais conhecido como Palhinha.
      A filial brasileira do Boston City F.C Brasil foi criada após o enorme sucesso e destaque de sua matriz americana, o Boston City F.C, que hoje tem sua sede na cidade de Boston – EUA . O Clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.
      No mesmo ano de sua fundação o clube teve sua filiação junto ás principais entidades do futebol brasileiro, Federação Mineira de Futebol (FMF) entidade maxima do futebol para o Estado de Minas Gerais e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entidade máxima do futebol para o Brasil. O Clube já conta com quatro categorias de base e uma equipe profissional nas quais disputam os principais campeonatos estaduais.
      O Escudo bem como as cores oficiais do Boston City F.C Brasil seguem as mesmas de sua matriz americana, O escudo: Leão Rampante dominando uma bola de futebol com a cidade de Boston como plano de fundo da imagem. Suas cores oficiais são: Vermelho, Azul e Branco.





    • Valismaalane
      By Valismaalane
      O nosso primeiro clube na carreira será o:
        Paide Linnameeskond
       
      Paide Linnameeskond é um clube estoniano de futebol, fundado em 1990 e refundado em 2004, com sede em Paide e manda seus jogos no Paide Linnastaadion. O Paide iniciou como um clube filial do FC Flora (O maior time da Estonia), e no ano de 2005, conseguiu 4 acessos consecutivos, uma coisa inédita no campeonato Estoniano, sendo o primeiro a fazer isso e o único, por enquanto. O Paide é um time com um grande projeto, sendo o time que busca todo seu sucesso baseado em se sustentar na elite do campeonato estoniano. Neste sentido, rapidamente o Paide se tornou a quarta força do país conseguindo um Vice-campeonato da copa em 2015, ainda não foi campeão de nada, mas o seu desenvolvimento chama atenção, principalmente pela contratração de jogadores estrangeiros e repatriação de jogadores estonianos que já estiveram na seleção. O Paide ainda não venceu nada na Estonia, mas vamos mudar isso!
      Site oficial do clube: https://www.paidelinnameeskond.ee/ 
      Técnico: O Técnico sera Ragnar Dragunov, um antigo jogador da seleção estoniana e revelado pelo próprio Paide. Embora não tenha sido um jogador de sucesso, é um jogador relativamente conhecido entre os torcedores estonianos. Ragnar foi contratado com apenas 19 anos como uma das maiores promessas do país pelo Schalke 04, mas não conseguiu espaço no clube e rodou por diversos países como Japão, Uzbequistão, Cazaquistão, Russia e armênia, retornou a Estonia e encerrou sua carreira no Valga Warriors de Valga na segunda divisão estoniana. (Experiência passada no clube // História ficticia)
       
      Metas do Save:
       
       - Me tornar um dos maiores técnicos da Estonia
       - Classificar um clube estoniano para fase de grupos da EURO
      Classificar um clube estoniano para fase de grupos da Champions
      Revelar jogadores estonianos com nível para seleção (Zarikov - Cap. 30)
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma copa do mundo inédita
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma Eurocopa Inédita
      Objetivos do save:
      - Permitido trocar de clube durante o save
      - Se assumir a seleção tenho que estar sem clube ou trocar o clube pela seleção (não comandar os dois simultaneamente)
      - O save é voltado para o técnico e não para a liga estoniana (embora seja uma das minhas vontades crescer o futebol estoniano)
      - Se for necessário, posso mudar os objetivos do save durante a temporada.
      - Me divertir
      Início da Carreira:
       Temporada 01/2019

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Temporada 02/2020

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Primeira fase Mata-Mata
       Temporada 03/2021
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Fase de Grupos
       Temporada 04/2022
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Vice-Campeão)
      Copa da Estonia (Eliminado pelo Kalju nas Quartas-Final)
       - Não classificado para nenhuma competição Continental
       Temporada 05/2023
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Eliminado no Mata-Mata para o Heerenveen
       Temporada 06/2024
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Champions League (Eliminado na fase de Grupos)
       Temporada 07/2025 e 2026
      Juventus Football Club - Demitido
       Campeonato Italiano (4º Lugar)
       Copa da Italia (Eliminado)
       Champions League (Eliminado nas Quartas)
       Temporada 08/2026 e 2027
       Sassuolo -
      -
      -
      -
      Base do Jogo:
      *Foram adicionados no ano de 2021 o Brasil, Portugal e a Italia
      Notas do Jogador:
      Espero me divertir e que todos os leitores se divirtam. Criticas construtivas sempre serão bem recebidas, e espero uma boa interação com todos! Obrigado e "NAUTIGE"!
      Obs: Kogemus Jalgpall significa algo como: "Sinta o futebol", "experiencie o futebol" (não tem um significado literal para português, mas é utilizado para vivenciar algo)
       
      Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial ao @ggpofm pelas varias dicas e conselhos e por ter feito o Banner da saga! Também gostaria de agradecer a todos que estão dando seus respectivos feedback e acompanhando, interagindo com a saga! Obrigado!
    • Makengo
      By Makengo
      Esta vai ser a minha 1ª história aqui no fórum. 
      Se estiveres a ler isto, irás ler a história de dois treinadores com passados e objetivos diferentes:
      -Um deles, Ben Ivanov não sabe muito bem o que quer da vida mas está disposto a escrever o seu nome na história do futebol;
      -A outra, Manami Yoshida, irá querer calar a boca de críticos e reerguer um gigante adormecido;
      Histórias completamente diferentes mas que irão se cruzar (ou não) em um ponto.
      Seguindo a vibe de algúem chamado Justice (do fórum FMScout), também farei entrevistas e conferencias de imprensa mais detalhadas do que as que o jogo tem para oferecer.
      Fiquem apenas ligados em Manami Yoshida e Bennet «Ben» Ivanov
       
×
×
  • Create New...