Jump to content

Diários de Uma Carreira - Aguardando Avaliação


div
 Share

Recommended Posts

Grande vitória sobre os Spurs e estás onde queres, na liderança.  Já contra o Arsenal, obrigado por perderes esse jogo 😁 

Southampton deu muita luta e acabou por te eliminar na FA cup, mas conseguisre responder bem na Carabao, onde graças a uma bela reviravolta contra o Liverpool, vences o troféu. 

Já na Champions, estiveste muito bem contra o Atlético e mereces a passagem. Surpresa surprwsa e voltas a jogar contra uma equipa espanhola...grande embate a caminho contra o Barça.

Link to comment
Share on other sites

Líder da Premier League e nas quartas da Champions League...Excelente. Espero que derrote os Culés e pegue nas semifinais a Muralha Amarela. Boa sorte na sequência.

Link to comment
Share on other sites

o southampton está tendo presença ativa na sua vida na inglaterra hahahah fora isso, campanha muito forte, e vivo na champions. Torcida é claro que lembra da campanha passada e já sonha com repetir a liga e a competição europeia, só que dessa vez, a orelhuda! boa sorte!!

Link to comment
Share on other sites

Em 13/03/2021 em 10:27, ggpofm disse:

Pena a eliminação na FA Cup, mas os jogadores sabiam que o André queria conquistar mesmo a Carabao Cup.😀

Na decisão da Carabao Cup, sabe se o Liverpool estava com os titulares?

Fez uma eliminatória muito correta contra o Atleti. Agora terá outro espanhol pela frente, o conhecido Barcelona.

Antônio Carlos Zago atuando no pós-verdade.

Campanha quase perfeita do Chelsea a partir da 15ª rodada. Eu aposto no bicampeonato, mas não vou negar que gosto de ver o parquinho pegando fogo. Imagina se perder os dois campeonatos (Premier e UCL)? Ou um?

Estou adorando esse fair-play financeiro.

E aí, GG.

Carabao >>> FA Cup hahaha. O pior de tudo é que foi para o mesmo time, dava pra trocar o placar da FA pelo da volta na Carabao, mas pelo menos rendeu um título haha.

Tava sim. Comparei com o time que jogou o jogo de volta pelas quartas de final da UCL e muda apenas um jogador (mudando duas posições). Aqui as escalações.

Fizemos o que era para ser feito, tinha que fazer o mesmo contra o Barcelona. Vamos ver se deu hehe.

É uma boa definição para aquele que diz que 6x2 é sorte haha.

Olha, vamos ver, nada é impossível, podemos tanto ganhar os dois, como sair de mãos abanando (nessas competições, obviamente não seria o caso da temporada pois já tivemos títulos). Logo mais teremos as respostas.

Te confesso que é a primeira vez que me acontece de ficar na iminência de não cumprir, é o rombo deixado pelo Sampaolli, como o @ElPerroMG destacou quando fui pro Chelsea haha.

Valeu pelo comentário!

Em 13/03/2021 em 16:19, Cadete213 disse:

Grande vitória sobre os Spurs e estás onde queres, na liderança.  Já contra o Arsenal, obrigado por perderes esse jogo 😁 

Southampton deu muita luta e acabou por te eliminar na FA cup, mas conseguisre responder bem na Carabao, onde graças a uma bela reviravolta contra o Liverpool, vences o troféu. 

Já na Champions, estiveste muito bem contra o Atlético e mereces a passagem. Surpresa surprwsa e voltas a jogar contra uma equipa espanhola...grande embate a caminho contra o Barça.

E aí, Cadete.

Hahaha, era hora deles ganharem, felizmente (para mim) não estão na briga pelo título por enquanto, senão seria uma derrota desastrosa.

Southampton, como apontou o @Victor Duque, tá querendo aparecer por aqui nessa temporada haha.

Só faltou pegar o Valência e completaríamos o bingo de espanhóis dessa Champions haha. Vamos ver, o retrospecto contra o Barcelona pelo Bétis não era ruim, apesar de algumas goleadas.

Valeu pelo comentário!

Em 13/03/2021 em 18:35, LC disse:

Líder da Premier League e nas quartas da Champions League...Excelente. Espero que derrote os Culés e pegue nas semifinais a Muralha Amarela. Boa sorte na sequência.

E aí, LC.

Valeu, vamos ver se mantemos essa liderança e continuamos passando na Champions. Vamos ver, o Borussia seria um bom adversário, embora minha preferência fosse o PSV haha.

Valeu pelo comentário!

Em 13/03/2021 em 21:15, Victor Duque disse:

o southampton está tendo presença ativa na sua vida na inglaterra hahahah fora isso, campanha muito forte, e vivo na champions. Torcida é claro que lembra da campanha passada e já sonha com repetir a liga e a competição europeia, só que dessa vez, a orelhuda! boa sorte!!

E aí, Victor.

É verdade haha. Mesmo na 2ª divisão, eles conseguiram aparecer em vários momentos até agora (nos ajudando a ganhar o título na última temporada, na Supercopa da Inglaterra, nas duas copas). Com certeza seria um upgrade se conseguíssemos repetir a PL e ainda ganhar a UCL. 

Valeu e valeu pelo comentário!

Link to comment
Share on other sites

Essa vitória frente aos Spurs, junto com a derrota frente aos gunners vai deixar uma pessoa que conheço bem contente 😄 . És lider e bem merecido. 

Na Champions venha agora o Barça.

PEACE

Link to comment
Share on other sites

37 minutos atrás, six_strings disse:

Essa vitória frente aos Spurs, junto com a derrota frente aos gunners vai deixar uma pessoa que conheço bem contente 😄 . És lider e bem merecido. 

Na Champions venha agora o Barça.

PEACE

E aí, Six.

É verdade, nada como agradar os leitores hahaha. Acho que a campanha desses últimos jogos nos credenciou bem para a liderança, resta confirmar.

Que venha o Barça e quem quer que possa vir depois haha.

Valeu pelo comentário!

Link to comment
Share on other sites

Banner-Principal.png

Cap-tulo-65.png

 

Resumo do último capítulo:

No 64º capítulo André conta sobra uma mirrada janela de transferências; uma possível punição por descumprimento do Fair Play Financeiro; a bola de Ouro recebida por um de seus jogadores, bem como o título da Carabao Cup, a eliminação precoce na FA Cup, a classificação na Champions League para enfrentar o Barcelona nas quartas de final e a liderança apertada da Premier League.

***

30 de maio de 2035

Retomando de onde parei... para a 29ª rodada da Premier League, fomos à Liverpool, enfrentar o Everton. Num jogo bem equilibrado em termos de finalizações, podemos dizer que o 1x1 ficou barato de certa forma, já que eles chegaram mais vezes perto de fazer o 2º do que nós. O problema era que, por ter perdido em casa no primeiro turno, acabamos deixando 5 pontos pelo caminho com esse empate. Cinco caros pontos.

29-Everton.png

Everton x Chelsea

Em seguida, recebemos o Fulham e conseguimos aplicar um bom 4x0, num jogo que chutamos 20 vezes só no primeiro tempo. Na rodada seguinte, visitamos o Swansea e novamente dominamos a partida, conseguindo boa vitória por 3x0 fora de casa. Depois, um jogo complicado contra o Manchester United. Os Red Devils não vinham bem no campeonato, mas são sempre difíceis de se enfrentar o Old Trafford. Assim como o jogo contra o Everton, foi um confronto complicado, de poucas chances, onde saímos atrás e conseguimos empatar com Tom Farmer, que marcou pelo 4º jogo seguido. No final, o placar ficou no 1x1 e, apesar de não ser o melhor dos placares, não era o pior, considerando o adversário. Em seguida, dois times laranjas que se iniciam em “W”. Primeiro, fora de casa, o Wolverhampton. Foi um jogo inacreditável: 30 finalizações do Chelsea x 6 do Wolverhampton, dessa, 11 x 4 foram no gol. O placar? 0x2. Daqueles jogos em que pressionamos, pressionamos, pressionamos, mas simplesmente não era o nosso dia. Eu poderia lembrar do primeiro turno e dizer que o Wolverhampton "teve sorte", como o ilustríssimo treinador do time fez, mas sou maior que isso.

33-Wolves.png

Wolverhampron x Chelsea

Depois, para a 34ª rodada, contra o Watford, o outro time laranja com “W”. E, além disso, há mais algo em comum entre as duas equipes... ambas nos derrotaram. Desta vez saímos na frente com gol de Tom Farmer, mas o time misto (devido aos jogos da Champions League) não conseguiu segurar o resultado e levamos a virada aos 46 do segundo tempo. 1x2 e nem preciso dizer que nesta altura não estávamos nem na 2ª posição, né? Em seguida, jogo contra o rival, Arsenal, e uma vitória era essencial para continuarmos na luta pela liderança. Felizmente conseguimos reverter os últimos resultados ruins e com o magro 1x0, que aliado a tropeços dos rivais, nos dava nova vida na briga pelo título.

35-Arsenal.png

Chelsea x Arsenal

Neste momento, ocupávamos a 3ª posição, dois pontos atrás do líder, Tottenham. Teríamos que repetir o que fizemos na temporada anterior. O positivo (que poderia ser negativo) é que tínhamos um confronto direto na última rodada, então podíamos chegar dependendo apenas de nós. Mesmo com a briga acirrada, continuei levando uma equipe alternativa, pois o acúmulo de jogos estava desgastando os jogadores e a Champions League era a prioridade. Assim, contra o Huddersfield¸ time que nos derrotou na FA Cup da temporada passada, levei time reserva e, mesmo assim, conseguimos vencer bem, por 3x0. Os dois rivais também ganharam seus jogos, então a tabela continuava na mesma. Para a penúltima rodada, o adversário era um rival londrino, o West Ham. Com dois gols cedo, encaminhamos a vitória por 3x1, que nos colocou no 2º lugar, graças à derrota do Tottenham.

Com um ponto atrás do líder, quem mais poderia ser o nosso adversário na 38ª rodada? Exatamente, o Liverpool, em Anfield. Estádio cheio, 58.000 pessoas (3.000 blues) ouviram “You’ll Never Walk Alone” antes da partida. A verdadeira final do campeonato estava por começar, quem vencesse levava o troféu. Em caso de empate, o Tottenham poderia levar o título caso vencesse seu jogo, ou, se tropeçasse, o Liverpool era o campeão. Ou seja, a nós, só importava vencer. Mas ao outro time, o mandante, também só importava a vitória, já que o empate os faria depender de um resultado paralelo. Deste modo, num duelo em que os dois precisavam ganhar, começou mais forte aquele que, aparentemente, teve mais vontade, o Liverpool. Não vou dizer que foi um massacre, mas os três gols do time da casa no primeiro tempo foram totalmente merecidos, inclusive pela ineficiência do Chelsea, que não atacava, mas também não conseguia se defender. Aos 20 minutos, Grando abriu o placar para o Liverpool, num rebote.

14-Lpool.gif

Seis minutos mais tarde, Mahsas recebeu em velocidade, chutou forte, a bola bateu na trave, no goleiro e voltou pra ele fazer o 2º.

15-Lpool.gif

Aos 37, o 3º saiu com Grando recebendo linda bola de Mahsas e chutando cruzado.

16-Lpool.gif

Com 0x3 no intervalo não havia nada que já não estivesse perdido, mandei o time pra frente mais do que já é acostumado, numa espécie de 2-3-5. Claro que o amontoado de jogadores no ataque gerou um pouco mais de perigo, mas só conseguimos descontar aos 33, num escanteio.

17-Lpool.gif

Tarde demais para buscar outros 3 gols, não conseguimos marcar mais nenhum e acabamos perdendo por 1x3.

38-Liverpool.png

Liverpool x Chelsea

Entretanto, não coloco a perda do título a este jogo, já que é jogo grande e qualquer resultado é possível. Acredito que os tropeços do começo de abril foram cruciais para a perda do título. Duas derrotas que fizeram falta. Além, claro, dos pontos deixados antes, como a derrota em casa para o Everton e a derrota para o Leeds, no começo do campeonato.

3-PL.png

Resultados Chelsea – Premier League – 29ª a 38ª rodada

Com isso, perdemos até a vice colocação, graças à vitória do Tottenham e acabamos caindo duas posições em relação ao ano passado, embora com apenas dois pontos a menos.

7-Final.png

Classificação Final – Premier League

E a razão de alguns pontos perdidos nesse final de temporada é a Champions League. Pelas quartas de final, como eu já havia adiantado, enfrentamos o Barcelona. Jogamos a primeira mão fora de casa e fizemos um ótimo jogo no Camp Nou, que não é tão estranho assim pra mim, embora já tenha levado duas sapatadas nele. Mas, como disse, fizemos um ótimo jogo, criamos um total de 11 chances de gol (6 claras), mas convertemos apenas duas e deixamos que eles fizessem duas vezes também, saindo da Espanha com um bom, mas não ótimo, 2x2. Para o jogo de volta, não tivemos uma atuação ofensiva tão boa quanto na ida, mas fomos muito bem defensivamente, cedendo apenas uma finalização no gol. O gol de Lascu, com menos de dois minutos deu tranquilidade, sabendo que o Barcelona precisaria fazer dois. Assim, não chegamos a sofrer e nos classificamos com a vitória por 2x0.

10-Barcelona.png

Chelsea x Barcelona

Agora qualquer adversário seria complicado, e isso foi mostrado no sorteio das semifinais.

6-Semi.png

UEFA Champions League - Semifinais

Saindo de um confronto contra o campeão espanhol para o campeão alemão, o Bayern de Munique seria um adversário dificílimo, mas eu não podia esperar moleza nas semifinais de uma Champions League, né? Jogamos o primeiro confronto em casa e conseguimos abrir uma boa vantagem no primeiro tempo. Farmer recebeu pela esquerda, puxou para o meio, sofreu uma dividida e a bola sobrou com Lascu, que chutou no travessão. Boschetti pegou o rebote e deixou Hudson na boa para abrir o placar.

18-Bayern.gif

Aos 34, lindo contra-ataque, quando Farmer lançou Lascu, que tocou para Hudson deixar novamente para Farmer, que não perdeu. Destaque para o camisa 4 do Bayern, que ficou olhando a bola e não viu Farmer passar como uma flecha atrás dele. Melhor pra nós!

19-Bayern.gif

Fomos para o intervalo com o 2x0 no placar, pedi pro time manter a pegada e ficar atento no 2º tempo. Infelizmente, não tivemos a atenção pedida durante os 45 minutos finais e, aos 14, Dié recebeu nas costas de Juan Pedro, chegou na linha de fundo e cruzou para Vasseur, que se antecipou à marcação de Poselenov.

20-Bayern.gif

E sem mais para o jogo, não conseguimos aumentar a vantagem e saímos com uma diferença mínima no 2x1.

11-Bayern.png

Chelsea x Bayern de Munique

O cenário para a volta era claro: Vitória ou empate nos dava a vaga. Derrota por um gol, mas marcando pelo menos dois, também nos classificava. Derrota por 1x2 levava o jogo para a prorrogação, enquanto a derrota por 0x1 ou por mais de um gol de diferença classificava o Bayern. E fizemos dois tempos bem distintos. Se no primeiro tempo atacamos e, apesar de correr alguns riscos, conseguimos sair zerados, logo no começo do segundo tempo já ficamos atrás no placar. Novamente Dié fez jogada pela esquerda e cruzou para Bolten, que precisou de duas chances para fazer o gol do Bayern.

21-Bayern.gif

O time, evidentemente, sentiu o gol logo na volta do intervalo e não fizemos praticamente nada no segundo tempo inteiro, mesmo colocando o time para frente. 0x1 e desclassificação pelo gol qualificado.

12-Bayern.png

Bayern x Chelsea

Se a ideia era conseguir o título já nessa temporada, podemos dizer que foi frustrante não ter conseguido chegar na final, mas a verdade é que esta foi minha melhor campanha e caímos em razão do critério de desempate. Todavia, estes jogos mostraram algo que eu já vinha notando, mas logo mais eu explico.

Na sequência da competição, o Liverpool fez a dobradinha e levou o caneco. Na FA Cup quem levou o título foi o Tottenham.

Agora sobre o extracampo neste período:

Em primeiro lugar é bom pontuar que conseguimos nos livrar da punição do Fair Play Financeiro. O presidente não quis me revelar o segredo por trás da decisão, mas a Federação aprovou as contas do clube e não precisaremos pagar multa, nem perderemos pontos.

Em relação aos prêmios de final de temporada:

Agora vamos ao plantel, algumas coisas precisam ser ditas:

18-Estat-sticas.png

Estatísticas da Temporada – Para mais informações, clique aqui.

Farmer novamente passou dos 30 gols na temporada e é o melhor jogador do time, disparado. Todavia, neste ano apenas Lascu conseguiu ter mais de 10 gols e 10 assistências na temporada, o que mostra uma queda dos atacantes nesse quesito. Boschetti já não tinha se destacado na temporada passada, e continuou não me brilhando os olhos nesta temporada, tanto que perdeu a posição para Noguera no decorrer da temporada. Na defesa, Gutierrez e Poselenov são absolutos, Saidi termina seu empréstimo agora e não devo renová-lo, quero tentar encontrar outro jogador para a posição. Nas laterais eu pretendo fazer uma grande mudança. Começando pela direita, Juan Pedro foi nosso calcanhar de Aquiles nesta temporada. Sofremos muitos gols de bolas esticadas nas costas dele e não houve compensação com força ofensiva, já que ele participou diretamente de apenas 4 gols, 7 a menos que o lateral-esquerdo e 4 a menos que seu reserva. Com um salário astronômico, o lateral espanhol encabeça a lista de negociáveis. Di Nardo, apesar do bom número de assistências, já tem seus 32 anos e agora é a última oportunidade de conseguir algum valor por ele. Também deve sair. No meio, devo deixar de ter 7 jogadores para 3 funções, dando espaço para Prelec jogar um pouco mais. O nº 1 da lista de saída é Hudson, que perdeu a titularidade para Rivas ao longo da temporada.

Em resumo, devem ser negociados: Juan Pedro, Di Nardo, Hudson e Boschetti.

Além da idade avançada dos 4, dos altos salários e de uma produção não tão boa (exceto Di Nardo, que sai pelas outras razões), há a necessidade de fazer caixa para conseguir reforçar o time. Se formos bem nas vendas, conseguimos repor os jogadores e ainda saímos no lucro, parando de vez com essa mania da diretoria de cortar a verba no meio da temporada. Agora resta colocar isto em prática.

E pra fechar, queria colocar aqui que recusei uma investida do Manchester City. Ontem eles entraram em contato querendo falar comigo para assumir o cargo lá. Recusei de imediato. De positivo para assumir lá, é que, pelo que vejo no mercado de transferências, eles têm uma situação financeira melhor, mas não quero trocar o Chelsea por um clube que ficou atrás de nós nos dois últimos anos. Além disso, não seria correto trocar o clube por um rival direto da divisão. Tenho contrato até o final da temporada 2035/36. Vamos ver como se desenrola a temporada, mas sinto que desta vez posso fincar o pé aqui e tentar um trabalho mais longo.

Link to comment
Share on other sites

Época mais complicada que a anterior mas ainda acabaste em posição de Champions, tal como o Arsenal, e o Tottenham não foi campeão. Estiveste bem na Champions e acabas perdendo com a estúpida regra dos golos fora, contra um super Bayern.

Link to comment
Share on other sites

Na Champions pegou O BAYERN, com letras maiúsculas mesmo. Não tinha muito o que fazer, principalmente por causa da regra do gol fora. Agora na Premier League se tivesse ganho dos Lobos e do Watford teria sido campeão, mas deu mole para clubes da linha abaixo dos 7 primeiros...Vida que segue e agora é se preparar melhor para a próxima temporada.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Curioso que na temporada passada foi campeão na última rodada e nesse ano, perdeu o título na última rodada. O que mostra que não é simples ganhar o Inglês e muito menos ainda duas vezes seguidas. Na Champions, fez o dever de casa, mas, o Bayern marcou aquele gol fora de casa que é valioso demais nesse tipo de nível competitivo.

Link to comment
Share on other sites

de fato, aqueles jogos contra wolves e watford foram cruciais. essa Premier league foi intensa. Na champions não tem demérito, Bayern é Bayern, seria um jogo difícil mesmo. Mas destaco  o segundo gol no jogo de Stamford bridge contra eles, pintura de contra ataque. No mais, um ano extremamente competitivo. Próximo planejamento promete.

Link to comment
Share on other sites

5 horas atrás, div disse:

Te confesso que é a primeira vez que me acontece de ficar na iminência de não cumprir, é o rombo deixado pelo Sampaolli, como o @ElPerroMG destacou quando fui pro Chelsea haha.

Agora é hora do André lançar o: "Necessito 342383 refuerzos más, ou me voy" 😛

Ps: Não vou comentar mais, tô atrasado na leitura e ñ quero spoiller hahaha.

Link to comment
Share on other sites

Que pé frio. Perde a Liga e fica nas meias da Champions com o golo sofrido em casa. Pena, mas o futebol é mesmo isto.

PEACE

Link to comment
Share on other sites

Em 16/03/2021 em 17:54, Cadete213 disse:

Época mais complicada que a anterior mas ainda acabaste em posição de Champions, tal como o Arsenal, e o Tottenham não foi campeão. Estiveste bem na Champions e acabas perdendo com a estúpida regra dos golos fora, contra um super Bayern.

E aí, Cadete.

Realmente, a temporada foi mais dura, mas acabamos perdendo pontos em jogos bobos, que determinaram o título. Pelo menos não foi pro o Tottenham, né? haha.

Não sou desfavorável a regra do gol fora, acho que dá uma emoção a mais pro jogo. Se tivéssemos concretizado as oportunidades que criamos na ida, talvez nem sofrêssemos na volta. Mas faz parte, era um adversário complicado.

Valeu pelo comentário!

Em 16/03/2021 em 18:45, LC disse:

Na Champions pegou O BAYERN, com letras maiúsculas mesmo. Não tinha muito o que fazer, principalmente por causa da regra do gol fora. Agora na Premier League se tivesse ganho dos Lobos e do Watford teria sido campeão, mas deu mole para clubes da linha abaixo dos 7 primeiros...Vida que segue e agora é se preparar melhor para a próxima temporada.

E aí, LC.

O problema, como disse pro Cadete, foi ter perdido tantos gols no jogo de ida. Uma ou duas a mais que entrassem, praticamente resolvia a parada. Pois é, aqueles dois jogos são emblemáticos por alguns motivos: foram na reta final, foram em sequência e foram conosco jogando melhor. Infelizmente não dá pra vacilar, acabamos vacilando e ficamos de mão abanando no final. O planejamento foi forte pra próxima temporada haha.

Valeu pelo comentário!

Em 16/03/2021 em 18:47, Henrique M. disse:

Curioso que na temporada passada foi campeão na última rodada e nesse ano, perdeu o título na última rodada. O que mostra que não é simples ganhar o Inglês e muito menos ainda duas vezes seguidas. Na Champions, fez o dever de casa, mas, o Bayern marcou aquele gol fora de casa que é valioso demais nesse tipo de nível competitivo.

E aí, Henrique.

Quem com ferro fere Francisco, em Chico se paga... digo... hahaha

Mas pior que qualquer desses ditados poderia se aplicar para o nosso caso, por isso não posso reclamar de ter perdido o campeonato na última rodada, já ganhei mais de uma vez assim haha. Com certeza, a PL é a mais difícil das 5 grandes ligas (pra quem joga com os maiores do país, obviamente).

Pois é, aquele contra-ataque que encaixou no primeiro jogo nos matou, e a perda de gols.

Valeu pelo comentário!

Em 16/03/2021 em 18:55, Victor Duque disse:

de fato, aqueles jogos contra wolves e watford foram cruciais. essa Premier league foi intensa. Na champions não tem demérito, Bayern é Bayern, seria um jogo difícil mesmo. Mas destaco  o segundo gol no jogo de Stamford bridge contra eles, pintura de contra ataque. No mais, um ano extremamente competitivo. Próximo planejamento promete.

E aí, Victor.

Pois é, tivemos outros pontos bobos perdidos no caminho, mas esses, por serem na reta final, acabam pesando mais.

Sim, com certeza. A pena fica no fato de ter ficado no detalhe, mas faz parte.

Realmente, foi bem bonito, com uma ajuda do zagueirão, mas foi bonito haha.

A próxima temporada promete mudanças no elenco.

Valeu pelo comentário!

Em 16/03/2021 em 19:57, ElPerroMG disse:

Agora é hora do André lançar o: "Necessito 342383 refuerzos más, ou me voy" 😛

Ps: Não vou comentar mais, tô atrasado na leitura e ñ quero spoiller hahaha.

E aí, El Perro.

Hahaha, na verdade ele tá tendo é que apagar os incêndios deixado pelos refuerzos haha.

23 horas atrás, six_strings disse:

Que pé frio. Perde a Liga e fica nas meias da Champions com o golo sofrido em casa. Pena, mas o futebol é mesmo isto.

PEACE

E aí, Six.

Haha, é, faltou um pouco de sorte mesmo. Mas já tive sorte em alguns campeonatos ganhos, nada mais natural que perder outros pelos mesmos fatores.

Valeu pelo comentário!

Link to comment
Share on other sites

Banner-Principal.png

Cap-tulo-66.png

 

Resumo do último capítulo:

No 65º capítulo André conta sobre o final da temporada 2034-35, com o Chelsea chegando às semifinais da UEFA Champions League, eliminado pelo Bayern de Munique e acabando em 3º na Premier League após chegar na última rodada dependendo apenas de si para ser bicampeão. Com uma promessa de reformulação no elenco, André pretende fazer dinheiro e encorpar o caixa do clube para poder investir no futuro.

***

Depois de um final de temporada broxante, eu precisava tirar alguns dias para refrescar a cabeça e nada melhor que uma viagem. Eu, Edu e a namorada dele, Natália, fomos para a ilha de São Bartolomeu (ou St. Barth para os íntimos), uma das ilhas do Caribe. A ilha é linda e tem uma vida noturna agitada. Eu não tenho mais pique pra essas coisas, mas os dois pombinhos não chegaram no hotel antes das 05h nenhum dia. Ah, bons tempos que tinha essa disposição. Certo dia quando estava sozinho com o Edu tentei puxar assunto com ele:

- E aí, filhão. Tá gostando daqui?

- Ah, é massa. Mas o bom mesmo é a noite, se tu não fosse tão velho dava pra tu aproveitar também.

- É bem parecido com Ibiza. – Falei, ignorando a última parte e falando sem sequer ter ido uma vez a Ibiza quando estava na Espanha.

- É?

- É sim, se tu tivesse ido comigo para Espanha poderia ter aproveitado as festas lá.

- Mas eu não teria conhecido a Natália. – Disse ele.

Coitado, ele acha que amor de faculdade vai durar pra sempre. Não dou até a formatura pra eles não estarem mais juntos.

Enfim, essa viagem serviu pra clarear as ideias e renovar as energias.

Voltando ao clube, falei com o presidente e questionei como andavam as negociações da lista de negociáveis que entreguei no final da temporada.

- São jogadores de muito mercado, não está tão difícil assim arranjarmos novos lugares pra eles, alguns já estão de malas prontas. Só espero que saiba o que está fazendo, temos confiança em ti, mas ainda acho muito arriscado vender 4 dos melhores jogadores. – Falou o presidente.

- Agradeço a confiança, presidente. Mas são jogadores que estão ficando velhos e daqui a pouco não conseguirão render no mesmo nível. É preciso reciclar e, pelo o que posso ver, o clube precisa fazer dinheiro. Quem sabe assim tenho uma verba maior para contratações, hein? – Falei, dando uma leve cutucada.

- Vamos ver, em princípio seguiremos o plano de austeridade, não vamos te repassar toda a grana das vendas, então use o dinheiro com sabedoria.

Maldito, mal posso prever seus movimentos”, pensei. Já tínhamos engatilhadas algumas vendas e eu não teria todo o dinheiro do retorno delas para investir. Após uma análise minuciosa, conseguimos finalizar nossa janela de inverno com 6 vendas e 6 contratações.

Nas vendas, conseguimos vender todos os negociáveis, Boschetti por £ 89M e Juan Pedro por £ 60M foram para o Manchester City. Hudson, por £ 71M (que podem chegar a £ 86M) foi para o outro time de Manchester, o United. Di Nardo foi o mais barato, indo para o Milan por £ 34M, provando que se demorássemos demais não conseguiríamos vende-lo, Além deles, vendemos Xaba, que foi em definitivo para o Bologna, depois de um ano emprestado ao clube italiano, e o jogador do time reserva, Harris, para o Crystal Palace.

Nas contratações, as primeiras chegadas foram de jovens contratados há algum tempo. Sirbu é um lateral direito português, razoável, pode ser uma opção para o futuro. Além dele, Billinger é um versátil jogador alemão, que deverá ser treinado para jogar como lateral ou zagueiro, já que tem boas características para as funções. Além deles, para o time principal, chegaram o lateral direito croata Radalj, que é mais ofensivo que Juan Pedro e receberá um salário 30% menor. Para a lateral esquerda chegou o brasileiro Cláudio Silva Batista, que está no meu radar desde os tempos de Bétis. Muito bom defensivamente, é uma reposição a altura de Di Nardo. Para o meio campo não contratamos ninguém, como já havia dito em outra oportunidade, para ficar com 6 jogadores podendo jogar no trio de meio campo, dando espaço para Prelec jogar mais. E para a vaga de Boschetti eu queria um jogador natural da posição de ponta esquerdo, mas uma oportunidade de mercado surgiu quando o Tottenham colocou Luís Campos na lista de negociáveis, de modo que contratamos o atacante invés de contratar um jogador natural da ponta esquerda. Além deles, chegou o zagueiro Amisador por empréstimo até o final da temporada. Minha ideia é, se possível, reforçar a zaga no meio do ano, não estou contente com nossas opções de reservas no momento, mas como são reservas, não era prioridade.

Com isso, conseguimos um lucro de £ 115M nessa janela, o que nos dará margem para crescimento no futuro. Não era o que eu queria, por isto não havia feito antes, mas sinto que é necessário para poder competir com os outros clubes em termos de investimento, cabendo destacar que nos últimos dois anos fomos o único time inglês que apresentou lucro em transferências.

1-Ver-o.png

Transferências

E com esse lucro, agora temos uma situação financeira bem mais estável, mas a direção ainda não quer reverter 100% do valor de futuras vendas para o orçamento, de modo que não temos margem de manobra para nenhuma contratação nesse momento.

4-Finan-as.png

Finanças

Depois dessa janela, nossa previsão caiu uma posição em relação ao ano passado, agora estando cotado ao 5º lugar. Ainda, optei por ser mais conservador nas promessas que fiz à direção, não quis prometer os principais títulos, mas disse que seria possível ganhar a FA Cup. A memória da última temporada do Bétis ainda está viva e por estar no último ano de contrato, quero tentar uma renovação em bons termos este ano.

3-Expectativas.png

Expectativas

Em relação ao elenco, não subi ninguém, além de Prelec, que subi ano passado, jogador no qual aposto muito do nosso futuro e deve ter bons minutos nesta temporada.

2-Elenco.png

Elenco

O time titular continua muito forte, a partir de agora vamos nos concentrar em reforçar o elenco com jogadores que sejam boas opções de banco, em especial na defesa (tanto no gol, como zaga e laterais).

Por fim, já tivemos os sorteios de Carabao Cup e na Champions League. Na Carabao Cup enfrentaremos o Crystal Palace nos 16 avos de final. Já na Champions, caímos num grupo com o nosso algoz.

2-Grupo-A.png

Grupo A – Para ver os outros grupos, clique aqui.

Isso aí já é perseguição. Mas falando sério, vai ser um bom termômetro para saber o que esperar para o restante da competição.

Link to comment
Share on other sites

Que belas movimentações no mercado a pensar no futuro do clube e que permitiram estabilizar as finanças. Grupo interessante mas acredito na passagem. Será interessante jogar contra o Bayern outra vez.

Link to comment
Share on other sites

Agora fechou com uma margem forte no saldo global. Um bom desempenho no ano deve render a % total das vendas logo logo, acredito eu. E sobre a champions, se fosse pra cair um grande, tinha que ser o algoz né hahaha vamo que vamo!

Link to comment
Share on other sites

Mesmo amassando os dois adversários com W acabou derrotado. É duro perder desse jeito, mas muitos só se lembram de como o FM é injusto quando perdem partidas dessa maneira, nunca quando ganham partidas desse mesmo jeito. Contudo, esse não é o seu caso. O fato é que ambas as equipes tiveram poucas chances mais boas para derrotá-lo e parece que aproveitaram, já que não dá para saber se foram essas boas chances as convertidas em gol.

O Liverpool jogou a última partida como quem realmente quer o título. E mereceu a conquista. Eu, particularmente gostei do título dos Reds. A perda da Premier traz mais emoção ao save, pelo menos gosto muito mais de uma narrativa com altos e baixos do que só altos. Para o André, espero que o deixa com mais vontade para recuperar o troféu. Ziquei legal.

Na UCL, teve a chance de matar o Barcelona no Camp Nou, mas teve azar, mas seguiu adiante com a vitória em casa. Contra o Bayern acabou eliminado no regulamento. Derrota difícil, ainda mais que o Liverpool fez tudo o que o Chelsea queria ter feito. O Tottenham conquistou a prestigiada FA Cup e o Chelsea a...Carabao Cup e as supercopas. Com relação à temporada passada, deu uma caída acentuada em matérias de conquistas, mesmo tendo avançado bastante nas competições em que foi eliminado. Mas o legal de tudo isso é que em quatro temporadas de Europa ainda não ganhou a UCL. Isso deixa tudo bem interessante ao meu ver e o save ganha fôlego, afinal tenho certeza que você quer a UCL mais do que nunca.

E escapou de ficar fora da UCL. Entendi... Quem é o presidente e/ou proprietário? Tá na mão de um russo ainda?

Que venha a próxima temporada. Imaginei que ao recusar o City e por ser a "última" temporada do André no Chelsea, ele daria aquela cartada para tentar entregar novamente o que prometeu no início do contrato, o título da Premier e a UCL. Não seria a hora de arriscar uma expectativa mais alta, mesmo que não tivesse o contrato renovado com o Chelsea, já que tem mercado na Inglaterra? Se chegar ao fim da temporada sem os títulos que almeja, não seria a hora do André tentar conquistar o que deseja em outro clube inglês?

Teremos um novo encontro com o Bayern. Vai ser legal, mas fora isso, ambos devem passar sem muito problema adiante. Dá até para usar time misto na fase de grupos da UCL.

 

Link to comment
Share on other sites

Antevê-se um grande duelo com os Bávaros. Muito dinheiro nesse mercado de transferências. Veremos se entras bem ou não.

PEACE

Link to comment
Share on other sites

Foi um fim de última temporada beeem frustrante, tanto por ver as chances de repetir o título da Premier League escorrer pelos dedos com pontos perdidos em jogos injustos, como pela eliminação na Champions que foi diante de um grande adversário mas o golzinho sofrido num jogo já ganho acabou pesando.

É levantar a cabeça e trouxe ótimos reforços, apesar de ser o Chelsea e ter um trabalho cada vez mais consolidado, não acharia estranho aceitar o City e a liberdade financeira que o clube deve te oferecer. De toda forma, entendo também a escolha em ficar e acho que fez bem, a Champions está cada temporada mais próxima e esse confronto na fase de grupos vai ser um bom termômetro de expectativas.

Link to comment
Share on other sites

Em 17/03/2021 em 20:34, Cadete213 disse:

Que belas movimentações no mercado a pensar no futuro do clube e que permitiram estabilizar as finanças. Grupo interessante mas acredito na passagem. Será interessante jogar contra o Bayern outra vez.

E aí, Cadete.

Pois é, a ideia era dar um pouco de fôlego pras finanças do clube, pra que a partir de agora possamos realmente nos reforçar sem que a diretoria fique reduzindo a verba de transferências.

Também confio na classificação, não vejo os belgas e turcos dando tanto trabalho, mas o Bayern vai servir pra testar a força do elenco.

Valeu pelo comentário!

Em 17/03/2021 em 21:12, Victor Duque disse:

Agora fechou com uma margem forte no saldo global. Um bom desempenho no ano deve render a % total das vendas logo logo, acredito eu. E sobre a champions, se fosse pra cair um grande, tinha que ser o algoz né hahaha vamo que vamo!

E aí, Victor.

Sim, já era hora de fazer isso, na verdade já tinha passado da hora de parar de ficar no negativo durante 90% da temporada haha. Pois é, imagino que sim. Esses 40% que aparece na imagem já é depois de eu pedir pra aumentar haha, mas com o tempo eles vão voltar pros 100%, só espero que com o caixa alto eles aumentem a verba de transferência também hehe.

Isso parece algo recorrente no save, Na Libertadores, um ano eu fui eliminado pelo Boca e no ano seguinte lá estavam eles no mesmo grupo que eu. Daquela vez deu sorte e saí campeão, quem sabe agora não se repete?

Valeu pelo comentário! 

15 horas atrás, ggpofm disse:

Mesmo amassando os dois adversários com W acabou derrotado. É duro perder desse jeito, mas muitos só se lembram de como o FM é injusto quando perdem partidas dessa maneira, nunca quando ganham partidas desse mesmo jeito. Contudo, esse não é o seu caso. O fato é que ambas as equipes tiveram poucas chances mais boas para derrotá-lo e parece que aproveitaram, já que não dá para saber se foram essas boas chances as convertidas em gol.

O Liverpool jogou a última partida como quem realmente quer o título. E mereceu a conquista. Eu, particularmente gostei do título dos Reds. A perda da Premier traz mais emoção ao save, pelo menos gosto muito mais de uma narrativa com altos e baixos do que só altos. Para o André, espero que o deixa com mais vontade para recuperar o troféu. Ziquei legal.

Na UCL, teve a chance de matar o Barcelona no Camp Nou, mas teve azar, mas seguiu adiante com a vitória em casa. Contra o Bayern acabou eliminado no regulamento. Derrota difícil, ainda mais que o Liverpool fez tudo o que o Chelsea queria ter feito. O Tottenham conquistou a prestigiada FA Cup e o Chelsea a...Carabao Cup e as supercopas. Com relação à temporada passada, deu uma caída acentuada em matérias de conquistas, mesmo tendo avançado bastante nas competições em que foi eliminado. Mas o legal de tudo isso é que em quatro temporadas de Europa ainda não ganhou a UCL. Isso deixa tudo bem interessante ao meu ver e o save ganha fôlego, afinal tenho certeza que você quer a UCL mais do que nunca.

E escapou de ficar fora da UCL. Entendi... Quem é o presidente e/ou proprietário? Tá na mão de um russo ainda?

Que venha a próxima temporada. Imaginei que ao recusar o City e por ser a "última" temporada do André no Chelsea, ele daria aquela cartada para tentar entregar novamente o que prometeu no início do contrato, o título da Premier e a UCL. Não seria a hora de arriscar uma expectativa mais alta, mesmo que não tivesse o contrato renovado com o Chelsea, já que tem mercado na Inglaterra? Se chegar ao fim da temporada sem os títulos que almeja, não seria a hora do André tentar conquistar o que deseja em outro clube inglês?

Teremos um novo encontro com o Bayern. Vai ser legal, mas fora isso, ambos devem passar sem muito problema adiante. Dá até para usar time misto na fase de grupos da UCL.

 

E aí, GG

Realmente, são aquelas derrotas difíceis de engolir, que parecem acontecer com bastante frequência no FM (ou talvez seja apenas nossa percepção por ter estatísticas tão jogadas na cara no jogo, além de jogarmos uma temporada em poucos dias/semanas, que acentua isso), mas temos que aceitar, né? De vez em quando acontecem a nosso favor também (embora não aconteça com tanta frequência porque, normalmente, o jogador consegue um bom desempenho, que permite ao time não ser dominado tantas partidas assim). Acredito que foram essas boas chances sim. Ao menos os do Wolves foram pois me lembro de serem lances cara a cara com o goleiro.

Sim, concordo, ganhou quem fez por merecer. O Chelsea entrou meio mole na partida e não consegui chacoalhar o time o suficiente pra acordarem pra vida durante o jogo. Com certeza, a intenção é entrar na temporada com o sangue nos olhos pra ganhar de novo a PL. Pior que zicou mesmo haha, falou que poderia perder os dois títulos, fui lá e perdi os dois pra provar que não era impossível.

Aquele jogo contra o Barcelona é sem explicação, 6 oportunidades flagrantes e só dois gols é muita ineficiência do ataque no jogo haha. Menos mal que nos garantimos em casa. Pois é, no final da temporada eu mirava a dobradinha, mas quem levou foi o Liverpool. Ao menos não ganharam a Carabao Cup, né? Haha. Com relação à Premier League é inegável a queda na conquista, mas em relação à competição continental fico na dúvida, porque provavelmente se jogássemos a UEL novamente teríamos ganho, de mesmo modo que se jogássemos a Champions na temporada passada provavelmente não teríamos ganho. É difícil comparar porque são competições com níveis distintos de competitividade. Na verdade já se vão cinco temporadas na Europa (3 no Bétis e 2 no Chelsea) e 3 participações na UCL (2 no Bétis e 1 no Chelsea).

Não sei se entendi essa questão de escapar de ficar de fora da UCL, se for em relação ao campeonato nacional, a distância foi bastante significativa pro 5º colocado.

O proprietário é um português, José Pedro. Não sei se o FM informa desde quando ele está no clube, se informa não encontrei a tela haha.

Tentando me colocar no lugar de um treinador na posição do André, sinto que não há muito para onde crescer fora do Chelsea. André já está no clube há 2 anos e agora começa a ter uma segurança financeira para formar o seu time. Fora do Chelsea precisaria recomeçar e não vejo muito sentido nisso neste momento, porque, como falei, não tem muito pra onde crescer (exceto times que já ganharam tudo recentemente, como Spurs e Liverpool). Enfim, a aposta no Bétis se dava, também, por saber que ali não era o estágio final e que havia margem para melhorar em outro clube, no Chelsea não tenho a mesma convicção.

Pois é, também acredito que os dois devem passar sem problemas, mas se é ruim pegar justamente o time que nos eliminou, também serve para medir forças. Vamos ver, dependendo dos rumos dá sim pra poupar alguns jogadores durante a competição, mas vai depender de fazer a nossa parte nos jogos contra os menores.

Valeu pelo comentário!

14 horas atrás, six_strings disse:

Antevê-se um grande duelo com os Bávaros. Muito dinheiro nesse mercado de transferências. Veremos se entras bem ou não.

PEACE

E aí, Six.

Com certeza serão dois confrontos bem disputados, espero ter melhor sorte agora hehe. Já era hora de fazer isso, e com os jogadores chegando na casa dos 30 agora era o último momento pra isso.

Valeu pelo comentário!

36 minutos atrás, Peepe disse:

Foi um fim de última temporada beeem frustrante, tanto por ver as chances de repetir o título da Premier League escorrer pelos dedos com pontos perdidos em jogos injustos, como pela eliminação na Champions que foi diante de um grande adversário mas o golzinho sofrido num jogo já ganho acabou pesando.

É levantar a cabeça e trouxe ótimos reforços, apesar de ser o Chelsea e ter um trabalho cada vez mais consolidado, não acharia estranho aceitar o City e a liberdade financeira que o clube deve te oferecer. De toda forma, entendo também a escolha em ficar e acho que fez bem, a Champions está cada temporada mais próxima e esse confronto na fase de grupos vai ser um bom termômetro de expectativas.

E aí, Peepe.

Foi sim, ainda mais pensando em repetir o feito e ganhar a PL de novo na última rodada, mas a verdade é que já a havíamos perdido nas rodadas anteriores. Não apenas o gol sofrido em casa, mas a quantidade de gols perdidos no primeiro jogo também ajudou a nos eliminar.

Acredito que conseguimos manter o nível do time, com exceção da LD, onde acho que teve um ganho bastante alto de qualidade. E isso ainda fazendo caixa, é o melhor dos mundos. É verdade, mas como não cheguei a ir pra entrevista, nem sei como está o caixa deles, mas imagino que seja bom, pelo dinheiro que gastaram nos nossos jogadores haha. Pois é, será uma boa forma de testar o time com um adversário internacional (não que isso faça muita diferença, já que a Inglaterra domina a UCL, mas ainda assim é grande adversário).

Valeu pelo comentário!

Link to comment
Share on other sites

8 hours ago, div said:

Não sei se entendi essa questão de escapar de ficar de fora da UCL, se for em relação ao campeonato nacional, a distância foi bastante significativa pro 5º colocado.

Eu disse "escapou"  porque cumpriu as exigências do Fair-play financeiro.

8 hours ago, div said:

O proprietário é um português, José Pedro. Não sei se o FM informa desde quando ele está no clube, se informa não encontrei a tela haha.

Tem sim, só não lembro se registra só mudanças de presidente ou também de proprietários. Vá em "informação do clube" e na barra de menu, clique em "historial" e depois em "marcos históricos". Na nova tela há um menu drop-down e tem a opção "finanças". Lá aparece, com a ressalva que fiz.

 

Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, ggpofm disse:

Eu disse "escapou"  porque cumpriu as exigências do Fair-play financeiro.

Tem sim, só não lembro se registra só mudanças de presidente ou também de proprietários. Vá em "informação do clube" e na barra de menu, clique em "historial" e depois em "marcos históricos". Na nova tela há um menu drop-down e tem a opção "finanças". Lá aparece, com a ressalva que fiz.

 

Ah sim, não sei exatamente como funciona, mas quando chegou a premiação da Premier League ao final do campeonato, subitamente o limite de salários subiu junto, que acabou nos livrando de uma punição.

Bah, nunca mexo nesses menus haha. Apareceu sim, o Abramovic saiu em 2029, quando esse português que eu mencionei tomou posse através de um consórcio. Achei interessante nessa tela que o clube não cumpriu o FPF em 3 temporadas, o que ajuda a explicar o fracasso esportivo na Premier League.

Link to comment
Share on other sites

Banner-Principal.png

Cap-tulo-67.png

 

Resumo do último capítulo:

No 66º capítulo André relata sobre o movimento de transformação do Chelsea na janela de transferências de verão na Europa. Com as saídas e chegadas, o clube teve um lucro de £ 115M. Além disso, foram sorteados os grupos da Champions e o Chelsea foi colocado novamente para enfrentar o Bayern de Munique.

***

20 de dezembro de 2035

Ah, o jogador brasileiro... aquela malandragem, ousadia e alegria típicas do nosso país. Antes dessa temporada, o Chelsea não tinha nenhum jogador brasileiro no elenco. E não teve problemas disciplinares. Curiosamente, foi se dar a chegada de dois brasileiros que passei a ter um problema. Menor, é verdade, mas ainda assim mais do que antes. Cláudio Silva Batista, nosso lateral esquerdo, contratado para substituir o experiente Di Nardo, que saiu na janela de verão, já chegou chegando. Não apenas pelo o que apresenta dentro de campo (até o momento 8 assistências em menos de 20 jogos como titular), mas também pelo o que fez fora dele e sua atitude quando cobrado.

Resumindo, certo dia no começo de setembro cheguei ao estádio e no início da manhã, enquanto cuidava de outros assuntos com os olheiros, o treino era comandado pelo meu auxiliar, Shannon. Quando terminei o que precisava fazer e desci pro campo, olhei para os jogadores treinando e cheguei do lado de Shannon.

- Fala, Shannon. Tudo certo? Todo mundo preparado pro treino de movimentação? – Perguntei.

- Todo mundo pronto, quer que eu reúna os rapazes?

- Sim, sim, mas antes... Não tá faltando ninguém, não? Cadê o Batista? – Como eu chamo o lateral.

- Ele não apareceu ainda, pelo o que vi aqui no celular, ele foi flagrado essa noite numa casa noturna. Dificilmente aparecerá no treino hoje.

Entendendo a situação, conduzi o treino daquele dia. No dia seguinte, fiz questão de ser o primeiro a chegar no campo. Quando Batista passou por mim, de cabeça baixa e com uma garrafinha de água na mão, peguei no seu braço e dei uma dura nele. Disse que aquela não era conduta de um jogador do Chelsea, e que se aquilo era normal nos times que ele passou antes, que aqui eu não permitiria aquilo. Avisei-o que já tinha conversado com o presidente e ele estava multado em uma semana de salários. O jogador contestou e não achou a multa justa, alegando que era "réu primário". Fez até um post em uma rede social depois com “indiretinha” pra mim. No final das contas, não o saquei do time titular por conta disso, mas ele jogou um tanto contrariado, mesmo assim ajudou o time com as 8 assistências que eu comentei antes, então acho que já são águas passadas.

Bom, mas vamos tratar dos resultados nesse período. Começando pela Premier League, posso dizer que começamos bem, tivemos uma pequena queda e depois o time engrenou.

A estreia foi contra o West Ham, em casa. Por ser o primeiro jogo da temporada, o time deve ter sentido um pouco a perna pesando, os movimentos ainda não estavam tão naturais e, além disso, tivemos algumas trocas de jogadores importantes no elenco. Mesmo assim, conseguimos uma suada vitória por 1x0, num jogo que terminamos com 10 jogadores graças à expulsão de Batista (cabe dizer que isso foi antes da multa por falta ao treino). Depois, um show de eficiência contra o Swansea, quando conseguimos vencer bem por 5x1. Seguindo disso, um jogo que chutamos mais de 40 vezes contra o Fulham. Apesar disso, o placar não foi tão dilatado, terminando em 2x0. Foi, como disse, um bom começo.

Depois, tivemos uma sequência de três jogos duríssimos entre a 4ª e a 6ª rodada. O primeiro foi o confronto com o atual campeão, Liverpool, fora de casa. De certa forma fizemos um bom jogo, saímos na frente no final do primeiro tempo, com o empate saindo ainda na primeira etapa. Eles viraram, nós empatamos novamente e quase nos acréscimos Merino fez o 3º dele e do Liverpool e decretou a vitória dos Reds. Derrota com show de um ex-comandado meu no Bétis, será que pode cabe na Lei do Ex também? Enfim, 2x3. De positivo é que jogamos muito melhor do que na última rodada da última temporada, de negativo, continuamos somando 0 pontos.

4-Liverpool.png

Liverpool x Chelsea

O segundo jogo dessa sequência foi em casa contra o Arsenal. E esse jogo foi de um "passeio no parque" para um "Deus nos acuda" em questão de poucos minutos. Fizemos os três primeiros gols da partida, abrindo 3x0 aos 23 do segundo tempo. Nesse momento estávamos bem no jogo, tranquilos e com dominância. Até me sentei um pouco no banco. Menos de 5 minutos depois, Pyrka diminui. Aos 43, Monteiro faz mais um pro Arsenal. Aqui eu só conseguia imaginar a entregada histórica que seria se perdêssemos o jogo. Felizmente não deu tempo e conseguimos sair com uma vitória apertada, que poderia ser tranquila, por 3x2.

5-Arsenal.png

Chelsea x Arsenal

Na 6ª rodada, o adversário era o Manchester United, fora de casa. E eu nem sei o que escrever sobre esse jogo. Tá bem, tá bem que 7 dos nossos 17 chutes foram de fora da área e em oportunidades flagrantes o United teve 2 e nós nenhuma, mas num jogo em que um time chuta 6 vezes e faz 3 gols e o outro chuta 17 e não faz um sequer, é muita falta de sacanagem, como diriam antigamente. Pois é, 0x3 e ocupávamos uma levemente incômoda 9ª posição no campeonato após este jogo.

6-United.png

Manchester United x Chelsea

Apesar de incômoda, se pensarmos racionalmente a 9ª posição não refletia muito bem o real desempenho, a meu ver, porque perdemos dois jogos em que a derrota era provável, naqueles jogos em que é difícil se tirar pontos dos adversários, até porque jogamos bem nos dois jogos que perdemos. E a direção pensava o mesmo que eu, já que em nenhum momento deu sinais de estar insatisfeita com o começo do time. Com essa tranquilidade seguimos nossa caminhada na Premier League contra o Bournemouth, quando conseguimos uma boa vitória por 4x1, num jogo que o ataque foi bem eficiente com as grandes chances que tivemos. Depois, coincidentemente, enfrentamos aqueles dois times que o senso comum coloca como os que nos tiraram o título da última temporada. Começando com o Watford, fora de casa, tivemos um jogo complicado, no qual recorremos muito ao chute de longe (mesmo que isso seja algo que eu peça expressamente para que os jogadores não o façam). Felizmente, quem tem Farmer tem gols, e com gol do camisa 9, vencemos por 1x0. Em seguida, jogo contra o Wolverhampton, e dessa vez um placar um pouquinho (mas pouquinho mesmo) mais folgado. 2x0. Depois, contra o Southampton¸ foi a primeira rodada que perdemos pontos em jogos que não podíamos perder. Mesmo que o jogo fosse fora de casa, empatar com o Southampton, que acabou de voltar da Championship, não é aceitável. 1x1. Para nos redimir, nada melhor que ganhar de 7, não é mesmo? Contra o Brighton, fizemos nada menos que 7x0, pra alavancar nosso saldo de gols, que andava abaixo dos demais.

11-Brighton.png

Chelsea x Brighton

Por fim, tivemos mais dois jogos em novembro, primeiro contra o Leeds, não demos chance ao adversário e conseguimos uma boa vitória por 3x0, com direito a gol nos acréscimos. E na 13ª rodada visitamos o Everton. Se na última temporada não conseguimos vencê-los e deixamos 5 pontos contra eles, desta vez começamos com o pé direito, num jogo bastante movimentado, com DOIS HAT-TRICKS, conseguimos vencer por 4x3.

13-Everton.png

Everton x Chelsea

Apesar das derrotas (previsíveis, como falei), conseguimos um ótimo começo se pensarmos nos pontos perdidos contra times fora do Big-Six, deixando apenas dois pontos pelo caminho até o momento.

1-PL.png

Resultados Chelsea – Premier League – 1ª a 13ª Rodada

E essa campanha já nos colocou, ao final de novembro, na 2ª colocação do campeonato, 1 ponto atrás do Tottenham, que sempre tem um começo forte no campeonato.

1-13-Rodada.png

Classificação – Premier League – 13ª Rodada

Na Carabao Cup jogamos três fases até o momento, todas com o time 100% reserva na medida do possível (na medida do possível pois às vezes as lesões nos obrigaram a colocar um ou outro titular em campo). Primeiro, contra o Crystal Palace, vitória confortável em casa por 4x0. Depois, contra o Burnley, foi a vez de ganhar bem fora de casa, 3x0. Assim como foi contra o Aston Villa¸ fora de casa também, vitória por 3x0 novamente. Para as semifinais o caldo engrossa e o adversário é o nosso rival Arsenal.

4-Semi.png

Carabao Cup – Semifinais

E agora na Champions League, a previsão era de uma disputa intensa pelo 1º lugar do grupo com o Bayern de Munique, enquanto os outros deveriam brigar pela 3ª colocação. Claro que nada estava escrito em pedra e a temporada anterior, com a campanha esquisita do Real Madrid, nos lembrava disso, mas era a tendência. Deste modo, como os jogos contra o Bayern se davam na 3ª e 4ª rodadas, precisávamos começar bem. E nada melhor que começar com uma goleada. Recebemos o Fenerbahçe e com 20 minutos já estava 4x0. Com mais três, fechamos num ótimo 7x0 na estreia.

1-Fener.png

Chelsea x Fenerbahçe

Saí de campo pensando que lideraria facilmente o grupo com essa vitória. Estava redondamente enganado. O Bayern também havia feito 7x0. Para a 2ª rodada, visitamos o Standart Liege, na Bélgica, e para este jogo tive um problema que eu suplicava para não ter. Idrizaj se lesionou e não pôde viajar conosco. O problema é que nosso reserva é muito inferior (talvez não jogasse na 3ª divisão), mas ele é formado no clube e, de momento, só temos o nº exato de jogadores para preencher essa cota com os dois goleiros reservas (o outro é do sub-20), de modo que só tínhamos ele para contar. Resultado: 4 chutes no gol, 0 oportunidades flagrantes, 1 meia oportunidade, 3 gols do Standart Liege. A atuação desastrosa do goleiro só não ficou mais marcada porque Farmer fez um hat-trick e Campos fez o outro gol que nos deu a vitória por 4x3. Felizmente, para o confronto na Alemanha contra o Bayern de Munique¸ Idrizaj já havia voltado ao time. E foi um jogo que ele e os demais membros do Chelsea não vão esquecer tão cedo. Tudo começou com um primeiro tempo sem grandes chances, embora estivéssemos bem e tenhamos praticamente anulado o ataque do Bayern. Ao final dos 45 minutos iniciais, o placar estava 0x0. No intervalo eu disse aos jogadores que acreditava neles. E eles compraram a ideia como nunca. Aos 20, Campos recebeu de Noguera, passou por dois e chutou no ângulo. Golaço! Aos 28, Rivas bateu escanteio e Lascu apareceu no 2º poste pra fazer o 2º. Dois minutos mais tarde, Campos devolveu a gentileza e lançou Noguera, que ajeitou e bateu quase sem ângulo. Um inacreditável 3x0 no Bayern de Munique em plena Alemanha. Uma bela duma vingança, eu diria.

3-Bayern.png

Bayern de Munique x Chelsea

O jogo contra o Bayern de Munique na Inglaterra foi de ainda mais dominância do Chelsea. Finalizamos 28 vezes contra a meta dos alemães, mas o primeiro gol só saiu nos acréscimos do primeiro tempo, quando Rivas bateu escanteio no 1º poste e Gutierrez desviou pro gol. Aos 13 do segundo tempo, a jogada do segundo gol começou com Cuypers interceptando um arremesso lateral do Bayern. A jogada se desenrolou até chegar em Rivas dentro da área, o colombiano só rolou para o próprio Cuypers chegar chutando e ampliar o placar. 2x0 e neste momento o Chelsea já estava classificado em 1º lugar no grupo (o primeiro critério de desempate é o confronto direto, de modo que o Bayern poderia nos igualar em pontos, mas não teria como nos passar no desempate).

4-Bayern.png

Chelsea x Bayern de Munique

Com o 1º lugar garantido, me dei ao luxo de levar time reserva nas outras partidas para preservar o titular para a Premier League. Primeiro, contra o Fenerbahçe, uma boa vitória fora de casa por 2x0. Depois, contra o Standart Liege, domínio absoluto nosso e 5x0 que ficou barato. Com isso, terminamos a fase de grupos com um inesperado 100% de aproveitamento (spoiler: único time 100% na fase de grupos) e com a confiança lá no alto pelos jogos contra o Bayern.

4-Grupo-A.png

UEFA Champions League – Grupo A – Para ver a classificação dos outros grupos, clique aqui.

E já tivemos o sorteio das oitavas de final da Champions e posso dizer que não foi um sorteio ruim não, enfrentaremos o Porto, sempre lembrando que para as quartas haverá novo sorteio.

6-Oitavas.png

UEFA Champions League – Oitava de Final

Considerando os outros adversários que poderíamos enfrentar, dá pra dizer que tivemos uma dose de sorte.

Link to comment
Share on other sites

Novamente uma arrancada que mantém ali na briga do topo, muito importante. Quando ia lendo ali o jogo contra o Liege, achei que o goleiro ia ficar marcado e nunca mais ia jogar, coitado. Mas o time salvou a pele dele hehehe. E contra o Bayern mostrou muita força, 5x0 de agregado pra impor respeito, foi pouca coisa não. Dominante! 

Link to comment
Share on other sites

  • marciof89 changed the title to Diários de Uma Carreira - Aguardando Avaliação
  • div unfeatured and locked this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

  • Similar Content

    • AllMight
      By AllMight
      A REENCARNAÇÃO DO HERÓI
      Olá, aqui estou de volta, já faz algum tempo que estava planejando este save mas nos últimos meses não tinha motivação para jogar FM novamente, isso tudo voltou quando estava com um PC velho e resolvi baixar o FM13 para passar um tempo, foi baixar o game e vontade de jogar veio com tudo pra cima de mim. Isso já faz um tempo, fui me segurando para não começar o save sem um formato estabelecido e conversando com um pessoal daqui da área e especialmente o @Tsuru fui estabelecendo as diretrizes do save.
      O save será totalmente dentro da Dinamarca, embora eu tenha carregado mais algumas ligas elas estão como "ver apenas", e terá como objetivo principal treinar a Seleção Dinamarquesa e superar a melhor campanha da seleção em Copas do Mundo, mas para isso preciso percorrer um longo caminho, meu treinador começará sua jornada com 20 anos e sem qualificações anteriores e com um passado somente no futebol amador. O nome dele será Holger Dasnke, o mesmo nome do herói que segundo a lenda quando a Dinamarca passar por um perigo iminente ele levantará do seu trono e libertará a nação.

       
      DIRETRIZES DO SAVE
      Não sair dos clubes pedindo demissão ou se candidatando a outros clubes, só sair em fim de contrato ou sendo demitido. Não assumir clubes de divisões superiores ao meu antigo clube. Na primeira divisão até ganhar um título nacional, só assumir clubes que acabaram de subir ou da segunda divisão. Não assumir a seleção principal da Dinamarca sem antes ganhar um título nacional de primeira divisão. Não usar a barra de pesquisas para contratação de jogadores/staff, usar somente a base de dados fornecidas pelos olheiros do clube e pelos agentes.  
      OBJETIVOS DO SAVE
      Ganhar o Campeonato Dinamarquês Ganhar a Eurocopa Ganhar as Olimpíadas Chegar em uma Semi-Final de Copa do Mundo  
      ÍNDICE
      Temporada 1
      O primeiro emprego
      Os heróis improváveis
      Uma contratação mágica: Ibra chega ao Kolding!
      Um pistoleiro sem balas
      Temporada 2
      Seguindo os passos do mestre Fernando
      Um segundo turno complicado
      Um pouco de esperança
      Temporada 3
      Início muito promissor
      Consistência
      A primeira conquista do herói
      Temporada 4
      Novo lar
      Os verdes
      Trapalhões
      O azarado
      Temporada 5
      Começo decepcionante
      Um leve progresso
      A maldição da décima colocação
      Temporada 6
      O herói ainda resiste...
      Temporada 7
      De volta ao lar
      Os primeiros jogos
      O fim da batalha
      Temporada 8
      Lutando contra leões
      Choque de realidade
      De volta ao jogo
      Relações estremecidas
      Correnteza alviceleste
      Temporada 9
      Olá, Superliga!
      Recorde negativo
      Saco de pancadas
      Temporada para esquecer
      Temporada 10
      Convite inusitado
      Mudanças à vista
      A volta das férias
      A decisão
      Temporada 11
      O perigo amarelo
      Caos financeiro
      Engenharia financeira
      Empatadão
       
      RETROSPECTIVAS
      Retrospectiva 2018-2023
      Retrospectiva 2023-2028
       
      HISTÓRICO DE CLUBES
      Kolding BK (2019 - 2022)
      (2019/20) 15º na 2. Division / Eliminado nas oitavas de final da DBU Pokalen
      (2020/21) 7º na 2. Division / Eliminado na Segunda Eliminatória da DBU Pokalen
      (2021/22) 1º na 2. Division 🏆 / Eliminado na Segunda Eliminatória da DBU Pokalen
      Viborg FF (2022 - 2024)
      (2022/23) 3º na NordicBet Liga 🥉 / Eliminado nas oitavas de final da DBU Pokalen
      (2023/24) 5º na NordicBet Liga / Eliminado na semi final da DBU Pokalen 🥉
      Hobro IK (2024 - 2025)
      (2024/25) 6º na NordicBet Liga / Eliminado na semi final da DBU Pokalen 🥉 Assumiu na semi-final
      FC Helsingør (2026 - 2029)
      (2025/26) 3º na NordicBet Liga 🥉 Assumiu em 5º / Eliminado nas oitavas de final da DBU Pokalen Assumiu com o clube já eliminado 
      (2026/27) 1º na NordicBet Liga 🏆 / Eliminado nas quartas de final da DBU Pokalen
      (2027/28) 12º na Superliga / Eliminado na segunda eliminatória da DBU Pokalen
      (2028/29) 4º na NordicBet Liga / Eliminado na semi final da DBU Pokalen
      AC Horsens (2029 - ?)
      (2029/30) 3º na NordicBet Liga 🥉 (Assumiu em 3º) / Eliminado na terceira eliminatória da DBU Pokalen (Assumiu na 2ª eliminatória)
       
      TÍTULOS DO TREINADOR
      2. Division
      (2021/22) Kolding BK
      NordicBet Liga
      (2026/27) FC Helsingør 
       

    • Nei of
      By Nei of
      “Depois de maio de 1940, os bons tempos se acabaram: primeiro a guerra a capitulação, seguida da chegada dos alemães. Foi então que, realmente, principiaram os sofrimentos dos judeus. Decretos anti-semitas surgiam, uns após os outros, em rápida sucessão. Os judeus tinham de usar, bem à vista, uma estrela amarela; os judeus tinham de entregar suas bicicletas; os judeus não podiam andar de bonde; os judeus não podiam dirigir automóveis. Só lhes era permitido fazer compras das três as cinco e, mesmo assim, apenas em lojas que tivessem uma placa com os dizeres: LOSA ISRAELIA. Os judeus eram obrigados a se recolher a suas casas às oito da noite, e, depois dessa hora, não podiam sentar-se nem mesmo em seus próprios jardins. Os judeus não podiam frequentar teatros, cinemas e outros locais de diversão. Os judeus não podiam praticar esportes publicamente. Piscinas, quadras de tênis, campos de hóquei e outros locais para a prática de esportes eram-lhes terminantemente proibidos. Os judeus não podiam visitar os cristãos. Só podiam frequentar escolas judias, sofrendo ainda uma série de restrições semelhantes.
      Assim, não podíamos fazer isto e estávamos proibidos de fazer aquilo. Mas a vida continuava, apesar de tudo Jopie costumava dizer-me: _ A gente tem medo de fazer qualquer coisa porque pode estar proibido. _ Nossa liberdade era tremendamente limitada, mas ainda assim as coisas eram suportáveis.” Diário de Anne Frank, págs. 11 e 12.
       
      Não possuo qualquer ligação com a comunidade judaica, nem ascendência ou apreço maior por algum clube com tal relação. Por outro lado, os absurdos cometidos pelos nazistas foram muito bem documentados para não deixar ninguém incauto. Nada obstante, a idiotice humana aparece com mais força em tempos e situações de escassez (econômica, política, cultural...), portanto não me surpreendem que manifestações preconceituosas se reciclem em nossa história.
      A não ser que cheguemos em um tempo de disponibilidade total de recursos (o que considero improvável), entendo que o preconceito sempre existirá, transmutando-se em mentes fracas e com medo. Sim, o preconceito é a voz do medo e faz do ódio seu fio condutor. Por isso, não consigo ver muito sentido na frase comum: “não acredito que em 2019 alguém ainda pense assim”. Pois pensamos absurdos todo santo dia e o melhor que podemos fazer é explorar nossas opiniões, amadurecê-las e buscar evoluir – a expressão preconceituosa é imatura, fechada em si mesma e irracional.
      Apesar de não ser judeu, meu nome – para quem ainda não sabe – é Israel (tambores de revelação). O livro da Anne Frank chegou agora em minha vida e a genialidade, sensibilidade e capacidade de transmitir a crueldade e dor de um período com a sutileza do olhar de uma criança de 13 anos, me tocou demais.
      Pensei, portanto, em fazer uma jornada entre Alemanha e Holanda, lugares por onde Anne passou. Mas como ficaria um tanto limitado, decidi que vou começar de baixo, trabalhando em clubes com ligações à comunidade judaica, especialmente em Alemanha, Holanda e Israel, eventualmente jogando em algum clube dos EUA. O objetivo é chegar ao topo da carreira treinando Ajax e/ou Tottenham.
      A princípio começaria em Frankfurt, mas não consegui encontrar na base de dados (German System Football League - dica muito boa do @Johann Duwe) que estou utilizando o FC Gudesding Frankfurt, um clube criado por amigos judeus em Frankfurt an Main, cidade de nascimento de Anne. Enquanto procurava, me chamou atenção o TuS Makkabi Berlin e é por lá que vamos começar. Ou melhor, por onde Pedro Van Pels vai começar sua carreira.
       
      Makkabi Berlin
      Fundado em 1898, o clube antecessor Bar Kochba Berlin era uma das maiores organizações judaicas do mundo em 1930, com mais de 40.000 membros de 24 países, parte do movimento geral de Bar-Kochba destinado a promover a educação física e a herança judaica. O clube organizou equipes em vários esportes, incluindo um time de futebol que competiu nas ligas da cidade entre 1911 e 1929. Em 1924, Lilli Henoch, recordista mundial de eventos de discus, arremesso de peso e revezamento de 4 × 100 metros, treinou as mulheres. (Henoch foi assassinada pelos nazistas em um gueto próximo a Riga, Letônia, em 1942).
      Em 1929, o Bar Kochba fundiu-se com o Hakoah Berlin para formar o clube esportivo Bar Kochba-Hakoah . O lado Hakoah teve um sucesso cada vez maior, conquistando três campeonatos consecutivos na divisão inferior entre 1925 e 1927. Eles eram promovidos a cada vez até que, em 1928, jogavam futebol de primeira linha. O lado recém-combinado continuou a competir como Hakoah depois de 1929.
      A ascensão ao poder dos nazistas no início dos anos 30 levou à discriminação contra judeus e, em 1933, as equipes judias foram excluídas da competição geral e limitadas a jogar em ligas ou torneios separados. Em 1938, as equipes judaicas foram banidas imediatamente, quando a discriminação se transformou em perseguição.
      Em 26 de novembro de 1970, o TuS Makkabi Berlin foi formado a partir da fusão da Bar-Kochba Berlin (ginástica e atletismo), Hakoah Berlin (futebol, restabelecido em 1945) e Makkabi Berlin (boxe).
      Aparentemente não possui quaisquer títulos, mas poderei descobrir mais sobre o clube no decorrer.
      O clube joga a Berlin Liga, que faz parte do sexto nível do futebol alemão, tendo o seguinte caminho de ascensão:

       
      Índice:
      Histórico:
      Ligas selecionadas:
       

    • Leonardo Souza
      By Leonardo Souza
      Ola Galera e Com Muito prazer que venho Trazer pra vocês Uma Narração que fiz com todo carinho Pra Mim Jogar FM mais Estou compartilhando Com vocês Espero que Gostem . ! 
      Vai algumas Observações : 

      Primeiro Colocar ela na Pasta : C:\Users\Documents\Sports Interactive\Football Manager 2020 
      Se for Outra pasta que vc usa ai conforme sua pasta . 

      Segundo Colocar o Jogo mais Lento e Tirar o Replay do Gol fica melhor se nao vai repetir a Voz do Gol no replay 

      Terceiro : Eu Configurei o Audio Muito alto então Ja vou avisando coloque o Som do FM Baixo kkkkkkk! 

      Quarto e Mais importante  Para a narração Funcionar faz a Limpeza de cash e Recarrega a Skin 😃 

      A Galera tem um arquivo no meio dos audios que e o canto da torcida  e o arquivo FM_loop2      vcs vao ouvir a torcida do Coimbra MG  pra voces Mudarem e colocar do time de voces e so achar um audio da torcida converter para Wav e renomear para o mesmo nome do arquivo ai oK 😃 ! ValeuU!

      Lembrando que essa Narração esta Simples e Em andamento se Gostarem e quizer que eu Coloque mais completo e Faça Uma mais Profissional Só so deixar o Feedback 😃 Obrigado a Todos 

      Link : http://www.mediafire.com/file/qwgzmsyds00o89q/sounds.rar

      Espero que Gostem ! 
    • Allanzera
      By Allanzera
      alguém sabe como fazer tranferencias pelo editor 2019?
    • Rabellocr
      By Rabellocr
      Sempre joguei o FM 15, 17 e 19 com uma placa de vídeo de 1gb DDR 3. O computador começou a dar alguns problemas e acabei trocando o HD e a placa de vídeo, colocando uma GT430 2gb DDR5. 

      Estranhamente, apesar de ser uma placa melhor, a avaliação gráfica ficou em 1 estrela só e na hora de escolher a qualidade gráfica, só consigo rodar o jogo sem bug na baixa. Da média pra cima, aparecem alguns erros em algumas letras nas notícias e sempre na tela do jogo, na torcida, na legenda da narração do jogo, as vezes no placar também. Vou colocar algumas imagens aqui. 

       



       
      Um amigo que faz manutenção no meu computador e instalou a placa fez a atualização dos drivers, mexeu nas configurações do computador, mas nada resolveu. Acredito que seja algo da placa ou do computador, já que tenho também o Cities Skylines instalado e que antes rodava e, agora, nem abre mais. 

      Se alguem tiver alguma ideia do que possa ser e me dar uma luz, agradeceria mt. 
×
×
  • Create New...