Jump to content
Sign in to follow this  
Ibarra

FIFA 21

Recommended Posts

Ibarra

FIFA 21: data de lançamento, preço, novidades, consoles, pré-venda e mais do game

por Redação Goal
 
O próximo jogo da Fifa, o FIFA 21, já é aguardado pelos fãs da série. Com o lançamento ainda em 2020, já há quem coloque o game na lista de desejos para o futuro. Claro que a pandemia do novo coronavírus afetou indústrias do mundo todo, incluindo o futebol, e há a expectativa de como isso impactará no game da EA Sports.

A Goal adianta para você tudo o que já se sabe sobre o FIFA 21, como preço, data de lançamento, consoles e muito mais.


Quando o FIFA 21 será lançado?


FIFA 21 será lançado no dia 9 de outubro. O lançamento será feito alguns dias depois da ideia inicial da EA Sports, que era ter o jogo nas lojas na última semana de setembro.

A data de lançamento do jogo foi adiada por causa da pandemia do coronavírus.

Para aqueles que comprarão o "early acess" (acesso adiantado, em português), o jogo estará disponível já no dia 1º de outubro.

Para quem comprar as edições FIFA 21 Ultimate ou Champions na pré-venda, o game poderá ser jogado 

Para o PlayStation 5 e o Xbox Series X, o jogo será lançado posteriormente, perto da data de lançamento dos consoles. A expectativa é que seja ainda em 2020.


Qual será o preço do FIFA 21?


Todas as edições do FIFA 21 já podem ser reservadas para PS4, Xbox One, PC e Steam. Os preços são:

  • FIFA 21 "Standard": R$ 298,90
  • FIFA 21 "Champions Edition": R$ 398,90
  • FIFA 21 "Ultimate Edition": R$ 498,90

Os preços podem mudar quando o lançamento estiver mais perto. 


O FIFA 21 estará disponível em quais consoles?


O FIFA 21 estará disponível para jogar no PS4, Xbox One, PC e Steam. O jogo estará disponível, também, para a próxima geração de consoles, o PS5 e o Xbox Series X .

O PS5 e o Xbox Series X devem ser lançados em algum momento do período de férias nos EUA, o que significa que eles podem chegar entre outubro e dezembro de 2020. Dada a proximidade dessas datas com o lançamento do jogo, já está confirmado que FIFA 21 chegará aos novos consoles.

O Google Stadia, lançado em 2019, não possuía FIFA 20, mas é possível que haja um esforço para disponibilizar um jogo como o FIFA 21. A EA Sports anunciou que mais informações serão divulgadas em breve.

Quanto ao Nintendo Switch, o jogo FIFA 21 Legacy Edition será atualizado com os novos uniformes e equipes, porém não haverá um jogo novo.


Quando eu posso comprar o FIFA 21 na pré-venda?


Já é possível reservar o jogo para PS4, Xbox One, PC e Stadia.


Quais novos modos estarão pesentes no FIFA 21?


A EA Sports não se pronunciou sobre os novos modos presentes em FIFA 21. Mas diversas melhorias e novidades são esperadas no game.

No Modo Carreira, melhorias na jogabilidade e no mercado de transações são esperadas, assim como um editor de estádios e maiores interações com os jogadores da base dos clubes.

Novos Ícones do FUT também são esperados. Jogadores como David Beckham, Franz Beckenbauer, Oliver Kahn e Francesco Totti podem estar entre os potenciais novos nomes.

Uma nova história para o modo Volta e até mesmo dribles mais complicados e outras melhorias podem chegar para a releitura do Fifa Street.

Uma das maiores revoluções no futebol também pode chegar em breve na série do Fifa. Desde 2017 oficialmente usado no futebol, o VAR ainda não chegou nos jogos da EA Sports (até porque o árbitro é um computador e não está sujeito a erros humanos).

Mais ligas e clubes também são esperados. Mas a Juventus deve continuar sendo chamada de Piemonte Calcio e os uniformes da equipes devem seguir genéricos, já que o clube é parceiro da Konami, desenvolvedora do PES. Pelo mesmo motivo, o Barcelona deve seguir sem o Camp Nou no Fifa 21.


Quem estará na capa do FIFA 21?


Kylian Mbappé foi o grande destaque do trailer inicial do FIFA 21 e foi apontado pelo site Culture PSG como a escolha da EA Sports para estrelar a capa do jogo. Ainda não há uma confirmação oficial, mas a divulgação deve acontecer nos próximos dias.

Neymar e Kevin De Bruyne podem ser alternativas plausíveis, assim como as jovens estrelas Jadon Sancho e Erling Braut Haaland.

Mohamed Salah, Paul Pogba e Antoine Griezmann também estariam na corrida para ser o rosto do jogo.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lowko é Powko

Estou satisfeito com o PES 20. Comprei por 90 reais pra jogar com meu cunhado e não me arrependo. Depois que acostuma, é mais divertido que o FIFA.

Próximo agora é só em 2022. 😂

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darknite

Caralho, 300 mangos? Salgado pra um jogo que não costuma corrigir boa parte dos bugs.

Pelo menos deram uma atenção, mesmo que mínima, pro Modo Carreira. Se corrigirem os incontáveis bugs já tá ótimo. Sonho meu, já que os bugs continuam os mesmos de 4 ou 5 versões atrás...

Share this post


Link to post
Share on other sites
felipevalle

será que dá pra fazer gol de cavadinha no F21?

Share this post


Link to post
Share on other sites
BobJJ
Em 04/07/2020 em 22:35, Darknite disse:

Caralho, 300 mangos? Salgado pra um jogo que não costuma corrigir boa parte dos bugs.

Pelo menos deram uma atenção, mesmo que mínima, pro Modo Carreira. Se corrigirem os incontáveis bugs já tá ótimo. Sonho meu, já que os bugs continuam os mesmos de 4 ou 5 versões atrás...

Pior que o modo carreira do FIFA 20 tem me divertido bastante.

Mas definitivamente não é um jogo que vale 300 reais, só estou jogando porque liberou ele no EA Acess que é 100 reais por ano e tu pode jogar praticamente todos os jogos da EA (que custam uma fortuna).

Share this post


Link to post
Share on other sites
skp
5 horas atrás, BobJJ disse:

Pior que o modo carreira do FIFA 20 tem me divertido bastante.

Me divirto com o FIFA 19 do ps4, paguei apenas R$30,00.
O que mais me chama atenção em relação ao PES20 são as ligas licenciadas com Scoreboard, Escalações da televisão. 
São aspectos que me chamam atenção em relação a jogar sozinho, os modos Online não conseguem a minha atenção.

Edited by skp

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darknite
7 horas atrás, BobJJ disse:

Pior que o modo carreira do FIFA 20 tem me divertido bastante.

Mas definitivamente não é um jogo que vale 300 reais, só estou jogando porque liberou ele no EA Acess que é 100 reais por ano e tu pode jogar praticamente todos os jogos da EA (que custam uma fortuna).

Realmente, o Modo Carreira do FIFA 20 tá bom, é o melhor dos últimos anos. Mas ainda tem uns bugs meio graves, como por exemplo, jogadores que perdem potencial.

Share this post


Link to post
Share on other sites
BobJJ
8 horas atrás, skp disse:

Me divirto com o FIFA 19 do ps4, paguei apenas R$30,00.
O que mais me chama atenção em relação ao PES20 são as ligas licenciadas com Scoreboard, Escalações da televisão. 
São aspectos que me chamam atenção em relação a jogar sozinho, os modos Online não conseguem a minha atenção.

Eu também gosto muito dessas coisas do FIFA em relação ao PES. A unica reclamação mesmo é não ter times brasileiros.

Eu joguei bastante a Masterliga do PES20 tentando tirar o Cruzeiro da série B, mas sinceramente não me diverti tanto com o passar das temporadas. Acho que o modo carreira do FIFA é mais prazeroso no "longo prazo". Não sei, acho que só o fato de ter newgen já ajuda demais, acho estranho demais os jogadores da base do PES serem jogadores aposentados resetados.

6 horas atrás, Darknite disse:

Realmente, o Modo Carreira do FIFA 20 tá bom, é o melhor dos últimos anos. Mas ainda tem uns bugs meio graves, como por exemplo, jogadores que perdem potencial.

Acho que ainda não avancei o suficente pra reparar nesse bug de potencial. Mas parece que eles deram uma "arrumada" nas transferencias dos times ricos, nos outros FIFAs era facil ver o PSG contratando basicamente todos os jogadores 90+ do jogo simplesmente porque tinham dinheiro pra isso. 

Unica coisa que ta me irritando muito mas pode ser porque to jogando com jogadores muito ruins (to jogando na quarta divisão inglesa) mas parece que não dá pra dar cabeçada no ataque nesse jogo. Já vi gente falando que é porque a EA quis nerfar os cruzamentos no jogo mas ta me incomodando os jogadores simplesmente não conseguirem acertar uma bola aerea.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Buzzuh

Qual modo carreira ta melhor no 20? Fifa ou Pes?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darknite
4 minutos atrás, BobJJ disse:

Eu também gosto muito dessas coisas do FIFA em relação ao PES. A unica reclamação mesmo é não ter times brasileiros.

Eu joguei bastante a Masterliga do PES20 tentando tirar o Cruzeiro da série B, mas sinceramente não me diverti tanto com o passar das temporadas. Acho que o modo carreira do FIFA é mais prazeroso no "longo prazo". Não sei, acho que só o fato de ter newgen já ajuda demais, acho estranho demais os jogadores da base do PES serem jogadores aposentados resetados.

Acho que ainda não avancei o suficente pra reparar nesse bug de potencial. Mas parece que eles deram uma "arrumada" nas transferencias dos times ricos, nos outros FIFAs era facil ver o PSG contratando basicamente todos os jogadores 90+ do jogo simplesmente porque tinham dinheiro pra isso. 

Unica coisa que ta me irritando muito mas pode ser porque to jogando com jogadores muito ruins (to jogando na quarta divisão inglesa) mas parece que não dá pra dar cabeçada no ataque nesse jogo. Já vi gente falando que é porque a EA quis nerfar os cruzamentos no jogo mas ta me incomodando os jogadores simplesmente não conseguirem acertar uma bola aerea.

Também sofro com o mesmo problema. No FIFA 20, comecei jogando na terceirona da Alemanha e era assim. Mesmo em jogos de time ruim x time ruim, é praticamente impossível fazer gol de cabeça. Só melhora depois que tu consegue jogadores melhores.

Agora comecei um save na Irlanda e é a mesma coisa.

 

Outras coisas que lembrei também é que, no FIFA 19 tinha um bug em que os times que jogavam UCL e UEL colocavam jogadores mais fracos pra jogar no campeonato e isso acarretava que eles iam super mal.

No meu save na Inglaterra, por exemplo, Arsenal, Tottenham e Everton chegaram a ser rebaixados por causa desse bug. E era normal ver times "menores" como Leicester e Newcastle ganhando a liga.

Aí no FIFA 20 a EA resolveu isso. Agora os times grandes simplesmente ganham TODOS os jogos. No meu save na Alemanha, o Bayern ganhou o campeonato mais de uma vez com 100% de aproveitamento. Nas outras vezes, empatava um ou outro jogo e ganhava o resto. Em TODOS os anos, foram campeões invictos. O único ano em que eles perderam jogos foi quanto meu time chegou na Bundesliga e ganhei deles.

Outro bug é que se tu lista um jogador pra empréstimo e renova o contrato dele enquanto ele tá listado, ele nunca mais sai da lista de empréstimo e tampouco recebe ofertas de empréstimo. E a única maneira de corrigir isso é vendendo o jogador (caso ele receber oferta) e comprando de volta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Banton

FIFA para mim foi divertido do 2006 ao 2014. Daí pra frente, desanimei. Parece Brasfoot. É a mesma coisa todo ano mas com alguns detalhes diferentes. Para um jogo que é vendido em quantias absurdas, a comunidade de futebol se contenta com muito pouco. Isso deve-se ao fato de que o jogador comum é figura carimbada entre os consumidores e o mesmo não se atenta a esse tipo de detalhe. Os caras só querem jogar com os amigos e pronto. Mas para um jogo que só oferece "diversão" offline e com os outros modos feitos com muita preguiça, o preço que é cobrado é muito mas muito caro!

Comecei a acompanhar esportes americanos há alguns anos e a discrepância entre os games são enormes. O FIFA 20 não chega nem aos pés do Madden 20. Não dá nem pra cogitar que o jogo de futebol americano é feito pela mesma empresa. E o NBA 2K nem preciso entrar em detalhes. É a melhor franquia do gênero de esportes.

Edited by Banton

Share this post


Link to post
Share on other sites
Samuelima23
1 hora atrás, Banton disse:

FIFA para mim foi divertido do 2006 ao 2014. Daí pra frente, desanimei. Parece Brasfoot. É a mesma coisa todo ano mas com alguns detalhes diferentes. Para um jogo que é vendido em quantias absurdas, a comunidade de futebol se contenta com muito pouco. Isso deve-se ao fato de que o jogador comum é figura carimbada entre os consumidores e o mesmo não se atenta a esse tipo de detalhe. Os caras só querem jogar com os amigos e pronto. Mas para um jogo que só oferece "diversão" offline e com os outros modos feitos com muita preguiça, o preço que é cobrado é muito mas muito caro!

Comecei a acompanhar esportes americanos há alguns anos e a discrepância entre os games são enormes. O FIFA 20 não chega nem aos pés do Madden 20. Não dá nem pra cogitar que o jogo de futebol americano é feito pela mesma empresa. E o NBA 2K nem preciso entrar em detalhes. É a melhor franquia do gênero de esportes.

2K é tão ruim quanto EA, tá maluco.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Banton
16 minutos atrás, Samuelima23 disse:

2K é tão ruim quanto EA, tá maluco.

Que isso, mano! Jamais! Já vi gringo pedindo a NFL pra 2K. Única coisa que fode a 2K é os servers brasileiro. Mas como eu jogo offline, isso pra mim não importa tanto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mantrax
43 minutos atrás, Banton disse:

Que isso, mano! Jamais! Já vi gringo pedindo a NFL pra 2K. Única coisa que fode a 2K é os servers brasileiro. Mas como eu jogo offline, isso pra mim não importa tanto.

Mano, os caras colocaram literalmente um caça-níquel dentro do jogo. Não consigo suportar empresas que fazem isso e acho totalmente ridículo querer justificar esse aumento nos jogos. Não é justificável falar de custos, tendo em vista o quanto os lucros aumentaram exponencialmente em virtude das microtransações. 

Eu acho doentio o conceito de microtransações e me recuso a jogar qualquer coisa que abuse disso, como esses jogos da 2K e da EA.

Share this post


Link to post
Share on other sites
BobJJ
1 hora atrás, Samuelima23 disse:

2K é tão ruim quanto EA, tá maluco.

 

1 hora atrás, Banton disse:

Que isso, mano! Jamais! Já vi gringo pedindo a NFL pra 2K. Única coisa que fode a 2K é os servers brasileiro. Mas como eu jogo offline, isso pra mim não importa tanto.

Nossa, mano. Pra mim a 2K chegou num nivel pior que a EA. O jogo é perfeito em todos os detalhes maaaaaaas as microtransações mataram o jogo pra mim, você precisar de 2k points para progredir no MyPlayer é ridiculo. Repito, o jogo é perfeito no gameplay mas os ultimos NBA2K matou todos os modos carreira pra mim, broxante jogar o MyGM e o MyPlayer com tanta microtransação. 

 

E não acho que o Madden seja tão melhor que o FIFA, se você levar em conta que o FIFA é um jogo de zilhões de liga e o Madden é um jogo de uma unica liga fechada dá para compreender que o nivel de detalhe dos jogos seja diferente. Agora em nivel de gameplay eu não acho nada de anormal não. Comparando o FIFA 19 x Madden 19 e o FIFA 20 x Madden 20. 

Agora a EA fez um favor de parar com o NBA Live, esse era ruim com força. 

Edited by BobJJ

Share this post


Link to post
Share on other sites
Stay Heavy

FIFA18 com algumas pequenas melhorias e custando 300% a mais. 

As desenvolvedoras perderam a noção com esses preços ridículos. Sorte que desencanei do FIFA há umas 3 versões. Nem atrás do Jack eu vou mais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Thiago

Fifa desde o 14 nem de graça. PES está anos luz em jogabilidade. Licenças dá pra ajeitar no PES.

Share this post


Link to post
Share on other sites
BobJJ

Revivendo o tópico aqui. Peguei um patch que adiciona o Brasileirão A e B licenciado ao jogo. E te falar, a imersão de um save no Brasil no FIFA com o mod deixou o Pes no chinelo. Querendo ou não ter um milhão de liga no jogo deixa o jogo bem mais "realista", ter os Chinesa, os clubes Árabes, e as ligas do leste europeu aumenta a capacidade de contratar jogador merda Brasileiro mil vezes. No PES, tem uma limitação muito grande na América do SUL. Nunca consegui um modo carreira longo lá, sempre fazia o feijão com arroz no continente, ganhava a Liberta mundial e partia pra algum time B da Europa. 

Pior que fiquei pilhado nesse modo carreira, vergonha de mim gostando de jogo da EA em 2020, e o pior que esse jogo é o FIFA. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
(SPFC)Coach

Por ser jogador competitivo/ verificado no Ultimate Team (joguei qualificatórios para mundiais no FIFA 20), a EA me deu um código para o Teste Beta do 21. Começa hoje às 14 horas. Veremos se vão conseguir fazer pior do que o 19 e que o 20. Parece impossível piorar, mas a EA sempre dá um jeitinho... 

Infelizmente não posso dar minhas impressões por aqui sob risco de banimento

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Aleef
      By Aleef
      Neymar y la sociología del odio
       
      Haciendo un juego semiótico podemos suponer que el sujeto del brevísimo cuento de Monterroso es Neymar Jr y el dinosaurio, el Odio. Se pueden dibujar en el contorno convulso de Neymar todos nuestros vicios como sociedad. Nuestros miedos, nuestras envidias, producto de un destilamiento de la frustración que nos sirve como bálsamo a la vez que como excusa. El Odio es nuestra droga. Odiar es alejarse de uno mismo para concentrar toda la energía en otro y esto es mucho más sencillo.
      El nombre del brasileño es un arma de doble filo, usada por el gremio periodístico de forma indistinta dependiendo de los intereses que se esconden detrás. A un lado, el grupo mayoritario. Aquellos que usan el nombre de Neymar como reprimenda a un fútbol que no les gusta -aunque esto sea mentira, porque lo que no les gusta es el fútbol, en genérico-, blandiendo esas seis letras con autoridad moral recordando la vileza en cada gesta extrafutbolística de Neymar. Así se logra que, una vez se habla de él, la muletilla de “el cumpleaños de su hermana” lo acompañe siempre. Neymar es, para este grupo, el estandarte de algo que les causa cierta repulsión. Neymar “atenta contra el fútbol”, dicen. Lo irónico es que no hay futbolista más lúdico que él. Su juego provoca en el espectador el Síndrome de Stendhal, un fútbol barroco, lleno de ornamentos que en realidad no esconden nada más que una intencionalidad venenosa. Neymar es la verdad. Es fútbol.
      Para el otro grupo, más reducido, Neymar es aquello que nos obliga a seguir pellizcándonos, a tiritar cuando el brasileño tiene el día. Creer en Neymar es como leer un samizdat peligroso. Su nombre lleva implícito cierto rechazo social. El Odio, en toda su complejidad, se entiende si uno posa su mirada sobre la figura del liviano delantero del -también odiado- PSG.
      Quien odia, no necesita argumentos para justificar su odio. Le basta con percibir la realidad como algo que le ataca constantemente. Neymar, al parecer, molesta a mucha gente. Y ahí entra en juego el relato. La narratología lleva décadas tratando de explicar cómo se construyen estos relatos que dominan todas y cada una de las esferas de nuestras vidas. El caso del brasileño no es distinto. A su llegada al Barcelona, al foco mediático, las luces empezaron a apuntar y fortalecer un discurso extrafutbolístico que casaba con el brasileño estereotipado: fiestero, provocador, amante de los salseos, piscinero reincidente. Una serie de características preconcebidas, y es que el fútbol es el terreno fértil del prejuicio. En ningún sitio circula tanto como en el del balompié. Ahí, el relato amarró.
      Su nombre lleva implícito cierto rechazo social. El Odio, en toda su complejidad, se entiende si uno posa su mirada sobre la figura del liviano delantero del PSG
      Poco importó todo lo demás, que es el fútbol, que lo es todo. Porque ahí va una realidad que duele y agrieta el relato. El fútbol no importa, es prescindible. Hablar de fútbol sin fútbol, como comer sopa sin caldo o macarrones sin tomate. Ha quedado como un objeto vacío de contenido, porque todo el marro se ha ido a los bordes, habitados por toda clase de polémicas y discursos incendiarios que alejan cada vez más y más el juego del centro del debate. El Odio lo colapsa todo, vertebrando un debate que no es tal en tanto que no existe bidireccionalidad, sino que solo funciona en una misma dirección. Y mientras discutimos, Neymar se nos apaga, se acaba su fútbol que hace no tanto parecía infinito. Nos estamos perdiendo los mejores días del jugador más divertido del planeta y nadie dice nada. Nadie llora.
      La gente no ve fútbol. Eso no es un problema, claro. La cosa se pone chunga cuando la gente no ve fútbol y opina categóricamente como si cada fin de semana estuviera delante de la tele viendo el Rennes-PSG de turno. “Es que en la Ligue 1 no tiene mérito”, repiten, obcecados por un odio carente de sentido. Y es que la Ligue 1 es la excusa, el blanco fácil. El prejuicio. De poco sirve cuando, en la pasada Champions, Neymar se coronó con dos partidos mayúsculos antes de la final. Una final perdida cuenta por todas las victorias de tu vida, ese es el peaje que pagar si quieres ganar.
      En Neymar jamás importó la victoria, pues en el reverso de su figura hay miles de flechas clavadas que dejan a la vista un esqueleto debilitado por el relato perverso que rodea la figura de uno de los mejores futbolistas del siglo XXI. Neymar es ya bastante mejor futbolista de lo que lo fue Ronaldinho, más completo, con más trayectoria y con mayor determinación. Más goles, más asistencias, más longevidad. Pero menos relato. Puede que hasta dentro de 20 o 30 años no se le reconozca tal realidad a Neymar porque el Odio es hereditario, a veces patológico, se traslada como en los viejos tiempos, a través del cuento contado al lado de la hoguera. Luchar contra esto es un reto casi imposible.
      Neymar se durmió. Como el personaje de Monterroso. Se durmió cuando se marchó del Barça porque los ojos ávidos de seguirle se apagaron. Nadie le miró allí. Lo olvidaron. Solo les llegaba la noticia de su lesión cada mes de febrero, noticia que asociaban con cumpleaños y carnavales. La victoria del relato es esta. Creernos que un ganador como Neymar no quiere ganar. Creer lo imposible. Se durmió y, cuando despertó, lejos del foco mediático obsesivo y tóxico del Barça, lejos de todo ruido de fondo que alejara el juego del centro, el Dinosaurio todavía estaba allí. El Odio, descubrió Neymar, no tiene fronteras. Su lenguaje es universal.
      Cuando Neymar despertó, el Odio todavía estaba allí.
       
       
      Fonte: Panenka
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Alguém aí joga? Podíamos montar uma partidinha com os membros do fórum qualquer dia desses.
    • oıqqǝɹƃEternoFilhoColorado
      By oıqqǝɹƃEternoFilhoColorado
      Sou novo aki e eu queria saber oq acham das chuteiras da Adidas, os modelos Court/Boost/Street/Top Sala são as que são pra Futsal, eu tava olhando e tals e achei muito bonitas e parecem ser boas pois contam com bom amortecimento e possuem cabedal dos modelos Pro de campo. Levando em conta que não são vendidas no Brasil, apenas em sites estrangeiros (em dólar e euro), mesmo assim algumas valem a pena custando até 200 reais sem frete. Oq acham?
      Alguns exemplos nas fotos:

       
       
    • Lowko é Powko
      By Lowko é Powko
      Post Original:
       
       
      Edições da moderação (Links Úteis)
      Steam - http://store.steampowered.com/ Origin - https://www.origin.com/pt-br/store/ Humble Bundle - https://www.humblebundle.com/?aug1914 Nuuvem - http://www.nuuvem.com.br/ Uplay - http://shop.ubi.com/store/ubibr/pt_BR/home/ThemeID.36933300 (não ativa na steam) Green Man Gaming - http://www.greenmangaming.com/ CustoGamer - Site para histórico de preços e aviso de promoções. Recomendações de Jogos (Indies e Mainstream) Quer saber se os jogos da Steam estão no preço mais baixo de todos os tempos?
      https://isthereanydeal.com/ https://steamdb.info/ https://www.steamprices.com/br/
    • Douglas.
      By Douglas.
      Quem conhece um jogo da Paradox, conhece todos.
      Esse se passa quase somente na Europa (parte da África e Ásia) começa em 1066 e vai até 1453. As maiores interações são os relacionamentos entre a nobreza e, claro, as disputas por terras. Você tem que jogar cuidando pra que sua dinastia se espalhe o máximo possível e pelos melhores lugares pra manter a influência e facilitar sua vida.
      Comecei um jogo com o Ducato de Barcelona mas não consegui jogar muito tempo porque os soldados morreram nas guerras pra reunir o Reino de Aragão.
×
×
  • Create New...