Jump to content
Sign in to follow this  
ggpofm

Profissão: Técnico | Zico, Maradona e Jacozinho | atualizado: 27/11

Recommended Posts

div

Essa política de vendas do clube é algo preocupante, imagino que deverá ter algumas baixas no meio da temporada por conta de negociações. Se bem que o elenco é bem recheado, dependendo da posição pode não sentir muito.

Por enquanto vai indo bem na Copa do Brasil e já derrotou um time em melhor fase, deve conseguir chegar até onde se propôs, pelo menos. Que sabe não consegue algo a mais, dependendo do chaveamento?

Vamos ver como vai no mineiro, acredito que ganha.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
4 hours ago, div said:

Essa política de vendas do clube é algo preocupante, imagino que deverá ter algumas baixas no meio da temporada por conta de negociações. Se bem que o elenco é bem recheado, dependendo da posição pode não sentir muito.

Por enquanto vai indo bem na Copa do Brasil e já derrotou um time em melhor fase, deve conseguir chegar até onde se propôs, pelo menos. Que sabe não consegue algo a mais, dependendo do chaveamento?

Vamos ver como vai no mineiro, acredito que ganha.

 

É exatamente como eu penso. Essa política pode acabar tendo um custo pesado no meio da temporada. O ruim é que o Cruzeiro nem precisava disso, já que possui dinheiro em caixa. Mas eles têm as razões deles, não né mesmo?

Chegando até o objetivo, não custa sonhar um pouco mais, não é mesmo?

No Mineiro, disputar o título é algo viável e esperado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

ACtC-3fjCv-Bzv_-_YUeSI0W-lOFA_kAt9nI6tIQ

 

Temporada 2034: O heptacampeonato em disputa

“Ver Apenas”: não é como parece

O Football Manager não possui níveis de dificuldade como outros jogos possuem, mas isso não significa que qualquer configuração inicial de um save tenha o mesmo nível.

Ao criar um save já existem várias opções que podem deixar o jogo mais ou menos desafiador. Por exemplo, nas “opções avançadas” é possível desativar as atividades da primeira janela de transferências e também o uso da máscara (disfarce) de atributos. Mais adiante na definição do perfil do técnico é possível definir as qualificações e a experiência anterior como jogador e isso também impacta no desafio. Particularmente, dou preferência ao perfil mais baixo possível, ou seja, sem nenhuma licença e futebolista amador e exceto se essa configuração trouxer um empecilho imediato, por exemplo, para quem deseja começar desempregado, não vejo muitos motivos para não adotá-la.

Mas é na seleção das ligas disponíveis para se jogar, onde talvez resida o equívoco persistente de se acreditar que um save com ligas em “ver apenas”, se equivale a outro com ligas no modo “jogável”.

Infelizmente é difícil carregar todas as ligas oficiais disponíveis do FM. Ter um computador para rodá-las é privilégio de poucos, por isso, escolher as ligas que serão carregadas em um save desempenha um papel relevante no nível de dificuldade que um save terá.

Particularmente, sempre carrego o mínimo de sete ligas: Brasil, Argentina e o Top 5 da Europa, Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França. E faço isso para não ter o nível de desafio de um save reduzido. Nesse caso, os países necessariamente precisam estar no modo “jogável” como está registrado na tradução portuguesa e não no modo “ver apenas”. O Henrique M. fez um artigo muito esclarecedor sobre a diferença entre termos ligas “jogáveis” e no modo “ver apenas” e quem não sabe a diferença entre os dois modos ou acha que sabe deveria ler o artigo para desfazer qualquer espécie de engano..

Já leu esse artigo? Sugiro a leitura.

Campeonato Mineiro: Impedir o heptacampeonato

O futebol mineiro possui atualmente três divisões: Módulo I, Módulo II e 2ª Divisão. No Brasil Mundi Up ele foi ampliado com algumas competições que existiram no passado e passou a possuir quatro divisões e uma taça estadual. As duas primeiras divisões são chamadas de Módulo I e Módulo II e as outras duas são chamadas de 3ª Divisão e 4ª Divisão. A copa estadual é Taça Minas Gerais. 

O Campeonato Mineiro (Módulo I) tem o formato real. São 12 equipes que jogam entre si uma única vez em uma fase classificatória e as quatro primeiras colocadas avançam para a semifinal e depois para a final, ambas disputadas em duas partidas. Caso a semifinal e a final terminem empatadas, a equipe melhor colocada na fase classificatória ficará com a vaga, no caso da semifinal, ou com o título, no caso na final. 

Em 2034, o Campeonato Mineiro tem apenas uma equipe na Série A, o Atlético Mineiro. As outras 11 equipes estão distribuídas nas outras quatro divisões: Cruzeiro (Série B), América (Série C), Villa Nova (Série D) e Tupi, Boa, Caldense, Tombense, Figueirense, Guarani, Democrata e URT (Série Regional).

Como foi dito em outra atualização, a decadência esportiva do Cruzeiro tem repercussão também em nível estadual. Das 14 edições do Campeonato Mineiro disputadas até o momento, o Cruzeiro venceu apenas três e foi vice-campeão em nove. As outras 11 edições ficaram com o Atlético Mineiro, que é o atual hexacampeão, que é a segunda maior sequência de títulos em Minas Gerais, só superada pelo decacampeonato do América (MG). No passado, já houve outro hexacampeonato (1978-83) no estado também pertencente ao Atlético. Para evitar a ampliação dessa sequência de títulos, o Campeonato Mineiro de 2034 se tornou um importante objetivo da temporada. Não iria causar a demissão de Sebastião Oliveira, mas evitar o heptacampeonato do Galo virou uma necessidade.

O Cruzeiro fez a 1ª fase de forma invicta, assim como o Villa Nova, o 3º colocado. O Cruzeiro venceu nove partidas e empatou duas, contra Caldense (4-4-2), na qual usou um time reserva por conta da Copa do Brasil, e contra o Villa Nova (4-2-3-1 MD), com os titulares.

ACtC-3ccFH2K-FID0V66LgIzofvqPSUQ_xaO-6Um

A Raposa sofreu apenas dois gols e teve a defesa menos vazada da fase classificatória. Os únicos que marcaram gols na meta cruzeirense foram o Guarani (4-1-4-1), de Divinópolis, e  Figueirense (4-2-2-2), de São João Del-Rei. A equipe cruzeirense teve também o ataque mais positivo, ao lado do Atlético com 27 gols. O Cruzeiro fez a maior goleada do fase com o 6 a 0 sobre a URT (4-2-3-1 MD) e também goleou o Guarani por 5 a 1. Em outras quatro partidas fez 3 a 0 contra o Democrata (4-2-2-2), o Tupi (4-2-3-1 MD), o Atlético (4-2-3-1) e o Tombense (4-2-3-1).

Líder desde a 1ª rodada, o Galo perdeu a liderança e a invencibilidade no confronto contra o Cruzeiro, que não vencia o Atlético havia 10 partidas, desde julho de 2030. Na Arena MRV, o Cruzeiro estreou algumas funções táticas diferentes e elas resultaram, quebrando o tabu que já durava três anos.

ACtC-3ffJWUP4VYUjg1MhYCoqaVF6Fs7EYvC8Xcd

Com a confirmação do 1º lugar depois da vitória sobre o Tombense de Enderson Moreira, o Cruzeiro teve que passar pelo América para continuar almejando o título mineiro. Contra o América, o Cruzeiro foi superior desde o início e poderia ter saído da partida com 2 a 0 no placar, mas um gol de contra-ataque nos minutos final da partida definiu o placar em 2 a 1.

Podendo perder até por um gol de diferença e ainda assim se classificar, o Cruzeiro entrou em campo com seis reservas, pensando na partida de volta contra o Athletico pela Copa do Brasil, que acabou sendo adiada. Não houve problemas para o Cruzeiro mostrar superioridade e com dois gols de Jotapê, voltando de lesão, a Raposa venceu por 3 a 0.

ACtC-3cEppHdd7cByh9_FLdCqqaCuelZz4buwDcA

O Atlético chegou à decisão depois de ter passado pelo Villa Nova em uma semfinial apertada com placar de 2 a 1 no agregado. No banco de reservas atleticano, o adversário de Sebastião Oliveira era o técnico Fernando Miguel, ex-goleiro do Vasco, e desde 2031 no cargo. Com ele, o Atlético voltou a conquistar títulos, além de Campeonatos Mineiros. Conquistou a Copa Sul-Americana (2033) e agora, a Recopa Sul-Americana (2034), respectivamente contra Criciúma (SC) e Flamengo (RJ).

Mesmo na Arena MRV, o Cruzeiro foi a equipe mais perigosa e abriu o placar aos 7. Contudo, um pênalti nos acréscimos do 1º tempo, deu ao Atlético a chance de empatar a partida. No 2º tempo, o Cruzeiro seguiu mais ofensivo, mas a partida seguiu empatada, empurrando a definição para a partida de volta.

ACtC-3c1zJ42tP4mfqk6idPZtOXN1DOu5sEBGqDm

O placar de 1 a 1 na ida deixou a definição do campeonato em aberto, mas na partida de volta, o Cruzeiro novamente abriu o placar, mas dessa vez não sofreu um gol de empate. Com maior posse de bola (61%), maior número de arremates (19 x 5), faltou ao Cruzeiro acertar mais o gol. O Atlético, por sua vez, se viu sem forças para empatar a partida e o Cruzeiro confirmou o título, impedindo o heptacampeonato do Galo.

ACtC-3cJ8BEpCpaPzm4-zhWQLulnHz4qVhMqsE06

Com a vitória na decisão, o Cruzeiro conquistou o título invicto, com 12 vitórias e três empates. A equipe também fez 34 gols (média 2,26) e sofreu apenas quatro gols (média 0,26). Sebastião Oliveira foi escolhido o Melhor Técnico do Campeonato Mineiro.

ACtC-3dVstj_A0P1SQeB-FD8UfJvUyxxbeTjP-9f

Copa do Brasil: Os pênaltis novamente

Para alcançar o objetivo estabelecido com a direção do clube, o Cruzeiro de Sebastião Oliveira precisaria passar pelo Athletico (4-1-4-1), de Itamar Schülle, que eliminou o Ypiranga (RS), Paysandu (PA) e Fortaleza (CE). As duas equipes estavam, respectivamente, em busca dos títulos estaduais, mas foram com o melhor que tinham para a partida de ida, no Mineirão.

Em uma partida parelha, um gol marcado no início do partida por Josenilson, substituto de Jotapê, definiu a vitória por 1 a 0, um placar magro, mas que seria essencial para a partida de volta, em Curitiba.

ACtC-3dcDlAKWqfgqm-9cWd984g7JDpeGcSZh6qd

Na volta, também com os titulares, Atlhetico e Cruzeiro fizeram, novamente, uma partida equilibrada. O Athletico teve mais posse de bola do que na primeira partida, 67%, mas novamente sofreu um gol de Josenilson. Contudo, o empate logo a seguir colocou o Athletico em busca de um gol que levaria a decisão para as penalidades ou de dois para garantir a vaga para a 5ª eliminatória. Nem uma coisa nem outra aconteceram. O Cruzeiro passou dificuldades, mas conseguiu segurar a vantagem conseguida na partida de ida e garantiu a vaga para a fase seguinte da Copa do Brasil contra o Fluminense (RJ).

ACtC-3cH30VOAmHYzLjQkIs50zUNJxFMPReWMEWN

O Fluminense ficou em 7º lugar na Série A em 2033 e por estar na Copa Libertadores deste ano, entrou na Copa do Brasil na 5ª eliminatória (oitavas de final). A equipe do técnico Victor Ferraz (ex-Santos e Grêmio) entrou em campo alguns dias depois de perder a decisão do Campeonato Carioca para o Flamengo, que conquistou o hexacampeonato (2029-30-31-32-33-34).

Em Belo Horizonte, o Fluminense (4-2-3-1 MD) procurou a recuperação, mas foi surpreendido pelo Cruzeiro com dois gols no 1º tempo. No 2º tempo, o Tricolor viu o tempo passar sem diminuir a vantagem, mas nos minutos finais da partida conseguiu se recuperar e saiu com um empate em 2 a 2. Uma vitória para o Fluminense, diante das circunstâncias da partida.

ACtC-3fui3lgV6u8MBI4RLLTocFMWfiQp-EVbuky

Para a partida de volta, o Fluminense (RJ) (4-2-3-1) imaginou que poderia conseguir se impor no Maracanã, mas não foi o que aconteceu. Em partida muito equilibrada, o empate inicial permaneceu e a vaga para as quartas de final foi decidida nos pênaltis. O Cruzeiro desperdiçou as três primeiras cobranças e o Fluminense aproveitou e avançou na competição.

ACtC-3fMk_fxcDZ7Xk0Dzg_mOegKVRqe6TJ0y_Mq

Para o Cruzeiro, a eliminação foi sentida, principalmente porque a equipe teve uma vantagem de dois gols na partida de ida e que poderia ter sido muito útil na partida de volta. Para Sebastião Oliveira, passou um filme na mente ao se lembrar da eliminação do ano passado, também na Copa do Brasil, para o Goiás com as três primeiras cobranças desperdiçadas.

Mesmo assim, a temporada é ótima para o Cruzeiro, que ainda não foi derrotado com a bola rolando e entra como um dos favoritos ao título da Série B.

Elenco, transferências e estatísticas: Jotapê é o destaque

Segue abaixo as estatísticas desses primeiros meses de temporada. Já é possível ver que, felizmente, temos vários jogadores com média acima de 7, algo que não acontecia faz algum tempo. São 14 jogadores,  metade deles são reservas: Rodrigo, Laino, Jaílson Weith, Lúcio, Luís Gustavo, Josenílson e Júlio. Contudo, esses números precisam ser olhados com cuidado, já que eles são fruto de partidas do Campeonato Mineiro, que é uma competição de nível técnico mais baixo, exceto por uma ou duas equipes que disputam o título.

ACtC-3dW9Ov5pocUGZapKPtteS4OVYB1bbP9gbd5ACtC-3f3sGMrIk391eQ24BnqCPVCXrlHzj9egMls

Aos poucos, os melhores jogadores do elenco vão se destacando. O maior destaque é Jotapê que contribuiu para 15 gols (11 gols e quatro assistências) em 17 partidas. ACtC-3diOwF03c1QtV0e7CoBywtQg9b01W6HgBa8

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Já deu para perceber que a realidade é outra: até aqui, Tião comandava equipes que entravam com poucas expectativas diante de seus adversários e agora no Cruzeiro fez um Estadual impecável, segue invicto na temporada e parece fazer bom uso da posição dominadora que o bom elenco do Cruzeiro te oferece. Parabéns pela conquista! Talvez seja cedo para prever mas, depois de atuações assim contra São Paulo, Atlético e Fluminense, a expectativa por uma Série A é bem grande. Por ora, sem sonhos distantes, falta a Série B mas espero uma campanha que imponha a superioridade da equipe. ]

No mais, é curioso ver a relação do jogo com o Cruzeiro e essa "obsessão" do time em terminar no azul. Seria essa a mentalidade adaptada ao jogo? Pura coincidência? Enfim, o paralelo com a vida real é impossível de não ser feito e não deixa de ser um demonstrativo interessante que o atual desafio com o Cruzeiro dentro do jogo é viável financeiramente. Boa sorte na B!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
2 hours ago, Peepe said:

Já deu para perceber que a realidade é outra: até aqui, Tião comandava equipes que entravam com poucas expectativas diante de seus adversários e agora no Cruzeiro fez um Estadual impecável, segue invicto na temporada e parece fazer bom uso da posição dominadora que o bom elenco do Cruzeiro te oferece. Parabéns pela conquista! Talvez seja cedo para prever mas, depois de atuações assim contra São Paulo, Atlético e Fluminense, a expectativa por uma Série A é bem grande. Por ora, sem sonhos distantes, falta a Série B mas espero uma campanha que imponha a superioridade da equipe. ]

No mais, é curioso ver a relação do jogo com o Cruzeiro e essa "obsessão" do time em terminar no azul. Seria essa a mentalidade adaptada ao jogo? Pura coincidência? Enfim, o paralelo com a vida real é impossível de não ser feito e não deixa de ser um demonstrativo interessante que o atual desafio com o Cruzeiro dentro do jogo é viável financeiramente. Boa sorte na B!

Olá, Peepe.

Realmente, o Cruzeiro está em outro nível, mesmo estando na Série B. E no Estadual, o time fez uma campanha quase que perfeita. E o título chegou em momoento importante. Valeu.

Tião foi contratado com um único objetivo. Subir para a Série A. Se com o elenco do Flu de Feira a equipe ficou próxima ao Cruzeiro na tabela, com um elenco melhor ele deverá subir. Deve ter sido assim, que os diretores do Cruzeiro pensaram e há bons motivos para acreditar nisso. Título mineiro, partidas equilibradas contra equipes da Série A na Copa do Brasil, folha salarial alta e qualidade do elenco. As expectatitivas têm que se altas.

Apesar de não ter gostado, achei bastante interessante o que você chamou de "obsessão". Deu um toque de realidade. Acho que pode ter relação com o empréstimo e aí a coisa fica funcionando desse jeito. É a única explicação que vejo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
IgorRod1991

O título invicto do estadual, ainda contra o principal rival, foi para lavar a alma do torcedor, e dar uma esperança de um futuro melhor para torcida que as coisas estão começando a se encaixar e o clube voltando aos trilhos, excelente campanha e parabéns pelo título. Na Copa do Brasil, o time foi longe, enfrentou alguns times tradicionais e conseguiu elimina-los, depois pegou o Athletco e conseguiu fazer o dever de casa(e de fora também). Contra o Fluminense, entendo que a uma "chateação" pelo fato do time ter tido uma boa vantagem e deixando os adversários empatarem no primeiro jogo, mas o Fluminense parece estar numa boa fase no Brasileirão, e vocês conseguiram fazer um jogo até parelho com eles e foi eliminado nas penalidades, ou seja, o resultado em si(cair para um time da Serie A, numa boa colocação) é um resultado "aceitável". Creio que para Serie B, fica aquela expectativa que o time possa conseguir fazer uma boa competição. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

Em primeiro lugar, parabéns pelo título estadual. Quebrar uma hegemonia não é fácil.

Grande vitória contra o Atlético na primeira fase. É engraçado como parte das estatísticas diz uma coisa e a outra, diz algo diferente. Olhando os chutes totais e até ao alvo, eu diria que o Atlético foi melhor e que o resultado poderia ter sido casual, mas olhando as oportunidades flagrantes, entende-se o resultado, com o Cruzeiro chegando menos, mas chegando melhor.

Já nas finais, foi melhor em todos esses quesitos nos dois jogos e ganhou um merecido campeonato mineiro.

Na CdB, foi além do que tinha sido traçado e mostrou força na competição, caindo pra um time, em teoria, bem mais forte, apenas nas penalidades.

E pra Série B, que vai subir para a A, não tenho dúvidas. Acredito que o acesso vem com título.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Fiquei curioso para relembrar quantas ligas você selecionou no começo do save, eis que me deparo com 26 países selecionados, meu PC até chora de inveja hahah. Brincadeiras a parte, ainda está com todas carregadas? Levando em conta o propósito do save, é normal que se selecione todas essas ligas, realmente.

Com a bola rolando, Tião mostrou que não veio passear em BH. Embora o principal objetivo seja retornar a elite do campeonato nacional, sempre rola a rivalidade local entre Galo x Cru e o peso de vencer um estadual com o clássico na final é GIGANTE, e o Tião conseguiu devolver a soberania nacional para o Maior de Minas, bom demais. Parabéns pelo título!!

E o que falar de Jotapê? On fire demais.

Na CdB, competição que o Cruzeiro tem grande tradição, conseguiu honrar os objetivos da direção, mas ficou aquele gostinho de que podia ir além né? Tinha time para isso e mesmo jogando bem caiu nos pênaltis. Pênaltis é loteria? Qual sua opinião? hahah

Que venha a Série B!! O time tá bem entrosa e jogando muito bem, espero que possa subir e vencer um título de repercussão nacional para ampliar a biografia do Tião.

Boa sorte na sequência, GG!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
17 hours ago, IgorRod1991 said:

O título invicto do estadual, ainda contra o principal rival, foi para lavar a alma do torcedor, e dar uma esperança de um futuro melhor para torcida que as coisas estão começando a se encaixar e o clube voltando aos trilhos, excelente campanha e parabéns pelo título. Na Copa do Brasil, o time foi longe, enfrentou alguns times tradicionais e conseguiu elimina-los, depois pegou o Athletco e conseguiu fazer o dever de casa(e de fora também). Contra o Fluminense, entendo que a uma "chateação" pelo fato do time ter tido uma boa vantagem e deixando os adversários empatarem no primeiro jogo, mas o Fluminense parece estar numa boa fase no Brasileirão, e vocês conseguiram fazer um jogo até parelho com eles e foi eliminado nas penalidades, ou seja, o resultado em si(cair para um time da Serie A, numa boa colocação) é um resultado "aceitável". Creio que para Serie B, fica aquela expectativa que o time possa conseguir fazer uma boa competição. 

Acho que qualquer cruzeirense ficaria feliz com o título, principalmente contra o rival. Valeu.

Fizemos uma CdB muito boa na minha avaliação. A diretoria queria a 4ª eliminatória, estabeleci a 5ª e quase fomos além. Caímos invictos e endurecemos contra três equipes da Série A, mas o Flu reagiu e isso tem que ser valorizado. Mas ape como você disse, um resultado "aceitável" apesar da "chateação" pela eliminação.

Para a Série B a motivação está alta, mesmo com a pressão por um bom resultado final.

 

9 hours ago, div said:

Em primeiro lugar, parabéns pelo título estadual. Quebrar uma hegemonia não é fácil.

Grande vitória contra o Atlético na primeira fase. É engraçado como parte das estatísticas diz uma coisa e a outra, diz algo diferente. Olhando os chutes totais e até ao alvo, eu diria que o Atlético foi melhor e que o resultado poderia ter sido casual, mas olhando as oportunidades flagrantes, entende-se o resultado, com o Cruzeiro chegando menos, mas chegando melhor.

Já nas finais, foi melhor em todos esses quesitos nos dois jogos e ganhou um merecido campeonato mineiro.

Na CdB, foi além do que tinha sido traçado e mostrou força na competição, caindo pra um time, em teoria, bem mais forte, apenas nas penalidades.

E pra Série B, que vai subir para a A, não tenho dúvidas. Acredito que o acesso vem com título.

Valeu, div. O Mineiro nem era para ser tão importante, mas diante do que o Galo estava fazendo, acabou se tornando.

Como era a primeira partida contra o Atlético, fiz uma partida mais cuidadosa no sentido de não sofrer uma derrota marcante. Com os dois gols antes dos 25, a partida mudou e ficou muito favorável ao Cruzeiro. E tem isso mesmo com as estatísticas, às vezes, uma excelente jogada não conta como arremate para o gol, simplesmente porque ela é cortada antes de chegar lá. Na final, estávamos seguros de que dava para ganhar e deveríamos ter vencido as duas partidas.

Na CdB, chegamos ao que tinha sido traçado; A diretoria queria 4ª, Tião estabeleceu a 5ª elminatória. A competição foi boa, só ficou aquela sensação de que a eliminação aconteceu de verdade na partida de ida.

A expectativa é essa mesmo. Tenho muita confiança que isso acontecerá, o título depende das equipes que caíram da A e as equipes que caíram antes e não subiram na temporada passada. Mas o Cruzeiro tem tudo para subir. Se não subir será uma surpresa.

6 hours ago, ElPerroMG said:

Fiquei curioso para relembrar quantas ligas você selecionou no começo do save, eis que me deparo com 26 países selecionados, meu PC até chora de inveja hahah. Brincadeiras a parte, ainda está com todas carregadas? Levando em conta o propósito do save, é normal que se selecione todas essas ligas, realmente.

Com a bola rolando, Tião mostrou que não veio passear em BH. Embora o principal objetivo seja retornar a elite do campeonato nacional, sempre rola a rivalidade local entre Galo x Cru e o peso de vencer um estadual com o clássico na final é GIGANTE, e o Tião conseguiu devolver a soberania nacional para o Maior de Minas, bom demais. Parabéns pelo título!!

E o que falar de Jotapê? On fire demais.

Na CdB, competição que o Cruzeiro tem grande tradição, conseguiu honrar os objetivos da direção, mas ficou aquele gostinho de que podia ir além né? Tinha time para isso e mesmo jogando bem caiu nos pênaltis. Pênaltis é loteria? Qual sua opinião? hahah

Que venha a Série B!! O time tá bem entrosa e jogando muito bem, espero que possa subir e vencer um título de repercussão nacional para ampliar a biografia do Tião.

Boa sorte na sequência, GG!

A configuração do seu não está muito distante e só mais adiante quando jogar no Mundial de Clubes é que as ligas europeias farão falta se ficar só no "ver apenas". Quis fazer desse jeito até para ver o quando o PC aguenta com muitas temporadas. Ainda estou com todas carregadas.

O Atlético tá nadando de braçada e aí, Tião teve que apresentar um cartão de visitas para acabar com qualquer desconfiança da torcida do Cruzeiro. O título valeu muito. Obrigado.

Jotapê, está muito bem. Ele é tem um impulsão muito boa. Se tivesse um cabeceamento melhor...

Realmente na CdB dava para ter ido um pouco mais além, mas ter cedido o empate na ida foi o que atrapalhou tudo. No FM, pênalti é loteria. 😁Treinei na véspera e eles erraram tudo. Foi assim também com o Flu de Feira. Treinei e perderam os três.

A caminhada na Série B será pela promoção, o título é uma possibilidade forte. Não subir será a demissão.

Valeu. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

ACtC-3fjCv-Bzv_-_YUeSI0W-lOFA_kAt9nI6tIQ

 

Temporada 2034: Solidez ofensiva e solidez defensiva

“Ver Apenas”: Avalie o seu desafio antes de iniciá-lo 

Continuando o que eu iniciei na atualização anterior. Somente colocando as ligas em “jogável” é possível ter uma experiência mais desafiante. Usar a opção “ver apenas” não é uma opção que se iguala a uma liga jogável. Por isso a necessidade da leitura do artigo citado no post anterior.

Por exemplo, em um save jogado unicamente com um clube uruguaio é importante carregar como jogável, pelo menos, todas as outras cinco ligas da América do Sul, ou seja, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru. Pelo menos a primeira divisão de cada uma delas. Deixar a liga uruguaia jogável e as outras cinco no modo “ver apenas” diminui o nível do desafio. 

Mas é possível que o computador de quem joga não consiga processar essas ligas de forma satisfatória e é preciso escolher apenas algumas. Essa é uma realidade comum a muitas pessoas, então selecione as ligas menos importantes como “ver apenas” para ficar sabendo como foi o campeonato em alguns países, quem foi o campeão, os rebaixados, mas mantenha como jogável as duas principais ligas do continente e que trarão o maior desafio competitivo para sua pequena equipe uruguaia, ou seja, além do Uruguai, onde será o save, a Argentina e o Brasil precisam ser jogáveis. É o mínimo para se ter competições continentais competitivas.

E se o pequeno clube uruguaio sonha em conquistar a América e depois disputar o Mundial de Clubes, onde enfrentará os poderosos clubes europeus, os superclubes, como estão sendo chamados mais recentemente. Se a opção a médio e longo prazos será enfrentá-los, então é melhor pensar em deixar a Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França ativos. Mas é preciso economizar recursos do computador, então que tal Inglaterra, Espanha e Alemanha ou outra combinação desses cinco países que julgar mais válida.

O mesmo tipo de consideração deve ser feita quando se joga na Europa. Quando não se está jogando um save em um país do Top 5 (Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França) é preciso deixar pelo menos a primeira divisão dessas cinco ligas ativas para que o save realmente traga competitividade. Sem elas, o desafio fica prejudicado. Eu ainda carrego as ligas do Brasil e a Argentina por conta do número de jogadores desses dois países que migram para jogar na Europa e desempenham um papel valioso nas competições desse continente.

O problema das ligas em “ver apenas” também impacta as seleções, já que sem ligas ativas a geração de novos jogadores para substituir os que se aposentam, os newgens, também será afetada, então, se o save envolve a possibilidade de jogar com uma seleção nacional é preciso pensar em ligas jogáveis para os países das principais seleções do mundo.

Alguns tentam contornar as limitações das ligas no modo “ver apenas” configurando o carregamento de jogadores na opção que define o tamanho da base de dados. Carregar os jogadores das ligas que estão em “ver apenas” resolve esse problema para os anos iniciais do save. Contudo, com o passar das temporadas, não haverá a renovação esperada nessas ligas e o enfraquecimento ocorrerá.

Se você se preocupa com o desafio que jogará, leve em consideração, com muito cuidado, as ligas que serão jogáveis em seus save.

Existem vários artigos e posts em fóruns sobre o tema, então se há dúvidas, procure mais  informações.

Série B: Invicto

Agradeço a todos que participaram da enquete sobre os uniformes. Ela teve 11 votos e o resultado foi este. Aproveito e mando um “alô” para um leitor silencioso do tópico, mas que sempre registra sua leitura com um “joinha” @Johann Duwe

Nesta temporada, a Série B recebeu o Londrina (PR), Paraná (PR), Goiás (GO) e a Ponte Preta (SP) rebaixados da Série A e o Volta Redonda (RJ), Atlético Goianiense (GO), Botafogo (PB) e Figueirense (SC) promovidos da Série C. Ao todo foram 20 equipes de 11 estados (Paraná, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Ceará, Alagoas, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraíba, Mato Grosso e Bahia). O Rio Grande do Sul foi o estado com mais clubes, quatro (Novo Hamburgo, Juventude, São José, Pelotas), seguido por São Paulo com três (Red Bull Bragantino, Ponte Preta, Oeste).

O Cruzeiro como um dos quatro favoritos à promoção vem fazendo uma campanha de campeão e permanece invicto após 19 rodadas com 14 vitórias e apenas cinco empates. O ataque da equipe mineira é o mais positivo com 41 gols (média 2,15), mas o que chama mais atenção é a defesa com apenas 8 gols sofridos (média 0,42).

Dos cinco empates ocorridos até o momento, dois deles, contra o Oeste (SP) (4-1-4-1) e o Cuiabá (MT) (4-4-2), aconteceram depois das partidas contra o Fluminense, quando pelo metade do time foi poupada por conta das partidas pela Copa do Brasil. Os outros três aconteceram quando o Cruzeiro só disputava a Série B.

ACtC-3cPO0cyd0ahnJQCEGyoJ6SmDPJcd4gnKPST

Nesses cinco empates, em apenas dois, pode-se dizer que foram justos, ambos em 0 a 0, contra o São José (RS) (4-1-4-1) e o Figueirense (SC) (4-1-4-1). Nos outros três, o Cruzeiro merecia sair com os três pontos, principalmente contra o Cuiabá (MT) (4-4-2), partida na qual o Cruzeiro fez 31 arremates, e contra o Atlético Goianiense (GO) (4-4-2 diamond), do técnico Mozart, um das duas únicas equipes que marcaram dois gols na defesa da equipe de Sebastião Oliveira.

ACtC-3fbdnZ4miSdKliqxmK9KzDENQ4RdbwLXIwg

A outra equipe que conseguiu marcar dois gols na defesa cruzeirense foi o Paraná (PR) (4-2-2-2), do técnico uruguaio Sebastián Abreu. Porém, a equipe paranaense só marcou dois gols, quando a partida já estava com quatro gols para o Cruzeiro.

ACtC-3dhiul8wZ9t02m-PXxNfE5dLjvW2t9PxO4p

O ataque do Cruzeiro é o mais positivo até agora, mas goleou por quatro ou mais gols em três partidas. Além dos 4 a 2 no Paraná, o Goiás (GO) (4-2-3-1 MD) e o Juventude (RS) (4-2-3-1 MD) sofreram quando enfrentaram a Raposa em sua toca, o Mineirão. O Juventude (RS) perdeu por 5 a 1, em uma partida com uma expulsão para cada equipe, já o Goiás, recém-rebaixado da Série A, perdeu por 4 a 0, e deve ter lamentado o fato de Sebastião Oliveira não ter assumido a equipe na temporada passada.

Além do Paraná (PR) e do Goiás (GO), as outras duas equipes rebaixadas da Série A, o Londrina (PR) e a Ponte Preta (SP), também perderam para o Cruzeiro. O Londrina (4-2-3-1 MD) foi dominado no Mineirão, mas contra a Macaca, a partida foi bem mais complicada. A equipe campineira poderia ter tido um resultado melhor se houvesse convertido o pênalti aos 79, mas acabou perdendo por 1 a 0.

ACtC-3dBQVBO0D7oQfgDqRnfGBJyN2x3-DVBbZiJ

Não houve muitas partidas equilibradas fora as já citadas anteriormente, o Cruzeiro tem conseguido se impor diante dos adversários independentemente do local, seja no Mineirão ou em qualquer outro estádio. Quem, por exemplo, conseguiu amarrar a partida foi o Ceará (CE) (4-1-4-1), que corre risco de ser rebaixado. A vitória foi por 1 a 0 e o Cruzeiro arrematou apenas 10 vezes ao gol, mesmo com 59% de posse de bola.

Quem tenta seguir o Cruzeiro, torcendo por vários tropeços, é o Red Bull Bragantino, o vice-líder da Série B no momento, que somente há três rodadas chegou na atual posição. A equipe comandada por Thiago Larghi foi outra derrotada pelo Cruzeiro. Na partida no Mineirão, o Massa Bruta teve 62% de posse de bola, mas o Cruzeiro foi muito incisivo e fez 3 a 0.

ACtC-3fP4XFcg9DwspfbZTy_EfxmtwMfGWaF6fvf

Outras cinco equipes também tiveram mais posse de bola quando enfrentaram o Cruzeiro, o Atlético Goianiense (52%), Novo Hamburgo (52%), Ponte Preta (60%), Cuiabá (61%) e Oeste (57%). Mesmo assim, apenas Cuiabá e Oeste tiraram pontos do Cruzeiro com empates. 

ACtC-3enG0Rdmj5_cBkNrzIyrBfCcx87qiseS9PyACtC-3cDhwq63oMg5CLPWJIh9cQOB8Gbe5Qlmjvx

No momento, a equipe do Cruzeiro tem a média de 2,47 pontos por partida. Na Série B, a Chapecoense foi campeã (2026) com a menor média, 1,74. Fortaleza (2023) e Botafogo (2031) também conquistam o título com a maior média de pontos por partida, 2,18. Com média de 1,79 pontos por partida, ou seja, 68 pontos é improvável uma equipe não conseguir a promoção. O Cruzeiro caminha fortemente para a promoção e se coloca como o principal candidato ao título da Série B no momento.

ACtC-3ee-src5e2jXMyhfKr9XfTtGZPdItnu0sSa

Tudo parece ótimo, mas nem por isso está calmo.

Elenco, transferências e estatísticas: Sem limites para vender

A temporada 2034 tem sido muito boa até o momento para a equipe comandada por Sebastião Oliveira. Título estadual, boa campanha na Copa do Brasil e liderança isolada na Série B. Porém, a venda de jogadores importantes do time titular desagradaram o técnico.

É comum para quem joga na liga brasileira enfrentar o assédio de clubes estrangeiros no meio de nossa temporada. Isso acontece por vários motivos, entre eles. porque o Brasil é o maior exportador de jogadores e também porque a temporada brasileira e a europeia e de outros países não são coincidentes. Quando se joga com o diretor de futebol realmente controlando as transferências a sensação de estar com as mãos atadas aumenta.

No momento, o Cruzeiro se desfez de 25 jogadores em definitivo, gerando um valor de 111 milhões. No início de temporada, as saídas de Marcelo Tegue, Vandro, Érico e Fredinho foram bem contornadas pelo técnico e a equipe conquistou o Campeonato Mineiro. Contudo, as negociações não pararam. 

Titulares e reservas imediatos estão sendo negociados com outros clubes. O zagueiro argentino Agustín Suárez (média 6,96), que fez 8(1) partidas foi para o Fortaleza (CE). Todavia, as saídas mais sentidas foram de Jotapê e Lucas. Jotapê (20 gols, 6 assistências, 8 HdJ, média 7,37) em 27(3) partidas e Lucas (11 gols, 1 assistência, 4 HdJ, média 7,17, ) em 24(2) partidas. De quebra, o clube também negociou Júlio (2 gols, 3 assistências, 1 HdJ, média 7,0) em 9 (14) partidas, substituto imediato de Lucas. Ou seja, do time que inicialmente era considerado titular, Sebastião Oliveira já perdeu seis jogadores.  Thiaguinho e Josenilson disputam a vaga de Jotapê, Hugo substituiu Lucas/Júlio.

Nem só de saídas vive o Cruzeiro, o clube também contratou 11 jogadores, quatro por empréstimo, no valor de 49,5 milhões. Dois deles se tornaram titulares, o zagueiro Jhoan Rivas e mais recentemente o goleiro Marcelo. Dos contratados, quatro foram para o Sub-20. Os outros sete são defensores. 

ACtC-3dD-OXpQ5n2ydsbR5nwCfgBHNdfvkRU2d_GACtC-3cQuJRHqVGx5UiuP4O40zs4TILfsAIumBQ1

Com as saídas dos jogadores, o elenco tem 14 jogadores com médias acima de sete, mas uma observação mais detalhada nas estatísticas da Série B indica apenas 12 jogadores. Josenílson (7,14), Lúcio (7,11) e Jaílson Wieth (7,07) estão com média acima de sete na temporada, mas na Série B não estão. Já Valença, que na temporada tem média abaixo de sete (6,97), está com média 7,03 na Série B. É importante observar isso, já que é comum que as médias de jogadores fiquem infladas por conta do campeonato estadual. ACtC-3diOwF03c1QtV0e7CoBywtQg9b01W6HgBa8

Share this post


Link to post
Share on other sites
AllMight

No começo do save Sebastião teve um início de carreira ascendente mas em velocidade moderada. Porém agora nos dois últimos trabalhos a subida tem sido de forma meteórica e aposto que em mais umas duas temporadas o jovem técnico recifense estará em palcos internacionais disputando uma Libertadores da América.

Ótimo trabalho até aqui, conseguindo contornar as perdas de jogadores importantes com muita competência.

Boa sorte na sequência!

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

Que bela campanha. Esperávamos que fosse brigar pelo título, não que fosse sobrar desse jeito, daqui a pouco já vai precisar começar a ver qual o recorde de pontos da competição hehe.

Infelizmente o Flu de Feira não parece estar fazendo muita força para ficar na série B sem o Tião.

Vamos ver se vem o título invicto. Boa sorte no segundo turno.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
13 hours ago, AllMight said:

No começo do save Sebastião teve um início de carreira ascendente mas em velocidade moderada. Porém agora nos dois últimos trabalhos a subida tem sido de forma meteórica e aposto que em mais umas duas temporadas o jovem técnico recifense estará em palcos internacionais disputando uma Libertadores da América.

Ótimo trabalho até aqui, conseguindo contornar as perdas de jogadores importantes com muita competência.

Boa sorte na sequência!

E chegou ao post mais atual. Obrigado pela leitura.

Acho que o Íbis nos anos finais do primeiro decênio deram uma ajuda para a carreira do Tião e ali a carreira começou a embalar, sendo acelerada com a mudança para o Flu de Feira ,talvez a melhor escolha de Tião até aqui. A Liberta se aproxima, como você bem diz.

Com o Cruzeiro é de lamentar a venda de importantes jogadores. Poderiam vender outros menos importantes já que possuem um elenco grande.

Valeu.

 

2 hours ago, div said:

Que bela campanha. Esperávamos que fosse brigar pelo título, não que fosse sobrar desse jeito, daqui a pouco já vai precisar começar a ver qual o recorde de pontos da competição hehe.

Infelizmente o Flu de Feira não parece estar fazendo muita força para ficar na série B sem o Tião.

Vamos ver se vem o título invicto. Boa sorte no segundo turno.

A briga pelo título era o esperado e Tião esperava repetir a solidez defensiva do Flu de Feira, adicionando qualidade ofensiva que faltava à equipe baiana. Até agora ele tem conseguido e o resultado tem sido a vantagem no campeonato. 

A coisa tá difícil para o Flu de Feira. Até agora, as equipes que Tião dirige acabam caindo depois da saída dele na maioria das vezes. Acho que isso tem muita relação com o fato das contratações ficarem com a diretoria. Geralmente, os treinadors humanos contratam bem e organizam os clubes pequenos de uma maneira melhor e aí, quando deixam esses clubes, eles resistem por mais tempo. Aqui no save não tem sido assim. Além disso, se você se lembrar, eu disse que os empates da Série C e os empates ainda mais frequentes na Série B eram um indicativo dos limites do Flu de Feira. Parece que eu não estava enganado sobre isso.

Título invicto é complicado, mas vamos tentar. Obrigado.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
IgorRod1991

Mesmo perdendo parte dos jogadores tido como titulares, o time, em boa parte dos jogos, não teve muita dificuldades para vencer os adversários e vem fazendo uma ótima campanha na Serie B. Se a equipe conseguir manter esses resultados no returno, tem tudo para conseguir conquistar o acesso de forma antecipada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
1 hour ago, IgorRod1991 said:

Mesmo perdendo parte dos jogadores tido como titulares, o time, em boa parte dos jogos, não teve muita dificuldades para vencer os adversários e vem fazendo uma ótima campanha na Serie B. Se a equipe conseguir manter esses resultados no returno, tem tudo para conseguir conquistar o acesso de forma antecipada.

Bem decepcionado com a diretoria. Por "sorte", Tião tem conseguidosubstituí-los e a equipe mantém o ótimo desempenho. A expectativa é seguir adiante e garantir a promoção antecipada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Espera realmente que fosse brigar na parte de cima da tabela, mas não imaginava um atropelo tão grande. Sem dúvidas esse trabalho será um divisor de águas ainda maior na carreira do Tião e trará o primeiro título nacional da carreira do treinador.

Infelizmente o Flu de Feira não seguiu da mesma maneira sem o Tião, mas faz parte. Curti o Novo Hamburgo mais uma vez brigando pelo G4, tomara que subam. 

Gostei do Tiaguinho, me lembra muito os atributos do @Nei não cai (38D), mito. 

Boa sorte na sequência, GG!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
1 hour ago, ElPerroMG said:

Espera realmente que fosse brigar na parte de cima da tabela, mas não imaginava um atropelo tão grande. Sem dúvidas esse trabalho será um divisor de águas ainda maior na carreira do Tião e trará o primeiro título nacional da carreira do treinador.

Infelizmente o Flu de Feira não seguiu da mesma maneira sem o Tião, mas faz parte. Curti o Novo Hamburgo mais uma vez brigando pelo G4, tomara que subam. 

Gostei do Tiaguinho, me lembra muito os atributos do @Nei não cai (38D), mito. 

Boa sorte na sequência, GG!!

Eu estava confiante que pudesse repetir a solidez defensiva do Flu e com a expectativa de um ataque mais eficiente. Essa conjunção é algo que fica difícil de ser derrotada, não é mesmo? E é isso que está acontecendo. Primeiro? Você esqueceu os títulos das Séries B e C?

Eu temia pelo Flu. E está acontecendo o que eu imaginava. Sem os reforços que os treinadores humanos fazem fica difícil para uma equipe crescer por conta própria, geralmente a reputação acaba condicionando isso,.

O Novo Hamburgo é muito bom. Tentou no ano passado e está tentando novamente.

Vai ver que é por isso que ele já está fazendo das suas em campo.

Valeu, Perro. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
22 minutos atrás, ggpofm disse:

Você esqueceu os títulos das Séries B e C?

Havia me esquecido hahah

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

ACtC-3fjCv-Bzv_-_YUeSI0W-lOFA_kAt9nI6tIQ

 

Temporada 2034: Título e recorde

Série B: Já pode chamá-lo de “Rei do Acesso”?

O panorama que foi desenhado pelo Cruzeiro nas primeiras 19 rodadas da Série B foi confirmado no 2º turno da competição. Com 90 pontos, o Cruzeiro estabeleceu o novo recorde de pontuação, superando os 85 pontos feitos pelo Corinthians em 2008. A equipe mineira somou 19 pontos a mais do que o vice-campeão, o Red Bull Bragantino (4-1-2-3 sem extremos), responsável por uma das duas únicas derrotas do Cruzeiro na competição. A outra derrota foi na 25ª rodada diante do Volta Redonda (RJ) (4-2-3-1 MD).

ACtC-3fSUjD-ge3MVwNuvpA89eCmueqCcn3tyrU_

Outras quatro equipes também tiraram pontos do Cruzeiro, mas algumas ficaram próximas da vitória, como o Novo Hamburgo (RS) (4-2-3-1), que acabou promovido, depois de ter ficado em 6º lugar em 2033. Outros poderiam ter saído derrotados, como foi o caso do Juventude (RS) (4-1-4-1) e do Figueirense (4-2-3-1 MD), mas no geral, o Cruzeiro não fez muito para merecer os três pontos nessas partidas e contra a Ponte Preta (SP) (4-2-3-1 MD) fez uma das piores partidas diante de sua torcida.

Outra partida na qual o Cruzeiro não jogou bem foi contra o Goiás (GO) (4-2-3-1 MD), mas o Cruzeiro saiu com os três pontos do Serra Dourada. Nas demais partidas, o Cruzeiro seguiu seu caminho rumo ao retorno à Série A. Com um ataque eficiente e uma defesa muito difícil de ser vazada, a Raposa passou por seus adversários até conquistar o título antecipadamente.

Entre os derrotados estava a equipe anterior de Sebastião Oliveira,  o Fluminense de Feira (4-1-4-1), que acabou rebaixado para a Série C. Os outros três rebaixados, Ceará (CE) (4-1-4-1), Pelotas (RS) (4-2-3-1 MD) e Botafogo (PB) (4-2-3-1 MD) também foram derrotados.

Já na parte de cima da tabela, além da derrota para o Red Bull Bragantino na última rodada e o empate com o Novo Hamburgo (RS), o outro promovido, o Paraná (PR) (4-2-2-2) acabou goleado pelo Cruzeiro por 4 a 1, depois de ter saído na frente aos 11 minutos.

ACtC-3eInkOh-s18rWReSXGKVskE1xhibItyiQsE

Fora a goleada sobre o Paraná (PR),  outra equipe que sofreu mais de quatro gols do Cruzeiro no returno foi o Atlético Goianiense (GO) (4-4-2 diamond), que havia empatado em 2 a 2 no 1º turno.

Das quatro equipes rebaixadas da Série A do ano passado, apenas o Paraná (PR) retornará. Os outros três não conseguiram e ficarão pelo menos mais uma temporada na Série B. Londrina (PR) (4-2-3-1) e Goiás (4-2-3-1 MD) ficaram longe da vaga, mas a Ponte Preta (SP) ficou a dois pontos da subida e ainda perdeu a decisão da Copa do Brasil.

ACtC-3fpm5vxNrgE8Ipcwu1b--ae-XyADuMGslBC

A campanha do Cruzeiro foi marcada pela solidez, desde a 13ª rodada o Cruzeiro assumiu a liderança e não largou mais, conquistando a promoção na 32ª rodada e o título na rodada seguinte, a 33ª. O Cruzeiro finalizou a Série B como o 1º lugar em ambos os turnos, com a  melhor campanha em casa e fora, com mais vitórias (27), com melhor saldo de gols (+60), mais gols marcados (76 gols, média 2,0) e menos gols sofridos (16 gols, média 0,42).

ACtC-3cYltwpBHGkS1h4Wtr6CeITS09PAV9B6n9GACtC-3c1XC3q4z2KvVgKwEro63PUsg0Jp7ZHvzKw

ACtC-3dMvrVO6sdERFSKLs4BatAZ8rpY-GiRuq8h

Será que já dá para chamar o Sebastião Oliveira de “Rei do Acesso”? São sete acessos em campeonatos nacionais, três com título, e outras quatro promoções em estaduais, uma com título.

Elenco, transferências e estatísticas: Thiaguinho, artilheiro da Série B

Quem achou que a diretoria do Cruzeiro pararia de negociar seus jogadores se enganou. Depois de ter negociado 25 jogadores em definitivo, houve mais quatro jogadores vendidos, dois deles titulares, Everaldo (0 gol, 7 assistências, 0 HdJ, média 7,23) em 22(1) partidas e Berto (4 gols, 3 assistências, 3 HdJ, média 7,25) em 30(2) partidas, ambos volantes, mas que jogavam, respectivamente, como lateral direito e zagueiro.

Por conta de todas as transferências dos jogadores do Cruzeiro para outros clubes, apenas quatro jogadores permaneceram como titulares desde o início da temporada: o goleiro Douglão, o meia-externo esquerdo Barovero e os volantes Zé Anderson e Valença. Os demais foram substituídos, alguns mais de uma vez. Marcelo Tegue foi vendido e substituído por Jhoan Rivas. Érico foi vendido, foi substituído por Berto, que também foi vendido e substituído por Álvaro. Fredinho foi vendido, substituído por Everaldo, que foi vendido e substituído por Maurício. Lucas foi vendido, substituído por Júlio, que também foi vendido e substituído por Hugo. Vandro foi vendido e substituído por Braulio Cantú. Jotapê foi vendido e substituído por Thiaguinho.

ACtC-3eYjy9HPcaKZoY_NHO3Uu_20zdFjxRtJAolACtC-3f_yDZUH4b_8V4c_iO2Iy_iKzVUcVCLLwTT

Ao término da temporada, 14 jogadores alcançaram média acima de 7, sendo que alguns jogadores se destacaram em situações adversas. Por exemplo, o volante Maurício, que chegou por empréstimo e acabou sendo deslocado para a lateral direita para substituir Everaldo, que foi vendido ao Galatasaray (Turquia). Outro que se destacou foi Thiaguinho, que teve a responsabilidade de substituir Jotapê, negociado com o Saint-Etienne (França), e mesmo assim foi o artilheiro da Série B com 19 gols tendo jogado 24(5) partidas na competição e o 2º Melhor Jogador da Série B. Outro que ajudou muito foi Luís Gustavo, que substituiu Braulio Cantú, contundido da 20ª rodada até a 35ª rodada.

Tática: análise prejudicada

Quando a tática foi montada para a temporada, a expectativa era que o Número 10 (atacar), ou seja, o Trequartista, contribuísse com assistências para o centroavante. Creio que não tenha funcionado muito bem, mas a análise ficou prejudicada pelas mudanças de jogadores na posição. Então, fica para uma próxima. Abaixo as estatísticas dos jogadores que jogaram na posição durante a temporada:

  • Lucas: 11 gols, 1 assistências, 4 HdJ, média 7,15 em 25(2) partidas
  • Julio: 2 gols, 4 assistências, 1 HdJ, média 6,98 em 9(15) partidas
  • Hugo: 5 gols, 5 assistências, 2 HdJ, média 6,96 em 25(8) partidas

Durante a temporada, duas mudanças táticas foram promovidas. Damián Barovero atuava com Extremo (apoiar) e a partir da partida contra o Atlético Mineiro, na fase classificatória do Campeonato Mineiro, passou a jogar como um Organizador Aberto (apoiar). Do outro lado, quando Braulio Cantú  jogava, ele atuava como Extremo (apoiar), mas com Luís Gustavo na posição, a função era de Extremo Invertido (apoiar).

Finanças: Seguro

Com as negociações que geraram 148 milhões, no momento, o Cruzeiro tem um saldo global de mais de 192 milhões, sendo que na temporada, o lucro é pequeno, quase 17 milhões, mas muito abaixo dos 90,8 milhões da temporada passada.

ACtC-3eGG4Oak_HuLAlARjrlSwkSRAiDaP-xBaYh

Para a próxima temporada, essa situação deve melhorar com as receitas vindas da Série A. ACtC-3diOwF03c1QtV0e7CoBywtQg9b01W6HgBa8

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

Parabéns pelo título e pelo recorde. Bem que eu comentei que seria necessário dar uma olhada no recorde de pontuação da Série B haha.

E o que dizer do ataque e da defesa hein? 15 gols feitos a mais que o 2º melhor ataque e 13 sofridos a menos que a 2ª melhor defesa é algo de se tirar o chapéu. Talvez o que faltasse nos outros clubes fosse apenas maior qualidade na frente. Com um time mais qualificado, conseguiu fazer muitos gols e continuou levando poucos.

No mais, boa sorte na Série A. Vamos ver onde o "Rei do Acesso" chegará na sua primeira temporada na elite.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
On 11/26/2020 at 8:25 AM, div said:

Parabéns pelo título e pelo recorde. Bem que eu comentei que seria necessário dar uma olhada no recorde de pontuação da Série B haha.

E o que dizer do ataque e da defesa hein? 15 gols feitos a mais que o 2º melhor ataque e 13 sofridos a menos que a 2ª melhor defesa é algo de se tirar o chapéu. Talvez o que faltasse nos outros clubes fosse apenas maior qualidade na frente. Com um time mais qualificado, conseguiu fazer muitos gols e continuou levando poucos.

No mais, boa sorte na Série A. Vamos ver onde o "Rei do Acesso" chegará na sua primeira temporada na elite.

Valeu, div.  Você percebeu antes. Análise afiada. Parabéns.😁

O Cruzeiro ficou longe ainda de marcar o número de gols de suas equipes, mas a média de 2 é boa em várias situações e a defesa está sendo o meu xodó. Quero ver se repito esse desempenho até o fim do save.  Eu sempre achei isso, mas às vezes parece desculpa de quem não está conseguindo fazer o time jogar, né? É mais fácil falar que não tem jogadores bons, que o diretor não contratou bem e outras desculpas que tiram de responsabilidade da gente, do que admitir, pelo menos, uma parcela de responsabilidade. É o velho, eu ganho, nós empatamos e vocês perderam. No Íbis, eu disse que errei ao insistir com os novos contratados. Com o Flu de Feira eu vi que a coisa ia ficar apertada já na Série C, com muitos empates, e acabou se confirmando na Série B. Com o Cruzeiro, de certa forma, serviu para mostrar que eu não estava errado e contou como um ponto positivo para o Tião. Foi uma "resposta aos críticos".😁

Obrigado. Sua fonte é boa, já sabe até que o Tião segue no Cruzeiro. Os times nordestinos sempre despertam sentimentos no Tião, ainda mais os que estão sem técnicos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

ACtC-3fjCv-Bzv_-_YUeSI0W-lOFA_kAt9nI6tIQ

 

Zico, Maradona e Jacozinho

Durante sua vida, Maradona teve uma relação próxima com o Brasil e os brasileiros, que envolveu mais amor, do que ódio. Basta lembrar, por exemplo, que um dos ídolos de infância de Maradona era Rivelino, ou que na melhor fase de sua carreira, no Napoli, ele teve a companhia dos brasileiros e amigos Careca e Alemão. Maradona jogou poucas vezes em gramados brasileiros vestindo a camisa da seleção argentina, ou do Boca Juniors e ou do Sevilla e também em partidas festivas promovidas por Zico e foi em uma delas que ele conheceu Jacozinho.

Givaldo Santos Vasconcelos, o Jacozinho, nasceu em Gararu, Sergipe. Ponta-direita rápido e driblador, aos 29 anos jogava em Alagoas e era ídolo do CSA, clube que viveu nos anos 80 uma grande fase com seis títulos estaduais (1980, 81, 82, 84, 85 e 88) e três vice-campeonatos da Série B (1980, 1982 e 1983).

Graças aos seus gols e dribles e às reportagens de Márcio Canuto na Rede Globo, Jacozinho ficou conhecido em todo o Brasil e acabou participando da partida que marcou o retorno de Zico ao Flamengo em 12 de julho de 1985. 

A partida foi entre Flamengo e um time vários jogadores conhecidos, os Amigos de Zico. Jacozinho, que não estava convidado para a festa, acabou participando dela em um arranjo que envolveu George Helal, presidente do Flamengo, e Washington Rodrigues, radialista da Rádio Globo.

Além de Zico, que retornava ao Flamengo depois de quase dois anos na Udinese, da Itália, a partida contava com vários nomes, tais como Falcão, Roberto Dinamite, Toninho Cerezo, Júnior, Edinho, Éder, entre outros, e o principal convidado era o argentino Maradona.

ACtC-3eOt8hKrvuHYh1g8_iOw7CJ2S-4mw_wbo4Y

Mais de 39 mil pessoas compareceram ao Maracanã para a partida festiva. O Flamengo comandou o amistoso facilmente e fez dois gols no 1º tempo, com Tita, aos 17, e Marquinhos, aos 19. No 2º tempo, com várias substituições de ambos os lados, a partida caiu de ritmo, mas quando Telê Santana, técnico da equipe dos Amigos de Zico, mandou Jacozinho a campo, aos 19 do do 2º tempo, em substituição a Falcão, a torcida se agitou.

ACtC-3e4x5UfQy33FnFkfJXqVA--pmeOMAo-8xLR

Poucos minutos depois, aos 24, o dono da festa, Zico, marcou um gol de falta praticamente sem ângulo, mas o momento apoteótico da partida ainda estava por vir.

Aos 26, Maradona, que jogou os 90 minutos da partida, lançou Jacozinho por trás da zaga. O pequeno Jacozinho (1,62m) deu uma meia-lua no goleiro Cantarele e chutou para marcar o gol para delírio da torcida no estádio, que festejou como se fosse um gol do Flamengo.

A partida terminou 3 a 1 para o Flamengo com Jacozinho atraindo os holofotes mais do que Zico, o anfitrião, e Maradona, o convidado especial. Zico ficou chateado com toda a badalação em torno do jogador do CSA, mas não com Jacozinho, e aparentemente havia motivo para isso. Para trazer Zico de volta ao Flamengo, a Rede Manchete participou ativamente de todo o processo. A partida entre o Flamengo e os Amigos de Zico com a presença de Maradona e vários outros jogadores brasileiros foi transmitida para todo o Brasil pela TV Manchete e Zico considerou que a entrada do folclórico Jacozinho foi uma armação da Rede Globo para atrapalhar a Manchete,  a concorrente da Globo naquele momento.

A festa que era de Zico e tinha Maradona como grande convidado, acabou se tornando a festa de Jacozinho, que teve seu dia de glória no Maracanã, mesmo com Maradona e Zico em campo. ACtC-3diOwF03c1QtV0e7CoBywtQg9b01W6HgBa8

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Segundo turno foi quase um espelho do primeiro, a não ser pelas duas derrotas. Parabéns pela temporada (quase) perfeita, GG! A eliminação na CdB acabou sendo um mero detalhe depois desse recorde na Série B e do título estadual. Acredito que a próxima temporada será a grande chance do Cruzeiro se reestabelecer no cenário nacional. 

Tião já está quase um Givanildo hahah, espero que agora possa se tornar um Gallardo ou JJ e conseguir se erguer como um dos grandes do continente.

Cara, foram 16 assistências do Barovero. A maioria delas foi como OA? Eu já vi algumas vezes usarem o OA dessa forma, mas nunca entrei mais a fundo se ver como a função se desenvolve. Sei que é basicamente a função que o Koke faz no Atleti do Simeone. Agora fiquei curiosa pra testar hahha. Já usei o N10 no ataque, como MOC faz tempos que não uso e nem me recordo mais das características. De qualquer forma, foram ótimas mexidas a considerar o recorde na Série B e essa zaga maravilhosa, sofrendo apenas 16 gols, mesmo com o time jogando pra frente.

Ótima reportagem, ainda mais em uma semana nostálgica para quem ama o Futebol. Maradona parecia eterno, mas só mostrou que somos todos seres humanos, mesmo com toda genialidade, e por isso devemos aproveitar nossos ídolos enquanto eles estão vivos, embora eles viverão pra sempre em nossa memória, como foi Airton Sena, que ainda me inspira até hoje. Quanto ao Jacozinho, sensacional hahah. Aposto que o FM se inspirou em alguns Jacozinhos por aí.

Boa sorte na sequência, GG!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm
12 hours ago, ElPerroMG said:

Segundo turno foi quase um espelho do primeiro, a não ser pelas duas derrotas. Parabéns pela temporada (quase) perfeita, GG! A eliminação na CdB acabou sendo um mero detalhe depois desse recorde na Série B e do título estadual. Acredito que a próxima temporada será a grande chance do Cruzeiro se reestabelecer no cenário nacional. 

Tião já está quase um Givanildo hahah, espero que agora possa se tornar um Gallardo ou JJ e conseguir se erguer como um dos grandes do continente.

Cara, foram 16 assistências do Barovero. A maioria delas foi como OA? Eu já vi algumas vezes usarem o OA dessa forma, mas nunca entrei mais a fundo se ver como a função se desenvolve. Sei que é basicamente a função que o Koke faz no Atleti do Simeone. Agora fiquei curiosa pra testar hahha. Já usei o N10 no ataque, como MOC faz tempos que não uso e nem me recordo mais das características. De qualquer forma, foram ótimas mexidas a considerar o recorde na Série B e essa zaga maravilhosa, sofrendo apenas 16 gols, mesmo com o time jogando pra frente.

Ótima reportagem, ainda mais em uma semana nostálgica para quem ama o Futebol. Maradona parecia eterno, mas só mostrou que somos todos seres humanos, mesmo com toda genialidade, e por isso devemos aproveitar nossos ídolos enquanto eles estão vivos, embora eles viverão pra sempre em nossa memória, como foi Airton Sena, que ainda me inspira até hoje. Quanto ao Jacozinho, sensacional hahah. Aposto que o FM se inspirou em alguns Jacozinhos por aí.

Boa sorte na sequência, GG!

Foram parecidos, mesmo. A temporada foi ótima em vários sentidos, a CdB, pelo tamanho atual do clube não pode ser vista como fracasso. Fazia muito tempo que a torcida não comemorava dois títulos em mesmo ano. Se o Tião seguir no Cruzeiro, o que posso lhe garantir é que o objetivo dele não será lutar contra o rebaixamento.

Ele tá ficando famoso no meio, mas para os dois técnicos citados ele ainda vai ter que caminhar bastante. Mas ele tem tempo, já que começou a carreira cedo.

Quando o Barovero passou a jogar de OA (apoiar), ele tinha feito 10(1) partidas e tinha 4 assitências e três gols. O restante foi a partida dos 3 a 0 contra o Galo. Acho difícil dimensionar se houve melhora com os números por conta do desnível dos campeonatos, o Mineiro e a Série B. Além disso, o Barovero é cobrador de faltas e de escanteio em um dos lados e o Cruzeiro marcou gols de faltas indiretas e escanteios, então é mais complicado fazer essa análise. Mas mesmo assim, é importante registrar que as assistências foram numerosas e isso é algo que desejamos, não é mesmo? Tem também a questão que jogar com funções diferente em lado opostos pode gerar uma certa bagunça para a IA que, no caso, teve que lidar com um OA (apoiar) e do outro lado, ora com o um Extremo (apoiar), ora com um Extremo Invertido (apoiar). Finalizando, é muito bom quando o que pensamos na teoria funciona na prática, não é? Afinal, teoria sem a prática fica uma coisa vazia, só papo de manual.

O que posso lhe dizer, é que também foi a primeira vez que utilizei a função. Se você olhar nas instruções na função verá o OA (apoiar) se a proxima das posições interiores do campo (encurtar linhas) e quando está com a bola prefere jogar afunilado (cortar para dentro), diferentemente de um extremo que tem as opções ativas "manter-se abertos" e "ir para zonas abertas". Ele terá liberdade para "deambular", mas é um jogador que privilegiará os passes mais arriscados e menos arremates e menos cruzamentos. O Barovero, com exceção de Trabalho em Equipe (atributo chave) (10 um pouco abaixo da média da Série B) tem todos os atributos para a função, mas obviamente não é excelente nelas, exceto passe, técnica e agilidade que são acima de 16. Não é importante para a função, mas ele tem 17 em decisão. 

Por fechar mais para o meio, eu acho importante pensar em um jogador, geralmente um lateral que dê a amplitude e procure ir mais ao fundo, inclusive para se tornar uma possibilidade para receber os passes do OA . Com o Barovero, vi jogadas que não acontecem com um extremo (apoiar), por exemplo, ele receber uma bola, dominar e lançar o meu centroavante (Jotapê) entre os zagueiros e nas costas deles, em vez de pegar a bola e avançar carregando ela. Essa jogada foi  contra o Galo naqueles 3 a 0. O Atlético havia atacado, o meu goleiro pegou a bola e saiu jogando com o número 22, que passou a bola para o Barovero, que fez o lançamento que resultou no 3º gol.

ACtC-3cJxldHphsHV91DWSQDcwKy0G4C1yBSw_rp

Abaixo tem dois mapas térmicos de partidas com o Barovero em campo. A primeira da partida entre Cruzeiro e Atlético, na partida de volta da final do Mineiro. Vitória 1 a 0 do Cruzeiro. Dá para ver diferenças. O Cruzeiro ataca da esquerda para direita. O Barovero, jogando de OA (apoiar) está do lado esquerdo e tem uma mancha mais para a faixa central do gramado. Do outro lado temos o Cantú, que joga de Extremo (apoiar). Dá para ver nitidamente como ele fica bem mais colado à linha lateral e também os pontos onde ele permaneceu mais tempo. O Barovero tem dois.

ACtC-3erZoapAeEYXeKiaXv2K-LfKya7okJkJSHk

Agora, outra partida, mas pela Série B. No mesmo sentido, o Cruzeiro ataca da esquerda para direita. Temos o Barovero como um OA (apoiar) e do lado direito não jogamos com um Extremo (apoiar), mas com Luis Gustavo como Extremo Invertido (apoiar). Dá para ver como ambos não ficam tão abertos, mas possuem comportamentos diferentes. A mancha do Baroverto se parece com a da outra partida e aí acho que fica claro porque falei do lateral subindo por ali. E a do Luis também é mais fechada, mas ela chega na área, algo que o OA (apoiar) não precisa fazer porque a função dele é outra, está na organização.

ACtC-3cfDj9ZuDsvLJNkxXVRijhz3xEgqsOzHG96

A zaga tem sido algo que estou olhando com bastante cuidado, como nunca olhei antes, mas preciso testá-la em mais alto nível. 

Fiz correndo o texto sobre essa partida por conta do falecimento do Maradona. Ela estava prevista para mais adiante, com o destaque para o nordestino Jacozinho, que é a temática principal do save. Mas a morte do Maradona mudou a prioridade. Pois é, essa partida é de um tempo que o até o futebol profissional tinha muito de divertimento. Quando eu estava fazendo um save com o Cádiz, ele também tinha os posts históricos, e o Cruyff faleceu. Eu também fiz um post com uma história ligando o jogador ao save. Faz tempo que tinha certeza que o Maradona teria dificuldades para envelhecer, como por exemplo, como o Pelé. Ele viveu uma vida com muitos excessos e toda vez que diziam que ia para o hospital, eu pensava que algio podia dar errado. E dessa vez deu. Um pena, morreu cedo. Lembro quando começamos a vê-lo pela TV jogando...

Vaelu, obrigado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Excelente, GG!! Quase um mini manual sobre a posição hahah. Já tentei a função do extremo invertido, tentando uma variação por dentro, mas nunca consegui certo o que eu queria. Parece que essa função de OA, pelo mapa térmico, é exatamente o que eu queria na época, um jogador que jogasse pelas pontas, fechasse e iniciasse as jogadas. Valeu demais por trazer os prints, foi de muita ajuda. Em um futuro próximo irei testar e trago aqui pra gente ver como foi. 

Valeu, GG!! 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Antes de começar com a tradução do texto Enganche no FM, essa é uma mensagem para dizer que esse texto foi feito com material do FM 2019, entretanto, não significa que ele não possa trazer informações relevantes para as versões anteriores ou até mesmo para o FM 2021. Isto posto, vamos ao que interessa.
      O Enganche no FM: O 10 perfeito?
      O camisa 10 clássico, existe um certo romantismo em torno do conceito do camisa 10 clássico. A posição reservada para aquele jogador que pode decidir a qualquer momento, que você pode vencer jogos sozinhos através de criatividade e astúcia. Nunca foi essencial para esse armador recuar e ajudar na fase defensiva do jogo, seus companheiros de equipe carregavam o piano e em torno, seriam pagos com magia, realizando seu show no espaço atrás de um atacante ou dois.
      Infelizmente, duas mudanças no futebol transformaram o camisa 10 em algo redundante.
      Primeiro as defesas ficaram mais espertas com o jogador posicionado no espaço entre o atacante e a linha de meio-campo e depois os times começaram a pressionar dentro do campo de defesa do adversário. De repente, o armador tinha a obrigação de pressionar na fase defensiva, a ênfase agora não é só no que o armador faz com a bola, mas também em como ele atua sem ela. Assim, com o tempo, o estilo do tradicional 10 mudou de elegante para funcional.
      Mas a função, é claro, está presente no Football Manager e os clássicos camisas 10 ainda permanecem no jogo. Dessa forma, o guia Enganche no FM busca tentar encontrar o perfeito camisa 10.
      Por que usar um Enganche?
      Mobilidade do jogador
      De forma a extrair o melhor do seu elenco, às vezes é preciso se questionar o que seus jogadores não podem fazer. Você ter um meia-atacante que simplesmente não tem a mobilidade necessária para cobrir o máximo de terreno possível. Jogadores em funções como Armador Avançado, que adoram se movimentar, ou o Atacante Sombra, que vive aproveitando os espaços deixados pelos adversários, acabam não sendo ideais para esse tipo de jogador e isso pode acabar significando que seu jogador tem dificuldades de lidar com as exigências físicas colocadas sobre ele.
      Portanto é necessario escolher uma função que permitam que as qualidades do jogador floresçam, ao invés de expor suas fraquezas. Nós, frequentemente, vemos esse dilema num jogador mais velho do elenco; aqueles que aprendem o jogo e portanto permanecem técnica e mentalmente preparados para o alto nível, mas tem atributos físicos fracos. Dessa forma, o Enganche é a função perfeita para eles, porque ele vão se manter avançados no campo e buscarão aquelas enfiadas de bolas para criar oportunidades.

      Um bom Enganche deve ter altos atributos de Frieza, Decisões, Primeiro Toque, Passe, Técnica e Visão. Alguns movimentos preferidos desejáveis são "Gere o ritmo de jogo" (para que o Enganche possa modificar a temporização de acordo com a necessidade da partida), "Faz tabelas" (para facilitar um estilo de passe) e "Tenta enfiadas de bola frequentemente" (porque, resumindo, é sensacional).
      Estilo de jogo
      O armador é uma engrenagem fundamental em exibir sua filosofia de jogo. É essencial que você escolha a função certa, senão você corre o risco de diluir o seu estilo. Por exemplo, se você quer sufocar o adversário e controlar o jogo com posse de bola, então, o Armador Avançado é a função mais adequada. Entretanto, se você deseja um estilo de jogo mais arriscado ou mais direto então o Enganche é uma boa escolha. Você também irá perceber que o Enganche é programado para para driblar menos e segurar posição. Isso é extremamente único no mundo da armação no futebol de hoje, onde toques e dribles realizados são usados como estatísticas pós-jogo desejáveis. Mas pense dessa forma: quanto mais toques e dribles um jogador dá mais lento seus ataques serão.
      Tática exemplo
      Também é importante notar que o Enganche não é esperado a carregar a bola para dentro da área, ou invadir a grande área, ele será mais estacionário que outras funções de camisa 10 (como o Trequartista, por exemplo). Logo, por essa razão, ele precisa de jogador ao seu redor que façam esse tipo de movimentação. Logo, nós precisamos de uma formação e tática que permita que o Enganche floresça.
      Como um amante do futebol argentino, a formação que tradicionalmente usa um Enganche é o 4-3-1-2. Nessa formação, o Enganche tem proteção e movimentação na linha de três meias-centrais atrás dele, além de dois atacantes adiante para alargar o jogo e dar ao nosso 10 clássico espaço para operar. Nos flancos, é interessante ter um Ala Completo dando apoio, largura e uma opção para o Enganche alargar o jogo caso não tenha opções pelo meio. Do outro lado, um Lateral defendendo, garantindo assim a segurança adequada para eventuais contra-ataques do adversário.

      Você pode ver que o camisa 10 está alocado atrás de um Atacante Completo e um Falso 9. O Atacante Completo irá movimentar-se além da sua posição e também irá buscar os espaços para o Enganche achá-lo. Também é importante ter alguém próximo ao Enganche que irá recuar um pouquinho e dar combatividade aos marcadores adversários e ajudar a bola chegar ao pé do Enganche, por isso o Falso 9. Outro fator do Falso 9 é que ele ajuda a atrair a marcação dos defensores adversários, criando mais espaço para o Enganche brilhar.
      Como o Enganche atua no FM?
      Nesse 4-3-1-2, o Enganche se beneficia das instruções coletivas que afunilam as jogadas pelo meio do campo. Nossa linha de pressão mais baixa também aproxima nosso armador recuado dos zagueiros, que são instruídos a saírem tocando de trás. Os dois meias-centrais mais abertos são instruídos a ficarem mais abertos e tocarem curto, o objetivo é mover a bola adiante e construir as jogadores em torno do Enganche, mas sempre lembrando que o Ala Completo está sempre lá para dar aquela opção fora do núcleo da jogada.

      Você pode ver pelo gráfico de calor e de passes recebidos que o Enganche atua centralizado. Ele recebeu 50 passes na nossa vitória caseira por 4 x 0, também é possível ver os passes-chave (onde ele liderou nesse quesito com três passes). Ele jogou os 90 minutos, deu duas assistências e 177 toques na bola.
      O Enganche não vai ser a função de camisa 10 favorita de todo mundo. Ele não vai dar muitos dribles ou arrancadas maravilhosas para dentro da área adversária, mas ele certamente irá oferecer uma certa quantidade de elegância e talento se você montar uma tática em torno dele. Por que você não e faz o mesmo?
      Texto traduzido por Henrique M. para o FManager Brasil e Engenharia do Futebol
      Fonte: https://www.footballmanager.com/the-byline/perfect-number-10-wednesday-wisdom
    • limaumasdfghj
      By limaumasdfghj
      Olá galerinha
      Seguinte, tenho um save no FM com um time meu criado que joga na PL, tenho esse problema desde o começo dele, achei que era por conta do meu time ter um nível ruim, mas após 3 temporadas o time segue pecando nas finalizações, precisa de uns 15 chutes a gol pra marcar 1 mísero gol, são raros os casos em que o ataque é produtivo, enquanto isso no outro setor embora os defesores tenham bons atributos normalmente os adversários precisam de uns 5 chutes pra marcar algum gol, e quase sempre a gente toma de contra-ataque. 
      Sempre busquei fazer minhas próprias táticas, o time sempre jogou melhor no 4231 então fiz a tática baseado nisso e vou anexar aqui as imagens da minha tática, o time é de qualidade, mas raramente consegue mostrar em campo a qualidade que tem nos atributos, meus atacantes tem todos mais de 15 de finalização e os zagueiros tem 16 de desarme.
      Quem puder me ajudar a entender os erros da minha tática ou dos meus jogadores agradeço, comecei a jogar faz uns 2 meses e sempre é bom entender mais sobre esse jogo.
      (ignora o fato dos jogadores que não existem esse save é uma ideia de uns amigos meus)

    • ElPerroMG
      By ElPerroMG
      Em todos os meus saves, desde que comecei a jogar FM, sempre fui vislumbrado por utilizar a divisão de base no FM. Esse amor pelo base só aumentou quando comecei acompanhar de perto o futebol argentino nos últimos anos. Devido a crise no país, os times são obrigados a utilizar o que de melhor em sua categoria jovem para formar elencos competitivos. O maior exemplo disso, e minha maior inspiração, é o que faz Gallardo no comando do River. Nos últimos anos, Gallardo revelou diversas jóias como Emanuel Mammana, Exequiel Palacios, Gonzalo Montiel, Martinez Quarta, Júlian Alvarez, Benjamín Rollheiser entre outros. Devido a essa inspiração no trabalho do Muñeco e minha idolatria pela utilização da base, resolvi abraçar o Desafio da base no FM20, principalmente por conta das melhorias que foram feitas no acompanhamento da base nessa versão do FM. Acompanhei 2 sagas com esse modelo aqui no fórum, a do Ari com o Jaraguá e a do Henrique com a Caldense, que também me serviram de inspiração.

      Como um bom mineiro, não quis fugir do estado na escolha do clube, e, pra falar verdade foi até fácil a escolha. Escolhi o Boston City FC Brasil, time criado em 2018 exatamente com essa ideia - O clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.

      Utilizando somente nossas fornadas, tentaremos atingir os seguintes objetivos:
      Equipe
      Utilizar somente a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa.  Ter um jogador formado no time convocado para a seleção Ter um jogador formado no clube disputando uma Copa do Mundo Ter eleito o melhor jogador da América do Sul Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo.  Ter eleito o melhor jogador do mundo.  Clube
      Possuir o melhor centro de treinamento profissional de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento de base de Minas Gerais Possuir o melhor centro de treinamento profissional do Brasil Possuir o melhor centro de treinamento de base do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Minas Gerais (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador do Brasil  (2042, 2043) Se tornar o principal clube formador da América do Sul Se tornar o principal clube Mineiro Se tornar o principal clube Brasileiro Se tornar o principal clube da América do Sul Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo  Títulos
      Chegar a elite do campeonato mineiro (2025) Ganhar o Campeonato mineiro Ganhar a Taça Minas Gerais (2036) Chegar a elite do campeonato brasileiro (2042) Ganhar o Brasileiro série A Ganhar a Copa do Brasil Ganhar a Super Copa do Brasil Ganhar a Sul Americana Ganhar a Libertadores Ganhar a Recopa Sulamericana Ganhar o Mundial de clubes
      O Boston City F.C Brasil é um clube de futebol brasileiro profissional sediado na cidade de Manhuaçu – MG. O Clube foi fundado no Brasil em Janeiro de 2018 por seus idealizadores, o empresario brasileiro Renato Valentim e o Ex Craque do futebol Internacional o brasileiro Jorge Ferreirra, mais conhecido como Palhinha.
      A filial brasileira do Boston City F.C Brasil foi criada após o enorme sucesso e destaque de sua matriz americana, o Boston City F.C, que hoje tem sua sede na cidade de Boston – EUA . O Clube brasileiro foi criado com a missão de ser autossuficiente no que diz respeito ao desenvolvimento de seus próprios atletas. O clube hoje já conta com uma excelente infraestrutura para o apoio, suporte e desenvolvimento de seus jogadores.
      No mesmo ano de sua fundação o clube teve sua filiação junto ás principais entidades do futebol brasileiro, Federação Mineira de Futebol (FMF) entidade maxima do futebol para o Estado de Minas Gerais e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entidade máxima do futebol para o Brasil. O Clube já conta com quatro categorias de base e uma equipe profissional nas quais disputam os principais campeonatos estaduais.
      O Escudo bem como as cores oficiais do Boston City F.C Brasil seguem as mesmas de sua matriz americana, O escudo: Leão Rampante dominando uma bola de futebol com a cidade de Boston como plano de fundo da imagem. Suas cores oficiais são: Vermelho, Azul e Branco.

       

       
       

    • Ibarra
      By Ibarra
      Boa tarde Galera,
      Então, estou trazendo para a Comunidade do FManager Br um projeto novo para o FM20 chamado FManager Brasil Ultimate Update (by Ibarra). Sim, comprei o FM20 com 33% de desconto na promoção e vou seguir com este maravilhoso projeto e compartilhar junto com vocês.
      Lembrando que este projeto é totalmente da minha autoria e totalmente gratuito.
      Então vamos ao conteúdo do update:
      Brasileirão Séries A, B, C, D e Divisão Inferior totalmente atualizadas e regionalizadas; 9 Ligas Adicionais Jogáveis e compatíveis com as divisões do Brasil (são elas Arábia Saudita, Japão, Qatar, Emirados Árabes,Tailândia, Bolívia, Paraguai, Equador e Venezuela), o que deixa mais realista o modo de transferências de jogadores e nas partidas da Libertadores e Sul-americana; Transferências Nacionais e Internacionais 100% atualizadas no Brasil e em toda a parte do Mundo. Se o save estiver travando e demorar a prosseguir por favor não se assustem pois ou é do numero excessivo de jogadores jogáveis na carreira ou máximo de ligas tb selecionadas, mas n se assustem tá funcionando perfeitamente. Podem jogar de boa com a Liga dos Estados Unidos junto com as Ligas do Brasil. Jogadores e Staff Criados. Agentes Criados. Wonderkids Novos. Acessos e Rebaixamentos dos Campeonatos Internacionais 2020/2021 nomeadamente em Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha, França, Portugal e Holanda. Na Database do Japão estava nas ligas do Próprio País alguns jogadores repetidos que foram todos removidos, Bueno que estava ainda no Kashima Antlers está agora no up no Atlético Mineiro. Muitas outras novas mudanças. Configuração dos Campeonatos Brasileiros atualizados junto com a Liga de Seychelles (Podem começar a jogar no Brasil quando quiserem e bem lhe apetecer desde arquivos que vão de 2018 a 2029 lembrando que só podem escolher um calendario para jogar quando forem começar um save se escolher todos não vai dar). Para quem quiser iniciar o save no Brasil inicia o save sempre em Seychelles. Novidade em relação á Copa Mundial de Clubes da FIFA que é um arquivo que está configurado para 2019 ou seja quando começarem os campeonatos brasileiros junto com a liga de seychelles a partir de 2020 já está configurado os detentores do titulo no Qatar, Liverpool como campeão, como vice Flamengo, e como terceiro posto Al Hilal e tb o respetivo estádio que foi o Khalifa International Stadium. Novidade com a Liga do Canadá inclusa. Para quem começa um save com o Ji-Paraná esse já está disponivel para jogar o campeonato estadual rondoniense e por lá estão os 11 times rondonienses configurados.  
      🔰Estrutura completa do update!

      O Update é compatível somente com a versão 20.4, e não funciona no FMTouch nem em FM Pirata.
       
      💾 Instalação // Extrair e instalar os 24 arquivos jogáveis na seguinte pasta:
      C:\Meus documentos\Sports Interactive\Football Manager 2020\Editor data

       ⬇️ Download // http://www.mediafire.com/file/1g0oi8dsmrksssl/FM20_Brasil_Ultimate_Update_%28by_Ibarra%29.rar/file
       
       
       
      Bom divertimento!
    • Bruno Trink
      By Bruno Trink
      Muitos de vocês não eram frequentadores do fórum, alguns nem conheciam o Football Manager. Mas, há mais de dez anos, eu criei um tópico aqui na Profissão: Manager baseado em uma sugestão de save lá de uma seção que nem existe mais. Ela listava os clubes que estavam em jejum de títulos nacionais por mais tempo e o desafio que eu propus foi conquistar a liga em apenas uma temporada. Escolhi seis, conquistei cinco. Alguns foram tranquilos, outros nem tanto.
       
      Volto a ele com uma nova versão e gostaria da ajuda dos senhores. Dentre as ligas jogáveis do FM 2020, levantei os maiores jejuns entre os clubes que estão nas primeiras divisões de seus países. Não considerei as maiores ligas, estou procurando fugir do lugar comum e também entendo que seria praticamente impossível, por exemplo, vencer a Premier League com o Sheffield United ou conquistar a Ligue 1 com o Nice. Sendo assim, criei um formulário no Google Forms e peço que me ajudem escolhendo seis times para realizar esse desafio. Com isso, compilarei os mais votados para selecionar as equipes que tomarão parte dessa segunda versão.
       
      Link para o formulário
       
      Obrigado a todos e sejam bem-vindos!
×
×
  • Create New...