Jump to content
Sign in to follow this  
ElPerroMG

Boston City FC Brasil - (29/03) - 10 vezes para o Boston

Recommended Posts

ElPerroMG

Banner-Bostbe179f9a2d43e9fe.png

Um leão mais estruturado.
15 de Dezembro de 2020

fornada-de-jovens73bb238a77b5739f.png

Ignorando a situação financeira da equipe, tomei coragem e fui pedir a diretoria o aumento do recrutamento jovem, e o aumento do orçamento para treino das camadas jovens, a fim de aumentar o PA e CA dos jovens das próximas fornadas. Como era de se esperar, tomei negativa nas duas.

Dia 23 de Setembro nosso auxiliar trouxe a relação dos jogadores da fornada 2021. O grande destaque ficou por conta do jovem volante José Rocha, que com 3 estrelas de capacidade atual já tem potencial para figurar no time titular da próxima temporada. Além dele vieram mais 2 volantes e 1 MC, o que os fizeram receber importância alta, uma vez que não temos jogadores nessa posição. O ponto negativo nessa negativa foi o setor ofensivo, não tivemos NENHUM atacante nessa fornada, e os médios ofensivos não me encheram os olhos. Como na última fornada, contratei todos os jogadores, pela primeira vez teríamos um banco completo com 11 jogadores.

spacer.png

ANÁLISE DA FORNADA

GOLEIROS

O único goleiro nessa fornada foi Aldo Henrique. Ele tem as mesmas 3 estrelas cinzas de CA e 4 estrelas amarelas de PA do nosso goleiro titular atual. O destaque dele é que ele não costuma espalmar as bolas, tem um jogo de mãos 14. No entanto, os outros atributos não são dos melhores. Vamos avaliá-lo durante os amistosos, e ver como rende. No mais, fica como nosso goleiro reserva para a temporada.

LATERAL DIREITO

Jorge Luiz foi o único lateral direito da fornada. Com 3 estrelas cinzas de CA eles tem atributos fracos. O que puxa a favor dele é sua polivalência, fazendo 3 funções muito bem e uma determinação bastante determinado.

LATERAL ESQUERDO

Victor Hugo e Juninho foram os 2 LD da fornada. Na minha avaliação , Juninho é o melhor dos dois, com um físico razoável para a idade e uma boa determinação, ele tende a ser importante no elenco, ainda mais porque faz a posição de volante também. Vitor Hugo é fraco tecnicamente, fraco fisicamente e com uma personalidade acomodada, por isso, a princípio deve ser integrado ao time sub20.

ZAGUEIROS

Tivemos 3 zagueiros na fornada - Marcus, Marcos Antônio Mello e Tcheco. Marcos Antônio Mello chamou atenção nessa fornada, e o julguei como o segundo melhor dela. Além de um desarme 14, espetacular para a idade, com a aposentadoria de Mateus, ele tende a ser o titular da posição. Tcheco é o segundo melhor zagueiro da fornada, com um físico razoável para a idade e a divisão que estamos, tende a ser incorporado aos poucos no elenco, ainda mais que joga de lateral esquerdo também. Marcus não se destaca em nenhum atributo, no entanto ele também faz a função de lateral esquerdo e volante, além de ser muito competitivo, o que pode ajudar a equipe.

VOLANTES

José Rocha, Ailson e Caio Emerson foram os volantes da fornada. José Rocha é o melhor deles disparado. Como craque da fornada, ele tem atributos técnicos muito bons para a idade. Tem desarme 14 e cabeceamento 15, além de ser bastante ambicioso, o que pode ser bom. Além disso, ele também faz a posição de zagueiro, e cogito usá-lo nessa posição e deixar Ailson como volante. Ailson, ao contrário de José Rocha, não tem bons atributos técnicos, mas fisicamente é ótimo para a idade, além de ter uma determinação razoável, vale a pena acompanhar seu rendimento. Caio Emerson foi o terceiro volante dessa fornada, atuando também como MC, ele tem marcação e desarme razoável para a idade, e que pode ser evoluído. Ademais, seu trabalho em equipe é muto bom.

MEIO CENTRAL

Paulinho Criciúma foi o MC dessa fornada. Tem uma boa velocidade e um bom trabalho em equipe para a divisão, no entanto seu passe é bem abaixo do esperado, e vamos trabalhar intensamente nesse atributo. No mais, vai ser importante pra equipe, por ser o único MC de origem no time.

MEIAS OFENSIVOS

David Luiz, Eugênio, Cafezinho, Ulisses Mota e José Paulo são os meias atacantes, e últimos jogadores dessa fornada. Cafezinho é o melhor dentre eles, com um passe muito bom para a idade, e uma velocidade que pode ser trabalhada e explorada, ele tende a ser um reserva de luxo para João Arroz. Seu ponto negativo é a personalidade acomodada. Os outros nenhum me chamou atenção. Meu único destaque é para Eugênio e José Paulo, que, embora não tenham atributos que me agradem, fazem a função de MD e ME, o que nos permite recuar o time e jogar em um 442 quando precisarmos segurar o resultado e não ser tão defensivo.

DESTAQUES NA VISÃO DO TREINADOR

Meus 3 destaques, em ordem, na minha visão são José Rocha, Marcos Antônio Mello e Ailson. Os 3 jogadores do setor defensivo tendem a dar uma nova cara para nosso setor. Temos 2 boas opções com José e Ailson para jogar de volante, e Marcos Antônio pode se tornar um belo zagueiro para nossa equipe no futuro.

outras-informa-es78c5f792c7c7cd80.png

O fim da temporada foi marcado por poucos detalhes. João Arroz ficou chateado por eu ter rejeitado uma proposta do Madureira por ele, mas acreditei que os valores estavam aquém do que o jogador merece.

Além disso, renovei o contrato com com o Boston. O presidente me ofereceu quase 40m mensais, eu reduzi meu salário para 9m mensais devido a crise financeiras da equipe.

O presidente anunciou um novo patrocínio de 3m reais mensais para a próxima época.

Com a saída de Mateus e a chegada de novos nomes para o setor defensivo, acredito que a próxima temporada tende a ser melhor que essa. Minha expectativa é que nossa equipe fique mais compacta, jogando com um volante (José Rocha ou Ailson) e que podemos conseguir o acesso nas duas competições.

Recorde de Assistência - John Lucas

Recorde de melhor em campo - João Arroz

Recorde de gols - João Arroz

Recorde sem sofrer gols - Caetano

Hora de curtir as férias, tomar umas Bavarias e esperar Dezembro para se reapresentar, e já começar a pensar na próxima temporada.

Rodap-Bost45451d8a54fb42ca.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Começar a pensar quem você vai improvisar no ataque pra cumprir o papel do reserva do Arroz no time. Os novos garotos não são nada espetacular mas como já tem uma boa base, deve dar tempo dessa molecada aí evoluir antes de ser verdadeiramente usada

Share this post


Link to post
Share on other sites
Wellington Maciel

A tendência é que com o tempo, ficará difícil manter Arroz no time, devido a crise financeira e ao interesse mostrado nele, se vier uma boa proposta a diretoria vai acabar vendendo, espero que isso não aconteça, quero ver mais do mesmo na próxima temporada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
16 horas atrás, Peepe disse:

Começar a pensar quem você vai improvisar no ataque pra cumprir o papel do reserva do Arroz no time. Os novos garotos não são nada espetacular mas como já tem uma boa base, deve dar tempo dessa molecada aí evoluir antes de ser verdadeiramente usada

Fala Pepe. Pois é, poderia ter vindo pelo menos 1 atacante nessa fornada, já perdemos o Eudes, e agora ficamos refém do Lucas para essa vaga. Por outro lado vieram alguns bons nomes para o meio central e meio defensivos. Acho que o josé Rocha e o Ailson, com um pouco de treino, podem ir mais longe. Teremos que criar alternativas para não ficar refém de jogadores. Valeu por acompanhar, tmj!

Abraços.

 

10 horas atrás, Wellington Maciel disse:

A tendência é que com o tempo, ficará difícil manter Arroz no time, devido a crise financeira e ao interesse mostrado nele, se vier uma boa proposta a diretoria vai acabar vendendo, espero que isso não aconteça, quero ver mais do mesmo na próxima temporada!

Fala Welligton!

Também acredito que será difícil segurar o arroz no time, só espero que a diretoria deixe eu negociar, e não faça burrada por conta própria vendendo por mixaria. 

Vamos torcer pra termos mais sorte na próxima temporada. Valeu por acompanhar, tmj!

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites
AllMight

Vem fazendo um bom trabalho com o Boston, mas acho que o time precisa começar a subir de divisões para ter mais receitas e conseguir investir na base, essa temporada vai ser chave para o futuro do Boston, mas pelo que vi do treinador e do elenco acredito que neste ano o acesso vem. Boa sorte.

Ps. Você pediu algumas dicas e observações sobre o que pode melhorar na apresentação do tópico. Estou te enviando algumas observações por MP. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
1 hora atrás, DiogoHernandes disse:

Vem fazendo um bom trabalho com o Boston, mas acho que o time precisa começar a subir de divisões para ter mais receitas e conseguir investir na base, essa temporada vai ser chave para o futuro do Boston, mas pelo que vi do treinador e do elenco acredito que neste ano o acesso vem. Boa sorte.

Ps. Você pediu algumas dicas e observações sobre o que pode melhorar na apresentação do tópico. Estou te enviando algumas observações por MP. 

Fala Diogo. Também acredito que a equipe tem que subir agora. As finanças começam inclusive a incomodar a diretoria e alguns jogadores, que já me chamaram pra discutir isso (spoiler), e essa temporada será de suma importância. Espero que possamos dar conta.

Bom demais suas dicas, sempre bom escutar os mais experientes. Aos poucos tentarei implementa-las. 

Um forte abraço, e obrigado novamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC
4 horas atrás, ElPeroMG disse:

Também acredito que será difícil segurar o arroz no time, só espero que a diretoria deixe eu negociar, e não faça burrada por conta própria vendendo por mixaria.

Já que você mesmo acredita nesta dificuldade, não seria lógico tentar ganhar um dinheiro com ele? Antes que acabe saíndo d egraça? Afinal de contas já ficou puto porque você não deixou ele ir para o Madureira.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Banner-Bostbe179f9a2d43e9fe.png

A primeira vez a gente nunca esquece.
14 de Abril de 2022

pr-temporada58f032c2b9882a9a.png

Era dia 14 de Dezembro quando nosso elenco iria se apresentar para a pré-temporada. Havia 2 meses que eu afogava as mágoas da quase classificação, em um engradado de Bavaria. 

E como de costume nos últimos meses, acordei um tanto quanto embriagado para ir ao CT do Boston. Pensei que estava vendo jogadores dobrados por conta do álcool, quando me deu conta que pela primeira vez jogaríamos com um elenco completo, formado com 30 jogadores. Não era minha embriaguez. Então corri na padaria da frente, tomei aquele café amargo, joguei uma água na cara e me apresentei para os jogadores.

 Como na última fornada vieram alguns bons nomes para jogar de volante, em umas das minhas noites, inspirado por um sertanejo e uma lata de cerveja do lado, eu havia optado por testar uma tática mais sólida, o 4-1-2-2-1, a princípio jogando com um MRB defender, que era a melhor função dos nossos 2 volantes da fornada. Na frente 2 extremos abertos e 1 AvR centralizado.

Como na última temporada, resolvi começar a preparação já em Dezembro, fazendo 4 amistosos ainda em 2021. Diferentemente de outras ocasiões, apareceram alguns adversário de nível um pouco mais alto com datas disponíveis, então resolvi arriscar um nível mais alto para testar o novo modelo de jogo. Como já era de se imaginar, os amistosos mostraram que "o buraco é mais embaixo", principalmente no jogo contra a Tombense, que disputa a Série C no nacional. Fomos completamente dominados nesse jogo. Eles deram 15 chutes a gol contra 1 da nossa equipe, e tiverem quase 75% da posse de bola. Só para não falar os pontos negativos, fizemos um bom jogo contra o Macaé, tendo inclusive um número maior de posse , mas com pouca efetividade, acertando apenas 1 chute no gol, que acabou sendo nosso gol de honra. O grande destaque desses primeiros 15 dias de pré-temporada foi o atacante Lucas, cada vez mais ele vem crescendo, principalmente no jogo aéreo. Dos nossos 4 gols nesses 4 jogos, Lucas marcou 3 deles. 

spacer.png
Villa Nova | Tombense | Macaé | Real Noroeste

Em Janeiro, já engatamos mais 4 jogos, 3 contra adversários do nosso nível e 1 contra o Goytacaz, que disputa o regional. A tendência era melhorar, e isso se mostrou dentro de campo logo no primeiro jogo, vencemos o Unidos de Calçados, com 2 gols do artilheiro Lucas. Na sequência, rodamos um pouco o time e tivemos 2 jogos sem vitórias. No entanto, Lucas também deixou o dele. Para encerrar a preparação para o mineiro, enfrentamos o Goytacaz. Abrimos o placar logo no primeiro tempo, e 3 minutos depois, João Arroz foi expulso. Mesmo assim, conseguimos sair com a vitória, mostrando que estamos prontos para o Módulo III.

spacer.png
Unidos de Calçados | Castelo | Castelense | Goytacaz

Algumas outras notícias importantes da pré-temporada:

Boston em gestão administrativa
Boston corta os bônus individuais
Sorteio pré-regional
Revisão das expectativas

MODULO-III9249ea43443d31d3.png

Eu já estava quase pronto, só faltava apertar o nó da gravata e passar aquele perfume, para que possamos ir para o sorteio dos grupos do módulo III. O presidente já estava ansioso me esperando no saguão do hotel, e já havia ligado 3 vezes para o meu quarto. Agora sim, com tudo nos conformes fomos para o local do evento. 

Fomos sorteados no grupo C, ao lado do Patrocinense, Social e Valeriodoce. Dei uma balançada com a cabeça na direção do presidente, confiante no grupo em que caímos. O adversário mais difícil na minha opinião é o Valeriodoce, que disputa a Regional a nível nacional, e, por isso, tem um elenco mais forte.

No dia seguinte, assim que voltamos para Manhuaçu, liguei a TV, já no meu quarto com a lata de bavaria na mão, e vi que a imprensa nos colocou apenas como o 9º candidato ao título, posição inferior a da última temporada. Na mesma hora liguei para meu auxiliar e já marquei uma reunião para o dia seguinte com todo o elenco para já colocar pilha neles, falar para todos eles que caberia a nós, provar o contrário.

1ª FASE

Iniciamos com 2 empates seguidos em 0x0. O primeiro jogando fora de casa contra o Valeriodoce me deixou agradado. A equipe estava bem sólida atrás, e dominou o time adversário na frente, com maior posse e mais finalizações em gol. No segundo jogo, jogando em casa, fomos dominados pelo Patrocinense, que teve o dobro de finalizações da nossa equipe. No entanto, estivemos bem defensivamente e conseguimos segurar o 0x0. Para fechar o turno, fomos visitar o Social, nosso freguês de outrora. Com 2 gols do nosso artilheiro Lucas, liquidamos a partida, vencendo por 3x1 e entrando no G-2.

Antes do início do segundo turno, tivemos uma péssima notícia. Quando o presidente me ligou e me acordou dando a notícia eu já joguei a coberta de lado, chamei o Uber (situação ta feia para ter carro, ainda mais com a gasosa nesse preço) e já parti para o CT. Chegando lá, o presida falou que recebeu sondagens pelo João Arroz e essa era a hora de negociá-lo, mas que deixaria eu me envolver diretamente e escolher o valor. Devido a situação financeira da equipe, e a pressão de João Arroz por jogar em um nível mais elevado, fomos obrigados a negociá-lo. Depois de uma temporada excelente pela nossa equipe, João Arroz vai jogar pelo Oeste, em um negócio que envolveu R$ 150m + 50% da transferência do jogar, além da possibilidade de marcarmos um amistoso contra a equipe paulista. Caberia a Lucas assumir o posto de craque da equipe.

Recebemos o Valeriodoce para abertura do returno, e massacramos o adversário em estatísticas. Finalizamos 4 vezes a mais que o adversário, que abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo. Ainda tivemos um pênalti desperdiçado por Lucas, 7 minutos antes de empatarmos o jogo. No jogo seguinte, fomos visitar o Patrocinense, que até então não havia vencido na competição. Fizemos um jogo feio contra a equipe de Patrocínio, que acabou por marcar 1 gol na primeira etapa e conseguiu segurar até o final da partida. Teríamos que decidir a vaga jogando em casa contra o Social. Na semana do jogo, chamei os jogadores para uma conversa e esculachei os meninos, falei que eles eram muito mais do que Arroz + 10, e que eu confiava 100% na capacidade deles, e que eles eram o futuro de Manhuaçu. Sim, acordei inspirado nesse dia. Chegou o dia da decisão do grupo, e, ao contrário do que imaginei, nossos fregueses fizeram um jogo daqueles. Dificultaram demais na primeira etapa, e só conseguimos abrir o placar no início do segundo tempo, com nosso artilheiro Lucas. 

spacer.png
Valeriodoce | Patrocinense | Social | Valeriodoce | Patrocinense |  Social

Classificamos em 2º lugar no grupo, mas os burburinhos de insatisfação em Manhuaçu já aumentavam. Os torcedores estavam insatisfeitos com a venda do craque, embora a diretoria tenha ficado feliz com os valores envolvidos, e estavam desacreditando, mais uma vez do acesso dos Leões. Para colocar mais pimenta nesse tempero, fomos sorteados para enfrentar o Democrata -SL nas quartas de final, equipe recém rebaixa do módulo II e que havia marcado, nada mais nada menos, do que 26 gols em 6 jogos na primeira fase, e se classificado em primeiro no seu grupo.

QUARTAS DE FINAL

Era 13 de Março, em uma tarde ensolarada em Manhuaçu, quando receberíamos o Democrata para o primeiro jogo. Embalados com a excelente campanha da primeira fase, a equipe de Sete Lagoas colocou 3 atacantes para enfrentar nossa equipe, mas não funcionou muito bem na primeira etapa. Aos 42 minutos, John Lucas cobrou uma falta no ângulo, o goleiro deles fez um MILAGRE, mas no rebote, Lucas, nosso artilheiro, empurrou para abrir o placar para nossa equipe. A equipe deles voltou diferente na segunda etapa, e aos 78 minutos conseguiu empatar em uma cobrança de falta. E ficou nisso, 1x1, com isso, a decisão ficaria para o segundo jogo.

Na Arena do Jacaré, dia 20/03, as equipes voltaram a se enfrentar. O primeiro tempo foi morno, as duas equipes não queriam se arriscar, e eu havia recuado um pouco a linha do time, para sair no contra golpe e tentar matar o jogo. O segundo tempo começou diferente, e logo aos 5 minutos, Welliton abriu o placar para o Democrata, um golaço de fora da área. Fui obrigado a abrir mais o time, e 4 minutos depois, Catê, o substituto de João Arroz, completou um cruzamento vindo da direita e empatou a equipe para o nosso time. Aos 71 minutos a tabelinha voltou a funcionar. Dessa vez Catê cruzou, e John Lucas virou o jogo para nossa equipe, Leões com a mão na vaga para as semis. Porém, aos 77 minutos o Democrata voltou a empatar, dessa vez em 2x2, levando a decisão para os pênaltis. 

As duas equipes converteram as duas primeiras cobranças. Na terceira, nosso extremo, Cafezinho, bateu no meio do gol, e o goleiro deles defendeu, Democarata na frente (3x2). Na quarta rodada, José Rocha, craque da última fornada, bateu no canto sem chances para o goleiro, nos devolvendo ao jogo. Lucas Henrique foi para a cobrança pelo lado do Democrata, e Caetano saltou para salvar nossa equipe, tudo igual. Na última série, Huguito converteu para nossa equipe, jogando a pressão para o adversário. Clayton, o camisa 10 adversário, foi para a batida, e com uma cobrança no meio do gol, facilitou para nosso goleiro, que se consagrou, e colocou os Leões, de virada, na semi-final do Módulo III.

O time voltou muito motivado para Manhuaçu, era nítida a alegria dos jogadores dentro do ônibus na volta, e estávamos muitos confiantes no acesso, ainda mais que enfrentaríamos o Valeriodoce, equipe que fizemos 2 bons jogos na primeira fase da competição. A torcida também voltou a confiar no acesso, ainda mais com esse excelente jogo de Catê, fazendo com que a equipe superasse o João Arroz.

SEMI FINAL

Assim como na última fase, o primeiro jogo foi em nossas dependências. No entanto, dessa vez a equipe estava embalada, confiante no seu modelo de jogo, e isso se comprovou dentro de campo. Catê, em outra tabelinha com John Lucas, abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo, quem é mesmo João Arroz? 

Aos 27 minutos, nosso artilheiro Lucas recebeu um lançamento lindo de Wellerson Aurélio, e ampliou para os Leões. Aos 35 minutos, para comprovar a boa fase da dupla, Catê recebeu um cruzamento de John Lucas, e sacramentou os 3x0 dos Leões de Manhuaçu, com uma mão no módulo II.

Na semana seguinte fomos até Itabira enfrentar o Valeridoce, jogando pelo acesso inédito ao Módulo II. A equipe deles não tinha outra alternativa a não ser atacar e atacar, estavam com 3 gol atrás no agregado. Logo aos 8 minutos de jogo, Marcelo Nunes abriu o placar pra eles. A essa altura eu já me perguntava se a nossa equipe iria amarelar mais uma vez na hora H. Não durou muito esse pensamento, aos 13 minutos de jogo, Lucas, recebendo um cruzamento do lateral Alex Junior, testou para empatar o jogo, um banho de água fria para o Valeriodoce. No final do primeiro tempo, Thiago Proença colocou os donos da casa novamente na frente, só para apimentar a segunda etapa. Eu não quis nem saber de ter fama de retranqueiro, coloquei logo mais 2 volantes em campo. Melhor um retranqueiro no Módulo II, do que um ofensivo no Módulo III. A mudança surtiu efeito, fim de papo em Itabira, e os Leões pela primeira vez na sua história disputariam o Módulo II do campeonato mineiro, mesmo com a derrota de 2x1 no segundo jogo. Era dia de festa em Manhuaçu.

Voltamos pra Manhuaçu tomando aquele Bavaria dentro do ônibus, somente a comissão, é claro. Nosso jogador mais velho tinha 17 anos, então ficaram só no TANG, a crise tava grande para comprar refrigerante. Chegando em Manhuaçu, descansamos e já começamos os trabalhos para a grande final. Enfrentaríamos a equipe do Portal, equipe que disputa a Regional do campeonato brasileiro. Seria uma batalha e tanta.

FINAL

Diferentemente das outras fases, no primeiro jogo fomos até Uberlândia enfrentar a equipe da cidade. Os jogadores estavam super animados por disputar uma final pela primeira vez, o treinador então, nem se fala. Essa animação se converteu em um ÓTIMO futebol dentro de campo, e com 30 minutos de jogo já estávamos vencendo por 3x0, inacreditável. John Lucas abriu o placar aos 14 minutos, em uma cabeçada depois de uma cobrança de falta lateral, cobrada por Wellerson Aurélio. Aos 29 minutos, Ailson ampliou o placar em uma cobrança de penalti. Ailson estava substituindo o craque da última fornada, José Rocha, que estava suspenso. Na saída de bola deles, nossa equipe recuperou a posse, e Wellerson Aurélio, mais uma vez, lançou em profundidade e encontrou Lucas, livre, para marcar o terceiro da nossa equipe. Depois disso, a equipe caiu um pouco de produção, e no segundo tempo o Portal descontou, com Sandro, colocando fogo na decisão. O jogo terminou assim em 3x1, e a decisão ficaria para Manhuaçu.

Durante a semana na cidade era só festa, grande parte da torcida já gritava "É campeão", embora eu pedisse a todo mundo um pouco de calma. No futebol tudo pode acontecer, e diante do retrospecto da nossa equipe em perder na última hora, eu não estava muito convicto. Acho que minha desconfiança passou para os jogadores, que estavam um pouco mais receosos e nervosos, do que na primeira partida. Caberia a torcida levantar nosso astral.

Chegou o grande dia, e a torcida não fez nada menos do que esperávamos. Nossa média de público era de 500 torcedores, aproximadamente, por jogo. Na final, colocamos INACREDITÁVEIS 6.400 toredores no JK, maior público da história do módulo III (segundo o FM).

Primeiro tempo fraco, as duas equipes bem nervosas em campo. Para a gente foi bom, levamos a vantagem de 2 gols para o intervalo, e seria só segurar o jogo. 

spacer.pngNão poderia ser pior, na volta do intervalo, aos 46 minutos de jogo, Gláuber Muller abriu o placar para o Portal. Era nítida a tensão entre os jogadores, que não conseguiam trocar jogadas e erravam muitos passes. O desespero bateu de vez aos 67 minutos de jogo, quando Glauber Muller, outra vez, colocou o Portal de vez no jogo, completando um cruzamento vindo da direita. Tudo igual no agregado, 3x3. A essa altura, o jogo estava nas mãos do Portal, nossos jogadores estavam nervosos em campo, nossa torcida sentiu o golpe e estava tudo dando errado, Leões amarelando. Mas não se pode duvidar de um time que tem uma jogada ensaiada. Como uma história de pescador, novamente aconteceu. Eram jogados 36 minutos do segundo tempo (81 minutos de jogo) quando nossa equipe teve uma lateral no lado direito, próximo a bandeirinha de escanteio. Do lado do campo eu já mandei todos subirem para a área, era nossa chance. Alex Júnior arremessou na pequena área, ninguém da nossa equipe foi pra bola, mas o goleiro deles bateu de frente com seu zagueiro, falhou miseravelmente, e a bola sobrou na cabeça do nosso artilheiro, e Lucas não perdoa, né? Gol dos LEÕES, e a confiança de volta em Manhuaçu. O jogo foi truncando depois disso, mandei a equipe perder tempo frequentemente, era final de libertadores para gente. Ninguém acreditava quando o juiz apitava o fim da partida. O time que só utiliza jogadores formados no clube superava as expectativas da imprensa e a crise financeira, se consagrando campeão do Módulo III, o primeiro título de sua história.

Dessa vez os jovens não quiseram nem saber, entraram na Catuaba e no Corote (a crise ainda era feia pra gente, tivemos que improvisar) e comemoraram durante 1 semana o título, ao lado da torcida. Festa merecida. 

A direção ficou enlouquecida com o título, e afirmou que o clube nunca mais jogaria o Módulo III. Será? Vamos torcer pra que sim, agora sou só confiança.

Algumas estatísticas individuais do Módulo III:

 

Rodap-Bost45451d8a54fb42ca.png

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
18 minutos atrás, LC disse:

Já que você mesmo acredita nesta dificuldade, não seria lógico tentar ganhar um dinheiro com ele? Antes que acabe saíndo d egraça? Afinal de contas já ficou puto porque você não deixou ele ir para o Madureira.

Fala LC. 

Pois é, meu amigo. Fui obrigado a negociá-lo no começo do mineiro. A procura por ele aumentou, então vendi pelo máximo que eu consegui ($150m + 50%). No final foi melhor do que deixar a diretoria negociar a preço de banana.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Perdeu o João Arroz, mas esse Rocha já chega bem pronto para substituí-lo, o que é sempre bom. Parabéns pela conquista do acesso, agora é ver o que apronta no Pré-Regional.

Share this post


Link to post
Share on other sites
𝙻𝚄𝙸𝚉

Ótima campanha premiada com o acesso para o Módulo II, onde as coisas devem começar um pouco mais complicadas. Perder qualquer jogador em um save de base é horrível, ainda mais quando é um dos melhores do time, mas pelo menos no Brasil todo mundo é profissional e dá para tentar tirar um dinheiro com algum deles, enquanto em Portugal é um tostão furado e nada mais, hehehe.

Depois, se quiser, eu posso fazer uns gráficos pra você. Me ofereço porque vi o banner achatado ali e talvez você queira. 😄 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Ah, saudades do tempo que tinha Valeriodoce na cartela da loteria esportiva...

Essa venda do Arroz por 50% é melhor ainda sendo pro este, um time que tem visibilidade e pode atrais propostas interessantes, especialmente nessa situação pré-falimentar. Só resta saber se o menino não vai flopar.

Não dá para ser a única vitória para o lanterna do campeonato. Mas compensou esse vexame com a fase final, quando a regra do gol qualificado podia, mas não fez falta.

Na final quase desanda, mas ficou com o caneco e a festança. Quero ver quando esse mister vai trocar o arremessobol pelo futebol! 🤣

Parabéns.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Wellington Maciel

Conseguiu o tão sonhado acesso no mineiro, e que pena a saída do arroz, mas já estava na cara, boa sorte agora no pré regional!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
22 horas atrás, Henrique M. disse:

Perdeu o João Arroz, mas esse Rocha já chega bem pronto para substituí-lo, o que é sempre bom. Parabéns pela conquista do acesso, agora é ver o que apronta no Pré-Regional.

João Arroz chamava a responsabilidade quando precisava dele, mas era hora de vender. Rocha ta indo bem demais no setor defensivo, e o Lucas ta assumindo a responsa na frente. 

Valeu, Henrique.

22 horas atrás, brlgon disse:

Ótima campanha premiada com o acesso para o Módulo II, onde as coisas devem começar um pouco mais complicadas. Perder qualquer jogador em um save de base é horrível, ainda mais quando é um dos melhores do time, mas pelo menos no Brasil todo mundo é profissional e dá para tentar tirar um dinheiro com algum deles, enquanto em Portugal é um tostão furado e nada mais, hehehe.

Depois, se quiser, eu posso fazer uns gráficos pra você. Me ofereço porque vi o banner achatado ali e talvez você queira. 😄 

Pois é, no módulo II já tem times da série C e D, com certeza o buraco é mais embaixo, vamos ter que doar 110% em campo para não voltar a cair.

HAHAHA, pelo menos isso né? Mas um Omar Sanchez na meu ataque cairia bem hahah. 

Valeu demais pelos Banners @brlgon, na próxima postagem já irei estreia-los hahah

Valeu por acompanhar, hermano. 

 

22 horas atrás, Andreh68 disse:

Ah, saudades do tempo que tinha Valeriodoce na cartela da loteria esportiva...

Essa venda do Arroz por 50% é melhor ainda sendo pro este, um time que tem visibilidade e pode atrais propostas interessantes, especialmente nessa situação pré-falimentar. Só resta saber se o menino não vai flopar.

Não dá para ser a única vitória para o lanterna do campeonato. Mas compensou esse vexame com a fase final, quando a regra do gol qualificado podia, mas não fez falta.

Na final quase desanda, mas ficou com o caneco e a festança. Quero ver quando esse mister vai trocar o arremessobol pelo futebol! 🤣

Parabéns.

Aí tem tempo em? HAHAHAH

Pois é, ele já estava forçando a saída e eu fiquei com medo da diretoria fazer lambança e vender sem a porcentagem. Vamos torcer pra que não flope hahah.

Estou me saindo um treinador nutella hahah, só falta o escanteio curto agora.

Valeu demais por acompanhar.

16 horas atrás, Wellington Maciel disse:

Conseguiu o tão sonhado acesso no mineiro, e que pena a saída do arroz, mas já estava na cara, boa sorte agora no pré regional!

Agora só falta o acesso no Pré-Regional, se Deus quiser virá.

Valeu Wellington.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Começou meio irregular mas o time até cresceu sem o Arroz (quem diria?), e a final foi o jogo contra o Democrata, até pelo que as estatisticas apontam. Sobreviver aquele caos, virar a disputa de pênaltis ainda, foi o carimbo perfeito pro título.

Agora é aproveitar o embalo no nacional e já blindar o Lucas, porque certamente vai querer seguir o caminho do Arroz.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
1 hora atrás, Peepe disse:

Começou meio irregular mas o time até cresceu sem o Arroz (quem diria?), e a final foi o jogo contra o Democrata, até pelo que as estatisticas apontam. Sobreviver aquele caos, virar a disputa de pênaltis ainda, foi o carimbo perfeito pro título.

Agora é aproveitar o embalo no nacional e já blindar o Lucas, porque certamente vai querer seguir o caminho do Arroz.

Pois é, o time ficou mais equilibrado depois da última fornada, e o Catê ta jogando bem demais ali na vaga do João Arroz. Pois é, o Democrata tinha um time bem melhor que o nosso, mas no futebol isso não diz nada, jogamos com mt disposição e conseguimos sair com a vaga. 

Já renovei contrato dele até 2025 hahah, torcer pra diretoria não vender sem me falar nada. 

Valeu, Pepe. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

spacer.png

A coroação do melhor ano da nossa história.
15 de Setembro de 2022.

Havia acabado de chegar em casa, quando meu celular tocou.

- Alô, que tá me ligando a essa hora da noite? Esqueci de pagar a conta do buteco de novo? Coloca na conta do presida.
- Oi? Não, aqui é o @brlgon. Estava vendo as redes sociais do clube. Que porcaria de imagens são aquelas? Os banners parecem que estão sendo feitos no paint, tudo fora de sintonia.
- Hmm, e daí?
- Posso te ajudar, farei uns banners para melhorar a aparência dos seus posts e te envio. 
- Mas não temos como pagar.
- Sem problemas, é na camaradagem. 
- Shoow, hermano. Você é fera.

E com a ajuda do @brlgon que começamos o post de hoje com visual novo heheh.

 

Tivemos praticamente 3 meses apenas de treinamento antes de realizarmos  nosso primeiro amistoso de preparação para disputar a pré-regional. No entanto, nesse ínterim, diversas coisas aconteceram, e é importante destacar algumas delas.

Logo nas semanas seguintes a conquista do nosso primeiro título, fui acordado com uma ligação do presidente me chamando urgente para ir para o CT. Coloquei a primeira roupa que vi na frente e já desci correndo. Chegando lá, ele veio me dizer que tinha duas notícias para me dar, uma ruim e outra pior ainda, e pediu pra eu escolher qual queria receber primeiro. Comecei escolhendo a ruim, não queria sofrer muito logo de cara. Então, o presidente teve a cara de pau de falar que negociou nosso lateral esquerdo titular, Paulo Sérgio, com o todo poderoso São José (MA), por R$59m + 40% da próxima transferência. Já fiquei puto e tive que conter as palavras com o chefe. Então ignorei e já pedi a notícia péssima. De bate pronto ele já lançou que o time teve que fazer seu primeiro empréstimo bancário no valor de R$ 2,6 milhões para ajudar o clube a suportar os custos operacionais.

Saí puto da vida da sala do presidente, teria que pensar em uma solução de curto prazo para o time.

Conversei com meu auxiliar, e a princípio não mexeríamos no estilo de jogo do time. Colocaríamos o jovem Marcos Antonio Mello improvisado na esquerda. Ailson faria a função de volante, enquanto José Rocha faria a zaga ao lado de Andre Luis.

Na semana seguinte, recebi um telefone de um número desconhecido. Recusei 4 vezes achando que era trote de algum engraçadinho. Na quinta vez resolvi atender e mandar para aquele lugar, mas era o presidente do Minas Boca querendo marcar um encontro comigo. Marcamos de jantar, com ele pagando a conta, claro. Ele me ofereceu um trabalho no time no time de Sete Lagoas para disputar o Regional. De pronto já rejeitei a entrevista, quis nem saber de abandonar o Boston, ainda mais nessa altura do campeonato.

 

Poucos dias antes do nosso primeiro amistoso, meu auxiliar entrou na minha sala (improvisada em um antigo banheiro interditado por falta de encanamento) me trazendo a pré-admissão da nova fornada de 2022.  O principal ponto que me chamou atenção foi as partes que falam de um avançado que que pode ser uma boa promessa e de um PL que se destacou. Estávamos refém do Lucas, e pode dar uma sombra pra ele no ataque, e nos deixar confortáveis para uma possível saída dele.

Jogamos 4 amistosos ao todo nessa preparação. Não tínhamos muitos adversários a escolher, uma vez que as outras divisões já estavam com bola rolando. Eu não queria muita coisa dos jogos amistosos, apenas dar ritmo a todos os jogadores e testar alguns nomes na lateral esquerda.

Nosso primeiro jogo foi contra o já conhecido Castelense. A falta de ritmo influenciou demais, fizemos um jogo péssimo, com nenhum jogador se destacando. No segundo jogo parece que a equipe começou a acordar para a vida novamente. Fizemos um jogo melhor, com mais posse de bola e com mais chances reais de gols. Ainda faltava alguma coisa, mas ja foi melhor, vencemos por 1x0. A terceira partida foi contra o Unidos de Calçados. Fizemos um jogo tecnicamente bem abaixo do módulo III, mas foi um jogo muito corrido, o que para a parte física pode ter colaborado um pouco. Empatamos em 2x2. Para fechar a mini pré-temporada, optei por jogar contra o Oeste, naquele jogo que eles teriam que jogar com a gente por conta da venda do João Arroz. A equipe deles jogou a Série A do Brasileirão em 2021, acabando sendo rebaixados novamente para a B. Porém não preciso falar da dificuldade que seria. Fomos completamente envolvidos pelo Oeste, do inicio ao fim da partida, e acabamos tomando uma surra de 4x0. Não vimos a cor da bola, e a atuação acabou sendo motivo de piadas no vestiário. Pelo menos não levaram a sério, era só um amistoso.

Fechamos a curta pré-metade de temporada com José Rocha de zagueiro, Ailson de volante e Marcos Antonio Mello na LE.

spacer.png

Havíamos sendo sorteados para ir até Goiás enfrentar o Santa Helena pela 1ª fase da competição. As expectativas eram grandes sobre a nossa equipe, ainda mais depois da conquista do Módulo III. Por isso, chamei os meninos para uma longa conversa antes da estreia.

spacer.pngFalei das dificuldades financeiras da equipe, e da possibilidade de alcançar uma vaga na Regional e melhorar as cotas de TV, a receita por participação na competição e tudo mais que nos traria jogar em uma divisão melhor. A maioria deles não disseram nada, ficaram em reflexão profunda, e eu esperava ver a reação da conversa dentro de campo.

No dia seguinte liguei a TV para descontrair e acabei saindo mais puto ainda. A imprensa havia nos colocado como o 164º favorito para subir. Como o campeão do Módulo III fica atrás do Chapadinha e do Itapecuruense? Esse programa ta uma porr*.

Para dar uma melhorada no meu animo, recebi uma ligação do presidente do Oeste  querendo negociar os 50% que teríamos direito na venda de João Arroz. Ofereceram $122m pelos 50% do jogador e acabei aceitando devido a crise financeira. Além disso, fiquei com receio do jogador não vingar na equipe paulista e acabar saindo por menos. Com isso, João Arroz nos rendeu quase $300m reais.

 

1ª FASE - PRÉ REGIONAL

Chegou o dia da estreia, era uma tarde ensolarada em Goias. Logo aos 2 minutos de jogo, Lucas já me demonstrou que a conversa anterior tinha surtido efeito. No seu melhor estilo, completou de cabeça o cruzamento vindo da direita e colocou nossa equipe na frente. O resto do jogo foi equilibrado, com a nossa equipe forçando as bolas pelo lado direito, mas sem obter mais êxitos. Nosso lateral esquerdo improvisado, Marcos Antônio Mello, foi um dos destaques da partida, com nota 7,1. Fim de papo, levamos 1x0 de vantagem para o jogo da volta em MG.

Como nossa equipe adora um drama, começamos tomando uma pressão danada da equipe goiana, e fomos para o intervalo sendo dominados por eles. A pressão adversária surtiu efeito, e aos 67 minutos de jogo Cairo José colocou a equipe goiana na frente, tudo igual no agregado. Tudo parecia se encaminhar para os pênaltis, quando por volta dos 40 minutos da etapa final, José Ricardo cobrou uma falta primorosa e deixou tudo igual no jogo, e 2x1 no agregado. Leões na próxima fase.

 

2ª FASE - PRÉ REGIONAL

Eu estava tão concentrado na competição que acabei me esquecendo do sorteio da segunda fase no dia anterior. Cheguei no CT e o presidente já veio me perguntar o que achei do adversário. No bate pronto eu já respondi, "Acho que será um jogo muito difícil la no Sul." O presidente já refutou: "Que sul o que rapaz? Está bebendo bavaria de novo né? Vamos até o MS, pela primeira vez, enfrentar o Ubiratan. Os meninos estão super animados."

Rapidamente já corri pra encontrar meu auxiliar e pedir um relatório do adversário. Segundo meu auxiliar, eles tinham um atacante Salvadorenho muito bom, era o destaque do time deles. Mas no geral, tínhamos grandes chances de classificação.

O primeiro jogo seria em Manhuaçu, e eu já preparei os ânimos da nossa garotada para um jogo muito difícil, e que seria disputado até o último lance do segundo jogo no MS. E isso se comprovou em campo, logo aos 3 minutos de jogo a equipe adversária já abriu o placar, Yago colocou o Ubiratan na frente. Nossa equipe marteleva, martelava e não conseguia alcançar o empate. Fomos para o intervalo atrás no marcador, e na palestra tentei motivar os meninos, falando que estavam bem e que era pra continuar assim, mas por dentro eu tava puto demais. Fomos premiados pela insistência logo no começo da segunda etapa, a zaga deles vacilou na frente de Lucas, logo de quem né, e ele não perdoo, roubou a bola do zagueiro, avançou e empatou o jogo para o nosso time. Terminou assim, 1x1, e a vaga seria decidida em solo sul mato grossense.

Chegou o dia D, e, definitivamente, nossa equipe se transforma fora de casa. Começamos em cima deles, pressionando, e aos 43 minutos abrimos o placar. Depois de um escanteio, Rodrigo Baldaia escorou na primeira trave e John Lucas completou para o gol na segunda trave. A equipe deles saiu para o jogo, e aos 63 minutos Catê completou um cruzamento da direita de Lucas, praticamente finalizando o confronto. 3 minutos depois, Lucas acabou de jogar uma pá de cal no Ubiratan. 3x0 Leões e a classificação para a fase final.

 

FASE FINAL

Dessa vez não perdi o sorteio, coloquei minha roupa da sorte e fui para o hotel do evento. A roupa deu sorte, e fomos sorteados em um grupo relativamente fácil. Enfrentaríamos Guarujá, Manthinqueira e Mauá. Particularmente não conheço nenhuma das equipes, mas fiquei satisfeito por conhecer o litoral paulista. Já liguei pro menino Ney pedindo a chave da mansão no Guarujá porque ia rolar festinha. Sacanagem, não temos relação nenhuma, o máximo que podia fazer era ligar pro João Arroz ir lá nos visitar. Logo depois saiu o sorteio dos mandos de campo, e minha alegria já foi cortada logo de cara, estrearíamos contra o Guarujá jogando em MG, como assim a loira do sorteio me faz uma coisa dessas? Posteriormente, enfim iriamos para SP, mas dessa vez no interior do estado, enfrentar o Mauá. Fecharíamos nossa participação em casa contra o Manthiqueira.

Chegou o dia da estreia contra o Guarujá e passamos o trator por eles, sem nenhuma chance para a equipe do litoral paulista, 3x0 sem dó. Culpa da loira que sorteou o jogo para ser jogado em nossa casa. Mentira, a culpa foi do atacante deles que em 8 minutos de jogo conseguiu tomar 2 amarelos e ser expulso de campo. Com isso, logo aos 11 minutos de jogo, Catê já abriu o placar, completando um cruzamento de John Lucas, que Lucas ajeitou de cabeça. 4 minutos depois tivemos uma jogada IDÊNTICA, mas dessa vez vindo do lado esquerdo. Catê cruzou, Lucas escorou de cabeça e John Lucas completou pro gol. Ainda no primeiro tempo fechamos o jogo, Ailson converteu uma cobrança de pênalti e fechou o caixão.

 

No segundo jogo fomos até o interior de SP enfrentar o time da casa, o Mauá. Como em um belo filme Bostoniense, perdemos o jogo em uma partida medonha do nosso time, demos apenas 2 míseros chutes ao gol deles, e a decisão ficaria para a última rodada. Esses meninos adoram uma emoção, precisarei fazer um plano médico.

O Manthiqueira era o líder do grupo com 4 pontos e nós éramos o segundo colocado com 3 pontos. Uma vitória simples nos daria o acesso ao Regional. Mais uma vez marquei uma reunião com os garotos, mostrei a importância da ascensão em relação as finanças e a visibilidade do clube.

spacer.pngChegou o dia, e os meninos pareciam estar pensando no churrasco que o Presidente prometeu se conseguíssemos o acesso. 25 minutos de jogo e já estávamos perdendo de 2x0. Parecia impossível uma virada nessa altura do campeonato, estávamos fazendo o pior jogo do ano, não conseguiamos chutar ao gol deles, quem dirá fazer 3 gols. Perdi a compostura na beirada do campo e mandei eles demonstraram alguma garra pelo menos.  Parece ter surtido efeito. Aos 37 minutos, Lucas completou uma falta batida por John Lucas e descontou para nossa equipe. Fomos para o intervalo vivos no jogo. No intervalo eu esculachei eles de novo, mostrei o quão péssimos eles estavam, e coloquei o time pra frente. Logo aos 4 minutos do segundo tempo tivemos um pênalti. Ailson foi para a cobrança e deixou tudo igual, 2x2 no estádio JK. O jogo parecia ter ficado frio mais uma vez, então chamei mais um atacante e coloquei 4 homens de frente (2 extremos e 2 centralizados). Aos 82 minutos a equipe deles fez um gol em uma cobrança de escanteio, mas o juiz anulou marcando falta no nosso goleiro. O jogo parecia que iria terminar nesse 2x2 e mais uma vez bateríamos na trave, até que os 45 da etapa final, nosso time escapou pelo lado direito, e em uma tabela entre Lucas e John Lucas, o zagueiro adversário derrubou John dentro da área, PÊNALTI PARA OS LEÕES. Ailson foi para a cobrança novamente, depois de muito protesto da equipe adversária, e cobrou forte, no canto esquerdo do goleiro, sem chances para ele. Fim de papo no estádio JK, vitória por 3x2 e os LEÕES NO REGIONAL 2022.

Mais uma vez os meninos não quiseram nem saber, encheram a cara com Corote e Glacial, e nós juntos. Estávamos na 5ª divisão do Campeonato Nacional pela primeira vez, era motivo de festa, éramos o orgulho de Manhuaçu. 

spacer.png

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Afff... todo mundo se dando bem, hoje era o dia para atualizar mesmo!

ModuloIII, pé-regional... ta saindo do inferno pro purgatório parece... mas ta evoluindo, só há o que comemorar, só não chama o contador pra festa! Agora pênalti para promoção no ultimo lance do jogo, é pra quem tem culhão!

Me acompanha a carreira desse Arroz ai, fiquei curioso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Parabéns pela conquista da promoção para o Regional, coroando uma grande temporada em todos os sentidos. A equipe apresentou boas evoluções com relação a temporada passada e pode colher os frutos dessa evolução com duas comemorações para sua torcida.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Apesar de ter perdido alguns jogadores por conta da crise, conseguiu fazer uma ótima temporada, coroada com 2 acessos e um título de lambuja. Agora é ver se na próxima fornada vem bons jogadores para o ataque!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Wellington Maciel

Bela temporada, tudo dando certo, agora é esperar a fornada e se preparar para se manter tanto no módulo ll como na regional!

Share this post


Link to post
Share on other sites
mfeitosa

Temporada boa "demais da conta" para o Boston! Tudo deu certo para o Leão! Parabéns pelo acesso e pelo título do Módulo III! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
20 horas atrás, Henrique M. disse:

Parabéns pela conquista da promoção para o Regional, coroando uma grande temporada em todos os sentidos. A equipe apresentou boas evoluções com relação a temporada passada e pode colher os frutos dessa evolução com duas comemorações para sua torcida.

Apesar de perdemos o destaque do time, conseguimos crescer como grupo e coroar a temporada com as ascensões. Próxima época terá mais jogos, o que colocará o elenco a prova. Teremos que estar preparados.

Valeu, Henrique.

21 horas atrás, Andreh68 disse:

Afff... todo mundo se dando bem, hoje era o dia para atualizar mesmo!

ModuloIII, pé-regional... ta saindo do inferno pro purgatório parece... mas ta evoluindo, só há o que comemorar, só não chama o contador pra festa! Agora pênalti para promoção no ultimo lance do jogo, é pra quem tem culhão!

Me acompanha a carreira desse Arroz ai, fiquei curioso.

Segunda foi o dia mundial de se dar bem AHAHA

Agora não somos mais os calouros do país, estamos subindo o nível kkk.

João ta nos reservas do Oeste, com diversos times interessados em empréstimo. Acho que vai flopar kkk

Valeu Andreh.

 

17 horas atrás, Wellington Maciel disse:

Bela temporada, tudo dando certo, agora é esperar a fornada e se preparar para se manter tanto no módulo ll como na regional!

Próxima temporada irá colocar o elenco em teste. Vários jogos com nível mais alto, teremos que estar preparados.

Valeu, Welligton.

2 horas atrás, mfeitosa disse:

Temporada boa "demais da conta" para o Boston! Tudo deu certo para o Leão! Parabéns pelo acesso e pelo título do Módulo III! 

Uai, trem foi bom pra gnt hahah. 

Valeu Feitosa!

18 horas atrás, marciof89 disse:

Apesar de ter perdido alguns jogadores por conta da crise, conseguiu fazer uma ótima temporada, coroada com 2 acessos e um título de lambuja. Agora é ver se na próxima fornada vem bons jogadores para o ataque!

Esse começo é muito difícil quando não pode contratar pra fazer dinheiro, mas será só uma fase. 

A equipe cresceu demais como grupo, foi merecido e importante para o time. 

Valeu, Márcio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

spacer.png

O futuro é logo agora - Fornada 2022.
15 de Novembro de 2022

Os jogos oficiais da temporada já haviam passados, então eu estava no conforto do meu lar, quando o celular tocou.

spacer.pngEra meu auxiliar perguntando se eu iria assistir o jogo entre nosso time sub-20 e a nova fornada que estava chegando pra ingressar no Boston. 

Diferentemente das outras temporadas, fui pessoalmente assistir ao confronto, que acabou em 1x1. Os meninos que iriam ingressar agora no time foram melhores, com maior posse e mais chances criadas. O destaque foi o atacante Mão, que provavelmente é o "PL que se destacou", segundo nos disse nosso auxiliar na pré-admissão da camada jovem.

Obs: Distrai e esqueci de tirar os prints quando a fornada chegou. Os prints que colocarei são do começo da temporada 2023 (quase 3 meses depois).

GOLEIRO
Tivemos apenas 1 goleiro nessa fornada, o Flávio. E é exatamente ele, que na minha opinião, é o melhor valor dessa fornada. Ele já chega com 1,5 estrela de capacidade, o que é maior que nossos outros 2 goleiros. Por isso, já deve chegar e ser testado no time titular.

LATERAL DIREITO
Agnaldo foi o LD que veio nessa fornada. Com atributos ruins e uma personalidade pior ainda, ficará no time sub-20 sendo observado por uma temporada, casa evolua, poderá permanecer na equipe. Ponto positivo é que o jogador é versátil, fazendo também a LE.

LATERAL ESQUERDO
Gabriel foi o nome da vez na LE da fornada. É outro que tem atributos ruins e uma personalidade acomodada. Também será integrado ao plantel sub-20, onde será avaliado de perto durante 1 temporada. O jogador também é bem versátil, fazendo a Meia esquerda e jogando como Médio ofensivo esquerdo.

ZAGUEIROS
Mais uma fornada com mais de uma zagueiro. Ronielle e Adriano são eles. Dos dois, Adriano é o melhor, e já integrará o plantel profissional. Com 1 estrela de capacidade, fazendo as 2 laterais também, tem uma desarme razoável para a idade, além de uma boa altura para posição. O que pega nele é a personalidade, é acomodado. No entanto, acredito que dará um bom reserva para essa temporada. Ronielle será integrado ao time sub-20, tem uma personalidade fraca e atributos não muito estimulantes, será avaliado dentro de 1 temporada.

VOLANTE
Émerson foi o único volante da fornada. Com atributos técnicos e físicos bem fracos, e com jogando em uma posição que tem 2 destaques da equipe no profissional, o jogador não terá muitas chances a princípio. Será outro integrado ao time sub-20 para avaliação.

MEIAS CENTRAIS
Yuri é o jogador que chega para fazer a meia central. O jogador tem uma boa determinação para a idade, mas peca em atributos técnicos. Por isso, também será integrado ao time sub-20.

MEIA ESQUERDA
Lucas, Junio Cesar, Flamarion e Marcus Vinícius são os pontas que jogam pela esquerda dessa fornada. Marcus Vinícius jogará no time principal, acredito que seja o terceiro melhor jogador dessa fornada. Já chega com 1 estrela de capacidade, com um dos melhores físicos do time, tendo aceleração 15, deve render bem ali na esquerda como um bom reserva. O defeito é que ele tem uma personalidade acomodada. Lucas também integrará o plantel principal. É o primeiro jogador que chega com o papel de fazer um avançado interior. Somado isso, sua 1 estrela de capacidade, fazem dele um atributo valioso pro elenco profissional. Flamarion vai jogar no sub-20, não tem muitos atributos que façam dele uma promessa. No entanto tem uma boa predisposição física e uma liderança razoável, o que pode fazer dele um jogador importante para o balneário. Pra terminar, Junio Cesar também jogará no sub-20. Sem atributos que chamem atenção, ficará sendo avaliado por 1 temporada.

MEIA DIRETA
Magno José e Formiga são os meias pela direita. Os dois jogaram no time sub-20 por conta  do número de jogadores que fazem essa função no time profissional. Magno José provavelmente será integrado no principal num futuro próximo, é o melhor jogador do sub-20. Com 1 estrela de capacidade e com um físico que chama atenção, será observado de perto. O considerei o 5º melhor da fornada. Formiga ficará em observação. Com força 1 e resistência 1, não deve dar em nada.

ATAQUE
Essa foi a fornada que mais nos trouxe atacantes. Littibask Varella, Mão e Popó fecharam nossa fornada. Os 3 jogaram no elenco profissa, temos apenas 2 atacantes no elenco hoje. O melhor deles é o Mão, tem uma técnica apurada para a idade (13) e um primeiro toque razoável (11), o que será importante para nosso estilo de toque de bola. Seu físico é ruim, mas tentaremos melhora-lo. Littibask Varella é o segundo melhor atacante da fornada, e por conta da nossa falta de atacante, o julguei como o quarto melhor da fornada. Tem um bom primeiro toque e bate com as duas pernas. É o reserva imediato. A partir de agora será chama de Li Vrau, porque esse nome dele não dá né? O outro atacante que fecha a fornada é o Popó. Com nome de boxeador e agressividade 15 traz a luta na veia. Ficará no elenco principal somente pela falta de atacantes, sendo reavaliado no final da temporada.

PREVISÃO 2023
Com a chegada dos novos jogadores, fechamos a terceira temporada. Depois de 2 acessos e 1 título, a expectativa para a próxima temporada é alta. Teremos uma quantidade relativamente maior de jogos, e por isso o elenco será colocado a prova.

Pela primeira vez desde que cheguei, a diretoria está com uma confiança acima de 15 comigo. Acredito que seja reflexo dos bons resultado da temporada. Os planos para próxima temporada, para a diretoria, é apenas lutar para não cair no Regional.

Para isso, a diretoria correu atrás de dois novos patrocínios. Os dois acordos juntos nos darão R$43m, um aumento significativo em relação ao anterior que era de R$28m. O orçamento para transferência também aumentou, chegando a R$138m para salários. Como não iremos fazer transferências, podemos usar esse dinheiro para manter nossas estrelas.

Com isso, fechamos a temporada com o seguinte balanço.

OUTRAS INFORMAÇÕES


Estatísticas gerais
Prêmio final de temporada
Recorde gols
Recorde melhor em campo
Brasil campeão da copa do mundo com Renato Gaúcho
River campeão da libertadores em cima do boca. Abraço especial para o @brlgon.

Antes do final da temporada ainda montei uma nova tática para o ano seguinte. Iremos testa-la aos poucos e ver como o time se sai com ela. Trata-se do 4132, com 2 mezzalas levando o jogo para as pontas. Um trinco para segurar a subida dos mezzalas. Na frente um AvR e PLF. O estilo de jogo será o mesmo, passes mais curtos, com uma linha razoavelmente alta e antecipando os cruzamento para explorar a principal jogada do lucas, o cabeceio. 

EVOLUÇÕES E DESTAQUES INDIVIDUAIS


O principal destaque da temporada foi o Lucas. Chamando a responsabilidade com  a saída do João Arroz, foi o artilheiro e melhor jogador do time em nota na temporada. Sua habilidade tem crescido de maneira extraordinária, chegando a técnica 17, finta 13 e imprevisibilidade 17, Lucas tem se tornada um grande driblador. Treinei algumas habilidades específicas com ele, como fazer tabelinha e arrematar colocado. Os olheiros já o colocam como um potencial para jogar no regional. Outro jogador que evoluiu bem foi o craque da fornada passada, José Rocha. Com os atributos técnicos principais para um zagueiro em alta, tem se tornada fundamental no setor defensivo.

Com isso fechamos a temporada, entramos de férias e somente voltaremos em Dezembro para dar início a pré-temporada.

spacer.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Caraca, Littbaski! Faltou um R aí. Ou é filho temporão ou foi o avô que escolheu o nome!

É bom mesmo rechear o elenco em quantidade pelo menos, a temporada vai ser dura.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Na década de 90, a coisa mais comum nos campos europeus eram os tradicionais pontas velocistas; dribladores rápidos com capacidade de cruzar bem uma bola e que ficavam sempre preso no seu corredor de atuação. Atualmente, esse é um perfil bastante difícil de se encontrar nos elencos dos grandes clubes do mundo. No jogo moderno, é função dos alas e laterais atacarem os flancos e cruzar a bola para a aula. O ponta tradicional foi substituído pelo ponta de pé trocado. O ponta invertido (extremo invertido em PT-PT, por isso também no jogo e aqui nesse guia) é um desses casos dentro do FM, assim como o avançado interior.
      Enquanto esses pontas de pé trocado surgiram e evoluíram dentro do 4-2-3-1, eles tem funções diferentes dentro de campo de acordo com o time que jogam ou com a formação que são usados. Nas versões anteriores do Football Manager, a única opção tática que um treinador tinha para esse tipo de formação era utilizar um avançado interior. Atualmente, ganhamos uma ferramenta a mais, com o extremo invertido. A principal tarefa desses pontas de pé trocado é utilizar sua velocidade e técnica para duelar com seu marcador e conduzir a bola e o time para mais próximo do gol adversário.
      Para aqueles que ainda não sabem do que estamos falando, vou deixar alguns exemplos da vida real e que inspiraram a Sports Interactive a moldar a função de acordo com seu talento. Jogadores como Arjen Robben, Franck Rybéry e Thierry Henry são alguns dos ícones do futebol que ajudaram o Football Manager a trazer esse tipo de atleta do campo para as telas dos computadores. Hoje, atletas como Serge Gnabry e David Neres são grandes máquinas dentro do Football Manager graças ao que esse tipo de atleta trouxe para o motor do jogo.
      Normalmente, o estilo de jogo desses atletas é bem direito. Uma vez que tem a bola nos pés, eles combinam técnica e dribles com aceleração e boas tomadas de decisão para deixar o marcador para tráz e ou finalizar ou passar a bola para um companheiro melhor posicionado para continuar a jogada. Esse estilo de jogo não combina muito com o estilo de outros avançados interiores da vida real, que cortam para dentro, mas optam por uma enfiada de bola ou cruzamento ao invés do chute.
      Em versões anteriores, ou você transformava esses jogadores em avançados interiores, incluindo seus comportamentos codificados no motor do jogo (e que não podem ser removidos) que instruíam eles a cruzar menos, ou os transformava em construtores de jogo avançados, aceitando que eles iriam cruzar menos e chutar menos, mas fariam passes mais arriscados. Isso mudou a partir do FM 2020, que passou a nos oferecer o Extremo Invertido.
      Como essa função dá aos treinadores maior flexibilidade? As instruções se tornaram mais claras, assim como as percepções de cada um sobre o que cada função pode fazer dentro de uma partida. Para vermos o que eles devem fazer, basta olharmos para as instruções que não podem ser removidas no painel tático. Como mencionamos o Avançado Interior e o Construtor de Jogo Avançado, iremos compará-los antes de chegarmos à estrela desse guia, o Extremo Invertido. Começaremos pelo Construtor de Jogo Avançado.

      O construtor de jogo avançado, quando colocado nas pontas, é primariamente um meio-campista colocado em uma posição de maior largura, que busca encontrar espaços e criar oportunidades para si ou para os companheiros de equipes. O jogador funciona de forma bem restrita, mas tendem a recompor defensivamente quando o time está sem a bola.

      Quando comparamos o construtor de jogo avançado com o avançado interior, podemos ver imediatamente que o avançado interior movimenta-se mais em direção à área, buscando penetrações e necessitam de um tipo diferente de capacidades e habilidades ofensivas.

      E isso faz sentido quando nós examinamos seus comportamentos inerentes e que não podem ser retirados. O avançado interior é mais ofensivo. Eles querem conduzir a bola até o coração da defesa adversária, cortando para dentro a partir do corredor lateral. Ao invés de tentarem criar chances para seus companheiros com uma enfiada de bola, é mais provável que eles tentem marcar o gol por conta própria.
      Entretanto, isso não significa que eles irão chutar a esmo e ignorar companheiros melhores posicionados. Quando colocado em uma tarefa atacar, eles tendem mais a querer marcar o gol, enquanto na função apoiar, o avançado interior está mais afastado do gol e é mais provável que procurem um companheiro livro ou no espaço.

      Isto tudo nos traz até o extremo invertido. A descrição do jogo diz que ele "busca cortar para dentro a partir do terço ofensivo para criar espaço para laterais ultrapassarem e subsequentemente sobrecarregar defensores recuando."

      Seu comportamento inerente é diferente quando comparado as outras funções que mencionamos, já que eles não são instruídos a cruzarem menos ou a correr mais riscos nas tomadas de decisão. Eles são uma versão mais conservativa do avançado interior, ou talvez para ser mais preciso, a combinação entre o avançado interior e o construtor de jogo avançado.
      A movimentação de um extremo invertido é mais lateral se comparada ao avançado interior. O extremo invertido move-se para o corredor central, cortando de uma posição mais aberta. Mas ao invés de finalizar, ele quase sempre passa a bola antes de correr para se posicionar dentro da grande área.

      Quando examinamos o mapa de calor do, combinado com o de passes recebidos pelo, extremo invertido, nós podemos ver essa movimentação. Ele corta para dentro para receber o passe, progride e se posiciona entre o zagueiro e o lateral na área.

      Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o Engenharia do Futebol e FManager Brasil
      Fonte: https://www.footballmanager.com/the-byline/look-inverted-winger-wednesday-wisdom
    • PedroJr14
      By PedroJr14
      Eu já venho matutando há algum tempo uma nova história com um time do meu estado. Depois que o Altos conseguiu o acesso à Série C essa vontade aumentou mais ainda. A grande cereja do bolo foi o relatório sobre a última história que eu fiz aqui, onde o nosso querido @Peepedisse que ainda esperava uma história minha com começo, meio e fim. Desafio aceito!
      O CLUBE
      Muitos aqui sabem que o Altos subiu para a Série C de 2021, mas acredito que poucos sabem das dificuldades enfrentadas pelo clube durante o ano de 2020. A Associação Atlética de Altos fundada como equipe amadora em 2013, na cidade de Altos-PI, cerca de 40km de distância da capital Teresina, se profissionalizou em 2015 e logo obteve sucesso a nível estadual. A organização do clube impressionava e logo no seu primeiro ano profissional conquistou o título da Segunda Divisão do Piauí, garantindo assim o acesso para a Primeira Divisão no ano seguinte. Já no seu primeiro ano na elite, o Altos obteve a melhor campanha do campeonato e venceu a final sobre o River por 4x2 no agregado, porém perdeu o título no tribunal, por conta da escalação de um jogador irregular. Ainda em 2016 o altos obteve a melhor campanha da história da primeira fase da Série D, naquela época(5v-1e-0d), mas acabou eliminado pelo CSA, que conseguiria acessos consecutivos até a primeira divisão.
      O ESTÁDIO

      O Altos manda seus jogos no Estádio Municipal Felipe Raulino, o "FELIPÃO", que tem capacidade para cerca de 4 mil torcedores. Apesar de ficar muito próxima à capital Teresina, o Altos prefere mandar até os jogos grandes no seu estádio, mesmo às vezes sendo menos vantajoso financeiramente, só não joga lá quando é obrigado pela federação. O acanhado Felipe Raulino se transforma em Felipão, um verdadeiro caldeirão quando o time do Altos pisa lá dentro, que já fez o clube conseguir resultados improváveis.
      O MASCOTE

      Particularmente a coisa mais espetacular que eu acho nesse time é o mascote, que além de ser LINDO e SENSUAL, literalmente vive para o clube. E por conta dele eu criei o clássico dos mascotes entre Altos e Piauí Esporte Clube, que também tem um mascote espetacular, nada mais nada menos que um RATO MOLHADO, que se enxuga durante os jogos.
      O QUE ACONTECEU EM 2020?
      A nossa história começará no início de 2020, ignorando os acontecimentos desde ano, mas sem a maioria dos jogadores importantes contratados no ano, diria que sem os mais importantes. Nossas finanças estão zeradas, não temos dinheiro para contratações ou salários e contamos com apenas 18 jogadores no elenco, com posições muito carentes como a presença de apenas 1 goleiro, 1 lateral-direito e 3 zagueiros e 3 meias de ofício.
      Os desafios para um time como o Altos vão bem além das 4 linhas. O clube não tem estrutura, nem investimentos, não tem um banco de análise de dados, nem categorias de base. Vai ser um grande desafio comandar esse time nas próximas temporadas, ainda que eu já conheça alguns atalhos nas divisões inferiores e no Nordeste do Brasil.
      Ainda não posso adiantar qual será a meta para o fim da história, mas acredito que eu só vá parar depois de pelo menos um título de Campeonato Brasileiro, já que eu costumo dar sorte em Copas, então não vou colocar a Copa do Brasil como meta principal. O intervalo (ingame) entre os capítulos também ainda não foi determinado, mas pode ser de 3/3 meses, 4/4 ou 6/6. Devo fazer uma história baseada em tudo que rodeia o clube, passando pelo treinador, presidente e a relação do Altos com a política, o que não costuma dar certo no futebol.
      Estou aberto a dicas, críticas e tudo que possa me ajudar a melhorar como contador dessa história, espero contar com vocês.
      É possível ter uma temporada semelhante à que aconteceu na vida real em 2020-21? Como fazer um time tão limitado ser competitivo? Veremos nos próximos capítulos.
      Sala de troféus
      Capítulos
    • Danut
      By Danut
      Olá pessoal. Sejam bem-vindos ao meu novo save aqui no Profissão: Manager. Desde o FM14 que eu namoro a ideia de jogar um save em que as contratações fiquem nas mãos da diretoria. Nas versões anteriores do FM, porém, essa opção não funcionava de forma adequada. Deixar tudo na mão da diretoria significava jogar campeonatos com apenas cinco ou seis jogadores, com um elenco de dez homens em que seis são laterais esquerdos, e outras bizarrices do tipo. Por conta disso, nunca levei um save do tipo adiante.
      Nas versões mais recentes, porém, isso parece ter sido corrigido. Notadamente, temos aqui na área o exemplo do @ggpofm (que, aliás, novamente merece os créditos pelo banner, que peguei da Galeria de Gráficos), que tem conseguido jogar de forma satisfatória um save nesse estilo. Isso me encorajou a tentar um save no mesmo estilo. A primeira tentativa não teve grande sucesso esportivo, mas a parte das contratações funcionou bem e me encorajou a compartilhar um save nesse formato por aqui.
      E é a partir disso que chegamos ao save atual, no qual acompanharemos a trajetória de Mathis Liam, jovem belga nascido na pequena cidade de Tubize. Diferentemente do que costumo fazer, este será um save de carreira, com o treinador podendo circular também pelos países vizinhos. No entanto, pretendo abordar a carreira de forma um pouco diferente do que está sendo feito em outros saves da área, dando prioridade ao trabalho no clube atual. Não haverá nenhuma regra fixa quanto a isso, mas o meu plano é focar as escolhas de troca de clube no ciclo de cada equipe, em vez de pensar no que seria melhor para a carreira do treinador em si.
       
      Treinador

      Mathis Liam tem 25 anos e poucas qualificações para ser treinador de futebol. Em um daqueles milagres que só acontecem no FM, porém, conseguiu um cargo como treinador em equipe a ser apresentada no próximo post. Com sorte, nosso treinador conseguirá aproveitar a oportunidade para aumentar seu status dentro do mundo do futebol.
       
      Dados do save
      Ligas carregadas: Bélgica, Alemanha, França, Inglaterra (todos 3ª divisão e acima) e Holanda (2ª divisão e acima).
      Base de dados: pequena, com cerca de 24 mil jogadores.
      Data de início: 1º de julho de 2019
      Outras opções: mascarar atributos, não adicionar equipe técnica, sem orçamento na primeira janela de transferências
    • Valismaalane
      By Valismaalane
      O nosso primeiro clube na carreira será o:
        Paide Linnameeskond
       
      Paide Linnameeskond é um clube estoniano de futebol, fundado em 1990 e refundado em 2004, com sede em Paide e manda seus jogos no Paide Linnastaadion. O Paide iniciou como um clube filial do FC Flora (O maior time da Estonia), e no ano de 2005, conseguiu 4 acessos consecutivos, uma coisa inédita no campeonato Estoniano, sendo o primeiro a fazer isso e o único, por enquanto. O Paide é um time com um grande projeto, sendo o time que busca todo seu sucesso baseado em se sustentar na elite do campeonato estoniano. Neste sentido, rapidamente o Paide se tornou a quarta força do país conseguindo um Vice-campeonato da copa em 2015, ainda não foi campeão de nada, mas o seu desenvolvimento chama atenção, principalmente pela contratração de jogadores estrangeiros e repatriação de jogadores estonianos que já estiveram na seleção. O Paide ainda não venceu nada na Estonia, mas vamos mudar isso!
      Site oficial do clube: https://www.paidelinnameeskond.ee/ 
      Técnico: O Técnico sera Ragnar Dragunov, um antigo jogador da seleção estoniana e revelado pelo próprio Paide. Embora não tenha sido um jogador de sucesso, é um jogador relativamente conhecido entre os torcedores estonianos. Ragnar foi contratado com apenas 19 anos como uma das maiores promessas do país pelo Schalke 04, mas não conseguiu espaço no clube e rodou por diversos países como Japão, Uzbequistão, Cazaquistão, Russia e armênia, retornou a Estonia e encerrou sua carreira no Valga Warriors de Valga na segunda divisão estoniana. (Experiência passada no clube // História ficticia)
       
      Metas do Save:
       
       - Me tornar um dos maiores técnicos da Estonia
       - Classificar um clube estoniano para fase de grupos da EURO
      Classificar um clube estoniano para fase de grupos da Champions
      Revelar jogadores estonianos com nível para seleção (Zarikov - Cap. 30)
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma copa do mundo inédita
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma Eurocopa Inédita
      Objetivos do save:
      - Permitido trocar de clube durante o save
      - Se assumir a seleção tenho que estar sem clube ou trocar o clube pela seleção (não comandar os dois simultaneamente)
      - O save é voltado para o técnico e não para a liga estoniana (embora seja uma das minhas vontades crescer o futebol estoniano)
      - Se for necessário, posso mudar os objetivos do save durante a temporada.
      - Me divertir
      Início da Carreira:
       Temporada 01/2019

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Temporada 02/2020

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Primeira fase Mata-Mata
       Temporada 03/2021
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Fase de Grupos
       Temporada 04/2022
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Vice-Campeão)
      Copa da Estonia (Eliminado pelo Kalju nas Quartas-Final)
       - Não classificado para nenhuma competição Continental
       Temporada 05/2023
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Eliminado no Mata-Mata para o Heerenveen
       Temporada 06/2024
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Champions League (Eliminado na fase de Grupos)
       Temporada 07/2025 e 2026
      Juventus Football Club - Demitido
       Campeonato Italiano (4º Lugar)
       Copa da Italia (Eliminado)
       Champions League (Eliminado nas Quartas)
       Temporada 08/2026 e 2027
       Sassuolo -
      -
      -
      -
      Base do Jogo:
      *Foram adicionados no ano de 2021 o Brasil, Portugal e a Italia
      Notas do Jogador:
      Espero me divertir e que todos os leitores se divirtam. Criticas construtivas sempre serão bem recebidas, e espero uma boa interação com todos! Obrigado e "NAUTIGE"!
      Obs: Kogemus Jalgpall significa algo como: "Sinta o futebol", "experiencie o futebol" (não tem um significado literal para português, mas é utilizado para vivenciar algo)
       
      Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial ao @ggpofm pelas varias dicas e conselhos e por ter feito o Banner da saga! Também gostaria de agradecer a todos que estão dando seus respectivos feedback e acompanhando, interagindo com a saga! Obrigado!
    • Makengo
      By Makengo
      Esta vai ser a minha 1ª história aqui no fórum. 
      Se estiveres a ler isto, irás ler a história de dois treinadores com passados e objetivos diferentes:
      -Um deles, Ben Ivanov não sabe muito bem o que quer da vida mas está disposto a escrever o seu nome na história do futebol;
      -A outra, Manami Yoshida, irá querer calar a boca de críticos e reerguer um gigante adormecido;
      Histórias completamente diferentes mas que irão se cruzar (ou não) em um ponto.
      Seguindo a vibe de algúem chamado Justice (do fórum FMScout), também farei entrevistas e conferencias de imprensa mais detalhadas do que as que o jogo tem para oferecer.
      Fiquem apenas ligados em Manami Yoshida e Bennet «Ben» Ivanov
       
×
×
  • Create New...