Jump to content
Sign in to follow this  
ElPerroMG

Boston City FC Brasil - (29/03) - 10 vezes para o Boston

Recommended Posts

Henrique M.

Pelo começo da temporada no Brasileiro, achei que teria dificuldades, mas a equipe se encontrou tranquilamente e terminou com uma vaga na Libertadores, melhorando bastante a performance do ano anterior. Na Copa Sul-Americana, chegou a final e tem a chance de conquistar o primeiro título de grande importância para o Boston, mas, pega um adversário complicado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
Em 26/11/2020 em 08:36, ggpofm disse:

O Boston vem fazendo uma campanha melhor que a do ano anterior e isso é muito bom. Seria até esperado de uma temporada para outra, já que é comum se reforçar a equipe nesse momento. Contudo, o Boston é um equipe formada apenas por atletas da base e isso é de se valorizar. Mesmo assim, parece que há um problema da equipe ao jogar fora de casa, um problema que você já havia identificado na temporada passada em uma resposta ao Peepe. Tem ideia do que possa ser? Isso pode pesar nas rodadas finais.

Parabéns pela convocação, mais legal será quando o jogador estiver na sua equipe. Uma das coisas que acho que o YC poderia ter é a possibilidade de recontratar jogadores formados na base do próprio clube.

Na Sula, o Boston está perto de um título muito importante, após ter passado por seus adversário em eliminatórias partidas apertas, mas a vaga foi merecida em ambas. Nas quartas. passou pelo Barcelona com mais tranquilidade, mas an fase seguinte passou por uma forte La U. O Fluminense ganhou um título internacional no seu save? Estou apostando nele na decisão.

A temporada tem sido muito boa até aqui, mesmo se perder o título na Sula. O crescimento no Brasileirão é fundamental para o futuro.

 

Fala, GG!!

Nessa temporada melhoramos um pouco ainda (2 pontos) hahah. Conquistamos 20 pontos fora, na última foram 18. Acredito muito na falta de qualidade do setor defensivo, nosso time sempre faz bastante gols quando sai de Manhuaçu, mas acaba também sofrendo muito. Confesso que já pensei em algo mais defensivo qd sair de MG, mas aí poderia piorar chamando o adversário.

Achei bem legal também. Com certeza será bem legal, mas será que chegamos nesse patamar? Tomara né. Eu penso dessa maneira também, poder repatriar alguns jogadores formados aqui. Teríamos uma seleção e tanto se pudéssemos fazer isso.

Ganhou sim, GG. O Flu foi campeão da Sula em 2025 e 2032, e tem 2 vices da Recopa.

O jogo acredito que será equilibrado, mas qualquer que seja o resultado estou orgulhoso. 

Valeu por comentar, GG!

Em 26/11/2020 em 18:34, Peepe disse:

A campanha no Brasileirão é bem irregular e confesso que estou surpreso com a posição na tabela: ao ver os resultados imaginei uma metade inferior mas a lógica de não perder te fez pontuar em momentos cruciais. Faltando 5 jogos e sem mais peso no calendário, não vai ser fácil maa só depende dos próprios esforços e acho que o Boston vai subir de patamar continental.

Com relação a Sula, o que prevíamos foi o que aconteceu: o chaveamento te colocou diante de bons times mas o nível Brasil se sobrepõe aos co-irmaos continentais com o tempo e um 7º lugar aqui bate de frente com o equivalente boliviano. O caldo engrossou agora que é o Fluminense mas é a chance perfeita de vingar a Copa do Brasil passada.

Fala, Pepe!!

Muitas equipes estão tendo campanhas irregulares, o que faz com que o número de pontos seja parelho entre quase todas as brigas da competição. O ruim é que preciso colocar os reservas contra o CSA e ainda temos um confronto direto com Bahia e um jogo contra o Fla, mas vamos com tudo.

Peguei times acessíveis até a semi. Foi uma vitória nos detalhes do gol fora contra a LaU, mas agora na final é jogo único e a estratégia tem que mudar. Vamos ver o que acontece, mas o Flu é bem mais maduro e tem mais time que nós por agora.

Valeu por comentar, Pepe!!

11 horas atrás, Tsuru disse:

MC Marcelo botou ali um funk pra tocar, distraiu os jogadores do Boston e aproveitou pra balançar as redes.

Que isso...o Coelho tava tão desesperado que tacou tudo em cima do Boston. Pirulito, Paredes...

Alegria do Santos, tristeza do Boston

Nesse caso nem Jesus salvou. 

Findo o festival de piadinhas infames, acho as duas campanhas muito boas, brigando por vaga na Libertadores e chegando até a decisão da Sul-Americana. Para um time com as dificuldades do Boston, que ainda procura se afirmar e não pode contratar, tá muito bom. E mais do que isso, traz ótimas perspectivas para as próximas temporadas. Se mantiver a pegada, acho eu que em 3-4 temporadas vai começar de fato a brigar pelo título do Brasileirão.

Muito legal também o primeiro jogador na Seleção. Força aí e que venha a taça na Sula!

Fala, Tsuru!!

HAHAHAHHA Hoje tá terrível. Essa piada do MC foi a melhor, não dava pra deixar escapar.

Também estou muito feliz com a temporada até aqui. A análise anterior do Pepe foi perfeita em relação a Sula. Com um pouco de sorte fomos avançando e pegamos a LaU em um momento crescente do time, acabando por classificar. Agora é jogo unico e vamos ver o que vai dar. 

Valeu por comentar, Tsuru!!

9 horas atrás, Nei não cai (38D) disse:

E o pivozão do Nei aqui hein? 

Fluminense é complicado, mas pode por na minha conta que eu resolvo.

Pressão? É como eu gosto de dizer, quem tem pressão é quem acorda às 5 da manhã para ganhar 10 reais, não nós, que dirigimos BMW e Mercedes Benz.

E que fornada hein?

Fala, NeiMito!!

Nei + 10 e a faixa pro melhor do time, não precisa de mais nada.

Pressão toda deles, a gente entra na maciota como a surpresa hahah. 

Fornada rendeu mais uns 2 bons meias, que as próximas possam ser assim. 

Valeu por comentar, Nei!!

8 horas atrás, div disse:

Ih rapaz, acabei perdendo uma atualização haha.

Sobre o campeonato mineiro, ficou apenas a dois pontinhos do primeiro colocado. Achei que esse ano ia conseguir passar a barreira das semifinais, mas não rolou por conta do regulamento.

Na Copa do Brasil, foi longe, mas, mesmo eliminando times grandes, acabou parando no Paraná. Uma pena.

Na Sul Americana faz uma campanha surpreendente chegando numa final continental na primeira temporada em que pôde disputar. Fica a torcida para continuar a boa fase na competição e levar o caneco.

No Campeonato Brasileiro acreditei, pelo primeiro mês, que seria um ano difícil para o Bosto. Que nada! Foi só um pouco de empatite mesmo haha. Vem evoluindo e agora no final do campeonato já se encontra em posição de brigar fortemente por vaga na Libertadores. A tabela dos últimos 5 jogos não é das mais fáceis, mas acredito na força do Boston para superar os adversários e se garantir na Libertadores. De uma forma ou de outra (já que tem a vaga da Sul-Americana).

Boa sorte no final da temporada!
 

Fala, Div!!

Essa semana foi a jato hahah.

Esse regulamento do mineiro é foda, o que aumenta ainda mais a importância de se classificar em primeiro. 

Na CdB eliminamos o Vasco, jogando pior, mas caímos jogando melhor contra o Paraná, acontece.

Sulamericana estando voando, alma copeira até aqui. Basta saber se ela vai continuar na final contra o time mais complicado até aqui, ficaremos na torcida. 

O time sempre começa tropeçando, eu nem me assusto mais. É assim desde a Série B. No meio da competição o time empolga e no final cai dnv haahah. Nesse ano nao podemos cair no final, precisamos de somar pontos para pegar a vaga na Liberta. 

Valeu por comentar, Div!!

6 horas atrás, Henrique M. disse:

Pelo começo da temporada no Brasileiro, achei que teria dificuldades, mas a equipe se encontrou tranquilamente e terminou com uma vaga na Libertadores, melhorando bastante a performance do ano anterior. Na Copa Sul-Americana, chegou a final e tem a chance de conquistar o primeiro título de grande importância para o Boston, mas, pega um adversário complicado.

Fala, Henrique!!

Como falei pro Div, o time tem essa tendência de começar mal e ir recuperando na metade da competição. Ainda não confirmamos a vaga, faltam 5 rodadas e tem 4 times brigando pelas últimas vagas, tomara que possamos nos classificar, mas vai ter jogo duro ainda. 

Adversário bem complicado, que nas últimas temporadas vieram fortes no Brasileiro e que já ganharam 2 vezes a Sula. Porém, vamos na humildade como zebra e ver o que dará.

Valeu por comentar, Henrique!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Estava fazendo uma releitura e te dou os parabéns pela grande evolução da equipe. Aos poucos vou estar acompanhando e comentando 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
7 horas atrás, LC disse:

Estava fazendo uma releitura e te dou os parabéns pela grande evolução da equipe. Aos poucos vou estar acompanhando e comentando 

Fala, LC!

Bem vindo novamente.

Chegou a tempo de ainda ver o time no auge hahah. 

Valeu, LC!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Banner-Bost9d936abc2b25a0f1.png

Golpe Duplo.
06 de Dezembro de 2043.

COPA-SULAMERICANA60aba46269c4ee61.png

 

A grande decisão foi contra o Fluminense, que havia passado pelo Instituto ACC. 57.000 torcedores lotaram o Monumental de Nuñez, sendo 12.000 torcedores do Boston, mais do que nossa capacidade do estádio JK.

Dentro de campo o Fluminense parecia estar mais tranquilo para buscar a vitória. Aquela frieza do nosso time em outros confrontos parece ter sumido e nosso time não conseguia criar uma boa jogada. Foram 30’ de pressão do Flu. Nos 15’ finais do primeiro tempo conseguimos duas boas chances, inclusive acertando uma bola que beijou o travessão com Nei Não Cai (38D), completando uma cabeçada. O primeiro tempo terminou mesmo em 0x0. No intervalo falei para o time continuar assim, mas que eu acreditava que eles poderiam dar mais.

O cenário não se alterou no retorno ao campo, com o Fluminense em cima e a gente explorando alguns contra ataques. Aos 58’ de jogo aconteceu o pior. Danilo Sosa acertou um belo chute da intermediária direita e abriu o placar para o Fluminense.

spacer.png
Gol do Flu na decisão

O time deles se fechou depois e eu fui com tudo pra cima. Não adiantou muito, nosso time teve poucas chances, mais em cruzamentos do que tudo e o jogo terminou mesmo em 1x0 para o Fluminense, que se consagrou campeão da Copa Sul-americana 2043.

spacer.png

Confesso que o sentimento é de frustação pela derrota na final, mas ao mesmo tempo de orgulho por poder chegar entre os 2 melhores da competição, inclusive vencendo o atual campeão chileno e outros grandes pelo caminho. Aos poucos vamos amadurecendo e quem sabe voltaremos a decisão em alguns anos.

BRASIL-SERIE-A5411897f2e53e391.png

 

Iniciamos os 5 jogos restantes indo visitar o CSA em Alagoas e tomamos uma traulitada. O jogo era 3 dias antes da final da Sul-americana, então entramos com o time reserva e perdemos por 3x0. O jogo seguinte, já pós decisão, foi contra o Flamengo, em Manhuaçu. Abrimos o placar aos 15’ com Einstein Jr. (33D). Glauquinho empatou aos 50’, mas aos 60’, Marcus Vinicius (34O) decretou nossa vitória por 2x1. Fomos visitar o Ceará no Nordeste e saímos atrás logo aos 37’ de jogo. Aos 76’ o Ceará fez mais um e confirmou a vitória deles por 2x0. Perdemos outra na sequência, quando recebemos o Bahia e perdemos de 1x0 com gol de Juan Alvez aos 67’. O último jogo do campeonato foi contra a Portuguesa. Saímos atrás com Quiroga, mas viramos ainda na etapa inicial com Lúdyo (35E) e Vandro (37B). Alencastre empatou aos 80’, mas Vandro (37B) confirmou nossa vitória por 3x2 aos 83’.

ULTIMOS-59c4cb283b9d2308b.png
CSA | Flamengo | Ceará | Bahia | Portuguesa

Terminamos na 8ª posição, com o mesmo número de pontos do América Mineiro, que ficou com a última vaga para a libertadores. Dupla frustação no fim de ano, verdadeiro golpe duplo, deixamos escapar um título internacional e duplamente uma vaga na Libertadores. Como consolo, disputaremos a Sul-americana mais uma vez. No fim das contas, batemos nosso próprio recorde e conseguimos a melhor campanha nacional da história do Boston. Destaque negativo mais uma vez para o setor defensivo, que dessa vez se superou e conseguiu ser o pior da competição.

TABELA-FINALe32d9d8786775975.png

Romulo Frank (33G) foi eleito o segundo melhor jogador da competição e eu fui eleito o segundo melhor treinador do ano. Além disso, nosso ex goleiro Alex Sandro (35A) foi eleito o melhor goleiro da competição, integrando a equipe do ano, assim como Romulo Frank (33G).

an-lise-individual4648b519d4ba1675.png

 

Defensivamente, embora seja difícil ter um destaque, continuo trazendo Cris (34F) como destaque. Ele ainda é nosso principal homem de defesa e terminou a temporada com 55 jogos disputados e nota média de 6,83.

Os outros 4 destaques são ofensivos. Adriel Luciano (42A) aumentou demais seus atributos durante a temporada e eu já o considero o melhor jogador do time. Foram 33 jogos como titulares e 6 assistências. Outro jovem que se destacou no segundo semestre principalmente foi Lucas Santos Araújo (41A). O jovem atacante também cresceu demais seus atributos, chegando a 4 estrelas de capacidade. Ele jogou 27 jogos com titular, marcando 9 gols e dando 6 assistências.

Os dois grandes destaques do time não poderiam ser outros. Nei Não Cai (38D) é ídolo do time não é à toa. Nosso centroavante jogou 59 jogos no ano como titular, marcando 20 gols e dando 9 assistências, sendo o artilheiro do time no ano. O grande destaque foi Romulo Frank (33G), que marcou 17 gols e deu 10 assistências em 44 jogos com titular.

EST16571e1e21356d750.png
EST2d03b86502e5556ef.png
EST346ea11ac87b1631e.png

Boston-sub209845b63627a5570e.png

Nosso time Sub-20 teve como primeira competição do ano, como de costume, a Copa SP de futebol júnior. Passamos bem pela fase de grupos e enfrentamos 2 potenciais no futebol de base do país nas fases subsequentes. Mesmo assim ainda avançamos bem, vencendo Cruzeiro e Corinthians. Nas oitavas de final pegamos o Santos e não conseguimos resistir, e perdemos por 1x0.

COPA-SPb3e33eda6efee764.png

No Mineiro sub-20 fizemos a pior temporada dos últimos anos. Terminamos apenas na 4ª posição, ficando atrás dos 3 grandes de BH.

MINEIRO0fed78b2e1fbdf60.png

Esse ano também tivemos a disputa do Brasileirão Sub-17 e do Brasileirão Sub-20.

Pelo Brasileirão Sub-20, terminamos a primeira fase de classificação na 5ª posição, classificando para as fases finais da competição. Na fase final, eliminamos o Fluminense nas quartas de final, mas acabamos caindo para o Flamengo Sub-20 nas semis. 

BRASILEIRO-SUB20-2086e85ead321730a.png

No Brasileirão Sub-17 a história foi outra e conquistamos o primeiro título importante da nossa base. Na primeira fase, classificamos em 1º no nosso grupo, com 7V, 1E e 1D. Na fase final, o sorteio foi legal com a gente e enfrentamos Fortaleza e Paraná antes da decisão contra o Cruzeiro.

BRASIL-SUB-177b2778c56907d286.png

Depois de um empate em 1x1 na Toquinha da Raposa, vencemos por 3x1 no Estádio JK e nos sagramos campeões brasileiros Sub-17.

FINANCAS6f27cf26882d5759.png

Fechamos o ano com ótimos R$172 milhões em caixa. Muito desse dinheiro todo se deve aos R$170M de direitos televisivos pagos no decorrer do ano, conforme se vê nas receitas. O segundo maior ganho foi em prêmios de competições.

Por outro lado, nosso maior gasto continua sendo com as Camadas Jovens do time, principalmente em recrutamento. Seguido por salário dos jogadores e manutenção do campo.

FINANCAS48b4da029e66b7a9.md.png

O sumário comercial seguiu a tendência. Aumentamos patrocínio, receitas e tudo mais. Romulo Frank (33G) foi o jogador com mais camisas vendidas, seguido por Nei Não Cai (38D).

SUMARIO-COMERCIALdcd5fdfba29122e1.png

outras-informa-esad3d7d0aadba03ce.png

Time do ano para os adeptos | Melhor 11 | Transferências | Resumo Estatísticas | Série B | Série C | Série D | Copa do Brasil | Libertadores | Copa do Mundo 2042 (Tinha esquecido de trazer heheh).

 Rodap-Bostab373bb2647b94be.png

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

A decisão da sul-americana deve ficar na memória, mais por conta da bela caminhada da equipe do que pela decisão. O Boston não parece ter feito uma boa partida na Argentina. Arrematou pouco e o pouco que fez não foi no alvo. Pouca posse de bola, muitas faltas, poucos passes completados. Não há muito o que lamentar, o Fluminense foi melhor. Mas o vice deve ser motivo de orgulho e se tudo der certo poderá tentar o título na próxima temporada, mas espero que não se torne um hábito, afinal é melhor disputar a Libertadores e ficar sempre entre as equipes que vão para o mata-mata, tanto financeiramente, como esportivamente.

A expectativa de perder pontos fora de casa eu havia levantado anteriormente e se concretizou. É bem verdade que terminou empatado com outra equipe mineira, então dá até para falar que foi contra o Bahia que perdeu a vaga na Libertadores. Particularmente, vejo uma equipe com sérios problemas ao jogar fora de casa e isso precisa ser trabalhado. O ataque é o 3º melhor da competição, mas a defesa é desastrosa. Se conseguisse, melhorá-la um pouco, apesar dos problemas que você já disse ter com o elenco, faria a diferença. Mas vamos imaginar que não há como resolver, ou mitigar, esse problema defensivo, então, o melhor caminho seria trabalhar para conseguir mais pontos fora de casa. Só isso já será capaz de alçar o Boston a posições ainda mais altas na tabela.

Como foi a colocação do Boston fora e dentro de casa? Das 12 derrotas quantas foram fora de casa? Quantas partidas venceu fora de casa?

Parabéns pelo título di sub-17. Vamos torcer para que alguns deles cheguem ao profissional.

No geral, a temporada foi muito boa. Se não perder jogadores importantes e resolver alguns problemas, poderá sonhar com mais.

Quanta grana. Que bom. Parabéns!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

Futebol é isso que aconteceu hoje, gols, jogadas. Poderia ter entrado aquela bola e estaríamos comemorando.

Mas vou dizer, estamos numa crescente, já somos um dos times mais estruturados da série A. O Fluminense? Bem, ratos passeiam pelo treino dos caras...

Não devo sair daqui tão cedo. Agora é vencer o título do mineiro e voltar bem nos campeonatos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
IgorRod1991

Apesar as "frustrações" por não ter conseguido o acesso para Libertadores, nem o título da Sulamericana, analisando a campanha do time, a mesma foi boa, só o feito de ter chegado na Final de uma competição internacional, já é algo a se comemorar e mostrar  a evolução do time ao longo dos anos. Para próxima temporada, acredito que o time já criou uma "casca" na Sulamericana, e quem sabe não consegue repetir o feito e levar a competição. Nos torneios de base o time conseguiu ir bem, apesar de ter conseguido apenas um título, o time mostra que vale a pena investir na base(é só ver que um dos destaque do time na temporada(Adriel), se não me falha a memória, é da base do clube).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Freguês do Fluminense não tem jeito hahaha final não se joga, final se ganha e até entendo que tenha sido inferior dentro dos 90' mas há sempre que se lamentar que aquela bolinha avulsa não tenha caído a seu favor. Fica a lição e o mérito de ir tão longe logo na primeira campanha internacional, algo que se assemelhou muito ao que fez a Ponte Preta em 2013 (salvo engano era a primeira participação do clube numa competição internacional e bateu vice logo de cara). É torcer para que seu futuro seja mais feliz que o da Macaca...

Sobre a Copa do Mundo, a Suíça foi forçada a ser campeão com esse chaveamento. Bacana ver como a realidade paralela promove zebras e é engraçado como certas coisas nunca mudam: garanto que os jornais resumiriam essa Copa em "A Holanda jogou como nunca e perdeu como sempre"

Boa sorte na próxima temporada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

É como tu mesmo disse, é um misto de frustração, natural pela perda de uma final, com entusiasmo por ter chegado tão longe.

No brasileirão, venceu do time mais difícil e perdeu do mais fácil haha. Acontece. Já é certo que não vai para a Libertadores? No Mundi Up do 19 são 5 vagas diretas e 2 de pré-libertadores e, dependendo do campeão da Copa do Brasil abre mais uma. Quem sabe não vem uma inesperada vaga na Liberta? Se bem que talvez ainda não seja a hora.

Boa sorte na próxima temporada. Nessa temporada a final do mineiro não escapa haha

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Cara, sinto falta da capacidade atual dos jogadores na tela de elenco, acho bacana pra gente avaliar como estão os jogadores atualmente.

Primeira temporada na primeira divisão e já conseguiu bons resultados, mas foi nessa que surpreendeu. Ter perdido a vaga na Libertadores não é nada, absolutamente nada! O time do Boston tá de parabéns e a partir de agora é embutir essa mentalidade vencedora no time, pois o caminho é árduo, mas existe capacidade.

E vou te dizer, mineiro é questão de tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Me empolguei com a tabela anterior e realmente achei que tinha deixado só a decisão da Sulamiranda para essa postagem. Parece que ziquei no Brasileiro, já que na finalíssima contra o Fluminense, perdeu no detalhe, o que é válido para uma primeira final. Poderia ter saído vencedor, lutou de igual para igual, mas um chute de longe definiu o confronto.

E fico imaginando o que seria do seu time sem o ataque, já que nunca tinha visto uma equipe ter a pior defesa e ficar ainda relativamente bem no campeonato.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
Em 29/11/2020 em 11:52, ggpofm disse:

A decisão da sul-americana deve ficar na memória, mais por conta da bela caminhada da equipe do que pela decisão. O Boston não parece ter feito uma boa partida na Argentina. Arrematou pouco e o pouco que fez não foi no alvo. Pouca posse de bola, muitas faltas, poucos passes completados. Não há muito o que lamentar, o Fluminense foi melhor. Mas o vice deve ser motivo de orgulho e se tudo der certo poderá tentar o título na próxima temporada, mas espero que não se torne um hábito, afinal é melhor disputar a Libertadores e ficar sempre entre as equipes que vão para o mata-mata, tanto financeiramente, como esportivamente.

A expectativa de perder pontos fora de casa eu havia levantado anteriormente e se concretizou. É bem verdade que terminou empatado com outra equipe mineira, então dá até para falar que foi contra o Bahia que perdeu a vaga na Libertadores. Particularmente, vejo uma equipe com sérios problemas ao jogar fora de casa e isso precisa ser trabalhado. O ataque é o 3º melhor da competição, mas a defesa é desastrosa. Se conseguisse, melhorá-la um pouco, apesar dos problemas que você já disse ter com o elenco, faria a diferença. Mas vamos imaginar que não há como resolver, ou mitigar, esse problema defensivo, então, o melhor caminho seria trabalhar para conseguir mais pontos fora de casa. Só isso já será capaz de alçar o Boston a posições ainda mais altas na tabela.

Como foi a colocação do Boston fora e dentro de casa? Das 12 derrotas quantas foram fora de casa? Quantas partidas venceu fora de casa?

Parabéns pelo título di sub-17. Vamos torcer para que alguns deles cheguem ao profissional.

No geral, a temporada foi muito boa. Se não perder jogadores importantes e resolver alguns problemas, poderá sonhar com mais.

Quanta grana. Que bom. Parabéns!

Fala, GG!

Pois é, o time não se encontrou em campo e realmente o título foi merecido para o Flu. Eles souberam levar melhor a partida, com mais experiência nessas competições do que nós. Quem sabe em um futuro não possamos repetir e dose, mas com um final diferente, né?! Com certeza, temos que mudar o panorama e começar a vencer e ir colecionando títulos, só assim mudamos o rumo da reputação do time.

Acredito que perdemos nesses últimos jogos mesmo. Perder do Bahia em casa não estava nos meus planos, mas foi algo que aconteceu e acabou nos custando caro. Por incrível que pareça tivemos a mesma posição dentro (primeiro print) e fora (segundo print) de casa (8º lugar nas duas). Porém, esses pontos fora de casa também me incomodam. 

CASA82c1140891e64250.png FORA9f36b14d4376dc84.png

O problema defensivo é algo que me acompanha desde a Série B, e o pior de tudo que em tantas temporadas depois, não aparece um mísero zagueiro que possa ter potencial acima dos demais, a gente vai se virando com o que dá. Por sorte, o ataque resolve bem e por vezes conseguimos vencer.

Obrigado, GG!!

Valeu por comentar!!

Em 29/11/2020 em 18:03, Nei não cai (38D) disse:

Futebol é isso que aconteceu hoje, gols, jogadas. Poderia ter entrado aquela bola e estaríamos comemorando.

Mas vou dizer, estamos numa crescente, já somos um dos times mais estruturados da série A. O Fluminense? Bem, ratos passeiam pelo treino dos caras...

Não devo sair daqui tão cedo. Agora é vencer o título do mineiro e voltar bem nos campeonatos.

Fala, NeiMito!!

Futebol tem dessas coisas, sempre vai ter só um vencedor e hoje não fomos nós, mas quem sabe em uma próxima?

Fluzão vai pagar a B daqui uns anos hahah

Valeu, Nei!!

Em 29/11/2020 em 19:46, IgorRod1991 disse:

Apesar as "frustrações" por não ter conseguido o acesso para Libertadores, nem o título da Sulamericana, analisando a campanha do time, a mesma foi boa, só o feito de ter chegado na Final de uma competição internacional, já é algo a se comemorar e mostrar  a evolução do time ao longo dos anos. Para próxima temporada, acredito que o time já criou uma "casca" na Sulamericana, e quem sabe não consegue repetir o feito e levar a competição. Nos torneios de base o time conseguiu ir bem, apesar de ter conseguido apenas um título, o time mostra que vale a pena investir na base(é só ver que um dos destaque do time na temporada(Adriel), se não me falha a memória, é da base do clube).

Fala, Igor!!

A frustação fica realmente, mas fizemos bem bonito, sim, em chegar na final logo na primeira participação. Como disse para o GG, precisamos mesmo criar essa casca, conquistar mais títulos e ir aumentando a reputação do time nacional e internacionalmente.

Sim, Adriel é da base, assim como todos do time. Não posso contratar aqui no save, a proposta é usar somente as fornadas.

Valeu por comentar, Igor!!

Em 30/11/2020 em 17:56, Peepe disse:

Freguês do Fluminense não tem jeito hahaha final não se joga, final se ganha e até entendo que tenha sido inferior dentro dos 90' mas há sempre que se lamentar que aquela bolinha avulsa não tenha caído a seu favor. Fica a lição e o mérito de ir tão longe logo na primeira campanha internacional, algo que se assemelhou muito ao que fez a Ponte Preta em 2013 (salvo engano era a primeira participação do clube numa competição internacional e bateu vice logo de cara). É torcer para que seu futuro seja mais feliz que o da Macaca...

Sobre a Copa do Mundo, a Suíça foi forçada a ser campeão com esse chaveamento. Bacana ver como a realidade paralela promove zebras e é engraçado como certas coisas nunca mudam: garanto que os jornais resumiriam essa Copa em "A Holanda jogou como nunca e perdeu como sempre"

Boa sorte na próxima temporada!

Fala, Peepe!!

Mais um time pra eu ser freguês né? HAHAH

Pois é, uma bola poderia ter mudado tudo, ou não, o futebol é sempre uma caixinha de surpresas. Ponte, São Caetano e até mesmo a Chape, tiveram seus anos dourados no futebol internacional e hoje nem na elite estão mais. Tomara que nosso rumo seja diferente mesmo. Mas eu também lembrei desses exemplos quando fui avançando.

Além de ter sido campeões, eles foram vice na última edição. Pode se dizer que foi uma geração de ouro. Holanda com Mundial é parecido com Palmeiras, um mix de amor e ódio. 

Valeu por comentar, Peepe!!

Em 01/12/2020 em 07:40, div disse:

É como tu mesmo disse, é um misto de frustração, natural pela perda de uma final, com entusiasmo por ter chegado tão longe.

No brasileirão, venceu do time mais difícil e perdeu do mais fácil haha. Acontece. Já é certo que não vai para a Libertadores? No Mundi Up do 19 são 5 vagas diretas e 2 de pré-libertadores e, dependendo do campeão da Copa do Brasil abre mais uma. Quem sabe não vem uma inesperada vaga na Liberta? Se bem que talvez ainda não seja a hora.

Boa sorte na próxima temporada. Nessa temporada a final do mineiro não escapa haha

 

Fala, Div!!

Pois é, mas no esporte tem dessas coisas, nem sempre as coisas saem como a gente quer e basta tirar uma lição positiva sobre, se é que tem hahah. 

Já sim, até saiu o time que vou enfrentar na Sula, dessa vez nem o Bug nos ajudou. Prefiro tentar repetir a dose na Sula também. Acho que não temos time ainda pra bater de frente com River e Grêmio. 

Será que não? haah

Valeu por comentar, Div!!

22 horas atrás, marciof89 disse:

Cara, sinto falta da capacidade atual dos jogadores na tela de elenco, acho bacana pra gente avaliar como estão os jogadores atualmente.

Primeira temporada na primeira divisão e já conseguiu bons resultados, mas foi nessa que surpreendeu. Ter perdido a vaga na Libertadores não é nada, absolutamente nada! O time do Boston tá de parabéns e a partir de agora é embutir essa mentalidade vencedora no time, pois o caminho é árduo, mas existe capacidade.

E vou te dizer, mineiro é questão de tempo.

Fala, Márcio!!

Na análise individual eu acabei deixando fora, realmente. Tive que desinstalar e instalar dnv, acabou sumindo e passou batido. De qualquer forma, no começo da temporada eu costumo trazer os titulares, uma prévia haha. Vou mudar o layout lá e trazer, Márcio. Valeu por mostrar!!

Fica um gostinho de quero mais, mas é exatamente nele que a gente tem que se agarrar pra poder ir melhor na próxima temporada e chegar na Liberta. 

Tomara que seja. 

Valeu por comentar, Márcio!!

17 horas atrás, Henrique M. disse:

Me empolguei com a tabela anterior e realmente achei que tinha deixado só a decisão da Sulamiranda para essa postagem. Parece que ziquei no Brasileiro, já que na finalíssima contra o Fluminense, perdeu no detalhe, o que é válido para uma primeira final. Poderia ter saído vencedor, lutou de igual para igual, mas um chute de longe definiu o confronto.

E fico imaginando o que seria do seu time sem o ataque, já que nunca tinha visto uma equipe ter a pior defesa e ficar ainda relativamente bem no campeonato.

Fala, Henrique!

HAHAHA deu muito bom não né? Final em jogo único tem dessas coisas, mas como falei com GG, não merecemos o título. O Flu jogou muito mais bola e foi merecedor. 

Minha defesa é bem fraca ou então eu não encontrei um estilo que a melhore ainda. Nunca vem jogador bom pra defesa nas fornadas e somos reféns dos mesmos zagueiros da Série C até hoje. Por sorte nosso ataque compensa. E sempre vencemos por 4x3, 3x2 o que acaba aumentando os gols sofridos. 

Valeu por comentar, Henrique!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Banner-Bostf73c94cf98f309ba.png

Alho, água benta e muito sal grosso.
06 de Junho de 2044

Terminamos a última temporada tendo 2 destaques que vinham pedido mais espaço no time principal, Adriel Luciano (42A) e Lucas Santos Araújo (41A). Com isso, aproveitei o começo de temporada pra tentar um estilo de jogo diferente, os colocando para jogar em suas melhores posições. Porém, Lucas Santos Araújo (41A) joga na esquerda, posição de Romulo Frank (33G), e não tem como eu escolher entre um e outro, ou seja, terei que dar chance de jogo para os dois, o que é bom, pensando no calendário apertado do Brasil.

A primeira opção que elaborei é um estilo de 424 assimétrico. Deixarei a princípio Max William (34M) como um Segundo Volante apoiar, Romulo Frank (33G) como um extremo pela esquerda e Vandro (37B) como um Extremo Invertido pela direita. Na frente, tentarei Breno Rayol (43A), recém chegado da última fornada, como um avançado sombra, se aproximando dos atacantes e fazendo com que a formação se torne um 433. Os dois atacantes serão Adriel Luciano (42A), já citado, jogando como um Avançado Recuado e Nei Não Cai (38D) como o Ponta Lança do time.

TATICA-Ibf1d7926a4cf7e4e.png

Maikon (42B) | Lúdyo (35E) | Cris (34F) | João William (38E) | Matheus Phelhipe (32A) | Max William (34M) | Romulo Frank (33G) | Vandro (37B) | Breno Rayol (43A) | Adriel Luciano (41A) | Nei Não Cai (38D)

A segunda opção é uma variação da primeira. Eu tiro o Avançado Sombra e coloco um MAA mais recuado, Kell (37H) fara a função. Ao mesmo tempo, avanço os dois meias para jogarem como extremos invertidos lá na frente. Lucas Santos Araújo (41A) na esquerda e Einstein Jr. (33D) pela direita. Com isso, coloquei os dois laterais na função defender, segurando a posição e não subindo muito, já que a tática já é bem ofensiva.

TATICA-IIdf3cc8f06172c543.png

Ainda na pré-temporada, perdemos mais uma promessa proveniente da última fornada. Trata-se de Arthuzinho (43B). O jovem joga em todas as funções da esquerda e eu estava entusiasmado que ele pudesse assumir a LE do time em pouco tempo, mas o Palmeiras pagou a clálsula de R$22,5M e acabou levando o jogador, eu pouco pude fazer. Ainda tivemos a notícia que novamente receberemos a bolada de R$170M de direitos televisivos durante a temporada, o que com certeza encherá nossos cofres ainda mais.

Por fim, mais uma vez estamos na ponta como o clube que mais formou jogadores a jogar a elite nacional dessa temporada.

ModuloI7eeba258512b088d.png

 

O campeonato desse ano será disputado por:

  • América (MG)
  • Atlético (MG)
  • Atlético TC
  • Boston City (MG)
  • Caldense
  • Cruzeiro
  • Democrata GV
  • Inter de Minas
  • Patrocinense
  • Tombense
  • URT
  • Villa Nova MG

JOGOS JANEIRO

Nessa temporada não teve vida mole, já iniciamos enfrentando o Cruzeiro. Como era a estreia diante de um dos melhores do estado, eu não quis lançar as duas táticas logo de cara e entrei com o mesmo esquema que terminamos. Começamos em cima do time celeste, mas tomamos um gol aos 5' em um contra ataque do time da capital. Eles ampliaram aos 22' e sumiram depois disso. O resto do jogo só deu Boston, demos 23 chutes ao gol, mas não conseguimos marcar um mísero gol, estreia com derrota, 2x0 Cruzeiro. Na semana seguinte fomos visitar o América MG. O jogo foi a cara da estreia, mas com personagens diferentes. Dessa vez fomos nós que abrimos o placar no primeiro tempo, com Adriel Luciano (41A), e sumimos depois disso. Aos 69' João Vitor (41B) ainda foi expulso, mas nada que apagasse nossa vitória por 1x0. Repetimos o placar na semana seguinte, quando vencemos o Patrocinense por 1x0 com gol de Max William (34M). O último jogo do mês e estreia da nossa tática foi contra a Tombense. Joguei com o time reserva por conta da estreia na Sul-americana e não fomos lá tão bem. Marcos Luís marcou o primeiro aos 11'. Voltamos em cima no segundo tempo, mas Marcos Sá marcou o segundo aos 65'. Mais pro fim do jogo coloquei alguns titulares em campo e Vandro (37B) diminuiu aos 85', mas ficou nisso, 2x1 Tombense. Apesar da derrota, tivemos um poder ofensivo muito bom, e acredito que só perdemos por conta da qualidade dos reservas.

JANEIRO46baaaf4ee653517.png
Cruzeiro | América Mineiro | Patrocinense | Tombense

 

JOGOS FEVEREIRO

O primeiro jogo de fevereiro foi contra o Democrata GV. Tentei dar ritmo de jogo para alguns reservas nesse jogo e a única tática que conseguimos fechar para que todos jogassem foi um 433. Apesar do massacre ofensivo e das 26 finalizações, não conseguimos balançar as redes e o jogo terminou em 0x0. Nossa estreia oficial da nova tática só veio na 6ª rodada, quando fomos visitar a URT e colocamos o time titular em campo. O resultado foi uma blitz ofensiva do nosso time, demos 29 chutes ao gol, sendo que 16 foram na direção da baliza, o placar não poderia ser outro a não ser uma goleada nossa. Breno Rayol (43A) abriu o placar aos 10', Nei Não Cai (38D) ampliou aos 24' e, ainda no primeiro tempo, Max William (34M) fez o terceiro. Já no fim do jogo, Lucas Santos Araújo (41A) fechou o caixão. Contra o Inter de Minas, foi a vez de testar a segunda tática, com Lucas Santos Araújo (41A) e Einsten Jr. (33D) de titulares. Começamos com um susto, eles abriram o placar aos 5', mas foi só isso. Ainda no primeiro tempo empatamos e viramos para 3x1. No segundo tempo, Nei Não Cai (38D) ainda marcou o quarto e goleamos pela segunda vez. Contra o Atlético TC, último jogo do mês, nosso time não repetiu as boas atuações. Apesar de termos mandado no jogo, criado inúmeras chances de gols, simplesmente não conseguíamos concretizar as chances. Só fomos marcar nosso gol da vitória aos 93', com Cris (34F) completando um cruzamento de escanteio.

FEVEREIRO4a135da358d83556.png
Democrata GV | URT | Inter de Minas | Atlético TC

 

JOGOS MARÇO

Fomos até BH enfrentar o Altético Mineiro pela 9ª rodada. O Galo pressionou desde o começo do jogo e não conseguimos muito perante o domínio deles. Perdemos por 2x0. Na semana seguinte, fizemos o simples contra a Caldense e vencemos por 1x0 com um gol de João Vitor (41B). Pela última rodada, fomos visitar o Villa Nova (MG) e o jogo foi bem parecido com aquele contra o Atlético TC, muitas finalizações e pouco capricho. Porém, dessa vez não teve um gol milagroso no final e o placar não saiu do 0.

MARCO09432846ff8a4cc2.png
Galo | Caldense | Villa Nova (MG)

Nos classificamos em 4º lugar com 20 pontos, 3 a frente do Patrocinense, que ficou na 5ª posição.

TAB-FINAL198c6579a0a53932.png

 

SEMI FINAL

O adversário na semi final será o Atlético Mineiro, que terminou a primeira fase na liderança, com 28 pontos.   

O primeiro jogo foi em nossas dependências, o Estádio JK. Decidi por colocar o time pra cima, jogando naquele esquema que funciona praticamente como um 424. Como era de esperar, começamos em cima do Galo, tendo as principais chances do começo do jogo. Como toda tática ofensiva, demos muito espaço para o time atleticano responder no contra golpe, com isso o jogo foi muito bem trocado e bom de assistir. Aos 47', praticamente último lance do primeiro tempo, Lucas Santos Araújo (41A) recebeu em profundidade, colocou na frente do marcador e não desperdiçou, 1x0. O segundo tempo continuo muito bem trocado, com boas chances, mas sem gol. Fim de papo e 1x0 Boston.

Gostei do que eu vi no primeiro jogo e, mesmo jogando fora de casa, optei por manter o mesmo time, com a mesma tática ofensiva. O jogo foi bem dentro daquilo que foi o primeiro, mas como o Galo tentando mais do que no primeiro jogo. Aos 30' Evanor abriu o placar para o time do Atlético. Nosso time não se abalou e continuo em cima até que, aos 72', Riveros marcou o segundo do Galo e praticamente nos tirou do campeonato. 4' depois, aos 76', Adriel Luciano (41A) descontou para nosso time e devolveu a esperança. O Galo mudou seu jogo para um jogo mais seguro, segundo meu auxiliar, e eu fui com tudo pra cima, mas não conseguimos empatar o jogo, vitória do Galo por 2x1. Na soma dos confrontos ficamos empatados em 2x2, mas como o Galo terminou em primeiro na fase inicial, avançaram para a decisão. Segundo ano seguido que somos eliminados pelo critério de desempate de quem termina na frente, é dose.

SEMI-FINALd8fd48a523d28010.png
Galo (C) | Galo (F)

Na final o Galo goleou o América na soma dos confrontos e ficou o título mineiro de 2044.

FINAL4b1fe15dbbc25f95.png

COPA-DO-BRASILa4aa2086aed12507.png

 

PRIMEIRA FASE

Na primeira fase da Copa do Brasil dessa temporada fomos sorteados para enfrentar a Desportiva do ES. Dentro de campo eles não tiveram muitas chances. Em uma noite inspirada de Adriel Luciano (41B), autor de 2 gols e mais 1 assistência, goleamos por 4x1 e avançamos de fase.

1-DESPORTIVAc7aa00ef294d8b12.png

SEGUNDA FASE

A segunda fase nos colocou frente ao Athletico Paranaense, talvez o pior time para se enfrentar no atual cenário da competição. Para piorar, o jogo seria no Paraná. logo aos 7' de jogo, Einstein Jr. (33D) colocou nosso time em vantagem, ao marcar um belo gol. Aos 24', em uma boa tabela entre André Fransciso e Zuluaga, o centroavante colombiano não desperdiçou e empatou o jogo. Depois do gol, o Furacão cresceu no jogo, mas conseguimos segurar o ímpeto deles. No fim, o jogo terminou em 1x1 e a decisão foi para os pênaltis. Nos pênaltis, o Furacão marcou todos o 5 gols e nosso time desperdiçou uma cobrança com Nei Não Cai (38D), e acabamos eliminados precocemente da Copa do Brasil.

2-FURACAO9a3327275738e2aa.png

COPA-SULAMERICANA5c9484c0316546dc.png

 

PRIMEIRA FASE

Na Copa Sul-americana dessa temporada, fomos sorteados para enfrentar um velho conhecido logo na primeira fase, o San Martín (Tucuman). O primeiro jogo foi em nossa casa e fizemos valer o mando de campo, mandando no jogo. Aos 49', Matheus Philhipe (32A) abriu o placar para o nosso time e não conseguimos ampliar, apesar do domínio em campo. Placar arriscado, mas com vantagem para a volta na Argentina.

No jogo da volta, nosso time entrou muito nervoso em campo, sem conseguir completar uma jogada sequer. Por sorte, terminamos o primeiro tempo no 0x0. No intervalo dei um esporro de leve no time e até voltamos melhor para o segundo tempo. Quando deu 75' e o 0x0 insistia no placar, resolvi retrancar o time. Deu merda! Aos 81', Brian Zarate marcou o primeiro gol do San Martin. Apesar da pressão final, o jogo terminou em 1x0 e nova decisão nos pênaltis, apensar 1 semana após a eliminação para o Furacão. Advinha quem começou batendo e errando? Ele mesmo, Nei Não Cai (38D), que fantasma. Só que dessa vez, Maikon (42B) defendeu 2 cobranças e nos garantiu na próxima fase, ao vencermos por 4x3 nos pênaltis.

TUCUMAN83217ebd33d31698.png
San Martín (C) | San Martín (F)

O adversário da próxima fase será o Jorge Wilstermann da Bolívia.

BRASIL-SERIE-A86055b829ebdcbee.png

Com a promoção do Sport, Galo, Botafogo e Athletico na última série B, dessa vez teremos uma elite bem mais disputada, com times bem mais técnicos que as últimas temporadas. Com isso, acredito que mais uma vez entramos para nos manter na elite e quem sabe abraçar uma vaga continental, como fizemos nas últimas duas temporadas. Empatamos com o Slavia Praha e com o LASK Linz. 

Começamos nossa saga enfrentando o Vasco em Manhuaçu. O time cruz maltino veio com tudo e nosso time entrou dormindo, não deu outra. Fomos para o intervalo sofrendo 2x0 no placar. No intervalo rolou aquela pequena bronca de costuma e o time voltou outro. Aos 58' Max William (34M) diminuiu e aos 78' Einstein Jr. (33D) deixou tudo igual, fim de jogo em 2x2. Na partida seguinte, fomos até o litoral paulista enfrentar o Santos. Ainda no primeiro tempo, Kell (37H) acertou um belo chute para abrir o placar. Nosso time fazia um jogo bem seguro, dominava as ações e tivemos boas chances de ampliar. Como quem não faz, leva, nosso time sofreu empate no segundo tempo, na mesma moeda que fizemos, Villa acertou um belo chute e deixou tudo igual, 1x1. Recebemos o Flamengo na rodada seguinte e o time carioca veio querendo jogo. E nós? Demos jogos para eles. Lucas Santos Araújo (41A) marcou nosso gol logo no começo do jogo. O Flamengo tentou se recuperar e até mandou no jogo, mas sem sucesso. Vencemos por 1x0. Voltamos a empatar na rodada seguinte, quando fomos até o Ceará enfrentar o Fortaleza. João Paulo abriu o placar aos 37'. Nosso time chegou a igualdade no placar com Adriel Luciano (41A), mas eles tomaram a frente novamente e só conseguimos empatar aos 85' com um gol de João Vitor (41B). Conseguimos vencer 3 jogos sem sequência, o que nos colocou numa posição excelente na tabela. O primeiro deles foi contra o Atlético Mineiro, no clássico local. Saímos na frente com Cris (34F) logo aos 7' de jogo. O Galo virou ainda no primeiro tempo, com Evanor aos 22' e Riveros aos 43'. No segundo tempo voltamos melhor e viramos novamente o jogo. Max William (34M) empatou aos 47' e Lucas Santos Araújo (41A) virou aos 50'. Aos 77', Evanor empatou novamente o placar para o time do Galo. Quando tudo parecia que iria terminar empatado, Einstein Jr. (33D) marcou nosso quarto gol, confirmando a vitória por 4x3. Fomos visitar o Bahia e dominamos o jogo. Einstein. Jr (33D) na primeira etapa e Nei Não Cai (38D) no segundo tempo nos deram a vitória por 2x0. Ainda fora de casa, confirmamos nossa boa fase em outro jogasso. Voltamos ao Paraná para enfrentar o Athletico. Romulo Frank (33G) marcou logo duas vezes na primeira etapa e abriu 2x0 no placar. Ainda no primeiro tempo eles diminuíram e, com 9' da segunda etapa, eles empataram. Pulamos na frente novamente, com Adriel Luciano (42A) e com o mesmo Adriel fizemos 4x2 no placar. Nos acréscimos finais eles descontaram, mas não tiraram nossos 3 pontos. Conhecemos nossa primeira derrota quando fomos enfrentar o Corinthians na Arena. Fabiano Araújo, atacante da base deles, que já joga no time principal da seleção, acabou com o jogo. O jovem marcou 3 vezes na vitória Corintiana por 4x2.  Tivemos mais 2 jogos antes da para pra Copa América e vencemos os dois. Recebemos o São Paulo em Manhuaçu e vencemos por 2x0. Nei Não Cai (38D) abriu o placar aos 24', ao receber em profundidade, carregar e fuzilar o goleiro. No segundo tempo, Lucas Santos Araújo (41A) completou uma bola cruzada da direita e deu números finais ao jogo. O último jogo foi contra o América Mineiro, no Independência. Com 45 segundos de jogo, Lucas Santos Araújo (41A) recebeu sozinho e abriu o placar. O resto do jogo foi equilibrado, mas nada de gols, vitória nossa por 1x0.

PARADA-COPAAMERICA-CALENDafc996049aa78e0
Vasco | Santos | Flamengo | Fortaleza | Galo | Bahia | Athletico Paranaense | Corinthians | São Paulo | América MG

Fomos para a Copa América surpreendendo. Estamos na vice liderança com 21 pontos, 2 atrás do líder Grêmio. Brigar pelo título é irreal e sei disso, mas me empolga hehhe. Por outro lado, a vaga na Libertadores é totalmente possível, uma vez que estamos 7 pontos na frente do Vasco, primeiro time fora da zona de classificação, isso contando que nenhum time vencedor da CdB ou Libertadores estará entre os 6. A luta contra o Z4 nem se fala, com 10 rodadas já fizemos metade dos pontos necessários.

PARADA-COPA-AMERICA6415090a81f36925.png

Rodap-Bostb7f690fb29872380.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Ligou o Modo Pardal com essas táticas aí hein? Nunca tinha ouvido falar de 4-1-1-4 na vida, isso é 100% Made in Manhuaçu.

O importante é que está funcionando, fez um Campeonato Mineiro "normal", teve uma boa participação na CdB e passou suando sangue na Sula. Aí achei que fosse se complicar no Brasileiro e de repente só perde uma e tá na vice-liderança. Com um início desses dá até pra sonhar com Libertadores, hein? Vai que dá, bora botar o Boston no topo do continente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Mais um no quase no Mineiro! Quando essa história acabar, será possível contá-la só pelo que se passa nos estaduais: mais um ano bom, igualando o jogo de semifinal, e pagando caro pelos empates contra Democrata e derrota contra Tombense. Seguiremos em frente, mas que zica...

Eu particularmente gostei demais da tática, gosto de jogar com bloco alto e pressão lá em cima, inclusive a ideia do volante a frente da defesa é ótima porque uma das formas que o jogo tem de vencer essa pressão alta é sair curto, atrair teu time e lançar longo com o zagueiro pro centroavante disputar, num 4231 que marca acima isso é o caminho pro crime, mas num 4114 como o seu torna-se muito mais difícil de encaixar assim.

No mais, vamos pela Sula! Começou passando no sufoco, é presságio de coisa boa pela frente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Faltou as instruções coletivas junto à imagem da tática para ajudar, mas gostei da ousadia, principalmente pela vontade de abrir espaço para vários jogadores que precisavam jogar. Vamos ver como as coisas andam no decorrer do Brasileirão.

Acho que festejaremos mais o título mineiro do que a conquista da Série A. Que campeonato enrolado para o Boston. Teve muito volume em arremates na maioria das partidas, mas às vezes não marcou. Mesmo assim avançou, mas perdeu merecidamente para o Galo, que marcou três gols antes de sofreu um gol do Boston. Segue entre o quatro de Minas. Uma hora o título vem.

Na CdB acabou eliminado pelo Athletico nas penalidades, mas estranho ver que seu time não conseguiu ficar com a bola e nem arrematar muito. Está adotando alguma forma particular para construir as jogadas a partir do goleiro ou está deixando livre para ele decidir?

Mesmo tendo passado pelo San Martín, a impressão que começa a se formar é que o time está menos consistente, se é que essa é a palavra. Mas aí vem as partidas do Brasileirão e o Boston começa com resultados muito bons e é o 2º colocado no campeonato? É bem verdade que o time marca mais gols e também sofre mais do que no ano passado, mas tem mais vitórias e isso tem feito a diferença.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG
Em 03/12/2020 em 08:43, Tsuru disse:

Ligou o Modo Pardal com essas táticas aí hein? Nunca tinha ouvido falar de 4-1-1-4 na vida, isso é 100% Made in Manhuaçu.

O importante é que está funcionando, fez um Campeonato Mineiro "normal", teve uma boa participação na CdB e passou suando sangue na Sula. Aí achei que fosse se complicar no Brasileiro e de repente só perde uma e tá na vice-liderança. Com um início desses dá até pra sonhar com Libertadores, hein? Vai que dá, bora botar o Boston no topo do continente.

Fala, Tsuru!!

Aquela doidera que pode dar certo hahaha. No fim das contas, até agora tá dando certo, acho que tiramos a pressão da defesa e confiamos no meninos de mais potencial ofensivo. Vamos ver quando enfrentarmos as potenciais nacionais.

Essa regra do mineiro é um pé no saco, mas, já que existe, temos que saber lidar com elas e só aumenta a importância de se classificar em primeiro. Na sula ainda estamos vivos, confronto BR x ARG é sempre complicado, mas no fim das contas deu certo. No Br até agora tá surpreendente, mas imagino que devo cair de produção, essa parada não foi na melhor hora. 

Valeu por comentar, Tsuru!!

Em 03/12/2020 em 17:00, Peepe disse:

Mais um no quase no Mineiro! Quando essa história acabar, será possível contá-la só pelo que se passa nos estaduais: mais um ano bom, igualando o jogo de semifinal, e pagando caro pelos empates contra Democrata e derrota contra Tombense. Seguiremos em frente, mas que zica...

Eu particularmente gostei demais da tática, gosto de jogar com bloco alto e pressão lá em cima, inclusive a ideia do volante a frente da defesa é ótima porque uma das formas que o jogo tem de vencer essa pressão alta é sair curto, atrair teu time e lançar longo com o zagueiro pro centroavante disputar, num 4231 que marca acima isso é o caminho pro crime, mas num 4114 como o seu torna-se muito mais difícil de encaixar assim.

No mais, vamos pela Sula! Começou passando no sufoco, é presságio de coisa boa pela frente.

Fala, Peepe!!

Pois é, como falei com Tsuru, só aumenta a importância de ficar em primeiro na fase inicial e ter o regulamento jogando a nosso favor. Acontece que tento fazer alguns testes contra equipes menores e acabo pagando caro depois. 

Eu tentei jogar sem volante outrora e acabou não dando certo, nossas melhores fases aqui no Boston foram com volantes, acho que até pela deficiência da defesa, então quis manter ao menos um homem mais defensivo. To tentando fazer exatamente essa ligação mais longa, sair um pouco da "posse" mansa. Já vinha fazendo isso, agora quero aumentar.

Sula vem sendo no sufoco desde a última temporada, espero que possa ser mais sossegado contra os bolivianos heheh. 

Valeu por comentar, Peepe!!

Em 04/12/2020 em 07:18, ggpofm disse:

Faltou as instruções coletivas junto à imagem da tática para ajudar, mas gostei da ousadia, principalmente pela vontade de abrir espaço para vários jogadores que precisavam jogar. Vamos ver como as coisas andam no decorrer do Brasileirão.

Acho que festejaremos mais o título mineiro do que a conquista da Série A. Que campeonato enrolado para o Boston. Teve muito volume em arremates na maioria das partidas, mas às vezes não marcou. Mesmo assim avançou, mas perdeu merecidamente para o Galo, que marcou três gols antes de sofreu um gol do Boston. Segue entre o quatro de Minas. Uma hora o título vem.

Na CdB acabou eliminado pelo Athletico nas penalidades, mas estranho ver que seu time não conseguiu ficar com a bola e nem arrematar muito. Está adotando alguma forma particular para construir as jogadas a partir do goleiro ou está deixando livre para ele decidir?

Mesmo tendo passado pelo San Martín, a impressão que começa a se formar é que o time está menos consistente, se é que essa é a palavra. Mas aí vem as partidas do Brasileirão e o Boston começa com resultados muito bons e é o 2º colocado no campeonato? É bem verdade que o time marca mais gols e também sofre mais do que no ano passado, mas tem mais vitórias e isso tem feito a diferença.

Fala, GG!!

Eram jogadores que vinham evoluindo bem, o Lucas Santos fez 6 gols na reta final do Brasileiro e o Adriel dispensa comentários. Além deles, o Breno era o melhor da última fornada e valia a tentativa com ele. 

Com posse | Transição | Sem posse

Quero tentar fazer essa ligação um pouco mais direta, mas também não quero retrancar demais, por isso deixei a linha defensiva no "normal" e vou adaptando com decorrer do jogo. Quero tentar jogar mais por dentro também, maioria dos meus extremos são melhores como interiores ou invertidos, quem sabe assim não abro mais espaço para os laterais também? Chutar na primeira oportunidade era algo que eu nunca marcava, mas de umas 3 temporadas pra cá tenho deixado e curtido bastante, meu setor ofensivo tem marcado mais gols. 

HAHAHHA, sem dúvidas GG, como o Pepe disse, já virou uma novela esse título mineiro e tá cada vez mais entalado na garganta. 

Então, eu desmarquei o jogar a partir da defesa, foi algo meio que "forçando" para o time jogar de maneira mais direta. O time não foi bem ofensivamente nesse jogo e o setor de criação realmente deixou a desejar, em alguns jogos realmente acontece, o que pode ser a falta de uma mais um homem de criação no meio. Sobre essa questão de jogar a partir da defesa, recentemente (após jogar a temporada e montar a tática, ou seja, não teve influência) estava lendo um artigo muito interessante sobre, se você tiver com tempo e saco pra ler, foi um dos melhores artigos que já li sobre e deu pra aprender muita coisa. Segue o link: https://theresonlyoneball.com/2020/07/02/football-manager-2020-tactics-pep-guardiola/. Acredito que pode ser de grande valia. 

Aquilo que você falou na última temporada, o time faz bons jogos dentro de casa e tropeçava fora. Acredito que o primeiro passo para crescer na competição seja melhorar essa performance fora. Porém, acredito que estejamos um pouco além do esperado e que ao enfrentar os grandes do país devemos perder algumas posições, mas acredito, também, que nossa briga não será lá embaixo. 

Valeu por comentar, GG!!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
ElPerroMG

Banner-Bost8ba704de27356492.png

Parecia a Alemanha.
15 de Dezembro de 2044

Durante a Copa América, fizemos uma boa intertemporada, com uma série de amistosos internacionais, assim como fizemos antes do início da Série A. Destaque para nossa vitória por 3x0 sobre o Dinamo Zagreb da Croácia.

BRASIL-SERIE-A0e3fc4097a882831.png

 

No pós Copa América, que foi vencida pela Argentina, depois de vencer o Brasil na grande final, tive uma grata surpresa. Depois da dança de cadeiras entre os treinadores das seleções, recebi duas propostas para treinar seleções, sendo uma delas da Seleção Brasileira. Como não é o objetivo do save, acabei recusando.

Outra supressa grata é que pela primeira vez no save teremos prodígios no time do Boston, os primeiros. Após um belo primeiro turno, os jovens Adriel Luciano (42A) e Lucas Santos Araújo (41A) são considerados prodígios pela imprensa.

Em relação a nossa infraestrutura, terminamos as duas reformas nos CTs profissional e de base, que haviam começado no começo da temporada. Com isso, agora temos 3 estrelas de 5, em relação aos dois CTs, chegando a uma "BOA" infraestrutura. Dando sequência as obras, solicitei a diretoria nova reforma (CT profissional e CT de base) e como nossa saúde financeira está boa, fui atendido. As duas reformas girarão em torno de R$23M.

 

JOGOS JULHO E AGOSTO

Dentro de campo, iniciamos o segundo semestre de competições indo visitar o Fluminense. Na reedição da final da sula da última temporada, novamente perdemos. Ferrara abriu o placar para o Fluminense logo no início do jogo, em uma desatenção da nossa defesa. Nosso time não se perdeu em campo e empatamos com Einstein Jr. (33D). Acontece que o Flu também não se abateu e o mesmo Ferrara fez o segundo e decretou a vitória tricolor por 2x1. Ainda no RJ fomos visitar o Botafogo no Nilton Santos. Fomos ligeiramente melhores do que o time carioca, mas esbarramos na defesa botafoguense, assim como eles esbarraram na boa partida de Cris (34F) e o resultado em 0x0 acabou sendo o mais justo. Voltamos a vencer em nosso retorno a Manhuaçu, quando recebemos a Portuguesa e vencemos por 1x0 com gol de Einstein Jr. (33D), após uma bela tabela com Nei Não Cai (38D). Saímos de Manhuaçu e fomos visitar o Inter na rodada seguinte. Mesmo com o gol relâmpago de Romulo Frank (33G), não conseguimos segurar o Inter, que veio com tudo pra cima e conseguiu a virada, nos vencendo por 2x1. Ainda fora de casa perdemos outra, dessa vez contra o Sport Recife. Kevin Garcia marcou o único gol da partida aos 41'. Dentro daquele perde e ganha danado, voltamos a vencer na rodada seguinte. Recebemos o Vitória em Manhuaçu e vencemos por 3x1, com direito a 2 gols do meio campo João Vitor (41B). Para fechar o mês de Agosto, fomos visitar o Vasco no RJ. O Vasco fez o belo jogo pelo seu setor ofensivo esquerdo e deu sérias dores de cabeça por ali. Em um belo jogo de Martínez e do atacante Felipe, o Vasco nos venceu por 2x1.

JULHO-E-AGOSTO6ab50d1b12c038fb.png
Fluminense | Botafogo | Portuguesa | Internacional | Sport Recife | Vitória | Vasco

 

JOGOS SETEMBRO

Iniciamos o mês de Setembro de maneira melhor que o término de Agosto. Como de costume quando jogamos em casa, derrotamos bem o Santos por 2x0. O destaque fica por conta de Max William (34M), autor de um gol e que fez uma partida muito segura na retaguarda.  Ainda em Manhuaçu somamos mais 3 pontos. Repetimos o mesmo placar do jogo contra o Santos e derrotamos o Ceará por 2x0. Dessa vez o destaque fica por conta de Adriel Luciano (42A), autor de um dos gols na vitória. Voltamos ao RJ para fazer o quarto jogo na capital carioca, dessa vez contra o Flamengo. Tive que fazer alguns ajustes no time por conta de suspensões e sobre carga física. Com um time menos entrosado não conseguimos resistir e o Flamengo abriu 2x0 no placar. Conseguimos descontar com Lucas Santos Araújo (41A), mas ficou nisso, 2x1 Fla. Voltando a Manhuaçu fizemos um jogasso contra o Fortaleza. Adriel Luciano (42A) abriu o placar aos 6' de jogo. O Fortaleza empatou com Vasquez aos 26'. Adriel Luciano (42A) fez mais 2 gols, completando o hat-trick e colocou nosso time em vantagem novamente. No segundo tempo, eis que aparece Pepê, que fez 2 para o Fortaleza, empatando novamente o jogo, que terminou em 3x3. Fomos até a capital enfrentar o Galo. A velha guarda resolveu pra gente. Max William (34M) e Einstein Jr. (33D) marcaram os gols da nossa vitória por 2x1. Fechamos o mês com 2 confrontos em casa. Recebemos o melhor time do país,  o Grêmio, que veio em uma tática meio maluca, um estilo de 31312, seila como funciona isso. O primeiro tempo nosso time pressionou, levando bastante perigo ao gol gremista. No segundo tempo, aos 71', o capitão tricolor, Oyanedel marcou o gol da vitória deles por 1x0. Ainda em Manhuaçu recebemos o Bahia, que abriu 2x0 no placar na etapa inicial. Depois daquela bronca no intervalo, voltamos melhores e viramos o jogo. Lucas Santos Araújo (41A) descontou aos 50' e o jovem Ramon William (42M), recém promovido, marcou um aos 87' e outros aos 89', nos dando a vitória por 3x2.

SETEMBROb4cb85071f3116f0.png
Santos | Ceará | Flamengo | Fortaleza | Galo | Grêmio | Bahia

 

JOGOS OUTUBRO

Ainda em Manhuaçu, iniciamos o mês de Outubro recebendo o Athletico Paranaense. Nossa equipe apesar de mandar no jogo, não conseguiu furar o bloqueio do Furacão, que veio com nítida tarefa de se defender, o que resultou em um 0x0. Recebemos o Goiás na semana seguinte e vencemos por 2x1. Nei Não Cai (38D) abriu o placar aos 35'. Ainda no primeiro tempo o Goiás empatou e o jogo ficou em 1x1 até os 89', quando Nei Não Cai (38D) marcou mais um e deu a vitória pra gente. Nosso último jogo na sequência em casa foi contra o Corinthians. O prodígio Fabiano Araújo, que já havia marcado 3x contra nosso time no primeiro turno, voltou a balançar as redes colocando o Corinthians na frente. Porém, também tínhamos nosso prodígio dessa vez e aos 75' Lucas Santos Araújo (41A) empatou o jogo pra gente e ficou nisso 1x1. Na semana seguinte fomos visitar o Vitória em Salvador, e o que passou mais longe foi exatamente uma “vitória”. O time baiano passeou no jogo todo e venceu por 3x0. Nosso time não teve destaque com o sistema ofensivo sem funcionar em momento algum. Na sequência, ainda fora de casa, fomos visitar o São Paulo. Abrimos o placar aos 5’ com Cris (34F). O SP marcou aos 30’ e aos 45’, virando o jogo. No último lance do primeiro tempo, aos 48’, Nei Não Cai (38D) empatou novamente. Conseguimos virar novamente a partida aos 74’ com Ramon William (42M), mas no último lance do jogo o SP empatou, terminando em 3x3. Após esse jogo contra o SP faltavam 9 rodadas para o fim da competição e estávamos na vice-liderança, surpreendendo a todos, mas com praticamente o mesmo número de pontos de uma galera e com alguns jogos a mais.  

FALTANDO-9-E-10-RODADAS99ca10441bfe2f31.

Voltamos a vencer na partida seguinte, quando vencemos América (MG) por 1x0 com gol de Lucas Santos Araújo (41A). Na última partida do mês, nosso sistema defensivo voltou a mostrar falhas e tomamos uma goleada de 4x1 para o Goiás, fora de casa. Mesmo abrindo o placar com Nei Não Cai (38D), tomamos a virada ainda no HT e no segundo tempo só piorou.

OUTUBRO345b05172b3e0414.png
Athletico | Goiás | Corinthians | Vitória | São Paulo | América Mineiro | Goiás

 

JOGOS NOVEMBRO E DEZEMBRO

Recebemos nosso maior algoz recente na estreia do mês, o Fluminense. Abrimos o placar aos 12’ com um gol contra de Ben Hur. Porém, a freguesia foi confirmada quando Luiz Henrique, ainda no HT, fez 2 gols e deu a vitória para o Flu por 2x1. Fomos visitar o Ceará na semana seguinte e surpreendendo a todos voltamos com uma linda vitória. No último lance do HT, Matheus Pheliphe (32A) abriu o placar pra gente. O Ceará veio com tudo pra cima e acabou sofrendo mais 2 gols, Lucas Santos Araújo (41A) e Adriel Luciano (42A) fecharam o caixão em 3x0.

Nessa altura da competição todos os times já estavam com 33 jogos e dava pra ter uma noção do que estaria em jogo nas últimas 5 rodadas. Estávamos em 7º lugar a 10 pontos do líder, o que tirava nossa chance de título, até porque o Grêmio não perderia os jogos. Porém, a diferença entre o 4º e o 9º são de apenas 3 pontos, o que deixava nítida a briga pela vaga na liberta.

FALTANDO-5-RODADAS3631bb8a78255984.png

Nossa situação melhorou ainda mais quando vencemos 2 jogos em sequência. Recebemos o rebaixado Botafogo em Manhuaçu e massacramos. Ainda no primeiro tempo já abrimos 2x0 e no segundo tempo Nei Não Cai (38D) fechou a porteira em 3x0. A segunda vitória foi contra a Portuguesa em SP. Nossos craques da fornada 41 e 43, Lucas Santos Araújo (41A) e Breno Rayol (43A), ditaram o ritmo do jogo ao marcar os gols da vitória por 2x1. Pausa na comemoração pra 2 derrotas em sequência, que, em tese, já eram esperadas. Enfrentamos a dupla GreNal e perdemos as duas partidas por 3x1. Entramos na última rodada precisando vencer para garantir a vaga na Libertadores 2045 e fizemos nossa parte. Massacramos o Sport por 4x0 com show da dupla Lucas Santos Araújo (41A) e Adriel Luciano (42A).

NOV-E-DEZ05cd629ace19b9c4.png
Fluminense | Ceará | Botafogo | Portuguesa | Inter | Grêmio | Sport

Terminamos na 6ª posição com 62 pontos, 5 a mais do que na última temporada, confirmando, assim, nossa vaga na Pré-Libertadores de 2045. Nosso sistema defensivo continuou sendo falho, sendo o 7º mais vazado da competição, enquanto nosso setor ofensivo continua em alta, sendo o segundo melhor do campeonato, só atrás do campeão Grêmio.

TABELA-FINALabb08eb312993e2c.png

Lucas Santos Araújo (41A) arrecadou o prêmio, merecidamente, de maior revelação da competição. Além disso, ele foi eleito para a equipe do ano, ao lado de Maikon (42B).

Com a ascensão dos meninos, Vandro (37B) acabou perdendo espaço, principalmente depois das 2 lesões, e não aceitou ficar no banco e pediu pra sair. Negociei ele com o Beijing Renhe da China por R$5M + 50% de uma futura transferência.

COPA-SULAMERICANA3644f7d32b51a4fe.png

 

Como já havia dito anteriormente, nosso adversário na segunda fase da competição seria o Jorginho da Bolívia, vulgo Jorge Wilstermann.

SEGUNDA FASE

O primeiro jogo foi na altitude boliviana e o time deles veio nitidamente em uma postura defensiva e saída rápida no contra golpe. Foi assim que Edgar Miguel abriu o placar aos 16’. Nosso time não se abalou e Nei Não Cai (38D) empatou aos 26’. Num cochilo tremendo, 3’ depois, Fernando Bravi voltou a colocar os bolivianos na frente. O resto do jogo foi um massacre ofensivo do nosso time, mas sem êxito algum. O jogo terminou em 2x1 pra eles.

O jogo de volta seguiu os padrões do primeiro confronto, nosso time amassando e eles se defendendo. Porém, jogando dentro de casa, com estádio lotado, tínhamos a obrigação de dar a volta por cima. Vandro (37B), que ainda estava conosco, abriu o placar aos 12’. Aos 62’ Adriel Luciano (42A) ampliou e aos 67’ Lúdyo (35E) matou em 3x0. Ainda deu tempo para Marcus Vinicius (34O) matar o Jorginho aos 91’. 4X0 e vaga na próxima fase.

JORGE-WIL3da5c11ebaa52844.png
Jorginho (F) | Jorginho (C)

 

TERCEIRAFASE

O sorteio nos mandou diretamente para a Argentina, mas dessa vez, ao contrário das últimas, para enfrentar um gigante local, o Vélez. O time comandado pelo ex atacante Oscar Parra (Newgem), que foi um atacante mediano do futebol inferior local, levantou o caneco do campeonato argentino na temporada 2041/2042.

O primeiro jogo foi em Manhuaçu e abrimos o placar logo aos 5’ com Lucas Santos Araújo (41A). Gabriel Natale aos 12’ e Elias Castro aos 60’ viraram o jogo para o Vélez. O time deles estava melhor no jogo, eis que aos 75’ Nei Não Cai (38D) empatou o jogo pra gente, era o que precisávamos. No abafa final, Adriel Luciano (42A) virou o jogo aos 91’ e nos deu a vitória por 3x2.

O jogo da volta foi na gigante Arena Jose Luis Chilavert, construída em 2032 e com capacidade para incríveis 71.213 espectadores, quase a mesma capacidade do Maracanã, que cabe 78.838, segundo o FM. O estádio estava praticamente lotado e se calou logo no início, na saída de bola, quando Lucas Santos Araújo (41A) abriu o placar pra gente. Gol da tranquilidade? Que nada. Gabriel Garcia empatou aos 3’ de jogo dando moral ao Vélez. Elias Castro virou aos 36’ para euforia dos quase 70.000 presentes. Esses mesmos espectadores se calaram aos 44’, quando Nei Não Cai (38D) deixou tudo igual novamente. No segundo tempo veio uma lembrança amarga daquele Brasil x Alemanha. O Vélez marcou logo na saída de bola com Marcos Paquez e aquele gol parece ter mexido com nossos ânimos e, embalados com aquele estádio lotado, eles danaram a fazer um atrás do outro e só pararam aos 69’ quando o placar já marcava 6x2 no placar pra eles. Eu não sabia o que fazer, ir atrás e tomar ainda mais ou segurar a casinha? Optei pelo segunda, já estávamos fora mesmo. O resto do jogo não deu mais nada e terminou mesmo na goleada por 6x2 dos argentinos.

VELEZ436857f8d49c66af.png
Vélez (C) | Vélez (F)

O Vélez acabou caindo na fase seguinte, quando perdeu para o Guarani (PAR). O Guarani (PAR) por sua vez, chegou a grande decisão, quando perderam para o São Paulo, que se consagrou campeão da Sula 2044.

FINALb45e24bc3ea23a19.png

fornada-de-jovens23377ce28653e0ea.png

 

Nosso diretor jovem já havia avisado que por mais um ano seguido o destaque seria do setor ofensivo. Porque não me surpreendo mais? Quando os nomes chegaram, a previsão se concretizou. Allanzinho (MC/MOC) é o destaque dessa fornada. É mais um que me agrada demais. O jovem de 16 anos já tem 2 estrelas de capacidade e uma personalidade excepcional, o que fará com que ele cresça facilmente. É um jogador com um físico agradável para explorar a velocidade, além de ter um drible muito bom. Sua melhor função é de Mezzala segundo minha comissão. O segundo melhor jogador segundo o Carlin é um zagueiro, Bruno Cesar (ZC). Sua parte técnica é fraquinha, confesso, mas seu físico chama atenção para a idade. Além do mais ele faz bem a LD. Fechando os destaques temos Edu Fubá (PL). O jovem atacante de 16 anos tem seu ponto forte no drible. Seu ponto fraco é sua personalidade, que pode impedir que ele desenvolva outros atributos.

Os outros contratos fora: Werley Salgado (MOC), Magrão (ZC), Carlos Henrique (ME/MOE), Fábio Feijão (MC/MOC), Marcelo (Vol), Andrey Marcos (MD/ME), Altamir Vicente (LD/LE), Gilson (LE), Miguel Brito (Vol), Rosinha (GK), Alex Sandro (Vol),Paulo Henrique (MOD) e Luiz Magno (MOC).

an-lise-individual5d1ad7fe7bc22158.png

 

Defensivamente nosso destaque continua sendo Cris (34F). Terminando a temporada com nota acima de 7, nosso zagueiro fez boas partidas. O que o prejudica é não ter um parceiro a altura. Maikon (42B) também se destacou no gol do time, sendo inclusive nomeado para a seleção do ano na Série A.

No setor de meio, destaco Max William (34M). É mais um da velha guarda, que se destacou muito bem. Marcando 8 gols e dando 6 assistências, ele terminou a época com nota 7.10.

No setor ofensivo, não poderia de destacar a dupla Lucas Santos Araújo (41A) e Adriel Luciano (42A). Os dois jovens de 18 anos já têm descrição de Prodígio e com 4,5 estrelas de capacidade só faltam fazer chover. Os dois foram os artilheiros do time no ano, marcando 34 gols em conjunto. Os dois só melhoram, quando tem junto a presença de Nei Não Cai (38D), que foi autor de mais 14 gols na temporada, fechando meus destaques.

EST19fbdc850e4dc7f14.png
EST27c0f05a5f4cd5eac.png
EST3abfedce171e8cb11.png

Boston-sub20013097e63ec85bf7.png

 

COPA SP

Na Copa SP desse ano tivemos a chance de ir mais longe, porém acabamos tomamos sofrendo uma derrota inesperada. A primeira fase foi tranquila, terminamos com 100%. Só fomos ter um confronto difícil na terceira fase, quando pegamos o Galo. Mesmo assim vencemos bem por 3x0. Nas quartas de final, pegamos a equipe do Paraná, bem piorzinha que nossa base, mas, mesmo assim, perdemos por 2x0 e demos adeus a competição.

COPA-SP5b9b707483b61bc4.png

MINEIRO SUB-20

No Mineiro Sub-20 ficamos na vice-liderança,6 pontos atrás do Cruzeiro, que se sagrou campeão.

MINEIRO-SUB209b3727ee8fb0fe39.png

BRASILEIRÃO SUB-17

Classificamos em 3º no nosso grupo do Brasileirão Sub-17, do qual somos atuais campeões. Na segunda fase passamos bem pelo São Paulo, mas acabamos caindo na semi-final para o Santos. Após empate em 4x4 nos confrontos, perdemos nos pênaltis.

BR-17-32a8272aa82a5b10f.png

BRASILEIRÃO SUB-20

No Brasileirão Sub-20 terminamos bem a primeira fase, tendo a terceira melhor campanha dentre os 20 clubes. Na segunda fase não tivemos a mesma sorte e acabamos caindo para o Vitória após uma derrota por 3x2 no agregado.

BR-20-2d17626fa8ef97b77.png

TAÇA BH

Na taça BH desse ano fizemos nossa melhor campanha. Ficamos em primeiro no nosso grupo. Nas 3 fases seguintes vencemos 3 das melhores bases do país, Flamengo, Palmeiras e Inter. Na grande decisão enfrentamos o Cruzeiro, em um confronto local. Seguindo os ditames do time principal, perdemos nos pênaltis após empate em 1x1 no tempo regulamentar.

TACA-BH-20c18e086c2645cf1.png

FINANCAS1314898ce1b059af.png

Financeiramente continuamos muito bem. Recebemos mais R$170M de direitos televisivos novamente, o que nos fez fechar o balanço em R$238M, quase R$70M a mais do que o balanço anterior do ano passado.

FINANCAS0012fa5b82f96198.png

Nossa maior receita continua sendo em direitos televisivos (183M), seguidos por venda de jogadores (36M) e prêmios em dinheiro (30M).

Por outro lado, nossa maior despesa esse ano foi com Impostos (Caixa 2, lavagem de dinheiro?). Além disso, gastamos 37M com manutenção de campo e mais 30M com as categorias de base e recrutamento jovem.

Nosso sumário comercial mostra que melhoramos em alguns aspectos, mas caímos em prêmios de competição, até porque não chegamos nas finais da Sula novamente. Romulo Frank (33G), mesmo perdendo espaço ainda é o preferido da torcida nas vendas de camisa.

Com a condição financeira em alta, a diretoria confirmou as duas reformas no CT, já aceitas anteriormente, e estabeleceram uma prazo de aproximadamente 6 meses para terminarem. Além disso, acredito que tivemos a melhor notícia da temporada, teremos um estádio novo a partir de 2046. A diretoria mostrou um planejamento para construir um estádio com capacidade para 14.434, no valor de R$16M. 

PLANEJAMENTO-NOVO-ESTADIO500fbcd891d04ec

outras-informa-eseedbec47c5d86ce6.png

Equipe da Torcida | Dinâmica | Resumo Estatística | Transferências | Convocação pra seleção de base | Série B | Série C | Série D | Copa do Brasil | Bahia campeão da Libertadores.

Rodap-Bostcd64f19555ebaf9b.png

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Até que terminou a temporada bem, mas acredito que se tivesse vencido o Fluminense o time poderia ter ficado na quarta colocação. Parabéns pelo título da molecada. Isso só me faz acreditar que os jovens subirão para serem campeões também no profissional.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Acho importante você não aceitar os convites de seleções. Iria atrapalhar o save que deve ficar focado apenas no crescimento do Boston, mesmo sabendo que às vezes possa ser cansativo.

Melhorou pouco a campanha de um ano para outro, mas o Youth Challenge explica muito isso, diferentemente se você tivesse contratando livremente, aí a conta seria sua. Perdeu o mesmo número de partidas da temporada passada, mas trocou alguns empates por vitórias e isso trouxe mais pontos. O ataque praticamente marcou o mesmo número de gols, mas mesmo a defesa continuando falha, como você disse, sua equipe sofreu 14 gols  a menos! O 6º lugar é uma campanha muito boa, imaginando que seu elenco não esteja entre os melhores. O Boston vai se fixando na parte de cima da tabela.

Na Sul, parece ter ido até onde podia. Os resultados das partidas contra o Vélez mostram que eles tinham mais bala para gastar. Na próxima temporada terá a chance de sonhar com a fase de grupos da Libertadores. Boa sorte.

Parabéns pelo início da construção do novo estádio. E parabéns pela finanças também. Os impostos, o FM sempre faz isso quando o treinador humano começa a ficar com muito dinheiro. É importante gastar sempre, não deixando o balanço muito grande, que fatalmente será mordido pelo jogo.

Estou gostando de ver o desempenho da base.

Uma dúvida porque não me lembro direito. Você não tem tido recusas nos pedidos de melhoria na infraestrutura?

Share this post


Link to post
Share on other sites
div

Eita, tão a jato as atualizações nesse final de ano. Sinal que continua bem empolgado com o save. Espero que continue por um bom tempo, quero ver o Boston (de Manhuaçu) ganhando o mundo!

Caramba, mas e essa sina no campeonato mineiro hein? Será que esse ano quebra? Hahaha

Na Sula não repetiu o feito da última temporada, mas compensou no campeonato brasileiro, levando o time para a Pré-Libertadores.

Legal que a diretoria vai fazer um novo estádio. Foi a pedido seu ou eles que resolveram que precisava de um novo estádio?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peepe

Bem, o Brasileirão fica com um gostinho amargo porque esteve no bloco de cima até o final e por fim, se agarrou ao 6º lugar mas conseguiu o objetivo final que era a vaga na Libertadores. No início da atualização, salta aos olhos a dificuldade do time em jogar fora de casa: em julho, agosto, setembro e outubro ganhou 1 jogo fora de casa. É bom porque reforça tua posição e sabe onde pode melhorar, é complicado porque nem sempre existem coisas que justifiquem essa oscilação.

Para a Sula, os argentinos foram uma pedra no sapato mais cedo do que na última edição e ainda por cima veio o Vélez, que era o campeão nacional. Não dá para lamentar o resultado, jogos grandes fazem parte e tem dias que é preciso reconhecer que o adversário ainda está um degrauzinho acima. Nesse sentido, estou curioso e ansioso para ver como se sairá na Libertadores, seria uma ótima aproveitar essa sorte de estreante que teve na Sula para pegar um chaveamento bom e um grupo com só 1 brasileiro ou argentino.

Ademais, a temporada seguiu a média que vem tendo na A, cresceu nos pontos corridos e não teve tanta sorte no mata-mata. Apesar disso, o que faz no extra campo mostra que o Boston não para de crescer e falta pouco para que as glórias definitivas cheguem ao time. Boa sorte na sequência, especialmente no Mineiro!

Por fim, "Estádio do Boston City" é o nome mais sem graça que pode existir. Seria justo colocar Arena Nei Não Cai ou dar ao treinador essa honra de nomear a cancha.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

A defesa ainda continua um grande problema, mas, observando suas táticas, onde ninguém defende pelo meio em nenhum dos esquemas e você ainda utiliza funções de apoios nos lados e na frente da zaga. E resulta aí num time que em momentos está lutando pelo título, mas aí derrapa, cai na tabela e toma uma goleada na Sulamiranda.

Os resultados vão evoluindo, contudo, sem um grande destaque na defesa, talvez, se quiser resolver a defesa, talvez tenha que se debruçar na prancheta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

Apesar da idade, sinto que Nei Não Cai era começar a perder espaço com o tempo. A parte física é determinante para o desempenho dele até aqui. Espero que se sair que seja pra um Real Madrid da vida:)
 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Na década de 90, a coisa mais comum nos campos europeus eram os tradicionais pontas velocistas; dribladores rápidos com capacidade de cruzar bem uma bola e que ficavam sempre preso no seu corredor de atuação. Atualmente, esse é um perfil bastante difícil de se encontrar nos elencos dos grandes clubes do mundo. No jogo moderno, é função dos alas e laterais atacarem os flancos e cruzar a bola para a aula. O ponta tradicional foi substituído pelo ponta de pé trocado. O ponta invertido (extremo invertido em PT-PT, por isso também no jogo e aqui nesse guia) é um desses casos dentro do FM, assim como o avançado interior.
      Enquanto esses pontas de pé trocado surgiram e evoluíram dentro do 4-2-3-1, eles tem funções diferentes dentro de campo de acordo com o time que jogam ou com a formação que são usados. Nas versões anteriores do Football Manager, a única opção tática que um treinador tinha para esse tipo de formação era utilizar um avançado interior. Atualmente, ganhamos uma ferramenta a mais, com o extremo invertido. A principal tarefa desses pontas de pé trocado é utilizar sua velocidade e técnica para duelar com seu marcador e conduzir a bola e o time para mais próximo do gol adversário.
      Para aqueles que ainda não sabem do que estamos falando, vou deixar alguns exemplos da vida real e que inspiraram a Sports Interactive a moldar a função de acordo com seu talento. Jogadores como Arjen Robben, Franck Rybéry e Thierry Henry são alguns dos ícones do futebol que ajudaram o Football Manager a trazer esse tipo de atleta do campo para as telas dos computadores. Hoje, atletas como Serge Gnabry e David Neres são grandes máquinas dentro do Football Manager graças ao que esse tipo de atleta trouxe para o motor do jogo.
      Normalmente, o estilo de jogo desses atletas é bem direito. Uma vez que tem a bola nos pés, eles combinam técnica e dribles com aceleração e boas tomadas de decisão para deixar o marcador para tráz e ou finalizar ou passar a bola para um companheiro melhor posicionado para continuar a jogada. Esse estilo de jogo não combina muito com o estilo de outros avançados interiores da vida real, que cortam para dentro, mas optam por uma enfiada de bola ou cruzamento ao invés do chute.
      Em versões anteriores, ou você transformava esses jogadores em avançados interiores, incluindo seus comportamentos codificados no motor do jogo (e que não podem ser removidos) que instruíam eles a cruzar menos, ou os transformava em construtores de jogo avançados, aceitando que eles iriam cruzar menos e chutar menos, mas fariam passes mais arriscados. Isso mudou a partir do FM 2020, que passou a nos oferecer o Extremo Invertido.
      Como essa função dá aos treinadores maior flexibilidade? As instruções se tornaram mais claras, assim como as percepções de cada um sobre o que cada função pode fazer dentro de uma partida. Para vermos o que eles devem fazer, basta olharmos para as instruções que não podem ser removidas no painel tático. Como mencionamos o Avançado Interior e o Construtor de Jogo Avançado, iremos compará-los antes de chegarmos à estrela desse guia, o Extremo Invertido. Começaremos pelo Construtor de Jogo Avançado.

      O construtor de jogo avançado, quando colocado nas pontas, é primariamente um meio-campista colocado em uma posição de maior largura, que busca encontrar espaços e criar oportunidades para si ou para os companheiros de equipes. O jogador funciona de forma bem restrita, mas tendem a recompor defensivamente quando o time está sem a bola.

      Quando comparamos o construtor de jogo avançado com o avançado interior, podemos ver imediatamente que o avançado interior movimenta-se mais em direção à área, buscando penetrações e necessitam de um tipo diferente de capacidades e habilidades ofensivas.

      E isso faz sentido quando nós examinamos seus comportamentos inerentes e que não podem ser retirados. O avançado interior é mais ofensivo. Eles querem conduzir a bola até o coração da defesa adversária, cortando para dentro a partir do corredor lateral. Ao invés de tentarem criar chances para seus companheiros com uma enfiada de bola, é mais provável que eles tentem marcar o gol por conta própria.
      Entretanto, isso não significa que eles irão chutar a esmo e ignorar companheiros melhores posicionados. Quando colocado em uma tarefa atacar, eles tendem mais a querer marcar o gol, enquanto na função apoiar, o avançado interior está mais afastado do gol e é mais provável que procurem um companheiro livro ou no espaço.

      Isto tudo nos traz até o extremo invertido. A descrição do jogo diz que ele "busca cortar para dentro a partir do terço ofensivo para criar espaço para laterais ultrapassarem e subsequentemente sobrecarregar defensores recuando."

      Seu comportamento inerente é diferente quando comparado as outras funções que mencionamos, já que eles não são instruídos a cruzarem menos ou a correr mais riscos nas tomadas de decisão. Eles são uma versão mais conservativa do avançado interior, ou talvez para ser mais preciso, a combinação entre o avançado interior e o construtor de jogo avançado.
      A movimentação de um extremo invertido é mais lateral se comparada ao avançado interior. O extremo invertido move-se para o corredor central, cortando de uma posição mais aberta. Mas ao invés de finalizar, ele quase sempre passa a bola antes de correr para se posicionar dentro da grande área.

      Quando examinamos o mapa de calor do, combinado com o de passes recebidos pelo, extremo invertido, nós podemos ver essa movimentação. Ele corta para dentro para receber o passe, progride e se posiciona entre o zagueiro e o lateral na área.

      Texto traduzido e adaptado por Henrique M. para o Engenharia do Futebol e FManager Brasil
      Fonte: https://www.footballmanager.com/the-byline/look-inverted-winger-wednesday-wisdom
    • PedroJr14
      By PedroJr14
      Eu já venho matutando há algum tempo uma nova história com um time do meu estado. Depois que o Altos conseguiu o acesso à Série C essa vontade aumentou mais ainda. A grande cereja do bolo foi o relatório sobre a última história que eu fiz aqui, onde o nosso querido @Peepedisse que ainda esperava uma história minha com começo, meio e fim. Desafio aceito!
      O CLUBE
      Muitos aqui sabem que o Altos subiu para a Série C de 2021, mas acredito que poucos sabem das dificuldades enfrentadas pelo clube durante o ano de 2020. A Associação Atlética de Altos fundada como equipe amadora em 2013, na cidade de Altos-PI, cerca de 40km de distância da capital Teresina, se profissionalizou em 2015 e logo obteve sucesso a nível estadual. A organização do clube impressionava e logo no seu primeiro ano profissional conquistou o título da Segunda Divisão do Piauí, garantindo assim o acesso para a Primeira Divisão no ano seguinte. Já no seu primeiro ano na elite, o Altos obteve a melhor campanha do campeonato e venceu a final sobre o River por 4x2 no agregado, porém perdeu o título no tribunal, por conta da escalação de um jogador irregular. Ainda em 2016 o altos obteve a melhor campanha da história da primeira fase da Série D, naquela época(5v-1e-0d), mas acabou eliminado pelo CSA, que conseguiria acessos consecutivos até a primeira divisão.
      O ESTÁDIO

      O Altos manda seus jogos no Estádio Municipal Felipe Raulino, o "FELIPÃO", que tem capacidade para cerca de 4 mil torcedores. Apesar de ficar muito próxima à capital Teresina, o Altos prefere mandar até os jogos grandes no seu estádio, mesmo às vezes sendo menos vantajoso financeiramente, só não joga lá quando é obrigado pela federação. O acanhado Felipe Raulino se transforma em Felipão, um verdadeiro caldeirão quando o time do Altos pisa lá dentro, que já fez o clube conseguir resultados improváveis.
      O MASCOTE

      Particularmente a coisa mais espetacular que eu acho nesse time é o mascote, que além de ser LINDO e SENSUAL, literalmente vive para o clube. E por conta dele eu criei o clássico dos mascotes entre Altos e Piauí Esporte Clube, que também tem um mascote espetacular, nada mais nada menos que um RATO MOLHADO, que se enxuga durante os jogos.
      O QUE ACONTECEU EM 2020?
      A nossa história começará no início de 2020, ignorando os acontecimentos desde ano, mas sem a maioria dos jogadores importantes contratados no ano, diria que sem os mais importantes. Nossas finanças estão zeradas, não temos dinheiro para contratações ou salários e contamos com apenas 18 jogadores no elenco, com posições muito carentes como a presença de apenas 1 goleiro, 1 lateral-direito e 3 zagueiros e 3 meias de ofício.
      Os desafios para um time como o Altos vão bem além das 4 linhas. O clube não tem estrutura, nem investimentos, não tem um banco de análise de dados, nem categorias de base. Vai ser um grande desafio comandar esse time nas próximas temporadas, ainda que eu já conheça alguns atalhos nas divisões inferiores e no Nordeste do Brasil.
      Ainda não posso adiantar qual será a meta para o fim da história, mas acredito que eu só vá parar depois de pelo menos um título de Campeonato Brasileiro, já que eu costumo dar sorte em Copas, então não vou colocar a Copa do Brasil como meta principal. O intervalo (ingame) entre os capítulos também ainda não foi determinado, mas pode ser de 3/3 meses, 4/4 ou 6/6. Devo fazer uma história baseada em tudo que rodeia o clube, passando pelo treinador, presidente e a relação do Altos com a política, o que não costuma dar certo no futebol.
      Estou aberto a dicas, críticas e tudo que possa me ajudar a melhorar como contador dessa história, espero contar com vocês.
      É possível ter uma temporada semelhante à que aconteceu na vida real em 2020-21? Como fazer um time tão limitado ser competitivo? Veremos nos próximos capítulos.
      Sala de troféus
      Capítulos
    • Danut
      By Danut
      Olá pessoal. Sejam bem-vindos ao meu novo save aqui no Profissão: Manager. Desde o FM14 que eu namoro a ideia de jogar um save em que as contratações fiquem nas mãos da diretoria. Nas versões anteriores do FM, porém, essa opção não funcionava de forma adequada. Deixar tudo na mão da diretoria significava jogar campeonatos com apenas cinco ou seis jogadores, com um elenco de dez homens em que seis são laterais esquerdos, e outras bizarrices do tipo. Por conta disso, nunca levei um save do tipo adiante.
      Nas versões mais recentes, porém, isso parece ter sido corrigido. Notadamente, temos aqui na área o exemplo do @ggpofm (que, aliás, novamente merece os créditos pelo banner, que peguei da Galeria de Gráficos), que tem conseguido jogar de forma satisfatória um save nesse estilo. Isso me encorajou a tentar um save no mesmo estilo. A primeira tentativa não teve grande sucesso esportivo, mas a parte das contratações funcionou bem e me encorajou a compartilhar um save nesse formato por aqui.
      E é a partir disso que chegamos ao save atual, no qual acompanharemos a trajetória de Mathis Liam, jovem belga nascido na pequena cidade de Tubize. Diferentemente do que costumo fazer, este será um save de carreira, com o treinador podendo circular também pelos países vizinhos. No entanto, pretendo abordar a carreira de forma um pouco diferente do que está sendo feito em outros saves da área, dando prioridade ao trabalho no clube atual. Não haverá nenhuma regra fixa quanto a isso, mas o meu plano é focar as escolhas de troca de clube no ciclo de cada equipe, em vez de pensar no que seria melhor para a carreira do treinador em si.
       
      Treinador

      Mathis Liam tem 25 anos e poucas qualificações para ser treinador de futebol. Em um daqueles milagres que só acontecem no FM, porém, conseguiu um cargo como treinador em equipe a ser apresentada no próximo post. Com sorte, nosso treinador conseguirá aproveitar a oportunidade para aumentar seu status dentro do mundo do futebol.
       
      Dados do save
      Ligas carregadas: Bélgica, Alemanha, França, Inglaterra (todos 3ª divisão e acima) e Holanda (2ª divisão e acima).
      Base de dados: pequena, com cerca de 24 mil jogadores.
      Data de início: 1º de julho de 2019
      Outras opções: mascarar atributos, não adicionar equipe técnica, sem orçamento na primeira janela de transferências
    • Valismaalane
      By Valismaalane
      O nosso primeiro clube na carreira será o:
        Paide Linnameeskond
       
      Paide Linnameeskond é um clube estoniano de futebol, fundado em 1990 e refundado em 2004, com sede em Paide e manda seus jogos no Paide Linnastaadion. O Paide iniciou como um clube filial do FC Flora (O maior time da Estonia), e no ano de 2005, conseguiu 4 acessos consecutivos, uma coisa inédita no campeonato Estoniano, sendo o primeiro a fazer isso e o único, por enquanto. O Paide é um time com um grande projeto, sendo o time que busca todo seu sucesso baseado em se sustentar na elite do campeonato estoniano. Neste sentido, rapidamente o Paide se tornou a quarta força do país conseguindo um Vice-campeonato da copa em 2015, ainda não foi campeão de nada, mas o seu desenvolvimento chama atenção, principalmente pela contratração de jogadores estrangeiros e repatriação de jogadores estonianos que já estiveram na seleção. O Paide ainda não venceu nada na Estonia, mas vamos mudar isso!
      Site oficial do clube: https://www.paidelinnameeskond.ee/ 
      Técnico: O Técnico sera Ragnar Dragunov, um antigo jogador da seleção estoniana e revelado pelo próprio Paide. Embora não tenha sido um jogador de sucesso, é um jogador relativamente conhecido entre os torcedores estonianos. Ragnar foi contratado com apenas 19 anos como uma das maiores promessas do país pelo Schalke 04, mas não conseguiu espaço no clube e rodou por diversos países como Japão, Uzbequistão, Cazaquistão, Russia e armênia, retornou a Estonia e encerrou sua carreira no Valga Warriors de Valga na segunda divisão estoniana. (Experiência passada no clube // História ficticia)
       
      Metas do Save:
       
       - Me tornar um dos maiores técnicos da Estonia
       - Classificar um clube estoniano para fase de grupos da EURO
      Classificar um clube estoniano para fase de grupos da Champions
      Revelar jogadores estonianos com nível para seleção (Zarikov - Cap. 30)
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma copa do mundo inédita
      - Ver ou Classificar a Estonia para uma Eurocopa Inédita
      Objetivos do save:
      - Permitido trocar de clube durante o save
      - Se assumir a seleção tenho que estar sem clube ou trocar o clube pela seleção (não comandar os dois simultaneamente)
      - O save é voltado para o técnico e não para a liga estoniana (embora seja uma das minhas vontades crescer o futebol estoniano)
      - Se for necessário, posso mudar os objetivos do save durante a temporada.
      - Me divertir
      Início da Carreira:
       Temporada 01/2019

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Temporada 02/2020

       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Primeira fase Mata-Mata
       Temporada 03/2021
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Fase de Grupos
       Temporada 04/2022
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Vice-Campeão)
      Copa da Estonia (Eliminado pelo Kalju nas Quartas-Final)
       - Não classificado para nenhuma competição Continental
       Temporada 05/2023
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       - Eliminado no Mata-Mata para o Heerenveen
       Temporada 06/2024
       Paide Linnameeskond -
       Campeonato Estoniano (Campeão)
       Copa da Estônia (Campeão)
       Champions League (Eliminado na fase de Grupos)
       Temporada 07/2025 e 2026
      Juventus Football Club - Demitido
       Campeonato Italiano (4º Lugar)
       Copa da Italia (Eliminado)
       Champions League (Eliminado nas Quartas)
       Temporada 08/2026 e 2027
       Sassuolo -
      -
      -
      -
      Base do Jogo:
      *Foram adicionados no ano de 2021 o Brasil, Portugal e a Italia
      Notas do Jogador:
      Espero me divertir e que todos os leitores se divirtam. Criticas construtivas sempre serão bem recebidas, e espero uma boa interação com todos! Obrigado e "NAUTIGE"!
      Obs: Kogemus Jalgpall significa algo como: "Sinta o futebol", "experiencie o futebol" (não tem um significado literal para português, mas é utilizado para vivenciar algo)
       
      Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial ao @ggpofm pelas varias dicas e conselhos e por ter feito o Banner da saga! Também gostaria de agradecer a todos que estão dando seus respectivos feedback e acompanhando, interagindo com a saga! Obrigado!
    • Makengo
      By Makengo
      Esta vai ser a minha 1ª história aqui no fórum. 
      Se estiveres a ler isto, irás ler a história de dois treinadores com passados e objetivos diferentes:
      -Um deles, Ben Ivanov não sabe muito bem o que quer da vida mas está disposto a escrever o seu nome na história do futebol;
      -A outra, Manami Yoshida, irá querer calar a boca de críticos e reerguer um gigante adormecido;
      Histórias completamente diferentes mas que irão se cruzar (ou não) em um ponto.
      Seguindo a vibe de algúem chamado Justice (do fórum FMScout), também farei entrevistas e conferencias de imprensa mais detalhadas do que as que o jogo tem para oferecer.
      Fiquem apenas ligados em Manami Yoshida e Bennet «Ben» Ivanov
       
×
×
  • Create New...