Jump to content
Sign in to follow this  
Tsuru

Da Série C ao topo das Américas | A aventura chega ao fim (11/07)

Recommended Posts

Tsuru

Banner-Tsuruef06ce626964cd37.png


Apresentação

Olá pessoal. Quero dar as boas vindas a vocês no meu novo save aqui na área.

Depois do fim precoce da trajetória do Olímpio - na qual não estava mais conseguindo me divertir - pensei em voltar à Europa e inclusive já tinha um desafio em mente. Mas, conversando com alguns colegas da área, concordei que era, digamos, muito complicado, no mesmo nível ou até mais do que os últimos. E que talvez fosse o momento de tentar algo diferente, mais simples, para não atrapalhar a diversão.

A ideia de voltar a jogar no Brasil já vinha há algum tempo, até porque a última vez que treinei times em terras tupiniquins foi no FM 11, no save do Central, e por isso decidi colocá-la em prática. Apesar das muitas ideias e sugestões de possíveis clubes, fiz algo diferente: deixei o FM 15 rodando de férias por 5 temporadas, até dezembro de 2019, com objetivo de ver o que acontecia na Série C. Será que teríamos algum clube grande rebaixado? Viria algum time interessante das regionais? A ideia era, a partir daí, adotar um critério aleatório para a escolha final - separar três equipes com as quais eu simpatizasse, e jogar com a que tivesse menos títulos.

O problema é que, por esse critério, o time com o qual eu jogaria seria o Madureira. Gosto bastante do Velho Madura, até pensei em fazer o save originalmente com eles (com o título "O despertar do Tricolor Suburbano"), mas sabe quando você vai assumir o clube e não dá vontade de continuar? Então acabei descartando essa possibilidade e optando por uma outra equipe da terceirona que achei bastante simpática, a única que estava sem treinador: o Santos do Amapá.

Tem grau de desafio? Tem. É uma equipe do Norte do país, talvez a região hoje menos competitiva no futebol brasileiro, e que acabou de subir da Série D, o que significa que estabelecê-la entre os grandes não será fácil. Mas a ideia deste save novo não é ser fácil, é simplificar as coisas e jogar com um time que eu ache legal (até porque será um save de clube). Então acho que nesse sentido foi uma boa escolha.

 

Objetivos

- Ir da Série C ao topo das Américas, conquistando duas vezes a Copa Libertadores;

- Ter instalações e infraestrutura de primeiro mundo;

- Ter pelo menos um jogador convocado para a Seleção Brasileira.

 

Regras

- Se for demitido, o save acaba.

 

Ligas carregadas

- Inglaterra, França, Itália, Alemanha, Espanha, Argentina, Uruguai, Chile e Colombia (1ª divisão); Brasil (Série C, B e A).

 

Histórico

Temporada 1 

  • Campeonato Amapaense: Campeão
  • Copa Verde: Vice-campeão (derrotado pelo Remo na final)
  • Copa do Brasil: Derrotado na segunda eliminatória pelo Internacional-RS
  • Série C: Eliminado na primeira fase

Temporada 2

  • Campeonato Amapaense: Campeão
  • Copa Verde: Campeão
  • Copa do Brasil: Derrotado na primeira eliminatória pelo Guarani
  • Série C: Eliminado nas quartas de final pelo Vila Nova (2 a 1 no agregado)

 

Temporada 3

  • Campeonato Amapaense: Campeão
  • Copa Verde:  Eliminado pelo Remo na primeira eliminatória (1 a 0 no agregado)
  • Copa do Brasil: Eliminado pelo Coritiba na segunda eliminatória (3 a 1 no agregado)
  • Série C: Eliminado na primeira fase


Índice

01 - A volta ao mundo em cinco temporadas
02 - O mar está para peixe
03 - A ponte, a taça e as copas
04 - Se eles querem a bola, a gente também quer
05 - El cuarteto argentino
06 - Verdejantes tempos
07 - No suor, na raça e na sorte

08 - O Santos subiu para a Série B? Égua da potoca!
09 - Doze homens e nenhum segredo
10 - Encaixando as peças
11 - A síndrome de Drew Johnson
12 - Em busca de voos mais altos

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vini-Ministro da Educação

Boa sorte, Tesouru. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Khroiskantis

Boa sorte Tsuru!

Share this post


Link to post
Share on other sites
mfeitosa

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Bom divertimento!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bigode.

Rapaz, imaginei que fosse demorar um pouco mais pra voltar, dado o desânimo com o último save (que imaginei que afetaria também a experiência com o FM como um todo). Mas que ótimo que não demorou. Desde já, muito boa sorte com o save! Acompanharei, como sempre.

Por curiosidade: nessas cinco temporadas rodadas em férias, como ficou o cenário? Algum grande em decadência, alguma surpresa positiva?

Share this post


Link to post
Share on other sites
AllMight

Boa sorte Tsuru! Gostei das escolha do time e achei bem mais legal você fugir do Rio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru
1 hora atrás, vinny_dp (17x1) disse:

Boa sorte, Tesouru. 

 

1 hora atrás, Khroiskantis disse:

Boa sorte Tsuru!

 

1 hora atrás, mfeitosa disse:

Boa sorte!

 

27 minutos atrás, Andreh68 disse:

Bom divertimento!

Obrigado pessoal!

25 minutos atrás, Bigode. disse:

Rapaz, imaginei que fosse demorar um pouco mais pra voltar, dado o desânimo com o último save (que imaginei que afetaria também a experiência com o FM como um todo). Mas que ótimo que não demorou. Desde já, muito boa sorte com o save! Acompanharei, como sempre.

Por curiosidade: nessas cinco temporadas rodadas em férias, como ficou o cenário? Algum grande em decadência, alguma surpresa positiva?

Oi Bigode.

Então, eu quis voltar logo porque sempre me animo quando jogo postando. E também porque comecei a temporada no Santos e achei divertido, estou no início do Campeonato Amapaense, não queria deixar ficar muito longe o jogo e a postagem.

O desânimo na verdade afetou a experiência mas de forma positiva. Eu mudei um pouco a abordagem do jogo, fora que tem horas que empolgação demais não é legal - e nem desafios muito mirabolantes. O mais importante no final é sempre a gente se divertir.

Bem lembrado, pode deixar que no próximo post, antes de apresentar os detalhes do clube, vou falar um pouco sobre como ficaram as coisas nessas cinco temporadas.

Obrigado pelo comentário!

10 minutos atrás, DiogoHernandes disse:

Boa sorte Tsuru! Gostei das escolha do time e achei bem mais legal você fugir do Rio.

Oi Diogo.

Acabou sendo bem legal mesmo, times do Norte do país são sempre interessantes. É uma região muito carente de bom futebol e com grandes torcidas, espero fazer jus à tradição do Remo e do Paysandu. No Rio talvez não tivesse tanta graça.

Obrigado pelo comentário!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Opa, chegando atrasado, mas antes da primeira postagem hahahah

Boa sorte com o save, que promete ser bem difícil no começo, de estadual doido eu entendo 🤣

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Que bom que não demorou. Só posso lhe desejar sucesso, mas com dificuldades.😉

Espero que reflexão que você citou nas respostas o coloque e um caminho mais consistente neste save. Não sei se disse isso em outro momento, mas nunca achei as ideias de seu saves mais recentes mirabolantes e sempre achei que os problemas estavam, principalmente, na sua abordagem ao jogo. O que não é ruim. Força para o desafio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
AlexVivas

Mais uma excelente estória vinda de sua parte. Deus te abençoe nessa jornada !

Tsuru, uma pergunta: já estamos beirando o FM 2021. Por que o FM 2015 em especial ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru
12 horas atrás, marciof89 disse:

Opa, chegando atrasado, mas antes da primeira postagem hahahah

Boa sorte com o save, que promete ser bem difícil no começo, de estadual doido eu entendo 🤣

Hahahahaha, não chegou atrasado então. 

Obrigado. O regulamento do Amapaense no 15 é até tranquilo, o que mata é que são 18 jogos e, com a Copa Verde, o calendário fica bem congestionado.

Obrigado pelo comentário!

4 horas atrás, ggpofm disse:

Que bom que não demorou. Só posso lhe desejar sucesso, mas com dificuldades.😉

Espero que reflexão que você citou nas respostas o coloque e um caminho mais consistente neste save. Não sei se disse isso em outro momento, mas nunca achei as ideias de seu saves mais recentes mirabolantes e sempre achei que os problemas estavam, principalmente, na sua abordagem ao jogo. O que não é ruim. Força para o desafio.

Oi Gilson. Obrigado pelo apoio e pelo comentário.

Não é que eu achasse as ideias anteriores mirabolantes em si. É que acho que elas adicionavam um desafio extra a alguém que ainda está buscando a melhor abordagem para o jogo - seja vencer o trio de ferro em Portugal, ou jogar num futebol italiano em baixa tendo restrições de contratação, ou ainda passar por territórios celtas com futebol de qualidade duvidosa, e por fim a terceira divisão uruguaia, que é o próprio inferno na Terra. Isso tornava ainda mais difícil fazer os times encaixarem (que é um desafio particular meu).

Mudei um pouco a forma de gerir as partidas, seguindo o tópico abaixo traduzido pelo Henrique, e vamos ver se fica mais consistente. Acredito que inicialmente não será complicado no Amapaense, mas temos também a Copa Verde e nela já será possível entender se estou no caminho certo.

3 horas atrás, AlexVivas disse:

Mais uma excelente estória vinda de sua parte. Deus te abençoe nessa jornada !

Tsuru, uma pergunta: já estamos beirando o FM 2021. Por que o FM 2015 em especial ?

Obrigado Alex, que assim seja! 

Sobre a versão do FM, tem alguns fatores - pesam bastante o fato do meu computador ser antigo, de não ter dinheiro pra investir numa versão nova e de gostar muito do FM 15. Pra mim a SI criou a melhor versão do jogo e, em vez de melhorar, conseguiu estragá-la nas edições posteriores, adicionando um monte de perfumaria desnecessária e sem sentido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Boa sorte, Tsuru.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LucasPettine

Boa sorte, lindo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocais

Após te acompanhar por Portugal, Itália, Inglaterra e Uruguai, curioso pra ver essa aventura em terras brasilis.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Ver o Amapá no topo das Américas seria sensacional. Tentei colocar o meu Piauí no topo com o River, ainda consegui uma Sulamericana e uma Copa do Brasil, mas o crash dump não teve pena de mim e eu era cabaço, não tinha backup... Triste.

Boa sorte, Tsuru. Eu também sou mais fã dos FMs antigos do que dos atuais, acho que a gente perde muito tempo entre os jogos, mas tô tentando me adaptar. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Wancho

Boa sorte, Tsuru. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru
Em 22/04/2020 em 00:39, Henrique M. disse:

Boa sorte, Tsuru.

 

Em 22/04/2020 em 05:10, LucasPettine disse:

Boa sorte, lindo.

Obrigado pessoal!

Em 22/04/2020 em 12:55, Neynaocai disse:

Após te acompanhar por Portugal, Itália, Inglaterra e Uruguai, curioso pra ver essa aventura em terras brasilis.

Oi Ney. Também estou, faz tanto tempo que não jogo no Brasil que desacostumei. Vai ser bom pra mudar um pouco.

Obrigado pelo comentário!

Em 22/04/2020 em 14:54, PedroJr14 disse:

Ver o Amapá no topo das Américas seria sensacional. Tentei colocar o meu Piauí no topo com o River, ainda consegui uma Sulamericana e uma Copa do Brasil, mas o crash dump não teve pena de mim e eu era cabaço, não tinha backup... Triste.

Boa sorte, Tsuru. Eu também sou mais fã dos FMs antigos do que dos atuais, acho que a gente perde muito tempo entre os jogos, mas tô tentando me adaptar. 

Oi Pedro!

Eu lembro do save do River, foi uma pena mesmo o fim precoce. Eu espero conseguir fazer algo parecido, quem sabe ir além. Fico imaginando os grandes clubes indo jogar em Macapá...hehehe

Os FMs antigos me divertem mais mesmo, eu não pretendo mudar tão cedo.

Obrigado pelo comentário!

Em 23/04/2020 em 23:55, brlgon disse:

Boa sorte, Tsuru. 

Obrigado Lucho!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Banner-Tsuruef06ce626964cd37.png


A volta ao mundo em cinco temporadas
Época 1, parte 1

Um dos aspectos mais legais desse início de save foi deixar o jogo rodando até dezembro de 2019. Além de colocar o FM na data atual (que não é tão relevante pra experiência em si, mas quando feito adiciona maior realismo), ainda permitiu algumas movimentações nas tabelas dos campeonatos do Brasil e do mundo - o próprio Santos AP veio da Série D de 2019.

Então, antes de falar sobre o clube e as perspectivas dele para o futuro, façamos uma pequena volta ao mundo em cinco temporadas. A nossa primeira parada é no Velho Continente.


Europa e Mundo

A Copa de 2018 foi vencida pela Inglaterra, tendo como vice a Alemanha, e a Espanha ficou em terceiro. Já a Liga dos Campeões foi dominada por Bayern de Munique e Real Madrid, com o Manchester United sendo o único a conseguir fazer frente aos outros dois gigantes.

 

ucl-anteriores4a46996f26d565fe.png

 

Espanhóis e ingleses dominaram a Liga Europa desde 2014, com ligeiro pendor para os britânicos, e o Schalke como único “intruso”. Nada muito surpreendente por aqui.

 

uel-anteriores21f023b1d5b30c22.png

 

Detalhe para os vice-campeões: Zenit, Benfica, Hoffenheim e Sampdoria quase chegaram lá. A maldição de Bela Guttman ainda não foi quebrada.

 

América do Sul

Na nossa segunda parada podemos ver que os brasileiros dominam a Libertadores há quatro temporadas, depois do título do Boca em 2015. Interessante que a arte imitou a vida e o Flamengo levantou a taça em 2019, mas vencendo o Corinthians em vez do River Plate.

Destaque também para o primeiro título do Botafogo e para as duas taças do São Paulo, que se recuperou dos tempos ruins e vem se destacando no cenário sul-americano.

 

libertadores-anterioresa5b37b16114e9fcc.

 

A boa fase foi coroada com o tricampeonato brasileiro em 2015-2016-2017, lembrando os tempos de Muricy Ramalho. De quebra, ainda viu o Corinthians ser vice duas vezes, uma delas para o próprio São Paulo, o Palmeiras ser rebaixado (de novo) em 2016 e o Santos, em 2019. A alegria só não foi maior porque, na temporada passada, o Timão levantou a taça, deixando o tricolor paulista em segundo.

 

serie-a---vencedores9202bc831a37177f.png

Série A: 2015 | 2016 | 2017 | 2018 | 2019
 

Entre os cariocas, o Flamengo e o Botafogo têm feito campanhas de meio para cima da tabela. Já Fluminense e Vasco amargam tempos difíceis: o tricolor caiu em 2016, subiu em 2017 e foi rebaixado outra vez em 2018 junto com o Vasco. E para piorar, nenhum dos dois conseguiu a promoção em 2019.

Na segunda e terceira divisões, talvez o fato mais interessante seja a ascensão do São Caetano: subiu da C para a B em 2016, disputou a segundona por três temporadas e acaba de conseguir o retorno à Série A. Acho difícil que repitam os tempos de Adhemar e companhia, mas parecem estar no caminho para pelo menos se estabelecer na primeirona.

A última parada da nossa viagem é o destino final, bem no meio do mundo.
 

Amapá

O Santos é heptacampeão estadual, dominando o futebol local com folga desde 2013. Eu não observei isso antes de assumir a equipe, e o interessante é que essa ascensão condiz com a subida da Série D para a C e o projeto que passo a conduzir a partir de agora, que é transformá-lo numa equipe de topo da América do Sul.

 

amapaense-anterior2dbcd27b23c6e1e3.png

 

Por outro lado, não espero grandes desafios no Estadual porque, se as coisas derem certo, a distância para os outros rivais vai aumentar cada vez mais. A tendência é virar uma pré-temporada de luxo já a partir da primeira temporada.

E por falar em Santos…

 

Clube

Fundado em maio de 1973, o Peixe da Amazônia recebeu o nome de Santos Futebol Clube em homenagem ao lendário time de Pelé, Coutinho, Doval e outros, que encantava o mundo na época.

Está sediado na capital Macapá e manda seus jogos no estádio Milton de Souza Correa, com capacidade para 10 mil torcedores. A arena é carinhosamente chamada de Zerão porque a linha de meio campo coincide exatamente com o Equador, fazendo com que as equipes atuem uma etapa em cada metade do planeta. Será que rolam muitas piadinhas do tipo "chutou tão mal que mandou a bola lá do outro lado do mundo"?

 

infra80098eed1c6ae727.png

 

Quando cheguei o clube não tinha equipe técnica, éramos só o presidente e eu. Achei que teria muito trabalho para convencer os profissionais a virem para o Amapá, mas me surpreendi com os bons nomes que toparam. Nós não temos a melhor reputação nem os melhores jogadores, então ter bons olheiros e bom nível de treino é essencial para operarmos no nível mais alto possível.

 

equipetecnica51882a86dabc0bb7.png

 

Colaborou para isso a boa situação financeira do clube, que disponibilizou valores bem razoáveis de transferências e salários – considerando o custo dos jogadores do nosso nível atual e os salários que costumam pedir.

 

financasfe41f9839b3fc177.png

 

A projeção é de prejuízo nas próximas épocas, mas espero conseguir reverter isso com o crescimento da equipe. Crescimento esse que não se faz sem um bom elenco e, como só tínhamos 8 jogadores no principal, foi necessário ir atrás de titulares e reservas.

 

Transferências

Como já comentei, o plantel era pequeno, mas tinha alguns bons jogadores e eu contava com eles. A minha chegada, porém, incomodou alguns desses atletas (mesmo eu tendo reputação adequada para treinar a equipe), e eles pediram para ir embora. Alguns já foram, como mostra a imagem abaixo, e a tendência é que outros façam o mesmo durante o Estadual.

 

saidas896f1f1340a076f4.png

 

Importante mencionar que só assumi o clube em janeiro, após o anúncio da tabela de 2020, portanto os jogadores que negociei diretamente foram o atacante Darlan e o lateral direito Celsinho. Acho que fizemos um bom dinheiro com eles, e as contas em dia permitiram reinvestir parte desse valor. Ao todo, foram quinze contratações.

 

entradasd237214508e3833f.png

Francisco | Ferrugem | Raphael | Bruno | Araújo | Mario Cesar | Amendoim | Alessandro Sandrini

 

Começando pela defesa, a lateral esquerda ganhou o reforço de Junior, newgen emprestado pelo Náutico, porque o atual titular Rafinha está em negociações para ir embora. Na outra lateral, a direita, Douglas (que iniciou a carreira no Santos paulista em 2009) chegou em transferência livre para substituir Celsinho.

 

jogador-1488d71d8f3f502810.png  jogador-13be27f0a2412e88b2.png

 

Outra boa contratação é o meia Alfinete, comprado por 2 mil reais junto à Cabense-PE. Com boa técnica, determinação e alguma velocidade, chega para ser titular no centro do meio campo. Eu ia fazer uma piada ruim sobre ele jogar espetado, mas deixa pra lá.

Também para o meio campo, o Vila Nova-GO nos emprestou Rodolfo. Os atributos são ótimos e os olheiros o veem como grande promessa, embora em campo eu ainda não tenha visto tudo isso.

 

jogador-01d6c73e9ac317e016.png  jogador-12584128513e51cd05.png 

 

O outro ponto a se destacar é o ataque. Juan chegou em transferência livre para ser titular na ponta direita, onde não havia ninguém, sendo escolhido principalmente por sua velocidade e boa capacidade de cruzamento.

 

jogador-020a98504789b8b958.png

 

Já para a posição de centroavante eu esperava contar com Darlan, mas como sabem ele não gostou muito da ideia. Então trouxe Oliver, que considero um ótimo nome. Experiente, ele iniciou a carreira no Paulínia-SP e passou também por PSV e Nacional da Madeira.

O problema é que não gostei muito do desempenho dele na pré-temporada e fiquei inseguro sobre ser o único atacante de bom nível. Dei então uma olhada nos relatórios dos olheiros e encontrei o oportunista Yan Perin livre, leve e solto; o salário cabia com folga no orçamento e não pensei duas vezes para fechar com ele. Ex-jogador do Internacional, Yan iniciou a carreira em Porto Alegre em 2009 e jogou algum tempo no Corinthians antes de fazer uma verdadeira peregrinação por equipes menores, mesmo tendo apenas 23 anos.

 

jogador-10bf5dbcc22f2c3712.png  jogador-1561fb416ed6280208.png

 

Os demais jogadores vieram principalmente por empréstimo para formar o banco de reservas. Estou na expectativa de vender outros atletas ao mesmo tempo que os olheiros continuam trabalhando; com mais dinheiro disponível e encontrando outras oportunidades no mercado, a tendência é fechar com mais atletas em definitivo e ir devolvendo os emprestados. É claro que essa estratégia vai até onde a folha salarial e o orçamento de transferências permitirem.

 

Elenco

O plantel principal ficou com 24 jogadores, um número bom. Tudo ainda é provisório, visto que continuamos no mercado e mais nomes podem chegar, mas acredito que, para estrearmos no Amapaense, está bom.

 

elenco8f9bec77557f40a9.png

 

Além dos destaques já mencionados, observem também que a dupla sertaneja de zaga é formada por Edcarlos (aquele ex-São Paulo e Fluminense) e Edvânio (que jogou no Criciúma e no América-RN). São bons para o nível atual, mas já estão com mais de 30 e estou monitorando algumas jovens promessas, de forma que possam ser alternativas aos veteranos e ganhem rodagem para assumir a titularidade em duas ou três temporadas.

 

Tática

A formação principal foi escolhida com base no elenco que encontrei. Tínhamos um único atacante, um ponta esquerda avançado (MAE), um volante e nenhum meia ofensivo. Isso dá naturalmente um 4-1-2-3, que foi sendo preenchido à medida que os reforços chegavam.

 

41237d339531479c1d8b.png

 

Pensando na estratégia em si – a forma como o time se defende sem a bola, como se movimenta em campo e como busca chegar ao gol – a formação é bem versátil, dá para jogar de diversas maneiras. Mas somos um time pequeno e sem muitos recursos; por isso preferi apostar em laterais menos ousados, um volante mais fixo, meias construindo por dentro e pontas rápidos, buscando usar as laterais e cruzar para o centroavante (que na imagem ainda aparece como Atacante Recuado – Atacar, mas mudei para PL comum).

A fim de maximizar isso, pedi um jogo mais veloz, usando a instrução “Mais Passes Diretos”. A ideia é recuperar a bola e ligar rapidamente com o ataque, seja com o centroavante ou com os extremos, e a partir daí acelerar o máximo possível. A mentalidade é “Normal” e a filosofia é “Flexível”.

Por desencargo de consciência, mandei a equipe treinar também outras duas formações, um 4-1-4-1 com volante e um 4-2-4 com dois pontas avançados. Mas a princípio não pretendo alterar durante as partidas, é mais para o caso de alguma situação tipo uma final de campeonato ou jogo decisivo onde seja preciso realmente uma estratégia mais definida, tipo não sofrer gols ou atacar desesperadamente.

 

Amistosos

Depois de quase uma década jogando só na Europa e no Uruguai, eu tinha esquecido de como é uma pré-temporada bem curta. Fizemos apenas quatro jogos, mais para colocar o time em forma e fazer alguns pequenos ajustes, tipo escolher quem seriam de fato os titulares.

 

amistosos49e5a1f702d48351.png

 

O time está pronto e faremos em breve nossa estreia no Amapaense. Até lá!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Não vai ter vida fácil nessa temporada, mas quem sabe a conquista do amapaense dê um gás a mais ao time para a sequência do ano. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

A nível estadual o time manda no Amapá e por isso a pergunta: Quais as expectativas da diretoria em relação a temporada local e a nível nacional?

Share this post


Link to post
Share on other sites
lakers20

Adorei tudo sobre esse save!

 

Pra começar, está no FM 15, um dos melhores já feitos e sem essas frescuras exageradas dos atuais como vc falou. 

Vai começar 5 anos a frente, coisa que curte demais em FMs antigos.

E escolheu um time de um estado com pouca tradição, podendo colocar essa equipe no topo do futebol, o que é sensacional, e ainda pra completar o time joga em um estádio dividido pelos hemisférios norte e sul. 

 

Boa sorte nesse projeto!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LuisSilveira

Fala, Tsuru!

Gostei do panorama geral que você deu dos acontecimentos. Os títulos da Inglaterra e do Botafogo são um tanto improváveis mas gosto de pensar que em uma realidade alternativa isso realmente aconteceu.

Achei curioso como um dos atletas que pediu para sair era ninguém menos que... Rafael Sóbis. Parece que no FM ele decaiu mais rápido que na vida real.

Boa sorte! Espero que esse save te divirta!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bigode.

Gostei do panorama geral das temporadas. Legal ver como as coisas se desenrolaram.

Sobre o elenco e as contratações: gostei muito das chegadas de Rodolfo e Yan Perin. Pelos atributos, são craques perto dos outros. E que nervoso dá ver aquele tanto de jogador com meis estrela só! HAHAHA

Boa sorte para esse início de temporada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
mfeitosa

Muito bacana a abordagem utilizada para dar início ao save, Tsuru! A única "desvantagem" é que o FM adora aposentar os jogadores antes do tempo, então, penso que nesta altura o jogo já esteja repleto de newgens. O que não é necessariamente um problema. Percebeu algo nesse sentido?

No mais, pega uma equipe que domina o futebol local, mas que terá dificuldades para se estabelecer na liga nacional. Espero que os reforços o ajudem nesse início de caminhada com o Peixe da Amazônia!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Henrique M.
    • Andreh68
      By Andreh68
      Apresentação pessoal
      Desafio lapidando vencedores desafio-lapidando-vencedores , lapidando-vencedores-um-incentivo-a-mais      Já há algum tempo tenho me dedicado mais a saves tipo LLM(com alguma flexibilidade, algumas regras ao meu ver são um pouco exageradas), sempre privilegiando as categorias de base. Esse desafio no fórum me incentiva a ser ainda mais "ousado".
      O ressurgimento do Uralan - Na virada do século, eu brincava muito num site tipo manager online chamado www.soccersim.com, onde os jogadores eram todos "regen". Eu tinha assumido o Uralan, time do qual nunca havia ouvido falar. Nele havia um atacante de nome Afanasy Stiatchkov. Com o tempo minha memória pode estar exagerando um pouco, mas o cara era monstro. Foi artilheiro da Europa umas 4 vezes, artilheiro russo praticamente todas temporadas. Fui campeão russo umas 5 vezes em 7 anos, e campeão chegamos em fases avançadas da champions umas 2 vezes. Mesmo velho e com seus atributos caindo, o cara mantinha a performance. Depois que comecei a jogar FM mais a sério, comecei a procurar pelo time, mas nunca tive a oportunidade de dirigi-lo, já que o time faliu e foi extinto DUAS vezes! Agora no 2015 vou ter a chance pela primeira vez. Além do time ter sido recriado do zero novamente, ainda em situação amadora, foi publicada uma extensão da liga Russa contendo a quarta divisão. Soccersim - figuras grandes
      Nações escolhidas - Rússia / jogável até a 3a div B(equivalente a 4a divisão) Início - Rússia 2014 Opções avançadas - adicionar jogadores a equipes jogáveis demais não marcadas por default - config inicial Database - grande, com todos os jogadores russos e baseados na Rússia, todos os jogadores de seleções e de reputação continental, jogadores dos principais clubes da Europa e América do Sul - 57.000 jogadores - database Expansão da liga Russa disponível na Steam Workshop, mais edição dos uniformes e estádio; Clube escolhido - Uralan. Não fiz como sugerido no desafio mas não fugi ao espírito dele. O Uralan não existia no campeonato passado, foi criado do nada, é como se tivesse sido promovido. Além disso é time com pior reputação e pior previsão de colocação pela mídia. Criei um treinador para ocupar o cargo de treinador e imediatamente o aposentei. Depois criei meu treinador como desempregado e me inscrevi para entrevista de emprego.
      Técnico sem qualificação, jogador de futebol amador   Ser campeão russo Vencer a Champions League Seguir as orientações do desafio lapidando vencedores, não contratar jogadores, somente utilizar a base. Ter um jogador artilheiro da Europa Se for demitido o save acaba Ser treinador do Barcelona após ser pelo menos campeão russo
       
      Prefácio 
      Ivan Afanasyevitch  13/02
      Afanasy Stiatchkov pt1 14/02
      Afanasy Stiatchkov pt2 15/02

      Capítulo 1 - 2015
      O renascimento 15/02
      A estreia 20/02
      Ultras! 22/02     
      E o pau comeu 26/02
      Primeiro turno 01/03
      Intertemporada 03/03
      Segundo turno 05/03  
      O primeiro vôo 07/03    
      Ode à torcida 08/03

      Capítulo 2 - 2016
      Tempestade a vista 12/03
      Bonança  19/03
      Bom anfitrião 26/03
      Déjà  vu 28/03
      Olhar para trás 29/03

      Capítulo 3 - 2017 
      Rapadura é doce... 03/04
      Bungee jumping 11/04
      O elástico rompeu...14/04
      Adeus segundona? 16/04
      Xeque! 18/04
      Xeque-mate! 20/04

      Capítulo 4 - 2018
      On the wings of a dream 26/04
      Asas de cera 02/05
      Fracassos... não está fácil para ninguém 11/05

      Capítulo 5 - 2019
      De volta para a casa 14/05
      Um bom começo, mas foi só isso? 25/05
      Um sonho que passou... 26/05
      Ser ou não ser? 01/06
      Flying high again16/06

      Capítulo 6 - 2020
      No quartel de Abrantes  21/06
      Tudo como dantes! 23/06
      Foi quase! Quase??? 02/07

      Capítulo 7 - 2021
      Recomeço 30/07
      Parece, mas não é 31/07
      A vida não é um passeio no bosque 10/08

      Capítulo 8 - 2022
      Você pode vergar um pinheiro se tentar aos poucos 11/08
      Nem tudo que brilha é ouro  29/08
      Seu cotovelo está próximo, mas nem por isso você consegue mordê-lo 05/09
      #Pep no Linha 07/09
      Primeiras fornadas, o que aconteceu?   09/09

      Capítulo9 - 2023
      Adeus também foi feito para se dizer 19/09
      Se forçares um tolo a rezar, ele tanto machucará sua testa quanto os dedos dos pés de outros 28/09
      A testa abriu 13/10

      Capítulo 10 - 2024
      Começar de novo! 17/10
      Vassoura nova varre diferente 19/10
      São somente flores, os frutos virão depois 22/10
      Acredite, mas se certifique! 24/10
      Via Crúcis em 12 estações tempos AKA desastres acontecem 26/10
      Via Crúcis em 12 estações tempos - 2a parte 28/10
      Um pássaro é reconhecido pelo seu vôo 03/11

      Capítulo 11 - 2025
      O mais difícil é começar, depois fica fácil 07/11
      A língua solta é um tesouro para o espião 24/11
      Um turno em silêncio. (A língua solta é um tesouro para o espião) 28/11
      O medo tem olhos grandes 30/11
      Sem esforço não se tira um peixe de um lago raso 04/12
      Sem esforço não se tira um peixe de um lago raso pt.2 05/12

      Capítulo 12 - 2026
      Ovos não ensinam a galinha 10/12
      Bravo frente a um cordeiro, um cordeiro frente a um bravo pt1 11/12
      Bravo frente a um cordeiro, um cordeiro frente a um bravo pt2 15/12
      Bravo frente a um cordeiro, um cordeiro frente a um bravo pt3 17/12
      Outubro Vermelho 18/12
      Um turno para trás 21/12
      Long and winding road 07/01
      8 jogos, 7 pontos! 11/01
      Acima da linha d´água 12/01

      Capítulo 13 - 2027
      Fundação 14/01
      Em marcha 21/01
      Uma locomotiva chamada Bonatini 24/01
      Da água para a Vodka 25/01
      A marvada castiga 30/01
      Feliz aniversário! 12/02

      Capítulo 14 - 2028
      Antes tarde do que nunca 02/10
      Não só as arvores têm raízes 04/10
      Vamos voltar às nossas ovelhas 07/10
      O que é bom para um russo, é a morte para um alemão 21/10
      O inverno passou... 04/11
      ...mas o frio ficou 07/11
      ...mas o frio ficou, parte II 09/11

      Capítulo 15 - 2029
      A volta do filho pródigo 11/11
      Um bom começo é metade da batalha 13/11
      Um velho amigo é melhor que dois novos 16/11
      Do que os ricos e os felizes 18/11
      Capítulo 16 - 2030
      Da Champions! 19/11
      A primeira panqueca sempre tem caroços. 21/11
      Moer água em um pilão 23/11
      Dominnnngo, eu vou ao Maracanãããã.... 25/11
      As galinhas são contadas no outono 28/11
      Tudo está bem, quando acaba bem 03/12

      Capítulo 17 - 2031
      Father, father... I look up to you! 17/01
      Acima de tua cabeça não consegues pular 28/01
      Não se trocam cavalos na travessia 18/02
      O que aconteceu, já foi. 20/02
      Hoje não, hoje não! Hoje sim? Hoje SIM!!?? 23/02
      Cicatrizará antes de seu casamento 26/02

      Capítulo 18 - 2032
      Juntando as forças 10/03
      Quando um lagostim subir a montanha e assoviar 12/03
      Aconteceu, eu vi. A cabra comeu o lobo. 28/03
      Nem peixe nem carne(n. do a. - medíocre). 01/04
      Um bom trabalho fala por si. 05/04
      Quem se queimou com leite quente sopra a água gelada. 07/04
      Vai ter festa la na rua! 19/04

      Capítulo 19 - 2033
      Quanto mais tens, mais queres. 26/04
      A igreja está perto, mas a estrada está sob a neve, o bar está longe, mas vou com cuidado. 27/04
      Foi pegar lã mas voltou tosqueado. 21/07
      Forje o ferro enquanto ainda está quente. 24/07
      Tudo a seu tempo. 28/07 
      De uma ovelha magra pelo menos um punhado de lã. 29/12
      Capítulo 20 - 2034
      O trabalho nâo é um lobo. Ele não correrá para a floresta. 02/01
      Nem tudo que brilha é ouro. 05/01
      Um cão preto não fica branco se você lavar bastante. 10/01
      Sem sofrimento não há aprendizado. 18/01
      Não culpe o espelho pela sua cara feia. 21/01
      Mãe Rússia 24/01
      Capítulo 21 - 2035
      Vá devagar e irá mais distante. 26/01
      Parece mas não é. Episódio II. 30/01
      Uma esposa ruim leva a casa a falência, uma sela ruim machuca o cavalo. 31/01
      Não há heróis que não tenham experimentado tristeza. 08/02
      Não pergunte ao Mal, pois ele responderá. 09/02
      Para os espertos, a sorte acontece uma vez, para os habilidosos, duas vezes. 12/02
      Se a mão trabalha, a boca também. 22/02

      Capítulo 22 - 2036
      Não importa a distância, siga pela estrada; não importa quantos anos tenha - leve a garota. 27/02
      Melhor que ser o rabo do elefante, é ser a cabeça do camelo. 05/03
      Aquele que joga contra si mesmo nunca perde. 12/03

      Capítulo 23 - 2037
      O cobre de qualidade não enferruja; filhos e parentes da mãe não se esquecem.14/03
      Aquele que ama a terra natal derrota o inimigo mais facilmente. 16/03
      Não se pode confiar no inverno. 18/03
      Aquele que não tem desejo, não tem força também. 22/03
      O sol sempre brilha, e aprender é mais doce que o mel e açúcar. 24/03
      A arrogância estraga uma pessoa, o muito branco rapidamente se suja. 17/04 
      Meça sete vezes, corte uma. 03/05 

      Capítulo 24 - 2038
      Com as barbas de molho. 10/05  
      Um(?) Torpedo vindo em nossa direção! 14/05 
      Até o último minuto! 17/05 
      A árvore que cresce na borda da floresta é resiliente. 23/05 
      Uma palavra é suficiente para o homem certo. Um chicote é suficiente para um bom cavalo. 26/05  
      Capítulo 25 - 2039
      E agora Josef? 31/05 
      E agora? A Sibéria ora. 16/07 
      Tem coelho nessa cartola?  27/07 
      Capítulo 26 - 2040
      A água corta a pedra. 02/08

      Classificação nos torneios disputados
    • Banton
      By Banton
      Centro Sportivo Alagoano, também conhecido pela sigla CSA, é uma agremiação esportiva brasileira de futebol, da cidade de Maceió, em Alagoas. Fundado em 7 de setembro de 1913 por um grupo de desportistas, o clube nasceu como Centro Sportivo Sete de Setembro, depois foi rebatizado para Centro Sportivo Floriano Peixoto e em 1918, ganhou seu nome atual.
      É o único clube do Nordeste a disputar uma decisão internacional, ficando com o vice campeonato da Copa Conmebol de 1999.[4] além de ser o único clube alagoano a conquistar um título de expressão nacional, a Série C de 2017. Conseguiu a façanha histórica de conquistar três acessos consecutivos no Campeonato Brasileiro de Futebol, deixando a Série D do futebol nacional para disputa da divisão de elite entre 2016 e 2019. Foi vice-campeão da Série B em 1980, 82, 83 e 2018, além de conquistar o vice campeonato da Série D de 2016.
      Com 39 títulos estaduais, é o maior vencedor do Campeonato Alagoano. Localmente, o CSA possui uma rivalidade histórica com o CRB na qual disputa o Clássico das Multidões. Há, também, uma rivalidade com o ASA, equipe do interior do estado.
      FILOSOFIA & CURIOSIDADES: 
      Jogadores livres e empréstimos. É assim que o Azulão costuma montar seus elencos. A equipe aposta bastante mas há muito tempo não revela um grande jogador. Porém, a base do CSA é recheada de história e grandes títulos. Por exemplo: você sabia que a lenda do Flamengo, o jogador Dida foi revelado no clube? Torcedores do Internacional e Palmeiras devem conhecer Adriano Gabiru e Cleiton Xavier, jogadores que também foram formados nas categorias de base do time alagoano.
      O CSA também revelou alguns nomes fora dos gramados:
      Você sabia que Fernando Henrique Collor o presidente mais jovem da história do Brasil (foi eleito com 40 anos) e o primeiro a sofrer um impeachment, foi o mandatário do CSA entre 1973 até 1974? Quando se licenciou do cargo para entrar de vez na política. Então com 24 anos, o agora senador, inclusive, foi o responsável pela homenagem à Garrincha - que chegou a jogar pelo clube. Felipão passou por Maceió e estreou como técnico no estádio do Rei Pelé! Poucos sabem, mas o comandante do quinto título mundial da seleção brasileira começou a carreira como treinador no clube alagoano. A oportunidade surgiu em 1982, quando tinha acabado de se aposentar como jogador com o título do Campeonato Alagoano - único troféu que obteve como atleta profissional - e recebeu o convite para treinar os ex-companheiros. Djavan, um dos maiores nomes da história da MPB foi um exímio meia que jogou pelo CSA nas categorias de base mas preferiu aventurar-se no meio musical. LEITURA:
      Conheça um pouco sobre o Azulão Márcio Canuto e o Campeonato Alagoano Uma homenagem à Zumbi dos Palmares CSA no Brasileirão UMA NOVA CARREIRA:
      Curtiu a dica? Procurando por mais desafios? Clique aqui e conheça a história de outros clubes espalhados pelo mundo.
    • Leho.
      By Leho.
      Fala comunidade, beleza? Tô trazendo pra vocês aqui em primeira mão minha primeira tradução de um conteúdo sobre FM. Sempre consumi muito esse tipo de material aqui no fórum (mas não somente), porém nunca havia contribuído com nada nesse sentido. Eis que chegou a hora, haha!
      Pra abrir os trabalhos eu resolvi traduzir um capítulo de um guia bem maior e que já deve ser conhecido por alguns de vocês, o "Pairs & Combinations". O autor escreveu lá em 2015, detalhando setor por setor, as melhores formas de setarmos as funções e tarefas de cada jogador de nossas equipes (além de outras coisas). Em 2020 ele meio que lançou uma "atualização" desse guia, se adequando às mudanças que o jogo trouxe de lá pra cá.
      Eu peguei então esse último e escolhi um setor que eu particularmente amo e acho FUNDAMENTAL num time de futebol: o meio-campo. Existem muitas dúvidas, discussões e informações a se compartilhar bem interessantes nessa área do campo, por isso fiz essa escolha e agora vos apresento este capítulo!
      p.s: agradeço já de antemão nosso querido @Henrique M., pela força moral hahaha e por se dar ao trabalho de revisar tudo, e também ao miguxo @_Matheus_ pela arte do banner acima. Valeu lindos!
       
      O “Meio-campo” (by Pairs & Combinations)
      (The Central Midfield)
      O meio campo central é a sala de máquinas de uma equipe, o núcleo cerebral criativo, é onde as decisões se tornam realmente coisa séria. Boas decisões nesse setor do campo ganham jogos, decisões ruins perdem jogos, simples assim. Entenda-se como meio-campo central todas as linhas de posicionamento possíveis: defensivas, centrais e de ataque. Há muitas variáveis possíveis neste setor e suas escolhas serão significativamente afetadas pelo seu estilo de jogo. Um meio-campo central geralmente precisa fornecer os seguintes pilares:
      Segurança defensiva; Dinamismo; Controle técnico e de criatividade. Segurança defensiva
      Este é um termo bastante amplo. A primeira coisa que você precisa entender é como vai se defender: em geral é uma escolha entre pressionar o adversário ou manter sua formação. Obviamente que existem muito mais detalhes do que isso, mas das duas, uma: ou você está pressionando o adversário para justamente diminuir seu espaço (de jogo) ou você está preocupado em montar uma barreira sólida para evitar que ele transpasse e alcance sua meta. Isso não quer dizer que você também não possa ter um meio termo entre as duas coisas.
      Ao invés de ser taxativo aqui e dizer "você não pode isso, você não pode aquilo", prefiro “recomendar fortemente” que sempre se tenha uma função defensiva neste setor. O Dinamismo e o Controle técnico e de criatividade não são só providos por este setor, existem outras posições que também podem contribuir nesse sentido, já a segurança defensiva deve ser tratada como prioridade nesta região do campo, é inegociável.
      Abaixo está um quadro com um resumo rápido de suas opções de função para os meio-campistas e onde elas se encaixam melhor, se nos sistemas de pressão ou nos mais estruturados:
      Função (tarefa DEFENDER)
      Sist. Pressão
      Sist. Estruturado
      Trinco


      Médio Defensivo


      Pivô Defensivo


      MRB


      CJR


      Médio Centro


      Você pode notar que o Trinco e o Meio-campista Recuperador de Bolas (MRB) são as únicas funções que realmente são adequados para apenas um único tipo de sistema defensivo. O Trinco foi projetado para proteger o espaço onde especialmente o “camisa 10” adversário (meia-ofensivo) flutua, de modo que, por sua natureza ele não saia pra pressionar; se ele for colocado dentro de um sistema de pressão é provável que acabe deixando lacunas ao não manter pressão sobre o seu marcador. Já o MRB é o inverso completo disso: ele não apenas protege o seu espaço designado como também sai para pressionar e com isso negar espaço aos adversários, o que significa que, em um sistema mais estruturado, ele abandonará sua formação original quebrando assim sua estratégia de posicionamento tático.
      Existem opções de funções defensivas disponíveis em ambas as zonas do meio-campo: defensiva e central. Normalmente, sistemas de pressão vão dispor de mais jogadores em posições avançadas do campo. Já os sistemas mais estruturados vão fazer o contrário: espalhar jogadores em zonas mais recuadas. Assim como as funções e tarefas de cada jogador, a formação de sua equipe pode desempenhar um papel muito importante dentro da sua estratégia em se defender. Um 4-1-4-1 tem uma forma defensiva naturalmente compacta, com um Médio Defensivo posição entrelinhas - isso significa que você pode se dar ao luxo de ser um pouco mais aventureiro com suas funções e tarefas, se desejar. Se você utilizar apenas dois meias no setor de meio-campo, considere ser um pouco mais defensivo nesses quesitos. Você só não pode delegar a um único meio-campista central todo o trabalho defensivo no meio-campo, essa situação deve ser evitada sempre que possível.
      Dinamismo
      Essa é outra questão que é afetada pela forma como seu time joga. Se você costuma jogar no espaço das entrelinhas, você precisará de bons carregadores de bola e que gostem de ir até a linha de fundo. As equipes com estilo de jogo mais direto podem ser menos dependentes das chegadas até a entrada da área adversária (zona do pênalti), porém podem precisar de jogadores que possam oferecer uma ameaça com chutes de longa distância e/ou que recuperem essa bola nos arredores da grande área. Já uma equipe baseada na posse da bola pode estar mais focada no trabalho melhor dessa posse, mas ainda assim precisará de movimentações eficazes para fornecer-lhe linhas-de-passe e apoiar esse trabalho com a bola - essas movimentações podem ser um pouco menos agressivas, mas ainda são necessárias para aproveitar boas chances dentro do jogo.
      A posição dos jogadores interfere nos tipos de movimentações que eles fazem. Normalmente, os jogadores que se movimentam a partir de posições mais recuadas do campo têm maior probabilidade de produzir ataques agressivos em direção ao gol, enquanto que aqueles que já se encontram em posições mais avançadas no terreno de jogo costumam apostar em investidas mais curtas, mais próximo ao gol ou em posições laterais.
      Alguns de seus jogadores podem ser aqueles que quebram agressivamente as linhas, indo além dos atacantes. Outros podem ser aqueles que acompanham seu time, cobrindo grandes distâncias para estar sempre presentes em todo o campo. Vamos denominar o primeiro grupo de meias “velocistas” e o segundo grupo de meias “de resistência”.
      Função (tarefa)
      Resistência
      Velocista
      Médio Defensivo (apoiar)


      MRB (apoiar)


      Segundo Volante


      Organizador Móvel


      Médio Central (apoiar)


      Médio Central (atacar)


      Médio área-a-área


      Carrilero


      Mezzala


      Médio Ofensivo (apoiar)


      Médio Ofensivo (atacar)


      Avançado Sombra


      Jogadores que avançam agressivamente ao ataque (velocistas) podem se beneficiar de um companheiro “de cobertura” (resistência), para protegê-lo caso o time perca a posse de bola e tome o contra-ataque. Um exemplo dessa combinação seria o Segundo Volante junto do Trinco, justamente porque ambos estão posicionados mais defensivamente, porém o Segundo Volante avança bastante, enquanto o Trinco lhe cobre as costas.
      Controle Técnico e de Criatividade
      Assim como na questão do Dinamismo, você pode alcançar essa atribuição em outros setores diferentes do meio-campo central, mas a primeira pergunta que você precisa se fazer é: como seu time vai jogar? Se você joga num estilo mais direto, com apenas dois meias centrais, eles podem precisar priorizar outros aspectos de um desempenho no meio-campo. Já estilos que priorizam a posse quase sempre requerem pelo menos um meia que possa fornecer esse trabalho técnico e criativo no centro do campo.
      O controle técnico pode ser fornecido em diferentes áreas do meio-campo. Um Regista por exemplo, tem total liberdade para receber a bola fora da defesa, flutuar no espaço (lateral e verticalmente) e fazer passes-chave ou que quebrem as linhas do meio-campo adversário. Um Trequartista faz a mesma coisa só que no terço final do terreno, deambulando pelo espaço, esperando para finalizar a gol ou passar, ou até mesmo servir de opção para tabelinhas (um-dois).
      Além disso, você pode utilizar vários jogadores de criação para tentar oferecer controle técnico em várias áreas do campo. Dessa forma, um Construtor de Jogo Recuado e um Construtor de Jogo Avançado por exemplo podem permitir que seu time jogue com passes progressivos até chegar ao ataque, tentando dominar o espaço em todos os setores do jogo - isso pode ser especialmente útil se o adversário for um time mais forte que o seu, onde você teria o controle da posse evitando assim ser atacado.
      O controle técnico não diz respeito somente aos jogadores que gostam de dar passes em progressão ou enfiadas de bola ao ataque, diz respeito também sobre jogadores que gostam de ditar o ritmo de jogo com o passe dentro da construção das jogadas, procurando encontrar constantemente seus companheiros em posições mais avançadas e também sobre aqueles que procuram carregar a bola. Você vai notar que um meio-campista poderá se encaixar em várias dessas categorias diferentes, desempenhando mais de uma função dentro da equipe.
      Função
      Passador
      Driblador
      CJR


      Regista

      🔶 (parcialmente)
      Organizador Móvel

      🔶
      CJA


      Trequartista


      Enganche


      Mezzala

      🔶
      Médio Ofensivo


       A criatividade não é aplicada apenas no trabalho com a posse, mas também sem a bola: o movimento dos jogadores que vão até o fundo do campo, caem pelos lados ou exploram os espaços entrelinhas podem tirar os oponentes de sua posição original ou criar superioridade numérica em outras áreas. O Trequartista faz muito movimento lateral, além de simplesmente deambular pelo campo ofensivo. Isso pode ajudar a criar uma superioridade numérica nos flancos, por exemplo. Já o Enganche ficará mais restrito na zona onde originalmente ocupa o clássico “camisa 10” (centralizado, bem próximo da grande área), sem executar movimentos laterais. Como já discutimos, isso pode atrair oponentes, liberando colegas de equipe nos espaços criados a partir disso. O grande “porém” com relação ao Trequartista e Enganche, comparado a um CJA por exemplo é que embora o movimento sem bola deles seja mais interessante (oferecendo uma transição ofensiva mais ágil), geralmente eles não oferecerão muita contribuição defensiva, o que pode se tornar um desafio pra quem opta por um sistema de pressão no adversário. Você precisará levar isso em consideração ao escolher o restante das funções dentro de sua formação, pois pode ser necessário selecionar mais dois jogadores mais defensivos para balancear esse sistema.
      Considere também o impacto que um jogador pode ter no ritmo de jogo da sua equipe. Jogadores criativos, mas mais diretos aumentarão esse ritmo - o que pode não ser a melhor opção se você estiver jogando com um estilo de controle da posse. Por outro lado, um passador mais cadenciado (um CJA, por exemplo) provavelmente não vai fornecer um bom suporte para uma equipe que joga com transições rápidas, enfrentando uma boa retranca. Na verdade, não existe o certo e o errado nessas decisões e construções da equipe, porém todas as suas escolhas com relação a estilo, formação, funções e tarefas devem se complementar, para não haver conflito entre elas.
      Meias centrais que “abrem” o campo
      Alguns meias centrais também precisam ter alguma responsabilidade pela largura do jogo da equipe. Isso é muito observado numa estrutura com três meias centrais e passa-se a ser quase que fundamental quando a formação alinha 4 meio-campistas no setor.
      Aliás, jogar com 4 meias centrais é uma clara estratégia para dar consistência ao setor, se valendo de uma superioridade numérica para fortalecer ainda mais a proteção à defesa. Obviamente que essa superioridade precisa oferecer uma boa dose de criatividade e movimentos ofensivos, além é claro de trabalhar duro defensivamente também, oferecendo um certo equilíbrio para compensar a falta de jogadores de lado de campo nos sistemas que não utilizam esse tipo de jogador.
      Todavia, (utilizar 4 meias) é um ótimo recurso para preencher a área mais importante do campo, com jogadores que oferecerão tanto uma estabilidade defensiva, quanto uma superioridade numérica ofensiva também. As maneiras mais óbvias de formatar o setor com esses 4 jogadores são a formação em diamante (VOL, 2 MCs e MAC) e a formação “BOX” ou “caixa” (2 VOLs e 2 MACs).
      É importante enfatizar aqui que a largura é algo que você precisa considerar dentro de seu sistema de jogo, tanto defensivamente quanto ofensivamente. Assim, você pode prover largura para seu sistema com seus laterais/alas avançando de forma bastante agressiva ou pode também utilizar movimentos laterais de funções centrais dos meias, como o Trequartista (que flutua para os flancos), o Mezzala (que provém amplitude de jogo com e sem a bola), ou um Carrilero, que vai subir e descer no setor entre os espaços livres. Por mais que você goste da estratégia de posse de bola ou de dominar o meio, você precisa de largura em seu estilo de jogo, mesmo que seja apenas para espaçar seus adversários e criar mais espaço para jogar. As funções que você escolhe em um meio-campo como esse também dependem do estilo de jogo que você gosta de usar (de posse, sem a bola, com dribles, forma mais defensiva e etc).
      Meias centrais que provém Largura
      CARRILERO ✔️
      MEZZALA ✔️
      TREQUARTISTA ✔️
       Existem algumas opções para você configurar o meio-campo “BOX” (ou o da caixa): com dois pares de jogadores no meio-campo de ataque, na faixa central ou mais defensivo. Uma maneira simples de escolher as funções e tarefas aqui é lembrar: você precisa de um par mais defensivo e um par mais ofensivo de jogadores. Traga essa decisão de volta às funções essenciais de um meio-campo: segurança defensiva, dinamismo e controle técnico e de criatividade.
      Em um meio-campo diamante, o MAC corre um alto risco de ser “excluído” do jogo, para que isso não aconteça você possui duas saídas: você pode usá-lo para atrair oponentes e depois explorar o espaço que eles vão gerar em suas costas (por exemplo usando um Enganche ou um CJA na tarefa Suporte), ou pode garantir que ele tenha um bom movimento lateral ou vertical para se desmarcar dos adversários ou até mesmo atraí-los com ele. Um Trequartista flutua para as laterais do campo, e um Avançado Sombra tende a avançar agressivamente. Você também pode considerar o Médio Atacante, que pode realizar movimentos verticais e laterais, dependendo da situação.
      Uma função adicional das formações de meio-campo com quatro jogadores é que elas permitem selecionar um número maior de funções específicas. Por exemplo: um Regista ou um CJR pode se beneficiar da ajuda defensiva adicional de companheiros de equipe, enquanto o MRB pode se sentir à vontade para pressionar em busca da bola, sabendo que existem outros companheiros em posições mais recuadas para lhe cobrir, caso ele esteja exposto.
       
      Texto traduzido e adaptado por Leho. para o FManager Brasil. Capítulo extraído do volume "Pairs & Combinations - The Ultimate Guide", de autoria do membro Llama3, registrado no fórum da SI.
      Fonte: https://community.sigames.com/topic/513829-pairs-combinations-the-ultimate-guide-released/
      Revisão: @Henrique M.
      Banner: @_Matheus_
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Introdução
      Muitas vezes temos um jogador na equipe que tem talento e qualidade para ser um excelente jogador, mas ele não consegue adquirir uma regularidade e nem mesmo brilhar em jogos importantes. O próprio Football Manager tem suas formas de transformar um jogador com bom potencial e boa capacidade em nada menos que um jogador frustrante, que sempre que você precisa dele, ele falha ou se esconde. O fenômeno é mais abrangente na vida real, com diversos aspectos influenciando no desempenho de um atleta. No jogo são variáveis especificadas nos atributos, mas seus olheiros e preparadores são capazes de identificar se um jogador é inconsistente e inepto para jogos decisivos ou de maior porte.
      O público alvo
      É importante mencionar que essa transformação só é possível em jogadores jovens, que ainda podem ser tutorados ou que ainda tem espaço para o desenvolvimento. Jogadores velhos provavelmente vão permanecer com suas características até o final de suas carreiras, então é bom não ter muitas esperanças de que ele se torne um jogador decisivo de uma hora para outra.
      Como saber se meu jogador é inconsistente ou inapta para decisões?
      Você deverá consultar seus olheiros e preparadores para isso. No caso de uma futura transferência, seus olheiros que desempenharam o papel de avaliar. Não é recomendado que você contrate jogadores inconsistentes ou que não gostam de grandes jogos simultaneamente, pois isso já reflete mais uma personalidade do que uma fase da idade que pode ser resolvida com conselhos e espaço no time principal. Abaixo: seguem dois exemplos e aonde encontrar se um jogador é exibicionalmente consistente e se ele gosta de grande jogos. Aqui seguem dois exemplos de jogadores com as características mencionadas e que são bastante úteis a minha equipe, um deles inclusive é importantíssimo já há algumas temporadas.
      Relatório de Alexander Andersson:

       
      Relatório de Massimo Neroni:

       
      Amenizando a inconsistência e decidibilidade
      É importante ter um jogador mais velho da mesma posição ou parecida para que seja mais simples da opção de tutorar o jogador esteja disponível. Vá na tela de desenvolvimento do jogador, na aba treinamento e olhe os prováveis jogadores que podem tutorar seu jogador. Analise as opções e procure jogadores que são exibicionalmente consistentes e gostam de grandes jogos. Geralmente seus homens de frente tem tendência a terem essa característica a medida que costumam ter mais poder de influenciar um jogo. Escolha um que tenha a determinação mais alta que a do seu jogador, tenha as características que você busca eliminar no outro jogador e escolha a opção: "Como um dos jogadores mais velhos da equipe, eu penso que seria vantajoso se você tomasse conta de fulano e lhe passasse toda sua experiência".
      Dando espaço no time
      Esse é um fator muito importante, o jogador precisa estar jogando futebol para que ele consiga perder esses traços, ele não vai aprender a ser mais regular e decisivo do banco de reservas, então, coloque ele para jogar, nem que seja de 10 a 15 jogos por temporada, se ele for um jogador regular, fica mais fácil de confiar nele mais jogo, mas se não, sempre terão alguns jogos na temporada em que você poderá se utilizar desses jogadores.
      Aprenda a cobrar seus jogadores
      Muitas vezes somente o acompanhamento de um jogador não é suficiente para isso, os jogadores ocasionalmente podem apresentar traços e sentir antigas pressões, portanto, é importante saber cobrar seus jogadores durante as palestras motivacionais. Jogadores inconsistentes podem responder melhor se você demandar uma boa exibição dele ou então se você pedir para que ele jogue da mesma forma que jogou numa partida anterior em que ele foi e jogadores que não gostam de grandes jogos podem brilhar caso você retire a pressão dele. Cada jogador responde a um tipo diferente de tom de voz e é importantíssimo também você identificar isso, essas cobranças podem amenizar dentro de campo algo que não deve se tornar comum.
       
      Nível de exibições de Alexander Andersson ao longo do tempo:

       
      Nível de exibições de Massimo Neroni na temporada passada:

       
      Conclusão
      Como você pode ver, é possível fazer com que jogadores com atributos psicológicos que possam fazer com que eles não rendam, jogar um bom futebol e serem importantes para sua equipe. Jogadores exibicionalmente consistentes mas que não gostam de grandes jogos são mais fáceis de transformar em peças úteis, já que eles geralmente vão se sair bem na maioria dos outros jogos, mas você pode fazer com que ele perca esse medo e marque gols decisivos e em momentos de pressão. Quanto aos jogadores inconsistentes, basta ter paciência, um bom tutor e ele pode encontrar o caminho para se tornar um jogador de qualidade. Se você tem um jogador capaz de mudar a personalidade de outros no seu elenco, às vezes ainda dá tempo de salvar aquela promessa ou trazer uma pechincha que você tem receio por causa desses atributos.
       
       
       
      P.S.: Não procure esses jogadores na sua base de dados, ambos são newgens.
×
×
  • Create New...