Jump to content

Futebol Clube de São Luís - Aguardando avaliação


Henrique M.
 Share

Recommended Posts

31 minutos atrás, Henrique M. disse:

Espero que seja só para você, porque upo os vídeos em 1080p, se mais pessoas reclamarem, vou ter que começar a pensar em usar o YouTube mesmo.

Aqui a qualidade é BEM ruim também. Inclusive normalmente nem dou play nos vídeos das atualizações, porque quando tu começou a utilizar esse artifício, conferi e tava bem ruim. Não sei se entrando direto no Twitter, ao invés de ver pela postagem, melhora, mas enfim... Eu acabei não falando nada porque achei que o problema pudesse ser aqui apenas, de repente algo com minha internet e tal.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President
14 hours ago, Bigode. said:

Aqui a qualidade é BEM ruim também. Inclusive normalmente nem dou play nos vídeos das atualizações, porque quando tu começou a utilizar esse artifício, conferi e tava bem ruim. Não sei se entrando direto no Twitter, ao invés de ver pela postagem, melhora, mas enfim... Eu acabei não falando nada porque achei que o problema pudesse ser aqui apenas, de repente algo com minha internet e tal.

Estranho, quando upo e vejo os vídeos, a qualidade é muito boa, por isso optei pelo Twitter. Contudo, fui olhar hoje no meu perfil quando vi seu comentário e a qualidade já não é mais a mesma de quando upei. Pelo visto, vou ter que buscar uma nova solução. 

Link to comment
Share on other sites

O regulamento é assim tb na realidade? Caraca, que maldade o time consegue lutar pelo play-off com alguma chance matemática até ali na penúltima rodada, e quando vê já está disputando para não cair com outros times que foram piores e com a metade dos pontos. Todo cuidado é pouco; A ideia do twitter ali ficou legal, pena mesmo ter ficado um pouco difícil de enxergar. Sorte na continuação!

Link to comment
Share on other sites

Não consegui acessar nenhum vídeo aqui. Fiquei curioso pelo gol aos 13 segundo mas não pude ver. =/

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President
12 hours ago, Lowko é Powko said:

Não consegui acessar nenhum vídeo aqui. Fiquei curioso pelo gol aos 13 segundo mas não pude ver. =/

O Danut já reportou o mesmo problema. Mudarei isso para as próximas atualizações.

Está aí o link. 

https://streamable.com/kidbx2

Link to comment
Share on other sites

Parece que o desafio maior pode estar logo ali, pois com aquela sequência ruim, acabou ficando na parte ruim da tabela e com isso terá que voltar aos bons jogos para não por tudo a perder. Alguma mudança nesse momento? 

Os vídeos no início aparecem embaçados para mim. Boa sorte na sequência.

Link to comment
Share on other sites

Em 07/05/2020 em 18:30, Andreh68 disse:

Que coisa. Pelo inicio achei que teria um desenrolar melhor, mas o time foi desmanchando, desmanchando, até esse ridículo de tomar 3 gols depois dos 45 minutos.

Sera que ta na hora duma reunião de equipe? 🤣

Tipo daquelas reunião aonde se bate em todos eles com gato morto, até o gato miar? Pois pra mim é esse tipo de reunião que esses jogadores pernas de paus merecem.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President
On 5/8/2020 at 6:36 PM, Jirimias said:

O regulamento é assim tb na realidade? Caraca, que maldade o time consegue lutar pelo play-off com alguma chance matemática até ali na penúltima rodada, e quando vê já está disputando para não cair com outros times que foram piores e com a metade dos pontos. Todo cuidado é pouco; A ideia do twitter ali ficou legal, pena mesmo ter ficado um pouco difícil de enxergar. Sorte na continuação!

Sim, é. Infelizmente é o jeito que a banda toca, não fomos competentes o suficiente para estar entre os seis primeiros, é hora de lutar para não cair. Eu também gostei, mas acredito que consegui contornar o problema.

On 5/9/2020 at 1:00 PM, Vannces said:

Parece que o desafio maior pode estar logo ali, pois com aquela sequência ruim, acabou ficando na parte ruim da tabela e com isso terá que voltar aos bons jogos para não por tudo a perder. Alguma mudança nesse momento? 

Os vídeos no início aparecem embaçados para mim. Boa sorte na sequência.

Acho que se encontrarmos rapidamente um bom momento de forma, dá para evitar a queda com facilidade. Acredito que ainda não é momento para mudanças, temos que ver como o time entra nessa nova fase, contra adversários do mesmo nível para vermos melhor.

Link to comment
Share on other sites

Foi uma boa campanha para uma equipe recém-promovida e não vejo você tendo problemas para confirmar a manutenção, mesmo com a margem de pontos reduzida pela metade. Espero que acerte, hehe. 

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President
4 minutes ago, brlgon said:

Foi uma boa campanha para uma equipe recém-promovida e não vejo você tendo problemas para confirmar a manutenção, mesmo com a margem de pontos reduzida pela metade. Espero que acerte, hehe. 

Sim, quase ficamos entre os seis primeiros, mas a questão é que surge uma pressão que eu queria evitar, vamos ver se os atletas são capazes de sustentar o time nessa situação nova.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

sao luis.png

Do susto ao alívio

Como estávamos tendo alguns problemas com o Twitter, e eu descobri que o vídeo caia bastante de qualidade depois de upado e sem a possibilidade de melhorar a qualidade, precisei buscar uma alternativa e achei uma forma de trabalhar com o Streamable no fórum. Caso a qualidade do vídeo esteja ruim, é só mudar a qualidade nas configurações.

Transferências

Normalmente não tive que me preocupar com transferências nessa temporada, mas a reta final foi bastante animada nesse sentido. Primeiro perdemos o único atleta que nos permitia ter um reserva na zaga, por isso, tive que ir ao mercado. Quase ao mesmo tempo, perdemos Gavin De Niese, mas como o jogador não justificou o status de grande jogador, achei justo ele preferir se esconder na 2ª Distrital do Algarve. Como já tinha uns meninos da base que eu queria colocar no time principal, não fui ao mercado. Aí quando tudo parecia sossegado, nosso melhor zagueiro decidiu ir para outro clube. Yannick Oliveira nos abandonou e fui obrigado a voltar ao mercado para ver se achávamos um substituto. Além disso, perdemos Miguel Viegas, mas como ele tinha virado reserva na direita, só subi um atleta da base, já que o fim da temporada estava próximo.

Para dar profundidade a zaga, trouxe Francisco Garcias e Numo Mendes. Os dois foram contratações de tempos de desespero, já que em situações normais jamais contrataria nenhum dos dois. Entretanto, como nosso poder de escolha é relativamente pequeno, tive que trazer os dois ou aceitar ficar sem reservas. Entretanto, quando perdi Yannick, a situação já foi um pouco melhor, já que nos permitiu trazer Negretti, um zagueiro brasileiro veterano, ele é meio ruim nos atributos físicos, mas no restante, é o melhor zagueiro que já passou por aqui.

Boubacar Kane foi a última contratação a ser confirmada, mas a primeira de todas essas a ser realizada, se não me engano, fechei com ele ainda no final do ano passado, mas ele não tinha 18 anos. Curiosamente, ele tem dupla cidadania espanhola, mas, aparentemente, essas regras funcionam diferente para contratos amadores. Não entendo a razão, mas temos que acatar. O goleiro tem potencial para ser nosso titular por muito tempo, mas, veremos como será o mercado da próxima temporada antes de afirmarmos qualquer coisa.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Historico-de-

Jogos pela 1ª Distrital do Algarve

Começamos a nova fase, assim como terminamos a anterior. Em casa, diante do Culatrense, um adversário local, e que nos proporcionou boas atuações nesse ano, achei que era hora de reverter a zica, mas não deu, eles tiveram uma bela de uma vitória tranquila. Na sequência, contra o Moncarapachense, um clube que na vida real é bem endinheirado para o nível que se encontra, as coisas seriam difíceis e foram, com os donos da casa vencendo por 2 x 1. Esses dois resultados, combinados com os resultados de outras equipes nas duas primeiras rodadas, nos colocaram na zona de rebaixamento.

No nosso retorno ao Campo da Horta da Areia, as coisas pareciam que iam se manter do mesmo jeito, quando eles abriram o placar aos 16 minutos. Mas a coisas começaram a mudar de figura quando Umaro Sambú abriu o placar e logo na sequência, numa linda demonstração de toda a beleza do futebol bretão, Eurico Casimiro encerrrou a jogada com um lindo petardo de fora da área.

Mas a história voltaria para sua intenção inicial, de quando o Lagoa abriu o placar, quando permitimos o empate após cometer um pênalti estúpido. O pior disso tudo, é que poucos minutos antes dessa penalidade máxima, Ricardo Fernandes perdeu um daqueles gols que parecem que não vão fazer falta, mas quando o jogo acaba, fazem toda a falta do mundo.

Mas enfim, reencontramos a vitória em um jogo difícil contra o Silves, onde Ricardo Fernandes estava motivado a se redimir e vencemos pelo placar simples. Com essa vitória, conseguimos sair da zona de rebaixamento e quando emendamos um 3 x 0 sobre o 11 Esperanças, fora de casa, numa grande noite de Miguel Nogueira nas bolas paradas, as coisas voltaram a se acalmar e podíamos pensar com mais claridade. Na rodada seguinte, suamos para vencer o lanterna Guia, fora de casa, mas com um belo petardo de Eurico Casimiro, vencemos o jogo já nos minutos finais.

No jogo seguinte, tivemos a oportunidade de nos vingar do Culatrense, e em grande estilo, com Alexandre Pires chamando o zagueiro adversário para dançar e deixando ele no chão em um dos gols da vitória. No relatório da partida, não foi exatamente o que aconteceu, mas, vamos tomar a liberdade poética que o jogo nos permite tomar nesse lance e fazer mais uma piadoca com Alexandre Pires.

Depois de quatro vitórias seguidas, estávamos navegando em confiança, achando que podíamos derrotar todo mundo. Contudo, o Moncarapachense não estava muito aí para o nosso novo estado e nos massacrou, fazendo gols de tudo quanto é jeito (mentira, a maioria foram de chutes cruzados e meio que da entrada da área). Mas o que chamou a atenção nesse jogo foi o grande peru de Igor Eduardo, quando o jogo ainda estava numa situação em que dava para buscar.

Felizmente, o resultado da partida não atrapalhou muito nossos planos e mesmo com mais uma goleada acachapante no histórico da temporada, conseguimos a manutenção e disputaremos a 1ª Distrital novamente na próxima temporada. O objetivo agora é terminar entre os seis primeiros e evitar ao máximo esse tipo de goleada. Aproveitando e abrindo um parêntese para o futuro, o jogo, no resumo da temporada, disse que nós tínhamos falhado miseravelmente em conseguir o objetivo de lutar para não cair e que acabamos rebaixados. Pelo visto não só somos nós que bebemos.

Henrique-Melo_-Inbox-3ae77e3b05b58b855.p

Com a manutenção garantida, poderíamos curtir as últimas quatro rodadas e ver aonde elas nos levariam. Na rodada pós-goleada, voltamos a enfrentar o Lagoa e fizemos novamente um grande jogo, que parecia que ia terminar empatado em 2 x 2, mas num momento de pura genialidade, Alexandre Pires roubou a bola, entortou o marcador e deu um lançamento milimétrico para Alexandre Barreiros marcar o gol da virada.

Na rodada seguinte, uma derrota simples para o 11 Esperanças, e na última rodada, uma nova derrota simples para o Silves que nos impediu de terminar com a primeira posição do grupo. Entretanto, entre essas duas vitórias, uma última vitória contra o saco de pancadas da divisão, o Guia. E para encerrar, nada melhor que apreciar a beleza do Cucabol ou do Stokebol, o que lhe apetecer mais.

E com isso, encerramos uma temporada que evoluiu de algo bacana para algo não tão bacana, mas que terminou da forma que planejamos, com o São Luís intacto na 1ª Divisão do Algarve, agora é usar a experiência dessa temporada e ver o que o mercado nos trará para a próxima.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Encontrose7bd
v Lagoa (C) | v Culatrense (F) | v Lagoa (F) | v Moncarapachense (C) | v Guia (F)

1ª Distrital do Algarve

Conseguimos nosso objetivo e passar do susto ao alívio, foi uma experiência bacana, que contrasta bastante com o tom da temporada passada e com boa parte dessa. Foi um bom temporada e acredito que encerramos a temporada de cabeça erguida. E é importante frisar a brilhante campanha de recuperação do 11 Esperanças, que tinha 9 pontos quando começou a disputa. O Culatrense, que marcou apenas 7 pontos, foi o grande desastre, já que o Guia, que entrou na disputa com 5 pontos, estava basicamente rebaixado. Do lado de lá, o Farense B confirmou o favoritismo e subiu. Da CNS receberemos o Almancilense e da 2ª Distrital receberemos o Sambrasense e o Carvoeiro United.

Henrique-Melo_-Inicio2223cd05403c98da.pn
Tabelas completas das fases de promoção e despromoção | Estatísticas gerais e individuais da 1ª Distrital

Análise de desempenho

Ricardo Fernandes e Alexandre Barreiros foram as grandes constantes do time nessa temporada e merecem todo os aplausos por isso. Ricardo Fernandes foi nosso artilheiro e melhor jogador, carregando o time sempre que pode e chamando a responsa quando precisava. Alexandre Barreiros foi nosso motor no meio-campo e contribui com bastante gols e assistências (8 gols e 5 assistências), sendo um dos que mais ajudou Ricardo Fernandes a desequilibrar as partidas ao nosso favor. Entretanto, alguns jogadores que não jogaram tão bem durante a fase anterior, voltaram a ganhar um pouco do meu respeito após essa fase de promoção, foram importantes para irmos do susto ao alívio.

Alexandre Pires perdeu a titularidade com com propriedade ao longo da temporada, entretanto, em um momento que precisei fazer algumas mudanças no 11 inicial, para ver se gerava alguma resposta do time, ele bateu no peito e demonstrou que não está no elenco só para fazermos piadas com ele e seu xará brasileiro. O atleta melhorou bastante e saiu do ostracismo para ser o nosso maior garçom, terminando a temporada com 7 assistências. Assim como Alexandre Pires, Umaro Sambú também teve seus momentos e foi importante em alguns jogos, mesmo que não o suficiente para modificar toda a temporada, mas, deixou sua marca em momentos importantes para que saíssemos do susto para o alívio.

Henrique-Melo_-Inicio-2f2cb7cd140e1667f.

Fornada de jovens de 2021

No relatório preliminar, nosso diretor da base não botava muita fé na fornada dessa temporada. Entretanto, com o passar do tempo, ele parece ter mudado de ideia, já que essa é mais uma geração de ouro do clube. Eu já aprendi que nunca são gerações de ouro, só ocorrem porque o clube é muito fraco ainda, então, qualquer coisa que surja, é muito boa para o que existe.

Henrique-Melo_-Inbox6bd4ba173904f845.png

Como somos um clube sem muitos destaques em termos de capacidade e potencial, é normal que os relatórios da base venham exagerados. Apesar do que diz o diretor, não acredito que seja uma geração da base e duvido que muitos desses consigam ir além do nível da 1ª Distrital. Talvez Siyabonga Mahlangu, mas mais pela personalidade do que qualquer outra coisa. Falando em personalidade, tivemos sérios problemas nessa fornada com relação a isso, a maioria dos atletas veio com personalidade negativa.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Camadas-Joven

Gostaria de destacar, listados do melhor ao pior, na minha opinião, os seguintes atletas: Siyabonga Mahlangu (meia-central), André Pereira (lateral-direito), Rui Couto (meia-esquerda), Sérgio Sousa (lateral-esquerdo), Eduardo Salas (zagueiro), Wendell Leal (ponta-direita) Péricles Cardoso (meia-central) e Rúben Lourenço (lateral-direito). Minha tristeza fica por conta da mediocridade de André Marques, pois não foi contratado e não poderei cantar essa música toda vez que ele brilhasse com a camisa do São Luís.

Notícias, informações e estatísticas do São Luís

Link to comment
Share on other sites

  • Henrique M. changed the title to Futebol Clube de São Luís - Do susto ao alívio [10/05]

Conseguiu acumular bons resultados na reta final, que te permitiram permanecer na divisão. Acredito que o mini desmanche no fim do período de transferências tenha interferido também. Agora é planejar a próxima temporada, já começar a monitorar alguns nomes no mercado, e tentar fazer um ano melhor como você pontuou. 

Será que o Sergio Sousa também não vinga? Com uma determinação 18 e uma personalidade concentrado, acho que pode render algo.

Boa sorte na sequência.

 

Link to comment
Share on other sites

Ficou bem melhor com o stremable.

Que sufoco hein, quase que o tiro sai pelo culatrense com duas derrotas moncarachapantes! 😝 kkk ruim demais, Portugal é muito bom.

Nunca joguei uma fase de despromoção assim, ia ser muito triste depois da temporada bacana como vc disse,cair. Mas tenho que dar o braço a torcer, esses lances do Alexandre Pires foram muito bons, especialmente o lançamento, uma pintura.

E o Farense subiu...

Que musica do Mocotó... nossa!

Link to comment
Share on other sites

Parabéns pela manutenção na Liga. Rapaz é cada nome de clube nessa liga.🤣🤣🤣. E eu reclamo dos nomes inventados para jogadores brasileiros...

Link to comment
Share on other sites

Temporada agitada. Deu pra observar que os efeitos da goleada sofrida pro Farense B perduraram até o início da fase de despromoção, mas o time "tomou tento" e conseguiu se segurar na divisão com bastante tranquilidade até, atingindo o resultado esperado. Tem material interessante para trabalhar e deve conseguir logo essa promoção.

Link to comment
Share on other sites

Achei uma boa campanha. Quanto mais embaixo numa liga, acho que mais de aplica a regra de um ano pra subir, um ano pra estabilizar. O terceiro ano ficar entre quase subir e estabilizar já está muito bom, que imagino ser o que você espera pro próximo.

Em questão de posição, ficou lá embaixo, mas não esteve ameaçado pelo rebaixamento. Tá suave.

Link to comment
Share on other sites

21 horas atrás, Andreh68 disse:

quase que o tiro sai pelo culatrense com duas derrotas moncarachapantes

Pelamordedeus!!!

Link to comment
Share on other sites

O artilheiro foi bem na temporada, único a ter média superior a sete. Foi um ano bem ok, nada de especial, só quero ver como você vai fazer com esse enorme assédio aos seus jogadores. Espero que consiga manter os destaques.

Link to comment
Share on other sites

Em 10/05/2020 em 21:18, Henrique M. disse:

Minha tristeza fica por conta da mediocridade de André Marques, pois não foi contratado e não poderei cantar essa música toda vez que ele brilhasse com a camisa do São Luís

De fato, uma grande tristeza para o save.

Temporada ok. Ou como diria o Nismo, razoável. Vai ter que contratar gente pra subir o nível, ainda mais que tá perdendo jogador. Aliás como saiu gente...

No lance do jogo contra o Lagoa, não sei o que foi mais patético, a recuada de bola completamente bisonha do adversário ou a também bisonha finalização do Ricardo.

Link to comment
Share on other sites

Esses três primeiros resultados foram de arrepiar os cabelos, mas acabou encaixando uma boa sequência de vitórias que já foi suficiente para eliminar qualquer chance de rebaixamento. Que venha a próxima temporada!

O GD Lagoa acabou sendo uma surpresa. Vinha mal na fase regulamentar da competição, mas escapou sem sustos.

Curioso o nível desses jogadores que surgiram na base do São Luís. O baixo nível técnico é mais que esperado, mas me chamou a atenção o fato de quase todos eles serem bastante lentos. Espero que eles tenham o gene do Benjamin Button e evoluam nesse aspecto.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President
On 5/11/2020 at 2:08 AM, ElPeroMG said:

Conseguiu acumular bons resultados na reta final, que te permitiram permanecer na divisão. Acredito que o mini desmanche no fim do período de transferências tenha interferido também. Agora é planejar a próxima temporada, já começar a monitorar alguns nomes no mercado, e tentar fazer um ano melhor como você pontuou. 

Será que o Sergio Sousa também não vinga? Com uma determinação 18 e uma personalidade concentrado, acho que pode render algo.

Boa sorte na sequência.

 

Nós só perdemos um atleta do time titular, então, não tem como colocar muito a culpa nisso. Acho que a interferência ali foi mesmo se recuperar do final da primeira fase e acertar a cabeça do pessoal para retomar os bons resultados. A questão de monitorar nomes do mercado vai depender se a situação que vivi nessa temporada não volte a se repetir.

A questão é que esses atletas tem no máximo potencial para jogar na atual divisão, não tem nenhum ali que está acima desse nível. A medida que jogadores mais preparados e com capacidade superior forem chegando, eles vão ficar obsoletos, provavelmente, num cenário de utilização da base, a maioria deles vingaria em algo útil para o clube. Mas como a maioria não vai a campo, só o tempo dirá.

On 5/11/2020 at 3:27 AM, Andreh68 said:

Ficou bem melhor com o stremable.

Que sufoco hein, quase que o tiro sai pelo culatrense com duas derrotas moncarachapantes! 😝 kkk ruim demais, Portugal é muito bom.

Nunca joguei uma fase de despromoção assim, ia ser muito triste depois da temporada bacana como vc disse,cair. Mas tenho que dar o braço a torcer, esses lances do Alexandre Pires foram muito bons, especialmente o lançamento, uma pintura.

E o Farense subiu...

Que musica do Mocotó... nossa!

Ele sempre foi meu plano inicial, felizmente, consegui convencer o patrão a instalar o plugin, já que é algo útil para postarmos até lances de jogo de futebol.

E parabéns pelos trocadilhos, acho que ninguém mais conseguiria fazer essa associação, talvez o @Bigode.. Acho que sua criatividade é maior que a dos nomes aqui.

Ele chamou a responsa, meu adjunto mandou eu dar chance para ele porque o atleta era um líder, rolou ali uma brecha e ele justificou a confiança com uma boa fase de despromoção.

Subiu e é bom, espero que fique por lá, para que facilitem nosso caminho nas duas próximas temporadas. Também espero uma queda no futebol do Armacenenses para termos chances de subir ano que vem.

On 5/11/2020 at 1:31 PM, LC said:

Parabéns pela manutenção na Liga. Rapaz é cada nome de clube nessa liga.🤣🤣🤣. E eu reclamo dos nomes inventados para jogadores brasileiros...

Isso porque você só está vendo os da divisão do Algarve, tem muitos outros. Tem um Oriental Dragon, que é de chineses, tem o Carvoeiro United que é para a torcida britânica que vem morar aqui, tem um Caçadores das Taipas na CNS, e tantos outros, o pior é que a maioria são nomes de cidades portuguesas ou o gentílico delas.

On 5/11/2020 at 3:55 PM, Khroiskantis said:

Temporada agitada. Deu pra observar que os efeitos da goleada sofrida pro Farense B perduraram até o início da fase de despromoção, mas o time "tomou tento" e conseguiu se segurar na divisão com bastante tranquilidade até, atingindo o resultado esperado. Tem material interessante para trabalhar e deve conseguir logo essa promoção.

Passamos um susto ali, mas depois que a equipe conseguiu retomar o prumo, a coisa ficou mais fácil. Ajudou também a campanha vergonhosa de Guia e Culatrense. Quanto ao material, vai depender de quem quiser jogar aqui na próxima temporada, não sei se o atual elenco é capaz de subir.

On 5/11/2020 at 4:23 PM, Lowko é Powko said:

Achei uma boa campanha. Quanto mais embaixo numa liga, acho que mais de aplica a regra de um ano pra subir, um ano pra estabilizar. O terceiro ano ficar entre quase subir e estabilizar já está muito bom, que imagino ser o que você espera pro próximo.

Em questão de posição, ficou lá embaixo, mas não esteve ameaçado pelo rebaixamento. Tá suave.

Mas esse é o segundo ano, amigo. hahaha

Tivemos uma leva ameaça no começo, mas conseguimos nos recuperar e contar com a péssima campanha do Culatrense.

On 5/12/2020 at 1:24 AM, Bruno Trink said:

O artilheiro foi bem na temporada, único a ter média superior a sete. Foi um ano bem ok, nada de especial, só quero ver como você vai fazer com esse enorme assédio aos seus jogadores. Espero que consiga manter os destaques.

Ele carregou o time durante boa parte da Primeira Fase, na fase de despromoção, precisou de mais auxílio, mas gostei de ver o pessoal chamando a responsa e ajudando. Acho que foi um bom ano, na medida do possível, quanto ao assédio, ele não vem atrapalhando, já que a maioria quer ficar aqui.

On 5/12/2020 at 5:35 AM, marciof89 said:

De fato, uma grande tristeza para o save.

Temporada ok. Ou como diria o Nismo, razoável. Vai ter que contratar gente pra subir o nível, ainda mais que tá perdendo jogador. Aliás como saiu gente...

No lance do jogo contra o Lagoa, não sei o que foi mais patético, a recuada de bola completamente bisonha do adversário ou a também bisonha finalização do Ricardo.

Fiquei bastante chateado com essa situação, uma oportunidade única.

Fomos bem, na medida do possível, quanto a contratar, tem que ver como o mercado vai funcionar, se o cenário de poucas opções continuar, não sei se tem algo que podemos fazer.

Acho que a finalização, porque eu sou o treinador do São Luís. hahahaha

9 hours ago, mfeitosa said:

Esses três primeiros resultados foram de arrepiar os cabelos, mas acabou encaixando uma boa sequência de vitórias que já foi suficiente para eliminar qualquer chance de rebaixamento. Que venha a próxima temporada!

O GD Lagoa acabou sendo uma surpresa. Vinha mal na fase regulamentar da competição, mas escapou sem sustos.

Curioso o nível desses jogadores que surgiram na base do São Luís. O baixo nível técnico é mais que esperado, mas me chamou a atenção o fato de quase todos eles serem bastante lentos. Espero que eles tenham o gene do Benjamin Button e evoluam nesse aspecto.

O importante é que não deixamos esses resultados serem a tônica da fase de despromoção e fomos buscar as vitórias necessárias para termos tranquilidade para continuar o trabalho que começou na temporada passada.

Pois é, o Culatrense que era o segundo fora da zona de rebaixamento foi parar lá embaixo, com uma campanha pífia.

E sabemos o tanto que os aspectos físicos são importantes nesse nível mais baixo de futebol, quem tem melhor físico, consegue fazer sobressair mesmo tendo péssimas qualidades técnicas.

Link to comment
Share on other sites

Fala, Henrique.

Eu gostei da campanha do time, mas tendo terminado há apenas 4 pontos do primeiro colocado, fica uma sensação de que dava pra ter subido mais. O time estava abalado depois de sofrer uma goleada, mas logo a alegria tomou de conta do vestiário com a notícia que o time não cairía mais. Essa derrota pro 11 Esperanças com certeza deixou muita gente encabulada, mas é assim mesmo.

Boa sorte na sequência!

Link to comment
Share on other sites

8 horas atrás, Henrique M. disse:

Mas esse é o segundo ano, amigo. hahaha

Tivemos uma leva ameaça no começo, mas conseguimos nos recuperar e contar com a péssima campanha do Culatrense.

Eu sei. Estava me referindo a possibilidade de não subir no segundo ano numa divisão. O que acontece às vezes é que o primeiro ano numa divisão serve pra estabilizar o crescimento, mas nem sempre é fácil subir no segundo ano, depende da divisão, e ainda mais se o time vem subindo com frequência. E aí no segundo ano é razoável esperar que o time não necessariamente suba, mas fique entre estabilizar e subir. No seu caso, você subiu no primeiro, estabilizou no segundo e poderia chegar ao terceiro sem subir, mas lutando pela promoção.

Ficou confuso mas espero que tenha entendido. kkkk

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President
2 hours ago, Lowko é Powko said:

Eu sei. Estava me referindo a possibilidade de não subir no segundo ano numa divisão. O que acontece às vezes é que o primeiro ano numa divisão serve pra estabilizar o crescimento, mas nem sempre é fácil subir no segundo ano, depende da divisão, e ainda mais se o time vem subindo com frequência. E aí no segundo ano é razoável esperar que o time não necessariamente suba, mas fique entre estabilizar e subir. No seu caso, você subiu no primeiro, estabilizou no segundo e poderia chegar ao terceiro sem subir, mas lutando pela promoção.

Ficou confuso mas espero que tenha entendido. kkkk

Acho que o grande problema da sua explicação é não separar o ano da subida (ao falar subiu, parece que você está falando da temporada na divisão anterior) do primeiro ano na nova divisão, do jeito que você fala, parece que essas duas coisas ficam condensadas em uma só, daí gera essa confusão. São etapas diferentes do processo e nem devem ser integradas, quando nós subimos, zera o planejamento e muda o foco. Eu entendi, mas embolar as coisas às vezes dificulta a explicação.

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

sao luis.png

É clube brasileiro ou português?

Transferências

O fato de termos poucos jogadores interessados, principalmente os do único país que podemos observar jogadores, não impediu uma grande revolução no elenco. Como posso contratar jogadores por experiência, sempre optei por esse método, que é bem mais rápido que a capacidade do meu olheiro em observar dois atletas até obter o conhecimento completo do mesmo. Contudo, alguns jogadores tinham interesse em assinar com o clube, mas não tinha interesse em realizar um período de experiência. Com isso, em alguns casos, contratei os jogadores para avaliar sua capacidade e fui dispensando os que eu não queria. No fim, isso acabou gerando 27 novas contratações e 19 dispensas. Dos jogadores que ficaram, todos são brasileiros, com isso, fica a dúvida se o São Luís não pode requerer uma mudança para disputar algum estadual brasileiro.

As grandes contratações, sem sombras de dúvida, foram Diego Alves, Victor, Rafael Sóbis e Thiago Neves. Os quatro veteranos brasileiros toparam jogar por alguns meses no São Luís antes de se aposentar. Confesso que a contratação desses atletas elevou absurdamente o meu ânimo (e até rendeu bastante resenha com amigos). Quando vi que eles tinham interesse, não pude resistir à tentação e como poderão ver, eles foram nossas últimas contratações. Em termos de evolução do clube, faz zero sentido. Mas, é um movimento que equipes brasileiras fazem costumeiramente e como treinador brasileiro, não podia deixar de fazer jus à reputação.

Nathan vem para ser o atacante titular ao lado de Nicholas, Bruno Mota e Rincon brigarão pelas outras duas posições. Gustavo Cazonatti vem para trazer equilíbrio a um meio-campo que irá contar com muito retreinamento de meia-atacante. João William e Marcondes formarão a dupla de zaga titular, enquanto Moisés Lucas e Laércio fecham a reserva. A dupla Duda e Eduardo disputarão a titularidade na direita, enquanto Sanchez vem para ser soberano na esquerda. Fernando Santos, Bruno Chalkiadakis e Elvinho vêm todos para compor a meia-central, mesmo todos sendo meias-atacantes de origem. Eles são tecnicamente muito superiores a qualquer coisa que existe disponível e com uma longa pré-temporada, vale a pena apostar. Wendell chega para ser o terceiro goleiro, esperando a aposentadoria de Victor e Diego Alves. Filipe Cirne chega para ser reserva e sucessor de Thiago Neves.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Historico-de-

A saída exigiu uma longa reestruturação, já que montamos um novo consulado brasileiro em Faro, agora com sede no Campo da Horta da Areia. Dos que saíram, 5 vieram e foram rapidamente dispensados. O restante, foi readequação do elenco por excesso de atletas. Jogadores importantes como Ricardo Fernandes perderam espaço e o restante, cumpriu bem seu papel nas duas temporadas que ficaram por aqui.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Historico-de-

Tática

No final da temporada passada, eu já havia decidido que mudaria de esquema e passaria a jogar de uma forma mais arrojada. Aliando a velocidade dos atacantes, o estilo tático escolhido e estratégias de bolas paradas de todos os tipos (até lateral longo foi trabalhado), decidi que um 4-2-4 era a melhor maneira de seguir adiante. O sistema traz a inevitável combinação caótica que floresce no futebol de baixo nível. Atacantes velozes, com o adendo de mais técnicos que os demais, e zagueiros e laterais preocupados apenas em defender e alimentar bolas longas para o ataque. Com Thiago Neves e Rafael Sóbis, a ideia é colocar um nível técnico superior nas pontas para gerar desequilíbrio, já que fisicamente, eles já não são mais os mesmos.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Visao-Geral-2

Pré-temporada

Com a missão de adaptar Thiago Neves, Rafael Sóbis, Elvinho, Fernando Santos e Bruno Chalkiadakis às suas novas posições ou funções, utilizei toda a extensão da pré-temporada, jogando duas vezes por semana sempre que possível. Não peguei nenhum grande confronto, enfrentando apenas 3 equipes que estarão na 1ª Distrital nessa temporada. Perdemos dois com a equipe secundária, mas goleamos com a equipe principal. De resto, tirando a surpresa diante do San Roque de Lepe, foi um festival de vitórias e boas atuações.

Futebol-Clube-de-Sao-Luis_-Encontrosf12f

Notícias, informações e estatísticas do São Luís

 

Link to comment
Share on other sites

  • marciof89 changed the title to Futebol Clube de São Luís - Aguardando avaliação
  • marciof89 locked this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

  • Similar Content

    • Makengo
      By Makengo
      Boas.
      Novo save,nova história
      Neste save irei abordar a história de Helen Moon (entenderam, Lua,Moon...) , uma jovem treinadora que terá de enfrentar vários desafios e mostrar que o céu é o limite, até mesmo para o Newcastle, equipa da qual será treinadora e procurará retornar aos dias de glória, com Alan Shearer e Les Ferdinand (sim, ele é primo do Rio). O save do Dortmund ficará em pausa por enquanto, já que me entusiasmei um puco com o save e terei que recolher mais informação.
      O save terá a mesma métrica, mas como será mesmo pouco a pouco, em vez dos resumos de época que tinha na história do Dortumd, conseguirei fazer uma história melhor e mais detalhada.
      E tirando um pouco de inspiração do @Cadete213 com a sua nova história, irei colocar uma música como se fosse uma espécie de "trilha sonora", baseada na vibe da história (aviso: vai ser 90% hip hop- gosto  de um pouco de tudo mas sempre terei 2Pac,Lauryn Hill e Kanye West no meu top 3).
      Enfim,desejem-me sorte. Eu colocaria-vos "Go2DaMoon" de Playboi Carti com participação do Kanye mas quero vos poupar da decepção que foi aquele álbum.
      Então fiquem com "R.I.P" de Playboi Carti, apenas porque neste save não vou ser mansinho. Se e pra entrar é pra levar a bola e o pé junto.
      (PS: É apenas uma apresentação por tanto não achei necessário um banner)
    • victor095
      By victor095
      Bom dia/tarde/noite pessoal!

      Nesta minha nova história aqui pela área, o que posso adiantar é que será um save de clube. O porque e como isso foi decidido, será explicado no início e decorrer da história para que não fique nenhum spoiler por aqui. Esta postagem e o próprio título da saga também serão atualizados e personalizados assim que o clube for revelado (logo).

      Dados:
      FM 2021
      Brasil Mundi Up, atualizado até algum momento do mês de junho de 2021 (exemplo: Gerson já negociado com o Marseille);
      Ligas: as ligas carregadas você pode ver aqui.
      Sobre reputação e experiência anterior do treinador, também serão informações que ficarão claras na introdução do save!
      *OBS: Esta história vai misturar realidades da vida do autor, com ficção.


      2021:
      Campeão do Campeonato Carioca série b2 (4ª divisão) Acesso no Pré-Regional;  
    • PedroJr14
      By PedroJr14
      Eu já venho matutando há algum tempo uma nova história com um time do meu estado. Depois que o Altos conseguiu o acesso à Série C essa vontade aumentou mais ainda. A grande cereja do bolo foi o relatório sobre a última história que eu fiz aqui, onde o nosso querido @Peepedisse que ainda esperava uma história minha com começo, meio e fim. Desafio aceito!
      O CLUBE
      Muitos aqui sabem que o Altos subiu para a Série C de 2021, mas acredito que poucos sabem das dificuldades enfrentadas pelo clube durante o ano de 2020. A Associação Atlética de Altos fundada como equipe amadora em 2013, na cidade de Altos-PI, cerca de 40km de distância da capital Teresina, se profissionalizou em 2015 e logo obteve sucesso a nível estadual. A organização do clube impressionava e logo no seu primeiro ano profissional conquistou o título da Segunda Divisão do Piauí, garantindo assim o acesso para a Primeira Divisão no ano seguinte. Já no seu primeiro ano na elite, o Altos obteve a melhor campanha do campeonato e venceu a final sobre o River por 4x2 no agregado, porém perdeu o título no tribunal, por conta da escalação de um jogador irregular. Ainda em 2016 o altos obteve a melhor campanha da história da primeira fase da Série D, naquela época(5v-1e-0d), mas acabou eliminado pelo CSA, que conseguiria acessos consecutivos até a primeira divisão.
      O ESTÁDIO

      O Altos manda seus jogos no Estádio Municipal Felipe Raulino, o "FELIPÃO", que tem capacidade para cerca de 4 mil torcedores. Apesar de ficar muito próxima à capital Teresina, o Altos prefere mandar até os jogos grandes no seu estádio, mesmo às vezes sendo menos vantajoso financeiramente, só não joga lá quando é obrigado pela federação. O acanhado Felipe Raulino se transforma em Felipão, um verdadeiro caldeirão quando o time do Altos pisa lá dentro, que já fez o clube conseguir resultados improváveis.
      O MASCOTE

      Particularmente a coisa mais espetacular que eu acho nesse time é o mascote, que além de ser LINDO e SENSUAL, literalmente vive para o clube. E por conta dele eu criei o clássico dos mascotes entre Altos e Piauí Esporte Clube, que também tem um mascote espetacular, nada mais nada menos que um RATO MOLHADO, que se enxuga durante os jogos.
      O QUE ACONTECEU EM 2020?
      A nossa história começará no início de 2020, ignorando os acontecimentos desde ano, mas sem a maioria dos jogadores importantes contratados no ano, diria que sem os mais importantes. Nossas finanças estão zeradas, não temos dinheiro para contratações ou salários e contamos com apenas 18 jogadores no elenco, com posições muito carentes como a presença de apenas 1 goleiro, 1 lateral-direito e 3 zagueiros e 3 meias de ofício.
      Os desafios para um time como o Altos vão bem além das 4 linhas. O clube não tem estrutura, nem investimentos, não tem um banco de análise de dados, nem categorias de base. Vai ser um grande desafio comandar esse time nas próximas temporadas, ainda que eu já conheça alguns atalhos nas divisões inferiores e no Nordeste do Brasil.
      Ainda não posso adiantar qual será a meta para o fim da história, mas acredito que eu só vá parar depois de pelo menos um título de Campeonato Brasileiro, já que eu costumo dar sorte em Copas, então não vou colocar a Copa do Brasil como meta principal. O intervalo (ingame) entre os capítulos também ainda não foi determinado, mas pode ser de 3/3 meses, 4/4 ou 6/6. Devo fazer uma história baseada em tudo que rodeia o clube, passando pelo treinador, presidente e a relação do Altos com a política, o que não costuma dar certo no futebol.
      Estou aberto a dicas, críticas e tudo que possa me ajudar a melhorar como contador dessa história, espero contar com vocês.
      É possível ter uma temporada semelhante à que aconteceu na vida real em 2020-21? Como fazer um time tão limitado ser competitivo? Veremos nos próximos capítulos.
      Sala de troféus
      Capítulos
    • v_martins
      By v_martins
      The Asian Way Of Life -  Livro I
      Beijing, 23 de maio de 2019. Capítulo I, pt.I.

       

      - Essa história pode ser sobre qualquer coisa, meu rapaz... Pode ser sobre o que você quiser.

      - Inclusive sobre os seus delírios se quiseres falar mais deles. – Dizia Quevedo com o seu ar paternal, ao sairmos de uma casa de chá, próxima ao Yiheyuan.



      Esse era o primeiro dia de folga que tínhamos em muito tempo.

      Falo muito tempo, mas parece que foi ontem que cheguei à China, quase sem querer.



      Mas, espere aí: você nem sabe quem sou...

      Porém, antes preciso pegar um café, para assim narrar minha pequena (longa) história.
      (Ou seria odisseia... ?)

      Para todos os efeitos, chame-me de Vinní. E esse é o meu perfil, em modo formal, de acordo com a RFEF.

      Voltando, eu era apenas um auxiliar/analista de desempenho, adotado por um jogador histórico “barcelonista”, que era o Eusebio Sacristán.

      Também conhecido como esse cara aqui:



      Fora isso, tive uma carreira relativamente proveitosa no futebol.

      Eu fui um bom centroavante.  É verdade.

      Tirando as lesões nos dois joelhos e os dois anos sem jogar, eu até que fui bem.



      Marquei 117 gols em 198 jogos. Uma média incrível realmente.

      Exceto se você considerar que 104 desses 117 foram marcados em ligas poderosas como: a do Camboja, a das Maldivas e a do Turcomenistão.


      Mas, voltando:

      Encerrei a carreira, trabalhei em clubes pequenos, passei pelo Damm, de Barcelona, de lá fui ao sub-14 do Barcelona em 2012, até o momento em que conheci o Eusebio no refeitório do clube, conversamos e de lá...

      E bem, de lá o segui pra praticamente todo o lugar...

      Inclusive pra onde ele não veio.

       

      Continua...
       
    • Peepe
      By Peepe
      Apresentação
      Fala, pessoal, tudo bem? Não sei se posso bem me chamar de um contador experiente mas, após o sucesso do Hernandéz Fernandéz na busca para ser um milionário, resolvi voltar com um desafio que tem alguma relação com o que se passou por lá.
      Para quem não me conhece, sou Pedro Ribeiro, professor de história oficialmente e um antigo jogador de FM nas horas vagas, que busca aprender um pouco mais sobre esse cativante jogo. Uma das coisas que está na minha lista de aprendizado é a gestão individual de um clube: por ser muito apegado a saves carreiras, estilo preferido, eu nunca aprendi a ser um grande gestor que se preocupa e revoluciona cada etapa de sua equipe, sempre fiz o básico para funcionamento do time principal e aquilo era suficiente. Portanto, ao pensar o novo save eu tinha em mente que ele precisava ser de clube, faltava só decidir qual. Meu coração futeboleiro está na América do Sul e eu não tive entusiasmo para assumir clubes europeus nesse momento, então, logo me voltei ao continente e decidi escolher a Colômbia por 2 motivos: o primeiro é que o Nandéz não passou pelo país e eu senti falta de conhecer melhor uma liga que manteve-se grande durante todo meu save (arrisco dizer que era a 3ª ou a 4ª em disputa com o Paraguai), o segundo motivo é que o campeonato nacional se decide em mata-mata, o que impede o save de se tornar monótono caso eu monte um mega time, afinal, vou continuar tendo o frio na barriga na fase final do campeonato.
      Quando comecei a pesquisar, logo bati o olho no time, nas histórias que lhe permeiam e sabia que queria repetir o principal feito de sua história: ganhar uma Copa Libertadores! Ficou fácil, agora todos sabem, o time escolhido é o Once Caldas!

      O Once Caldas S.A é um clube de futebol colombiano localizado na cidade de Manizales, uma das cidades que compõem o eixo do café. O clube foi fundado em 1947 como Deportes Caldas, sendo campeão nacional em 1950, em uma primeira gloriosa fase da equipe.
      É a partir apenas de 1961 que a equipe adota o nome de Once Caldas, após fechamento do Deportes Caldas e fusão com o Deportivo Once. Engana-se quem pensa que foi a única troca de nome da equipe colombiana, o Once Caldas foi pioneiro na comercialização de naming rights e negociou o próprio nome: foi chamado de Cristal Caldas e Once Phillips, entre outras marcas, durante os anos 70 e 90, retornando ao Once Caldas de 1996 em diante.
      Curiosamente falando, a fase de retorno ao nome original marcou o grande período da história do clube: em 1997, sob o comando de Javier Álvarez, a equipe se fortalece e chega a um vice-campeonato nacional no ano seguinte. Continentalmente, o Once participa da Copa Conmebol em 1998 e debuta na Libertadores em 1999, quando demonstra a força do estádio Palogrande ao vencer o River Plate por 4-1 e o Deportivo Cali por 3-0 (nota importante: o Deportivo Cali acabou vice-campeão daquela Libertadores). A força da equipe em casa vai ficar marcada pois a primeira derrota em Manizales só vem a acontecer na Libertadores de 2011 contra o Universitario San Martin após mais de 20 jogos de invencibilidade.
      A grande fase da história da equipe fica marcada por dois títulos: o Apertura de 2003, conquistado no templo Palogrande em cima do Junior de Barranquilla, que garantiu vaga para a mística Libertadores de 2004.
      Verdadeiro motivo pela escolha do clube, é possível dizer de forma mais empolgada que talvez tenha sido a maior campanha da história da Libertadores. Pelo menos no século eu afirmo com alguma tranquilidade isto. O Once Caldas sai de um grupo relativamente tranquilo mas já elimina o Vélez Sarsfield, passa nos pênaltis contra o Barcelona de Guayaquil nas oitavas e aí começa a façanha: elimina o Santos, que viria a ser campeão brasileiro em 2004, passa pelo São Paulo, o campeão da Libertadores no ano seguinte, com um gol aos 45’ do segundo tempo, sobrevive a uma temível Bombonera e na grande final diante do Boca Jrs de Tevez, Bianchi e cia, atuais campeões da Libertadores na ocasião, o Once levanta o caneco após o empate em 1-1 no tempo regulamentar e um 2-0 nas penalidades. Quem diria que o Once Caldas faria o Boca Jrs tremer ao ponto de perder as 4 cobranças. Todos os jogos decisivos acontecem em Palogrande, que se consolida como uma verdadeira fortaleza. Para quem quiser conhecer mais detalhadamente a campanha, recomendo esse texto ou esse podcast, que já fala sobre a final do Intercontinental contra o Porto.
      A campanha do Once Caldas naquela Copa não tem grandes destaques individuais, o goleiro Henao talvez tenha sido o nome de maior impacto e ele será assunto mais a frente. O que fica bem marcado como tipicamente Once é o forte sistema defensivo, capaz de sofrer poucos gols mesmo fora de casa e que deu força ao completo azarão. 

      Após a conquista da Libertadores, o Once Caldas disputou o último Intercontinental da história no formato consagrado pelos anos 80-90 contra o Porto e por pouco, muito pouco, não carregou também a alcunha de campeão mundial. Após resistir mais uma vez, a partida termina num 0-0 que leva a disputa para os pênaltis. Após 4 cobranças para cada lado, o Once estava a 1 gol de ser campeão mas Jonatan Fabbro desperdiçou a cobrança, o Porto empatou e acabou vencendo por 8-7 a disputa.
      (Nota irrelevante: Jonatan Fabbro, o homem que perdeu esse pênalti, é ex-marido de Larissa Riquelme. Aos que ganharam idolatria por ela e sua relação com o Nandéz, vale a menção)
      Como todo time de sucesso na América, o Once foi desfeito rápido por mercados de maior dinheiro, viu seus destaques ruindo e seu treinador, dono da estratégia defensiva de sucesso, terminou tetraplégico dias após a derrota para o Porto. Com isso, a equipe não galgou maiores sucessos, sendo vice na Recopa para o Boca Jrs, campeão da Sula, e eliminado nas oitavas da Libertadores seguinte.
      O último suspiro de grandeza do Once se deu com o bicampeonato colombiano no Apertura 2009 e Finalizacion 2010, sendo o último dos 4 títulos nacionais que a equipe tem em sua sala de troféus. Desde então, o Once Caldas é um time que nunca caiu mas também que não disputa mais os títulos, na posição de médio do futebol colombiano.
      Será que agora voltará aos anos de glória? Ao menos, um velho conhecido promete mudar tudo!
       
      O Treinador

      De todos os nomes possíveis, talvez ninguém simbolize mais aquela conquista de 2004 que Juan Carlos Henao, goleiro que passou 18 anos de sua carreira defendendo as cores do Once Caldas. Nascido em 30/12/1971, Henao tinha 20 anos quando fez sua estreia pela equipe em 1992 e galgou espaço pouco a pouco até se tornar uma referência no clube em 2004. Na mágica campanha, Henao era o homem de segurança de uma defesa que raramente era vazada ou cedia espaço aos atacantes adversários, além disso, aquele título tem a cara de Henao: foi ele que parou a cobrança final xeneize e pôde partir para a galera como o herói (foto acima).
      Após o título, Henao foi mais um dos que acabou saindo do clube, contratado pelo Santos mas sem maiores sequências desde então, quando passou pelo Millonarios, Atletico Maracaibo e Real Cartagena. Em 2010 retornou ao Once Caldas onde ficou até 2016, encerrando sua carreira com 45 anos.
      (Nota importante: o ex-goleiro Henao é preparador de goleiros de um pequeno time colombiano. A fim de “apagá-lo” foi criada uma alcunha para ele, como se fosse outra pessoa)
       
      Objetivo Principal:
      - Ganhar novamente a Libertadores
      Confesso que poderia fazer uma intensa lista e criar relações com as regras mas não me sinto confortável com isso. É claro que desejo ser campeão nacional, pretendo ter uma defesa de respeito e quero fazer valer o fator casa com a mística que Manizales merece, mas são coisas pouco palpáveis e de difícil controle. Resumir isso ao fato mais difícil, e motivador para a história, me parece suficiente.
      - Tornar o Once Caldas uma referência dentro da Colômbia
      Essa talvez seja uma meta “vazia” por assim dizer mas eu explico: na motivação para criar o save, eu queria ser capaz de desenvolver o clube como um todo, aprendendo um pouco sobre fornadas, comissão técnica e afins. É difícil criar parâmetros para colocar isto em objetivos, então, reúno neste ponto tornar a equipe a mais rica do país, ter condições de treino de topo, tal qual base e comissão técnica.
       
      Regras:
      - O sistema tático deve sempre ter mentalidade defensiva.
      Pois bem, se o ferrolho de Once ficou tão marcado na conquista da Libertadores de 2004, a forma mais justa de homenageá-lo é repetir o feito. Eu pensei até em repetir o sistema tático mas para isso existe um grande problema: eu teria de rever jogos do Once Caldas para definir sistema, jogadores e funções. Como o trabalho seria demais, ainda que sejam jogos muito bacanas, vou me limitar a sempre adotar a postura defensiva independente de qualquer coisa. Para mim, um adepto da parte tática mas viciado no “positiva” vai ser uma experiência bem curiosa.
       
      Informações do Save:
      Database

      O save foi criado na Colômbia em fevereiro de 2020 mas por razões românticas, explicadas a frente, foi andado randomicamente até 01 de julho. Carreguei as ligas todas sul-americanas, tal qual todos os jogadores do continente, para aumentar a competitividade no torneio. Também acrescentei algumas divisões europeias para tornar o save um pouco maior do outro lado da fronteira. Ao todo são 88 mil jogadores e 2,5 estrelas de desempenho, posso eliminar ligas ao longo do período se considerar necessário mas avisarei caso aconteça.
      O estilo de postagem será todo voltado para os jogos, sem nenhum elemento ficcional. Visando diminuir meu trabalho e dar uma razão de ser, os posts serão escritos em dois formatos: como um blog de torcedor do Once Caldas, para melhor contar jogos, e um diário do treinador, para acompanhar a parte tática e crescimento da equipe. É um modelo experimental que me parece mais satisfatório, tal qual a Db se preciso for mudar, aviso dentro do desenvolvimento da história.
      A apresentação do time no jogo, do treinador e tudo que percebi de entrada estarão postos no primeiro post que vai abaixo. 
×
×
  • Create New...