Jump to content
Sign in to follow this  
Johann Duwe

Der Wunderteam ist zurück. - (18/02) Fim de linha para o Wunderteam.

Recommended Posts

Johann Duwe

spacer.png

 

Na história do Futebol, houveram algumas seleções que foram imortalizadas, muitas vezes não por títulos, mas sim pela forma que a redondinha era tratada. Antes da Dinamáquina do final da década de 80, antes da Larana Mecânica na década de 70, antes do Brasil de 82, antes dos Mágicos Magiares na década de 50, antes de todos estes grandes times, houve uma outra seleção que impressionou o mundo do futebol.

Estou falando do Wunderteam de quase 100 anos atrás. No imaginário popular muitos pensam que se não houvessem ocorridos dois fatos trágicos, quem sabe eles poderiam continuar no topo da cadeia alimentar por mais algumas décadas.

Citar

 

O sonho de Meisl

Hugo Meisl era um apaixonado pelo futebol, que sonhava importar para a Europa continental, a dinâmica que o jogo já tinha há muito nas ilhas britânicas. Durante os anos vinte, tentou importar, primeiro para a Áustria, e depois para o resto do continente. 

Uma das inovações de Meisl foi a Taça Mitropa, uma competição entre os melhores clube dos países do centro da Europa, que começou a ser disputada em 1927, em moldes idênticos, ao que a Taça dos Clubes Campeões Europeus, teria nas suas primeiras edições.

Num tempo em que o futebol fora da Gra-Bretanha era ainda de um profundo amadorismo, a Taça Mitropa mostrou ao mundo o desenvolvimento do futebol centro europeu, e o tanto que havia sido conseguido nos poucos anos do Pós-Guerra. Na primeira edição da prova, o Rapid de Viena chegaria à primeira final da competição, vencendo os checoslovacos do AC Praga na primeira mão em Viena, mas caindo com estrondo por 6x2 na segunda mão em Praga.
 
Meisl, apesar da derrota, percebeu que tinha ali os alicerces da grande equipa que sonhava construir. Uma seleção que pudesse ombrear com a Inglaterra. Usou o Rapid como base do «onze», mas foi ao rival Austria Viena, clube onde em tempos jogara, que iria buscar a estrela maior da sua super-equipa: Matthias Sindelar, o «Homem de Papel», o mittelstürmer - avançado centro - da equipa, o génio do futebol mundial de então. Juntou-lhe mais alguns jogadores do First Viena e estava criada a equipa, a seleção que passaria à história como a Wunderteam.
 
Os primeiros passos
 
Em 1927, outro sonho de Meisl, a Taça Internacional, uma competição de seleções do centro da Europa, começou a ser disputada. A Áustria conquistaria o segundo lugar atrás da Itália na primeira edição, jogada entre 1927 e 1930. 
 
Na segunda edição (1931-1932) a Áustria levaria a melhor, conquistando a competição e a imprensa austríaca consagrou a Das Team como campeã da Europa.
 
A 12 de abril de 1931, uma vitória sobre a vizinha Checoslováquia dava inicio a uma sequência de 15 jogos consecutivos sem a Áustria conhecer o sabor da derrota. A equipa de Meisl começava a fazer história, e a fama corria pelo continente.

 

 
 

 

Mais informações sobre o Wunderteam e sobre o save durante o decorrer do mesmo.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Wumderbar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PauloLima13

FIRST VIENNA 😍

Já joguei bastante no futebol austríaco em outras edições e criei uma simpatia muito forte e me ajudou a conhecer o Wunderteam, boa sorte na empreitada

Share this post


Link to post
Share on other sites
maiconandrade

Boa sorte e boa diversão! 
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bigode.

Boa sorte na nova empreitada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Khroiskantis

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Boa sorte no save. Seleção?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Top demais, boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Boa sorte, mano. Estarei acompanhando!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe
21 horas atrás, PedroJr14 disse:

Boa sorte, mano. Estarei acompanhando!

Obrigado.

Em 03/08/2019 em 11:37, vinny_dp disse:

Top demais, boa sorte!

Obrigado.

Em 02/08/2019 em 21:08, marciof89 disse:

Boa sorte!

Obrigado.

Em 01/08/2019 em 10:34, Neynaocai disse:

Boa sorte no save. Seleção?

Obrigado, sim, será um save somente de seleção.

Em 01/08/2019 em 00:45, Khroiskantis disse:

Boa sorte!

Obrigado.

Em 31/07/2019 em 22:21, Bigode. disse:

Boa sorte na nova empreitada!

Obrigado.

Em 31/07/2019 em 13:30, maiconandrade disse:

Boa sorte e boa diversão! 
 

Obrigado.

Em 31/07/2019 em 12:18, PauloLima13 disse:

FIRST VIENNA 😍

Já joguei bastante no futebol austríaco em outras edições e criei uma simpatia muito forte e me ajudou a conhecer o Wunderteam, boa sorte na empreitada

Sou mais o Rapid, apesar de não jogar na Áustria desde o FM 11 +-, vai ser uma experiência diferente assumindo somente a seleção.

Em 30/07/2019 em 21:51, Andreh68 disse:

Wumderbar!

Sehr Gut.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Aguardando as atualizações.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe
5 horas atrás, Vannces disse:

Aguardando as atualizações.

Em breve.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe

spacer.png

Neste caso irei abrir um exceção e usar uma base de dados editada pelo Timo da FMS Life, é uma atualização que permite ir até a quarta divisão e rodei um teste nela até 2034 e não espero ter problemas.

A ideia deste save surgiu após ler alguns trechos do livro "A Pirâmide Invertida: A história da tática no Futebol", foi ali que eu comecei a ter mais conhecimento sobre a seleção austríaca da década de 1920, já havia ouvido falar sobre ela, mas nada muito profundo.

Depois para fazer este save eu li um pouco mais e irei tentar sempre trazer alguns textos interessantes para apresentar para vocês. A escolha do nome do treinador não foi difícil, Matthias Meisl, mistura do treinador Hugo Meisl e do lendário atacante Matthias Sindelar.

Como mencionei acima, usando uma base editada eu optei por selecionar as quatro divisões austríacas e somente a divisão de elite dos países vizinhos + Espanha e Inglaterra, todas elas de forma "ver apenas".

 

Equipe Principal

spacer.png

Temos alguma qualidade na parte ofensiva da equipe, com destaque para Marko Arnautovic que irá jogar do lado esquerdo do ataque e do outro lado temos Marcel Sabitzer. Defensivamente estamos bem escassos de qualidade, ao menos é o que sugere essa escalação standard que o FM me apresentou, porém temos David Alaba mas seria um pecado deixar ele restrito a funções defensivas na tática. Entretanto é visível a falta de qualidade em duas posições chaves, a de goleiro e a de atacante.

O calendário da equipe neste semestre é curto, além dos jogos pela Liga das Nações foi agendado um amistoso contra a seleção do Uruguai em Setembro

Seleção Sub 21

spacer.png

Existem vários jogadores com potencial alto, porém isso não é garantia de que irão conseguir atingir ele, um exemplo é Dario Maresic, ele pode vir a ser um excelente zagueiro e irei prestar atenção nele. Dois jogadores aqui já tem qualidade para a equipe principal, o meia Xaver Schlager e o meia ofensivo Hannes Wolf, o Wolf aliás já tem passagem assegurada para a filial alemã da empresa Red Bull.

Seleção Sub 20

spacer.png

Pouca qualidade, o jogador mais promissor é o zagueiro David Nemeth.

Seleção Sub 19

spacer.png

Muitos jogadores ainda estão crus, enquanto outros já estão estourando a idade limite e claramente atingiram seu potencial, espero ansiosamente a vinda de newgens para ver se a qualidade aumenta. O único destaque é Vesel Demaku, jogador de 18 anos do Austria Vienna.

Gostaria bastante de assumir o comando de todas as equipes, mas irei me manter somente na equipe principal e deixar o serviço do staff desenrolar por 3 ou 4 temporadas para verificar se existe evolução nos resultados e nos jogadores.

Sobre o ritmo de postagens, será mais espaçado devido ao fato de termos menos partidas e ainda é preciso levar em conta que eu irei manter dois saves ativos ao mesmo tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Os anos não fizeram bem a seleção da Áustria. Na verdade a última que me lembro de verdade é a da vergonha de 82

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Ótimo desafio. Com essa geração, talvez consiga um bom rendimento na Nations League e quem sabe assim, uma vaga na próxima Eurocopa.

Copa do mundo já é difícil definir, espero que surjam alguns valores nesse meio tempo e que o grupo das eliminatórias seja favorável.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LuisSilveira

Desafio interessante e um longo caminho a se percorrer.

Talvez seja uma carga excessiva de jogo, mas pretende pegar um time austríaco em paralelo para conhecer/elevar o nível da liga nacional?

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
lakers20

Estou justamente agora lendo "A pirâmide invertida" e terminei alguns dias atrás esse capitulo que fala da Austria. Estarei acompanhando de perto esse save 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

É um desafio muito grande e acredito que será prazeroso, para você e para quem acompanha. Há uma distância entre os jogadores do alto escalão e os da base que parecem precisar melhorar muito ou aparecer algum nome que eleve o nível que está bem baixo. Também cheguei a pensar em fazer uma pergunta como a do @LuisSilveira. De qualquer forma, ficarei atento à resposta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Vamos ver onde vai dar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

O caminho será longo, mas já podemos ver alguns jovens talentos nas categorias de base da seleção, espero que vinguem!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Boa sorte com o desafio, promete!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe
Em 04/08/2019 em 21:22, Andreh68 disse:

Os anos não fizeram bem a seleção da Áustria. Na verdade a última que me lembro de verdade é a da vergonha de 82

Não fizeram nada bem mesmo. Sobre 82 eu não era nem nascido, mas irei pesquisar para saber o que aconteceu.

Em 05/08/2019 em 06:07, vinny_dp disse:

Ótimo desafio. Com essa geração, talvez consiga um bom rendimento na Nations League e quem sabe assim, uma vaga na próxima Eurocopa.

Copa do mundo já é difícil definir, espero que surjam alguns valores nesse meio tempo e que o grupo das eliminatórias seja favorável.

Boa sorte.

O grupo da Nations League é bem acessível (Irlanda do Norte e Bósnia Herzegovina), acredito que tenho qualidade para vencer eles sem maiores problemas.

Em 05/08/2019 em 07:45, LuisSilveira disse:

Desafio interessante e um longo caminho a se percorrer.

Talvez seja uma carga excessiva de jogo, mas pretende pegar um time austríaco em paralelo para conhecer/elevar o nível da liga nacional?

Boa sorte.

Não irei assumir nenhuma equipe, jogarei somente com a seleção. É algo novo para mim, já cheguei a assumir alguma seleção com o save em andamento, mas nunca realizei um trabalho exclusivo com a seleção desde seu começo.

Em 05/08/2019 em 08:38, lakers20 disse:

Estou justamente agora lendo "A pirâmide invertida" e terminei alguns dias atrás esse capitulo que fala da Austria. Estarei acompanhando de perto esse save 

Eu estou lendo de forma bem vagarosa, já tinha o hábito de ler mais de 40 páginas por noite, mas veio a Netflix e me ferrou nesse sentido.

Em 05/08/2019 em 11:31, Vannces disse:

É um desafio muito grande e acredito que será prazeroso, para você e para quem acompanha. Há uma distância entre os jogadores do alto escalão e os da base que parecem precisar melhorar muito ou aparecer algum nome que eleve o nível que está bem baixo. Também cheguei a pensar em fazer uma pergunta como a do @LuisSilveira. De qualquer forma, ficarei atento à resposta.

Eu tenho jogadores que tem um nível bacana para a seleção, porém não são titulares em seus clubes e isso infelizmente tem um peso gigante na hora de convocar para as partidas.

Em 06/08/2019 em 11:29, Neynaocai disse:

Vamos ver onde vai dar.

Vamos ver.

Em 07/08/2019 em 19:20, PedroJr14 disse:

O caminho será longo, mas já podemos ver alguns jovens talentos nas categorias de base da seleção, espero que vinguem!

Ao longo dos meus saves mais extensos, tenho notado que a base austríaca é sim muito boa, resta saber se esse caminho será seguido.

21 horas atrás, marciof89 disse:

Boa sorte com o desafio, promete!

Obrigado coração valente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe

spacer.png

banner by @ggpofm

Citar

Para o Wunderteam, aquilo era apenas o começo. Jogando no tradicional 2-3-5, com um centromédio elegante e ofensivo como Josef Smistik — mas contando também com um centroavante fora de padrão, que criava tanta fluidez de jogo que o sistema ficou conhecido como “a espiral do Danúbio” —, a Áustria ganhou nove e empatou dois de seus onze jogos seguintes, marcando 44 gols e chegando ao título da segunda edição da Dr. Gerö Cup. Os cafés estavam em êxtase: o jeito “deles” de fazer as coisas tinha prevalecido, basicamente por causa de Sindelar, um jogador que, aos olhos daqueles românticos, era a representação dos cafés no campo de jogo. “Ele jogava futebol como um grande mestre joga xadrez: com uma compreensão mental abrangente, calculando movimentos e contra-movimentos antecipadamente, sempre escolhendo as possibilidades mais promissoras”, escreveu o crítico de teatro Alfred Polgar no obituário de Sindelar para o Pariser Tageszeitung — um artigo impressionante por reunir muitos temas fundamentais.

Retirado do livro "A Pirâmide Invertida".

No começo dos anos de 1930, Meisl começou a se espelhar no trabalho do britânico Jimmy Hogan, um dos precursores das táticas do futebol na Europa, em especial na Escócia. Meisl focava seus trabalhos no esquema 2-3-5, com foco em ficar com a bola, troca rápida de passes e na intensa movimentação de seus jogadores no meio de campo e no ataque.

spacer.png

 

Com base nesse DNA da equipe, de ter a posse e fazer ela rodar livremente pelo ataque, devido ao constante movimento de todos os jogadores, eu optei por criar três táticas distintas para este save, seguem elas abaixo. Saliento que não tenho preferência pelo uso de uma em detrimento de outra, tudo depende de lesões, adversários, etç.

 

Wunderteam A

spacer.png

Goleiro Líbero (Apoiar) - Correr mais Riscos, Passes mais curtos.

Defensor com Bola (Cobrir) - Correr mais Riscos

Defensor Central Eficiente  (Defender) - Rematar menos, Fintar menos, Passes diretos, Correr menos Riscos e Aguentar posição.

Ala Esquerdo (Automático) - Ir para Zonas Abertas, Passes mais curtos, Encurtar linhas, Marcação apertada.

Ala Direito (Apoiar) - Ir para Zonas Abertas, Passes mais curtos, Encurtar linhas, Marcação apertada.

Pivô Defensivo (Defender) - Aguentar posição, Fintar menos, Marcação apertada e Desarmes mais Agressivos.

Extremo Direito (Apoiar) - Manter-se aberto, Cruzamos frequentes, Ir para Zonas Abertas, Fintar mais, Cruzar na 1a trave e Correr mais Riscos.

Avançado Interior Esquerdo (Atacar) - Rematar mais, Deambular da posição, Encurtar linhas, Fintar mais, Cortar para dentro, Correr mais Riscos, Chegar ainda mais longe.

Meia Avançado (Apoiar) - Jogar pelos Flancos, Deambular da posição, Segurar a bola e Rematar mais.

Avançado Recuado (Apoiar) - Jogar pelos flancos, Correr mais riscos, Segurar a bola, Manter-se aberto e Deambular da posição.

Avançado Trabalhador (Atacar) - Desarmes agressivos, Pressionar mais, Jogar pelos flancos, Chegar ainda mais longe e Deambular da posição.

 

Eu acredito que a chave para o sucesso dessa tática passe pelo centromédio, ou em termos atuais, o homem a frente dos zagueiros. No caso estou usando um Pivô Defensivo para ser uma âncora. Estou pensando ainda em mudar os lados dos dois atacantes, deixando o Avançado Recuado ao lado do Avançado Interior. Estou pensando em como manter a posse de bola com somente dois meias na faixa central, apesar de que espero que os dois alas com função de encurtar linhas me ajude a ganhar terreno, outra opção seria ir com Defesa Ala Invertido, mas não há jogadores qualificados para o papel.

 

Wunderteam B

spacer.png

Goleiro Líbero (Apoiar) - Correr mais Riscos, Passes mais curtos.

Defensor com Bola (Cobrir) - Correr mais Riscos

Defensor Central Eficiente  (Defender) - Rematar menos, Fintar menos, Passes diretos, Correr menos Riscos e Aguentar posição.

Ala Esquerdo (Apoiar) - Ir para Zonas abertas, Chegar ainda mais longe, Marcação apertada, Encurtar linhas, Correr mais riscos e Passes mais curtos.

Ala Direito (Apoiar) - Ir para Zonas Abertas, Passes mais curtos, Encurtar linhas, Marcação apertada.

Construtor de Jogo Avançado (Apoiar) - Ir para zonas abertas, Abrandar Carrinhos, Rematar menos e Correr mais riscos.

Médio Recuperador de Bolas (Defesa) - Rematar menos, Fintar menos, Correr menos riscos, Aguentar posição e Desarmes agressivos.

Avançado Interior Direito (Atacar) - Chegar mais longe, cruzar menos vezes, correr mais riscos, cortar para dentro e fintar mais.

Avançado Interior Esquerdo (Atacar) - Chegar mais longe, cruzar menos vezes, correr mais riscos, cortar para dentro e fintar mais.

Meia Avançado (Apoiar) - Jogar pelos Flancos, Deambular da posição, Segurar a bola e Rematar mais.

Avançado Trabalhador (Atacar) - Desarmes agressivos, Pressionar mais, Jogar pelos flancos, Chegar ainda mais longe e Deambular da posição.

Com mais jogadores no meio de campo  posso soltar mais os alas, em especial David Alaba e com isso ter mais poder de fogo. Como há um atacante a menos, é a hora do Meia Ofensivo incorporar o estilo Sindelar e jogar de forma solta, sem se prender a nenhum quadrado do campo ofensivo.

 

Wunderteam C

spacer.png

Goleiro Líbero (Apoiar) - Correr mais Riscos, Passes mais curtos.

Defensor com Bola (Cobrir) - Correr mais Riscos

Defensor Central Eficiente  (Defender) - Rematar menos, Fintar menos, Passes diretos, Correr menos Riscos e Aguentar posição.

Ala Esquerdo (Apoiar) - Encurtar linhas, Marcação apertada e Ir para zonas abertas e Chegar mais longe.

Ala Direito (Apoiar) - Encurtar linhas, Marcação apertada e Ir para zonas abertas e Chegar mais longe.

Médio Recuperador de Bolas (Defesa) - Rematar menos, Fintar menos, Correr menos riscos, Aguentar posição e Desarmes agressivos.

Médio Área a Área (Apoiar) - Deambular da posição, Marcação apertada e Manter-se aberto.

Avançado Interior Esquerdo (Atacar) - Deambular da posição, manter-se aberto, Fintar mais, Cortar para dentro, Correr mais riscos, Chegar mais longe.

Extremo Direito (Apoiar) - Manter-se aberto, Ir para zonas abertas, Fintar mais, Marcação apertada e Deambular da posição.

Atacante Sombra Direito (Atacar) - Jogar pelos flancos, Chegar mais longe, Correr mais riscos, Fintar Mais, Deambular da posição, Rematar Mais e Ir para zonas abertas.

Construtor de Jogo Avançado Esquerdo (Atacar) - Segurar Bola, Deambular da posição, Rematar menos e ir para zonas abertas.

 

O sistema mais heterodoxo já usado por mim, consiste em muita troca de posição e chegadas no gol com o Atacante Sombra, que espero que seja a principal fonte de gols. E apesar de ser a mesma função, optei por recuar os alas para jogarem na mesma linha dos zagueiros, deixando a linha defensiva recuada e a equipe mais compacta.

 

Na próxima semana irei retornar com os resultados do segundo semestre de 2018.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Você pode não ter preferência, mas eu quero ver esse 4-1-5 em ação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Bruno Trink
      By Bruno Trink
      Em janeiro de 2013, às vésperas de mais uma edição da Copa Africana de Nações, Stephen Keshi, então treinador da seleção da Nigéria, reacendeu uma enorme polêmica. O nigeriano criticou duramente o trabalho de técnicos estrangeiros nas seleções africanas. Segundo ele, os "caras brancos" rumam para a África apenas para ganhar dinheiro. Ele também criticou o tratamento diferenciado das federações com treinadores locais e estrangeiros – segundo ele, os expatriados recebem mais tempo para se adaptar desenvolver seu trabalho – e afirmou que isso estava aniquilando o futebol africano.
      Keshi faleceu em 2016 e hoje, seis anos depois daquela declaração, muito pouco mudou. É fato que os treinadores de Argélia e Senegal, finalistas da competição de seleções africanas, defendem seus próprios países de nascimento. A bem da verdade, o argelino Djamel Belmadi nasceu em Champigny-sur-Marne, na França. No entanto, no total, 66% dos treinadores, 15 de 24, eram estrangeiros.
      A ideia é simples: explorar o futebol no continente africano com um treinador de nacionalidade africana. Para isso, foram adicionadas, além das ligas da África do Sul, originais do jogo, as ligas de outros nove países utilizando o update do @Timo@. Não pretendo me prender a objetivos. Encarnarei um treinador mauriciano, com um perfil inexperiente e começo desempregado. A nacionalidade foi escolhida por dois motivos. Primeiro, um país que não está entre as ligas selecionadas para o save. Segundo, não queria uma nação envolvida com ditaduras sanguinárias. As Ilhas Maurício, muito pelo contrário, que já foram colônia holandesa, depois francesa e, então, britânica, hoje são um exemplo de democracia, mesmo com algumas questões de corrupção, e tem um dos maiores índices no ranking da Freedom House.

      Não vou sair do continente, a intenção é fortalecer o futebol africano. A ver até onde posso chegar...
       
      Índice:
       
      Histórico:
       
      Ligas selecionadas:
    • Johann Duwe
      By Johann Duwe
      Banner by @Tsuru
      Estava entre duas situações distintas para este save, ou eu começaria na Ásia ou em alguma liga periférica na Europa. Acabei decidindo, ajudado por outros amigos da área, a começar na Europa, mais precisamente na região Escandinava.
      Um dos motivos que me fez escolher essa região foi o fato de eu não jogar em nenhuma liga escandinava desde o FM 2013, então é bom poder voltar novamente para a área nórdica do mundo.
       
       
      Ligas Selecionadas:
      Todas divisões de Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia.
      Ver apenas a primeira divisão de Bélgica, Inglaterra, Alemanha, Holanda, Polônia, Irlanda e Rússia.
      Perfil do Treinador: Aron Steffarsson, treinador de 21 anos nascido em Ilhas Faroé, sem licença e com experiência no futebol amador. Começarei desempregado e irei trilhar meu caminho para o sucesso.

       
      Por se tratar de um save carreira, o único objetivo a longo prazo que irei impor é:
      Vencer 01 Eurocopa e 01 Copa do Mundo com alguma das seleções nórdicas.
       
       
    • Luiz | 🇦🇩 🇦🇷
      By Luiz | 🇦🇩 🇦🇷
      Prólogo
      Após quase dois anos ausente do fórum, devido à vários motivos, o lançamento de uma nova versão do Football Manager me trouxe novamente até aqui e estar no fórum e ler algumas excelentes histórias de alguns companheiros, é impossível que o bichito não te pique. Ainda não me adaptei completamente a essa nova versão, que, para quem vem do FM17, apresenta muitas novas features, principalmente no âmbito tático e de controle de plantel, mas, como vinha tendo algumas dificuldades para me empolgar em saves offline, acabei me decidindo a contar uma história, que, de antemão, afirmo que será simples, nada mais que um relato do que estou jogando. 
      O clube escolhido é o Fútbol Club Andorra, que participa da pirâmide espanhola, estando, na vida real, na Preferente Catalana, equivalente ao quinto nível, mas como a expansão de ligas ainda não está completa, o coloquei na Tercera División, que é o quarto nível, substituindo a equipe de menor reputação presente. 
      A minha ideia para esse save será utilizar apenas jogadores andorranos. Para isso, habilitei, além da pirâmide espanhola, as duas divisões do futebol andorrano. 
      O treinador do clube será o ex-zagueiro Antoni "Toni" Lima, que, apesar de nunca ter atuado no clube, é um dos maiores jogadores da história do futebol andorrano. Antoni tem um irmão mais novo, Ildefons, que atualmente atua no próprio futebol andorrano, mas foi formado no FC Andorra e rodou por vários clubes, passando até mesmo pelo futebol da América, onde atuou no Pachuca. Via editor, coloquei o no clube para que termine sua carreira onde começou e "comandado" pelo irmão. 
      Concluindo, acredito que possa não receber a melhor recepção nesse retorno, pois cometi erros no passado, ofendi alguns membros desnecessariamente, e sei que após errar, a confiança não retorna de imediato, mas espero pode demonstrar que os erros ficaram no passado e que retorno à área com uma nova forma de pensar e me comportar. De todas as maneiras, um sincero pedido de desculpas para aqueles com quem não me portei bem no passado.
      Espero me divertir e que vocês também se divirtam com a história.
      Luiz. 
    • Neynaocai
      By Neynaocai
      Por um erro meu o tópico anterior foi arquivo/apagado, mas o save continuou firme e forte. Algumas alterações pequenas neste, para melhor acomodar a história.

      Dez anos depois
      Quando contrataram Robbie Keanne para treinar o Killie, ninguém podia imaginar o que aquilo significava para cidade de Kilmarnock. Muito menos, poderiam imaginar o que representava para o Robert Davie Keanne.
      Como poucos sabiam, apesar de nascido em Dublin, Robbie crescer nos arredores do Castelo De Turnberry e embora amasse a Irlanda e fizesse sucesso com a camisa verde, as vezes pegava-se a pensar em como teria sido se tivesse ficado em sua cidade. Se ganharia títulos, se seria convocado para seleção escocesa.
      Essa história começou em 2018, logo após ele anunciar sua aposentadoria. Muitos contam um encontro inesperado quando foi encontrar velhos amigos no pub Oceans 11. Mas a verdade, senhoras e senhores, desconhecida do público, foi revelada aos poucos, com esse final bombástico.
      Começar essa história pelo final é para te convidar a participar da epopeia que movimentou o futebol da Escócia – e do mundo, por que não? Durante os dez anos de ligação entre Robbie e Kilmarnock. Hoje ele deixa o clube, mas estará para sempre em nossos corações.
       
      A contratação
      Angus, seu amigo de longa data, começou o brinde:
      _ Ao nosso Keane, que não é o irmão do Roy! O irlandês mais escocês que essas colinas já vira. Seja bem-vindo a vida mansa, companheiro. Brincou o ruivo McDonald.
      _ Senhores, senhores, ainda não estou no ritmo de férias, passei apenas para vê-los. Amanhã, iniciarei o módulo final do curso para retirar a Licença Pro Continental. Contestou Robbie e continuou. Como anda as coisas no nosso Killie?
      Neste momento, uma figura imensa entra no pub e um silêncio se impera. Alguns cochichos nos grupos, mas ninguém volta a conversar até que o recém-chegado anuncia aos brados:
      _ Cerveja liberada até eu sair!
      E chegando-se a mesa de Robbie gritou, em bom e velho galês:
      _ Dea-oíche, mister Robbie. Serei direto, para que possamos beber tranquilamente. Meu nome é Billy Bowie, sou descendente de Arthur Guinnes e CEO da cervejaria. O nosso amigo Angus me convenceu a patrocinar um projeto em que você é a figura principal, pelo nome e história.
      Robbie demonstrou surpresa, mas aguardava aquele encontro há muito tempo. Tudo corria conforme esperado.
       
      Kilmarnock  FC
      O Clube leva o nome dessa cidadezinha bem de boas, no leste escocês, a poucos quilômetros de Glasglow. Fica próxima ao Castelo de Turnberry, onde Robert The Bruce nasceu e cresceu.
      A cidade possui pouco mais de 45.000 habitantes e deu ao mundo o whiske Jhonnie Walker. Ocorre que em 2009, a atual dona da marca tirou a centenária fábrica de Kilmarnock, o que gerou protestos, mas não teve jeito. Por isso, em nossa história, a também centenária cervejaria Guinnes é que irá patrocinar o clube. Afinal, eles estão buscando criar raízes na terra da aguardente vermelha.
      Também em Kilmarnock viveu um cara chamado Alexander Fleming que ganhou o Nobel da Medicina por criar uma coisa não muito útil chamada Penicilina.
      Já o clube é apenas o profissional mais velho da Escócia, o que me fez acreditar que eu fazia parte do Clube dos Pioneiros, mas daí eu vi que o clube mais antigo do Queens Park FC, que agora é um time semiprofissional. Já adiantando, Queens Park é nosso parceiro.
      Enfim, o Killie como é chamado, conquistou um escocesão em 1964/65, três copas da Escócia 1919/20, 1928/29 e 1996/97, além de uma copa da Liga em 2011/12.
      Jogamos no acanhado, mas aconchegante Rugby Park, com capacidade para 18.128 torcedores.
      O presidente do Clube, Billy Bowie, que na nossa história é dono da Guinnes, na vida real é dono de uma empresa de transporte de resíduos e talvez não seja um bilionário.
       
      Regras, objetivos e curiosidades do save:
       
    • DiogoHernandes
      By DiogoHernandes
      A REENCARNAÇÃO DO HERÓI
      Olá, aqui estou de volta, já faz algum tempo que estava planejando este save mas nos últimos meses não tinha motivação para jogar FM novamente, isso tudo voltou quando estava com um PC velho e resolvi baixar o FM13 para passar um tempo, foi baixar o game e vontade de jogar veio com tudo pra cima de mim. Isso já faz um tempo, fui me segurando para não começar o save sem um formato estabelecido e conversando com um pessoal daqui da área e especialmente o @Tsuru fui estabelecendo as diretrizes do save.
      O save será totalmente dentro da Dinamarca, embora eu tenha carregado mais algumas ligas elas estão como "ver apenas", e terá como objetivo principal treinar a Seleção Dinamarquesa e superar a melhor campanha da seleção em Copas do Mundo, mas para isso preciso percorrer um longo caminho, meu treinador começará sua jornada com 20 anos e sem qualificações anteriores e com um passado somente no futebol amador. O nome dele será Holger Dasnke, o mesmo nome do herói que segundo a lenda quando a Dinamarca passar por um perigo iminente ele levantará do seu trono libertará a nação.

       
      DIRETRIZES DO SAVE
      Não sair dos clubes pedindo demissão ou se candidatando a outros clubes, só sair em fim de contrato ou sendo demitido. Não assumir clubes de divisões superiores ao meu antigo clube. Na primeira divisão até ganhar um título nacional, só assumir clubes que acabaram de subir ou da segunda divisão. Não assumir a seleção principal da Dinamarca sem antes ganhar um título nacional de primeira divisão. Não usar a barra de pesquisas para contratação de jogadores/staff, usar somente a base de dados fornecidas pelos olheiros do clube e pelos agentes.  
      OBJETIVOS DO SAVE
      Ganhar o Campeonato Dinamarquês Ganhar a Eurocopa Ganhar as Olimpíadas Chegar em uma Semi-Final de Copa do Mundo  
      ÍNDICE
      Temporada 1
      O primeiro emprego
      Os heróis improváveis
      Uma contratação mágica: Ibra chega ao Kolding!
      Um pistoleiro sem balas
      Temporada 2
      Seguindo os passos do mestre Fernando
       

×
×
  • Create New...