Jump to content
Sign in to follow this  
El Ligero

Extremadura Unión Deportiva

Recommended Posts

El Ligero

Boa noite a todos! Retorno a esta área após algum tempo de reflexão depois de abandonar o Mogi Mirim por ter perdido a graça muito cedo. Espero que dessa vez eu consiga levar a história até o final.

5b30cb56f01ed.jpg.8dcaa98f4876aac0870f2a68729878c0.jpg

“Depois de cair na primeira fase da Copa do Rei e da Copa da Federação Espanhola, o Extremadura Unión Deportiva continuou sua odisséia de más atuações e chegou há 13 rodadas para o fim da Segunda División abrindo a zona de descenso para o quarto escalão do futebol espanhol.

taba.thumb.jpg.d8d39f9b5a26491f35697ac32d7e2b8e.jpg

Desesperados, Los Azulgranas demitiram o técnico Juan Sabas e anunciaram até o final da época o antigo treinador das camadas jovens, um uruguaio de 38 anos chamado Viktor Tabárez. O sobrenome não é mera coincidência, Viktor é filho do técnico lendário da seleção do Uruguai Óscar Tabárez e tentará seguir os passos do seu pai.

Com mais da metade da época transcorrida terá a ingrata missão de salvar o clube do descenso apesar das limitações técnicas e dos cofres vazios.”

extrmaor.jpg.d8fa049deef63799a2aca79876d888de.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PauloLima13

Boa sorte

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Fala El Ligero!

A sua proposta é interessante, principalmente para evitar se cansar logo com o jogo.

Mas faço a ressalva: você pegou um time com 13 jogos por fazer e na zona de rebaixamento. É perfeitamente possível se salvar, só que caso isso não aconteça e você seja rebaixado? Vai seguir mesmo assim? 

Ou então, caso seja demitido, o save continua?

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico

Já enfrentei o Extremadura se eu não me engano nos meus tempos jogando com no Real Sociedad B no mesmo FM17. Se não enfrentei, observei muito eles na divisão, pois aprendi muito sobre as divisões inferiores do espanhol jogando por lá.

É aquela história, esses clubes da Segunda Division tem muitas dificuldades financeiras, tem alguns clubes profissionais e outros semi-profissionais, e diferença de algumas equipes existe. 

Mas a situação do clube não é boa na tabela também. Tem poucos jogos para disputar e terá que ver se consegue alguns jogadores livres caso o elenco seja muito fraco para dar algum gás na equipe. E como o Vinny questionou, se dar certo, beleza, mas se der errado, e o clube cair, como fica a situação? Vai continuar? Você usou alguma Db pra adicionar uma quarta divisão?

Boa Sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Khroiskantis

Boa sorte

Share this post


Link to post
Share on other sites
El Ligero
Em 28/07/2019 em 23:40, marciof89 disse:

Boa sorte.

 

Em 29/07/2019 em 13:18, PauloLima13 disse:

Boa sorte

 

3 horas atrás, Henrique M. disse:

Boa sorte.

 

2 horas atrás, Khroiskantis disse:

Boa sorte

Obrigado a todos!

Em 29/07/2019 em 16:53, vinny_dp disse:

Fala El Ligero!

A sua proposta é interessante, principalmente para evitar se cansar logo com o jogo.

Mas faço a ressalva: você pegou um time com 13 jogos por fazer e na zona de rebaixamento. É perfeitamente possível se salvar, só que caso isso não aconteça e você seja rebaixado? Vai seguir mesmo assim? 

Ou então, caso seja demitido, o save continua?

Boa sorte.

Obg pelo comentário amigo! Sim, eu queria um desafio a longo prazo e quando conheci a história do Extrema foi uma luz. Caso eu seja demitido pego a casaca e sigo a boiada kkk

Em 29/07/2019 em 17:06, MitoMitológico disse:

Já enfrentei o Extremadura se eu não me engano nos meus tempos jogando com no Real Sociedad B no mesmo FM17. Se não enfrentei, observei muito eles na divisão, pois aprendi muito sobre as divisões inferiores do espanhol jogando por lá.

É aquela história, esses clubes da Segunda Division tem muitas dificuldades financeiras, tem alguns clubes profissionais e outros semi-profissionais, e diferença de algumas equipes existe. 

Mas a situação do clube não é boa na tabela também. Tem poucos jogos para disputar e terá que ver se consegue alguns jogadores livres caso o elenco seja muito fraco para dar algum gás na equipe. E como o Vinny questionou, se dar certo, beleza, mas se der errado, e o clube cair, como fica a situação? Vai continuar? Você usou alguma Db pra adicionar uma quarta divisão?

Boa Sorte.

Eu to usando o patch limpo, então caso eu seja demitido vou para a fila do desemprego. O clube é semi profissional, falarei sobre isso na próxima atualização, oq complica as coisas porque treinamos menos. Creio que a dificuldade financeira vai ser o maior desafio... rapaz, não existe forma de renda

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Vai ser dureza. Principalmente porquê o clube não é profissional e as finanças...Boa sorte e espero que o save seja longo e duradouro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
El Ligero

5b30cb56f01ed.jpg.8dcaa98f4876aac0870f2a68729878c0.jpg

ÉPOCA 2016—2017

SEGUNDA DIVISIÓN — GRUPO 4

spacer.png

O início foi basicamente para reorganizar o clube, pois o meu antecessor deixou uma bagunça resumida a jogadores bons não inscritos e medíocres na equipa principal, para se ter noção não houve goleiro reserva até o final da época. Uma vez que organizei o extra campo os resultados surgiram e apesar da inconsistência ainda ser um problema duas vitórias seguidas na antepenúltima e na penúltima rodada bastaram para garantir a permanência com uma rodada por percorrer. Uffa!

× TABELA DE JOGOS ×

FUTEBOL TÁCTICO

tathome.jpg.3a458b5cd5f3a8c9348c44474cfd267a.jpg

Bom, assim que cheguei ao clube impus minha filosofia tática que segue. Para os jogos em casa no qual temos alguma vantagem técnica palpável utilizo o4—2—3—1 linha de 4; 2 MC; 2 CJA; 1 AS; 1 PL. O ás é sem dúvidas o avançado sombra, que entra na posição que seria teoricamente do volante. Os laterais são alas com instrução de apoio, os médios centros são médio recuperador de bola e medio área-área e para captalizar os cruzamentos dos CJA abertos 1 avançado completo. É um esquema agressivo, intenso e de riscos, que propõe triangulações e ultrapassagens como modo de ataque. Segue um golo típico do esquema citado.

× Golo de trabalho coletivo e vertical no 4—2—3—1 ×

Para os encontros onde somos favoritos ou jogamos em casa contra equipas do mesmo nível ou relativamente superiores o esquema táctico é parecido, mas o avançado sombra dá lugar a um volante de forma a criar uma trinca no meio-campo. Esse esquema tem duas variantes: quando esperamos levar vantagem seguramos os alas, quando esperamos pressionar sem perder o equilíbrio utilizamos o 4—3—2—1 com alas apenas de apoio. São três opções tácticas com a mesma filosofia, mas adequadas as mais variadas situações. Na minha opinião o 4—3—2—1 é uma táctica de perfeito equilíbrio, mas pode ser problemática quando é preciso pressionar; o 4—2—3—1 oferece o apoio dos alas e por dentro o avançado sombra perambula perto do avançado completo criando uma pressão muito grande na saída de bola e quando a bola chega próximo da área. Por outro lado os dois médios centrais são sobrecarregados e tem que dar conta do setor com disposição física e qualidades gerais.

PLANTEL E ESTATÍSTICAS

plantel.thumb.jpg.71a145778146134877f9a14dfef30388.jpg

Na próxima atualização farei uma análise de elenco mais profunda, mas de antemão dá pra afirmar que há uma base aproveitável para a época que inclui Fall, Barragán, Aitor e Walter, todos foram fundamentais desde que cheguei ao clube. Hume fez 5 gols na reta final da época sob meu comando e sem os seus gols a sobrevivência seria muito mais difícil. Montelongo, meu compatriota uruguaio, foi abaixo daquilo que eu esperava para um jogador acima da média da divisão. Eu não tenho orçamento para reformular o elenco, então vamos tentar manter a base do plantel. Outra coisa que conta contra é o fato do Extremadura ser semi-profissional, o que nos permite assinar apenas contratos part-time e limita o tempo de preparação.

RELATÓRIO FINANCEIRO

financeiro.jpg.30e4feb82919f1abe0c1b43859998f1c.jpg

Há um buraco entre as receitas mensais e as despesas, basicamente não temos como sustentar os gastos, que já são poucos, então vamos tentar manter as coisas como estão.

PRÊMIOS DA ÉPOCA

premios.jpg.ec019b4c616f7313b6e7ef51a9db4eaa.jpg

Próxima att: época 2017-2018

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Sem querer fazer um trocadinho, mas esta sua missão aí começou de forma extrema e dura, ainda bem que conseguiu no meio desta bagunça que pegou tirar o time do rebaixamento. No mais, um desafio bem interessante que passa por profissionalizar o clube e garantir dias melhores. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Parabéns por ter conseguido impor sua tática de início. Estou há três anos tentando fazer isso hahaha

Com isso, fez um bom trabalho. Basta saber se é um bom treinador ou um André Villas Boas.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
El Ligero
Em 31/07/2019 em 20:43, Jirimias disse:

Sem querer fazer um trocadinho, mas esta sua missão aí começou de forma extrema e dura, ainda bem que conseguiu no meio desta bagunça que pegou tirar o time do rebaixamento. No mais, um desafio bem interessante que passa por profissionalizar o clube e garantir dias melhores. Boa sorte!

Kkk eu gostei do prassodia mano! A missão será extra dura pelo fato q você citou de ser semi profissional. Obg mano!

Em 01/08/2019 em 10:38, Neynaocai disse:

Parabéns por ter conseguido impor sua tática de início. Estou há três anos tentando fazer isso hahaha

Com isso, fez um bom trabalho. Basta saber se é um bom treinador ou um André Villas Boas.

 

Eu apanhei em outros saves, me irritei e resolvi botar o time pra cruzar bola na área... Deu tão certo q as vezes eles nem cruzam kkk

 

web.jpg.555a0f4af80f68b4c77e4b8b6d3e126b.jpg

ÉPOCA 2017-2018

ALTAS Y BAJAS

trans1718.jpg?1564844341

Inicialmente respeitamos a proposta de manter a base da época passada, pois não tinha condição de protagonizar uma reformulação no plantel. Na contrapartida da saída de titulares como Hume e Cristóbal chegaram jogadores mais qualificados tecnicamente para qualificar um elenco desgastado pela má gerência. Mayor chega para ser o xerife na zaga; Aburjania é esperança de criatividade e qualidade no passe; Okoro tem na parte física a explosão e isso conta muito na SD; Dani López é um ótimo médio centro, mas também atua como MAC e PL, versatilidade importantíssima no plantel. Ruben López herda o vazio deixado pelo Hume e espera-se que seja o homem-golo. Os demais são peças a princípio para trazer alternativas técnicas que  faltaram  na última época e mais profundidade na hora dos desfalques.

SEGUNDA DIVISIÓN - GRUPO 4

class19.jpg?1564843453

Bem, marchamos sempre entre os 4 primeiros, na maior parte da época acompanhados pelo Marbella e pelo Lorca. O regulamento funciona assim: os campeões de cada um dos 4 grupos se encontram em duas fases mata-mata que nada mais são que as semifinais da Segunda División de facto.

Os demais classificados entre 2° e 4° são remanejados para uma espécie de “repescagem” composta por duas eliminatórias no sistema ida-e-volta; apenas o campeão da eliminatória secundária ascende para a Segunda División junto com o campeão nacional e o vice campeão nacional.

 PLAYOFFS DE ASCENSO

matamata.jpg?1564844505

Retomando, conseguimos a classificação em 1°, o que representaria a possibilidade de alcançar o acesso na próxima eliminatória e de quebra disputar a final da liga. O adversário seria o Hércules.

O resultado não mente. O Hércules descendeu na época passada e ainda tem alguns remanescentes da Segunda División que fazem dos herculanos muito melhor que a maioria das equipas do campeonato. A derrota no agregado das duas mãos pôs fim as chances do Extrema ser campeão e adiou (muito) o sonho do acesso. Agora seria preciso fazer o trabalho dobrado.

No caminho estava o Linense, uma equipa de conjunto sólido que havia nos derrotado pela liga. O resultado em casa foi fundamental, o terceiro e derradeiro golo saiu nos acréscimos e garantiu uma segunda mão tranquila.

2ª DIVISÃO B – 2ª FASE PLAYOFFS (1ª MÃO)

ida.jpg?1564844150

Quero salientar que chegamos na final sem o Fall e o Boateng, pois ambos estavam a serviço das suas seleções creio que pela Copa das Nações. Outro desfalque foi o Dani López, então a terceira opção Cyril Dreyer foi aos leões. O Marbella havia nos derrotado na primeira volta da Liga por 2 a 0 (João Pedro 2x) e nós demos o troco no returno por 1 a 0 em casa (Walter). No entanto prevaleceu o apoio da torcida e outra vez fizemos um grande resultado em casa. Rubén Fonte foi sensacional e entrou para a história com um hat trick.

2ª DIVISÃO B – 2ª FASE PLAYOFFS (2ª MÃO)

voltafinal.jpg?1564843933

Os jogadores não demonstraram o mesmo nível de concentração da época, mas a vantagem era muito grande e isso bastou. Depois muita festa na cidade e na fronteira com Portugal. O Extremadura voltou para o segundo escalão do futebol espanhol após 15 anos de ausência.

PRÊMIOS DA ÉPOCA

premiosdaepoca2018.jpg.5dd50a5600867e1f63015d40990396ad.jpg

Eu não tirei SS das estatísticas, mas essa foi a equipa base da época. Doblas, com 37 anos, sofreu pouquíssimos gols e mostrou rara longevidade. Aitor, com 31 anos, deu segurança defensiva e teve bons momentos de apoio ao ataque. Mayor cumpriu com as expectativas e teve atuações seguras, sua força na bola aérea rendeu 3 gols. Zamora, outro acima dos 30 anos, aliou experiência a qualidade e por incrível que pareça não se lesionou sequer por 1 dia sendo um dos que mais jogou na época. Benítez desbancou Sérgio Rodríguez e foi uma grata surpresa com atuações consistentes. Abdulaye Fall tem tudo: boa qualidade técnica, boa qualidade física e versatilidade (pode atuar como MCD, MC, MAC), mas foi como médio recuperador de bolas que além de muitos desarmes proporcionou qualidade na saída e alguns golos fruto da presença constante na grande área. Aburjania ditou o ritmo de jogo, deu muitas assistências e meteu gols decisivos. Se retornar ao Sevilla irá fazer muita falta. Okoro foi o menos regular no ataque, mas o baixo nível da liga e a falta de concorrência com Xabier Santos e Ahrach fizeram dele peça chave momentos esporádicos, porém não menos importantes. Dani López foi uma das principais aquisições da época e respondeu a confiança da melhor forma: gols e principalmente assistências. Walter formou uma dupla dinâmica de pontas com o Okoro, ele foi quem mais deu passes para gol e caiu nas graças da torcida: está no painel como ídolo. Com apenas 29 anos ainda espero mais por fazer. A melhor descrição para Rubén Fonte é: a cereja no bolo. Havia algo especial para ele nessa época, talvez a famosa “época da vida”, pois tudo o que chutava era gol. Para melhorar lesionou-se pouco, coisa que maximilizou seus números.

fontemelhormarc.jpg.1506c74f7ccb86de34de3320c01fb531.jpg

FINANÇAS

financeiro.jpg.0a4564b1d777b6e16b2f35f2a7af5572.jpg

Não há recursos e nem previsão para tal, não perdemos mais dinheiro porque perto de anunciar o balanço financeiro o presidente injetou 1M. Já adianto um spoiler: o orçamento para a próxima época foi REDUZIDO!!! Sim, isso mesmo: ganhamos um acesso e de brinde menos dinheiro para contestações e salários. Não tenho ideia de como montar o plantel para a Segunda División.

sumario.jpg.2472e75959a27f6bf9e5499054c689a4.jpg

Próxima atualização: época 2018-2019

Edited by El Ligero

Share this post


Link to post
Share on other sites
saponheta

Agora sim começa o desafio o jeito agora é correr atrás de parceria com outros times nem que seja só pra receber uma trocados e para montagem de elenco acho melhor correr atrás de empréstimos vindo do Barcelona B, Real Madrid B e dos outros grandes da Espanha e caso seja possível fique de olho na base do Racing Santander.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Até que fez uma temporada razoável. Existem algumas Canteras que produzem bons jogadores e que podem vir por empréstimo: Athlétic Bilbao, uma das melhores, Osasuna e pode encontrar alguma coisa no Racing Santander. Basta realizar uma boa pesquisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

@El Ligero seus links estão quebrados nesse último post.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Parabéns pela promoção, achei que demoraria mais tempo para isso, dada a temporada inicial, mas foi brilhante na segunda temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Fez uma boa temporada, com um final bem bacana. Agora é ver se consegue fazer a manutenção dos jogadores que são bons e trazer alguns jovens que possam ajudar. Vai ser trabalhoso, mas acredito que consiga. Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lanko

Subiu com autoridade, já na primeira temporada e arrumando um clube que tava em cacos pela passagem desastrosa do último treinador.

Vamos ver se se mantém na segundona agora, onde vai ter várias camisas tradicionais também.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Duas coisas. Primeiro, não pude deixar de reparar na disputa com o Atlético de Lins: o Linense.

Segundo, esse Rafael Santos Borré é o do River Plate. Que tava fazendo no Murcia?

No mais, excelente temporada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
El Ligero
Em 03/08/2019 em 10:34, vinny_dp disse:

@El Ligero seus links estão quebrados nesse último post.

Obg, foi corrigido.

Em 04/08/2019 em 20:56, Henrique M. disse:

Parabéns pela promoção, achei que demoraria mais tempo para isso, dada a temporada inicial, mas foi brilhante na segunda temporada.

O plantel não mudou tanto, os jogadores só precisavam de organização e confiança.

Em 04/08/2019 em 22:20, marciof89 disse:

Fez uma boa temporada, com um final bem bacana. Agora é ver se consegue fazer a manutenção dos jogadores que são bons e trazer alguns jovens que possam ajudar. Vai ser trabalhoso, mas acredito que consiga. Boa sorte.

Comentário pertinente, pois somente os extremos tem interesse: os jovens no princípio ou os experientes sem contrato. Os últimos ainda são mais caros.

Em 05/08/2019 em 01:32, Lanko disse:

Subiu com autoridade, já na primeira temporada e arrumando um clube que tava em cacos pela passagem desastrosa do último treinador.

Vamos ver se se mantém na segundona agora, onde vai ter várias camisas tradicionais também.

O nível técnico de uma liga pra outra é MUITO grande, creio que desta vez apenas organização não vai resolver. Vamos lá!

Em 06/08/2019 em 10:49, Neynaocai disse:

Duas coisas. Primeiro, não pude deixar de reparar na disputa com o Atlético de Lins: o Linense.

Segundo, esse Rafael Santos Borré é o do River Plate. Que tava fazendo no Murcia?

No mais, excelente temporada!

Esse Linense tá monstro haha sobre o Borré, ele foi comprado pelo Villareal e emprestado em seguida. Seria titular absoluto por aqui.

_

1542652573_969424_1542652928_noticia_nor

ÉPOCA 2018-2019

| A LUTA CONTRA O DESCENSO TAMBÉM TEM SUA GLÓRIA |

ANTEVISÃO

Depois de uma excelente época na qual obtivemos a promoção para a Segunda División era hora de se preparar para um desafio ainda maior: a permanência no segundo escalão da La Liga.

expect.jpg?1565656301

O primeiro problema foi o orçamento, que pelo deficit no balanço foi cortado em 30% para transferências e salários. O segundo foi a baixa reputação do clube, que trouxe várias limitações na formação do plantel. Para ultrapassar essas dificuldades seria preciso trabalho clínico e um bucado de sorte.

recomendado.jpg?1565656812

Outro fator chave e que pode ser fulcral nas próximas épocas foi a parceria anunciada com o Barcelona. 

Na pré época eu não estava a receber recusas atrás de recusas, inclusive em propostas por empréstimo, muitos optando por assinar contrato com equipas rivais na luta contra o descenso. Numa medida um tanto desesperada busquei no pedido de clube-mãe uma alternativa, mas não esperava uma opção tão prolifera. Foi um ponto alto alternativo na temporada.

ENTRADAS E SAÍDAS

trans.jpg?1565656955

A dinâmica da época foi em torno da montagem do plantel, pois muitos contratos terminaram e no princípio da janela de transferências havia cerca de 11 jogadores no plantel. O que nos atrapalhou muito foi a falta de interesse de alguns e o salário alto de outros, apenas na segunda metade da época contratamos com um pouco mais de critério aqueles que outrora não tinham interesse (ou estavam a pedir muito), mas não encontraram um clube até dezembro/janeiro. Isso deu um “gás” extra na luta contra o descenso.

RESUMO DAS COMPETIÇÕES

resumo.jpg?1565658337

— SEGUNDA DIVISIÓN

O começo foi o melhor possível, 6v, 2e, 4d nas 11 rodadas iniciais, o que obviamente jogou a equipa para o meio da tabela. Os resultados seguiram algo inconstante, mas dentro do prognóstico: vitórias em casa e a maioria dos tropeços ocorreram na casa dos rivais. Jordan Gaspar, Lobato e Jerez formaram um trio ofensivo de respeito... até as lesões chegarem. No final da primeira metade da SD o Extremadura ocupava a DÉCIMA POSIÇÃO.

× PRIMERA VUELTA

O mercado de verão fez muitos rivais diretos se reforçarem, Tiago Pires e Gazzaniga (que se fez titular na meta por um período considerável devido a ausência de Doblas) se mostraram peças importantes na reta final da época - Angban foi uma aquisição nas semanas derradeiras da época, mas prestou contributo.

O fato é que o desempenho caiu vertiginosamente. 1v, 3e, 8d entre janeiro e o princípio de abril nos derrubou para a 17ª posição entre as 21 equipas da liga, em certa altura - no confronto direto contra o Numancia - um golo salvador nos manteve por 1pt da zona do descenso. Soma-se a isso perdemos por mais de 1 mês Gaspar, Walter, Peris, Iriarte, Lopez, todos por lesão. Foi o fundo do poço, sem uma reação o descenso foi de improvável para o princípio de uma amarga aceitação.

Então chegou abril, o mês da mentira... mas não para nós! Uma parte dos lesionados retornou e a equipa mudou da água pro vinho. É tanto que logo após o fim de abril fechamos a época com 1e e 3d, acabando por garantir a permanência na antepenúltima rodada apesar da derrota contra o Zaragoza. Foi o fim de uma epopéia com momentos oscilantes e um fim dramático, porém feliz. Quando a época acabou a permanência num meio de tabela, que não condiz com o sufoco que passamos, foi comemorada como uma grande conquista.

× SEGUNDA VUELTA

— COPA DO REI

ta%C3%A7adorei.jpg?1565657120

Continuamos sem sucesso algum, sinto em dizer que ainda não conheço o gosto de uma vitória em competição eliminatória.

PRÊMIOS E HONRARIAS

premios.jpg?1565657211

PLANTEL E ESTATÍSTICAS

plantel.jpg?1565657346

Toni Doblas tem se tornado uma referência, são 3 épocas do goleiro experiente de 37 anos no Extremadura. O problema é que as lesões se tornaram uma frequente nessa época e apesar da regularidade sua posição tornou-se uma questão. Aitor Fernández também é remanescente da primeira época e aos 30 anos tem sido bastante regular. Pawel foi o ás na defesa, pois mesmo nos piores momentos segurou as pontas e pouco frequentou o Departamento Médico. O polonês foi uma peça-chave pela consistência e pela qualidade na bola aérea.

Ricardo Mayor foi uma contratação de 2 épocas atrás para ser fundamental na promoção; não apenas cumpriu o objetivo como fez exibições seguras ao lado do Pawel e demonstrou estar a altura da liga. Peris é um jogador experiente e para ser sincero eu esperava mais, por várias vezes (e principalmente no segundo turno) perdeu a posição para o esforçado Sérgio Rodríguez.

Beobide foi fulcral. Ótimo marcador garantiu a solidez no meio-campo e ajudou bastante a defesa na campanha até se lesionar por um curto período, depois retornou e permaneceu sendo um senhor leão. Fall é outro que me acompanha desde o princípio e outra vez foi o faz-tudo no meio-campo devido a sua dinâmica para defender e atacar, nas semanas derradeiras da época o seu corpo não aguentou e o volante lesionou-se sendo muito bem suplantado pelo português Filipe Marques

Tiago Pires tem um excelente futuro no Barcelona, a sua qualidade no passe aliado a alguma eficiência no desarme faz dele um médio especial, além disso tem um arremate de longe poderoso que garantiu alguns golos.

Israel Jerez chegou com a temporada no princípio e se tornou titular com uma grave lesão do Gaspar. Com 31 anos fez a época da vida ao lado do Walter, que nessa altura é ídolo da torcida pelas 3 épocas de lealdade ao Extrema. O Iriarte foi a grande revelação da época e mostrou que selecionamos bem os empréstimos. Não deu chances ao Rubén Fonte, Trata-se de um autêntico matador que através da grande época que fez logo que retornou ao Betis acabou negociado com o Atlético de Madri por 40M (5% disso resolveria o meu problema por algumas épocas).

CAMADAS JOVENS

diegodiaz.jpg?1565657676

Eu não destaquei as camadas jovens da equipa até hoje porque as estruturas são ruins e o recrutamento é pior. Mas pela primeira vez temos uma promessa decente. Diego Diaz tem uma base técnica promissora para a sua idade e uma mentalidade progressiva que pode ajudá-lo no processo de aprendizado.

FINANÇAS

finan%C3%A7as.jpg?1565657826

Deixamos o vermelho para trás! Não foi nada fácil manter a folha salarial praticamente a mesma por quase 3 épocas, mas na Segunda División os gastos baixos contrastaram com um lucro de aproximadamente €300m por mês graças aos direitos de transmissão televisiva - que foi responsável pela maior fatia das nossas receitas.

sumario.jpg?1565657951

Isso não significa que vamos ampliar os gastos, pelo contrários, vamos tentar manter as coisas como estão afim de continuar com alguma margem de lucro mensal e assim progredir gradativamente.

Próxima atualização: Época 2019-2020

Edited by El Ligero

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Que bom que conseguiu se manter na divisão. Espero que na próxima temporada tenha mais sorte.

 

PS: Algumas imagens não aparecem.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
El Ligero
23 horas atrás, LC disse:

Que bom que conseguiu se manter na divisão. Espero que na próxima temporada tenha mais sorte.

 

PS: Algumas imagens não aparecem.

 

Obg, agora tenho um servidor seguro

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lanko

Fez uma campanha bem sólida, e que sorte também de conseguir uma parceria logo com o Barcelona. Conseguiu alguns jogadores excelentes e com finanças relativamente estabilizadas pode até trazer um ou outro nome um pouco melhor.

Pode até ser uma boa que não suba por mais um ano pra equilibrar as contas ainda mais e com certa tranquilidade, do que ter outra luta contra o rebaixamento numa divisão muito melhor. Pode ir mais preparado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Achei que ia sofrer mais pela quantidade de contratados na janela, geralmente traz problemas.

Uma boa essa parceria com o Barcelona, quem sabe não rola uns Munir de empréstimo por aí hahaha

Alguém deve sugerir, mas se não, falo eu. Colocar as respostas aos comentários junto do post e antes do banner dá uma confusãozinha. Já fiz isso, reclamaram.

Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Tsuru
      By Tsuru
      Os celtas eram um conjunto de povos que ocupava grande parte do território da Europa por volta de 1.000 a.C., indo desde a atual Grã-Bretanha até o local onde hoje é a Turquia. Há muitas teorias sobre a origem e a expansão desses povos, mas é um período tão antigo que as raízes se perdem no tempo. É inclusive dessa época que surge a lenda do Rei Arthur, que teria liderado a resistência dos bretões celtas contra os romanos.
      Outro detalhe interessante é que, na cultura celta, "Brasil" era uma ilha mística situada em algum local do oceano, e a própria origem desse nome é céltica. Há quem acredite que os povos antigos já conheciam a origem do Brasil e que foram eles que introduziram, na cultura popular europeia, a informação de que existiam terras além mar cheias de riquezas e animais exóticos. Esse detalhe eu não sabia e quem compartilhou a informação foi o @Inner Logic.
      Entre outras coisas que se sabe concretamente, é notório que os celtas veneravam a natureza e que, entre seus pares, existiam os druidas, pessoas encarregadas das tarefas de aconselhamento, ensino, orientações filosóficas e jurídicas, e rituais religiosos. 
      Entre os druidas famosos, reais ou imaginários, estão o lendário Merlin e o Panoramix, que preparava a poção mágica do Asterix. E essa figura do druida sempre fascinou este que vos fala, o que levou a pesquisar mais sobre a cultura em questão e sobre sua história.
      Descobri, inclusive, que hoje existem seis nações apontadas como “célticas originais”, por manterem traços culturais ou de linguagem desse povo - País de Gales, Escócia, Irlanda, Bretanha (no norte da França), Cornualha (sul da Inglaterra) e Isle of Man (entre a Inglaterra e a Irlanda). Há ainda outras regiões onde a influência celta é considerada forte, como o Norte de Portugal, as regiões da Galícia e Astúrias na Espanha, e a antiga Gália (atuais França, Bélgica e norte da Itália). E há ainda territórios ocupados por antigas tribos celtas onde pouco se sabe sobre o legado deixado por eles, como o sul da Alemanha/Áustria e diversos países do Leste Europeu.
      No futebol, talvez a influência mais clara desses povos seja o Celtic FC da Escócia, batizado com objetivo de propagar o orgulho que os fundadores tinham dessa origem.
      Já havia lido sobre a liga de futebol do País de Gales e sentido bastante vontade de experimentá-la, talvez porque seja um país muito associado aos druidas. E a ideia se complementou com a descoberta das nações célticas.
      Assim, narrarei a carreira de Drew Johnson, um treinador galês fictício sem qualquer experiência, apelidado de “O Druida” por ser um adepto do Neodruidismo.
      A jornada se iniciará na terra natal de Johnson, uma vila de 7 mil habitantes chamada Cefn Mawr (se lê "Kevin Maur"), localizada no condado de Wrexham.

       


       


      Carreguei todas as nações celtas “originais”, algumas delas representadas pelo país onde se situam, e escolhi outras para representar os territórios com forte influência céltica. 
      Na database original do FM, a liga galesa só tem a Welsh Premier League, a elite do futebol local; para dar um pouco mais de emoção, ativei a segunda divisão através do update do Classen.
      Foi necessário deixar alguns países de fora - por exemplo, Itália, Alemanha e Áustria - até porque não sei se meu notebook aguentaria o tranco. Só para garantir, diminuí a qualidade gráfica e tirei as animações, aparentemente o jogo está rodando sem problemas.
      Acho que, no geral, ficou bem representativo e com boas opções de progressão de carreira.
       

       
      Conquistar pelo menos um título por cada país onde passar País de Gales Inglaterra - National League (Forest Green Rovers) França
        Conquistar um título invicto; Conquistar, em uma temporada, todos os títulos em disputa; Vencer a Liga dos Campeões da Europa; Vencer a Copa do Mundo; Me divertir.
       
       
      Nunca pedir demissão no meio de uma temporada;
      Se receber uma proposta e estiver empregado, priorizar a assinatura de novos contratos para o início da temporada seguinte, fazendo o máximo possível para não abandonar nenhum clube durante uma competição.
       
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Reflexões, ponderações e filosofias
      Antes de falar do save em si, queria aproveitar o espaço para fazer um desabafo. Parece que a cada novo FM que surge eu vou perdendo cada vez mais o contato que eu tinha com o jogo no passado, mas vejo alguns exemplos de pessoas na mesma faixa de idade, mesma faixa de afazeres ou até em faixa maiores, jogando e tendo a boa e velha conexão com o jogo. Não sei se posso culpar o jogo em si ou culpar o jogo com relação a mim. Poderia ser pessoal, mas recentemente venho me divertindo no Football Manager 2008 e poderia facilmente migrar para o Football Manager Touch, que foi minha grande empolgação com um save, tirando os playoffs de promoção com o Santarcangelo. Então acredito que o problema não é do jogo, nem da minha relação com o jogo. É do que eu quero ver acontecendo no jogo.
      Infelizmente eu escolhi um desafio que o jogo não estava disposto a aceitar nas minhas condições, era possível, mas eu precisava aceitar as condições que o jogo impunha e isso não era o suficiente, eu precisava de mais e não aguentava ver o resultado do que eu queria dentro de campo. Não ligo para derrotas, para os percalços, desde que eles ocorram com meu time atuando da maneira pela qual ele foi desenhado para atuar. Se eu me comprometo com a retranca, tenho que estar ciente do que ela causa, se eu me comprometo com o jogo ofensivo, tenho que estar ciente do que ele causa e assim por diante. A questão é que eu me comprometi com uma coisa diferente, que era o líbero, não era uma questão de tática, não era uma questão de estilo de jogo. Era uma questão de trazer uma função morta para o FM e fazê-la funcionar tanto defensivamente quanto ofensivamente, mas isso limitava meu estilo de jogo a ser puramente defensivo ou contra-ofensivo. E as equipes que tiveram grandes líberos ofensivos não jogavam exclusivamente assim e muitas poderiam ser descritas como equipes fluidas e ofensivas.
      Eu passei do estágio de querer ver um desafio impossível sendo feito por mim, passei do estágio de querer acumular títulos e fazer grandes saves em termos de troféus e vitórias. Tive um dos maiores prazeres no FM 2015 com uma equipe que ganhou 3 italianos em umas 15 temporadas, perdeu 2 vezes a Champions e até hoje sinto saudades desses momentos, pois ali eu não estava construindo a minha dinastia, ali eu estava construindo uma história em conjunto com um clube. Tinha aquele apego, tinha aquela paixão de transformar o mundo do futebol. E esse é um problema grande, não consigo fazer igual a maioria das pessoas e escolher um save simples, seguro e que seja factível de se encerrar. Eu quero o desafio de modificar a história, criar momentos que só o FM proporciona e isso acredito que vem dificultando o processo de jogar FM.
      Desafabo feito, hora de seguir adiante e tentar mais uma vez. Se falharmos, levantamos, sacudimos a poeira e tentamos de novo.
      Introdução
      No Football Manager 2014 eu tentei aquele desafio impossível, meu grande feito até hoje foi conquistar a Champions League com o Rangers da Escócia no FM 2012. Por isso, decidi apimentar as coisas e buscar o título da Champions League com outro clube britânico, só que dessa vez advindo da Irlanda. Foram lindas 12 temporadas com 10 títulos nacionais, 9 deles consecutivos e incontáveis títulos nas copas domésticas, transformando o Shamrock Rovers no maior vencedor de todas as competições irlandesas. Em nível continental, realizamos o feito que o Dundalk realizou nessa temporada, ao se tornar o primeiro clube irlandês a participar de uma fase de grupos de uma competição europeia e fomos além, chegamos até as oitavas-de-final da Champions em uma ocasião e participamos por 3 ou 4 vezes do mata-mata da Liga Europa. Porém, apesar de nunca sequer estar perto de alcançar o único objetivo do save, transformei o Shamrock Rovers, mas isso não foi o suficiente para alavancar o futebol irlandês e sem a alavancagem do futebol irlandês seria impossível chegar até o objetivo do save. Eu me frustrei com isso, encerrei o save, depois me arrependi, mas a decisão já estava feita. Contudo, nesse save desenvolvi jogadores, criei ícones e lendas do clube, inclusive consegui segurar uma gigante promessa irlandesa por mais de 10 temporadas na equipe, fazendo com que um jogador da base se tornasse um importante jogador da história da equipe. E eram essas pequenas coisas que seguravam o save, mas infelizmente, ele estaria fadado a nunca dar certo da maneira que eu gostaria.
      Por isso, no ano passado, o ggpofm traduziu e adaptou um texto sobre como tornar uma liga competitiva e eu decidi que era hora de tentar realizar o impossível novamente, porém eu incuti no erro de começar o jogo no FM 2014 e comparar as duas histórias e é óbvio que isso deu errado, pois eu me frustrava com o que ocorria e olhava e comparava com o que havia sido feito e me perguntava o que estava acontecendo e o que estava sendo feito de errado, até o ponto em que eu comecei a tentar emular as decisões do passado. Isso ruiu a tentativa.
      É hora de aprender com o passado e recomeçar um desafio diferente que é transformar uma liga com um desafio do passado, a busca do impossível. Sinceramente, espero que seja esse o combustível necessário, pois o fato de querer continuar participando ativamente da área me fez retornar rapidamente com uma história. Quando não estou contando um save, a atenção que dou a área é totalmente diferente e sinceramente, como é uma área que pulsa numa vibração interessante e revigorante, acho injusto comigo mesmo não estar aqui, mesmo que o preço seja mais uma história inacabada.
      Objetivo
      Conquistar a Champions League com o Shamrock Rovers Regras do save
      Se o jogador não serve mais para o Shamrock Rovers, a prioridade é repassá-lo para uma equipe irlandesa, mesmo que isso signifique aceitar uma oferta menor ou perder o jogador de graça. Não contratar destaques de outras equipes irlandesas. Buscar repatriar jogadores irlandeses de ligas estrangeiras. Buscar contratar jovens promessas de equipes irlandesas, com o propósito de acelerar a evolução do mesmo. Buscar antecipar a concorrência externa pelos principais jogadores da liga, evitando que jogadores de bom nível ou alto potencial saiam do país. (A única condição que permite contratar um jogador adversário que seja importante para o clube) Caso alguma nova necessidade vá surgindo, irei informar num post e adicionar aqui Histórico
      2017 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado na 1ª rodada qualificatória da Europa League
      2018 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado no Playoff dos campeões da Champions League, 4º lugar no Grupo K da Europa League
      2019 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Cup, 4º colocado no Grupo C da Champions League
      2020 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, eliminado na 3ª Qualificatória da Champions League e nos Playoffs da Europa League
      2021 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup e 4º colocado no Grupo C da Champions League
      2022 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º colocado no Grupo H da Champions League
      2023 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 2º colocado no Grupo J da Europa League
      2024 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup, eliminado nos 32-avos-de-final da Europa League e 3º colocado no grupo G da Champions League
      2025 - 2º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, eliminado nos 32-avos-de-final da Europa League e 4º colocado no grupo B da Champions League
      2026 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º colocado no Grupo L da Europa League
      2027 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup e 3º colocado no Grupo H da Champions League
      2028 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup e eliminado nas oitavas-de-final da Europa League e 3º colocado no Grupo E da Champions League
      2029 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado nos 32-avos de final da Europa League, 4º lugar no Grupo A da Champions League
      2030 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º lugar no Grupo C da Champions League
      2031 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup e 2º lugar no Grupo H da Champions League
      2032 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2031/2032  e 2º lugar no Grupo F da Champions League 2032/2033
      2033 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2032/2033 e 3º lugar no Grupo G da Champions League 2033/2034
      2034 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas quartas-de-final da Europa League 2033/2034 e 3º lugar no Grupo C da Champions League 2034/2035
      2035 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da Europa League 2034/2035, Campeão da Super Copa da UEFA 2035 e 1º lugar no Grupo H da Champions League 2035/2036
      2036 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2035/2036 e 3º lugar no Grupo E da Champions League 2036/2037
      2037 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Europa League 2036/2037, 4º lugar no grupo C da Champions League 2037/2038
      2038 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, 3º lugar no Grupo F da Champions League 2038/2039
      2039 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Europa League 2038/2039, 3º lugar no Grupo G da Champions League 2039/2040
      2040 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Europa League 2039/2040, 1º lugar no Grupo G da Europa League 2040/2041
      Histórico de posts
      Shamrock Rovers e Irlanda A primeira pré-temporada Algumas surpresas na tabela Liderança na Irlanda, decepção na Europa Vantagem é sempre importante A baciada fica para o meio do ano Uma temporada mais competitiva Irlanda x Escócia Celtic Park, Olympiyskyi, Vélodrome e King Power Stadium 3 contratações, 32 despedidas Enfim mediremos força com o Dundalk? Onde os outros perdem, nós vencemos Um empate que vale por duas temporadas e meia Em time que está ganhando não se mexe? Mais um voo solo? Dois patetas, as traves e um muro espanhol Em terra de irlandês, quem é Shamrock, é rei! As primeiras cifras em reforços Um começo de temporada inédito 166 convocações no elenco Os desafios financeiros da Irlanda Um estádio para chamar de nosso Alguém parará o Shamrock Rovers? Muita movimentação no Tallaght Uma Irlanda que dá trabalho O retorno do atacante solitário Falta embalar Uma chance inesperada Deem um pouco mais de crédito para a Liga Irlandesa Vendas milionárias Sentimos sua falta, O’Brien! Gribbinaldinho Fenômeno! A 5ª maior instituição da Irlanda Remodelagem tática A melhor campanha da história do primeiro turno Na perseguição do Cork City Verde é a cor da Irlanda Um vacilo milionário A melhor campanha da história do primeiro turno – Parte 2 Mais Irlanda na Europa Forde, por que faz isso comigo? Batemos a marca de 2 milhões Um carrossel verde e branco Simplesmente avassalador! Um péssimo ano para ser Bohemian Um mercado prolífico Um novo concorrente no horizonte? Eurocopa 2028 A solução que veio e que foi Chora, Allegri! Reaprendendo a jogar Tudo conforme o script Dinamo Zagreb A única vez foi em 2017 O bom filho a casa torna Uma máquina chamada Conor Wilson Copa do Mundo 2030 Maldito sorteio da Champions League Uma abordagem renovada Poxa, UCD! Um dia ruim por turno O doce aroma da elite europeia De pontas para volante Uma noite irlandesa em Londres As dificuldades de ser maior que a liga irlandesa Meus jogadores são de um material superior Que venha o Lyon! Teremos um campeonato!? Segue o líder! A gente bem que tentou, mas o Cork não quis! Regulamento debaixo do braço Faltaram apenas 6 minutos Mais uma vaga na Champions League! Dosharaithe E estamos de volta A estrada até aqui... Real Madrid x Shamrock Rovers Super Copa da UEFA Green Stadium Uma homenagem à Conor Wilson Começo claudicante, mas final esperado O fim de duas eras Sob nova direção A Airtricity Premier League é uma das 10 maiores da Europa 20 anos de Danny Green Um campeonato que ainda está em aberto Vexatório! O plano quinquenal Zero gols, zero derrotas Uma nova era para o Hoops Tinha um italiano no meio do caminho Uma insípida janela de transferências Um paredão azul Winner Winner Chicken Dinner Um quinquênio que durou dois anos Uma debandada do Green Stadium A lei do ex é terrível Em meio a Euro 40, Hoops quebram recordes Dois pênaltis, dois destinos Um pardal verde Queria contra-atacar como a máquina Uma estrada cheia de buracos Quando a esmola é demais, o santo desconfia
    • IgorNatalino
      By IgorNatalino
      Estamos animados em apresentar a todos, a criação do tópico para os kits FC'12, um projeto do FM Slovakia, para a temporada 2018-2019.
      Para os que gostam do nosso estilo de kits, aqui ficarão todos os links úteis e atualizações sobre o lançamentos dos kits, principalmente os brasileiros feitos por mim; A ideia principal do tópico é entregar packs de qualidade para todos jogadores do FM.
      Gosta de acompanhar o desenvolvimento dos kits e saber quais estão sendo produzidos?
      Nos acompanhe no Facebook - https://www.facebook.com/groups/allstar.kitmakers/
      Parceiros:
      FM Slovakia - http://fmslovakia.com/

      Todos os Kits produzidos na temporada 2016-2017:
      http://fmslovakia.com/downloads/kitpacks/fc12-season-201617/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2017-2018:
      http://fmslovakia.com/downloads/kitpacks/fc12-season-201718/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2018-2019:
      https://fmslovakia.com/en/downloads/kitpacks/fc12-season-2018-19/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2019-2020:
      https://fmslovakia.com/en/downloads/kitpacks/fc12-season-2019-20/

      Como instalar:
      Passo 1:
      Faça o download do pack e extraia usando Winrar ou 7-zip.
      Passo 2:
      Copie a pasta com os arquivos para:
      \Documents\Sports Interactive\Football Manager 201x\graphics\kits\
      p.s: Crie as pastas Graphics e Kits caso não existam.
      Passo 3:
      Abra o FM e vá em Preferências > Interface
      Marque "Recarregar Skin quando confirmar alterações nas preferências"
      Desmarque "Usar cache para reduzir o tempo de carregamento das telas"
      Tutoriais FC'12 (Inglês):
      Como criar kits com templates:
      https://www.youtube.com/watch?v=RDCOCkivnP4
      Como criar um template (Do zero):
      https://www.youtube.com/watch?v=up4P2sMZaus
      Política de Redistribuição:
      Para as pessoas que queiram disponibilizar packs em seus sites, vocês deveram linkar a respectiva página do pack oficial no FMSlovakia, não podendo ter seu próprio host do arquivo. Obrigado!
      FMSlovakia.com não como objetivo o lucro, só queremos ajudar a comunidade de Football Manager. Entretanto, considerando a quantidade de trabalho, um reconhecimento não seria de todo ruim, então obrigado em adianto por respeitar nosso trabalho e regras.
      ATENÇÃO
      O pack pertence ao seu criador, e ao site FMSlovakia.com. Disponível para quem quiser usar, mas apenas para uso pessoal . Os únicos links de downloads autorizados são no site oficial ou qualquer outro autorizado pelo autor. Ações legais poderão ser tomadas pelo autor.
      Gostou do nosso trabalho e esta disposto a doar uma pequena quantia?
      Sua doação será muito mais que bem vinda e garantirá o futuro do projeto.
      https://fmslovakia.com/donate/
      PS: Qualquer doação é destinada ao criador do projeto (Patres10) e ao site oficial FMSlovakia.
       
      Qualquer dúvida, sugestão ou comentário, deixe sua postagem!

      Quer nos ajudar?
      Me contate para fazer parte do All Star Kitmakers.
    • PedroJr14
      By PedroJr14
      Real Racing Club Santander, S.A.D.
      O clube da cidade de Santander teve sucesso relativo na Espanha, mantendo-se na primeira divisão do país em 15 das 16 temporadas entre 1996/97 e 2011/2012, só não esteve presente em 2001/02. Em todas essas temporadas em La Liga, o Racing superou a décima posição apenas uma vez, quando terminou em sexto na temporada 2007/08, ganhando assim a vaga continental. Los Verdiblancos terminaram em quarto, num grupo que continha Twente, Manchester City, Schalke e PSG, perdendo apenas um jogo e vencendo o Manchester City, que terminou na liderança do grupo. Conseguiram se manter na liga principal até 2011/12, quando começou a cair sucessivamente até chegar à Terceira Divisão, 2 anos mais tarde. O clube ensaiou uma reação em 2014/15, quando conseguiu o acesso para a Segunda Divisão, mas logo caiu de volta e até o presente não mais saiu de lá.

      O Racing Santander manda seus jogos no folclórico estádio El Sardinero, que tem capacidade para pouco mais de 22 mil espectadores. Entre os nomes que desfilaram por esse aconchegante estádio vestindo a camisa do Racing, estão: Felipe Melo (Palmeiras), Henrique (Corinthians), Ezequiel Garay (Valencia), Yossi Benayoun (ex-Chelsea e Liverpool), Giovanni Dos Santos (LA Galaxy), Sérgio Canales (ex-Real Madrid), Marcos Alonso (ex-Barcelona e A. Madrid, pai de Marcos Alonso do Chelsea) e Christian Stuani.

      Sem nunca ter conquistado um título de expressão, o Racing Santander caiu ao fundo do poço por causa de uma crise financeira e nunca mais conseguiu se reerguer. A saída do treinador Pedro Muntis para o Ponferradina e a falta de recursos para buscar um técnico fora de Santander, obrigaram o clube a promover o Técnico Marco Botín, que terá um contrato curto, de apenas 1 ano. O jovem treinador de 26 anos terá que provar o seu valor e o seu amor pelo clube da cidade.
       
      Objetivos
      [Secundários]
      - Subir de volta à La Liga
      - Ter um jogador convocado por uma seleção top 10 mundial
      - Fortalecer as estruturas das divisões de base do clube ao máximo
      - Ampliar o Sardinero
      - Transformar ao menos 3 jogadores contratados por mim em lendas do clube

      [Primários]
      - Terminar acima do décimo lugar em La Liga
      - Chegar a uma competição continental
      - Construir um novo estádio
      - Vencer uma competição de nível nacional 
      - Vencer uma competição intercontinental
      - Ser Campeão Mundial de Clubes
      - Tornar-se uma lenda no clube
       
    • Lohan
      By Lohan
      BRASIL MUNDI UP  (26-05-2019)    
      ✔️Séries A, B, C e D (formato original) 
      ✔️Serie Regional, equivalente a uma 5 divisão fictícia, nas qual faz com que os estaduais fiquem mais realistas e disputados (grupos verdadeiramente regionalizados)
      ✔️Segundonas, Terceiras e Quartas Estaduais
       ✔️Copa SP de Futebol Júnior, Copa BH, Copa do Brasil e Brasileirão sub-20, Brasileirão sub-17
       ✔️Copas Estaduais (quando os times sobem pra Seria A e B, deixam de participar pra não inflar o calendário)
      ✔️ Novidade Todos os Campeonatos Estaduais Sub-20
      Colocar o arquivo .FMF na pasta (editor data) que fica em: documentos / Sports Interactive / Football Manager 2017 / editor data,
      e depois selecioná-lo antes de criar o Save.
      Testado 3 vezes até 2030 sem bugs! (protegido contra cópia)
      DOWNLOAD:  
                        Brasil Mundi Up (26-05-2019) 
                      4Shared: https://www.4shared.com/file/uCfFcoiUda/Brasil_Mundi_UP_FM17__26-05-19.html?
      ❌  (Só funciona no patch 17.3 em diante)
       
       
      Ligas fundamentais que não vem no FM17 e fazem muita diferença, principalmente pra quem joga no Brasil (só funciona se deixar como "Jogáveis", não adianta nada ativar essas ligas ao criar o save e deixar em "Ver apenas"?
      Libertadores mais difícil e realista
      Deixando as primeiras divisões de todas as ligas Sulamericanas + México ativadas, a Libertadores e a Copa Sulamericana ficam mais difícil
      Mercado de transferências bastante ativo
      Ativando Japão, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Qatar, Portugal, China e Itália você vai ver bastante transferências realistas, e vai conseguir vender ou emprestar facilmente até jogadores encostados sugando a folha salarial

      DOWNLOAD:  http://www.fmscout.com/a-fm17-leagues-megapack-by-claassen.html
       
      Apos fazer o download extraia o arquivo na pasta editor data, a mesma pasta em que fica o Brasil Mundi UP
       
      Amigos, a pouco estava tirando as dúvidas de uma pessoa sobre se fazer a série D real ou não, com os times participando dela baseado em suas classificações via estaduais, e tive a ideia de escrever esse texto, para ajudar a esclarecer algumas coisas, dando minha opinião pessoal sobre o jogo, e sobre o motivo de não fazer nesse formato mesmo sendo realista.
      Como todos sabem, o FM é um jogo Inglês, feito de acordo em teoria, baseado na realidade do futebol inglês e europeu, então infelizmente algumas coisas que estão programadas pra funcionar lá, não são bem geridas pela inteligência artificial do jogo no Brasil, e até por esse motivo, muita gente não gosta de jogar aqui, preferindo até ir pra China rsrs.
      Ao longo dos anos, venho estudando e analisando os mecanismos de muitas dessas configurações no editor, tem algumas pessoas que tem essa mesma visão e linha de raciocínio, como o amigo Leon Coutinho, então começamos a implementar isso aos poucos, sempre testando massivamente.
      Eu me senti satisfeito, por achar que consegui atingir no FM14, um nível de realismo absurdo (dentro das limitações do jogo), seja no mercado de transferências, nas finanças, cotas dos clubes e etc, lembrando que nossos pesquisadores nacionais fazem um excelente trabalho, até porque não é nada fácil ter que estar atento a cada mínimo detalhe de uma Database tão grande e complexa.
      É difícil saber o valor correto exato da parte financeira dos clubes, mas o pessoal faz isso bem, o problema é como o jogo gere as finanças no nosso país, fazendo os grandes clubes ficarem ricos em 2 ou 3 anos, tirando assim grande parte da graça de jogar por ficar muito fácil.
      A partir do momento em que vc cria o save e clica em continuar, vc esta entrando em um mundo de simulação futebolística virtual, onde tudo pode acontecer, (vírgula), muitas coisas precisam de coerência, o Brasil tomar 7 da Alemanha não parece ser nada coerente né? Então, isso pode acontecer no jogo tb, só não pode acontecer o tempo todo.
      O que eu quero dizer, é que o FM tem simulado muito melhor e com mais realismo e dinamismo muitas coisas do mundo do futebol nas ultimas versões, as opções de configuração são bastante complexas, mas se tivermos atenção a isso o jogo fica muito melhor, basta analisarmos e testarmos com parcimônia.
      Sempre fui muito perfeccionista e detalhista, o jogo perde a graça quando vejo em 2015, Tite treinando o Goiás ou Renato Gaúcho sendo contratado para treinar o Inter (what? Só acho que a Sigames deveria me adicionar a folha salarial deles rsrs.
      Quanto a Série D real, com os times provindo de suas classificações nos estaduais, deixando o jogo supostamente mais realista (porém sem graça), é aí que entra o que falei (pra se ter mais realismo no Brasil, é preciso configurar algumas coisas diferentes, para num todo, termos um jogo bem melhor, e sim, mais realista e divertido!
      Então ter uma Série D com 128 clubes, nos moldes da Série C dos antigos CM´s e FM´s (oh nostalgia que me faz envelhecer rs) e ter uma série Regional, onde muito mais clubes pequenos participam, privilegia justamente os estaduais, faz com que os times menores busquem reforços no mercado, por terem uma divisão ativa, ao invés de ficar com jogadores cinzas, levando goleadas e mais goleadas dos grandes todos os anos, sem contar que fica mais fácil ainda vc vender ou emprestar aquela naba que fica escanteada, sugando toda sua folha salarial.
      Sou da opinião que é muito mais divertido pegar um time da Série A3 do Paulistão ou da Segundona Gaúcha e tentar levar pra Série D ou C, de maneira suada, do que pegar o Paysandu no estadual do Pará (com a Série D real), enfiar goleadas nos minúsculos do estado (por não terem divisão) e ir simplesmente participar da Série C na cara de pau (essa é minha opinião) acho totalmente sem graça isso!
      *Campeonatos estaduais precisam ser mais difíceis e realistas! (o Ituano Campeão Paulista de 2014 manda abraços!)
      *Libertadores não pode ter todos os anos uma semi-final com 3 ou 4 brasileiros! (O papa torcedor do San Lorenzo que o diga) 
      Mas quem disse que isso não foi a primeira coisa que eu tentei melhorar? =P
      Abraços e bom final de semana cambada!
×
×
  • Create New...