Jump to content
marciof89

Do Oiapoque ao Chuí: O Rei dos Estaduais - Remando na carreira. [Att: 22/11]

Recommended Posts

marciof89

BANNER-PRINCIPAL296f02cb11317e86.jpg

 

Já tinha um tempo que eu havia feito a minha pós em futebol e futsal, mas eu não estava com muito saco de sair de casa. Sou filho brasileiro de dois ingleses que vieram pro Brasil a passeio, mas que decidiram ficar por aqui mesmo. Minha família tem vida boa, não tenho do que reclamar, saca? Eles me incentivaram a fazer algo relacionado a esporte e até custearam tudo, já que meu sonho era ser jogador de futebol (porém a total ausência de habilidade com a redonda me fez desistir cedo da ideia e partir pra outro foco). Só que agora depois de formado, eu só penso em desisti dessa ideia maluca de trabalhar...

(o celular toca, era número desconhecido)

pessoa-tocando-o-celular-em-uma-mesa_23-

- Alô?
- Fala "Mac", como ce tá irmão?
- Quem tá falando? Eu não to reconhecendo a voz não
- Que absurdo, não tá lembrado de mim não po? Calmaí, vou te fazer lembrar: Lembra do trote na UFF? Lembra do cara que riu da sua cara por causa do seu nome ridículo, e por isso te pintou de hambúrguer do McDonald's?
- FAAAAAALA DIGÃO. Era pra eu ter reconhecido essa sua voz de retardado.
- Primeiramente, vai se f****, beleza? Segundamente, eu tenho uma surpresa pra tu.
- Lá vem merda.
- Não, fica calmo, a parada é boa. Tá afim de um trabalho diferenciado?
- Só de falar em trabalho eu chego a me coçar...
- Mas tu é um vagabundo mesmo, ein? Todo mundo sabe da tua paixão e do seu sonho de treinar um time de futebol. Tu não fez pós pra dar aula em colégio, né?
- Ah Rodrigo, a real é que...
- Real nada meu irmão. A parada é o seguinte: Meu pai é presidente de um clube e tá querendo um técnico pra treinar o time. Não paga muito bem não, mas pô, tu vai poder participar da montagem do elenco, implementar sua filosofia, vai poder fazer o que quiser. Tu vai curtir. Melhor do que essa vida de Football Manager aí que tu vive.
- Pô... sei não.
- Confia no Digão que a parada é boa. Não vou aceitar um não como resposta, tu ainda me deve por causa daquela parada lá que rolou em Búzios
- Tá, não vamos falar de Búzios não. Marca uma reunião com o teu pai e eu prometo que compareço.

A ideia era promissora mesmo, montar uma equipe do zero, implementar meu estilo de jogo, participar de forma ativa no ambiente de um clube... acho que é o sonho de qualquer técnico, mesmo que seja num time de divisão inferior. Ele só esqueceu de avisar que o time é lá de Rondônia. E eu aqui, crente crente que seria no Rio de Janeiro. Pior: depois que fiz a entrevista com o pai dele, fiquei sem graça de negar. Aonde eu fui amarrar o meu burro?

 

Apresentacao275e1987dcdfdd42.jpg

Eu falei que ia esperar até junho pra começar um novo save aqui na área, mas a real é que eu já tava me coçando pra voltar, ainda mais que eu comprei o FM19. Joguei 2 temporadas com o Vasco e já me habituei com o game. Sendo assim, cá estou eu de volta. Será um save ficcional de carreira, totalmente focado no Brasil, com a intenção de vencer todos os estaduais do Brasil. A ideia surgiu de repente, eu estava lendo uma matéria no Lance e lá falaram do Givanildo de Oliveira, treinador mais raiz desse país. O cara tem 18 estaduais. Daí eu pensei: Hm, e se eu vencesse todos os estaduais do país? Acho que isso me tornaria o rei dos estaduais.

 

Treinador2432a3a040358231.jpg

O nome do personagem é Elliot McNamara. Elliot por que eu gosto de um cantor chamado Elliott Smith (mas acho mais fácil escrever só com um T) e McNamara, sobrenome do "pai" da guerra no Vietnã. E por quê um cara também com nacionalidade inglesa? Bom, por que eu acho legal homenagear os caras que trouxeram o esporte que se tornou paixão no nosso país. Ele terá 26 anos e é recém-formado. Sendo assim, status e reputação no mínimo de tudo, basicamente.

 

aaa63714f448149cea1.jpg

 

 

Objetivosf234421e6fef8330.jpg

- Conquistar todos os 27 estaduais espalhados pelo Brasil.

O objetivo é esse, e só esse. Claro que se pintar a possibilidade de vencer outros torneios, eu vou tentar. Mas o foco vai ser sempre esse: Venci um estadual, parto pro próximo estado, contanto claro que isso faça sentido. Pensei em delimitar uma regra de só assumir clubes que nunca foram campeões estaduais, mas isso tornaria o save enorme e completamente irreal já que eu levaria muitos anos pra completar, e a intenção é que o técnico se aposente tal como qualquer técnico de futebol faria na vida real.

Sendo assim, estabeleci uma pirâmide, que deve ser respeitada para que eu possa sair de um clube para outro. Enquanto eu não terminar os meus objetivos nos estados do 5º nível, eu não posso assumir clubes do 4º nível. A intenção com isso é dar um pouco mais de realidade para as escolhas do técnico. Afinal de contas, não quero pular do Ceilândia para o Flamengo. E claro, só aceitar empregos em times sem técnico ou convites de clubes que sejam do mesmo nível da pirâmide que eu me encontrar, isso claro, se eu já tiver vencido o estadual no clube atual. Decidi começar em Rondônia pois é um dos únicos estaduais do país que não tem segunda divisão no jogo.

5º nível: Roraima - Amapá - Rondônia - Espírito Santo - Tocantins
4º nível: Mato Grosso do Sul - Amazonas - Brasília - Piauí - Acre - Sergipe - Paraíba - Maranhão
3º nível: Rio Grande do Norte - Mato Grosso - Pará - Alagoas - Ceará - Goiás - Bahia - Pernambuco - Paraná
2º nível: Santa Catarina - Rio Grande do Sul - Minas Gerais
1º nível: Rio de Janeiro - São Paulo

 

Dados-do-Save9471bf5c7fb8ae62.jpg

- Versão do jogo: 2019

- Database MRT90 Brasil, pois é o que traz a Série D mais realística possível.

- Ligas sulamericanas ativadas, pra poder dar mais opções nas contratações.

- Editor desativado, calendário real iniciado em 27/12/2017, sem inclusão de equipe técnica, sem inclusão de jogadores nos clubes. Primeira janela de transferências ativa normalmente

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Indicea159fe64b11feef5.jpg

INTRODUÇÃO

aaa70d6034515b61d7f.jpg
Temporada 2018:
Estadual: CAMPEÃO

Temporada 2019:
Estadual: CAMPEÃO
Copa Verde: Eliminado na primeira fase
Série D : Primeira fase - 3º lugar.

1.1 - O primeiro dia do resto da minha vida.
1.2 - Quem tem Messi, não tem medo.
1.3 - Um grupo com fome de bola.
1.4 - Um bar, um amigo, um problema.

aaa68b860096ab7fac4.jpg
Temporada 2020:
Estadual: CAMPEÃO
Série D : Eliminado na segunda fase

2.1 - Contratado para vencer.
2.2 - Não deu nem pro Chera.

do-oiapoque-ao-chuidb8aa170d86e4830.jpg

Temporada 2021:
Estadual: CAMPEÃO

3.1 - A rapidinha no Amapá.

aaa53f0133ac08c1be0.jpg

Temporada 2022:
Estadual: CAMPEÃO

4.1 - Do inferno ao paraíso.
4.2 - Do paraíso ao inferno.

A2c4501072fa76f51d.jpg

Temporada 2023:
Estadual: Vice-campeão
Copa Espírito Santo: Eliminado nas semifinais.

Temporada 2024:
Estadual: CAMPEÃO
Série D : CAMPEÃO
Copa Espírito Santo: CAMPEÃO

5.1 - O sugar daddy.
5.2 - A primeira vez.
5.3 - Zagueiro de Seleção?
5.4 - A 2 passos do paraíso.
5.5 - A caminho do aeroporto.

Interlúdio 1 - Morreu mas passa bem.

capitulo-668bdf41a6e298c19.jpg

Temporada 2025:
Estadual: CAMPEÃO
Série D : Eliminado na segunda fase.
Copa do Brasil: Eliminado na segunda fase.

6.1 - O fantasminha camarada.
6.2 - Allegro con Brio.

Comercial-22b18652517710464.jpg

Temporada 2026:
Estadual: Eliminado nas semifinais.

Temporada 2027:
Estadual: Eliminado na primeira fase.

Temporada 2028:
Estadual: CAMPEÃO

7.1 - O nome dela é Júlia.
7.2 - P de Prisão, de pé de cana e de paspalho.
7.3 - Novo personagem.

Para24ad20d8880a74a25.jpg

Temporada 2029:
Estadual: CAMPEÃO

8.1 - Dizia ele estou indo pra Brasília.

C1085e011dd3050d05.jpg

Temporada 2030:
Estadual: Eliminado nas quartas-de-final

Temporada 2031:
Estadual: Eliminado nas Semifinais.
Copa Verde: Eliminado na primeira fase.

Temporada 2032:
Estadual: CAMPEÃO

9.1 - O (semi) Amadorismo.
9.2 - Salvo pelo Crashdump.

9.3 - A tal da Máfia Russa.

20d9e7248978094f9.png

Temporada 2033:
Estadual: CAMPEÃO

10.1 - O Acre existe sim!

36d94e2d6b26ab6af.png

Temporada 2034:
Estadual: CAMPEÃO
Série C : Eliminado na fase de grupos - 7º lugar.

11.1 - De volta ao Nordeste.
11.2 - Vavavavá.
11.3 - Inacreditável em 2 atos.

A1eda297945276576.png

Temporada 2035:
Estadual: Eliminado na segunda fase - 4º lugar.
Temporada 2036:
Estadual: Vice-campeão.
Temporada 2037:
Estadual: CAMPEÃO
Copa do Brasil: Eliminado na primeira fase
Série D : Eliminado na primeira fase eliminatória

12.1 - Os Reptilianos.
12.2 - Tá sobrando Confiança!
12.3 - O chorume de que sou feito.

12.4 - Os minutos finais em Sergipe.

do-oiapoque-ao-chui-3e875e475b087a883.pn

Temporada 2038:
Estadual: Eliminado nas semifinais.
Temporada 2039:
Estadual: CAMPEÃO

13.1 - Amador é aquele que ama a dor.
13.2 - Sobre conclusões inesperadas.

Interlúdio 2: Planos de Carreira.

A009a060ef996a54984.png

Temporada 2039:
Série C : 8º Lugar no Grupo A
Temporada 2040:
Estadual: Eliminado nas semifinais.
Série C : 9º Lugar no Grupo A - REBAIXADO.
Temporada 2041:

Estadual: Eliminado nas semifinais.
Série D : Eliminado na primeira fase - 3º lugar.
Temporada 2042:
Estadual: CAMPEÃO
Série D : CAMPEÃO

14.1 - Chegou o bombeiro em Alagoas.
14.2 - Nós trupica mas cai sim.
14.3 - Abra sua mente.
14.4 - Comer é o melhor para poder crescer.

14.5 - Água mole, pedra dura...
14.6 - Voa, fantasma.

barra384d2bbc79aa6f23f.png

Temporada 2042:
Série B: 16º lugar

15.1 - Remando na carreira.

Share this post


Link to post
Share on other sites
André Honorato

acompanhando, o MRT atualizou??? to so esperando isso pra recomeçar um save no brasil rs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Tem um desafio interessante nas mãos e vários times legais para assumir. Acho que vai dar vontade de alçar voos maiores com alguns deles, hehehe.

Estarei acompanhando, bom save!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bozeno

Apesar de não gostar de estadual, é uma ideia sensacional! Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

Os ingleses merecem total reconhecimento, ainda mais agora que estão nas cabeças das ligas europeias hahaha

Boa sorte e bom trabalho. Welcome back!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza

Boa sorte! Quero te ver ganhando algum dos estaduais grandes com uma zebra, mas sei que isso é difícil no jogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Boa sorte e paciência para completar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

Que bom te ver com save novo, estava sentindo falta já. É uma proposta legal, pode render bastante. 

Achei engraçado tu começar um save falando que a inspiração veio do Givanildo de Oliveira e daí o personagem se chama Elliot McNamara. Inusitado, no mínimo. Esperava um nome mais raiz, mas tudo bem. 

Uma dúvida: boa parte dos estaduais termina no começo da temporada ainda. Tu pretende jogar até o final da temporada e aí assumir outro clube ou seguir algum outro calendário?

 

Sobre a pirâmide que tu estabeleceu, discordo de algumas classificações. Achei meio forçado colocar Bahia, Pernambuco, Ceará, Paraná e Goiás no mesmo nível que Rio Grande do Norte, Pará e Mato Grosso. O primeiro grupo tem times grandes e/ou de série A, o segundo grupo tem ABC, Paysandu e Luverdense. Com todo respeito à história do Paysandu e do ABC, não são times no nível dos representantes dos outros estados. Eu colocaria esses em dois grupos diferentes, e daí veria o que fazer com Alagoas (já que tecnicamente agora tem o CSA na Série A, mas é tão recente que não sei se incluiria no grupo maior). 

Também discordo que Santa Catarina esteja no nível de Minas e RS. Ok que os três tem dois times na Série A, mas Cruzeiro e Atlético ou Grêmio e Inter são imensamente maiores do que Chapecoense e Avaí (por mais simpática que a Chape seja). Eu vejo SC no mesmo nível que o grupo Bahia-Goiás. 

Enfim, queria ouvir a tua opinião sobre isso, por que escolheu classificar como classificou. 

 

De resto, não sei se a tua escolha de não adicionar jogadores aos clubes não vai acabar tornando os estaduais alternativos fáceis demais. Não tenho bem certeza, mas no fim isso não faz com que os times fiquem só com jogadores cinzentos? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
2 horas atrás, André Honorato disse:

acompanhando, o MRT atualizou??? to so esperando isso pra recomeçar um save no brasil rs

Ainda não, esse é ainda pro primeiro patch lançado para o game ?

 

2 horas atrás, Tsuru disse:

Tem um desafio interessante nas mãos e vários times legais para assumir. Acho que vai dar vontade de alçar voos maiores com alguns deles, hehehe.

Estarei acompanhando, bom save!

Ah, a vontade vai bater com certeza, ainda mais se rolar um apego. E a intenção é trazer informações interessantes sobre os pontos que estiver passando, meio que um mochileiro no país. Ou seja: É muito possível que eu descubra várias histórias interessantes, ainda mais no início que eu vou me enfiar em um monte de estadual com pouca tradição. Vamos ver né, vai que eu me apego a algum time.

Valeu Tsuru!

 

1 hora atrás, Inner Logic disse:

Apesar de não gostar de estadual, é uma ideia sensacional! Boa sorte.

Valeu Nismo, obrigado!

 

1 hora atrás, Neynaocai disse:

Os ingleses merecem total reconhecimento, ainda mais agora que estão nas cabeças das ligas europeias hahaha

Boa sorte e bom trabalho. Welcome back!

Rapaz, a terra da rainha tá com tudo mesmo, e só jogo épico, o futebol agradece hahaha

Valeu Ney!

 

1 hora atrás, VitorSouza disse:

Boa sorte! Quero te ver ganhando algum dos estaduais grandes com uma zebra, mas sei que isso é difícil no jogo.

Olha, eu penei muito pra vencer o mineiro, mas consegui em 4 temporadas com um time que era zebra, e ainda na segunda divisão. Nada é impossível hahaha

Valeu!

 

1 hora atrás, ggpofm disse:

Boa sorte e paciência para completar.

Valeu Gilson!

 

3 minutos atrás, Danut disse:

Que bom te ver com save novo, estava sentindo falta já. É uma proposta legal, pode render bastante. 

Achei engraçado tu começar um save falando que a inspiração veio do Givanildo de Oliveira e daí o personagem se chama Elliot McNamara. Inusitado, no mínimo. Esperava um nome mais raiz, mas tudo bem. 

Uma dúvida: boa parte dos estaduais termina no começo da temporada ainda. Tu pretende jogar até o final da temporada e aí assumir outro clube ou seguir algum outro calendário?

 

Sobre a pirâmide que tu estabeleceu, discordo de algumas classificações. Achei meio forçado colocar Bahia, Pernambuco, Ceará, Paraná e Goiás no mesmo nível que Rio Grande do Norte, Pará e Mato Grosso. O primeiro grupo tem times grandes e/ou de série A, o segundo grupo tem ABC, Paysandu e Luverdense. Com todo respeito à história do Paysandu e do ABC, não são times no nível dos representantes dos outros estados. Eu colocaria esses em dois grupos diferentes, e daí veria o que fazer com Alagoas (já que tecnicamente agora tem o CSA na Série A, mas é tão recente que não sei se incluiria no grupo maior). 

Também discordo que Santa Catarina esteja no nível de Minas e RS. Ok que os três tem dois times na Série A, mas Cruzeiro e Atlético ou Grêmio e Inter são imensamente maiores do que Chapecoense e Avaí (por mais simpática que a Chape seja). Eu vejo SC no mesmo nível que o grupo Bahia-Goiás. 

Enfim, queria ouvir a tua opinião sobre isso, por que escolheu classificar como classificou. 

 

De resto, não sei se a tua escolha de não adicionar jogadores aos clubes não vai acabar tornando os estaduais alternativos fáceis demais. Não tenho bem certeza, mas no fim isso não faz com que os times fiquem só com jogadores cinzentos? 

Como diria o Jack Estripador, vamos por partes:

A ideia era justamente inverter os valores e também fazer uma homenagem aos inventores do futebol. Os estaduais nasceram logo no início do século passado, e vários times eram inspirados nessa cultura, por isso achei interessante fazer um brasileiro com ascendência britânica e nome britânico. Mas a personalidade do técnico é completamente raiz e já quis deixar isso claro no primeiro post.

Bom, depende da dinâmica no clube e se ele vai disputar outros campeonatos. Se eu conquistar um torneio de tiro curto feito o estadual com um clube que não vá disputar mais nada, eu posso pensar em pedir o boné e assumir um novo clube do próximo estado. Vai depender da sequência que o jogo me mostrar mesmo.

A pirâmide pegou como critério o ranking de federações da CBF, estabelecido pra determinar número de vagas na Copa do Brasil/Série D. Por isso, é natural que alguns estados menos importantes tenham ficado junto de outros estados. Mas como eu disse na introdução, a ideia é mostrar a carreira do técnico de forma progressiva. Ou seja: Não vai fazer sentido eu pular do SINOP para o Bahia ou o Sport. Ao mesmo tempo, faria sentido treinar times do mesmo nível desses estados. Isso me permite tentar coisas diferentes, entende? Se o SINOP estiver na Série C, faria sentido eu treinar um time da série C, e se ele estiver no Campeonato Baiano, isso aumentaria a dificuldade, mas daria maior dinamismo ao save. Aliás, a ideia é não ficar preso a um clube apenas. Não é porquê eu vou assumir um clube da Bahia que eu só vou treinar ele no estado, se eu sentir que não estou progredindo e surgir a oportunidade, posso tentar em outro. Novamente: vai depender do que o jogo vai me mostrar. Mas pode ter certeza que só vou assumir um time de Série A quando isso fizer sentido. Mas quanto a suas ponderações de importância, concordo plenamente.

Sobre os jogadores cinzentos confesso que não pensei nessa facilidade, mas eu botei base de dados grande, e o que mais tem é jogador livre no Brasil pra preencher os clubes. Mas como eu não vou assumir times protagonistas no início, acredito que não vá ser tão fácil assim como parece, pois é bem provável que eu só consiga contratar jogadores ruins. Claro que eles são melhores que os cinzentos, mas né, mesmo assim. De qualquer forma, acredito que os times protagonistas dos estados tenham jogadores nos clubes ou vão contratar, ainda mais por disputarem Série D e tal.

Enfim, valeu pelos questionamentos, espero ter explicado direito hahahah

Share this post


Link to post
Share on other sites
beto7

Acompanhando, boa sorte no save. Achei interessante a proposta de ser o Rei dos Estaduais, aja paciência. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

A ideia é massa demais! Com certeza vou acompanhar. Vai ter muita história pela frente treinando esses times ruins do Brasil hahaha

Também achei interessante o fato de hierarquizar os estaduais, mas não sei se entendi direito. Você quer manter uma progressão realista do treinador, o que já exclui de cara sair de um CRAC pra ir pra um Flamengo. Mas e se rolar uma proposta de um time ruim mas que esteja num estadual mais alto ali na hierarquia, tem algum impedimento ou não? 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe

Gostei da ideia, irei acompanhar.

Uma dúvida, o Givanildo venceu campeonatos estaduais diferentes em sua trajetória?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Boa sorte. Vem um longo save pela frente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
9 horas atrás, beto7 disse:

Acompanhando, boa sorte no save. Achei interessante a proposta de ser o Rei dos Estaduais, aja paciência. 

Sim, vai demorar um bocado, mas com paciência e boa vontade, a gente chega onde quer hahahah

Valeu!

 

9 horas atrás, Herr Jones disse:

A ideia é massa demais! Com certeza vou acompanhar. Vai ter muita história pela frente treinando esses times ruins do Brasil hahaha

Também achei interessante o fato de hierarquizar os estaduais, mas não sei se entendi direito. Você quer manter uma progressão realista do treinador, o que já exclui de cara sair de um CRAC pra ir pra um Flamengo. Mas e se rolar uma proposta de um time ruim mas que esteja num estadual mais alto ali na hierarquia, tem algum impedimento ou não?

E rapaz, bota time ruim HASUSDHUASHUHSAD já começa que esse primeiro time nem jogador tem. Vai ser complicado mas vamos ver o que eu consigo.

Tem sim, eu não vou assumir nenhum clube de Santa Catarina se ainda não tiver vencido todos os estaduais do terceiro nível, mesmo que seja um clube de nível semelhante. A ideia é ser realmente progressivo.

Valeu Herr!

 

8 horas atrás, Johann Duwe disse:

Gostei da ideia, irei acompanhar.

Uma dúvida, o Givanildo venceu campeonatos estaduais diferentes em sua trajetória?

Opa Johann, bem vindo.

Então, ele venceu 5 estaduais diferentes como técnico: 7 vezes o paraense (2 com o Remo, 5 com o Paysandu), 1 vez o cearense (com o Ceará), 1 vez o mineiro (com o América), 1 vez o baiano (com o Vitória), 5 vezes o pernambucano (4 com o Sport, 1 com o Santa Cruz) e o alagoano 2 vezes (1 com o CSA, uma com o CRB). E se contar a época de jogador, ainda venceu carioca com o Flu e paulista com o Corinthians.

 

2 horas atrás, Henrique M. disse:

Boa sorte. Vem um longo save pela frente.

Valeu Henrique, espero me manter motivado até o fim.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Curti bastante a ideia. Tem tudo para ser um grande save. Para isso será preciso paciência, como já disseram. Que tenha um bom início em Rondônia.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

BANNER-PRINCIPAL296f02cb11317e86.jpg

Capítulo 1.1 - O primeiro dia do resto da minha vida.

<<--- Introdução | Próximo Capítulo -->>

Bom, já não era tempo de eu sair da barra dos meus pais. Carrinho a hora que eu quisesse, dinheiro pra curtir na noite e bancar minha cerveja, virar a madrugada jogando Football Manager e FIFA... acabou. Isso tudo acabou. Agora eu sou oficialmente um técnico de futebol. Dei um abraço nos meus pais, agradeci pela ótima criação que me deram e peguei o Uber para o Aeroporto Santos Dumont. De lá fui pra Cuiabá, e de Cuiabá eu saltei na bela cidade de Vilhena, conhecida como o Portal da Amazônia. A cidade possui 3 clubes e todos os 3 dividem o mesmo estádio, que por acaso se chama Portal da Amazônia também. E não é um estádio ruim não, tem capacidade para 10 mil pessoas e pertence ao município. Confesso que pensei por um tempo que estaria indo para o meio do mato, mas encontrei aqui uma cidade muito acolhedora e bem desenvolvida, com aquele gostinho de interior. Após dar uma pequena turistada, me acomodei rapidamente e parti para a sede do meu futuro clube pra conversar com o pai do Digão.

- Boa tarde Elliot, o que achou da cidade?
- Boa tarde seu Brenno. A cidade é muito acolhedora, confortável... é um bom lugar. A gente sai do Rio com a ideia de que a região Norte é só mato, mas confesso que to mordendo a minha língua.
- É, faz parte, faz parte. Vocês do Sudeste deveriam vir mais para esses lugares. Bom, vou ser direto e reto com você: Não tenho ninguém no clube: Funcionários, jogadores, técnicos, preparadores... ninguém. Você é o primeiro contratado e estou te dando plenos poderes para escolher e contratar todo mundo. Eu fico muito ocupado com a minha empresa e não vou ter tempo para gerir isso. Tá aqui: Eu te proponho um salário de 14 mil p/m e você se vira pra fazer o resto.
- Err... mas eu to começando agora no emprego, eu não sei nem por onde começar!
- Meu filho: a necessidade faz o homem. Confio em você.

A minha empolgação com a cidade tinha se esvaido totalmente depois dessa conversa. Não tinha ninguém no clube, era só eu e ele. O salário era bom, afinal de contas seu Brenno trabalha com agronegócio e tem muita grana, mas ainda sim eu não fazia ideia de como começar. Sentei então no meu pequeno escritório e comecei a trabalhar. Começava assim, na base da pressão, o meu primeiro dia como treinador do Vilhenense Esportivo Clube.

34984493_250331609035168_134360798085093

 

A1e744a3916eae4bfd.jpg

O Vilhenense foi fundado no fim de  2017, e não tem história nenhuma pra contar. Vamos disputar nosso primeiro estadual, rodeado de incertezas e dificuldades.

 

519ae23c7207d1d67.jpg

Seu Brenno fica empolgado fácil, mas a real é que nem ele acredita que vamos fazer nada mais do que apenas existir no campeonato. Qualquer posição acima da lanterna já vai ser comemorada pela volumosa equipe que existe para administrar o clube, formadas por ele e só. Ele até que me deu um orçamento bacana para salários, mas a real é que eu nem sei por onde começar a contratar jogadores.

 

30abff16f016603e9.jpg

Este é o plantel do Vilhenense. Muitos jogadores, não é mesmo?

 

4d66763d8eb23d252.jpg

E olha que equipe técnica vistosa.

O pior nem é isso. Hoje é dia 26 de dezembro. O campeonato começa dia 14 de janeiro. Ou seja: Eu tenho 19 dias pra encontrar equipe técnica, contratar jogadores, treinar eles e estrear no campeonato. Definitivamente hoje é o primeiro dia do resto da minha vida.

 

aaa5cdaafc7e47e6825.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
43 minutos atrás, Jirimias disse:

Curti bastante a ideia. Tem tudo para ser um grande save. Para isso será preciso paciência, como já disseram. Que tenha um bom início em Rondônia.

Fala Jirimias, seja bem vindo, espero que curta.

Paciência é realmente a chave pra encarar esse desafio. Vai demorar, mas eu curti a ideia e to bem empolgado, espero seguir assim até o fim. Quanto ao bom início, vamos ver né? A realidade é dura nesse início ahhahha

Valeu pelo comentário!

Share this post


Link to post
Share on other sites
L U I Z

Vai com tudo, Márcio! É um projeto muito interessante e acompanharei de perto. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Nossa, velho, quanto craque nesse time! Vai ter um trabalho gigantesco pra montar tudo, mas o bom é que vai ganhar muita experiência logo de cara também. Então é um ponto interessante.

Uma pergunta: dá pra rebaixar no estadual daí?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
21 horas atrás, Luchín disse:

Vai com tudo, Márcio! É um projeto muito interessante e acompanharei de perto. 

Opa Luchín, obrigado e seja bem vindo!

 

20 horas atrás, Herr Jones disse:

Nossa, velho, quanto craque nesse time! Vai ter um trabalho gigantesco pra montar tudo, mas o bom é que vai ganhar muita experiência logo de cara também. Então é um ponto interessante.

Uma pergunta: dá pra rebaixar no estadual daí?

Num é? Acredito que Elliot vá ter que ver muito vídeo de empresário pra poder contratar jogadores huahuahauha

Não, esse estadual é igual o de Roraima e do Amapá: Não tem rebaixamento. São estaduais que viveram muitos anos ainda no amadorismo, e com muito pouco dinheiro envolvido, fica difícil.

Valeu!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Boa sorte Márcio, e muita paciência para tantos estaduais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

BANNER-PRINCIPAL296f02cb11317e86.jpg

Capítulo 1.2 - Quem tem Messi, não tem medo.

<<--- Capítulo Anterior | Próximo Capítulo --->>

Desde o primeiro dia de trabalho, já ficava claro que a situação era difícil. Passei 3 dias no escritório só remoendo o que fazer, sem conseguir pensar em nada útil. Daí tive um estalo: Vou botar um anúncio nos jornais de Rondônia propondo emprego para os setores do clube. Peguei o telefone e já passei a letra pro presida:

- Alô, quem tá falando?
- Fala seu Brenno, é o Elliot falando. Queria te perguntar se você me libera uma verba pra anunciar nos jornais do estado vagas de emprego. Eu preciso de ajuda pra comandar o clube.
- Claro meu querido, quanto você precisa?
- Acho que um barão resolve.
- Mil reais??? Cacete! Cê acha que eu sou rico, por acaso? Vou te liberar 500 reais, vê se consegue se virar com isso.
- Tá bom, tá bom. Eu vou tentar trazer 1 preparador de goleiros, 1 preparador físico, 1 adjunto pra me ajudar, 2 olheiros e 2 fisioterapeutas. Tudo bem?
- Já percebi que você veio pra me dar prejuízo.
- Quem quer rir, tem que fazer rir.
- Tudo bem. Vamos ver o tamanho do rombo no fim do ano. E contratação de jogadores, como fica?
- Um passo de cada vez. Sem equipe técnica, eu não tenho nem como trazer jogadores.
- Beleza. Vá me informando. Eu não me importo agora com boas atuações. Tudo o que eu quero é que o Vilhenense não passe vergonha.

Peguei lá a verbinha mixuruca e anunciei nos classificados. Não esperava muito retorno com a pouca grana investida, e de fato não apareceram muitos interessados. Todos eram inexperientes, recém-formados ou até curiosos afim de um salário. Mas era o que tinha pro momento, né? Fiz uma entrevista de emprego com todos eles, mas não é como se eu fosse expert nisso, eu estava tão perdido quanto eles. No fim das contas, contratei todos que se ofereceram e ainda ficou faltando, pois preparador físico por exemplo ninguém se prontificou. Porém, recebi a ligação de um senhor se oferecendo para ser diretor desportivo. Nunca fui muito fã deles, mas com um elenco zerado de jogadores, achei interessante tentar essa abordagem, seriam duas cabeças tentando seduzir jogadores para o clube. Ele tinha experiência em times do Mato Grosso do Sul, pelo menos não estava caindo de paraquedas aqui.

 

Sem-titulo1804210e7eae1705e.gif

 

Contratos assinados, era hora de correr atrás de jogadores para a equipe. Só que nessa brincadeira toda, já tinha virado o ano e faltava só 8 dias pra estreia do Campeonato Rondoniense contra o Ji-Paraná. Já estava aloprando, passei o ano novo babando na minha mesa enquanto ouvia os fogos da virada do lado de fora da sede do clube. Cheguei pro Paulo Sérgio e falei: Cara, vai usando seu conhecimento aí pra tentar trazer jogadores pro clube que eu vou tentar dar meu jeito também. E o melhor jeito que eu pensei foi sair espalhando nas minhas redes sociais que estava procurando jogadores para o Vilhenense. Eu achei que não ia dar em nada, mas os compartilhamentos saíram do meu controle. De repente haviam mais de 150 jogadores se oferecendo para jogar, a grande maioria garotos dispensados dos seus clubes anteriores, jovens que sonhavam com uma nova oportunidade. E bicho: era o que tinha pra hoje. Fui pro meu instagram e postei no stories:

 

instagram_stories_text86a702a9a9131e1e.j

 

Apareceram pouco mais de 80 jogadores interessados, aquele foi um longo dia... Só terminei de analisar os garotos de noite. A maioria perebas, não sabiam bem como tratar a pelota com carinho, mas alguns moleques eram promissores, talvez com um bom acompanhamento poderiam se tornar jogadores razoáveis no futuro. No fim do dia, olhei nos olhos de 23 daqueles garotos e disse:

- Não posso oferecer a vocês salários astronômicos, nem tampouco fama, luxo e poder. Aqui, tudo o que eu posso lhes oferecer é a chance de um futuro árduo, mas honesto. Vocês são jovens, é a chance da vida de todos vocês. Eu acredito em cada um de vocês. Eu não quero saber se a mídia não leva fé nesse time. Eu não me importo se o presidente não tem ambições. Eu tenho. E eu quero que todos vocês entrem em campo sempre com apenas uma coisa em mente: Eu tenho o que é preciso para ser campeão. Eu tenho o que é preciso para tornar este clube campeão.

Me senti um coaching naquele momento mas pelo menos surtiu efeito, os olhos daqueles garotos brilhavam, eles compraram a minha ideia. Não que eu acreditasse exatamente nas coisas que eu disse sobre ser campeão e tal, mas se eles não focassem, iria tudo por água abaixo.

Contratos assinados: PARTE 1 | PARTE 2

Eis que meu telefone toca:

- Elliot, achei 2 jogadores para o clube.
- Opa Paulo, os caras são bons?
- Para os padrões do Campeonato, acredito que sim.
- Então vamos lá, diz aí quem são eles.
- Um deles se acha o Rogério Ceni e o outro é ninguém menos do que o Messi.
- QUE????
- Calma Mac, esse Messi é falsificado! hahahaha

Foram dias estressantes demais, mas enfim dava como concluída a primeira fase desse meu trabalho: 23 jovens e 2 caras experientes para ajudar a controlar essa garotada dentro de campo. Agora era só pensar na prancheta, pois faltava muito pouco pro campeonato começar e eu não tinha tempo nem pra amistoso mais. A tática já estava até na minha cabeça, mas o entrosamento teria que ser com o carro andando. Mano, a faculdade não me preparou para isso.

- Elliot...
- Opa seu Brenno, achei que o senhor não apareceria no clube hoje. Mas que cara horrível, aconteceu algo?
- Então, o contrato dos jogadores está assinado, tudo ok meu filho. Mas o advogado disse que eles não estão regularizados para o primeiro jogo...
- PUTA QUE PARIU!

aaa5cdaafc7e47e6825.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89
35 minutos atrás, Darthz disse:

Boa sorte Márcio, e muita paciência para tantos estaduais.

Valeu Darthz!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Que epopeia pra conseguir organizar tudo, mas acho que conseguiu cumprir bem com essa parte. Não montou o melhor plantel do mundo, só que montou um plantel onde não tinha nada. Já é alguma coisa... É melhor ainda que tem um Messi pra carregar o time pelas bandas de Rondônia com toda a técnica que lhe falta. Eu, honestamente, não sei muito bem o que esperar do campeonato estadual; espero que consiga não perder todos os jogos. ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • div
      By div
      Olá! Tudo bem com vocês? Espero que sim. 
      Sou novo aqui, pelo menos em relação a uma participação mais ativa. Acesso o fórum há algum tempo, costumava ler sobre dicas táticas ou contratações para me atualizar no FM (tive um hiato bem longo entre edições do jogo). De um tempo pra cá, passei também a frequentar esta zona do fórum e foi aqui que mais gastei meu tempo, li diversas histórias e resolvi criar a minha própria.
      Como o próprio nome da história já fala, este save tem foco na carreira de um treinador, não em um clube específico. Assim, não terei compromisso com nenhum clube caso surja proposta que represente um avanço na carreira do treinador. Tudo dependerá da proposta e do que for mais adequado para a história. Comecei o jogo desempregado, com a menor reputação e experiência possíveis e tentarei subir na carreira de técnico, até chegar ao topo (considero que os principais objetivos seriam: Chegar num clube da Série A, ganhar a Libertadores, treinar na Europa, ganhar a Champions, treinar uma seleção e ganhar a Copa do Mundo. Muita coisa? Talvez, mas por que não?).
      Como verão abaixo, carreguei Brasil, Argentina, Uruguai e as principais ligas europeias apenas. Confesso que tentei carregar mais divisões inferiores e mais ligas sul-americanas, mas o jogo ficou com um processamento muito lento e tive que refazer o save pra retirar algumas ligas e divisões (notebook do milhão é complicado). Como a ideia é começar no Brasil, além do nosso país só carreguei a Argentina e o Uruguai, pra ver se a Libertadores não ficava uma Copa do Brasil 2.0, e as principais ligas europeias, que são uns dos objetivos finais do save.
      De antemão já peço desculpas em razão da longuíssima introdução que fiz antes de adentrar no save (vocês verão nos próximos posts), mas sinto que era necessário para que pudesse estabelecer algumas bases para a história.
      Pra terminar essa apresentação, queria dizer que espero que gostem de acompanhar essa história, e que críticas e sugestões são sempre bem-vindas.
       

      Versão do Jogo: Fm 2019
      Update: Brasil MundiUp, atualizado até novembro de 2019, com algumas transferências atualizadas por mim nos times da Série A do brasileiro (já joguei outro save com esta db e não tive problemas de crash ou erro no jogo).
      Ligas: Brasil (Divisão Inferior e acima), Inglaterra (Sky Bet Championship e acima), Argentina, Uruguai, Portugal, Itália, Holanda, Alemanha, Espanha e França (somente a primeira divisão nacional).
       

      Temporada 1 - 2019
      Prólogo (07/08/2020)
      Capítulo 1 (08/08/2020)
      Capítulo 2 (08/08/2020)
      Capítulo 3 (10/08/2020)
      Capítulo 4 (16/08/2020)
      Capítulo 5 (19/08/2020)
      Capítulo 6 (22/08/2020)
       
      Temporada 2 - 2020
      Capítulo 7 (25/08/2020)
      Capítulo 8 (28/08/2020)
      Capítulo 9 (31/08/2020)
      Capítulo 10 (04/09/2020)
      Capítulo 11 (06/09/2020)
       
      Temporada 3 - 2021
      Capítulo 12 (08/09/2020)
      Capítulo 13 (11/09/2020)
      Capítulo 14 (14/09/2020)
       
      Temporada 4 - 2022
      Capítulo 15 (17/09/2020)
      Capítulo 16 (21/09/2020)
       
      Temporada 5 - 2023
      Capítulo 17 (24/09/2020)
      Capítulo 18 (27/09/2020)
      Capítulo 19 (30/09/2020)
      Capítulo 20 (03/10/2020)
       
      Temporada 6 - 2024
      Capítulo 21 (06/10/2020)
      Capítulo 22 (09/10/2020)
      Capítulo 23 (12/10/2020)
      Capítulo 24 (15/10/2020)
       
      Temporada 7 - 2025
      Capítulo 25 (18/10/2020)
      Capítulo 26 (21/10/2020)
      Capítulo 27 (24/10/2020)
      Capítulo 28 (26/10/2020)
       
      Temporada 8 - 2026
      Capítulo 29 (05/11/2020)
      Capítulo 30 (10/11/2020)
      Capítulo 31 (16/11/2020)
      Capítulo 32 (21/11/2020)
       
      Temporada 9 - 2027
      Capítulo 33 (24/11/2020)
      Capítulo 34 (28/11/2020)
       
      Bônus
      Capítulo Bônus (29/10/2020)
       

       
    • tricolor de coraçao
      By tricolor de coraçao
      CONSIDERAÇÕES INICIAIS
      Fala galera, estive nas ultimas semanas bastante desanimado com o meu save/saga do Joaçaba Atlético Clube que estou postando também, e penso que fazer algo forçado está me agoniando. Irei postar mais uma temporada nos próximos dias daquela saga para fechar 10 anos de clube  e submeter a avaliação (que também não sei como faz isso). Sempre quis treinar alguns clubes sul-americanos como o Cerro portenho e o Peñarol e nesse meio tempo sem estar jogando muito por aquele save passei a ler várias histórias aqui no fórum. Assim curti muito as sagas do @mfeitosa e do @Peepe, além de outras como a do @ElPerroMG, @Ari, entre outras mas principalmente a do feitosa  e do Peepe, as quais me inspiram a fazer a saga que descreverei na sequencia.
      Mas aquele save me fui muito útil e é a base para esse outro save secundário que agora tornou-se primário. Eu vou ser transparente e confessar a vocês que é um(a) save/saga em estágio bem avançado, estou com ele já em 2037. Tive preocupações sobre se valeria a pena postá-lo devido a já estar em estágio avançado, se haveria alguma regra infringida, mas eu penso que o que vale é a essência, uma história postada com qualidade, concordam? Do mesmo modo então tenho comentado com alguns membros do fórum como o @ElPerroMG e o @Mr. Campos além de outros que conheço de grupos de WhatsApp de Football Manager o qual me apoiaram fazer que ficaria legal!. Reuni material, em cada pais que passei fiz copia de save e vou arriscar então. Gostaria muito de contá-la, talvez como uma spin-off de repente.
      Resumindo então a história será contada na seguinte sequência (a conferir quando retornar ao save): Joaçaba-SC (Brasil) até 2025 (aproveitando o save anterior); Boa Esporte-MG (Brasil), Blooming (Bolívia); Cerro Portenho (Paraguai); Racing Montevideo (Uruguai); Deportivo Tachira (Venezuela); Barcelona (Equador) e Seleção Venezuelana; Alianza Lima (Peru); Colo-Colo (Chile) e Seleção Mexicana; e atualmente River Plate (Argentina)e Seleção Brasileira.
      Espero que curtam!
      REGRAS DA SAGA (Contando período Joaçaba e Pós-Joaçaba)
      A saga tem um diferencial que penso ser o principal. Embora numa saga de carreira de técnico dificilmente se priorize o clube mas sim sua evolução pessoal tenho um objetivo filantrópico aqui: tentar melhorar as finanças, as infraestruturas, o staff, o clube como um todo antes de partir para algo melhor...isso se eu não for demitido ou a pressão for insuportável ou algo me desanimar demais no clueb a ponto de sentir falta de evolução em curto/médio prazo.
      Quanto aos 6 anos de Joaçaba, não é o foco principal dessa saga, mas por ter sido o início, caso me aceitem ao final da carreira poderá ser também o final da saga. Ainda espero voltar lá um dia. Para quem quiser acompanhar a saga paralela,  segue ela aqui.
      Se não acharem pesado quero aproveitar que devido a pandemia postar a cada dia um episodio quando conseguir, e se demorar mais é devido a falta de tempo daí.
      Abraço e até breve!
       
      ÍNDICE
      PARTE 1 - MAIS DE 20 ANOS RODANDO PELA AMÉRICA DO SUL
      Temporadas 2019/2024 - Joaçaba Atlético Clube - SC

      Temporada 2019 Parte 1 - Apresentação: No Oeste de Santa Catarina, nasce um sonho!  Parte 2: Temporada de Acessos estaduais e nacionais
      Temporada 2020: O vice não sobe (3ª estadual)....e também luta contra o rebaixamento (Regional)
      Temporada 2021: Campeão da C estadual no primeiro semestre. E melhora no Brasileirão Regional no segundo semestre
      Temporada 2022: Boa campanha na Série B estadual. Com mais dinheiro, a equipe vai bem no Regional mas não consegue o acesso para a Série D nacional
      Temporada 2023: Um grande estadual, mas ficamos "no quase". Porém o primeiro titulo da história: campeão do Brasileirão Regional
      Temporada 2024: Que ano! campeão estadual da Série B. E uma Série D muito acima das expectativas
      Para quem preferir fiz um post especial resumindo os 6 anos de Joaçaba com os resultados, tabelas, títulos e finanças durante esses anos
      RESUMÃO: Resumo dos 6 anos a frente do Joaçaba Atlético Clube: jogos, tabelas, títulos e situação financeira final
      Temporada 2025 - BOA ESPORTE

      Temporada 2025 - Série C e outros: Um ano fenomenal no BOA Esporte Clube, mas não foi fácil....
       
      Temporada 2026 - BLOOMING- Bolívia

      Temporada 2026 - Apertura:  Defesa forte e time compactado rende o heptacapeonato boliviano
      Temporada 2026 - Clausura:  Eu já imaginava: realmente falta "bala na agulha $$$" e o time vai meio mal no Encerramiento
       
      Temporadas 2027/2028 -CERRO PORTENHO - Paraguai

      Temporada 2027 - Apresentação: Bonfante chega entusiasmado no Cerro Portenho (Paraguai) prometendo elevar o clube para outro nível
      Temporada 2027 - Apertura: Primeiro semestre de relativa pressão: ainda não consigo cumprir as promessas. Fiasco na Libertadores e nacional razoável, mas sem titulo
      Temporada 2027 - Clausura: "Vem ni mim facim que eu te meto um contra ataque rápido!" O título paraguaio de 2027!
      Temporada 2028 - Apertura: Trágico semestre e muita pressão de todos: Bonfante abandona o projeto no Cerro Portenho
       
      Temporada 2028 -RACING MONTEVIDEO -Uruguai

      Temporada 2028 - Encerramiento- O clube se reestrutura, vai para a Sul-americana mas Bonfante abandona o projeto mais uma vez
       
      Temporadas 2029/2030 - DEPORTIVO TÁCHIRA - Venezuela

      Temporada 2029 -Apresentação do clube, reforços e saídas
      Temporada 2029 - Apertura e Encerramiento : Soberano na Venezuela o Tachira encerra a seca e conquista o campeonato nacional com uma zaga quase impenetrável
      Temporada 2030- Apertura, Encerramiento e Libertadores: Bicampeão nacional e eliminação nas oitavas da Libertadores
       
      Temporadas 2031/2032 -  BARCELONA - EQUADOR

      Temporada 2031- Segunda Fase: O treinador não consegue o titulo e a pressão aumenta para cima dele!
      Temporada 2032 - Primeira Fase e Sulamericana: Mais fortes....novo fracasso!
       
      Temporadas 2032/2033 -  SELEÇÃO VENEZUELANA

      Temporada 2032- 2033 - A Venezuela luta mas não consegue se classificar para a Copa
       
      Temporadas 2033-2034 - ALIANZA LIMA - Perú

      Final de Temporada 2033 - Um troféu " de paraquedas"? Bonfante é campeão com apenas 2 jogos no Peru
      Temporada 2034 - PARTE 1- O polêmico titulo nacional negado ao Alianza Lima
      Temporada 2034 - PARTE 2- A inédita Libertadores e o vice-mundial
      Temporada 2034 - PARTE 3- Mini atualização sobre os 6 amistosos preparatórios do México para a Copa Ouro 2035
       
      Temporadas 2035 - COLOCOLO - Chile

      Temporada 2035 - Parte 1 e 2: Nacional e Libertadores: Campeão Nacional e nova eliminação na Libertadores
       
      Temporadas 2035/2036 - SELEÇÃO MEXICANA

      Temporada 2035 - Campeão da Copa Ouro 2035
      Temporada 2036 -Campeão da Liga das Naçoes da América do Norte e classificado para a Copa do Mundo
       
      Temporadas 2037 - SELEÇÃO BRASILEIRA

      Temporada 2037 - Já líder das Eliminatórias, com Bonfante a Seleção termina líder das eliminatórias e se classifica a Seleção para a Copa do Mundo 2038
      Temporada 2038 - Fiasco na Copa do Mundo: eliminação precoce derruba Bonfante do cargo da Seleção
       
      Temporadas 2037/2038/2039 - RIVER PLATE (Argentina) e SELEÇÃO COLOMBIANA


      Temporada 2037/2038 - RP: Um River em Frangalhos, mas que o treinador luta para reerguer e voltar aos dias de maiores glórias
      Temporada 2038/2039 - RP: Em evolução: eliminação na semifinal da Libertadores, o hepta da Copa da Argentina e boa primeira fase na Libertadores atual
      Temporada 2038/2039: COLOMBIA e RIVER PLATE: Embalo na Superliga, fiasco na Copa da Argentina e vice-campeonato da Libertadores. Poucos jogos e o treinador resolve rescindir com a Seleção.
      Temporadas 2040 - ATLÉTICO NACIONAL - COLOMBIA

      Temporada 2040 - Elenco envelhecido causa dificuldades ao treinador, mas consegue sair da seca de títulos.
       
       
      PARTE 2 - SE AVENTURANDO NA AMERICA DO NORTE.

      TEMPORADA 2041/2043 - PACHUCA - MÉXICO
      Temporada 2041 - Apertura -  Direção da o ultimato e ameaça demitir o treinador
      Temporada 2042 - Clausura -  Time forte ganha campeonatos
      Temporada 2042- Apertura - Muito gasto, pouco titulo
       

      TEMPORADA 2043 - LOS ANGELES FUTEBOL CLUBE - USA
      Temporada 2043 - Passagem relâmpago pelo Estados Unidos
       
      PARTE 3 - DE VOLTA AO BRASIL
      TEMPORADA 2043 - FLUMINENSE FUTEBOL CLUBE - BRASIL
      Temporada 2043 - Um Fluminense bagunçado garante vaga na Sul-americana
      Temporada 2044 -  Uma temporada muito boa, acima das expectativas iniciais
       
    • Nei não cai (38D)
      By Nei não cai (38D)
      “Depois de maio de 1940, os bons tempos se acabaram: primeiro a guerra a capitulação, seguida da chegada dos alemães. Foi então que, realmente, principiaram os sofrimentos dos judeus. Decretos anti-semitas surgiam, uns após os outros, em rápida sucessão. Os judeus tinham de usar, bem à vista, uma estrela amarela; os judeus tinham de entregar suas bicicletas; os judeus não podiam andar de bonde; os judeus não podiam dirigir automóveis. Só lhes era permitido fazer compras das três as cinco e, mesmo assim, apenas em lojas que tivessem uma placa com os dizeres: LOSA ISRAELIA. Os judeus eram obrigados a se recolher a suas casas às oito da noite, e, depois dessa hora, não podiam sentar-se nem mesmo em seus próprios jardins. Os judeus não podiam frequentar teatros, cinemas e outros locais de diversão. Os judeus não podiam praticar esportes publicamente. Piscinas, quadras de tênis, campos de hóquei e outros locais para a prática de esportes eram-lhes terminantemente proibidos. Os judeus não podiam visitar os cristãos. Só podiam frequentar escolas judias, sofrendo ainda uma série de restrições semelhantes.
      Assim, não podíamos fazer isto e estávamos proibidos de fazer aquilo. Mas a vida continuava, apesar de tudo Jopie costumava dizer-me: _ A gente tem medo de fazer qualquer coisa porque pode estar proibido. _ Nossa liberdade era tremendamente limitada, mas ainda assim as coisas eram suportáveis.” Diário de Anne Frank, págs. 11 e 12.
       
      Não possuo qualquer ligação com a comunidade judaica, nem ascendência ou apreço maior por algum clube com tal relação. Por outro lado, os absurdos cometidos pelos nazistas foram muito bem documentados para não deixar ninguém incauto. Nada obstante, a idiotice humana aparece com mais força em tempos e situações de escassez (econômica, política, cultural...), portanto não me surpreendem que manifestações preconceituosas se reciclem em nossa história.
      A não ser que cheguemos em um tempo de disponibilidade total de recursos (o que considero improvável), entendo que o preconceito sempre existirá, transmutando-se em mentes fracas e com medo. Sim, o preconceito é a voz do medo e faz do ódio seu fio condutor. Por isso, não consigo ver muito sentido na frase comum: “não acredito que em 2019 alguém ainda pense assim”. Pois pensamos absurdos todo santo dia e o melhor que podemos fazer é explorar nossas opiniões, amadurecê-las e buscar evoluir – a expressão preconceituosa é imatura, fechada em si mesma e irracional.
      Apesar de não ser judeu, meu nome – para quem ainda não sabe – é Israel (tambores de revelação). O livro da Anne Frank chegou agora em minha vida e a genialidade, sensibilidade e capacidade de transmitir a crueldade e dor de um período com a sutileza do olhar de uma criança de 13 anos, me tocou demais.
      Pensei, portanto, em fazer uma jornada entre Alemanha e Holanda, lugares por onde Anne passou. Mas como ficaria um tanto limitado, decidi que vou começar de baixo, trabalhando em clubes com ligações à comunidade judaica, especialmente em Alemanha, Holanda e Israel, eventualmente jogando em algum clube dos EUA. O objetivo é chegar ao topo da carreira treinando Ajax e/ou Tottenham.
      A princípio começaria em Frankfurt, mas não consegui encontrar na base de dados (German System Football League - dica muito boa do @Johann Duwe) que estou utilizando o FC Gudesding Frankfurt, um clube criado por amigos judeus em Frankfurt an Main, cidade de nascimento de Anne. Enquanto procurava, me chamou atenção o TuS Makkabi Berlin e é por lá que vamos começar. Ou melhor, por onde Pedro Van Pels vai começar sua carreira.
       
      Makkabi Berlin
      Fundado em 1898, o clube antecessor Bar Kochba Berlin era uma das maiores organizações judaicas do mundo em 1930, com mais de 40.000 membros de 24 países, parte do movimento geral de Bar-Kochba destinado a promover a educação física e a herança judaica. O clube organizou equipes em vários esportes, incluindo um time de futebol que competiu nas ligas da cidade entre 1911 e 1929. Em 1924, Lilli Henoch, recordista mundial de eventos de discus, arremesso de peso e revezamento de 4 × 100 metros, treinou as mulheres. (Henoch foi assassinada pelos nazistas em um gueto próximo a Riga, Letônia, em 1942).
      Em 1929, o Bar Kochba fundiu-se com o Hakoah Berlin para formar o clube esportivo Bar Kochba-Hakoah . O lado Hakoah teve um sucesso cada vez maior, conquistando três campeonatos consecutivos na divisão inferior entre 1925 e 1927. Eles eram promovidos a cada vez até que, em 1928, jogavam futebol de primeira linha. O lado recém-combinado continuou a competir como Hakoah depois de 1929.
      A ascensão ao poder dos nazistas no início dos anos 30 levou à discriminação contra judeus e, em 1933, as equipes judias foram excluídas da competição geral e limitadas a jogar em ligas ou torneios separados. Em 1938, as equipes judaicas foram banidas imediatamente, quando a discriminação se transformou em perseguição.
      Em 26 de novembro de 1970, o TuS Makkabi Berlin foi formado a partir da fusão da Bar-Kochba Berlin (ginástica e atletismo), Hakoah Berlin (futebol, restabelecido em 1945) e Makkabi Berlin (boxe).
      Aparentemente não possui quaisquer títulos, mas poderei descobrir mais sobre o clube no decorrer.
      O clube joga a Berlin Liga, que faz parte do sexto nível do futebol alemão, tendo o seguinte caminho de ascensão:

       
      Índice:
      Histórico:
      Ligas selecionadas:
       
    • Darthz
      By Darthz
      Apresentação
      Já há algum tempo que tinha vontade de voltar a postar um save no Profissão Manager, mas com a leitura de alguns textos e o acompanhamento de histórias da área, decidi passar das palavras aos actos e tentar levar um save em frente mais do que umas duas ou três épocas, coisa que já não acontece há algumas versões do Football Manager.
      Não prometo gráficos “topo de gama”, mas sim um tópico organizado e com as informações mais importantes do que for acontecendo durante as temporadas, não só no clube que estiver a treinar, mas também nas competições e prémios que eu considerar relevantes.
      O Save
      O Leste Europeu é sem dúvida um dos lugares mais interessantes para treinar, pelo menos no meu ponto de vista, e apesar de já ter realizado algumas carreiras começando em ligas desta região da Europa, fica sempre a sensação que há mais para desbravar, e muitos países e equipas diferentes para descobrir e conhecer.
      Depois de ter lido alguns artigos sobre o Ajax de Rinus Michels e Cruijff, fiquei fascinado com a história, não só dos acima citados, mas também de Ștefan Kovács, treinador sucessor de Michels e que levou o Ajax a duas Taças dos Campeões Europeus consecutivas. Sendo bem mais desconhecido que os dois holandeses, o romeno foi responsável por continuar e expandir a filosofia do “futebol total”, e isso levou-me então a desejar fazer algo que pudesse aliar o meu gosto pessoal com uma pequena homenagem àquele que é considerado por muitos o melhor treinador romeno de todos os tempos e muito pouco conhecido pelos adeptos de futebol em geral.
      Para finalizar, apenas referir que o nome do save deve-se aos Cárpatos, maior conjunto montanhoso da Europa Oriental, e que percorre uma grande parte da Roménia, sendo um “cartão de visita” do país.
      Biografia de Ștefan Kovács
      Ștefan Kovács (Timișoara, 2 de outubro de 1920 — Cluj-Napoca, 12 de maio de 1995) foi um jogador e treinador de futebol romeno, considerado um dos mais bem sucedidos treinadores na história do futebol europeu.

      Nascido em Timișoara, na Roménia, Kovács foi um meio-campista que apesar de possuir técnica apurada e intuição tática nunca foi escolhido para jogar na seleção romena, ao contrário do seu irmão mais velho Nicolae Kovács, que foi um dos cinco jogadores que participaram nos três Mundiais anteriores à Segunda Guerra Mundial.
      Kovács teve seus primeiros grandes sucessos como treinador no comando do Steaua Bucureşti, onde venceu por uma vez o campeonato (1967-68) e três vezes a Taça da Roménia (1968–69, 1969–70, 1970–71).
      Depois disso, ele substituiu Rinus Michels como treinador do Ajax em 1971, continuando e expandindo a filosofia do "futebol total". Com o Ajax, Kovács venceu duas Taças dos Campeões Europeus consecutivas (1971–72, 1972–73). Ainda em 1972, ele também ganhou a Taça Intercontinental e no ano seguinte a primeira edição da Supertaça Europeia. Além disso, ele liderou o Ajax para a vitória dos campeonato holandeses em 1972 e 1973 e Taça da Holanda dos mesmos anos.
      Apesar de ter comandado o Ajax em apenas duas temporadas, o romeno tornou a equipa holandesa na melhor da sua geração, sendo a caminhada para a sua terceira final europeia quase processional. Tímido e sem vontade de atrair atenção, ao contrário de Michels, Kovács tornou-se uma estrela na Holanda. Quando Nicolae Ceausescu visitou a Holanda em 1973, a rainha holandesa Beatriz perguntou ao ditador romeno num banquete: “O que podemos dar-lhe para você levar de volta à Roménia? Deve aceitar algo em troca de nos enviar Kovács.”

      Um homem inteligente, Kovács decidiu sensatamente sair quando a equipa estava no auge. Foi uma decisão sábia. Johan Cruijff, o melhor jogador da equipa e força de galvanização, partiu para o Barcelona para se juntar a Michels pouco tempo depois, e o grande Ajax rapidamente se desintegrou.
      Depois de deixar a equipa holandesa em 1973, foi convidado pela federação francesa de futebol para assumir a seleção principal. Jornalistas do France Football perguntaram-lhe quanto tempo demoraria para fazer da seleção francesa uma das melhores do mundo, Kovács respondeu: “Com boas estruturas, em oito a dez anos, poderemos ter uma boa seleção nacional.” Michel Hidalgo, seu adjunto e sucessor, aproveitaria o trabalho já realizado e lideraria a geração de Platini, Giresse e Tigana ao título do Campeonato Europeu de Futebol de 1984. Actualmente Ștefan Kovács continua a ser o único treinador estrangeiro que alguma vez treinou a seleção francesa de futebol.
      Infelizmente a carreira de treinador de Kovács terminou em ignomínia: no seu retorno à seleção da Roménia, onde já estivera como assistente, foi acusado de perder de propósito para a Hungria, falhando assim a qualificação para o Mundial de 1982. Após a saída da seleção romena, ainda realizou três temporadas como treinador do Panathinaikos da Grécia (1981-1983), e uma breve passagem sem glória pelo Mónaco, onde foi despedido após um punhado de partidas, e substituído por Arséne Wenger.
      Faleceu a 12 de maio de 1995, doze dias antes do Ajax ganhar a sua quarta Liga dos Campeões.
      Troféus e dados de carreira de Ștefan Kovács
      1953-1960 : Universitatea Cluj 1960-1962: CFR Cluj 1962-1967: Roménia (Assistente) 1967-1971: Steaua de Bucareste - 1 campeonato da Roménia e 3 Taças da Roménia 1971-1973: Ajax - 2 Campeonatos da Holanda, 1 Taça da Holanda, 2 Taças dos Campeões Europeus, 1 Supertaça Europeia e 1 Taça Intercontinental 1973-1975: França 1976-1980: Roménia (Treinador Principal) 1981-1983: Panathinaikos - 1 Taça da Grécia 1986-1987: Mónaco Dados, ligas e treinador
      Como é perceptível, irei fazer um save carreira, no estilo JET, utilizando uma base de dados que activa a terceira divisão da Roménia. Coloquei como jogáveis 13 ligas de modo a dar o máximo de oportunidades ao treinador, e de aumentar a dificuldade do save.
      Utilizarei a personagem Andrei Kovács, pois apesar de não ser um save de ficção, quero homenagear Ștefan Kovács, e quem sabe, superá-lo como melhor treinador romeno de todos os tempos. Não procurarei seguir o mesmo trajeto em termos de clubes, mas se surgir uma proposta, quem sabe?
      Objectivos do Save
      Superar o número de títulos de Ștefan Kovács na Roménia (3 taças da Roménia e 1 campeonato); Vencer duas Ligas dos Campeões; Treinar a seleção da Roménia;
×
×
  • Create New...