Jump to content
MitoMitológico

O Milagre de San Marino - O Retorno - Iniciando os Trabalhos! [08/05]

Recommended Posts

MitoMitológico

Bn11C24.png

Y1oHgY6.png

E aí, pessoal!

Após terminar de maneira abrupta a saga anterior, por vários motivos, eu fiquei algum tempo sem compartilhar um save no PM. Nesse meio tempo, fiquei meio ausente em alguns momentos, e fiquei um pouco participativo em outros, na maneira do possível. Resolvi tirar esse tempo fora para cuidar de mim, rever minha rotina, e conseguir estabilizar um pouco a minha vida. Apesar de não ter me estabilizado por completo, a vontade de voltar a compartilhar alguma história falou mais alto. 

Como eu já disse em posts anteriores, acabei adquirindo o FM19, após jogar o 17 e por muito pouco tempo o 18. Após jogar com algumas equipes, duas ou três temporadas, resolvi postar uma nova saga por aqui. Inicialmente eu gostaria de fazer algo relacionado com o clube da minha cidade, mas logo eu vi que era melhor adiar a ideia, que esse não é o momento certo para iniciar isso. Então, coloquei em prática uma outra ideia que já havia pensado a muito tempo.

Como o nome do título já diz, tem algo a ver com San Marino, um pequeno país da Europa com uma das piores seleções do mundo, com um futebol totalmente amador. Mas seria uma história com a seleção, com um clube local? Não! O Clube escolhido é o San Marino Calcio, que faz parte da pirâmide italiana, estando no momento, na Série D, equivalente a quarta divisão, e como a Itália só é jogável até a terceira divisão na DB original, resolvi baixar um update muito bom da Pirâmide Italiana e da Liga Sanmarinense para poder jogar com os Titãs.

Não sei se sabem, mas essa não é a primeira vez que jogo um save em San Marino, muito menos aqui na área. Em 2015 ou 2016, eu ensaiei uma saga com o Cosmos, um clube da Liga Sanmarinense, e com a seleção do país. Porém eu desanimei muito fácil e em alguns meses desisti da história e parei de jogar. O nome da saga era a mesma da atual, então considero isso como o retorno de uma história que tinha tudo para dar certo e por falha minha acabei desistindo muito facilmente no caminho.

Agradecimentos ao @Luchín, por servir de inspiração, pelo fato de jogar com outro clube de um pequeno país que joga por uma liga de um país vizinho, no caso o Andorra FC. Agradeço também o @ggpofm, por ter feito o banner genérico que serviu de base para o banner da saga.

Espero que curtem a história a seguir levando um pequeno país á condições nunca antes imaginadas no futebol.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Bom retorno e boa sorte MM. Tá bem bonito o gráfico. Só faltou postar o objetivo, e tem minha sugestão:

Objetivo:

- Me divertir!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Fala, Mito. Bom te ver de volta. Espero que você tenha muita sorte nesse save e que se divirta bastante, afinal esse é o nosso maior objetivo, como já citou o @Andreh68

Pegar um clube ou um país sem expressão nenhuma no mundo do futebol é sempre complicado, ainda mais quando os escolhidos estão em San Marino. Salvo engano, a última vez que vi o San Marino Calcio, ele estava na terceira divisão e contava com algum jogador que já tinha passado pelas minhas mãos no FM, espero que você vá bem além disso.

Bom trabalho e boa diversão!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Seja bem-vindo de volta MM, espero que tenha melhorado dos seus problemas pessoais, e que esse save sirva principalmente para te inspirar e te divertir. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Tomara que tenhamos um melhor desfecho nessa história.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Boa sorte e muita paciência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico
Em 18/04/2019 at 17:10, Andreh68 disse:

Bom retorno e boa sorte MM. Tá bem bonito o gráfico. Só faltou postar o objetivo, e tem minha sugestão:

Objetivo:

- Me divertir!

Valeu Andreh! Sobre os objetivos, isso é algo que pretendo colocar no próximo post, eu só coloquei esse post aqui pra dar um pontapé inicial na saga.

 

Em 18/04/2019 at 17:53, PedroJr14 disse:

Fala, Mito. Bom te ver de volta. Espero que você tenha muita sorte nesse save e que se divirta bastante, afinal esse é o nosso maior objetivo, como já citou o @Andreh68

Pegar um clube ou um país sem expressão nenhuma no mundo do futebol é sempre complicado, ainda mais quando os escolhidos estão em San Marino. Salvo engano, a última vez que vi o San Marino Calcio, ele estava na terceira divisão e contava com algum jogador que já tinha passado pelas minhas mãos no FM, espero que você vá bem além disso.

Bom trabalho e boa diversão!

Fala, Pedro! Bom te ver por aqui também. Espero me divertir bastante com esse save.

Pegar um clube com pouca reputação é difícil mesmo, ainda mais de um país muito pequeno como San Marino, mas creio que o fato de jogarmos na Itália pode nos ajudar a pegar alguns talentos italianos enquanto melhoramos os jogadores locais. Vou falar mais sobre essa "nacionalização" no post a seguir.

Espero ir bem além do que imagino e que esse save marque todos vocês.

Valeu!

 

21 horas atrás, marciof89 disse:

Seja bem-vindo de volta MM, espero que tenha melhorado dos seus problemas pessoais, e que esse save sirva principalmente para te inspirar e te divertir. Boa sorte!

Valeu Marcin, estou bem melhor e estou muito motivado para este save.

 

19 horas atrás, Henrique M. disse:

Tomara que tenhamos um melhor desfecho nessa história.

Assim espero também, é um desafio em que estou muito motivado!

 

17 horas atrás, Darthz disse:

Boa sorte e muita paciência.

Valeu Darthz, vou precisar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Grande MM. Que bom que voltou a postar um save na área. Boa sorte meu amigo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
beto7

Boa sorte, acompanhando! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Bem vindo de volta Mito! Arrebenta 👉👉👉 (#zoeira)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Felipe Soares

Na minha opinião o desafio mais difícil que existe. Um dia terei culhões e tentarei, por enquanto vou acompanhando aqui1

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Boa sorte no retorno, MM. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico
Em 20/04/2019 at 14:08, LC disse:

Grande MM. Que bom que voltou a postar um save na área. Boa sorte meu amigo.

Grande LC! Valeu pelo seu apoio, eu conto contigo nessa saga!

 

Em 20/04/2019 at 17:07, beto7 disse:

Boa sorte, acompanhando! 

Valeu Beto!

 

5 horas atrás, Neynaocai disse:

Bem vindo de volta Mito! Arrebenta 👉👉👉 (#zoeira)

Valeu Ney! Pode deixar kkkk

 

5 horas atrás, Felipe Soares disse:

Na minha opinião o desafio mais difícil que existe. Um dia terei culhões e tentarei, por enquanto vou acompanhando aqui1

Boa sorte!

Se você acha esse desafio difícil, é porque você não viu o desafio da base kkk

Mas acho que de todos não é o mais difícil não. Pois estarei jogando com o único clube profissional e conforme eu for crescendo o clube na pirâmide italiana, o futebol na liga local e na seleção cresce também. Em 15 temporadas ou mais os resultados devem estar mais visíveis.

Espero que um dia você tente também, e troque informações comigo enquanto, jogando ou não, o que é sempre bem-vindo.

Valeu Felipe!

 

1 hora atrás, vinny_dp disse:

Boa sorte no retorno, MM. 

Valeu Vinny!

Share this post


Link to post
Share on other sites
AlexVivas
34 minutos atrás, MitoMitológico disse:

Se você acha esse desafio difícil, é porque você não viu o desafio da base kkk

Mas acho que de todos não é o mais difícil não. Pois estarei jogando com o único clube profissional e conforme eu for crescendo o clube na pirâmide italiana, o futebol na liga local e na seleção cresce também

Então a reputação de San Marino só melhora se o CLUBE San Marino crescer? Não se aplica aos clubes do país (desempenho nos torneios continentais, por exemplo) ?

No mais, divirta-se e sucesso!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico
1 minuto atrás, AlexVivas disse:

Então a reputação de San Marino só melhora se o CLUBE San Marino crescer? Não se aplica aos clubes do país (desempenho nos torneios continentais, por exemplo) ?

No mais, divirta-se e sucesso!!

Não exatamente, a reputação de San Marino não depende do clube San Marino Calcio, depende mais dos clubes do país mesmo. Na verdade o que eu quis dizer é que, com a melhora do clube aqui na itália, com mais reputação, melhor infraestrutura das categorias de base, do recrutamento jovem, e do clube, posso acabar melhorando o futebol sanmarinense local, diretamente, ou até indiretamente, afetando também a seleção.

Valeu Alex!

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico

ZvB7VAv.png

xEndUgU.png

52MGjUx.png

Bandeira de San Marino

Vamos primeiramente conhecer o país:

San Marino é o país mais antigo do mundo, foi fundado em 301 d.C. e teve sua constituição reconhecida pelo Papa em 1600. Uma curiosidade interessante é que foi um local preservado do domínio Napoleônico em 1810 graças a diplomacia de seus governantes. Em 2008 foi declarada Patrimônio da humanidade pela UNESCO. Ele possui 30.000 habitantes.

IDZEooN.jpg

Uma das vistas mais lindas do país.

Em meio a toda cultura italiana, existe o futebol no pequeno território. Mesmo com federação local e campeonato nacional, o esporte é feito de maneira amadora, sendo um dos únicos locais na Europa que ainda não passaram por um processo de profissionalização no esporte bretão.

A sua Federação (FSGC) foi fundada em 1931, entretanto só conseguiu entrar para a UEFA e posteriormente a FIFA em 1986, com uma filiação provisória, e em 1988 com a definitiva, com a sua seleção fazendo sua estreia oficial em 1990, em uma derrota para a Suíça por 4 a 0 nas Eliminatórias para a Eurocopa de 1992. Em todas eliminatórias que disputou até hoje, San Marino nunca conseguiu sair da última colocação, conseguindo em todas elas no máximo um ponto.

Ao todo já realizou 155 jogos oficiais em sua história, obtendo 1 vitória (contra Liechtenstein em 2004), 4 empates (Turquia, Letônia, Estônia e Liechtenstein), além de 150 derrotas. Foram apenas 23 gols marcados e 670 gols sofridos, o que dá média de 0,14 gol pró/jogo e 4,32 gol contra/jogo. No ranking da FIFA, San Marino aparece na 211º colocação, sendo a última colocada. A seleção também se orgulha de nunca ter utilizado um jogador naturalizado, diferente de outros países.

A única vitória

O dia 31 de julho de 2004 entrou para a história do futebol samarinês, pois a Seleção conquistou a sua primeira vitória na história. O triunfo foi em um amistoso contra a também fraca Seleção do Liechtenstein por 1 a 0. O gol foi marcado por Andy Selva, rapidamente alçado ao posto de herói nacional. Depois dessa vitória vieram 10 anos de azar, cerca de 61 derrotas consecutivas, até 2014.

O pequeno país eliminou até a Inglaterra

Na partida entre San Marino e Inglaterra, pela última rodada do grupo nas eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 1994, com apenas 8 segundos de jogo, aproveitando um passe errado do zagueiro Stuart Pearce para o goleiro David Seaman, Gualtieri aproveitou e marcou o gol. Era a primeira partida dele, à época com 22 anos e estudante de engenharia da computação, como titular da seleção. Seria seu único gol por ela, gol que tornou-se o gol mais rápido em uma eliminatória de Copa do Mundo até 2016.

A Inglaterra, para ir ao Mundial dos EUA, precisava ganhar a partida por sete gols de diferença, e torcer para a derrota dos concorrentes Países Baixos para a já desclassificada Polônia, com ambos jogando no campo adversário. Apesar do fato de que a vaga ficaria com os neerlandeses mesmo com máscula vitória britânica - uma vez que venceriam os poloneses por 3 x 1 -, o gol de Gualtieri ficaria marcado como aquilo que a imprensa inglesa chamou de "The End of the World (Cup)", "O Fim (da Copa) do Mundo": os ingleses chegariam a virar para 7 x 1, faltando-lhes um gol a mais - ou sem o gol adversário - para poderem aspirar à vaga.

O feito de Gualtieri fez ele ser o mais famoso jogador de San Marino entre os britânicos: malquisto pelos ingleses, adorado pelos escoceses, para o seu divertimento: "Meu irmão foi lá (na Escócia) uma vez e todo mundo pagou cervejas para ele só porque é de San Marino. Quando ele disse que era meu irmão, os caras quase desmaiaram". Em razão desse gol, ele ainda é esporadicamente procurado por reportagens esportivas."

Principais jogadores

Como San Marino é uma nação praticamente sem tradição no futebol, pouquíssimos jogadores alcançam relativo sucesso em âmbito mundial, e a grande maioria dos atletas são semi-profissionais.

rKsVkpS.jpg

Massimo Bonini, craque da Juventus e companheiro de Platini nos anos 80.

Entre os nascidos por lá, o principal nome é de Massimo Bonini, ex volante que por muito tempo defendeu a Juventus. Mas o maior jogador da história da seleção, é Andy Selva, italiano, filho de uma sanmarinesa. Ao todo ele disputou 74 jogos e 8 gols pela sua seleção, sendo o recordista tanto em partidas e em gols marcados. Em toda a sua carreira ele passou por diversos clubes italianos, além de San Marino Calcio e La Fiorita. Davide Gualtieri, famoso por marcar o gol mais rápido de uma Eliminatória de Copa do Mundo, em 1993 contra a Inglaterra, foi outro que defendeu o selecionado.

0UhVc04.jpg

A lenda Andy Selva, o maior jogador da história da seleção.

O histórico goleiro Aldo Simoncini, os zagueiro Mirco Gennari e William Guerra são outros nomes conhecidos. Atualmente, o goleiro Elia Benedettini, do Novara, da Série C e o meia Filippo Berardi, ex-Torino e atualmente no Monopoli, e o atacante Nicola Nanni, promessa do Crotone, são os jogadores do país mais próximos do profissionalismo.

Entre presenças ilustres no futebol local, destaque-se o zagueiro Aldair, tetracampeão mundial com a seleção brasileira. O atleta teve uma rápida passagem pelo Murata entre os anos de 2007 e 2008. Ao todo somou apenas 10 partidas, e faturou a Liga em 2008. O próprio Murata já sonhou com a contratação do baixinho Romário.

zUrRGwv.jpg

O zagueiro Aldair, campeão mundial em 1994, vestindo a camisa do Murata.

Campeonatos Locais

Em questões de campeonatos, a FSGC desde 1937 organiza a Copa Titano, torneio disputado em mata-mata por 15 equipes. Em sua 59º edição em 2019, o campeonato é o mais tradicional no futebol do microestado. O maior campeão é o Libertas, com 11 conquistas.

Acima dela em termos de importância está o Campeonato Sanmarinense de Futebol (Campionato Dilettanti), presente desde 1985 no calendário futebolístico do país. Atualmente, o torneio conta com as mesmas 15 equipes da Copa, porém é disputado com um outro tipo de regulamento. Os clubes são divididos em dois grupos (com sete e oito equipes) e jogam entre si em turno e returno. As três primeiras equipes de cada grupo participam dos playoffs. O ganhador recebe vaga na primeira pré-eliminatória da UEFA Champions League e o segundo e terceiro, na primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League. O Tre Fiori é o maior vencedor com 7 conquistas. A federação promove também uma Supercopa, com os campeões da Liga e da Copa.

cJW0mXN.jpg

O Maior campeão Nacional, Tre Fiori.

GydmXkF.png

San_Marino_Calcio_logo.png

O Escudo do principal clube de San Marino.

Entretanto existe uma exceção dentro da estrutura do futebol local. O San Marino Calcio, localizado em Serravalle (norte do país) é o único clube do pequeno território que disputa a liga italiana e tem um status profissional(semi-profissional). Desde 2015 ele se encontra na Série D (quarto nível da pirâmide do futebol italiano). Outra exceção era a Juvenes/Dogana, que até 2007 disputava os torneios de San Marino além de torneios amadores na Itália.

Fundado em 1959 e refundado em 1973 e novamente em 2000, é o único clube de futebol não-italiano filiado à FIGC (Federação Italiana de Futebol) e autorizado a participar da pirâmide italiana. Leva o seu título atual e a sua estrutura em 2000, quando o AC San Marino entrou em falência e em seu lugar foi estabelecido o San Marino Calcio que disputou a Serie C2 2000-2001.

Do ponto de vista histórico, o nível mais alto alcançado pelo clube foi a terceira divisão, na qual o melhor resultado foi um décimo lugar.

As cores oficiais do San Marino Calcio são, desde a sua fundação, o branco e o azul. Joga no Estádio Olimpico Serravalle, que possui uma capacidade total de 7000 assentos, mas devida à reconstrução do gramado do Estádio de San Marino tendo em vista o sub-21 europeu de 2019 e, acima de tudo, à deterioração das relações com a Federação de San Marino, o San Marino Calcio foi forçado a se migrar para o Estádio Massimo Sbrighi de Castiglione di Ravenna, na Itália. A instalação tem 500 lugares.

FleI4jJ.jpg

O Principal Estádio do País, em Serravalle.

Principais Jogadores

A História do San Marino Calcio sempre esteve interligada com a história da Seleção do país. Nomes consagrados da seleção como as lendas Massimo Bonini e Andy Selva, além de William Guerra e Elia Benedettini.

Pela proximidade local, influência de cultura e Liga, os Italianos sempre fizeram parte da história dos Titãs, como Stefano Sensi, volante do Sassuolo, com passagem pela seleção italiana, o zagueiro Francesco Baldini, jogador marcante do Napoli na segunda metade da década de 90, o goleiro Roberto Colombo, revelado pelo Milan e ex-jogador do Padova, o meia Fausto Pizzi, ex Inter e Parma e o atacante Gianluca Lapadula, com passagens por Pescara e Milan que está atualmente no Genoa.

nNYLI5H.jpg

O volante Stefano Sensi já passou pelos Titãs.

Outro estrangeiro conhecido que passou pelos Titãs foi Amadou Diawara, jovem volante guineense do Napoli.

xrPbEtA.jpg

O também volante Diawara já jogou no clube.

Títulos:

  • Série D(Antiga Quinta Divisão) : 2 (grupo D - 1987-1988) e (grupo F - 1999-2000)
  • Eccellenza(Antiga Sexta Divisão):  2 (grupo B - 1992-1993) e (grupo B - 1996-1997)
  • Promozione(Antiga Sétima Divisão): 1 (grupo A - 1985-1986)
  • Prima Categoria(Antiga Oitava Divisão): 4 (grupo A - 1964-1965), (grupo A - 1969-1970), (grupo A - 1979-1980) e (grupo A - 1984-1985)
  • Seconda Categoria(Antiga Nona Divisão): 1 (grupo A - 1961-1962)
  • Coppa Italia Dilettanti Emilia-Romagna: 1 (1996-1997)

Outras conquistas:

  • Acesso á Série C1(Antiga Terceira Divisão) em 2004-2005 (grupo B) e á Lega Pro Prima Divisione(Antiga Terceira Divisão) em 2011-2012 (grupo A)

Com uma rica história e uma economia digna de país de primeiro mundo, San Marino deixa muito a desejar no mundo futebolístico, como podem perceber. Recheada de fracassos e goleadas na seleção, além de altos e baixos no clube homônimo, a história esportiva san-marinense espera um dia preencher os olhos de quem a acompanha com a mesma qualidade que suas belezas naturais nos presenteiam.

7fzOTRb.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Terá um enorme desafio pela frente. Levar um clube sanmarinense ao topo, mesmo jogando na Itália, não será nada fácil. Mas acredito que com paciência e foco tem tudo para chegar lá.

Você comentou sobre nacionalização do elenco. Pretende por exemplo ser um clube que só contrata jogadores de San Marino? Ou vai estabelecer uma cota de jogadores nacionais na equipe?

Boa sorte nessa nova jornada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
AlexVivas

Estou jogando em OFF e em paralelo com minha saga, uma outra saga baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M.. Peguei o ranking de seleções e então escolhi San Marino, último colocado, como minha 1ª etapa. Na Seleção Nacional a sua maioria joga na Itália. Escolhi treinar o Tre Fiori, maior campeão nacional, e decidi seguir as diretrizes acima estipulando as seguintes metas:

  • nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 90% do elenco jogar em San Marino, independente do clube;
  • nacionalizar o Clube, vendendo TODOS os jogadores estrangeiros - a maioria Italiana;
  • negociar os jogadores dispensáveis com os demais clubes do país, nivelando a Liga;
  • tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube;
  • tornar o Tre Fiori hegemônico em 6 temporadas, tempo para alcançar 12 Coppa Titano e superar o Libertas, que tem 11;
  • ajudar a melhorar o desempenho dos clubes são-marinenses nas competições continentais, melhorando a reputação local.

   Curti de montão esse último post, mostrando com detalhes as informações sobre o país e o seu futebol. Em breve pretendo postar essa outra saga, quando o Alphabet Challenge estiver mais adiantado. Vamos que vamos !!

Share this post


Link to post
Share on other sites
beto7

Achei bastante legal toda as informações que passou sobre o país e outros detalhes. Espero que consiga levar o San Marino Calcio a um patamar nunca conhecido pelo clube. 

Boa sorte! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Bora lá. Boa sorte na sequência.

Era o teu um outro save com San Marino?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Bom apanhado de informações, várias coisas daí eu não sabia. San Marino é um país pequeno, é natural que não tenha sucesso no futebol, já que a chance de sair um craque é pequena. De fato, vai ter trabalho, mas com paciência e dedicação, deve conseguir seus objetivos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Que bom que você voltou e gostei da escolha do clube também. Pegar o San Marino Calcio na estrutura da liga italiana faz mais sentido para mim no que ficar dando murro em ponta de faca em clubes da liga samarinesa. Como pretende construir seu elenco e consequentemente o clube? Usará apenas samarineses no elenco ou permitirá a presença de outras nacionalidades?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín

Voa, MM. Sei o quanto esse desafio é complicado se você optar apenas por são-marinenses e italianos formados no San Marino, e é o que eu espero ver aqui. Quero ver o futebol de San Marino sonhando alto como o futebol andorrano e chegando à instâncias nunca imaginadas. Conheço o plantel atual e não tenho nenhuma dúvida em afirmar UE é um plantel que dá para ambicionar a promoção já na primeira temporada. Dali em diante as coisas complicam mais, mas sempre é possível continuar crescendo, passo a passo e entendendo todas as limitações que é treinar um clube assim. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico
Em 23/04/2019 at 07:31, Tsuru disse:

Terá um enorme desafio pela frente. Levar um clube sanmarinense ao topo, mesmo jogando na Itália, não será nada fácil. Mas acredito que com paciência e foco tem tudo para chegar lá.

Você comentou sobre nacionalização do elenco. Pretende por exemplo ser um clube que só contrata jogadores de San Marino? Ou vai estabelecer uma cota de jogadores nacionais na equipe?

Boa sorte nessa nova jornada!

Teremos muito trabalho pela frente e espero que com esforço e muita luta possamos alcançar os objetivos. Mesmo na Itália, subir na pirâmide é uma tarefa complicada.

Bom, sobre a nacionalização do elenco, eu pretendo não ser muito ortodoxo. Não vou ficar só contratando jogador sanmarinense. Vou apostar em alguns italianos também. Pretendo ter no meu elenco uma cota de pelo menos 50% nativos de San Marino. O resto pode ser de qualquer nacionalidade. No próximo post eu explico melhor.

Valeu Tsuru!

 

Em 23/04/2019 at 08:32, AlexVivas disse:

Estou jogando em OFF e em paralelo com minha saga, uma outra saga baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M.. Peguei o ranking de seleções e então escolhi San Marino, último colocado, como minha 1ª etapa. Na Seleção Nacional a sua maioria joga na Itália. Escolhi treinar o Tre Fiori, maior campeão nacional, e decidi seguir as diretrizes acima estipulando as seguintes metas:

  • nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 90% do elenco jogar em San Marino, independente do clube;
  • nacionalizar o Clube, vendendo TODOS os jogadores estrangeiros - a maioria Italiana;
  • negociar os jogadores dispensáveis com os demais clubes do país, nivelando a Liga;
  • tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube;
  • tornar o Tre Fiori hegemônico em 6 temporadas, tempo para alcançar 12 Coppa Titano e superar o Libertas, que tem 11;
  • ajudar a melhorar o desempenho dos clubes são-marinenses nas competições continentais, melhorando a reputação local.

   Curti de montão esse último post, mostrando com detalhes as informações sobre o país e o seu futebol. Em breve pretendo postar essa outra saga, quando o Alphabet Challenge estiver mais adiantado. Vamos que vamos !!

Opa, legal a tua ideia, a diferença é que você vai tentar melhorar a Liga de San Marino com um clube participante. Já eu pretendo evoluí-la por fora, com os Titãs.

Enfim, espero que compartilhe essa saga, você pode postar na área e/ou até mesmo utilizar esse espaço também para trocarmos informações e ideias, crescendo juntos.

Valeu Alex! Que bom que curtiu!

 

Em 23/04/2019 at 09:32, beto7 disse:

Achei bastante legal toda as informações que passou sobre o país e outros detalhes. Espero que consiga levar o San Marino Calcio a um patamar nunca conhecido pelo clube. 

Boa sorte! 

Valeu Beto, é sempre bom saber um pouco mais sobre o clube que você vai jogar, além de passar informações para os leitores. Vamos em busca a voos nunca antes imaginados no futebol do país menor que muitos municípios do Brasil.

Tô pra passar na sua história ainda hein!

 

Em 23/04/2019 at 13:57, Neynaocai disse:

Bora lá. Boa sorte na sequência.

Era o teu um outro save com San Marino?

Vamo que vamo!

Se for qual estou pensando, sim. Era de 2015 ou de 2016, não durou muitos meses kkkk você não fazia parte da área ainda, isso tudo aqui era mato kkkk

Valeu Ney!

 

Em 23/04/2019 at 22:14, marciof89 disse:

Bom apanhado de informações, várias coisas daí eu não sabia. San Marino é um país pequeno, é natural que não tenha sucesso no futebol, já que a chance de sair um craque é pequena. De fato, vai ter trabalho, mas com paciência e dedicação, deve conseguir seus objetivos.

Como eu já falei, é sempre bom saber sobre o clube que você vai jogar, e conhecimento nunca é demais né? O País é minúsculo, com 30.000 habitantes (até esqueci de colocar rs) a área dele é 10x menor que a sua cidade e 4x menor que a minha! E é difícil ter sucesso com tão pouca gente disponível jogar futebol, pois boa parte da população é idosa, tem uns que não gostam de futebol, tem outros que são ruins de bola mesmo, ainda tem o gênero(pois imagino que o feminino do país é praticamente inexistente), então é quase impossível sair um jogador diferenciado, um novo Bonini. Mas com um trabalho bem feito, desde as camadas mais jovens, com bom planejamento, podemos conseguir o que almejamos.

Valeu Marcio!

 

Em 24/04/2019 at 09:29, ggpofm disse:

Que bom que você voltou e gostei da escolha do clube também. Pegar o San Marino Calcio na estrutura da liga italiana faz mais sentido para mim no que ficar dando murro em ponta de faca em clubes da liga samarinesa. Como pretende construir seu elenco e consequentemente o clube? Usará apenas samarineses no elenco ou permitirá a presença de outras nacionalidades?

Que bom que gostou da escolha e compreendeu minha linha de raciocínio. Jogar com um clube com mais estrutura e uma "independência" maior, vai ajudar o país a se desenvolver muito mais, pois com um clube local eu ia ficar muito 'preso' e acabaria desistindo igual na tentativa anterior. Vi o save do @Luchín com o FC Andorra e me veio essa inspiração.

Pretendo construir meu elenco dessa maneira: Pelo menos a metade dele vai ser de jogadores sanmarinenses. A outra metade vai ser permitida a estrangeiros, com prioridade aos italianos. Mas ainda não defini isso totalmente, eu ainda posso mudar algumas coisas. No próximo post eu explico isso melhor.

Valeu GG!

 

1 hora atrás, Luchín disse:

Voa, MM. Sei o quanto esse desafio é complicado se você optar apenas por são-marinenses e italianos formados no San Marino, e é o que eu espero ver aqui. Quero ver o futebol de San Marino sonhando alto como o futebol andorrano e chegando à instâncias nunca imaginadas. Conheço o plantel atual e não tenho nenhuma dúvida em afirmar UE é um plantel que dá para ambicionar a promoção já na primeira temporada. Dali em diante as coisas complicam mais, mas sempre é possível continuar crescendo, passo a passo e entendendo todas as limitações que é treinar um clube assim. 

Olha só! Uma das minhas inspirações comentando aqui! É uma honra.

O desafio é muito interessante e motivador. Vai ser mais ou menos como você espera. Eu vou dar prioridade aos jogadores desses dois países(quero que a metade do elenco seja de San Marino), e que só 10% ou 20% sejam estrangeiros(albaneses e franceses, por exemplo), quero ser realista e não muito ortodoxo.

Espero que o futebol sanmarinense possa chegar tão longe como o andorrano no seu save, e conto com sua ajuda e seu apoio aqui. O plantel é bom, porém eu não pensaria tão alto assim, mas como você conhece o futebol alternativo, pode ser que a promoção seja uma realidade. Mas eu espero uma vida muito difícil quando chegar a profissionalização. Mas crescendo, temporada após temporada, aos pequenos passos, em etapas, como o FC Andorra, alcançaremos o nosso objetivo.

Já estou planejando até convidar o próprio Andy Selva pra uma entrevista hehe será que rolaria?

Valeu Luchín!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
12 minutos atrás, MitoMitológico disse:

O desafio é muito interessante e motivador. Vai ser mais ou menos como você espera. Eu vou dar prioridade aos jogadores desses dois países(quero que a metade do elenco seja de San Marino), e que só 10% ou 20% sejam estrangeiros(albaneses e franceses, por exemplo), quero ser realista e não muito ortodoxo.

Já estou planejando até convidar o próprio Andy Selva pra uma entrevista hehe será que rolaria?

Eu penso que apenas com são-marinenses e italianos seria mais desafiante, ainda mais porque o próprio clube já gera jogadores italianos, diferente do FC Andorra, que forma apenas andorranos. Com apenas 50% do elenco sendo local, penso que você poderia alcançar rapidamente as divisões superiores, mas o que deve importar é sempre a sua diversão.

Sobre a entrevista, tenho o contato dele, vou tentar para você. 👍

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Similar Content

    • Neynaocai
      By Neynaocai
      Prólogo
      Filho de mãe brasileira e pai português, André Rebouças nasceu em 08 de maio de 1980 na pequena cidade de Cachoeira, Bahia. Mas de baiano só carrega o sangue materno, pois ainda bebê seus pais foram obrigado a morar em Portugal. O pai, libertário convicto, criticava abertamente o regime militar em um jornal alternativo. Em tempos de ame-o ou deixei-o, a pátria escolhida não era mais um lar.
      Buscando apoio em seus familiares, o pai de André os levou a cidade de Funchal, na Ilha da Madeira, onde os ventos do destino determinariam a vida de nosso personagem.
      Assim, o menino André cresceu no bairro Santo Antônio, onde gostava de bater uma bola nas inúmeras ladeiras que permeavam aquele bairro montanhoso. Foi vizinho de um menino um pouco mais novo, bom de bola, mas muito xarope. Por tudo reclamava, chorava. O suportavam por seu futebol, sendo sempre o primeiro a ser escolhido na pelada.
      O tempo passou a molecada cresceu, cada um pro seu canto. André gostava muito de estudar e como não era um craque de bola, sabia que o caminho para fazer parte do mundo da bola seria pelos estudos mesmo.
      Gostava bastante de economia e direito, mas na hora de escolher o curso o coração falou mais alto: Licenciatura em Educação Física e Desporto, na Universidade da Madeira. Depois, entre as aulas na famosa Escola Secundária Jaime Moniz e um estágio no Banif, André ainda teve tempo para realizar um Mestrado em Educação Física, onde apresentou dissertação com o tema "A profissionalização do desporto: da base à direção". Com o tempo, o seu caminho começou a se afastar das quatro linhas. Era só um joguinho no fim de semana e pronto.
      No entanto, aos 38 anos, seja crise de meia idade ou que for, não bastava mais a carreira estruturada, a vida financeira e pessoal estável: aos poucos o sonho de gerenciar uma equipa de futebol voltava em seu peito.
       
      Aos corajosos
      Vamos tentar fazer algo diferente. Vai dar certo? Não sei. Que seja a primeira de muitas tentativas de inovar. O erro não me preocupa, o importante é mirar alto.
      Passos:
      1) Ao fim de cada capítulo você terá uma decisão a fazer, um caminho a seguir.
      2) Não se trata de enquete, mas talvez possa ter, fique atento.
      3) Como não dá pra antecipar tudo que será jogado, senão teria que ter uma história completa (e eu não sou Netflix), faremos assim:
      a) Leia o capítulo, comente, critique, observe as decisões a serem tomadas e aguarde.
      b) Após os caminhos alternativos ficarem prontos, colocarei as indicações e avisarei os interessados (portanto, se você quiser participar só deixar um: eu quero).
      c) Aí, até perceber algum erro, deve ser assim.
      4) Evite spoiler.
       
      Dados do save
      FM 2019, base de dados padrão, liga portuguesa ativada apenas (por enquanto).
      Objetivos:
      a) se divertir e proporcionar o mesmo.
      b) uma temporada (ou ano - você entenderá) por sessão - depois avaliarei o custo/benefício de seguir.
       
      Vamos lá.
      Se você chegou até aqui, se interessou na brincadeira, siga indicando:
      - Interesse em ser chamado para escolher os caminhos seguintes (pensei agora: avise qual caminho escolheu no comentário e na sequência eu te marco na sequência respectiva).
      Pra ver se entenderam, primeira decisão:
       
      Começar desempregado                                                                 
      Começar em um clube
       
      RESULTADOS DA PRIMEIRA DECISÃO
      RESULTADOS DA SEGUNDA DECISÃO
      RESULTADOS DA TERCEIRA DECISÃO
      RESULTADOS DA QUARTA DECISÃO 
    • jbds.sccp
      By jbds.sccp
      Boa noite
      Jogo FM a questão de 1 mês
      E gostaria de saber
      Como colocar mais patchs no meu jogo...
      Até então só tenho do Brasil e de Portugal

      Em compensação tenho escudos e uniformes de outros países e continentes..
      Alguém pode me ajudar?
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Depois de muito tempo sem jogar um save no Brasil, decidi que era hora de retornar ao nosso país e começar uma nova aventura. Com o recém-lançamento do patch 19.2 do Football Manager 2019 e o final da temporada brasileira, e consequentemente atualização da database que irei utilizar para adicionar a Série D ao jogo, é hora do anúncio. Para o meu retorno ao Brasil, escolhi um clube mineiro, a Associação Atlética Caldense, também conhecida como A veterana.
      Coincidentemente ou não, é meu terceiro save consecutivo aqui com uma equipe alviverde (Shamrock Rovers em Uma Só Nação e Werder Bremen). E se não fosse a Caldense, aparentemente, a outra opção também seria alviverde. Acaba sendo uma curiosidade, apesar de não ter muita relevância, achei interessante mencionar. O clube é de Poços de Caldas, cidade do interior de Minas Gerais. Poços de Caldas conta com quase 170 mil habitantes, portanto, é uma cidade com potencial para um clube de futebol.
      A Caldense foi fundada em 1925, logo, a ideia é estarmos ao menos na Série A no ano do centenário. Como entre a temporada 2019 e 2025 ocorrem cinco temporadas, seria uma meta plausível, entretanto, algumas ideias surgiram para tornar esse save diferente do tradicional. Não via muito sentido em fazer uma jogatina tradicional, tal qual fiz com o Werder Bremen no FM 2018, por isso, decidi pensar algumas estratégias para tornar o desafio de levar uma equipe brasileira do anonimato ao estrelato.
      Categoria de base ou Diretor de Futebol?
      Existem alguns desafios tradicionais no Football Manager, como o desafio de San Marino, o Desafio do Sir Alex Ferguson, o Desafio da Base, o Desafio do Diretor de Futebol e muitos outros. Os dois primeiros são específicos da liga italiana e inglesa, respectivamente, enquanto a aplicação dos outros dois é universal. Eu já realizei um save da base, nos moldes idealizados no FM 2016, mas não fui muito além. Assumi o Concarneaux, na última divisão francesa e apesar de ter jogado seis temporadas, não foi de muito sucesso. Consegui subir e jogar a Ligue 2 na quinta temporada, mas caímos na primeira participação de volta à National, mas encerramos a sexta temporada com o retorno a Ligue 2 e título da divisão.
      O desafio do Diretor de Futebol eu nunca tentei e por isso, ficava o desejo. E temos que lembrar que a liga brasileira é uma das mais recomendadas para esse tipo de abordagem, já que simula bem a realidade dos treinadores brasileiros. Esse desafio consiste em delegar todas as contratações ao seu Diretor de Futebol, com o treinador podendo apenas realizar indicações.
      Até pensei em mesclar as duas coisas em uma só, mas o fato de poder recomendar contratações, tiraria todo o sentido de fazer um save de categoria de base. Por isso, para o save com a Caldense, retirando o atual elenco, eu apenas utilizarei jogadores oriundos da base nesse save. Logo, A Veterana será a busca de fazer com que a base da Caldense leve a equipe até o ápice do futebol continental e mundial.
      Apresentação do save sem FM
      Meu tempo está meio curto nesse final de ano, mas deve melhorar a partir da próxima semana, mas eu quis utilizar um pouco do tempo que tenho para fazer o anúncio e apresentar o save. Desde que o FM 2019 foi lançado, meu tempo passou a ser dividido entre FM 2017, recentemente o 2018 e The Witcher 3. Ao optar por fazer isso, terei tempo para fazer uma apresentação mais detalhada e não algo apressado apenas para jogar o FM 2019.
      Por isso, essa apresentação veio assim, sem muito FM, entretanto, para compensar resolvi trazer algumas informações para que vocês possam conhecer melhor o clube.
      Informações sobre a Caldense
      Como já mencionamos, as cores da equipe são verde e branco e o mascote da veterana é um periquito. A sua grande rivalidade futebolística é o Rio Branco de Andradas Futebol Clube. A equipe joga no Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, carinhosamente apelidado de Ronaldão. O estádio tem capacidade para 7600 pessoas (vida real), e sua maior lotação foi de 14200 pessoas. Infelizmente, o proprietário não é o clube. Felizmente, algumas dessas informações divergem do que está na base de dados do Football Manager. O estádio é maior e do clube no jogo.

      Periquitão, o mascote da Caldense
      Principais conquistas
      Em termos de título, a equipe ganhou o Campeonato Mineiro em 2002. Entretanto, nesse ano, o campeonato foi uma espécie de Campeonato do Interior, já que os grandes da capital não participaram. Enquanto em 2015, a Caldense fez uma brilhante campanha, chegou até a final contra o Atlético-MG e foi prejudicada pela arbitragem no jogo decisivo, onde o mando de campo era seu. Infelizmente, esses são os maiores momentos de glória da Veterana.

      Estádio Dr. Ronaldo Junqueiro, o Ronaldão, a casa da Caldense

      Elenco da equipe na conquista do Campeonato Mineiro de 2002
      A equipe participa do Campeonato Mineiro desde 1960, são 43 participações ao longo desses anos todos. A equipe esteve na elite mineira em 36 delas, e desde 1986 foi rebaixada apenas uma vez. A queda em 2007 levou a equipe ao Módulo II, onde levou duas temporadas para retornar. E desde 2009, a equipe está ininterruptamente no Módulo I do Campeonato Mineiro, apesar de ter flertado com o rebaixamento nesse ano.

      Elenco da Caldense que foi vice-campeão do Campeonato Mineiro em 2015
      Participações em competições nacionais
      A equipe participou apenas uma vez da elite do futebol brasileiro, em 1979. Além disso, também só tem uma participação na Série B e Série C. Mas em termos de Série D, ela é uma das equipes que mais representou Minas Gerais. São cinco participações em 10 anos de competição, e apenas o Villa Nova tem mais participações que a Veterana.
      A equipe de Nova Lima participou por seis vezes do último escalão nacional. Curiosamente, nenhuma das duas conquistou a promoção para a Série C, mesmo com uma participação enorme na divisão. Em Minas Gerais, apenas Tombense e Tupi já conquistaram o acesso, com a equipe de Juiz de Fora sendo a equipe que mais vezes subiu para a Série C na história da competição, com dois acessos.
      Curiosidades e ídolos do clube
      No site oficial da Caldense, a equipe cita algumas curiosidades como ter sido a última equipe que Garrincha enfrentou, a primeira equipe que Ronaldo Fenômeno enfrentou, ter recebido um prêmio das mãos de Galvão Bueno e ter disputado uma partida com a seleção brasileira.
      Os ídolos são o goleiro Paulão (jogador que mais vezes vestiu a camisa do clube), o goleiro Gilberto Voador (considerado o melhor goleiro da história do clube), o zagueiro Fábio Paulista (que chegou ao clube no último rebaixamento ao módulo II e ajudou na transformação da Veterana em uma das forças do interior mineiro), o zagueiro Buzuca (considerado o maior zagueiro da história do clube), o lateral-direito Orlando (um dos quatro jogadores que vestiram a camisa da seleção brasileira na história do clube), o também lateral-direito Arnaldo, o ponta-direita Augusto (um dos maiores artilheiros da história do clube), o atacante Mirandinha (o maior artilheiro da história da Caldense e não é o ex-São Paulo), e o atacante Walderi. Além disso, Walter Casagrande já passou pelo clube e é o jogador de maior renome a vestir a camisa da veterana.
      Objetivos do save
      Conquistar o Mundial de Clubes; Conquistar a Libertadores da América; Conquistar o Campeonato Brasileiro - Série A; Conquistar a Copa do Brasil; Conquistar o Campeonato Mineiro; Ser o clube mineiro com a maior quantidade de campeonatos brasileiros (Cruzeiro possui 4); Ser o clube brasileiro com a maior quantidade de Libertadores (Grêmio, São Paulo e Santos possuem 3); Ser o clube mineiro com a maior quantidade de Copas do Brasil (Cruzeiro possui 6); Ser o clube do interior com a maior quantidade de estaduais (Villa Nova possui 5); Ter, simultaneamente, 11 jogadores da base da Caldense na seleção brasileira; Ser o clube brasileiro com a maior quantidade de jogadores formados no clube na Série A; Ser o clube brasileiro com a maior quantidade de jogadores formados no clube nas principais ligas europeias; Ter superioridade de vitórias no confronto direto contra as grandes equipes do Estado; Estar na Série A no ano do centenário do clube; Mais objetivos podem ser adicionados, caso eu julgue necessário; Continuidade de Uma Só Nação
      O save Uma Só Nação continuará a todo vapor. Não tenho intenção de pará-lo.
      Histórico da Caldense
      2019: 7º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 4º lugar no Grupo M da Série D; 2020: 7º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 4º lugar no Grupo N da Série D; 2021: 5º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 3º lugar no Grupo M da Série D; 2022: 6º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas quartas-de-final, 3º lugar no Grupo M da Série D; 2023: 4º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas semi-finais, 1º lugar no Grupo M da Série D, eliminado nas quartas-de-final; 2024: 5º lugar no Campeonato Mineiro, eliminado nas semi-finais, 1º lugar no Grupo M da Série D, eliminado na 1ª Eliminatória; Índice da história
      Apresentação do save; Começo de trabalho no Mineiro; Um periquito costuma ser inofensivo; A classe de 2019 Déjà Vu Uma pequena evolução A classe de 2020 A Veterana vai encorpando Copo meio cheio ou meio vazio? A classe de 2021 Aos trancos e barrancos é o suficiente O verdadeiro primeiro adeus A classe de 2022 Nos restabelecendo como força do interior A dois pênaltis do paraíso A classe de 2023 Periquito contra Raposa, um duelo previsível A marca da cal que machuca
    • Paulo Barrionuevo Jr.
      By Paulo Barrionuevo Jr.
      Existem algum arquivo ou alguma forma de colocar "faces" nos jovens que vão surgindo durante o jogo??
    • Ketaros
      By Ketaros
      Pessoal,
       Estou começando um pack com a idéia de ser o kit SEM propagandas, acho que as propagandas estragam toda a arte das camisas, e ainda mais, para mim fica irreal no jogo pois não tem nenhum sentido com os patrocinadores de dentro do johgo...
       Bem, estou começando a Série A, esses são os primeiros.
       Sou relativamente novo em kits, considerem isso não precisa pegar pesado, mas comentários são bem vindos.
       Sobre as golas, vou manter a mesma em todo pack, apenas por questão de estilo, antes que falem. 🙂
       Planeja ir reportando aqui o andamento.
      Espero que gostem.

       
×